Universidade de Brasília

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade de Brasília"

Transcrição

1 Universidade de Brasília Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação Departamento de Ciência da Informação e Documentação Disciplina: Conservação e Restauração de Documentos Profa.: Lillian Alvares Encadernação e Restauro

2 Histórico Proteger e preservar o livro é um cuidado constante desde o início de sua história. Os egípcios, por exemplo, protegiam as bordas de seus rolos de papiro com tiras coladas. Os antigos gregos e romanos costumavam envolvê-los los em capas de pele ou pano ou, em se tratando de obras mais valiosas, em bibliotecas,, (biblio + theka, cofre para livros), ou seja, cilindros de madeira, pedra ou metal onde se acomodavam vários rolo.

3 Histórico A prática de encadernar os livros para melhor conservá-los foi uma decorrência natural al da passagem do rolo para a o códex, que foi se sistematizando no Império Romano partir do século I.

4 Histórico Os primeiros livros eram compostos de folhas simples de pergaminho, mais tarde de papel, dobradas duas vezes e reunidas em cadernos (quatro páginas de que resultava a dobradura), d costurados na dobra com nervos. Os cadernos eram por sua vez costurados a flexíveis tiras de couro em ângulo reto com o dorso. Mais tarde, a folha tornou-se maior e era dobrada mais vezes.

5 Histórico Alceamento É o arranjo das folhas de forma a ficarem na ordem correta para encadernação. E também depois, o arranjo dos cadernos para formar um livro

6 Histórico O pergaminho tendia a ondular e, para manter as folhas planas, criou- se o hábito de prendê-las entre duas tabuletas de madeira. O passo seguinte foi prender a essas tabuletas as pontas das tiras que já prendiam os cadernos, a seguir cobrindo com couro as tabuletas ao mesmo tempo que o dorso, criando-se assim a lombada. Estavam dados os princípios da encadernação tal qual a conhecemos

7 Histórico Até o Renascimento, os livros não eram guardados em pé, mas deitados nas prateleiras ou mesas. Suas capas continham espécies de calombos, feitos de metal ou pedra incrustada, que os mantinham erguidos acima da superfície, driblando a umidade. A lombada, pouco visível, não continha o título, sendo este escrito em etiquetas, atadas à capa. Para evitar a ondulação do pergaminho, fechos e brochas nas bordas das tabuletas mantinham o livro bem fechado.

8 Histórico Esta aparência plana do livro evidentemente favorecia sua ornamentação. O códex está sobretudo ligado ao estabelecimento do cristianismo por muito tempo, e por várias razões, entre as quais a econômica, o rolo permaneceu associado à literatura pagã, e o códex à cristã. A princípio um formato pobre, o livro plano foi contudo se transformando, com a expansão e crescente poder da Igreja, num suporte privilegiado para verdadeiras obras de arte.

9 Definições Juntar os cadernos ou folhas, formando, manual ou mecanicamente, um volume, ao qual se liga, mais ou menos solidamente, uma capa, em geral rígida, coberta de couro, pano, etc.

10 Definições Encadernar é o ato de juntar folhas de forma que seja mais fácil manuseá-las. Normalmente usa-se se o método para garantir que páginas avulsas com algum conteúdo em comum não se percam ou estejam juntas para uma consulta. O uso mais conhecido é confecção de livros, apostilas e afins, mas também é comum que empresas encadernem folhas avulsas de notas fiscais i e outros documentos, a fim de preservá-los por um longo tempo.

11 Definições Consiste em unir de forma ordenada cadernos de uma revista ou diversos fascículos de uma mesma publicação, por meio de uma costura sólida para formar o volume, e cobrí-lo com uma capa para protegê-lo, a fim de prolongar a vida útil do suporte e do conteúdo informacional da biblioteca. Sendo assim, a encadernação é um dos elementos importantes na conservação do acervo, e faz-se necessário o estabelecimento de critérios e procedimentos, com o intuito de fornecer elementos para orientação aos responsáveis pelas tarefas de encadernação.

12 Características Um volume encadernado deve apresentar quatro características: Flexibilidade Durabilidade Solidez Precisão

13 Características A flexibilidade permite que o livro se abra facilmente, sem forçar sua estrutura. Esta característica depende da costura, do tipo de papel, da lombada, do arredondamento, d dos encaixes e dos materiais i e técnicas usadas no revestimento. A solidez confere ao livro seu aspecto compacto, permanecendo com as capas fechadas quando colocado deitado na mesa. Precisão se refere à capacidade do livro encadernado de ficar na vertical sem tombar para um dos lados Durabilidade está diretamente ligada a qualidade das outras três características e ao manuseio adequado.

14 Encadernação artesanal É o ato de encadernar livros manualmente, sem uso de máquinas especiais.

15 Encadernação industrial Os métodos industriais são aqueles utilizados pela indústria gráfica, principalmente editoras, para produzir exemplares em grandes quantidades. No entanto, as gráficas rápidas vêm incorporando gradativamente várias tecnologias que antigamente ficavam restritas a grandes tiragens e disponibilizando-as as a um custo acessível.

16 Encadernação industrial Existem várias formas de unir páginas em formato livro. As editoras escolhem a melhor opção levando em conta fatores como tempo, custo, estética e identificação com o conteúdo. Os métodos mais conhecidos são:

17 Encadernação industrial Espiral As páginas são perfuradas e unidas por arame ou plástico enrolado no formato espiral. Muito utilizada em gráficas rápidas, devido a facilidade de fazer. Nestes casos, acrescenta-se se uma outra capa e contracapa em cima da original, com a finalidade de protegê-la. Tem a vantagem de facilitar o manuseio das folhas, já que a página pode girar na espiral em quase 360 graus. Por isto é muito indicada para uso em apostilas e cadernos.

18 Encadernação industrial Wire-o Evolução tecnlógica do espiral, porém mais cara. É feita em aço, e pode ser colocada em buracos quadrados. Tem um acabamento muito mais elegante que o espiral.

19 Encadernação industrial Grampo Forma rápida e barata de encadernar, é feita usando grampos "cavaleiro". Muito comum em revistas e periódicos, pois proporciona bom acabamento, baixo custo e flexibilidade. Encadernação em grampo trilho Este método é ideal quando for necessário criar exemplares onde as folhas precisam ser acrescentadas ou retiradas.

20 Encadernação industrial Encadernação com cola Encadernação com cola, gerando um dorso quadrado. É barato, e substitui a costura em obras com até 200 páginas. No entanto, a durabilidade é pequena, o que torna este tipo de encadernação indicada apenas para obras cujo conteúdo seja rapidamente defasado.

21 Encadernação industrial Encadernação com cola É o método mais fácil de encadernação de livros. Basta que as folhas estejam juntas, de preferência prensadas umas contra as outras (você pode utilizar dois ou três sargentos e duas barras firmes e retas para fazer o serviço). No lado que deverá estar fixo (lombada) é passada a cola, que depois de seca receberá mais um ou duas demãos, a fim de garantir maior durabilidade. Ao contrário do que parece, as folhas não descolam por causa da pequena espessura (muito menor que um milímetro nos papéis escolares). No entanto, neste caso a durabilidade não é muito grande.

22 Encadernação industrial Encadernação com cola - método reforçado Uma evolução do método simples, de maior durabilidade, é conseguido apenas colando na lombada, após a última demão de cola (antes de secar), um pequeno pedaço de papel. Imediatamente após a última demão de cola dobre-a sobre a lombada, e mantenha pressionado até que fique colada.

23 Encadernação industrial Encadernação com cola - Método com cola melhorado Encadernação com cola - Método com cola quente Usar cola comum é um processo demorado. Se o interesse é rapidez fica melhor utilizar cola quente, que está pronta para uso em aproximadamente 15 segundos.

24 Encadernação industrial Costura É mais trabalhoso, porém mais durável do que as encadernações com cola, além do que igualmente barata. Livros encadernados com costura podem durar gerações.

Aula 07 Processos de Acabamento Gráfico

Aula 07 Processos de Acabamento Gráfico Aula 07 Univesidade Tuiuti do Paraná Curso de Design Gráfico 4º período Materiais e Processos I Definição: Também conhecida como fase de pós-impressão (pospress), essa fase de finalização dos processos

Leia mais

Analisado por: (SECAM) (DECCO) intranet

Analisado por: (SECAM) (DECCO) intranet Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Chefe de Serviço de Diretor do Departamento de Diretor da Diretoria-Geral de Catalogação, Classificação e Gestão e Disseminação do Comunicação e de Difusão do

Leia mais

Tutorial: Quenn Anne Game Table Passo-a-Passo elaborado por Marco Pepe (HobbyFun)

Tutorial: Quenn Anne Game Table Passo-a-Passo elaborado por Marco Pepe (HobbyFun) A mesa que vamos construir! Tutorial: Quenn Anne Game Table Projeto: Queen Anne Game Table Lista de Materiais Madeira de 1, 2 e 3 mm de espessura. Pode ser mogno, cedro, balsa, etc. No nosso modelo eu

Leia mais

Adaptação de. PdP. Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 13/01/2006 Última versão: 18/12/2006

Adaptação de. PdP. Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 13/01/2006 Última versão: 18/12/2006 TUTORIAL Adaptação de Servo-motores Autor: Luís Fernando Patsko Nível: Intermediário Criação: 13/01/2006 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br

Leia mais

Rev. 01 MANUAL TÉCNICO. Kit Porta Pronto

Rev. 01 MANUAL TÉCNICO. Kit Porta Pronto MANUAL TÉCNICO Kit Porta Pronto Carga e Descarga Os produtos são carregados na empresa e preparados de modo a assegurar sua proteção. Durante o transporte até o cliente é imprescindível que sejam mantidas

Leia mais

O quadro abaixo tem as indicações de agulhas, linhas e comprimento de pontos adequados aos vários tipos de tecidos:

O quadro abaixo tem as indicações de agulhas, linhas e comprimento de pontos adequados aos vários tipos de tecidos: Relação de Tecido, Agulha, Linha e Ponto Para obter os melhores resultados, escolha sempre uma agulha de número e ponta adequados ao tecido. A agulha mais fina é de nº 9 e a mais grossa é de nº 18. Quanto

Leia mais

Impressora HP LaserJet Série P2030. Guia de papel e mídia de impressão

Impressora HP LaserJet Série P2030. Guia de papel e mídia de impressão Impressora HP LaserJet Série P2030 Guia de papel e mídia de impressão Impressora HP LaserJet Série P2030 Guia de papel e mídia de impressão Copyright e licença 2008 Copyright Hewlett-Packard Development

Leia mais

Perguntas Freqüentes sobre a Gráfica Abril

Perguntas Freqüentes sobre a Gráfica Abril Perguntas Freqüentes sobre a Gráfica Abril Qual é o papel usado na impressão de revistas? Cada revista utiliza um tipo de papel diferente. Na gráfica são utilizados papéis do tipo LWC, SC, Couchê, Jornal

Leia mais

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PREDIAIS

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PREDIAIS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PREDIAIS Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turmas C01, C02 e C03 Disc. Construção Civil II 1 O PROJETO ASPECTOS IMPORTANTES PARA O ELETRICISTA

Leia mais

Manual de Colagem Silicone Glazing

Manual de Colagem Silicone Glazing Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Tipos de Selante Estrutural... 3 2.1. Selante estrutural monocomponente... 3 2.2. Selante estrutural bi componente... 3 3. Antes de Começar a Colar... 4 4. Procedimento

Leia mais

Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title

Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title Extensômetro de Alto Alongamento AHX800 Manual Title Additional Manual do Information Produto be certain. 100-238-343 A Informações sobre Direitos Autorais Informações sobre Marca Registrada Informação

Leia mais

BANCO CENTRAL DO BRASIL Departamento de Comunicação. Estimativa anual de demanda por produtos e serviços gráficos - Jan 2014 7.399,00 4.

BANCO CENTRAL DO BRASIL Departamento de Comunicação. Estimativa anual de demanda por produtos e serviços gráficos - Jan 2014 7.399,00 4. BANCO CENTRAL DO BRASIL Departamento de Comunicação Estimativa anual de demanda por produtos e serviços gráficos - Jan 2014 TIPO DE PAPEL / ACABAMENTO (A) UNIDADE DE MEDIDA (B) TIPO IMPRESSÃO (C) FAIXAS

Leia mais

FIXANDO AS CAVERNAS NO PICADEIRO 33

FIXANDO AS CAVERNAS NO PICADEIRO 33 2 1 100 1 132 1 000 FIXANDO AS CAVERNAS NO PICADEIRO 33 1. Coloque a caverna do meio sobre o picadeiro a frente da traverssa. Para o barco de 5,2 m a caverna 2, para os barcos maiores a caverna 3. 2. Alinhe

Leia mais

Transporte e Armazenamento Bem Sucedido de Chapa de Aço Galvanizada

Transporte e Armazenamento Bem Sucedido de Chapa de Aço Galvanizada GalvInfo Center - Um programa do International Zinc Association 6. Uso de Chapa de Aço com Revestimento Metálico GalvInfoNote Transporte e Armazenamento Bem Sucedido de Chapa de Aço Galvanizada 6.1 Introdução

Leia mais

Recado aos Pais e Professores

Recado aos Pais e Professores Recado aos Pais e Professores A criança aprende fazendo. Um trabalho manual confeccionado logo após a história bíblica fixa os ensinos que a criança acabou de ouvir, e também é um lembrete visual do constante

Leia mais

Características do papel. Escolhendo formulários préimpressos

Características do papel. Escolhendo formulários préimpressos A qualidade de impressão e a confiabilidade da alimentação da impressora e dos opcionais podem variar de acordo com o tipo e tamanho da mídia de impressão utilizada. Esta seção fornece diretrizes para

Leia mais

A tinta e o pergaminho

A tinta e o pergaminho 8º e 9º anos novembro/2010 A tinta e o pergaminho (o tempo dos escribas, guardiões e artesãos da escrita) I Tesouros em pergaminhos sob as armaduras de manuscritos Nos bosques e fl orestas naturais da

Leia mais

BARGOA. Conjunto de Emenda Aérea Selada Vertical - CEASV

BARGOA. Conjunto de Emenda Aérea Selada Vertical - CEASV O CEASV consiste de um conjunto para a acomodação e proteção de emendas de cabos de rede externa de telefonia, em montagem de topo, para instalações aéreas. Trata-se de um sistema versátil, de fácil instalação

Leia mais

MaxHome. Mini Ferro de Viagem. MaxHome. Sm-110 Bivolt

MaxHome. Mini Ferro de Viagem. MaxHome. Sm-110 Bivolt Mini Ferro de Viagem Sm-110 Bivolt ÍNDICE NOTAS: Parabéns por ter adquirido o seu Mini Ferro de Viagem. Características do produto Dicas de Segurança Informações do aparelho Usando o aparelho Cuidados

Leia mais

Lâmpadas. Ar Condicionado. Como racionalizar energia eléctrica

Lâmpadas. Ar Condicionado. Como racionalizar energia eléctrica Como racionalizar energia eléctrica Combater o desperdício de energia eléctrica não significa abrir mão do conforto. Pode-se aproveitar todos os benefícios que a energia oferece na medida certa, sem desperdiçar.

Leia mais

Dobramento. e curvamento

Dobramento. e curvamento Dobramento e curvamento A UU L AL A Nesta aula você vai conhecer um pouco do processo pelo qual são produzidos objetos dobrados de aspecto cilíndrico, cônico ou em forma prismática a partir de chapas de

Leia mais

Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens

Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens Variadores e redutores de velocidade e manutenção de engrenagens A UU L AL A Um conjunto de engrenagens cônicas pertencente a uma máquina começou a apresentar ruídos estranhos. O operador da máquina ficou

Leia mais

CAPÍTULO 7 FABRICAÇÃO DOS DORMENTES

CAPÍTULO 7 FABRICAÇÃO DOS DORMENTES CAPÍTULO 7 FABRICAÇÃO DOS DORMENTES Este capítulo mostra e descreve o molde metálico e a estrutura de protensão, utilizados para a fabricação dos protótipos do dormente. Também apresenta os procedimentos

Leia mais

TABELA DE VALORES ABRIL/2016

TABELA DE VALORES ABRIL/2016 TABELA DE VALORES ABRIL/2016 Bem-vindo à Viacolor A Viacolor produz álbuns fotográficos nas mais diversas formas e tamanhos, em papel Linho, Canvas e Metalizado e em laminação UV e Velvet. Valorizamos

Leia mais

Inspiron 14. Manual de serviço. 5000 Series. Modelo do computador: Inspiron 5448 Modelo normativo: P49G Tipo normativo: P49G001

Inspiron 14. Manual de serviço. 5000 Series. Modelo do computador: Inspiron 5448 Modelo normativo: P49G Tipo normativo: P49G001 Inspiron 14 5000 Series Manual de serviço Modelo do computador: Inspiron 5448 Modelo normativo: P49G Tipo normativo: P49G001 Notas, avisos e advertências NOTA: uma NOTA indica informações importantes que

Leia mais

11/07 246-04/00 072413 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO. www.britania.com.br sac@britania.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR MANUAL DE INSTRUÇÕES

11/07 246-04/00 072413 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO. www.britania.com.br sac@britania.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR MANUAL DE INSTRUÇÕES 11/07 246-04/00 072413 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO www.britania.com.br sac@britania.com.br ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR MANUAL DE INSTRUÇÕES ELIMINAÇÃO DE PROBLEMAS ASPIRADOR NÃO LIGA Verificar se a

Leia mais

TECNOLOGIAS DEMONSTRADAS NO ECHO: PRENSAS DE BRIQUETES PARA COMBUSTÍVEIS ALTERNATIVOS

TECNOLOGIAS DEMONSTRADAS NO ECHO: PRENSAS DE BRIQUETES PARA COMBUSTÍVEIS ALTERNATIVOS TECNOLOGIAS DEMONSTRADAS NO ECHO: PRENSAS DE BRIQUETES PARA COMBUSTÍVEIS ALTERNATIVOS DE JASON DAHLMAN COM CHARLIE FORST Uma NOTA TÉCNICA de ECHO Publicado 2001 INTRODUÇÃO Briquetes feitos de materiais

Leia mais

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR www.rehau.com.br Construção Automotiva Indústria DESIGN PARA MÓVEIS DA REHAU: SOLUÇÕES INOVADORAS DE SISTEMAS NO MESMO LOCAL A REHAU se estabeleceu como a principal

Leia mais

Papéis suportados. Instruções de uso do papel. Impressora a laser em cores Phaser 7750

Papéis suportados. Instruções de uso do papel. Impressora a laser em cores Phaser 7750 Papéis suportados Este tópico inclui: "Instruções de uso do papel" na página 2-5 "Instruções para armazenamento de papel" na página 2-11 "Papel que pode danificar a impressora" na página 2-12 Siga as instruções

Leia mais

Rondó. Material: Cartolina fina branca ( comum ou tipo Bristol), vareta de madeira com 34,5 cm de comprimento e seção quadrada de 5 x 5 cm.

Rondó. Material: Cartolina fina branca ( comum ou tipo Bristol), vareta de madeira com 34,5 cm de comprimento e seção quadrada de 5 x 5 cm. Rondó Material: Cartolina fina branca ( comum ou tipo Bristol), vareta de madeira com 34,5 cm de comprimento e seção quadrada de 5 x 5 cm. o Rondó é um planador de longo alcance, onde o ar que entra pelos

Leia mais

Axkid Manual de Instruções Kidzone

Axkid Manual de Instruções Kidzone Axkid Manual de Instruções Kidzone segurança Voltada para frente com cinto de 9-18kg Voltada para trás com cinto de segurança Voltada para frente com 9-25 Kg o cinto de segurança do adulto 15-25 kg Testado

Leia mais

Dicas práticas para conjuntos de infusão

Dicas práticas para conjuntos de infusão Dicas práticas para conjuntos de infusão Dicas práticas para conjuntos de infusão Inserção da cânula Para inserir a cânula no organismo, é necessário fazer uma prega na pele para que ela fique tensionada.

Leia mais

MÁQUINA DE COSTURA PONTO FIXO

MÁQUINA DE COSTURA PONTO FIXO MÁQUINA DE COSTURA PONTO FIXO Máquina Ponto fixo: 1 agulha 2 agulhas zig-zag (simples ou 3 pontadas). Toda máquina com carretilha ou carrinho é máquina de ponto fixo. Estas máquinas são usadas para costura

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal PREGÃO ELETRÔNICO 153/2009 PROCESSO 336.637 Trata-se de pedidos de esclarecimentos encaminhados pelas empresas AURUS Comercial e Distribuidora Ltda., HUFFIX do Brasil Ambientes Empresariais e TELOS S/A

Leia mais

Estantes Simplos para cargas ligeiras

Estantes Simplos para cargas ligeiras Estantes Simplos para cargas ligeiras Estantes Simplos Estantes Simplos O sistema de armazenagem Simplos proporciona a melhor solução às mais diversas necessidades de armazenagem de cargas médias e ligeiras,

Leia mais

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA [REV.00 03082011] 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA Antes da utilização, é muito importante que você leia atentamente o manual de instruções, estas informações ajudam a prevenir acidentes e utilizar

Leia mais

NBR 6024:1989 - Numeração progressiva das seções de um documento - Procedimento

NBR 6024:1989 - Numeração progressiva das seções de um documento - Procedimento SET 2002 NBR 6029 ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas Informação e documentação - Livros e folhetos - Apresentação Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13-28º andar CEP 20003-900 - Caixa

Leia mais

ENVIDRAÇAMENTO COM TECNOLOGIA

ENVIDRAÇAMENTO COM TECNOLOGIA BBA Sistemas de Envidraçamento Ltda ENVIDRAÇAMENTO COM TECNOLOGIA MANUAL PRÁTICO DE USO, CONSERVAÇÃO E LIMPEZA DO SISTEMA REIKI 2013 Apresentação Este manual de uso e limpeza foi elaborado com o objetivo

Leia mais

DOMINE O EXCEL 2007. 16-09-2008 Fascículo 1

DOMINE O EXCEL 2007. 16-09-2008 Fascículo 1 DOMINE O EXCEL 2007 16-09-2008 Introdução ao Microsoft Excel 2007 O ambiente de trabalho O Friso e os Tabuladores do Excel 2007 O Excel possui várias versões sendo que, para a plataforma Windows, a mais

Leia mais

TORVEL EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS LTDA. PENSE EM SEGURANÇA

TORVEL EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS LTDA. PENSE EM SEGURANÇA TORVEL EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS LTDA. PENSE EM SEGURANÇA Manual Sobre Segurança e Utilização de equipamentos Hidráulicos de Alta Pressão. Página 1 de 24 DE TORVEL PARA VOCÊ... EQUIPAMENTOS HIDRÁULICOS

Leia mais

Página 1 de 5 20 - O Pássaro O interesse da humanidade nos pássaros, eu creio que muitas vezes, vem por causa do ciúme - nós temos feito muitos esforços para voar. A graça natural, a habilidade de elevar-se

Leia mais

Papel Reciclado Artesanal Branco com Sisal

Papel Reciclado Artesanal Branco com Sisal Papel Reciclado Artesanal Branco com Sisal 1 Técnica utilizada: reciclagem de papel Materiais 2 Papel para reciclar (sulfite, formulário contínuo ou outros papéis que não contenham vernizes, plásticos

Leia mais

Material. 2 Cristiane Débora

Material. 2 Cristiane Débora Feltro : - Cor de pele - Verde claro - verde escuro - Branco - Cáqui - Marrom - Laranja - Bege Papelão Paraná Palito de churrasco Manta siliconada 2 mini botões/ 2 meio pérolas pretas Linhas das cores

Leia mais

- Apresentar experiências i entre profissionais i i responsáveis pelo patrimônio cultural.

- Apresentar experiências i entre profissionais i i responsáveis pelo patrimônio cultural. Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Curso de Arquivologia Disciplina: Conservação e Restauração de Documentos Profa. Lillian Alvares Conservação e Preservação

Leia mais

International Paper do Brasil Ltda.

International Paper do Brasil Ltda. International Paper do Brasil Ltda. Autor do Doc.: Marco Antonio Codo / Wanderley Casarim Editores: Marco Antonio Codo / Wanderley Casarim Título: Técnicas de Inspeção, Montagem, uso de Rebolos ( Esmeris

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Modelo TS-558 PRANCHA ALISADORA

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Modelo TS-558 PRANCHA ALISADORA Modelo TS-558 PRANCHA ALISADORA Para prevenir ferimentos ou danos, antes de usar o aparelho leia e siga atentamente a todas as instruções contidas neste manual. MANUAL DE INSTRUÇÕES PRECAUÇÕES As instruções

Leia mais

O sistema de Fachada Ventilada da Cerâmica Em termos de custo, prazo e minimização de

O sistema de Fachada Ventilada da Cerâmica Em termos de custo, prazo e minimização de FACHADAS VENTILADAS Fachada Ventilada O sistema de Fachada Ventilada da Cerâmica Em termos de custo, prazo e minimização de Portinari foi desenvolvido para atender aos critérios transtornos para os usuários

Leia mais

O FORMATO DO PÃO. (Francisco Tejero)

O FORMATO DO PÃO. (Francisco Tejero) O FORMATO DO PÃO (Francisco Tejero) No processo de panificação uma vez a massa dividida em bolas e depois de descansar, a etapa seguinte é o formato das peças. Esta operação consiste em dar forma simétrica

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO SISTEMA ALO SOLAR PARA COBERTURA DE PISCINAS MANTA TÉRMICA ALO COVER

MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO SISTEMA ALO SOLAR PARA COBERTURA DE PISCINAS MANTA TÉRMICA ALO COVER MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO SISTEMA ALO SOLAR PARA COBERTURA DE PISCINAS MANTA TÉRMICA ALO COVER Parabéns! Você está adquirindo um produto de alta qualidade, especialmente fabricado para auxiliar

Leia mais

Regras básicas para a consulta e manuseamento de documentação histórica

Regras básicas para a consulta e manuseamento de documentação histórica Regras básicas para a consulta e manuseamento de documentação Todos temos a responsabilidade e o dever de preservar a documentação que se encontra à guarda desta Instituição. É com prazer que a disponibilizamos

Leia mais

a solução em fitas de borda a solução em fitas de borda QUALIDADE MUNDIALMENTE RECONHECIDA.

a solução em fitas de borda a solução em fitas de borda QUALIDADE MUNDIALMENTE RECONHECIDA. w w w. p ro a d e c. c o m. b r A NOSSA EMPRESA 01 01 EMPRESA A Proadec é um dos líderes na produção e comercialização de fitas de borda em PVC e ABS* para móveis e arquitetura de interiores. A sua proposta

Leia mais

Autómatos: Brinquedos com movimento em contexto de aula. Guia passo a passo para o professor

Autómatos: Brinquedos com movimento em contexto de aula. Guia passo a passo para o professor Autómatos: Brinquedos com movimento em contexto de aula Guia passo a passo para o professor 1. Introdução Este documento destina-se a todos os professores que pretendam implementar, na escola, uma oficina

Leia mais

Para proteção completa contra chuva, está disponível em lojas de varejo uma capa de chuva ABC Design.

Para proteção completa contra chuva, está disponível em lojas de varejo uma capa de chuva ABC Design. MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO ABC DESIGN PRIMO Moldura de Alumínio leve Alças giratórias em 360 graus 4 posições de regulagem de encosto Rodas dianteiras giratórias e bloqueáveis. toldo removível Testado

Leia mais

TÉCNICAS DE ARTESANATO Tita Mascarenhas CURSO BÁSICO DE BORDADOS BORDADO À MÃO PONTOS BÁSICOS

TÉCNICAS DE ARTESANATO Tita Mascarenhas CURSO BÁSICO DE BORDADOS BORDADO À MÃO PONTOS BÁSICOS TÉCNICAS DE ARTESANATO Tita Mascarenhas CURSO BÁSICO DE BORDADOS BORDADO À MÃO PONTOS BÁSICOS Bordado é uma forma de criar desenhos e figuras ornamentais em um tecido, utilizando para este fim diversos

Leia mais

Instruções para uso do peso de bater automático

Instruções para uso do peso de bater automático Este equipamento foi desenvolvido com as finalidades de: 1) Agilizar e otimizar o tempo necessário para os testes de penetração de solo; 2) Melhorar a ergonomia do procedimento, evitando esforços físicos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA DE CANECAS JTSB03

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA DE CANECAS JTSB03 MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA PRENSA TÉRMICA DE CANECAS JTSB03 1. Identificação dos elementos da prensa JTSB03: Antes de ligar a prensa e iniciar seu trabalho é indispensável verificar se a mesma

Leia mais

O Suporte e Posicionador para Ombro TMAX II pode ser adaptado à maioria das mesas cirúrgicas e acomoda pacientes de até 350 libras (160 kg) de peso.

O Suporte e Posicionador para Ombro TMAX II pode ser adaptado à maioria das mesas cirúrgicas e acomoda pacientes de até 350 libras (160 kg) de peso. Suporte e Posicionador para Ombro TMAX II PREFÁCIO O Suporte e Posicionador para Ombro TMAX II foi projetado para proporcionar o posicionamento ideal nos procedimentos operatórios do ombro. Este dispositivo

Leia mais

Geografia Prática: Instrumentação para o Ensino de Geografia II

Geografia Prática: Instrumentação para o Ensino de Geografia II Geografia Prática: Instrumentação para o Ensino de Geografia II Fadel David Antonio Filho Professor Adjunto (Livre Docente) no Departamento de Geografia do Instituto de Geociências e Ciências Exatas UNESP/Rio

Leia mais

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA [REV.03 29112011] 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA É muito importante que você leia atentamente todas as instruções contidas neste manual antes de utilizar o produto, pois elas garantirão sua segurança

Leia mais

Mangueira Anel de Encaixe Rosca de Fixação Luva Redutora

Mangueira Anel de Encaixe Rosca de Fixação Luva Redutora 1 KIT DE INSTALAÇÃO: Mangueira Anel de Encaixe Rosca de Fixação Luva Redutora Válvula de Entrada de água Conector Tampão de Fixação Anel de Borracha INSTALAÇÃO: É recomendável que a instalação do aparelho

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Modelo TS-242 ESCOVA GIRATÓRIA

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Modelo TS-242 ESCOVA GIRATÓRIA Modelo TS-242 ESCOVA GIRATÓRIA Para prevenir ferimentos ou danos, antes de usar o aparelho leia e siga atentamente a todas as instruções contidas neste manual. MANUAL DE INSTRUÇÕES PRECAUÇÕES As instruções

Leia mais

* Não precisa de elementos auxiliares para a sua sustentação.

* Não precisa de elementos auxiliares para a sua sustentação. INTRODUÇÃO RYLBRUN é a tubulação flexível, fabricada a base de materiais de alta qualidade e resistência, e cujas características construtivas, fazem dela a tubulação ideal para a instalação de bombas

Leia mais

Z6 Resumo das informações mais importantes

Z6 Resumo das informações mais importantes Z6 Resumo das informações mais importantes Z6 Resumo das informações mais importantes J Este manual breve não substitui o Manual de instruções Z6. Primeiro, leia e respeite as instruções de segurança e

Leia mais

CV 3001. Manual de Instruções. Cadeira Auto. Dispositivo de Retenção para Crianças. 20110717 manual CV3001_voyage.indd 1 30/06/11 13:24

CV 3001. Manual de Instruções. Cadeira Auto. Dispositivo de Retenção para Crianças. 20110717 manual CV3001_voyage.indd 1 30/06/11 13:24 CV 3001 Manual de Instruções Cadeira Auto Dispositivo de Retenção para Crianças 20110717 manual CV3001_voyage.indd 1 30/06/11 13:24 Apresentação Este é um dispositivo de retenção para crianças, utilizado

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2F

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2F CADERNO DE EXERCÍCIOS 2F Ensino Médio Ciências da Natureza Questão 1. 2. Conteúdo Extração do ferro a partir do minério, representações químicas das substâncias e reações químicas Habilidade da Matriz

Leia mais

Manual do Usuário Nokia Mobile Holder CR-123 & Easy Mount HH-22

Manual do Usuário Nokia Mobile Holder CR-123 & Easy Mount HH-22 Manual do Usuário Nokia Mobile Holder CR-123 & Easy Mount HH-22 Edição 1.1 2 Sobre o porta-celular veicular Com o Porta-celular CR-123 e o Suporte de Fácil Fixação HH-22 da Nokia, você pode ter acesso

Leia mais

Fundamentos Equipamentos Consumíveis Técnica operatória Aplicações Industriais. Definição e princípio de operação:

Fundamentos Equipamentos Consumíveis Técnica operatória Aplicações Industriais. Definição e princípio de operação: Fundamentos Equipamentos Consumíveis Técnica operatória Aplicações Industriais Fundamentos Definição e princípio de operação: A soldagem a arco com eletrodo de tungstênio e proteção gasosa (Gas Tungsten

Leia mais

Sumário Serra Fita FAM

Sumário Serra Fita FAM Sumário Serra Fita FAM 1 Componentes... 1 Painel de controle... 1 Sensores de segurança... 2 Especificações... 2 Instalação... 3 Condições Gerais do Local... 3 Rede Elétrica... 3 Instalação da Tomada...

Leia mais

ML-800 PRANCHA ALISADORA

ML-800 PRANCHA ALISADORA ML-800 PRANCHA ALISADORA INTRODUÇÃO A ML-800 Milano NKS é um produto de alta tecnologia e qualidade. Para entender todas as funções deste aparelho e utilizá-lo com segurança, leia atentamente as recomendações

Leia mais

A experiência da Tecno na fabricação de cadeiras para espaços corporativos vivenciada desde 1993 determinou a solidez de sua marca no mercado.

A experiência da Tecno na fabricação de cadeiras para espaços corporativos vivenciada desde 1993 determinou a solidez de sua marca no mercado. 41 experiência da Tecno na fabricação de cadeiras para espaços corporativos vivenciada desde 1993 determinou a solidez de sua marca no mercado. Tecno possui uma fábrica moderna que investe, constantemente,

Leia mais

MANUAL PARA GESTORES DAS

MANUAL PARA GESTORES DAS MANUAL PARA GESTORES DAS BIBLIOTECAS AZUIS Dezembro 2011 MANUAL PARA OS GESTORES DE BIBLIOTECA AZUL índice O QUE É O PROJETO BIBLIOTECA AZUL?... 2 Página QUAL O PÚBLICO-ALVO DAS BIBLIOTECAS AZUIS?... 4

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES BALANÇAS

MANUAL DE INSTRUÇÕES BALANÇAS MANUAL DE INSTRUÇÕES BALANÇAS Leia atentamente este Manual. MODELOS: CA6000 (Prata) CA7000 (Preta) SAC: (11) 5660.2600 Uso doméstico Obrigado por adiquirir um produto G-LIFE. Sua Balança MILLENIUM, para

Leia mais

ÍNDICE GUIA DE CONSULTA RÁPIDA INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO TABELA DE PROGRAMAS BROCHURA

ÍNDICE GUIA DE CONSULTA RÁPIDA INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO TABELA DE PROGRAMAS BROCHURA ÍNDIE GUIA DE ONSULTA RÁPIDA TABELA DE PROGRAMAS PREPARAÇÃO DA ROUPA SELEIONAR AS OPÇÕES E O PROGRAMA INIIAR E TERMINAR UM PROGRAMA MODIFIAR UM PROGRAMA INTERROMPER UM PROGRAMA MANUTENÇÃO E LIMPEZA DIÁRIAS

Leia mais

CONVITE! Convites para a festa Tomodachi Life PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA Pede a um adulto para te ajudar a recortar os convites.

CONVITE! Convites para a festa Tomodachi Life PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA Pede a um adulto para te ajudar a recortar os convites. Convites para a festa Tomodachi Life PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA Pede a um adulto para te ajudar a recortar os convites. Material necessário: Tesoura Cola Instruções: 1. Pede a um adulto para te ajudar a recortar

Leia mais

O LIVRO Do Autor ao Leitor

O LIVRO Do Autor ao Leitor O LIVRO Do Autor ao Leitor PLINIO MARTINS FILHO Caricaturas da Iconografia do Livro. Autor Romancista Contista Poeta Pesquisador Didático Autor x Editor Idiossincrasias Editora Tipos de Editora Política

Leia mais

Capítulo IV- Pinhole. Pinhole: Processo de se fazer fotografia sem a necessidade do uso de equipamentos convencionais. A

Capítulo IV- Pinhole. Pinhole: Processo de se fazer fotografia sem a necessidade do uso de equipamentos convencionais. A Capítulo IV- Pinhole Pinhole: Processo de se fazer fotografia sem a necessidade do uso de equipamentos convencionais. A câmera pode ser construída de forma artesanal utilizando materiais simples. O nome

Leia mais

1 Alteração das imagens do aparelho Kaue 11-08-2011 2 Alteração na capacidade do reservat rio, de 1600ml para 1400ml Kaue 20-09-2011

1 Alteração das imagens do aparelho Kaue 11-08-2011 2 Alteração na capacidade do reservat rio, de 1600ml para 1400ml Kaue 20-09-2011 1 Alteração das imagens do aparelho Kaue 11-08-2011 2 Alteração na capacidade do reservat rio, de 1600ml para 1400ml Kaue 20-09-2011 07/11 719-09-05 775788 REV.2 Vapor Tapete Clean 719-09-05 2 Parabéns

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PIPOQUEIRA CADENCE POP201

MANUAL DO USUÁRIO PIPOQUEIRA CADENCE POP201 MANUAL DO USUÁRIO PIPOQUEIRA CADENCE POP201 Obrigado por adquirir a Pipoqueira Cadence POP201, um produto de alta tecnologia, seguro e eficiente. É muito importante ler atentamente este manual de instruções,

Leia mais

Evolução Constante MANUAL DE INSTRUÇÕES E CATÁLOGO DE PEÇAS PENETRÔMETRO

Evolução Constante MANUAL DE INSTRUÇÕES E CATÁLOGO DE PEÇAS PENETRÔMETRO Evolução Constante MANUAL DE INSTRUÇÕES E CATÁLOGO DE PEÇAS PENETRÔMETRO ÍNDICE APRESENTAÇÃO...01 1 - PARTES COMPONENTES...02 2 - MEDIDAS DE SEGURANÇA...02 3 - RECOMENDAÇÕES DE USO DO PENETRÔMETRO...03

Leia mais

TRATAMENTO DE MADEIRA NA PROPRIEDADE RURAL

TRATAMENTO DE MADEIRA NA PROPRIEDADE RURAL TRATAMENTO DE MADEIRA NA PROPRIEDADE RURAL TRATAMENTO DE MADEIRA NA PROPRIEDADE RURAL Este folheto indica a maneira de preparar uma solução imunizadora para tratamento de madeira roliça de Eucalipto e

Leia mais

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MANUAL DE INSTRUÇÃO MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MODELO: SS-26-1W - 1 - MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO Leia atentamente as instruções antes de iniciar o uso: a) Verificar se a voltagem está correta

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO PHL82 PARA BIBLIOTECÁRIOS Belo Horizonte, 22 de maio 2009. Ilário Zandonade

CONFIGURAÇÃO DO PHL82 PARA BIBLIOTECÁRIOS Belo Horizonte, 22 de maio 2009. Ilário Zandonade 1 CONFIGURAÇÃO DO PHL82 PARA BIBLIOTECÁRIOS Belo Horizonte, 22 de maio 2009. Ilário Zandonade 1. Introdução 2. Senha 3. Permissões 4. Configurações 5. Bibliotecas 6. Calendário 7. Tipo de usuário 8. Prazos

Leia mais

Manual de Uso APARELHO DE GI NÁSTI CA TOTAL GYM 1000 -------------------------------------------------------DESCRIÇÃO DO PRODUTO

Manual de Uso APARELHO DE GI NÁSTI CA TOTAL GYM 1000 -------------------------------------------------------DESCRIÇÃO DO PRODUTO Manual de Uso APARELHO DE GI NÁSTI CA TOTAL GYM 1000 -------------------------------------------------------DESCRIÇÃO DO PRODUTO ATENÇÃO Mantenha cabelo, dedos, roupa, animais de estimação e crianças longe

Leia mais

O surgimento da escrita, a invenção e a evolução das artes gráficas

O surgimento da escrita, a invenção e a evolução das artes gráficas O surgimento da escrita, a invenção e a evolução das artes gráficas A humanidade sempre dependeu de se comunicar para poder sobreviver melhor, transmitir os conhecimentos acumulados sempre foi algo muito

Leia mais

Introdução à Produção Gráfica

Introdução à Produção Gráfica Introdução à Produção Gráfica Flávio Gomes 1 - Sistemas de Cores Atualmente boa parte dos layouts desenvolvidos para impressão são elaborados em softwares gráficos, esses softwares utilizam um processo

Leia mais

Protocolo de instalação de piezômetros em locais com nível freático pouco profundo (áreas sazonalmente encharcadas)

Protocolo de instalação de piezômetros em locais com nível freático pouco profundo (áreas sazonalmente encharcadas) A localização do nível do lençol freático e o conhecimento da sua variação devido às precipitações e outros agentes naturais é de extrema importância para entender a distribuição e abundancia de espécies.

Leia mais

PS 9100. Contadora e Classificadora de Moedas

PS 9100. Contadora e Classificadora de Moedas Contadora e Classificadora de Moedas ÍNDICE 1 Identificação : 2 Instalação: 2.1 Conteúdo: 2.2 Desembalagem : 2.3 Instruções de Instalação : 3 Documentos : 3.1 Especificações das Moedas : 3.2 Condições

Leia mais

Modelo TS-243 ESCOVA GIRATÓRIA ARGAN OIL + ION MANUAL DE INSTRUÇÕES

Modelo TS-243 ESCOVA GIRATÓRIA ARGAN OIL + ION MANUAL DE INSTRUÇÕES Modelo TS-243 ESCOVA GIRATÓRIA ARGAN OIL + ION MANUAL DE INSTRUÇÕES PRECAUÇÕES IMPORTANTES As instruções de segurança devem sempre ser seguidas para reduzir riscos. É importante ler com cuidado todas as

Leia mais

Manual do Usuário Nokia Power Keyboard SU-42

Manual do Usuário Nokia Power Keyboard SU-42 Manual do Usuário Nokia Power Keyboard SU-42 Edição 1.0 PT-BR Sobre sua capa para tablet Conheça o novo Nokia Power Keyboard. Com o Nokia Power Keyboard, é possível: protege seu tablet contra impactos

Leia mais

Como montar boneco de arame para stopmotion

Como montar boneco de arame para stopmotion Como montar boneco de arame para stopmotion Neste manual, mostraremos como montar bonecos simples para o uso no stopmotion. Existem diversos tipos de técnicas na qual pode-se explorar. -Animação em areia

Leia mais

1ª Decomposição das cores contínuas em padrões de distribuição de pontos de cor sólidos através de um scanner

1ª Decomposição das cores contínuas em padrões de distribuição de pontos de cor sólidos através de um scanner 1 2 Qualidade na reprodução Originais Qualidade do original Separação de cores Fotolitos Chapas Tinta Papel Esse itens são fundamentais para que as cores não sejam modificadas na reprodução. 1- opacos

Leia mais

Dicionário Rotermundês

Dicionário Rotermundês AGENDA: Livro ou caderno com datas seqüenciais destinado a anotações de compromissos, obrigações a cumprir em determinado dia, hora e lugar. Traz também outras informações práticas para a consulta (dependendo

Leia mais

Como fazer o seu próprio escudo medieval

Como fazer o seu próprio escudo medieval Dark Ages - idade média www.sec11.cjb.net goshinryukempo@hotmail.com Idade média Como fazer o seu próprio escudo medieval Existem dois métodos, um simples e o outro bem mais elaboro. 1. O método simples:

Leia mais

Tutorial Instalação de manta-asfáltica no assoalho e túnel central

Tutorial Instalação de manta-asfáltica no assoalho e túnel central Tutorial Instalação de manta-asfáltica no assoalho e túnel central Bom, esse tutorial não vai ser uma receita de bolo, mais vai ajudar muito a quem se aventurar! Vou postar fotos do processo, algumas medidas,

Leia mais

MANUAL DE FUNCIONAMENTO

MANUAL DE FUNCIONAMENTO MANUAL DE FUNCIONAMENTO Prezado cliente, Nossas embaladoras são desenvolvidas para oferecer economia e, melhoria na apresentação de seus produtos, levando aos consumidores garantia de maior durabilidade

Leia mais

Manual de Operação do Cartucho

Manual de Operação do Cartucho Manual de Operação do Cartucho Índice 1 - Procedimento de inserção do cartucho 3. 2 - Procedimento de remoção do cartucho 5. 3 - Falha de impressão 7. Atenção Leia as instruções contidas neste manual antes

Leia mais

Ao todo são 4 cartuchos: Black (K), Yellow (Y), Magenta (M) e Ciano (C)

Ao todo são 4 cartuchos: Black (K), Yellow (Y), Magenta (M) e Ciano (C) Suprimentos: 1) Cartucho de tonner Ao todo são 4 cartuchos: Black (K), Yellow (Y), Magenta (M) e Ciano (C) 2) Cilindro de imagem Também são 4 cilindros ao todo: Black (K), Yellow (Y), Magenta (M) e Ciano

Leia mais

Instruções de Instalação Pisos Vinílicos

Instruções de Instalação Pisos Vinílicos Instruções de Instalação Pisos Vinílicos LinhadePisosLaminadosemPVC 2,3mmeClick Recomendações e Responsabilidades Os serviços de colocação devem ser repassados a profissionais instaladores de pisos com

Leia mais

REGULAMENTO DA Biblioteca Campus UFRJ-Macaé Professor Aloísio Teixeira/FUNEMAC

REGULAMENTO DA Biblioteca Campus UFRJ-Macaé Professor Aloísio Teixeira/FUNEMAC REGULAMENTO DA Biblioteca Campus UFRJ-Macaé Professor Aloísio Teixeira/FUNEMAC 1- Horário de Funcionamento 08:00 às 21:00 horas ininterruptas. No período de férias, o horário será reduzido. 2- Normas do

Leia mais

Inspiron 3647 Manual do proprietário

Inspiron 3647 Manual do proprietário Inspiron 3647 Manual do proprietário Modelo do computador: Inspiron 3647 Modelo regulamentar: D09S Tipo regulamentar: D09S001 Notas, Avisos e Advertências NOTA: Uma NOTA indica informações importantes

Leia mais