Estrutura switch if-else switch switch switch if-else-if switch switch case default break switch switch break Observações: case

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estrutura switch if-else switch switch switch if-else-if switch switch case default break switch switch break Observações: case"

Transcrição

1 Estrutura switch. O comando if-else e o comando switch são os dois comandos de tomada de decisão. Sem dúvida alguma o mais importante dos dois é o if, mas o comando switch tem aplicações valiosas. Sua forma geral é: switch ( <variável> ) case <constante_1>: <seqüência de comandos 1>; case <constante_1>: <seqüência de comandos 1>;... case <constante_1>: <seqüência de comandos 1>; default <sequência de comandos alternativa>; Podemos fazer uma analogia entre o switch e a estrutura if-else-if apresentada anteriormente. A diferença fundamental é que a estrutura switch não aceita expressões. Aceita apenas constantes. O switch testa a variável e executa a declaração cujo case corresponda ao valor atual da variável. A declaração default é opcional e será executada apenas se a variável, que está sendo testada, não for igual a nenhuma das constantes. O comando break, faz com que o switch seja interrompido assim que uma das declarações seja executada. Mas ele não é essencial ao comando switch. Se após a execução da declaração não houver um break, o programa continuará executando. Observações: a) Pode haver um ou mais comandos seguindo o case. Estes comandos não precisam estar escritos entre chaves. b) A expressão em switch(<variavel>) deve ter um valor compatível com um inteiro; isto é, podem ser usadas variáveis dos tipos char e int com todas as suas variações. O uso de variáveis do tipo float ou double irá causar erro na compilação. c) A variável não pode ser uma expressão lógica e nem relacional, por exemplo, >=0. d) O comando break provoca a saída imediata do switch. Se não existir um break seguindo os comandos associados a um case, o programa prosseguirá executando todos os comandos associados ao case abaixo. Esta característica, ao mesmo tempo que perigosa, pode ser interessante em algumas circunstâncias.

2 Exemplo 1: int num; cout <<"Informe numero \n"; cin >> num; switch (num) case 9: cout << "O numero eh igual a 9.\n"; case 10: cout << "O numero eh igual a 10.\n"; case 11: cout << "O numero eh igual a 11.\n"; cout << "O numero nao e nem 9 nem 10 nem 11.\n"); Neste exemplo, o programa solicita um número inteiro qualquer e imprime na tela uma das mensagens: O numero e igual a 9. O numero e igual a 10. O numero e igual a 11. O numero não e nem 9 nem 10 nem 11. Exemplo 2: Neste exemplo, o programa lê dois números reais e aplica as operações básicas (conforme escolha do usuário). float a,b; int num; cout << "Digite dois numeros: " ; cin >> a >>b; cout << "\n Digite o codigo da operacao desejada:\n\n"; cout << " 1 - soma\n"; cout << " 2 - diferenca entre o primeiro e o segundo\n"; cout << " 3 - produto\n"; cout << " 4 - divisao do primeiro pelo segundo\n"; cin >> num;

3 switch (num) case 1: cout << "\n resultado: " <<a+b <<"\n"; case 2: cout << "\n resultado: " <<a-b <<"\n"; case 3: cout << "\n resultado: " <<a*b <<"\n"; case 4: cout << "\n resultado: " <<a/b <<"\n"; cout << "\n numero nao valido\n"; Exemplo 3: Este exemplo modifica o case 2 do exemplo anterior, mostrando a possibilidade de se colocar uma lista de comandos entre o comando case e o comando break. float a,b; int num; cout << "Digite dois numeros: \n" ; cin >> a >>b; cout << "\n Digite o codigo da operacao desejada:\n\n"; cout << " 1 - soma\n"; cout << " 2 diferenca entre o primeiro e o segundo\n"; cout << " 3 - produto\n"; cout << " 4 - divisao do primeiro pelo segundo\n"; cin >> num; switch (num) case 1: cout << "\n resultado: " <<a+b <<"\n"; case 2: if (a>b) cout <<"resultado: " <<a-b <<"\n"; else cout <<"resultado: " <<b-a <<"\n"; case 3: cout << "\n resultado: " <<a*b <<"\n"; case 4: cout << "\n resultado: " <<a/b <<"\n";

4 cout << "\n numero nao valido\n"; Observações: 1. A lista de operações do case 2, do último exemplo, pode ser substituída por: case 2: cout << "\n resultado: " <<fabs(a-b) <<"\n"; A função fabs(a-b) escreve o valor absoluto da conta a-b, se a e b forem declarados como float. Se forem declarados com double, o comando seria cabs(a-b). Nos dois casos, a biblioteca math deve ser declarada no início do programa: #include <math.h> 2. Proposta: retire o comando do case 1 e verifique o que ocorre quando da execução do programa. 3. As expressões nos case s podem ser caracteres. Por exemplo, modificando o último exemplo: Exemplo 4: #include <math.h> #include <conio.h> float a,b; char item; cout << "Digite dois numeros: " ; cin >> a >>b; cout << "\n MENU:\n\n"; cout << "a ou A - soma\n"; cout << "b ou B - o modulo da diferenca entre o primeiro e o segundo\n"; cout << "c ou C - produto\n"; cout << "d ou D - divisao do primeiro pelo segundo\n"; cin >> item; switch (item) case 'a':

5 case 'A': cout << "\n resultado: " <<a+b <<"\n"; case 'b': case 'B': cout << "\n resultado: " <<fabs(a-b) <<"\n"; case 'c': case 'C': cout << "\n resultado: " <<a*b <<"\n"; case 'd': case 'D': cout << "\n resultado: " <<a/b <<"\n"; cout << "\n numero nao valido\n"; Observe que as expressões são colocadas entre aspas simples. PROPOSTA: trocar a linha de comando, cin >> item; por: item = getch(); Verifique o que ocorre. Obs.: Para usar a função getch(), a biblioteca conio.h deve ser declarada entre os cabeçalhos do programa: #include <conio.h> Exercícios Propostos: 1) Faça um programa que dado o tipo e o preço do produto, calcule o novo valor do produto de acordo com tipo de desconto indicado abaixo. No final escreva o percentual e o valor do desconto obtido sobre o produto e o valor final do produto com o desconto. Caso contrário, informe que o produto não teve desconto. (O programa deverá tratar situações em que o tipo de produto foi informado errado). Tipo de produto: A- Produto de limpeza desconto de 10% B- Alimento perecível sem desconto C- Alimento não perecível desconto de 5% D- Hortifruti sem desconto E- Bebidas desconto de 20% F- Padaria desconto de 2% Solução:

6 float vlprod, desc; char tpprod, opc; cout << "Digite o preco do produto: \n" ; cin >> vlprod; cout << "\n MENU:\n\n"; cout << "(a) ou (A) - Produto de limpeza\n"; cout << "(b) ou (B) - Alimento perecível\n"; cout << "(c) ou (C) - Alimento não perecível\n"; cout << "(d) ou (D) - Hortifruti\n"; cout << "(e) ou (E) - Bebidas\n"; cout << "(f) ou (F) - Padaria\n"; cout << "\ninforme o tipo de produto: \n"; cin >> opc; switch (opc) case 'a': case 'A': // Produto de limpeza => 10% de desconto desc = vlprod*0.1; cout << "\nproduto de limpeza => Desconto de 10% \n"; cout << " Valor do desconto: " <<desc<<"\n"; cout << " Valor do produto com desconto: " <<vlprod <<"\n\n"; case 'b': // Alimento perecível => sem desconto case 'B': case 'd': // Hortifruit => sem desconto case 'D': cout << "\n Produto sem desconto\n\n"; case 'c': // Alimento não perecível => 5% de desconto case 'C': desc = vlprod*0.05; cout << "\nalimento não perecível => Desconto de 5% \n"; cout << "Valor do desconto: " <<desc<<"\n"; cout << "Valor do produto com desconto: " <<vlprod <<"\n\n"; case 'e': // Bebidas => 20% de desconto case 'E': desc = vlprod*0.2; cout << "\nbebida => Desconto de 20% \n"; cout << "\n Valor do desconto: " <<desc<<"\n"; cout << "\n Valor do produto com desconto: " <<vlprod <<"\n\n"; case 'f': // Padaria => 2% de desconto

7 case 'F': desc = vlprod*0.02; cout << "\npadaria => Desconto de 2% \n"; cout << "Valor do desconto: " <<desc<<"\n"; cout << "Valor do produto com desconto: " <<vlprod <<"\n\n"; cout << "\n Tipo de produto invalido\n\n";

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Também chamado de estrutura de seleção múltipla (caso). Assim como o if-else, o switch também é uma estrutura de seleção. O if-else realiza o teste

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ 1 - VARIÁVEIS Variáveis espaço de memória reservado para armazenar tipos de dados, com um nome para referenciar seu conteúdo. Observações importantes Todas as variáveis devem

Leia mais

7. Estrutura de Decisão

7. Estrutura de Decisão 7. Estrutura de Decisão Neste tipo de estrutura o fluxo de instruções a ser seguido é escolhido em função do resultado da avaliação de uma ou mais condições. Uma condição é uma expressão lógica. A classificação

Leia mais

Programação: Estruturas de seleção

Programação: Estruturas de seleção Programação de Computadores I Aula 07 Programação: Estruturas de seleção José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/53 Valores booleanos Os valores booleanos

Leia mais

Programando em C++ Histórico da Linguagem C

Programando em C++ Histórico da Linguagem C Programando em C++ Joaquim Quinteiro Uchôa joukim@comp.ufla.br DCC-UFLA, 2002 Programando em C++ p.1/38 Histórico da Linguagem C Linguagem C: 1972 - Laboratório Bells, por Dennis Ritchie, a partir da linguagem

Leia mais

A linguagem C oferece quatro estruturas de decisão: if, if-else, switch e o operador condicional.

A linguagem C oferece quatro estruturas de decisão: if, if-else, switch e o operador condicional. Capítulo 3 Comandos de Decisão A linguagem C oferece quatro estruturas de decisão: if, if-, switch e o operador condicional. O comando if O comando if instrui o computador a tomar uma decisão simples.

Leia mais

Módulo 5. Instruções if e switch. Algoritmos e Estruturas de Dados I C++ (Rone Ilídio)

Módulo 5. Instruções if e switch. Algoritmos e Estruturas de Dados I C++ (Rone Ilídio) Módulo 5 Instruções if e switch Algoritmos e Estruturas de Dados I C++ (Rone Ilídio) Comando de decisão if Executa uma determinada seqüência de comandos se sua condição for verdadeira Sintaxe if (condição)

Leia mais

Técnicas de Programação I

Técnicas de Programação I Técnicas de Programação I Conceitos básicos C/C++ Material baseado nas aulas da Profa. Isabel Harb Manssour http://www.inf.pucrs.br/~manssour/laproi, entre outros materias Estrutura de Seleção: Comando

Leia mais

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C Linguagem de uso geral (qualquer tipo de aplicação) Uma das linguagens mais utilizadas Foi utilizada

Leia mais

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu. Programação Estruturada Linguagem C Fundamentos da Linguagem Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br Sumário Estrutura Básica Bibliotecas Básicas Tipos de Dados Básicos Variáveis/Declaração

Leia mais

LINGUAGEM C. Estrutura básica de um programa

LINGUAGEM C. Estrutura básica de um programa LINGUAGEM C Estrutura básica de um programa Um programa em linguagem C é constituído por uma sequência de funções (módulos) que em conjunto irão permitir resolver o problema proposto. Estas funções contêm

Leia mais

Linguagem C Funções definidas pelo usuário. Lógica de Programação

Linguagem C Funções definidas pelo usuário. Lógica de Programação Linguagem C Funções definidas pelo usuário Lógica de Programação Caro(a) aluno(a), Trabalharemos agora com as funções criadas por vocês na Linguagem C. Bom trabalho!!! Funções C permite que o programador

Leia mais

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação Lógica de Programação 3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C Caro Aluno Vamos iniciar o terceiro capítulo da nossa disciplina. Agora vamos começar a aplicar os conceitos vistos nos capítulos anteriores em uma linguagem

Leia mais

INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO CMP 1060 CONTROLE DE FLUXO ESTRUTURA CONDICIONAL 1

INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO CMP 1060 CONTROLE DE FLUXO ESTRUTURA CONDICIONAL 1 INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO CMP 1060 CONTROLE DE FLUXO ESTRUTURA CONDICIONAL 1 Os programas que vimos até agora têm a seguinte estrutura: main( ) declarações instrução 1 instrução 2 instrução 3... instrução

Leia mais

Variáveis e Comandos de Atribuição

Variáveis e Comandos de Atribuição BCC 201 - Introdução à Programação Variáveis e Comandos de Atribuição Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/47 Estrutura Básica de um programa C I < d i r e t i v a s do pré p r o c e s s a d o r > < d e c l

Leia mais

Algoritmo Iterativo. Dilema do Martelo x Edifício. O Martelo. O Edifício 01/06/2014. Dilema das ações x declarações

Algoritmo Iterativo. Dilema do Martelo x Edifício. O Martelo. O Edifício 01/06/2014. Dilema das ações x declarações Algoritmo Iterativo Fernando Cardeal Parece com o processo de seguir uma estrada: Como chegar à estrada? Como se manter na estrada? Como saber que chegou ao destino para sair da estrada? Como fazer tudo

Leia mais

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes ITENS FUNDAMENTAIS Profª Angélica da Silva Nunes CONCEITOS BÁSICOS Hardware - é a parte física do computador, tais como: teclado, monitor de vídeo, etc. Software - são os programas e aplicativos que permitem

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Entender o mecanismo de um programa em C/C++ Apresentar e estrutura da Linguagem C/C++

Leia mais

Curso Prático de C++

Curso Prático de C++ Sumário Autor: Prof. Luiz Bianchi Universidade Regional de Blumenau FUNDAMENTOS... 3 Declaração de variáveis... 4 Tipos de dados... 4 Operador de atribuição... 5 Comentários... 5 Tipos modificados... 6

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013. Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo

Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013. Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013 Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo Problema 1 Suponha que soma (+) e subtração (-) são as únicas operações disponíveis em

Leia mais

Técnicas de Programação I

Técnicas de Programação I Técnicas de Programação I Conceitos básicos C/C++ Material baseado nas aulas da Profa. Isabel Harb Manssour http://www.inf.pucrs.br/~manssour/laproi, entre outros materias Operadores Aritméticos C++: Outros

Leia mais

Comando de Seleção: Switch

Comando de Seleção: Switch Linguagem de Programação C# Comando de Seleção: Switch Neste comando a execução segue os seguintes passos: 1. A expressão é avaliada; 2. O resultado da expressão é comparado com os valores das constantes

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Algoritmos e Programação Parte 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

compreender a importância de cada estrutura de controle disponível na Linguagem C;

compreender a importância de cada estrutura de controle disponível na Linguagem C; Aula 3 Estruturas de controle Objetivos Esperamos que, ao final desta aula, você seja capaz de: compreender a importância de cada estrutura de controle disponível na Linguagem C; construir programas em

Leia mais

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C onvertendo Algoritmos para a Linguagem Notas de Aula Prof. Francisco Rapchan www.geocities.com/chicorapchan O objetivo deste texto é mostrar alguns programas em, dando uma breve descrição de seu funcionamento

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 02 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Lógica de Programação Lógica de Programação é a técnica de criar sequências lógicas de ações para

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Aula Teórica 5: ciclos e funções Getchar e putchar Escrever e ler caracteres A função getchar da biblioteca stdio.h permite de receber exatamente um (1) carácter da o "teclado"ou stdin Definição: int getchar(void)

Leia mais

P r o g r a m a ç ã o d e C o m p u t a d o r e s 1 o S e m - 2 0 1 3 P r o f. A n d r é A m a r a n t e L u i z L A B 5 tag %2d while printf PE1:

P r o g r a m a ç ã o d e C o m p u t a d o r e s 1 o S e m - 2 0 1 3 P r o f. A n d r é A m a r a n t e L u i z L A B 5 tag %2d while printf PE1: Inteligência É a faculdade de criar objetos artificiais, especialmente ferramentas para fazer ferramentas. Henri Bergson. WHILE Além dos comandos if-else e switch, o controle de fluxo de um programa pode

Leia mais

Programação científica C++

Programação científica C++ Programação científica C++ NIELSEN CASTELO DAMASCENO Slide 4 Aluno que não sabe programar int main() { cout

Leia mais

Comandos If-else. Unesp Campus de Guaratinguetá. Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro. 5.

Comandos If-else. Unesp Campus de Guaratinguetá. Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro. 5. 5- A Lógica da Programação Comandos If-else Unesp Campus de Guaratinguetá Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro 1 5. A Lógica da programação 5.1 Introdução! Neste

Leia mais

Exercícios práticos - Folha 3

Exercícios práticos - Folha 3 Instalação e Manutenção de Redes e Serviços Informáticos PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS Exercícios práticos - Folha 3 Estruturas de decisão 1. Implemente um programa para ler do teclado o ano de nascimento do

Leia mais

ESTRUTURA DE UM PROGRAMA EM C++ Estrutura de um Programa em C++

ESTRUTURA DE UM PROGRAMA EM C++ Estrutura de um Programa em C++ ESTRUTURA DE UM PROGRAMA EM C++ Estrutura de um Programa em C++ #include { Este trecho é reservado para o corpo da função, com a declaração de suas variáveis locais, seus comandos e funções

Leia mais

Estrutura Condicional C++

Estrutura Condicional C++ Estrutura Condicional C++ Resumo3 Profª. Ivre Marjorie R. Machado Estrutura Condicional Na estrutura sequencial, todos os comandos são executados independente de qualquer coisa/condição Usando a estrutura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO. Estruturas de condição. Prof. Alex Camargo

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO. Estruturas de condição. Prof. Alex Camargo UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO Estruturas de condição Prof. Alex Camargo alexcamargoweb@gmail.com Estruturas de condição Estrutura condicional simples: Utilização da

Leia mais

Algoritmos e Programação usando a Linguagem C. Prof. MSc. Renato Afonso Cota Silva

Algoritmos e Programação usando a Linguagem C. Prof. MSc. Renato Afonso Cota Silva Algoritmos e Programação usando a Linguagem C Prof. MSc. Renato Afonso Cota Silva 1 2 Aula 1 Introdução à Linguagem C... 4 1.1 Introdução... 4 1.2 Fundamentos da Linguagem... 5 1.3 Comandos de Entrada

Leia mais

O comando switch. c Professores de ALPRO I 04/2012. Faculdade de Informática PUCRS. ALPRO I (FACIN) O comando switch 04/2012 1 / 31

O comando switch. c Professores de ALPRO I 04/2012. Faculdade de Informática PUCRS. ALPRO I (FACIN) O comando switch 04/2012 1 / 31 O comando switch c Professores de ALPRO I Faculdade de Informática PUCRS 04/2012 ALPRO I (FACIN) O comando switch 04/2012 1 / 31 Sumário 1 Relembrando... 2 Comando de Seleção (Parte III) Menus e o comando

Leia mais

Algoritmos e Técnicas de

Algoritmos e Técnicas de INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Algoritmos e Técnicas de Programação Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com eberton.marinho@ifrn.edu.br

Leia mais

Algoritmos e Programação. Curso de Engenharia de Produção Prof. Ms. Rogério Cardoso rogerio.cardoso@aedu.com professor@rogeriocardoso.com.

Algoritmos e Programação. Curso de Engenharia de Produção Prof. Ms. Rogério Cardoso rogerio.cardoso@aedu.com professor@rogeriocardoso.com. Algoritmos e Programação Curso de Engenharia de Produção Prof. Ms. Rogério Cardoso rogerio.cardoso@aedu.com professor@rogeriocardoso.com.br 2012 Conteúdo e Objetivos da Aula Introdução a Linguagem C Revisão

Leia mais

Linguagem C. TGSI Lógica de Programação / Linguagem C Prof. Marcos Roberto

Linguagem C. TGSI Lógica de Programação / Linguagem C Prof. Marcos Roberto Linguagem C O C nasceu na década de 70. Seu inventor, Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando um DEC PDP-11 rodando o sistema operacional UNIX. O C é derivado de uma outra linguagem: o B,

Leia mais

Programação de Computadores Primeiros Passos Práticos em C++

Programação de Computadores Primeiros Passos Práticos em C++ Programação de Computadores Primeiros Passos Práticos em C++ Alan de Freitas! Marco Antonio Carvalho Compilação de Programas O compilador é o responsável por transformar nosso código em um programa propriamente

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Algoritmos e Estruturas de Dados I Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Laboratório de AEDS 1 Aula 01 Linguagens de Programação Cada linguagem de programação obedece

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 5 Instruções de controle: Parte 2 Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 5.1 Introdução Instrução de repetição for Instrução de repetição do while Instrução de seleção

Leia mais

Módulo 4. Instruções for, while e do/while. Algoritmos e Estruturas de Dados I C++ (Rone Ilídio)

Módulo 4. Instruções for, while e do/while. Algoritmos e Estruturas de Dados I C++ (Rone Ilídio) Módulo 4 Instruções for, while e do/while Algoritmos e Estruturas de Dados I C++ (Rone Ilídio) Estrutura de repetição for Repete uma seqüência de comando O número de vezes que ocorrerá a repetição é controlado

Leia mais

Elementos de programação em C

Elementos de programação em C Elementos de programação em C Estruturas condicionais Francisco A. C. Pinheiro, Elementos de Programação em C, Bookman, 2012. Visite os sítios do livro para obter material adicional: www.bookman.com.br

Leia mais

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++ Edwar Saliba Júnior Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++ Belo Horizonte 2009 Sumário 1 Nota:... 2 2 Comandos e Palavras Reservadas:... 3 3 Dicas... 4

Leia mais

Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre

Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre Programação Engenharia Informática (11543) 1º ano, 1º semestre Tecnologias e Sistemas de Informação (6619) 1º ano, 1º semestre Cap. 02 Fundamentos de Linguagens Sumário : Linguagem, alfabeto e gramática

Leia mais

9 Comandos condicionais

9 Comandos condicionais 9 Comandos condicionais Um comando condicional é uma instrução empregada quando se deseja criar um desvio, isto é, a opção de executar-se ou não um determinado trecho de código, segundo uma condição. Em

Leia mais

Operadores unários de incremento/decremento. Ciclo for

Operadores unários de incremento/decremento. Ciclo for Sumário Operadores unários de incremento/decremento Ciclo for Fernando Mira da Silva 1 Operadores unários de incremento/decremento O incremento/decremento unitário de uma variável é uma operação tão frequente

Leia mais

14.1 Vetor - Problemas

14.1 Vetor - Problemas Problema 14: Um método de Criptografia consiste em substituir as letras de uma mensagem através do emparelhamento de alfabetos tal como dado abaixo. Construir um programa que codifica mensagens usando

Leia mais

Um Exemplo de Refatoração. Prof. Alberto Costa Neto DComp/UFS alberto@ufs.br

Um Exemplo de Refatoração. Prof. Alberto Costa Neto DComp/UFS alberto@ufs.br Um Exemplo de Refatoração Prof. Alberto Costa Neto DComp/UFS alberto@ufs.br Exemplo Programa para calcular e imprimir o valor devido por um cliente de uma vídeo locadora Filme códigopreço:int 1 * * 1 Locação

Leia mais

1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros.

1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros. Lista de exercícios: Grupo I - programa seqüênciais simples 1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros. 2. Fazer um programa

Leia mais

Linguagem de Programação I

Linguagem de Programação I Linguagem de Programação I Curso de Sistemas de Informação Karla Donato Fook karladf@ifma.edu.br DESU / DAI 2016 Linguagem de Programação C 2 1 Linguagem de Programação C Os programas em C consistem em

Leia mais

Conversão de Tipos e Arrays

Conversão de Tipos e Arrays Conversão de Tipos e Arrays Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Conversão de Tipos Permite converter

Leia mais

1 - INTRODUÇÃO: O QUE É C?

1 - INTRODUÇÃO: O QUE É C? 1 - INTRODUÇÃO: O QUE É C? C é uma linguagem de programação de computadores; Desenvolvida em 1972 por Dennis Ritchie no Bell Lab para uso no sistema operacional Unix; Foi amplamente aceita por oferecer

Leia mais

Unidade 12: Programas com Estruturas de Decisão Prof. Daniel Caetano

Unidade 12: Programas com Estruturas de Decisão Prof. Daniel Caetano Lógica de Programação para Engenharia 1 Unidade 12: Programas com Estruturas de Decisão Prof. Daniel Caetano EXERCÍCIO 1. Todos os meses as empresas precisam realizar o desconto de INSS do funcionário.

Leia mais

ESTRUTURAS CONDICIONAIS. Baseado nos slides de autoria de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza

ESTRUTURAS CONDICIONAIS. Baseado nos slides de autoria de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza ESTRUTURAS CONDICIONAIS Baseado nos slides de autoria de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza Estruturas de Controle ESTRUTURA SEQUENCIAL ESTRUTURA CONDICIONAL ESTRUTURA DE REPETIÇÃO 2 Estruturas Condicionais

Leia mais

Linguagem C (estruturas condicionais)

Linguagem C (estruturas condicionais) Linguagem C (estruturas condicionais) André Tavares da Silva atavares@joinville.udesc.br Comandos de Controle de Fluxo Todos os comandos devem ser terminados com um ;. { e são usados para delimitar um

Leia mais

Plano de Aula. if(condição) { bloco de comandos; } else { bloco de comandos2; }

Plano de Aula. if(condição) { bloco de comandos; } else { bloco de comandos2; } Instituto Federal de Santa Catarina - Câmpus Chapecó Ensino Médio Integrado em Informática - Módulo IV Unidade Curricular: Programação Estruturada Professora: Lara Popov Zambiasi Bazzi Oberderfer Plano

Leia mais

Introdução a Orientação a Objetos utilizando a Linguagem C++

Introdução a Orientação a Objetos utilizando a Linguagem C++ Introdução a Orientação a Objetos utilizando a Linguagem C++ Mini Curso: Introdução a Orientação a Objetos utilizando a Linguagem C++ duração: 30 horas Material editado por Tecgº. Carlos Henrique da Silva

Leia mais

Prof. Vania Gimenez.Notas de aula Lógica de programação- Este material não substitui os livros indicados no site no link bibliografia.

Prof. Vania Gimenez.Notas de aula Lógica de programação- Este material não substitui os livros indicados no site no link bibliografia. Prof. Vania Gimenez.Notas de aula Lógica de programação- Este material não substitui os livros indicados no site no link bibliografia. ---------------------------------------------------------------- Comandos

Leia mais

Orientação a Objetos. Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java. Gil Eduardo de Andrade

Orientação a Objetos. Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java. Gil Eduardo de Andrade Orientação a Objetos Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java Gil Eduardo de Andrade Conceitos: Orientação a Objeto Introdução Abordagem típica no desenvolvimento de sistemas complexos; Consiste

Leia mais

Decisão. Prof. Dr. Silvio do Lago Pereira. Departamento de Tecnologia da Informação Faculdade de Tecnologia de São Paulo

Decisão. Prof. Dr. Silvio do Lago Pereira. Departamento de Tecnologia da Informação Faculdade de Tecnologia de São Paulo Decisão Prof. Dr. Silvio do Lago Pereira Departamento de Tecnologia da Informação Faculdade de Tecnologia de São Paulo Valores lógicos C não oferece tipo de dados específico para valores lógicos. O número

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Programação Introdução a Linguagem C Construções Básicas Programa em C #include int main ( ) { Palavras Reservadas } float celsius ; float farenheit ; celsius = 30; farenheit = 9.0/5

Leia mais

INTRODUÇÃO AO JAVA PARA PROGRAMADORES C

INTRODUÇÃO AO JAVA PARA PROGRAMADORES C PROGRAMAÇÃO SERVIDOR EM SISTEMAS WEB INTRODUÇÃO AO JAVA PARA PROGRAMADORES C Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar a grande semelhança entre Java e C Apresentar a organização diferenciada

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

2. Constantes e Variáveis

2. Constantes e Variáveis 2. Constantes e Variáveis Neste capitulo veremos como os dados constantes e variáveis são manipulados pela linguagem C. O que são constantes inteiras, reais, caracteres e strings. Quais são as regras de

Leia mais

Comando Switch. Embora a escada if else-if possa executar testes de várias maneiras, ela não é de maneira nenhuma elegante.

Comando Switch. Embora a escada if else-if possa executar testes de várias maneiras, ela não é de maneira nenhuma elegante. Comando Switch Embora a escada if else-if possa executar testes de várias maneiras, ela não é de maneira nenhuma elegante. O código pode ficar difícil de ser seguido e confundir até mesmo o seu autor no

Leia mais

Q1 Q2 Q3 Nota. Departamento de Informática - PUC-Rio INF 1005 Programação I P2 20/10/2010. Aluno: Exemplo (apenas um exemplo!):

Q1 Q2 Q3 Nota. Departamento de Informática - PUC-Rio INF 1005 Programação I P2 20/10/2010. Aluno: Exemplo (apenas um exemplo!): Matrícula: Departamento de Informática - PUC-Rio Turma: Q1 Q2 Q3 Questão 1) (3.0 pontos) Uma empresa permite que seus funcionários façam chamadas internacionais a partir de seus ramais, mas mantém um registro

Leia mais

Módulo 1. Introdução. AEDS I C++ (Rone Ilídio)

Módulo 1. Introdução. AEDS I C++ (Rone Ilídio) Módulo 1 Introdução AEDS I C++ (Rone Ilídio) Introdução Linguagens de Programação Fonte Compilador Executável SO I Hardware C++ - Características Evolução do C, ou seja, possui a mesma sintaxe É uma linguagem

Leia mais

INF 1005 Programação I lista 12

INF 1005 Programação I lista 12 INF 1005 Programação I lista 12 Caracteres e cadeias de caracteres (strings) 1. [tarefa 42] Implemente e teste uma função que receba uma string como parâmetro e modifique essa string trocando todos os

Leia mais

LINGUAGEM C: DESCOMPLICADA. Prof. André R. Backes

LINGUAGEM C: DESCOMPLICADA. Prof. André R. Backes LINGUAGEM C: DESCOMPLICADA Prof. André R. Backes 1 COMANDOS DE CONTROLE CONDICIONAL Os programas escritos até o momento são programas sequeciais: um comando é executado após o outro, do começo ao fim do

Leia mais

Linguagem e Técnicas de Programação I Tipos de dados, variáveis e constantes. Prof. MSc. Hugo Souza Material desenvolvido por: Profa.

Linguagem e Técnicas de Programação I Tipos de dados, variáveis e constantes. Prof. MSc. Hugo Souza Material desenvolvido por: Profa. Linguagem e Técnicas de Programação I Tipos de dados, variáveis e constantes Prof. MSc. Hugo Souza Material desenvolvido por: Profa. Ameliara Freire Tipos de dados Os programas manipulam dados, armazenando-os

Leia mais

LTP-IV. Prof. Dr. Silvio do Lago Pereira. Departamento de Tecnologia da Informação Faculdade de Tecnologia de São Paulo

LTP-IV. Prof. Dr. Silvio do Lago Pereira. Departamento de Tecnologia da Informação Faculdade de Tecnologia de São Paulo LTP-IV Prof. Dr. Silvio do Lago Pereira Departamento de Tecnologia da Informação Faculdade de Tecnologia de São Paulo Contato e-mail: slago@ime.usp.br home page: www.ime.usp.br/~slago apostila: Linguagem

Leia mais

Curso C: Controle de Fluxo

Curso C: Controle de Fluxo Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Computação Curso C: Controle de Fluxo Prof. Ricardo Pezzuol Jacobi rjacobi@cic.unb.br O comando if if ( express o Ž verdadeira ) execute comando ou bloco

Leia mais

Estrutura de Dados. Prof. Gustavo Willam Pereira. Créditos: Profa. Juliana Pinheiro Campos

Estrutura de Dados. Prof. Gustavo Willam Pereira. Créditos: Profa. Juliana Pinheiro Campos Estrutura de Dados Prof. Gustavo Willam Pereira Créditos: Profa. Juliana Pinheiro Campos ESTRUTURAS DE DADOS Ementa Introdução à Linguagem C. Recursividade. Alocação dinâmica de memória. Conceito de tipos

Leia mais

ATENÇÃO!!! 12-01-2005 Rui Morgado - TLP 2

ATENÇÃO!!! 12-01-2005 Rui Morgado - TLP 2 Ciclos Exercícios ATENÇÃO!!! Depois de executar o exercício no editor da linguagem de programação C, copie o código para o bloco de notas (dê como nome ao ficheiro o n.º do exercício e o seu nome) e guarde

Leia mais

Estruturas%de%seleção%

Estruturas%de%seleção% Estruturas'de'seleção' 93% Execução'condicional' Etapa'em'um'programa'onde'uma'condição'é'avaliada'e,'dependendo'do' resultado,'diferentes'ações'podem'ser'realizadas.' 94% Condicional'simples' Uma'ou'mais'ações'serão'executadas'se,'

Leia mais

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C Resumo da Matéria de Linguagem de Programação Linguagem C Vitor H. Migoto de Gouvêa 2011 Sumário Como instalar um programa para executar o C...3 Sintaxe inicial da Linguagem de Programação C...4 Variáveis

Leia mais

Estrutura Condicional em Java

Estrutura Condicional em Java Estrutura Condicional em Java Linguagem de Programação 1 O Java contém três tipos de instruções de seleção. A instrução if realiza uma ação se uma condição for verdadeira ou pula a ação se a condição for

Leia mais

Algoritmo para converter uma temperatura em Fahrenheit para Celsius

Algoritmo para converter uma temperatura em Fahrenheit para Celsius Algoritmo e Programação Algoritmo para converter uma temperatura em Fahrenheit para Celsius Conversão: Celsius -> Fahrenheit F = C 1,8 + 32 Fahrenheit -> Celsius C = ( F 32) / 1,8 1 Formas de representar

Leia mais

Estruturas de Decisão. Adaptado de Deise Saccol

Estruturas de Decisão. Adaptado de Deise Saccol Estruturas de Decisão Adaptado de Deise Saccol 1 ESTRUTURAS DE DECISÃO Comandos de decisão ou desvio fazem parte das técnicas de programação, para construir estruturas de algoritmos que não são totalmente

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

Conceitos básicos da linguagem C

Conceitos básicos da linguagem C Conceitos básicos da linguagem C 2 Em 1969 Ken Thompson cria o Unix. O C nasceu logo depois, na década de 70. Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando o sistema operacional UNIX criado por

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO EM TURBO C DESCRIÇÃO DO PROGRAMA. Introdução e conceitos básicos

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO EM TURBO C DESCRIÇÃO DO PROGRAMA. Introdução e conceitos básicos CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO EM TURBO C Introdução e conceitos básicos DESCRIÇÃO DO PROGRAMA a) Comandos e manipulação do editor ; b) Estrutura básica de um programa em C ; c) Declaração de constantes e

Leia mais

Linguagem C: Estruturas de Controle. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Linguagem C: Estruturas de Controle. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Linguagem C: Estruturas de Controle Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Estrutura de Controle e de Fluxo Comandos de Seleção: O comando if; Ifs Aninhados; A escada if-else-if; A expressão condicional;

Leia mais

INF 1007 Programação II

INF 1007 Programação II INF 1007 Programação II Aula 05 Cadeias de Caracteres Edirlei Soares de Lima Caracteres Caracteres são representados através de códigos numéricos. Tabela de códigos: Define correspondência

Leia mais

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C Edwar Saliba Júnior Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C Belo Horizonte 2010 Sumário 1 Nota:... 2 2 Comandos e Palavras Reservadas:... 3 3 Dicas... 4 3.1 Strings

Leia mais

A Pilha. Aula 02. DPEE 1038 Estrutura de Dados para Automação Curso de Engenharia de Controle e Automação Universidade Federal de Santa Maria

A Pilha. Aula 02. DPEE 1038 Estrutura de Dados para Automação Curso de Engenharia de Controle e Automação Universidade Federal de Santa Maria Engenharia de CONTROLE e AUTOMAÇÃO A Pilha Aula 02 DPEE 1038 Estrutura de Dados para Automação Curso de Engenharia de Controle e Automação Universidade Federal de Santa Maria beltrame@mail.ufsm.br 1/5

Leia mais

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream>

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream> Aula 1 C é uma linguagem de programação estruturada desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios Bell entre 1969 e 1972; Algumas características: É case-sensitive, ou seja, o compilador difere letras

Leia mais

Programação em linguagem C EA870 - FEEC - Unicamp

Programação em linguagem C EA870 - FEEC - Unicamp Programação em linguagem C EA870 - FEEC - Unicamp Introdução à linguagem C, para programação de microcontroladores HC11, utilizando o compilador ICC11 Murillo Fernandes Bernardes bernarde@fee.unicamp.br

Leia mais

String em C++ Verificando o tamanho da string

String em C++ Verificando o tamanho da string String em C++ Uma das formas de se manipular cadeias de caracteres, também chamadas de strings em C+ + é armazená-las como vetores de char. Esta é a forma tradicional utilizada pela linguagem C. Então,

Leia mais

Disciplina Informática e Computação CMP 1060

Disciplina Informática e Computação CMP 1060 Disciplina Informática e Computação CMP 1060 Prof. MSc Mário Oliveira Orsi 03/08/2011 AULA 01 Roteiro da 1 a aula Objetivo: Apresentação da disciplina Atividades: Apresentação e Distribuição do Programa.

Leia mais

Introdução à Linguagem C

Introdução à Linguagem C Prof a.dr a.thatyana de Faria Piola Seraphim (ECO) Prof.Dr.Enzo Seraphim (ECO) Universidade Federal de Itajubá thatyana@unifei.edu.br seraphim@unifei.edu.br Introdução - História A linguagem de programação

Leia mais

Mar 13, 2009 Roteiro Entrada & Saída Contêineres Algoritmos Exemplos Leitura simples #include // cin, cout, endl int a; float b; cin >> a >> b; if (cin) cout

Leia mais

Aula 3 Desvio Condicional

Aula 3 Desvio Condicional Aula 3 Desvio Condicional ROTEIRO DA AULA Desvio Condicional Simples Desvio Condicional Composto Desevio Condicional Aninhado Desvio Condicional em JAVA 2 DESVIO CONDICIONAL Um desvio condicional é usado

Leia mais

Programação em Linguagem C 1 CONCEITOS PRELIMINARES

Programação em Linguagem C 1 CONCEITOS PRELIMINARES Linguagem C Índice 1 Conceitos preliminares...1 1.1 Microcomputadores padrão Intel x86...1 1.2 Modos de memória nos microcomputadores...3 1.3 O sistema operacional...3 2 Introdução a Linguagem C...4 2.1

Leia mais

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C Resumo da Introdução de Prática de Programação com C A Linguagem C O C nasceu na década de 70. Seu inventor, Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando um DEC PDP-11 rodando o sistema operacional

Leia mais

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++ Fundamentos de Programação II Introdução à linguagem de programação C++ Prof. Rafael Henrique D. Zottesso Material cedido por Prof. Msc. Everton Fernando Baro Agenda IDE HelloWorld Variáveis Operadores

Leia mais