SÃO PAULO 14 DE MAIO DE 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SÃO PAULO 14 DE MAIO DE 2014"

Transcrição

1 SÃO PAULO 14 DE MAIO DE 2014

2 REGULAMENTO E PARCERIAS Dra. Norma Araujo Superintendente IEPAC SECONCI-SP

3 O PRÊMIO Dirigido às empresas da construção civil visando: Obras de Edificações (residenciais, comerciais, industriais, esportivas portuárias, aeroportuárias, educacionais e hospitalares) Obras de Arte (pontes e viadutos)

4 OBJETIVO Dar visibilidade às melhores práticas em Saúde e Segurança do Trabalho em canteiros de obras de construtoras, instaladoras, subcontratadas e subempreiteiras localizados no Estado de São Paulo.

5 CARACTERÍSTICAS Empresas construtoras (contratantes, subcontratadas e subempreiteiras) e instaladoras que atuem no país e que tenham canteiros de obras no Estado de São Paulo A empresa poderá se inscrever com um ou mais cases em uma ou mais categorias A mesma obra não poderá ser inscrita em mais de uma categoria Inscrição Regionalizada: RMSP Interior/Litoral

6 CATEGORIAS Controle de Perigos e Riscos no Canteiro Controle da Saúde no Canteiro Gerenciamento Ambiental do Entorno da Obra

7 PREMIAÇÕES ESPECIAIS Trabalhador(a) Modelo Personalidade do Ano

8 INSCRIÇÕES 14 de maio a 11 de julho de 2014 Ficha de Inscrição disponível em:

9 INSCRIÇÕES Toda documentação pode ser enviada por ou via correio para a Comissão Organizadora no endereço: Av. Prof. Alfonso Bovero, 430, cj 2, Sumaré São Paulo, SP CEP Encerrado o prazo das inscrições em 11 de julho, a empresa poderá enviar a documentação até 14 de julho de 2014

10 INSCRIÇÕES Poderão participar empresas que sejam ou não contribuintes do SECONCI-SP

11 PROCESSOS DE INSCRIÇÃO, JULGAMENTO E PREMIAÇÃO Inscrição da Obra no site Envio dos documentos; Validação da documentação pela Comissão Organizadora; Assistência Técnica na Inscrição; Confirmação da inscrição da(s) obra(s); Agendamento e realização de Visita Técnica para fazer a avaliação in loco ; Emissão de Relatório Técnico com a avaliação da Obra; Encaminhamento do Relatório Técnico para avaliação da Comissão Julgadora; A classificação das Obras vencedoras em Ouro, Prata e Bronze; Entrega de troféu e certificado às vencedoras no evento de premiação em 12 de novembro de 2014.

12 Profissionais de notório saber na Gestão de Saúde e Segurança do Trabalho indicados pelas seguintes entidades: Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Faculdades de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro) Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT) SENAI-SP SESI-SP COMISSÃO JULGADORA AS OBRAS SÃO IDENTIFICADAS POR NÚMEROS

13

14 CRITÉRIOS TÉCNICOS Dr. Douglas de Freitas Queiroz Gerente de Saúde e Segurança do Trabalho do SECONCI-SP

15 Demonstrar práticas de saúde e segurança no canteiro; Apresentar cases que demonstrem o controle da segurança, da saúde dos trabalhadores ou o gerenciamento dos impactos ambientais

16 DOCUMENTAÇÃO Cópia do Quadro III da NR 4, entregue na DRT, em janeiro de 2014, contendo as taxas de frequência e gravidade da empresa ou declaração da empresa referente ao número de doenças ocupacionais e de acidentes fatais ou não; Cópia do PCMSO vigente da empresa ou da obra; Cópia do PPRA e PCMAT vigentes do canteiro de obras, ou somente o PCMAT vigente, no caso deste contemplar as exigências do PPRA; Termo de Adesão e de Uso de Imagem assinado pelo representante legal da empresa, disponível no site, quando da inscrição para o Prêmio.

17 2.1. Controle de Perigos e Riscos no Canteiro Nesta categoria poderão ser inscritas obras com trabalho destacado, comprovado e desenvolvido em prol da segurança dos seus trabalhadores. Relatórios, gráficos, pesquisas e estatísticas podem ser anexados à documentação, e podem ser considerados diferenciais competitivos mediante autenticidade dos fatos.

18 Nesta categoria procuraremos analisar, no canteiro, vários aspectos relativos à segurança do trabalho aspectos estes que serão mostrados na apresentação do engenheiro Bassili. Será também analisado o case apresentado, buscando evidências da sua implantação.

19 2.2. Controle da Saúde no Canteiro Nesta categoria poderão ser inscritas obras que se destaquem por sua prática exemplar na abordagem às questões relativas à prevenção e manutenção da saúde coletiva de seus trabalhadores. Relatórios, gráficos, pesquisas e estatísticas podem ser anexados à documentação, e podem ser considerados diferenciais competitivos mediante autenticidade dos fatos.

20 Procuraremos analisar todos os aspectos relativos à saúde dos trabalhadores no canteiro aspectos de saúde ocupacional e não ocupacional Avaliação do case apresentado com a busca de evidências da implantação, resultados obtidos etc.

21 2.3. Gerenciamento Ambiental do Entorno da Obra Nesta categoria poderão ser inscritas obras que desenvolvem o melhor conjunto de ações para minimizar/reduzir os transtornos causados na circunvizinhança de onde se encontram localizadas, durante o período de sua execução. Relatórios, gráficos, pesquisas e estatísticas podem ser anexados à documentação, e podem ser considerados diferenciais competitivos mediante autenticidade dos fatos.

22 Procuraremos definir quais as ações tomadas pelo canteiro para gerenciamento das interferências com a comunidade local Avaliação do case, buscando as evidências de implantação e os eventuais resultados obtidos.

23 Personalidade do Ano PREMIAÇÕES ESPECIAIS Profissional com significativa representatividade no setor de Saúde e Segurança do Trabalho, escolhido(a) pelo Conselho Deliberativo do SECONCI-SP e pela Comissão Organizadora do Prêmio.

24 Trabalhador(a) Modelo Reconhecimento de profissional da área operacional que tenha se destacado por seu desempenho e comprometimento no exercício de suas tarefas na perspectiva de saúde e segurança do trabalho. Indicado pela empresa, o trabalhador deve estar vinculado à obra inscrita.

25

26 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO EM CAMPO Engº José Bassili Coordenador de Engenharia de Segurança do Trabalho do Seconci-SP

27 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO EM CAMPO Objetivo: Análise global do Canteiro em relação a categoria inscrita; Verificação in loco da existência de evidencias do case inscrito; Elaboração de relatório para análise e avaliação da Comissão Julgadora. Características: Transparência Profissionalismo Evidências Objetivas Padronização

28 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO EM CAMPO Forma de condução Avaliadores: Técnicos de Segurança SECONCI-SP ; Técnicos de Segurança Senai (Convênio Sinduscon-SP). Base: Lista de verificação por categoria do prêmio.

29 LISTA DE VERIFICAÇÃO Categoria: Controle de Perigos e Riscos Tópicos: Documentações/Programas; Gestão de Controle de Perigos e Riscos; Combate a Incêndio; Medidas de Proteção Contra Queda de Pessoas com diferença de nível; Medidas de Proteção Contra Queda de Materiais; Equipamento de Proteção Individual; Treinamentos; Sinalização; Instalações; Análise e Avaliação do Case

30 Lista de Verificação Tópicos: Categoria: Controle da Saúde no Canteiro Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional - PCMSO; Acompanhamento de Saúde do Trabalhador; Ambulatório Médico; Área de Vivência; Promoção de Saúde; Análise e Avaliação do Case

31 Lista de Verificação Categoria: Gerenciamento Ambiental do Entorno da Obra Tópicos: Ações de Infraestrutura; Medidas de proteção contra a poluição do solo, ar e água Destinação dos resíduos; Medidas gerais para controle das interferências com o entorno; Análise e Avaliação do Case

32 Verificação de campo Agendada pela Garrido Marketing, com suporte do SECONCI-SP; Acomodar a agenda em função do número de obras; Prazo de realização das verificações em campo pré-agendado 22 de Maio a 29 de Agosto de 2014.

33

34 BENEFÍCIOS DA PARTICIPAÇÃO Flávia Pinto Coelho Gerente de Relacionamento com o Mercado SECONCI-SP

35 BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES Esfera Técnica/ Especialista Destacar a atividade e empenho dos profissionais de Saúde e Segurança do Trabalho no canteiro. Facilitar a implementação das ações de Saúde e Segurança do Trabalho na cultura interna da empresa. Valorização da saúde dos trabalhadores.

36 BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES Esfera Corporativa / Institucional Maior visibilidade no mercado da Construção Civil. Fortalecimento da responsabilidade social corporativa Ferramenta de Marketing Institucional

37 BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES...A construção civil assume cada vez mais sua responsabilidade perante a população. Seja ao cuidar da saúde do seu trabalhador e família, seja ao cuidar de sua segurança e bem estar no trabalho... Sergio Porto, PRESIDENTE DO SECONCI-SP

38 BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES

39 CONCEITO DA CAMPANHA COMUNICAÇÃO VISUAL Fátima Cardoso Gerente de Comunicação SECONCI-SP

40

41 Home Site Prêmio SECONCI-SP

42 s Marketing Workshop

43 Anúncios veiculados em 2013 Revista Construção Mercado Abril Revista Engenharia Civil Agosto Revista Cipa Setembro

44 Empresas Vencedoras 2013

45

Regulamento. A regionalização do prêmio tem como objetivo dar oportunidade idêntica a todas as empresas participantes.

Regulamento. A regionalização do prêmio tem como objetivo dar oportunidade idêntica a todas as empresas participantes. Regulamento SECONCI-SP Fundado em março de 1964, por um grupo de empresários da construção civil, o SECONCI-SP - Serviço Social da Construção Civil do Estado de São Paulo é a entidade de responsabilidade

Leia mais

Realização. Parceria. Organização

Realização. Parceria. Organização Realização Parceria Organização REGULAMENTO Fátima Cardoso Gerente de Comunicação Seconci-SP O Prêmio Dirigido às empresas da construção visando: Obras de Edificações (residenciais, comerciais, industriais,

Leia mais

11º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO

11º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 11º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 1. DO PRÊMIO Há mais de uma década o Prêmio MASTERINSTAL contribui para ampliar a visibilidade e o aperfeiçoamento da atividade empresarial dedicada à execução, manutenção

Leia mais

REGULAMENTO XIV PRÊMIOABT

REGULAMENTO XIV PRÊMIOABT REGULAMENTO XIV PRÊMIOABT O PRÊMIO Dirigido a empresas e profissionais que praticam a excelência em atendimento e relacionamento com o cliente, o PrêmioABT tem como objetivos identificar, reconhecer e

Leia mais

VIII PRÊMIO ANATEC REGULAMENTO

VIII PRÊMIO ANATEC REGULAMENTO VIII PRÊMIO ANATEC REGULAMENTO 1. DO PRÊMIO O Prêmio ANATEC é uma iniciativa da ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE EDITORES DE PUBLICAÇÕES - ANATEC e é organizado pela GARRIDO MARKETING. O prêmio tem amplitude nacional

Leia mais

OBSERVAÇÃO: O USUÁRIO É RESPONSÁVEL PELA ELIMINAÇÃO DAS REVISÕES ULTRAPASSADAS DESTE DOCUMENTO

OBSERVAÇÃO: O USUÁRIO É RESPONSÁVEL PELA ELIMINAÇÃO DAS REVISÕES ULTRAPASSADAS DESTE DOCUMENTO Página 1 de 10 DESCRIÇÃO DAS REVISÕES REV DATA ALTERAÇÃO OBSERVAÇÃO 08/06/29 Emissão Inicial OBSERVAÇÃO: O USUÁRIO É RESPONSÁVEL PELA ELIMINAÇÃO DAS REVISÕES ULTRAPASSADAS DESTE DOCUMENTO ELABORAÇÃO Nome

Leia mais

Avaliação da Exposição Ocupacional de Trabalhadores da Construção Civil aos Agentes Poeiras Respiráveis e Ruídos: Estudo Multicêntrico

Avaliação da Exposição Ocupacional de Trabalhadores da Construção Civil aos Agentes Poeiras Respiráveis e Ruídos: Estudo Multicêntrico Avaliação da Exposição Ocupacional de Trabalhadores da Construção Civil aos Agentes Poeiras Respiráveis e Ruídos: Estudo Multicêntrico GRUPO DE ESTUDO Apoio Técnico: Ademir Manerich IEPAC SECONCI-SP (1ª

Leia mais

REGULAMENTO. As empresas de Utilities e Telecom e seus fornecedores podem inscrever um ou mais Cases nas categorias:

REGULAMENTO. As empresas de Utilities e Telecom e seus fornecedores podem inscrever um ou mais Cases nas categorias: REGULAMENTO 1. O PRÊMIO O PRÊMIO SMART Utilities & Telecom, regido por este regulamento, tem como objetivo distinguir e reconhecer as melhores práticas de relacionamento com o cliente em Utilities e Telecom:

Leia mais

PRÊMIO NACIONAL DE JORNALISMO SOBRE VIOLÊNCIA DE GÊNERO - 2013 REGULAMENTO

PRÊMIO NACIONAL DE JORNALISMO SOBRE VIOLÊNCIA DE GÊNERO - 2013 REGULAMENTO PRÊMIO NACIONAL DE JORNALISMO SOBRE VIOLÊNCIA DE GÊNERO - 2013 REGULAMENTO 1 Disposições gerais: 1.1 O PRÊMIO NACIONAL DE JORNALISMO SOBRE VIOLÊNCIA DE GÊNERO é a primeira pauta da Campanha Jornalistas

Leia mais

10º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO

10º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 10º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 1. DO PRÊMIO Há uma década, o Prêmio MASTERINSTAL vem contribuindo para ampliar a visibilidade e o posicionamento da atividade no mercado nacional. O conjunto das melhores

Leia mais

Estimular as empresas produtoras e distribuidoras de aço ao envolvimento com projetos de natureza social.

Estimular as empresas produtoras e distribuidoras de aço ao envolvimento com projetos de natureza social. Estimular as empresas produtoras e distribuidoras de aço ao envolvimento com projetos de natureza social. Inscrição: INFORMAÇÕES GERAIS EDIÇÃO 2008 A inscrição de projetos à Certificação do Prêmio Inda

Leia mais

Estabelecer critérios para a padronização do PCMSO visando obter a uniformização dos documentos nas áreas na UNIDADE LOGÍSTICA.

Estabelecer critérios para a padronização do PCMSO visando obter a uniformização dos documentos nas áreas na UNIDADE LOGÍSTICA. 1 1 OBJETIVO Estabelecer critérios para a padronização do PCMSO visando obter a uniformização dos documentos nas áreas na UNIDADE LOGÍSTICA. 2 USUÁRIOS Componentes do SESMT Local Componentes do SESMT Corporativo

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral)

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral) Curso Técnico Segurança do Trabalho Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 5 Programa PrevenÇÉo Riscos Ambientais (VisÉo Geral) Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece a obrigatoriedade

Leia mais

REGULAMENTO. VII Prêmio ANATEC

REGULAMENTO. VII Prêmio ANATEC REGULAMENTO VII Prêmio ANATEC O PRÊMIO ANATEC é uma realização da ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE EDITORES DE PUBLICAÇÕES, com organização da GARRIDO MARKETING. Este projeto tem amplitude nacional e é dirigido

Leia mais

UNICAP Saúde Na medida Certa

UNICAP Saúde Na medida Certa UNICAP Saúde Na medida Certa A Unicap (Unidade de capacitação para o Trabalho) é uma divisão da Verea & Associados Serviços Médicos S/C Ltda. Atua regularmente no Brasil desde 1985, em áreas diversificadas

Leia mais

Abbott Laboratórios do Brasil Ltda (São Paulo) DOCUMENTOS DA EMPRESA

Abbott Laboratórios do Brasil Ltda (São Paulo) DOCUMENTOS DA EMPRESA PROCEDIMENTO PARA ENTREGA DE DOCUMENTOS PARA ACESSO Abbott Laboratórios do Brasil Ltda (São Paulo) Segue procedimento que deverá ser seguido exatamente como orientado para que o serviço contratado seja

Leia mais

Nº XXXXX-XX/201X (código: XXXX) CONVÊNIO PARA ELABORAÇÃO DOS PROGRAMAS PCMSO (NR-7) E PPRA (NR-9)

Nº XXXXX-XX/201X (código: XXXX) CONVÊNIO PARA ELABORAÇÃO DOS PROGRAMAS PCMSO (NR-7) E PPRA (NR-9) Nº XXXXX-XX/201X (código: XXXX) CONVÊNIO PARA ELABORAÇÃO DOS PROGRAMAS PCMSO (NR-7) E PPRA (NR-9) Pelo presente instrumento particular, o SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO DO RIO DE JANEIRO - SECONCI-RIO,

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2009

PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2009 PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2009 Realização: Elaboração: Premissas A Percepção do Cliente Qualidade do e das instalações, Acesso Relacionamento com o Setor (expectativas) Apoio do SindusCon-SP Objetivos Explicitar

Leia mais

Edital. Ações para o desenvolvimento integral na Primeira Infância

Edital. Ações para o desenvolvimento integral na Primeira Infância Edital Ações para o desenvolvimento integral na Primeira Infância 1. OBJETIVO 1.1. Este edital tem o objetivo de apoiar financeiramente projetos de extensão universitária voltados a ações para o desenvolvimento

Leia mais

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 86 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho MOMENTO. MEIO AMBIENTE DO TRABALHO Parte 3

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 86 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho MOMENTO. MEIO AMBIENTE DO TRABALHO Parte 3 MOMENTO DO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO Parte 3 1 Colaborador da divulgação DEOGLEDES MONTICUCO Iniciou aos 14 anos como Mensageiro. 1974 - Engenheiro Civil e 1975 - Engenheiro de Segurança do Trabalho. Obras

Leia mais

22o. Prêmio Expressão de Ecologia

22o. Prêmio Expressão de Ecologia 22o. Prêmio Expressão de Ecologia 2014-2015 Página da Prefeitura Lançando o Selo Verde Apresentação para Empreendedore e Interessados do Selo Verde Página da Prefeitura Lançando o Selo Verde Selo Verde

Leia mais

PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL REGULAMENTO

PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL REGULAMENTO PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL REGULAMENTO A Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), com apoio do: Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência

Leia mais

REGULAMENTO. 10º Prêmio de Responsabilidade Social

REGULAMENTO. 10º Prêmio de Responsabilidade Social REGULAMENTO 10º Prêmio de Responsabilidade Social I DA INSTITUIÇÃO DA PREMIAÇÃO II DAS CATEGORIAS III DAS INSCRIÇÕES IV DOS PROJETOS V DO JULGAMENTO VI DAS DATAS VII DA COORDENAÇÃO I DA INSTITUIÇÃO DA

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº 0009-2014. CARGO: Engenheiro de Segurança do Trabalho MANAUS. SESI - Amazonas

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº 0009-2014. CARGO: Engenheiro de Segurança do Trabalho MANAUS. SESI - Amazonas COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº 0009-2014 CARGO: Engenheiro de Segurança do Trabalho MANAUS SESI - Amazonas O Departamento de Gestão de Pessoas do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para seleção de projetos sociais. O edital destina-se às organizações

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO MÃOS À OBRA - 2015

REGULAMENTO DO CONCURSO MÃOS À OBRA - 2015 REGULAMENTO DO CONCURSO MÃOS À OBRA - 2015 1. OBJETIVOS O Concurso MÃOS À OBRA tem por objetivo incentivar, aprofundar o debate sobre temas que impactam a competitividade da cadeia produtiva da construção

Leia mais

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Introdução à Segurança do Trabalho Desde seu aparecimento na Terra, o homem convive com situações de risco e por não ter controle sobre elas, esteve sempre sujeito a todo tipo de acidentes. Com o passar

Leia mais

SUMÁRIO. APRESENTAÇÃO Brumed - Plus Medicina do Trabalho. Concessionário Oferecemos facilidade administrativa. Oportunidade

SUMÁRIO. APRESENTAÇÃO Brumed - Plus Medicina do Trabalho. Concessionário Oferecemos facilidade administrativa. Oportunidade SUMÁRIO APRESENTAÇÃO Brumed - Plus Medicina do Trabalho QUEM SOMOS Números de sucesso Localização Seja um concessionário de sucesso Oportunidade sem sazonalidade Quem são nossos clientes? Concessionário

Leia mais

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 18 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho RELATÓRIO DE BOAS PRÁTICAS. Parte 1

Coleção MONTICUCO Fascículo Nº 18 Engenharia de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho RELATÓRIO DE BOAS PRÁTICAS. Parte 1 RELATÓRIO DE BOAS PRÁTICAS Parte 1 1 Autores DEOGLEDES MONTICUCO Iniciou aos 14 anos como Mensageiro. 1974 - Engenheiro Civil e 1975 - Engenheiro de Segurança do Trabalho. Obras de construções: Hidrelétrica;

Leia mais

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite. Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho

Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite. Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite Curso de Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras Escola Satélite ENGº DE SEGURANÇA DO TRABALHO LUIZ PAUMGARTTEN

Leia mais

Em caso de serviços específicos possui equipes diferenciadas para cada atendimento.

Em caso de serviços específicos possui equipes diferenciadas para cada atendimento. A ROMEC é conhecida por sua experiência em assessoria e consultoria em Segurança do Trabalho e Meio Ambiente. Conta com uma equipe multidisciplinar de profissionais altamente capacitados e oferecemos assessoria

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CLÍNICA Unidade Dias e Horários

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 4 Programa Controle MÇdico de SaÉde Ocupacional

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 4 Programa Controle MÇdico de SaÉde Ocupacional Curso Técnico Segurança do Trabalho Higiene, Análise de Riscos e Condições de Trabalho MÄdulo 4 Programa Controle MÇdico de SaÉde Ocupacional PCMSO Estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação,

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PCMAT

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PCMAT ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PCMAT Autor DEOGLEDES MONTICUCO, profissional com mais de 50 anos de atuação na Indústria da Construção, Automobilística, Colonização, Comércio, Educação e Consultoria, nas áreas

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO ABRH/MA REGULAMENTO 2016 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL / EMPRESA CIDADÃ

PRÊMIO SER HUMANO ABRH/MA REGULAMENTO 2016 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL / EMPRESA CIDADÃ Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH/MA - Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social / Empresa Cidadã tem o objetivo de certificar projetos, a seguir denominados de

Leia mais

1º É vedada a participação de funcionários e estagiários do IBGC, dos patrocinadores do prêmio ou dos pesquisadores associados ao IBGC.

1º É vedada a participação de funcionários e estagiários do IBGC, dos patrocinadores do prêmio ou dos pesquisadores associados ao IBGC. Art. 1º Idealizado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, IBGC, o Prêmio IBGC de Trabalhos Acadêmicos em Governança Corporativa ( Prêmio ) será regido pelo presente Regulamento. Art. 2º O

Leia mais

EDITAL Nº. 001/2012 4º PRÊMIO SES-MG DE JORNALISMO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

EDITAL Nº. 001/2012 4º PRÊMIO SES-MG DE JORNALISMO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS EDITAL Nº. 001/2012 4º PRÊMIO SES-MG DE JORNALISMO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL END: RODOVIA PREFEITO AMÉRICO GIANETTI, S/Nº - BAIRRO SERRA VERDE CEP: 31630-901 -

Leia mais

PRINCIPAIS FALHAS EM AUDITORIAS DO PBQP-H

PRINCIPAIS FALHAS EM AUDITORIAS DO PBQP-H PRINCIPAIS FALHAS EM AUDITORIAS DO PBQP-H PARA COMEÇAR......A VERSÃO 2012 VERSÃO 2012 A versão 2012 do SiAC incluiu alguns requisitos, antes não verificados em obras. São eles: 1. Indicadores de qualidade

Leia mais

Introdução: 1. Objetivo: 2. Período de inscrição. 3. Cronograma

Introdução: 1. Objetivo: 2. Período de inscrição. 3. Cronograma Introdução: Este concurso nacional, promovido pela ABRACOPEL Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, entidade sem fins econômicos, visa estimular as crianças e os jovens

Leia mais

SEMINÁRIO NACIONAL UNIMED DE SAÚDE OCUPACIONAL E ACIDENTE DE TRABALHO - 2012 EDINEY ESPINOLA DA COSTA

SEMINÁRIO NACIONAL UNIMED DE SAÚDE OCUPACIONAL E ACIDENTE DE TRABALHO - 2012 EDINEY ESPINOLA DA COSTA SEMINÁRIO NACIONAL UNIMED DE SAÚDE OCUPACIONAL E ACIDENTE DE TRABALHO - 2012 EDINEY ESPINOLA DA COSTA COORDENADOR TÉCNICO DO NSO UNIMED CUIABÁ COMO EU FAÇO DSO NA MINHA UNIMED NÚCLEO DE SAÚDE OCUPACIONAL

Leia mais

2.1 Respeito ao Cliente

2.1 Respeito ao Cliente REGULAMENTO PRÊMIO SMART 1. O PRÊMIO O PRÊMIO SMART, regido por este regulamento, tem como objetivo distinguir e reconhecer as melhores práticas de relacionamento com o cliente em Utilities e Telecom:

Leia mais

VOCÊ NUNCA GANHOU UM PRÊMIO COMO ESTE.

VOCÊ NUNCA GANHOU UM PRÊMIO COMO ESTE. VOCÊ NUNCA GANHOU UM PRÊMIO COMO ESTE. O Top de Marketing ADVB/RS reconhece e destaca as empresas que desenvolvem boas práticas mercadológicas. E neste ano, o maior prêmio de marketing do sul do país mudou:

Leia mais

ENGENHARIA DE SEGURANÇA

ENGENHARIA DE SEGURANÇA ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ENGENHARIA DE SEGURANÇA P R O F ª K A R E N W R O B E L S T R A

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS CATEGORIA SAÚDE

AÇÕES SOCIAIS CATEGORIA SAÚDE VOLTADO À COMUNIDADE MAMAMÓVEL VOLTADOS AOS COLABORADORES FITNESS VIVENDO COM SAÚDE GINÁSTICA LABORAL(GL) PREVENÇÃO, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DE PROBLEMAS RELACIONADOS AO USO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

Leia mais

NOVO PRISMA AGRO FLORESTAL

NOVO PRISMA AGRO FLORESTAL NOVO PRISMA AGRO FLORESTAL PROCEDIMENTO INTERNO PARA INGRESSO DE COLABORADORES DAS EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS FLORESTAIS HISTÓRICO DAS REVISÕES: REVISÃO DESCRIÇÃO 01 Criação do procedimento 11/2007

Leia mais

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS. Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS. Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016 REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016 1. APRESENTAÇÃO 1.1. O Instituto Consulado da Mulher, ação social da marca Consul, torna público que estão abertas as

Leia mais

Manual JUIZ DE FORA - 2014

Manual JUIZ DE FORA - 2014 SELO DE RESPONSABILIDADE SOCIOEDUCATIVA PARA O TRÂNSITO 2014 2014 2014 SELO DE RESPONSABILIDADE SOCIOEDUCATIVA PARA O TRÂNSITO BRONZE SELO DE RESPONSABILIDADE SOCIOEDUCATIVA PARA O TRÂNSITO Manual JUIZ

Leia mais

EDITAL Concurso de Criação da Logomarca para Campanha de Autoexame Masculino Nº 01/12

EDITAL Concurso de Criação da Logomarca para Campanha de Autoexame Masculino Nº 01/12 EDITAL Concurso de Criação da Logomarca para Campanha de Autoexame Masculino Nº 01/12 O Reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, objetivando a CHAMADA ao Concurso de Criação da Logomarca

Leia mais

MANUAL ORIENTATIVO DE FISCALIZAÇÃO CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO

MANUAL ORIENTATIVO DE FISCALIZAÇÃO CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO MANUAL ORIENTATIVO DE FISCALIZAÇÃO CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO Laudo Ergonômico Laudo de Periculosidade/Insalubridade Laudo

Leia mais

1. Graduação em Enfermagem, fixado na forma do Anexo II e da Lei Estadual N 13.666, de 05 de julho de 2002. PECULIARIDADE

1. Graduação em Enfermagem, fixado na forma do Anexo II e da Lei Estadual N 13.666, de 05 de julho de 2002. PECULIARIDADE CARGO: AGENTE PROFISSIONAL - AP FUNÇÃO: ENFERMEIRO CÓDIGO DA FUNÇÃO: APEN CBO: 07110 CARGA HORÁRIA: 40 horas COMPLEXIDADE/ESCOLARIDADE EXIGIDA JORNADA: nos termos da legislação vigente 1. Graduação em

Leia mais

SOU Saúde Ocupacional Unimed. Julio Miclos Junior Gerente de Saúde Ocupacional da Unimed do Brasil Diretoria de Integração Cooperativista e Mercado

SOU Saúde Ocupacional Unimed. Julio Miclos Junior Gerente de Saúde Ocupacional da Unimed do Brasil Diretoria de Integração Cooperativista e Mercado SOU Saúde Ocupacional Unimed Julio Miclos Junior Gerente de Saúde Ocupacional da Unimed do Brasil Diretoria de Integração Cooperativista e Mercado Sistema Unimed SISTEMA UNIMED 15 Unimeds atuam apenas

Leia mais

PRÊMIO TUBAL SIQUEIRA 2014 REGULAMENTO AGÊNCIAS

PRÊMIO TUBAL SIQUEIRA 2014 REGULAMENTO AGÊNCIAS PRÊMIO TUBAL SIQUEIRA 2014 REGULAMENTO AGÊNCIAS 1) PARTICIPAÇÃO 1.1. Poderão participar do Prêmio Tubal Siqueira todas as agências de publicidade da área de cobertura da TV Integração. 1.2. As agências

Leia mais

Verificação do Cumprimento e Avaliação dos Indicadores do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção

Verificação do Cumprimento e Avaliação dos Indicadores do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção Verificação do Cumprimento e Avaliação dos Indicadores do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção JUSTIFICATIVA O método de verificação e avaliação dos

Leia mais

Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) 20

Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) 20 capítulo 1 O trabalho e a segurança do trabalho 1 Da pré-história à industrialização 2 O trabalho na era industrial 4 Primeira Guerra Mundial 5 Segunda Guerra Mundial 6 Transição da era industrial para

Leia mais

REGULAMENTO. Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social Categoria Empresa

REGULAMENTO. Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social Categoria Empresa A. Objetivo O Prêmio Ser Humano Amazonas, Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social, tem o objetivo de certificar projetos sociais desenvolvidos por empresas, segundo critérios de

Leia mais

A2. A modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica está dividida nas seguintes categorias:

A2. A modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica está dividida nas seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ACADÊMICA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica premia trabalhos de caráter técnico

Leia mais

Orçamento de Obras. Introdução. Resumo

Orçamento de Obras. Introdução. Resumo Orçamento de Obras Introdução O orçamento é uma das mais importantes áreas no negócio da construção civil e pode determinar o sucesso ou fracasso de uma empresa construtora ou construtor. É um documento

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014

REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014 REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014 1 ÍNDICE CRONOGRAMA ------------------------------------------------------------------------------- 3 CATEGORIAS -------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Qualidade e Responsabilidade Social Setembro de 2009

Qualidade e Responsabilidade Social Setembro de 2009 Qualidade e Responsabilidade Social Setembro de 2009 1 Abordagem Multidimensional na Gestão da Qualidade Regulatório Qualidade certificada pelo MEC Resultados acima das médias nacionais e de competidores

Leia mais

Apresentação da Concessão

Apresentação da Concessão MEDICINA E ENGENHARIA DO TRABALHO Apresentação da Concessão Cuidar da Saúde e Segurança do Trabalhador é a nossa Especialidade! APRESENTAÇÃO TENHA SEU PRÓPRIO NEGÓCIO COM RETORNO GARANTIDO O mercado de

Leia mais

01. Quais são os exames especificados na NR7 que devem ser realizados e que geram ASO:

01. Quais são os exames especificados na NR7 que devem ser realizados e que geram ASO: 01. Quais são os exames especificados na NR7 que devem ser realizados e que geram ASO: 01. Quais são os exames especificados na NR7 que devem ser realizados e que geram ASO: Admissional, Periódico, de

Leia mais

FAMAR FUNDAÇÃO DE APOIO A FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA

FAMAR FUNDAÇÃO DE APOIO A FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO Nº 004/2014 TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO De acordo com o disposto no Regulamento de Processo Seletivo, devidamente registrado no 1º OFICIAL DE REGISTRO CIVIL

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de Gestão do Porto Digital

Leia mais

Missão: Prestar assistência de qualidade em Hematologia e Hemoterapia à população e coordenar a Hemorrede do Estado.

Missão: Prestar assistência de qualidade em Hematologia e Hemoterapia à população e coordenar a Hemorrede do Estado. Missão: Prestar assistência de qualidade em Hematologia e Hemoterapia à população e coordenar a Hemorrede do Estado. Visão: Visão: Ser Ser um um Centro Centro de de Excelência em em hematologia e hemoterapia.

Leia mais

Para diferenciar a participação das instituições educacionais, o prêmio é segmentado em dois tipos:

Para diferenciar a participação das instituições educacionais, o prêmio é segmentado em dois tipos: 1. OBJETIVOS O PNGE tem o objetivo de incentivar e valorizar práticas eficazes de gestão educacional no Brasil, destacando e reconhecendo o alto desempenho das instituições de ensino. Ele premia organizações

Leia mais

CONCURSO DE CRIAÇÃO TELETEX/FAE REGULAMENTO I PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO

CONCURSO DE CRIAÇÃO TELETEX/FAE REGULAMENTO I PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO CONCURSO DE CRIAÇÃO TELETEX/FAE REGULAMENTO I PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO A. O Concurso de Criação Teletex/FAE é uma iniciativa promovida através da parceria FAE Business com a empresa Teletex, com o apoio do

Leia mais

II Prêmio IMIP Fotojornalismo Tema: IMIP Centro de Excelência Médica no Norte/Nordeste há 50 anos

II Prêmio IMIP Fotojornalismo Tema: IMIP Centro de Excelência Médica no Norte/Nordeste há 50 anos II Prêmio IMIP Fotojornalismo Tema: IMIP Centro de Excelência Médica no Norte/Nordeste há 50 anos REGULAMENTO O Prêmio IMIP Fotojornalismo é uma promoção do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando

Leia mais

MOMENTO SEGURANÇA DO TRABALHO

MOMENTO SEGURANÇA DO TRABALHO MOMENTO DA SEGURANÇA DO TRABALHO Parte 2 Autor DEOGLEDES MONTICUCO Iniciou aos 14 anos como Mensageiro. 1974 - Engenheiro Civil e 1975 - Engenheiro de Segurança do Trabalho. Obras de construções: Hidrelétrica;

Leia mais

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE EDUCACIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE EDUCACIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE EDUCACIONAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA CHAMADA PÚBLICA SNEED / SETEC n.º 01 /2010 CHAMADA PÚBLICA DE PROPOSTAS

Leia mais

REGULAMENTO 1º PRÊMIO CORREIOS DE JORNALISMO

REGULAMENTO 1º PRÊMIO CORREIOS DE JORNALISMO REGULAMENTO 1º PRÊMIO CORREIOS DE JORNALISMO 1. OBJETIVO O 1º Prêmio Correios de Jornalismo visa reconhecer e estimular a publicação, pela imprensa brasileira, de reportagens que contribuam para a informação

Leia mais

A Saúde do Trabalhador na Construção Civil. Dr. Douglas Queiroz Gerente SST SECONCI SP 19/03/2014

A Saúde do Trabalhador na Construção Civil. Dr. Douglas Queiroz Gerente SST SECONCI SP 19/03/2014 Dr. Douglas Queiroz Gerente SST SECONCI SP 19/03/2014 HISTÓRIA Até 1995 o SECONCI SP fazia em pequena escala os exames ocupacionais para algumas das empresas a ele filiadas Em 1995, após a publicação da

Leia mais

Pós-Graduação em Gestão de Franquias. Carga Horária e Duração

Pós-Graduação em Gestão de Franquias. Carga Horária e Duração Pós-Graduação em Gestão de Franquias Público - Alvo Indicado para profissionais, gestores, consultores e empreendedores ligados direta e indiretamente com negócios de franchising. Objetivo do Curso Preparar

Leia mais

REGULAMENTO. I CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA DOS CORREIOS Vá mais longe 1. OBJETIVO

REGULAMENTO. I CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA DOS CORREIOS Vá mais longe 1. OBJETIVO REGULAMENTO 1. OBJETIVO 1.1 O I Concurso Nacional de Fotografia dos Correios tem como objetivos reunir imagens que representem a atuação dos Correios, especialmente a relação da empresa com a sociedade;

Leia mais

CONCURSO DE REDAÇÕES E ARTIGOS CIENTÍFICOS PRÊMIO V EXPEDIÇÃO DO SEMIÁRIDO

CONCURSO DE REDAÇÕES E ARTIGOS CIENTÍFICOS PRÊMIO V EXPEDIÇÃO DO SEMIÁRIDO CONCURSO DE REDAÇÕES E ARTIGOS CIENTÍFICOS PRÊMIO V EXPEDIÇÃO DO SEMIÁRIDO Instituído em 2009 o PRÊMIO EXPEDIÇÃO DO SEMIÁRIDO integra em parceria o PEASA/MISA/UFCG, o PaqTcPB, o SEBRAE e o ILCA-TC, e tem

Leia mais

Associe-se ao SINDINFOR!

Associe-se ao SINDINFOR! Caro empresário, Écom muita satisfação que apresentamos, por meio desta, o SINDINFOR. Objetivamos aqui descrever brevemente quais os principais benefícios da associação da sua empresa ao sindicato. Nossa

Leia mais

Adaptação do trabalho ao trabalhador!

Adaptação do trabalho ao trabalhador! Ergonomia é o estudo do relacionamento entre o homem e seu trabalho, equipamento e ambiente e, particularmente, a aplicação dos conhecimentos de anatomia, fisiologia e psicologia na solução dos problemas

Leia mais

PROCESSO DE LIBERAÇÃO DE ACESSO Aos prestadores de serviço AKZONOBEL Rev. 12

PROCESSO DE LIBERAÇÃO DE ACESSO Aos prestadores de serviço AKZONOBEL Rev. 12 PROCESSO DE LIBERAÇÃO DE ACESSO Aos prestadores de serviço AKZONOBEL Rev. 12 Este procedimento tem por objetivo estabelecer os critérios a serem observados pelas empresas e suas subcontratadas com relação

Leia mais

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO. Número de participantes:

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO. Número de participantes: 1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO Organização Estadual: Sistema OCB/SESCOOP-RR Data de realização do seminário: 17 de Junho de 2010 Local: Auditório do Sistema FAERR/SENAR-RR

Leia mais

TOP Abrapark 2015 REGULAMENTO. CATEGORIAS Podem concorrer ao TOP Abrapark projetos nas seguintes categorias*:

TOP Abrapark 2015 REGULAMENTO. CATEGORIAS Podem concorrer ao TOP Abrapark projetos nas seguintes categorias*: TOP Abrapark 2015 REGULAMENTO Prazo para inscrições: até 30 de junho de 2015 Data final para a entrega de materiais: 31 de julho de 2015 Premiação: cerimônia a ser realizada durante o 5º Congresso Brasileiro

Leia mais

PALESTRA Treinamentos e documentos utilizados pela Aterpa para atender a NR 12

PALESTRA Treinamentos e documentos utilizados pela Aterpa para atender a NR 12 PALESTRA Treinamentos e documentos utilizados pela Aterpa para atender a NR 12 PALESTRANTE Guaraci Silva da Fonseca, engenheiro e Gerente de QSMR da Construtora Aterpa SA 12.112 As manutenções preventivas

Leia mais

I. Da Instituição e Objetivos:

I. Da Instituição e Objetivos: Regulamento I. Da Instituição e Objetivos: 1.1. O, abreviadamente CEME, é órgão integrante da FACIAP FEDERAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES COMERCIAIS E EMPRESARIAIS DO PARANÁ, subordinando-se ao seu estatuto e às

Leia mais

ANEXO 5 ESCOPO DO ESTUDO DE VIABILIDADE TÉCNICA, ECONÔMICA E JURÍDICA

ANEXO 5 ESCOPO DO ESTUDO DE VIABILIDADE TÉCNICA, ECONÔMICA E JURÍDICA ANEXO 5 ESCOPO DO ESTUDO DE VIABILIDADE TÉCNICA, ECONÔMICA E JURÍDICA O estudo a ser entregue deverá avaliar a viabilidade do projeto de PPP proposto segundo a ótica de todos os fornecedores de capital

Leia mais

Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2

Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2 Índice Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2 Prefácio --------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

CONCURSO DE FRASES SIPAT 2014 EXCLUSIVO PARA FUNCIONÁRIOS DO CENTRO DE ENSINO SÃO LUCAS E FACULDADE SÃO MATEUS

CONCURSO DE FRASES SIPAT 2014 EXCLUSIVO PARA FUNCIONÁRIOS DO CENTRO DE ENSINO SÃO LUCAS E FACULDADE SÃO MATEUS CONCURSO DE FRASES SIPAT 2014 EXCLUSIVO PARA FUNCIONÁRIOS DO CENTRO DE ENSINO SÃO LUCAS E FACULDADE SÃO MATEUS Crie uma frase sobre Prevenção de Acidentes no Trabalho e ganhe prêmios. Inscrições de 30

Leia mais

Apresentar casos reais de acidentes envolvendo o GLP com uma análise dos fatores desencadeantes dos eventos e das consequências.

Apresentar casos reais de acidentes envolvendo o GLP com uma análise dos fatores desencadeantes dos eventos e das consequências. Relatório do Evento: SEMINÁRIO SOBRE SEGURANÇA COM GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO DATA: 29 E 30 DE SETEMBRO DE 2011. LOCAL: AUDITÓRIO DO CLUBE MILITAR AV. RIO BRANCO, 251 7º ANDAR RIO DE JANEIRO/RJ HORÁRIO:

Leia mais

Desenvolvimento Sustentável do Brasil INDICAR NESTE QUADRO EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA. APROVAÇÃO T.E Nome Rubrica Nome Rubrica E DIREX

Desenvolvimento Sustentável do Brasil INDICAR NESTE QUADRO EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA. APROVAÇÃO T.E Nome Rubrica Nome Rubrica E DIREX Nº Fls.: 01/16 INDICAR NESTE QUADRO EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA Rev/ Rev/ Fls. 01 02 0 04 05 06 07 08 09 Fls. 01 02 0 04 05 06 07 08 09 01 16 02 17 0 18 04 19 05 20 06 21 07 22 08 2 09 24 10 25 11 26

Leia mais

Rua Pinto Bandeira, 292 - Centro Histórico 51.3076.0660 fag@faculdadegaucha.com.br

Rua Pinto Bandeira, 292 - Centro Histórico 51.3076.0660 fag@faculdadegaucha.com.br Rua Pinto Bandeira, 292 - Centro Histórico 51.3076.0660 fag@faculdadegaucha.com.br Índice Quem é o Gestor de Negócios?... Qual a duração do curso?... Quais os objetivos do curso?... E os campos de atuação?...

Leia mais

PRÊMIO ASSESPRO-RJ MELHORES EMPRESAS EDIÇÃO 2015 EDITAL DE RETIFICAÇÃO

PRÊMIO ASSESPRO-RJ MELHORES EMPRESAS EDIÇÃO 2015 EDITAL DE RETIFICAÇÃO PRÊMIO ASSESPRO-RJ MELHORES EMPRESAS EDIÇÃO 2015 EDITAL DE RETIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 31 de julho de 2015. www.assespro-rj.org.br/premioempresas Praça Pio X, 55/ 9º andar - Centro 20.070-900 Rio de Janeiro,

Leia mais

MANUAL DE INSCRIÇÕES. Fotos: Pedro Rubens e Stock.xchng

MANUAL DE INSCRIÇÕES. Fotos: Pedro Rubens e Stock.xchng MANUAL DE INSCRIÇÕES Fotos: Pedro Rubens e Stock.xchng 2014 A Fundação Abrinq Save the Children A Fundação Abrinq é uma organização social que, desde 1990, trabalha para que os direitos de crianças e adolescentes

Leia mais

Pós Graduação em Gestão de Franquias

Pós Graduação em Gestão de Franquias Pós Graduação em Gestão de Franquias Público - alvo Indicado para profissionais, gestores, consultores e empreendedores ligados direta e indiretamente com negócios de franchising. Objetivo do Curso Preparar

Leia mais

INDUSTRIAS QUIMICAS TAUBATE S A IQT - Atendimento de Saúde São Paulo

INDUSTRIAS QUIMICAS TAUBATE S A IQT - Atendimento de Saúde São Paulo Proposta INDUSTRIAS QUIMICAS TAUBATE S A IQT - Atendimento de Saúde São Paulo À INDUSTRIAS QUIMICAS TAUBATE S A IQT A\C: Camila Borges de Carvalho camila.borges@iqt.com.br Apresentação da Proposta Conforme

Leia mais

XXIII PRÊMIO JOVEM CIENTISTA. Tema: Educação para Reduzir as Desigualdades Sociais REGULAMENTO

XXIII PRÊMIO JOVEM CIENTISTA. Tema: Educação para Reduzir as Desigualdades Sociais REGULAMENTO XXIII PRÊMIO JOVEM CIENTISTA Tema: Educação para Reduzir as Desigualdades Sociais REGULAMENTO CAPÍTULO I DO PRÊMIO Art. 1º. O Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do CNPq, do Grupo Gerdau, da Fundação

Leia mais

Segurança do Trabalho

Segurança do Trabalho Segurança do Trabalho Site da Vega Construtora www.vegaconstrutora.com.br Canteiros de Obras Obras GYN e BSB Atividades Palestras DDS CIPA Áreas de Vivencias Ordem e Limpeza Sinalização Equipamentos de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDICINA E SEGURANÇA DO TRABALHO

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDICINA E SEGURANÇA DO TRABALHO TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDICINA E SEGURANÇA DO TRABALHO MODALIDADE: CONCORRÊNCIA ESPECIAL CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 23/05/2016

Leia mais

FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÂNDIA

FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÂNDIA PROCESSO DE SELEÇÃO 01/2016 Ref.: PEIEX - Projeto de Extensão Industrial Exportadora Faculdade Politécnica (PEIEX-Faculdade Politécnica) SELEÇÃO DA EQUIPE TÉCNICA DO NÚCLEO OPERACIONAL DO TRIÂNGULO MINEIRO

Leia mais

Manual de Segurança a e Saúde no Trabalho para a Indústria da Construçã. ção Civil - Edificaçõ. ções. Augusto Gouvêa Dourado

Manual de Segurança a e Saúde no Trabalho para a Indústria da Construçã. ção Civil - Edificaçõ. ções. Augusto Gouvêa Dourado Manual de Segurança a e Saúde no Trabalho para a Indústria da Construçã ção Civil - Edificaçõ ções Augusto Gouvêa Dourado Gerente de Segurança e Saúde no Trabalho Coleção Manuais / SST Finalidade Motivar

Leia mais

5ª EDIÇÃO DA CERTIFICAÇÃO SELO ODM MOVIMENTO NÓS PODEMOS PARANÁ REGULAMENTO

5ª EDIÇÃO DA CERTIFICAÇÃO SELO ODM MOVIMENTO NÓS PODEMOS PARANÁ REGULAMENTO 5ª EDIÇÃO DA CERTIFICAÇÃO SELO ODM MOVIMENTO NÓS PODEMOS PARANÁ REGULAMENTO O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade - Nós Podemos Paraná, articulado pelo Sesi-PR e com o apoio de diversas instituições

Leia mais

Regulamento do Prêmio Concred Verde

Regulamento do Prêmio Concred Verde Regulamento do Prêmio Concred Verde Brasília-DF, fevereiro de 2012. Para ocorrer desenvolvimento sustentável é preciso comprometimento com uma visão responsável que busca o equilíbrio social e a interação

Leia mais

Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL.

Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Período 2015/2016 O Diretor da Santa Casa de Misericórdia de Sobral,

Leia mais

Edital de seleção para formação em gestão de Organizações da Sociedade Civil Fundação Tide Setubal 2011

Edital de seleção para formação em gestão de Organizações da Sociedade Civil Fundação Tide Setubal 2011 Edital de seleção para formação em gestão de Organizações da Sociedade Civil Fundação Tide Setubal 2011 INTRODUÇÃO A Fundação Tide Setubal nasce em 2005 para ressignificar e inovar o trabalho pioneiro

Leia mais