29/05/ h37 - Atualizado em 30/05/ h54

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "29/05/2012 13h37 - Atualizado em 30/05/2012 16h54"

Transcrição

1 29/05/ h37 - Atualizado em 30/05/ h54 Empresa de cadeiras recruta talentos para superar concorrência chinesa Giroflex-Forma eleva produtividade em 30% com gestão e terceirização. Companhia mira novos mercados como o de assentos para estádios. Darlan Alvarenga Do G1, em São Paulo 1 comentário Enxugar e simplificar, às vezes, pode ser a receita para voltar a crescer. No caso da Giroflex-Forma, uma reestruturação, com redução dos segmentos de atuação e terceirização de parte da produção, foi o caminho encontrado para recuperar competitividade e elevar o faturamento após anos de brigas entre acionistas e perda de participação de mercado. (Prejudicada pela crise na Europa, pelo câmbio e pela concorrência chinesa, a indústria brasileira, sobretudo a de transformação, perde dinamismo e peso na economia. O G1 publica nesta semana série sobre as estratégias de empresas que se renovaram e se mantêm competitivas.) Em um ano, a fabricante brasileira de assentos e mobiliário conseguiu aumentar a produtividade da companhia em 30%. Pela primeira vez em mais de 60 anos de história, a empresa decidiu passar a terceirizar parte da sua produção. Hoje, cerca de 10% dos componentes já são feitos por parceiros locais, sem contar o percentual dos produtos importados, em torno de 5%. A empresa era muito verticalizada, fazia praticamente tudo. Numa cadeira, só não fazia o parafuso", diz o presidente da Giroflex-Forma, Sergio Saraiva. Para ser competitivo, é preciso ter foco. É impossível ser melhor em tudo. Não somos o melhor fabricante de mecanismo, somos o melhor fabricante do conjunto, afirma. Ele conta que a empresa já conseguiu terceirizar a produção da base metálica das cadeiras e das rodinhas giratórias. O que a gente fazia

2 num mês, nossa parceira faz em 8 horas de produção. Vimos que podemos terceirizar e ainda ganhar dinheiro, explica. É para enfrentar a concorrência dos importados, sobretudo chineses, e acompanhar o crescimento da demanda que a Giroflex tem buscado estratégias de redução de custos como terceirização. Com a simplificação de algumas linhas de montagem e compra de novos equipamentos, a capacidade produtiva aumentou. Neste ano já estamos operando em dois turnos e, em algumas áreas críticas, já rodamos três turnos, sete dias por semana, diz Saraiva. Produção da Giroflex-Forma é feita em fábrica em Taboão da Serra (SP) (Foto: Divulgação) Novo grupo controlador A reestruturação começou a ser implantada após a chegada da Galícia Investimentos, que assumiu a gestão da Giroflex em maio de No final de dezembro, o grupo de investidores adquiriu 51% da empresa, após a saída da Aceco, que detinha um terço das ações e estava na sociedade desde Com a reformulação societária, a companhia saiu dos mercados de pisos elevados e arquivos (fabricados pela Aceco), que representavam cerca de 20% do faturamento da empresa, voltou a focar somente nos segmentos de cadeiras e

3 estações de trabalho e, desde abril, passou a adotar uma nova marca: Giroflex- Forma. saiba mais Indústria perde peso na economia e deve voltar a crescer menos que PIB Estaleiro de SC foca no luxo e procura já supera produção Referência na fabricação de mobiliário para escritórios, a Forma foi adquirida pela Giroflex em 1997, mas, na prática, continuava concorrendo com a Giroflex, pois a distribuição não era unificada. A Giroflex tinha linhas de mesas e cadeiras e a Forma também. Era um conflito interno violento, lembra Saraiva. Faturamento cresce 15% no 1º trimestre Apesar do enxugamento das áreas de atuação, a empresa prevê que o faturamento de 2012 será melhor que o de 2011, retomando o patamar dos anos anteriores. Crescemos 15% em faturamento no primeiro trimestre. Estamos no melhor trimestre dos últimos 10 anos, diz Saraiva. A previsão de faturamento para o ano já foi elevada de R$ 227 milhões para R$ 235 milhões, o que corresponderá a uma alta de 8% em relação ao ano passado, quando as vendas, que ainda incluíam pisos elevados e armários, somaram R$ 217 milhões. Na comparação com o faturamento apenas dos negócios em que a empresa deu continuidade, a previsão é de um crescimento superior a 30%. Para ser competitivo, é preciso ter foco. É impossível ser melhor em tudo. Não somos o melhor fabricante de mecanismo, somos o melhor fabricante do conjunto" Sergio Saraiva, presidente da companhia A empresa atribui o bom desempenho neste começo de ano aos resultados obtidos com os investimentos feitos em pessoal, marketing, em sistemas de controle de vendas e na renovação e unificação dos portfólios da Giroflex e Forma. Encontramos uma empresa de 60 anos, que estava parada no tempo há mais ou menos 10 anos. A empresa estava desatualizada em todos os aspetos, diz Saraiva. Investimento em talentos Com a reestruturação, a empresa cortou o número de funcionários de 600 para 500, mas ampliou áreas como a de marketing e foi ao mercado para recrutar talentos e também passou a fechar parcerias com escritórios de design brasileiros e do exterior. Trouxemos 55 pessoas de mercado em um ano.

4 Fizemos um investimento forte na área de gente, focado em vendas, pois somos uma empresa de vendas, não uma empresa industrial que quer vender, resume o executivo. Nesse último ano, a fabricante também conseguiu reduzir a dependência das compras governamentais, que já chegaram a representar 70% do faturamento da companhia. Atualmente, 70% das vendas são para o setor privado. A previsão é que os investimentos em marketing, modernização da produção, inovação e desenvolvimento de novos produtos cheguem a R$ 10 milhões em "Estamos revendo custo e preço para lançar produtos similares mais baratos", diz Saraiva. Empresa mira assentos para estádios da Copa Entre os principais negócios fechados no ano, está a licitação para estações de trabalho para a nova torre de escritórios da Petrobras, no Rio. A principal aposta da Giroflex para o ano, entretanto, são as concorrências abertas para o fornecimento de assentos para os novos estádios e arenas esportivas por conta da Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas. Saraiva é um sócios do Grupo Galícia, que adquiriu o controle da Giroflex-Forma (Foto: Darlan Alvarenga/G1)

5 A empresa afirma já ter investido R$ 5 milhões no desenvolvimento de produtos para o segmento e já fechou parcerias de licenciamento tecnológico com a polonesa Forum Seating e a alemã Eheim. A companhia avalia que o mercado de assentos para arenas esportivas poderá adicionar até R$ 50 milhões no faturamento da empresa nos próximos dois anos. Dos 14 estádios, a gente quer pegar três ou quatro, afirma o presidente da Giroflex-Forma. A companhia reconhece, entretanto, que se o critério de escolha for apenas preço, os fabricantes nacionais terão pouca chance. "Nós não conseguimos competir com o importado, ninguém consegue. Pelos custos da China, um câmbio a R$ 1,80 ou a R$ 2 não vai fazer diferença. Vai continuar sendo mais barato importar do que fazer aqui", diz Saraiva. Segundo ele, o diferencial do produto nacional está na qualidade do produto e da assistência técnica. "Nossa grande vantagem é a reputação, a força da marca e a distribuição, diz. RAIO-X DA GIROFLEX-FORMA 500 funcionários, 39 lojas em 34 cidades do país e 9 representações na América Latina. Unidade fabril em Taboão da Serras (SP) Faturamento de R$ 217 milhões em 2011 Diferenciais de mercado: reestruturação e terceirização, investimento em marca, distribuição e assistência técnica, aposta em novos mercados como o de assentos para arenas esportivas A Associação Brasileira do Mobiliário Corporativo (Abramco) estima que os importados já abocanharam cerca de 10% do mercado corporativo no país. "A maior parte do mercado ainda é abastecido pela indústria nacional, mas é cada vez maior a entrada de importados, principalmente nos grandes magazines", diz Gerson Chioratto Trama, presidente da entidade. Segundo a Abramco, são mais de 100 empresas brasileiras voltadas exclusivamente para o mercado de móveis corporativo, que respondem por cerca de 25% do mercado de móveis no país.

6 Dados da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel) mostram que as vendas totais do setor de móveis no mercado brasileiro cresceram 7% em 2011, somando cerca de R$ 30 bilhões. Para 2012, a previsão da associação é de aumento de 12% nas vendas. A lógica é a seguinte: se tem casa nova ou escritório novo, tem móveis novos também. Apesar do bom desempenho do mercado interno, o superávit da balança comercial do setor despencou nos últimos anos. Em 2011, as importações do setor somaram US$ 561,6 milhões, alta de 14% na comparação com o ano anterior. Já as exportações caíram 3,3%, para US$ 763,3 milhões. Com isso, o superávir foi US$ 75,1 milhões, resultado 41% menor do que o registrado em A produção industrial do setor aumentou 1,5% em 2011, ante um crescimento de 10,8% no ano anterior. Concorrência com importados e produção no exterior A empresa tem priorizado parcerias locais, mas para a segmento de arenas esportivas a companhia admite fabricar parte dos assentos no exterior, caso a empresa venha a ser a escolhida por mais de um estádio da Copa. Exportações representam apenas 1% do faturamento da Giroflex-Forma (Foto: Divulgação) Segundo a companha, essa produção mista seria uma alternativa para poder atender os prazos de entrega dentro dos limites da capacidade produtiva local e garante que não está nos planos da companhia transferir parte das linhas de produção para o exterior, em países de menor custo, aos moldes do que tem sido adotado por várias industrias brasileiras e multinacionais. Pelo contrário,

7 a gente está tentando fazer com que um dos nossos parceiros produza localmente, diz Saraiva. Segundo ele, também não está nos planos da empresa elevar a participação de produtos importados no portifólio. A gente não importa muito ainda, deve ser uns 5% do faturamento, e não sabe se quer importar. Primeiro, por qualidade, segundo por custo a médio e longo prazo, diz o executivo. A empresa afirma que também já começou a discutir a construção de uma nova fábrica no país. Hoje, toda a produção da Giroflex está concentrada em uma planta em Taboão da Serra (SP). Já estamos analisando um modelo de expansão no Brasil, afirma o presidente. Exportação representam só 1% do faturamento As cadeiras giratórias seguem como o carro-chefe da companhia e, junto com poltronas para cinemas e teatros e assentos coletivos representam 70% do faturamento da companhia. Ainda somos sinônimos de cadeira, reconhece o presidente. Embora não existam estatísticas sobre a distribuição do mercado, a Giroflex estima deter cerca de 14% do mercado de assentos para escritórios. Somos líder no segmento, diz o executivo. Entre as principais concorrentes estão a Flexform, a Alberflex e a Bortolini. Se você for o melhor em distribuição, marca e assistência técnica, não vai ser uma empresa de fora que vai te bater fácil Apesar da liderança e reconhecimento no mercado doméstico, a Giroflex- Forma também faz parte do grande grupo de empresas que só conseguem crescer dentro do país. A marca possui representações em 9 países da América Latina, mas as exportações representam apenas 1% do faturamento da companhia. A gente está focando no mercado brasileiro, que tem a maior base e é o que mais cresce, diz Saraiva. É qual é dificuldade para se tornar um player global? Custo Brasil", responde o executivo, citando mão de obra, carga tributária elevada, financiamento e a burocracia. "Tudo aqui é moroso. É uma catraca gigantesca, que não existe muito em outros países", critica o presidente da companhia. A gente não quer esconder a nossa ineficiência e que o governo seja protecionista. O que a gente quer é que exista alguma forma de equalizar a diferença de custo Brasil com os produtos importados", acrescenta. Na avaliação do executivo, as medidas anunciadas pelo governo para estimular a indústria são superficiais e por enquanto trazem pouco impacto no custo de

8 produção. A empresa, por exemplo, decidiu não aderir ao programa de mudança na tributação da folha de pagamento por uma alíquota do faturamento, por avaliar que não valia à pena. O governo está agindo de maneira reativa, talvez atacando o efeito e não a causa, critica Saraiva. Forma foi adquirida em 1997, mas só neste ano a companhia adotou nova logomarca (Foto: Divulgação) IPO e aposta de longo prazo A reestruturação da companhia já atraiu a atenção de interessados em adquirir participação na Giroflex-Forma. Os novos controladores garantem, porém, que o objetivo é manter-se à frente do negócio e não só sanear a empresa e passá-la para frente. "A gente está aqui com visão de longo prazo, não quer vender a empresa, não quer simplesmente fazer um IPO (oferta de ações) e ir embora, diz Saraiva, ressalvando que ainda não há previsão de abertura do capital da companhia. Egresso do mercado de finanças, com passagem pela Ambev, o executivo, que é um dos sete sócios da Galícia, afirma que investir na indústria brasileira ainda pode ser um bom negócio. Com Giroflex-Forma é, porque a empresa é líder de mercado, tem distribuição, marca, produto e é sinônimo de qualidade. Quando olhamos a Giroflex, imaginamos a Brahma de Porque o mercado de cerveja naquela época também era extremamente pulverizado,

9 diz Saraiva, lembrando que a cervejaria também foi adquirida por um grupo de investidores, que seguem no comando da empresa até hoje. A Giroflex admite que o percentual de 10% de terceirização deverá crescer nos próximos anos, levando a empresa a um perfil cada vez mais próximo ao de montadora. É o conceito que a gente entende ser natural acontecer no segmento de móveis, diz Saraiva. Para a empresa, tal reestruturação não significa uma desindustrialização ou uma renúncia à produção. Vamos continuar a produzir, mas não queremos produzir tudo. A gente acredita que o mais importante é focar em ser o melhor. Porque, se a gente for o melhor, mesmo num país de custo caro, vamos ter um modelo vencedor. Se você for o melhor em distribuição, marca e assistência técnica, não vai ser uma empresa de fora que vai te bater fácil, conclui.

Cliente: Sindicerv Veículo: www.portugaldigital.com.br Data: 29-06-2010 Imagem Corporativa Consumo de cerveja no Brasil deve aumentar mais de 10% No ano passado, o consumo nacional de cerveja cresceu 10,9%,

Leia mais

BOLETIM ECONÔMICO Novembro/2015

BOLETIM ECONÔMICO Novembro/2015 BOLETIM ECONÔMICO Novembro/2015 13º injetará R$ 173 bilhões na economia, diz Dieese. O pagamento do 13º salário injetará aproximadamente R$ 173 bilhões, quantia equivalente a R$ 2,9% do PIB, na economia

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DO ÁLCOOL - PROÁLCOOL

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DO ÁLCOOL - PROÁLCOOL UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DO ÁLCOOL - PROÁLCOOL Cintia de Souza Oliveira 8662479 Karina Siqueira 8658676 Verônica Carvalho

Leia mais

Lições para o crescimento econômico adotadas em outros países

Lições para o crescimento econômico adotadas em outros países Para o Boletim Econômico Edição nº 45 outubro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Lições para o crescimento econômico adotadas em outros países 1 Ainda que não haja receita

Leia mais

Primeiro trimestre de 2004: lucro de US$ 355 milhões (crescimento de 135%)

Primeiro trimestre de 2004: lucro de US$ 355 milhões (crescimento de 135%) CNM/CUT - CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS METALÚRGICOS DA CUT DIEESE - DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SÓCIO-ECONÔMICOS SUBSEÇÃO CNM/CUT ALCOA BRASIL 1 ALCOA NO MUNDO Resultados financeiros:

Leia mais

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 1 Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 Entrevistador- Como o senhor vê a economia mundial e qual o posicionamento do Brasil, após quase um ano da quebra do

Leia mais

PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO

PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO PESQUISA CENÁRIO 2010-2015: DESAFIOS ESTRATÉGICOS E PRIORIDADES DE GESTÃO PESQUISA RESPONDENTES 1065 executivos (as) PERÍODO De 02 a 17 (Novembro de 2009) CEOs Diretores UNs Diretores Funcionais QUESTIONÁRIO

Leia mais

A Finep mais abrangente

A Finep mais abrangente _O MOVIMENTO Saiba mais sobre as novas propostas de atuação da Finep, na ENTREVISTA com Glauco Arbix entre outros objetivos, ele quer que a agência seja reconhecida como instituição financeira pelo Banco

Leia mais

Infor quer ser alternativa à SAP

Infor quer ser alternativa à SAP TECNOLOGIAS Infor quer ser alternativa à SAP e Oracle Págs. 28 e 29 NOVA ESTRATÉGIA PREVÊ AINDA A "MICROVERTICALIZAÇAO" DOS PRODUTOS Infor quer ser alternativa à SAP e Oracle Charles Phillips, CEO e o

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Setembro 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

Mas do ponto de vista do grosso, o grande percentual de discussões acumuladas e passadas que tínhamos, já está absolutamente eliminado.

Mas do ponto de vista do grosso, o grande percentual de discussões acumuladas e passadas que tínhamos, já está absolutamente eliminado. Carlos Macedo, Goldman Sachs: Bom dia. Obrigado pela oportunidade. Duas perguntas, a primeira se refere à sinistralidade em seguro de saúde. Na página sete do release, vocês falam de uma despesa extraordinária

Leia mais

Unidade II RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS

Unidade II RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS Unidade II 2 TENDÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS 2.1 Gestão de compras 1 A gestão de compras assume papel estratégico na Era da competição global, devido ao volume de recursos envolvidos no processo,

Leia mais

SINCOR-SP 2015 DEZEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 DEZEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS DEZEMBRO 20 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Discurso do Ministro Alexandre Tombini, Presidente do Banco. Central do Brasil, na Comissão Mista de Orçamento do. Congresso Nacional

Discurso do Ministro Alexandre Tombini, Presidente do Banco. Central do Brasil, na Comissão Mista de Orçamento do. Congresso Nacional Brasília, 18 de setembro de 2013. Discurso do Ministro Alexandre Tombini, Presidente do Banco Central do Brasil, na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional Exmas. Sras. Senadoras e Deputadas

Leia mais

1 Introdução. 1.1 O Problema

1 Introdução. 1.1 O Problema 1 Introdução 1.1 O Problema Diante do cenário da globalização e da constante necessidade de expansão das empresas, muitas organizações em todo o mundo, já no início do século XX, intensificaram seus esforços

Leia mais

Empresa. Produtos. Bicicletas Elétricas

Empresa. Produtos. Bicicletas Elétricas Empresa Eletro Transport é uma empresa no ramo de veículos elétricos e equipamentos geradores de energia renovável. Conta com toda a infra-estrutura de pesquisa e estatísticas da D7 Group em Londres que

Leia mais

Nota Data 8 de maio de 2013

Nota Data 8 de maio de 2013 Nota Data 8 de maio de 2013 Contato Flávio Resende Proativa Comunicação flavioresende@proativacomunicacao.com.br Tel: (61) 3242-9058/9216-9188 Kadydja Albuquerque Proativa Comunicação coordenacao@proativacomunicacao.com.br

Leia mais

São Paulo, 14 de julho de 2004. COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

São Paulo, 14 de julho de 2004. COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO São Paulo, 14 de julho de 2004. COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO E OS TRABALHADORES Pulverizado, com uma grande concentração de empresas de pequeno porte - mais de 60% dos trabalhadores estão

Leia mais

Otimizada para Crescimento:

Otimizada para Crescimento: Quinta Pesquisa Anual de Mudança na Cadeia de Suprimentos RESUMO REGIONAL: AMÉRICA LATINA Otimizada para Crescimento: Executivos de alta tecnologia se adaptam para se adequar às demandas mundiais INTRODUÇÃO

Leia mais

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce Você é do tipo que quer arrancar os cabelos toda vez que um concorrente diminui o preço? Então você precisa ler este guia rápido agora mesmo. Aqui

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Introdução A A logística sempre existiu e está presente no dia a dia de todos nós, nas mais diversas

Leia mais

PrimeGlobal PGBR. Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos. Diferença PrimeGlobal

PrimeGlobal PGBR. Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos. Diferença PrimeGlobal PrimeGlobal PGBR Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos Somos uma empresa de auditoria, consultoria e impostos, criada á partir da junção de importantes empresas nacionais,

Leia mais

PESQUISA INVESTIMENTOS NA INDÚSTRIA Minas Gerais. Ano 6. Nº 1. Março 2016

PESQUISA INVESTIMENTOS NA INDÚSTRIA Minas Gerais. Ano 6. Nº 1. Março 2016 PESQUISA INVESTIMENTOS NA INDÚSTRIA Minas Gerais Ano 6. Nº 1. Março 2016 Recessão econômica impacta os investimentos O ano de 2015 foi marcado por incertezas econômicas e crise política que contribuíram

Leia mais

BOLETIM ECONÔMICO Agosto/2015

BOLETIM ECONÔMICO Agosto/2015 BOLETIM ECONÔMICO Agosto/2015 Minha Casa Minha Vida 3 será lançado dia 10 de Setembro. Nas duas primeiras edições do Minha Casa Minha Vida foram entregues 2,3 milhões de moradias para famílias de baixa

Leia mais

econômica e institucional em 15 de maio de 1956, a Anfavea, Associação Nacional dos Fabricantes

econômica e institucional em 15 de maio de 1956, a Anfavea, Associação Nacional dos Fabricantes Anfavea Ata de constituição da Anfavea, São Paulo, 15 de maio de 1956. O investimento vai para onde se pode produzir a menores custos e com promissoras perspectivas de retorno para os capitais, tecnologia

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T14 em português TOTVS (TOTS3 BZ) 31 de julho de 2014

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T14 em português TOTVS (TOTS3 BZ) 31 de julho de 2014 Operadora: Bom dia. Sejam bem-vindos à teleconferência da TOTVS referente aos resultados do 2T14. Estão presentes os senhores Alexandre Mafra, Vice-Presidente Executivo e Financeiro e Vice-Presidente de

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados do 4T12 Contax (CTAX4 BZ) 26 de fevereiro de 2013. Tales Freire, Bradesco:

Transcrição da Teleconferência Resultados do 4T12 Contax (CTAX4 BZ) 26 de fevereiro de 2013. Tales Freire, Bradesco: Tales Freire, Bradesco: Bom dia a todos. Eu sei que a Companhia é bastante criteriosa para definir algum tipo de despesa como não recorrente, mas observando o resultado, vimos que outras despesas operacionais

Leia mais

Introdução. 1. O que é e-commerce?

Introdução. 1. O que é e-commerce? Introdução As vendas na internet crescem a cada dia mais no Brasil e no mundo, isto é fato. Entretanto, dominar esta ferramenta ainda pode ser um mistério tanto para micro quanto para pequenos e médios

Leia mais

por que essa rede assusta os varejistas Confira no tablet mais informações sobre a Rede Dia% agosto 2015 SM.com.br 39

por que essa rede assusta os varejistas Confira no tablet mais informações sobre a Rede Dia% agosto 2015 SM.com.br 39 p e r a T e x t o a l e s s a n d r a m o r i t a a l e s s a n d r a. m o r i t a @ s m. c o m. b r divulgaçãoo v t Lojas localizadas perto da casa do consumidor e que praticam preços difíceis de copiar.

Leia mais

Connections with Leading Thinkers

Connections with Leading Thinkers Instituto de Alta Performance Connections with Leading Thinkers A economista Fernanda de Negri discute os méritos e deficiências das políticas de inovação brasileiras. Fernanda De Negri é diretora de Estudos

Leia mais

Padrão exclusivo para sua empresa. nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar

Padrão exclusivo para sua empresa. nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar especial gestão Padrão exclusivo para sua empresa nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes. A frase consagrada de Albert Einstein não poderia ser mais clara: quer

Leia mais

12 propostas para TRANSFORMAR o futebol Brasileiro

12 propostas para TRANSFORMAR o futebol Brasileiro Visão PLURI 12 propostas para TRANSFORMAR o futebol Brasileiro PLURI Consultoria São Paulo - Brasil Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria Fernando Ferreira Economista, Especialista em Gestão

Leia mais

Disponível em http://www.noticenter.com.br/?modulo=noticias&caderno=gestao&noticia=01370-4-razoes-que-explicam-osucesso-da-weg-no-exterior

Disponível em http://www.noticenter.com.br/?modulo=noticias&caderno=gestao&noticia=01370-4-razoes-que-explicam-osucesso-da-weg-no-exterior TG Trabalho em grupo Professor: Flavio Celso Muller Martin Este TG aborda uma empresa brasileira que é frequentemente citada como exemplo de internacionalização. A WEG S.A. é uma empresa brasileira com

Leia mais

INVESTIMENTOS NA INDÚSTRIA

INVESTIMENTOS NA INDÚSTRIA INVESTIMENTOS NA INDÚSTRIA Informativo da Confederação Nacional da Indústria Ano 3 Número 01 dezembro de 2011 www.cni.org.br Investimentos realizados em 2011 Indústria investe cada vez mais com o objetivo

Leia mais

DEDICADA AOS DEZ TRABALHADORES MORTOS EM ACIDENTES, ATÉ JUNHO DE 2015

DEDICADA AOS DEZ TRABALHADORES MORTOS EM ACIDENTES, ATÉ JUNHO DE 2015 DEDICADA AOS DEZ TRABALHADORES MORTOS EM ACIDENTES, ATÉ JUNHO DE 2015 São estes trabalhadores que deram e dão o sangue para transformar a Petrobrás na quarta maior empresa petrolífera do mundo, enquanto

Leia mais

BIBLIOTECA DeA. Fonte: 06/10/2011. Caderno Empresas. Brasileiro sofistica o uso do desodorante. Por Luciana Seabra De São Paulo

BIBLIOTECA DeA. Fonte: 06/10/2011. Caderno Empresas. Brasileiro sofistica o uso do desodorante. Por Luciana Seabra De São Paulo Fonte: 06/10/2011 Caderno Empresas Brasileiro sofistica o uso do desodorante Por Luciana Seabra De São Paulo No primeiro semestre deste ano, 56% dos desodorantes e antitranspirantes vendidos no Brasil

Leia mais

Pedro Mizutani acredita que setor sucroenergético deve sentir uma recuperação mais acelerada da crise

Pedro Mizutani acredita que setor sucroenergético deve sentir uma recuperação mais acelerada da crise Pedro Mizutani acredita que setor sucroenergético deve sentir uma recuperação mais acelerada da crise A crise econômica afeta o setor sucroenergético principalmente, dificultando e encarecendo o crédito

Leia mais

OBJETIVOS Conquistar exposição qualificada e grande visibilidade para o lançamento do Xbox One perante a concorrência, cada vez mais acirrada.

OBJETIVOS Conquistar exposição qualificada e grande visibilidade para o lançamento do Xbox One perante a concorrência, cada vez mais acirrada. 2 CONTEXTO O mercado brasileiro de games é o quarto maior do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, Japão e México, e apresenta um grande potencial de crescimento. O aumento de renda e acesso ao crédito

Leia mais

Brasil não pode emperrar pré-sal, diz presidente do World Petroleum Council Qua, 19 de Setembro de 2012 08:08

Brasil não pode emperrar pré-sal, diz presidente do World Petroleum Council Qua, 19 de Setembro de 2012 08:08 Dirigindo uma das principais entidades de petróleo do mundo, o World Petroleum Council, mas também presidente da brasileira Barra Energia, Renato Bertani acha que o Brasil não pode se dar ao luxo, como

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Junio 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO - PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS- GRADUADOS

Leia mais

POLÍTICA FISCAL E DÍVIDA PÚBLICA O difícil caminho até o Grau de Investimento Jedson César de Oliveira * Guilherme R. S.

POLÍTICA FISCAL E DÍVIDA PÚBLICA O difícil caminho até o Grau de Investimento Jedson César de Oliveira * Guilherme R. S. POLÍTICA FISCAL E DÍVIDA PÚBLICA O difícil caminho até o Grau de Investimento Jedson César de Oliveira * Guilherme R. S. Souza e Silva ** Nos últimos anos, tem crescido a expectativa em torno de uma possível

Leia mais

A verdadeira bolha não é a China, mas sim o ocidente.

A verdadeira bolha não é a China, mas sim o ocidente. SUMÁRIO EXECUTIVO. Bolha chinesa ainda pode cair mais 10%; Uma guerra monetária; FED não irá subir os juros; BCB terá que subir ainda a SELIC. A verdadeira bolha não é a China, mas sim o ocidente. O mundo

Leia mais

Apresentação Institucional. Novembro 2015

Apresentação Institucional. Novembro 2015 Apresentação Institucional Novembro 2015 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 3ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

informa NOTÍCIAS Consumo de plástico cresce 8,5% em 2012...pág 02 OPORTUNIDADES E NEGÓCIOS Oportunidades e propostas enviadas à entidade...

informa NOTÍCIAS Consumo de plástico cresce 8,5% em 2012...pág 02 OPORTUNIDADES E NEGÓCIOS Oportunidades e propostas enviadas à entidade... Edição 051/13 Consumo de plástico cresce 8,5% em 2012...pág 02 OPORTUNIDADES E NEGÓCIOS Oportunidades e propostas enviadas à entidade...pág 04 INDICADORES Expectativas para Economia Brasileira e para o

Leia mais

Gostaria agora de passar a palavra ao Sr. Alexandre Afrange, que iniciará a apresentação. Por favor, Sr. Afrange pode prosseguir.

Gostaria agora de passar a palavra ao Sr. Alexandre Afrange, que iniciará a apresentação. Por favor, Sr. Afrange pode prosseguir. Operadora: Bom dia, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência dos resultados referentes ao 2T08 da Le Lis Blanc. Estão presentes conosco o Sr. Alexandre Afrange, Presidente, e o Sr. Marcelo

Leia mais

A crise como oportunidade. Tânia Bacelar professora da pós-graduação em Geografia da UFPE. entrevista

A crise como oportunidade. Tânia Bacelar professora da pós-graduação em Geografia da UFPE. entrevista entrevista Foto Arquivo pessoal Em entrevista exclusiva para a Revista Gestão Pública PE, a economista e socióloga Tânia Bacelar de Araújo analisa a conjuntura econômica mundial. Ela explica as causas

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

Seja um franqueado E GARANTA SUA FATIA DESTA RECEITA DE SUCESSO

Seja um franqueado E GARANTA SUA FATIA DESTA RECEITA DE SUCESSO Seja um franqueado E GARANTA SUA FATIA DESTA RECEITA DE SUCESSO A FRANQUIA O nome fantasia é China Brasil, tendo a empresa mais de 35 anos de atuação. A mesma propõe seu diferencial no sabor e modo de

Leia mais

09/09/2004. Discurso do Presidente da República

09/09/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na solenidade de recepção da delegação brasileira que participou das Olimpíadas de Atenas Palácio do Planalto, 09 de setembro de 2004 Meu caro Grael, Meu querido René Simões,

Leia mais

Cresce no Brasil senso de urgência em inovação para enfrentamento de países concorrentes

Cresce no Brasil senso de urgência em inovação para enfrentamento de países concorrentes Cresce no Brasil senso de urgência em inovação para enfrentamento de países concorrentes Por: FDC e Amcham O Brasil vive uma fase em que estão mais aguçadas as percepções de iniciativa privada, governo

Leia mais

Mensagem do presidente

Mensagem do presidente Mensagem do presidente A giroflex-forma está em um novo momento. Renovada, focada em resultados e nas pessoas, ágil e mais competitiva no mercado de assentos e de mobiliário corporativo. Representando

Leia mais

DA EAD NOVAS DIRETRIZES. Lato Sensu. Internacionalização. Mediação ARLINDO VIANNA, DA VEIGA DE ALMEIDA: EXPANSÃO ALÉM DAS FRONTEIRAS NACIONAIS

DA EAD NOVAS DIRETRIZES. Lato Sensu. Internacionalização. Mediação ARLINDO VIANNA, DA VEIGA DE ALMEIDA: EXPANSÃO ALÉM DAS FRONTEIRAS NACIONAIS Lato Sensu Cursos de especialização estão mais versáteis Internacionalização Escolas de negócios respondem à globalização Mediação Busca pelo consenso é nova perspectiva no direito ANO 18 N O 208 Abril

Leia mais

O monitoramento das atividades de pesquisa e desenvolvimento em um contexto de globalização competitiva.

O monitoramento das atividades de pesquisa e desenvolvimento em um contexto de globalização competitiva. O monitoramento das atividades de pesquisa e desenvolvimento em um contexto de globalização competitiva. Lia Prado Arrivabene Cordeiro 1. INTRODUÇÃO A pesquisa que em curso tem como objetivo verificar

Leia mais

Relatório Analítico 19 de abril de 2012

Relatório Analítico 19 de abril de 2012 VENDA Código de Negociação Bovespa AM BV4 Segmento de Atuação Principal Alimentos Categoria segundo a Liquidez 1 Linha Valor de M ercado por Ação (R$) 80,99 Valor Econômico por Ação (R$) 81,05 Potencial

Leia mais

Prova de qualidade. Sistema de gestão do SESI Por um Brasil Alfabetizado faz a diferença EDUCAÇÃO

Prova de qualidade. Sistema de gestão do SESI Por um Brasil Alfabetizado faz a diferença EDUCAÇÃO Prova de qualidade Sistema de gestão do SESI Por um Brasil Alfabetizado faz a diferença Algumas ações simples, mas de grande eficiência, podem explicar por que alunos do SESI Por um Brasil Alfabetizado

Leia mais

SINCOR-SP 2015 NOVEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 NOVEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS NOVEMBRO 20 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Análise Econômica do Mercado de Resseguro no Brasil

Análise Econômica do Mercado de Resseguro no Brasil Análise Econômica do Mercado de Resseguro no Brasil Estudo encomendado a Rating de Seguros Consultoria pela Terra Brasis Resseguros Autor: Francisco Galiza Sumário 1. Introdução... 3 2. Descrição do Setor...

Leia mais

ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF 02.387.241/0001-60 NIRE 41.3.00019886 Companhia Aberta FATO RELEVANTE

ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF 02.387.241/0001-60 NIRE 41.3.00019886 Companhia Aberta FATO RELEVANTE ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF 02.387.241/0001-60 NIRE 41.3.00019886 Companhia Aberta FATO RELEVANTE A ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. ( ALL ) vem a público informar que: (i) criou uma controlada

Leia mais

01 RELACIONAMENTO COM OS AUDITORES INDEPENDENTES

01 RELACIONAMENTO COM OS AUDITORES INDEPENDENTES RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas A Administração da Construtora Lix da Cunha S.A., em cumprimento às disposições legais e estatutárias, vem submeter a V.Sas., o Relatório da Administração

Leia mais

Jairo Martins da Silva

Jairo Martins da Silva Jairo Martins da Silva Tendências e desafios da gestão: a nova agenda dos governos e das organizações públicas e privadas Jairo Martins FNQ - Fundação Nacional da Qualidade Agenda Os conceitos Os cenários

Leia mais

Perfis. de Investimento

Perfis. de Investimento Perfis de Investimento Índice Índice 4 5 6 7 7 8 9 10 11 12 12 13 13 14 14 15 16 17 Apresentação Como funciona a Eletros? Como são os investimentos em renda variável? Como são os investimentos em renda

Leia mais

Sexta-feira 06 de Fevereiro de 2015. DESTAQUES

Sexta-feira 06 de Fevereiro de 2015. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa tem pregão volátil Poupança tem em janeiro maior saque em duas décadas IPCA tem maior alta para o mês em 12 anos, aponta IBGE Planalto quer nome do mercado na Petrobras Cade marca data

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Atuação estratégica dos departamentos jurídicos Marco Antonio P. Gonçalves A atuação estratégica de departamentos jurídicos é um dos principais temas de interesse dos advogados que

Leia mais

perfis de investimento

perfis de investimento perfis de investimento Índice 3 Apresentação 3 Como funciona a gestão de investimentos da ELETROS? 5 Quais são os principais riscos associados aos investimentos? 6 Como são os investimentos em renda fixa?

Leia mais

UM GUIA RÁPIDO ORIENTADO A RESULTADOS (vigência: 29 JUN 2009)

UM GUIA RÁPIDO ORIENTADO A RESULTADOS (vigência: 29 JUN 2009) GESTÃO DE PROCESSOS UM GUIA RÁPIDO ORIENTADO A RESULTADOS (vigência: 29 JUN 2009) 1. O QUE É PROCESSO? Processos têm sido considerados uma importante ferramenta de gestão, um instrumento capaz de aproximar

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da fábrica da Dell no Brasil

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da fábrica da Dell no Brasil Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da fábrica da Dell no Brasil Hortolândia-SP, 14 de maio de 2007 Excelentíssimo deputado Arlindo Chinaglia, presidente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MAX ALEXANDRE AMERICO CANAL DE VENDA - INTERNET

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MAX ALEXANDRE AMERICO CANAL DE VENDA - INTERNET UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MAX ALEXANDRE AMERICO CANAL DE VENDA - INTERNET CURITIBA 2014 MAX ALEXANDRE AMERICO CANAL DE VENDA - INTERNET Monografia

Leia mais

ENTREVISTA COM LUIS CURI, DIRETOR COMERCIAL DA CHERY NO BRASIL

ENTREVISTA COM LUIS CURI, DIRETOR COMERCIAL DA CHERY NO BRASIL ENTREVISTA COM LUIS CURI, DIRETOR COMERCIAL DA CHERY NO BRASIL Por Antonio Barros de Castro QUEM É A CHERY Fundada em 1997, a Chery Automobile Ltda. é a maior montadora independente da China. Sediada na

Leia mais

Campus Cabo Frio. Projeto: Incubadora de Empresas criação de emprego e renda.

Campus Cabo Frio. Projeto: Incubadora de Empresas criação de emprego e renda. Campus Cabo Frio Trabalho de Microeconomia Prof.: Marco Antônio T 316 / ADM Grupo: Luiz Carlos Mattos de Azevedo - 032270070 Arildo Júnior - 032270186 Angélica Maurício - 032270410 Elias Sawan - 032270194

Leia mais

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Serviço de Rádio Escuta da Prefeitura de Porto Alegre Emissora: Rádio Guaíba Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Data: 07/03/2007 14:50 Programa: Guaíba Revista Apresentação:

Leia mais

Entenda a tributação dos fundos de previdência privada O Pequeno Investidor 04/11/2013

Entenda a tributação dos fundos de previdência privada O Pequeno Investidor 04/11/2013 Entenda a tributação dos fundos de previdência privada O Pequeno Investidor 04/11/2013 Antes de decidir aplicar seu dinheiro em fundos de previdência privada, é preciso entender que é uma aplicação que

Leia mais

O mercado audiovisual brasileiro e os desafios para uma regulação convergente. Manoel Rangel Diretor-Presidente ANCINE Agência Nacional de Cinema

O mercado audiovisual brasileiro e os desafios para uma regulação convergente. Manoel Rangel Diretor-Presidente ANCINE Agência Nacional de Cinema O mercado audiovisual brasileiro e os desafios para uma regulação convergente Manoel Rangel Diretor-Presidente ANCINE Agência Nacional de Cinema Assuntos abordados nesta apresentação Visão geral sobre

Leia mais

Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a

Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a economia nacional registra um de seus piores momentos

Leia mais

Entrevista de Dilma Rousseff ao Financial Times

Entrevista de Dilma Rousseff ao Financial Times Entrevista de Dilma Rousseff ao Financial Times O correspondente no Brasil do Financial Times, Jonathan Wheatley, entrevistou no dia 2 de setembro a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, do governo

Leia mais

Junte-se ao clube ISO 14001!

Junte-se ao clube ISO 14001! Ano 10 Edição nº 94 QUALY DROPS ECS agosto de 2014 ECS Assessoria e Consultoria Técnica S/C Ltda Fones: (11) 2783-0136 / 2614-3262 ecsconsultoria@ecscon.com.br www.ecscon.com.br A norma ISO 14001 é hoje

Leia mais

Exclusivo: Secretária de Gestão do MPOG fala sobre expectativas do Governo Dilma

Exclusivo: Secretária de Gestão do MPOG fala sobre expectativas do Governo Dilma Exclusivo: Secretária de Gestão do MPOG fala sobre expectativas do Governo Dilma Entrevista, Ministério do Planejamento domingo, 6 de novembro de 2011 Carlos Bafutto O SOS Concurseiro discutiu, com exclusividade,

Leia mais

OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS

OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS OS DESAFIOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO EM ATRAIR E CONTRATAR EXECUTIVOS EDITORIAL Bem vindos à nossa pesquisa. No Brasil desde 2000, a Michael Page foi a primeira consultoria internacional de recrutamento

Leia mais

É viável terceirizar o ambiente de backup de dados?

É viável terceirizar o ambiente de backup de dados? É viável terceirizar o ambiente de backup de dados? Na era da informação, o próprio nome sugere que o ativo mais valioso da organização são os dados que geram as informações. Em alguns casos esses dados

Leia mais

ELEMENTOS DO PLANO DE NEGÓCIOS

ELEMENTOS DO PLANO DE NEGÓCIOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - CAMPUS DE PARNAÍBA CURSO: Técnico em Informática DISCIPLINA: Empreendedorismo PROFESSORA: CAROLINE PINTO GUEDES FERREIRA ELEMENTOS DO PLANO

Leia mais

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam.

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam. Conjuntura Econômica Brasileira Palestrante: José Márcio Camargo Professor e Doutor em Economia Presidente de Mesa: José Antonio Teixeira presidente da FENEP Tentarei dividir minha palestra em duas partes:

Leia mais

Conseguimos te ajudar?

Conseguimos te ajudar? Controlar suas finanças deve ser um hábito. Não com o objetivo de restringir seus sonhos de consumo, mas sim de convidá-lo a planejar melhor a realização da cada um deles, gastando o seu dinheiro de maneira

Leia mais

Ações preferenciais e ordinárias no mercado brasileiro: a abertura do gap de preços

Ações preferenciais e ordinárias no mercado brasileiro: a abertura do gap de preços Ações preferenciais e ordinárias no mercado brasileiro: a abertura do gap de preços Cota maio 6 meses 2015 Desde o início PL médio 12 meses* PL* Canepa I FIC FIA 1,20392779 0,16% 6,36% 13,50% 20,39% 33.230

Leia mais

24º Congresso Nacional de Transporte Aquaviário, Construção Naval e Offshore

24º Congresso Nacional de Transporte Aquaviário, Construção Naval e Offshore 24º Congresso Nacional de Transporte Aquaviário, Construção Naval e Offshore Rio de Janeiro, 15 a 19 de Outubro de 2012 Adequação do mercado ao reaquecimento da Indústria Naval Waneska Lima Magalhães Resumo:

Leia mais

Apresentação de Resultados do 4T13

Apresentação de Resultados do 4T13 Apresentação de Resultados do 4T13 Geraldo Bom dia a todos. Em nome da M DIAS BRANCO, gostaria de agradecer a presença dos senhores em nossa teleconferência para discussão dos resultados da Companhia no

Leia mais

MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S

MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S A contratação contínua de talentos não pode ser isolada da estratégia geral da empresa, pois o correto recrutamento irá agregar pessoas mais valiosas, trazendo mais resultados.

Leia mais

Mineração. Minério de ferro: Preços em queda e estoques crescendo. Análise de Investimentos Relatório Setorial. 22 de Maio de 2014

Mineração. Minério de ferro: Preços em queda e estoques crescendo. Análise de Investimentos Relatório Setorial. 22 de Maio de 2014 Minério de ferro: Preços em queda e estoques crescendo A redução no ritmo de crescimento da produção de aço na China, as dificuldades financeiras das siderúrgicas com os baixos preços naquele país e um

Leia mais

ESTRATÉGIAS CORPORATIVAS COMPARADAS CMI-CEIC

ESTRATÉGIAS CORPORATIVAS COMPARADAS CMI-CEIC ESTRATÉGIAS CORPORATIVAS COMPARADAS CMI-CEIC 1 Sumário Executivo 1 - A China em África 1.1 - Comércio China África 2 - A China em Angola 2.1 - Financiamentos 2.2 - Relações Comerciais 3 - Características

Leia mais

RELATÓRIO MESA DEVOLVER DESIGN (EXTENSÃO) Falta aplicação teórica (isso pode favorecer o aprendizado já que o aluno não tem a coisa pronta)

RELATÓRIO MESA DEVOLVER DESIGN (EXTENSÃO) Falta aplicação teórica (isso pode favorecer o aprendizado já que o aluno não tem a coisa pronta) 1ª RODADA RELAÇÃO PRÁTICA E TEORIA Pouca teoria, muitas oficinas Matérias não suprem as necessidades de um designer Falta aplicação teórica (isso pode favorecer o aprendizado já que o aluno não tem a coisa

Leia mais

Economia em Perspectiva 2012-2013

Economia em Perspectiva 2012-2013 Economia em Perspectiva 2012-2013 Porto Alegre, 28 Nov 2012 Igor Morais igor@vokin.com.br Porto Alegre, 13 de março de 2012 Economia Internacional EUA Recuperação Lenta Evolução da Produção Industrial

Leia mais

BRAININ MARKETING DIGITAL DE RESULTADO

BRAININ MARKETING DIGITAL DE RESULTADO BRAININ IN MARKETING DIGITAL DE RESULTADO 75% OFF Sua empresa está em crise? Nossos clientes não estão. AUMENTE SUAS VENDAS COM MARKETING DE RESULTADOS. + + = Consultoria Web Marketing Digital SGW Flex

Leia mais

Connections with Leading Thinkers

Connections with Leading Thinkers Instituto de Alta Performance Connections with Leading Thinkers O economista Otaviano Canuto discute os obstáculos estruturais que atrasam a inovação na economia brasileira, e aponta possíveis soluções.

Leia mais

Exportação de Serviços de Engenharia 29/05/2014

Exportação de Serviços de Engenharia 29/05/2014 Exportação de Serviços de Engenharia 29/05/2014 Exportação de serviços de engenharia Benefícios para o Brasil Mercado Internacional Mecanismos de Apoio Oficial Propostas Índice O QUE SÃO OS SERVIÇOS DE

Leia mais

A grande verdade é que a maioria das empresas está perdendo muito dinheiro tentando criar um negócio online.

A grande verdade é que a maioria das empresas está perdendo muito dinheiro tentando criar um negócio online. Você gostaria de aprender o que os negócios campeões em vendas online fazem? Como eles criam empresas sólidas na internet, que dão lucros por vários e vários anos? A grande verdade é que a maioria das

Leia mais

Segundo Helen Deresky, (2004, p. 55), as alianças estratégicas não acionárias ocorrem:

Segundo Helen Deresky, (2004, p. 55), as alianças estratégicas não acionárias ocorrem: O modelo supply chain As empresas de hoje atuam segundo algumas correntes, ou modelos econômicos. Dentre estes se pode citar a cadeia de suprimentos ou supply chain, modelo das grandes corporações, e a

Leia mais

Luz no fim do túnel. de combustíveis foram responsáveis por US$ 501 bilhões

Luz no fim do túnel. de combustíveis foram responsáveis por US$ 501 bilhões Estados unidos Luz no fim do túnel Os Estados Unidos ainda não se recuperaram totalmente da última crise financeira, que fez estrago nos dos dois lados do Atlântico, mas vêm ensaiando uma recuperação e,

Leia mais

Cenário positivo. Construção e Negócios - São Paulo/SP - REVISTA - 03/05/2012-19:49:37. Texto: Lucas Rizzi

Cenário positivo. Construção e Negócios - São Paulo/SP - REVISTA - 03/05/2012-19:49:37. Texto: Lucas Rizzi Cenário positivo Construção e Negócios - São Paulo/SP - REVISTA - 03/05/2012-19:49:37 Texto: Lucas Rizzi Crescimento econômico, redução da pobreza, renda em expansão e dois grandes eventos esportivos vindo

Leia mais

Artigo publicado. na edição 34. www.revistamundologistica.com.br. Assine a revista através do nosso site. maio e junho de 2013

Artigo publicado. na edição 34. www.revistamundologistica.com.br. Assine a revista através do nosso site. maio e junho de 2013 Artigo publicado na edição 34 Assine a revista através do nosso site maio e junho de 2013 www.revistamundologistica.com.br Paulo Guedes :: opinião Gastos e Custos Logísticos diferenciar para compreender

Leia mais

Segredo 11 Como investir em ações para construir riqueza

Segredo 11 Como investir em ações para construir riqueza Segredo 11 Como investir em ações para construir riqueza Um tempo atrás, escrevi um ensaio curto sobre como Warren Buffett havia enriquecido tanto, mas não mencionei o quão rico ele havia se tornado. Com

Leia mais