CASAL. Série Prática Clínica. e Prática Clínica. Série Prática Clínica Série Prática Clínica. Série Prática Clínica. Série Prática Clínica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CASAL. Série Prática Clínica. e Prática Clínica. Série Prática Clínica Série Prática Clínica. Série Prática Clínica. Série Prática Clínica"

Transcrição

1 e Prática Clínica Atendimento Psicanalítico de CASAL

2 Atendimento PsicANALÍTICO DE CASAl Isabel Cristina Gomes Lidia Levy e cols. Coordenação da Série Isabel Cristina Gomes z Zagodoni Editora

3 Copyright 2013 by Autores Todos os direitos desta edição reservados à Zagodoni Editora Ltda. Nenhuma parte desta obra poderá ser reproduzida ou transmitida, seja qual for o meio, sem a permissão prévia da Editora. Autores Revisão: Marta D. Claudino Capa: Marcelo Brandão Diagramação: Givaldo Fernandes CIP-Brasil. Catalogação-na-fonte Sindicato Nacional dos Editores de Livros, RJ Editor: Adriano Zago A885 Atendimento psicanalítico de casal / Organização: Isabel Cristina Gomes, Lidia Levy ed. - São Paulo : Zagodoni, p. : il. ; 18 cm ( ; 5) Inclui bibliografia ISBN Relação homem-mulher. 2. Casais - Psicologia. 3. Psicoterapia conjugal. I. Gomes, Isabel Cristina. II. Levy, Lidia. III. Título. IV. Série CDD: CDU: [2013] Zagodoni Editora Ltda. Rua Brig. Jordão, São Paulo SP Tel.: (11) Alberto Eiguer Psiquiatra e psicanalista (IPA, Sociedade Psicanalítica de Paris e Associação Psicanalítica de Buenos Aires). Diretor de pesquisa do Laboratório LPCP EA 4056 do Instituto de Psicologia da Université Paris V, René Descartes, Sorbonne. Presidente da Associação Internacional de Psicanálise de Casal e Família. Diretor da revista Le Divan Familial. Andrea Seixas Magalhães Doutora em Psicologia Clínica pela PUC-Rio. Professora Assistente e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica do Departamento de Psicologia da PUC-Rio. Professora e supervisora do Curso de Especialização em Terapia de Casal e Família da PUC-Rio. Membro associado da Associação International de Psicanálise de Casal e Família (AIPCF). Bolsista de Produtividade do CNPq. Gina Khafif Levinzon Psicanalista. Doutora em Psicologia Clínica pela USP. Membro Efetivo da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo. Professora do Curso de Especialização em Psicoterapia Psicanalítica da USP.

4 S é r i e Pr á t i c a Cl í n i c a Isabel Cristina Gomes / Lidia Levy Isabel Cristina Gomes (org.) Livre-Docente e Professora Titular do Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IP-USP). Orientadora de Mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica do IP-USP. Coordenadora do Laboratório de Casal e Família: Clínica e Estudos Psicossocias do IP-USP. Coordenadora da. Membro associado da Associação International de Psicanálise de Casal e Família (AIPCF). Lidia Levy (org.) Psicanalista. Membro da SPID e da SPCRJ. Professora do Departamento de Psicologia/PUC-RJ. Doutora em Psicologia Clínica/PUC-RJ. Membro associado da Associação International de Psicanálise de Casal e Família (AIPCF). Michelle Christof Gorin Psicóloga, bolsista FAPERJ/TCT (Treinamento e Capacitação Técnica), atuando no grupo de Pesquisa Casal e Família: Estudos Psicossociais e Psicoterapia, no Departamento de Psicologia da PUC-Rio. Especializanda em Psiquiatria e Psicanálise com Crianças e Adolescentes no Instituto de Psiquiatria da UFRJ. Terezinha Féres-Carneiro Doutora em Psicologia Clínica pela PUC-SP. Pós-Doutorado em Psicoterapia de Família e Casal pela Universidade de Paris V. Professora titular e coordenadora do Curso de Especialização em Terapia de Família e Casal do Departamento de Psicologia da PUC-Rio. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq. Psicoterapeuta de Família e Casal. Membro associado da Associação International de Psicanálise de Casal e Família (AIPCF). Apresentação da Numa abordagem eminentemente clínica, cada volume da apresenta casos atendidos por psicanalistas e/ou psicoterapeutas especializados no tema em questão, de forma a propiciar ao leitor uma oportunidade de acompanhar as estratégias e os dispositivos empregados pelos autores. Entre esses elementos estão o raciocínio clínico, as técnicas, o manejo, as possíveis intervenções, a dinâmica da transferência e contratransferência, a relação com o paciente e os modos de operacionalizar sintomas, impasses e conflitos. Embora as obras temáticas da Série tenham um enfoque clínico, as questões teóricas permeiam os relatos de caso do autor, porém de maneira sucinta e correlacionada aos aspectos observados no atendimento. A privilegia o trabalho transformador da clínica, apresentando os desdobramentos analíticos do profissional para lidar com o sofrimento e a angústia do paciente, enfrentar problemas e abrir espaço para caminhos de elaboração e/ou superação pela via da linguagem, do vínculo e dos dispositivos clínicos que podem levar a novas possibilidades do vir a ser. Isabel Cristina Gomes Professora Titular do Instituto de Psicologia da USP (IP-USP) Coordenadora da 6

5 Apresentação da Obra Nossa proposta com este livro é apresentarmos temas fundamentais presentes na clínica psicanalítica de casais. Sabemos que a terapia com casais já se encontra bastante aceita e reconhecida pela população em geral, mas sua prática ainda merece um amplo debate. Não podemos esquecer que o manejo da técnica no atendimento de casais tem suas peculiaridades, principalmente quando tomamos como referência a transferência e outros mecanismos do processo psicanalítico comuns ao setting individual. Embora o casal conjugal tenha ganhado ênfase a partir do mundo moderno e do amor romântico, seu estudo tem incluído, ao longo do tempo, as interações com o exercício parental e com o legado geracional, social e cultural. Muitas das queixas e crises conjugais acabam interferindo na dinâmica familiar, bem como o desenvolvimento dos filhos e a parentalidade provocam uma maior complexidade à vivência conjugal. No geral, a escolha amorosa é carregada de idealizações e projeções, dificultando a percepção do OUTRO enquanto alguém diferente do EU e vice-versa. Observa-se a influência dos modelos das famílias de origem na constituição do novo casal e da nova família, principalmente nos conflitos que surgem a partir da convivência, quando um não corresponde à idealização do outro.

6 S é r i e Pr á t i c a Cl í n i c a Isabel Cristina Gomes / Lidia Levy Pretendemos ao longo dos capítulos, tomando sempre como vértice a experiência clínica, refletir sobre o espaço analítico com casais, sua função de estabelecer as bases para a constituição da alteridade conjugal, as dificuldades que daí emergem e a interferência no estabelecimento e manutenção dos relacionamentos amorosos decorrente de mudanças socioculturais e tecnológicas, próprias da contemporaneidade. Iniciamos com a apresentação do processo de construção da demanda conjugal. Nesse primeiro capítulo, as autoras enfatizam os vários tipos de queixa trazidos por um casal no contexto de um atendimento realizado em uma clínicaescola. O caso clínico discutido evidencia uma escolha amorosa carregada de idealização, ambivalente e complementar, resultante da transferência dos modelos parentais de cada parceiro. O trabalho terapêutico realizado objetivou discriminar os aspectos individuais (intrapsíquicos) dos aspectos conjugais (interpsíquicos) no sentido de criar um espaço próprio de existência do casal. No capítulo 2 é abordado o tema da resistência na clínica com casais, principalmente naqueles casos em que uma aparente estabilidade mantida pelo laço conjugal é questionada. A autora, por meio de um exemplo clínico, descreve um pacto inconsciente estabelecido por um casal, no qual um dos parceiros assume o lugar de vitima e o outro de algoz Esse tipo de conjugalidade, caracterizado como uma organização defensiva, se mantém apesar das insatisfações de cada um e provoca forte resistência frente a qualquer perspectiva de mudança durante os atendimentos. Continuando dentro da temática pela busca da alteridade entre os casais, no capítulo 3 o autor explicita os desentendimentos que ocorrem entre os parceiros, também por meio de um relato clínico. Utilizando os referenciais de Kaes e Ogden como fundamento teórico para a compreensão dos vínculos intersubjetivos, define as condições para o estabelecimento de um bom vínculo conjugal. A terapia de casal é considerada uma via segura para se empreender uma luta pelo reconhecimento mútuo. Aceitar o desconhecido do outro é um desafio que coloca em xeque nossa onipotência e onisciência. Já no capítulo 4 apresentamos uma questão contemporânea: há traição conjugal quando não há outro real envolvido? Ou seja, a traição conjugal virtual deve ser considerada traição? Por meio de dois relatos clínicos, as autoras discutem a busca pela terapia de casal como uma alternativa desesperada de entender os fatores envolvidos no ato de traição. Esta foi compreendida a partir da dinâmica relacional e não sob o prisma individual. A terapia foi um espaço propício para recuperar os investimentos narcísicos no plano conjugal, em ambos os casos. Finalmente, concluímos com uma discussão sobre a interface do conjugal com o familiar a partir da especificidade de uma família adotiva. A autora discute a importância de consultas terapêuticas regulares com os pais. O caso clínico relatado envolve um adolescente de 15 anos adotado por um casal quando tinha 3 anos, após a morte do filho dos adotantes por consequência de uma doença prolongada. O trabalho clínico inicia-se com o casal parental, nos moldes de consultas terapêuticas regulares e inclui, posteriormente, a família toda em atendimentos esporádicos e o atendimento individual ao garoto. Esperamos, assim, contribuir para uma maior reflexão sobre as possibilidades clínicas de um trabalho com casais a partir do referencial psicanalítico. Isabel Cristina Gomes Lidia Levy Atendimento Psicanalítico de C ASAL 10 11

7 S é r i e Pr á t i c a Cl í n i c a Isabel Cristina Gomes / Lidia Levy Sumário Apresentação da obra...9 Isabel Cristina Gomes / Lidia Levy Capítulo 1. Construção da demanda em terapia de casal: Cuidar de nós, cuidar de ti e cuidar de si...14 Andrea Seixas Magalhães / Terezinha Féres-Carneiro / Michelle Christof Gorin Capítulo 2. A resistência na clínica com casais...28 Lidia Levy Capítulo 3. Desentendimento de casal e luta pelo reconhecimento...44 Alberto Eiguer Capítulo 4. Traição conjugal sob o vértice do virtual...60 Isabel Cristina Gomes / Lidia Levy Capítulo 5. A adoção no divã: o emaranhado conjugal e familiar e suas implicações...74 Gina Khafif Levinzon 12

8 Construção da demanda em terapia de casal: Cuidar de nós, cuidar de ti e cuidar de si Andrea Seixas Magalhães / Terezinha Féres-Carneiro / Michelle Christof Gorin 1 Capítulo 1 Na clínica com casais, frequentemente, somos confrontados com situações em que a demanda conjugal permanece submergida num emaranhado de queixas individuais projetadas no parceiro, durante grande parte do processo psicoterápico. Muitos casais buscam psicoterapia de casal sob a justificativa de cuidar do outro/parceiro, de início, para posteriormente cuidar de si próprio. Nesses casos, um dos parceiros/cônjuges opera como continente privilegiado para os sofrimentos não elaborados de cada um e do próprio casal. Assim, coloca-se em questão a discriminação entre as demandas individuais e conjugais na clínica com casais. Neste capítulo, ilustramos a discussão acerca do processo de construção da demanda conjugal com um caso clínico de um casal atendido no Serviço de Psicologia Aplicada (SPA) da PUC-Rio. Alguns dados apresentados, como nomes 1 O caso apresentado neste capítulo foi atendido por Michelle Christof Gorin e Jacqueline Fonseca de Almeida, em coterapia, durante o estágio supervisionado do Curso de Formação de Psicólogo da PUC-Rio.

TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR

TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR e Prática Clínica TRATAMENTO ANALÍTICO-COMPORTAMENTAL DO TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR TRATAMENTO ANALÍTICO-COMPORTAMENTAL DO TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR Maria Rita Zoéga Soares Samir Vidal Mussi e cols. Coordenação

Leia mais

IDOSO. Série Prática Clínica. e Prática Clínica. Série Prática Clínica Série Prática Clínica. Série Prática Clínica. Série Prática Clínica

IDOSO. Série Prática Clínica. e Prática Clínica. Série Prática Clínica Série Prática Clínica. Série Prática Clínica. Série Prática Clínica e Prática Clínica Atendimento Psicanalítico do IDOSO Atendimento Psicanalítico do IDOSO Ângela Mucida Coordenação da Série Isabel Cristina Gomes z Zagodoni Editora Copyright 2014 by Ângela Mucida Todos

Leia mais

Brasil. 5 O Direito à Convivência Familiar e Comunitária: Os abrigos para crianças e adolescentes no

Brasil. 5 O Direito à Convivência Familiar e Comunitária: Os abrigos para crianças e adolescentes no Introdução A convivência familiar e comunitária é um dos direitos fundamentais 1 garantidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA, 1990). A lei ainda enfatiza que: Toda criança ou adolescente

Leia mais

PSICOLOGIA E DIREITOS HUMANOS: Formação, Atuação e Compromisso Social. O PAPEL DA PSICOTERAPIA DE CASAL E FAMíLIA EM UM CASO DE ADOçãO

PSICOLOGIA E DIREITOS HUMANOS: Formação, Atuação e Compromisso Social. O PAPEL DA PSICOTERAPIA DE CASAL E FAMíLIA EM UM CASO DE ADOçãO O PAPEL DA PSICOTERAPIA DE CASAL E FAMíLIA EM UM CASO DE ADOçãO Bruna Maria Schiavinatto* (Programa de Iniciação Extensionista, Fundação Araucária, Departamento de Psicologia e Psicanálise, Universidade

Leia mais

A clínica, a relação psicoterapêutica e o manejo em Gestalt terapia

A clínica, a relação psicoterapêutica e o manejo em Gestalt terapia A clínica, a relação psicoterapêutica e o manejo em Gestalt terapia LILIAN MEYER FRAZÃO KARINA OKAJIMA FUKUMITSU [ORGS.] A CLÍNICA, A RELAÇÃO PSICOTERAPÊUTICA E O MANEJO EM GESTALT TERAPIA Copyright 2015

Leia mais

Núcleo 2.3 - O atendimento de grupos: psicodrama, suas técnicas e aplicações

Núcleo 2.3 - O atendimento de grupos: psicodrama, suas técnicas e aplicações Núcleo 2.3 - O atendimento de grupos: psicodrama, suas técnicas e aplicações DEPARTAMENTOS ENVOLVIDOS: Psicodinâmica e Desenvolvimento COORDENADOR: Marcia Almeida Batista PROFESSORES: Adrianna Loduca Ribeiro

Leia mais

AUTISMO. Série Prática Clínica. e Prática Clínica. Série Prática Clínica Série Prática Clínica. Série Prática Clínica. Série Prática Clínica

AUTISMO. Série Prática Clínica. e Prática Clínica. Série Prática Clínica Série Prática Clínica. Série Prática Clínica. Série Prática Clínica e Prática Clínica Atendimento Psicanalítico do AUTISMO Atendimento Psicanalítico do AUTISMO Aos pacientes e suas famílias, os melhores aliados da nossa clínica. Fátima Maria Vieira Batistelli Maria Lúcia

Leia mais

Metodologia de Pesquisa para Ciência da Computação

Metodologia de Pesquisa para Ciência da Computação Metodologia de Pesquisa para Ciência da Computação Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier. Consulte também

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU. Ano: 2014/2015

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU. Ano: 2014/2015 PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU Ano: 2014/2015 1 - JUSTIFICATIVA A hospitalização pode ser experienciada como um dos momentos mais delicados e difíceis do processo do adoecer. Isso porque

Leia mais

INDICADORES OBJETIVOS DE NOVAS PRÁTICAS NO ENSINO DE REDAÇÃO: INDÍCIOS DE UMA MUDANÇA?

INDICADORES OBJETIVOS DE NOVAS PRÁTICAS NO ENSINO DE REDAÇÃO: INDÍCIOS DE UMA MUDANÇA? Marcelo Macedo Corrêa e Castro Laboratório de Estudos de Linguagem, leitura, escrita e educação LEDUC Faculdade de Educação da UFRJ Ana Beatriz Domingues - Laboratório de Estudos de Linguagem, leitura,

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E URBANO DOUTORADO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E URBANO TÍTULO/SUBTÍTULO DO PROJETO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E URBANO DOUTORADO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E URBANO TÍTULO/SUBTÍTULO DO PROJETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E URBANO DOUTORADO EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E URBANO TÍTULO/SUBTÍTULO DO PROJETO NOME DO ALUNO Trabalho apresentado para seleção do curso de Doutorado

Leia mais

CONSTELAÇÕES FAMILIARES E SEU EMPREGO EM PSICOTERAPIA CORPORAL

CONSTELAÇÕES FAMILIARES E SEU EMPREGO EM PSICOTERAPIA CORPORAL 1 CONSTELAÇÕES FAMILIARES E SEU EMPREGO EM PSICOTERAPIA CORPORAL Ernani Eduardo Trotta Juliana Lima Bezerra RESUMO A incorporação de novos recursos terapêuticos pode contribuir para a ampliação da eficácia

Leia mais

Diálogos Psicanalíticos sobre Família e Casal

Diálogos Psicanalíticos sobre Família e Casal Diálogos Psicanalíticos sobre Família e Casal VOLUME As Vicissitudes da Família Atual 2 Diálogos Psicanalíticos sobre Família e Casal VOLUME As Vicissitudes da Família Atual 2 Ruth Blay Levisky Isabel

Leia mais

Dicionário Histórico de Instituições de Psicologia no Brasil 1267

Dicionário Histórico de Instituições de Psicologia no Brasil 1267 Dicionário Histórico de Instituições de Psicologia no Brasil 1267 Dicionário Histórico de Instituições de Psicologia no Brasil Organizadora: Ana Maria Jacó-Vilela ISBN: 9788531210686 Idioma: Português

Leia mais

ROGÉRIO SANTOS FERREIRA INTERVENÇÕES GRUPAIS VIOLÊNCIA URBANA NO TERRITÓRIO

ROGÉRIO SANTOS FERREIRA INTERVENÇÕES GRUPAIS VIOLÊNCIA URBANA NO TERRITÓRIO 1 Universidade Federal de São Paulo Campus Baixada Santista Programa de Pós-Graduação Ensino em Ciências da Saúde ROGÉRIO SANTOS FERREIRA INTERVENÇÕES GRUPAIS VIOLÊNCIA URBANA NO TERRITÓRIO SANTOS 2014

Leia mais

Curso de Psicologia CÓDIGO B108478 PROGRAMA

Curso de Psicologia CÓDIGO B108478 PROGRAMA Curso de Psicologia 1º período DISCIPLINA: ELEMENTOS DE ANATOMIA B108478 EMENTA: - Estudo de todos os órgãos e sistemas do organismo humano, destacando as funções pertinentes a cada estrutura. DISCIPLINA:

Leia mais

J.-D. Nasio. A dor de amar. Rio de Janeiro

J.-D. Nasio. A dor de amar. Rio de Janeiro J.-D. Nasio A dor de amar Rio de Janeiro Título original: La douleur d aimer Tradução autorizada da edição francesa publicada em 2005 por Payot & Rivages, de Paris, França Copyright 2005, J.-D. Nasio Copyright

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA ANEXO II DA RESOLUÇÃO CEPEC Nº 952 EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA NÚCLEO COMUM Análise do comportamento O método experimental na análise das relações comportamentais complexas:

Leia mais

* O presente artigo foi apresentado a ABPMC em 2010 em forma de comunicação oral e originou este artigo em caráter autônomo por iniciativa dos

* O presente artigo foi apresentado a ABPMC em 2010 em forma de comunicação oral e originou este artigo em caráter autônomo por iniciativa dos Sobre Comportamento e Cognição: Um levantamento bibliográfico sobre a prática da terapia analítico comportamental de casais nos últimos anos* Eduardo Tadeu da Silva Alencar GRUPO KSI BRASIL / Redepsi /

Leia mais

Como organizar sua vida financeira

Como organizar sua vida financeira Como organizar sua vida financeira Preencha a ficha de cadastro no fi nal deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Editora Campus/Elsevier. Consulte também

Leia mais

Considerações acerca da transferência em Lacan

Considerações acerca da transferência em Lacan Considerações acerca da transferência em Lacan Introdução Este trabalho é o resultado um projeto de iniciação científica iniciado em agosto de 2013, no Serviço de Psicologia Aplicada do Instituto de Psicologia

Leia mais

CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA: A IMPLANTAÇÃO E A GESTÃO NA MODALIDADE A DISTÃNCIA. Araras, maio de 2011.

CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA: A IMPLANTAÇÃO E A GESTÃO NA MODALIDADE A DISTÃNCIA. Araras, maio de 2011. 1 CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA: A IMPLANTAÇÃO E A GESTÃO NA MODALIDADE A DISTÃNCIA Araras, maio de 2011. Fernando da Silva Pereira Centro Universitário Hermínio Ometto UNIARARAS SP fernandosilper@uniararas.br

Leia mais

5 Considerações Finais

5 Considerações Finais 5 Considerações Finais Nosso objetivo nesse trabalho foi investigar as influências da família de origem na construção do laço conjugal no novo casal. Partimos da premissa de que toda família possui um

Leia mais

CANDAU, Joel. Memoria e Identidad. Buenos Aires: Ediciones Del Sol, 2008, 208 p. (Título Original Mémoire e Identité, Traducción Eduardo Rinesi)

CANDAU, Joel. Memoria e Identidad. Buenos Aires: Ediciones Del Sol, 2008, 208 p. (Título Original Mémoire e Identité, Traducción Eduardo Rinesi) Wilton C. L. SILVA CANDAU, Joel. Memoria e Identidad. Buenos Aires: Ediciones Del Sol, 2008, 208 p. (Título Original Mémoire e Identité, Traducción Eduardo Rinesi) Joel Candau é professor de Antropologia

Leia mais

3) Contribuir no processo de restauração da sexualidade de alunos;

3) Contribuir no processo de restauração da sexualidade de alunos; VII CURSO SOBRE SEXUALIDADE 2015 Considerações iniciais O curso sobre sexualidade é promovido e coordenado pelo Ministério Luz na Noite em parceria com a Igreja Batista na Praia do Canto e apoio da Igreja

Leia mais

UM OLHAR PARA O FUTURO: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

UM OLHAR PARA O FUTURO: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE COORDENAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL CRONOGRAMA MOSTRA CIENTÍFICA 2016 1 TRIMESTRE UM OLHAR PARA O FUTURO: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE A MOSTRA CIENTÍFICA 2016 do Colégio João Paulo I objetiva propiciar aos

Leia mais

ESPIRITUALIDADE E SAÚDE: UMA PERSPECTIVA BIOENERGÉTICA

ESPIRITUALIDADE E SAÚDE: UMA PERSPECTIVA BIOENERGÉTICA 1 ESPIRITUALIDADE E SAÚDE: UMA PERSPECTIVA BIOENERGÉTICA Périsson Dantas do Nascimento RESUMO O trabalho tem como objetivo principal elaborar um diálogo entre a Psicossomática e a Análise Bioenergética,

Leia mais

Gênero: Temas Transversais e o Ensino de História

Gênero: Temas Transversais e o Ensino de História Gênero: Temas Transversais e o Ensino de História Thayane Lopes Oliveira 1 Resumo: O tema Relações de gênero compõe o bloco de Orientação Sexual dos temas transversais apresentados nos parâmetros curriculares

Leia mais

Informações pelo e-mail: erich.franco@ibecscomunidadeetica.org.br

Informações pelo e-mail: erich.franco@ibecscomunidadeetica.org.br Oficinas para Atividades com Grupos Informações pelo e-mail: erich.franco@ibecscomunidadeetica.org.br I - OBJETO DO TRABALHO: 1. Analisar as principais questões metodológicas dos processos grupais, a partir

Leia mais

1 UMA INTRODUÇÃO À COMPREENSÃO SISTÊMICA DAS FAMÍLIAS DE DEPENDENTES QUÍMICOS

1 UMA INTRODUÇÃO À COMPREENSÃO SISTÊMICA DAS FAMÍLIAS DE DEPENDENTES QUÍMICOS PENSO, M. A. DROGADIÇÃO: ARTICULAÇÕES ENTRE A COMPREENSÃO SISTÊMICA E AS POSSIBILIDADES DE TRATAMENTO DEPENDENTE QUÍMICO. Texto didático série Psicologia: Família e casamento em tempos de mudanças desafios

Leia mais

ATENDIMENTO A MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

ATENDIMENTO A MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA ATENDIMENTO A MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA Nadirlene P. Gomes 1 Paula Sampaio 2 Talita Garcia 3 Clarissa Conceição 2 Vanessa Almeida 3 Normélia Maria Diniz 1 1 Enfermeira Profa. Dra. da

Leia mais

UM ESTUDO DA OCORRÊNCIA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA RELACIONADA A CASOS DE ATENDIMENTO À FAMÍLIA NO ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA DA PUC-RIO

UM ESTUDO DA OCORRÊNCIA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA RELACIONADA A CASOS DE ATENDIMENTO À FAMÍLIA NO ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA DA PUC-RIO UM ESTUDO DA OCORRÊNCIA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA RELACIONADA A CASOS DE ATENDIMENTO À FAMÍLIA NO ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA DA PUC-RIO Aluna: Janaína da Guia Santos Panisset Orientadora: Ilda Lopes Rodrigues

Leia mais

FACULDADEPOLIS DAS ARTES Curso de Pedagogia. Nome completo em ordem alfabética TÍTULO DO TRABALHO

FACULDADEPOLIS DAS ARTES Curso de Pedagogia. Nome completo em ordem alfabética TÍTULO DO TRABALHO FACULDADEPOLIS DAS ARTES Curso de Pedagogia Nome completo em ordem alfabética TÍTULO DO TRABALHO Embu das Artes 2015 FACULDADEPOLIS DAS ARTES Curso de Pedagogia Nome completo em ordem alfabética TÍTULO

Leia mais

1 Introdução. Lei Nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

1 Introdução. Lei Nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. 11 1 Introdução No contexto da reforma da administração do Estado, ocorrida com o fim da ditadura militar, a educação sofreu ajustamentos que se refletiram nas mudanças ocorridas na legislação durante

Leia mais

Ementas das disciplinas do Núcleo Comum

Ementas das disciplinas do Núcleo Comum Ementas das disciplinas do Núcleo Comum Análise Experimental do Comportamento O método experimental na análise das relações comportamentais complexas: comportamentos consciente, memória, pensamento e linguagem.

Leia mais

Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier.

Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier. Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos e as promoções da Elsevier. Consulte também nosso catálogo completo, últimos lançamentos e serviços

Leia mais

O PSICÓLOGO (A) E A INSTITUIÇÃO ESCOLAR ¹ RESUMO

O PSICÓLOGO (A) E A INSTITUIÇÃO ESCOLAR ¹ RESUMO O PSICÓLOGO (A) E A INSTITUIÇÃO ESCOLAR ¹ CORRÊA, D. M. W²; SILVEIRA, J. F²; ABAID, J. L. W³ 1 Trabalho de Pesquisa_UNIFRA 2 Psicóloga, graduada no Centro Universitário Franciscano (UNIFRA), Santa Maria,

Leia mais

O COTIDIANO DO EDUCADOR: INSPIRAÇÕES FREIREANAS Coordenadora: Isabel Cristina Nacha Borges Expositoras: Clarice Dirshnabel e Cristina Maria Salvador

O COTIDIANO DO EDUCADOR: INSPIRAÇÕES FREIREANAS Coordenadora: Isabel Cristina Nacha Borges Expositoras: Clarice Dirshnabel e Cristina Maria Salvador O COTIDIANO DO EDUCADOR: INSPIRAÇÕES FREIREANAS Coordenadora: Isabel Cristina Nacha Borges Expositoras: Clarice Dirshnabel e Cristina Maria Salvador O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO COMO UMA POSSIBILIDADE

Leia mais

A atuação do Residente de Psicologia nos Grupos de Pré-consulta *

A atuação do Residente de Psicologia nos Grupos de Pré-consulta * ARTIGOS A atuação do Residente de Psicologia nos Grupos de Pré-consulta * Raquel Moreira Pádova ** Introdução A questão que analiso neste trabalho, se refere à atuação do psicólogo nos grupos de pré-consulta

Leia mais

AIMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO CONTINUADA COLABORATIVA ENTRE PROFESSORES QUE ATUAM COM PESSOAS COM AUTISMO.

AIMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO CONTINUADA COLABORATIVA ENTRE PROFESSORES QUE ATUAM COM PESSOAS COM AUTISMO. AIMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO CONTINUADA COLABORATIVA ENTRE PROFESSORES QUE ATUAM COM PESSOAS COM AUTISMO. CARVALHO, Tereza Cristina de Secretaria Municipal de Educação Município de Araçatuba/SP. Resumo:Partindo

Leia mais

SEXO. espiritualidade, instinto e cultura

SEXO. espiritualidade, instinto e cultura SEXO espiritualidade, instinto e cultura AGEU HERINGER LISBOA SEXO espiritualidade, instinto e cultura Copyright 2001 by Ageu Heringer Lisboa Projeto Gráfico: Editora Ultimato 2ª edição Maio de 2006 Revisão:

Leia mais

SAÚDE MENTAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA:

SAÚDE MENTAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: SAÚDE MENTAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: CRENÇAS DOS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE ACERCA DO CUIDADO DA PESSOA EM SOFRIMENTO MENTAL. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Faculdade de Filosofia Ciências

Leia mais

DISCUSSÕES DOS PAIS NA SALA DE ESPERA em

DISCUSSÕES DOS PAIS NA SALA DE ESPERA em HOSPITAL DE CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Projeto OCUPANDO O TEMPO: REFLEXÕES E DISCUSSÕES DOS PAIS NA SALA DE ESPERA em busca de um melhor aproveitamento do tempo dos pais na espera pelos

Leia mais

CONJUGALIDADE E PARENTALIDADE NA CLÍNICA COM FAMÍLIAS

CONJUGALIDADE E PARENTALIDADE NA CLÍNICA COM FAMÍLIAS CONJUGALIDADE E PARENTALIDADE NA CLÍNICA COM FAMÍLIAS Alunas: Ana Luisa Pinheiro Guayer Wanderley, Edjane da Silva Rocha, Marcella Bueno Brandão Siniscalchi Orientadora: Andrea Seixas Magalhães Introdução

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Departamento de Nutrição Curso de Nutrição MANUAL DE RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS

Universidade Federal de Juiz de Fora Departamento de Nutrição Curso de Nutrição MANUAL DE RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS Universidade Federal de Juiz de Fora 0 MANUAL DE RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS Professores: Renato Moreira Nunes Cristiane Gonçalves de Oliveira Fialho Paulo Henrique Fonseca da Silva Renata Maria Souza

Leia mais

SEBASTIÃO NELSON FREITAS MANUAL DE VENDAS. Um guia para o profissional de vendas

SEBASTIÃO NELSON FREITAS MANUAL DE VENDAS. Um guia para o profissional de vendas MANUAL DE VENDAS OBRAS DO AUTOR Como planejar suas vendas sem complicar dicas de estratégias e táticas, mais formulários práticos para o planejamento de vendas, coautoria de Abigail Felicciano. 2.ª ed.

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Curso Serviço Social - 2011

Regulamento do Trabalho de Curso Serviço Social - 2011 Regulamento do Trabalho de Curso Serviço Social - 2011 Manual de TC Manual de TC Manual detc de Serviço Social 1. INTRODUÇÃO Definimos o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), como um trabalho científico,

Leia mais

Disciplina Corpo Humano e Saúde: Uma Visão Integrada - Módulo 3

Disciplina Corpo Humano e Saúde: Uma Visão Integrada - Módulo 3 3. A transversalidade da saúde Você já ouviu falar em Parâmetros Curriculares Nacionais? Já ouviu? Que bom! Não lembra? Não se preocupe, pois iremos, resumidamente, explicar o que são esses documentos.

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO (Anexo 1)

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO (Anexo 1) Prezado(a) Professor(a), Visando orientar e otimizar as informações que deverão constar no projeto, elencamos, abaixo, os itens imprescindíveis para compreensão e apresentação da sua proposta ao Prêmio

Leia mais

CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE. aspecto, a Arte e, principalmente, o Cinema, percebemos uma questão recorrente entre

CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE. aspecto, a Arte e, principalmente, o Cinema, percebemos uma questão recorrente entre CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE Tereza Raquel Tomé Adeodato Laéria Bezerra Fontenele Miguel Fernandes Vieira Filho Orlando Soeiro Cruxên Quando nos deparamos com a interseção entre Psicanálise

Leia mais

CST em Gestão de Recursos Humanos 1ª Série Técnicas de Negociação

CST em Gestão de Recursos Humanos 1ª Série Técnicas de Negociação CST em Gestão de Recursos Humanos 1ª Série Técnicas de Negociação A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de etapas, acompanhadas

Leia mais

4h diárias - 16 meses

4h diárias - 16 meses 4h diárias - 16 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM RECEPCIONISTA ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral: 4 -

Leia mais

DESENVOLVIMENTO INFANTIL EM DIFERENTES CONTEXTOS SOCIAIS

DESENVOLVIMENTO INFANTIL EM DIFERENTES CONTEXTOS SOCIAIS DESENVOLVIMENTO INFANTIL EM DIFERENTES CONTEXTOS SOCIAIS Coordenadoras: Karla da Costa Seabra (Universidade do Estado do Rio de Janeiro / Faculdade de Educação) Susana Engelhard Nogueira (Instituto Federal

Leia mais

JOGOS ELETRÔNICOS CONTRIBUINDO NO ENSINO APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS NAS SÉRIES INICIAIS

JOGOS ELETRÔNICOS CONTRIBUINDO NO ENSINO APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS NAS SÉRIES INICIAIS JOGOS ELETRÔNICOS CONTRIBUINDO NO ENSINO APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS NAS SÉRIES INICIAIS Educação Matemática na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental (EMEIAIEF) GT 09 RESUMO

Leia mais

DETECÇÃO E INTERVENÇÃO PRECOCE DE PSICOPATOLOGIAS GRAVES

DETECÇÃO E INTERVENÇÃO PRECOCE DE PSICOPATOLOGIAS GRAVES DETECÇÃO E INTERVENÇÃO PRECOCE DE PSICOPATOLOGIAS GRAVES Laura de Vilhena Abrão Paola Visani Esse estudo faz parte de um projeto de pesquisa maior que surgiu a partir de questões que os profissionais e

Leia mais

MANUAL DE TRABALHO INTERDISCIPLINAR TI - INTEGRADOR FAN CEUNSP

MANUAL DE TRABALHO INTERDISCIPLINAR TI - INTEGRADOR FAN CEUNSP MANUAL DE TRABALHO INTERDISCIPLINAR TI - INTEGRADOR FAN CEUNSP Salto 2010 MANUAL DE TRABALHO INTERDISCIPLINAR TI / INTEGRADOR 0 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 2 TRABALHO INTERDISCIPLINAR (TI)... 3 ORGANIZAÇÃO...

Leia mais

O PENSAMENTO EMERGENTE NA FORMAÇÃO DOCENTE EM ARTES: DIÁLOGOS ENTRE BRASIL E ARGENTINA

O PENSAMENTO EMERGENTE NA FORMAÇÃO DOCENTE EM ARTES: DIÁLOGOS ENTRE BRASIL E ARGENTINA O PENSAMENTO EMERGENTE NA FORMAÇÃO DOCENTE EM ARTES: DIÁLOGOS ENTRE BRASIL E ARGENTINA Autores: Isabela Frade 1 e Federico Buján 2 Este dossiê reflete o material apresentado durante o Colóquio Internacional

Leia mais

Apresentação. Cultura, Poder e Decisão na Empresa Familiar no Brasil

Apresentação. Cultura, Poder e Decisão na Empresa Familiar no Brasil Apresentação Cultura, Poder e Decisão na Empresa Familiar no Brasil 2 No Brasil, no final da década de 1990, as questões colocadas pela globalização, tais como o desemprego, a falta de qualificação de

Leia mais

Serviço Social e Violência Doméstica

Serviço Social e Violência Doméstica Michael Hermann Garcia Serviço Social e Violência Doméstica Entre o olhar e o fazer interdisciplinar. Aracaju-Sergipe-BRASIL Edição do autor Relançamento em junho de 2012 3 Serviço Social e Violência Doméstica

Leia mais

APOIO MATRICIAL EM SAÚDE MENTAL PARA REDE BÁSICA EM BELO HORIZONTE

APOIO MATRICIAL EM SAÚDE MENTAL PARA REDE BÁSICA EM BELO HORIZONTE APOIO MATRICIAL EM SAÚDE MENTAL PARA REDE BÁSICA EM BELO HORIZONTE ALEXANDRE DE ARAÚJO PEREIRA Na última década, a Estratégia de Saúde da Família (ESF) - e a Reforma Psiquiátrica Brasileira (RPB) têm trazido

Leia mais

Recomendada. A coleção apresenta eficiência e adequação. Ciências adequados a cada faixa etária, além de

Recomendada. A coleção apresenta eficiência e adequação. Ciências adequados a cada faixa etária, além de Recomendada Por quê? A coleção apresenta eficiência e adequação metodológica, com os principais temas relacionados a Ciências adequados a cada faixa etária, além de conceitos em geral corretos. Constitui

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde Curso de Psicologia Núcleo 4.1 Crise (2014)

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde Curso de Psicologia Núcleo 4.1 Crise (2014) Núcleo 4.1 CONTEXTOS EM CRISE: INTERVENÇÕES CLÍNICO-INSTITUCIONAIS Departamentos Envolvidos: Psicodinâmica, Social e Desenvolvimento Professores e Coordenador: Débora Sereno; FeliciaKnobloch (Coordenadora)

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO 1) História da Terapia Ocupacional (30 hs) EMENTA: Marcos históricos que antecederam o surgimento formal da profissão de

Leia mais

Leya Leituras Projeto de Leitura

Leya Leituras Projeto de Leitura Leya Leituras Projeto de Leitura Nome do livro: JAPĨĨ E JAKÃMĨ Uma história de amizade Autor: Yaguarê Yamã Nacionalidade do autor: Brasileira Currículo do autor: Escritor, professor e artista plástico

Leia mais

Anexo 67 Orientações para a Elaboração de Termo de Referência

Anexo 67 Orientações para a Elaboração de Termo de Referência Anexo 67 Orientações para a Elaboração de Termo de Referência O Termo de Referência é um documento que tem como propósito fornecer parâmetros para a contratação de consultor individual (pessoa física)

Leia mais

PSICOLOGIA, ALFABETIZAÇÃO E QUEIXA ESCOLAR. Psicologia Educacional II Profa. Ms. Luciene Blumer

PSICOLOGIA, ALFABETIZAÇÃO E QUEIXA ESCOLAR. Psicologia Educacional II Profa. Ms. Luciene Blumer PSICOLOGIA, ALFABETIZAÇÃO E QUEIXA ESCOLAR Psicologia Educacional II Profa. Ms. Luciene Blumer CARACTERIZAÇÃO Atendimento direto a alunos com queixa escolar: não favorece a implicação do professor e da

Leia mais

RESENHA. Autoras: Fraulein Vidigal de Paula e Denise D Aurea-Tardeli (orgs.) Editora: Universidade Metodista de São Paulo

RESENHA. Autoras: Fraulein Vidigal de Paula e Denise D Aurea-Tardeli (orgs.) Editora: Universidade Metodista de São Paulo RESENHA Violência na escola e da escola: desafios contemporâneos à psicologia da educação Autoras: Fraulein Vidigal de Paula e Denise D Aurea-Tardeli (orgs.) Editora: Universidade Metodista de São Paulo

Leia mais

VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS: UM ESTUDO DE CASOS RELATADOS EM CONSELHOS TUTELARES DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA.

VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS: UM ESTUDO DE CASOS RELATADOS EM CONSELHOS TUTELARES DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA. VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS: UM ESTUDO DE CASOS RELATADOS EM CONSELHOS TUTELARES DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA. Paulo de Tarso Oliveira - Uni-FACEF Introdução O trabalho discute alguns dados obtidos em um

Leia mais

SIG. Uma plataforma para introdução de técnicas emergentes no planejamento urbano, regional e de transportes

SIG. Uma plataforma para introdução de técnicas emergentes no planejamento urbano, regional e de transportes SIG Uma plataforma para introdução de técnicas emergentes no planejamento urbano, regional e de transportes SIG Uma plataforma para introdução de técnicas emergentes no planejamento urbano, regional e

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde Curso de Psicologia Núcleo 2.1 Jung (2014)

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde Curso de Psicologia Núcleo 2.1 Jung (2014) NÚCLEO 2.1- ABORDAGEM JUNGUIANA: FUNDAMENTOS TEÓRICOS E INTERVENÇÃO. Departamentos envolvidos: Psicodinâmica, Psicologia Social e Métodos e Técnicas Professores: Eloisa Marques Damasco Penna Heloisa Dias

Leia mais

ANTICRISTO: TRANSFERÊNCIA E AMOR NO ENSINO DA PSIQUIATRIA ATRAVÉS DO CINEMA

ANTICRISTO: TRANSFERÊNCIA E AMOR NO ENSINO DA PSIQUIATRIA ATRAVÉS DO CINEMA ANTICRISTO: TRANSFERÊNCIA E AMOR NO ENSINO DA PSIQUIATRIA ATRAVÉS DO CINEMA Luciany Rominger de Sousa - Grupo de Pesquisa em Saúde Mental do Instituto Raul Soares/FHEMIG luciany.rominger@gmail.com Danisa

Leia mais

» analisar os resultados de uso dos materiais e refletir sobre as estratégias empregadas no processo.

» analisar os resultados de uso dos materiais e refletir sobre as estratégias empregadas no processo. 1 Introdução Quando nos propomos a pensar o quê um professor pode usar na sua relação com os alunos em sala de aula como recurso didático, o que imaginamos? Há um universo de possibilidades para estabelecer

Leia mais

Introdução. instituição. 1 Dados publicados no livro Lugar de Palavra (2003) e registro posterior no banco de dados da

Introdução. instituição. 1 Dados publicados no livro Lugar de Palavra (2003) e registro posterior no banco de dados da Introdução O interesse em abordar a complexidade da questão do pai para o sujeito surgiu em minha experiência no Núcleo de Atenção à Violência (NAV), instituição que oferece atendimento psicanalítico a

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA PARA FORMAÇÃO DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO

CONTRIBUIÇÕES DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA PARA FORMAÇÃO DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO CONTRIBUIÇÕES DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA PARA FORMAÇÃO DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO Costa, Daiene de Cássia Souza da Email: daienecassia@hotmail.com Vasconcellos, Maura Maria Morita Email: mmorita@sercomtel.com.br

Leia mais

ESTRATÉGIA DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE MENTAL: PRODUÇÃO DE VÍDEO DOCUMENTÁRIO SOBRE BULLYING

ESTRATÉGIA DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE MENTAL: PRODUÇÃO DE VÍDEO DOCUMENTÁRIO SOBRE BULLYING ESTRATÉGIA DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE MENTAL: PRODUÇÃO DE VÍDEO DOCUMENTÁRIO SOBRE BULLYING Maria Cristina Soares Guimarães 1, Carlos Eduardo Estellita-Lins 1, Cícera Henrique da Silva 1, Rosane Abdala Lins

Leia mais

GESTÃO EDUCACIONAL E TECNOLOGIA

GESTÃO EDUCACIONAL E TECNOLOGIA www.uniube.brpropepmestradorevista GESTÃO EDUCACIONAL E TECNOLOGIA SILVA, Eduardo Alex Carvalho Ribeiroi Lívia Rodrigues Acadêmico do Curso de Licenciatura Plena em Ciências Biológicas do Centro Federal

Leia mais

Construindo uma indústria nacional de petróleo offshore. A experiência da Noruega

Construindo uma indústria nacional de petróleo offshore. A experiência da Noruega Construindo uma indústria nacional de petróleo offshore A experiência da Noruega Construindo uma indústria nacional de petróleo offshore A experiência da Noruega Helge Ryggvik Tradução de Edson Furmankiewicz

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS OBTIDOS NA RECENTE EXPERIÊNCIA DE FURNAS EM P&D

AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS OBTIDOS NA RECENTE EXPERIÊNCIA DE FURNAS EM P&D SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GPD - 07 16 a 21 Outubro de 2005 Curitiba - Paraná GRUPO XV GRUPO DE INOVAÇÃO TECONOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO - GPD AVALIAÇÃO

Leia mais

O PAPEL DESEMPENHADO PELO PROGRAMA LEXT-OESSTE E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A FORMAÇÃO E PARA O EXERCÍCIO PROFISSIONAL

O PAPEL DESEMPENHADO PELO PROGRAMA LEXT-OESSTE E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A FORMAÇÃO E PARA O EXERCÍCIO PROFISSIONAL O PAPEL DESEMPENHADO PELO PROGRAMA LEXT-OESSTE E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A FORMAÇÃO E PARA O EXERCÍCIO PROFISSIONAL Larissa dos Santos Gomes Resumo O presente artigo refere-se ao trabalho de conclusão

Leia mais

I SEMINÁRIO POLÍTICAS PÚBLICAS E AÇÕES AFIRMATIVAS Universidade Federal de Santa Maria Observatório de Ações Afirmativas 20 a 21 de outubro de 2015

I SEMINÁRIO POLÍTICAS PÚBLICAS E AÇÕES AFIRMATIVAS Universidade Federal de Santa Maria Observatório de Ações Afirmativas 20 a 21 de outubro de 2015 I SEMINÁRIO POLÍTICAS PÚBLICAS E AÇÕES AFIRMATIVAS Universidade Federal de Santa Maria Observatório de Ações Afirmativas 20 a 21 de outubro de 2015 A GESTÃO ESCOLAR E O POTENCIAL DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO

Leia mais

RBEP RESENHAS. Uma história do curso de pedagogia no Brasil. Diogo da Silva Roiz

RBEP RESENHAS. Uma história do curso de pedagogia no Brasil. Diogo da Silva Roiz RESENHAS RBEP Uma história do curso de pedagogia no Brasil Diogo da Silva Roiz SAVIANI, Dermeval. A pedagogia no Brasil: história e teoria. Campinas, SP: Autores Associados, 2008. 259p. A história do ensino

Leia mais

TERAPIA OCUPACIONAL PADRÃO DE RESPOSTA

TERAPIA OCUPACIONAL PADRÃO DE RESPOSTA TERAPIA OCUPACIONAL PADRÃO DE RESPOSTA QUESTÃO 38 Rosa está com 56 anos de idade e vive em um hospital psiquiátrico desde os 28 anos de idade. Em seu prontuário, encontra-se que ela é doente mental desde

Leia mais

OFICINAS PEDAGÓGICAS: CONSTRUINDO UM COMPORTAMENTO SAUDÁVEL E ÉTICO EM CRIANÇAS COM CÂNCER

OFICINAS PEDAGÓGICAS: CONSTRUINDO UM COMPORTAMENTO SAUDÁVEL E ÉTICO EM CRIANÇAS COM CÂNCER OFICINAS PEDAGÓGICAS: CONSTRUINDO UM COMPORTAMENTO SAUDÁVEL E ÉTICO EM CRIANÇAS COM CÂNCER Autores RESUMO LIMA 1, Matheus OCCHIUZZO 2, Anna Rosa Centro de Ciências da Saúde Departamento de Enfermagem Psiquiatria

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE TELEMARKETING ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo

Leia mais

Contardo Calligaris. Introdução a uma Clínica Diferencial das Psicoses. z Zagodoni. 2 a edição. Editora

Contardo Calligaris. Introdução a uma Clínica Diferencial das Psicoses. z Zagodoni. 2 a edição. Editora Contardo Calligaris Introdução a uma Clínica Diferencial das Psicoses 2 a edição z Zagodoni Editora Copyright 2013 by Contardo Calligaris Todos os direitos desta edição reservados à Zagodoni Editora Ltda.

Leia mais

PLANEJAMENTO NO SERVIÇO SOCIAL: as idéias gestadas no plano chegam à intervenção?

PLANEJAMENTO NO SERVIÇO SOCIAL: as idéias gestadas no plano chegam à intervenção? 1 PLANEJAMENTO NO SERVIÇO SOCIAL: as idéias gestadas no plano chegam à intervenção? Gissele Carraro 1 Nilda Stecanela 2 RESUMO O artigo discute alguns elementos imprescindíveis da gestão do planejamento

Leia mais

IMPLICAÇÕES HUMANAS DO CUIDADO HOLÍSTICO NA ODONTOLOGIA: UM ESTUDO A PARTIR DA PERSPECTIVA DE MARTIN BUBER

IMPLICAÇÕES HUMANAS DO CUIDADO HOLÍSTICO NA ODONTOLOGIA: UM ESTUDO A PARTIR DA PERSPECTIVA DE MARTIN BUBER IMPLICAÇÕES HUMANAS DO CUIDADO HOLÍSTICO NA ODONTOLOGIA: UM ESTUDO A PARTIR DA PERSPECTIVA DE MARTIN BUBER Enoque Fernandes de Araújo (autor); Wanderley Fernandes de Araújo; Margarida Fernandes de Araújo;

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO/FORMAÇÃO DE PSICÓLOGO

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO/FORMAÇÃO DE PSICÓLOGO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: PSICOLOGIA BACHARELADO/FORMAÇÃO DE PSICÓLOGO SERIADO ANUAL - NOTURNO 5 (CINCO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 05 (CINCO) ANOS

Leia mais

Cenários de inovação para a educação na sociedade digital

Cenários de inovação para a educação na sociedade digital Cenários de inovação para a educação na sociedade digital Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida Paulo Dias Bento Duarte da Silva Organizadores Cenários de inovação para a educação na sociedade digital

Leia mais

Agricultura Familiar: merenda saudável para as crianças 1

Agricultura Familiar: merenda saudável para as crianças 1 RESUMO Agricultura Familiar: merenda saudável para as crianças 1 Ailanda Ferreira Tavares 2 Alciane Ayres da Mota 3 Raimunda Monteiro 4 Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, Pará O livro-reportagem

Leia mais

Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. 14.1. Treinamento é investimento

Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. 14.1. Treinamento é investimento Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas 14.1. Treinamento é investimento O subsistema de desenvolver pessoas é uma das áreas estratégicas do Gerenciamento de Pessoas, entretanto em algumas organizações

Leia mais

UM OLHAR PEDAGÓGICO SOBRE A RELAÇÃO ENSINO E PESQUISA NOS CURSOS DE LICENCIATURA NA ÁREA DA SAÚDE

UM OLHAR PEDAGÓGICO SOBRE A RELAÇÃO ENSINO E PESQUISA NOS CURSOS DE LICENCIATURA NA ÁREA DA SAÚDE UM OLHAR PEDAGÓGICO SOBRE A RELAÇÃO ENSINO E PESQUISA NOS CURSOS DE LICENCIATURA NA ÁREA DA SAÚDE Ana Cristina Oliveira Lima, bolsista PIBIC/ CNPq, anacristinaoliveiralima@yahoo.com.br, UECE. Brena de

Leia mais

2. Desenvolver Pesquisa de Campo sobre uma pequena empresa conforme modelo de pesquisa anexo.

2. Desenvolver Pesquisa de Campo sobre uma pequena empresa conforme modelo de pesquisa anexo. 1 1. ESTÁGIO SUPERVISIONADO 2. OBJETIVO Resolução nº 01 de 02/02/2004 do Conselho Nacional de Educação CNEC/CN/MEC. Proporcionar ao estudante oportunidade de desenvolver suas habilidades, analisar situações

Leia mais

Introdução. (ASM/SES-RJ) em parceria com o Núcleo de Pesquisas em Políticas Públicas de Saúde Mental do IPUB/UFRJ (NUPPSAM).

Introdução. (ASM/SES-RJ) em parceria com o Núcleo de Pesquisas em Políticas Públicas de Saúde Mental do IPUB/UFRJ (NUPPSAM). TÍTULO: PERFIL PRELIMINAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PARA O ATENDIMENTO EM SAÚDE MENTAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES AUTORES: Maria Cristina Ventura Couto 1 ; Maria Paula Cerqueira Gomes 2 ; Daniely Silva

Leia mais

Requisitos de Software

Requisitos de Software Requisitos de Software (Cap 6 - Sommerville) UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Curso de Ciência da Computação Engenharia de Software I Prof. Rômulo Nunes de Oliveira Requisitos funcionais e não funcionais

Leia mais

11º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: ALFABETIZAR LETRANDO

11º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: ALFABETIZAR LETRANDO 11º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: ALFABETIZAR LETRANDO Marcia Justina de Souza 1 Gizeli Aparecida Ribeiro de Alencar 2 Todas as formas existentes de alfabetização, de acordo

Leia mais

Avaliação externa como instrumento da gestão do sistema de ensino: a adesão e os impasses para a busca de melhoria na educação

Avaliação externa como instrumento da gestão do sistema de ensino: a adesão e os impasses para a busca de melhoria na educação Avaliação externa como instrumento da gestão do sistema de ensino: a adesão e os impasses para a busca de melhoria na educação MOREIRA, Rozemeiry dos Santos Marques SORDI, Mara Regina Lemes de UNICAMP

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DA INTERDISCIPLARIDADE PARA SUPERAÇÃO DA FRAGMENTAÇÃO NA FORMAÇÃO ACADÊMICA

A CONTRIBUIÇÃO DA INTERDISCIPLARIDADE PARA SUPERAÇÃO DA FRAGMENTAÇÃO NA FORMAÇÃO ACADÊMICA A CONTRIBUIÇÃO DA INTERDISCIPLARIDADE PARA SUPERAÇÃO DA FRAGMENTAÇÃO NA FORMAÇÃO ACADÊMICA Cleusa Inês Weber Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR - cleusaines@utfpr.edu.br Luciano Lucchetta

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI MODELO PARA REDAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA DISCIPLINA: MÉTODO DE PESQUISA QUANTITATIVA PROFA. Dra. MARINA BANDEIRA, Ph.D. MARÇO 2014 1 MODELO PARA REDAÇÃO DOS TRABALHOS

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS CURSO DE PSICOLOGIA UNIDADE SÃO GABRIEL PROJETOS ACADÊMICOS ESPECIAIS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS CURSO DE PSICOLOGIA UNIDADE SÃO GABRIEL PROJETOS ACADÊMICOS ESPECIAIS PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS CURSO DE PSICOLOGIA UNIDADE SÃO GABRIEL PROJETOS ACADÊMICOS ESPECIAIS GRUPO DE ESTUDOS EM PSICOLOGIA JURÍDICA Ementa Estudar o campo da psicologia jurídica

Leia mais