SeAC Serviço de Arte e Cultura

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SeAC Serviço de Arte e Cultura"

Transcrição

1 SeAC Serviço de Arte e Cultura Atividades Curriculares Optativas Música. Canto. Teatro. Dança. Arte. Cultura A pedagogia proposta pelo SeAC se fundamenta na concepção de Ateliê, em que o educando tem um contato direto com o mestre-artista, que transmite uma herança, um ofício vivo, dentro da linguagem cultural de cada GRUPO ARTÍSTICO e CURSO. O espaço será de pesquisa, investigação, troca, autonomia, colaboração e criação. Nesse ambiente, os educandos desenvolvem a capacidade de articular reflexão e prática, por meio de processos e projetos artísticos em constante construção. FUNCIONAMENTO - Os Grupos Artísticos e Cursos funcionarão de fevereiro a dezembro. PARTICIPAÇÃO NOS GRUPOS ARTÍSTICOS Será cobrada uma taxa única anual de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) por Grupo. Educandos, funcionários, professores, pais e convidados poderão se inscrever em quaisquer Grupos Artísticos desde que atendam aos prérequisitos necessários para participação. Os interessados nos Grupos deverão ter disponibilidade e compromisso para participar dos eventos internos e externos ao colégio, além de serem assíduos e pontuais. O material e uniforme deverão ser adquiridos imediatamente após a solicitação dos mesmos. PARTICIPAÇÃO NOS CURSOS Será cobrada mensalidade de R$ 95,00 (noventa e cinco reais) por Curso. Educandos, funcionários, professores e pais poderão participar de qualquer Curso respeitando a faixa etária, horários e números de vagas. O material para participação nos Cursos (uniforme, caderno, roupa adequada, instrumentos, etc.) deverá ser solicitado imediatamente, havendo uma tolerância de, no máximo, 03 (três) aulas para aquisição dos mesmos. INSCRIÇÕES NOS GRUPOS ARTÍSTICOS E/OU CURSOS 1. Preencher os dados da Ficha de Inscrição, modelo disponível no SeAC, 3º andar do Grande Colégio, entre as salas 303 e Juntamente com a Ficha de Inscrição, resgatar senha correspondente ao Grupo Artístico e/ou Curso desejado e guia de pagamento. 3. De posse da ficha de inscrição (preenchida), senha e guia de pagamento, efetuar na tesouraria do Grande Colégio o pagamento da taxa correspondente. 4. Entregar, no SeAC, imediatamente após o pagamento na tesouraria, o comprovante do mesmo grampeado na Ficha de Inscrição e a senha correspondente ao Grupo Artístico e/ou Curso desejado. Seguidos esses passos, a inscrição será efetivada. Qualquer procedimento fora desse padrão não estará garantida vaga em nenhum Grupo(s) Artístico(s) e/ou Curso(s). 1

2 Grupos Artísticos e Cursos por Segmento Grande Colégio Grupos Artísticos Capoeira Infanto Educandos de 9 a 13 anos. Capoeira Educandos a partir de 14 anos. Canto Coral Juvenil Educandos de 9 a 14 anos. Canto Coral Ático Rubini Educandos a partir de 15 anos. Dança Júnior Educandos de 11 a 13 anos, com experiência em Balé Clássico, Jazz, Moderno, Hip Hop, Dança Contemporânea, Dança de Salão e/ou Dança Folclórica. Dança Educandos a partir de 14 anos, com experiência em Balé Clássico, Jazz, Moderno, Hip Hop, Dança Contemporânea, Dança de Salão e/ou Dança Folclórica. Teatro Júnior Educandos de 11 a 14 anos. Teatro Educandos do Ensino Médio. Percussão Educandos a partir de 13 anos com passagem pelo Percurso Musical e Percussão. Violino nível 3 Educandos que saibam a 1ª posição completa nas 4 cordas, que realizem as arcadas Détaché e Martelé e saibam executar escala de Dó, Ré e Sol Maior com Pizzicato e Staccato. Orquestra e Banda Marista: Educandos com domínio do(s) instrumento(s) que pretender utilizar (corda, sopro, percussão e vozes). Cursos Danças Folclóricas - Educandos de 10 e 12 anos. Artes - ATELIÊ MARISTA - Educandos a partir de 11 anos. Violão Colaborador: Práticas de acompanhamento para o Canto Coral Educandos com domínio dos acordes maiores e menores, Escala de Dó Maior. Iniciação ao Violão Educandos sem ou com pouco conhecimento do instrumento, tempo mínimo de dedicação em casa, vontade de aprender e progredir. 2

3 Quadro de Horários GRANDE COLÉGIO- Grupos Artísticos e Cursos - SeAC 3

4 Pais, Professores, Funcionários e Convidados Grupos Artísticos Capoeira Canto Coral Ático Rubini Teatro Dança Experiência em Balé Clássico, Jazz, Moderno, Hip Hop, Dança Contemporânea, Dança de Salão e/ou Dança Folclórica. Violino nível 3 Que saibam a 1ª posição completa nas 4 cordas, que realizem as arcadas Détaché e Martelé e saibam executar escala de Dó, Ré e Sol Maior com Pizzicato e Staccato. Orquestra e Banda Marista: Participantes com domínio do(s) instrumento(s) que pretender utilizar. (corda, sopro, percussão e vozes). Cursos Violão Colaborador: Práticas de acompanhamento para o Canto Coral Participantes com domínio dos acordes maiores e menores, Escala de Dó Maior. Iniciação ao Violão - Participantes sem ou com pouco conhecimento do instrumento, tempo mínimo de dedicação em casa, vontade de aprender e progredir. Artes - ATELIÊ MARISTA Quadro de Horários Pais, Professores, Funcionários e Convidados Grupos Artísticos e Cursos SeAC 4

5 Especificações por Grupo Artístico GRUPOS VOCAIS Material Individual: Lápis, borracha, garrafa para água, pasta preta para folha A4 e blusa do SeAC. Canto Coral Juvenil Regente - Luiz Franceschini Primeiramente explora o canto em uníssono e depois na divisão de naipes em vozes mais agudas e vozes mais graves. O trabalho do grupo consiste na construção do repertório coral, desenvolvendo nos cantores a capacidade de discutir e descrever música verbalmente, conhece as capacidades vocais no contexto das mudanças de voz dessa faixa etária além da estruturação de conceitos como pontualidade, organização, disciplina, criatividade e sensibilidade. Explora um repertório diverso (músicas populares, eruditas e sacras). Público Alvo: Educandos de 9 a 14 anos. Vagas: 30 educandos por horário Dias e horários: 2ª feira, das 11h40 às 13h00. (Sala da Catequese) 5ª feira, das 18h00 às 19h40. (Sala da Catequese) Pré-requisito: Educandos interessados em aprender a cantar. Canto Coral Ático Rubini Regente - Luiz Franceschini Além de estimular a convivência diária, o Canto Coral promove a socialização, melhora a comunicação (respiração e expressão verbal correta) e desenvolve a habilidade de se apresentar em público. O Coro Ático Rubini será aberto aos educandos a partir de 15 anos de idade, pais, professores e funcionários que, por meio da própria voz, poderão interpretar obras musicais de grandes compositores eruditos e populares, desenvolvendo repertório sacro, erudito e popular, com ênfase em Práticas Interpretativas de Música Brasileira. Público Alvo: Educandos, pais, professores, funcionários e convidados. Vagas: 30 participantes Dia e horário: 6ª feira, das 18h00 às 20h30. (Audiovisual do Grande Colégio) Pré-requisito: Participantes interessados em aprender a cantar. GRUPOS DE VIOLINO Material Individual: Violino, livro didático, pasta para folha A4 e blusa do SeAC. A proposta de ensino coletivo do Violino baseia-se na característica peculiar de um método que possibilita um fazer musical em que os educandos possam dominar, de forma consistente, fundamentos técnicos e expressivos do instrumento, bem como desenvolver suas potencialidades artístico musicais, considerando os valores da ética e da estética. Grupo Violino nível 3 Público Alvo: Educandos, pais, professores, funcionários e convidados. Vagas: 12 participantes Dia e horário: 2ª feira, das 19h00 às 20h00. (Sala 104 do Grande Colégio) Musicista Milene Chantal Pré-requisito: saber a 1ª posição completa nas 4 cordas, realizar as arcadas Détaché e Martelé e executar a escala de Dó, Ré e Sol Maior com Pizzicato e Staccato. 5

6 GRUPO PERCURSO MUSICAL E GRUPO PERCUSSÃO Material Individual: Pasta preta para folha A4 e blusa do SeAC Tem como objetivo oferecer um contato estreito com a música por meio da criação, análise, improvisação, teoria, história da música e arranjo musical. Os educandos terão a oportunidade de desenvolver e aprender vários instrumentos musicais, apropriando-se de um repertório diversificado e abrangente, explorando a execução prática e a formação de arranjos. Grupo Percurso Musical Público Alvo: Educandos entre 9 e 12 anos. Vagas: 30 educandos Dias e horários: 4ª e 6ª feiras, das 18h00 às 18h50. (Sala de Dança Maristinha) Pré-requisito: Já ter feito Percurso Musical em anos anteriores. Grupo Percussão Público Alvo: Educandos a partir de 13 anos. Vagas: 30 educandos Dias e horários: 2ª e 5ª feiras, das 18h00 às18h50. (Sala de Dança Maristinha) Pré-requisito: Já ter feito Percurso Musical e/ou Percussão em anos anteriores. Musicista Juliana Canton Musicista Juliana Canton GRUPOS DE TEATRO Material Individual: Garrafa para água, blusa do SeAC, short e/ou calça de malha na cor preta. No princípio era o verbo que se fez voz, que se fez texto, que se fez carne e habitou entre todos nós. A cortina se abre, as luzes se acendem e um novo mundo se configura diante do espectador. O palco explode em produção de sentido, numa dança de signos que envolvem o público nessa teia cênica. Cada peça uma história, cada espetáculo uma estética, cada apresentação uma interpretação, cada montagem uma mensagem. Grupo de Teatro Júnior Professora e Atriz: Leandra Batista Tem como objetivo desenvolver a criatividade, a sensibilidade, o espírito coletivo, a troca de experiências, a comunicação corporal e verbal, a expressão e comunicação por meio de jogos dramáticos, improvisações, montagens de cenas curtas e jogos teatrais. Público Alvo: Educandos de 11 a 14 anos. Vagas: 20 educandos Dias e horários: 3ª e 5ª feiras, das 18h00 às 19h00. (Torre 1) Pré-requisito: Educandos interessados em fazer teatro. Grupo de Teatro Marista Professora e Atriz: Leandra Batista Direcionado aos educandos do Ensino Médio, pais, professores, funcionários e convidados, tem como objetivo desenvolver a criatividade, a sensibilidade, o espírito coletivo, a troca de experiências, a comunicação corporal e vocal, a expressão e comunicação por meio de jogos dramáticos, montagens de cenas curtas, performances e peças teatrais. Público Alvo: Educandos a partir de 15 anos, pais, professores, funcionários e convidados. Vagas: 20 participantes Dias e horários: 3ª feira, das 19h00 às 20h30. (Torre 1) Pré-requisito: Interessados em fazer teatro. 6

7 GRUPOS DE DANÇA Material Individual: a definir. Trabalha a formação e o aperfeiçoamento do educando/bailarino como um todo, visando à pesquisa, criatividade, educação, socialização, descoberta de potencialidades e de novas linguagens corporais e verbais. O processo será colaborativo, no sentido de que o educando/bailarino é, ao mesmo tempo, intérprete, pesquisador e criador, tendo consciência das possibilidades do seu ser expressivo como um todo e na sua relação com o outro, com o coletivo, transformando-o em um corpo-cidadão. Grupo de Dança Júnior Professoras: Michelle Loiola, Rosiane Roscoe, Aline Dias, Carolina Faria e Sônia Pedroso Público Alvo: Educandos de 11 a 13 anos. Vagas: 20 educandos Dias e horários: 3ª e 5ª feiras, das 19h00 às 20h00 (Torre 2) Pré-requisito: Experiência em Dança Clássica, Jazz, Moderno, Hip Hop, Dança Contemporânea, Danças de Salão e/ou Danças Folclóricas. Grupo de Dança - Professoras: Michelle Loiola, Rosiane Roscoe, Aline Dias, Carolina Faria e Sônia Pedroso Público Alvo: Educandos a partir de 14 anos, pais, professores, funcionários e convidados. Vagas: 30 participantes Dias e horários: 2ª, 3ª, 4ª e 5ª feiras, das 19h00 às 20h30. (Sala de Dança Maristinha) Pré-requisito: Experiência em algum dos estilos a seguir: Dança Clássica, Jazz, Moderno, Hip Hop, Dança Contemporânea, Danças de Salão e/ou Danças Folclóricas. ORQUESTRA E BANDA MARISTA Orquestra e Banda Marista Material Individual: Blusa do SeAC, Instrumento Musical próprio. Professor e Violonista: Vladimir Zapata A Orquestra e Banda Marista desenvolverão um repertório próprio para instrumentos de corda: violão, cavaquinho, bandolim, guitarra, baixo. Serão aceitos também instrumentos, como: violino, cello, viola, instrumentos de sopro, percussão e vozes (cantores). Serão ministradas aulas de teoria e percepção, visando a aprimorar o conhecimento musical de seus componentes. Os repertórios e arranjos serão definidos com os componentes da orquestra/banda, sob a orientação do professor/regente. Público Alvo: Educandos, pais, professores, funcionários e convidados. Vagas: 40 participantes Dia e horário: 2ª e 4ª feiras, das 19h00 às 20h30. (Sala da Banda) Pré-requisito: Já tocar algum instrumento Musical. Ser assíduo e pontual. Trazer o próprio instrumento. 7

8 GRUPO DE CAPOEIRA Material Individual: Blusa do SeAC e Abada (a definir) Capoeira Infanto Professor: Eder Vieira Público Alvo: Educandos de 9 a 13 anos. Vagas: 20 educandos por horário Dias e horários: 3ª e 5ª feiras, das 12h00 às 12h50. (Galpão do Maristinha) 3ª e 5ª feiras, das 18h00 às 19h00. (Galpão do Maristinha) Pré-requisito: Querer aprender, ser assíduo e pontual. Grupo de Capoeira Professor: Eder Vieira Público Alvo: Educandos a partir de 14 anos, pais, professores e funcionários e convidados. Vagas: 30 participantes Dias e horários: 3ª e 5ª feiras, das 19h00 às 20h00. (Galpão do Maristinha) Pré-requisito: Querer aprender, ser assíduo e pontual. Especificações por Cursos Curso de Violão Colaborador: Práticas de acompanhamento para canto coral Módulo 1 Material Individual Básico: Instrumento pessoal (violão), caderno de música (pautado), lápis e borracha, blusa do SeAC. Musicista: Luiz Franceschini O violão é um instrumento de múltiplas possibilidades, ora executando o papel de solista, ora acompanhando a voz nas práticas populares de Música Brasileira. O presente curso é baseado na última vertente com o objetivo de capacitar os alunos em relação às práticas de acompanhamento harmônico e melódico para violão nos ensaios dos Coros Infantil, Infanto Juvenil e Coro Ático Rubini do colégio Marista Dom Silvério. Durante o primeiro módulo, serão desenvolvidos elementos tais como: ferramental técnico (mão direita, mão esquerda), leitura de partitura ao violão, harmonia (campo harmônico) e ritmos (levadas) para violão com ênfase nos ritmos brasileiros. As atividades finais envolverão ensaios dos alunos violonistas com os Coros do Colégio, o que demonstra uma integração sólida entre teoria e prática neste curso. Início: Março / Término: Julho Início: Agosto / Término: Dezembro Violão Colaborador Público Alvo: Livre Vagas: 15 participantes por horário Dias e horários: 4ª feira, das 08h30 as 10h00 (Sala da Banda) 4ª feira, das 16h30 as 18h00 (Sala da Catequese) Pré-requisito: Participantes que tenham domínio dos acordes maiores e menores, Escala de Dó Maior. 8

9 Iniciação ao Violão Material Individual Básico: a definir Professor e Violonista: Vladimir Zapata. O curso trará ao participante iniciante a oportunidade de começar o aprendizado do instrumento de modo consciente, visando a procedimentos básicos, extremamente importantes tais como postura correta, desenvolvimento da mecânica das mãos direita e esquerda e sua coordenação. O participante desenvolverá também um aprendizado teórico musical voltado para o instrumento, que abrangerá ritmo, escalas, formação de acordes e improvisação. Iniciação ao Violão Público Alvo: Educandos a partir de 8 anos e participantes sem ou com pouco conhecimento do instrumento, tempo mínimo de dedicação em casa, vontade de aprender e progredir. Vagas: 12 educandos por horário Dias e horários: 3ª e 5ª feiras, das 10h00 às 10h50. (Sala da Banda). 2ª e 4ª feiras, das 16h30 às 17h20. (Sala da Banda). Pré-requisitos: Ser iniciante. Artes - Ateliê Marista Material Individual Básico: a definir Professora: Mariana Rodrigues. O ATELIÊ MARISTA é um ambiente colaborativo de vivência, formação, pesquisa, experimentação e produção em artes plásticas. Trabalhamos processos de criação de obras artísticas investigando suas histórias e imaginários, teoria e prática. Oficinas de desenho, gravura, cerâmica, escultura, fotografia bem como outros gêneros e suas múltiplas possibilidades de interlocução. Objetivo geral Promover formação e o intercâmbio de conhecimentos no campo das artes plásticas através de pesquisa, experimentação e produção compartilhada. Artes no Grande Colégio Público Alvo: Educandos a partir de 11 anos, pais, professores e funcionários. Vagas: 20 participantes Dias e horários: 6ª feira, das 18h00 às 19h30. (Sala de Artes do Grande Colégio) Venha conhecer o SeAC Serviço de Arte e Cultura 3º andar do Grande Colégio entre as salas 303 e 304. Telefone: (31) e Leandra Batista Coordenadora do SeAC 9

SeAC Serviço de Esporte Arte e Cultura

SeAC Serviço de Esporte Arte e Cultura SeAC Serviço de Esporte Arte e Cultura INFORMATIVO DE DANÇA Baby Class, Ballet Infantil, Jazz Clássico, Jazz e Grupo de Dança. Etapas: O curso será oferecido para educandos a partir de 3 anos de idade,

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO Perfil do aluno no final do 5.º Ano O aluno canta a solo e em grupo, com intencionalidade expressiva, canções em diferentes tonalidades

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Ipanema, o estudante também aprende e desenvolve habilidades além da sala de aula, através de atividades esportivas, artísticas e culturais. Conheça cada uma das modalidades

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA INSCRIÇÕES EM 2014

PROCEDIMENTO PARA INSCRIÇÕES EM 2014 O Colégio Santa Maria oferece diversos cursos extracurriculares para as diferentes faixas etárias que visam e favorecem o desenvolvimento de habilidades esportivas, artísticas, linguísticas, culturais

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.293, DE 13 DE JUNHO DE 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.293, DE 13 DE JUNHO DE 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.293, DE 13 DE JUNHO DE 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Técnico de Nível Médio

Leia mais

TESTE DE APTIDAO 2016/2- CENTRO DE ARTES DA UNIVERSIDADE DO AMAZONAS

TESTE DE APTIDAO 2016/2- CENTRO DE ARTES DA UNIVERSIDADE DO AMAZONAS TESTE DE APTIDAO 2016/2- CENTRO DE ARTES DA UNIVERSIDADE DO AMAZONAS DANÇA CONTEMPORANEA PARA INICIANTES Os testes ocorrerão no dia 01 de Julho, das 9h às 11h, para pessoas com idade mínima de 15 anos,

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular/Ciclo: 1º Ciclo Disciplina: Expressões Artísticas e Físico-Motora Ano de escolaridade: 4º ano Ano letivo: 2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala

Leia mais

CURSOS LIVRES MIGUEL PEREIRA/RJ

CURSOS LIVRES MIGUEL PEREIRA/RJ CURSOS LIVRES MIGUEL PEREIRA/RJ 2016 FEVEREIRO, MARÇO, ABRIL, MAIO, JUNHO E JULHO 1 OS CURSOS LIVRES PODEM SER FREQUENTADOS POR ALUNOS, PAIS, RESPONSÁVEIS, PROFESSORES E DEMAIS INTERESSADOS. 2 1 PILATES

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARANAGUA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA DE PARANAGUÁ "NELSON DE FREITAS BARBOSA"

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARANAGUA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA DE PARANAGUÁ NELSON DE FREITAS BARBOSA "" APÊNDICE 1 Requisitos e demandas dos segmentos culturais para a proposição de projetos. Os projetos culturais propostos deverão respeitar e se enquadrar nas seguintes determinações dos seus respectivos

Leia mais

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA Rede Salesiana de Escolas. Entusiasmo diante da vida. PROJETO MÚSICA NA ESCOLA Escola: Nossa Senhora Auxiliadora Níveis de Ensino: Fundamental II Coordenação Pedagógica: Maria das Graças L. N. Ferreira

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE DE ARTE

PLANO DE TRABALHO DOCENTE DE ARTE 1 PLANO DE TRABALHO DOCENTE DE ARTE PROFESSOR: DAVI DOS SANTOS FERREIRA COLÉGIO ESTADUAL DARIO VELLOZO. SÉRIE(S): 8ºANO C/D, 9º ANO A/C, 1º ANO A/B/C/D e Contraturno em Música AVALIAÇÃO: Instrumentos de

Leia mais

Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro

Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro Fundação das Artes Escola para Formação de Artistas Artes Visuais Dança Música Teatro Inscrições Abertas Turmas 2013 Primeiro Semestre Cursos Livres e Técnicos A Fundação das Artes é uma Escola de Artes

Leia mais

ESCOLA ESPECIAL RENASCER- APAE PROFESSORA: JULIANA ULIANA DA SILVA

ESCOLA ESPECIAL RENASCER- APAE PROFESSORA: JULIANA ULIANA DA SILVA ESCOLA ESPECIAL RENASCER- APAE PROFESSORA: JULIANA ULIANA DA SILVA PROJETO: ARTES NA EDUCAÇÃO ESPECIAL O CORPO E A MENTE EM AÇÃO LUCAS DO RIO VERDE 2009 APRESENTAÇÃO Em primeiro lugar é preciso compreender

Leia mais

Você quer se formar em Música?

Você quer se formar em Música? Você quer se formar em Música? Faça um dos cursos de Graduação em Música oferecidos pela Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás (EMAC/UFG)! 1) Quais são os Cursos Superiores

Leia mais

FACCAMP FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA COORDENADORIA DE EXTENSÃO E PESQUISA

FACCAMP FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA COORDENADORIA DE EXTENSÃO E PESQUISA FACCAMP FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA COORDENADORIA DE EXTENSÃO E PESQUISA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ARTE-EDUCAÇÃO 1. Nome do Curso e Área do Conhecimento Curso de Especialização Lato Sensu

Leia mais

PROJETO CIRANDA DAS ARTES

PROJETO CIRANDA DAS ARTES Prefeitura Municipal de Petrópolis Conselho Municipal de Cultura Fundação de Cultura e Turismo PROJETO CIRANDA DAS ARTES APRESENTAÇÃO A arte é uma forma de expressão produzida pelo homem para manifestar

Leia mais

INFORMATIVO CURSOS EXTRACURRICULARES 2015 - I PARTE (Alemão, Ballet Clássico, Ponta e Solo, Jazz, Judô, Música, Teatro e Xadrez)

INFORMATIVO CURSOS EXTRACURRICULARES 2015 - I PARTE (Alemão, Ballet Clássico, Ponta e Solo, Jazz, Judô, Música, Teatro e Xadrez) 1 COLÉGIO BENJAMIN CONSTANT Mantido pela Associação Escolar Benjamin Constant Declarada de Utilidade Pública Federal em 21.07.99 Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio São Paulo, 11 de dezembro

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA OBJETIVOS GERAIS Explorar e identificar elementos da música para se expressar e interagir com outros; Interpretar músicas

Leia mais

Educação Musical: Criação, Linguagem e Conhecimento

Educação Musical: Criação, Linguagem e Conhecimento Educação Musical: Criação, Linguagem e Conhecimento INTRODUÇÃO Educadores musicais têm manifestado sua preocupação com a observância da Lei nº 11769, que é a lei de inclusão da música no currículo das

Leia mais

22/12/2014 a 09/01/2015 Secretaria / Tesouraria FECHADAS

22/12/2014 a 09/01/2015 Secretaria / Tesouraria FECHADAS BOLETIM INFORMATIVO 2015 Título: PROCESSO DE MATRÍCULA Unidade Organizacional: COLÉGIO REGINA MUNDI Objetivo: Esclarecer dúvidas correlacionadas ao processo de matrícula nas escolas da Rede Santa Paulina.

Leia mais

Projeto de Música Pop e Rock

Projeto de Música Pop e Rock Projeto de Música Pop e Rock Docentes: Ângelo Cunha Paulo Bispo Teresa Laranjeira Externato Marista de Lisboa Introdução A Música é única para os seres humanos e como as outras artes, é tão básico como

Leia mais

SETE NOSSOS PROFESSORES. DIRETOR Ir. Inácio Ferreira Dantas

SETE NOSSOS PROFESSORES. DIRETOR Ir. Inácio Ferreira Dantas DIRETOR Ir. Inácio Ferreira Dantas VICE DIRETORA EDUCACIONAL Bruna Sousa dos Santos ASSESSOR ADMINISTRATIVO Manuel da Silva Lima SETE NOSSOS PROFESSORES Basquete Prof. Carlos Magno Futsal Prof. José Maria

Leia mais

PREFEITURA DE BOITUVA

PREFEITURA DE BOITUVA PROCESSO SELETIVO N 004/2013 O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE BOITUVA, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, e na forma prevista no artigo 37 da Constituição Federal, considerando as condições previstas

Leia mais

PREFEITURA DE VITÓRIA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA ESCOLA TÉCNICA DE TEATRO, DANÇA E MÚSICA FAFI EDITAL SEMC/ETTDM-FAFI N.

PREFEITURA DE VITÓRIA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA ESCOLA TÉCNICA DE TEATRO, DANÇA E MÚSICA FAFI EDITAL SEMC/ETTDM-FAFI N. PREFEITURA DE VITÓRIA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA ESCOLA TÉCNICA DE TEATRO, DANÇA E MÚSICA FAFI EDITAL SEMC/ETTDM-FAFI N.º 001/2014 EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA PARA OFICINAS SEMESTRAIS NAS ÁREAS DE TEATRO,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 02/2012 Altera a Resolução nº. 34/2009 do CONSEPE que aprova o Projeto Pedagógico

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 35/ 2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Graduação em Música, Modalidade

Leia mais

V FESTIVAL DE INVERNO DE OURO BRANCO

V FESTIVAL DE INVERNO DE OURO BRANCO OFICINAS V FESTIVAL DE INVERNO DE OURO BRANCO Informação: As inscrições para as oficinas poderão ser feitas no anexo I da Prefeitura, a partir do dia 19/07 de 08:00 às 1100 e de 13:00 às 17:00 TEATRO DE

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 34/ 2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Graduação em Música, Modalidade

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MUSICAL - ABEM

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MUSICAL - ABEM ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MUSICAL - ABEM N.39 INFORMATIVO ELETRÔNICO N. Junho de de 2008 Caros Sócios da ABEM, Enviamos o Informativo N.39, de junho de 2008. Nele apresentamos os Informes (concursos,

Leia mais

ATIVIDADES EDUCATIVAS

ATIVIDADES EDUCATIVAS ATIVIDADES EDUCATIVAS 2014/2015 Be Smart Rua Álvares Cabral, 56 1º andar Sala 2 4400-017 Vila Nova de Gaia Tlf.: 220 160 662 E-mail: besmart.es@gmail.com Website: www.besmart-es.com APRESENTAÇÃO A escola

Leia mais

ESCOLA DE ARTES SOM LIVRE

ESCOLA DE ARTES SOM LIVRE CURSOS DE MÚSICA E ARTES PARA ESCOLAS A Som Livre Escola de Artes oferece para as escolas infantis uma proposta inovadora : Cursos de Artes, especialmente voltado para crianças. Através de praticas e vivencias

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA

CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA DESCRIÇÃO Número de Fases: 08 Número de disciplinas obrigatórias: 38 Número de créditos obrigatórios: 152 Carga horária total das disciplinas obrigatórias: 2.280 horas Mínimo

Leia mais

EXPRESSÃO CORPORAL: UMA REFLEXÃO PEDAGÓGICA

EXPRESSÃO CORPORAL: UMA REFLEXÃO PEDAGÓGICA EXPRESSÃO CORPORAL: UMA REFLEXÃO PEDAGÓGICA Rogério Santos Grisante 1 ; Ozilia Geraldini Burgo 2 RESUMO: A prática da expressão corporal na disciplina de Artes Visuais no Ensino Fundamental II pode servir

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA INSCRIÇÕES EM 2013

PROCEDIMENTO PARA INSCRIÇÕES EM 2013 O Colégio Santa Maria oferece diversos cursos extracurriculares para as diferentes faixas etárias que visam e favorecem o desenvolvimento de habilidades esportivas, artísticas, linguísticas, culturais

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes R E S O L U Ç Ã O N.º 090/2009 CI / CCH CERTIDÃO Certifico que a presente resolução foi afixada em local de costume, neste Centro, no dia 10/12/2009. João Carlos Zanin, Secretário Aprova o projeto pedagógico

Leia mais

Fazem parte do processo de seleção as seguintes etapas:

Fazem parte do processo de seleção as seguintes etapas: EDITAL CORO ACADÊMICO DA OSESP APRESENTAÇÃO O Coro Acadêmico da OSESP é um coro com 20 membros, idade entre 18 e 35 anos, destinado ao treinamento de jovens cantores através da experiência em prática coral,

Leia mais

S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA. Portaria Nº 37/2003 de 22 de Maio

S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA. Portaria Nº 37/2003 de 22 de Maio S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA Portaria Nº 37/2003 de 22 de Maio O Decreto Legislativo Regional n.º 13/2002/A, de 12 de Abril, cria o novo regime jurídico para a educação extra-escolar e ensino recorrente.

Leia mais

ARTE CIRCENSE E A EDUCAÇÃO

ARTE CIRCENSE E A EDUCAÇÃO ARTE CIRCENSE E A EDUCAÇÃO Magali Deckert Arndt 1 Noemi Boer 2 Marjorie Dariane da Silva Machado³ Ingrid Mello 4 INTRODUÇÃO O teatro é uma das mais antigas manifestações culturais do homem e o tem acompanhado

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina

Universidade Estadual de Londrina Universidade Estadual de Londrina Josiane de Freitas Santos Relatório de Estágio em Educação Infantil Londrina 2010 1 Josiane de Freitas Santos Relatório de Estágio em Educação Infantil Relatório final

Leia mais

FLADEM 2011. Fundamentação Teórica para a Mostra de Musicalização: Compositores e Intérpretes : a criação na aula de instrumento

FLADEM 2011. Fundamentação Teórica para a Mostra de Musicalização: Compositores e Intérpretes : a criação na aula de instrumento FLADEM 2011 Fundamentação Teórica para a Mostra de Musicalização: Compositores e Intérpretes : a criação na aula de instrumento Sandra Mara da Cunha e Claudia Maradei Freixedas Breve introdução A experiência

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Coro Infantil Gato na Tuba

Mostra de Projetos 2011. Coro Infantil Gato na Tuba Mostra de Projetos 2011 Coro Infantil Gato na Tuba Mostra Local de: Piraquara Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Associação Beneficente

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADOS SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA EDITAL Nº 001/2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADOS SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA EDITAL Nº 001/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADOS SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA EDITAL Nº 001/2015 EDITAL DE INSCRIÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS NO FUNDO DE INVESTIMENTOS Á PRODUÇÃO ARTÍSTICA E CULTURAL DE DOURADOS (FIP)

Leia mais

Metas de Aprendizagem 1.º Ciclo Expressões Artísticas. Introdução

Metas de Aprendizagem 1.º Ciclo Expressões Artísticas. Introdução Metas de Aprendizagem 1.º Ciclo Expressões Artísticas Introdução A Educação Artística no Ensino Básico desenvolve-se em quatro grandes áreas (Expressão Plástica e Educação Visual; Expressão e Educação

Leia mais

Criar é arte, desenhar faz parte

Criar é arte, desenhar faz parte Criar é arte, desenhar faz parte E.E. Adelaide Maria de Barros Sala 5 Sessão 1 Professor(es) Apresentador(es): Paula Peres dos Santos Cruz Realização: Foco Desenhos gráficos, técnicas diferenciadas, desenvolvimento

Leia mais

DA LITERATURA AO TEATRO: LEITURA E CRIAÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR

DA LITERATURA AO TEATRO: LEITURA E CRIAÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR DA LITERATURA AO TEATRO: LEITURA E CRIAÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR MARINA COELHO PEREIRA (FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE NITERÓI), KAREN CERDEIRA BECK (FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE NITERÓI), TATIANA

Leia mais

Trabalho para Comunicação Categoria: Relato de experiência

Trabalho para Comunicação Categoria: Relato de experiência AULA EM GRUPO: TOCANDO E CANTANDO EM UM CORAL INFANTO-JUVENIL Shirley Cristina Gonçalves profshirleymusica@yahoo.com.br Universidade Federal de Uberlândia Departamento de Música e Artes Cênicas Trabalho

Leia mais

Ensino Médio Cursos Extracurriculares 2015

Ensino Médio Cursos Extracurriculares 2015 Ensino Médio Cursos Extracurriculares 2015 2 O Colégio Santa Maria oferece diversos cursos extracurriculares para as diferentes faixas etárias que visam e favorecem o desenvolvimento de habilidades esportivas,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Planejamento Anual - 2012 Prof. Helcio Denis - CREF 002163-G/SP - G/SP - CRP-124.184-LP 5ª série 6º ano do Ensino Fundamental II Educação

Leia mais

AULA DE PORTUGUÊS: CRIAÇÃO DE POEMAS

AULA DE PORTUGUÊS: CRIAÇÃO DE POEMAS AULA DE PORTUGUÊS: CRIAÇÃO DE POEMAS Até onde vai a força da Motivação? Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Uma proposta criativa motivadora na sala de aula pode deixar o professor bem impressionado

Leia mais

R0BÓTICA EDUCACIONAL. Curso Extracurricular de Robótica educacional

R0BÓTICA EDUCACIONAL. Curso Extracurricular de Robótica educacional R0BÓTICA EDUCACIONAL Curso Extracurricular de Robótica educacional Robótica na educação: Curso extracurricular Com o avanço da tecnologia, criou se um mundo de possibilidades que geram escolhas e responsabilidades.

Leia mais

OFICINAS DE ARTE-EDUCAÇÃO Instituto Francisca de Souza Peixoto

OFICINAS DE ARTE-EDUCAÇÃO Instituto Francisca de Souza Peixoto OFICINAS DE ARTE-EDUCAÇÃO Instituto Francisca de Souza Peixoto Para comemorar o 14º aniversário do Instituto Francisca de Souza Peixoto, seus artistas e educadores promovem 5 (cinco) dias de oficinas de

Leia mais

INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC)

INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC) 1 INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC) Curso: Música, bacharelado Habilitação em Canto Campus: Cuiabá Docente da habilitação: Profa. Me. Helen Luce Pereira Ato interno de criação e aprovação

Leia mais

Exposição e relato de experiências de Objetos Educacionais Construção de Instrumentos Musicais Artesanais. Rio Verde GO

Exposição e relato de experiências de Objetos Educacionais Construção de Instrumentos Musicais Artesanais. Rio Verde GO EMEFTI PROFESSOR WALDYR EMRICH PORTILHO GESTORA: GERLIANESANTANA GOUVEIA CABRAL COORD. ÁREA: ARISTÓTELES MESQUITA DE LIMA NETTO PROFESSORA SUPERVISORA: ELIZANGELA F. RODRIGUES Exposição e relato de experiências

Leia mais

GOIÂNIA Basileu França

GOIÂNIA Basileu França GOIÂNIA Basileu França APOIO ADMINISTRATIVO SERVIÇOS GERAIS AA - ASG Atribuições: desenvolver atividades de apoio à gestão, promovendo a organização, conservação, higienização e manutenção de salas de

Leia mais

prática instrumental acontece pelo exercício de repetição e logo estrutura-se na linguagem formal da escrita musical - a partitura musical.

prática instrumental acontece pelo exercício de repetição e logo estrutura-se na linguagem formal da escrita musical - a partitura musical. FAZENDO MÚSICA NO ELZIRA PONTA GROSSA, PARANÁ. Musicalização através da flauta-doce, uma ideia que deu certo Fátima Beatriz de Castro Santos 1 Resumo: O presente trabalho relata uma prática musical desenvolvida

Leia mais

Profa. Paula Molinari

Profa. Paula Molinari NOSSOS OBJETIVOS A criação do Centro de Estudos Musicais CEM FACCAMP - visa atrair, formar e capacitar aqueles que procuram uma atividade que envolva música, desde a sensiblização musical até a execução

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM MÚSICA OPÇÃO: PIANO / VIOLINO / VIOLA / VIOLÃO / VIOLONCELO

CURSO DE BACHARELADO EM MÚSICA OPÇÃO: PIANO / VIOLINO / VIOLA / VIOLÃO / VIOLONCELO CURSO DE BACHARELADO EM MÚSICA OPÇÃO: PIANO / VIOLINO / VIOLA / VIOLÃO / VIOLONCELO AUTORIZAÇÃO: Resolução nº 31/93 CONSUNI e Resolução nº 374/2005 CONSUNI RECONHECIMENTO: Decreto Estadual nº 1495/2000

Leia mais

Projeto de Orquestra de Sopros e Percussão de Penacova

Projeto de Orquestra de Sopros e Percussão de Penacova Projeto de Orquestra de Sopros e Percussão de Penacova Nome do Projeto Orquestra de Sopros do Centro Cultural de Penacova (este nome será discutido à posteriori) Local onde se irá desenvolver Centro Cultural

Leia mais

Este informativo tem como objetivo apresentar aos pais e responsáveis as características e o

Este informativo tem como objetivo apresentar aos pais e responsáveis as características e o Educar-se é impregnar de sentido cada momento da vida, cada ato do cotidiano. PAULO FREIRE Este informativo tem como objetivo apresentar aos pais e responsáveis as características e o funcionamento do

Leia mais

Diário Oficial do Distrito Federal ANO XLIII Nº 204 BRASÍLIA DF, 21 DE OUTUBRO DE 2009

Diário Oficial do Distrito Federal ANO XLIII Nº 204 BRASÍLIA DF, 21 DE OUTUBRO DE 2009 EDITAL PARA INGRESSO DE NOVOS ALUNOS AO CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ESCOLA DE MÚSICA DE BRASÍLIA 1º SEMESTRE DE 2010 Diário Oficial do Distrito Federal ANO XLIII Nº 204 BRASÍLIA DF, 21 DE OUTUBRO DE

Leia mais

SER / SOCIEDADE EDUCACIONAL ROCHA

SER / SOCIEDADE EDUCACIONAL ROCHA SER / SOCIEDADE EDUCACIONAL ROCHA Prezados Pais, Responsáveis e Alunos Recomendamos a todos que leiam com atenção cada uma destas orientações, pois os pais e responsáveis dos alunos matriculados no SER

Leia mais

Desde 1995, tem sido desenvolvido no Centro Municipal de Juventude, um espaço no âmbito da dança contemporânea, através da ESCOLA DE DANÇA.

Desde 1995, tem sido desenvolvido no Centro Municipal de Juventude, um espaço no âmbito da dança contemporânea, através da ESCOLA DE DANÇA. Desde 1995, tem sido desenvolvido no Centro Municipal de Juventude, um espaço no âmbito da dança contemporânea, através da ESCOLA DE DANÇA. Destinando a formação a alunos de todas as idades, o ensino da

Leia mais

Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu

Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu Centro Pastoral, Educacional e Assistencial Dom Carlos - CPEA PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N /22 VIZIVALI A FACULDADE

Leia mais

REGULAMENTO GERAL IX FESTIVAL ESTADUAL NOSSA ARTE. CAPÍTULO I Dos Objetivos

REGULAMENTO GERAL IX FESTIVAL ESTADUAL NOSSA ARTE. CAPÍTULO I Dos Objetivos REGULAMENTO GERAL IX FESTIVAL ESTADUAL NOSSA ARTE CAPÍTULO I Dos Objetivos Art. 1º - Promover a arte através de apresentações e exposições em diversos gêneros artísticos, despertando o gosto pelas atividades

Leia mais

REGULAMENTO - 4º FESTIVAL DE CULTURA E ARTE DO GRANDE ABC

REGULAMENTO - 4º FESTIVAL DE CULTURA E ARTE DO GRANDE ABC REGULAMENTO - 4º FESTIVAL DE CULTURA E ARTE DO GRANDE ABC O 4º FESTIVAL DE CULTURA E ARTE DO GRANDE ABC têm como foco promover o intercâmbio cultural das mais variadas modalidades e linguagens artísticas

Leia mais

RELATÓRIO PIBID ARTE 2012

RELATÓRIO PIBID ARTE 2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA PIBID COORDENAÇÃO DE SUBPROJETO ARTES-MÚSICA E ARTES VISUAIS RELATÓRIO PIBID ARTE 2012 São

Leia mais

Colégio Estadual Pedro Araujo Neto Ensino Fundamental e Médio PROPOSTA CURRICULAR DE ARTE DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

Colégio Estadual Pedro Araujo Neto Ensino Fundamental e Médio PROPOSTA CURRICULAR DE ARTE DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Colégio Estadual Pedro Araujo Neto Ensino Fundamental e Médio PROPOSTA CURRICULAR DE ARTE DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO General Carneiro 2010 APRESENTAÇÃO GERAL DA DISCIPLINA A primeira forma de manifestação

Leia mais

REGULAMENTO DA MOSTRA COMPETITIVA

REGULAMENTO DA MOSTRA COMPETITIVA REGULAMENTO DA MOSTRA COMPETITIVA CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO E SEDE a) O Festival Internacional de Dança de Goiás 2016 é uma realização do STUDIO DANÇARTE com apoio do Governo de Goiás e Ministério da Cultura

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Ipanema, o estudante também aprende e desenvolve habilidades além da sala de aula. As turmas das Atividades Extraclasse, para cada modalidade, são divididas de acordo

Leia mais

PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 7º ano / Ensino Fundamental Área: Linguagem códigos e suas tecnologias Disciplina: Arte carga horária: 80 horas

PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 7º ano / Ensino Fundamental Área: Linguagem códigos e suas tecnologias Disciplina: Arte carga horária: 80 horas MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATORIA E ASSISTENCIAL PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 7º ano / Ensino Fundamental Área: Linguagem códigos e

Leia mais

PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical

PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical 1º Ano Sons do meio ambiente e da natureza / silêncio Sons do corpo (níveis corporais) Sons naturais e artificiais Sons fortes e fracos Sons pianos (p), médios (mf)

Leia mais

MÚSICA NO IFRS CAMPUS OSORIO 2014. Agnes Schmeling 1 (Coordenadora da Ação de Extensão) Palavras-chave: música, projetos de extensão, educação musical

MÚSICA NO IFRS CAMPUS OSORIO 2014. Agnes Schmeling 1 (Coordenadora da Ação de Extensão) Palavras-chave: música, projetos de extensão, educação musical MÚSICA NO IFRS CAMPUS OSORIO 2014 Área Temática: Cultura Agnes Schmeling 1 (Coordenadora da Ação de Extensão) João Miguel Erig Bohn 2 Palavras-chave: música, projetos de extensão, educação musical Resumo:

Leia mais

A DINÂMICA DOS ATELIÊS DO CAIC/UEPG CENTRO DE ATENÇÃO INTEGRAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (PERÍODO INTEGRAL): PROJETO EM AÇÃO/REFLEXÃO/AÇÃO

A DINÂMICA DOS ATELIÊS DO CAIC/UEPG CENTRO DE ATENÇÃO INTEGRAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (PERÍODO INTEGRAL): PROJETO EM AÇÃO/REFLEXÃO/AÇÃO 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA A DINÂMICA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 57/ 2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso Superior em Regência de Bandas

Leia mais

de conteúdos Timbre Alteração tímbrica Realce tímbrico Expressividade Dinâmica Legato e staccato Densidade sonora Altura Intervalos Melódicos e

de conteúdos Timbre Alteração tímbrica Realce tímbrico Expressividade Dinâmica Legato e staccato Densidade sonora Altura Intervalos Melódicos e Planificação 2014/2015 6º ano Educação Musical Núcleos organizadores Interpretação e Comunicação Metas de aprendizagem O aluno decide sobre a aplicação de elementos de dinâmica e agógica na interpretação

Leia mais

PROJETO BANDAS E CORAIS NAS ESCOLAS : A EXPERIÊNCIA DO CORAL ENCANTO

PROJETO BANDAS E CORAIS NAS ESCOLAS : A EXPERIÊNCIA DO CORAL ENCANTO PROJETO BANDAS E CORAIS NAS ESCOLAS : A EXPERIÊNCIA DO CORAL ENCANTO Rebeca Vieira de Queiroz Almeida Faculdade Saberes Introdução O presente texto é um relato da experiência do desenvolvimento do projeto

Leia mais

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA BÁRBARA Departamento Pré-Escolar/1º Ciclo 151 956 Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar Área

Leia mais

LISTA DE MATERIAL PARA 2016 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL

LISTA DE MATERIAL PARA 2016 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL LISTA DE MATERIAL PARA 2016 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I) Material fornecido pela escola O Colégio Objetivo oferece aos seus alunos material didático completo e diferenciado, especialmente elaborado pelos

Leia mais

Da sala de aula à sala de ensaio: uma proposta para a formação do professor de teatro

Da sala de aula à sala de ensaio: uma proposta para a formação do professor de teatro Da sala de aula à sala de ensaio: uma proposta para a formação do professor de teatro Ricardo Carvalho de Figueiredo Universidade Federal de Minas Gerais Professor Assistente Doutorando em Artes EBA/UFMG

Leia mais

PLANEJAMENTO EM EDUCAÇÃO MUSICAL

PLANEJAMENTO EM EDUCAÇÃO MUSICAL UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE ARTES DEPARTAMENTO DE MÚSICA Metodologia da Educação Musical Profª Viviane Beineke PLANEJAMENTO EM EDUCAÇÃO MUSICAL - exemplo de planejamento para a 2ª

Leia mais

Colégio de Lamego. Educação Musical. Critérios de Avaliação - 2º e 3º Ciclos. Rui S. Ribeiro

Colégio de Lamego. Educação Musical. Critérios de Avaliação - 2º e 3º Ciclos. Rui S. Ribeiro Colégio de Lamego Critérios de Avaliação - 2º e 3º Ciclos Rui S. Ribeiro 2014-2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A música «enriquece o ser humano pelo poder do som e do ritmo, pelas virtudes próprias da melodia

Leia mais

Ensino em Grupo de Instrumento Musical na Educação Básica

Ensino em Grupo de Instrumento Musical na Educação Básica Ensino em Grupo de Instrumento Musical na Educação Básica Alessandra Nunes de Castro Silva, SEDUC/GO, alessandrancs@hotmail.com Resumo: O presente artigo trata-se de um relato de experiência a respeito

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Modalidade Licenciatura SUPERVISOR: FAUSTO FIGUEIREDO VIEIRA

MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Modalidade Licenciatura SUPERVISOR: FAUSTO FIGUEIREDO VIEIRA MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Modalidade Licenciatura SUPERVISOR: FAUSTO FIGUEIREDO VIEIRA COORDENADORA: Isabel Ribeiro do Valle Teixeira MUZAMBINHO Janeiro

Leia mais

Violão Clássico. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos!

Violão Clássico. Prof. Juarez Barcellos. Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Violão Clássico Prof. Juarez Barcellos Licença Creative Commons Violonistas, músicos, alunos, amigos e companhia, bem vindos! Em 2002, comecei a dar aulas particulares nas Em 2002, comecei a dar aulas

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MELQUÍADES VILAR

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MELQUÍADES VILAR SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MELQUÍADES VILAR PROJETO LER (Leitura, Escrita e Redação) Ana Paula Correia Taperoá - PB 2014 Ana Paula Correia PROJETO LER

Leia mais

AUDIÇÃO INTERNA E EXTERNA ANEXO II REGULAMENTO DOS GRUPOS E DAS ORQUESTRAS DO LICEU DE ARTES E OFICIOS CLAUDIO SANTORO

AUDIÇÃO INTERNA E EXTERNA ANEXO II REGULAMENTO DOS GRUPOS E DAS ORQUESTRAS DO LICEU DE ARTES E OFICIOS CLAUDIO SANTORO AUDIÇÃO INTERNA E EXTERNA PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS E CADASTRO RESERVA DAS ORQUESTRAS E GRUPOS DO LICEU DE ARTES E OFICIOS CLAUDIO SANTORO UNIDADE CACHOEIRINHA E SAMBÓDROMO-2015 AUDIÇÃO INTERNA E EXTERNA

Leia mais

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM CURRÍCULO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM ORALIDADE Formar frases com seqüência e sentido. Relacionar palavras que iniciam com vogais. Associar primeira letra/som em palavras iniciadas por vogal. Falar

Leia mais

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA Turno: VESPERTINO Currículo nº 2 Reconhecido pelo Decreto nº. 3.598, de 14.10.08, D.O.E. nº 7.827 de 14.10.08, e complementação do reconhecimento pelo Decreto nº. 5.395,

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ- ESCOLAR

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ- ESCOLAR CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ- ESCOLAR ANO LETIVO 2013/2014 Departamento do Pré- Escolar 2013/2014 Page 1 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Introdução A avaliação em educação é um elemento integrante

Leia mais

Atividades Extraclasse

Atividades Extraclasse Atividades Extraclasse No Marista Assunção, o estudante também descobre novos conhecimentos além da sala de aula. Crianças e jovens desenvolvem talentos por meio de atividades artísticas, esportivas e

Leia mais

DIA DA SEMANA EVENTO NOME DO EVENTO TURNO HORÁRIO DATAS 20/05, 27/05, 03/06, 10/06 E 17/06/2013. MANHÃ 08:00 às 12:00 2ª FEIRA

DIA DA SEMANA EVENTO NOME DO EVENTO TURNO HORÁRIO DATAS 20/05, 27/05, 03/06, 10/06 E 17/06/2013. MANHÃ 08:00 às 12:00 2ª FEIRA 1 A.M. 69062 LENDO IMAGENS ATRAVÉS DE ALBERTO MANGUEL * Ementa: Leitura de imagens a partir da teoria de Alberto Manguel e por meio de diálogo entre as obras de arte selecionadas, autor e apreciadores.

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Critérios de Avaliação, 1º Ciclo - Ano Letivo 2014-15 Página 1 de 10 1. Domínios de avaliação: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º

Leia mais

PRÁTICAS LÚDICAS NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LÍNGUA ESCRITA DO INFANTIL IV E V DA ESCOLA SIMÃO BARBOSA DE MERUOCA-CE

PRÁTICAS LÚDICAS NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LÍNGUA ESCRITA DO INFANTIL IV E V DA ESCOLA SIMÃO BARBOSA DE MERUOCA-CE 1 PRÁTICAS LÚDICAS NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LÍNGUA ESCRITA DO INFANTIL IV E V DA ESCOLA SIMÃO BARBOSA DE MERUOCA-CE 1 Rochelle Lopes da Silva- UVA 2 Andrea Abreu Astigarraga- UVA INTRODUÇÃO De acordo

Leia mais

INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC)

INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC) 1 INFORMAÇÕES DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO (PPC) Curso: Música, bacharelado Habilitação em Violão Campus: Cuiabá Docente da habilitação: Profa. Dra. Teresinha Rodrigues Prada Soares Ato interno de criação

Leia mais

CONSERVATÓRIO MUSICAL BEETHOVEN www.beethoven.art.br beethoven@beethoven.art.br

CONSERVATÓRIO MUSICAL BEETHOVEN www.beethoven.art.br beethoven@beethoven.art.br Curso de Capacitação em Música para Professores do Ensino Médio, Fundamental 03 horas / semanais e Musicalização Infantil ( com base no PCN Artes ) VAGAS LIMITADAS FAÇA SUA PRÉ-RESERVA 10 meses ( inicio

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Ateliers de Verão Câmara Municipal do Barreiro

Ateliers de Verão Câmara Municipal do Barreiro Programação de Actividades Julho 02 (4ª) 15h00 Edifício Américo Marinho Hum! Hum! Hum! Que delícia!, sessão I 04 (6ª) 15h00 Auditório Municipal Augusto Cabrita Atelier de Movimento, sessão I 07 (2ª) 15h00

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura

Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura. Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura Projeto Pedagógico e de Animação 5 dias 5 passos na Cultura 1 Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º MU096- CANTO 1A OBRIG 0 60 60 2.0 Fórmula: MU055 MU055- PERCEPCAO RITMICA MU271- CANTO CORAL 1 OBRIG 0 30 30 1.0 Fórmula: MU096 MU096- CANTO 1A PRÁTICA DA POLIFONIA VOCAL A DUAS E TRÊS VOZES.

Leia mais

BLOCOS CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES

BLOCOS CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES 1.º PERÍODO PLANIFICAÇÃO DA ATIVIDADE DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR BLOCOS CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES. Reconhecimento da importância das artes plásticas;. Desenvolvimento progressivo das possibilidades

Leia mais