PROJECTO ERP. Manual de Formação Funcionalidades Base - NAVISION

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJECTO ERP. Manual de Formação Funcionalidades Base - NAVISION"

Transcrição

1 Pag. 1 / 34 PROJECTO ERP Manual de Formação - NAVISION

2 Pag. 2 / 34 ÍNDICE Introdução Aceder ao Microsoft Business Solutions Navision Interface Gráfico do Utilizador Consistência do Produto Menus Janelas Edição de Campos Introdução de Datas e Horas Utilização da Procura Utilização de Filtros Introdução de Critérios em Filtros Ordenação Introdução e Modificação de Dados Características dos Botões Teclas de Função e Atalhos Estrutura de Dados Uniforme (tabelas) AssistButtons Lookups Drill-downs Dropdowns AssistEdits Navegar... 31

3 Pag. 3 / 34 Introdução Com este manual, ficará a conhecer as funcionalidades base do Microsoft Business Solutions Navision, independentemente do módulo ou grânulo com que irá trabalhar no futuro. Em particular, aprenderá a navegar nos menus do Microsoft Business Solutions Navision e nas tabelas, a utilizar os AssistButtons, a funcionalidade Navegar e as Dimensões. 1. Aceder ao Microsoft Business Solutions Navision A forma de aceder ao Microsoft Business Solutions Navision, é através do ícone no Ambiente de Trabalho do Windows como o que é apresentado em baixo: OU Após clicar no ícone, aparecerá um ecrã como o que está em baixo, onde deverá pressionar o botão LIGAR. Deverá garantir que tem o Computador rdp1.consulgal.pt ou rdp2.consulgal.pt De seguida deverá introduzir a password associada ao seu utilizador, e escolher OK. Exemplo: consulgal.int\ricardo.silva palavra chave=nº Contribuinte Após esta validação, irá surgir um novo ambiente de trabalho, onde terá de clicar no ícone do NAVISION.

4 Pag. 4 / 34 Clicar duas vezes em: Após este procedimento, surgirá o ambiente de trabalho do NAVISION

5 Pag. 5 / 34 Caso tenho acesso a mais do que uma empresa do grupo, poderá mudar através as teclas de atalho Ctrl+A ou através do seguinte caminho: Aparecerá uma janela como esta que possibilitará a escolha da empresa:

6 Pag. 6 / Interface Gráfico do Utilizador O Interface Gráfico do Utilizador (GUI) permite-lhe comunicar com o programa. O interface gráfico do utilizador é intuitivo e consistente. Torna-se assim simples o reconhecimento das funcionalidades e descobrir o que procura no Microsoft Business Solutions Navision. Por exemplo, os nomes dos campos indicam que informação deve ser colocada no respectivo campo. Como seria de supor, introduz o número de contribuinte do cliente no campo Nº Contribuinte. Outro exemplo é os nomes dos separadores. Na janela da Ficha Cliente irá encontrar o separador Geral, que contém informação genérica acerca do cliente, como o endereço. O separador Comunicação contém informação como o e o número de fax do cliente. O interface gráfico do utilizador também é prático em termos de visualização e utilização, uma vez que o design visual e a selecção das cores são também factores-chave. O Microsoft Business Solutions Navision utiliza tonalidades de cinzento e um design simples com o menor número possível de elementos no ecrã em cada momento.

7 Pag. 7 / Janela da Aplicação No Microsoft Business Solutions Navision, a janela da aplicação está sempre aberta. É o espaço no qual executa o seu trabalho diário. O Microsoft Business Solutions Navision está desenhado com barras e botões de forma a que a introdução dos dados seja mais simples e expedita. Por exemplo, a Barra de Ferramentas e a barra de Estado na janela da aplicação são compostas de botões e informação que são importantes quando está a usar o programa. A Barra de Título exibe o nome da empresa em que está a trabalhar. A Barra de Menu contém menus que lhe permitem seleccionar comandos do Microsoft Business Solutions Navision. Os comandos consistem em funções de edição, filtros, ajuda e opções de manutenção. Estas opções podem ser acedidas pelo rato ou pelo teclado. A Barra de Ferramentas permite um acesso rápido às funções da Barra de Menu mais frequentemente utilizadas, bem como a duas outras funções: o Menu Principal e a Lista. A Barra de Ferramentas pode ser modificada ou escondida ao utilizar o menu Ver, Barra de Ferramentas. Existem dois grupos de botões específicos que são originais do Microsoft Business Solutions Navision: Botões de filtro Botões de procura Os botões Filtro de Campo, Filtro de Tabela, FlowFilter e Mostrar Todos constituem o grupo de botões de Filtro. Pode utilizar filtros de campo e tabela para visualizar apenas certas contas, clientes, entradas ou outros registos. O botão Mostrar Todos põe ao seu dispor uma forma rápida de reorganizar uma janela que tenha filtros aplicados. O botão Mostrar Todos permite-lhe remover os filtros para que todos os registos numa janela fiquem visíveis. O grupo de botões de procura no Microsoft Business Solutions Navision compreende o Ordenar, Primeiro, Anterior, Seguinte, Último, Lista e os botões do menu principal. O botão Ordenar permite-lhe escolher, das várias chaves de ordenação disponíveis, a que será aplicada à tabela que está presentemente a visualizar. Os botões da barra de ferramentas Primeiro, Anterior, Seguinte e Último permitem-lhe navegar rapidamente pelos registos estejam

8 Pag. 8 / 34 eles apresentados em fichas ou linhas. O botão Primeiro permite-lhe mover-se para o primeiro registo. O botão Anterior permite-lhe mover-se para o registo anterior. O botão Próximo permite-lhe mover-se para o registo seguinte. O botão Último permite-lhe mover para o último registo. Outro botão pertencente ao grupo de procura é o botão de Lista, que apresenta a lista de todos os registos da tabela que está presentemente a visualizar. Mais à frente, voltaremos ao botão de lista na unidade da Estrutura de Dados Uniforme. Os restantes botões servem respectivamente para Imprimir, Pré-Visualizar, Cortar, Copiar, Colar, Anular (à semelhança do que sucede com outras aplicações Microsoft), Eliminar e Procurar. O botão Menu Principal apresenta o menu principal. A Barra de Estado apresenta o nome completo e o conteúdo do campo que está activo, a data de trabalho, o utilizador, os filtros activos e o modo de inserção (INS)/sobreposição (OVR). A Área de Trabalho apresenta a janela de aplicação em que está a trabalhar. Tipicamente, estará a ver uma janela de registo.

9 Pag. 9 / Consistência do Produto 2.1. Menus O Microsoft Business Solutions Navision tem uma estrutura de menus consistente com as diferentes áreas aplicacionais, todos elas acessíveis a partir dos botões à esquerda. Esta apresentação será diferente, consoante os acessos definidos para o utilizador. Para poder constatar isto, pressione o menu de Vendas e Marketing e compare-o com os de Compras e Gestão Financeira. Poderá comprovar que o layout é similar em cada área.

10 Pag. 10 / Janelas O interface gráfico do utilizador do Microsoft Business Solutions Navision e consequentemente as janelas foram desenhadas para auxiliar os utilizadores na aprendizagem do produto. Por exemplo, assim que o utilizador aprende a utilizar a janela da Ficha Fornecedor, deverá ficar familiarizado com todas as outras fichas do sistema: Contrato, Conta, Produto, Projecto, e por aí adiante. Prima Fornecedor para ver a janela da Ficha Fornecedor.

11 Pag. 11 / Edição de Campos Pode editar campos de diversas formas. Em qualquer momento antes de completar a alteração, premir Esc devolverá o valor original. Se o valor do campo está destacado, poderá simplesmente começar a teclar e estará a teclar sobre a informação existente. Se o valor do campo está destacado, prima F2 e o cursor será introduzido no início do campo. Prima F2 duas vezes para mover o cursor para o fim do campo. Utilize o rato para colocar o cursor em qualquer localização do campo. Prima o separador Geral e mova o cursor para o campo Nome. Inserção de um novo registo 1. Seleccionar um registo já existente ou, no caso de a tabela não ter valores, posicionar o cursor na primeira célula imediatamente abaixo do campo Código Dimensão. 2. Pressionar com o botão esquerdo do rato o botão (Inserir), na terceira barra de cima da aplicação, ou premir a tecla F3. Neste momento, uma linha em branco identificada com um asterisco e uma seta ( ) aparece. 3. Introduzir o Código e depois premir Tab ou posicionar o cursor no campo seguinte. Ao fazê-lo, e se o campo em questão fizer parte da chave de ordenação, o registo aparecerá ordenado alfabeticamente.

12 Pag. 12 / Introduzir a Descrição e posicione o cursor no campo Cód. Valor Dimensão Note-se que, ao mudar o cursor de campo, o sistema faz a reordenação dos registos de acordo com a chave de ordenação que estiver definida para a tabela em questão. Alteração de um registo 1. Seleccionar um registo já existente. 2. Posicionar o cursor na célula que se pretende alterar.

13 Pag. 13 / Alterar o conteúdo da célula. 4. Tratando-se de um campo-chave, irá aparecer a mensagem:

14 Pag. 14 / 34 O aparecimento da mensagem prende-se com o facto de aquele código, tal como estava, poder estar a ser utilizado noutro registo da aplicação. É por isso que, por defeito, a opção seleccionada é o botão Não. No entanto, se estiver certo da alteração, escolha Sim. Em certas circunstâncias (não esta), ao fazê-lo, a aplicação fará a substituição do código onde ele estiver a ser utilizado. Disso mesmo dá conta a imagem que aparece no canto inferior esquerdo. Após o Sim, o sistema fará a modificação dos registos em todas as tabelas nas quais o campo esteja a ser chamado. Na mesma barra, pode-se ainda visualizar o utilizador que está a aceder à base de dados, bem como a data do sistema (normalmente, a data do próprio dia), a que será inscrita por defeito nos campos para registo das alterações e nos relatórios, sempre que aplicável. As datas têm a estrutura DD-MM-AA para anos compreendidos entre 1930 e 2029, apresentando 4 dígitos para o ano fora deste intervalo. Quando o campo não faz parte da chave, a alteração procede-se de forma automática, sem a mensagem e este processo de alteração nos registos da base de dados. 5. Ao pressionar Tab ou posicionar o cursor noutra célula, o registo fica alterado. Eliminação de um registo 1. Seleccionar um registo já existente.

15 Pag. 15 / Pressionar com o botão esquerdo do rato o botão (Eliminar), na terceira barra de cima da aplicação, ou premir a tecla F4. Noutros registos, ao fazer esta operação, aparece a mensagem abaixo apresentada, para evitar que o registo seja eliminado por engano, Também por isso, a opção por defeito é o Não. Caso esteja certo de que o registo é efectivamente para ser eliminado, escolha Sim. Todavia, não se esqueça de que o mesmo pode estar associado a outros registos na base de dados. 3. Se optou por eliminar o registo, o que aparece seleccionado em seguida é o imediatamente abaixo. Eliminação de mais do que um registo 1. Seleccionar os registos por arrasto com o rato (seleccionando os registos sempre a premir o botão esquerdo).

16 Pag. 16 / 34 Contudo, esta opção só é funcional se os registos forem seguidos. Quando não é o caso, terão de ser seleccionados premindo simultaneamente o botão esquerdo do rato e a tecla de Controlo (Ctrl). 2. Seja qualquer for a forma de selecção dos registos, sendo mais do que um seleccionado, a mensagem é ligeiramente diferente mas não difere na sua essência, sendo o processo em tudo similar ao de eliminar um só registo.

17 Pag. 17 / 34 Nota: dependendo da versão do Windows que esteja a ser utilizada, os ícones atrás indicados sofrem modificações substanciais no seu aspecto, aos olhos dos utilizadores. Na versão XP, os ícones tem este aspecto: e. Na sua versão mais clássica ou noutra versão do Windows, o aspecto corresponde a: (Inserir) e (Eliminar) Introdução de Datas e Horas Há muitas formas de inserir uma data no Microsoft Business Solutions Navision. A introdução de dígitos e letras traduzem-se nas seguintes formas: DOIS DÍGITOS: especifica o dia e automaticamente acrescenta o mês e o ano da data de trabalho. QUATRO DÍGITOS: especifica o dia e o mês e automaticamente acrescenta o ano de trabalho. DIA, MÊS E ÚLTIMOS DOIS DÍGITOS DO ANO: especifica a data inteira em seis dígitos DIA E Nº DA SEMANA: especifica o dia numa semana específica do ano e acrescenta o ano. Por exemplo, Seg252 dará a data da Segunda-Feira na semana 25 do ano H: especifica a data de hoje ou a data de sistema do computador. T: especifica a data de trabalho predefinida. U E DATA COM SEIS DÍGITOS: indica que a data especificada é uma data de fecho. Ao introduzir horas, cada unidade de tempo deve conter dois dígitos (por exemplo, 6 horas escreve-se como 06), não sendo necessário inscrever minutos, segundos ou AM/PM. Pode inserir qualquer sinal de separação entre as datas mas não é necessário. Campos de data e hora Pode introduzir uma data e uma hora num único campo em algumas janelas do programa. Nestes campos, deve introduzir a data e a hora separadas por um espaço. Se introduzir uma data, o programa automaticamente acrescentará a meia-noite, o início da data (12:00:00 AM).

18 Pag. 18 / 34 Eis alguns exemplos de como introduzir a informação nos campos: Introdução Interpretação :34: :00: :00: :00:00 S TE Segunda-Feira da semana corrente meia noite Terça-Feira da semana corrente meia noite Q Quarta-Feira da semana corrente meia noite QUI Quinta-Feira da semana corrente meia noite SEX Sexta-Feira da semana corrente meia noite SÁ Sábado da semana corrente meia noite D Domingo da semana corrente meia noite

19 Pag. 19 / Utilização da Procura A primeira possibilidade é seleccionar o campo sobre o qual se pretende fazer a pesquisa e premir simultaneamente CTRL e P ou premir o botão pesquisa é efectuada no campo Descrição. (Procurar). Neste caso, a A janela Procurar permite fazer uma pesquisa em que: o texto introduzido no campo Procurar corresponde ao texto na íntegra (opção Texto Completo); o texto introduzido no campo Procurar corresponde ao início do texto no campo (opção No início do campo); o texto introduzido no campo Procurar existe no campo onde se está a fazer a pesquisa mas não se sabe se corresponde ao texto na sua totalidade nem se é assim que se inicia (opção Em qualquer posição, a mais utilizada). Para lá das opções (concorrentes, pois só se pode utilizar uma) de Coincidência, é ainda possível utilizar: Coinc. maiús./minús.: por defeito, o sistema de pesquisa não distingue maiúsculas e minúsculas (é indiferente escrever d ou D ). No entanto, se esta opção estiver

20 Pag. 20 / 34 seleccionada, ao escrever D, só procura palavras com D (maiúsculo) e palavras com d (minúsculo) se escrever d na pesquisa. Procurar ao Teclar: se esta opção estiver seleccionada, o sistema vai fazendo a pesquisa à medida que se escreve no campo Procurar. Note-se que, ao contrário da situação anterior, é possível ter estas duas opções activas em simultâneo. No exemplo acima, bastou escrever Do (sem premir os botões de Procurar ) para o sistema imediatamente posicionar o cursor no Dolar Australiano, o primeiro registo com Do (existindo coincidência a nível de maiúsculas e minúsculas). A partir deste momento, se o objectivo é encontrar o Dólar Americano, as alternativas são: Continuar a escrever para tornar a pesquisa mais restrita; Premir o botão Procurar seguinte que, como o nome indica, procura o registo seguinte com o mesmo atributo que está a ser utilizado na pesquisa. Para concretizar a pesquisa, as alternativas são, para lá do botão Procurar seguinte: Procurar primeiro : indica o primeiro registo com o atributo definido; Procurar anterior : indica o registo imediatamente anterior que possua o atributo definido. Existe ainda: Valor inicial : assume ao nível do campo Procurar o que estiver no primeiro registo.

21 Pag. 21 / 34 Fechar : fecha a janela de Procurar. Substituir : altera a janela de Procura para a de Substituir, que permite pesquisar e substituir, como se de uma aplicação do MS Office se se tratasse. Nesta janela, o objectivo já não é encontrar um registo mas sim alterar o seu conteúdo pelo que estiver em Substituir por. No exemplo acima, onde estivesse Dolar passaria a ficar Dólar. Para pesquisar os registos, as funcionalidades são sensivelmente as mesmas. Para além dos botões já vistos, surge agora: Substituir todos : permite substituir todos os registos que tiverem Dolar por Dólar e não apenas o primeiro encontrado Utilização de Filtros Estabelece um filtro ao especificar critérios para um ou mais campos de uma tabela. O programa depois testa todos os registos e apresenta apenas os que obedecem aos critérios do filtro. Se os critérios forem especificados para vários campos em simultâneo, os registos tem de obedecer a todos os critérios para passar o filtro.

22 Pag. 22 / 34 Nota Filtros de campo e tabela são dependentes da janela. Se se estabelece um filtro numa tabela numa janela e depois se visualiza a mesma tabela numa janela diferente, o filtro não está activo aqui. Por outro lado, o filtro continuará activo na janela em que foi activado até ser removido. Filtro de Campo - Um filtro de campo tem a mesma função do que um filtro de tabela mas o filtro de campo apenas estabelece um filtro para o campo onde está posicionado o cursor no momento em que a função é escolhida. Por isso, é aconselhável verificar os filtros ao utilizar ocasionalmente a função de filtro de tabela para ter uma visão geral de todos os filtros que estão estabelecidos na janela. ou Filtro de Tabela Utilize a função de filtro de tabela para filtrar mais do que um campo ao mesmo tempo Introdução de Critérios em Filtros ou Quando introduz critérios, pode utilizar todos os números e letras que normalmente utiliza no campo. Para além destes, pode ainda utilizar símbolos especiais ou expressões matemáticas. Eis os formatos disponíveis: Significado Expressão Registos Apresentados de Exemplo Igual a 377 AZUL Com o número 377; com o código AZUL, por exemplo, o código de armazém AZUL Intervalo Com números entre 1100 e Até 2500 (incluindo o próprio); Datas até (incluindo a própria) P8.. Informação para o período contabilístico 8 e posterior Ou Aqueles com o número 1200 ou 1300 E <2000&>1000 Números menores do que 2000 E maiores do que O sinal "&" não pode ser usado só com números pois nenhum registo poderá ter simultaneamente os dois números. Diferente de <>0 Todos os números excepto 0 Maior do que >1200 Números maiores do que 1200 Maior ou Igual do que >=1200 Números maiores ou iguais do que 1200 Menor do que <1200 Números menores do que 1200

23 Pag. 23 / 34 Menor ou igual do que Um número indefinido de caracteres desconhecidos <=1200 Números menores ou iguais do que 1200 *Co* *Co Co* Textos que contenham "Co" Textos que terminam com "Co" Textos que começam com "Co" Um caractere Hans?n Textos como Hansen ou Hanson desconhecido Calcular antes do resto Ignorar maiúsculas ou Minúsculas (ambas aceites) 30 (>=10&<=2 Aqueles com o número 30 ou com um número entre 10 e 20 (o resultado do cálculo está entre parênteses) Textos como LOCALIZAÇÃO, localização ou Localização Também pode combinar os vários formatos de expressão: Incluir todos os registos com o número 5999 ou um número dentro do intervalo entre 8100 e Incluir registos com um número menor ou igual do que 1299 ou um número maior ou igual do que 1400 (todos os números excepto os compreendidos entre 1300 e 1399). >50&<100 Incluir registos com números maiores do que 50 E menores do que 100 (os números compreendidos entre 51 e 99). *C*&*D* Textos que contenham tanto C como Textos que contenham co, CO, Co, co, como conta, cooperação ou incorporado. CO, co, Co ou co tem de estar presente, seguido de pelo menos um caractere, podendo existir um número indefinido de caracteres antes e depois destes, sendo irrelevante estarem em maiúsculas ou minúsculas. Os filtros são também utilizados em combinação com a ordenação.

24 Pag. 24 / Ordenação A função de ordenação do Microsoft Business Solutions Navision facilita uma rápida visualização dos dados. Por exemplo, se tem um número elevado de movimentos de cliente, pode optar por visualizá-los ordenados por: Nº Movimento apenas Primeiro por Nº Cliente e depois por Data Registo e Cód. Divisa Tipo Documento e depois, em cada tipo de documento, por Nº Documento Externo, e depois, em cada Nº Documento Externo, por Nº Cliente Cada opção de ordenação (ou combinação de opções de ordenação) é chamada de chave. Pode visualizar todas as chaves para determinada tabela ao escolher Ver, Ordenar... quando o cursor está numa janela que apresenta a tabela. Pode utilizar esta função ao escolher Ver, Ordenar... a partir da barra de menu ou ao premir o botão Ordenar na barra de ferramentas. Pode também activar a função ao seleccionar Ordenar nos relatórios. ou

25 Pag. 25 / Introdução e Modificação de Dados O ESC é uma tecla de atalho muito útil quando se introduz ou altera um campo. Por exemplo, se se apercebe que está a introduzir dados incorrectos num campo, pode premir Esc para anular a introdução por inteiro enquanto o cursor estiver no campo. Mover-se de um campo da janela para outro, por seu lado, significa que a informação introduzida no campo é gravada na aplicação assim que se sai do campo. Não há a necessidade de premir ENTER para confirmar a introdução. A informação introduzida é automaticamente gravada na base de dados ao sair da janela. Uma forma rápida de fechar a janela é premir Esc Características dos Botões Os botões de comando e menu são usados em janelas para abrir outras janelas. Há muitas situações em que poderá querer abrir uma janela a partir de outra. Um botão de comando efectua uma acção ao ser premido. Um exemplo disto é o botão Imprimir... Um botão de menu pode ser premido como um botão de comando mas não efectua uma acção. Ao premi-lo, apresenta os itens do menu para que o utilizador possa escolher qual pretende. Para além destes botões, o Microsoft Business Solutions Navision contém AssistButtons. Na unidade de AssistButtons aprenderá mais acerca destes botões.

26 Pag. 26 / Teclas de Função e Atalhos Teclas de atalho foram definidas para funções habitualmente utilizadas em janelas da aplicação e para os itens dos menus. Estes atalhos estão atribuídos às teclas de função. Em baixo são apresentados os atalhos destas teclas de função: Tecla de Tecla de Função Tecla de Função + Função + Ctrl Shift F1 Ajuda Marcar O que é isto? F2 Editar Designer AssistEdit Tecla de Função + Ctrl + Shift F3 Inserir Novo F4 Eliminar Fechar F5 Lista Movimentos Ficha F6 Procurar Janela Seguinte Análise F7 Filtro de Filtro de Tabela FlowFilter Mostrar Todos Campo F8 Copiar Anterior Zoom Ordenar F9 Estatísticas Reconciliar Aplicar Movimentos F10 Barra de Menu F11 Registar Registar e Imprimir F12 Menu Principal Object Designer

27 Pag. 27 / 34 Estes atalhos podem ser consultados na própria aplicação ao premir? na barra de menu e depois Teclas Função ou através da combinação de teclas Ctrl + Alt + F1. Se premir o botão Shift, poderá consultar as combinações entre as teclas de função e Shift, acontecendo o mesmo com as combinações com Ctrl se premir o botão Ctrl da janela apresentada abaixo. 3. Estrutura de Dados Uniforme (tabelas) Existe uma estrutura de dados uniforme em todo o programa, que pode ser demonstrada pelo seguinte exemplo: A partir de qualquer ponto da janela da Ficha Cliente, pode obter-se uma listagem de todos os clientes no Microsoft Business Solutions Navision. Existe um botão de Lista para abrir uma lista idêntica em todas as fichas, assim como em documentos de compras e vendas. Há três formas de abrir a listagem: Premir Lista na Barra de Ferramentas. Premir F5. Na janela da Ficha Cliente, pressionar Cliente, Lista. 1 Experimente isto, premindo Lista na Barra de Ferramentas ou F5. 2 Feche a janela ao premir o botão de Fecho, Cancelar ou Esc. Para além disso, a partir de qualquer ponto na janela Ficha Cliente, pode obter os movimentos do cliente, que apresenta todas as transacções do cliente, bem como os saldos calculados. O mesmo se passa com a janela da Ficha Fornecedor para os movimentos do fornecedor e por aí adiante. Há duas formas de visualizar os movimentos: Na janela da Ficha Cliente, premir Cliente, Movimentos. Premir CTRL +F RS-DSI 01

28 Pag. 28 / 34 Nota: Uma estrutura de dados uniforme significa despender menos tempo com a aprendizagem do sistema. Se conhece uma área do sistema, então conhece as funcionalidades básicas de todas as áreas. Por exemplo, as janelas de Ficha Cliente e Ficha Fornecedor são idênticas e funcionam de forma similar, com pequenas variações dos campos. Em qualquer ficha do sistema, F5 apresentará sempre a lista do item mestre e CTRL+F5 apresentará sempre os movimentos AssistButtons Uma das mais poderosas funcionalidades do sistema é a capacidade de procurar ou editar informação com os AssistButtons. Os AssistButtons proporcionam uma rápida procura (lookup), análise ( drill-down), dropdown e funcionalidades de apoio à edição. Um campo pode ter um destes símbolos para indicar que existe informação de determinado tipo por detrás. Ao premir o símbolo, visualizará as opções disponíveis. Alternativamente, pode premir F6 para visualizar qualquer informação de lookup, drill-down e dropdown ou SHIFT-F2 para apoio na edição. Tenha em atenção que as opções são específicas para cada campo. Pode ver um exemplo de cada AssistButton na Ficha Cliente RS-DSI 01

29 Pag. 29 / Lookups Uma seta para cima representa o símbolo de Lookup. 1 No separador Geral, pressione o símbolo de Lookup ou F6 no campo Cód. Postal/Cidade Pode assim ver que, por detrás do campo Cód. Postal na janela da Ficha Cliente existe uma tabela que contém todos os códigos postais e cidades disponíveis. Isto é considerado uma relação de tabela porque o campo está relacionado com informação de outra tabela. Para além disso, existe uma validação que assegura que o valor que está a ser introduzido no campo é válido. Normalmente, a introdução de dados está autorizada. 2 Pressione o botão de fecho da janela, o botão Cancelar ou Esc para fechar a janela Drill-downs Se o símbolo é um Drill-down, então o campo é um FlowField que está a calcular um saldo. Uma seta para baixa representa o símbolo de Drill-down. 1 No separador Geral, clique no campo Saldo (DL) e pressione o símbolo de Drilldown ou F6. Ao pressionar F6 ou o símbolo, aparece uma lista de detalhes que faz o saldo calculado que está a ser apresentado. Note que o campo está a cinzento e, como tal, não aceita inserções ou modificações. 2 Prima o botão de fecho da janela ou Esc para fechar a janela RS-DSI 01

30 Pag. 30 / Dropdowns Um símbolo diferente chamado Dropdown pode estar também disponível. Este indica uma lista fixa de opções disponíveis para o campo. Uma delas tem de ser seleccionada. Um outro tipo de seta para baixo representa o símbolo de dropdown. 1 No separador Pagamentos, pressione o símbolo de Dropdown ou F6 no campo Método Liquidação. 2 Pressione o botão de fecho da janela ou Esc para fechar a lista. A tecla F6 funciona da mesma forma para os três tipos de função; contudo, os símbolos são diferentes e, como tal, ajudá-lo-ão a identificar o tipo de campo e consequentemente o tipo de informação por detrás dele AssistEdits O símbolo de AssistEdit pode ser encontrado em qualquer campo por si só ou combinado com um lookup. A função AssistEdit é muito semelhante ao Lookup pois o utilizador seleccionará dados a partir da tabela. Em muitos casos, a função de Lookup irá apresentar exactamente os dados que seleccionará da tabela relacionada. A função AssistEdit irá apresentar dados com base no que foi seleccionado a partir da tabela relacionada mas poderá envolver algo mais para determinar o que apresentar no campo. Os três pontos representam o símbolo de AssistEdit. Ficha de Contrato 1 Pressione F3 para criar um novo contrato. No separador Geral, pressione o símbolo do AssistEdit ou SHIFT-F2 no campo No.. 2 O campo Código com o valor P-PROJECTO na janela Nºs Séries estará destacado. Feche a janela RS-DSI 01

31 Pag. 31 / 34 3 Os conteúdos do campo Nº serão agora preenchidos com C000xx. O campo é preenchido, não com P-PROJECTO mas sim com o número que lhe está associado Navegar Frequentemente, uma longa lista aparecerá no écran, quando é pretendida uma informação específica rapidamente. Uma forma de obter informação é pela utilização da funcionalidade Navegar, que permite ao utilizador visualizar os detalhes de um registo já registado. Por exemplo, pode usar esta funcionalidade para ver o número de movimentos criados ao registar um documento. Pode usar a funcionalidade Navegar para analisar em todas as tabelas da base de dados quais os movimentos que obedecem aos critérios introduzidos. Pode aceder à janela de Navegar de duas formas: A partir do menu de muitas áreas aplicacionais: A partir de todas as janelas de movimentos e janelas que contenham documentos registados, como facturas. Vamos testar esta situação. 1 Na Gestão Financeira, seleccione Contabilidade Geral, Histórico e Navegar RS-DSI 01

32 Pag. 32 / 34 Aparece a janela Navegar. Notará que existem dois separadores. O separador Geral permite-lhe procurar documentos criados pelo programa como facturas. O separador Externo permite-lhe procurar documentos criados pelos seus fornecedores. Esta funcionalidade serve assim para, por exemplo, procurar uma factura com o nº fornecedor. Vamos utilizar os critérios de pesquisa contidos no separador Geral. Os dois campos de procura neste separador são o Nº Documento e a Data Registo. Ao preencher estes campos, pode usar o Navegar para procurar todos os movimentos com a mesma data e número de documento. Vamos procurar todos os documentos registados em , introduzindo esta data na Data Registo e premindo Procurar RS-DSI 01

33 Pag. 33 / 34 O programa procurou em toda a base de dados e apresenta agora todos os registos que foram registados nesta data. Recorde-se que a base de dados do Microsoft Business Solutions Navision é composta por um determinado número de tabelas. Os dados nestas tabelas são apresentados na janela pelo programa. O Navegar mostra quantos documentos foram registados por nome de tabela. Mas não é tudo. O Navegar também pode mostrar-lhe mais informação RS-DSI 01

Os elementos básicos do Word

Os elementos básicos do Word Os elementos básicos do Word 1 Barra de Menus: Permite aceder aos diferentes menus. Barra de ferramentas-padrão As ferramentas de acesso a Ficheiros: Ficheiro novo, Abertura de um documento existente e

Leia mais

Migrar para o Access 2010

Migrar para o Access 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Access 2010 é muito diferente do Access 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as

Leia mais

Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL. Fevereiro/2002 - Portalegre

Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL. Fevereiro/2002 - Portalegre Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL Fevereiro/2002 - Portalegre Introdução A necessidade de efectuar cálculos complexos de uma forma mais rápida e fiável,

Leia mais

Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO

Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO Ao abrir a caixa do CD que contém o programa EMPRESÁRIO, o utilizador aceita os termos do contracto de licenciamento deste acordo. Licença Garantias A T&T outorga-lhe

Leia mais

Microsoft Windows. Aspectos gerais

Microsoft Windows. Aspectos gerais Aspectos gerais É um sistema operativo desenvolvido pela Microsoft Foi desenhado de modo a ser fundamentalmente utilizado em computadores pessoais Veio substituir o sistema operativo MS-DOS e as anteriores

Leia mais

MICROSOFT POWERPOINT

MICROSOFT POWERPOINT MICROSOFT POWERPOINT CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES. O QUE É O POWERPOINT? O Microsoft PowerPoint é uma aplicação que permite a criação de slides de ecrã, com cores, imagens, e objectos de outras aplicações,

Leia mais

Migrar para o Excel 2010

Migrar para o Excel 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Excel 2010 é muito diferente do Excel 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as partes

Leia mais

Manual PowerPoint 2000

Manual PowerPoint 2000 Manual PowerPoint 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO 1 2. DIRECTRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE DIAPOSITIVOS 1 3. ECRÃ INICIAL 2 4. TIPOS DE ESQUEMA 2 5. ÁREA DE TRABALHO 3 5.1. ALTERAR O ESQUEMA AUTOMÁTICO 4 6. MODOS

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

Manipulação de Células, linhas e Colunas

Manipulação de Células, linhas e Colunas Manipulação de Células, linhas e Colunas Seleccionar células Uma vez introduzidos os dados numa folha de cálculo, podemos querer efectuar alterações em relação a esses dados, como, por exemplo: apagar,

Leia mais

Folha de cálculo. Excel. Agrupamento de Escolas de Amares

Folha de cálculo. Excel. Agrupamento de Escolas de Amares Folha de cálculo Excel Agrupamento de Escolas de Amares Índice 1. Funcionalidades básicas... 3 1.1. Iniciar o Excel... 3 1.2. Criar um livro novo... 3 1.3. Abrir um livro existente... 3 1.4. Inserir uma

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Alteração da taxa de IVA

Alteração da taxa de IVA Manual do Utilizador Alteração da taxa de IVA Software Sisgarbe Data última versão: 24-06-2010 Data última versão Base de Dados: Data criação: 01-06-2010 Versão: 1.00 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011 Manual Avançado Gestão de Stocks Local v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Produto... 5 b) Activar gestão de stocks... 5 i. Opção: Faz gestão de stocks... 5 ii.

Leia mais

Gestão de bases de dados e listas

Gestão de bases de dados e listas Gestão de bases de dados e listas Uma das tarefas mais comuns em que são utilizadas folhas de cálculo é a gestão de listas (listas de números de telefone, listas de clientes, listas de tarefas, listas

Leia mais

Conversão do POC para o SNC

Conversão do POC para o SNC Manual do Utilizador Conversão do POC para o SNC Data última versão: 18.02.2010 Versão: 128 Data criação: 3.12.2009 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220 FARO Telf. +351 289 899 620 Fax. +351 289

Leia mais

EXCEL TABELAS DINÂMICAS

EXCEL TABELAS DINÂMICAS Informática II Gestão Comercial e da Produção EXCEL TABELAS DINÂMICAS (TÓPICOS ABORDADOS NAS AULAS DE INFORMÁTICA II) Curso de Gestão Comercial e da Produção Ano Lectivo 2002/2003 Por: Cristina Wanzeller

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo Conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior; Windows: sistema operativo mais utilizado nos

Leia mais

GeoMafra SIG Municipal

GeoMafra SIG Municipal GeoMafra SIG Municipal Nova versão do site GeoMafra Toda a informação municipal... à distância de um clique! O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar a

Leia mais

1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento

1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento Configurar o Word FIGURA 1.26 Serviços ligados 1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento O Microsoft Office 2013 apenas tem disponíveis ligações a serviços de armazenamento proprietários da Microsoft.

Leia mais

Folha de Cálculo Introdução à Folha de Cálculo

Folha de Cálculo Introdução à Folha de Cálculo Introdução à Folha de Cálculo O Excel é uma folha de cálculo capaz de guardar dados, executar cálculos e gerar gráficos. Introdução à Folha de Cálculo Uma folha de cálculo, por exemplo o Excel, permite

Leia mais

Manual de Access 2007

Manual de Access 2007 Manual de Access 2007 Índice Introdução... 4 Melhor que um conjunto de listas... 5 Amizades com relações... 6 A Estrutura de uma Base de Dados... 8 Ambiente do Microsoft Access 2007... 9 Separadores do

Leia mais

MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo

MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo Índice 1. O que é o Windows XP 1 2. Para que serve o Windows XP 1 3. O Ambiente de Trabalho 2 4. Menu Iniciar 3 5. Janelas 4 6. Vistas 5 7. Iniciar 10 8. Encerrar

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Usando o Excel ESTATÍSTICA. A Janela do Excel 2007. Barra de título. Barra de menus. Barra de ferramentas padrão e de formatação.

Usando o Excel ESTATÍSTICA. A Janela do Excel 2007. Barra de título. Barra de menus. Barra de ferramentas padrão e de formatação. Barra de deslocamento ESTATÍSTICA Barra de menus Barra de título Barra de ferramentas padrão e de formatação Barra de fórmulas Conjuntos e Células (Intervalos) Área de trabalho Separador de folhas Barra

Leia mais

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador.

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Manual Prático Microsoft Excel 2003. Pedro Filipe C. Jesus Abril / 2008

Manual Prático Microsoft Excel 2003. Pedro Filipe C. Jesus Abril / 2008 Manual Prático Microsoft Excel 2003 Abril / 2008 Manual Prático Microsoft Excel 2007 2 P á g i n a w w w. p e d r o j e s u s. n e t Manual Prático Microsoft Excel 2007 INDICE APRESENTAÇÃO... 6 AMBIENTE

Leia mais

Spelling Tabelas Apagar linhas numa tabela Merge e Split numa tabela Alinhamento vertical da tabela Introduzir texto na vertical

Spelling Tabelas Apagar linhas numa tabela Merge e Split numa tabela Alinhamento vertical da tabela Introduzir texto na vertical Word II Título: Iniciação ao WORD 2003. Nível: 1 Duração: 2 Tempos Objectivo: Iniciar o estudo da aplicação Microsoft Office Word. Dar a conhecer algumas ferramentas do Microsoft Office Word. Microsoft

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1 EXCEL 2007 O Excel 2007 faz parte do pacote de produtividade Microsoft Office System de 2007, que sucede ao Office 2003. Relativamente à versão anterior (Excel 2003), o novo programa introduz inúmeras

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

TINA. Projecto de Tecnologias de Informação para Netos e Avós. Manual de TIC

TINA. Projecto de Tecnologias de Informação para Netos e Avós. Manual de TIC TINA Projecto de Tecnologias de Informação para Netos e Avós Manual de TIC Abril 2010 Manual de Formação Básica em TIC Vitor Gonçalves Raquel Patrício Abril 2010 2 ÍNDICE Introdução... 2 Windows... 2 Word...

Leia mais

Dicas para usar melhor o Word 2007

Dicas para usar melhor o Word 2007 Dicas para usar melhor o Word 2007 Quem está acostumado (ou não) a trabalhar com o Word, não costuma ter todo o tempo do mundo disponível para descobrir as funcionalidades de versões recentemente lançadas.

Leia mais

OBJECTIVO Primeiros passos no processamento de texto

OBJECTIVO Primeiros passos no processamento de texto FICHA 0 OBJECTIVO Primeiros passos no processamento de texto Antes de começar a elaborar documentos com o Word é necessário que saiba o essencial sobre o funcionamento deste processador de texto. Não menos

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

FOLHA DE CÁLCULO EXCEL

FOLHA DE CÁLCULO EXCEL 1 FOLHA DE CÁLCULO EXCEL segunda-feira, 25 de Abril de 2011 SUMÁRIO 1. Características e Potencialidades de uma folha de cálculo. 2. Ambiente de trabalho do Excel. 3. Noção de livro e de folha de cálculo.

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios Ambiente de trabalho Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior. Actualmente, o Windows é

Leia mais

ZS Rest. Manual de Iniciação. FrontOffice (ponto de venda)

ZS Rest. Manual de Iniciação. FrontOffice (ponto de venda) Manual de Iniciação FrontOffice (ponto de venda) 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Início de Operador... 5 b) Fazer login de Empregado:... 5 c) Botões de Acção:...

Leia mais

Microsoft Office Word 2003 Tic 2007

Microsoft Office Word 2003 Tic 2007 Índice WORD...3 Criar/Abrir documento...4 Gravar...5 A janela do Word...6 Barras de Ferramentas:...6 Linha de Menus:...6 Régua:...6 Barras de Scroll:...7 Zona de edição:...7 Modo de visualização:...7 Barra

Leia mais

GeoMafra Portal Geográfico

GeoMafra Portal Geográfico GeoMafra Portal Geográfico Nova versão do site GeoMafra Toda a informação municipal... à distância de um clique! O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar

Leia mais

Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop.

Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop. Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop. Inicialize o 3D Studio VIZ. Faça duplo clique no ícone de 3D Studio VIZ Abre-se a janela da figura seguinte. Esta

Leia mais

FICHA ORIENTADA Nº1. Barra de fórmulas. Área de trabalho T E C N O L O G I A S D E I N F O R M A Ç Ã O E C O M U N I C A Ç Ã O

FICHA ORIENTADA Nº1. Barra de fórmulas. Área de trabalho T E C N O L O G I A S D E I N F O R M A Ç Ã O E C O M U N I C A Ç Ã O T E C N O L O G I A S D E I N F O R M A Ç Ã O E C O M U N I C A Ç Ã O FICHA ORIENTADA Nº1 INTRODUÇÃO À FOLHA DE CÁLCULO CRIAÇÃO DE UMA FOLHA DE CÁLCULO O Microsoft Excel é um programa que faz parte das

Leia mais

GIGrecibos. Sistema de Emissão de Recibos de Donativos. Para Igrejas. Produzido e distribuído por: VIBISinfor Rua Nova, 10 7490-250 MORA

GIGrecibos. Sistema de Emissão de Recibos de Donativos. Para Igrejas. Produzido e distribuído por: VIBISinfor Rua Nova, 10 7490-250 MORA wgig GIGrecibos Sistema de Emissão de Recibos de Donativos Para Igrejas Produzido e distribuído por: VIBISinfor Rua Nova, 10 7490-250 MORA tel: 266403273 www.vibis.com 1 Conteúdo wgig... 1 Avisos legais...

Leia mais

Vinte dicas para o Word 2007

Vinte dicas para o Word 2007 Vinte dicas para o Word 2007 Introdução O Microsoft Word é um dos editores de textos mais utilizados do mundo. Trata-se de uma ferramenta repleta de recursos e funcionalidades, o que a torna apta à elaboração

Leia mais

Teclas de Atalho - Microsoft Access

Teclas de Atalho - Microsoft Access Abrir bancos de dados Imprimir e salvar Atalho Função CTRL+O Para abrir um novo banco de dados CTRL+A Para abrir um banco de dados existente ALT+F4 Para sair do Microsoft Access CTRL+P Para imprimir o

Leia mais

Pesquisa e organização de informação

Pesquisa e organização de informação Pesquisa e organização de informação Capítulo 3 A capacidade e a variedade de dispositivos de armazenamento que qualquer computador atual possui, tornam a pesquisa de informação um desafio cada vez maior

Leia mais

Tarefa 18: Criar Tabelas Dinâmicas a partir de Listas de Excel

Tarefa 18: Criar Tabelas Dinâmicas a partir de Listas de Excel Tarefa 18: Criar Tabelas Dinâmicas a partir de 1. Alguns conceitos sobre Tabelas Dinâmicas Com tabelas dinâmicas podemos criar dinâmica e imediatamente resumos de uma lista Excel ou de uma base de dados

Leia mais

Alguns truques do Excel. 1- Títulos com inclinação. 2- Preencha automaticamente células em branco

Alguns truques do Excel. 1- Títulos com inclinação. 2- Preencha automaticamente células em branco Alguns truques do Excel 1- Títulos com inclinação No Excel é possível colocar o conteúdo das células na vertical. Para além disto, pode-se escolher o grau de inclinação. Para isto, seleccione as células

Leia mais

Índice. 1. Introdução

Índice. 1. Introdução Gest POS 1 Gest POS 2 Índice 1. Introdução... 2 2. Requisitos mínimos... 4 3. Instalação... 5 4. Menus e Submenus... 5 4.1. Fechos... 6 4.1.1. Operador... 6 4.1.2. Diário... 8 4.1.3. Registo... 11 4.1.4.

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Actividades de exploração Objectivo Explorar as funcionalidades essenciais do Programa, na perspectiva da construção/actualização

Leia mais

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Página 1 Índice Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 1 O que é o EasyReader? 4 Abrir um livro 5 Abrir um novo livro de um CD/DVD 5 Abrir um novo livro

Leia mais

Microsoft Windows: # 1

Microsoft Windows: # 1 Microsoft Windows Microsoft Windows: # 1 Ambiente de trabalho Microsoft Windows: # 2 Botão Iniciar I Lado Esquerdo Para guardar atalhos para as aplicações mais genéricas (Internet, E-mail) e para aquelas

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva Conceitos Fundamentais de Microsoft Word Professor Rafael www.facebook.com/rafampsilva Introdução É um editor de texto ou processador de texto? editores de texto: editam texto (assim como uma máquina de

Leia mais

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Informática Básica Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Introdução O editor de textos Microsoft Word oferece um conjunto de recursos bastante completo, cobrindo todas as etapas de preparação, formatação e impressão

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

SIM - SUPPLIERS INVOICING MANAGER - MANUAL DE UTILIZADOR

SIM - SUPPLIERS INVOICING MANAGER - MANUAL DE UTILIZADOR Leaseplan Portugal Bertrand Gossieaux SIM - SUPPLIERS INVOICING MANAGER - MANUAL DE UTILIZADOR Page2 INDICE 1. LOGIN, ESTRUTURA E SAÍDA DO SIM... 3 a) Login... 3 b) Estrutura principal... 4 c) Saída da

Leia mais

1.1. Clique no botão Iniciar, seleccione Todos os programas, Microsoft Office e no submenu aberto escolha o programa Microsoft FrontPage.

1.1. Clique no botão Iniciar, seleccione Todos os programas, Microsoft Office e no submenu aberto escolha o programa Microsoft FrontPage. Objectivos: Identificar os elementos do Ambiente de trabalho do Microsoft FrontPage Criar um website Fechar um website Abrir um website Modos de visualização de um website Criar, eliminar, abrir e fechar

Leia mais

Microsoft PowerPoint 2003

Microsoft PowerPoint 2003 Página 1 de 36 Índice Conteúdo Nº de página Introdução 3 Área de Trabalho 5 Criando uma nova apresentação 7 Guardar Apresentação 8 Inserir Diapositivos 10 Fechar Apresentação 12 Abrindo Documentos 13 Configurar

Leia mais

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista Mesa Digitalizadora Manual do Utilizador Windows 2000 / XP / Vista 1 I. Informação Geral 1. Visão Geral Bem-vindo ao mundo das canetas digitais! Irá descobrir que é muito fácil controlar o seu computador

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

SAFT para siscom. Manual do Utilizador. Data última versão: 07.11.2008 Versão: 1.01. Data criação: 21.12.2007

SAFT para siscom. Manual do Utilizador. Data última versão: 07.11.2008 Versão: 1.01. Data criação: 21.12.2007 Manual do Utilizador SAFT para siscom Data última versão: 07.11.2008 Versão: 1.01 Data criação: 21.12.2007 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220 FARO Telf. +351 289 899 620 Fax. +351 289 899 629

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Faça a gestão da sua base de clientes com o Gestix.

Faça a gestão da sua base de clientes com o Gestix. Gerir Clientes no Gestix A Ficha de Cliente Faça a gestão da sua base de clientes com o Gestix. O Gestix oferece-lhe diversas formas de conhecer e acompanhar os seus clientes. Explore-o como uma poderosa

Leia mais

Excel - Ficha de Trabalho

Excel - Ficha de Trabalho Excel - Ficha de Trabalho Facturação Avançada O trabalho que se segue consistirá numa folha de cálculo com alguma complexidade, em que existirão diferentes folhas no mesmo livro. Neste serão criadas Bases

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

Calculadora Virtual HP Prime

Calculadora Virtual HP Prime Calculadora Virtual HP Prime Número de peça HP: NW280-3002 Edição 2, fevereiro de 2014 Avisos Legais Este manual e os exemplos nele incluídos são fornecidos "tal como estão" e estão sujeitos a alteração

Leia mais

Escolas de Montalegre Escola Básica e Secundária de Montalegre (sede) 347680 Montalegre. Utilizar o WordPad

Escolas de Montalegre Escola Básica e Secundária de Montalegre (sede) 347680 Montalegre. Utilizar o WordPad Escolas de Escola Básica e Secundária de (sede) 347680 ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR TIC (TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO) ESSCCOOLLAA: : EB 1 de ANNOO DDEE ESSCCOOLLAARRI IIDDAADDEE:

Leia mais

Tarefa Orientada 6 Edição de Dados

Tarefa Orientada 6 Edição de Dados Tarefa Orientada 6 Edição de Dados Objectivos: Inserção de dados. Alteração de dados. Eliminação de dados. Definição de Listas de Pesquisa (Lookup Lists) O Sistema de Gestão de Bases de Dados MS Access

Leia mais

Software de Apoio a Gabinetes na Elaboração de Projetos

Software de Apoio a Gabinetes na Elaboração de Projetos SAGEP Software de Apoio a Gabinetes na Elaboração de Projetos www.sofware-global.info SAGEP geral@software-global.info Página 1 de 30 Destina-se a Gabinetes de Engenharia, Arquitectura ou idênticos, onde

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Conteúdos Gestão de ficheiros Explorador do Windows Modos de visualização Operações com pastas, ficheiros

Leia mais

INFORMÁTICA WORD. TELA DO WORD Nome do Arquivo que esta sendo editado: Botão Office Diversos Textos Barra de Títulos Nome do programa: Microsoft Word

INFORMÁTICA WORD. TELA DO WORD Nome do Arquivo que esta sendo editado: Botão Office Diversos Textos Barra de Títulos Nome do programa: Microsoft Word WORD INTRODUÇÃO O MS Word é um editor de textos cujos recursos facilitam a criação de documentos, memorandos, cartas comerciais ou pessoais, enfim, tudo aquilo que se relaciona a texto. Até mesmo páginas

Leia mais

18-10-2009. Microsoft Office 2007 Processador de texto. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos. Formadora: Sónia Rodrigues

18-10-2009. Microsoft Office 2007 Processador de texto. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos. Formadora: Sónia Rodrigues Objectivos da UFCD: Utilizar um processador de texto. Pesquisar informação na. Utilizar uma aplicação de correio electrónico. UFCD 3772 Informática na óptica do utilizador fundamentos Duração: 25 Horas

Leia mais

Acesso do teclado à faixa de opções

Acesso do teclado à faixa de opções Excel > Acessibilidade Atalhos do teclado no Excel 2010 Ocultar tudo Este artigo descreve o que são Dicas de Teclado e como você pode usá-las para acessar a faixa de opções. Ele também lista as teclas

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho

1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho 1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho O Ambiente de trabalho é a imagem que nos aparece no ecrã quando ligamos o computador. As imagens e as cores no ambiente de trabalho variam, mudam de computador

Leia mais

Teclas de atalho e de funções do Excel

Teclas de atalho e de funções do Excel s de atalho e de funções do Excel As listas a seguir contêm as telas de atalho -- combinações com CTRL -- as teclas de função e outras teclas de atalho comuns, além de uma descrição sobre sua funcionalidade.

Leia mais

Sistema de Inscrições Automáticas na Internet. Manual do Utilizador

Sistema de Inscrições Automáticas na Internet. Manual do Utilizador Sistema de Inscrições Automáticas na Internet Manual do Utilizador Versão 1.6 Agosto de 2005 O Sistema de Inscrições Automáticas está disponível nos seguintes anos: 1ºano (repetentes), 2ºano, 3ºano e 4ºano

Leia mais

Módulo de Estatísticas MANUAL DO UTILIZADOR

Módulo de Estatísticas MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Versão 1.4 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA 3 3. CONTROLOS GERAIS DO WINDOWS 4 3.1 ESTRUTURA HIERÁRQUICA 4 3.2 CONTROLO DE DATA 5 4. INÍCIO DA UTILIZAÇÃO 8 5. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Tarefa Orientada 17 Listas de dados

Tarefa Orientada 17 Listas de dados Tarefa Orientada 17 Listas de dados Estudo prático da folha de cálculo Excel - Gestão de listas como base de dados. Conceitos teóricos Lista Série de linhas da folha de cálculo que contém dados relacionados,

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

Transição de POC para SNC

Transição de POC para SNC Transição de POC para SNC A Grelha de Transição surge no âmbito da entrada em vigor, no ano de 2010, do Sistema de Normalização Contabilística (SNC). O SNC vem promover a melhoria na contabilidade nacional,

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

Turma. PowerPoint 2003

Turma. PowerPoint 2003 PowerPoint 2003 Apresentação O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações. Com ele você poderá criar rapidamente slides com esquemas, textos animados, sons e

Leia mais

Estrutura de um endereço de Internet

Estrutura de um endereço de Internet Barras do Internet Explorer Estrutura de um endereço de Internet Na Internet, cada servidor tem uma identificação única, correspondente ao endereço definido no IP (Internet Protocol). Esse endereço é composto

Leia mais

Squeak Componente Livro. Luís Valente, 2009

Squeak Componente Livro. Luís Valente, 2009 Squeak Componente Livro Luís Valente, 2009 No projecto, abra o catálogo de objectos (pode utilizar o ícone na barra de menus ou o item catálogo de objectos,no menu Projecto). No catálogo de objectos escolha

Leia mais

Inquérito Trienal à Actividade nos Mercados de Câmbios e de Produtos Derivados

Inquérito Trienal à Actividade nos Mercados de Câmbios e de Produtos Derivados Inquérito Trienal à Actividade nos Mercados de Câmbios e de Produtos Derivados IMCD Ambiente Windows 2000, Windows NT 4.0 ou superior Desenvolvido em Visual Basic 6.0 e Crystal Reports 7.0 Suporte de dados

Leia mais

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Unidade 2 Utilização do ambiente operativo Windows Aplicações Sistema Operativo ROM BIOS Processador+memória+... Software aplicacional

Leia mais

1. Abrir o Processador de Texto - Microsoft Word 1.1. Clique no botão Iniciar, comando Todos os Programas e escolha Microsoft Word.

1. Abrir o Processador de Texto - Microsoft Word 1.1. Clique no botão Iniciar, comando Todos os Programas e escolha Microsoft Word. Conteúdos Ambiente de Trabalho Criação de um Documento Edição de um Documento 1. Abrir o Processador de Texto - Microsoft Word 1.1. Clique no botão Iniciar, comando Todos os Programas e escolha Microsoft

Leia mais

Como Fazer um Vídeo no Windows Movie Maker

Como Fazer um Vídeo no Windows Movie Maker Como Fazer um Vídeo no Windows Movie Maker Versão deste documento: 1 1 Data de edição deste documento: 20 de Julho de 2011 1. Vá ao Iniciar -> Todos os Programas -> Movie Maker 2..Este é o aspecto do Movie

Leia mais

Associação Educacional Dom Bosco Curso de Engenharia 1º ano

Associação Educacional Dom Bosco Curso de Engenharia 1º ano Formatação condicional utilizando o valor da célula O que é? Algumas vezes é preciso destacar os valores, ou seja, como colocar em vermelho ou entre parênteses, os negativos, e de outra cor os positivos,

Leia mais

Agente Administrativo do MTE

Agente Administrativo do MTE PowerPoint 2003 Apresentação O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações. Com ele você poderá criar rapidamente slides com esquemas, textos animados, sons e

Leia mais

Guia de Rede MediCap USB300

Guia de Rede MediCap USB300 Guia de Rede MediCap USB300 Aplica-se às versões de firmware 110701 e mais recentes 1 Introdução... 2 Instruções Preliminares... 2 Como Configurar o Acesso Através da Rede ao Disco Rígido do USB300...

Leia mais

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I APRESENTAÇÃO... 1 AMBIENTE DE TRABALHO... 2 A folha de cálculo... 2 O ambiente de trabalho do Excel... 3 Faixas de Opções do Excel... 4 - Guia

Leia mais

Microsoft Office Excel 2007

Microsoft Office Excel 2007 1 Microsoft Office Excel 2007 O Excel é um programa dedicado a criação de planilhas de cálculos, além de fornecer gráficos, função de banco de dados e outros. 1. Layout do Excel 2007 O Microsoft Excel

Leia mais

ÍNDICE. Acesso para agências...3. Organização por pastas...4. Download das facturas a partir do site...5. Pesquisa de facturas...8

ÍNDICE. Acesso para agências...3. Organização por pastas...4. Download das facturas a partir do site...5. Pesquisa de facturas...8 2 ÍNDICE Acesso para agências...3 Organização por pastas...4 Download das facturas a partir do site...5 Pesquisa de facturas...8 Configurar notificações por email...11 3 Bem-vindo ao manual de uso do novo

Leia mais