Automação Hidráulica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Automação Hidráulica"

Transcrição

1 Automação Hidráulica

2 Roteiro n Introdução n Aplicações n Estrutura dos circuitos n Sistemas de atuação hidráulica n Componentes n Exemplo de CNC hidráulico

3 Definição de Sistema hidráulico n Conjunto de elementos físicos associados que, utilizando um fluido como meio de transferência de energia que permite a transmissão e o controle de força e movimento.

4 Tipos de Sistemas hidráulicos n Sistemas de potência utilizando fluidos Circuitos para realizar trabalho (Foco da Automação) n Sistemas de transporte de fluidos. Ex. Redes de distribuição de água e gás

5 Sistema hidráulico

6 Aplicação do Princípio de Pascal

7 Bombas n Acionamento alternativo n Acionamento rotativo De engrenagens De palhetas De pistões

8 Bomba de engrenagens

9 Bomba de engrenagens

10 Circuitos de movimentação linear e angular

11 Divisão do Circuito Hidráulico n Circuito de atuação Válvula direcional Cilindro Motor n Circuito de unidade de potência Reservatório Bomba Válvula de alívio Filtro

12

13 Sistema de atuação hidráulico Força (pressão) Velocidade (Vazão) Deslocamento (posição)

14 n Válvulas Direcionais Controladoras de vazão (velocidade) Controladoras de pressão (força) n Válvula define a classificação dos circuitos de atuação Atuação discreta Atuação contínua Circuito Hidráulico

15 Sistemas de atuação discretos n Hidráulica permite várias soluções para um mesmo problema Forma construtiva dos componentes Experiência do projetista Comportamento da carga

16

17

18 Seleção digital de velocidade

19 Sistemas de atuação com controle n Responde proporcionalmente a um sinal de acionamento Mecânico Elétrico Hidráulico contínuo

20 Máquina Injetora de plástico

21 Máquina Injetora de Plástico n Controle de velocidade e direção n Controle da força de fechamento do molde

22 Controle de pressão

23 Válvulas de controle contínuo n Válvulas de controle contínuo de pressão (VCCP) n Válvulas de controle contínuo de vazão (VCCV) n Válvulas de controle contínuo direcional (VCCD)

24 Máquina CNC Hidráulica Interface Homem Máquina PLC CNC Drive para servomotor elétrico Drive para sistema Hidráulico (HLA) Servo motor elétrico Válvula com Servo solenoide (proporcional) Válvula direcional Cilindro Sensor de posição 11 Sensor de pressão

25 Modos de controle do drive hidráulico 1. Speed 2. Position 3. Interpolation (contouring) 4. Pressure or power

26 Interpolação Interpolação circular de dois eixos hidráulicos Interpolação circular de um eixo elétrico e outro hidráulico

27 Válvulas com sevo-solenóide

28 Sensores Transdutor de posição Transdutor de pressão

29 Cilíndro Hidráulico integrando servosolenóide, servo-válvula e transdutor de posição

30 Componentes

31 Hidráulica Industrial, Bombas de Pistões Radiais Deslocamento: cm3 Pressão: 280 bar Versão Alta pressão ate 350 bar Grande Variação de controles: Compensador de Pressão Compensador Remoto Compensador Load Sensing Versão EHV... Versões: Dupla, Múltipla,...

32 Hidráulica Industrial, RKP com EHV Controle da pressão e da vazão através de servoválvula, montada na bomba Transdutor no anel Transdutor de pressão Controlado com cartela eletrônica.

33 Hidráulica Industrial, Bombas de Palhetas Deslocamento: cm3 Pressão: 210 bar Versão Light Line ate 100 bar Grande Variação de controles: Compensador de Pressão Compensador Remoto Compensador Load Sensing Versão EHV... Versões: Dupla, Múltipla,...

34 Hidráulica Industrial, Bombas de Engrenagens Internas Deslocamento: 3, cm3 Pressão: 330 bar Versões: Dupla, Múltipla,...

35 Hidráulica Industrial, Bombas de Pistões Axiais Deslocamento: cm3 Pressão: 210 bar Compensador de Pressão Compensador Remoto

36 Hidráulica Industrial, Unidades Motor CC / Bomba Deslocamento: cm3 Potência: W Voltagem: V DC Pressão: ate 250 bar

37 Hidráulica Industrial, Unidades Compactas (CC) Deslocamento: cm3 Potência: W Voltagem: V DC 220/380V AC Pressão: ate 250 bar Reservatório: 0,5... 7L Diferentes Blocos e Aplicações Variados kits para montagem

38 Hidráulica Industrial, Unidades (Centrais) Centrais normalizadas e especiais conforme aplicação Reservatório em AL ou Aço, Aço Inox

39 Hidráulica Industrial, Válvulas Direcionais TN 10 Válvula de 5 câmaras, carretel guiado, e canais otimizados = alta performance Bobina de fácil troca = a prova de pressão Diam. Carretel = 18mm Vazão: até 200 l/min Pressão: 315bar Voltagem: 012/00 024/00; 024/ /00 115/ /50-60 EX

40 Hidráulica Industrial, Válvulas Direcionais, Pilotadas Carretel com abertura progressiva TN: 10, 16, 25, 32 Vazão: até 1000 l/min Pressão: 315bar Voltagem: 012/00 024/00; 024/ /00 115/ /50-60 EX

41 Hidráulica Industrial, Reguladores de Vazão (compensada) TN 6: Q = 1, l/min TN10:Q = l/min Montagem em linha 3 vias Q entrada: 120L/min

42 Hidráulica Industrial, Válvulas Montagem em Placa Válvulas de Retenção Válvulas de Alívio Válvulas Redutoras Válvulas de Seqüência Contrabalanço...

43 Hidráulica Industrial, Válvulas Modulares Válvula direcional Válvula de retenção Válvula de vazão Válvula de alívio, redutoras...

44 Hidráulica Industrial,Válvula Modular TN 10

45 Hidráulica Industrial, Pressostato - Vida útil maior que 5 milhões de ciclos - 5 faixas de pressão -max. 350 bar - contatos de alta precisão e alta pressão - variação da histeresis minimizada - montagem a cada 90 - redução de preço entre 21 e 38%

46 Hidráulica Industrial, Válvulas Monitorizadas Válvulas com monitorização da posição do carretel Tamanhos: TN 6, TN 10, TN16 Direcionais, Mecânicas, Proporcionais e Cartuchos

47 Hidráulica Industrial, Válvulas Proporcionais De: Pressão Vazão Direcionais Versões: sem/com LVDT sem/com OBE TN6, 10, 16, 25, 32 Diversas opções para diferentes aplicações LVDT = Transdutor da posição do carretel OBE = Eletrónica incorporada

48 Hidráulica Industrial, Servo Válvulas Bobina com transdutor de posição incorporado Carcaça em Aço F o. Casquilho e carretel em aço reforçado

49 Hidráulica Industrial, Circuitos Fechados Cilindro ISO com qualidade Servo - Transdutor de Posição incorporado - Válvula montada diretamente no corpo do cilindro

50 Hidráulica Industrial, Cilindros Cilindros Tipo ISO Dimensões e Flanges normalizadas

51 Hidráulica Industrial, Blocos para Prensas Válvula direcional TN32, monitorizada Elementos lógicos, monitorizados Elemento lógico, proporcional

52 Hidráulica Industrial, Blocos para Prensas 2 Acumulador de membrana Servo - Válvula Válvula Proporcional TN32 monitorizada

53 Hidráulica Industrial, Blocos para Máquinas de Plástico Válvulas Proporcionais. Servo Válvula c/obe Elementos lógicos

54 Hidráulica Industrial, Aplicações FIM!!!!

Automação Hidráulica

Automação Hidráulica Automação Hidráulica Definição de Sistema hidráulico Conjunto de elementos físicos associados que, utilizando um fluido como meio de transferência de energia, permite a transmissão e o controle de força

Leia mais

Tecnologia em equilíbrio entre força e movimento

Tecnologia em equilíbrio entre força e movimento Tecnologia em equilíbrio entre força e movimento Parker Hannifin A Parker é a líder global na fabricação de componentes destinados aos mercados de movimento e controle do movimento, dedicada a oferecer

Leia mais

WRM Sistemas Hidráulicos

WRM Sistemas Hidráulicos WRM Sistemas Hidráulicos Bombas de engrenagens C A T Á L O G O Válvulas de pressão Válvulas de vazão Válvulas Direcionais Válvulas de retenção Válvula de assento Válvulas proporcionais Sistemas lógicos

Leia mais

Sensores e Atuadores (2)

Sensores e Atuadores (2) (2) 4º Engenharia de Controle e Automação FACIT / 2009 Prof. Maurílio J. Inácio Atuadores São componentes que convertem energia elétrica, hidráulica ou pneumática em energia mecânica. Através dos sistemas

Leia mais

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 5

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 5 tuador elescópico UNIFEI EE610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 5 ula 5 rof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior Exercício Um atuador telescópico elevará uma carga de 150 kgf ao ser alimentado por

Leia mais

AUC1. Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos. Parte III 14/02/2015 1

AUC1. Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos. Parte III 14/02/2015 1 AUC1 Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos Parte III 14/02/2015 1 Atuadores 14/02/2015 2 Atuador Pneumático Os atuadores pneumáticos, assim como os atuadores hidráulicos, são componentes que

Leia mais

Curriculum de Mecânica dos Fluidos

Curriculum de Mecânica dos Fluidos Curriculum de Mecânica dos Fluidos A Nível I Introdução à Mecânica dos Fluidos (30 horas) A.1 - Princípios e grandezas físicas em Mecânica dos Fluidos A1.1 Conceitos físico-matemáticos elementares A.1.1.1

Leia mais

de hidráulica industrial

de hidráulica industrial A UU L AL A Noções de manutenção de hidráulica industrial João, o operador de uma retificadora cilíndrica, percebeu uma certa alteração no desempenho de sua máquina. Após fazer as verificações que conhecia

Leia mais

das válvulas de vazão de líquidos e gases

das válvulas de vazão de líquidos e gases Válvulas de Vazão de Líquidos e Gases Wagner Britto Vaz de Oliveira 00/16144 Pedro Kouri Paim 00/16063 9 de Junho de 2005 1 Introdução No contexto de automação industrial, válvulas de comando são elementos

Leia mais

Componentes de um Sistema Hidráulico Parte II. Prof. Gustavo Fernandes de Lima <gustavo.lima@ifrn.edu.br>

Componentes de um Sistema Hidráulico Parte II. Prof. Gustavo Fernandes de Lima <gustavo.lima@ifrn.edu.br> Componentes de um Sistema Hidráulico Parte II Prof. Gustavo Fernandes de Lima Objetivos Identificar os principais componentes de um sistema hidráulico; Conhecer as válvulas direcionais,

Leia mais

MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 024/2014

MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 024/2014 MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 024/2014 NOME DA INSTITUIÇÃO: COMPANHIA ESTADUAL DE GERAÇÃO E TRANS. ENERGIA ELÉTRICA AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL ATO

Leia mais

COMPRESSORES. Ruy Alexandre Generoso

COMPRESSORES. Ruy Alexandre Generoso COMPRESSORES Ruy Alexandre Generoso É o componente básico de qualquer sistema pneumático. O ar é comprimido em um sistema pneumático, de forma que possa ser usado para puxar, empurrar, realizar trabalho

Leia mais

Bosch Rexroth. The Drive & Control Company A Bosch Rexroth no Brasil

Bosch Rexroth. The Drive & Control Company A Bosch Rexroth no Brasil Bosch Rexroth. The Drive & Control Company A Bosch Rexroth no Brasil A Bosch Rexroth A Bosch Rexroth AG, uma empresa do grupo Bosch, domina as tecnologias de acionamento, comando e movimento para máquinas

Leia mais

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 4

EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 4 UNIFEI EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 4 Aula 4 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior ombas Parâmetros importantes: Pressão máxima; Vazão máxima; Faixa de rotação; Rendimento: Rendimento

Leia mais

Hidráulica móbil aplicada a máquina agrícolas 1. 1. Bombas e Motores

Hidráulica móbil aplicada a máquina agrícolas 1. 1. Bombas e Motores Hidráulica móbil aplicada a máquina agrícolas 1 BOMBAS: 1. Bombas e Motores As bombas hidráulicas são o coração do sistema, sua principal função é converter energia mecânica em hidráulica. São alimentadas

Leia mais

11. Simbologia dos Componentes

11. Simbologia dos Componentes Nº Denominação Aplicação Símbolo 1.0 Geral 1.1. Símbolos Básicos 1.1.1. Linhas.1 Contínua 11. Simbologia dos Componentes.2 Interrompida Longa Linhas de fluxo..3 Interrompida Curta.4 Dupla Interligações

Leia mais

Fundamentos de Automação. Atuadores e Elementos Finais de Controle

Fundamentos de Automação. Atuadores e Elementos Finais de Controle Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Atuadores

Leia mais

Um macaco hidráulico é necessário para elevar um automóvel de 1000 kgf através do bombeamento manual.

Um macaco hidráulico é necessário para elevar um automóvel de 1000 kgf através do bombeamento manual. Um macaco hidráulico é necessário para elevar um automóvel de 1000 kgf através do bombeamento manual. Com os dados abaixo, calcular a força F1 necessária para elevar o automóvel e quantas vezes o operador

Leia mais

Concreto e Agregados CATÁLOGO DE PRODUTOS. Pág. 1. Seção C

Concreto e Agregados CATÁLOGO DE PRODUTOS. Pág. 1. Seção C I-3001 PRENSA HIDRÁULICA MANUAL 100T COM 1 MANÔMETRO NBR NM-ISO 7500-1; NBR 12767, 7680, 5739; DNER-ME091; MN 101 PALAVRA-CHAVE: Prensa, Corpos de Prova, compressão, tração, flexão, diametral Prensa manual

Leia mais

Fundamentos de Automação. Hidráulica 01/06/2015. Hidráulica. Hidráulica. Hidráulica. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

Fundamentos de Automação. Hidráulica 01/06/2015. Hidráulica. Hidráulica. Hidráulica. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação CURSO

Leia mais

Parker no Brasil. Folheto 1005-2 BR Junho 2004

Parker no Brasil. Folheto 1005-2 BR Junho 2004 Parker no Brasil Folheto 1005-2 BR Junho 2004 integração em movimento e controle 2 A Parker Hannifin A Parker é líder mundial na fabricação de componentes destinados aos mercados de Movimento e Controle

Leia mais

Prof. Daniel Hasse. Robótica Industrial

Prof. Daniel Hasse. Robótica Industrial Prof. Daniel Hasse Robótica Industrial Aula 02 - Robôs e seus Periféricos Tipos de Sistemas de Controle Volume de Trabalho Dinâmica e Precisão dos Movimentos Sistemas de Acionamentos Garras Tipos de Sistemas

Leia mais

Soluções de Automação. Para o mercado de embalagens

Soluções de Automação. Para o mercado de embalagens Soluções de Automação Para o mercado de embalagens Parker Hannifin Líder global em tecnologias de movimento e controle. Parceiro Global Suporte Global A Parker está comprometida em ajudar seus clientes

Leia mais

Aluminium body gear pumps and motors Bombas e motores de engrenagens com corpo de alumínio

Aluminium body gear pumps and motors Bombas e motores de engrenagens com corpo de alumínio A Casappa oferece o que há de melhor aos seus clientes graças à habilidade e à perícia de seus colaboradores, investimento em pesquisa e novas tecnologias, cooperação com as principais universidades e

Leia mais

1 ATUADORES HIDRÁULICOS

1 ATUADORES HIDRÁULICOS 1 ATUADORES HIDRÁULICOS Danniela Rosa Sua função é aplicar ou fazer atuar energia mecânica sobre uma máquina, levando-a a realizar um determinado trabalho. Aliás, o motor elétrico também é um tipo de atuador.

Leia mais

CM 9000. evolux. Peças e Partes

CM 9000. evolux. Peças e Partes CM 9000 evolux Peças e Partes IITEM ÍNDICE DESCRIÇÃO PÁGINA 1,0 ESTRUTURA E PARTES E EXTERNAS 1.1 GABINETE 2/3 1.2 TAMPA 4/5 1.3 SUPORTE E MONITOR 6/7 1.4 MECANISMO DA PORTA 8/9 2,0 TANQUE DA REFRIGERAÇÃO

Leia mais

1 Introdução 2 CONCEITOS FUNDAMENTAIS HIDRÁULICA

1 Introdução 2 CONCEITOS FUNDAMENTAIS HIDRÁULICA HIDRÁULICA 1 Introdução 1.1 Histórico: Existem apenas três métodos conhecidos de transmissão de potência na esfera comercial: (1) a mecânica, (2) a elétrica e (3) a fluídica. Naturalmente, a transmissão

Leia mais

Atuadores e válvulas

Atuadores e válvulas A UU L AL A Atuadores e válvulas Você já viu nas aulas anteriores que é possível transformar energia elétrica em energia mecânica por meio de uma máquina: o motor elétrico. Na indústria atual, o motor

Leia mais

Sistemas Pneumáticos

Sistemas Pneumáticos UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO DE ENGENHARIAS ENGENHARIA DE PRODUÇÃO AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Sistemas Pneumáticos Gilson PORCIÚNCULA wp.ufpel.edu.br/porciuncula Estrutura de um circuito Pneumático

Leia mais

Edson Duarte Sistemas Eletropneumáticos Lista Geral

Edson Duarte Sistemas Eletropneumáticos Lista Geral 1) Calcule o volume de ar comprimido necessário para o acionamento de 10 cilindros pneumáticos (modelo A), 4 cilindros pneumáticos com retorno por mola (modelo B) e 2 cilindros sem haste (modelo C), todos

Leia mais

ABNT ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS SISTEMAS E COMPONENTES HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS: SÍMBOLOS GRÁFICOS E DIAGRAMAS DE CIRCUITOS

ABNT ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS SISTEMAS E COMPONENTES HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS: SÍMBOLOS GRÁFICOS E DIAGRAMAS DE CIRCUITOS ABNT ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORAS TÉCNICAS SISTEAS E COPONENTES HIDRÁULICOS E PNEUÁTICOS: SÍBOLOS GRÁFICOS E DIAGRAAS DE CIRCUITOS PARTE I SÍBOLOS GRÁFICOS 1. ESCOPO A primeira parte da norma estabelece

Leia mais

Didática Bosch Rexroth

Didática Bosch Rexroth Didática Bosch Rexroth 2 Introdução A Divisão Service da Bosch Rexroth oferece ao mercado a sua linha didática. Sempre preocupada com a qualificação técnica do profissional brasileiro, oferece à indústria

Leia mais

4. Temperatura ambiente de trabalho: -40Cº até +60Cº. 8. Filtragem: contaminação do óleo de 10 a NAS1638

4. Temperatura ambiente de trabalho: -40Cº até +60Cº. 8. Filtragem: contaminação do óleo de 10 a NAS1638 Série V P80 Comando hidráulico monobloco - Vazão nominal: 80 l/min - Pressão máxima: 250 bar - De 1 até 6 secções - Acionamento: manual, hidráulico, pneumático e elétrico Especificações 1. Comando hidráulico

Leia mais

Kit de Máquinas Elétricas Rotativas - XE801 -

Kit de Máquinas Elétricas Rotativas - XE801 - T e c n o l o g i a Kit de Máquinas Elétricas Rotativas - XE801 - Os melhores e mais modernos MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensino tecnológico de qualidade. INTRODUÇÃO Kit de Máquinas Elétricas Rotativas -

Leia mais

SOLUÇÃO DE CONTROLE DE VÁLVULAS PROPORCIONAIS USANDO SINAL PWM CASO DO REGULADOR DE VELOCIDADE DE UMA TURBINA KAPLAN

SOLUÇÃO DE CONTROLE DE VÁLVULAS PROPORCIONAIS USANDO SINAL PWM CASO DO REGULADOR DE VELOCIDADE DE UMA TURBINA KAPLAN SOLUÇÃO DE CONTROLE DE VÁLVULAS PROPORCIONAIS USANDO SINAL PWM CASO DO REGULADOR DE VELOCIDADE DE UMA TURBINA KAPLAN Cristiano Bühler Rafael de Paiva Jonatan Reichert Luiz Alberto Ventura Márcio Ferreira

Leia mais

Válvulas de Segurança 5/2 vias para o Comando de Cilindros Pneumáticos. 2012 ROSS South America Ltda

Válvulas de Segurança 5/2 vias para o Comando de Cilindros Pneumáticos. 2012 ROSS South America Ltda Válvulas de Segurança 5/2 vias para o Comando de Cilindros Pneumáticos Prensa Pneumática Comandada por Válvula Convencional 5/2 vias Simples Solenóide Escape Área de pilotagem conectada à atmosfera através

Leia mais

Robótica Industrial. Projeto de Manipuladores

Robótica Industrial. Projeto de Manipuladores Robótica Industrial Projeto de Manipuladores Robôs são os típicos representantes da Mecatrônica. Integram aspectos de: Manipulação Sensoreamento Controle Comunicação 1 Robótica e Mecatrônica 2 Princípios

Leia mais

ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX MSN

ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX MSN ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX MSN CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos MADEFLEX MSN são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido nodular, e um elemento poliuretano alojado entre eles

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Módulo IV Aula 01 Bombas São máquinas acionadas que recebem energia mecânica de uma fonte motora (máquina acionadora) e a transformam em energia cinética (movimento),

Leia mais

SOLUÇÕES EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

SOLUÇÕES EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL AR FUSION Brasil QR code site SOLUÇÕES EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL AR FUSION Brasil Pneumática Ar Fusion Brasil é uma empresa atuante no mercado nacional, que busca atender toda indústria e comércio com soluções

Leia mais

HYDAC KineSys Sistemas de acionamento

HYDAC KineSys Sistemas de acionamento HYDAC KineSys Sistemas de acionamento Veículos de manuseio de materiais Usinas termelétricas Máquinas injetoras de plástico Seu parceiro profissional para soluções de acionamento Todas as condições para

Leia mais

Dados Técnicos Perfuratriz LB 24

Dados Técnicos Perfuratriz LB 24 Dados Técnicos Perfuratriz LB 24 Composição e características Cabo de aço Kelly Cabeçote Kelly Haste Kelly Guia auxiliar Cilindro de tensor do cabo de avanço Acionamento de Perfuração Cilindro do mastro

Leia mais

TECNOLOGIA E EQUILÍBRIO. Sistemas versáteis de combate aos focos de incêndio.

TECNOLOGIA E EQUILÍBRIO. Sistemas versáteis de combate aos focos de incêndio. TECNOLOGIA E EQUILÍBRIO Sistemas versáteis de combate aos focos de incêndio. A Equilíbrio Equipamentos surgiu como consequência da necessidade de melhoria dos equipamentos de combate a incêndios florestais.

Leia mais

ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX MN

ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX MN CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre eles, de borracha sintética de elevada resistência a abrasão.

Leia mais

Foco. ALLROUNDER verticais. Injetoras para a sobreinjeção ergonômica de insertos. www.arburg.com

Foco. ALLROUNDER verticais. Injetoras para a sobreinjeção ergonômica de insertos. www.arburg.com Foco ALLROUNDER verticais Injetoras para a sobreinjeção ergonômica de insertos www.arburg.com Sinopse Ergonomia: sistema vertical de espaço livre com placa de fixação imóvel presa na parte de baixo, proporcionando

Leia mais

Bibliografia. Edição brasileira Manual de Hidráulica, Festo. Manual de Hidráulica, Parker,

Bibliografia. Edição brasileira Manual de Hidráulica, Festo. Manual de Hidráulica, Parker, AUTOMAÇÃO (M323) CAPÍTULO III Sistemas Hidráulicos 2013/2014 Bibliografia Manual de Hidráulica, Parker, Edição brasileira Manual de Hidráulica, Bosch- Rexroth Manual de Hidráulica, Festo J. R. Caldas Pinto,

Leia mais

ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX CR (COM CRUZETA)

ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX CR (COM CRUZETA) ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX CR (COM CRUZETA) CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos MADEFLEX CR são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre

Leia mais

ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX GR (COM GARRAS)

ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX GR (COM GARRAS) ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX GR (COM GARRAS) CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos MADEFLEX GR são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre

Leia mais

Compressores. www.iesa.com.br 2

Compressores. www.iesa.com.br 2 www.iesa.com.br 1 Compressores A pneumática utiliza o ar como fonte de energia para o acionamento de seus automatismos. Esse ar necessita de determinadas condições apropriadas para sua utilização. São

Leia mais

Componentes, Sistemas e assistência para prensas de moldagem.

Componentes, Sistemas e assistência para prensas de moldagem. Componentes, Sistemas e assistência para prensas de moldagem. HYDAC Turquia HYDAC Coréia HYDAC China HYDAC EUA HYDAC Matriz na Alemanha Seu parceiro profissional para prensas de moldagem. Com mais de 7.500

Leia mais

Válvula Proporcional Limitadora de Pressão Pilotada Tipo DRE e ZDRE

Válvula Proporcional Limitadora de Pressão Pilotada Tipo DRE e ZDRE RP 29 175/11.2 Substitui: 1.99 Válvula Proporcional Limitadora de Pressão Pilotada Tipo DRE e ZDRE Tamanho Nominal 6 Série 1X Pressão máxima de operação 21 bar Vazão máxima L/min H/A 26/98 Tipo DRE 6-1X/...G2K...com

Leia mais

Alimentadores Eletrônicos

Alimentadores Eletrônicos Alimentadores Eletrônicos P/A Brasil Ltda Rua José Felix de Oliveira, 834 sala 7B Cotia SP CEP 06708-645 Fone: 55 11 4617-5497 Fax: 55 11 4612-6186 E-Mail: campello@pa.com Web: www.pa.com Introdução A

Leia mais

Posicionador digital PD

Posicionador digital PD Posicionador digital PD PFLEX - Protocolo Hart Descrição O posicionador PD - PFLEX, através da comunicação digital, utiliza o protocolo HART e recebe um sinal de entrada e controla a pressão de alimentação

Leia mais

Programa de Treinamentos 2014

Programa de Treinamentos 2014 Programa de Treinamentos 2014 Introdução A Bosch Rexroth tem compromisso com a qualidade de seus treinamentos. Baseado nesse compromisso, a Divisão Service - Didática da Bosch Rexroth desenvolveu uma série

Leia mais

Série de Válvulas Compact Performance

Série de Válvulas Compact Performance Série de Válvulas Compact Performance Largura mínima, consumo de energia muito baixo e vazão extremamente alta. Densidade máxima de potência: _ pequena massa _ dimensões mínimas Montagem da válvula diretamente

Leia mais

Programa de Treinamentos 2015

Programa de Treinamentos 2015 Programa de Treinamentos 2015 Introdução A Bosch Rexroth tem compromisso com a qualidade de seus treinamentos. Baseado nesse compromisso, a área de Didática da Bosch Rexroth desenvolveu uma série de cursos

Leia mais

Introdução à pneumática

Introdução à pneumática Introdução à pneumática Introdução: A palavra pneumática tem origem grega Pneuma que significa respiração, sopro e é definido como a parte da física que se ocupa dos fenômenos relacionados com os gases

Leia mais

HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO

HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO HIDRÁULICA E TÉCNICAS DE COMANDO José Fernando Xavier Faraco Presidente da FIESC Sérgio Roberto Arruda Diretor Regional do SENAI/SC Antônio José Carradore Diretor de Educação e Tecnologia do SENAI/SC Marco

Leia mais

Grupo 09 Centrais de testes e limpeza

Grupo 09 Centrais de testes e limpeza Grupo 09 Centrais de testes e limpeza Fornecedor: Tipo Descrição Página CPR Central de teste para circuitos de refrigeração 01 Descrição 01-01 CPC Central de teste para circuitos de refrigeração 02 Descrição

Leia mais

Aula V Medição de Variáveis Mecânicas

Aula V Medição de Variáveis Mecânicas Aula V Medição de Variáveis Mecânicas Universidade Federal da Bahia Escola Politécnica Disciplina: Instrumentação e Automação Industrial I(ENGF99) Professor: Eduardo Simas(eduardo.simas@ufba.br) Sensores

Leia mais

Transdutores proporcionais de pressão. Transdutores proporcionais de vácuo

Transdutores proporcionais de pressão. Transdutores proporcionais de vácuo Transdutor proporcional de pressão Transdutor proporcional de vácuo Novo Cablagem reduzida Protocolos Fieldbus aplicáveis Compacto e leve Peso: g Nota ) (ITV) Consumo de energia: 4 W Nota ) ou menos Transdutores

Leia mais

SISTEMA HIDRÁULICO. Cilindros hidráulicos Válvulas direcionais Bombas Filtros Reservatórios Circuitos hidráulicos básicos CILINDROS HIDRÁULICOS

SISTEMA HIDRÁULICO. Cilindros hidráulicos Válvulas direcionais Bombas Filtros Reservatórios Circuitos hidráulicos básicos CILINDROS HIDRÁULICOS SISTEMA HIDRÁULICO A unidade hidráulica é destinada ao acionamento dos pistões de aperto do abafador à base, composta de duas bombas (sendo uma de reserva), e dos respectivos acessórios de supervisão,

Leia mais

Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA

Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA Servoconversores SCA 04 Servomotores SWA Os Servoacionamentos WEG são utilizados nas mais diversas aplicações industriais, onde, elevada dinâmica, controle de torque, precisão de velocidade e posicionamento

Leia mais

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 1 Componente Curricular: Práticas de Acionamentos Eletrônicos PAE 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 OBJETIVO: 1) Efetuar a programação por meio de comandos de parametrização para

Leia mais

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1 4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos ACRIFLEX AG são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre eles, de borracha sintética de elevada resistência

Leia mais

Série 83400 Regulador eletrônico de pressão diferencial

Série 83400 Regulador eletrônico de pressão diferencial 83400 Regulador eletrônico de pressão diferencial Identifica a pressão diferencial requerida para atuar em filtros com pó Boa interferência de imunidade tal como na Diretiva EMC Usando operação dot matrix

Leia mais

BERMAD Saneamento. Válvula Controladora de Bomba Válvula de Retenção Ativa. Série 700. Modelo 740

BERMAD Saneamento. Válvula Controladora de Bomba Válvula de Retenção Ativa. Série 700. Modelo 740 Válvula Controladora de Bomba Válvula de Retenção Ativa Isolamento dos efeitos de partida e parada da bomba do sistema, para: Bombas de velocidade única isoladas Bateria para bombas de velocidade única

Leia mais

3000 PSI 302-303-304-305-306 307-308-309-310 6000 PSI 602-603-604. Dúvidas, consulte nosso departamento técnico.

3000 PSI 302-303-304-305-306 307-308-309-310 6000 PSI 602-603-604. Dúvidas, consulte nosso departamento técnico. Flange SAE simples Rosca/BSP Especificações AT- 3000 PSI 302-303-304-305-306 307-308-309-310 6000 PSI 602-603-604 Material aço forjado Aplicação: Bombas de palhetas simples e duplas pressão e sucção Bomba

Leia mais

Linha Hidráulica Industrial e Mobil. Hydraulics. Folheto HY-2002-4 BR Junho 2005. bombas e motores. elementos lógicos. válvulas

Linha Hidráulica Industrial e Mobil. Hydraulics. Folheto HY-2002-4 BR Junho 2005. bombas e motores. elementos lógicos. válvulas Linha Hidráulica Industrial e Mobil Folheto HY-2002-4 BR Junho 2005 unidades hidráulicas atuadores rotativos bombas e motores acumuladores cilindros elementos lógicos válvulas equilíbrio entre força e

Leia mais

Vazão. 7.1 Introdução

Vazão. 7.1 Introdução Cap. 7 Medição de 7.1 Introdução Vazão Existem diversos tipos de medidores de vazão de escoamento, sendo que a escolha de um tipo dependerá das condições necessárias ao sistema, como por exemplo, a faixa

Leia mais

7ª Aula Válvulas Direcionais

7ª Aula Válvulas Direcionais 7ª Aula Válvulas Direcionais Os comandos pneumáticos consistem de seis camadas de elementos que são: a. Elementos de trabalho; b. Elementos de influência; c. Elementos de comando; d. Elementos de processamento

Leia mais

SENTRONIC 608/609 Versão para sub-bases Conector DN 4 Peso: 560 g Orifício para parafusos M4 Interface de programação Parafuso M4 para ligação à terra Orifício para parafusos M4 DN 8 Peso: 1.130 g Orifícios

Leia mais

SISTEMA ELÉTRICO. Bateria 64 Ah. Giro da lança Esquerda: 50 / Direita: 80. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes

SISTEMA ELÉTRICO. Bateria 64 Ah. Giro da lança Esquerda: 50 / Direita: 80. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes CX80 MIDIESCAVADEIRA MOTOR Modelo Tipo Isuzu AU-4LE2X 4 tempos, turboalimentado, intercooler Cilindros 4 Deslocamento 2,2 l (2.189 cm 3 ) Diâmetro x Curso 85 x 96 mm Injeção de combustível eletrônica Filtro

Leia mais

Curso Automação Industrial Aula 3 Robôs e Seus Periféricos. Prof. Giuliano Gozzi Disciplina: CNC - Robótica

Curso Automação Industrial Aula 3 Robôs e Seus Periféricos. Prof. Giuliano Gozzi Disciplina: CNC - Robótica Curso Automação Industrial Aula 3 Robôs e Seus Periféricos Prof. Giuliano Gozzi Disciplina: CNC - Robótica Cronograma Introdução a Robótica Estrutura e Características Gerais dos Robôs Robôs e seus Periféricos

Leia mais

Cilindros Aplicação Específica

Cilindros Aplicação Específica Conteúdo.1.1..1.3.1..1..1.6.1.7.1.8.1.9.1 Cilindro Fixador Mesa 1" Cilindro Fixador Mesa " Cilindro Extra Grande Compacto GC Cilindro Impacto Garra Pneumática Angular Cilindro Hidrocheck Cilindro Hidrocheck

Leia mais

. linear ou rotativo. analógico ou digital. absoluto, incremental ou incremental-absoluto. princípio de operação

. linear ou rotativo. analógico ou digital. absoluto, incremental ou incremental-absoluto. princípio de operação 8 - Transdutores Um transdut or é um equipamento que converte variações de uma determinada grandeza física em outra. Por exemplo, um transdut or de posição converte variações de movimento em um sinal de

Leia mais

Expulsor pneumático. Informações Técnicas

Expulsor pneumático. Informações Técnicas Expulsor pneumático Conexão: 1/4 BSP ou NPT. Pressão máxima de trabalho: 10.5 kgf/cm². Freqüência máxima de trabalho: 870 ciclos por minuto. Funcionamento: o ar comprimido abastece o reservatório através

Leia mais

AULAS 03-04 UNIDADE 1 DINÂMICA DE MÁQUINAS ELÉTRICAS (DME) Prof. Ademir Nied ademir.nied@udesc.br

AULAS 03-04 UNIDADE 1 DINÂMICA DE MÁQUINAS ELÉTRICAS (DME) Prof. Ademir Nied ademir.nied@udesc.br Universidade do Estado de Santa Catarina Departamento de Engenharia Elétrica Curso de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica AULAS 03-04 UNIDADE 1 DINÂMICA DE MÁQUINAS ELÉTRICAS (DME) Prof. Ademir Nied ademir.nied@udesc.br

Leia mais

Técnico/a de Refrigeração e Climatização

Técnico/a de Refrigeração e Climatização Técnico/a de Refrigeração e Climatização 1315 Eletricidade e eletrónica - programação de autómatos 2013/ 2014 Gamboa 1 Introdução Automação, estudo dos métodos e procedimentos que permitem a substituição

Leia mais

CAPRECY Conheça o equipamento italiano que combina o hidrojato sugador com um sistema de reciclagem contínuo de água.

CAPRECY Conheça o equipamento italiano que combina o hidrojato sugador com um sistema de reciclagem contínuo de água. CAPRECY Conheça o equipamento italiano que combina o hidrojato sugador com um sistema de reciclagem contínuo de água. Com CAPRECY, a economia é tão clara quanto a água. São Paulo 2 A NOVITÀ importa e distribui

Leia mais

QY 50K. Guindaste XCMG Modelo QY 50K. Espaçosa Cabine de Transporte. Moderna Cabine de Operação

QY 50K. Guindaste XCMG Modelo QY 50K. Espaçosa Cabine de Transporte. Moderna Cabine de Operação 3Y 50K Guindaste Telescópico Classe Mundial Sistema Telescópico da Lança 30 QY 50K equipado com lança telescópica de 40,10 Lança Telescópica de Excelente Desempenho ü Lança de perfil OVIFORME reduz o peso

Leia mais

Bombas de Pistões de Vazão Variável V A10VO Série 3.1 / 5.2 / 5.3

Bombas de Pistões de Vazão Variável V A10VO Série 3.1 / 5.2 / 5.3 Bombas de Pistões de Vazão Variável V A10VO Série 3.1 / 5.2 / 5.3 Tamanho Deslocamento Velocidade 1) Vazão Potência Momento de Inércia do eixo de acionamento Volume de Preenchimento Peso sem Óleo Força

Leia mais

Acionamento de Motores CA

Acionamento de Motores CA Fundação Universidade Federal ACIONAMENTOS de Mato Grosso do CA Sul 1 Acionamentos Eletrônicos de Motores Acionamento de Motores CA Prof. Márcio Kimpara Prof. João Onofre. P. Pinto Universidade Federal

Leia mais

Dicas sobre como utilizar esta apresentação

Dicas sobre como utilizar esta apresentação Dicas sobre como utilizar esta apresentação Esta apresentação da empresa possui uma estrutura modular. Os slides podem ser combinados, conforme a finalidade. Slides 2/3: Slides 4-7: Slides 8-17: Slides

Leia mais

- Muito alta pressão - Pressão máxima 700 bar - Cilindrada reduzida - Possibilidade de saídas múltiplas

- Muito alta pressão - Pressão máxima 700 bar - Cilindrada reduzida - Possibilidade de saídas múltiplas BOMBAS E MOTORES DE ENGRENAGENS - Execução standard ou corpo em aço (série robusta) - Cilindradas até 125 m3 - Pressão máxima 300 bar - Facilidade de formar bombas múltiplas BOMBAS DE PALHETAS - Cilindradas

Leia mais

TRATOR DE ESTEIRAS D51EX-22 POTÊNCIA LÍQUIDA. 130 HP (97 kw) @ 2.200 rpm PESO OPERACIONAL. D51EX-22: 14.000 kg

TRATOR DE ESTEIRAS D51EX-22 POTÊNCIA LÍQUIDA. 130 HP (97 kw) @ 2.200 rpm PESO OPERACIONAL. D51EX-22: 14.000 kg POTÊNCIA LÍQUIDA 130 HP (97 kw) @ 2.200 rpm PESO OPERACIONAL : 14.000 kg D 51 O modelo ilustrado pode incluir equipamentos opcionais TRATOR DE ESTEIRAS T R A T O R D E PANORÂMICA Visibilidade total Dianteira

Leia mais

MF 86 HS. Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON

MF 86 HS. Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON MF 86 HS Retroescavadeira / Pá carregadeira MASSEY FERGUSON 2 www.massey.com.br 4 tipos de versões e o maior número de vantagens Alavanca de múltipla ação no carregador frontal Plataforma para o operador

Leia mais

Uma brisa de ar fresco no controle eletro-hidráulico do resfriamento necessário

Uma brisa de ar fresco no controle eletro-hidráulico do resfriamento necessário Uma brisa de ar fresco no controle eletro-hidráulico do resfriamento necessário Corresponde ao Nível 4 da diretriz de emissão Seu parceiro competente para o controle eletro-hidráulico do resfriamento necessário

Leia mais

Introdução. Tipos de Válvulas. Eletropneumática Válvulas de Controle Direcional. Válvulas de Controle Direcionais. Fabricio Bertholi Dias

Introdução. Tipos de Válvulas. Eletropneumática Válvulas de Controle Direcional. Válvulas de Controle Direcionais. Fabricio Bertholi Dias Introdução Eletropneumática Válvulas de Controle Direcional Fabricio Bertholi Dias Os elementos pneumáticos podem ser subdividido em: Elementos de trabalho; Elementos de comando; Elementos de sinais. Todos

Leia mais

Válvulas: Podem ser: -CONTROLADORAS DE DIREÇÃO. -CONTROLADORAS DE FLUXO. -CONTROLADORAS DE PRESSÃO. - DE BLOQUEIO.

Válvulas: Podem ser: -CONTROLADORAS DE DIREÇÃO. -CONTROLADORAS DE FLUXO. -CONTROLADORAS DE PRESSÃO. - DE BLOQUEIO. Válvulas: São os elementos utilizados para comando dos atuadores, exercendo função preponderante dentro dos circuitos fluídicos e são classificadas conforme suas funções. Podem ser: -CONTROLADORAS DE DIREÇÃO.

Leia mais

Tecnologia Pneumática Industrial. Apresentação M1001-1 BR

Tecnologia Pneumática Industrial. Apresentação M1001-1 BR Tecnologia Pneumática Industrial Apresentação M00- BR Índice Propriedades físicas do ar... Compressibilidade do ar. 4 Difusibilidade do ar.. 4 Elasticidade do ar 4 Expansibilidade do ar.. 4 Peso do ar.

Leia mais

Os motores de CA podem ser monofásicos ou polifásicos. Nesta unidade, estudaremos os motores monofásicos alimentados por uma única fase de CA.

Os motores de CA podem ser monofásicos ou polifásicos. Nesta unidade, estudaremos os motores monofásicos alimentados por uma única fase de CA. Motores elétricos Os motores de CA podem ser monofásicos ou polifásicos. Nesta unidade, estudaremos os motores monofásicos alimentados por uma única fase de CA. Para melhor entender o funcionamento desse

Leia mais

Sistemas de válvula Sistemas de válvulas conforme norma ISO 5599-1, tamanho 3, série 581. Catálogo impresso

Sistemas de válvula Sistemas de válvulas conforme norma ISO 5599-1, tamanho 3, série 581. Catálogo impresso ISO 5599-1, tamanho 3, série 581 Catálogo impresso 2 ISO 5599-1, tamanho 3, série 581 Acionamento elétrico Sistema de válvulas, Série 581, tamanho 3 Qn = 4100 l/min Largura da válvula piloto: 22 mm conexão

Leia mais

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO MOTOR INCLUEM...

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO MOTOR INCLUEM... Motores H-Compact COMPACTO, REFRIGERAÇÃO EFICIENTE A importância crescente da economia de energia, dos requerimentos ambientais, da procura por dimensões menores e das imposições dos mercados nacionais

Leia mais

TBA 42/60. Tornos automáticos CNC de carros múltiplos

TBA 42/60. Tornos automáticos CNC de carros múltiplos TBA 42/60 Tornos automáticos CNC de carros múltiplos TBA 42/60 - nova geração com moderna tecnologia Os tornos automáticos CNC de carros múltiplos Ergomat TBA 42 e TBA 60 se tornaram mais versáteis e produtivos

Leia mais

ATUADORES PNEUMÁTICOS SIMPLES E DUPLA AÇÃO

ATUADORES PNEUMÁTICOS SIMPLES E DUPLA AÇÃO ATUADORES PNEUMÁTICOS SIMPLES E DUPLA AÇÃO ATUADORES PARA CADA AMBIENTE A ACTREG,SA fabrica uma ampla gama de atuadores pneumáticos oferecendo um desempenho seguro nas principais aplicações da válvula.

Leia mais

VÁLVULA DE SEGURANÇA Série Herion XSz

VÁLVULA DE SEGURANÇA Série Herion XSz VÁLVULA DE SEGURANÇA Série Herion XSz Intrinsicamente à prova de falha, sem pressão residual Auto monitoramento dinâmico Sistema de controle de válvula dupla Para uso com sistema de freio e embreagem pneumáticos

Leia mais

Menos emissões, menor custo. Acionamentos hidrostáticos Fan Drive

Menos emissões, menor custo. Acionamentos hidrostáticos Fan Drive Menos emissões, menor custo. Acionamentos hidrostáticos Fan Drive 2 Padrões legais Menos emissões Temperatura de combustão otimizada para um ambiente mais limpo As normas que regulamentam as emissões de

Leia mais

Bicos Pulverizadores. Análise da Pulverização. Fabricação da Pulverização. Controle da Pulverização. Sistema de Lubrificação Spraying Systems

Bicos Pulverizadores. Análise da Pulverização. Fabricação da Pulverização. Controle da Pulverização. Sistema de Lubrificação Spraying Systems Bicos Pulverizadores Controle da Análise da Fabricação da Sistema de Lubrificação Spraying Systems Sistemas de Lubrificação Spray Os Sistemas de Lubrificação Spray fornecem um método altamente eficiente

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador DESCRITIVO TÉCNICO Nome Equipamento: Máquina automática para corte de silício 45º e perna central até 400 mm largura Código: MQ-0039-NEP Código Finame: *** Classificação Fiscal: 8462.39.0101 1 Alimentador

Leia mais