UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Júlio de Mesquita Filho

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Júlio de Mesquita Filho"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Júlio de Mesquita Filho Pós-Graduação em Ciência da Computação Adriano Ricardo Digiere Camada de Gerenciamento para Comunicação entre Computadores Baseada em Redes Sem Fio (WSE-OS) UNESP 2011

2 Adriano Ricardo Digiere Camada de Gerenciamento para Comunicação entre Computadores Baseada em Redes Sem Fio (WSE-OS) Orientador: Profª. Adj. Roberta Spolon Dissertação de Mestrado elaborada junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Área de Concentração em Sistemas de Computação, como parte dos requisitos para a obtenção do título de Mestre em Ciência da Computação UNESP 2011

3 Folha 02 ADRIANO RICARDO DIGIERE Camada de Gerenciamento para Comunicação entre Computadores Baseada em Redes Sem Fio (WSE-OS) Dissertação apresentanda para obtenção do título de Mestre em Ciência da Computação, área de Sistemas de Computação junto ao Programa de Pós- Graduação em Ciência da Computação do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de São José do Rio Preto. BANCA EXAMINADORA Profª. Drª. Roberta Spolon Professor Adjunto UNESP Bauru Orientador Prof. Dr. João Paulo Papa Professor Assistente Doutor UNESP - Bauru Profª. Drª. Regina Helena Carlucci Santana Professor Adjunto USP/ICMC São Carlos São José do Rio Preto, 31 de Março de 2011

4 i

5 ii

6 iii

7 iv

8 v

9 vi

10 vii

11 viii

12 ix

13 x

14 xi

15 1

16 2

17 3

18 4 4

19 5

20 6

21 7

22 8

23 9 8

24 10

25 11

26 12

27 13

28 14

29 15

30 16

31 17

32 18

33 19

34 20

35 21 Figura 5 - Utilização do VNC sobre um túnel SSH. Adaptado de (BAPTISTA, 2008).

36 22

37 23

38

39 25

40 26

41 27 Figura 7 Sistema de proxys do NX. Adaptado de (REGIS, 2007).

42 28

43 29

44 30

45 31

46 32

47 33

48 34

49

50 36 Figura 10 - Virtualização Completa. Adaptado de (CARISSIMI, 2008).

51 37

52 38 Figura 11 - Paravirtualização. Adaptado de (CARISSIMI, 2008).

53 39

54 40 Figura 12 - Anéis (rings) de proteção da x86. Adaptado de (ANDRADE, 2006).

55 41

56 42

57 43

58 44

59 45 Figura 13 - Componentes do Xen: hypervisor e domínios. Adaptado de (CARISSIMI, 2008).

60 46

61 47

62 48

63 49

64 50

65 51

66 52

67 53

68 54

69 55

70 56

71 57

72 58 Citrix Provisioning Server for Desktops e o Ardence Desktop Streaming

73 59

74 60

75 61

76 62

77 63

78 64

79 65

80 66

81 67

82 68

83 69

84 70

85 71

86 72

87 73

88 74

89 75

90 76

91 77

92 78

93 79

94 80

95

96 82

97 83

98 84

99 85

100 86

101 87 Tabela 2 - Configuração dos computadores e roteador do ambiente de testes.

102 88

103 89

104 90

105 91 Figura 29 - Degradação no tempo de boot em função de memória utilizada em servidor de 16GB.

106 92 Figura 30 - Degradação no tempo de boot em função de memória utilizada em servidor de 4GB.

107 93

108 94

109 95

110 96

111 97

112 98

113 99

114 100

115 101

116 102

117 103

118 104

119 105

120 106

121 107

122 108

123 109

124 110

Máquinas Virtuais. Virtualização Tornar virtual. Exemplo comum de Virtualização PORTABILIDADE

Máquinas Virtuais. Virtualização Tornar virtual. Exemplo comum de Virtualização PORTABILIDADE Virtual: Existente apenas em potência ou como faculdade, não como realidade ou com efeito real Dicionário Houaiss Virtualização Tornar virtual Exemplo comum de Virtualização PORTABILIDADE Java Virtual

Leia mais

Marilia de Freitas Calmon

Marilia de Freitas Calmon Marilia de Freitas Calmon U N E S P UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Campus de São José do Rio Preto INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS Programa de Pós Graduação em Genética Marilia de Freitas

Leia mais

Máquinas Virtuais E eu com isso???

Máquinas Virtuais E eu com isso??? E eu com isso??? IV Ciclo de Palestras sobre Software Livre Daniel Antonio Fenrnandes Bojczuk Slide 1 de 27 Virtual: Existente apenas em potência ou como faculdade, não como realidade ou com efeito real

Leia mais

Prof. Ms. José Eduardo Santarem Segundo santarem@univem.edu.br. Demonstrar o impacto que o tema virtualização tem representado no mercado

Prof. Ms. José Eduardo Santarem Segundo santarem@univem.edu.br. Demonstrar o impacto que o tema virtualização tem representado no mercado Prof. Ms. José Eduardo Santarem Segundo santarem@univem.edu.br Demonstrar o impacto que o tema virtualização tem representado no mercado de TI. Apresentar alguns conceitos e técnicas sobre a tecnologia

Leia mais

Virtualização. Presente e futuro

Virtualização. Presente e futuro Virtualização Presente e futuro O que é virtualização? Virtualização é o processo de executar vários sistemas operacionais em uma única máquina. Cada máquina virtual é um ambiente completo e com todos

Leia mais

A Academia Brasileira de Letras diz que este verbete não existe.

A Academia Brasileira de Letras diz que este verbete não existe. Virtualização Virtualização? A Academia Brasileira de Letras diz que este verbete não existe. Virtual: Segundo o Dicionário da Língua Portuguesa, significa: adj (lat virtuale) 1- Que não existe como realidade,

Leia mais

MESTRADO EM EDUCAÇÃO

MESTRADO EM EDUCAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O CURSO 1. Recomendação pela Capes: ofício nº 115-20/2012/CTC/CAAII/CGAA/DAV/ CAPES de 2 de outubro de 2012. 2. Objetivo geral: formar o pesquisador, o docente

Leia mais

São Paulo, 122 (42) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I sábado, 3 de março de 2012

São Paulo, 122 (42) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I sábado, 3 de março de 2012 São Paulo, 122 (42) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I sábado, 3 de março de 2012 REITORIA Resolução Unesp-32, de 2-3-2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pósgraduação em Aqüicultura, Cursos

Leia mais

Virtualização: VMWare e Xen

Virtualização: VMWare e Xen Virtualização: VMWare e Xen Diogo Menezes Ferrazani Mattos Professor: Otto Carlos Disciplina: Redes I Universidade Federal do Rio de Janeiro POLI/COPPE 1 Introdução Virtualização Divisão da máquina física

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UFSC DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E ESTATÍSTICA INE BACHARELADO EM CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UFSC DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E ESTATÍSTICA INE BACHARELADO EM CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UFSC DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E ESTATÍSTICA INE BACHARELADO EM CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO Xen Hypervisor Glauco Neves 07132022 Guilherme Pacheco 07232063 INE 5412-0432

Leia mais

Alta disponibilidade em máquinas

Alta disponibilidade em máquinas Alta disponibilidade em máquinas paravirtualizadas João Eriberto Mota Filho SIRC / RS 2007 09 de outubro de 2007 Sumário Introdução Técnicas de virtualização Conceito de alta disponibilidade Paravirtualização

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU ENGENHARIA FLORESTAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

Currículum Vitae. Edmar Roberto Santana de Rezende

Currículum Vitae. Edmar Roberto Santana de Rezende Currículum Vitae Edmar Roberto Santana de Rezende 1 Dados Pessoais Nome: Edmar Roberto Santana de Rezende Filiação: Edmar Roberto Tonholo de Rezende e Marise Santana de Rezende Nascimento: 25/07/1979,

Leia mais

Cronograma Pós-Graduação Especialização em Redes de Computadores e Segurança de Dados - 2012

Cronograma Pós-Graduação Especialização em Redes de Computadores e Segurança de Dados - 2012 1 Cronograma Pós-Graduação Especialização em Redes de Computadores e - 2012 30/3 31/3 13/4 14/4 27/4 28/4 04/ 0/ 2 18/ Sandro Teixeira Pinto Protocolos e Configuração de Roteadores 19/ Sandro Teixeira

Leia mais

Virtualização. P r e s e n t e e f u t u r o Andréa Garcia Trindade 2º. sem/2010. Virtualização Presente e Futuro

Virtualização. P r e s e n t e e f u t u r o Andréa Garcia Trindade 2º. sem/2010. Virtualização Presente e Futuro Virtualização P r e s e n t e e f u t u r o Andréa Garcia Trindade 2º. sem/2010 Virtualização Presente e Futuro 1 O que é virtualização? Virtualização é o processo de executar vários sistemas operacionais

Leia mais

Estudo comparativo sobre o uso do VMware e Xen Server na virtualização de Servidores

Estudo comparativo sobre o uso do VMware e Xen Server na virtualização de Servidores Estudo comparativo sobre o uso do VMware e Xen Server na virtualização de Servidores Diego Grosmann 1, Nathan Franklin Saraiva de Sousa 2, Fábio Abrantes Diniz 1, Thiago Reis da Silva 1 1 Programa de Pós-Graduação

Leia mais

Prof. José Maurício S. Pinheiro UniFOA 2009-2

Prof. José Maurício S. Pinheiro UniFOA 2009-2 Tecnologias WEB Virtualização de Sistemas Prof. José Maurício S. Pinheiro UniFOA 2009-2 Conceitos Virtualização pode ser definida como técnica que combina ou divide recursos computacionais para prover

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE ENERGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE ENERGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE ENERGIA MODELO DE GESTÃO ENERGÉTICA PARA A DIMINUIÇÃO DO CONSUMO ENERGÉTICO E IMPACTOS AMBIENTAIS DE INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO

Leia mais

A SALA DE AULA é meu paraíso. Nela me realizo, nela exercito minha cidadania e nela me sinto útil.

A SALA DE AULA é meu paraíso. Nela me realizo, nela exercito minha cidadania e nela me sinto útil. Virtualização Meu nome: Nome de guerra: Meu e-mail: Marcos Vinicios Bueno Marques Professor Cidão marcos@cidao.com.br Quem sou? Professor e coordenador de cursos de TI do Senac Informática em Porto Alegre,

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO NComputing Brasil - #110502 Instalando o Oracle Virtualbox 4.0.2 e Criando uma VM Windows Server 2008 no Virtualbox O que é virtualbox? O virtualbox é um aplicativo de virtualização multi-plataforma

Leia mais

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO. Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros.

ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO. Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros. ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO Dissertações, Teses e Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Especialização e outros. Estrutura Elementos Parte externa Capa (obrigatório) Lombada (opcional) Parte

Leia mais

Liliane Santana Curriculum Vitae

Liliane Santana Curriculum Vitae Liliane Santana Curriculum Vitae Abril/2008 Dados pessoais Nome: Endereço profissional: Endereço eletrônico: Liliane Santana UNESP - Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas de São José do Rio

Leia mais

UNIFEI CAMPUS ITABIRA RELATÓRIO DE ATIVIDADES COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO

UNIFEI CAMPUS ITABIRA RELATÓRIO DE ATIVIDADES COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO UNIFEI CAMPUS ITABIRA RELATÓRIO DE ATIVIDADES COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO 2013 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO...3 2 LEVANTAMENTO DE DOCENTES EM CAPACITAÇÃO...4 2.1 GRÁFICOS DA QUANTIDADE DE MESTRES E DOUTORES

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 23. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 23. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 23. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Associação de Ensino de Marília Ltda. UF:

Leia mais

Análise Comparativa de Desempenho do Hipervisor Xen: Paravirtualização versus Virtualização Total

Análise Comparativa de Desempenho do Hipervisor Xen: Paravirtualização versus Virtualização Total de Desempenho do Hipervisor Xen: Paravirtualização versus Total Andrea Schwertner Charão e Ronaldo Canofre M. dos Santos LSC - Laboratório de Sistemas de Computação Curso de Ciência da Computação UFSM

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Júlio de Mesquita Filho

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Júlio de Mesquita Filho UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Júlio de Mesquita Filho Pós-Graduação em Ciência da Computação Luis Gustavo Crepaldi Middleware de Comunicação entre Objetos Distribuídos para Gerenciamento de Computadores

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1705480393423030

CURRICULUM VITAE. Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1705480393423030 CURRICULUM VITAE Resumo: Fernanda de Araújo Melo possui Mestrado em Filosofia da Religião pela Universidade Federal de Juiz de Fora e Graduação em Filosofia - Bacharelado e Licenciatura plena pela (2006).

Leia mais

Sistema de gerenciamento de eventos e congressos (SGEC)

Sistema de gerenciamento de eventos e congressos (SGEC) Sistema de gerenciamento de eventos e congressos (SGEC) Marcos José Sierra; Denise de Cássia Moreira Zornoff MELHORES PRÁTICAS DE GESTÃO UNESP ÁGUAS DE LINDÓIA/SP SETEMBRO/2010 Introdução O SGEC nasceu

Leia mais

Virtualização. Hardware Virtual? Máquina Virtual? Software ou Hardware? Profº André Luiz andreluizsp@gmail.com

Virtualização. Hardware Virtual? Máquina Virtual? Software ou Hardware? Profº André Luiz andreluizsp@gmail.com Virtualização Hardware Virtual? Máquina Virtual? Software ou Hardware? Profº André Luiz andreluizsp@gmail.com O problema...... os departamentos de TI passaram a ter consciência de que os recursos como

Leia mais

Programa de Pós- Graduação em Administração

Programa de Pós- Graduação em Administração Programa de Pós- Graduação em Administração Campus Santa Cruz MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO PROPOSTA APROVADA CAPES Mestrado Profissional em Administração O Programa de Pós Graduação Stricto Sensu

Leia mais

Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora)

Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora) Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora) Titulação: Doutora Doutora em Direito Difusos e Coletivos pela Universidade Metropolitana de Santos UNIMES. Mestre em Direito Difusos e Coletivos pela Universidade

Leia mais

Avaliação do Desempenho da Migração de Máquinas Virtuais em Xen

Avaliação do Desempenho da Migração de Máquinas Virtuais em Xen Avaliação do Desempenho da Migração de Máquinas Virtuais em Xen Guilherme Piegas Koslovski Márcio Parise Boufleur Andrea Schwertner Charão UFSM - Universidade Federal de Santa Maria Roteiro Introdução

Leia mais

4 Estrutura do Sistema Operacional. 4.1 - Kernel

4 Estrutura do Sistema Operacional. 4.1 - Kernel 1 4 Estrutura do Sistema Operacional 4.1 - Kernel O kernel é o núcleo do sistema operacional, sendo responsável direto por controlar tudo ao seu redor. Desde os dispositivos usuais, como unidades de disco,

Leia mais

Colegiado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Veterinárias

Colegiado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Veterinárias MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS Colegiado do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO (*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 15/10/2008

PARECER HOMOLOGADO (*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 15/10/2008 PARECER HOMOLOGADO (*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 15/10/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Governo do Estado de São Paulo UF:

Leia mais

RELATÓRIO. Raimundo Gadelha Fontes Filho (Assessor de Suporte e Informática) Josinécia de Cássia Oliveira (Informática Web designer)

RELATÓRIO. Raimundo Gadelha Fontes Filho (Assessor de Suporte e Informática) Josinécia de Cássia Oliveira (Informática Web designer) RELATÓRIO Relatório das atividades realizadas no segundo trimestre do Setor de Suporte e Informática. EQUIPE: Raimundo Gadelha Fontes Filho (Assessor de Suporte e Informática) Josinécia de Cássia Oliveira

Leia mais

Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com

Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com VIRTUALIZAÇÃO Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com Virtualização o que é? É uma forma de esconder as características físicas de uma plataforma computacional dos usuários, emulando

Leia mais

Como criar máquinas virtuais no VMware ESXi

Como criar máquinas virtuais no VMware ESXi Como criar máquinas virtuais no VMware ESXi A virtualização de desktops pode ser trabalhada sobre servidores virtuais e esta técnica torna nossa tecnologia ainda mais atraente. Certifique-se que o seu

Leia mais

PORTARIA Nº, DE FEVEREIRO DE 2013

PORTARIA Nº, DE FEVEREIRO DE 2013 PORTARIA Nº, DE FEVEREIRO DE 2013 Define as diretrizes gerais para o processo de avaliação de desempenho para fins de progressão e de promoção das Carreiras do Magistério Superior e do Ensino Básico, Técnico

Leia mais

procederá as anotações pertinentes no prontuário do servidor. Art. 3º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

procederá as anotações pertinentes no prontuário do servidor. Art. 3º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Salvador, Bahia Terça-feira 04 de agosto de 2015 Ano XCIX N o 21.747 PORTARIA Nº 1.925/2015 - Deferir a IÊDA DE JESUS FRANÇA, Analista Universitário, matrícula nº 74000575-4, lotada na Pró-Reitoria de

Leia mais

Visualizando um vídeo através do Servidor de Streaming

Visualizando um vídeo através do Servidor de Streaming Visualizando um vídeo através do Servidor de Streaming Função do Servidor de Streaming Quando existem muitos usuários acessando remotamente uma câmera para realizar a visualização ao vivo ou fazer gerenciamento,

Leia mais

Visão do Sistema Operacional

Visão do Sistema Operacional Visão do Sistema Operacional programadores e analistas usuários programas, sistemas e aplicativos Usuários Sistema Operacional memória discos Hardware UCP fitas impressoras monitores O que é um Sistema

Leia mais

*ESPECIALIZAÇÃO EM REDES DE COMPUTADORES E COMUNICAÇÃO DE DADOS - ANEXO I

*ESPECIALIZAÇÃO EM REDES DE COMPUTADORES E COMUNICAÇÃO DE DADOS - ANEXO I PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 055/2015 A PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO da UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

Virtualização. Prof. Emiliano Monteiro

Virtualização. Prof. Emiliano Monteiro Virtualização Prof. Emiliano Monteiro Conceitos Virtualização significa criar uma versão virtual de um dispositivo ou recurso, como um servidor, dispositivo de armazenamento, rede ou até mesmo um sistema

Leia mais

CONTRATO DE SERVIÇO - SLA GOVERNANÇA DE TI Responsáveis: Ana Luíza Cruvinel, Maikon Franczak e Wendel Borges

CONTRATO DE SERVIÇO - SLA GOVERNANÇA DE TI Responsáveis: Ana Luíza Cruvinel, Maikon Franczak e Wendel Borges Versão 1.0 CONTRATO DE SERVIÇO - SLA GOVERNANÇA DE TI Responsáveis: Ana Luíza Cruvinel, Maikon Franczak e Wendel Borges Data: 02/12/2014 SUMÁRIO 1. ACORDO GERAL... 2 2. METAS E OBJETIVOS... 2 3. RESPONSÁVEIS...

Leia mais

Análise Comparativa entre Sistemas Operacionais Virtualizados

Análise Comparativa entre Sistemas Operacionais Virtualizados FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Trabalho de Diplomação Felipe Machado da Costa de Andrade 061247 Andre Marcos Silva (Orientador) Trabalho de Diplomação Análise Comparativa

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU ECOLOGIA APLICADA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO

Leia mais

RELATÓRIO. Raimundo Gadelha Fontes Filho (Assessor de Suporte e Informática) Josinécia de Cássia Oliveira (Informática Web designer)

RELATÓRIO. Raimundo Gadelha Fontes Filho (Assessor de Suporte e Informática) Josinécia de Cássia Oliveira (Informática Web designer) RELATÓRIO Relatório das atividades realizadas período 2014 do Setor de Suporte e Informática. Equipe de Edição: Raimundo Gadelha Fontes Filho (Assessor de Suporte e Informática) Josinécia de Cássia Oliveira

Leia mais

II- profissional tecnicamente capacitado, com conhecimentos cientificamente

II- profissional tecnicamente capacitado, com conhecimentos cientificamente MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 240, DE 2 DE JUNHO DE 2014 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

Introdução. Sistemas Operacionais. Introdução. Roteiro (1 / 2) Por que Máquinas Virtuais Existem? Roteiro (2 / 2)

Introdução. Sistemas Operacionais. Introdução. Roteiro (1 / 2) Por que Máquinas Virtuais Existem? Roteiro (2 / 2) Sistemas Operacionais O termo máquina virtual foi descrito na década de 60 como uma abstração de software que enxerga um sistema físico. Aula 7 Máquinas Virtuais Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre

Leia mais

Mantenha suas instâncias virtuais com o pacote de aplicativos RHEV da Red Hat. Malabarista virtual

Mantenha suas instâncias virtuais com o pacote de aplicativos RHEV da Red Hat. Malabarista virtual Mantenha suas instâncias virtuais com o pacote de aplicativos RHEV da Red Hat Andi Sailer sxc.hu ANÁLISE Malabarista virtual A Red Hat está mais próxima de uma solução de virtualização corporativa completa

Leia mais

agillize INFORMÁTICA APRESENTAÇÃO

agillize INFORMÁTICA APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO Alguns de Nossos Clientes e Parceiros Tecnologias Algumas tecnologias e certificações que consolidam a qualidade de nossos projetos Apresentação - Agillize Informática A Agillize Informática

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE INFORMÁTICA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE INFORMÁTICA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE INFORMÁTICA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 1, de 1 de março de

Leia mais

ATIVIDADE 1 MÁQUINAS VIRTUAIS. 1.1 Arquiteturas não virtualizadas

ATIVIDADE 1 MÁQUINAS VIRTUAIS. 1.1 Arquiteturas não virtualizadas ATIVIDADE 1 MÁQUINAS VIRTUAIS Existem hoje diversas tecnologias e produtos para virtualização de computadores e ambientes de execução, o que pode gerar uma certa confusão de conceitos. Apesar disso, cada

Leia mais

DTI - DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DTI - DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Índice 1. APRESENTAÇÃO...: 2 2. OBJETIVOS...: 2 3. INFRAESTRUTURA OPERACIONAL...: 3 3.1. Sala dos Professores...: 3 3.2. Secretaria das Coordenações...: 3 3.3. Secretaria Geral...: 3 3.4. Biblioteca...:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR EDITAL N O 08/2015 PPGBM PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO

Leia mais

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS GPSis Grupo de Pesquisa em Sistemas de Informação

GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS GPSis Grupo de Pesquisa em Sistemas de Informação NOME DA LINHA: Análise e Desenvolvimento de Sistemas Computacionais OBJETIVO: a) estimular a produção cientifica entre docentes e alunos visando à participação em congressos; b) desenvolver softwares em

Leia mais

Introdução a Virtualização. Sergio Roberto Charpinel Junior Profa. Roberta Lima Gomes

Introdução a Virtualização. Sergio Roberto Charpinel Junior Profa. Roberta Lima Gomes Introdução a Virtualização Sergio Roberto Charpinel Junior Profa. Roberta Lima Gomes Por que virtualizar? Descentralização de recursos computacionais Cloud computing Plena utilização de recursos físicos

Leia mais

Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu. Mestrado em. Serviço Social

Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu. Mestrado em. Serviço Social Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Serviço Social APRESENTAÇÃO O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de Goiás PPSS, reconhecido

Leia mais

Automatic virtual machine configuration for database workloads (SIGMOD Journal)

Automatic virtual machine configuration for database workloads (SIGMOD Journal) Automatic virtual machine configuration for database workloads (SIGMOD Journal) [Soror et al. 2010] Adriano Lange Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

ANA CLÁUDIA FINGER O PRINCÍPIO DA BOA-FÉ NO DIREITO ADMINISTRATIVO

ANA CLÁUDIA FINGER O PRINCÍPIO DA BOA-FÉ NO DIREITO ADMINISTRATIVO ANA CLÁUDIA FINGER O PRINCÍPIO DA BOA-FÉ NO DIREITO ADMINISTRATIVO Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de mestre em Direito do Estado, Curso de Pós- Graduação em Direito,

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores 3º Ano Sistemas de Informação 2008 Aula 05A: Hub/Switch/Gateway Servidores e Virtualização Prof. Msc. Ricardo Slavov ricardo.slavov@aes.edu.br Roteiro Pedagógico HUB Switch Bridge

Leia mais

Virtualização Gerencia de Redes Redes de Computadores II

Virtualização Gerencia de Redes Redes de Computadores II Virtualização Gerencia de Redes Redes de Computadores II *Créditos: baseado no material do Prof. Eduardo Zagari Virtualização - Introdução Introduzido nos anos 60 em Mainframes Em 1980 os microcomputadores

Leia mais

Jéssica Maria Coutinho Roters Curriculum Vitae

Jéssica Maria Coutinho Roters Curriculum Vitae Jéssica Maria Coutinho Roters Curriculum Vitae Junho/2015 Jéssica Maria Coutinho Roters Curriculum Vitae Dados pessoais Nome Jéssica Maria Coutinho Roters Filiação Oslin Roters e Terezinha de Fatima Coutinho

Leia mais

Marcos Vinicios Marques Professor Cidão. Professor Marcelo Neves

Marcos Vinicios Marques Professor Cidão. Professor Marcelo Neves Virtualização Marcos Vinicios Marques Professor Cidão Professor Marcelo Neves Virtualizar??? Executar várias instâncias de um sistema operacional, ou vários sistemas operacionais em instâncias distintas,

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA ENTREGA DA VERSÃO FINAL DA DISSERTAÇÃO

ORIENTAÇÃO PARA ENTREGA DA VERSÃO FINAL DA DISSERTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO CÂMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E AMBIENTAIS PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ORIENTAÇÃO PARA ENTREGA DA VERSÃO FINAL DA DISSERTAÇÃO

Leia mais

Virtualização de Sistemas Operacionais

Virtualização de Sistemas Operacionais Virtualização de Sistemas Operacionais Felipe Antonio de Sousa 1, Júlio César Pereira 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil felipeantoniodesousa@gmail.com, juliocesarp@unipar.br Resumo.

Leia mais

INSTRUÇÕES NORMATIVAS Aprovada pelo Conselho do Programa em 16/06/2015 Aprovado pelo Conselho Deliberativo do CAUNESP em 03/07/2015

INSTRUÇÕES NORMATIVAS Aprovada pelo Conselho do Programa em 16/06/2015 Aprovado pelo Conselho Deliberativo do CAUNESP em 03/07/2015 INSTRUÇÕES NORMATIVAS Aprovada pelo Conselho do Programa em 16/06/2015 Aprovado pelo Conselho Deliberativo do CAUNESP em 03/07/2015 O Conselho do Programa de Pós-Graduação em Aquicultura aprova as Instruções

Leia mais

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla

Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS. Prof. Victor Halla Unidade III FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Prof. Victor Halla Conteúdo Arquitetura de Processadores: Modo Operacional; Velocidade; Cache; Barramento; Etc. Virtualização: Maquinas virtuais; Gerenciamento

Leia mais

ESTUDO DE CASO: AUTENTICAÇÃO IEEE 802.1X BASEADA NO PROTOCOLO RADIUS E SERVIÇO DE DIRETÓRIO LDAP APLICADO A REDE GIGAUFOPNET

ESTUDO DE CASO: AUTENTICAÇÃO IEEE 802.1X BASEADA NO PROTOCOLO RADIUS E SERVIÇO DE DIRETÓRIO LDAP APLICADO A REDE GIGAUFOPNET ESTUDO DE CASO: AUTENTICAÇÃO IEEE 802.1X BASEADA NO PROTOCOLO RADIUS E SERVIÇO DE DIRETÓRIO LDAP APLICADO A REDE GIGAUFOPNET Tiago Rodrigues Chaves Orientador: Ricardo Augusto Rabelo de Oliveira 16 de

Leia mais

Universidade Agostinho Neto Faculdade de Direito

Universidade Agostinho Neto Faculdade de Direito Workshop sobre a Formação Pós Graduada e Orientação Programa (Actualizado) Data de Realização: 10 de Fevereiro de 2011 Local: Auditório Maria do Carmo Medina Abertura: 15 horas Pelo Magnifico Reitor da

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EDSON ROBERTO PINHEIRO JUNIOR

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EDSON ROBERTO PINHEIRO JUNIOR UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EDSON ROBERTO PINHEIRO JUNIOR LIMEIRA-SP, DEZEMBRO / 2009 UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO COORDENADOR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

ARQUITETURA E URBANISMO COORDENADOR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO ARQUITETURA E URBANISMO TURMA AN6AU ENIO MORO JUNIOR COORDENADOR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Graduação (1983), Mestrado (1999) e Doutorado (2005) em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO COORDENADOR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

ARQUITETURA E URBANISMO COORDENADOR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO ARQUITETURA E URBANISMO TURMA AN5AU ENIO MORO JUNIOR COORDENADOR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Graduação (1983), Mestrado (1999) e Doutorado (2005) em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura

Leia mais

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Instalação e Configuração 1 Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Módulo

Leia mais

Paravirtualização com o XEN no Debian. Aldrey Galindo

Paravirtualização com o XEN no Debian. Aldrey Galindo Paravirtualização com o XEN no Debian Aldrey Galindo Sumário Introdução Técnicas de Virtualização Visão Geral de todo o processo Conclusão Sumário Introdução Técnicas de Virtualização Visão Geral de todo

Leia mais

Colaboradores deste Número

Colaboradores deste Número Colaboradores deste Número Angela Marina Chaves Ferreira é doutora em Letras Neolatinas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde obteve o título de mestre na mesma área de estudos. Cumpriu estágio

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA

UNIVERSIDADE PAULISTA 2011 CURSO: Redes de Computadores e Gestão de Tecnologia da Informação SÉRIE: 2º Semestre TURNO: Noturno DISCIPLINA: Redes de Computadores e Telecomunicações CARGA HORÁRIA: 60 horas Prof. Luiz Shigueru

Leia mais

R E S O L V E. 3º - Os créditos cursados como aluno Não-Regular A terão validade de 24 meses para o Mestrado e 36 meses para o Doutorado.

R E S O L V E. 3º - Os créditos cursados como aluno Não-Regular A terão validade de 24 meses para o Mestrado e 36 meses para o Doutorado. CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Programa de Pós-Graduação em Biociências Aplicadas à Farmácia P O R T A R I A N º 0 3 8 / 2 0 1 1 - P B F A Prof.ª Dr.ª Márcia Edilaine Lopes Consolaro, coordenadora do Programa

Leia mais

CURSO DE MESTRADO E DOUTORADO EM FÍSICA

CURSO DE MESTRADO E DOUTORADO EM FÍSICA CURSO DE MESTRADO E DOUTORADO EM FÍSICA Áreas de Concentração: Física da Matéria Condensada e Física das Partículas Elementares e Campos Aprovado pela Resolução CONSEPE Nº 770/2010 de 30/06/2010. EDITAL

Leia mais

Prof. Victor Halla. Unidade IV FUNDAMENTOS DE SISTEMAS

Prof. Victor Halla. Unidade IV FUNDAMENTOS DE SISTEMAS Prof. Victor Halla Unidade IV FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Conteúdo Estudo de Casos; Linux e Windows; Características; VMware e Xen; Características; Ferramentas; Custo total de posse TCO = Total

Leia mais

Escritório Escola Jurídico Social Desembargador Ranulfo de Melo Freire

Escritório Escola Jurídico Social Desembargador Ranulfo de Melo Freire Escritório Escola Jurídico Social Desembargador Ranulfo de Melo Freire Integrantes: Volneida Costa - Coordenadora Doutorado em Direito Constitucional (UFMG, 2008), Mestre em Direito Constitucional pela

Leia mais

UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE FRANCA Faculdade de Ciências Humanas e Sociais

UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE FRANCA Faculdade de Ciências Humanas e Sociais UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE FRANCA Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Programa de Pós-Graduação em Serviço Social PPGSS EDITAL PPGSS PROCESSO SELETIVO - 2016 Comunicamos aos interessados

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA O Programa de Pós-Graduação em Odontologia PPGODONTO, nível de Mestrado,

Leia mais

FOLHA DE ROSTO. Definição Folha que contém os elementos essenciais à identificação do trabalho. Elementos. Estilo NBR 14724.

FOLHA DE ROSTO. Definição Folha que contém os elementos essenciais à identificação do trabalho. Elementos. Estilo NBR 14724. Guia prático para Normalização de Trabalhos Acadêmicos do ICT FOLHA DE ROSTO NBR 14724 Definição Folha que contém os elementos essenciais à identificação do trabalho. Elementos Nome do autor; Título e

Leia mais

HORÁRIO DE AULA CAMPUS COHAMA SEMESTRE 2015.2 GRADE 2013.1 1º PERÍODO TURNO VESPERTINO TURMA 60166

HORÁRIO DE AULA CAMPUS COHAMA SEMESTRE 2015.2 GRADE 2013.1 1º PERÍODO TURNO VESPERTINO TURMA 60166 1º PERÍODO TURNO VESPERTINO TURMA 60166 60166 14:30 às 17:00 IED 60h. Profa. Jaqueline Sena Psicologia Geral e Jurídica 60h. Profa. Anna Gabriele Antropologia Jurídica 60h. Prof. Ana Serra Ciência Política

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) PARA CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, MODALIDADE BACHARELADO DA UNESP FACULDADE DE ENGENHARIA, CAMPUS DE ILHA SOLTEIRA. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

23/11/2015 Segunda-feira BLOCO H 3P (CIMBA) 24/11/2015 Terça-Feira Manhã BLOCO H 3P (CIMBA) 24/11/2015 Terça-Feira Tarde BLOCO H 3P (CIMBA)

23/11/2015 Segunda-feira BLOCO H 3P (CIMBA) 24/11/2015 Terça-Feira Manhã BLOCO H 3P (CIMBA) 24/11/2015 Terça-Feira Tarde BLOCO H 3P (CIMBA) PROGRAMAÇÃO DO 11º SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA UFT Organização: Coordenação de Iniciação Científica CÂMPUS DE ARAGUAÍNA E TOCANTINÓPOLIS 23 A 25/11/2015 23/11/2015 Segunda-feira A partir das 13:00

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 447, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010

LEI COMPLEMENTAR Nº 447, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 LEI COMPLEMENTAR Nº 447, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre a extinção e criação de cargos, com respectivas atribuições e remunera, do Quadro de Servidores dos Serviços Auxiliares de Apoio Administrativo

Leia mais

CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV CURSO: GESTÃO DE DATACENTER E COMPUTAÇÃO EM NUVEM 2013.2

CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV CURSO: GESTÃO DE DATACENTER E COMPUTAÇÃO EM NUVEM 2013.2 NÚMERO DE VAGAS: 25 (Vinte e Cinco) Vagas. PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS 01 de Novembro de 2013 CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA A Fundação Visconde

Leia mais

ANÁLISE DE DESEMPENHO ENTRE SOFTWARES VIRTUALIZADORES

ANÁLISE DE DESEMPENHO ENTRE SOFTWARES VIRTUALIZADORES ANÁLISE DE DESEMPENHO ENTRE SOFTWARES VIRTUALIZADORES Vitor Rodrigues Tanamachi 1, Weber Poli de Oliveira 1, Alexandre Galvani 1. 1 Departamento de Informática Faculdade de Tecnologia de Bauru (FATEC)

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA 2012 COLEGIADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA ❶ Coordenador Prof. Márcio Machado Ladeira ❷ Coordenador Adjunto

Leia mais

ASSUNTO: Convocação 6ª Reunião Extraordinária do Conselho Superior

ASSUNTO: Convocação 6ª Reunião Extraordinária do Conselho Superior Aos/Às Conselheiros(as) do Conselho Superior do IFPB ASSUNTO: Convocação 6ª Reunião Extraordinária do Conselho Superior Senhores(as) Conselheiro(as) Titulares, 1. Ao cumprimentá-los(as) cordialmente, convocamos

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL FACULDADE DE CIENCIAS HUMANAS E SOCIAIS UNESP FRANCA

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL FACULDADE DE CIENCIAS HUMANAS E SOCIAIS UNESP FRANCA REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL FACULDADE DE CIENCIAS HUMANAS E SOCIAIS UNESP FRANCA Dispõe sobre o cumprimento da carga horária das Atividades de Estágio Supervisionado

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 6/5/2009, Seção 1, Pág. 12. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 6/5/2009, Seção 1, Pág. 12. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 6/5/2009, Seção 1, Pág. 12. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Sidinei Lucheti Martioli UF: PR ASSUNTO: Convalidação

Leia mais

Sumário. Introdução. Capítulo 1 Instalação e configuração de servidores 1. Certificações da Microsoft... xi. Suporte técnico...xii

Sumário. Introdução. Capítulo 1 Instalação e configuração de servidores 1. Certificações da Microsoft... xi. Suporte técnico...xii Introdução Certificações da Microsoft.............................................. xi Suporte técnico.......................................................xii Preparando-se para o exame...........................................xii

Leia mais

Um espaço colaborativo de formação continuada de professores de Matemática: Reflexões acerca de atividades com o GeoGebra

Um espaço colaborativo de formação continuada de professores de Matemática: Reflexões acerca de atividades com o GeoGebra Um espaço colaborativo de formação continuada de professores de Matemática: Reflexões acerca de atividades com o GeoGebra Anne Caroline Paim Baldoni Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho,

Leia mais

Prefácio da Edição Brasileira 11 Editorial 19

Prefácio da Edição Brasileira 11 Editorial 19 Sumário Virtualização Prefácio da Edição Brasileira 11 Editorial 19 Ficou melhor? 21 Lavanderia virtual 22 Solidez para lucrar 23 Passível de consideração 25 Alternativas 27 Bastidores da virtualização

Leia mais

Agenda. Histórico Máquinas virtuais X Emuladores Vantagens & Desvantagens Vmware Quemu Xen UML Comparação entre VM's Conclusão

Agenda. Histórico Máquinas virtuais X Emuladores Vantagens & Desvantagens Vmware Quemu Xen UML Comparação entre VM's Conclusão Máquinas Virtuais Agenda Histórico Máquinas virtuais X Emuladores Vantagens & Desvantagens Vmware Quemu Xen UML Comparação entre VM's Conclusão Histórico Mainframe É um computador de grande porte, dedicado

Leia mais