TCC: uma corrida contra o relógio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TCC: uma corrida contra o relógio"

Transcrição

1 Ano III - Número 58 Informativo quinzenal da Pontifícia Universidade Católica de Campinas 12 a 25 de novembro/2007 TCC: uma corrida contra o relógio No sentido horário, alunos das faculdades de Economia, Biologia e Análise de Sistemas Está correndo para concluir o Trabalho de Conclusão de Curso? Muitos outros alunos estão na mesma situação que você! O Jornal da PUCCampinas conta nesta edição como estudantes dos seis centros da Universidade - CCV, CEATEC, CCH, CLC, CCSA e CEA estão fazendo para dar conta de elaborar um TCC interessante e dentro do prazo estipulado pelos orientadores, das outras disciplinas da faculdade e ainda do estágio ou do trabalho. Você também vai encontrar, aqui, algumas dicas para a hora da apresentação do TCC. Página 05 Márcia Liguori Doação de sangue: um gesto de solidariedade Centro de Luanda, em Angola: oportunidades de comércio Brasil-África Projeto de extensão da PUC-Campinas pretende fazer da Universidade a principal mediadora entre os países do continente africano e os pequenos e médios empresários da Região Metropolitana de Campinas (RMC). "Queremos fazer as pessoas exergarem a África sob o ponto de vista que ela quer e merece ser vista", afirmou o professor do Centro de Economia e Administração (CEA) Duncan Chaloba, que coordena o projeto. Página 08 No final do ano, com a chegada das férias e das festas de Natal e Ano Novo, as doações de sangue no Hemocentro da Unicamp, que atende mais de 80 municípios e uma população de quase 4 milhões de habitantes, chega cair até 30%. De 19 a 26 de novembro, será realizada a Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue. O estudante Fabiano Fachini, do 3º ano da Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas (foto), é um deles. Saiba como você também pode se tornar um doador. Página 06 2ª fase da avaliação do ensino começa no dia 14 de novembro Página 04 CCA completa 20 anos de produções artístico-culturais Página 07

2 12 a 25 de novembro/2007 Jornal da PUC-Campinas 02 Editorial Solidariedade, o modo humano de ser No filme Derzu Uzala, de Akira Kurosawa, um oficial do exército russo, encarregado da medição de terras na Sibéria, encontra em Derzu um guia seguro e confiável, em meio às florestas desconhecidas. Uma noite "hospedam-se" em uma cabana. Ao sair, Derzu coloca lenha no lugar apropriado. Para que isso se estamos indo embora? A essa pergunta do oficial, ele responde: - é para quem vier depois de nós... Aquele que vai chegar: costume ritual das famílias italianas que, após a ceia de Natal, continuam com a mesa posta esperando aquele que vem... Quem quer que seja que bater à porta... Talvez nem precisasse bater, pois o costume tradicional pedia que ficasse aberta, algo impensável hoje. Costumo classificar esses exemplos como "rituais de solidariedade", elementos de culturas que, embora fortemente marcadas por mecanismos tradicionais de controle, carregam em seu bojo um componente seminal de gratuidade. Por que falar disso? O medo de declarar-se doador de órgãos na carteira de identidade; a diminuição crescente do número de doadores de sangue (o hospital precisa de 60 bolsas por dia, consegue coletar apenas 30) são microexemplos que espelham o estado de espírito permanente de um mundo que caminha para a perda do sentido do outro. Quem é o desconhecido que vem? Acolhido com ternura e carinho exatamente por sua situação de carência, que o impede de agraciar, dentro das leis de troca capitalistas, o bem recebido. Mesmo porque de valor incomensurável. Por isso, dom, graça, gratuidade: Doador e "doado" se identificam no dom que invisivelmente os une. As mesmas culturas que expressavam em seus rituais os valores que a informavam - davam forma - eram portadoras de uma lei inscrita: invisível porque gravada no corpo social e no sentido que a comunidade dava a si mesma. Em nosso mundo capitalista tudo se transforma em mercadoria, e a lei escrita, instituída, assegurada por mecanismos visíveis de coerção, substitui a solidariedade impressa nos costumes e reavivada, em ciclos regulares, por rituais. Esses foram substituídos por campanhas, e os que podem burlar a lei transformam órgãos vitais em mercadoria de morte: está ai o tema do tráfico de órgãos humanos. Sempre tratado à boca pequena. Só o cinema tenta trazê-lo à discussão pública, como o fez Walter Sales em "Central do Brasil". Quando Marx se referia à religião, em um de seus escritos usava uma metáfora muito bonita: "coração de um mundo sem coração". Dava a essa expressão um tom crítico, mas nem por isso, menos exigente para uma instituição confessional cristã. Que tem como seu Deus, - a Palavra da qual tudo vem à vida - feita carne, existência humana que se plenifica na solidariedade com as dores e alegrias humanas. Quanto mais solidária com o último dos homens, tanto mais brilha nela o esplendor de Deus. Assim o Cristianismo vê a figura de Jesus. Deus que é Deus porque se "aniquila", fazendo-se o menor de todos. Não para consolar, de maneira ilusória, como via (aliás, com muita lucidez, apesar da generalização) Marx, mas de maneira efetiva. Não buscando a eficácia meramente pragmática, mas a generosidade solidária. Que se abaixa até o outro para carregá-lo à densidade de vida em todas as dimensões. Padre Wilson Denadai Reitor da PUC-Campinas Notas Projeto Férias abre inscrições O projeto Férias na PUC-Campinas está com inscrições abertas até o dia 23 de novembro para a seleção de alunos monitores. São oferecidas dez vagas para dois meses, com uma carga horária de 96h/mês para estudantes dos cursos de Artes, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Pedagogia, Psicologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional, Engenharia Ambiental, Geografia, Teologia, Ciências Biológicas, História, Filosofia, Relações Públicas, Letras, Ciências Sociais e Turismo. Os escolhidos receberão uma bolsa-estímulo para o monitoramento de atividades programadas de integração das crianças e adolescentes, nos períodos de 21 a 25 de janeiro e 28 de janeiro a 1º de fevereiro de Informações: (19) , após às 13h15. PUC-Campinas tem novos prefixos de telefones Desde o dia 9 de novembro, o prefixo de todos os números de telefones dos Campi I e II da PUC-Campinas, do Colégio Pio XII e do Hospital da PUC- Campinas foram trocados. Os números dos ramais (quatro dígitos finais) permanecem os mesmos. O prefixo dos Campi I e II, incluindo a Sociedade Campinas de Educação e Instrução (SCEI) e o Hospital da PUC-Campinas, mudou para O prefixo do Colégio Pio XII foi alterado para Inscrições abertas para cursos de aprimoramento Estão abertas, até o dia 30 de novembro, as inscrições para os Cursos de Aprimoramento da PUC-Campinas e para o Curso Superior Seqüencial de Formação Específica em Tecnologia da Informação (semipresencial). Há vagas para Aprimoramento Profissional em Fisioterapia, Aprimoramento Profissional em Psicologia, Aprimoramento Profissional em Psicologia (Fundap) e Aprimoramento Profissional em Terapia Ocupacional (Fundap). Os interessados devem se inscrever, exclusivamente, pelo site Informações: (19) Já a inscrição para o Curso Superior Seqüencial tem o valor de R$ 30,00 e também deve ser feita no site da Universidade (www.puc-campinas.edu.br). Informações: (19) ou Agenda 12/11 19h30 - Palestra Contabilidade para Entidades sem Fins Lucrativos e Filantrópicas, na sala 900, no Campus I. A palestra será ministrada por Valdir Marques, aluno da primeira turma de Ciências Sociais da PUC-Campinas e especialista na área. Informações: (19) /11 8h às 12h - Ciclo de Palestras 2007, com o tema Velhice e Vulnerabilidade - Enfoque Multiprofissional, no Auditório Monsenhor Salim, no Campus II. Informações: (19) h30 - Apresentação do Grupo de Música de Câmara, no Projeto Arte no Campus, no Auditório Nobrinho, no Campus Central. Informações: (19) h40 - Apresentação do Grupo de Dança, no Projeto Arte no Campus, no vão livre do Prédio Administrativo, no Campus II. Informações: (19) /11 Feriado Nacional - Proclamação da República 20/11 Feriado Municipal - Dia da Consciência Negra Espaço Qual sua opinião sobre o Jornal da PUC-Campinas? Quer sugerir uma pauta? Divulgar o que você está fazendo? Participe! Mande uma mensagem para a redação. INICIAÇÃO CIENTÍFICA Gostaria de parabenizar a todos os alunos do projeto de Iniciação Cientifica (reportagem "Encontro reúne 380 trabalhos de Iniciação Cietífica, publicada na página 06 da edição 57) e, principalmente, a Universidade, por proporcionar essa oportunidade, mostrando assim seu interesse no crescimento e desenvolvimento de seus estudantes. Jefferson Sousa Valeriano - aluno do 2º ano da Faculdade de Relações Públicas 22/11 18h30 - Apresentação do Grupo de Música de Câmara, no Projeto Arte no Campus, na sala 803, no Campus I. Informações: (19) /11 Prova de Habilidade em Linguagem Arquitetônica, específica aos candidatos inscritos no Vestibular, em 1ª ou 2ª opções, para o Curso de Arquitetura e Urbanismo. ERRAMOS - O crédito da foto da reportagem "Rugby chega à PUC-Campinas" (publicada na página 08 da edição 57) é de Ana Flávia Cardia. Expediente Reitor- Padre Wilson Denadai; Vice-reitora - Angela de Mendonça Engelbrecht; Conselho Editorial - Denise Tavares, Wagner José de Mello e Sílvia Regina Machado de Campos; Coordenador do Departamento de Comunicação - Wagner José de Mello; Editora - Raquel Lima (MTb ); Repórteres - Adriana Furtado, Crislaine Gava e Du Paulino; Revisão - Marly Teresa G. de Paiva; Fotografia - Ricardo Lima; Tratamento de Fotos - Marcelo Adorno; Estagiários - Diego Pudo, Guilherme Facio Guimarães e Roberta Accardo; Projeto Gráfico e Editoração Eletrônica - Neo Arte Gráfica Digital; Impressão - Grafcorp; Redação - Campus I da PUC-Campinas, Rodovia D. Pedro I, km 136, Parque das Universidades. Telefones: (19) e

3 Jornal da PUC-Campinas Opinião a 25 de novembro/2007 "O concreto já rachou..." Ivana Ramacioti e Caco Mesquita Envolvente, desafiador. Assim é Angola para quem vem de longe. Uma espécie de esfinge enigmática a nos fazer pensar que o melhor de nós continua sendo a herança daqui e não a custosa lição dos mais "civilizados". E quando finalmente aprendemos isso, ouvimos dentro de nossas cabeças um som semelhante ao ruído do concreto a rachar. É o barulho de nossas convicções míopes a serem remodeladas como a madeira bruta transformada, aos poucos, em belas esculturas vendidas na caótica e persistente feira do Benfica. Angola deu muito mais ao Brasil e ao seu povo do que religião ou um tipo físico. Quanto mais nos imaginamos "quase" europeus ou "quase" norte-americanos, somos, na verdade, mais angolanos. Afinal, o Brasil é rico. E nosso. Uma auto-imagem muito parecida com a existente em Angola que tem diamantes, petróleo, uma economia que cresce 19% ao ano e ainda recebe um grande volume de investimentos. Até o final de 2008, só a China e o Brasil colocarão aqui mais US$ 8 bilhões! Tudo para criar uma Angola "ocidentalizada", com sua criatividade pasteurizada, assistir a uma disseminação de insípidos novos costumes e o adestramento do gosto ancestral pelas grifes e padrões de beleza. Enquanto isso não acontece e paredes de Angola deu muito mais ao Brasil e ao seu povo do que religião ou um tipo físico. Quanto mais nos imaginamos 'quase' europeus ou 'quase' norte-americanos, somos, na verdade, mais angolanos. concreto são erguidas nas ruas da cidade de Luanda, imagens de um Brasil melhor desmoronam à nossa frente. Aqui há muita pobreza, miséria, esgoto a céu aberto, rede de água estourada, buracos enormes nas calçadas. Nada diferente das periferias de qualquer centro urbano brasileiro, a não ser pela quantidade de edifícios luxuosos que escondem as favelas da nossa pátria. Na capital angolana, fundada em 1576, não inventaram, ainda, uma forma de camuflar as mazelas. Ainda assim - e para continuar a rachar o concreto das nossas convicções - nota-se, claramente, nas pessoas o orgulho de ser nativo destas terras e de querer mudar a realidade do país. Os angolanos trazem em si uma enorme vontade de crescer, a garra dos lutadores, feições castigadas pelo sofrimento histórico das guerras, mas também olhares inesquecíveis e uma ânsia em aprender incomparável. Tudo isso mostra que ainda há esperança. Oxalá, sempre haja o ritmo contagiante do semba, os penteados trançados, as 12 línguas nacionais, as zungueiras a vagar por Luanda com bacias enormes na cabeça, crianças presas às costas e roupas tão surradas quanto coloridas. Vale citar a beleza das imensas falésias das praias de Cabo Ledo, a paradisíaca Ilha do Mussulo e a badalação da Ilha do Cabo que compõe a Baía de Luanda. Isso sem falar da gastronomia, com destaque para o Funge, tipo de pirão com farinha de milho e o Mufete, uma deliciosa comida típica feita de peixe grelhado, servido com farofa, batata doce e banana cozidas, salada de verduras e feijão com azeite de dendê. Salve a força de uma cultura que nos redime por tentarmos tão arduamente não sermos nós mesmos. É claro que a vontade de ser "Europa" traz combustíveis para a cultura daqui. Um dos produtos dessa mistura é o kuduro, união de ritmos locais com a parafernália de efeitos tecno. Uma febre tão onipresente em Luanda quanto o basquete, que nestas terras é mais praticado que o futebol. Angola é um sentimento, uma experiência visceral que deixa a vontade de terminar este texto da mesma forma como as pessoas se despedem por aqui. Após o tradicional "até logo" é comum ouvir-se um "estamos juntos". É uma afirmação de que a separação física é sempre breve e muito menos importante que a união espiritual entre amigos ou familiares. Mais do que um novo hábito a ser adquirido nestas terras, é um reconhecimento - ou seria um agradecimento?- a uma Nação que ainda tem muito a ensinar, a construir e a rachar. Muxima, Angola! Arquivo pessoal Ivana Ramacioti é formada pela Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas e trabalha como jornalista do Centro Angolano de Pesquisa e Estudos Sociais. Caco Mesquita é publicitário e redator da Agência Marketing Link Galeria Sou doador. Além de ser aluno de Medicina, sempre penso que amanhã poderei precisar desse simples gesto. Carlos Eduardo Zanetti, aluno do 6º ano da Faculdade de Medicina Não, porque eu tive hepatite e doar sangue é contra-indicado para mim. Mas, se pudesse, eu doaria. Penso que é uma atitude fundamental e deveria ser uma prática regular de todo brasileiro. Lúcia Maria Bragazza - Professora do CCV VOCÊ É DOADOR DE SANGUE? POR QUÊ? Não. Até agora não consegui conciliar o tempo do trabalho e da faculdade, mas já fui me inscrever no hemocentro. Acho importante a doação porque, além de salvar vidas, você também pode fazer um autodiagnóstico. Tarsis Bueno - Aluno do 1º ano da Faculdade de Enfermagem Sim. É um gesto humanitário e o mínimo que podemos fazer para que nossa vida não seja vivida só para nós mesmos. Padre João Batista Cesário - Coordenador da Pastoral Universitária Não ainda, pois tenho bastante coisa para fazer e me falta tempo. Mas, acho muito importante a doação de sangue, pois pode-se ajudar muita gente de forma voluntária e sem esperar nada em troca. Mário Rossi - Aluno do 6º ano da Faculdade de Medicina Doei durante 15 anos. Mas, agora, não posso mais porque comecei a tomar remédios para a pressão alta. Não sei se esses remédios prejudicam, mas acho que são um tipo de droga e podem influenciar de alguma forma. Maria Aparecida Couto - Funcionária do Setor de Segurança Patrimonial Imagem HOMENAGEM - Cerca de 300 pessoas, entre alunos, professores e familiares, participaram da missa celebrada na Capela Nossa Senhora da Esperança, no Campus II da PUC-Campinas, no último dia 7, para homenagear o aluno Matheus Gabriel Bonassa e a ex-aluna Luisa Rodrigues de Moraes. Os dois estavam no veículo arrastado para o córrego da Avenida Orosimbo Maia, no dia 29 de outubro, quando uma forte chuva atingiu Campinas. O reitor padre Wilson Denadai participou da celebração e ministrou palavras de conforto às famílias. A missa foi presidida pelo padre João Batista Cesário. Bonassa era aluno do 6º ano da Faculdade de Medicina e Luisa formou-se pela Faculdade de Nutrição em Ricardo Lima Para ODIAR, AS pessoas PRECISAM aprender E, SE PODEM APRENDER A odiar, podem ser ENSINADAS a AMAR." Nelson Mandela, ex-presidente da Africa do Sul e Nobel da Paz em 1993.

4 12 a 25 de novembro/ Jornal da PUC-Campinas Educação AVALIAÇÃO do ensino: a segunda fase vai começar Os cerca de 19 mil alunos da PUC-Campinas poderão participar do processo Ricardo Lima Adriana Furtado De 14 de novembro a 3 de dezembro, os cerca de 19 mil alunos da PUC-Campinas poderão participar da segunda fase do processo permanente de avaliação do ensino. Essa etapa da avaliação dará continuidade ao projeto iniciado em maio deste ano, quando os estudantes da Universidade puderam avaliar, por meio de um formulário disponibilizado no portal da PUC- Campinas (www.puc-campinas.edu.br), os professores dos 39 cursos de graduação. De acordo com a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), esse processo avaliativo pretende gerar uma série histórica de dados consistentes para a melhoria das atividades individuais e da graduação de maneira geral. Na primeira fase, cerca de 7 mil alunos responderam ao questionário de maneira espontânea. "Consideramos esse número bom, por ter sido o início de um processo de avaliação de ensino na Universidade", avaliou o pró-reitor de Graduação, Germano Rigacci Júnior. Os resultados dessa etapa foram analisados pelos docentes, individualmente, e pelos diretores de faculdades e de centros, considerando-se os aspectos qualitativos e quantitativos. Além disso, essas direções organizaram estratégias para discutir esses dados com seus alunos e professores. "Por meio dos sites do professor e do aluno, é possível ter acesso ao perfil geral do corpo docente das faculdades e centros, assim como o resultado da avaliação feita em maio", explicou o pró-reitor. Ainda segundo a Prograd, o novo instrumento de avaliação incorporou sugestões dadas pelos alunos e pelas diretorias de faculdades e centros com o propósito de aperfeiçoar ainda mais o processo avaliativo. Assim como na avaliação anterior, os alunos deverão responder questões divididas em três dimensões. NOVA AVALIAÇÃO INCORPOROU SUGESTÕES DE ALUNOS, DIRETORIAS DE FACULDADES E CENTROS Samuel Estrela Ferreira, aluno do CEA, que participou da primeira fase do processo permanente de avaliação do ensino O coordenador do Grupo de Trabalho de Avaliação do Ensino, Arnaldo Lemos Filho, orientou que o novo instrumento estará disponível no site do aluno e que todo o processo é auto-explicativo. Segundo o professor, na dimensão B, os alunos farão sua auto-avaliação; na dimensão C, responderão a questões específicas aos seus professores do semestre, além de haver um espaço aberto para envio de sugestões, críticas e comentários. Já a dimensão D, relacionada à avaliação de atividades, como estágio e Trabalhos de Conclusão de Curso, apenas os alunos que desenvolvem essas atividades responderão. "É importante que os alunos não deixem de fazer essa avaliação, pois é um instrumento que temos para aprimorar, cada vez mais, a qualidade do ensino na Universidade", comentou Lemos Filho. A diretora da Faculdade de Enfermagem da PUC- Campinas, Maria Aparecida Gamper, reforçou a importância dos alunos participarem da avaliação e que não há motivos para receio em responder as perguntas. "Apesar de termos feito um trabalho em sala de aula explicando o processo de avaliação, em maio, notamos que alguns alunos tinham medo de participar", disse. A diretora acredita que para essa segunda etapa haverá uma adesão maior de alunos. "Levamos os resultados gerais da avaliação para discussão em sala de aula. Isso trouxe uma certa tranqüilidade aos alunos devido ao fato de terem visto que em momento algum são identificados." O diretor de Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias, Orandi Mina Falsarella, considerou positiva a primeira fase. "Para a segunda etapa, espero que se amplie a participação dos alunos e que haja condições de realizar avaliações exatas dos docentes", disse Falsarella. O estudante Samuel Estrela Ferreira, do 2º ano da Faculdade de Administração, participou da primeira fase da avaliação e considera de extrema importância a adesão dos alunos nesse processo, já que é um canal que a Universidade disponibiliza para avaliar o desempenho de seus professores. "Esse retorno que damos à Universidade permitirá que a PUC-Campinas tome as providências necessárias para melhorar a qualidade de nosso ensino", reforçou Ferreira. Diretor da Capes visita PUC-Campinas O que é poder e autonomia à luz da universidade foi o tema central da palestra do professor titular de Ética e Filosofia Política da USP Renato Janine Ribeiro, no último dia 9, no Auditório Dom Gilberto, Campus I da PUC-Campinas. Ribeiro é diretor de Avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do MEC, e, em uma entrevista ao Jornal da PUC-Campinas, explicou o que a Capes espera da produção científica das Universidades, além de analisar a ética e a relação entre os jovens e os movimentos políticos e sociais. Jornal da PUC-Campinas - O que a Capes espera das Universidades no que se refere à produção científica qualificada de seus docentes? Renato Janine Ribeiro - Na verdade, lidamos com programas, e não com instituições como um todo; e essas instituições podem ser universidades, faculdades ou mesmo hospitais. O que esperamos é que a produção seja elevada em termos de qualidade e bem distribuída entre os docentes. Quer dizer, produção elevada em quantidade não vale nada: se eu escrever dez artigos fracos, eles contarão bem menos do que se eu publicar um excelente. Nosso foco está no aluno de mestrado ou doutorado: ele precisa ter a garantia de que terá aulas e orientação com pessoas que estão fazendo ciência de qualidade, e por isso é importante que a produção não esteja concentrada em poucos professores, mas equilibrada entre eles. JP - A produção científica esperada deve ser diferenciada em relação às diversas áreas do conhecimento? RJR - Esse é um ponto em que a atual diretoria, com o apoio do Conselho Técnico Científico, avançou muito em relação ao passado. Respeitamos os livros, nas quase 20 áreas do conhecimento que lhes dão valor. Por isso, eles devem ser avaliados - o que não é fácil! Na área de Artes, a avaliação da produção artística está sendo feita. Nas áreas tecnológicas, queremos que patentes e produtos tecnológicos também sejam levados em conta na emissão da nota do curso. Em outras palavras, cada área pode expor o que ela considera prioritário, tendo, evidentemente, de convencer as outras a esse respeito, e deve fazer sua avaliação a partir da qualidade que lhe é específica. (AF)

5 Jornal da PUC-Campinas a 25 de novembro/2007 Despedida CORRENDO contra o tempo Alunos concluintes apertam a agenda e dão um breque no lazer para dar conta do Trabalho de Conclusão de Curso, o famoso TCC CCV Faculdade de Ciências Biológicas Estudar como age o Mico-Estrela em um hectare e meio de floresta remanescente na cidade de Jundiaí (50 km de Campinas). Esse é o objetivo da pesquisa de Analice Espeleta, aluna do 4º ano de Biologia. "A sobrecarga de tarefas é imensa. Tenho de fazer o meu TCC de madrugada e no domingo à noite, depois que meu namorado volta para a casa dele", contou. Além do TCC, Analice divide o tempo com o trabalho e com outras cinco disciplinas que cursa no último semestre. AAnsiedade, correria, estresse e satisfação. Tudo isso é sinônimo daquilo que apavora alguns estudantes que estão prestes a se formar, mas que também pode ser a porta de entrada para o mercado de trabalho: o Trabalho de Conclusão de Curso, o famoso TCC. Enquanto muitos passam madrugadas inteiras em claro para dar conta do recado, outros conseguem lidar facilmente com a faculdade, o TCC e o emprego. Mas todos concordam em um ponto: esse é o mais importante trabalho de todo o curso. Confira abaixo como alunos dos seis centros da PUC-Campinas lidam com o TCC. Da Redação CLC Faculdade de Relações Públicas Oferecer assessoria de relações públicas para empresas de grande porte não é tarefa simples. Mas as estudantes do 4º ano Cynthia Rios, Érica Ruesch, Fernanda Dias, Flávia Moraes e Luciana Souza aceitaram o desafio. "O grupo é muito perfeccionista. Neste semestre, estamos nos dedicando em tempo integral ao TCC", contou Cynthia. E acrescentou: "Já brigamos bastante, pois somos cinco cabeças femininas diferentes pensando ao mesmo tempo. Mas, no final, tudo se acerta". CEATEC Faculdade de Análise de Sistemas O grupo formado pelos alunos do 4º ano André Paffrath, Davi Baldin, Danilo Fukushima, Diego Brasileiro da Silva e Marcos Prado está desenvolvendo um sistema provisoriamente batizado de E- Commerce. Consiste em uma tecnologia GPS para celulares, na qual o usuário se cadastra nas lojas de sua preferência e é avisado sobre promoções e descontos. "As aulas deste semestre discutem o TCC e, por isso, podemos estender a dedicação ao projeto durante as aulas", disse Baldin. Eles dedicaram quatro finais de semana durante todo o ano para a produção do trabalho. "Isso não comprometeu o lazer nem as atividades individuais de cada um", completou Baldin. CCH Faculdade de Direito Só o sábado à noite é tirado para descansar. Enquanto muitos relaxam aos domingos e feriados, Pedro Peruzzo, do 5º ano de Direito, não passa um dia sem se debruçar sobre sua monografia. "Tracei o objetivo de fazer meu trabalho, prestar concurso público e me aplicar no mestrado. Por isso, este ano direcionei os meus esforços para o TCC", contou. O projeto dele defende os sistemas regionais de direitos humanos e mostra que não deve haver uma universalização, como é feito na Declaração dos Direitos Humanos da ONU. Acima, aluno da Faculdade de Direito; ao lado, aluna da Faculdade de Economia; abaixo, alunas de Relações Públicas CCSA Faculdade de Educação Física O trabalho é inédito no ramo da Educação Física, tanto que Franck Leme dos Santos, do 4º ano, teve dificuldades na hora de encontrar uma bibliografia que falasse sobre ginástica laboral para portadores de deficiência mental, tema do seu trabalho. "Dou aulas em uma multinacional para dez pessoas com deficiência e resolvi utilizar isso como tema do TCC". "Fui para os Jogos Abertos do Interior participar de uma competição de handball no meio de outubro e tive que levar meu computador para dar conta do trabalho", acrescentou. CEA Faculdade de Economia Às vezes, Fernanda Patrícia Alves dorme apenas três horas por noite. "Trabalho o dia todo e estudo à noite. Só tenho a madrugada para cuidar da minha monografia. Só não pego nos cadernos no final de semana", contou. A monografia dela trata da influência econômica que o Aeroporto de Viracopos, onde trabalha, exerce sobre a RMC. "Normalmente, faço meu TCC na hora do almoço e no meu trabalho mesmo, já que tenho todos os dados por perto. O difícil é conciliar tudo isso com as outras cinco aulas da faculdade", disse ela. (Colaborou Guilherme Facio Guimarães) DICAS PARA A APRESENTAÇÃO DO TCC Use traje formal. Você venderá seu trabalho para um cliente, que no caso são a banca julgadora e os presentes na apresentação; Se a apresentação for em Power Point, não leia o que já está escrito no telão; Atenção especial aos tiques e vícios de linguagem: "tipo assim", "né", "meu", "tá ligado", "então". Policie-se. Curta o momento. Os esforços de todos os semestres estão concentrados naquela apresentação. Fonte: Rubens José Gualdieri Júnior é profissional da área de Relações Públicas

6 12 a 25 de novembro/2007 Jornal da PUC-Campinas 06 Solidariedade De 19 a 26 de novembro, será realizada a Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue; no final do ano, doações chegam a cair até 30% Galera sangue bom Raquel Lima Diariamente, o posto de coleta do Hemocentro da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) localizado no Hospital da PUC-Campinas, no Campus II, recebe cerca de 30 doadores de sangue. Ou seja, apenas a metade do que seria necessário para o atendimento intra-hospitalar. "A falta de sangue pode acarretar o adiamento de cirurgias eletivas, pois não podemos deixar de atender os casos de urgência. Quando não temos estoque suficiente, solicitamos às outras unidades", declarou Maria Tereza Teori, biomédica e responsável técnica pelo posto de coleta instalado na PUC- Campinas. E mais: desses 30 voluntários, 25% têm rejeição clínica e, dos que passam dessa fase, entre 10% e 15% têm sorologia rejeitada. Para se ter uma idéia da importância das doações, de acordo com o médico Elói da Costa, das cerca de 20 cirurgias cardíacas realizadas, mensalmente, no Hospital da PUC-Campinas, 20% necessitam de hemoderivados. Embora o Hemocentro da Unicamp (responsável pelo atendimento de mais de 80 municípios, que somam quase 4 milhões de habitantes) mantenha estoque suficiente durante a maior parte do ano, a chegada das férias e das festas de Natal e Ano Novo é sempre motivo de preocupação para as equipes médicas. É exatamente neste período que o número de doações chega a cair até 30%. De 19 a 26 de novembro, será realizada a Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue, alusivo ao Dia do Doador Voluntário de Sangue (25 de novembro). São pessoas como o estudante Fabiano Fachini, de 20 anos, do 3º ano da Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas. "Sou doador há dois anos. É um ato simples, que não nos causa nenhum mal, mas ajuda muita gente", disse. O especialista do Hemocentro da Unicamp Marcelo Addas Carvalho ressaltou que mais importante do que a quantidade de doações é a fidelização dos doadores de sangue para manter a qualidade do estoque. "Apenas 20% dos nossos doadores fazem a doação três ou mais vezes no ano. É uma porcentagem muito pequena ainda", disse. Por isso, explicou o especialista, a importância da iniciativa dos doadores jovens, com idade entre 18 e 30 anos. "Muitos dessa faixa etária não doam sangue por falta de conhecimento ou medo. Mas é esse público que vai se tornar o doador fiel mais para frente", completou Carvalho. O pedreiro João de Brito Teixeira, de 51 anos, é doador de sangue há 18 anos. Faz a doação de três a quatro vezes por ano. "Minha mulher brinca que sou doador compulsivo", contou. "Precisamos ajudar o próximo sempre", completou. A auxiliar técnica do Hospital da PUC-Campinas Maria Helena Silvestre da Silva, 50, fez recentemente a sua sexta doação de sangue. "Minha irmã precisou uma vez e, desde então, não parei mais de doar. É muito bom quando podemos ajudar as pessoas." A biomédica Maria Tereza Teori, no posto de coleta do Hospital da PUC-Campinas: "Precisamos de doares pró-ativos" Acima, o pedreiro João de Brito Teixeira: "doador compulsivo"; ao lado, funcionária do Hospital da PUC-Campinas Maria Helena Silvestre da Silva, que doou uma vez e não parou mais SAIBA MAIS O que é necessário para se doar sangue Ter entre 18 e 65 anos; Pesar no mínimo 50 quilos; Não estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos e, após o almoço, aguardar 4 horas; Estar descansado. Onde doar Hemocentro/Unicamp (19) Hospital Mário Gatti (19) Hospital da PUC-Campinas (19) Hospital Estadual de Sumaré (19) Atenção É obrigatório a apresentação de documento com foto e órgão emissor, preferencialmente o RG e seu endereço completo, inclusive o CEP. OS NÚMEROS 12 mil 2% É o número de candidatos a doadores de sangue no Hemocentro da Unicamp, mensalmente É o índice de rejeição desses candidatos, um dos mais baixos do Brasil, segundo o especialista Marcelo Addas Carvalho É a média de transfusões de sangue realizadas, mensalmente, no Hospital da PUC-Campinas É o número de pacientes que podem ser ajudados com uma bolsa de sangue coletada de um único doador, após o fracionamento nos componentes (concentrado de hemácias, plasmas, plaquetas e crioprecipitado).

7 Jornal da PUC-Campinas a 25 de novembro/2007 O NÚMERO É o número de 120 integrantes do CCA, incluindo alunos, professores, funcionários e comunidade externa MURAL 20 anos fazendo arte Da Redação CCA oferece atividades para estimular e integrar a produção artísticocultural da Universidade Com 20 anos de história, o Centro de Cultura e Arte (CCA) da PUC-Campinas, criado para estimular e integrar a produção artístico-cultural da Universidade, tem demonstrado eficácia e cumprimento dos objetivos a cada ano que passa. Durante todo o período letivo, os cinco grupos que fazem parte do CCA, compostos por alunos, funcionários, professores e até comunidade externa, promovem oficinas de arte, encontro de corais, de dança, de bandas e apresentações de peças teatrais, tendo também programas de atendimento à comunidade carente e à comunidade interna. Segundo o coordenador José Donizeti da Silva, há três linhas seguidas pelo CCA. "Além dos eventos oficiais sugeridos no cronograma de atividades, em que os grupos se apresentam, geralmente no segundo semestre, há outras linhas que chamamos de Práticas de Integração e Atuação nas Comunidades Carentes de Campinas", explicou. Na primeira linha, os grupos discutem os temas, realizam pesquisas, seminários, escolhem subtemas e, depois, transformam a parte teórica em prática ou apresentações. A segunda linha é relacionada à integração entre os grupos participantes, visando fortalecer as relações entre os mesmos. "Queremos manter uma unidade entre os grupos a fim de que cada um incorpore um pouco do outro", disse Donizeti. A terceira é a atuação de alguns grupos em bairros periféricos da cidade, como é feito pelos grupos de teatro, música e dança. Vanderlei Falcão, responsável pela dança, realiza projetos com idosos da comunidade Nossa Senhora de Guadalupe. Já o maestro Ernesto Fabiano realiza, junto ao Projeto Gente Nova, atividades de musicalização com crianças carentes da comunidade. Apresentações Neste ano, alguns dos grupos já realizaram suas principais mostras e apresentações. Em setembro, o Grupo de Dança realizou, no Campus II, um workshop com oficinas ligadas às práticas corporais, além de ter se apresentado com seu número de dança. Em outubro, a nova banda da PUC-Campinas, a Big Band, se apresentou no Campus I. A Big Band fez um estudo sobre a história da banda e seu novo formato, que sofreu uma reformulação, buscando maior identidade com o público juvenil, agregando novos estilos e instrumentos. A próxima apresentação, marcada para os dias 21 e 22 de novembro, será do Grupo de Teatro, no Auditório D. Gilberto. A peça, coordenada pelo professor Paulo Afonso Coelho, foi intitulada Nós Ainda Somos os Mesmos.!?. Ricardo Luiz Adorno, aluno do 1º ano de Jornalismo, é integrante do grupo e garante que a expectativa de todos é muito grande. "Estamos em fase de finalização, e os ensaios tem rendido muito. Não só eu, como todos os integrantes estamos na expectativa de agradar o público e acreditamos que a peça vai mexer com os sentimentos das pessoas", disse o aluno, que faz teatro amador há três anos em outros grupos da cidade de Artur Nogueira. "Pretendo me aperfeiçoar nessa área e seguir em frente", garante Ricardo. Na área musical, o Coral da PUC-Campinas, que já realizou um Encontro de Corais na Paróquia Divino Salvador, em agosto, realiza o Concerto Anual do Coral Universitário do CCA, no dia 30 de novembro, na Igreja Santa Isabel, em Barão Geraldo. A mais nova atração do CCA, o Grupo de Música de Câmara, que tem a sua frente o maestro Hermes Coelho, realiza apresentações com duos e trios tocando especificamente músicas de câmara eruditas. (Colaborou Diego Pudo) Grupos do CCA durante apresentação no Momento Artístico, realizada na noite do último dia 7 QUER PARTICIPAR? Os interessados em fazer parte dos grupos do CCA devem ficar atentos ao portal da universidade no período de férias, já que o processo seletivo é feito entre os meses de dezembro e fevereiro, pela internet. Pio XII no Campus I No dia 7 de dezembro, a escola de arte do Colégio Pio XII realizará uma mostra do trabalhos desenvolvidos no decorrer do ano pelos alunos dos ensinos fundamental e médio. O evento, que ocorrerá no Auditório D. Gilberto, no Campus I, será aberto à comunidade interna e externa. Segundo a coordenadora Cláudia Ferreira, o evento de final de ano contará com a Oficina de Arte Plástica, com alunos de até a 4ª série, e ainda serão apresentadas peças dos grupos de teatro e haverá uma apresentação musical com flautas e corais.

8 12 a 25 de novembro/2007 Jornal da PUC-Campinas 08 Economia De mãos dadas com a África Projeto de extensão da PUC-Campinas pretende fazer da Universidade a principal mediadora entre os países do continente africano e os pequenos e médios empresários da RMC Da Redação O que vem à sua cabeça quando se fala em África? Safári, pobreza e fome talvez sejam os pensamentos mais recorrentes. A falta de informação sobre a história e cultura dos países pode gerar sérios problemas de comunicação e a perda de oportunidades comerciais. Pensando nisso, o projeto de extensão Fórum de Oportunidades em Comércio Exterior Brasil-África, liderado pelo professor do Centro de Economia e Administração (CEA) Duncan Chaloba, pretende fazer da Universidade a principal mediadora entre os países do continente africano e os pequenos e médios empresários da Região Metropolitana de Campinas (RMC). "Queremos fazer as pessoas enxergarem a África sob o ponto de vista que ela quer e merece ser vista", afirmou Chaloba. Segundo o professor, grande parte dos países africanos busca parcerias para a reconstrução da infra-estrutura, fruto do pós-guerra, de países como a África do Sul e Angola, e investimentos em produções agrícolas, como Zâmbia. "Falta informação ao empresariado para que o comércio com a África possa acontecer", afirmou a estudante Gabriela Salles, aluna do 3º ano Faculdade de Administração com Linha de Formação Específica em Comércio Exterior, bolsista de iniciação à extensão. Para se ter uma idéia, no ano passado, das importações realizadas pela África do Sul, um dos países com a economia mais aberta do mundo, apenas 0,48% dos produtos saíram do Brasil. A partir desses diagnósticos e do levantamento feito pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Comércio Exterior do CEA sobre as empresas da RMC com potencial para atuar nos segmentos de exportação e importação, o grupo liderado por Duncan entra em contato com empresários e órgãos, como a Prefeitura de Campinas, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), a Associação Comercial e Industrial de Campinas, entre outros, para que as parcerias sejam estabelecidas. Por meio de uma série de pesquisas e levantamentos de dados sobre as possibilidades de comércio, o grupo pretende produzir publicações acadêmicas e palestras que norteiem o empresariado. "Queremos abrir outras portas no comércio exterior", explicou Renata Saccenti (Comércio Exterior), que junto com Natália Veiga, da Faculdade de Administração, ambas do 4º anos, completam o grupo. Juan Quirós, empresário argentino com atuação em Campinas e ex-presidente da Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), elogiou a iniciativa da PUC- Campinas. Toda e qualquer participação de universidades em projetos de internacionalização das empresas é positiva, pois concede conteúdos técnicos e teóricos para que os empresários estejam preparados para uma relação comercial mais sistematizada, já conhecedores dos costumes econômicos, da cultura de negociação, enfim do mercado, declarou. "A pauta sobre a África é, na maioria das vezes, sobre pontos negativos. A atividades de extensão podem contribuir para mudar esse panorama", concluiu o professor. (Colaborou Roberta Accardo) Professor do CEA Duncan Chaloba e as alunas que desenvolvem o projeto de extensão sobre o comércio com a África Márcia Liguori No alto, barcos velejam na Baía de Luanda; acima, vista da cidade de Angola Caco Mesquista Universidade realiza Fórum Ricardo Lima A PUC-Campinas vai realizar o Fórum de Empreendedorismo e Oportunidades de Negócios, nos dias 23 de novembro e 5 de dezembro. Nesta edição, haverá destaque para as relações comerciais entre o Brasil e a África. Na noite do dia 23, o evento terá a presença da embaixadora da África do Sul, Lindiwe Zulu. O tema volta a ser debatido na noite do dia 5 de dezembro, com o debate Estímulos às Parcerias de Comércio Exterior: Visão PUC-Campinas, Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e Embaixada da África do Sul. Experiências Inovadoras com Empreendedorismo e Incubadora de Empresas e Desenvolvimento Territorial: Arranjos Produtivos Locais e Circuitos Turísticos também serão discutidos no Fórum. O evento será realizado no auditório D. Gilberto, no Campus I. Informações: (19) Ricardo Lima Africanos fazem intercâmbio na PUC-Campinas Alunos africanos que estudam na PUC-Campinas "Vim em busca de maior chance de contribuir para o crescimento de meu país." É assim que a aluna do 5º ano da Faculdade de Direito Sônia Carmen da Mata D'Apresentação explicou sua opção de realizar o curso de graduação fora do país de origem, São Tomé e Príncipe, na costa oeste da África. Assim como Sônia, os alunos Deni Valter dos Santos Mendes, da Faculdade de Direito, Carlos José Oliveira Bentub e Leida Cristina Oliveira, da Faculdade de Economia, todos do arquipélago africano Cabo Verde, realizam o intercâmbio por meio do Programa de Estudantes Convênio de Graduação (PEC-G) do Ministério da Educação. "O Brasil apresenta vários problemas de ordem socioeconômica. Quero analisar esses problemas e encontrar soluções para isso", justificou Bentub. A PUC-Campinas participa, desde 2001, do PEC- G com 17 vagas oferecidas em cursos variados, sendo que nove estudantes já se formaram e oito estudam na Universidade, todos vindos de Cabo Verde, Peru, São Tomé e Príncipe, Equador e Paraguai. "Tratase de uma experiência de relevância, tanto para os estudantes quanto para a Universidade, uma vez que permite a troca intercultural entre ambos", avaliou a coordenadora do Departamento de Relações Externas, Silvia Regina Machado de Campos.

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Conhecendo e compartilhando com Rosário e a rede de saúde

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Conhecendo e compartilhando com Rosário e a rede de saúde UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Faculdade de Ciências Médicas Departamento de Saúde Coletiva Residência Multiprofissional em Saúde Mental e Coletiva Relatório Referente à experiência de Estágio Eletivo

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº21 29/07-04/08 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº21 29/07-04/08 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional EDITAIS DE MONITORIA E ESTÁGIO Até o dia 16 de agosto de 2013, estão abertas as inscrições para o preenchimento

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS. Centro Universitário UNIVATES

11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS. Centro Universitário UNIVATES 11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS Centro Universitário UNIVATES Apresentação do Projeto - Apresentação da instituição educacional Com sede no município de Lajeado, a Univates também

Leia mais

Gtp+ PROGRAMAS E PROJETOS Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+) Fundação em 2000, Recife-PE O Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo é a única ONG da Região Nordeste do Brasil coordenada

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº31 07-13/10 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº31 07-13/10 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional DIFERENÇAS E INCLUSÃO PROJETO DA PEDAGOGIA REALIZA AULAS DE CAMPO EM COMUNIDADES QUILOMBOLA E INDÍGENA

Leia mais

Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Científica

Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Científica Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Científica Monitoramento das Notícias da UNISUL Dia 27 de Fevereiro de 2013 JORNAIS Sobre a saúde e a doença no Mundo Diário Catarinense

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes

Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes Portfólio fotográfico com o tema Unicamp Caroline Maria Manabe Universidade Estadual de Campinas Instituto de Artes Introdução Como foi explicitado no Projeto de Desenvolvimento de Produto, a minha intenção

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

CAPTAÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE ENFERMAGEM PARA DOAÇÃO DE SANGUE FRENTE A CARÊNCIA VIVENCIADA 1

CAPTAÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE ENFERMAGEM PARA DOAÇÃO DE SANGUE FRENTE A CARÊNCIA VIVENCIADA 1 CAPTAÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE ENFERMAGEM PARA DOAÇÃO DE SANGUE FRENTE A CARÊNCIA VIVENCIADA 1 BENDER, Leticia Silmara 2 ; MARZARI, Carla 3 ; MENEGAZZI, Bruna Boff 4 ; NEVES, Bruna Sartori 5 ; QUADROS,

Leia mais

CEFAPAM - Centro de Extensão da Faculdade de Pará de Minas. Regulamento

CEFAPAM - Centro de Extensão da Faculdade de Pará de Minas. Regulamento CONFRARIA NOSSA SENHORA DA PIEDADE DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA PIEDADE Faculdade de Pará de Minas - FAPAM Reconhecida pelo Decreto 79090, de 04/01/77 Rua Ricardo Marinho, 110 - São Geraldo - Pará de Minas/MG

Leia mais

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Sumário introdução 03 Capítulo 5 16 Capítulo 1 Pense no futuro! 04 Aproveite os fins de semana Capítulo 6 18 Capítulo 2 07 É preciso

Leia mais

NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUC-CAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016

NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUC-CAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016 NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUCCAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016 Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 o Este Processo Seletivo tem

Leia mais

NURAP 2 NURAP 3. Colaboração: Aprendizes Raquel André Silva

NURAP 2 NURAP 3. Colaboração: Aprendizes Raquel André Silva EXPEDIENTE Ano 3 - Dezembro - Edição 29 NURAP em revista é uma publicação do NURAP ( Núcleo de Aprendizagem Profissional) Destinada aos seus parceiros e aprendizes. Colaboração: Aprendizes Raquel André

Leia mais

GTT 1 - A Descaracterização do Trabalho do Professor de Educação Física nas Atuais Políticas Públicas de Educação na RMBH

GTT 1 - A Descaracterização do Trabalho do Professor de Educação Física nas Atuais Políticas Públicas de Educação na RMBH Documento final do "Seminário: O trabalho docente em educação física face às atuais políticas públicas na educação na RMBH: Repercussões nas instituições Formadoras" O presente documento tem por finalidade

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010 A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade

Leia mais

SEMEAR Serviço Médico Educacional de Atendimento em Reabilitação, uma entidade considerada de utilidade Pública Federal, com data de fundação em 12 de Outubro de 1985, foi registrado como Associação Civil

Leia mais

DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO DE ESTÁGIO 2015

DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO DE ESTÁGIO 2015 DESCRITIVO DO PROCESSO SELETIVO DE ESTÁGIO 2015 O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Sesc AR/SE estará realizando no período de 01 a 15 de dezembro de 2014, inscrições para o Processo Seletivo de Estagiários para

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES EXTERNAS PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO FORMULA SANTANDER

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES EXTERNAS PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO FORMULA SANTANDER PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO FORMULA SANTANDER EDITAL DRE Nº 023/14 A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS, por intermédio do Departamento de Relações Externas (DRE), torna pública a abertura

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ALUNO BOLSISTA SUBPROJETO DE 2011. 2 Semestre de 2011

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ALUNO BOLSISTA SUBPROJETO DE 2011. 2 Semestre de 2011 Ministério da Educação Secretaria de Educação Média e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 SOBRE O ENADE O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

UVV POST Nº68 29/09 a 05/10 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº68 29/09 a 05/10 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional Prova acontece no dia 23/11, às 13h No dia 23/11, às 13h deste ano, será aplicada mais uma prova do

Leia mais

Trote Solidário INTRODUÇÃO

Trote Solidário INTRODUÇÃO 1 Trote Solidário Ana Claudia Muniz Douglas Ramos Teixeira Maria Marlene Antunes de Oliveira Marina de Fátima Batista Renata Chenchi 1 Maria Eliza Zandarim 2 Sumário: Introdução. 1. O Que é Trote Solidário.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 41 Discurso na cerimónia de celebração

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

Como aconteceu essa escuta?

Como aconteceu essa escuta? No mês de aniversário do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, nada melhor que ouvir o que acham as crianças sobre a atuação em Educação Integral realizada pela Fundação Gol de Letra!! Conheça um

Leia mais

Edital de Monitoria do Curso de Nutrição

Edital de Monitoria do Curso de Nutrição Edital de Monitoria do Curso de Nutrição 2014.1 REGULAMENTO DA MONITORIA A prática de monitoria consiste na atuação docente de alunos que auxiliam outros alunos no processo de ensino-aprendizagem. O Curso

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

pensamentos para o seu dia a dia

pensamentos para o seu dia a dia pensamentos para o seu dia a dia Israel Belo de Azevedo 1Vida e espiritualidade 1 Adrenalina no tédio O interesse por filmes sobre o fim do mundo pode ser uma forma de dar conteúdo ao tédio. Se a vida

Leia mais

Reunião 3º ano Ensino Médio

Reunião 3º ano Ensino Médio Reunião 3º ano Ensino Médio ENSINO MÉDIO Aprofundamento da aprendizagem; Questionamentos sobre a vida pessoal; Apoio à escolha profissional; Autonomia para resolver problemas, buscando soluções próprias.

Leia mais

Projeto Universitários Lassalistas em Missão

Projeto Universitários Lassalistas em Missão Projeto Universitários Lassalistas em Missão Apresentação O projeto Universitários Lassalistas em Missão surge como proposta aos Centro Universitários e Faculdades Lassalistas para oferecer aos acadêmicos

Leia mais

3 Dicas MATADORAS Para Escrever Emails Que VENDEM Imóveis

3 Dicas MATADORAS Para Escrever Emails Que VENDEM Imóveis 3 Dicas MATADORAS Para Escrever Emails Que VENDEM Imóveis O que é um e- mail bem sucedido? É aquele e- mail que você recebe o contato, envia o e- mail para o cliente e ele te responde. Nós não estamos

Leia mais

RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA. Dados do Intercâmbio

RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA. Dados do Intercâmbio RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA Nome: Péricles Santos Matos No. USP 5200617 Curso ECA: Turismo Dados do Intercâmbio Universidade:_Universidade de Coimbra Curso: Turismo, Lazer e Patrimônio Período:

Leia mais

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos...

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos... Dicas para se inscrever no Prêmio Vivaleitura e outros projetos... 2011 Vaga Lume R. Aspicuelta, 678 Vila Madalena São Paulo SP 05433-011 (11) 3032-6032 www.vagalume.org.br falecom@vagalume.org.br 1) Apresentação

Leia mais

Extensão Universitária: A sensibilização musical em crianças e adolescentes através do projeto Multicampi da Universidade Estadual de Montes Claros.

Extensão Universitária: A sensibilização musical em crianças e adolescentes através do projeto Multicampi da Universidade Estadual de Montes Claros. Extensão Universitária: A sensibilização musical em crianças e adolescentes através do projeto Multicampi da Universidade Estadual de Montes Claros. Resumo: Este presente trabalho constitui-se de um relato

Leia mais

EDITAL Nº 102/2015. Processo Seletivo 2016

EDITAL Nº 102/2015. Processo Seletivo 2016 EDITAL Nº 102/2015 Processo Seletivo 2016 O Reitor da Universidade Católica de Santos, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que estarão abertas, das 12h de 31 de agosto às 14h

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Thais Peixoto de Medeiros(1); Estephany Calado(2); Gisele Gregório Araújo(2); Márcio André Veras Machado (3); Francisco Roberto Guimarães Júnior(4) Centro

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº9 15-21/04 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº9 15-21/04 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO A cadeira que você senta, o quadro que o professor escreve, o portão

Leia mais

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião Família Qual era a profissão dos seus pais? Como eles conciliavam trabalho e família? Como era a vida de vocês: muito apertada, mais ou menos, ou viviam com folga? Fale mais sobre isso. Seus pais estudaram

Leia mais

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF)

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) Introdução O Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

Artigo: Um olhar feminino na Internet

Artigo: Um olhar feminino na Internet Artigo: Um olhar feminino na Internet Por Tatiane Pocai Dellapiazza - aluna do primeiro ano do Curso de Comunicação Social - Centro UNISAL - Americana. Introdução: O Brasil chega perto de comemorar seu

Leia mais

Associação Lar do Neném

Associação Lar do Neném Criança Esperança 80 Associação Lar do Neném Recife-PE Marília Lordsleem de Mendonça Abraço solidário Todas as crianças são de todos : esse é o lema do Lar do Neném, uma instituição criada há 26 anos em

Leia mais

UVV POST Nº61 11 a 17/08 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº61 11 a 17/08 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional ESTÁGIO CURRICULAR E MONITORIA DE ENSINO Estão abertas inscrições para alunos regularmente matriculados

Leia mais

Universidade Federal de São Carlos. Grupo PET/Conexões de Saberes-Indígenas: Ações em Saúde

Universidade Federal de São Carlos. Grupo PET/Conexões de Saberes-Indígenas: Ações em Saúde Universidade Federal de São Carlos 1 Grupo PET/Conexões de Saberes-Indígenas: Ações em Saúde FORMAÇÃO, AÇÃO E PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM SAÚDE - Edital para seleção de estudantes de graduação da UFSCar

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS Relatório de Atividades 2014 Sumário 1.0 Introdução - Pág 3 2.0 Quem Somos, Estatísticas, Valores - Pág 4 3.0 Projetos 2014 - Pág 5 a 15 3.1 Novo site - Pág 5 a 12

Leia mais

OFICINA EDUCOMUNICATIVA EM FOTOGRAFIA

OFICINA EDUCOMUNICATIVA EM FOTOGRAFIA OFICINA EDUCOMUNICATIVA EM FOTOGRAFIA Uma proposta para aplicação no Programa Mais Educação Izabele Silva Gomes Universidade Federal de Campina Grande UFCG izabelesilvag@gmail.com Orientador (a): Professora

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa

Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa Prá colher, temos que plantar, compadre, temos que pensar no futuro. José Dionízio Leite É TICA L IDERANÇA L IBERDADE O RGANIZAÇÃO S OLIDARIEDADE

Leia mais

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 1 Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 Entrevistador- Como o senhor vê a economia mundial e qual o posicionamento do Brasil, após quase um ano da quebra do

Leia mais

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Resumo Este projeto propõe a discussão da Década de Ações para a Segurança no Trânsito e a relação dessa com o cotidiano dos alunos, considerando como a prática

Leia mais

A criança e as mídias

A criança e as mídias 34 A criança e as mídias - João, vá dormir, já está ficando tarde!!! - Pera aí, mãe, só mais um pouquinho! - Tá na hora de criança dormir! - Mas o desenho já tá acabando... só mais um pouquinho... - Tá

Leia mais

PUC MINAS. Uma universidade em sintonia com o futuro

PUC MINAS. Uma universidade em sintonia com o futuro PUC MINAS Uma universidade em sintonia com o futuro No mapa de Minas Gerais, a Pontifícia Universidade Católica está presente em importantes regiões do Estado, através de uma estrutura multicampi composta

Leia mais

CONCEITO (MEC) UFTM está entre as dez melhores universidades do País.

CONCEITO (MEC) UFTM está entre as dez melhores universidades do País. UFTM CONCEITO (MEC) UFTM está entre as dez melhores universidades do País. A UFTM, segundo o Índice Geral de Cursos - IGC, divulgado nesta quinta-feira, 17, pelo Inep - Instituto Nacional de Estudos e

Leia mais

FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA

FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DA LIGA ACADÊMICA DE REABILITAÇÃO EM ORTOPEDIA DA FACULDADE MONTES BELOS Francisco Dimitre Rodrigo Pereira Santos Marillia Pereira Cintra Sintia

Leia mais

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º

5- Cite, em ordem de preferência, três profissões que você mais gostaria de exercer: 1º 2º 3º 18. DICAS PARA A PRÁTICA Orientação para o trabalho A- Conhecimento de si mesmo Sugestão: Informativo de Orientação Vocacional Aluno Prezado Aluno O objetivo deste questionário é levantar informações para

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 O Observatório de Favelas torna pública, por meio desta chamada, as normas do processo de seleção de alunos para

Leia mais

O Enade. é realizado. estudante. Lei nº. 10.861, de. é obrigatório: O Enade. O Enade. Objetivo. nível de. atualização. A prova. será trienal.

O Enade. é realizado. estudante. Lei nº. 10.861, de. é obrigatório: O Enade. O Enade. Objetivo. nível de. atualização. A prova. será trienal. ENADE Exame Nacional de Desempenh ho de Estudantes O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), tem o objetivo de aferir

Leia mais

ESPM Social abre processo seletivo para consultoria de marketing e comunicação

ESPM Social abre processo seletivo para consultoria de marketing e comunicação Financiamento e apoio técnico Prorrogadas as inscrições para o edital de apoio aos Fundos da Infância e Adolescência 2015 Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente de todo o País podem

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Caracterização A elaboração do Trabalho de Curso fundamenta-se nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Nutrição,

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA - PJTC/CAPES/2015 SELEÇÃO DE PROFESSORES ORIENTADORES EDITAL Nº 01/2015

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA - PJTC/CAPES/2015 SELEÇÃO DE PROFESSORES ORIENTADORES EDITAL Nº 01/2015 PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA - PJTC/CAPES/2015 SELEÇÃO DE PROFESSORES ORIENTADORES EDITAL Nº 01/2015 O Departamento de Apoio Acadêmico (DAA), da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), da Universidade

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito

RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito CARIACICA-ES ABRIL DE 2011 FACULDADE ESPÍRITO SANTENSE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS Pesquisa direcionada a alunos egressos dos cursos

Leia mais

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Recursos Humanos Coordenação de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Introdução No dia 04 de Agosto de 2011, durante a reunião de Planejamento, todos os

Leia mais

MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES

MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES Nome dos autores: Gislaine Biddio Rangel¹; Ana Beatriz Araujo Velasques². 1 Aluna do Curso

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE. EDITALn 02/2015. CAMPUS 2 SAÚDE e CAMPUS 1- GASTRONOMIA

INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE. EDITALn 02/2015. CAMPUS 2 SAÚDE e CAMPUS 1- GASTRONOMIA INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE EDITALn 02/2015 CAMPUS 2 SAÚDE e CAMPUS 1- GASTRONOMIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA O Instituto Brasileiro de Gestão e Marketing

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Programa transmitido em 26 de fevereiro

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

EDITAL Nº 95/2014. Processo Seletivo 2015

EDITAL Nº 95/2014. Processo Seletivo 2015 EDITAL Nº 95/2014 Processo Seletivo 2015 O Reitor da Universidade Católica de Santos, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que estarão abertas, das 12h de 1º de setembro às 14h

Leia mais

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING CONSULTOR CARLOS MARTINS CRIA - AÇAO EM MARKETING SUA EMPRESA Copyright Consultor Carlos Martins - Todos os direitos reservados wwwcarlosmartinscombr - consultor@carlosmartinscombr Como conquistar Clientes

Leia mais

10 Regras Para Ter Sucesso Com Negócios Digitais

10 Regras Para Ter Sucesso Com Negócios Digitais http://aguiavirtual.com.br/ Por Tiago Bastos 1 10 Regras Para Ter Sucesso Com Negócios Digitais Ao longo dos últimos 4 anos, venho trabalhando na internet de forma profissional. Já errei muito e acertei

Leia mais

consulta participativa de opinião

consulta participativa de opinião consulta participativa de opinião Interesses e perspectivas dos jovens da Brasilândia, Cachoeirinha e Freguesia do Ó CONSULTA PARTICIPATIVA DE OPINIÃO: INTERESSES E PERSPECTIVAS DOS JOVENS DA BRASILÂNDIA,

Leia mais

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Seção: Entrevista Pág.: www.catho.com.br SABIN: A MELHOR EMPRESA DO BRASIL PARA MULHERES Viviane Macedo Uma empresa feita sob medida para mulheres. Assim

Leia mais

Interação das Escolas do Tocantins

Interação das Escolas do Tocantins SINDICATO DOS PEDAGOGOS DO ESTADO DO TOCANTINS - SINPETO www.sinpeto.com.br Interação das Escolas do Tocantins Palmas 2010. SINDICATO DOS PEDAGOGOS DO ESTADO DO TOCANTINS - SINPETO www.sinpeto.com.br Projeto:

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA EDITAL N.º 004/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA A Direção Geral da Faculdade de Americana - FAM torna público que até 12 horas do dia 12 de janeiro de

Leia mais

EDITAL SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO Nº 01/2013 PROGRAMA DE APOIO AOS CURSOS PRÉ-UNIVERSITÁRIOS SOCIAIS DA UFF

EDITAL SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO Nº 01/2013 PROGRAMA DE APOIO AOS CURSOS PRÉ-UNIVERSITÁRIOS SOCIAIS DA UFF EDITAL SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO Nº 01/2013 PROGRAMA DE APOIO AOS CURSOS PRÉ-UNIVERSITÁRIOS SOCIAIS DA UFF De acordo com as normas da Pró-Reitoria de Extensão, PROEX, torna pública a abertura de processo

Leia mais

02/12/2004. Discurso do Presidente da República

02/12/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega do Prêmio Finep e sanção da Lei de Inovação de Incentivo à Pesquisa Tecnológica Palácio do Planalto, 02 de dezembro de 2004 Meus companheiros ministros,

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: COMPANHIA DA NOTÍCIA DATA: 11.06.14. Fecomércio: Marcelo Queiroz lança Trabalho Social com Idosos

FECOMÉRCIO VEÍCULO: COMPANHIA DA NOTÍCIA DATA: 11.06.14. Fecomércio: Marcelo Queiroz lança Trabalho Social com Idosos FECOMÉRCIO VEÍCULO: COMPANHIA DA NOTÍCIA DATA: 11.06.14 Fecomércio: Marcelo Queiroz lança Trabalho Social com Idosos O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, lançou, na tarde

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE CNEC FACULDADE CENECISTA DE RIO BONITO FACERB PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO AOS EGRESSOS

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE CNEC FACULDADE CENECISTA DE RIO BONITO FACERB PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO AOS EGRESSOS FFACERB - FFACULLDADE CENECISTTA DE RIO BONITTO ENTIDADE MANTENEDORA: CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE Credenciada pela Portaria 57/09 MEC Publicada no D.O.U. em 14/01/2009 Av. Sete de Maio,

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº34 28/10-03/11 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº34 28/10-03/11 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional HOSPITAL VETERINÁRIO RECEBE NOVOS EQUIPAMENTOS E REFORMAS Obras são necessárias devido ao aumento de

Leia mais

Programa de Bolsa de Iniciação à Gestão - BIG 2014 Repúblicas Unifesp Diadema. Levantamento Moradias Estudantis UNIFESP - Campus Diadema

Programa de Bolsa de Iniciação à Gestão - BIG 2014 Repúblicas Unifesp Diadema. Levantamento Moradias Estudantis UNIFESP - Campus Diadema Levantamento Moradias Estudantis UNIFESP - Campus Diadema REALIZAÇÃO: APOIO: REALIZAÇÃO Adriana Rosa da Silva Rodrigues - Enfermeira do Núcleo de Apoio ao Estudante - NAE. Érika Correia Silva - Psicóloga

Leia mais

Planejamento CPA Metropolitana 2013

Planejamento CPA Metropolitana 2013 Planejamento CPA Metropolitana 2013 1 Planejamento CPA Metropolitana Ano 2013 Denominada Comissão Própria de Avaliação, a CPA foi criada pela Legislação de Ensino Superior do MEC pela Lei 10.861 de 10

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL

PROGRAMA MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL PROGRAMA MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE RECURSOS HUMANOS O PROGRAMA O Programa Municipal de Voluntariado

Leia mais

Como fazer contato com pessoas importantes para sua carreira?

Como fazer contato com pessoas importantes para sua carreira? Como fazer contato com pessoas importantes para sua carreira? - Tem alguém com quem você gostaria de fazer contato? - Porque você não o fez até agora? - Por que é importante aprender a fazer esses contatos?

Leia mais