XXVII Reunião Anual da FeSBE Raquel Coêlho Coordenação Geral do Programa de Pesquisa em Saúde

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "XXVII Reunião Anual da FeSBE Raquel Coêlho Coordenação Geral do Programa de Pesquisa em Saúde"

Transcrição

1 Fomento à ciência, tecnologia e inovação na saúde e ciências biomédicas. XXVII Reunião Anual da FeSBE Raquel Coêlho Coordenação Geral do Programa de Pesquisa em Saúde

2 Visão de Futuro do CNPq Ser uma instituição de reconhecida excelência na promoção da Ciência, Tecnologia e Inovação como elementos centrais do pleno desenvolvimento da Nação Brasileira

3 Avanço recente no Brasil criação dos Fundos Setoriais de C&T início da recuperação do FNDCT novos formatos de financiamento estruturação de redes de pesquisa Programa de Núcleos de Excelência - PRONEX Institutos do Milênio editais universais

4 Atenção Internacional

5 Atenção Internacional

6 Pesquisa, desenvolvimento e inovação 1 Empresas Institutos tecnológicos Universidades

7 Produção Científica Países com maior participação percentual em relação ao total 1 EUA 2 CHINA 3 Reino Unido 4 Alemanha 5 Japão 6 França 7 Canadá 8 Itália 9 Espanha 10 Índia 11 Coreia do Sul 12 Austrália 13 Brasil 14 Holanda 15 Rússia Ranking Produção científica e Inovação Inovação Ranking Global de Inovação 1 Suíça 2 Suécia 3 Singapura 4 Hong Kong 5 Finlandia 6 Dinamarca 7 EUA 8 Canada 9 Holanda 10 Reino Unido 29 China 47 Brasil 56 Rússia Fonte: Institute for Scientific Information Fonte:The Global Innovationindex 2011

8 Número de artigos brasileiros publicados (periódicos científicos indexados pela Thomson/ISI e participação percentual do Brasil na América Latina e no mundo, ) Patentes (Patentes triádicas) Número por milhão de habitantes (2007) Fonte: OECD Factbook 2010: Economic, Environmental and Social Statistics - ISBN OECD 2010

9 Inovação: Falta de Protagonismo da Empresa Dispêndio Público e Privado em P&D (% PIB) Empresas Governo Fonte: 2010* estimativa 9

10 Número de concluintes de cursos de graduação, 2000 a 2009 Total e Engenharias e participação percentual das Engenharias Total Engenharias Participação das Engenharias 10 Fonte: MCT

11 Mestres e Doutores Titulados Anualmente ,8 mil mestres* titulados em ,4 mil doutores titulados em Fonte: MCT

12 Fonte: MCT Bolsas de estudo no exterior concedida por instituições federais Grandes áreas temáticas

13 Pesquisadores por milhão de habitantes Desenvovidos Média mundial Brasil 2007 Baseado em dados do UNESCO Report, 2010

14 Inovação como Foco da nova Política Industrial O Brasil precisa INOVAR

15 Como superar estes desafios? Investir na formação de pessoal altamente qualificado nas competências e habilidades necessárias para o avanço da economia do conhecimento Foco nos grandes desafios nacionais Engenharias e demais áreas tecnológicas Áreas Estratégicas Promoção da P&D&I empresarial

16 Decuplicar o número de empresas inovadoras (passar de 3% para 30%). Decuplicar o número de patentes/ano (400>4.000) Metas de C&T&I para 2022 Programa nuclear: Assegurar independência na produção do combustível nuclear. Programa espacial: Dominar as tecnologias de fabricação de satélites e veículos lançadores.

17 Metas de C&T&I para 2022 Ampliar os investimentos em P&D para 2-2,5% do PIB (1/2 das empresas). Dobrar o número de bolsas/ano concedidas pelo CNPq e pela Capes. Ter 450 mil pesquisadores (2/1000 habitantes). Alcançar 5% da produção científica mundial. Triplicar o número de engenheiros formados. Dominar as tecnologias de microeletrônica e de produção de fármacos.

18 Instrumentos de Apoio Bolsas: PIBIC; Pós-Graduação; Pós-Doc; Produtividade em Pesquisa; Ciência sem Fronteiras Fomento à Pesquisa (Chamadas): Universal; INCTs; Editais temáticos Convênios: FAPs

19 Chamadas * Tradicionais: o Universal o Casadinho o Realização de eventos o Editoração o Jovens Pesquisadores * Em parceria com FAP s: o Pronex o Programa Primeiros Projetos o Pronem o PPSUS * Temáticos: o Fundos Setoriais o Ministérios o Outros parceiros * INCTs

20 Temas de Ações Específicas em Saúde Assistência Farmacêutica, Bioética, Sistema CEPs/CONEP, Alimentação, Nutrição e Promoção da Alimentação e Modos de Vida Saudáveis, Baixada Santista, Pesquisas Avaliativas em Atenção Básica à Saúde, Saúde dos Povos Indígenas, Avaliação Econômica e Análise de Custos, Hanseníase, BR 163, Terapia Celular, Biotérios, RENORBIO, Determinantes Sociais da Saúde, Saúde da Pessoa com Deficiência, Saúde da População Negra e Saúde da População Masculina, Doenças Negligenciadas, Contaminação Ambiental, Gestão em Saúde, Genética Clínica, Envelhecimento Populacional e a Saúde do Idoso, Fármacos e insumos farmacêuticos (facilities), Avaliação de tecnologias de saúde, Equipamentos para tratamento e diagnóstico médicohospitalar, bioprodutos, Saúde Bucal, Saúde Mental, Hipertensão, Saúde da Mulher, Kits Diagnósticos para Dengue, Doenças tropicais em geral

21 CNPq/FAP s Ampliação e descentralização dos recursos financeiros alocados aos estados Desconcentração de recursos humanos capacitados Estabelecimento de prioridades e de políticas que respeitem as especificidades regionais Consolidação dos Sistemas Estaduais de Ciência, Tecnologia e Inovação

22 Programa Pesquisa para o SUS (PPSUS) Financiamento de pesquisas aplicáveis ao SUS e de interesse dos Estados Parceria no âmbito federal (MS/DECIT e MCT/CNPq) via termo de cooperação; e no âmbito estadual (CNPq e Fundações de Amparo/ Secretarias de Saúde), via convênios Fortalecimento da política científica e tecnológica em saúde nos estados Definição de prioridades de pesquisa coordenada pelas SES em conjunto com as FAPs, com base em seminários e oficinas de trabalho, e na análise dos indicadores de ciência e de saúde do estado

23 PPSUS parceria MS/CNPq/FAP's , /5 2006/7 2008/9 2011/ /13 (est.) MS Estados em R$ mi

24 Estatísticas do Financiamento

25 Estatísticas do Financiamento por área (em R$ mil) CNPq Saúde % Saúde 20,43% 23,19% 23,53% 21,12%

26 investimentos (em R$ milhões) Investimentos área de Saúde por linha de ação 400 5, ,6 208,5 4, ,2 153,2 213, , ,4 128,4 164,4 97, Bolsas no Exterior Bolsas no País Auxílios à Pesquisa

27 Distribuição do fomento à pesquisa em saúde 2011 por região

28 Investimentos na área de Saúde comparativo

29

30

31

32

33 Objetivos do Programa Avanço da ciência, tecnologia, inovação e competitividade industrial através da expansão da mobilidade internacional Aumentar a presença de estudantes e pesquisadores brasileiros em instituições de excelência no exterior Fortalecer a internacionalização das universidades brasileiras Aumentar o conhecimento inovador das indústrias brasileiras Atrair jovens talentos e pesquisadores altamente qualificados para trabalhar no Brasil

34 Áreas Prioritárias Engenharias e demais Áreas Tecnológicas Ciências Exatas e da Terra Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde Computação e Tecnologias da Informação Tecnologia Aeroespacial Fármacos Produção Agrícola Sustentável Petróleo, Gás e Carvão Mineral Energias Renováveis Tecnologia Mineral Materiais Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais Biodiversidade e Bioprospecção Ciências do Mar Indústria Criativa Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva Formação de Tecnólogos Biotecnologia Nanotecnologia e Novos

35 Modalidades de Bolsas e Metas Globais Modalidades de Bolsas e Metas Globais ( ) Graduação-sanduíche no exterior (1 ano) Doutorado-sanduíche no exterior (1 ano) Doutorado Integral no exterior (4 anos) Pós-doutorado no exterior ( 1ou 2 anos) Brasil Jovens cientistas de grande talento (3 anos) 860 Pesq Visitantes Especiais no Brasil (3 anos) 390 Total de bolsas do governo Total de bolsas das empresas (distribuídas entre as modalidades) Total de bolsas

36 Area Prioritaria do CsF GDE PDE SWE SWG Total Biodiversidade e Bioprospecção Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde Biotecnologia Ciência da Vida Fármacos

37 Obrigada! Raquel Coêlho

Aloizio Mercadante. Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia. UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO

Aloizio Mercadante. Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia. UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Leia mais

1º Congresso da Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde - I CIMES Painel: Fomento, Preços, Compras e Encomendas

1º Congresso da Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde - I CIMES Painel: Fomento, Preços, Compras e Encomendas 1º Congresso da Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde - I CIMES Painel: Fomento, Preços, Compras e Encomendas São Paulo, 10 de abril de 2012 Ranking Produção científica & Inovação Produção Científica

Leia mais

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO. Aloizio Mercadante. Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO. Aloizio Mercadante. Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Leia mais

Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais da CAPES

Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais da CAPES COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR FÓRUM DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Educação Superior para o Desenvolvimento Nacional Denise de Menezes Neddermeyer Diretora de Relações Internacionais

Leia mais

XCIX Reunião Ordinária Andifes

XCIX Reunião Ordinária Andifes XCIX Reunião Ordinária Andifes Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia Brasília, 24 de março de 2011 O Desenvolvimento Brasileiro: Perspectiva Histórica Taxas Médias do Crescimento

Leia mais

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO. Julho 2011

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO. Julho 2011 UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO. Julho 2011 O Papel Central do Conhecimento na Economia Global do Século XXI Ciência Tecnologia Riqueza O Brasil Exemplos

Leia mais

Ciência sem Fronteiras : O Programa Brasileiro de Mobilidade Científica no CNPq/MCT

Ciência sem Fronteiras : O Programa Brasileiro de Mobilidade Científica no CNPq/MCT Ciência sem Fronteiras : O Programa Brasileiro de Mobilidade Científica no CNPq/MCT Objetivos Avanço da ciência brasileira em tecnologia, inovação e competitividade, através da expansão da mobilidade internacional:

Leia mais

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Objetivos do Programa Oferecer 101 mil bolsas de estudo no exterior para que nossos mais talentosos estudantes de graduação,

Leia mais

Seminário Internacional Portugal - Brasil

Seminário Internacional Portugal - Brasil UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Gustavo Santos ast.porto@itamaraty.gov.br Setor de Cooperação Científica Superior Consulado-Geral do Brasil no Porto Seminário

Leia mais

Estratégias do CNPq para a Pesquisa e Inovação

Estratégias do CNPq para a Pesquisa e Inovação Estratégias do CNPq para a Pesquisa e Inovação Dr. Glaucius Oliva Presidente CNPq Publicações Matrículas no Ensino Superior Docentes com Doutorado Orçamento - MCTI Orçamento - CNPq Orçamento - Capes Orçamento

Leia mais

Desafios da Inovação no Brasil

Desafios da Inovação no Brasil Jornada pela Inovação Audiência Pública Comissão de Ciência e Tecnologia Senado Federal Desafios da Inovação no Brasil Glauco Arbix Finep Brasília, 25 de maio de 2011 FINEP Empresa pública federal, não

Leia mais

A FAPEMIG E AS LEIS DE INOVAÇÃO : AÇÃO EFETIVA. Paulo Kleber Duarte Pereira Diretor da FAPEMIG

A FAPEMIG E AS LEIS DE INOVAÇÃO : AÇÃO EFETIVA. Paulo Kleber Duarte Pereira Diretor da FAPEMIG A FAPEMIG E AS LEIS DE INOVAÇÃO : AÇÃO EFETIVA Paulo Kleber Duarte Pereira Diretor da FAPEMIG À margem das dificuldades macro econômicas das últimas décadas, a Inovação Tecnológica no Brasil não se processou

Leia mais

FATEC Mogi Mirim. FATEC MOGI MIRIM Agosto / 2014

FATEC Mogi Mirim. FATEC MOGI MIRIM Agosto / 2014 FATEC Mogi Mirim FATEC MOGI MIRIM Agosto / 2014 x O que é o programa Ciência sem Fronteiras CsF? Busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da

Leia mais

Marco Legal da Inovação. Igor Cortez - CNI

Marco Legal da Inovação. Igor Cortez - CNI Marco Legal da Inovação Igor Cortez - CNI Australia Austria Belgica Canada Dinamarca Finlândia França Alemanha Irlanda Itália Japão Coreia do Sul Holanda Nova Zelândia Espanha Suécia Suíca Reino Unido

Leia mais

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO

UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Objetivos do Programa Avanço da ciência, tecnologia, inovação e competitividade industrial através da expansão da mobilidade

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE

FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE FACULDADES INTEGRADAS MARIA THEREZA E PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE O PROGRAMA: Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização

Leia mais

FINEP Financiadora de Estudos e Projetos

FINEP Financiadora de Estudos e Projetos FINEP Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Estratégias de Inovação A Nova Estratégia Internacional do Brasil: Investimentos, Serviços e Inovação na Agenda Externa São Paulo,

Leia mais

Treinar até 101.000 estudantes e pesquisadores brasileiros nas melhores universidades do mundo em áreas vinculadas à Tecnologia Ciência e Inovação.

Treinar até 101.000 estudantes e pesquisadores brasileiros nas melhores universidades do mundo em áreas vinculadas à Tecnologia Ciência e Inovação. UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Objetivos Treinar até 101.000 estudantes e pesquisadores brasileiros nas melhores universidades do mundo em áreas vinculadas

Leia mais

Ciência sem Fronteiras: Desafios e Oportunidades

Ciência sem Fronteiras: Desafios e Oportunidades Ciência sem Fronteiras: Desafios e Oportunidades Glaucius Oliva Presidente CNPq Jorge Almeida Guimãrães Presidente da CAPES Brasil em 1950 Pouquíssimos cientistas e pesquisadores Falta de ambiente de pesquisa

Leia mais

ANO INTERNACIONAL DA QUÍMICA/FAPESP. A Química no Contexto da Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação. Ronaldo Mota

ANO INTERNACIONAL DA QUÍMICA/FAPESP. A Química no Contexto da Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação. Ronaldo Mota ANO INTERNACIONAL DA QUÍMICA/FAPESP A Química no Contexto da Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação Ronaldo Mota (Secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação/MCTI) São Paulo, SP, 05 de outubro

Leia mais

Marcos da Evolução do Sistema Brasileiro de Ciência e Tecnologia

Marcos da Evolução do Sistema Brasileiro de Ciência e Tecnologia Marcos da Evolução do Sistema Brasileiro de Ciência e Tecnologia 1950 1960 1951 Criação do Conselho Nacional de Pesquisas e da CAPES CNPq e CAPES apóiam estudantes e pesquisadores individuais (bolsas e

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB. Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação - PRPI Coordenação de Pesquisa - CDPQ

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB. Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação - PRPI Coordenação de Pesquisa - CDPQ CNPq/ CHAMADA MCTI/CNPq/UNESCO/HIDROEX Nº 10/2013 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB Ag. Edital Inscrições Objetivo Áreas de interesse

Leia mais

SEMINÁRIO GESTÃO DE TECNOLOGIA E INOVAÇÃO EM SAÚDE

SEMINÁRIO GESTÃO DE TECNOLOGIA E INOVAÇÃO EM SAÚDE SEMINÁRIO GESTÃO DE TECNOLOGIA E INOVAÇÃO EM SAÚDE Marcelo Morales Diretor de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde CNPq Salvador Bahia 03/09/2015 MISSÃO Fomentar a Ciência, Tecnologia e Inovação e

Leia mais

Universidade Estadual do Ceará Escritório de Cooperação Internacional ECInt/UECE. Oportunidades de Intercâmbio no Exterior Profa.

Universidade Estadual do Ceará Escritório de Cooperação Internacional ECInt/UECE. Oportunidades de Intercâmbio no Exterior Profa. Universidade Estadual do Ceará Escritório de Cooperação Internacional ECInt/UECE Oportunidades de Intercâmbio no Exterior Profa. Sonia Castro Porque buscar uma experiência no exterior? Desejo? Experimentar

Leia mais

Desafios e Oportunidades para a Cooperação Científica Global

Desafios e Oportunidades para a Cooperação Científica Global Desafios e Oportunidades para a Cooperação Científica Global Dr. Glaucius Oliva Presidente CNPq 1 Grandes Avanços da Ciência no Brasil nas últimas décadas Crescimento e desconcentração da C&T no Brasil:

Leia mais

Marco Regulatório e Planos de Governo

Marco Regulatório e Planos de Governo Marco Regulatório e Planos de Governo 1999: Criação dos Fundos setoriais 2004: Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior (PITCE) 2004: Lei da Inovação Nova Lei de Informática Lei de criação

Leia mais

SEMINÁRIO ANDIFES. Ana Gabas Assessora do Ministro Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação MCTI

SEMINÁRIO ANDIFES. Ana Gabas Assessora do Ministro Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação MCTI SEMINÁRIO ANDIFES Ana Gabas Assessora do Ministro Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação MCTI Brasília, 13 de março de 2012 Percentual do PIB aplicado em C,T&I Comparação Internacional Fontes: Main

Leia mais

Políticas de Propriedade

Políticas de Propriedade Políticas de Propriedade Intelectual Rubens de Oliveira Martins SETEC/MCT Ministério da Ciência e Tecnologia Propriedade Intelectual Conceito: sistema de proteção que gera direito de propriedade ou exclusividade

Leia mais

SETORIAIS VISÃO GERAL

SETORIAIS VISÃO GERAL MCT FUNDOS SETORIAIS VISÃO GERAL Financiamento de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil RECURSOS GOVERNAMENTAIS IMPOSTOS e TAXAÇÃO SISTEMA DE CT&I Universidades Centros de Pesquisas Empresas do Governo

Leia mais

A INTERNACIONALIZAÇÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS. Andifes BSB, Março 2012

A INTERNACIONALIZAÇÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS. Andifes BSB, Março 2012 A INTERNACIONALIZAÇÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS Andifes BSB, Março 2012 Organograma Conselho Deliberativo Presidencia GPR AUD PROJUR Ouvidoria DABS DCOI DGTI DEHS Estrutura da Diretoria Diretoria de Cooperação

Leia mais

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR Sistema Brasileiro de Apoio à Ciência, Tecnologia e Formação de Recursos Humanos Os números indicam o ano de criação das Agências. Fonte:

Leia mais

Desafios para Ciência e Tecnologia no Brasil

Desafios para Ciência e Tecnologia no Brasil 1 REVISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO, NÚMERO 1, OUTUBRO 2011 Desafios para Ciência e Tecnologia no Brasil Sergio Machado Rezende Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE rezende@df.ufpe.br

Leia mais

Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional. Plano de Ação 2007-2010. Comissão de C&T&I&C&I Senado Federal 17 de abril de 2008

Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional. Plano de Ação 2007-2010. Comissão de C&T&I&C&I Senado Federal 17 de abril de 2008 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional Plano de Ação 2007-2010 Comissão de C&T&I&C&I Senado Federal 17 de abril de 2008 Política de Estado Configuração da Política Gestão Compartilhada

Leia mais

Ciência, Tecnologia e Inovação: Estratégia para o país

Ciência, Tecnologia e Inovação: Estratégia para o país Ciência, Tecnologia e Inovação: Estratégia para o país Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação Brasília, 14 de dezembro de 2011 Baixo Crescimento das Economias Maduras Dívida

Leia mais

Ciência, Tecnologia e Inovação Estratégia para o desenvolvimento do Brasil

Ciência, Tecnologia e Inovação Estratégia para o desenvolvimento do Brasil Ciência, Tecnologia e Inovação Estratégia para o desenvolvimento do Brasil José Antônio Silvério Coordenador de Capacitação Tecnológica Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 1 Plano Brasil

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação FINEP 2012-2014: investir mais e melhor em Inovação Agenda O Desafio da Inovação A FINEP Instrumentos de Apoio (Reembolsável, Não Reembolsável, Fundos) Números

Leia mais

Oferecer oportunidade de estudo e estágio a discentes brasileiros em universidades de excelência;

Oferecer oportunidade de estudo e estágio a discentes brasileiros em universidades de excelência; UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Objetivos do Programa Oferecer oportunidade de estudo e estágio a discentes brasileiros em universidades de excelência;

Leia mais

Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional. Plano de Ação 2007-2010. Resumo

Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional. Plano de Ação 2007-2010. Resumo Ministério da Ciência e Tecnologia Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional Plano de Ação 2007-2010 Resumo Investir e inovar para crescer Sumário Apresentação...5 Prioridades Estratégicas

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CsF N 01/2011

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CsF N 01/2011 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CsF N 01/2011 O Reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, com vistas à chamada para a seleção de alunos

Leia mais

REUNIÃO COM OS COORDENADORES INSTITUCIONAIS DO PROGRAMA. Brasília, 07 de outubro de 2014.

REUNIÃO COM OS COORDENADORES INSTITUCIONAIS DO PROGRAMA. Brasília, 07 de outubro de 2014. REUNIÃO COM OS COORDENADORES INSTITUCIONAIS DO PROGRAMA Brasília, 07 de outubro de 2014. O Programa Ciência sem Fronteiras busca a consolidação e expansão da ciência, tecnologia, inovação e competitividade

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB. Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação - PRPI Coordenação de Pesquisa - CDPQ

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB. Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação - PRPI Coordenação de Pesquisa - CDPQ CNPq Chamada CNPq N º 12/2013 Cooperação MCTI-CNPq/DBT (Índia) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília - IFB Ag. Edital Inscrições Objetivo Áreas de interesse 22/04/2013 a Apoiar

Leia mais

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013)

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Presidente: SENADOR CRISTOVAM BUARQUE Vice-Presidente: SENADOR HÉLIO JOSÉ Relator: SENADOR OMAR AZIZ Proposta de Plano de Trabalho Avaliação de

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA UNICESUMAR

REGULAMENTO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA UNICESUMAR 1 REGULAMENTO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA UNICESUMAR Com a finalidade de acompanhar a participação de seus estudantes de graduação APROVADOS no Programa Ciência sem Fronteiras (PCsF), o Centro

Leia mais

Desenvolvimento Científico-Tecnológico e Soberania Nacional. Thyrso Villela Agência Espacial Brasileira - AEB MCTI

Desenvolvimento Científico-Tecnológico e Soberania Nacional. Thyrso Villela Agência Espacial Brasileira - AEB MCTI Desenvolvimento Científico-Tecnológico e Soberania Nacional Thyrso Villela Agência Espacial Brasileira - AEB MCTI Soberania refere-se à entidade que não conhece superior na ordem externa Relaciona-se a

Leia mais

Juliana Kumbartzki Ferreira csf@contato.ufsc.br www.sinter.ufsc.br Telefone: 3721-8739

Juliana Kumbartzki Ferreira csf@contato.ufsc.br www.sinter.ufsc.br Telefone: 3721-8739 Juliana Kumbartzki Ferreira csf@contato.ufsc.br www.sinter.ufsc.br Telefone: 3721-8739 Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência

Leia mais

FINEP - Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação

FINEP - Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação FINEP - Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Fomento à Inovação no Brasil Desenvolvimento e Sustentabilidade ALIDE Fortaleza, maio 2010 FINEP Empresa pública federal, vinculada

Leia mais

1ª CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) PROCESSO SELETIVO INTERNO DO CsF RESOLUÇÃO 04/2013

1ª CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) PROCESSO SELETIVO INTERNO DO CsF RESOLUÇÃO 04/2013 1ª CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS (CsF) PROCESSO SELETIVO INTERNO DO CsF RESOLUÇÃO 04/2013 Ciência sem Fronteiras é um programa do Governo Federal que busca promover a consolidação, expansão

Leia mais

Objetivos do Programa

Objetivos do Programa UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO Objetivos do Programa Oferecer 100 mil bolsas de estudo no exterior para que nossos mais talentosos estudantes de graduação,

Leia mais

Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal

Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal Brasília 22 de março o de 2009 Inovação Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NUFFIC (Organização Neerlandesa para Cooperação Internacional em Educação Superior) Nº 116/2012

Leia mais

Instituto de Engenharia

Instituto de Engenharia Instituto de Engenharia Os Caminhos da Engenharia Brasileira A Engenharia como Principal Vetor para a Inovação e Competitividade Benedito G. Aguiar Neto Reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie Introdução

Leia mais

Programa Ciência Sem Fronteiras (CsF) Palestra de apresentação do programa

Programa Ciência Sem Fronteiras (CsF) Palestra de apresentação do programa Programa Ciência Sem Fronteiras (CsF) Palestra de apresentação do programa D.Sc. Emílio G. F. Mercuri Departamento de Engenharia Ambiental (DEA) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental (CGEA) Universidade

Leia mais

Relatório de Gestão 2006

Relatório de Gestão 2006 Relatório de Gestão 2006 1. PROGRAMA:- Ciência, Tecnologia e Inovação para a Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior (PITCE) - ( 1388 ). 1.1.OBJETIVOS: 1.1.1.Objetivo Geral: Desenvolver

Leia mais

FINEP Agência Brasileira da Inovação Ministério da Ciência e Tecnologia Instrumentos FINEP de apoio à Inovação

FINEP Agência Brasileira da Inovação Ministério da Ciência e Tecnologia Instrumentos FINEP de apoio à Inovação FINEP Agência Brasileira da Inovação Ministério da Ciência e Tecnologia Instrumentos FINEP de apoio à Inovação São Paulo, Junho de 2009 FINEP Agência Brasileira da Inovação Empresa pública vinculada ao

Leia mais

LEI DE INOVAÇÃO Regulamentação e Medidas Tributárias Favoráveis às atividades de Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação nas Empresas

LEI DE INOVAÇÃO Regulamentação e Medidas Tributárias Favoráveis às atividades de Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação nas Empresas LEI DE INOVAÇÃO Regulamentação e Medidas Tributárias Favoráveis às atividades de Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação nas Empresas 8 REPICT Encontro de Propriedade Intelectual e Comercialização

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSAS PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS-CsF GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR SWG

EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSAS PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS-CsF GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR SWG UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ UNISC ASSESSORIA PARA ASSUNTOS INTERNACIONAIS E INTERINSTITUCIONAIS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSAS PROGRAMA CIÊNCIA

Leia mais

Inovação no Brasil nos próximos dez anos

Inovação no Brasil nos próximos dez anos Inovação no Brasil nos próximos dez anos XX Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas XVIII Workshop ANPROTEC Rodrigo Teixeira 22 de setembro de 2010 30/9/2010 1 1 Inovação e

Leia mais

Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação

Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação Recursos Humanos Universidade Petrobras Brasil 12 a 14 de novembro Hotel Transamérica São Paulo. 2 Petrobras A PETROBRAS Atua como

Leia mais

ENCTI. C,T&I: Protagonistas do Desenvolvimento Sustentável. Ministro Marco Antonio Raupp. Estratégia Nacional 2012 2015 Ciência, Tecnologia e Inovação

ENCTI. C,T&I: Protagonistas do Desenvolvimento Sustentável. Ministro Marco Antonio Raupp. Estratégia Nacional 2012 2015 Ciência, Tecnologia e Inovação C,T&I: Protagonistas do Desenvolvimento Sustentável Ministro Marco Antonio Raupp Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI) Aprovada pelo CCT em 15 de dezembro de 2011 Elaborada com

Leia mais

Avaliação do Fomento à Inovação no Brasil

Avaliação do Fomento à Inovação no Brasil Avaliação do Fomento à Inovação no Brasil Pedro Wongtschowski Grupo Ultra Reunião do Comitê de Líderes da MEI 02 de Outubro Apesar do aumento dos recursos para P&D no Brasil, há concentração no Ensino

Leia mais

Impacto do Fundo Social na Ciência e Tecnologia e Política Industrial

Impacto do Fundo Social na Ciência e Tecnologia e Política Industrial Impacto do Fundo Social na Ciência e Tecnologia e Política Industrial Ronaldo Mota Secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação Comissão Especial Pré-Sal / Fundo Social Câmara dos Deputados 6 de

Leia mais

EDITAL 08/2013 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

EDITAL 08/2013 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL 08/2013 EDITAL MOBILIDADE PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS O Reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana, Prof. José Carlos Barreto de Santana, no uso de suas atribuições, torna público que

Leia mais

EDUCAÇÃO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO: Avanços e desafios

EDUCAÇÃO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO: Avanços e desafios EDUCAÇÃO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO: Avanços e desafios SECRETARIA DE ESTADO Manaus - DE Amazonas CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDUCAÇÃO NO SÉC. XXI Mudanças significativas no acesso e disponibilidade das

Leia mais

I SEMANA DE ZOOTECNIA: AS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E SUAS INSTITUIÇÕES

I SEMANA DE ZOOTECNIA: AS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E SUAS INSTITUIÇÕES I SEMANA DE ZOOTECNIA: AS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E SUAS INSTITUIÇÕES A COLABORAÇÃO DA FAPEPI NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA DO PIAUÍ Dra. BÁRBARA OLIMPIA RAMOS DE MELO PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO

Leia mais

1 Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil: breve panorama e possíveis áreas de colaboração com

1 Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil: breve panorama e possíveis áreas de colaboração com CT&I no Brasil: breve panorama e possíveis áreas de colaboração com Cuba 179 Blucher Proceedings Cuba e Brasil no Século XXI (CBS21) Desafíos Estratégicos e Institucionais da Inovação Ciência, Tecnologia

Leia mais

FAPERJ CNPQ. EDITAL MCT/CNPq Nº066/2010 Objetivo:

FAPERJ CNPQ. EDITAL MCT/CNPq Nº066/2010 Objetivo: FAPERJ EDITAL FAPERJ Nº22/2010-PROGRAMA APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO-2010 Apoiar o desenvolvimento científico e tecnológico no Estado do Rio de

Leia mais

FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA. Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná

FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA. Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná 2014 ASSIMETRIAS REGIONAIS DIFERENTES ASSIMETRIAS No Brasil, além das assimetrias regionais, existem assimetrias nos próprios

Leia mais

Programa Ciência sem Fronteira

Programa Ciência sem Fronteira Programa Ciência sem Fronteira Graduação Sanduíche Pró-reitoria de Pesquisa Coesão interna para inserção externa Bolsas no país e exterior: número de bolsas-ano concedidas pelas agências federais, 2003-2009

Leia mais

4º Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Ministério da Saúde: Pesquisa e inovação em APS no SUS

4º Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Ministério da Saúde: Pesquisa e inovação em APS no SUS 4º Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Ministério da Saúde: Pesquisa e inovação em APS no SUS Reinaldo Guimarães Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos Brasília,

Leia mais

EDITAL UnC 137/2011 I DISPOSIÇÕES GERAIS:

EDITAL UnC 137/2011 I DISPOSIÇÕES GERAIS: EDITAL UnC 137/2011 Dispõe sobre a Concessão de cotas de bolsa na modalidade Graduação Sanduíche no Exterior SWG do Programa Ciência sem Fronteiras do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO. CNPq: RELATÓRIO DE GESTÃO INSTITUCIONAL

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO. CNPq: RELATÓRIO DE GESTÃO INSTITUCIONAL CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO CNPq: RELATÓRIO DE GESTÃO INSTITUCIONAL 2003 Í N D I C E Apresentação 01 Comentários Gerais sobre os Investimentos do CNPq em 2003 03 Parte

Leia mais

CHAMADA UNIGRANRIO-CNPq 2011.1 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

CHAMADA UNIGRANRIO-CNPq 2011.1 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA UNIGRANRIO-CNPq 011.1 PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A UNIGRANRIO torna pública a seleção de estudantes de graduação em áreas e temas de estudo de interesse para o Brasil, para realização de disciplinas

Leia mais

Investimentos no Sistema Nacional de Pós- Graduação para o período 2011-2020

Investimentos no Sistema Nacional de Pós- Graduação para o período 2011-2020 e Inovação Investimentos no Sistema Nacional de Pós- Graduação para o período 2011-2020 Guilherme Sales Melo (UnB) Diretor de Engenharias, Ciências Exatas, Sociais e Humanas CNPq XXVII ENPROP - Encontro

Leia mais

CHAMADA DE PRÉ-SELEÇÃO para o PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS, conforme Chamada Pública CAPES N 01/2011.

CHAMADA DE PRÉ-SELEÇÃO para o PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS, conforme Chamada Pública CAPES N 01/2011. CHAMADA DE PRÉ-SELEÇÃO para o PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS, conforme Chamada Pública CAPES N 01/2011. A Universidade Federal do Pampa Unipampa através da ARINTER Assessoria de Relações Internacionais,

Leia mais

Missão da FINEP inovação e a pesquisa científica e tecnológica mobilizando recursos financeiros integrando instrumentos

Missão da FINEP inovação e a pesquisa científica e tecnológica mobilizando recursos financeiros integrando instrumentos Missão da FINEP Promover e financiar a inovação e a pesquisa científica e tecnológica em empresas, universidades, institutos tecnológicos, centros de pesquisa e outras instituições públicas ou privadas,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS DIRETORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS DIRETORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS DIRETORIA DE ASSUNTOS INTERNACIONAIS SELEÇÃO DE ESTUDANTES INTERESSADOS EM PARTICIPAR DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE BOLSAS DE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS GRADUAÇÃO-SANDUÍCHE NA HOLANDA CHAMADA PÚBLICA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS/ NUFFIC (Organização Neerlandesa para Cooperação Internacional em Educação Superior) Nº 116/2012

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSELHO DE ALTOS ESTUDOS E AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA GRUPO DE ESTUDOS SOBRE A CAPACITAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE

CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSELHO DE ALTOS ESTUDOS E AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA GRUPO DE ESTUDOS SOBRE A CAPACITAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE CÂMARA DOS DEPUTADOS CONSELHO DE ALTOS ESTUDOS E AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA GRUPO DE ESTUDOS SOBRE A CAPACITAÇÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE Brasília, 18 de maio de 2010. MPE? Conceituação Brasil REPRESENTATIVIDADE

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA INTERNA 03/2011 - CAPES GRADUÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR (SWG) PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

EDITAL DE CHAMADA INTERNA 03/2011 - CAPES GRADUÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR (SWG) PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL DE CHAMADA INTERNA 03/2011 - CAPES GRADUÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR (SWG) PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG), a Pró-Reitoria de Ensino (PROEN) e a

Leia mais

Instrumentos de Cooperação Internacional do MCT

Instrumentos de Cooperação Internacional do MCT Plano de Ação 2007 2010 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional Encontro de Sociedades de Física da América Latina 26 de Fevereiro Instrumentos de Cooperação Internacional do MCT

Leia mais

FINEP Financiadora de Estudos e Projetos

FINEP Financiadora de Estudos e Projetos FINEP Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Financiamento para Inovação em Saúde Seminário sobre o Complexo Econômico-Industrial da Saúde Política Industrial para o Complexo

Leia mais

Guia Pesquisador Visitante Especial PVE Perguntas e Respostas Submissão de Propostas

Guia Pesquisador Visitante Especial PVE Perguntas e Respostas Submissão de Propostas Guia Pesquisador Visitante Especial PVE Perguntas e Respostas Submissão de Propostas 1 Introdução...3 O que é o Programa Ciência sem Fronteiras?...3 O que é o Pesquisador Visitante Especial PVE?...3 Qual

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EDITAL 08/2014 - PROPIT/UNIFESSPA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EDITAL 08/2014 - PROPIT/UNIFESSPA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EDITAL 08/2014 - PROPIT/UNIFESSPA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS A Pró-Reitoria de Pós-Graduação,

Leia mais

Estratégias para inovar. Carlos Alberto Aragão de Carvalho Filho IF & COPPE/UFRJ

Estratégias para inovar. Carlos Alberto Aragão de Carvalho Filho IF & COPPE/UFRJ Estratégias para inovar Carlos Alberto Aragão de Carvalho Filho IF & COPPE/UFRJ I - Razões para inovar Brasil (Pintec 2001-2003) Empresas que inovam e diferenciam produtos: têm melhor produtividade; pagam

Leia mais

Ciência sem Fronteiras e a UFPE

Ciência sem Fronteiras e a UFPE Ciência sem Fronteiras e a UFPE Reunião com os Coordenadores de Graduação Diretoria de Cooperação Internacional Recife 17 de abril de 2012 Mobilidade estudantil internacional UFPE: alunos de graduação

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014 1. DISPOSIÇÕES GERAIS

EDITAL Nº 01/2014 1. DISPOSIÇÕES GERAIS CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ DE BELO HORIZONTE Coordenação de Pesquisa e Extensão Coordenação Institucional-Programa Ciência sem Fronteiras EDITAL Nº 01/2014 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA GRADUAÇÃO

Leia mais

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz. &RQIHUrQFLD1DFLRQDOGH&LrQFLD7HFQRORJLDH,QRYDomR 6LPSyVLR DGH6HWHPEURGH%UDVtOLD

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz. &RQIHUrQFLD1DFLRQDOGH&LrQFLD7HFQRORJLDH,QRYDomR 6LPSyVLR DGH6HWHPEURGH%UDVtOLD $,QG~VWULD4XtPLFDH)iUPDFRV &RQIHUrQFLD1DFLRQDOGH&LrQFLD7HFQRORJLDH,QRYDomR 6LPSyVLR DGH6HWHPEURGH%UDVtOLD 0HUFDGR)DUPDFrXWLFR0XQGLDO 26% 7% 40% 27% América Latina (US$ 22,4 bilhões) América do Norte (US$

Leia mais

Ciência sem Fronteiras. É um programa de intercambio e mobilidade internacional

Ciência sem Fronteiras. É um programa de intercambio e mobilidade internacional Recife, 19 de abril de 2012 Ciência sem Fronteiras É um programa de intercambio e mobilidade internacional Objetivos Investir na formação de pessoal altamente qualificado nas competências e habilidades

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO

APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO. OFICINA DA INOVAÇÃO Página 1 de 10 ÍNDICE DO PORTFOLIO Apresentação dos serviços da Oficina da Inovação... 3 Consultoria...

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL Nº 01/2014

UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL Nº 01/2014 UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ ASSESSORIA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS EDITAL Nº 01/2014 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA GRADUAÇÃO SANDUÍCHE, ATRAVÉS DO PROGRAMA

Leia mais

EDITAL Nº 003/2012- Graduação Sanduíche no Exterior

EDITAL Nº 003/2012- Graduação Sanduíche no Exterior EDITAL Nº 003/2012- Graduação Sanduíche no Exterior O Reitor do Instituto Federal do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais, torna público o processo para a seleção de 4 (quatro) estudantes

Leia mais

Tecnologias em Saúde no Sistema Único de Saúde

Tecnologias em Saúde no Sistema Único de Saúde Avaliação e Incorporação de Tecnologias em Saúde no Sistema Único de Saúde Flávia T S Elias Coordenadora de Avaliação de Tecnologias em Saúde Departamento de Ciência e Tecnologia DECIT Secretaria de Ciência,

Leia mais

O que é HORIZONTE 2020?

O que é HORIZONTE 2020? O que é HORIZONTE 2020? Maior Programa Mundial para financiamento da Pesquisa e Inovação 80 bilhões (2014-2020) Responder a crise econômica através de investimentos em empregos, crescimento e inovação

Leia mais

SENAI. Foi dado o sinal verde para o futuro da indústria.

SENAI. Foi dado o sinal verde para o futuro da indústria. SENAI. Foi dado o sinal verde para o futuro da indústria. Instituto SENAI de Inovação Química Verde e Instituto SENAI de Tecnologia Ambiental. As soluções inovadoras agora têm endereço certo. O Instituto

Leia mais

Seminário. Demandas do Exército Brasileiro: Tecnologia, Produtos e Serviços

Seminário. Demandas do Exército Brasileiro: Tecnologia, Produtos e Serviços Seminário Demandas do Exército Brasileiro: Tecnologia, Produtos e Serviços Santa Maria/RS 01/10/2013 A Finep. A FINEP Agência Brasileira da Inovação - é uma empresa pública vinculada ao MCTI (Ministério

Leia mais

PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS BIOTECNOLOGIA

PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS BIOTECNOLOGIA Programas mobilizadores em áreas estratégicas PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS BIOTECNOLOGIA Legenda: Branco = PDP original Amarelo = modificação posterior ao lançamento da PDP Vermelho =

Leia mais

Educação no Brasil. Aloizio Mercadante. São Paulo, 30 de novembro de 2012

Educação no Brasil. Aloizio Mercadante. São Paulo, 30 de novembro de 2012 Educação no Brasil Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação São Paulo, 30 de novembro de 2012 Educação Infantil Taxas de atendimento Creches 36,3 23,6 9,4 12,2 Brasil Carinhoso: 2,8 milhões de

Leia mais

MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA MACRO-METAS DO PROGRAMA LINHA DO TEMPO

MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA MACRO-METAS DO PROGRAMA LINHA DO TEMPO MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA 1- FORTALECER O SETOR DE SOFTWARE E SERVIÇOS DE TI, NA CONCEPÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS AVANÇADAS; 2- CRIAR EMPREGOS QUALIFICADOS NO PAÍS; 3- CRIAR E FORTALECER EMPRESAS

Leia mais

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NA ESPANHA

PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NA ESPANHA PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CHAMADA DE SELEÇÃO INTERNA, PARA ALUNOS DA UEA, REFERENTE A GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NA ESPANHA Tendo em vista a chamada pública Programa Ciência sem Fronteiras n. 115/2012,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR Lei nº 11.487/2007: Problema: produção científica crescente SEM reflexo no setor produtivo e industrial Produção Científica

Leia mais