CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM LINGÜÍSTICA APLICADA EM LÍNGUA ESTRANGEIRA Curso Reconhecido pela Resolução nº 12/83 CNE/CES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM LINGÜÍSTICA APLICADA EM LÍNGUA ESTRANGEIRA Curso Reconhecido pela Resolução nº 12/83 CNE/CES"

Transcrição

1 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM LINGÜÍSTICA APLICADA EM LÍNGUA ESTRANGEIRA Curso Reconhecido pela Resolução nº 12/83 CNE/CES Atualmente, no contexto sócio - econômico mundial globalizado, o ensino de línguas estrangeiras faz se fundamental para a formação profissional do cidadão que deseja iniciar sua carreira. Esse ensino de língua pressupõe não somente o aprendizado de língua inglesa mas também de outras línguas estrangeiras modernas. Considerando que o docente que leciona a língua estrangeira, na sua grande maioria, não dispõe de cursos que apoiem o desenvolvimento de sua capacidade de utilização de recursos atualizados, surge a necessidade de suprir-se essa carência com forma de capacitação dos professores do ensino de LE das escolas de ensino fundamental e médio por meio de um curso de especialização. Curso esse que venha oferecer as diversas disciplinas que podem contribuir para uma melhoria da docência e uma melhor compreensão do fator lingüístico como a comunicação entre os povos de linguagens e culturas distintas. COORDENAÇÃO Coordenador: Rinaldo Vitor da Costa Titulação: Mestre IES: Campus: Cascavel OBJETIVOS DO CURSO Capacitar professores de Ensino fundamental e médio em Línguas Estrangeiras Modernas. DURAÇÃO DO CURSO

2 Início: 28/04/2000 Término: 28/02/2002 Aulas nos dias (semana): Sextas e Sábados Horário: Manhã e Tarde INSCRIÇÕES Local: Centro de Línguas Estrangeiras Modernas Campus de Cascavel Período: 07/02/2000 a 14/04/2000 Taxa de Inscrição: R$ Documentos Necessários: Ser professor estadual ou municipal; Graduação em área afim; Apresentar comprovante de conclusão de nível superior até a data do inicio do curso superior. SELEÇÃO Período: 15/04/2000 INFORMAÇÕES Local: Centro de Línguas Estrangeiras Modernas Campus de Cascavel Telefone/ /fax: (0xx45) Pessoa Responsável: Ruti Rosane Pêgo dos Santos PÚBLICO ALVO Clientela: Professores que são Graduados nas áreas afins. DISCIPLINAS / CORPO DOCENTE

3 DISCIPLINAS Metodologia de Pesquisa o Perfil Monográfico Lingüística Aplicada ao Ensino de Línguas Metodologia do Ensino em Língua Estrangeira Elaboração de Material Didático em Língua Estrangeira Aquisição e Aprendizagem da Língua Estrangeira Estratégias de Leitura no Ensino de Línguas Produção Textual em Língua Estrangeira O uso de Novas Tecnologias no Ensino de Línguas Estrangeiras Literatura Aplicada ao Ensino Fundamental e Médio Oficina de Metodologias de Ensino: A Prática da Oralidade nas Aulas de Línguas Estrangeiras Oficinas de Metodologias de Ensino: Experiências com atividades Internacionais Interdisciplinares em Língua Estrangeira Oficina de Metodologias de Ensino: Audição e Compreensão Seminário de Divulgação Científica CARGA HORÁRIA (H/A) INÍCIO TÉRMINO DOCENTE TITULAÇÃO IES 30 20/10/ /10/2000 Tania Maria Mestre Recchia 45 10/11/ /11/2000 Maria Ceres Doutora Pereira 60 01/12/ /02/2001 Eurides Mestre CEFET Rossetto 30 16/02/ /02/2001 Rose Maria Especialista Belim Motter 30 02/03/ /03/2001 Aparecida de Jesus Ferreira 30 16/03/ /03/2001 Claudia Estima Sardo 30 30/03/ /04/2001 Rosane Beyer do Nascimento 30 27/04/ /05/2001 Izaura Maria Carelli 30 11/05/ /05/2001 Thomas Bonnici 05 25/05/ /05/2001 Aparecida de Jesus Ferreira 05 26/05/ /05/2001 Any Lamb Fenner 05 26/05/ /05/2001 Rose Maria Belim Motter 45 17/08/ /02/2001 Rinaldo Vitor da Costa Especialista Mestre Mestre Mestre Doutor Especialista Especialista Especialista Mestre UEM LOCAL DE REALIZAÇÃO Campus de Cascavel VALOR DO INVESTIMENTO Taxa de inscrição: R$ parcelas de R$

4 NÚMERO DE VAGAS Vagas: 50 vagas APOIO FUNDEP DA DISCIPLINAS/ 1 - METODOLOGIA DE PESQUISA O PERFIL MONOGRÁFICO Análise e discussão das principais correntes teóricos metodológicos das principais técnicas que envolvem a elaboração e desenvolvimento de um projeto de pesquisa. PINTO, Álvaro Vieira. Ciência e Existência Problemas Filosóficos da Pesquisa Científica. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979 MATALLO JR, Heitor. A problemática do conhecimento. IN: construindo o saber Metodologia científica fundamentos e técnicas. 4ª ed. Campinas, SP, papirus, Pag. 13 DEMO, Pedro Pesquisar O que? IN: Pesquisa princípio científico educativo. 2ª ed. São Paulo. Cortez: Autores Associados, Pag. 11 a 36. Metodologia Cinéfica em Ciências sociais. São Paulo. Atlas, 1981 SALVADOR, Ângelo Domingos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Biblografia. 10ª ed. Porto Alegre, Sulina, 1982 PÁDUA, Elisabeth M. Marchesini. O trabalho Monográfico como Iniciação à Pesquisa Científica. IN: Construindo o Saber Metodologia Científica Fundamentos e Técnicas. 4ª ed. Campinas: Papirus, Pag. 147 a 170 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Normas para apresentação de trabalhos científicos. Curitiba. Ed. Universidade Federal do Paraná, 1981 SCHAFF, Adam. História e Verdade. São Paulo: Martins Fontes, 5ª ed., LAKATOS, Eva Maria e MARCONI, Marina. Metodologia do trabalho Científico. São Paulo, Atlas, LINGÜÍSTICA APLICADA AO ENSINO DE LÍNGUAS

5 3 METODOLOGIA DO ENSINO EM LÍNGUA ESTRANGEIRA Compreensão histórica, crítica e prática teórica dos princípios metodológicos que fundamentam o processo de ensino da língua estrangeira nas escolas brasileiras (em especial as públicas), os quais são genericamente compreendidos como abordagens estrutural e comunicativa. Análise das conseqüências da adoção dessas abordagens com relação ao objeto do conhecimento, ao papel do professor, à utilização de material didático específico e à aprendizagem do aluno. Demonstração e elaboração de material e de práticas interativas que despertem. Nos participantes, a criatividade pedagógica e a motivação profissional. ALMEIDA FILHO, J. C. de Dimensões Comunicativas no Ensino de Línguas. Campinas: Pontes Editores, Escolha e Produção de material didático para um ensino comunicativo de línguas. Contexturas. Vol. 2, 1994, p et alii. A Representação do Processo de Aprender no Livro Didático Nacional de Língua Estrangeira Moderna no 1º grau. Trabalho em Lingüística Aplicada. Campinas, (17): p , jan./jun., O planejamento de um curso de línguas. A harmonia do material insumo com os processos de aprender e ensinar. Mimeo BEZ, B. M. M. Z. E CHEREM L. Língua Estrangeira Moderna in Currículo Básico para a Escola Pública do Estado Paraná. Curitiba: SEED P. BREEN, M.P. E CANDLIN, C. N. The essencials of communicative Curriculum in Language Teaching. Applied Linguistics. Vol. 1, nº. 2, 1980 BROWN, H. Douglas. Principles of Language Learg=ning and Theaching. 2. Ed. Englewood Cliffs: Prentice Hall, Inc p. - & BRAGA, Dnise B. Language Power: on the necessity of rethiking English /Language Pedagogy in Brazil. IN SAVIGNON S. T. Iniciativesin Communicative Language Teaching II: a book of readings. Lodon: Addison/Wesley Publishing Co, 1982 CANALE, M. From Communicative Competence to Communicative Language Pedagogy. IN Richards, J.C. & SCHIMIDT R. W. Language and Communication. Londres: Longmen, 1983 CHASTAIN Kenneth. Developing Second language skills: theory and pratice. New York: Harcourt Brace Jovanovich, Publishers Ed. CLARK, J. L. Curriculum Renewal in School Foreing Language Learning Oxford: Oxford University Press, 1987 CONSOLO, D. A. O livro Didático e a Geração de Insumo na Aula de Língua Estrangeira. Trabalhos em Língüística Aplicada., Campinas: (20):37-47, jul./dez CRAWFORD-LANGE, L.M., - Redirecting Second Language Curricular Paulo Freire Contribution, in Foreign Language Annals, Curricular Alternatives for Second Language Learning. In: Metodologia in TESOL. LONG, m. & RICHARDS J. C. (ed) New York: Newbury House publishers, Cap , p DULAY, Heidi, BURT, Marina., KRASHEN, Stephen. Language Two. New York: Oxford University Press, p. ELLIS, Rod. Understanding Second Language Acquisition. Oxford: University Press 1985, 327p. FREIRE, PAULO. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Ed. Paz e Terra, 1998, 184 p. - & SHOR, I. Medo e Ousadia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987

6 MACOWSKI. E. A. BASSO A construção de ensino/aprendizagem de língua estrangeira com adolescentes. Campinas: UNICAMP, 245 p. Dissertação de Mestrado, 1993 MOITA LOPES, L. P. Elaboração de programas de ensino de línguas estrangeiras: um modelo operacional. Perspectiva, ano4, n.º 8. Florianópolis: editora da UFSC, 1987 PRABHU N. S. Procedural Syllabucses. Singapore. Mimeo. April, 1983 WILKINS D. A. Natuional Syslabuses. APPLIED LINGUISTICS. London: Oxford University Press WIDDOWSON, H. G. O ensino de Línguas para a comunicação. (trad. José Carlos P. de Almeida Filho), Campinas: Pontes Editores, 1991 VYGOTSKI, L. S. Pensamento e Linguagem. 2. Ed. São Paulo: Martins Fontes Ltda, 1989 ª 135p. X. A Formação Social da Mente. 3. Ed. São Paulo: Martins Fontes Ltda, 1989b. 135p. X. et alii. Linguagem, Desenvolvimento e Aprendizagem. 1. Ed. São Paulo: Ícone, p. 4 ELABORAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO EM LÍNGUA ESTRANGEIRA Análise de livros didáticos. Verificação da compatibilidade dos conceitos de língua/linguagem e aquisição/aprendizagem defendidos pelos autores e emprego destes conceitos nas atividades propostas nos livros. PENNYCOOK, Alastair the Concept of Method, Interested Knowledge, and the politics of Language Teaching Tesol Quaterly Vol RICHARDS, Jack The Status of Methods in Language Teaching Tesol Quaterly 16 vol RUBIN, Joan What the Good Language Learner Can Teach Us. Tesol Quaterly vol WILLIAMS, David Developing Criteria for Textbook Evaluation ELT Journa vol AQUISIÇÃO E APRENDIZAGEM DA LÍNGUA ESTRANGEIRA Discussão a respeito das diferenças conceituais entre e aprendizagem e entre segunda língua e língua estrangeira. Relevância social da aquisição/aprendizagem de segunda língua estrangeira na sociedade brasileira. ALMEIDA FILHO, José Carlos Paes O Professor de Língua Estrangeira em Fornação. Ed. Pontes. Campinas ELLIS, Rod Second Language Acquisition. Oxford University Press, 1977 TOLLEFSON, - James W. Panning Language, Planning Inequality. Longman, New York, 1991 UR, Penny A Course in Language Teaching, Practice and Theory. Cambridge University Press. 1996

7 6 ESTRATÉGIAS DE LEITURA NO ENSINO DE LÍNGUAS O processamento d leitura em língua estrangeira. Visões de leitura. Técnicas de Leitura. A leitura com fins instrumentais. BÄCKLUNG, I. To begin with, this is the problem, for example, on some reader oriented structural markers in english expository text. Studia Lingüística 42 (1) CARRELI, P. ET ALII Interactive Approaches to Second Language Reading Cambridge: Cambridge University Press, GOODMAN, K. Reading: A Psycholingüistic Gessing Game. Theoretical models and processes of reading. Ed. By H. singer and r. B. Ruddel: IRA, pp MEURER, J. Advance Organizers: Enhancing Comprehension. Anais do VIII ENPULI, MEYER, B. e G. Rice The Structure of Text. Handbook of Reading Research. Ed. By P. David Pearson. Longman, pp RUMELHART, D. Schemata: The Building Blocks of cognition. Theoretical issues in comprehension. Ed. By rand J. Spiro: Bertram C. Bruce, na Willian F. Brewer, p Erlbaum. SMITH, Frank. Reading Cambridge: Cambridge University Press, 1981 STANOVICH, K Toward na interactive compensatory model of individual differnces in the development of reading fluency. Reading Ressearch Quarterly PRODUÇÃO TEXTUAL EM LÍNGUA ESTRANGEIRA O processo da produção do texto escrito. Discurso e Argumentação. A coesão e coerência textuais em Língua Inglesa. As diferentes linguagens textuais. Os diferentes discursos textuais. Elaboração de textos acadêmicos. ALLEN, Stannard W. Living English Structure. Longman, 1985 COLLINS/COBUILD English Grammar. London: Collins, 1996 PINTO, Abuêndia Padilha. Developing a Flexible capacity for approaching a text. The ESPecialist, v15, Dez 86. São Paulo: PUC. P THOMSON, A. J., MARTINET, A. V. A Practical English Grammar. Oxford: Oxford University Press, 1990 WIDDOWSON, H. G. Teaching Language as Communication. Oxford: Oxford University Press, 1984 RUMELHART, D. Schemata: - The Building Blocks of cognition. Theoretical issues in comprehension. Ed. By rand J. Spiro: Bertram C. Bruce, and Willian F. Brewer, p Erlbaum ROACH, P. English Phonetics and Phonologv: a practical course. Cambridge: C. U. P., VYGOTSKI, L. S. Pensamento e Linguagem. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes Ltda, 1989a. 135p. X ALMEIDA FILHO, J.C. DE Dimensões Comunicativas no Ensino de Línguas. Campinas: Pontes Editores, Escolha e Produção de material didático para um ensino comunicativo de línguas. Contexturas. Vol. 2, 1994, p et alii. A

8 Representação do processo de aprender no livro didático nacional de língua estrangeira moderna no 1º. Grau. Trabalho em Lingüística Aplicada. Campinas, (17): p , jan./jun., O planejamento de um curso de línguas: A harmonia do Material Insumo com os processos de aprender e ensinar. Mimeo. 8 O USO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Discutir com os professores como eles podem incorporar as novas tecnologia educacionais para a implementação da sua prática pedagógica. BERBER SARDINHA, A. P. (no prelo). Corpus e Lingüística do Corpus. Delta BBC. Computers dont t bite for teahcers. Disponível na Internet: 18/06/99 BYRD, P., REID, J. Grammar in the Composition Classroom; essays on teaching ESL for college-bound students. New York, Heinle & Heinle publishers, 1998 CITING Internet addresses: a how to guide for referencig online sources in student bibliographies. Disponível na Internet. 10/06/96 EASTMENT, David. The Internet and ELT: The impact of the Internet on English Language teaching. Oxford: Summertown Publishing, pp SPERLING, Dave Dave s Café. Disponível na Internet. 13/12/96 SPERLING, Dave The Internet guide for English language teachers. Upper Saddle River, Prentice Hall Regents, pp YAPP, Chris. The future of learning. Disponível na Internet. 18/06/98 9 LITERATURA APLICADA AO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO A literatura infanto juvenil como iniciação literária, exploração do mundo e aprendizagem da inventividade. BONNICI, T. Children s literature and Ideology. Anais do XV ENPULI. USP, 1999 BONNICI, T. Representação da mulher na literatura juvenil em inglês publicada no Brasil. Anais VIII Seminário Nacional Mulher e Literatura, UFBA, Salvador, 1999 BUTTS, D. Shaping Boyhood: Empire Builders and Adventures. In HUNT, P. Internacioanl Companion Encyclopedia of Childern s Literature. London: Routledge, 1998, p JAUSS, H. R. Pouer une esthétique de la réception. Paris: Gallimard, 1978 LESNIK OBERSTEIN, K. Defining Chidren s Literature and Childhood. In HUNT, P. International Companion Encyclopedia of Children s Literature. London: Routledge, 1998, p PAUL, L. Feminst Criticism: From Sex-Role Stereotyping to Subjectivity. In HUNT, P. International Companion Encyclopedia of Children s Literature. London: Routledge, 1998, p

9 PIAGET, J. A formação do símbolo na criança. Rio de Janeiro: Paz & Terra, 1979 TODOROV, T. As estruturas narrativas. São Paulo: Perspectiva, 1970 ZILBERMAN, R. & MAGALHÃES, L. C. Literatura infantil: autoritarismo e emancipação. São Paulo: Ática, OFICINA DE METODOLOGIAS DE ENSINO: A PRÁTICA DA ORALIDADE NAS AULAS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Estudo de diferentes atividades para o desenvolvimento da comunicação oral e sua interação com as outras habilidades em línguas estrangeiras para uso em sala de aula. (figuras em sala de aula, discurso, diálogos, atividades em pares, etc) ALMEIDA FILHO, J. C. de Dimensões Comunicativas no Ensino de Línguas. Campinas: Pontes Editores, 1993 CELANI, Maria antonieta Alba. Ensino de Segunda Língua. São Paulo: EDUC, 1997 COLLIE, Joanne. Stephen, Slater. Speaking Cambridge Skills for fluency. Cambridge: Cambridge University Press, 1996 RICHARDS, Jack. C.; RODGERS, Theodore, S. Approaches and Method in Language Teaching. Cambridge University Press, 1989 Rivers, Wilga M. Communicating Naturally in a Second Language. Cambridge University Press, 1988 WIDDOWSON, H. G. O ensino de línguas para a comunicação; tradução José Carlos Paes de Almeida Filho. Campinas: Pontes OFICINAS DE METODOLOGIAS DE ENSINO: EXPERIÊNCIAS COM ATIVIDADES INTERNACIONAIS INTERDISCIPLINARES EM LÍNGUA ESTRANGEIRA A interdisciplinaridade com textos em língua estrangeira. As técnicas de Moskowitz e outos autores. Atividade interacionais em sala de aula entre professor e aluno com aluno. Seleção de materiais de ensino. MOSKOWITZ, Gertrude Caring and Sharing in the Foreign Language class Newbury House Publisher Massachussets, 1978 RICHARDS J. C. E. RODGERS. RODGERS, T. T. Aproaches and Methods in Language Teaching a description and analysis. Cambridge: C. U. P., 1986 RIVERS, Wilga Marie. Metodologia do Ensino de Língua Estrangeira. São Paulo: Pioneira, 1975 KRASHEN, S. Language Two Oxford University Press. New York, 1982 WIDDNOWSON, H. G. Teaching language as communication. Oxford: Oxford University, OFICINA DE METODOLOGIAS DE ENSINO: AUDIÇÃO E COMPREENSÃO

10 Os estágios do Listening (compreensão) Critérios para desenvolver a atividade de listening em sala de aula UNDER WOOD, Mary. Teaching listening 4 th.london: Longman, 1994 WILKES, Angela. Animal Nersery Rhymes. London: Dorling Kindersley Limited, 1994 HEWINGS, Martin. Pronunciation Tasks. Cambridge: Cambridge Univerity Press, 1993, Great Britain GILBERT, Judy B. Clear Speech 2 nd. Cambridge: Cambridge Univerity Press, 1993 RICHARDS, Jack. C.; RODGERS, Theodore, S. Approaches and Method in Language Teaching. Cambridge University Press, 1989 RIVERS, Wilga M. Communicating Naturally in a Second Language. Cambridge University Press, 1988 WIDDOWSON, H. G. O Ensino de línguas para a Comunicação; tradução José Carlos Paes de Almeida Filho. Campinas: Pontes, SEMINÁRIO DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

LINHA DE PESQUISA E DE INTERVENÇÃO METODOLOGIAS DA APRENDIZAGEM E PRÁTICAS DE ENSINO (LIMAPE)

LINHA DE PESQUISA E DE INTERVENÇÃO METODOLOGIAS DA APRENDIZAGEM E PRÁTICAS DE ENSINO (LIMAPE) História da profissão docente em São Paulo: as estratégias e as táticas em torno dos fazeres cotidianos dos professores primários a instrução pública paulista de 1890 a 1970 Linha de Pesquisa: LINHA DE

Leia mais

TESTE SELETIVO COLEGIADO DE LETRAS - 2013 LISTA DE PONTOS

TESTE SELETIVO COLEGIADO DE LETRAS - 2013 LISTA DE PONTOS ENSINO DE LÍNGUA INGLESA 1. New technologies and ELT 2. Teaching English pronunciation for Brazilian EFL speakers 3. Developing reading skills in the EFL classroom: theory and practice 4. Assessment in

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Estudo do processo de aquisição/ aprendizagem de uma segunda língua/ língua estrangeira, métodos e técnicas para o ensino, especialmente da habilidade de leitura. Análise de recursos didáticos.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 15/2010 UNEMAT DEPARTAMENTO DE LETRAS - CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CÁCERES-MT A UNIVERSIDADE DO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA. EDITAL No.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA. EDITAL No. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA EDITAL No. 011/2009 Dados para o Edital do Concurso para Professor Assistente na área

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA DE DISCIPLINA Curso: Letras Habilitação Única: Inglês e Literaturas Correspondentes Campus: UEM Departamento: Departamento de Letras Centro:

Leia mais

LINHA DE PESQUISA E DE INTERVENÇÃO GESTÃO EDUCACIONAL (LIPIGES)

LINHA DE PESQUISA E DE INTERVENÇÃO GESTÃO EDUCACIONAL (LIPIGES) Políticas sociais para a juventude Linha de Pesquisa: LINHA DE PESQUISA E DE INTERVENÇÃO GESTÃO EDUCACIONAL (LIPIGES) Área de Concentração: GESTÃO E PRÁTICAS EDUCACIONAIS DESCRIÇÃO Parece consenso entre

Leia mais

EDITAL No. 013/ 2012 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

EDITAL No. 013/ 2012 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE INSTITUTO DE LETRAS E ARTES CONCURSO PÚBLICO PROFESSOR ASSISTENTE EM LÍNGUA INGLESA, LINGUÍSTICA APLICADA E ENSINO DE INGLÊS EDITAL No. 013/ 2012 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

Leia mais

PROFESSORAS RESPONSÁVEIS: Rosane Rocha Pessoa e Maria Aparecida Y. Sebba

PROFESSORAS RESPONSÁVEIS: Rosane Rocha Pessoa e Maria Aparecida Y. Sebba MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS NOME DA DISCIPLINA: Inglês 6 PROFESSORAS RESPONSÁVEIS: Rosane Rocha Pessoa e Maria Aparecida Y. Sebba CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 64

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Professor: Dra. Vanessa Borges de Almeida (borgesalmeida@unb.br)

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Professor: Dra. Vanessa Borges de Almeida (borgesalmeida@unb.br) UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E TRADUÇÃO (LET) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGUÍSTICA APLICADA FONE: (61) 3107-7618 - TELEFAX: (61) 3307-7619 E-mail:

Leia mais

LINGUÍSTICA APLICADA AO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA

LINGUÍSTICA APLICADA AO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA SPADA, Nina. Linguística Aplicada ao Ensino de Língua Estrangeira: uma entrevista com Nina Spada. Revista Virtual de Estudos da Linguagem - ReVEL. Vol. 2, n. 2, 2004. Tradução de Gabriel de Ávila Othero.

Leia mais

O ENSINO DE COMPREENSÃO ORAL EM LÍNGUA INGLESA: IMPLICAÇÕES PARA A FORMAÇÃO DOCENTE

O ENSINO DE COMPREENSÃO ORAL EM LÍNGUA INGLESA: IMPLICAÇÕES PARA A FORMAÇÃO DOCENTE O ENSINO DE COMPREENSÃO ORAL EM LÍNGUA INGLESA: IMPLICAÇÕES PARA A FORMAÇÃO DOCENTE MEIRELES, Mirelly Karolinny de Melo/UNIDERC 1 mirellyk@yahoo.com.br NASCIMENTO, Kaline Brasil Pereira/UEPB 2 k.aline.brasil@hotmail.com

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 29/2014 PROCESSO SELETIVO. Pré-requisitos/ Titulação. Valor Bolsa

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 29/2014 PROCESSO SELETIVO. Pré-requisitos/ Titulação. Valor Bolsa PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 29/2014 PROCESSO SELETIVO A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Triângulo Mineiro torna público que estarão abertas as inscrições para a realização do Processo

Leia mais

A LUDICIDADE E A INTERAÇÃO VERBAL NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA NAS SÉRIES INICIAIS

A LUDICIDADE E A INTERAÇÃO VERBAL NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA NAS SÉRIES INICIAIS A LUDICIDADE E A INTERAÇÃO VERBAL NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA NAS SÉRIES INICIAIS HORTA, Gabriela Alias (UNESP- FCT) RESUMO: Este trabalho tem por objetivo discutir a importância das atividades lúdicas

Leia mais

INGLÊS INSTRUMENTAL PRESSUPOSTOS TEÓRICOS E APLICABILIDADE

INGLÊS INSTRUMENTAL PRESSUPOSTOS TEÓRICOS E APLICABILIDADE 44 Inglês Instrumental Pressupostos Teóricos INGLÊS INSTRUMENTAL PRESSUPOSTOS TEÓRICOS E APLICABILIDADE Larissa Bezerra Moraes Tânia Maria Ferreira Marques Faculdade de Educação e Comunicação RESUMO: O

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES. CÓDIGO DISCIPLINA PRÉ-REQUISITO Metodologia do Ensino Inglês e da Literatura de LTA 282 Língua Inglesa LTA 282

DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES. CÓDIGO DISCIPLINA PRÉ-REQUISITO Metodologia do Ensino Inglês e da Literatura de LTA 282 Língua Inglesa LTA 282 1 Universidade Estadual de Santa Cruz UESC PROGRAMA ENSINO PROGRAD ANO: 2011.1 DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO DISCIPLINA PRÉ-REQUISITO Metodologia do Ensino Inglês e da Literatura

Leia mais

Bruna Vignetti dos Santos Centro de Comunicação e Letras Universidade Presbiteriana Mackenzie Rua Piauí, 143 01241-001 São Paulo SP

Bruna Vignetti dos Santos Centro de Comunicação e Letras Universidade Presbiteriana Mackenzie Rua Piauí, 143 01241-001 São Paulo SP Competência Comunicativa: um contraste entre os métodos Audiovisual e Gramática-Tradução Communicative Competence: a contrast between the Audiovisual and the Grammar- Translation methods Bruna Vignetti

Leia mais

PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS

PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS Novo Código código anterior Nome da disciplina Ementa Bibliografia Pré-requisitos C/H Equivalências LEM1001 ----- Metodologia de Ensino de (Português como) Língua Estrangeira

Leia mais

TESTE SELETIVO 2012 COLEGIADO DE LETRAS LISTA DE PONTOS

TESTE SELETIVO 2012 COLEGIADO DE LETRAS LISTA DE PONTOS ÁREA: LÍNGUA PORTUGUESA E LINGUÍSTICA 1. Abordagem do texto como gênero textual/discursivo e suas implicações no ensino de língua materna 2. Gramática e ensino de língua portuguesa 3. Morfologia da Língua

Leia mais

Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE)

Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE) Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE) 1 Resumo: Este trabalho refere-se a um projeto de pesquisa na área de Linguística Aplicada

Leia mais

MÉTODOS E ABORDAGENS DE ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E PROCESSOS DE ENSINO / APRENDIZAGEM

MÉTODOS E ABORDAGENS DE ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E PROCESSOS DE ENSINO / APRENDIZAGEM MÉTODOS E ABORDAGENS DE ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E PROCESSOS DE ENSINO / APRENDIZAGEM Katharine Dunham Maciel- (UFRJ) Ingeborg Hartl- (UFRJ) Os métodos apontam um caminho para o professor, fornecem-lhe

Leia mais

VESTIBULAR, MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: CONEXÕES POSSÍVEIS?

VESTIBULAR, MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: CONEXÕES POSSÍVEIS? resenhas e críticas VESTIBULAR, MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: CONEXÕES POSSÍVEIS? 1 2 1. A motivação 3-31 Neste trabalho os termos língua estrangeira e segunda língua serão

Leia mais

NAP NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA: PROPOSIÇÕES PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA INGLESA NA UEPG

NAP NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA: PROPOSIÇÕES PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA INGLESA NA UEPG 110. ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA NAP NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA: PROPOSIÇÕES PARA

Leia mais

O Ensino da Pronúncia do Inglês e a Abordagem Comunicativa

O Ensino da Pronúncia do Inglês e a Abordagem Comunicativa ARTIGO...Letrônica v. 3, n. 1, p.153, julho 2010 O Ensino da Pronúncia do Inglês e a Abordagem Comunicativa Luciane Guimarães de Paula Introdução O presente artigo 1 relata um recorte dos resultados de

Leia mais

Letras 2.0. Monitoria nos cursos de línguas para a comunidade. Ultimas notícias: apresentação do curso. Assessora: Márcia Magarinos

Letras 2.0. Monitoria nos cursos de línguas para a comunidade. Ultimas notícias: apresentação do curso. Assessora: Márcia Magarinos Letras 2.0 Assessora: Márcia Magarinos Monitoria nos cursos de línguas para a comunidade Ultimas notícias: apresentação do curso Proposta: - Oferecer ambiente de orientação e formação de monitores de modo

Leia mais

CRENÇAS DE GRADUANDOS DE INGLÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA SOBRE A PRÓPRIA PRONÚNCIA

CRENÇAS DE GRADUANDOS DE INGLÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA SOBRE A PRÓPRIA PRONÚNCIA CRENÇAS DE GRADUANDOS DE INGLÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA SOBRE A PRÓPRIA PRONÚNCIA Neide Cesar CRUZ Universidade Federal de Campina Grande Resumo: Este estudo de pequeno porte focaliza as crenças que graduandos

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa para Comunicação em Contextos Acadêmicos Professora Responsável: Sandra Mari Kaneko Marques

CURSO DE EXTENSÃO Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa para Comunicação em Contextos Acadêmicos Professora Responsável: Sandra Mari Kaneko Marques INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SÃO CARLOS CURSO DE EXTENSÃO Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa para Comunicação em Contextos Acadêmicos Professora Responsável:

Leia mais

CRENÇAS DE UMA ALUNA INICIANTE NO CURSO DE LETRAS INGLÊS ACERCA DA ORALIDADE

CRENÇAS DE UMA ALUNA INICIANTE NO CURSO DE LETRAS INGLÊS ACERCA DA ORALIDADE CRENÇAS DE UMA ALUNA INICIANTE NO CURSO DE LETRAS INGLÊS ACERCA DA ORALIDADE Marrine Oliveira Sousa (UFG) Tatiana Diello Borges (UFG) marrine_@hotmail.com tatiana.diello@gmail.com 1. Introdução No exterior,

Leia mais

OFICINAS DE ENSINO DE INGLÊS INSTRUMENTAL PARA PROFESSORES DE EDUCAÇÃO BÁSICA DE LAVRAS.

OFICINAS DE ENSINO DE INGLÊS INSTRUMENTAL PARA PROFESSORES DE EDUCAÇÃO BÁSICA DE LAVRAS. EDITAL PRG Nº 22/2013 PIB LIC UFLA PROJETO DE ENSINO OFICINAS DE ENSINO DE INGLÊS INSTRUMENTAL PARA PROFESSORES DE EDUCAÇÃO BÁSICA DE LAVRAS. PROFA. DRA. NORMA LIRIO DE LEÃO JOSEPH DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 1º ANO 1º semestre

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. TURMA: 1º ANO 1º semestre EIXO TECNOLÓGICO: GESTÃO E NEGÓCIOS Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: TÉCNICO EM SECRETARIADO FORMA/GRAU: ( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

INGLÊS INSTRUMENTAL: PRÉ-REQUISITO INDISPENSÁVEL À FORMAÇÃO DO ENGENHEIRO QUÍMICO

INGLÊS INSTRUMENTAL: PRÉ-REQUISITO INDISPENSÁVEL À FORMAÇÃO DO ENGENHEIRO QUÍMICO INGLÊS INSTRUMENTAL: PRÉ-REQUISITO INDISPENSÁVEL À FORMAÇÃO DO ENGENHEIRO QUÍMICO Adriana Recla Pós-graduada em Língua Inglesa e Língua Portuguesa Professora da Faculdade de Aracruz - UNIARACRUZ Professora

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo Ênfase Identificação Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I Docente(s) Lucinéa Marcelino Villela Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

ELABORAÇÃO DE GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS DA LOGÍSTICA AEROPORTUÁRIA COMO PARTE DA DISCIPLINA DE LÍNGUA INGLESA

ELABORAÇÃO DE GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS DA LOGÍSTICA AEROPORTUÁRIA COMO PARTE DA DISCIPLINA DE LÍNGUA INGLESA ELABORAÇÃO DE GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS DA LOGÍSTICA AEROPORTUÁRIA COMO PARTE DA DISCIPLINA DE LÍNGUA INGLESA Me Simone Afini Cardoso Brito simonebrito@terra.com.br Fatec Guarulhos NelsonNishizaki Jr.

Leia mais

Subsídios para elaboração de um exame de proficiência para professores de inglês

Subsídios para elaboração de um exame de proficiência para professores de inglês Subsídios para elaboração de um exame de proficiência para professores de inglês Teresa Helena Buscato Martins ( Comunicação apresentada no I SEMAPLE. ) A falta de preparo profissional adequado do professor

Leia mais

USO DE ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES DO PROFESSOR-LEITOR NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM DE LEITURA EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

USO DE ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES DO PROFESSOR-LEITOR NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM DE LEITURA EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS USO DE ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES DO PROFESSOR-LEITOR NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM DE LEITURA EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Resumo JALIL, Samira Abdel FARESC samirajalil@hotmail.com Área Temática:

Leia mais

DIFERENTES METODOLOGIAS NO ENSINO DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: REFLEXÕES POR UMA PRÁTICA SIGNIFICATIVA

DIFERENTES METODOLOGIAS NO ENSINO DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: REFLEXÕES POR UMA PRÁTICA SIGNIFICATIVA DIFERENTES METODOLOGIAS NO ENSINO DE INGLÊS COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA: REFLEXÕES POR UMA PRÁTICA SIGNIFICATIVA Célia Elisa Alves de Magalhães é professora de inglês como língua estrangeira (EFL) e aluna

Leia mais

http://www.uesc.br/cursos/graduacao/bacharelado/lea/index.php 2 O Projeto Político Pedagógico do Curso de Línguas

http://www.uesc.br/cursos/graduacao/bacharelado/lea/index.php 2 O Projeto Político Pedagógico do Curso de Línguas A Importância da Interculturalidade e da Interdisciplinaridade no Ensino de Língua Inglesa para o Curso de Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais Tatiany Pertel Sabaini Dalben Universidade

Leia mais

Reflexões de professores de inglês em formação inicial sobre o uso de novas tecnologias 1

Reflexões de professores de inglês em formação inicial sobre o uso de novas tecnologias 1 Reflexões de professores de inglês em formação inicial sobre o uso de novas tecnologias 1 Reflections of English Teachers in Initial Training on the Use of New Technologies Janara Barbosa Baptista* Universidade

Leia mais

DIFICULDADES NO ENSINO DA ORALIDADE EM AULAS DE LÍNGUA INGLESA

DIFICULDADES NO ENSINO DA ORALIDADE EM AULAS DE LÍNGUA INGLESA DIFICULDADES NO ENSINO DA ORALIDADE EM AULAS DE LÍNGUA INGLESA Maria do Socorro Silva RESUMO: O artigo aqui presente trata-se de uma pesquisa realizada em turmas de 9º ano, de duas escolas de rede publica

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE A MOTIVAÇÃO NO ENSINO DE IDIOMAS PARA ADULTOS Por Luciene de Albuquerque Sondermann Orientador Prof. Ms. Nilson Guedes de Freitas

Leia mais

AS NOVAS TECNOLOGIAS COMO PARCEIRAS NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA.

AS NOVAS TECNOLOGIAS COMO PARCEIRAS NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA. AS NOVAS TECNOLOGIAS COMO PARCEIRAS NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA. MORAES, Camilla Santos 1 Palavras-chave: ensino-aprendizagem de inglês, novas tecnologias, ensino mediado pelo computador.

Leia mais

A TENDÊNCIA DO MULTILETRAMENTO NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA

A TENDÊNCIA DO MULTILETRAMENTO NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA A TENDÊNCIA DO MULTILETRAMENTO NO ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA Aline Krahl i () Greicy Kelly de Oliveira Hensel ii () Sandra Fonseca Pinto iii () Luciana Maria Crestani iv () INTRODUÇÃO A evolução da tecnologia

Leia mais

13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 INGLÊS INSTRUMENTAL: UMA EXPERIÊNCIA NO PROJETO EQUIDADE NA PÓS-GRADUAÇÃO

13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 INGLÊS INSTRUMENTAL: UMA EXPERIÊNCIA NO PROJETO EQUIDADE NA PÓS-GRADUAÇÃO 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

LINGÜÍSTICA, LETRAS E ARTES

LINGÜÍSTICA, LETRAS E ARTES Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Pró-Reitoria de Extensão Projeto de Extensão Direitos Humanos e Inclusão NÚCLEO UNIV BH LINGÜÍSTICA, LETRAS E ARTES PROEX-2012/7166-1S Inclusão para Diversificação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL SELEÇÃO DE DOCENTES

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL SELEÇÃO DE DOCENTES EDITAL Nº 24/2014 PRODHS Unidade Universitária de Cassilândia PARA A UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL A Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul através da Pró-Reitoria de Desenvolvimento

Leia mais

MARLIANE DIAS SILVA LET S SPEAK ENGLISH

MARLIANE DIAS SILVA LET S SPEAK ENGLISH MARLIANE DIAS SILVA LET S SPEAK ENGLISH Campos Belos 2014 Vicente Pereira de Almeida Reitor Claudecir Gonçalves Pró-Reitor de Administração e Planejamento Elias de Pádua Monteiro Pró-Reitor de Desenvolvimento

Leia mais

A linguistica aplicada e o professor de língua inglesa: novas formas de pensar a prática pedagógica

A linguistica aplicada e o professor de língua inglesa: novas formas de pensar a prática pedagógica A linguistica aplicada e o professor de língua inglesa: novas formas de pensar a prática pedagógica Prof. Ms. Catia Aparecida Vieira Barboza (UNISUAM / UNIABEU / SEE-RJ) literafenix@yahoo.com.br RESUMO:

Leia mais

PROPOSTA DE OFERECIMENTO DE CURSO DE EXTENSÃO ACADÊMICA

PROPOSTA DE OFERECIMENTO DE CURSO DE EXTENSÃO ACADÊMICA Pró-Reitoria de Graduação, Pós-graduação Lato Sensu e Extensão Coordenadoria dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu e de Extensão Acadêmica PROPOSTA DE OFERECIMENTO DE CURSO DE EXTENSÃO ACADÊMICA CURSO

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PAIR WORK NA SALA DE AULA DE LÍNGUA INGLESA PARA NÍVEIS INICIAIS

A IMPORTÂNCIA DO PAIR WORK NA SALA DE AULA DE LÍNGUA INGLESA PARA NÍVEIS INICIAIS A IMPORTÂNCIA DO PAIR WORK NA SALA DE AULA DE LÍNGUA INGLESA PARA NÍVEIS INICIAIS SOUSA, Marrine Oliveira (UFG) LAGO, Neuda (UFG) Resumo: Através desta pesquisa foi analisada a importância do trabalho

Leia mais

ABORDAGEM COMUNICATIVA NA AQUISIÇÃO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA COMMUNICATIVE APPROACH IN THE FOREING LANGUAGE ACQUISITION

ABORDAGEM COMUNICATIVA NA AQUISIÇÃO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA COMMUNICATIVE APPROACH IN THE FOREING LANGUAGE ACQUISITION ABORDAGEM COMUNICATIVA NA AQUISIÇÃO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA Keyla Christina Almeida Portela 1 RESUMO: O presente artigo objetiva apresentar o ensino/aprendizagem de língua inglesa através da abordagem comunicativa,

Leia mais

PUBLICAÇÃO DO COMUNICADO DE SELEÇÃO Nº 34- PRORHAE/UERN

PUBLICAÇÃO DO COMUNICADO DE SELEÇÃO Nº 34- PRORHAE/UERN UERN Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS ESTUDANTIS

Leia mais

MARIA ELAINE MENDES LET S SPEAK ENGLISH

MARIA ELAINE MENDES LET S SPEAK ENGLISH MARIA ELAINE MENDES LET S SPEAK ENGLISH Campos Belos 2015 Vicente Pereira de Almeida Reitor Claudecir Gonçalves Pró-Reitor de Administração e Planejamento Elias de Pádua Monteiro Pró-Reitor de Desenvolvimento

Leia mais

FALAR INGLÊS É DIFÍCIL? SPEAKING ENGLISH: IS IT DIFFICULT? Elisa Probst Hausmann. Diva Rangel Martinelli

FALAR INGLÊS É DIFÍCIL? SPEAKING ENGLISH: IS IT DIFFICULT? Elisa Probst Hausmann. Diva Rangel Martinelli FALAR INGLÊS É DIFÍCIL? SPEAKING ENGLISH: IS IT DIFFICULT? Elisa Probst Hausmann Mestre em Educação pela Universidade Regional de Blumenau (FURB) Professora de Língua Inglesa do Departamento de Letras

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores AS (DES)ARTICULAÇÕES ENTRE TEORIA E PRÁTICA NA FORMAÇÃO INICIAL DO FUTURO PROFESSOR DE LÍNGUA

Leia mais

Neste processo de expansão e consolidação de estudos sobre a aprendizagem de línguas estrangeiras, os métodos de ensino foram

Neste processo de expansão e consolidação de estudos sobre a aprendizagem de línguas estrangeiras, os métodos de ensino foram A IMPORTÂNCIA DE PESQUISAS EM ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS Márcio Luiz Corrêa Vilaça (UFF, UFRJ, UNIGRANRIO) professorvilaca@gmail.com 1. Introdução O ensino de línguas

Leia mais

CRIAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO-PEDAGÓGICO PARA O ENSINO DE ITALIANO A CRIANÇAS E ADOLESCENTES

CRIAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO-PEDAGÓGICO PARA O ENSINO DE ITALIANO A CRIANÇAS E ADOLESCENTES CRIAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO-PEDAGÓGICO PARA O ENSINO DE ITALIANO A CRIANÇAS E ADOLESCENTES Araguaia Solange de Souza ROQUE 1 Cláudia Letícia Matos de SOUZA 2 Marilei Amadeu SABINO 3 Patrícia Cazarim PINHEIRO

Leia mais

DO PRESENCIAL PARA O DIGITAL: UMA MUDANÇA SIGNIFICATIVA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES (CURSO DE LETRAS)

DO PRESENCIAL PARA O DIGITAL: UMA MUDANÇA SIGNIFICATIVA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES (CURSO DE LETRAS) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Programa de Pós-graduação Educação: Currículo Revista E-Curriculum ISSN: 1809-3876 DO PRESENCIAL PARA O DIGITAL: UMA MUDANÇA SIGNIFICATIVA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Leia mais

O ENSINO DE INGLÊS NA ESCOLA NAVAL Profa. Dra. Ana Paula Araujo Silva Escola Naval

O ENSINO DE INGLÊS NA ESCOLA NAVAL Profa. Dra. Ana Paula Araujo Silva Escola Naval Eixo Temático I: Práticas pedagógicas a serviço da educação superior militar Subtema 1: metodologias de ensino e aprendizagem; ensino voltado para competências; hibridismo pedagógico; interdisciplinaridade

Leia mais

AQUISIÇÃO DE L2: o contexto da pessoa surda i Ronice Müller de Quadros ii

AQUISIÇÃO DE L2: o contexto da pessoa surda i Ronice Müller de Quadros ii QUADROS, Ronice Muller de. Aquisição de L2: o contexto da pessoa surda. In: III SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE LINGÜÍSTICA, 1996, Porto Alegre. Anais do III Seminário Internacional e Lingüística. Porto Alegre:

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA INGLESA: RELATOS DO NAP NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA - UEPG

FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA INGLESA: RELATOS DO NAP NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA - UEPG 9. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA FORMAÇÃO DE

Leia mais

Inglês básico nível fundamental

Inglês básico nível fundamental Projeto Pedagógico do Curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) em Inglês básico nível fundamental Modalidade: Presencial Projeto Pedagógico do Curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) em Inglês

Leia mais

Fundação Carmelitana Mário Palmério - FUCAMP Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - FACIHUS Educação de qualidade ao seu alcance

Fundação Carmelitana Mário Palmério - FUCAMP Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - FACIHUS Educação de qualidade ao seu alcance SUBPROJETO DE LETRAS PORTUGUÊS/ESPANHOL O ensino da língua espanhola no contexto da escola pública INTRODUÇÃO Este plano procura articular-se de forma integrada com o plano de trabalho institucional, que

Leia mais

X Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-graduação - SEPesq Centro Universitário Ritter dos Reis

X Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-graduação - SEPesq Centro Universitário Ritter dos Reis DIÁLOGOS (IN)AUTÊNTICOS EM LIVROS DIDÁTICOS DE INGLÊS E SEUS IMPACTOS NA COMPETÊNCIA INTERACIONAL DO/A APRENDIZ DE LE: UMA PROPOSTA DE PESQUISA VIA ANÁLISE DA CONVERSA Ana Paula Alba Wildt Doutoranda em

Leia mais

Semestre do plano de estudos 1

Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Inglês CU Name Código UC 6 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 54 ECTS 2 Horas de contacto TP - 22,5 Observações n.a. Docente responsável

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de INGLES INTERMEDIÁRIO. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de INGLES INTERMEDIÁRIO. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

CRENÇAS SOBRE O PROCESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM: IMPLICAÇÕES PARA A SALA DE AULA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA (LE)

CRENÇAS SOBRE O PROCESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM: IMPLICAÇÕES PARA A SALA DE AULA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA (LE) Anais do 6º Encontro Celsul - Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul CRENÇAS SOBRE O PROCESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM: IMPLICAÇÕES PARA A SALA DE AULA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA (LE) Juliane MASSAROLLO (Un i.fed.de

Leia mais

LEITURA E ESCRITA DO PORTUGUÊS COMO SEGUNDA LÍNGUA: A EXPERIÊNCIA DE UM PROFESSOR SURDO COM UM ALUNO SURDO NO CONTEXTO ACADÊMICO

LEITURA E ESCRITA DO PORTUGUÊS COMO SEGUNDA LÍNGUA: A EXPERIÊNCIA DE UM PROFESSOR SURDO COM UM ALUNO SURDO NO CONTEXTO ACADÊMICO LEITURA E ESCRITA DO PORTUGUÊS COMO SEGUNDA LÍNGUA: A EXPERIÊNCIA DE UM PROFESSOR SURDO COM UM ALUNO SURDO NO CONTEXTO ACADÊMICO José Carlos de Oliveira Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR

Leia mais

7ª Semana de Licenciatura Educação Científica e Tecnológica: Formação, Pesquisa e Carreira De 08 a 11 de junho de 2010

7ª Semana de Licenciatura Educação Científica e Tecnológica: Formação, Pesquisa e Carreira De 08 a 11 de junho de 2010 7ª Semana de Licenciatura Educação Científica e Tecnológica: Formação, Pesquisa e Carreira De 08 a 11 de junho de 2010 ENSINAR INGLÊS É O MÁXIMO! : REVELANDO AS CRENÇAS SOBRE ENSINO/APRENDIZAGEM DE LÍNGUA

Leia mais

PARA SE APRENDER INGLÊS, É PRECISO QUE O ALUNO TENHA PAIXÃO PELO IDIOMA : EM QUE ACREDITA UM ALUNO INICIANTE DO CURSO DE LETRAS (INGLÊS)?

PARA SE APRENDER INGLÊS, É PRECISO QUE O ALUNO TENHA PAIXÃO PELO IDIOMA : EM QUE ACREDITA UM ALUNO INICIANTE DO CURSO DE LETRAS (INGLÊS)? 2845 PARA SE APRENDER INGLÊS, É PRECISO QUE O ALUNO TENHA PAIXÃO PELO IDIOMA : EM QUE ACREDITA UM ALUNO INICIANTE DO CURSO DE LETRAS (INGLÊS)? 0. Introdução Tatiana Diello BORGES - UFG/CAJ Neuda Alves

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos-SP Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática

Leia mais

METODOLOGIA DE ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: PERSPECTIVAS E REFLEXÕES SOBRE OS MÉTODOS, ABORDAGENS E O PÓS-MÉTODO

METODOLOGIA DE ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: PERSPECTIVAS E REFLEXÕES SOBRE OS MÉTODOS, ABORDAGENS E O PÓS-MÉTODO METODOLOGIA DE ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: PERSPECTIVAS E REFLEXÕES SOBRE OS MÉTODOS, ABORDAGENS E O PÓS-MÉTODO JALIL, Samira Abdel Faculdades Santa Cruz samirajalil@hotmail.com PROCAILO, Leonilda

Leia mais

I SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR DAS CIÊNCIAS DA LINGUAGEM NO CARIRI DE 21 a 23 DE NOVEMBRO DE 2012 ISSN 2318-8391

I SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR DAS CIÊNCIAS DA LINGUAGEM NO CARIRI DE 21 a 23 DE NOVEMBRO DE 2012 ISSN 2318-8391 A TRADUÇÃO NO LIVRO DIDÁTICO DE INGLÊS INSTRUMENTAL Shalatiel Bernardo Martins (UFCG) Resumo: O presente trabalho objetiva apresentar um breve histórico do que são as categorias de tradução interlingual,

Leia mais

CRENÇAS E EXPERIENCIAS DOS ALUNOS DE LINGUA INGLESA DO IFMG

CRENÇAS E EXPERIENCIAS DOS ALUNOS DE LINGUA INGLESA DO IFMG CRENÇAS E EXPERIENCIAS DOS ALUNOS DE LINGUA INGLESA DO IFMG OLIVEIRA, Shirlene Bemfica de Oliveira 1 CARMO, Kamila Oliveira do 2 LEITE, Gabriela Maria Ferreira Leite 3 OLIVEIRA, Tatiane Morandi de 4 ROSSI,

Leia mais

A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: AUTORIA, PRINCÍPIOS E ABORDAGENS

A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: AUTORIA, PRINCÍPIOS E ABORDAGENS A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: AUTORIA, PRINCÍPIOS E ABORDAGENS Márcio Luiz Corrêa Vilaça (UNIGRANRIO) professorvilaca@gmail.com 1. Introdução É inegável a importância dos

Leia mais

Daniel Fernando Rodrigues 1. Introdução

Daniel Fernando Rodrigues 1. Introdução O PERFIL DE ALUNOS DE LÍNGUA INGLESA INGRESSANTES NO CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS: DELIMITANDO EXPECTATIVAS E METAS PARA A COMPETÊNCIA 1 RESUMO: Este artigo apresenta o perfil dos alunos de inglês de

Leia mais

O USO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PESSOAL PARA EFICÁCIA NO ENSINO E APRENDIZAGEM DA LÍNGUA INGLESA

O USO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PESSOAL PARA EFICÁCIA NO ENSINO E APRENDIZAGEM DA LÍNGUA INGLESA O USO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PESSOAL PARA EFICÁCIA NO ENSINO E APRENDIZAGEM DA LÍNGUA INGLESA Gilmar de Souza Franco 1 RESUMO Mudanças relativas a metodologias de ensino ocorrem constantemente em

Leia mais

INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS

INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS R E S U M O Ana Paula Domingos Baladeli * Anair Altoé ** O presente trabalho é um recorte da análise de dados realizada em pesquisa de Mestrado

Leia mais

Formação Continuada 2015/1

Formação Continuada 2015/1 Formação Continuada 2015/1 Internacionalização de Currículos: Teoria e Prática Profª. Drª. Maria Elizabeth da Costa Gama Vice Reitorias Coordenadoria de Assuntos Internacionais CoAI 05/02/2015 Motivações

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DE ENSINO DE INGLÊS

PROGRAMA DE METODOLOGIA DE ENSINO DE INGLÊS PROGRAMA DE METODOLOGIA DE ENSINO DE INGLÊS 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Ficha Técnica Título Programa de Metodologia de Ensino de Inglês - 11ª Classe Formação de

Leia mais

Curso: Alfabetização e Letramento na Ed. Infantil e nas séries iniciais

Curso: Alfabetização e Letramento na Ed. Infantil e nas séries iniciais Curso: Alfabetização e Letramento na Ed. Infantil e nas séries iniciais Datas: 11 e 18 de Setembro Horário: 14:00h às 17:40h Carga Horária: 8 horas Vagas: O número mínimo de inscritos será: 20 pessoas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA E APLICABILIDADE DO INGLÊS INSTRUMENTAL NA FURB: UMA ANÁLISE DE NECESSIDADES NA ENGENHARIA ELÉTRICA E QUÍMICA ROMÃO,

A IMPORTÂNCIA E APLICABILIDADE DO INGLÊS INSTRUMENTAL NA FURB: UMA ANÁLISE DE NECESSIDADES NA ENGENHARIA ELÉTRICA E QUÍMICA ROMÃO, A IMPORTÂNCIA E APLICABILIDADE DO INGLÊS INSTRUMENTAL NA FURB: UMA ANÁLISE DE NECESSIDADES NA ENGENHARIA ELÉTRICA E QUÍMICA ROMÃO, Maria Regina Marcondes FURB - Fundação Universidade Regional de Blumenau

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: ETEC Paulino Botelho Código: 91 Município: São Carlos-SP Eixo Tecnológico: Controles e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1A

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2008.1A 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Prática: 15 h/a Carga Horária: 60 h/a Créditos: 4 A biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Inglês Instrumental Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Módulo:

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 1 CURSO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INVESTIGAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE I... 4 02 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO... 4 03 PROFISSIONALIDADE DOCENTE... 4 04 RESPONSABILIDADE

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE PORTUGUÊS LÍNGUA DE HERANÇA (PROFPOLH) Miami 20 a 22 de abril de 2012

PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE PORTUGUÊS LÍNGUA DE HERANÇA (PROFPOLH) Miami 20 a 22 de abril de 2012 PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE PORTUGUÊS LÍNGUA DE HERANÇA (PROFPOLH) Miami 20 a 22 de abril de 2012 JUSTIFICATIVA Os programas e ações do Departamento Cultural (DC) no âmbito da difusão

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Administração Central Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO NOS CURSOS DE LETRAMENTO DE JOVENS E ADULTOS NÃO ESCOLARIZADOS

A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO NOS CURSOS DE LETRAMENTO DE JOVENS E ADULTOS NÃO ESCOLARIZADOS A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO NOS CURSOS DE LETRAMENTO DE JOVENS E ADULTOS NÃO ESCOLARIZADOS Sylvia Bueno Terzi Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP O objetivo do trabalho é apresentar e discutir o

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Pôster Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

ALUNOS SURDOS: O USO DE SCAFFOLDINGS PARA A AQUISIÇÃO DE LÍNGUA INGLESA. Mestranda em Letras e Lingüística, Faculdade de Letras, UFG RESUMO

ALUNOS SURDOS: O USO DE SCAFFOLDINGS PARA A AQUISIÇÃO DE LÍNGUA INGLESA. Mestranda em Letras e Lingüística, Faculdade de Letras, UFG RESUMO ALUNOS SURDOS: O USO DE SCAFFOLDINGS PARA A AQUISIÇÃO DE LÍNGUA INGLESA Tânitha Gléria de Medeiros 1 ; Maria Cristina Faria Dalacorte Ferreira 2 1 Mestranda em Letras e Lingüística, Faculdade de Letras,

Leia mais

Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker

Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker Ficha de Unidade Curricular [FUC] 1 1. Unidade curricular / Curricular Unit Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker 2. Designação do Ciclo

Leia mais

Ensino de línguas estrangeiras métodos e seus princípios

Ensino de línguas estrangeiras métodos e seus princípios Ensino de línguas estrangeiras métodos e seus princípios Silvana Pedreiro - silvana@ipog.edu.br Curso Vip de Administração Instituto de Pós Graduação IPOG RESUMO Neste estudo são expostos os métodos mais

Leia mais

Diversidade. Linguística. na Escola Portuguesa. Projecto Diversidade Linguística na Escola Portuguesa (ILTEC)

Diversidade. Linguística. na Escola Portuguesa. Projecto Diversidade Linguística na Escola Portuguesa (ILTEC) Diversidade Linguística na Escola Portuguesa Projecto Diversidade Linguística na Escola Portuguesa (ILTEC) www.iltec.pt www.dgidc.min-edu.pt www.gulbenkian.pt Vocabulário Quadro Geral Quando ainda dominamos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO ENSINO DA LÍNGUA INGLESA NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

A IMPORTÂNCIA DO ENSINO DA LÍNGUA INGLESA NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL A IMPORTÂNCIA DO ENSINO DA LÍNGUA INGLESA NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Referência: CHAGURI, J. P. A Importância do Ensino da Língua Inglesa nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental. In: O

Leia mais

Abstract. Método Ensino/Aprendizagem Língua Estrangeira. Introdução

Abstract. Método Ensino/Aprendizagem Língua Estrangeira. Introdução Um Estudo de Algumas Metodologias de Ensino de Línguas Estrangeiras e a Realidade Brasileira de Acordo com os PCN Nathasa Rodrigues PIMENTEL Universidade Estadual Paulista Abstract This article discusses

Leia mais

8ª Semana de Licenciatura

8ª Semana de Licenciatura 8ª Semana de Licenciatura O professor como protagonista do processo de mudanças no contexto social De 14 a 17 de junho de 2011 O BOM PROFESSOR CONTINUA A APRENDER : ANALISANDO AS CRENÇAS DE UMA FORMANDA

Leia mais

CRENÇAS DE UMA ALUNA CONCLUINTE DO CURSO DE LETRAS INGLÊS ACERCA DO QUE SEJA UM BOM PROFESSOR DE LÍNGUA INGLESA

CRENÇAS DE UMA ALUNA CONCLUINTE DO CURSO DE LETRAS INGLÊS ACERCA DO QUE SEJA UM BOM PROFESSOR DE LÍNGUA INGLESA CRENÇAS DE UMA ALUNA CONCLUINTE DO CURSO DE LETRAS INGLÊS ACERCA DO QUE SEJA UM BOM PROFESSOR DE LÍNGUA INGLESA Vitalino Garcia Oliveira 1 Tatiana Diello Borges 2 RESUMO: Neste trabalho apresentamos os

Leia mais

13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 COMPLEXIDADE EM AMBIENTES DE SALA DE AULA DE LÍNGUA INGLESA

13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 COMPLEXIDADE EM AMBIENTES DE SALA DE AULA DE LÍNGUA INGLESA 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

- SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretariado de Estado da Educação e Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEG Departamento

Leia mais