1 Disponível em: <http://www.bomsensofc.org.br/blog/um-novo-calendario-em-defesa-do-futebol-edos-seus-postos-de-tra>.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 Disponível em: <http://www.bomsensofc.org.br/blog/um-novo-calendario-em-defesa-do-futebol-edos-seus-postos-de-tra>."

Transcrição

1 O DRAMA DO CALENDÁRIO DO FUTEBOL BRASILEIRO Ramon Bisson Ferreira* É do conhecimento de todos os amantes do futebol que o calendário brasileiro representa um dos atuais entraves para o desenvolvimento do esporte bretão, causando grande prejuízo para todos os clubes do país, seja pelo excesso, seja pela ausência de jogos a serem disputados em uma temporada. Segundo dados apresentados pelo Bom Senso Futebol FC 1, com o fim dos Campeonatos Estaduais cerca de 20 mil profissionais ligados ao futebol acabam desempregados. É o que Eduardo Conde Tega denominou de ciclo negativo do futebol brasileiro, em coluna publicada no Blog do Juca Kfouri 2 em 27/04/2015. Com a divulgação de mais um ano do Calendário do Futebol Brasileiro pela Confederação Brasileira de Futebol no último dia 16 de agosto, observa-se a ausência de alterações em curto prazo, ao menos até o final do próximo ano. Diante da manutenção do quadro atual, continuará a maior parte das equipes de futebol profissional do país disputando somente os Campeonatos Estaduais, os quais contam com 19 datas, já que a maior parte delas não fará parte dos Campeonatos Nacionais. Em síntese, apenas 100 dos 684 clubes de futebol profissional do país estão inseridos em uma dimensão nacional do futebol. Os outros 584 clubes do país ficam restrito à disputa de nível estadual, em sua grande maioria encerrando suas atividades profissionais anuais antes da metade do ano. Segundo muito bem delimitado pelo mais reconhecido jurista desportivo do país, Prof. Álvaro Melo Filho 3, isso significa que 85,3% dos clubes ficam adstritos a disputas de âmbito estadual, e, no máximo, regional, portanto, sem 1 Disponível em: <http://www.bomsensofc.org.br/blog/um-novo-calendario-em-defesa-do-futebol-edos-seus-postos-de-tra>. Acesso em 02 set Disponível em: <http://blogdojuca.uol.com.br/2015/04/os-20-mil-desempregados-do-futebol/>. Acesso em 02 set FILHO, Álvaro Melo. Fair Play Financeiro e Relações de Trabalho Desportivo. In: Direito do Trabalho e Desporto, OLIVEIRA, Leonardo Andreotti Paulo de (Coord.). São Paulo: Quartier Latin, Pg. 27.

2 acesso à maioria das tipologias de receitas que sustentam os grandes clubes, e vivem, basicamente, da venda de jogadores que formam ou revelam, com pouca possibilidade de acesso às competições nacionais de um futebol onde cerca de 80% dos futebolistas profissionais recebem em torno de 3 salários mínimos. Em tempos em que a profissionalização do futebol, as práticas de boa gestão e a responsabilidade daqueles que dirigem estão em alta no Brasil, tal movimento representa extremo contraste com os problemas enfrentados pela significativa maioria dos clubes do país, os quais enfrentam uma barreira quase que intransponível: o calendário do futebol brasileiro, ou melhor, a ausência de calendário. A título de exemplificação, é extremamente emblemático o caso do Brasília Futebol Clube. Um dos primeiros clubes do país a adotar o modelo de clubeempresa, conseguiu o título da 1ª edição da Copa Verde (disputa que reúne as equipes do Centro-Oeste e do Norte do Brasil) em 2014, garantindo vaga para disputa da Copa Sul-Americana de No entanto, sem calendário na esfera nacional, o Clube sofreu com as dificuldades de saber sequer com quais atletas poderia contar na disputa da competição continental, já que teria apenas dois jogos garantidos no segundo semestre de Outros dados assustadores podem ser verificados no tradicional Futebol Paulista. Com exceção de 14 clubes que fazem parte do calendário nacional do futebol, os outros 46 clubes participantes das divisões principais do Campeonato Paulista dividem-se entre a ociosidade momentânea e a disputa da deficitária Copa Paulista ao longo do segundo semestre. Segundo dados constantes no estudo Resumo das finanças dos 27 maiores clubes do Brasil, realizado pela Pluri Consultoria 4, no ano de 2013 as principais receitas dos maiores clubes do país são: Televisão (33%), Jogadores (21%), Marketing (18%), Bilheteria (11%) e Associados (8%). 4Disponível em: <http://www.pluriconsultoria.com.br/uploads/relatorios/ressonancia%20financeira%20-%20resumo %20das%20financas%20dos%2027%20maiores%20clubes%20do%20brasil%20consolidado.pdf>. Acesso em 02 set

3 Os dados apresentados na pesquisa acima citada nos trazem uma triste constatação: a maior parte dos clubes do país não tem acesso total às principais fontes de receita que movimentam o futebol do Brasil. Com relação aos valores advindos por meio da comercialização dos direitos de transmissão, a extensa maioria dos clubes do Brasil fica restrita aos valores oferecidos pela cessão dos direitos dos Campeonatos Estaduais. Agrava-se a questão quando se verifica que com exceção dos principais estaduais do país, como o Campeonato Paulista, a maioria dos campeonatos movimenta valores baixos para manutenção e desenvolvimento do futebol. De igual forma, a venda de atletas é muito prejudicada pela ausência de calendário anual para as equipes do Brasil. Tendo em vista a duração dos campeonatos estaduais limitada aos cinco primeiros meses do ano, os contratos acabam sendo firmados somente durante esse período. Dessa forma, mesmo que o Clube possua atletas de destaque durante a disputa do campeonato estadual, estes estarão livres para encontrar um novo clube ao final da disputa local. Na prática, não é viável a realização de contratos longos com atletas com custo relevante para a maioria dos clubes do país, já que a ausência de receitas certas no segundo semestre não garante que os compromissos assumidos possam ser cumpridos pelo clube. Portanto, a receita com venda de atletas é possível, mas pouco viável para a maioria dos clubes do Brasil. Ainda, as receitas com bilheteria e marketing também acabam muito limitadas com a ausência de atratividade no segundo semestre dos clubes ausentes dos Campeonatos Nacionais. A ausência na disputa de campeonatos rentáveis acaba por minimizar a capacidade de obtenção de receitas por meio de marketing, especialmente se levado em consideração à diminuição nas oportunidades de ativação de eventuais marcas parceiras. Os problemas não são diferentes quando falamos de receitas com associação, menina dos olhos dos clubes na atualidade. Não pairam dúvidas que os planos de sócios podem oferecer inúmeras vantagens aos associados e atrair considerável receita aos clubes de futebol, conforme comprovado pelos planos

4 de sócios de equipes como Internacional, Corinthians e Palmeiras. Todavia, em que pesem as inúmeras vantagens acessórias ao plano de sócios, o carro chefe não pode deixar de ser o futebol. Dessa forma, na ausência de partidas atrativas que envolvam o clube durante todo o ano, por qual motivo seria o torcedor motivado a pagar taxas mensais ao clube? Os itens acima elencados, apenas a título exemplificativo, são claras demonstrações das consequências negativas do que pode ser denominado de restrição do Calendário Nacional do futebol brasileiro, já que são poucas equipes que atualmente tem efetivo acesso ao futebol em âmbito nacional. A ausência de calendário para alguns destoa de forma total do excesso de jogos reclamados pelas principais equipes do futebol brasileiro. Um grande clube do país, caso chegue às decisões dos campeonatos em que participar, jogará 84 (oitenta e quatro) partidas oficiais durante um ano. Tal número representa um acréscimo de 43% (quarenta e três por cento) se comparado ao número de jogos que um clube da Alemanha pode jogar em uma temporada. Apesar de todos os pontos já levantados, são inúmeras possibilidade de modelos de calendário para o futebol brasileiro. Em regra, fala-se em extinção de campeonatos estaduais ou de seu encurtamento, além da possibilidade de regionalização para as equipes que disputam as divisões principais do país. Independentemente da existência de inúmeras ideias apresentadas pelos mais diversos atores do desporto nacional, a ausência de um consenso não representa a confirmação de que o atual modelo seja adequado. Não é admissível que os responsáveis pela condução do futebol brasileiro mantenham seus olhos fechados para um dos maiores entraves ao desenvolvimento do principal esporte do país. A ausência de calendário anual para a maioria dos clubes do Brasil, de forma inquestionável, representa inestimável prejuízo ao futebol do país, com consequente e gradativa extinção dos clubes brasileiros, e com a diminuição da relevância do futebol brasileiro no cenário mundial. Por esses e outros motivos, percebe-se que o 7 x 1 não foi um simples apagão.

5 *Ramon Bisson Ferreira Advogado Desportivo, Especializando em Direito Desportivo pela Universidade Cândido Mendes. Gerente Jurídico do Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba.

12 propostas para TRANSFORMAR o futebol Brasileiro

12 propostas para TRANSFORMAR o futebol Brasileiro Visão PLURI 12 propostas para TRANSFORMAR o futebol Brasileiro PLURI Consultoria São Paulo - Brasil Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria Fernando Ferreira Economista, Especialista em Gestão

Leia mais

FORMAÇÃO DE JOGADORES NO FUTEBOL BRASILEIRO PRECISAMOS MELHORAR O PROCESSO? OUTUBRO / 2013

FORMAÇÃO DE JOGADORES NO FUTEBOL BRASILEIRO PRECISAMOS MELHORAR O PROCESSO? OUTUBRO / 2013 FORMAÇÃO DE JOGADORES NO FUTEBOL BRASILEIRO PRECISAMOS MELHORAR O PROCESSO? OUTUBRO / 2013 Recentemente, escrevi uma crônica cujo texto apresentava algumas possíveis causas para que o processo de formação

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Do Sr. Betinho Gomes) Acrescenta dispositivos ao artigo 42 da Lei nº 9.615, de 24 de março de 1998, para dispor sobre a distribuição dos recursos oriundos da comercialização

Leia mais

R e g u l a m e n t o Q u a d r a n g u l a r d e A s c e n s o / D e s c e n s o N B B - 2 0 1 2 / 2 0 1 3 Página 1

R e g u l a m e n t o Q u a d r a n g u l a r d e A s c e n s o / D e s c e n s o N B B - 2 0 1 2 / 2 0 1 3 Página 1 R e g u l a m e n t o Q u a d r a n g u l a r d e A s c e n s o / D e s c e n s o N B B - 2 0 1 2 / 2 0 1 3 Página 1 1. Competição: Quadrangular de Ascenso e Descenso do NBB 2012/2013 2. Bases legais a.

Leia mais

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE 2013 Temos lido e ouvido muitos comentários nos últimos dias sobre o processo de formação de Atletas no Brasil, emitidas

Leia mais

3º Ranking Mundial de Público nos Estádios 2013/14

3º Ranking Mundial de Público nos Estádios 2013/14 PLURI Especial 3º ing Mundial de nos Estádios /14 Fernando Ferreira Economista, Especialista em Gestão e Marketing do Esporte e Pesquisa de Mercado, Diretor da Pluri Consultoria, da BrSM Brasil e Sportfood

Leia mais

PROJETO de REVITALIZAÇÃO do FUTEBOL CAPIXABA 2009-2014. João Henrique Areias. Diretor Executivo da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo

PROJETO de REVITALIZAÇÃO do FUTEBOL CAPIXABA 2009-2014. João Henrique Areias. Diretor Executivo da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo PROJETO de REVITALIZAÇÃO do 2009-2014 João Henrique Areias Diretor Executivo da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo Curriculum 1973-1974 Grupo Tristão - RJ 1975-1987 IBM Brasil Vendas Marketing

Leia mais

Renê Drezner INTRODUÇÃO

Renê Drezner INTRODUÇÃO A Posição dos blocos continentais no mercado internacional do futebol através da análise da situação dos jogadores que disputaram a Copa do Mundo de 2014 Renê Drezner INTRODUÇÃO Os jogos de futebol representam

Leia mais

Clubes Europeus avançam sobre Torcedores Brasileiros

Clubes Europeus avançam sobre Torcedores Brasileiros PLURI View Clubes Europeus avançam sobre Torcedores Brasileiros PLURI Consultoria Pesquisa, Valuation, Gestão e marketing Esportivo. Curitiba-PR Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria Fernando

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013. (Do Sr. JOSÉ STÉDILE)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013. (Do Sr. JOSÉ STÉDILE) PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Sr. JOSÉ STÉDILE) Determina que empresas de direito público, no âmbito federal, ao patrocinarem clubes de futebol, destinem 5% do valor do patrocínio para ser utilizado em

Leia mais

O Perfil de Renda das Torcidas Brasileiras e o Público nos Estádios

O Perfil de Renda das Torcidas Brasileiras e o Público nos Estádios O Perfil de Renda das Torcidas Brasileiras e o Público nos Estádios Os 6 grandes grupos de torcedores do Brasil Não torce para ninguém; 21% Demais clubes do país; 19% Flamengo; 15% Corinthians; 13% São

Leia mais

Estudo Especial. Evolução do EC Bahia Finanças e Marca 2008/2012

Estudo Especial. Evolução do EC Bahia Finanças e Marca 2008/2012 Estudo Especial Evolução do EC Bahia Finanças e Marca 2008/2012 1 Sumário Introdução... pg 04 Análise do Balanço Patrimonial... pg 05 Highlights... pg 06 Principais Indicadores... pg 16 Valor da Marca...

Leia mais

Taxa de ocupação dos estádios Brasileiros foi de 26% em 2013

Taxa de ocupação dos estádios Brasileiros foi de 26% em 2013 Taxa de ocupação dos estádios Brasileiros foi de 26% em 2013 PLURI Consultoria Pesquisa, Valuation, Gestão e marketing Esportivo. São Paulo - Brasil Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria

Leia mais

Valor de Mercado dos Times que disputam o Brasileirão - Série A

Valor de Mercado dos Times que disputam o Brasileirão - Série A Sportmetric Valor de Mercado dos Times que disputam o Brasileirão - Série A PLURI Consultoria São Paulo - Brasil Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria Estimamos o valor total dos elencos

Leia mais

PLURI Especial Balanço de receitas com bilheteria no Paulistão 2013

PLURI Especial Balanço de receitas com bilheteria no Paulistão 2013 PLURI Especial Balanço de receitas com bilheteria no Paulistão 2013 PLURI Consultoria Pesquisa, Valuation, Gestão e marketing Esportivo. Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria Autor: Everton

Leia mais

White Paper - Impacto Econômico da Copa de 2014 no Brasil 1

White Paper - Impacto Econômico da Copa de 2014 no Brasil 1 White Paper - Impacto Econômico da Copa de 2014 no Brasil 1 A Casual Auditores Independentes, empresa de auditoria especializada em entidades desportivas estuda as informações financeiras dos clubes de

Leia mais

JOGANDO NA PRÉ-TEMPORADA. Do mesmo modo, custa-me entender a evolução de um jogador à margem da evolução da equipa.

JOGANDO NA PRÉ-TEMPORADA. Do mesmo modo, custa-me entender a evolução de um jogador à margem da evolução da equipa. JOGANDO NA PRÉ-TEMPORADA Do mesmo modo, custa-me entender a evolução de um jogador à margem da evolução da equipa. Mourinho em Oliveira et alii (2006, pg. 153) Muito se fala da necessidade de um maior

Leia mais

A CIÊNCIA DOS PEQUENOS JOGOS Fedato Esportes Consultoria em Ciências do Esporte

A CIÊNCIA DOS PEQUENOS JOGOS Fedato Esportes Consultoria em Ciências do Esporte A CIÊNCIA DOS PEQUENOS JOGOS Fedato Esportes Consultoria em Ciências do Esporte Prof. Antonio Carlos Fedato Filho Prof. Guilherme Augusto de Melo Rodrigues Monitorando e conhecendo melhor os trabalhos

Leia mais

8º VALOR DAS MARCAS DOS CLUBES BRASILEIROS FINANÇAS DOS CLUBES

8º VALOR DAS MARCAS DOS CLUBES BRASILEIROS FINANÇAS DOS CLUBES 8º VALOR DAS MARCAS DOS CLUBES BRASILEIROS FINANÇAS DOS CLUBES 2015 Sumário Prefácio 5 FIFA Fédération Internationale de Football Association 6 CBF Confederação Brasileira de Futebol 9 Federações Estaduais

Leia mais

PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VOLEIBOL

PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VOLEIBOL PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VOLEIBOL Gabriel Weiss Maciel Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil Henrique Cabral Faraco Universidade do Estado de Santa Catarina,

Leia mais

Copa do Mundo aquece venda de camarotes em arenas do país

Copa do Mundo aquece venda de camarotes em arenas do país B O L E T I M OFERECIMENTO SEGUNDA-FEIRA, 18 DE MAIO DE 2015 NÚMERO DO DIA US$ 200 mil o Boca Juniors pagará de multa pelo ocorrido na Libertadores; o time foi eliminado do torneio EDIÇÃO 256 Copa do Mundo

Leia mais

Em abril, Museu do Futebol exibe pré lançamento do filme Fair Play? e realiza bate-papo com diretor do filme e jornalista esportivo

Em abril, Museu do Futebol exibe pré lançamento do filme Fair Play? e realiza bate-papo com diretor do filme e jornalista esportivo Em abril, Museu do Futebol exibe pré lançamento do filme Fair Play? e realiza bate-papo com diretor do filme e jornalista esportivo Juca Kfouri, Fernando Godoy e Sérgio Gagliardi farão parte do debate

Leia mais

Valor de mercado das Seleções após a Copa 2014

Valor de mercado das Seleções após a Copa 2014 PLURI Consultoria São Paulo - Brasil Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria Valor de mercado das Seleções após a Copa 2014 Fernando Ferreira Economista, Especialista em Gestão e Marketing

Leia mais

O valor de mercado dos Clubes que disputam o Campeonato Brasileiro 2013

O valor de mercado dos Clubes que disputam o Campeonato Brasileiro 2013 PLURI Valuation O valor de mercado dos Clubes que disputam o Campeonato Brasileiro 2013 PLURI Consultoria Pesquisa, Valuation, Gestão e marketing Esportivo. Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria

Leia mais

Lei Pelé, Caso Bosman e o Mercosul

Lei Pelé, Caso Bosman e o Mercosul BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Lei Pelé, Caso Bosman e o Mercosul Eduardo Carlezzo assessor jurídico do Sport Club Internacional, consultor jurídico da M. Stortti Business Consulting Group, MBA em Direito da Economia

Leia mais

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º O CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A

Leia mais

entrevista: tamas rohonyi

entrevista: tamas rohonyi entrevista: tamas rohonyi GP do Brasil A fórmula 1, segundo esporte mais popular no Brasil, tem no Grande Prêmio do Brasil um exemplo de organização e arrecadação. Nesta entrevista exclusiva, seu promotor,

Leia mais

Porque estádios tão vazios? Pt. 3. 17 Motivos para NÃO ir aos Estádios. Fernando Ferreira

Porque estádios tão vazios? Pt. 3. 17 Motivos para NÃO ir aos Estádios. Fernando Ferreira PLURI Especial Porque estádios tão vazios? Pt. 3 17 Motivos para NÃO ir aos Estádios PLURI Consultoria Pesquisa, Valuation, Gestão e marketing Esportivo. Curitiba-PR Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria

Leia mais

a) Regulamento Específico da Competição (REC) o qual trata do sistema de disputa e outros assuntos específicos da Copa.

a) Regulamento Específico da Competição (REC) o qual trata do sistema de disputa e outros assuntos específicos da Copa. COPA DO BRASIL SUB 20 DE 2013 REC REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º A Copa do Brasil Sub 20, edição de 2013, doravante denominada simplesmente Copa,

Leia mais

O P R E S I D E N T E D A R E P Ú B L I C A Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte

O P R E S I D E N T E D A R E P Ú B L I C A Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte LEI N o 10.672, DE 15 DE MAIO DE 2003. Altera dispositivos da Lei n o 9.615, de 24 de março de 1998, e dá outras providências. Lei: O P R E S I D E N T E D A R E P Ú B L I C A Faço saber que o Congresso

Leia mais

BRASILEIRÃO E AS NOVAS ARENAS ANÁLISE DO IMPACTO DAS ARENAS PADRÃO FIFA NO CAMPEONATO BRASILEIRO 2013

BRASILEIRÃO E AS NOVAS ARENAS ANÁLISE DO IMPACTO DAS ARENAS PADRÃO FIFA NO CAMPEONATO BRASILEIRO 2013 BRASILEIRÃO E AS NOVAS ARENAS ANÁLISE DO IMPACTO DAS ARENAS PADRÃO FIFA NO CAMPEONATO BRASILEIRO 2013 POR QUÊ? As arenas padrão FIFA representam um elemento novo no futebol brasileiro. Dentre as muitas

Leia mais

Sem alarde, P&G deixa CBF em. Em meio ao escândalo de corrupção

Sem alarde, P&G deixa CBF em. Em meio ao escândalo de corrupção B O L E T I M OFERECIMENTO SEGUNDA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2015 NÚMERO DO DIA R$ 120 mi é a soma do desvio de dinheiro da CBF que teria sido feito pelos três últimos presidentes EDIÇÃO 396 Sem alarde,

Leia mais

COPA RURAL DE VETERANOS (EDIÇÃO 2014 / 2015) REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

COPA RURAL DE VETERANOS (EDIÇÃO 2014 / 2015) REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS FINALIDADES COPA RURAL DE VETERANOS (EDIÇÃO 2014 / 2015) REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Artigo 1º A 13ª Copa Rural de Veteranos (Futebol de Campo), tem como finalidades, contribuir para a integração sócio

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 3ª LUANDA COPA DE FUTEBOL JÚNIOR - 2015

REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 3ª LUANDA COPA DE FUTEBOL JÚNIOR - 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 3ª LUANDA COPA DE FUTEBOL JÚNIOR - 2015 I - DAS FINALIDADES Art.º 1º - A 3ª LUANDA COPA DE FUTEBOL JÚNIOR, Competição não-profissional coordenada e organizada pela Decathlon Marketing

Leia mais

COPA DOS CAMPEÕES UNILIGAS 2015 REGULAMENTO

COPA DOS CAMPEÕES UNILIGAS 2015 REGULAMENTO COPA DOS CAMPEÕES UNILIGAS 2015 REGULAMENTO DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º Á COPA DOS CAMPEÕES UNILIGAS 2015, será disputada pelas 7 (sete) equipes Campeãs e as 7(sete) equipes Vice Campeãs das

Leia mais

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO PRINCIPAL DE 2010 REGULAMENTO ESPECÍFICO

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO PRINCIPAL DE 2010 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO PRINCIPAL DE 2010 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º O CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA

Leia mais

Traffic fecha novo naming right para a Copa do Brasil até 2018

Traffic fecha novo naming right para a Copa do Brasil até 2018 B O L E T I M OFERECIMENTO SEGUNDA-FEIRA, 11 DE JANEIRO DE 2016 NÚMERO DO DIA US$ 79,6 mi ao ano ganha Cristiano Ronaldo; é o jogador de futebol mais rico do mundo, segundo a Forbes EDIÇÃO 417 Traffic

Leia mais

PLURI VIEW O Apagão Tático do Futebol Brasileiro

PLURI VIEW O Apagão Tático do Futebol Brasileiro PLURI VIEW O Apagão Tático do Futebol Brasileiro Autor Economista, Especialista em Gestão e Marketing do Esporte, e Pesquisa de Mercado. Twitter: @fernandopluri PLURI Consultoria Economia, Sport Business

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE 2016

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE 2016 DOS PARTICIPANTES Art. 1º - Integrarão o Campeonato Estadual de Futebol da Primeira

Leia mais

MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA

MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA Após os Campeonatos Paulista e Carioca, Copa do Brasil, Copa Sul-Americana, Campeonato Brasileiro, Liga dos Campeões da UEFA e as Copas do Mundo FIFA,

Leia mais

PLURI Especial Valor de mercado dos Campeonatos Estaduais e Copa do Nordeste 2014

PLURI Especial Valor de mercado dos Campeonatos Estaduais e Copa do Nordeste 2014 PLURI Especial Valor de mercado dos Campeonatos Estaduais e Copa do Nordeste 2014 PLURI Consultoria Pesquisa, Valuation, Gestão e marketing Esportivo. Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria

Leia mais

Roteiro para Elaboração de Projeto Social 1. Projeto X (Título do Projeto)

Roteiro para Elaboração de Projeto Social 1. Projeto X (Título do Projeto) Roteiro para Elaboração de Projeto Social 1 Projeto X (Título do Projeto) Título do Projeto: o título deve ser informativo e/ou instigante e criativo. Pode informar sobre o que faz o projeto e onde. Por

Leia mais

Estádios Brasileiros: Os desafios para 2014 e o Legado da Copa

Estádios Brasileiros: Os desafios para 2014 e o Legado da Copa Promoção Realização 21 a 25 de setembro de 2009 Hotel Maksoud Plaza São Paulo Estádios Brasileiros: Os desafios para 2014 e o Legado da Copa Arq. Carlos de La Corte Doutor e consultor em arquitetura esportiva

Leia mais

Brasil, País do ingresso mais caro do Mundo

Brasil, País do ingresso mais caro do Mundo PLURI Especial Brasil, País do ingresso mais caro do Mundo Fernando Ferreira - Economista, Especialista em Gestão e Marketing do Esporte e Pesquisa de Mercado, Diretor da Pluri Consultoria, da BrSM Brasil

Leia mais

RELATÓRIO DE AUDITORIA

RELATÓRIO DE AUDITORIA Ordem de Serviço: 029/2015 RELATÓRIO DE AUDITORIA Unidade Auditada: SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES, LAZER E RECREAÇÃO - SEME Período de Realização: 13/07/2015 a 10/08/2015 SUMÁRIO EXECUTIVO Sr. Coordenador,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DA COMARCA DE LONDRINA ESTADO DO PARANÁ.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DA COMARCA DE LONDRINA ESTADO DO PARANÁ. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DA COMARCA DE LONDRINA ESTADO DO PARANÁ. REF. AUTOS EAEJ 86003-2006-673-09-00-6 RUBENS MORETTI, administrador judicial nomeado

Leia mais

Em crise, Band abre mão de Estadual do Rio e Copa do Brasil

Em crise, Band abre mão de Estadual do Rio e Copa do Brasil B O L E T I M OFERECIMENTO QUINTA-FEIRA, 14 DE JANEIRO DE 2016 NÚMERO DO DIA R$ 990 mi a Globo paga a 11 clubes pelos direitos do Brasileirão; os outros 9 times dividem R$ 280 milhões EDIÇÃO 420 Em crise,

Leia mais

Comparando as finanças dos clubes Parte 2: Despesas e Resultado

Comparando as finanças dos clubes Parte 2: Despesas e Resultado Ressonância Financeira Comparando as finanças dos clubes Parte 2: Despesas e Resultado Fernando Ferreira - Economista, Especialista em Gestão e Marketing do Esporte e Pesquisa de Mercado, Diretor da Pluri

Leia mais

COPA 2014 DESAFIOS E OPORTUNIDADES. GEAE Grupo de Excelência em Administração Esportiva Conselho Regional de Administração - SP

COPA 2014 DESAFIOS E OPORTUNIDADES. GEAE Grupo de Excelência em Administração Esportiva Conselho Regional de Administração - SP COPA 2014 DESAFIOS E OPORTUNIDADES GEAE Grupo de Excelência em Administração Esportiva Conselho Regional de Administração - SP A INDÚSTRIA DO ESPORTE A Indústria do Esporte Atividades econômicas relacionadas

Leia mais

O Estado de S. Paulo Online 14/02/2016 Transmissão de energia vive crise de investimento

O Estado de S. Paulo Online 14/02/2016 Transmissão de energia vive crise de investimento O Estado de S. Paulo Online 14/02/2016 Transmissão de energia vive crise de investimento http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,transmissao-de-energia-vive-crise-de-investimento,10000016214 Exemplo

Leia mais

REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014

REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL 2014 I - FINALIDADES ARTIGO 1º - A COPA NOVOS HORIZONTES DE FUTSAL, na categoria masculino/adulto, tem por finalidade congregar os alunos das unidades do Santo

Leia mais

MEDIDAS PARA RECUPERAÇÃO DO FUTEBOL BRASILEIRO

MEDIDAS PARA RECUPERAÇÃO DO FUTEBOL BRASILEIRO ANTONIO ROQUE CITADINI O futebol é o maior produto do Brasil. Ninguém discorda desta afirmativa, além de ser identidade nacional, o futebol é marca intrinsicamente vinculada ao Brasil. Em qualquer parte

Leia mais

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO

CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º O CAMPEONATO CATARINENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA SÉRIE A

Leia mais

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Universidade Estadual de Campinas UNICAMP Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Aluna: Juliana Mayumi Aoki Orientador: Laércio Luis Vendite Identificação do trabalho Título Abordagens Matemáticas

Leia mais

DADOS IMPORTANTES DE WILLIAN

DADOS IMPORTANTES DE WILLIAN Press Release WILLIAN Nome: Willian Borges da Silva Data de nascimento: 09/08/1988 Local: Ribeirão Pires (SP) Altura: 1,75 m Peso: 75 kg Posição: Meia Clubes: SC Corinthians P (2005 a 2007), FC Shakhtar

Leia mais

Conmebol dará mais verba para clubes após surgir ideia de Liga

Conmebol dará mais verba para clubes após surgir ideia de Liga B O L E T I M OFERECIMENTO SEGUNDA-FEIRA, 28 DE SETEMBRO DE 2015 NÚMERO DO DIA US$ 60 mi a Conmebol faturou com os direitos comerciais da Copa Libertadores em 2013 EDIÇÃO 349 Conmebol dará mais verba para

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO JOGO E DO MODELO DE JOGO NA PERFORMANCE DOS ATLETAS

A INFLUÊNCIA DO JOGO E DO MODELO DE JOGO NA PERFORMANCE DOS ATLETAS A INFLUÊNCIA DO JOGO E DO MODELO DE JOGO NA PERFORMANCE DOS ATLETAS A preparação física como norte do processo ou subordinada às variáveis da partida? Uma análise sob a ótica sistêmica. Por Cyro Bueno*

Leia mais

FINANÇAS DOS CLUBES BRASILEIROS E VALOR DAS MARCAS DOS 17 CLUBES MAIS VALIOSOS DO BRASIL

FINANÇAS DOS CLUBES BRASILEIROS E VALOR DAS MARCAS DOS 17 CLUBES MAIS VALIOSOS DO BRASIL FINANÇAS DOS CLUBES BRASILEIROS E VALOR DAS MARCAS DOS 17 CLUBES MAIS VALIOSOS DO BRASIL edição 2012 Sumário Prefácio 5 Finanças dos clubes brasileiros 6 Receita total e 7 receita sem transferências de

Leia mais

O Impacto das novas arenas sobre o público e a Renda do Campeonato Brasileiro

O Impacto das novas arenas sobre o público e a Renda do Campeonato Brasileiro PLURI Especial O Impacto das novas arenas sobre o público e a Renda do Campeonato Brasileiro Economista, Especialista em Gestão e Marketing do Esporte e Pesquisa de Mercado, Diretor da Pluri Consultoria,

Leia mais

AVALIAÇÃO: A Ed. Física VALOR: 7.5 (SETE E MEIO) + 2.5 (AHSE) DATA: 22/09 HORA: Série: 1º ano Professores Ministrantes: Kim Raone e Marcus Melo

AVALIAÇÃO: A Ed. Física VALOR: 7.5 (SETE E MEIO) + 2.5 (AHSE) DATA: 22/09 HORA: Série: 1º ano Professores Ministrantes: Kim Raone e Marcus Melo AVALIAÇÃO: A Ed. Física VALOR: 7.5 (SETE E MEIO) + 2.5 (AHSE) DATA: 22/09 HORA: Série: 1º ano Professores Ministrantes: Kim Raone e Marcus Melo Professor Presencial: Aluno: 1 1ª QUESTÃO (1,0) Há 30 anos,

Leia mais

Reflexões sobre o público no Campeonato Brasileiro de 2007

Reflexões sobre o público no Campeonato Brasileiro de 2007 Reflexões sobre o público no Campeonato Brasileiro de 2007 Este artigo é um complemento do estudo É disso que o povo gosta Uma análise sobre demanda no futebol brasileiro e as razões que levam público

Leia mais

Os 25 Jogadores mais valiosos atuando no Brasil em 2014

Os 25 Jogadores mais valiosos atuando no Brasil em 2014 PLURI Sportmetric Os 25 Jogadores mais valiosos atuando no Brasil em 2014 Economista, Especialista em Gestão e Marketing do Esporte e Pesquisa de Mercado, Diretor da Pluri Consultoria, da Trio Gestão Esportiva

Leia mais

PROJETO SERGIPE CENTENÁRIO: Um Clube Vencedor

PROJETO SERGIPE CENTENÁRIO: Um Clube Vencedor PROJETO SERGIPE CENTENÁRIO: Um Clube Vencedor PROJETO SERGIPE CENTENÁRIO: Um Clube Vencedor Objetivo: Dotar o CSS de estrutura de organização empresarial com gestão sustentável, moderna, transparente e

Leia mais

Justificativa Elevamos nossa avaliação para o valor de mercado de Neymar, do Barcelona, em 22,6%, de 55 milhões para 67,4 milhões.

Justificativa Elevamos nossa avaliação para o valor de mercado de Neymar, do Barcelona, em 22,6%, de 55 milhões para 67,4 milhões. Análise do Valor de Mercado Neymar - Barcelona PLURI Consultoria - O Esporte levado a Sério www.pluriconsultoria.com.br DISCLOSURE: Esta é uma avaliação estritamente técnica e baseada em modelo metodológico

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2014

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2014 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2014 DOS PARTICIPANTES Art. 1º - Integrarão o Campeonato Estadual de Futebol da Primeira

Leia mais

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES Artigo 1 - A TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 é promovida, organizada e dirigida pela FEDERAÇÃO UNIVERSITÁRIA

Leia mais

Confederação Brasileira de Futebol

Confederação Brasileira de Futebol Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO...

Leia mais

Ainda na visão dos entrevistados, as razões para profissionalização envolvem benefícios esperados, como a otimização da utilização de recursos, e

Ainda na visão dos entrevistados, as razões para profissionalização envolvem benefícios esperados, como a otimização da utilização de recursos, e 7 Conclusão No mundo de negócios, as organizações constantemente buscam melhorias e aperfeiçoamento de suas gestões para sobreviver e crescer em face de um mercado competitivo. Nesse movimento, percebe-se

Leia mais

1.1 A competição estará aberta a homens e mulheres com nacionalidade brasileira, ou estrangeira, amadores ou profissionais e acima de 15 anos.

1.1 A competição estará aberta a homens e mulheres com nacionalidade brasileira, ou estrangeira, amadores ou profissionais e acima de 15 anos. 1. Regulamento da Primeira Copa LoL Universe. 1.1 A competição estará aberta a homens e mulheres com nacionalidade brasileira, ou estrangeira, amadores ou profissionais e acima de 15 anos. 1.2 Os atletas

Leia mais

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 6ª COPA NOVE DE JULHO DE FUTEBOL AMADOR 2016 REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 1 REGULAMENTO DA 6ª COPA NOVE DE JULHO 2016 CAPITULO I Da PARTICIPAÇÃO Esta copa contará com a participação de 48 (quarenta

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2013

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO NORTE - 2013 DOS PARTICIPANTES Art. 1º - Integrarão o Campeonato Estadual de Futebol da Primeira

Leia mais

FUTEBOL 2013 PATROCÍNIO CAMP. PAULISTA SÉRIE A2 SUPERCOPA INTERNAC. JR CAMP. PAULISTA SUB-20 COPA PAULISTA COBERTURA MUNDIAL DE CLUBES COPA

FUTEBOL 2013 PATROCÍNIO CAMP. PAULISTA SÉRIE A2 SUPERCOPA INTERNAC. JR CAMP. PAULISTA SUB-20 COPA PAULISTA COBERTURA MUNDIAL DE CLUBES COPA PATROCÍNIO JANEIRO DE 2013 REDETV! www.redetv.com.br CAMP. SÉRIE A2 SUPERCOPA INTERNAC. JR CAMP. SUB-20 COPA COBERTURA MUNDIAL DE CLUBES SÉRIE A2 SUPERCOPA INTERN. JR SUB-20 COPA www.redetv.com.br/comercial

Leia mais

Com Ambev, Flamengo inicia censo para conhecer torcedor

Com Ambev, Flamengo inicia censo para conhecer torcedor B O L E T I M OFERECIMENTO SEXTA-FEIRA, 4 DE MARÇO DE 2016 NÚMERO DO DIA R$ 2,45 mi foi a renda de Palmeiras 2x0 Rosario Central, no Allianz Parque, pela Libertadores EDIÇÃO 454 Com Ambev, Flamengo inicia

Leia mais

BARREIRAS ENCONTRADAS/ENFRENTADAS POR HOMOSSEXUAIS NO ESPORTE

BARREIRAS ENCONTRADAS/ENFRENTADAS POR HOMOSSEXUAIS NO ESPORTE BARREIRAS ENCONTRADAS/ENFRENTADAS POR HOMOSSEXUAIS NO ESPORTE Jarlson Carneiro Amorim da Silva(1); Iraquitan De Oliveira Caminha (Orientador)(2); Tatiane Dos Santos Silva(3); Jéssica Leite Serrano(4) (1)Mestrando

Leia mais

COPA GOVERNO DO ESTADO DE SERGIPE 2005 RELAÇÃO DOS CLUBES PARTICIPANTES

COPA GOVERNO DO ESTADO DE SERGIPE 2005 RELAÇÃO DOS CLUBES PARTICIPANTES COPA GOVERNO DO ESTADO DE SERGIPE 2005 RELAÇÃO DOS CLUBES PARTICIPANTES 1) ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA CONFIANÇA 2) ASSOCIAÇÃO OLÍMPICA DE ITABAIANA 3) ATLÉTICO CLUBE LAGARTENSE 4) CLUB SPORTIVO SERGIPE 5) RIACHUELO

Leia mais

São Paulo segue tendência e fecha acordo para redes sociais

São Paulo segue tendência e fecha acordo para redes sociais B O L E T I M OFERECIMENTO TERÇA-FEIRA, 7 DE ABRIL DE 2015 NÚMERO DO DIA R$ 70,7 mi o Ministério do Esporte injetou na construção de 15 pistas de atletismo em 11 estados do país EDIÇÃO 230 São Paulo segue

Leia mais

O SR. ALVARO DIAS (Bloco Minoria/PSDB PR) pronuncia o seguinte discurso: Sr. Presidente, Srs. Senadores, Srªs Senadoras, hoje não falarei mal da

O SR. ALVARO DIAS (Bloco Minoria/PSDB PR) pronuncia o seguinte discurso: Sr. Presidente, Srs. Senadores, Srªs Senadoras, hoje não falarei mal da O SR. ALVARO DIAS (Bloco Minoria/PSDB PR) pronuncia o seguinte discurso: Sr. Presidente, Srs. Senadores, Srªs Senadoras, hoje não falarei mal da Presidente, Senador Requião. Trago a esta tribuna um assunto

Leia mais

Evolução das finanças dos clubes brasileiros -2003-2012 Janeiro de 2013

Evolução das finanças dos clubes brasileiros -2003-2012 Janeiro de 2013 Evolução das finanças dos clubes brasileiros -2003-2012 Janeiro de 2013 Destaques do Estudo O mercado brasileiro de clubes de futebol cresceu muito em receitas entre 2003 e 2011, passando de R$ 805 milhões

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO Dispõe sobre as normas a serem estabelecidas no Regulamento do Campeonato de MÁSTER

Leia mais

Conhecimento da torcida é importante que os organizadores conheçam as expectativas dos espectadores estrangeiros e compartilhem inteligência.

Conhecimento da torcida é importante que os organizadores conheçam as expectativas dos espectadores estrangeiros e compartilhem inteligência. COMUNICADO À IMPRENSA ICSS007/11 29 de novembro de 2011 O Centro Internacional de Segurança Esportiva (International Centre for Sport Security - ICSS) revela descobertas-chave da Cúpula de Especialistas

Leia mais

NORMAS ESPECIFICAS VOLEIBOL. www.inatel.pt

NORMAS ESPECIFICAS VOLEIBOL. www.inatel.pt NORMAS ESPECIFICAS www.inatel.pt NORMAS ESPECÍFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas pela Fundação

Leia mais

Emissão Original: 03/11/2014

Emissão Original: 03/11/2014 COPA DO NORDESTE SUB 20/2014 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º A Copa do Nordeste Sub 20 de 2014, doravante denominada Copa, é regida por dois regulamentos

Leia mais

Tema: evasão escolar no ensino superior brasileiro

Tema: evasão escolar no ensino superior brasileiro Entrevista com a professora Maria Beatriz de Carvalho Melo Lobo Vice- presidente do Instituto Lobo para o Desenvolvimento da Educação, Ciência e Tecnologia e Sócia- diretora da Lobo & Associados Consultoria.

Leia mais

Brasileirão pode ter fim de monopólio da Globo após 20 anos

Brasileirão pode ter fim de monopólio da Globo após 20 anos B O L E T I M OFERECIMENTO QUARTA-FEIRA, 3 DE FEVEREIRO DE 2016 NÚMERO DO DIA R$ 100 mil é o quanto a Portuguesa vai receber para alugar o estádio do Canindé a uma igreja evangélica EDIÇÃO 434 Brasileirão

Leia mais

Futebol do Futuro. Resultados da Pesquisa: Os principais Problemas do Futebol Brasileiro

Futebol do Futuro. Resultados da Pesquisa: Os principais Problemas do Futebol Brasileiro Futebol do Futuro Resultados da Pesquisa: Os principais Problemas do Futebol Brasileiro Calendário Ruim, Baixa qualidade dos jogos, Clubes insolventes, Insegurança dos torcedores, Estádios vazios. Esses

Leia mais

COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I. Disposições Preliminares

COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I. Disposições Preliminares LIGA IMBITUBENSE DE FUTEBOL - LIF DEPARTAMENTO TÉCNICO COPA SUL DOS CAMPEÕES DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º - A Copa Sul dos Campeões de 2015, será promovida

Leia mais

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo

Leia mais

2.1 O Evento será realizado no dia 13 de dezembro com possível extensão para o 14 de dezembro de 2014.

2.1 O Evento será realizado no dia 13 de dezembro com possível extensão para o 14 de dezembro de 2014. REGULAMENTO - JOGO POR TI CORINTHIANS 1. OBJETIVO 1.1. O presente regulamento tem por objetivo estabelecer as diretrizes do evento "Jogo Por Ti Corinthians" que será organizado pela Futebol Experience

Leia mais

Projeto Voleibol Valinhos

Projeto Voleibol Valinhos Projeto Voleibol Valinhos Atualmente o Country Club Valinhos em parceria com a Prefeitura Municipal de Valinhos e apoiado pela Lei Paulista de Incentivo ao Esporte possui 4 categorias de Voleibol Feminino,

Leia mais

LEIA O TEXTO A SEGUIR PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 05.

LEIA O TEXTO A SEGUIR PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 05. CONHECIMENTOS BÁSICOS 2 NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 10, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO. LEIA O TEXTO A SEGUIR PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES NUMERADAS DE 01 A 05. DE

Leia mais

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO Anualmente a CBT - Confederação Brasileira de Tênis promoverá a Copa das Federações, para definir o Estado Campeão Brasileiro. A Copa das

Leia mais

Aplicativos de táxi recorrem a futebol para ganhar mercado

Aplicativos de táxi recorrem a futebol para ganhar mercado B O L E T I M OFERECIMENTO QUINTA-FEIRA, 21 DE MAIO DE 2015 NÚMERO DO DIA R$ 22 mi a Confederação Brasileira de Judô faturou em 2014 com patrocínios e direitos de TV EDIÇÃO 258 Aplicativos de táxi recorrem

Leia mais

Análise de Balanço 2013 São Paulo FC

Análise de Balanço 2013 São Paulo FC Ressonância Financeira Análise de Balanço 2013 São Paulo FC PLURI Consultoria São Paulo - Brasil Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria 2 Dados Gerais 3 Principais Números de 2013 4 Indicadores

Leia mais

O impacto da Copa 2014 no valor de mercado da Seleção Brasileira

O impacto da Copa 2014 no valor de mercado da Seleção Brasileira PLURI Consultoria São Paulo - Brasil Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria O impacto da Copa 2014 no valor de mercado da Seleção Brasileira Fernando Ferreira Economista, Especialista em

Leia mais

nosso futebol no topo do mundo Copa do Mundo de 2014 modernas arenas craques estrelas fará de nossos clubes potências de alcance mundial Barcelona

nosso futebol no topo do mundo Copa do Mundo de 2014 modernas arenas craques estrelas fará de nossos clubes potências de alcance mundial Barcelona FUTEBOL ESTATÍSTICA Após o crescimento desenfreado que tomou de golpe o futebol brasileiro e o Brasil como um todo em 2012, os dirigentes, jogadores e as mídias que exploram nossa paixão nacional como

Leia mais

Serviços Emergenciais

Serviços Emergenciais Serviços do seguro Assistência ao Torcedor Serviços e Limites Serviços de Conveniência ao Torcedor Todas as despesas provenientes das solicitações de assistência descritas ficarão por conta do Segurado,

Leia mais

Por mais verba, clubes alteram programa de sócio-torcedor

Por mais verba, clubes alteram programa de sócio-torcedor B O L E T I M OFERECIMENTO QUINTA-FEIRA, 7 DE MAIO DE 2015 NÚMERO DO DIA 221 mi lucrou a Adidas no trimestre, resultado 8% melhor que no mesmo período do ano passado EDIÇÃO 249 Por mais verba, clubes alteram

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HIPISMO Ranking Brasileiro de Concorrentes de Salto Regulamento 2012

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HIPISMO Ranking Brasileiro de Concorrentes de Salto Regulamento 2012 Ranking Brasileiro de Concorrentes de Salto Regulamento 2012 Índice 1 - PROVAS VÁLIDAS... Pág. 3 2 - FORMA DE DISPUTA... Pág. 3 3 - PARTICIPAÇÃO... Pág. 4 4 - VANTAGENS... Pág. 4 5 - CONTAGEM DE PONTOS...Pág.

Leia mais

Palavra do Presidente

Palavra do Presidente Palavra do Presidente Estou feliz por reiniciar os trabalhos de nossa entidade, especialmente em ano de véspera de copa do mundo uma temporada diferente pela realização do próximo mundial sendo no Brasil

Leia mais