Rede PLC Power Line Conection

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Rede PLC Power Line Conection"

Transcrição

1 Rede PLC Power Line Conection Por: Luiz Fernando Laguardia Campos Semana do Técnico Colégio PioXII Outubro 2008 Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina

2 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Aplicação; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

3 O que é a rede PLC A tecnologia Power Line Communication (PLC), permite transmissões de sinais por onda portadora em redes de distribuição de energia elétrica, surge como mais uma opção de conectividade em banda larga, além dos sistemas wireless, ADSL, satélite e cabos coaxiais das operadoras de TV por assinatura.

4 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Aplicação; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

5 Rede PLC - Onde surgiu Em 1991, Dr. Paul Brown da Norweb Communications (Da empresa de Energia Elétrica da cidade de Manchester, Inglaterra) iniciou testes com comunicação digital de alta velocidade utilizando linhas de energia; Em outubro de 1997, a Norweb anunciou que os problemas associados ao ruído e interferência das linhas de energia estavam solucionados. Dois meses depois, foi anunciado pela empresa o primeiro teste de acesso à Internet, realizado numa escola de Manchester;

6 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Aplicação; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

7 Rede PLC - Como funciona Os sinais digitais são inseridos na rede de energia elétrica de baixa (127 e 220v) e média (13.8kv) tensão através de um MASTER; Sua freqüência é de1,6 a 30 MHz, e a energia elétrica é da ordem dos 50 a 60 Hz, não havendo conflito entre as freqüências; É utilizado um REPETIDOR para transpor medidores de energia ou transformadores;

8 Rede PLC - Como funciona A velocidade de conexão pode chegar até 10Mbps no Brasil, e outros paises dependendo da estrutura e equipamento disponibilizada até 40Mbps; Ao consumidor final basta um modem PLC conectado ao computador e uma tomada elétrica para receber o sinal; Por serem freqüências diferentes a falta de energia elétrica não implicará na perda de conexão com a internet;

9 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Aplicação; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

10 Rede PLC - Estrutura

11 Rede PLC Estrutura - CEMIG

12 Rede PLC Estrutura - CEEE INSTALAÇÃO DO MASTER

13 Rede PLC Estrutura - CEEE ACOPLADOR PARA LIGAÇÃO DE EQUIPAMENTO PLC À LINHA VIVA

14 Rede PLC Estrutura - CEEE INJEÇÃO DO SINAL PROVIDO DE FIBRA-ÓTICA À REDE VIVA

15 Rede PLC Estrutura - CEEE VISÃO GERAL DOS PRINCIPAIS PONTOS DE CONEXÃO:

16 Rede PLC Estrutura - CEMIG Cable modem Master

17 Rede PLC - Estrutura - CEMIG Ponto de injeção no barramento trifásico

18 Rede PLC - Estrutura - CEMIG Repetidor

19 Rede PLC - Estrutura MEDIDOR ELETRÔNICO DA IUSA

20 Rede PLC - Estrutura MODEM PLC DA NETGEAR RJ 45 -Ethernet

21 Rede PLC - Estrutura MODEM PLC DA HOMEPLUG RJ 45 -Ethernet

22 Rede PLC - Estrutura MODEM PLC DA MITSUBISHI

23 Rede PLC - Estrutura MODEM PLC DA MITSUBISHI

24 Rede PLC - Estrutura MODEM PLC DA HOMEPLUG Wireless

25 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

26 Rede PLC - Vantagens Estrutura existente; Cobertura de 98% da população nacional; Atingir a última milha, ou seja atingir locais que a rede cabeada ou a telefonia não atinge; Custo zero de instalação da estrutura para usuário; Na falta de energia o sinal continua independente; Facilidade de conexão de eletroeletrônicos diretamente com a internet; Custo do modem em torno de R$80,00; Alta velocidade (dependendo da quantidade de usuários conectados); Envio de dados, imagem, voz e vídeo;

27 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

28 Rede PLC - Desvantagens Pode sofrer interferência dependendo da carga utilizada na residência; Número de dispositivos conectados a rede local; Depende da qualidade da instalação elétrica da residência; Pode ocorrer interferência com RF (Radio freqüência);

29 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

30 Rede PLC Consumidor Final Não terá de aguardar disponibilidade de conexão via cabo, radio, telefonia ou etc, bastando ser atendido pela rede elétrica; O serviço está para ser homologado pela ANATEL(Agência Nacional de Telecomunicações) até o final deste ano. Após a definição da agência, as empresas de energia elétrica terão a oportunidade de disponibilizar o serviço comercialmente;

31 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

32 Rede PLC Riscos Choques Os equipamentos usados, como modem PLC possuem filtros que separam o sinal de dados da energia elétrica, evitando risco de choques elétricos ou queima do equipamento ligado a ele; Equipamentos Existe um modem PLC da empresa japonesa Mitsubishi importado pela Hypertrade Telecom de São Paulo, homologado pela ANATEL. Existem outros equipamentos ainda em fase de homologação;

33 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

34 Rede PLC Alguns projetos pilotos CEMIG (Cia. Energética de Minas Gerais) - Baixa Voltagem Indoor - Dezembro 2001 Bairros Belvedere e Vila Paris Belo Horizonte/MG; ELETROPAULO - Baixa Voltagem - Indoor Final de 2003 Agências e edifício-sede - São Paulo/SP; CEEE (Cia. Estadual de Energia Elétrica - RS) Média e Baixa Voltagem - Outdoor e Indoor - Dezembro 2006 Bairro Restinga Porto Alegre/RS; COPEL (Cia. Paranaense de Energia) Setembro Clientes atendidos Curitiba/PR;

35 Rede PLC Países

36 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

37 Rede PLC Comparativo TIPO VELOCIDADE Valores aproximados DISPONIBILIDADE CUSTO(Mensal) DISCADA Até 53Kbps Depende de linha telefônica, planos especiais Opções diversas, gratuita a R$20,00 ADSL Até 8Mbps Depende linha telefônica e disponibilidade de região Custo da linha telefônica + Sinal CABO Até 38Mbps Depende de cabeamento e disponibilidade de usuários Vários planos de R$50,00 até R$150,00 + Instalação RÁDIO Até 4Mbps Depende instalação de antenas para transmissão e recepção (Disponível para condominios) Vários planos de R$50,00 até R$150,00 + Instalação WIMAX Até 70Mbps Depende de instalação de antenas para até 12km com obstáculos e 50km livres. Utilizado na tecnologia 3G. Anatel liberou algumas empresas nacionais para teste com a tecnologia. MMDS Até 4Mbps Depende de instalação de antenas Vários planos de R$70,00 até R$120,00 + Instalação PLC Até 40Mbps Cabeamento existente, atendendo 98% da população Sem custo definido, pois falta homologação da Anatel

38 Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu; Como Funciona; Estrutura; Vantagens; Desvantagens; Consumidor final; Riscos; Projetos pilotos; Comparativo; Conclusão;

39 Rede PLC Conclusão Diante do exposto, a rede PLC possui um fator Importante na inclusão digital da população, já que apenas 30% das escolas públicas no país possui banda larga, ou algum tipo de acesso a internet, e os outros 70% dependem de estrutura e serviço disponível para tal. Por isso é que essa tecnologia veio disponibilizar uma forma de acesso que pode ser facilmente implantada, já que dispomos da estrutura física para atingir grande número de usuários.

40 Rede PLC - Referências teudo=266 ; OBRIGADO PELA ATENÇÃO ÃO

Rede PLC Power Line Conection

Rede PLC Power Line Conection Rede PLC Power Line Conection Por: Luiz Fernando Laguardia Campos 3º Módulo 2010 Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina Rede PLC - Tópicos O que é Rede PLC; Onde surgiu;

Leia mais

Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA

Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA 1 Banda Estreita A conexão de banda estreita ou conhecida como linha discada disponibiliza ao usuário acesso a internet a baixas velocidades,

Leia mais

Power Line Communication

Power Line Communication INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA Power Line Communication Nome: Sergio Bezerra Valmir Brasília, 24 de Junho de 2012 Introdução A transmissão de dados via rede de energia elétrica (PLC - Power Line Communications),

Leia mais

Redes de computadores

Redes de computadores Redes de computadores Eletrônica IV Redes de Computadores Aula 01 Prof. Luiz Fernando Laguardia Campos 3 Modulo Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina O que é uma rede

Leia mais

Assunto: Redes Com Menos Gastos

Assunto: Redes Com Menos Gastos Assunto: Redes Com Menos Gastos Christian Luiz Galafassi 09132064 Resumo: Novos modos de Redes estão sendo implantadas e em testes. No artigo vou falar sobre duas delas que são Power of Ethernet (PoE),

Leia mais

Comunicado Técnico 20

Comunicado Técnico 20 Comunicado Técnico 20 ISSN 2177-854X Novembro. 2012 Uberaba - MG Redes PLC Uma nova alternativa para a transmissão de dados Instruções Técnicas Responsável: Thiago Lara dos Reis Graduado no curso de Sistemas

Leia mais

Rede PLC da Restinga Primeira Etapa do Projeto

Rede PLC da Restinga Primeira Etapa do Projeto Primeira Etapa do Projeto Transferência de sinal da rede elétrica do prédio para cabo ou wireless e vice-versa D Repetidores e extratores de sinal para baixa tensão (220V/127V) e vice-versa C B Injeção

Leia mais

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Composição Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Aterramento Fio de boa qualidade A fiação deve ser com aterramento neutro (fio Terra) trabalhando em tomadas tripolares Fio negativo,

Leia mais

REDES FÍSICAS DE ACESSO EM BANDA LARGA

REDES FÍSICAS DE ACESSO EM BANDA LARGA REDES FÍSICAS DE ACESSO EM BANDA LARGA Foi inventada em 1989 por um engenheiro da Bell Labs. O seu uso começou no final da década de 1990 como forma de acesso à internet de banda larga. TECNOLOGIAS DSL

Leia mais

PORQUE A VOLTA DA TELEBRÁS É UMA BOA NOTÍCIA

PORQUE A VOLTA DA TELEBRÁS É UMA BOA NOTÍCIA ESTUDO PORQUE A VOLTA DA TELEBRÁS É UMA BOA NOTÍCIA Vilson Vedana Consultor Legislativo da Área XIV Comunicação Social, Informática, Telecomunicações, Sistema Postal, Ciência e Tecnologia ESTUDO DEZEMBRO/2007

Leia mais

Testes e Experiência do CPqD em Sistemas PLC

Testes e Experiência do CPqD em Sistemas PLC Testes e Experiência do CPqD em Sistemas PLC Rogério Botteon Romano Pesquisador Maio/2007 www.cpqd.com.br PLC no CPqD Projeto P&D ANEEL - ciclo 2001/2002 - CPFL - ELETROPAULO - BANDEIRANTE - ELEKTRO (São

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TELECOMUNICAÇÕES As telecomunicações referem -se à transmissão eletrônica de sinais para as comunicações, incluindo meios como telefone, rádio e televisão. As telecomunicações

Leia mais

Comunicação Dados: Conceitos e Evolução Prof. Valderi Leithardt www.inf.ufrgs.br/~vrqleithardt. Ulbra Canoas - 2012-2

Comunicação Dados: Conceitos e Evolução Prof. Valderi Leithardt www.inf.ufrgs.br/~vrqleithardt. Ulbra Canoas - 2012-2 Comunicação Dados: Conceitos e Evolução Prof. Valderi Leithardt www.inf.ufrgs.br/~vrqleithardt Ulbra Canoas - 2012-2 Apresentação Professor: Dissertação de Mestrado: Uma Plataforma para Integrar Dispositivos

Leia mais

SMART GRID METERING LATIN AMERICA EDIÇÃO 2009

SMART GRID METERING LATIN AMERICA EDIÇÃO 2009 SMART GRID METERING LATIN AMERICA EDIÇÃO 2009 27/10/09 1 AGENDA REGULAMENTAÇÃO DA TECNOLOGIA BPL NO BRASIL RESOLUÇÃO 527 ANATEL QUEM SOMOS POWERGRID COMMUNICATIONS BRASIL SERVIÇOS DE ENGENHARIA E ELETRICIDADE

Leia mais

PLC Testes de Campo e Considerações da Anatel

PLC Testes de Campo e Considerações da Anatel Workshop sobre PowerLineCommunications PLC Testes de Campo e Considerações da Anatel RFCEE/RFCE/SRF Sumário Definições Aspectos importantes da tecnologia PLC Testes realizados pela Anatel Abordagem internacional

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com RESUMO 1 COMUTAÇÃO DE CIRCUITOS Reservados fim-a-fim; Recursos são dedicados; Estabelecimento

Leia mais

Permite a coleta de dados em tempo real dos processos de produção, possuindo, também, interfaces para a transferência dos dados para os sistemas

Permite a coleta de dados em tempo real dos processos de produção, possuindo, também, interfaces para a transferência dos dados para os sistemas Permite a coleta de dados em tempo real dos processos de produção, possuindo, também, interfaces para a transferência dos dados para os sistemas administrativos da empresa. Nessa configuração, o PC é a

Leia mais

150 MBPS RE047 RE046 94 INFORMÁTICA. controle de acesso as suas redes. amplie a extensão de seu sinal wireless

150 MBPS RE047 RE046 94 INFORMÁTICA. controle de acesso as suas redes. amplie a extensão de seu sinal wireless 150 MBPS RE047 RE046 controle de acesso as suas redes maior velocidade, cobertura e confiabilidade na sua conexão amplie a extensão de seu sinal wireless mais segurança para sua rede organiza e prioriza

Leia mais

4. Quais são os serviços que podem ser utilizados através desta Tecnologia? 6. O Adaptador PLC causa um aumento no consumo de Energia Elétrica?

4. Quais são os serviços que podem ser utilizados através desta Tecnologia? 6. O Adaptador PLC causa um aumento no consumo de Energia Elétrica? 1. O que significa PLC - PowerLine Communications? 2. Quais são as características técnicas do PLC? 3. Quais são as vantagens da Tecnologia PLC? 4. Quais são os serviços que podem ser utilizados através

Leia mais

Ligação à Internet. Conceitos de Sistemas Informáticos. Grupo de Comunicações por Computador Departamento de Informática Universidade do Minho

Ligação à Internet. Conceitos de Sistemas Informáticos. Grupo de Comunicações por Computador Departamento de Informática Universidade do Minho Grupo de Comunicações por Computador Departamento de Informática Universidade do Minho Maio de 2004 Sumário 1 2 TV Cabo Bragatel Sapo Clix OniNet Telepac Tipos de ligações actualmente disponibilizadas

Leia mais

Instalações Elétricas

Instalações Elétricas Instalações Elétricas Eletricidade Instalações Elétricas Aula 01 Prof. Luiz Fernando Laguardia Campos 2 Modulo Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina Concessionária

Leia mais

Email: elisangela_dss@hotmail.com 1

Email: elisangela_dss@hotmail.com 1 Redes PLC I: Alternativa para Acesso Banda Larga Esta série de tutoriais apresenta a tecnologia de transmissão de dados em banda larga Power Line Communications (PLC), que utiliza como infra-estrutura

Leia mais

PNBL e deficiências na transmissão de dados via internet Região Norte. Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel

PNBL e deficiências na transmissão de dados via internet Região Norte. Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel PNBL e deficiências na transmissão de dados via internet Região Norte Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel Agenda Região Norte Ações da Anatel* Anuência Prévia Oi-BrT Projeto

Leia mais

Unidade 4 Meios de Transmissão

Unidade 4 Meios de Transmissão Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 4 Meios de Transmissão 2 Bibliografia da disciplina

Leia mais

Seja bem-vindo. Um abraço, Bruno Raposo Diretor de Relacionamento com Clientes. *Serviços gratuitos até junho de 2009.

Seja bem-vindo. Um abraço, Bruno Raposo Diretor de Relacionamento com Clientes. *Serviços gratuitos até junho de 2009. Seja bem-vindo. AGORA VOCÊ FARÁ SUAS LIGAÇÕES COM MUITO MAIS ECONOMIA. A partir de agora, você tem acesso a todos os benefícios do telefone via cabo, que reuniu as tecnologias da Embratel e da NET o NET

Leia mais

NETCOM 2007 PALESTRA:

NETCOM 2007 PALESTRA: NETCOM 2007 PALESTRA: SOLUÇÕES DE COBERTURA INDOOR PARA APLICAÇÕES WIMAX Marcelo Yamaguchi RFS Radio Frequency Systems Página 1 de (6) INTRODUÇÃO A demanda cada vez maior por portabilidade, mobilidade,

Leia mais

Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP.

Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP. Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP. VANTAGENS DAS SOLUÇÕES DE VIGILÂNCIA DIGITAL IP É verdade que o custo de aquisição das câmeras digitais IP, é maior que o custo de aquisição das câmeras

Leia mais

Lista de Equipamentos Passíveis de Homologação Anatel

Lista de Equipamentos Passíveis de Homologação Anatel Categoria I Lista de Equipamentos Passíveis de Homologação Anatel FAMÍLIA Baterias de lítio Carregadores Centrais privadas de comutação telefônica Cabos coaxiais (categoria I) Cabos para transmissão de

Leia mais

Centro Universitário Fundação Santo André. Disciplina Redes de Computadores. Módulo 05

Centro Universitário Fundação Santo André. Disciplina Redes de Computadores. Módulo 05 Centro Universitário Fundação Santo André Disciplina Redes de Computadores Módulo 05 2006 V1.0 Conteúdo Telecomunicação e Canais de Comunicação Multiplexação Tipos de Circuitos de Dados DTE e DCE Circuit

Leia mais

9311 - Roteador Wi-Fi AC Gigabit

9311 - Roteador Wi-Fi AC Gigabit 9311 - Roteador Wi-Fi AC Gigabit INTRODUÇÃO O Roteador Wi-Fi AC Gigabit traz os recursos da nova geração de Wi-Fi. Com velocidades de 300Mbps a 2.4GHz e 867Mbps a 5GHz, este roteador possui alto desempenho

Leia mais

REPLICACÃO DE BASE DE DADOS

REPLICACÃO DE BASE DE DADOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO - NPGE REPLICACÃO DE BASE DE DADOS BRUNO VIEIRA DE MENEZES ARACAJU Março, 2011 2 FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E

Leia mais

Instrutor: Eng. Eduardo Freitas. Contato:

Instrutor: Eng. Eduardo Freitas. Contato: Integrador ARTIERE Este documento solução é de propriedade da ARTIERE e fica expressamente proibida a reprodução e/ou divulgação, sem a permissão por escrito da Artiere Comercial Ltda. Todos os direitos

Leia mais

Introdução. ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como:

Introdução. ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como: Introdução ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como: Correio Eletrônico; Hospedagem de sites; Blogs; DNS; Voip. Introdução

Leia mais

Introdução. ISP Local

Introdução. ISP Local Introdução ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como: Correio Eletrônico; Hospedagem de sites; Blogs; DNS; Voip. Introdução

Leia mais

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DA CAMPANHA CENTRO DE CIÊNCIAS DA ECONOMIA E INFORMÁTICA CURSO DE INFORMÁTICA

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DA CAMPANHA CENTRO DE CIÊNCIAS DA ECONOMIA E INFORMÁTICA CURSO DE INFORMÁTICA UNIVERSIDADE DA REGIÃO DA CAMPANHA CENTRO DE CIÊNCIAS DA ECONOMIA E INFORMÁTICA CURSO DE INFORMÁTICA TOPICOS ESPECIAIS EM SISTEMA DE INFORMACAO INTERNET SOB REDE ELÉTRICA RODRIGO MACHADO DE OLIVEIRA Bagé,

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

Atuou em operadoras de telefonia fixa, operadoras de móvel, integradores de redes de comunicações de dados.

Atuou em operadoras de telefonia fixa, operadoras de móvel, integradores de redes de comunicações de dados. Tecnologia PLC I: Alternativa para o Plano Nacional de Banda Larga Esta série de tutoriais aborda uma tecnologia existente desde o início do século XX, o PLC (Power Line Communications), mas seus estudos

Leia mais

GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS NET

GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS NET GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS NET 1 SEJA BEM-VINDO à net! Caro cliente, Este guia foi desenvolvido para você conhecer um pouco mais sobre os produtos e serviços NET que estão à sua disposição. Aproveite

Leia mais

Redes PLC. Milton Xavier de Lima milton.lima@gradiente.com RESUMO

Redes PLC. Milton Xavier de Lima milton.lima@gradiente.com RESUMO Redes PLC Milton Xavier de Lima milton.lima@gradiente.com RESUMO Com o desenvolvimento da tecnologia Power Line Communication (PLC), que permite transmissões de sinais por onda portadora em redes de distribuição

Leia mais

PLC - Power Line Communications - 2009

PLC - Power Line Communications - 2009 PLC - Power Line Communications - 2009 Bruno Aguilar e Silva Bruno B. L. de Oliveira David Alves da Silva Hugo Pereira Rios Luiz Carlos Duarte Vilmar Batista da Silva Universidade Presidente Antônio Carlos

Leia mais

GRUPO XVI GRUPO DE ESTUDO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TELECOMUNICAÇÃO PARA SISTEMA ELÉTRICO - GTL

GRUPO XVI GRUPO DE ESTUDO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TELECOMUNICAÇÃO PARA SISTEMA ELÉTRICO - GTL SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GTL - 31 16 a 21 Outubro de 2005 Curitiba - Paraná GRUPO XVI GRUPO DE ESTUDO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TELECOMUNICAÇÃO PARA SISTEMA

Leia mais

Powerline 85 PSA-1108. Manual do usuário

Powerline 85 PSA-1108. Manual do usuário Powerline 85 PSA-1108 Manual do usuário Direitos autorais O conteúdo desta publicação não pode, em parte ou completamente, ser reproduzido, armazenado, traduzido para qualquer língua ou transmitido em

Leia mais

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Magistério Superior Especialista em Docência para Educação

Leia mais

Redes sem Fio 2016.1. WMANs (IEEE 802.16) Wi-MAX. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber

Redes sem Fio 2016.1. WMANs (IEEE 802.16) Wi-MAX. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber Redes sem Fio 2016.1 WMANs (IEEE 802.16) Wi-MAX Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.5M Redes sem Fio Onde Estamos? Sistemas de comunicação wireless Redes locais wireless

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS ELÉTRICOS FRANCISCO DE ASSIS GOMES BARRETO GENILSON ABREU WALQUER VINICIUS KIFER COELHO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS ELÉTRICOS FRANCISCO DE ASSIS GOMES BARRETO GENILSON ABREU WALQUER VINICIUS KIFER COELHO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS ELÉTRICOS FRANCISCO DE ASSIS GOMES BARRETO GENILSON ABREU WALQUER VINICIUS KIFER COELHO A TECNOLOGIA PLC E O ACESSO À INTERNET BANDA LARGA ESTUDO BIBLIOGRÁFICO

Leia mais

Camada Física. Camada Física

Camada Física. Camada Física Camada Física Camada Física lida com a transmissão pura de bits definição do meio físico, níveis de tensão, duraçãodeumbit,taxade transmissão,comprimento máximo, construção dos conectores 1 Camada Física

Leia mais

PROTÓTIPO DE MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA E A DISTÂNCIA, DO CONSUMO DE ÁGUA, GÁS E ELETRICIDADE EM CONJUNTO HABITACIONAL DE INTERESSE SOCIAL

PROTÓTIPO DE MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA E A DISTÂNCIA, DO CONSUMO DE ÁGUA, GÁS E ELETRICIDADE EM CONJUNTO HABITACIONAL DE INTERESSE SOCIAL PROTÓTIPO DE MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA E A DISTÂNCIA, DO CONSUMO DE ÁGUA, GÁS E ELETRICIDADE EM CONJUNTO HABITACIONAL DE INTERESSE SOCIAL COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO HABITACIONAL E URBANO DO ESTADO DE SÃO

Leia mais

Se eu tenho o serviço de Voz sobre Internet, para quem posso ligar?

Se eu tenho o serviço de Voz sobre Internet, para quem posso ligar? 1 Conheça o sistema de Voz sobre IP (ou VOIP) O que é Voz sobre IP / Voz sobre Internet Protocolo? R. Voz sobre IP permite que você faça ligações telefônicas utilizando uma rede de computadores, como a

Leia mais

CAPÍTULO 4 Interface USB

CAPÍTULO 4 Interface USB Interfaces e Periféricos 29 CAPÍTULO 4 Interface USB Introdução Todo computador comprado atualmente possui uma ou mais portas (conectores) USB. Estas portas USB permitem que se conecte desde mouses até

Leia mais

Faculdade Integrada do Ceará FIC Graduação em Redes de Computadores

Faculdade Integrada do Ceará FIC Graduação em Redes de Computadores Faculdade Integrada do Ceará FIC Graduação em Redes de Computadores Disciplina Redes de Banda Larga Prof. Andrey Halysson Lima Barbosa Aula 6 Redes xdsl Sumário Introdução; Taxas de transmissão DSL e qualidade

Leia mais

Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática

Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática Audiência Pública 30/03/2010 Plenário 13 Requerimento 217/2009 - Deputada Luiza Erundina Tema: Discutir os efeitos, as implicações e a viabilidade

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES HISTÓRICO E CONCEITOS

REDES DE COMPUTADORES HISTÓRICO E CONCEITOS REDES DE COMPUTADORES HISTÓRICO E CONCEITOS BREVE HISTÓRICO A década de 60 Surgiram os primeiros terminais interativos, e os usuários podiam acessar o computador central através de linhas de comunicação.

Leia mais

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes Noções de Redes: Estrutura básica; Tipos de transmissão; Meios de transmissão; Topologia de redes;

Leia mais

Metas de banda larga; Oi ainda apresenta deficiências em alguns estados

Metas de banda larga; Oi ainda apresenta deficiências em alguns estados Metas de banda larga; Oi ainda apresenta deficiências em alguns estados SINTTEL - Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicaçãoes de Minas Gerais SINTTEL - Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicaçãoes

Leia mais

CAROLINE XAVIER FERNANDES RELATÓRIO TÉCNICO DE MEIOS DE TRANSMISSÃO. MEIOS DE TRANSMISSÃO Cabo Coaxial

CAROLINE XAVIER FERNANDES RELATÓRIO TÉCNICO DE MEIOS DE TRANSMISSÃO. MEIOS DE TRANSMISSÃO Cabo Coaxial Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática CAROLINE XAVIER FERNANDES RELATÓRIO

Leia mais

1 Introduc ao 1.1 Hist orico

1 Introduc ao 1.1 Hist orico 1 Introdução 1.1 Histórico Nos últimos 100 anos, o setor de telecomunicações vem passando por diversas transformações. Até os anos 80, cada novo serviço demandava a instalação de uma nova rede. Foi assim

Leia mais

Ações do Ministério das Comunicações

Ações do Ministério das Comunicações Ações do Ministério das Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Brasília, março de 2012. Crescimento do setor alguns destaques Serviço Número de Acessos Taxa de Crescimento

Leia mais

Sociedade Tecnologia e Ciência

Sociedade Tecnologia e Ciência Centro de Formação Profissional de Alcoitão TAG 11 Formanda: Rute Luísa M. Maldonado Nº16 Sociedade Tecnologia e Ciência Formadora: Ana Freitas 1 / Maio / 2011 A Internet A influência da Internet na sociedade

Leia mais

SMR - Sistema de Medição Remota

SMR - Sistema de Medição Remota Data da 1 / 12 SUMÁRIO: 1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO 3. DEFINIÇÕES 4. MÃO-DE-OBRA EMPREGADA 5. EPI S 6. DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA 7. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DOS HIDROMÊTROS 8. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DR. SOLON TAVARES CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES. Eduardo Silva Pereira.

ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DR. SOLON TAVARES CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES. Eduardo Silva Pereira. ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DR. SOLON TAVARES CURSO TÉCNICO EM REDES DE COMPUTADORES Eduardo Silva Pereira Transmissão PLC Internet via energia elétrica Guaíba 2015 Eduardo Silva Pereira Transmissão

Leia mais

REGULAMENTO COMBO HD 15 MEGA PELO PREÇO DE 1 MEGA POR 6 MESES

REGULAMENTO COMBO HD 15 MEGA PELO PREÇO DE 1 MEGA POR 6 MESES REGULAMENTO COMBO HD 15 MEGA PELO PREÇO DE 1 MEGA POR 6 MESES Esta Promoção é realizada pela COMERCIAL CABO TV SÃO PAULO S/A CATV, com sede na Rua Dr. Rafael de Barros 209, 8º andar, Paraíso, São Paulo/SP,

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta de Vivo Internet Fixa"

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta de Vivo Internet Fixa REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta de Vivo Internet Fixa" Esta Promoção é realizada pela Telefônica Brasil S.A, doravante denominada Vivo, nas seguintes condições: A promoção decorre de oferta conjunta de

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Segurança em redes sem fio Freqüências

Segurança em redes sem fio Freqüências Segurança em redes sem fio Freqüências Carlos Lamb Fausto Levandoski Juliano Johann Berlitz Vagner Dias Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) 16/08/2011 AGENDA INTRODUÇÃO ESPECTRO ELETROMAGNÉTICO

Leia mais

Capítulo 2: Introdução às Redes de Computadores Camada Física. Redes para Automação Industrial Luiz Affonso Henderson Guedes

Capítulo 2: Introdução às Redes de Computadores Camada Física. Redes para Automação Industrial Luiz Affonso Henderson Guedes Capítulo 2: Introdução às Redes de Computadores Camada Física Redes para Automação Industrial Luiz Affonso Henderson Guedes Camada Física Trata da geração de sinais físicos e sua propagação através do

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade I REDES DE COMPUTADORES E

Prof. Luís Rodolfo. Unidade I REDES DE COMPUTADORES E Prof. Luís Rodolfo Unidade I REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO C Redes de computadores e telecomunicação Objetivo: apresentar os conceitos iniciais e fundamentais com relação às redes de computadores

Leia mais

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO:

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: CABEAMENTO DE REDE QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: MEIO FÍSICO: CABOS COAXIAIS, FIBRA ÓPTICA, PAR TRANÇADO MEIO NÃO-FÍSICO:

Leia mais

2 Seminário Nacional de Banda Larga para Municípios

2 Seminário Nacional de Banda Larga para Municípios 2 Seminário Nacional de Banda Larga para Municípios Porto Alegre 28/3/08 José Luiz Maio de Aquino Inclusão Digital 1. A estratificação social e o acúmulo de riqueza cada vez se dão mais em função da capacidade

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa Lin Yu Han Rafael Santos de Almeida INTERNET. Ponta Grossa

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa Lin Yu Han Rafael Santos de Almeida INTERNET. Ponta Grossa UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa Lin Yu Han Rafael Santos de Almeida INTERNET Ponta Grossa 31/05/2010 0 Lin Yu Han Rafael Santos de Almeida INTERNET Artigo apresentado à disciplina

Leia mais

Painél Frontal & Traseiro

Painél Frontal & Traseiro Painél Frontal & Traseiro *O Cable Modem tem cinco LEDs indicadores que podem ser referenciadas para visualizar o o seu estado Nome PWR LAN LINE Modo A Piscar DATA MAIL Estados O Cable Modem está ligado

Leia mais

FACULDADE UNILASALLE TRABALHO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO: APLICABILIDADE DA BANDA LARGA

FACULDADE UNILASALLE TRABALHO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO: APLICABILIDADE DA BANDA LARGA FACULDADE UNILASALLE TRABALHO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO: APLICABILIDADE DA BANDA LARGA Manaus 2009 Zulivana Lobato da Silva TRABALHO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO: APLICABILIDADE DA BANDA LARGA PROFESSOR: HENRIQUE

Leia mais

REGULAMENTO PROMOÇÃO VIVO INTERNET EMPRESAS

REGULAMENTO PROMOÇÃO VIVO INTERNET EMPRESAS REGULAMENTO PROMOÇÃO VIVO INTERNET EMPRESAS TELEFÔNICA BRASIL S/A, com sede na Av. Engº Luis Carlos Berrini, nº 1376, CEP 04571-000, São Paulo/SP, e inscrita no CNPJ/MF sob o nº 02.558.157/0001-62, doravante

Leia mais

MÓDULO 4 Meios físicos de transmissão

MÓDULO 4 Meios físicos de transmissão MÓDULO 4 Meios físicos de transmissão Os meios físicos de transmissão são compostos pelos cabos coaxiais, par trançado, fibra óptica, transmissão a rádio, transmissão via satélite e são divididos em duas

Leia mais

Cartilha Explicativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão (Serviço de Comunicação Multimídia)

Cartilha Explicativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão (Serviço de Comunicação Multimídia) Cartilha Explicativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão (Serviço de Comunicação Multimídia) Cartilha disponibilizada em atendimento ao disposto na Resolução Anatel n.º 574/2011 Página

Leia mais

Cabeamento Estruturado O Cabeamento

Cabeamento Estruturado O Cabeamento Cabeamento Estruturado O Cabeamento Prof. Msc. Otávio Massashi omine@catolica-es.edu.br Tópicos Introdução às Redes O Cabeamento Categorias (par trançado) Blindagem Introdução às Redes As redes de computadores

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE COLETA DE INFORMAÇÕES SICI Edição Julho/2013

MANUAL DO SISTEMA DE COLETA DE INFORMAÇÕES SICI Edição Julho/2013 SAUS, Quadra 6, Bloco E, 5 Andar, Ala Norte, Brasília/DF CEP: 70.070-940 Telefone (61) 2312-2319 www.anatel.gov.br MANUAL DO SISTEMA DE COLETA DE INFORMAÇÕES SICI Edição Julho/2013 INDICADORES DE EXPLORAÇÃO

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF UF Tecnologia Velocidade Quantidade de Acessos AC ATM 12 Mbps a 34Mbps 3 AC ATM 34 Mbps

Leia mais

Conexão ADSL/VDSL. Redes de Computadores

Conexão ADSL/VDSL. Redes de Computadores Conexão ADSL/VDSL Redes de Computadores O que é DSL? Digital Subscriber Line é uma família de tecnologias que fornecem um meio de transmissão aproveitando a própria rede de telefonia que chega na maioria

Leia mais

MORAES TEIXEIRA RELATÓRIO TECNICO MEIOS DE TRANSMISÃO CABO DE PAR TRANÇADO (SEM BLINDAGEM)

MORAES TEIXEIRA RELATÓRIO TECNICO MEIOS DE TRANSMISÃO CABO DE PAR TRANÇADO (SEM BLINDAGEM) Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática ÂNDREA MORAES TEIXEIRA RELATÓRIO TECNICO

Leia mais

Local Multipoint Distribuition Service (LMDS)

Local Multipoint Distribuition Service (LMDS) Local Multipoint Distribuition Service (LMDS) Este tutorial apresenta a tecnologia LMDS (Local Multipoint Distribuition Service), acesso em banda larga para última milha por meio de rádios microondas.

Leia mais

Tem também grande experiência em desenvolvimento e padronização de processos em empresas de prestação de serviços.

Tem também grande experiência em desenvolvimento e padronização de processos em empresas de prestação de serviços. PLC - Power Line Communications Este tutorial tem por objetivo introduzir o tema PLC Power Line Communications. Esta tecnologia já está disponível, hoje, para o fornecimento de infra-estrutura para os

Leia mais

MODEM ADSL 2+ Guia Rápido

MODEM ADSL 2+ Guia Rápido MODEM ADSL 2+ Guia Rápido Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações necessárias para a

Leia mais

Segunda Lista de Exercícios

Segunda Lista de Exercícios INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Segunda Lista de Exercícios 1. Qual é a posição dos meios de transmissão no modelo OSI ou Internet? Os meios de transmissão estão localizados abaixo

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta Vivo Internet Fixa"

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta Vivo Internet Fixa REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta Vivo Internet Fixa" 1. Esta Promoção é realizada pela Telefônica Brasil S.A, doravante denominada Vivo, nas seguintes condições: Das Definições Para esta Promoção, aplicam-se

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio.

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Manual de Operação do Century BR2014 Slim O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Parabéns pela aquisição da mais moderna tecnologia em receptores analógicos de sinais de TV via satélite.

Leia mais

Camada Física Camada Física Camada Física Função: A camada Física OSI fornece os requisitos para transportar pelo meio físico de rede os bits que formam o quadro da camada de Enlace de Dados. O objetivo

Leia mais

Fundação Oswaldo Aranha Centro Universitário de Volta Redonda RJ

Fundação Oswaldo Aranha Centro Universitário de Volta Redonda RJ Fundação Oswaldo Aranha Centro Universitário de Volta Redonda RJ Curso Seqüencial de Redes de Computadores Disciplina: Metodologia da Pesquisa Científica Outros trabalhos em: www.projetoderedes.com.br

Leia mais

REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA A CIDADE UBERLÂNDIA

REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA A CIDADE UBERLÂNDIA REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA A CIDADE UBERLÂNDIA 1. OBJETIVO: o presente regulamento tem por objetivo estabelecer a relação entre as empresas Companhia de Telecomunicações do Brasil Central,

Leia mais

Rede Wireless Para LAN e WAN

Rede Wireless Para LAN e WAN Rede Wireless Para LAN e WAN Marcos Macoto Iwashita CERNET Tecnologia e Sistemas macoto@cernet.com.br www.cernet.com.br INTRODUÇÃO Toda a tecnologia wireless não é nova, porém, em nossos dias apresenta

Leia mais

MIDIACENTER Educacional FNDE Descrição Técnica

MIDIACENTER Educacional FNDE Descrição Técnica MIDIACENTER Educacional FNDE Descrição Técnica Visão Geral A solução do MIDIACENTER Educacional é composta por 4 módulos: Módulo Central de Armazenamento e Distribuição de Conteúdo Educacional NUVEM CENTRAL

Leia mais

MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA

MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA A MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA COMO UM INSTRUMENTO PARA A DETECÇÃO DE PERDAS Empresa Baiana de Águas e Saneamento S. A. Diretoria Financeira e Comercial - DF O QUE É A MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA? Solução que visa

Leia mais

3 Metodologia de calibração proposta

3 Metodologia de calibração proposta Metodologia de calibração proposta 49 3 Metodologia de calibração proposta A metodologia tradicional de calibração direta, novamente ilustrada na Figura 22, apresenta uma série de dificuldades e limitações,

Leia mais

Prática em Redes de Computadores. Meios de Transmissão. Prof. M.Sc. Eduardo Luzeiro Feitosa efeitosa@dcc.ufam.edu.br

Prática em Redes de Computadores. Meios de Transmissão. Prof. M.Sc. Eduardo Luzeiro Feitosa efeitosa@dcc.ufam.edu.br Prática em Redes de Computadores Meios de Transmissão Prof. M.Sc. Eduardo Luzeiro Feitosa efeitosa@dcc.ufam.edu.br Sumário Introdução Meios de Transmissão Cabo coaxial Cabo Par Trançado Fibra Óptica Interferências

Leia mais

Matemático Comunicação de Dados em Redes

Matemático Comunicação de Dados em Redes The Sims: Jogo Computacional como uma Ferramenta Pedagógica na Construção do Conhecimento Matemático Comunicação de Dados em Redes Rúbia Juliana Gomes Fernandes - Guataçara dos Santos Junior de Distribuição

Leia mais

DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ

DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática CCT Senado Federal JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Brasília/DF Julho/2013 CENÁRIO ATUAL

Leia mais

Conceito de Rede e seus Elementos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Conceito de Rede e seus Elementos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Conceito de Rede e seus Elementos Prof. Marciano dos Santos Dionizio Conceito de Rede e seus Elementos O conceito de rede segundo Tanenbaum é: um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações

Leia mais

Tecnologias de Automação na ALUNORTE. Apresentadora: Márcia Ribeiro Empresa: Alunorte/Hydro

Tecnologias de Automação na ALUNORTE. Apresentadora: Márcia Ribeiro Empresa: Alunorte/Hydro Tecnologias de Automação na ALUNORTE Apresentadora: Márcia Ribeiro Empresa: Alunorte/Hydro Sumário A Alunorte; Processo de Obtenção da Alumina; Automação na Alunorte; Sistemas Interligados; Projetos Futuros.

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN - Prof. Airton / airton.ribeiros@gmail.com - Prof. Altenir / altenir.francisco@gmail.com 1 REDE LOCAL LAN - Local Area Network

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO

NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO Profª. Kelly Hannel Novas tecnologias de informação 2 HDTV WiMAX Wi-Fi GPS 3G VoIP Bluetooth 1 HDTV 3 High-definition television (também conhecido por sua abreviação HDTV):

Leia mais