CEM FACETAS DO SR. DIAMONDS. Volume 12: Ofuscante

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CEM FACETAS DO SR. DIAMONDS. Volume 12: Ofuscante"

Transcrição

1

2

3 Emma Green

4 CEM FACETAS DO SR. DIAMONDS Volume 12: Ofuscante

5 1. Reencontro Não sei por quanto tempo permaneci ali, a fixar o papel de parede do pequeno escritório de meus pais, com os olhos no vazio e cheios de lágrimas. Longos minutos depois desse telefonema devastador, a voz de Gabriel ainda ressoa em minha cabeça. Seus soluços abafados me arrasaram, não sei mais onde estou, em que planeta, em que dimensão. Suas palavras soaram como uma sentença. Ele me ama, mas ainda a ama, a ela também, estou convencida disso. Eu deveria me odiar por ter sido

6 tão ingênua, por haver acreditado que eu lhe bastaria, que ele não ele não se perturbaria com esse reencontro com sua noiva ressuscitada. Eu deveria gritar, lutar, ligar para ele de novo, obrigá-lo a me dizer mais a respeito, mas estou sem forças. La porte en bois clair s ouvre et ma sœur pousse un cri d étonnement en me voyant là, prostrée. Amandine, o que houve dessa vez? Estamos esperando você há meia hora! Gabriel e Eleanor, digo, sem conseguir pronunciar mais do que três palavras. Ele a encontrou?! Pergunta-me ela, com um brilho de curiosidade no olhar.

7 Pensei que ela se preocuparia ao me encontrar sentada no chão, em prantos, mas me dou conta de que isso não é típico dela. Camille não é realmente indiferente, nem egoísta, simplesmente não sabe como reagir nesse tipo de situação. Me tomar nos braços e me consolar, já seria um bom começo Sim. Ela ou sua pista? Ele a viu? Ele a tocou? Camille, não está me ajudando muito Se não me contar tudo, não posso ajudá-la, irmãzinha, diz docemente,

8 sentando-se ao meu lado no carpete cinza. Ele não me disse mais nada. Só que a tinha encontrado e que estava perdido. Perdido? Você quer dizer que ele não sabe mais onde está? Com relação a você? Típico dos homens, eles são incapazes de fazer uma escolha! Camille, eu disse, quase implorando, para que ela pare de mergulhar a faca na ferida. Amandine, juro a você que se ele deixar você por ela, eu, eu Chega! Camille, está na hora de levar Amandine para casa! Intervém Silas, vindo de lugar nenhum.

9 Ver este semblante divino, quase similar ao de Gabriel, me arrasa um pouco mais. Rompo em soluços, incapaz de controlar a onda de tristeza que me invade. O gêmeo me ergue suavemente do chão e me conduz até seu carro, enquanto minha irmã se encarrega de avisar aos meus pais e de pegar as minhas coisas. No caminho, o casal permanece calado, mas troca olhares misericordiosos. Como se soubessem que minha sorte estava selada, que minha história de amor terminara, que Gabriel acabava de escolher e que Eleanor tinha vencido. Há dois dias, não consigo pregar o olho. Não fui trabalhar, não vi ninguém,

10 quase não engoli nada. Passei horas olhando fixo para as telas do telefone e do computador, mas nada aconteceu. Odeio enormemente Gabriel por me infligi este silêncio, me manter à distância, não me poupar todo este sofrimento. A incerteza, a dúvida, não tem nada pior. «Não sei Não sei mais» : esta maldita frase não me sai da cabeça, como se alguém tivesse decidido me torturar e apertar o botão «repeat». Amargamente, eu me dou conta de que este alguém é Diamonds. O homem a quem amo mais que tudo me trata como alguém desprezível e eu quero mais. Tenho a impressão de déjà-vu

11 Marion me persegue sem cessar desde que Camille lhe explicou a situação. Resisti, não respondi a um único telefonema nem aos seus SMS. Ouvir todas as coisas ruins que ela tem a dizer sobre Gabriel, não é isso que vai me aliviar. Se bem que Depois de ter assistido vagamente ao filme do domingo à noite, eu me preparo para ir para a cama quando a campainha toca. Uma vez. Duas vezes. Dez vezes. Marion Aubrac, vou estripá-la! É mesmo ela que está atrás da porta,

12 com um sorriso constrangido nos lábios. Tristan está ao seu lado, encostado à parede. Eu lhes faço sinal para entrar, sem lhes dirigir uma palavra. Finalmente, minha melhor amiga quebra o silêncio e começa as hostilidades. Espantoso Bom, Amandine, você não vai se deixar morrer por este cretino! Como? Você ouviu muito bem. Fizemos bem em vir, estou certa de que há três dias você não come! Eu queria ir a sua casa ontem, mas Camille e Tristan me proibiram. Eles me pediram para deixála respirar, como se isso fosse mudar

13 alguma coisa, acrescenta, lançando um olhar assassino a seu irmão. A morena invasora encontra uma panela em meus armários, acende uma placa de vitrocerâmica e esvazia a sacola que levava no ombro. Aparentemente, o cardápio do dia é imposto: bistecas, ratatouille em caixa e fondants de chocolate. Marion, são 23h00. Quero tudo, menos uma bisteca. Eu sei, mas você vai se forçar, você precisa comer, está parecendo um cadáver! Carne vermelha, isso vai levantar as suas forças!

14 Eu me volta para Tristan para que ele me ajude a colocar sua irmã de volta em seu lugar, mas descubro que esta noite, os Aubrac estão unidos contra mim e meu estômago embrulhado Sinto muito, Amandine, mas por uma vez ela tem razão! Durante quinze minutos, observo o irmão e a irmã brigarem gentilmente a propósito da refeição. Tristan me serviu uma taça de vinho tinto que beberico preguiçosamente vendo minha cozinha se transformar em campo de batalha. Marion obriga seu irmão a vestir meu avental rosa bombom e usa o sotaque do Midi quando se dirige a ele. Ao mesmo

15 tempo irritado e divertido, ele a coloca de volta em seu lugar na primeira ocasião, o que lhe vale utensílios jogados na cara. Não sou trouxa, eu os conheço de cor. Fazem o possível para me fazer esquecer minha dor, me distrair, me fazer rir. E funciona. Como eu amo esses dois Mas muito depressa, a dor volta. Depois de alguns bocados, afasto o prato, incapaz de ir mais longe. Marion e Tristan, que comiam com pouco apetite, fazem o mesmo, aparentemente inquietos. Por uma vez, minha melhor amiga não faz comentários e é seu irmão que mete os pés pelas mãos.

16 A vida continua, Amandine. Sei que isso é doloroso, estou em situação de sabê-lo, mas você vale mais do que isso. Mais do que o quê? Mais do que bancar a moça desolada que manda tudo às favas por causa de um cara que não sabe o que quer. Você precisa reagir, minha bela, acrescenta Marion, colocando suavemente sua mão sobre a minha. Não quero os vossos conselhos, nem vossa piedade! Os senhores não sabem do que estão falando! Digo, esquivando-me a esse gesto de ternura. E depois, o que é você sabe a respeito do amor, Marion? Do verdadeiro, do

17 grande, daquele que a gente partilha durante mais de uma semana? Amandine, não precisa mostrar as garras! Não fique com raiva de Marion, ela só quer o seu bem, mesmo que careça cruelmente de tato, me responde Tristan, fitando sua irmã. Obrigada, mas sou adulta. Talvez eu não saiba o que você está vivendo, Amandine, mas, enquanto isso, estou sempre aqui. Onde está o seu Diamonds? Não sei Certamente está com ela, confessei, enquanto minhas lágrimas se põem a rolar de novo. Marion se levanta, vem até mim e me aperta de encontro a ela. Abro as

18 comportas e explodo em soluços em seus braços, durante uma eternidade. Ela acaricia delicadamente meus cabelos para acalmar meu corpo percorrido por espasmos e ao fim de alguns minutos, Tristan se junta a nós, criando «carinho em grupo!» Rimos todos os três, as tensões já estão distantes e eu agradeço a eles por esta visite inesperada e apaziguadora. Justo antes de eles irem embora, uma questão importante me vem à cabeça Tristan, teve notícias de Violeta? Sim e não. Ela me mandou um longo para se explicar, mas depois desativou seu endereço eletrônico e seu número de telefone.

19 O que ela diz no ? Pergunta Marion, que não está mais a par do que eu. Coisas pessoais. Mas em linhas gerais, ela se desculpa, explicando-me que sua irmã sofreu tanto que ela se sentiu obrigada a ajudá-la. Correndo o risco de passar por uma Peste ignóbil? Intervém Marion. Louca manipuladora? Acrescentei. Psicopata? Hipócrita? Feiticeira? Continua Marion. Está bem, meninas, já entendemos! Ralha Tristan, nem um pouco divertido com as nossas palavras. Risquei Violeta de minha vida, as senhoritas deveriam fazer o mesmo.

20 Quando meu despertador, acertado pelo France Info se põe a gritar, eu me dou conta, com horror, que é manhã de segunda-feira. Corro até meu telefone esperando encontrar um sinal de vida de Gabriel, mas a tela touch não me mostra nenhuma mensagem. O dia está começando bem Adapto a roupa do dia a meu humor: um vestido curto preto mas apertado, um colete e sapatilhas combinando, pouca maquiagem e os cabelos soltos. Marcus vai me perguntar se alguém morreu

21 Ah não, esqueci, ele está de férias! Este dia está começando MUITO bem Como se não bastasse minha morosidade, o caminho até a Agência de Modelos Prestígio está cheio de armadilhas nesta cinzenta manhã de setembro. A chuva torrencial, o metrô lotado, depois bloqueado várias vezes, o Starbucks fechado por causa de obras: a sorte continua! É com carência de sono e de cafeína que subo até o sétimo andar. A porta metálica se abre e eu já conto as horas que me separam de minha liberdade. Sentando-me em meu escritório, dou uma última olhada para

22 meu celular e vislumbro com surpresa duas mensagens não lidas de Gabriel que datam de mais de uma hora atrás. Como pude não ouvi-las? Meu coração bate muito forte. [Esteja em sua casa esta noite.] [Responda-me, Amande.] Você está sonhando, Diamonds Por quem ele se toma?! Mas o que será que ele ainda me vai anunciar? Uma parte de mim gostaria de gritar de alívio e de alegria diante da ideia de

23 reencontrá-lo. A outra parte está dividida entre o medo de perdê-lo definitivamente e a vontade de fazê-lo pagar por sua cruel ausência. Decididíssima a ignorá-lo, faço desaparecer o meu Smartphone enfiando-o em uma gaveta. É a minha vez de bancar a rainha do silêncio Vou até a cafeteria para afogar minha raiva em três expressos, mas, em meus pensamentos, quase esbarro no Senhor dândi em chefe. Ferdinand de Beauregard, fantasiado em seu último terno Armani, me interrompe em meu elã e me mede com seu olhar pensativo.

24 Decididamente, a senhorita adora flertar comigo! Brinca. Sinto muito, digo, murmurando. Bom dia, Ferdinand. Bom dia, Amandine, estou contente que esteja de volta. A senhorita está melhor? Uma gripe, Amandine, você se ausentou por causa de uma gripe! Sim, só peguei uma gripe, obrigada A senhorita vai engolir seu litro de café diário? Eu a acompanho Por sorte, não há ninguém por perto e nenhum colega nos surpreende, durante

25 quase trinta minutos, sentados um de frente para o outro da mesa redonda. De Beauregard está de humor tagarela e aparentemente, está determinado a me fazer falar Diga-me tudo, Amandine, o que é que está atormentando a senhorita? Enquanto patrão, devo cuidar de meus empregados! Acrescenta, vendo-me erguer os olhos para o céu. O que faz o senhor dizer que existe alguma coisa me atormentando? Começo a conhecer bem a senhorita. Logo a senhorita não terá mais segredos para mim, Amandine Fazer confidências a seu chefe não é muito profissional, não?

26 Cabe à senhorita julgá-lo. Pessoalmente, não vejo nada de mal nisso E depois a senhorita é tão bonita quando está amuada, deixe-me aproveitar um pouco mais! Acrescenta, dirigindo-me um sorriso com o canto da boca. Não tenho mais quatro anos, Ferdinand, não estou amuada, estou preocupada. Diamonds fez novamente das suas? Pode-se dizer que sim Minha opinião importa pouco para a senhorita, imagino, mas tem uma coisa que não entendo. A senhorita parece não ser alguém que se deixa pisar Por que age diferente com ele?

27 Porque eu o amo. E o senhor acertou, vossa opinião me interessa pouco. A senhorita acha realmente que o amor deve forçosamente infligir tantos sofrimentos? Que seu milionário não tem nada a se censurar? Não sou ingênua, tenho consciência de que nossa história é complicada, mas A senhorita jamais diz a si mesma que com outro alguém, mais comprometido, menos egoísta, seria mais simples, mais leve? O amor não foi feito para ser simples, muito menos leve! Não acredite nisso, Amandine. É

28 assim que eu amo Mas isso também importa pouco à senhorita. Durante longos segundos, nossos olhares se fixam, mergulhados um no outro. Sou pega de surpresa, a sinceridade deste homem, comumente tão jogador, me desarma. Perigo O que está tentando me dizer? Falo, um pouco hesitante. Que é hora de voltar ao trabalho, Senhorita Carinha de Anjo! Clama um pouco alto demais para, presumo, mascarar sua própria perturbação.

29 Levanta-se sorrindo para mim, me dirige uma pequena reverência e toma o caminho do escritório. FDB e suas duas facetas: insuportável e sedutor ou insuportável e encantador Este dia passou em câmara lenta e eu deixo a agência às 19h00 em ponto, suspirando. Evidentemente não consegui tirar da cabeça os SMS de Gabriel, mas aguentei: não lhe respondi. O que significa seu «Esteja em casa esta noite»? Por que essa frieza? Será que se prepara para renunciar a nós? Para me anunciar que Eleanor e ele já marcaram a data do casamento? Este pensamento

30 me dá náuseas Ao sair do edifício haussmaniano, levanto a cabeça e cruzo com um rosto familiar. Boa noite, senhorita Baumann, o Sr. Diamonds me enviou. Pediu-me que levasse a senhorita a Bercy. Boa noite. Obrigada, mas prefiro pegar o metrô. Se o Sr. Diamonds quiser que eu entre no carro, que ele mesmo venha me buscar. Entendido, darei o recado. Bom fim de dia, senhorita. Eu me afasto, esperando não ter feito este homem perder o emprego e amaldiçoando Gabriel. O que ele está pensando que é? Nada disso é típico

31 dele! Ele vai me deixar, ele vai me deixar, ele vai me deixar Penetrando em meu apartamento, quase quarenta e cinco minutos mais tarde, sou assaltada pelos eflúvios divinos de seu perfume. Nenhuma dúvida, ele está aí! Um sopro de pânico se apodera de mim, hesito em dar meiavolta e fugir a toda a velocidade. Mas ele já está plantado na entrada da sala, seu olhar azul-celeste me medindo com dureza. De camisa azul-claro e jeans cru, seus braços bronzeados cruzados de encontro ao peito musculoso, fixa-me sem se desviar e o première pensamento

32 que me vem à cabeça me exaspera: penso que ele nunca esteve tão bonito. Primeiro, você não me responde. Depois, manda embora meu motorista, diz, com o maxilar crispado. Pelo que vejo, nada lhe escapa! Respondo, mordaz. Amande, diz, caminhando em minha direção. Não se aproxime de mim! Desta vez não estou brincando. Diga-me o que tem que dizer e retire-se! Ele me pega na palavra e se imobiliza, espantado, depois furioso. O que está dizendo? Amandine, eu

33 estou O que? Você está o que dessa vez? Desolado? Pressionado? Perdido? Você não sabe, você não sabe mais? Gritei, insistindo nesta última frase. Acalme-se! Não! Esta foi demais! Desaparecer por dias, deixar-me morrer em um canto, sem me dizer nada! Deixe-me ao menos falar! Você estava com ela, é isso? Pronto, você pouco se importa comigo, eu não existo mais! Ele pula em cima de mim e por mais que eu resista, não consigo. Ele me cola brutalmente à parede e coloca sua mão em minha boca, para me impedir de

34 gritar. Seu perfume inebriante inunda minhas narinas e já o calor de sua pele me faz perder a cabeça, apesar de mim. Agora você vai fechar sua boca linda e me escutar, Amandine Baumann, grita, com uma voz rouca e atrozmente viril. Silas me contou em que estado você ficou depois de meu telefonema. Eu não queria torturá-la mais, então desapareci para acertar as minhas contas com Eleanor e deixá-la fora de tudo isso. Se você acha que vai usar desse pretexto para se livrar de mim, está enganada! Não me diga nunca mais para ir embora, está ouvindo?! Onde quer que você esteja, o quer que faça, eu sempre a encontrarei e você não

35 poderá fazer nada para me tirar da sua vida! Você me pertence, entendeu?! Ele retira a mão para liberar minha boca, mas não tenho tempo de acrescentar nem uma palavra. Seus lábios vorazes e formidáveis já estão sobre os meus e forçam a passagem. Eu me abandono ao seu domínio, aturdida com o que acabo de ouvir. Depois suas mãos de ferro me erguem e me levam na direção do quarto. Uma a uma, as minhas roupas caem no chão Aninhada em seus braços, acordo lentamente. Este corpo a corpo apaixonado conseguiu acalmar algumas de minhas angústias, mas não todas

36 Continuo sem saber mais a respeito de seu reencontro com a ex-noiva. Gabriel? Digo, quebrando o silêncio perfeito que reinava no quarto. Hum? Responde, um pouco grogue. Conte-me Eleanor Mais tarde, consegue pronunciar, apertando-me contra si. Estava com tantas saudades Fácil demais, Diamonds Preciso saber. Ela está em Paris? Sim. Você a viu? Rapidamente. Mas por ora não posso dizer mais.

37 Tento protestar, mas seus lábios já se insinuam em meu pescoço, suas mãos se aventuram em minha pele nua e as minhas barreiras caem. Afinal, isso pode esperar

38 2. Ciúmes Gabriel não me largou. Há uma semana, ele me cobre de atenções todas as noites, mas se recusa a me revelar o que trama durante o dia. Ele não procura dissimular a verdade, não me esconde seus «encontros» com Eleanor, mas se recusa obstinadamente a me contá-las em detalhes. Em detalhes? Eu me contentaria com um breve resumo! Mas não, por mais que eu lhe faça e

39 refaça sempre as mesmas perguntas, meu amante misterioso se contenta em se esquivar e mudar de assunto. Tudo o que sei é que Virgílio logo chega a Paris e que vai ficar com Silas e Camille, para continuar afastado de Eleanor. Apesar dos segredos, Gabriel se mostra atencioso e romântico, não perde uma oportunidade de me surpreender ou de me fazer subir ao sétimo céu. Fomos à Opéra, jantamos à luz de velas, redescobrimos Paris do deque de uma chalana, sobrevoamos a cidade de helicóptero, corremos no Parque Monceau de mãos dadas. Meu amado raramente esteve tão presente e eu suponho que ele tenta se fazer perdoar por seu cruel silêncio dos dias

40 anteriores. Mas o que ele não diz me incomoda. Quando estamos juntos, não consigo, como ele, abstrair sua exnoiva, esquecer a presença de minha rival. Como todas as manhãs desde sua volta, tenho dificuldades para me arrancar a seus braços divinos e mais uma vez, meu amante insaciável tenta me segurar Beauregard pode passar algumas horas sem você, Amande. Eu, em contrapartida, acrescenta, dirigindome um olhar voraz e um sorriso vivaz. Se eu o escutasse, seria posta porta afora, digo, tentando sair da cama.

41 Venha aqui, que eu mostro tudo o que se pode fazer de encontro a uma porta! Diz, enquanto me cola com força a ele, morrendo de rir. Meia hora mais tarde, saio do banho arriscando tudo e opto pela primeira roupa ao alcance da mão no grande closet: uma calça slim branca, um top liberty e escarpim camel. Pego minha bolsa de mão na entrada, enfio meu impermeável e me reúno a Diamonds que está lutando com a cafeteira. Soledad nunca está quando se precisa dela! Ele ironiza. Sim, ela também mereceria ser colocada porta afora! Acrescentei,

42 rindo. Está decidido, vou retirar todas as suas folgas. Ou colocar nela uma pulseira eletrônica para impedi-la de sair? Excelente ideia! Vou pedir duas. Para quem será a segunda? O que acha? Gabriel se joga sobre mim e me beija apaixonadamente. Estou mais de vinte minutos atrasada e ignoro como vou conseguir escapar a seu domínio Finalmente, a cafeteira se digna a funcionar e o toque estridente que ela emite surpreende meu Apolo, que me larga durante um segundo. Aproveito isso para dar meia-volta e fugir rindo.

43 Antes que a porta da propriedade particular se feche atrás de mim, a voz divertida de Gabriel chega até mim Fuja, Amande, você não sabe o que a espera! Mas do que uma pulseira eletrônica, vou encontrar algemas para você! Hum Flashback Marcus enfim voltou da República Dominicana e me fez rir durante boa parte do dia. A brincadeira do dia: perguntar a todos os nossos colegas o que eles acham de seu «bronzeado». É louco isso, nunca se diz a um

44 Black que ele está com boa aparência! Enfim, bem, Adèle, da recepção, me confessou que esta manhã eu era seu raio de sol, já é alguma coisa Mas me diga, está em forma, Amandine, estou com inveja! Tive de suportar este gênero de monólogo durante quase dez horas e percebo até que ponto o escritório ficava calmo sem meu colega preferido. Calmo demais Após haver bebido um mojito bem merecido com ele no fim do dia, pego o metrô para voltar a meu esconderijo. Bem reconfortada por essa conversa

45 com Marcus, estou determinada a lhe subtrair informações. No curso das estações, a voz aguda de meu acólito me volta à cabeça. «Você tem o direito de saber, querida! Os segredos são o veneno dos apaixonados! Pense em Marilyn, olhe aonde isso a levou! Acredite em mim, darling, no seu caso todas as verdades são boas de ouvir!» Ao sair do metrô, espero pacientemente que o semáforo esteja verde para os pedestres. É nesse exato momento que eu a reconheço. Na calçada em frente, Violeta está sentada na parada de ônibus, a cabeça loura inclinada ao telefone. Ela não nota minha presença, nem o fato de eu a fixar

46 com insistência. Não sei como reagir: gritar, atravessar colocando a minha vida em risco para ir ter com ela, ignorá-la e seguir meu caminho? A chegada do ônibus põe fim a minhas hesitações e, consciente de que ela vai me escapar, eu me afobo. Ela vai subir e desaparecer de novo! Passe para o verde, passe para o verde, passe para o verde!!! Sinal verde. Lanço-me para diante a toda velocidade e atravesso na faixa de pedestres me insinuando entre os transeuntes, os carrinhos e os cachorros nas coleiras, mas é tarde demais. O

47 ônibus voltou a se pôr em marcha e como eu temia, Violeta subiu a bordo. Cinco minutos mais tarde, Gabriel me recebe com um grande sorriso, mas eu não consigo disfarçar minha frustração nem meu mau humor. Amande amarga? Diz, beijandome suavemente. Amandine Baumann. Estou vendo Posso saber o que está acontecendo? O que era que Violeta fazia aqui? Pode-se ler a confusão em seu belo rosto. Gabriel certamente esperava que eu voltasse mais tarde, não achava que eu iria cruzar com a irmã de Eleanor.

48 Ela chegou sem avisar. Queria falar de Eleanor. Então fala disso com todo mundo, menos comigo, é isso mesmo? Amande, não comece. Sabe muito bem porque estou fazendo isso. Se fizesse isso realmente por seu filho, não guardaria todo esse segredo! Por que é que eu não tenho direito de saber? Porque não quero fazê-la sofrer mais Então está agindo como um idiota, porque imagine, está me fazendo sofrer! E mais do que pensa! O que é que você quer saber? Tudo!

49 Eu a revi cinco vezes. Ela está em estado de alerta, não me revelou muita coisa, exceto que não quer mais viver escondida e que deseja encontrar Virgílio. Disse a ela que isso levaria tempo, que eu precisava que ele tivesse novamente confiança em mim. Eu me recuso a brincar com as emoções de meu filho! Quero ter a prova de que ela está mentalmente bem e de que não o vai ferir de novo. Onde você a vê? Em diferentes lugares. Restaurantes, cafés, parques. Nunca aqui? Não, eu a proibi de vir. Você aceitaria que eu a

50 encontrasse? Não, é cedo demais. Ela sabe de nós? Sim, eu lhe disse tudo. Então ela não procura recuperar você? Não. Tem certeza disso? Eu sabia! Foi por você que ela voltou! Ela procura nos destruir e se me deixar de lado, vai acabar por conseguir! Amandine, isso não tem nenhuma importância! O que conta é que eu sei o que quero. Ela faz parte de meu passado. Você é meu presente, meu futuro. Entre vocês, fiz minha escolha.

51 Você tem maneiras estranhas de me mostrar isso Acha? Sem pedir minha opinião, ele me toma pela mão e me leva até a sala. Tento lhe escapar, sei o que ele tem na cabeça e não tenho o que censurar. Há uma semana, estamos como que magnetizados um pelo outro, nossos corpos estão em perfeita osmose e me é impossível resistir a esta atração ao mesmo tempo divina e demoníaca. Em seus braços, esqueço tudo, a doçura e o perfume almiscarado de sua pele me inebriam, sua virilidade me faz perder o sentido das coisas reais.

52 9h15. Ferdinand ainda vai me fazer sermão, provavelmente acompanhado por uma pequena observação ao mesmo tempo ambígua e fora de propósito. «Amandine, todos os dias, desde que vosso milionário reapareceu, a senhorita tem chegado atrasada. Se continuar, serei obrigado a puni-la» Sua voz suave ressoa em minha cabeça enquanto me preparo para entrar na agência, mas meu telefone toca e eu paro imediatamente. Oi, irmãzinha, é Camille! Você, de pé a esta hora?! Silas me acordou de madrugada,

53 ele foi buscar Virgílio no aeroporto. E para seu governo, desde que Oscar dorme a noite toda, acordo às 9h00 todos os dias! Que proeza, digo, sem grande convicção. Estou com pressa, queria me dizer alguma coisa em particular? Queria lhe confiar um segredo, mas visto seu estado de humor, não tenho certeza de lhe dar esse presente Se me pega pelos sentimentos Estou escutando, querida irmã mais velha! Assim é melhor. Eu deveria te chantagear com mais frequência! Camille! Estou com pressa! OK, OK! Eu vi Eleanor! O quê?

54 Ela contatou Silas ontem, pediu a ele que a encontrasse em um café em Montmartre. Evidentemente, você me conhece, fiz uma cena. Sou ciumenta e o assumo! Em resumo, ele acabou por aceitar que eu o acompanhe. Se você visse a cara de Eleanor quando me viu chegar! Alô? Tem alguém aí? Eu estou aqui Bom, em resumo, ela é bonita, enfim, mais que bonita, ela é muito bonita. É louco como se parece com você! Não leve a mal, mas é você com mais classe e mais mulher fatal. E parece mais jovem do que sua idade,

55 jamais se suporia que tem um filho de 13 anos! Foi muito rápido, ela mal me dirigiu a palavra, mas estava muito emocionada de encontrar Silas. Ele, ao menos, se comportou bem, permaneceu frio, distante. Ele não a poupou, você teria adorado! Ainda está aí? Sim. E? E ela sustenta que reapareceu unicamente por causa de Virgílio, mas custo a acreditar nisso. Desconfie, Amandine, esta moça persegue Gabriel, não tenho nenhuma dúvida! Obrigada pela informação. Tenho de ir, digo, completamente desapontada. Amandine? Sim?

56 É a você que ele ama Por ora Estou furiosa. Não, a palavra é fraca demais. Furibunda. Esta moça assinou minha sentença de morte, enfim, a de minha relação com Diamonds, e se pavoneia em toda a Paris fingindo ter boas intenções. Logo vou tomar conhecimento de que meus pais, Marion, Tristan, Marcus e até Janet Jackson a encontraram! Quando penso que Gabriel não quer me meter nisso, que se recusa a me apresentar a ela Vou acabar por acreditar que ele não quer me proteger, mas que tem vergonha de mim!

57 * * * Amandine, por uma vez estamos sincronizados Está subindo? Diz meu dândi em chefe abrindo a porta do elevador. Bom dia, Ferdinand, sinto muito pelo atraso. Oh! O senhor sabe, agora é costume. Não reajo a sua pequena provocação e me contento em fixar as paredes da gaiola metálica. Perdida em meus pensamentos, não me dou conta de que chegamos ao sétimo andar. Amandine?

58 Sim? A senhorita pretende sair ou prefere passar o dia fechada comigo no elevador? Se for um tête-à-tête o que a senhorita deseja, conheço um restaurante italiano muito bom, pertinho daqui. São 9h30 da manhã Reserva para duas às 19h30 esta noite, está marcado! Não se esqueça de avisar vossa candidata Enfim, vossa conquista da semana. Não fraqueje, Amandine, não suporto as pessoas que não cumprem com suas promessas. Nem eu, digo amargamente, pensando em Gabriel.

59 O grande moreno já foi embora, mais arrumado do que nunca em seu terno Hugo Boss. Será que eu realmente acabo de aceitar esse jantar? Não sei o que deu em mim para não mandá-lo passear. Enfim, tenho um plano. Vingança Uma injeçãozinha de ciúme não fará mal a você Diamonds * * * Quase não a vi durante o dia por causa desses malditos encontros, foi tudo bem? Pergunta-me Ferdinand, enchendo meu copo de chianti.

60 Espanta-me que o chefão, também rei da eloquência, deseje falar de trabalho. Desde que nos encontramos nesta bela trattoria e nos instalamos em uma mesa dando para um pátio arborizado, ele se comporte como um verdadeiro cavalheiro. Decididamente, Beauregard é cheio de surpresas. Quando penso haver visto tudo a respeito de sua personalidade, ele me prova o contrário. Enquanto degustamos antepastos, eu o ouço me falar da história da agência desde sua criação, até que o assunto se esgota. Quando o garçom nos traz a sugestão do chefe, um risoto com camarões e aspargos, Ferdinand já perdeu suas boas

61 maneiras A senhorita está pensando nele? Como? Observei que quando a senhorita franze vosso belo narizinho, Diamonds nunca está longe. Pelo menos em vossos pensamentos. Tranquilize-me, a senhorita não lhe disse nada, ele não me vai quebrar a cara? Acrescenta, rindo. Não, ele não sabe que estamos juntos. Mas não imagine coisas, este jantar não significa nada, aceitei vosso convite por educação, ponto final. Não me faça crer que ele não teria ciúmes ao nos ver nesta mesa! Ele confia em mim. Mesmo? Os homens adoram dizer

62 isso, mas não pensam em uma só palavra. A senhorita lhe pertence, ele já me disse, lembra? Sim, foi no começo. Quando ele tomava o senhor por Um o quê? Um colecionador. De mulheres? Sim. Mas eu sou. Tanto melhor para o senhor. Eu o serei enquanto não houver encontrado a boa. Se é que ela existe. Talvez ela esteja a minha frente. Continue procurando. Mas procure melhor. Tudo o que sei é que espero aquela

63 que me entenda, que saiba me colocar de novo em meu lugar e me faça esquecer todas as outras. Como a senhorita o faz tão bem. Perdeu a fala? Consegui perturbála? Do que está brincando, Ferdinand? De nada. A senhorita sabe, a senhorita não é cega. Nem estúpida. Não sei de nada, exceto que trabalho para o senhor e que tecemos elos de amizade. Sim, e se for o que a senhorita deseja, isso não vai mudar. Não desejo nada mais, Ferdinand. Então está combinado.

64 Perfeito. O que é que a senhorita ama nele? De verdade? Sim, quero entender. Tudo. Pode parecer idiota, mas é a verdade. Mesmo quando ele me faz sofrer, não posso me afastar dele. Ele se tornou a minha, digo, sem conseguir encontrar as palavras. Razão de viver? Bússola? Droga? Tudo isso ao mesmo tempo, sim. Espero que ele tenha consciência da sorte que tem O senhor está se repetindo, não é a primeira vez que me diz isso, brinquei, pousando meu copo. Não é a primeira vez que tenho

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série.

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. EE Bento Pereira da Rocha HISTÓRIA DE SÃO PAULO Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. História 1 CENA1 Mônica chega

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

Belo reparo. capítulo um. No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas. Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor

Belo reparo. capítulo um. No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas. Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor capítulo um Belo reparo Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas preciosas com ouro. O resultado é uma peça que nitidamente foi quebrada,

Leia mais

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem.

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem. Pais e filhos 1º cena: música ambiente (início da música pais e filhos legião urbana - duas pessoas entram com um mural e começam a confeccionar com frases para o aniversário do pai de uma delas (Fátima),

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

SARAMAU. Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva

SARAMAU. Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva SARAMAU Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva CENA 1 Saramau entra no palco leve e com um ar de alegria e paz. ela acaba de compreender que ama de verdade José o seu marido. Ela entra chamando pelo

Leia mais

A Última Carta. Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead)

A Última Carta. Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead) A Última Carta Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead) E la foi a melhor coisa que já me aconteceu, não quero sentir falta disso. Desse momento. Dela. Ela é a única que

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Só que tem uma diferença...

Só que tem uma diferença... Só que tem uma diferença... Isso não vai ficar assim! Sei. Vai piorar. Vai piorar para o lado dela, isso é que vai! Por enquanto, só piorou para o seu, maninho. Pare de me chamar de maninho, Tadeu. Você

Leia mais

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento Eu e umas amigas íamos viajar. Um dia antes dessa viagem convidei minhas amigas para dormir na minha casa. Nós íamos para uma floresta que aparentava ser a floresta do Slender-Man mas ninguém acreditava

Leia mais

Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história.

Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história. Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história. Nem um sopro de vento. E já ali, imóvel frente à cidade de portas e janelas abertas, entre a noite vermelha do poente e a penumbra do jardim,

Leia mais

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas).

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Titulo - VENENO Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Corta para dentro de um apartamento (O apartamento é bem mobiliado. Estofados

Leia mais

CEGO, SURDO E MUDO (porque nao?) LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F.

CEGO, SURDO E MUDO (porque nao?) LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F. FRUTO PROIBIDO FRUTO PROIBIDO 1 Cego, surdo e mudo (porque não?) 2 Mundo inteiro 3 Acordo a tempo 4 Contradição 5 A água não mata a fome 6 Quem és é quanto basta 7 Nascer de novo (és capaz de me encontrar)

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet Brasil licencia seus materiais de forma aberta através do Creative Commons.

Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet Brasil licencia seus materiais de forma aberta através do Creative Commons. Olá, você esta acessando um dos materiais vencedores no concurso InternÉtica 2011, realizado pela SaferNet Brasil e o Instituto Childhood Brasil. Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet

Leia mais

Tenho um espelho mágico no porão e vou usá-lo.

Tenho um espelho mágico no porão e vou usá-lo. Capítulo um Meu espelho mágico deve estar quebrado Tenho um espelho mágico no porão e vou usá-lo. Jonah está com as mãos paradas em frente ao espelho. Está pronta? Ah, sim! Com certeza estou pronta. Faz

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME CENA 1. HOSPITAL. QUARTO DE. INTERIOR. NOITE Fernanda está dormindo. Seus pulsos estão enfaixados. Uma enfermeira entra,

Leia mais

Efêmera (título provisório) Por. Ana Julia Travia e Mari Brecht

Efêmera (título provisório) Por. Ana Julia Travia e Mari Brecht Efêmera (título provisório) Por Ana Julia Travia e Mari Brecht anaju.travia@gmail.com mari.brecht@gmail.com INT. SALA DE - DIA. VÍDEO DE Números no canto da tela: 00 horas Vídeo na TV., 22, com seus cabelos

Leia mais

Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille. Água

Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille. Água Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille Água Tu és um milagre que Deus criou, e o povo todo glorificou. Obra divina do criador Recurso

Leia mais

RECADO AOS PROFESSORES

RECADO AOS PROFESSORES RECADO AOS PROFESSORES Caro professor, As aulas deste caderno não têm ano definido. Cabe a você decidir qual ano pode assimilar cada aula. Elas são fáceis, simples e às vezes os assuntos podem ser banais

Leia mais

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias Lucas Zanella Collin Carter & A Civilização Sem Memórias Sumário O primeiro aviso...5 Se você pensa que esse livro é uma obra de ficção como outra qualquer, você está enganado, isso não é uma ficção. Não

Leia mais

História Para as Crianças. A menina que caçoou

História Para as Crianças. A menina que caçoou História Para as Crianças A menina que caçoou Bom dia crianças, feliz sábado! Uma vez, do outro lado do mundo, em um lugar chamado Austrália vivia uma menina. Ela não era tão alta como algumas meninas

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

O porco é fisicamente incapaz de olhar o céu. ( 7 )

O porco é fisicamente incapaz de olhar o céu. ( 7 ) O porco é fisicamente incapaz de olhar o céu. Isso o Ricardo me disse quando a gente estava voltando do enterro do tio Ivan no carro da mãe, que dirigia de óculos escuros apesar de não fazer sol. Eu tinha

Leia mais

Arte do Namoro - Manual de Como Seduzir pelo Telefone por Rico 2009-2010, Todos Direitos Reservados - Pg 1

Arte do Namoro - Manual de Como Seduzir pelo Telefone por Rico 2009-2010, Todos Direitos Reservados - Pg 1 Direitos Reservados - Pg 1 Aviso aos que se acham malandros, ou que querem ser processados ou parar na cadeia. Este livro é registrado com todos os direitos reservados pela Biblioteca Nacional. A cópia,

Leia mais

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

Super.indd 5 6/1/2010 17:05:16

Super.indd 5 6/1/2010 17:05:16 Super é o meu primeiro livro escrito inteiramente em São Paulo, minha nova cidade. A ela e às fantásticas pessoas que nela vivem, o meu enorme obrigado. E esse livro, como toda ficção, tem muito de realidade.

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN

POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN "Pr. Williams Costa Jr.- Pastor Bullón, por que uma pessoa precisa se batizar? Pr. Alejandro Bullón - O Evangelho de São Marcos 16:16 diz assim: "Quem crer e for batizado,

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção CAPÍTULO 007 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS. PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. AGENOR ALBERTO FERNANDO GABRIELE JORGE MARIA CLARA MARIA CAMILLA MARÍLIA

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Eu, Você, Todos Pela Educação

Eu, Você, Todos Pela Educação Eu, Você, Todos Pela Educação Um domingo de outono típico em casa: eu, meu marido, nosso filho e meus pais nos visitando para almoçar. Já no final da manhã estava na sala lendo um livro para tentar relaxar

Leia mais

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki Page 1 of 7 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Poética & Filosofia

Leia mais

noite e dia marconne sousa

noite e dia marconne sousa noite e dia marconne sousa Mais uma noite na terra a terra é um lugar tão solitário cheio de pessoas, nada mais onde se esconderam os sentimentos? um dedo que aponta um dedo que desaponta um dedo que entra

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro. Fábio da Silva. 15/03/2010 até 08/04/2010

ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro. Fábio da Silva. 15/03/2010 até 08/04/2010 ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro de Fábio da Silva 15/03/2010 até 08/04/2010 Copyright 2010 by Fábio da Silva Todos os direitos reservados silver_mota@yahoo.com.br 2. ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE?

Leia mais

início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta

início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta Início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta Lagoa Santa, 2015 Mariana Pimenta 2015

Leia mais

- Mas eu, gosto. Feliz aniversário! Luis já estava com uma nova namorada, e Cecília já estava pensando em ir embora, quando encontrou Nilo.

- Mas eu, gosto. Feliz aniversário! Luis já estava com uma nova namorada, e Cecília já estava pensando em ir embora, quando encontrou Nilo. NILO Esta história que vou lhes contar é sobre paixões. A paixão acontece, não se sabe quando nem porquê, e não podemos escolher os protagonistas da história. Seria tão bom se mandássemos no coração! Mas

Leia mais

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER Edna estava caminhando pela rua com sua sacola de compras quando passou pelo carro. Havia um cartaz na janela lateral: Ela parou. Havia um grande pedaço de papelão grudado na janela com alguma substância.

Leia mais

Dormia e me remexia na cama, o coração apertado, a respiração ofegante. Pensava:

Dormia e me remexia na cama, o coração apertado, a respiração ofegante. Pensava: Não há como entender a ansiedade sem mostrar o que se passa na cabeça de uma pessoa ansiosa. Este texto será uma viagem dentro da cabeça de um ansioso. E só para constar: ansiedade não é esperar por um

Leia mais

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br MUDANÇA DE IMAGEM Os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Isto porque eu não tinha a quem relatar o que me havia acontecido. Eu estava com medo de sair do meu corpo novamente, mas também não

Leia mais

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com Antônio, Sara, Vânia e César. Sala da casa de Antônio e Sara. 1 Um longo silêncio. ANTÔNIO. Vai me deixar falando sozinho? Sara o fita e fica

Leia mais

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia O livro Vanderney Lopes da Gama 1 Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia enfurnado em seu apartamento moderno na zona sul do Rio de Janeiro em busca de criar ou

Leia mais

Copyright. Le Livros. http://lelivros.com

Copyright. Le Livros. http://lelivros.com Copyright Esta obra foi postada pela equipe Le Livros para proporcionar, de maneira totalmente gratuita, o benefício de sua leitura a àqueles que não podem comprála, ou aos que pretendem verificar sua

Leia mais

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa

FIM DE SEMANA. Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa FIM DE SEMANA Roteiro de Curta-Metragem de Dayane da Silva de Sousa CENA 1 EXTERIOR / REUNIÃO FAMILIAR (VÍDEOS) LOCUTOR Depois de uma longa semana de serviço, cansaço, demoradas viagens de ônibus lotados...

Leia mais

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada.

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Cláudia Barral (A sala é bastante comum, apenas um detalhe a difere de outras salas de apartamentos que se costuma ver ordinariamente: a presença de uma câmera de vídeo

Leia mais

Fuga. v_06.02 (julho/2011) Por Laura Barile

Fuga. v_06.02 (julho/2011) Por Laura Barile Fuga v_06.02 (julho/2011) Por Laura Barile laurabarile@gmail.com CENA 1 - EXT. RUA - DIA DORA sai do carro, bate a porta. Usa um vestido sem mangas, de algodão, comprido e leve, o cabelo levemente desarrumado,

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

Assim nasce uma empresa.

Assim nasce uma empresa. Assim nasce uma empresa. Uma história para você que tem, ou pensa em, um dia, ter seu próprio negócio. 1 "Non nobis, Domine, non nobis, sed nomini Tuo da gloriam" (Sl 115,1) 2 Sem o ar Torna-te aquilo

Leia mais

Nicholas Sparks. Tradução: Marsely De Marco Martins Dantas

Nicholas Sparks. Tradução: Marsely De Marco Martins Dantas Nicholas Sparks Tradução: Marsely De Marco Martins Dantas A ÚLTIMA MÚSICA 1 Ronnie Seis meses antes Ronnie estava sentada no banco da frente do carro sem entender por que seus pais a odiavam tanto. Era

Leia mais

De Fernando Prado Registrado junto à Biblioteca do Rio de Janeiro / 2001 DRAMATURGIA 1 - Textos Reunidos

De Fernando Prado Registrado junto à Biblioteca do Rio de Janeiro / 2001 DRAMATURGIA 1 - Textos Reunidos Fragmentos Fragmentos Insólitos Fragmentos Insólitos Insólitos Fragmentos Fragmentos Insólitos Insólitos Fragmentos Insólitos Fragmentos Insólitos De Fernando Prado Registrado junto à Biblioteca do Rio

Leia mais

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva O Convite Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e Gisele Christine Cassini Silva FADE OUT PARA: Int./Loja de sapatos/dia Uma loja de sapatos ampla, com vitrines bem elaboradas., UMA SENHORA DE MEIA IDADE,

Leia mais

Ideionildo. E a Chave Azul. Pelo Espírito Vovó Amália. Robson Dias

Ideionildo. E a Chave Azul. Pelo Espírito Vovó Amália. Robson Dias Ideionildo E a Chave Azul Robson Dias Pelo Espírito Vovó Amália Livrinho da Série - As Histórias Que a Vovó Gosta de Contar (http:\www.vovoamalia.ubbi.com.br - Distribuição Gratuita) - A venda deste produto

Leia mais

Restaurante Top 5. 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais

Restaurante Top 5. 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais Restaurante Top 5 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais Mensagem do Restaurante Olá, Sabemos que é momento de comemorar. E se não fosse uma data ou momento especial,

Leia mais

Conte-me sobre você!

Conte-me sobre você! Reunião Cultural Data: 22/09/2006 Petiana: Monique Koerich Simas Conte-me sobre você! Ao chegar em algum lugar onde não conhecemos ninguém, nos sentimos solitários. Chegar, por exemplo, numa festa, num

Leia mais

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM?

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? Na cozinha, ele serviu se de mais uma bebida e olhou para a mobília de quarto de cama que estava no pátio da frente. O colchão estava a descoberto e os lençóis às riscas estavam

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

Amar Dói. Livro De Poesia

Amar Dói. Livro De Poesia Amar Dói Livro De Poesia 1 Dedicatória Para a minha ex-professora de português, Lúcia. 2 Uma Carta Para Lúcia Querida professora, o tempo passou, mas meus sonhos não morreram. Você foi uma pessoa muito

Leia mais

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter Distribuição digital, não-comercial. 1 Três Marias Teatro Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter O uso comercial desta obra está sujeito a direitos autorais. Verifique com os detentores dos direitos da

Leia mais

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo O dia em que parei de mandar minha filha andar logo Rachel Macy Stafford Quando se está vivendo uma vida distraída, dispersa, cada minuto precisa ser contabilizado. Você sente que precisa estar cumprindo

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

O TEMPLO DOS ORIXÁS. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br

O TEMPLO DOS ORIXÁS. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br O TEMPLO DOS ORIXÁS Quando, na experiência anterior, eu tive a oportunidade de assistir a um culto religioso, fiquei vários dias pensando a que ponto nossa inconsciência modificou o mundo espiritual. Conhecendo

Leia mais

Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA. Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI)

Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA. Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) 1 - Sei que sou pecador desde que nasci, sim, desde

Leia mais

Trama: Entre o casal e Chu Ming Ho.

Trama: Entre o casal e Chu Ming Ho. Story Line: Um casal vitima de um magnata poderoso vive como fugitivo durante vinte anos após o mesmo descobrir sobre seus planos. Até que um acidente terrível os faz retornar ao lugar que desgraçou suas

Leia mais

Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12. Ele ficava olhando o mar, horas se o deixasse. Ele só tinha cinco anos.

Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12. Ele ficava olhando o mar, horas se o deixasse. Ele só tinha cinco anos. Contos Místicos 1 Contos luca mac doiss Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12 Prefácio A história: esta história foi contada por um velho pescador de Mongaguá conhecido como vô Erson. A origem:

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

WebNovela Ligadas pelo Coração Capítulo 21

WebNovela Ligadas pelo Coração Capítulo 21 WebNovela Ligadas pelo Coração Capítulo 21 Cena 17 Jardim da casa dos Di Biasi/ Dia/ Externa O noivo já está no altar junto com os padrinhos e seus pais. Eis que a marcha nupcial toca e lá do fundo do

Leia mais

Ato Único (peça em um ato)

Ato Único (peça em um ato) A to Ú nico Gil V icente Tavares 1 Ato Único (peça em um ato) de Gil Vicente Tavares Salvador, 18 de agosto de 1997 A to Ú nico Gil V icente Tavares 2 Personagens: Mulher A Mulher B Minha loucura, outros

Leia mais

ASSASSINATO NO EXPRESSO ORIENTE

ASSASSINATO NO EXPRESSO ORIENTE Adaptação para quadrinhos: FRANÇOIS RIVIÈRE & SOLIDOR ASSASSINATO NO EXPRESSO ORIENTE seguido de MORTE NO NILO 3 ISTAMBUL, INVERNO DE 1932... MEU CARO POIROT, ESTOU ABISMADO. NÃO HÁ MAIS NENHUM LEITO DISPONÍVEL

Leia mais

O Que Os Homens Realmente Pensam E Não Tem Coragem De Falar

O Que Os Homens Realmente Pensam E Não Tem Coragem De Falar O Que Os Homens Realmente Pensam E Não Tem Coragem De Falar Pedimos perdão pela sinceridade mas o manifesto vai mostrar que você foi totalmente iludida sobre o que um homem procura em uma mulher. E digo

Leia mais

O Pedido. Escrito e dirigido por João Nunes

O Pedido. Escrito e dirigido por João Nunes O Pedido Escrito e dirigido por João Nunes O Pedido FADE IN: INT. CASA DE BANHO - DIA Um homem fala para a câmara. É, 28 anos, magro e mortiço. Queres casar comigo? Não fica satisfeito com o resultado.

Leia mais

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes A criança preocupada Claudia Mascarenhas Fernandes Em sua época Freud se perguntou o que queria uma mulher, devido ao enigma que essa posição subjetiva suscitava. Outras perguntas sempre fizeram da psicanálise

Leia mais

Poética & Filosofia Cultural - Chico Xavier & Dalai Lama

Poética & Filosofia Cultural - Chico Xavier & Dalai Lama Page 1 of 6 Tudo Bem! Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Poética

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história O Menino do futuro Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno

Leia mais

ANTES DE OUVIR A VERDADE. Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver.

ANTES DE OUVIR A VERDADE. Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver. ANTES DE OUVIR A VERDADE FADE IN: CENA 01 - INT. SALA DE ESTAR NOITE Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver. Plano aberto revelando o revólver nas mãos de, um homem de 35 anos, pele clara

Leia mais

Álbum: O caminho é o Céu

Álbum: O caminho é o Céu Álbum: O caminho é o Céu ETERNA ADORAÇÃO Não há outro Deus que seja digno como tu. Não há, nem haverá outro Deus como tu. Pra te adorar, te exaltar foi que eu nasci, Senhor! Pra te adorar, te exaltar foi

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

"Maria!"! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist!

Maria!! !!!!!!!! Carta!de!Pentecostes!2015! Abade!Geral!OCist! CartadePentecostes2015 AbadeGeralOCist "Maria" Carissimos, vos escrevo repensando na Semana Santa que passei em Jerusalém, na Basílica do Santo Sepulcro, hóspede dos Franciscanos. Colhi esta ocasião para

Leia mais

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido.

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Assim que ela entrou, eu era qual um menino, tão alegre. bilhete, eu não estaria aqui. Demorei a vida toda para encontrá-lo. Se não fosse o

Leia mais

Vamos falar de amor? Amornizando!

Vamos falar de amor? Amornizando! Vamos falar de amor? Amornizando! Personagens 1) Neide Tymus (Regente); 2) Sérgio Tymus (Marido Neide); 3) Nelida (Filha da Neide); 4) Primeiro Coralista; 5) Segundo Coralista; 6) Terceiro Coralista; 7)

Leia mais

Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44)

Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44) Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44) Autora: Tell Aragão Colaboração: Marise Lins Personagens Menina Zé Bonitinho +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Leia mais

JOHN > uma pessoa fechada, suas roupas eram todas de preto por que era muito revoltado com a vida que teve.

JOHN > uma pessoa fechada, suas roupas eram todas de preto por que era muito revoltado com a vida que teve. Roteiro do filme Turma 202 Titulo: A REVOLTA DE JOHN Personagens: JOHN > uma pessoa fechada, suas roupas eram todas de preto por que era muito revoltado com a vida que teve. ALEX > um cara comunicativo,

Leia mais

UNIFORMES E ASPIRINAS

UNIFORMES E ASPIRINAS SER OU NÃO SER Sujeito desconfiava que estava sendo traído, mas não queria acreditar que pudesse ser verdade. Contratou um detetive para seguir a esposa suspeita. Dias depois, se encontrou com o profissional

Leia mais

A INDA RESTAM AVELEIRAS

A INDA RESTAM AVELEIRAS CAPÍTULO I ESTARIA EU, naquela manhã, mais ou menos feliz do que nos outros dias? Não tenho a menor ideia, e a palavra felicidade não faz mais muito sentido para um homem de 74 anos. Em todo caso, a data

Leia mais

BRINCADEIRA. por. Vinícius Bernardes

BRINCADEIRA. por. Vinícius Bernardes BRINCADEIRA por Vinícius Bernardes baseado na crônica "Brincadeira" de Luís Fernando Veríssimo oliverplentz@gmail.com Copyright (c) 2015 This screenplay may not be used or reproduced without the express

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

A Vida Passada a Limpo. Ayleen P. Kalliope

A Vida Passada a Limpo. Ayleen P. Kalliope A Vida Passada a Limpo Ayleen P. Kalliope 2011 Este livro é dedicado ao meu querido filho, Pedro Paulo, que ao nascer me trouxe a possibilidade de parar de lecionar Inglês e Português, em escolas públicas

Leia mais