Actual Ciclo de Licenciatura (Bolonha):

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Actual Ciclo de Licenciatura (Bolonha):"

Transcrição

1 Actual Ciclo de Licenciatura (Bolonha): 1.º ano, 1.º semestre Análise Matemática I Álgebra Introdução à Programação Sistemas Digitais Introdução à Tecnologia 1.º ano, 2.º semestre Análise Matemática II Lógica e Computação Introdução à Electrónica Digital Programação Orientada a Objectos Tecnologias da Internet I 2.º ano, 1.º semestre Probabilidades e Estatística Estruturas de Dados e Algoritmos Introdução às Telecomunicações Arquitectura de Computadores I Bases de Dados I 2.º ano, 2.º semestre Sistemas Operativos Redes de Dados I Bases de Dados II Microprocessadores Tecnologias da Internet II 3.º ano, 1.º semestre Análise de Sistemas Redes de Dados II Arquitectura de Computadores II Gestão e Segurança de Redes Informáticas Sistemas Distribuídos 3.º ano, 2.º semestre Empreendedorismo Sistemas de Informação nas Organizações Projecto de Redes Projecto de Sistemas de Informação Projecto Final

2 Actual Ciclo de Licenciatura (Bolonha), 1.º ano, 1.º semestre Análise Matemática I Revisões. Funções reais de variável real: definições; classes de funções; propriedades. Limites e continuidade; definições e teoremas. Cálculo diferencial: definição de derivada e interpretação geométrica; diferenciabilidade e continuidade; regras de derivação; Teoremas de Bolzano, Weierstrass, Rolle, Lagrange e Cauchy; Regra de Cauchy e de L Hôpital; aplicações das derivadas; incrementos e diferenciais. Cálculo integral: primitivas; técnicas de primitivação; integral definido; aplicações: áreas e volumes; integrais impróprios. Álgebra Números complexos. Matrizes e sistemas de equações lineares. Espaços vectoriais: subespaços; expansão linear; independência linear, bases e dimensão; aplicações. Determinantes e sua aplicação à determinação da solução de sistemas lineares e da inversa de uma matriz quadrada. Geometria analítica: produto interno, vectorial e misto de vectores; aplicações; representação de rectas e planos no espaço euclideano; cálculo de distâncias. Valores e vectores próprios; aplicação à diagonalização de matrizes. Introdução à Programação Introdução aos computadores e linguagens; Manipulação de informação: tipos de dados, constantes, variáveis, operadores e expressões; Controlo do fluxo de execução: se, escolhe, faz, enquanto e para; Decomposição top-down dos problemas: divisão de programas, funções e parâmetros, recursividade; Apontadores: endereços, valores e memória dinâmica; Tipos de dados compostos: arrays, strings, e estruturas; I/O básico: ficheiros, fluxos e dispositivos. Sistemas Digitais Conceitos essenciais da lógica digital: sistemas de numeração; Álgebra de Boole. Funcionamento das portas lógicas; Utilização das portas lógicas no projecto de circuitos digitais; Funcionamento dos circuitos integrados baseados em circuitos combinacionais: somadores, comparadores, multiplexers, demultiplexers, descodificadores, codificadores de prioridade, etc; Famílias lógicas de circuitos integrados; Analise do funcionamento de células de memória síncronas e assíncronas e utilização destes dispositivos no projecto de circuitos sequenciais; Análise e projecto de contadores e registos de deslocamento. Introdução à Tecnologia Processamento Digital de Imagem; História Geral da Computação e da Internet; Conceitos de Sistemas Computacionais: infra-estruturas e serviços, back-office e front-office, comércio e negócio electrónicos, SCM (Supply Chain Management), ERP (Enterprise Resource Planning) e CRM (Customer Relationship Management); A dimensão sócio-técnica do Engenheiro Informático; Gestão da Informação e do Conhecimento: pesquisa e comunicação interpessoal; Prática de Desenho Computacional 3D: primitivas sólidas, CSG (constructive solid geometry), B-Rep (boundary representation) e rendering de cenários. 1

3 Actual Ciclo de Licenciatura (Bolonha), 1.º ano, 2.º semestre Análise Matemática II Séries numéricas e de funções: definições; testes de convergência; séries de potências; séries de Taylor e MacLaurin; aplicações das séries de potências. Funções reais de várias variáveis reais: definições; limites e continuidade; derivadas parciais; diferenciabilidade; incrementos e diferenciais; derivadas direccionais; extremos e pontos de sela; problemas de optimização com restrições. Integrais múltiplos: definições e propriedades dos integrais duplos e triplos; interpretação geométrica de integrais duplos; integrais duplos em coordenadas polares; integrais triplos em coordenadas cilíndricas e esféricas; aplicações de integrais duplos e triplos. Lógica e Computação Lógica Proposicional. Grafos e digrafos. Matrizes de adjacência e incidência. Grafos conexos e digrafos forte e fracamente conexos. Caminhos eulerianos e hamiltonianos. Árvores e suas aplicações. Árvore geradora de custo mínimo: algoritmos de Kruskal e de Prim. Problema do caminho de custo mínimo: Algoritmos de Dijkstra e Floyd-Marshall. Erro e estabilidade. Métodos iterativos para sistemas de equações lineares. Equações e Sistemas de Equações Não Lineares. Interpolação Polinomial. Integração Numérica. Métodos Numéricos para Equações Diferenciais Ordinárias. Introdução à Electrónica Digital Conceitos de electrotecnia (Grandezas, Lei de Joule; Lei de Ohm); Introdução ao projecto de sistemas digitais com dispositivos lógicos programáveis; Conceitos fundamentais de projecto de sistemas; Metodologias de projecto e modelos de arquitectura de projecto; Linguagens de Especificação e Simulação com Linguagem VHDL; Metodologias RTL e Teste; Considerações eléctricas para a realização de projecto. Programação Orientada a Objectos Programação orientada a objectos: Abstracção, encapsulamento, herança, membros estáticos e dinâmicos; Hierarquias de classes: classes abstractas, polimorfismo, objectos dinâmicos e conversão dinâmica; Estruturas de dados básicas; Programação genérica. Tecnologias da Internet I XHTML (Extensible HyperText Markup Language) e DHTML (Dynamic HyperText Markup Language): normas W3C, sintaxe, estrutura e aplicações; fundamentos de CSS (Cascading Style Sheets): folhas de estilo externas, estilo embebido e estilos locais; prática de estilo CSS: modelo da caixa, esquemas cromáticos, modelação de classes e objectos, dimensionamento de blocos, etc.; DOM (Document Object Model): hierarquia das classes, níveis de especificação; programação em JavaScript: sintaxe, interfaces dinâmicos, validação de formulários, animação de objectos, acções disparadas por eventos, etc. 2

4 Actual Ciclo de Licenciatura (Bolonha), 2.º ano, 1.º semestre Probabilidades e Estatística Noções Básicas de Probabilidades. Variáveis Aleatórias Discretas e Contínuas. Distribuições de Probabilidade Discretas: Uniforme Discreta, Binomial e Poisson; Distribuições de Probabilidade Contínuas: Uniforme Contínua, Normal e Exponencial; Aproximação das distribuições Binomial e Poisson à distribuição Nomal. Distribuições por Amostragem. Estimação Pontual e Intervalar para a média, variância e porporção de uma população. Testes de Hipóteses para a média, variância e porporção de uma população; valor-p. Regressão Linear Simples e Correlação. Estruturas de Dados e Algoritmos Análise de algoritmos; Estruturas de dados dinâmicas. Ordenação e pesquisa; Tipos abstractos de dados: pilhas, filas, arvores. Árvores binárias de pesquisa, Tabelas de dispersão;filas de prioridade; Grafos; Técnicas de desenho de algoritmos: dividir para conquistar, algoritmos gulosos, backtracking. Introdução às Telecomunicações Introdução às telecomunicações: modelos de rede; Teoria do sinal: Série de Fourier e Transformada de Fourier de sinais contínuos; Energia, potência, (teorema de Parseval, Raleygh); Resposta em frequência de sistemas: filtros; O Decibel e unidades derivadas; Conversão analógico-digital: Sistemas PCM; Meios físicos de transmissão; Ligações sem fios; Técnicas de modulação com portadora contínua; Princípios de transmissão digital; Multicanalização. Tecnologias digitais. Arquitectura de Computadores I Noções Gerais de Arquitectura de Computadores; Organização da Unidade Central de Processamento (Unidades de Processamento de Dados; Unidades de Controlo; formas de implementação; análise de desempenho); Linguagem de Programação Assembly (desenvolver rotinas); Organização de Memória (tecnologias; hierarquia; cache); Organização de Interfaces e Periféricos (tipos, características; interfaces). Bases de Dados I Objectivos e funções de um Sistema de Gestão de Bases de Dados. (SGBD). Modelo Hierárquico e modelo de Rede. Modelo relacional. Relacionamentos. Instâncias e esquemas. Dicionário de Dados. Chaves. Chave primária, chave forasteira e indíces. Integridade e regras. Dependências funcionais e normalização. Primeira forma normal (1FN), segunda forma normal (2FN), terceira forma normal (3FN) e forma normal de Boyce-Codd (FNBC). Método de entidade-relacionamento. Método de entidade-relacionamento estendido. SQL. Comandos DML e comandos DDL. 3

5 Actual Ciclo de Licenciatura (Bolonha), 2.º ano, 2.º semestre Sistemas Operativos Operar e controlar recursos computacionais; Introdução aos Sistemas Operativos; Núcleo do Sistema Operativo; Gestão de Processos e Threads; Sincronização de processos e Deadlock; Comunicação entre processos; Mecanismos de Gestão de Memória; Algoritmos de Gestão de Memória; Sistema de Ficheiros; Protecção e Segurança; Programa Prático: comandos unix, programação em shell, unix e windows; Instalação e configuração de servidores unix e windows. Redes de Dados I Camada de aplicação (Princípios de funcionamento das aplicações de rede; Protocolos da Camada; , DNS, FTP, HTTP); Camada de transporte (Introdução ao UDP e ao TCP; Mecanismos usados para evitar o congestionamento); Camada de rede (Redes de circuitos virtuais; Redes de comutação de pacotes; O Protocolo da Internet - IP; Protocolos de encaminhamento unicast: intra-domain e inter-domain; Multicast IP; Encaminhamento multicast: intra-domain e inter-domain; NAPT e PAT). Bases de Dados II Transações e controlo de concorrência. Recuperação de transações e pontos de salvaguarda. Isolamento. Bloqueios. Impasses. Aspectos físicos de uma base de dados. Tablespaces e ficheiros. Blocos de dados, extents e segmentos. Índices. Agrupamentos. Administração de bases de dados. Instalação de um SGBD. Arranque e paragem. Gestão de utilizadores. Tolerância a falhas. Privilégios e segurança. Bases de dados distribuídas. Controlo de concorrência. Transações remotas e distribuídas. Microprocessadores Fundamentos teóricos associados às arquitecturas de processadores, linguagens, instruções e modos de endereçamento; Estruturas básicas de programação. Implementação de mecanismos associados aos vários processos de comunicação de dados; Modos de controlo de comunicação do processador com o exterior. Funcionamento e controlo dos seguintes periféricos: SPI, I2C, USART, CAN, ADC e DAC. Tecnologias da Internet II Fundamentos de XML (Extensible Markup Language) fundamentals: normas, sintaxe e correcção; XSL (Extensible Stylesheet Language): XSLT (XSL Transformations), XSL-FO (XSL Formatting Objects), XPath (XML Path Language); XML-Schema: validação e correcção de documentos XML; Aplicações de XML-DOM e XML: Xlink (XML Linking Language), Xpointer e XInclude; Objectos COM (Component Object Model) / ADO (ActiveX Data Objects) / Recordset; ASP (Active Server Pages): interfaces WEB para bases de dados remotas. 4

6 Actual Ciclo de Licenciatura (Bolonha), 3.º ano, 1.º semestre Análise de Sistemas Análise Estruturada; UML Unified Modelling Language; Definição de requisitos de sistemas; Teste de Software; Design Patterns; RUP- Rational Unified Process. Redes de Dados II Camada de ligação (Serviços da camada de ligação; Técnicas de detecção e de correcção de erros); Protocolos de acesso múltiplo; Endereçamento de nível 2; Tecnologia ethernet; Equipamento de rede activo para redes ethernet; Protocolos IEEE: 802.1D, 802.1w, 802.1t, 802.1s, 802.1q, 802.1ad; MPLS (Multiprotocol Label Switching); Tecnologias da camada física usadas em redes locais. Arquitectura de Computadores II Arquitecturas computacionais: microprocessadores e tecnologias de hardware; Conjuntos de Instruções: Linguagem Máquina; Programação em Assembly; Aritmética para Computadores; Programação de Coprocessadores aritméticos; Hierarquia de Memória; Sistemas de Entrada e Saída de Dados; Multiprocessadores. Gestão e Segurança de Redes Informáticas Conceitos e princípios da gestão de redes; Arquitecturas de gestão Arquitectura genérica de um sistema de gestão; Arquitectura de gestão OSI; Arquitectura de gestão Internet; Simple Network Management Protocol: SNMP, SNMPv2, and SNMPv3; Remote monitoring: RMON 1 e 2; Plataformas de gestão; Ferramentas de integração; Redes e serviços seguros: conceitos fundamentais e terminologia, necessidade de proteger as redes e os sistemas informáticos, propriedades e serviços de segurança, estruturação do estudo dos suportes de segurança; Princípios e Fundamentos dos métodos criptográficos; Sistemas de autenticação, certificação e controlo de acessos; Firewalls; Sistemas de detecção de intrusão - IDS; Mecanismos de Backup, reposição e de recuperação de dados. Sistemas Distribuídos Berkley Sockets; JAVA Remote Methods Invocation; Remote Procedures Calls; Common Object Request Broker Architecture; Simple Object Access Protocol; Web Services Description Language; Universal Description, Discovery and Integration; Serviços SOAP; A WSDL Java e XML-SOAP; Programação de serviços web utilizando SOAP; A VoiceXML; JAVA Server Pages. 5

7 Actual Ciclo de Licenciatura (Bolonha), 3.º ano, 2.º semestre Empreendedorismo Empreendedorismo e Inovação; Ideia, Contexto e Meios; Estratégia Competitiva; Fontes de Financiamento; Tomada de Decisão; Plano de Negócios; Gestão da Empresa: criação de empresas, funções empresariais, legislação empresarial, legislação laboral; Benchmarking; Sistema de Gestão da Qualidade. Sistemas de Informação das Organizações Sistemas de Informação das Organizações: Processos a Suportar-Cadeia de Valor; Evolução dos Sistemas de Informação; Mapa de Soluções; Conteúdo e Fluxo de Informação; Ferramentas Existentes no Mercado; Organização de um Departamento de Informática; Avaliação de Investimentos em TI; Auditoria Informática; Segurança Informática; Análise de Risco; Alinhamento Cobit, ITIL e Normas de Segurança; Legislação. Projecto de Redes Engenharia de Tráfego na Internet: caracterização do tráfego, composição do tráfego; medidas de tráfego, modelação, análise e simulação; Multiplexagem estatística com e sem buffer; Multiplexagem determinística; Controlo de desempenho em anel fechado; Modelos do TCP; Partilha estatística de largura de banda; Desempenho em sobrecarga; Sinalização; Obtenção de garantias de qualidade de serviço QoS: introdução à Qualidade de Serviço, serviços integrados (IntServ), serviços diferenciados (DiffServ), serviços de etiquetas multiprotocolar (MPLS); Voz sobre IP VoIP: arquitectura VoIP, codificação, sinalização, cenários de transição); Planeamento e projecto de redes. Projecto de Sistemas de Informação O Rational Unified Process (RUP); UML avançada (Modelação de aplicações web; Design Patterns); Processos de gestão de qualidade de software; Testes de software (testes unitários, de integração, de sistema, de aceitação e de regressão); Projecto e Desenvolvimento de um sistema de informação de acordo com o RUP; Inspecções e Revisões de software. Projecto Final Mercado de Soluções TIC; Ciclo de Vida de Projectos de TIC; Especificação de Requisitos para Projectos de TIC; Planeamento de Projectos de TIC: concepção, estimativa e análise de custos, revisões e organização de documentos; Gestão de Equipas para Projectos de TIC: definição de papéis, responsabilidades e lideranças; Técnicas de Investigação e Pesquisa; Comunicação Técnica: redacção, edição, ilustração e apresentação de Projectos de TIC; Desenvolvimento de Projecto de TIC. 6

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CST SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA: Algoritmo e Programação I A disciplina aborda o estudo de algoritmos, envolvendo os conceitos fundamentais: variáveis, tipos de dados, constantes,

Leia mais

Ementário das Disciplinas

Ementário das Disciplinas Ementário das Disciplinas As ementas das disciplinas estão agrupadas em semestres para uma melhor visualização da organização da matriz curricular. As referências bibliográficas serão especificadas no

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ARQUITETURA DE COMPUTADORES... 4 02 FILOSOFIA... 4 03 FUNDAMENTOS MATEMÁTICOS PARA COMPUTAÇÃO...

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CTS DE REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo desde a história e a evolução

Leia mais

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 60 h 1º Evolução histórica dos computadores. Aspectos de hardware: conceitos básicos de CPU, memórias,

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2015 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 1 Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores

Leia mais

Escola Superior de Gestão de Santarém. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos. Peça Instrutória G

Escola Superior de Gestão de Santarém. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos. Peça Instrutória G Escola Superior de Gestão de Santarém Pedido de Registo do CET Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos Peça Instrutória G Conteúdo programático sumário de cada unidade de formação TÉCNICAS

Leia mais

Sistemas Multimédia. Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações

Sistemas Multimédia. Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações Sistemas Multimédia Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP Redes e Comunicações Francisco Maia famaia@gmail.com Já estudado... Motivação Breve História Conceitos Básicos Tipos de Redes Componentes

Leia mais

1.º ano: Automação Industrial / Energia Disciplina: Plano:

1.º ano: Automação Industrial / Energia Disciplina: Plano: Resumos das Disciplinas: Designação do Curso: (Plano Novo Bolonha) Engenharia Electrotécnica e de Computadores 1.º ano: Automação Industrial / Energia Análise Matemática I Funções reais de uma variável

Leia mais

TABELA DE EQUIVALÊNCIA FECOMP Curso de Engenharia de Computação

TABELA DE EQUIVALÊNCIA FECOMP Curso de Engenharia de Computação TABELA DE EQUIVALÊNCIA FECOMP Curso de Engenharia de Computação Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 66303 ESTRUTURA DE DADOS I 68/0 ENG. DE

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2014 Realização: FRAMINAS - http://www.gestaoconcurso.com.br - comunicacao@gestaoconcurso.com.br

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2014 Realização: FRAMINAS - http://www.gestaoconcurso.com.br - comunicacao@gestaoconcurso.com.br RETIFICAÇÃO 01 DO EDITAL 01/2014 A Cemig Telecomunicações S.A. - CEMIGTelecom, no uso de suas atribuições constitucionais, torna público as alterações abaixo especificadas relativas ao do Edital 01/2014

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 1 PERÍODO

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 1 PERÍODO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 1 PERÍODO Area de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas DISCIPLINA: PRÁTICAS INVESTIGATIVAS I H111926 03 60 Introdução e ensaio da prática investigativa. Procedimentos metodológicos

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE COMPUTAÇÃO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE COMPUTAÇÃO EMENTAS DAS S DO CURSO DE COMPUTAÇÃO INTRODUÇÃO A INFORMÁTICA EMENTA: Conceito de Informática, informação, dados e computadores; evolução histórica dos computadores; anatomia de um computador conceitos

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação 2014 109 EMENTÁRIO

UFV Catálogo de Graduação 2014 109 EMENTÁRIO UFV Catálogo de Graduação 2014 109 EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pelo Campus Rio Paranaíba são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, ligadas a cada instituto, seguidas

Leia mais

CURSO TECNOLÓGICO 2008/01 1º SEMESTRE. Programação e Estruturas de Dados Fundamentais

CURSO TECNOLÓGICO 2008/01 1º SEMESTRE. Programação e Estruturas de Dados Fundamentais 1º SEMESTRE Programação e Estruturas de Dados Fundamentais 8 Créditos Desenvolver a lógica de programação através da construção de algoritmos utilizando português estruturado Representar a solução de problemas

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ARQUITETURA DE COMPUTADORES... 4 02 FILOSOFIA... 4 03 FUNDAMENTOS MATEMÁTICOS... 4 04 TEORIA

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1 Carga Horária Total

Leia mais

Redes e Telecomunicações. 2º Pacote. Formação em

Redes e Telecomunicações. 2º Pacote. Formação em 2º Pacote Formação em Redes de Computadores Formação em Redes de Computadores Exposição dos conteúdos por um docente do ISEL do grupo de redes de comunicações Formação adequada a vários níveis de experiência

Leia mais

CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO

CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO DISCIPLINA: Metodologia Científica H111900 Finalidade da metodologia científica. Importância da metodologia no âmbito das ciências. Metodologia de estudos. O

Leia mais

Unidade 4 Concepção de WEBSITES. Fundamentos do planeamento de um website 1.1. Regras para um website eficaz 1.1.1.

Unidade 4 Concepção de WEBSITES. Fundamentos do planeamento de um website 1.1. Regras para um website eficaz 1.1.1. Unidade 4 Concepção de WEBSITES Fundamentos do planeamento de um website 1.1. Regras para um website eficaz 1.1.1. Sobre o conteúdo 1 Regras para um website eficaz sobre o conteúdo Um website é composto

Leia mais

2 Conceitos relativos a Web services e sua composição

2 Conceitos relativos a Web services e sua composição 15 2 Conceitos relativos a Web services e sua composição A necessidade de flexibilidade na arquitetura das aplicações levou ao modelo orientado a objetos, onde os processos de negócios podem ser representados

Leia mais

EDITAL GR Nº 707/2014. Quadro de Disciplinas Especiais ou Unidades de Aprendizagem Especiais com Pré-Requisito semestre 2015A 2º Período

EDITAL GR Nº 707/2014. Quadro de Disciplinas Especiais ou Unidades de Aprendizagem Especiais com Pré-Requisito semestre 2015A 2º Período Quadro de Disciplinas Especiais ou Unidades de Aprendizagem Especiais com Pré-Requisito semestre 2015A 2º Período Disciplina Especial Ofertada Pré-Requisito Ementa Análise das Demonstrações Contábeis II

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM ANO: 11º Redes de Comunicação ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/8 Componentes de um sistema de comunicações; Sistemas Simplex, Half-Duplex e Full- Duplex; Transmissão de sinais analógicos e digitais; Técnicas

Leia mais

DISCIPLINA CRED CH PRÉ - REQUISITOS 1ª FASE Geometria Analítica e Álgebra Linear

DISCIPLINA CRED CH PRÉ - REQUISITOS 1ª FASE Geometria Analítica e Álgebra Linear CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS AUTORIZAÇÃO: Portaria UDESC nº 646/2001 RECONHECIMENTO: Decreto Estadual nº 3324/2005 renovado pelo Decreto Estadual nº 1664/2013 PERÍODO

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) SISTEMAS PARA INTERNET INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo

Leia mais

Ementas das Disciplinas do Bacharelado em Sistemas de Informação da UNIRIO

Ementas das Disciplinas do Bacharelado em Sistemas de Informação da UNIRIO Ementas das Disciplinas do Bacharelado em Sistemas de Informação da UNIRIO 2 de junho de 2010 Sumário Administração de Bancos de Dados.................................. 3 Administração Financeira.......................................

Leia mais

Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web

Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web Curso Técnico Superior Profissional em Desenvolvimento Web PROVA DE AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE REFERENCIAL DE CONHECIMENTOS E APTIDÕES Áreas relevantes para o curso de acordo com o n.º 4 do art.º 11.º do

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 13 Web Services Web Services

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 05/03/2014 10:06. Centro de Ciências Exatas e Naturais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 05/03/2014 10:06. Centro de Ciências Exatas e Naturais 5// :6 Centro de Ciências Exatas e Naturais Curso: Ciência da Computação (Noturno) Currículo: 7/ CMP.8.- Introdução à Computação Ementa: O que é Ciência da Computação. História da Computação. Estrutura

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

EMENTÁRIO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1/5 ANEXO II RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 31/2005 EMENTÁRIO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO I SEMESTRE Algoritmos e Estruturas de Dados I Fundamentos da Computação Fundamentos Matemáticos para a Computação

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo desde a

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS Fone/Fax: BRUSQUE (47) 3211 7000 www.unifebe.edu.br (SC) 2011 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 FUNDAMENTOS DE PROGRAMAÇÃO... 3

Leia mais

GTSI7043 Aplicações para dispositivos móveis... 7 GTSI 7070 Cálculo a Uma Variável (5.0.0)... 7 GTSI 7094 Inteligência Computacional (5.0.0)...

GTSI7043 Aplicações para dispositivos móveis... 7 GTSI 7070 Cálculo a Uma Variável (5.0.0)... 7 GTSI 7094 Inteligência Computacional (5.0.0)... Ementas do CST-SI Conteúdo Disciplinas Obrigatórias... 4 GTSI 7101 Arquitetura de Computadores... 4 GTSI 7102 Programação de Cliente WEB... 4 GTSI 7103 Projeto de Algoritmos Computacionais... 4 GTSI 7104

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE ELECTRÓNICA. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Electrónica Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/10

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE ELECTRÓNICA. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Electrónica Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/10 PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE ELECTRÓNICA PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Electrónica Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/10 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO GLOBAL SAÍDA(S) PROFISSIONAL(IS) -

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ELECTRÓNICA. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Electrónica Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ELECTRÓNICA. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Electrónica Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ELECTRÓNICA PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Electrónica Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 ÁREA DE ACTIVIDADE - ELECTRÓNICA E AUTOMAÇÃO OBJECTIVO GLOBAL -

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Ministério da Educação Diretoria do Campus Curitiba Gerência de Ensino e Pesquisa Departamento Acadêmico de Eletrônica CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS

Leia mais

Figura 1 - O computador

Figura 1 - O computador Organização e arquitectura dum computador Índice Índice... 2 1. Introdução... 3 2. Representação da informação no computador... 4 3. Funcionamento básico dum computador... 5 4. Estrutura do processador...

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE Capítulo 6 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 6.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações

Leia mais

Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android. Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com.

Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android. Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com. Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com.br 08/2014 Agenda Introdução Conceitos Web Service Por que utilizar

Leia mais

1.1 Motivação e âmbito... 1 1.2 Objetivos e abordagem... 3 1.3 Organização do presente texto... 4

1.1 Motivação e âmbito... 1 1.2 Objetivos e abordagem... 3 1.3 Organização do presente texto... 4 Índice de figuras XVII Índice de tabelas XXII Agradecimentos XXIII Nota prévia XXIV 1- Introdução 1 1.1 Motivação e âmbito... 1 1.2 Objetivos e abordagem... 3 1.3 Organização do presente texto... 4 2 -

Leia mais

Curso de Sistemas de Informação - Anexo II da Resolução CEPEC Nº???

Curso de Sistemas de Informação - Anexo II da Resolução CEPEC Nº??? ANEXO II 1. Aplicações Distribuídas Ementa: Introduzir os conceitos fundamentais de sistemas distribuídos, a caracterização de sistemas de computação distribuída, aplicações distribuídas (características

Leia mais

Sistemas Operativos I

Sistemas Operativos I Componentes de um Sistema Operativo Maria João Viamonte / Luis Lino Ferreira Fevereiro de 2006 Sistema Operativo Um Sistema Operativo pode ser visto como um programa de grande complexidade, responsável

Leia mais

Ementário do Curso Técnico em Informática para Internet

Ementário do Curso Técnico em Informática para Internet 1 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Rio de Janeiro - IFRJ Pró-Reitoria de Ensino Médio e Técnico Campus Engenheiro Paulo de Frontin Direção de

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE FACULDADE DE COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE FACULDADE DE COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA EDITAL DO PROGRAMA DE CERTIFICAÇÕES EM COMPUTAÇÃO MACK COMPUTING CERTIFICATION MCC 2º SEMESTRE DE 2014 O Diretor da Faculdade de Computação e Informática (FCI), no uso de suas atribuições estatutárias

Leia mais

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados;

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados; PLANO DE CURSO Disciplina Competências Habilidades Bases Tecnológicas INGLÊS TÉCNICO Aumentar e consolidar o seu vocabulário ativo e passivo, através da fixação de novas palavras e expressões contidas

Leia mais

Centro Universitário de Brusque Unifebe Curso de Sistemas de Informação

Centro Universitário de Brusque Unifebe Curso de Sistemas de Informação Ementário das disciplinas Grade 2009.1 01 ADMINISTRAÇÃO GERAL Fase: I Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 Introdução à administração. Antecedentes históricos da administração. Escolas de administração. Administração

Leia mais

ÁREA DISCIPLINAR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PROGRAMAÇÃO. Tem sob a sua responsabilidade as seguintes unidades curriculares:

ÁREA DISCIPLINAR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PROGRAMAÇÃO. Tem sob a sua responsabilidade as seguintes unidades curriculares: ÁREA DISCIPLINAR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PROGRAMAÇÃO Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais Inteligência Artificial Aplicada a Jogos, com 6 Paradigmas de Programação I, com 9 Paradigmas de

Leia mais

DISCIPLINA DO CURRÍCULO

DISCIPLINA DO CURRÍCULO Língua Portuguesa 40 h DISCIPLINA DO CURRÍCULO Possibilitar ao educando o desenvolvimento da escrita, oralidade, capacidade de leitura e competência textual com recursos que auxiliam no âmbito profissional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PERFIL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO PERFIL PERFIL 3001 - Válido para os alunos ingressos a partir de 2002.1 Disciplinas Obrigatórias Ciclo Geral Prát IF668 Introdução à Computação 1 2 2 45 MA530 Cálculo para Computação 5 0 5 75 MA531 Álgebra Vetorial

Leia mais

Redes de Computadores. Revisões

Redes de Computadores. Revisões Redes de Computadores Revisões Classifique, com V ou F, as afirmações seguintes! A comunicação entre sistemas (ex: computadores), tendo em vista a execução de aplicações telemáticas, só é possível se existir

Leia mais

Escola Secundária/3 da Maia Cursos em funcionamento 2009-2010. Técnico de Electrónica, Automação e Comando

Escola Secundária/3 da Maia Cursos em funcionamento 2009-2010. Técnico de Electrónica, Automação e Comando Ensino Secundário Diurno Cursos Profissionais Técnico de Electrónica, Automação e Comando PERFIL DE DESEMPENHO À SAÍDA DO CURSO O Técnico de Electrónica, Automação e Comando é o profissional qualificado

Leia mais

DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR

DGES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR 11. Plano de estudos: «1º Ano / 1º semestre» QUADRO N.º 2 Arquitecturas e Sistemas de Computadores CE Semestral 160 TP: 40 PL: 40 6 Algoritmos e Estruturas de Dados CE Semestral 186 TP: 46 PL: 46 7 Análise

Leia mais

Objetivos e Ementas das disciplinas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Objetivos e Ementas das disciplinas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Objetivos e Ementas das disciplinas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Código Disciplina Sigla Objetivos Ementa 1001 ADMINISTRAÇÃO GERAL ADM GERAL Ao final da disciplina o aluno será capaz de: ter

Leia mais

DISCIPLINA CRED CH PRÉ-REQUISITO 1ª FASE Algoritmos

DISCIPLINA CRED CH PRÉ-REQUISITO 1ª FASE Algoritmos CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO AUTORIZAÇÃO: Resolução nº 89/2007 CONSUNI RECONHECIMENTO: Decreto Estadual nº 858/2012 renovado pela Resolução CEE nº 3/2015 PERÍODO DE CONCLUSÃO: Mínimo:

Leia mais

Redes de Computadores. 1 Questões de múltipla escolha. TE090 - Prof. Pedroso. 30 de novembro de 2010. Exercício 1: Considere:

Redes de Computadores. 1 Questões de múltipla escolha. TE090 - Prof. Pedroso. 30 de novembro de 2010. Exercício 1: Considere: TE090 - Prof. Pedroso 30 de novembro de 2010 1 Questões de múltipla escolha Exercício 1: Considere: I. O serviço de DNS constitui-se, em última instância, de um conjunto de banco de dados em arquitetura

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular Ficha da Unidade Curricular Curso: Engenharia Electrotécnica/Informática Ano Lectivo: 2010/11 Unidade Curr.: Sistemas Digitais Ano Curricular: 1 Créditos: 6 Responsável: João Paulo Coelho Regime: Anual

Leia mais

Dinâmica Curricular do Curso de Ciência da Computação 2010/1

Dinâmica Curricular do Curso de Ciência da Computação 2010/1 Dinâmica Curricular do Curso de Ciência da Computação 2010/1 Código Denominação Carga horária Teórica Prática Créditos Total Pré-requisito 1 o Período DCE124 Algoritmos 60 30 5 90 DCE64 Cálculo Diferencial

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2011 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 2015.1 Banco de Dados I Estudo dos aspectos de modelagem

Leia mais

Internet Access Quality Monitor. Bruno Pires Ramos Prof. Vasco Soares Prof. Alexandre Fonte

Internet Access Quality Monitor. Bruno Pires Ramos Prof. Vasco Soares Prof. Alexandre Fonte Internet Access Quality Monitor Bruno Pires Ramos Prof. Vasco Soares Prof. Alexandre Fonte Escola Superior de Tecnologia - Maio 2008 2 Índice Objectivos Estado da Arte Sistema IAQM Tecnologias Utilizadas

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desevolvimento de Sistemas CÂMPUS GASPAR

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desevolvimento de Sistemas CÂMPUS GASPAR Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desevolvimento de Sistemas CÂMPUS GASPAR MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Unidade Curricular C/H Semestral Pré-Requisito Matemática

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR ORGANIZAÇÃO CURRICULAR O curso Técnico em Informática, em Nível Médio Subseqüente, será organizado de forma semestral, com aulas presenciais, compostos por disciplinas, com conteúdos estabelecidos, tendo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA No 126, DE 7 DE AGOSTO DE 2008

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA No 126, DE 7 DE AGOSTO DE 2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA No 126, DE 7 DE AGOSTO DE 2008 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

Apresentação do programa e bibliografia. Objectivos da disciplina e sua inserção no curso.

Apresentação do programa e bibliografia. Objectivos da disciplina e sua inserção no curso. Ano Lectivo: Docente: Disciplina: Turma: SIGN2 2003/2004 Semestre: 2 Joaquim Gonçalves Análise e Especificação de Sistemas de Informação Data de Impressão: 09/06/04 Data Inicio Nº Pres. Sumários Observações

Leia mais

GRUPO DISICPLINAR - Informática

GRUPO DISICPLINAR - Informática Curso: Tecnológico de Informática ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/8 1ª UNIDADE DE ENSINO-APRENDIZAGEM: Fundamentos de Transmissão CARGA HORÁRIA: 10 UNIDADES LECTIVAS 1º PERÍODO Noções Básicas de Transmissão

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: INFORMÁTICA)

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: INFORMÁTICA) MATRIZ CURRICULAR CURSO: GRADUAÇÃO: REGIME: DURAÇÃO: INTEGRALIZAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: ) TECNÓLOGO SERIADO ANUAL - NOTURNO 03 (TRÊS) ANOS LETIVOS MÍNIMO:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 245, DE 2 DE JUNHO DE 2014 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Correio(s) electrónico(s) Avenida de Lagos nº 10, Francelos 4405-658 V.N.Gaia Portugal Telefone(s) +351227622347 Telemóvel:

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 2 Computação em Nuvem Desafios e Oportunidades A Computação em Nuvem

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº. 226, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014.

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº. 226, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. ANEXO À RESOLUÇÃO Nº. 226, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014. CURSO LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO ESTRUTURA CURRICULAR 1.1 QUADRO GERAL DA ESTRUTURA CURRICULAR Carga Horária LOTAÇÃO Módulo Disciplina Teoria Prática

Leia mais

4. Aplicações de Software

4. Aplicações de Software 1. Introdução 2. Sistemas de Fabrico 3. Actividades na Gestão do Processo Produtivo 4. Aplicações de Software 5. e-manufacturing 6. Conclusões Eduardo Tovar, Novembro 2002 20 Aplicações de Software (1)

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 1 PERÍODO

CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 1 PERÍODO 1 PERÍODO CÓDIGO 7045 PERÍODO 1º CARGA HORÁRIA 60 Geometria Analítica e Álgebra Matricial Vetores no plano e no espaço; Retas, planos e distâncias; Curvas cônicas; Superfícies; Mudança de coordenadas;

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Introdução à Computação A disciplina apresenta a área da Computação como um todo, desde a história e a evolução dos computadores

Leia mais

ENIAC. Introdução aos Computadores e à Programação (Noções Básicas)

ENIAC. Introdução aos Computadores e à Programação (Noções Básicas) ENIAC Introdução aos Computadores e à ção (Noções Básicas) Introdução aos Computadores e à ção (Noções Básicas) 1 Introdução aos Computadores e à ção (Noções Básicas) 2 O transistor foi inventado em 1947

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Administração de Banco de Dados - Oracle

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Administração de Banco de Dados - Oracle Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Administração de Banco de Dados - Oracle Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Administração de Banco de Dados tem por fornecer conhecimento

Leia mais

ÁREA DISCIPLINAR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PROGRAMAÇÃO. Tem sob a sua responsabilidade as seguintes unidades curriculares:

ÁREA DISCIPLINAR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PROGRAMAÇÃO. Tem sob a sua responsabilidade as seguintes unidades curriculares: ÁREA DISCIPLINAR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PROGRAMAÇÃO e Inteligência Artificial Aplicada a Jogos, com 6 Paradigmas de Programação I, com 9 Paradigmas de Programação II, com 9 Algoritmos e Estrutura de

Leia mais

FCA - EDITORA DE INFORMÁTICA I

FCA - EDITORA DE INFORMÁTICA I 1 O PHP e a World Wide Web... XXXIII 1.1 Introdução... XXXIII 1.2 Breve apresentação do PHP... 1 1.3 Acesso a documentos na web... 1 1.4 HTML estático versus HTML dinâmico... 2 1.5 PHP, o que é?... 4 1.6

Leia mais

Sistemas Distribuídos Comunicação entre Processos em Sistemas Distribuídos: Middleware de comunicação Aula II Prof. Rosemary Silveira F. Melo Comunicação em sistemas distribuídos é um ponto fundamental

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

Capítulo 8. Software de Sistema

Capítulo 8. Software de Sistema Capítulo 8 Software de Sistema Adaptado dos transparentes das autoras do livro The Essentials of Computer Organization and Architecture Objectivos Conhecer o ciclo de desenvolvimento da linguagem Java

Leia mais

Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP

Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP Introdução ao TCP/IP 2 Modelo TCP/IP O Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD) desenvolveu o modelo de

Leia mais

Fábio Costa e Miguel Varela

Fábio Costa e Miguel Varela Sistema de Informação e Gestão dos Laboratórios do Departamento de Eng.ª Electrotécnica com Tecnologia RFID Projecto Final de Licenciatura em Eng. Electrotécnica e de Computadores Ramo de Electrónica e

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais

Considerando-se a especificação de requisitos de um software, é INCORRETO afirmar que esse documento

Considerando-se a especificação de requisitos de um software, é INCORRETO afirmar que esse documento QUESTÕES DE TI QUESTÃO 16 Considerando-se o número de pontos de função para a estimativa do tamanho de um software, é INCORRETO afirmar que, na contagem de pontos, leva-se em consideração A) as compilações

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 1 OBJETIVOS 1. Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações e transações empresariais?

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

Ementário das disciplinas do curso de Sistemas de Informação

Ementário das disciplinas do curso de Sistemas de Informação Ementário das disciplinas curso de Sistemas de Informação 01 ADMINISTRAÇÃO E GERÊNCIA DE REDES Introdução ao gerenciamento de redes. Modelos e software de gerenciamento, Áreas funcionais. A arquitetura

Leia mais

GLOSSÁRIO. ActiveX Controls. É essencialmente uma interface usada para entrada e saída de dados para uma aplicação.

GLOSSÁRIO. ActiveX Controls. É essencialmente uma interface usada para entrada e saída de dados para uma aplicação. GLOSSÁRIO Este glossário contém termos e siglas utilizados para Internet. Este material foi compilado de trabalhos publicados por Plewe (1998), Enzer (2000) e outros manuais e referências localizadas na

Leia mais

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Coordenador: Duração: Carga Horária: LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Victor Emanuel Corrêa Lima 6 semestres 2800 horas Situação Legal: Reconhecido pela Portaria MEC nº 503 de 15/02/2006 MATRIZ CURRICULAR Primeiro

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services Web Services Existem diferentes tipos de comunicação em um sistema distribuído: Sockets Invocação

Leia mais

EMENTAS DO CURSO ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL

EMENTAS DO CURSO ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL EMENTAS DO CURSO ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL EDA 1601 - INGLÊS INSTRUMENTAL I (2.0.0)2 English for Specific Purposes": introdução. Leitura e compreensão de texto: estratégias de leitura. Organização e partes

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2

PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2 PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANO LETIVO DE 2013/2014 Curso CEF Tipo 2 Domínios de referência Competências Conteúdos Calendarização Conceitos Essenciais e

Leia mais

Primeiros "computadores" digitais. Execução de um programa. Consolas. Primórdios dos computadores. Memória interna. Computadores com memória interna

Primeiros computadores digitais. Execução de um programa. Consolas. Primórdios dos computadores. Memória interna. Computadores com memória interna Execução de um O executa um Quais os seus componentes? Como estes se organizam e interactuam? entrada de dados processador, memória, input bits periféricos,etc bits saída de dados output Primeiros "es"

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Business Intelligence (BI)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Business Intelligence (BI) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Business Intelligence (BI) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Business Intelligence Inteligência Competitiva tem por fornecer conhecimento

Leia mais

Cronograma da Disciplina de Automação Industrial- Aulas Teóricas

Cronograma da Disciplina de Automação Industrial- Aulas Teóricas Cronograma da Disciplina de Automação Industrial- Aulas Teóricas Aula Sumário das Aulas Teóricas Sem. T1 Introdução aos objectivos e tipos da Automação Industrial Introdução à disciplina. Objectivos da

Leia mais

Modelo Genérico de Módulo de E/S Grande variedade de periféricos

Modelo Genérico de Módulo de E/S Grande variedade de periféricos Conteúdo Capítulo 7 Entrada/Saída Dispositivos externos Módulos E/S Técnicas de E/S E/S Programada E/S Conduzida por interrupções Processamento de interrupções Controlador Intel 82C59A Acesso Directo à

Leia mais

Departamento de Ciências e Tecnologias

Departamento de Ciências e Tecnologias Futuro Departamento de Ciências e Tecnologias Licenciatura em Engenharia Informática Missão Dotar os alunos de uma sólida formação teórica e experimental que garanta aos futuros licenciados a capacidade

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Introdução a Programação 1º PERÍODO Fundamentos de construção de algoritmos e programas. Algoritmos:

Leia mais

XML e Banco de Dados. Prof. Daniela Barreiro Claro DCC/IM/UFBA

XML e Banco de Dados. Prof. Daniela Barreiro Claro DCC/IM/UFBA XML e Banco de Dados DCC/IM/UFBA Banco de Dados na Web Armazenamento de dados na Web HTML muito utilizada para formatar e estruturar documentos na Web Não é adequada para especificar dados estruturados

Leia mais

WORKFLOW. Mapeamento de Processos de Negócio 26/11/2009. Tadeu Cruz, Prof. M.Sc. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

WORKFLOW. Mapeamento de Processos de Negócio 26/11/2009. Tadeu Cruz, Prof. M.Sc. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS WORKFLOW Mapeamento de Processos de Negócio Tadeu Cruz, Prof. M.Sc. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS É proibido a reprodução total ou parcial de qualquer forma ou por qualquer meio sem a expressa autorização

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com Mecanismos de Comunicação Protocolos de Aplicação Mecanismos de comunicação

Leia mais