CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 012/2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 012/2010"

Transcrição

1 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 012/2010 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 012/2010 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 24/06/2010, ÀS 10:00 horas LOCAL DA REUNIÃO: RUA VICTORIO VIÉZZER, 84 MERCÊS Prezados Senhores, A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO do Conselho Regional de Medicina, leva ao conhecimento público que será realizada Licitação na modalidade de Pregão Presencial, conforme descrito neste Edital e seus anexos, e de conformidade com Lei de 17 de julho de 2002, que regulamenta o pregão. Os envelopes contendo as Propostas de Preços definido no objeto deste Edital e seus Anexos, devem ser entregues no local, data e horário acima indicados. 1 - DO OBJETO 1.1 O Pregão Amplo tem por objeto a reforma da Rede Elétrica de Baixa Tensão e da Rede Estruturada com Certificação Normatizada da Sede CRM/PR, em Curitiba - Paraná, conforme especificado no anexo I deste edital. 2 - DAS CONDIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO Poderão participar deste Pregão Presencial, os interessados que se fizerem presentes na sessão (comprovando poderes para dar lances ver item 03) e atenderem a todas as exigências, inclusive quanto à documentação, constantes deste Edital e seus anexos Não poderão participar os interessados que se encontrem sob falência, concordata, concurso de credores, dissolução, liquidação ou em regime de consórcio, qualquer que seja sua forma de constituição, empresas estrangeiras que não funcionem no País, nem aqueles que tenham sido declarados inidôneos para licitar ou contratar com a Administração Pública ou punidos com suspensão do direito de licitar e contratar pelo CONTRATANTE. 3 DO CREDENCIAMENTO O credenciamento far-se-á através de instrumento de procuração com firma reconhecida, com poderes para formular ofertas e lances de preços e praticar todos os demais atos pertinentes ao certame, em nome do Proponente. Em sendo sócio, proprietário, dirigente ou assemelhado da empresa proponente, deverá apresentar cópia do respectivo Estatuto ou Página 1

2 Contrato Social, no qual estejam expressos seus poderes para exercer direitos e assumir obrigações em decorrência de tal investidura. O documento de identidade deverá ser apresentado obrigatoriamente no ato do credenciamento junto ao Pregoeiro. 4 - DA PROPOSTA DE PREÇO A Proposta de Preço e os documentos que a instruírem deverão ser apresentados no local, dia e hora determinados, em 2 (dois) envelopes devidamente fechados e rubricados no fecho, contendo em sua parte externa os dizeres: ENVELOPE Nº 01 PROPOSTA DE PREÇO PREGÃO PRESENCIAL Nº 012/2010- CRMPR RAZÃO SOCIAL DO PROPONENTE ENVELOPE Nº 02 DOCUMENTAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 012/2010-CRMPR RAZÃO SOCIAL DO PROPONENTE 4.2 O Envelope 01 - Preço, deverá conter a proposta de preços e o Envelope 02 Documentos de Habilitação, deverá conter os documentos de habilitação exigidos no item 7 deste Edital e seus anexos; A Proposta de Preço deverá ser apresentada em 01(uma) via, impressa, sem emendas, rasuras ou entrelinhas, preferencialmente em papel timbrado do proponente e redigida com clareza em língua portuguesa, salvo quanto a expressões técnicas de uso corrente, devidamente datada e assinada na última folha e rubricada nas demais, pelo proponente ou seu representante legal Indicar nome ou razão social do proponente, endereço completo, telefone, telex, fax e endereço eletrônico ( ), este último se houver, para contato, bem como: nome, estado civil, profissão, CPF, Carteira de Identidade, domicílio e cargo na empresa, para fins de assinatura das Condições de fornecimento Ter validade não inferior a 60 (sessenta) dias corridos, a contar da data de sua apresentação A Proposta de Preço PARA CADA LOTE, com o menor preço GLOBAL PARA TODO O SERVIÇO, será declarada vencedora Será de inteira responsabilidade da licitante contratada, as despesas diretas ou indiretas, tais como: salários, transportes, alimentação, diárias, encargos sociais, fiscais, trabalhistas, previdenciários e de ordem de classe, indenizações civis e quaisquer outras que forem devidas Página 2

3 as seus empregados no desempenho dos serviços objeto desta licitação ficando, ainda, o Contratante, isento de qualquer vínculo empregatício com os mesmos, sem qualquer solidariedade do CRMPR. 4.8 Quaisquer tributos, custos e despesas diretos ou indiretos omitidos da proposta ou incorretamente cotados, serão considerados como inclusos nos preços, não sendo considerados pleitos de acréscimos a esse ou a qualquer título, devendo os serviços respectivos, serem fornecidos ao CONTRATANTE sem ônus adicionais; Já será retido na fonte os impostos: IR, PIS, COFINS, CSLL, consoante a Instrução Normativa SRF n.º 306/03 bom como a Instrução Normativa SRF 480/ Conter oferta firme e precisa para que não haja qualquer outra condição que induza o julgamento a ter mais de um resultado Não será aceita a oferta de descontos escalonados, condicionados a prazos de pagamentos A proposta será considerada completa, abrangendo todos os custos com mão- de- obra, e outros custos, necessários à boa execução dos serviços constantes no objeto desta licitação A omissão de qualquer despesa necessária a execução dos serviços constantes do objeto será interpretada como já inclusa no preço, não podendo o licitante pleitear acréscimo após a abertura das propostas, ou durante a prestação do serviço Serão desclassificadas as propostas que não atenderem às exigências do presente Edital e seus anexos, seja omissa ou apresente irregularidade ou defeitos capazes de dificultar o julgamento Na proposta de preços, o proponente deverá levar em conta o menor preço GLOBAL PARA TODO O SERVIÇO de cada um dos lotes. Na proposta deverá constar o valor que custará o objeto pedido no anexo I e no anexo II deste edital, sendo que o preço inclui todo o serviço e sua instalação, conforme os termos de referência A forma de pagamento será em cinco dias após a entrega do objeto, instalado e em funcionamento, com o ACEITE dado na nota fiscal, por parte do funcionário especialmente designado. O aceite será dado ao objeto dentro das especificações e instalado adequadamente para o regular funcionamento. Em hipótese alguma serão aceitos produtos fora da especificação A apresentação das propostas implicará na plena aceitação, por parte do proponente, das condições estabelecidas neste Edital e seus anexos. Página 3

4 5 - DO RECEBIMENTO E DA ABERTURA DOS ENVELOPES A reunião para recebimento e para abertura dos envelopes contendo, a Proposta de Preço e os documentos que a instruírem, será pública, dirigida por um Pregoeiro e realizada de acordo com a Lei que regulamenta o Pregão, e em conformidade com este Edital e seus anexos, no local e horário já determinados Declarada a abertura da sessão pelo Pregoeiro, não mais serão admitidos novos proponentes, dando início ao recebimento dos envelopes Serão abertos os envelopes contendo a "PROPOSTA DE PREÇO, sendo feita sua conferência e posterior rubrica. 6 - DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS 6.1 Serão proclamados pelo Pregoeiro, os proponentes que apresentarem as propostas de menor preço global total para cada serviço (lote 01 e lote 02), e os proponentes que apresentarem as propostas com taxas até 10% inferiores àquele. Se não houver pelo menos três ofertas de acordo com essa condição, serão proclamados os proponentes que apresentarem as melhores ofertas, até no máximo de 3 (três) ofertas, quaisquer que sejam os preços oferecidos. 6.2 A classificação das propostas será pelo critério de menor preço GLOBAL total, para o fornecimento dos equipamentos e sua instalação, conforme Anexo 01 e Anexo 02 deste edital Aos licitantes proclamados será dada oportunidade para nova disputa, por meio de lances verbais e sucessivos, de valores distintos e decrescentes em relação ao menor preço. 6.4 Não poderá haver desistência dos lances ofertados, sujeitando-se o proponente desistente às penalidades constantes deste Edital. 6.5 Após esse ato, será encerrada a etapa competitiva e ordenadas as ofertas definidas no objeto deste Edital e seus anexos Sendo apta e aceitável a oferta, será verificado o atendimento das condições habilitatórias do proponente que a tiver formulado Constatado o atendimento pleno às exigências editalícias, será declarado o proponente vencedor, sendo-lhe adjudicado o objeto deste Edital e seus anexos. Página 4

5 6.8 - Se a oferta não for aceitável ou se o proponente não atender às exigências editalícias, o Pregoeiro examinará as ofertas subsequentes, na ordem de classificação, até a apuração de uma proposta, sendo o respectivo proponente declarado vencedor e a ele adjudicado o objeto deste Edital e seus Anexos Da reunião lavrar-se-á ata circunstanciada, na qual serão registradas as ocorrências relevantes e que, ao final, será assinada pelo Pregoeiro e os licitantes presentes Verificando-se, no curso da análise, o descumprimento de requisitos estabelecidos neste Edital e seus anexos, a Proposta será desclassificada Em caso de divergência entre informações contidas em documentação impressa e na Proposta específica, prevalecerão as da proposta Não se considerará qualquer oferta de vantagem não prevista no objeto deste Edital e seus anexos As Microempresas terão tratamento de acordo com o previsto no Decreto 6204/ DA HABILITAÇÃO 7.1 Os Documentos de Habilitação deverão ser entregues em envelope individual, devidamente fechado e rubricado no fecho, identificado conforme indicado no edital. 7.2 O licitante deverá apresentar os seguintes Documentos de Habilitação, para participar da presente licitação: Relativos à Habilitação Jurídica: a- Registro comercial, para empresa individual; b- Ato constitutivo, estatuto ou contrato social em vigor, devidamente registrado, para as sociedades comerciais, e, no caso de sociedades por ações, acompanhado dos documentos comprobatórios de eleição de seus administradores; c- Certidão negativa de falência ou concordata, expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica. d- O proponente lavrar declaração, sob as penalidades cabíveis, a inexistência de fato superveniente que possa impedir a sua habilitação neste certame, inclusive na vigência contratual caso venha a ser contratado pelo CONTRATANTE. Página 5

6 e- Declaração de que se responsabiliza por todos os custos inerentes à resolubilidade de quaisquer problema/sinistro dos produtos durante o tempo de garantia dos produtos ofertados. Relativos à Regularidade Fiscal: a- Prova de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ); b- Declaração de regularidade perante as Fazendas Federal (inclusive certidão negativa da dívida ativa), Estadual e Municipal do domicílio ou sede do licitante; c- Declaração de regularidade perante a Seguridade Social (INSS) e Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS); As declarações que foram disponibilizadas pela internet, terão plena validade desde que dentro do prazo de 30 dias, salvo especificação própria referente à validade. As demais certidões em que NÃO CONSTE prazo de validade, terão validade de 90 (noventa) dias. 8 DISPOSIÇÕES GERAIS DA HABILITAÇÃO 8.1- Os documentos necessários à habilitação poderão ser apresentados em original, em qualquer processo de cópia autenticada através de cartório competente, ou publicação em órgão da imprensa oficial ou de cópias, desde que acompanhadas dos originais para conferência pelo Pregoeiro. 8.2 A empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no país deverá apresentar também, o decreto de autorização ou o ato de registro ou autorização para funcionamento expedido pelo órgão competente, quando a atividade assim o exigir. 8.3 Não serão aceitos protocolos de entrega ou solicitação de documento em substituição aos documentos requeridos no presente Edital e seus anexos Se a documentação de habilitação não estiver completa e correta ou contrariar qualquer dispositivo deste Edital e seus anexos deverá o Pregoeiro considerar o proponente inabilitado Documentos apresentados com a validade expirada acarretarão na inabilitação do proponente. 8.6 Como condição para celebração do contrato, o licitante vencedor deverá apresentar no prazo fixado para sua assinatura, certidões negativas da seguridade social, bem como de tributos federais, estaduais e municipais. Página 6

7 09 - DA IMPUGNAÇÃO DO ATO CONVOCATÓRIO Até 03 (três) dias antes da data fixada para recebimento das propostas, qualquer pessoa poderá peticionar contra o ato convocatório. 9.2 O pregoeiro deve decidir sobre a petição no prazo de 24 horas. 9.3 Se for acolhida a petição contra o ato convocatório, será designada nova data para realização do certame DOS RECURSOS 10.1 Todos os recursos serão interpostos no final da sessão, com registro em ata da síntese das suas razões e contra-razões, podendo os interessados juntar memoriais no prazo de 3 (três) dias úteis Em casos especiais, quando complexas as questões debatidas, o Pregoeiro concederá àqueles que manifestarem a intenção de recorrer, prazo suficiente para apresentação das correspondentes razões, ficando os demais desde logo intimados para apresentar contra-razões em igual número de dias, que começarão a contar do término do prazo do recorrente, sendolhes assegurada vista imediata dos autos O recurso contra decisão do Pregoeiro não terá efeito suspensivo O acolhimento do recurso importará a invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento Os autos do processo permanecerão com vista franqueada aos interessados, Comissão Permanente de Licitação do CRMPR. 11. DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS Se o proponente vencedor recusar-se a assinar o contrato injustificadamente, a sessão será retomada e os demais proponentes chamados, na ordem de classificação, para fazê-lo nas mesmas condições da proposta vencedora, sujeitando-se o proponente desistente às penalidades seguintes, sem prejuízo da aplicação de outras cabíveis: a- Suspensão temporária de participação em licitações e impedimento de contratar com o CONTRATANTE, por prazo não superior a 2 (dois) anos; b- declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Pública; Página 7

8 c- Multa pecuniária de R$ 500,00 (quinhentos reais). 12- DO PAGAMENTO E CONDIÇÕES 12.1 O pagamento será efetuado da seguinte forma: a) O pagamento será na modalidade à vista, ou seja, em ate cinco dias úteis após do ACEITE dado pelo funcionário especialmente designado, com a apresentação da nota fiscal, na qual incidirá os impostos cabíveis à espécie. b) Havendo erro no documento de cobrança, ou outra circunstância que impeça a liquidação da despesa, a mesma ficará pendente e o pagamento sustado até que o contratado providencie as medidas saneadoras necessárias, não ocorrendo, neste caso, quaisquer ônus por parte do Contratante. c) Caso o Conselho não cumpra os pagamentos no prazo estipulado, pagará à Contratada atualização financeira de acordo com a variação da UFIR, proporcionalmente aos dias de atraso. e) Nenhum pagamento será feito pelo CRMPR à contratada, antes de paga ou relevada qualquer multa que porventura lhe tenha sido aplicada, ou pendência em resolver problemas técnicos DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Fica assegurado ao CONTRATANTE o direito de, no interesse da Administração, anular ou revogar, a qualquer tempo, no todo ou em parte, a presente licitação, dando ciência aos participantes, na forma da legislação vigente; Os proponentes assumem todos os custos de preparação e apresentação de suas propostas e o CONTRATANTE não será, em nenhum caso, responsável por esses custos, independentemente da condução ou do resultado do processo licitatório Os proponentes são responsáveis pela fidelidade e legitimidade das informações e dos documentos apresentados em qualquer fase da licitação Após apresentação da proposta, não caberá desistência, salvo por motivo justo decorrente de fato superveniente e aceito pelo Pregoeiro. Página 8

9 Não havendo expediente ou ocorrendo qualquer fato superveniente que impeça a realização do certame na data marcada, a sessão será automaticamente transferida para o primeiro dia útil subsequente, no horário e local aqui estabelecidos, desde que não haja comunicação do pregoeiro em contrário Acompanham este edital os seguintes anexos: Anexo I Termo de Referência 05/2010 CRM/PR Reforma da Rede Elétrica Anexo II Termo de Referência 06/2010 CRM/PR Reforma da Rede Estruturada Anexo II Minuta de Contrato As normas que disciplinam este pregão serão sempre interpretadas em favor da ampliação da disputa entre os interessados, sem comprometimento da segurança do futuro contrato Qualquer pedido de esclarecimento em relação a eventuais dúvidas na interpretação do presente Edital e seus anexos deverá ser encaminhado por escrito ao Pregoeiro, no endereço constante no timbre deste edital, até dois dias úteis antes da data de abertura do Edital A homologação do resultado desta licitação não implicará direito à contratação ou a obrigatoriedade de serem utilizados os serviços O foro para dirimir questões relativas ao presente Edital será o foro da Justiça Federal, Seção Judiciária do Paraná, em Curitiba, com exclusão de qualquer outro DAS CONDIÇÕES GERAIS DE RECEBIMENTO DO OBJETO DA LICITACAO As obrigações resultantes do presente certame licitatório deverão ser executadas fielmente pelas partes, de acordo com as condições avençadas e as normas legais pertinentes, respondendo cada uma pelas consequências de sua inexecução total ou parcial A fiscalização dos serviços será efetuada na forma estabelecida na anexa minuta de contrato, cabendo à administração rejeitar, no todo ou em parte, os serviços executados em desacordo com as condições contratuais. Curitiba, 09 de Junho de ADV. AFONSO PROENÇO BRANCO FILHO Pregoeiro Oficial do CRMPR Página 9

10 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA N 005/2010 MANUTENÇÃO CORRETIVA DE REDE ELÉTRICA DE BAIXA TENSÃO 1 PROPÓSITO: O presente Termo de Referência tem como propósito a contratação de uma Empresa especializada para os serviços de manutenção preventiva, corretiva e certificadora da rede elétrica de baixa tensão com fornecimento do material necessário para a execução dos serviços, na sede do Conselho Regional de Medicina do Paraná, conforme necessidade. 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS: 2.1 ESPECIFICAÇÃO E METODOLOGIA DE EXECUÇÃO A empresa licitante deverá enviar um Engenheiro Elétrico, ou um técnico com formação na área de redes elétricas/ eletrotécnica /eletrônica, com registro atualizado e comprovado no CREA-PR para visita técnica no local, conforme agendamento feito com o funcionário responsável do setor de manutenção. Após levantamento prévio das necessidades do Conselho Regional de Medicina, a empresa deverá apresentar um projeto prévio das ações que serão executadas bem como dos materiais necessários para a execução dos serviços. Deverá ser efetuada a visita para vistoria técnica aos locais onde serão realizadas as instalações. Após esta visita será emitido o ATESTADO DE VISTORIA TÉCNICA pelo qual a empresa comprovará que efetuou a vistoria aos locais de instalação. O ATESTADO DE VISTORIA deverá ser incluído na documentação de HABILITAÇÃO, e é pré-requisito para estar apto ao certame. O agendamento da visita deverá ser executado com, no mínimo, 48 (quarenta e oito) horas de antecedência, exclusivamente através do telefone (41) Não serão aceitas solicitações de agendamento por fax ou visto que a confirmação da disponibilidade de data e horário se dará durante o contato telefônico. A visita para vistoria técnica dos locais, poderá ser feita até no máximo 03 dias antes da data marcada para a abertura do pregão presencial, sendo que o agendamento conseqüentemente poderá ser feito cinco dias antes do certame para respeitar as 48 horas de antecedência exigida e explicitada no item anterior. Tendo os setores de manutenção e Tecnologia da Informação aprovado o projeto apresentado, a empresa licitante deverá enviar orçamento detalhado como definido a seguir: Tópico 1 : materiais da rede elétrica de baixa tensão necessários, contendo quantitativo, preço unitário, marca e especificação do material que será utilizado com totalização final de todos os itens ao final do tópico. Tópico 2 : descrição da mão de obra necessária para confecção dos serviços na rede de energia elétrica de baixa tensão, com previsão de tempo para execução, número de técnicos que executarão a obra e ferramental utilizado.totalização final do item ao final deste tópico. Tópico 3 : Confecção de projetos, impressão de projetos em papel especial ou mídia eletrônica ou outros serviços necessários ao planejamento das ações, se necessário. Página 10

11 Tópico 4 : Totalização final do orçamento com somatória dos tópicos Obrigatoriamente, deverá constar no corpo do orçamento a informação sobre o material não previsto inicialmente, em função da necessidade de avaliação durante a obra. Será orçado futuramente, como aditivo ao processo licitatório, a não ser que a empresa concorrente queira ou tenha condições de quantificar o material total, mas aí, não havendo possibilidade futura de alteração dos preços e quantitativos Requisitos para a proposta As características técnicas descritas para todos os materiais e serviços solicitados neste documento são as características mínimas que devem ser atendidas pela empresa licitante vencedora. Assim sendo, podem ser oferecidos quaisquer outros de desempenho e qualidade equivalentes ou superiores, desde que compatíveis com os demais requisitos apresentados. A planilha anexa, contendo especificações e quantidade de materiais é meramente orientativo É obrigatória a identificação individual de todo material relacionado no ANEXO RELAÇAO DE MATERIAIS E SERVIÇOS através da especificação de MARCA e MODELO É obrigatório que a proposta apresentada se faça acompanhar de catálogos, manuais, página impressa do sítio do fabricante, declaração do fabricante ou de laboratório de certificação, principalmente referente a tomadas, disjuntores e cabos elétricos a serem fornecidos, comprovando o atendimento às características aqui solicitadas Em todos os documentos apresentados devem ser claramente destacados os itens a serem entregues. As especificações solicitadas neste Anexo devem ser grifadas, ou serem apresentados esclarecimentos acerca da maneira que as mesmas estejam sendo atendidas Caso seja constatado, durante a instalação, que algum dos itens fornecidos não atende as especificações solicitadas neste documento, a licitante deverá efetuar a sua troca por outro que atenda plenamente ao especificado, sem prejuízo nos prazos e custos firmados, ficando ainda a mesma sujeita às penalidades previstas no contrato É obrigatório que a Licitante esteja habilitada pelo(s) fabricante(s) do(s) material(ais) especificado(s), e ofereça solidáriamente Garantia Estendida de no mínimo 01 (um) ano para os produtos e serviços fornecidos, e de performance para as aplicações de rede. A Licitante deverá oferecer garantia mínima de 12 meses para os demais serviços de mão de obra descritos neste Termo de Referência. OBSERVAÇÕES: Para efeitos deste Edital, aos seguintes termos serão atribuídas as interpretações abaixo: FABRICANTE(S) Entende-se como FABRICANTE(S) a empresa que disponibilize ao mercado determinado produto ou conjunto de produtos, de fabricação própria ou sob o regime de OEM, com a condição dos mesmos serem distribuídos sob uma mesma Marca e respondendo pela garantia dos mesmos. FABRICANTE(S) SOLIDÁRIO(S) Entende-se como FABRICANTE SOLIDÁRIO a empresa que disponibilize ao mercado uma gama de produtos complementares para a composição de uma solução, cuja compatibilidade seja garantida através de acordo ou declaração formal emitida em conjunto pelas mesmas. 2.2 EXECUÇÃO: Página 11

12 2.2.1 DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS A SEREM REALIZADOS: Os serviços que devem ser realizados na rede interna da sede do Conselho Regional de Medicina do Paraná, tanto nas plataformas horizontais como nas plataformas verticais são descritos a seguir utilizando as infra-estruturas já existentes para a acomodação de rede horizontal e vertical., obedecendo as normas técnicas para tal, tendo em vista que as calhas de piso também acomodam rede estruturada ativa A CONTRADADA deverá realizar: Executar a manutenção corretiva de todas as tomadas de piso, com a troca de todos os itens pelo modelo aprovado no novo padrão elétrico brasileiro, através da NBR 14136, do tipo bipolar com contato de aterramento (2P+T), na versão 20 A(amperes), e somente esta, e entregue instalada com o plug adaptador da versão nova para a versão padrão americano. As tomadas de piso substituídas, devem se adaptar aos suportes usados atualmente, obedecendo a fixação atual por meio de parafusos no espaço reservado para tal, sem adaptações. Revisar e readequar as ligações elétricas nas tomadas, impedindo que o fio descascado fique aparente excedendo ao limite dos bornes de ligação. O fio deverá ser desencapado num comprimento máximo de 15mm para sua secção condutora fique totalmente dentro da área do parafuso de fixação. Executar a manutenção corretiva de todas as tomadas de parede, com a troca de todos os itens pelo modelo aprovado no novo padrão elétrico brasileiro, através da NBR 14136, do tipo bipolar com contato de aterramento (2P+T), modular na versão 20 A(amperes), e somente esta, e entregue instalada com o plug adaptador da versão nova para a versão padrão americano. As tomadas de parede substituídas, devem se adaptar aos suportes usados atualmente, ou seja, do tipo modular, obedecendo a fixação atual por meio de encaixes próprios para o fim, no espaço reservado para tal, sem adaptações. Revisar e readequar as ligações elétricas nas tomadas, impedindo que o fio descascado fique aparente excedendo ao limite dos bornes de ligação. O fio deverá ser desencapado num comprimento máximo de 15mm para sua secção condutora fique totalmente dentro da área do parafuso de fixação. Trocar e revisar todos os fios condutores dos circuitos elétricos, dentro das normas que regem o assunto, com fio anti-chama, flexível de secção transversal de 2,5 mm nas cores vermelho para fase, preto para neutro, verde para terra. Revisar e readequar o padrão de ligação das tomadas de piso e parede de acordo com a norma ABNT NBR 541. Identificar através de etiquetas próprias para este fim todas as tomadas com seu número de circuito e sua tensão de trabalho. (110V ou220v). As tomadas que tenham tensão de trabalho de 220 Volts deverão ser identificadas em caracteres na cor vermelha. Revisar e readequar as ligações de todos os interruptores dos diversos ambientes do CRMPR. Refazer dentro das normas, as emendas de fios que alimentam os reatores eletrônicos, com o isolamento adequado das mesmas utilizando fita isolante de boa qualidade e anti chama. Verificar o nível de ruído dos reatores que alimentam as lâmpadas fluorescentes e eletrônicas para dimensionar quais exigem a substituição. Página 12

13 A conexão entre os fios condutores principais dos circuitos, que apresentarem seccionamento, deverá ser feita através de luvas de compressão, dimensionadas de acordo com as características do condutor em questão. A ferramenta para a boa conexão das luvas de emenda deverá ser dimensionada e especificada para fornecer uma boa qualidade no trabalho executado. As derivações para ligações das tomadas elétricas,deverão ser realizadas com conectores elétricos IDC ou superiores, padrão do fabricante 3M do Brasil. Todas as derivações existentes através de outros tipos de componentes mecânicos ou emendas diretas deverão ser desfeitas e os isolamentos desta área de contato, isolados de maneira a garantir a integridade do condutor e sua condutibilidade elétrica. As derivações necessárias deverão seguir igual padrão para a fase,neutro e terra dos circuitos. Deverá ser efetuado levantamento de carga dos diversos circuitos elétricos, seguindo padrão de dimensionamento para atender 08 estações de trabalho em cada circuito, conforme norma técnica. Nos circuitos que excederem a carga máxima exigida, deverá haver readequação,com abertura de novos circuitos prevendo-se a instalação de novos QDF com ramal alimentador partindo do QDFP que distribui todas as cargas. Os novos QDF que porventura sejam instalados poderão ser do tipo sobrepor, e instalados ao lado dos QDF existentes, dentro dos shafts existentes, desde que haja dimensionamento apropriado para tal, e prevendo-se para isto, a possibilidade de instalação dos ramais alimentadores, que partirão do QDFP. Revisão dos QDF existentes quanto a identificação dos circuitos, oxidação de terminais e barras de ligação de aterramento, conexões mecânicas, com a troca dos mesmos quando houver a real necessidade. Avaliação dos disjuntores monofásicos, bifásicos e trifásicos de baixa e alta tensão, quanto a temperatura de trabalho e fadiga mecânica. Medição dos aterramentos existentes, com equipamento TERRÔMETRO devidamente aferido, para verificação das condições elétricas, bem como as condições mecânicas da malha. Troca dos disjuntores curva A ou B existentes nos QDF exclusivos de ar condicionado, por disjuntores de 60 Amp x 250 Volts Curva C. TABELA DE QUANTITATIVOS DOS EQUIPAMENTOS INSTALADOS: Pontos de tomada elétrica de piso Pontos de tomadas elétricas de parede do tipo modular Pontos de luminárias de teto embutidas para lâmpadas fluorescentes modelo 2 x 32W/110V Pontos de luminárias de teto embutidas para lâmpadas eletrônicas modelo 2 x PL262P / 110V Pontos de luminárias de embutir com bocal simples para lâmpada eletrônica de rosca ou incandescente de 40 a 100 Watts x 110 V Pontos de tomadas elétricas de parede do tipo modular para iluminação de emergência 110 V 214 pç 210pç 260pç 126pç 40pç 25pç Página 13

14 Pontos de luminária embutida para lâmpada dicróica direcional Pontos de iluminação de parede com arandelas de sobrepôs soquete simples ou duplo para lâmpadas eletrônicas ou incandescentes Pontos de luminárias de teto embutidas para lâmpadas fluorescentes modelo 4 x 20 W / 110V Pontos de luminárias de teto para lâmpadas halógenas par30/110vou 220V Pontos de luminárias de teto de sobrepor para lâmpadas fluorescentes modelo 2X 60 W/110V Pontos de luminária embutida tipo direcional para lâmpadas halógenas tipo cápsula 150 ou 300 W / 110/220V Exaustores de teto 110 V QDF ar condicionado 40x60 11 circuitos QDF ar condicionado 60x circuitos QDF ar condicionado 40x40 08 circuitos QDF ar condicionado 40x40 06 circuitos QDF ar condicionado 40x40 08 circuitos QDF iluminação./tomadas 40x40 24 circuitos QDF iluminação./tomadas 40x70 24 circuitos QDF iluminação./tomadas 40x40 08 circuitos QDF iluminação./tomadas 40x40 12 circuitos QDF iluminação./tomadas 60x60 08 circuitos nobreak QDF iluminação./tomadas 40x40 13 circuitos QDF iluminação./tomadas 100x60 22 circuitos QDF iluminação./tomadas 40x40 12 circuitos QDF iluminação./tomadas 60x circuitos QDF iluminação./tomadas 100x40 27 circuitos QDF iluminação./tomadas 40x40 16 circuitos QDF iluminação./tomadas 40x40 08 circuitos QDF iluminação./tomadas 40x60 16 circuitos QDI 60x60 12 circuitos 25pç 22pç 04pç 60pç 25pç 09pç 08pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 01pç 2.2.2: CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO : : Fica estabelecido que o CRMPR terá poderes para paralisar os serviços, impedir o acesso de pessoas e rejeitar material ou modos de execução da instalação, sempre que a empresa contratada não estiver cumprindo com as especificações ora descritas : A empresa licitante contratada se compromete a reparar em até 72 horas o fato ocorrido em decorrência do exposto no parágrafo anterior, sem que isto venha a justificar qualquer dilação nos prazos, custos previstos e compromissos assumidos junto ao CRMPR : As atividades realizadas deverão ser registradas pela empresa contratada em um relatório a ser entregue ao final dos serviços. Tal relatório deverá ser entregue ao fiscal do contrato, em papel ou em meio óptico (CD-ROM) : Qualquer substituição do profissional indicado como responsável técnico pelos serviços deverá ser submetida à apreciação prévia do CRMPR, que poderá rejeitar o novo profissional, sendo condicionada a continuidade dos serviços à sua aprovação : Os seguintes profissionais deverão fazer parte da equipe de serviços da empresa licitante contratada: Página 14

15 : Líder de Equipe da empresa licitante contratada: Profissional treinado e certificado em curso de instalação de redes elétricas de baixa tensão de qualquer fabricante ou entidade de treinamento à qual o fabricante do material seja filiado, que exercerá as seguintes funções: Exercer a função de responsável técnico e ser a interface com o funcionário do CRMPR, designado como fiscal do Contrato. Elaborar e obter aprovação dos cronogramas para execução de serviços. Verificar o atendimento às normas do edital e do contrato. Supervisionar os procedimentos de instalação. Entregar a documentação, conforme item deste Anexo : Encarregado: Profissional treinado e certificado em curso de instalação fornecido pelo fabricante do material a ser instalado, que exercerá as seguintes funções: Elaborar relatórios periódicos dos serviços, conforme acordado na reunião de início e acompanhamento da execução dos serviços. Atualizar os dados para elaboração dos relatórios. Acompanhar e supervisionar a qualidade dos serviços executados, fazendo cumprir os requisitos técnicos e normas aplicáveis. Executar os testes de certificação do cabeamento. Zelar pela limpeza, conservação do ambiente e a operacionalidade das redes (lógica e elétrica) após a jornada diária de trabalho : Engenheiro Elétrico: Profissional com registro atualizado no CREA-PR, com vasta experiência em Rede Elétrica de Baixa Tensão (Quadros Elétricos). Para este profissional, não será exigida permanência direta nos recintos de execução dos serviços contratados, mas quando da necessidade de sua presença para dirimir dúvidas técnicas ou operacionais, deverá estar a disposição para comparecer á obra, ou sempre que a contratante julgar necessário : A EMPRESA LICITANTE CONTRATADA deverá realizar todos os testes de reativação das redes e equipamentos que forem desligadas diariamente para manutenção/ readequação : A empresa licitante contratada deverá retirar todo e qualquer material não mais utilizado ou que tenha sido trocado quando da realização do serviço no CRMPR. Este procedimento deverá ser autorizado previamente pelo Fiscal do Contrato, que é a única autoridade administrativa legal para autorizar este tipo de procedimento; 2.2.5: Os custos dos serviços eventuais referentes às instalações, conexões, fixações e montagens de materiais eventuais de caráter temporário ou permanente, para execução do projeto, são de inteira responsabilidade da EMPRESA LICITANTE CONTRATADA MATERIAL A EMPRESA LICITANTE CONTRATADA deverá fornecer: - Ferramental necessário, descartável ou não, na realização do serviço de manutenção arrumação, readequação e substituição da rede de elétrica de BT. - Mão de obra especializada, tanto em redes de dados/voz, quanto de energia elétrica de baixa tensão com comprovação de capacitação técnica emitida pela empresa. 2.3 SERVIÇOS EVENTUAIS: Quaisquer outros serviços eventualmente necessários relativos ao objeto deste Termo de Referência, em virtude de problemas ou fatores supervenientes só poderão ser realizados mediante autorização da gerencia administrativa e secretaria geral que tem o poder sobre a administração geral da instituição, ouvido o Fiscal do Contrato, e dentro dos limites legais permitidos. Página 15

16 2.4 REGIME DE EXECUÇÃO: O regime de execução será o de contrato direto, conforme discriminado da tabela de especificação do serviço. 3 LOCALIZAÇÃO E ROTINA DE TRABALHO: 3.1 Os serviços serão realizados dentro da sede administrativa do Conselho Regional de Medicina do Estado do Paraná, sito à rua Victório Viezzer, nº 84 Vista Alegre, Curitiba-Pr. 3.2 Segundo suas normas e rotinas de trabalho, respeitados os prazos para a execução dos serviços como estabelecido neste Termo de Referência; 3.3 A sede do Contrato referente a este Termo de Referência para todos os efeitos da execução do mesmo será o município de Curitiba; 3.4 A substituição e arrumação das redes e equipamentos de elétrica serão instalados nos locais indicados formalmente pela CONTRATANTE; 3.5 A empresa licitante Contratada deve garantir que durante a execução dos serviços os ambientes sejam mantidos em perfeitas condições de higiene e segurança. Após a conclusão do atendimento de um chamado técnico, deverá ser efetuada limpeza geral no ambiente, eventualmente afetado pela atuação do técnico da empresa contratada; e 3.6 Os empregados da EMPRESA LICITANTE CONTRATADA terão acesso aos locais de execução dos serviços devidamente identificados e uniformizados através de crachás visando cumprir as normas de segurança da instituição. 4 APOIO LOGÍSTICO: 4.1 CABE AO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA: Realizar o pagamento conforme disposto neste Termo de Referência; Prestar informações referentes ao objeto deste Termo de Referência, por meio de pessoa especialmente credenciada, sempre que solicitada pela Contratada; Executar testes de aceitação a seu exclusivo critério; Informar a Contratada, por escrito, das razões que motivaram eventual rejeição dos serviços; A CONTRATANTE será responsável pelo fornecimento de toda a infra-estrutura necessária para instalação e funcionamento dos equipamentos, como local físico, tomadas elétricas para uso; A CONTRATANTE deverá permitir livre acesso dos funcionários da CONTRATADA aos locais de execução dos serviços; e Caberá a CONTRATANTE fiscalizar de acordo com sua conveniência e no seu exclusivo interesse, o exato cumprimento das cláusulas e condições estabelecidas na Ata de Registro de Preços ou pregão presencial. 5 CABE A CONTRATADA: 5.1 A empresa Contratada deve custear todas as suas despesas com transporte e alimentação; 5.2 Realizar o transporte de todo e qualquer material que tiver de ser removido para a empresa, sem ônus para o Conselho Regional de Medicina, mediante autorização do setor fiscalizador; Página 16

17 5.3 A previsão de necessidade de ferramentas especiais para os serviços objeto deste Termo de Referência; 5.4 Executar os serviços objeto deste Termo de Referência, com mão de obra especializada, bem como fornecer os materiais devidamente certificados e de boa qualidade e todo o aparato técnico e recursos de equipamentos necessários ao bom andamento e execução dos serviços ora propostos; 5.5 Responder, a qualquer tempo, pela quantidade e qualidade dos serviços executados e materiais entregues; 5.6 Utilizar somente pessoal capacitado e protegido nos termos de segurança, conforme a legislação vigente do Ministério do Trabalho, e observar e fazer com que seus empregados sob sua responsabilidade respeitem as normas relativas à segurança, higiene e medicina do trabalho; 5.7 Manter todos os seus empregados devidamente registrados, conforme estabelece a legislação em vigor, obrigando-se, ainda a manter em dia todas as obrigações legais pertinentes às atividades desenvolvidas por seus empregados; 5.8 Providenciar crachás e ou uniformes padrão da empresa para utilização de seus empregados dentro da sede do Conselho Regional de Medicina; 5.9 Nomear um profissional de nível superior como responsável técnico e representante da Contratada para ser o interlocutor junto à Contratante sobre os serviços, assuntos pertinentes e acompanhamento periódico no local do presente Termo de Referência; 5.10 Fornecer, antes do início das atividades estabelecidas no presente Termo de Referência, relação nominal de todos os empregados que terão acesso aos locais de serviço, responsabilizando-se pela inclusão ou exclusão de empregados a qualquer tempo; 5.11 Arcar com os ônus de natureza trabalhista, previdenciária, civil e de infortunística, relativos aos seus profissionais envolvidos nos serviços do presente Termo de Referência; 5.12 Recolher tributos e contribuições previdenciárias que incidam sobre a prestação de serviços de que trata este Termo de Referência, bem como a respectiva emissão de nota fiscal; 5.13 Manter, durante a vigência do contrato, em compatibilidade com as obrigações assumidas, todas as condições de habilitação e qualificação exigidas por ocasião da licitação que precedeu este ajuste, obrigando-se, ainda, a comunicar ao Conselho Regional de Medicina do Paraná, toda e qualquer alteração dos dados cadastrais, para atualização; 5.14 Não fazer improvisações corretivas ou preventivas; e 5.15 Compete a CONTRATADA diligenciar, no sentido de que seus técnicos mantenham, nas dependências do CRMPR, devidamente trajados e identificados por crachás, observando todas as normas internas de segurança do CRMPR. 6 FISCALIZAÇÃO: 6.1 O Fiscal do Contrato é a única pessoa credenciada pelo CRMPR, para certificar Notas Fiscais relativas a conclusão de eventos e/ou serviços. A fiscalização será executada pelo Encarregado do setor de manutenção ou outro designado pelo setor administrativo do CRMPR. 6.2 A Contratada se obriga a fornecer, em qualquer época, os esclarecimentos técnicos que lhe venham a ser solicitados pelo CRMPR ou pelo Fiscal do Contrato, no que tange ao objeto deste termo, de modo a garantir o seu perfeito acompanhamento técnico; e Página 17

18 6.3 O Fiscal de Contrato deverá comprovar mediante execução e teste do serviço. 7 PRAZO DE EXECUÇÃO E CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO: 7.1 PRAZO DE EXECUÇÃO: O prazo de execução do contrato de cada serviço será estabelecido após estudo e aprovação do projeto e orçamentos indicados no item 2.1 e análise dos executáveis do item 2.2 deste termo, que deverá trazer uma previsão de execução dos serviços contratados. Será tomado como referencia para o estabelecimento dos prazos de execução, a semana de segunda feira à sexta feira no horário comercial das 08h00min às 18h00, período este em que o CRMPR tem atendimento comercial em sua sede. Os serviços que necessitem ser executados fora do horário comercial, que não possam ser previstos no estabelecimento de prazos, deverão ser comunicados com antecedência ao setor de manutenção, para que este possa agendar junto ao administrativo autorização de permanência ou entrada na sede fora do horário comercial, que será controlada pelo setor de segurança interno. O Contratado deverá iniciar os serviços no prazo máximo de 03 (três) dias úteis após o recebimento da cópia da nota de empenho e ou assinatura do contrato. 7.2 PRAZO DE VALIDADE: A empresa contratada deverá assumir um prazo de três (03) meses para eventual readequação de pontos da rede executada, fornecendo mão de obra e assistência técnica para o CRMPR neste prazo, sem ônus. 7.3 CRONOGRAMA FÍSICO FINANCEIRO: O desembolso será feito conforme prontificação do serviço efetivamente realizados, após ser dado o aceite final pelo Fiscal do Contrato 8 GARANTIA A CONTRATADA deverá emitir certificado de garantia dos serviços de mão de obra executados por um período de 01 ano (trezentos e sessenta e cinco) dias a partir da entrega da obra. A CONTRATADA deverá fornecer, instalar e certificar o material solicitado, oferecendo a garantia estendida especificada pelo fabricante, declarando que os produtos fornecidos fazem parte de sua linha de fabricação atual. Documento a ser entregue 15 dias após assinatura do instrumento contratual. 9 DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS 9.1 Das sanções A CONTRATADA, na hipótese de inadimplência parcial ou total, ressalvados os casos fortuitos ou de força maior devidamente comprovados, estará sujeita às seguintes penalidades, garantida a sua prévia defesa no respectivo processo: a) advertência; b) multa; c) Suspensão temporária do direito de participação em licitação e impedimento de contratar com órgão de administração direta ou indireta, por prazo não superior a 2 (dois) anos; e d) Declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Pública, enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação, perante o CRMPR os prejuízos resultantes e após decorridos o prazo da sanção aplicada com base na alínea anterior. Página 18

19 As multas serão calculadas sobre o valor registrado e serão descontadas do pagamento ou, quando necessário, cobradas judicialmente, ressalvados os casos fortuitos ou de força maior nos seguintes percentuais: a) 0,25% (vinte e cinco centésimo por cento), para cada dia de atraso em relação a data fixada para o início de execução do objeto; b) 0,25% (vinte e cinco centésimo por cento), para cada dia de atraso, em relação à data fixada para o término da execução dos serviços; c) 1% (um por cento), para cada dia de interrupção injustificada dos trabalhos; e d) 5% (cinco por cento), em caso de execução do objeto fora das especificações O licitante que se recusar a assinar a Ata de Registro de Preços e/ou retirada da Nota de Empenho, injustificadamente, ensejar o retardamento da execução do certame, não mantiver a proposta, comportar-se de modo inidôneo ou apresentar declaração falsa, inclusive a relativa aos requisitos de habilitação referida no Edital de Licitação, poderá ser apenado com as sanções de impedimento de licitar e contratar com a Administração pelo prazo de até 2 (dois) anos e descredenciado no SICAF pelo prazo de até 5 (cinco) anos Na ocorrência da primeira hipótese supracitada, o ADJUDICATÁRIO FALTOSO poderá incorrer em multa no valor de 10% (dez por cento) do valor total do objeto Adjudicado, com base na sua proposição de preços A REGISTRADA, uma vez notificada da penalidade, terá o direito de recorrer, através da autoridade que lhe aplicou a penalidade, à autoridade hierarquicamente superior, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da data em que tomou ciência da penalidade imposta. A autoridade que aplicou o ato recorrido poderá reconsiderar sua decisão, no prazo máximo de 5 (cinco) dias úteis, ou então, ainda que neste mesmo prazo, encaminhar o recurso, devidamente instruído, à autoridade superior, que deverá proferir a decisão no prazo de 5 (cinco) dias úteis a contar da data de seu recebimento A aplicação da sanção de declaração de inidoneidade implica na inativação do cadastramento, impossibilitando o fornecedor ou interessados de relacionar-se comercialmente com a Administração Federal e demais órgãos/entidades integrantes do SICAF ou utilizadora deste Cadastro As penalidades estabelecidas nesta Licitação serão aplicadas administrativamente, independentemente de interpelação judicial ou extrajudicial A sanção indicada na alínea d do subitem é de competência exclusiva do presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado do Paraná, sendo facultada a defesa prévia do interessado no respectivo processo, no prazo de 10 (dez) dias da abertura de vista. Tal penalização perdurará enquanto os motivos determinantes da punição persistirem ou até que seja promovida a reabilitação, que será concedida quando a Registrada ressarcir ao CRMPR os prejuízos resultantes e após decorridos o prazo de 5 (cinco) anos de sua aplicação. 9.2 Da acumulação de sanções A sanção de suspensão de participar de licitação e impedimento de contratar poderá ser aplicada juntamente com a multa, facultada a defesa prévia do interessado no respectivo processo, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da data de publicação na imprensa oficial. 9.3 Da convocação dos licitantes remanescentes Caso a homologada não apresente situação regular no ato da assinatura do CONTRATO ou recuse-se a assiná-lo, serão convocados os licitantes remanescentes, observada a ordem de classificação, para celebrá-lo. 9.4 Da extensão das penalidades Página 19

20 A sanção de suspensão de participar em licitação e contratar com a Administração Pública poderá ser também aplicada àquelas que: Demonstrarem não possuir idoneidade para contratar com a Administração; e Fizerem declaração falsa ou cometerem fraude fiscal. 10 CUSTO ESTIMADO 10.1 O custo estimado para os serviços de manutenção,readequação e certificação da rede do CRMPR l, é de R$ (xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx reais) inclusos todos os impostos, taxas e demais encargos incidentes sobre os serviços realizados : ANTE PROJETO E PLANILHAS ORÇAMENTÁRIAS Os Anteprojetos e planilhas orçamentárias (materiais, serviços, quantitativos e preços) apresentados são orientativos, podendo a licitante, analisar e endossar todos os dados, diretrizes e exeqüidade destes projetos e planilhas, apontando com antecedência os pontos com que eventualmente possa discordar, responsabilizando-se consequentemente pela execução integral dos projetos conforme apresentados e seus resultados, para todos os efeitos futuros, sem direitos à compensações financeiras por conta de eventuais omissões e/ou diferenças. Compete a licitante fazer prévia visita ao local da obra para proceder minucioso exame das condições locais e de todas as infra estruturas para passagem de cabos, bem como todos os quadros elétricos e tomadas à reformar, principalmente no que se refere as DIMENSÕES INTERNAS E EXTERNAS dos Quadros sendo que o CRMPR não assume eventuais divergências entre sua planilha orçamentária e os quantitavos reais exigidos para a completa e integral execução dos projetos. Qualquer dúvida ou irregularidade observada nos anteprojetos, especificações e planilha orçamentária deverá ser previamente esclarecida junto ao CRMPR, visto que, após apresentada a proposta técnica e financeira, o CONSELHO não acolherá nenhuma reivindicação. 11.2: ESPECIFICAÇÃO DO MATERIAL Todos os materiais a empregar nas obras deverão ser novos, comprovadamente de primeira qualidade e deverão satisfazer rigorosamente às condições estipuladas nestas Especificações e Projetos ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE MATERIAIS E SERVIÇOS DE ELÉTRICA A execução dos serviços em questão deverão atender, no mínimo, os itens abaixo, e mais aqueles que se constituam em exigências das normas brasileiras específicas, destacando-se, entre eles: Execução de todos os quadros elétricos de distribuição secundária do prédio em questão e constantes das plantas, destinados ao atendimento das diversas cargas elétricas do mesmo iluminação, tomadas comuns, tomadas estabilizadas (rede de computadores), bombas, ar condicionado, nobreaks, etc; Testes e medições de isolamento em todos os condutores elétricos dos ramais através de instrumento adequado antes do início dos serviços de reforma dos quadros e após a sua completa execução, com emissão de laudo técnico completo das leituras medidas, ramal por ramal, devidamente identificados e assinado pelo responsável técnico da empresa; Montagem de 01 (um) quadro elétrico completo, baseado no projeto e suas especificações técnicas, que servirá como protótipo e amostra para aprovação prévia por parte do setor Página 20

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 008/2006

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 008/2006 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 008/2006 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 008/2006 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DA PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 23/10/2006,

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 03/2015

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 03/2015 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 03/2015 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 03/2015 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 16/03/2015,

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 009/2009

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 009/2009 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 009/2009 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DA PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 18/12/2009, ÀS 15:30 horas LOCAL DA REUNIÃO:

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 06/2015

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 06/2015 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 06/2015 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 06/2015 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 07/04/2015,

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

Conselho Regional de Contabilidade do Espírito Santo

Conselho Regional de Contabilidade do Espírito Santo Proc. Licitatório nº 03/2010 PREGÃO PRESENCIAL Nº 03/2010 A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO, do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Espírito Santo, doravante denominado CRC-ES, de acordo com

Leia mais

ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO

ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO CONTRATO Nº -2011, DE CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA PARA *********, QUE CELEBRAM ENTRE SI, O CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ E A EMPRESA. O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br EDITAL Nº 62/2012 PREGÃO ELETRÔNICO 34/2012 PROCESSO DE DESPESA: 2318/2012 (SEC. DE EDUCAÇÃO) PROCESSO DE LICITAÇÃO 2318/2012 PROCESSO DE COMPRA 45-12 ABERTURA: 29/03/2012 HORÁRIO: 15 horas O Prefeito

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO AMPLO N o 4/2010 PROCESSO N o 53500.000211/2010

EDITAL DE PREGÃO AMPLO N o 4/2010 PROCESSO N o 53500.000211/2010 EDITAL DE PREGÃO AMPLO N o 4/2010 PROCESSO N o 53500.000211/2010 A AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES - ANATEL, com sede no SAUS, Quadra 06, Bloco H, Edifício Ministro Sérgio Motta, na cidade de Brasília

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 09/2015

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 09/2015 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 09/2015 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 09/2015 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 27/08/2015,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 1. INTRODUÇÃO: 1.1 O CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da Pregoeira Angela Ferraz Jaeger, torna público,

Leia mais

CONVITE Nº. 001/2014

CONVITE Nº. 001/2014 CONVITE Nº. 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 4ª REGIÃO RIO GRANDE DO SUL, autarquia federal criada pela Lei 1.411/51, através de sua Comissão de Licitações, designada pela Ata nº 1412/2014, da

Leia mais

www.fundacaoaraucaria.org.br 2

www.fundacaoaraucaria.org.br 2 EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE 02/2013 Serviços de Auditoria 1. DO PREÂMBULO 1.1. A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, estabelecida em Curitiba, Av. Comendador Franco,

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE PNEUS DESTINADOS AOS VEÍCULOS DA SECRETARIA MUNICIPAL SAÚDE PARA O EXERCÍCIO DE DE 2014 2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE/MUNICIPIO DE DOMINGOS MARTINS, com sede na Rua Bernardino

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO N.º 005/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 7ª REGIÃO CREF7/DF, Autarquia Federal, criada pela Lei nº 9.696/98, torna público

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 002/2008

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 002/2008 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 002/2008 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 002/2008 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DA PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 02/06/2008,

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015

EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015 EDITAL DE PREGÃO N.º 069/2015 JOÃO PEDRO TILL, Diretor Presidente da Autarquia Municipal de Turismo GRAMADOTUR, no uso legal de suas atribuições, e de conformidade com a Lei n.º 8.666 de 21.06.93 e demais

Leia mais

Tomada de Preços n.º 015/2010

Tomada de Preços n.º 015/2010 Tomada de Preços n.º 015/2010 Procedimento Administrativo n.º 0848/2010 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: global Regime de execução: empreitada por preço unitário Objeto: Contratação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade...: Tomada de Preços Número...: 008/2014 Número da Modalidade: 003/2014 Data de Abertura da Licitação...: 20/02/2014 Data de Abertura das Propostas..: 14/03/2014 Horário...:

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 87/04 Processo n.º 08190.129636/04-05

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 87/04 Processo n.º 08190.129636/04-05 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 87/04 Processo n.º 08190.129636/04-05 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios MPDFT, por meio

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 010/2014 CRM-PR

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 010/2014 CRM-PR CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 010/2014 CRM-PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 010/2014. MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL. DATA DO RECEBIMENTO DA PROPOSTA DE PREÇOS:

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO A Associação Paulista dos Criadores de Suínos APCS - SP, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 Encerramento: às 17:00 horas do dia 30 de setembro de 2014 Abertura dos Envelopes: às 8:00 horas do dia 01 de outubro de 2014 A SANTA CASA DE

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL DIRETORIA-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO Nº 48/2009

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL DIRETORIA-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO Nº 48/2009 Tribunal de Contas do Distrito Federal Página 1 de 8 TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL DIRETORIA-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO Nº 48/2009 TIPO: Menor Preço REGIDA PELAS LEIS N. os 8.666/93 e alterações

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 007/2008

CARTA CONVITE Nº 007/2008 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO E COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 - JD. PAULISTA -

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 DATA DE ABERTURA: 04 de dezembro de 2008 HORÁRIO: 13:00 horas LOCAL DA SESSÃO PÚBLICA: Auditório da CPL/PGR, localizada no

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 22/2014

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 22/2014 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 22/2014 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 22/2014 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 18/12/2014,

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 03/2013

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 03/2013 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 03/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 03/2013 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 12/03/2013,

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 2926- CNPJ: 13.959.466/1-6 Tel: 2732683178 Fax: 273268376 Site: Pregão Presencial Nº 6/214 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE POR UM PERÍODO DE DE (6)

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 54/05 Processo n.º 08190.061105/05-26

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 54/05 Processo n.º 08190.061105/05-26 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 54/05 Processo n.º 08190.061105/05-26 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios MPDFT, por meio

Leia mais

CARTA CONVITE 006/2013

CARTA CONVITE 006/2013 CARTA CONVITE 006/2013 O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 6ª REGIÃO, autarquia federal criada pela Lei 1.411/51, representada pelo Presidente da Comissão de Licitação, designada pela Portaria nº 002/2013,

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARANÁ CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ EDITAL DE LICITAÇÃO N 05/2015-CARTA CONVITE

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DO PARANÁ CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ EDITAL DE LICITAÇÃO N 05/2015-CARTA CONVITE CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ EDITAL DE LICITAÇÃO N 05/2015-CARTA CONVITE LICITAÇÃO Nº 05/2015-CRM-PR - CARTA CONVITE - CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA LEVANTAMENTO E ELABORAÇÃO DE

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES PROCESSO LICITATÓRIO Nº 003/2016 TOMADA DE PREÇO Nº 003/2016 Aldoir Godois Vezaro, Prefeito Municipal de São Pedro das Missões RS, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei nº 8.666,

Leia mais

REGULAMENTO DA LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO

REGULAMENTO DA LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO Consolidação ao Regulamento da Licitação na Modalidade Pregão da Centrais Elétricas de Carazinho S/A ELETROCAR, aprovado pela Diretoria Executiva conforme Ordem de Serviço nº 03/12 de 09/03/2012, cuja

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP Aos 27 (vinte e sete) dias de mês de maio do ano de 2015, o Município de Parazinho/RN, CNPJ nº. 08.113.631/0001-29, com sede na Praça Senador

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

EDITAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS - ABAS CONVITE Nº 006/2008

EDITAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS - ABAS CONVITE Nº 006/2008 EDITAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS - ABAS CONVITE Nº 006/2008 Ref.: Convênio n 001/2008: Convênio celebrado entre a Agência Nacional de Águas - ANA e Associação Brasileira de Águas Subterrâneas

Leia mais

COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010

COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010 COLETA DE PREÇOS Nº 001/2012 TERMO DE PARCERIA Nº752962/2010 Edital para contratação de empresa especializada e/ou Agência de Turismo ou viagens para execução de serviços de reserva, emissão, marcação,

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE torna público para conhecimento

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 03/2014 2ª CONVOCAÇÃO

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 03/2014 2ª CONVOCAÇÃO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 03/2014 2ª CONVOCAÇÃO EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 03/2014 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS e SESSÃO

Leia mais

CNPJ: 25.466.087/0001-18 ATO CONVOCATÓRIO EDITAL DE CONCORRÊNCIA ESPECIAL Nº PCGV 2011030011

CNPJ: 25.466.087/0001-18 ATO CONVOCATÓRIO EDITAL DE CONCORRÊNCIA ESPECIAL Nº PCGV 2011030011 ATO CONVOCATÓRIO EDITAL DE CONCORRÊNCIA ESPECIAL Nº PCGV 2011030011 1 PREÂMBULO. O INSTITUTO DE COOPERAÇÃO E EDUCAÇÃO AO DESENVOLVIMENTO (INCED) é instituição qualificada como Organização da Sociedade

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 09/2013

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 09/2013 CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 09/2013 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 09/2013 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS e SESSÃO DO PREGÃO: 20/06/2013,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA ROMA DO SUL DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES E D I T A L CONVITE Nº 06/2013 MANUTENÇÃO DE POÇOS ARTESIANOS E D I T A L O Prefeito Municipal de Nova Roma do Sul, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei Federal n 8.666, de 21 de junho de

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS DO ESTADO DE SANTA CATARINA CRECI - 11ª REGIÃO/SC, através da Comissão de Julgamento de Licitação, comunica que, de acordo

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 74/05 Processo n.º 08190.061204/05-16

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS. PREGÃO N.º 74/05 Processo n.º 08190.061204/05-16 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS PREGÃO N.º 74/05 Processo n.º 08190.061204/05-16 O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios MPDFT, por meio

Leia mais

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Processo...: 8/2015 Modalidade.: Convite Número...: 6/2015

Leia mais

CONTRATO Nº 04/2015 CLÁUSULA I DO OBJETO

CONTRATO Nº 04/2015 CLÁUSULA I DO OBJETO CONTRATO Nº 04/2015 Pelo presente instrumento particular, de um lado a Câmara Municipal de Itajubá, com sede na Praça Amélia Braga, 45, centro, inscrita no CNPJ sob o nº 00.993.308/0001-85, neste ato representada

Leia mais

CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional

CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional 1 CARTA CONVITE 15/2015 FUnC Serviços de Avaliação Institucional 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14 AVISO DE LICITAÇÃO O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Administração Regional de Rondônia SENAR-AR/RO, comunica aos interessados que no dia 11/11/2010, ás 09:30 hs, ocorrerá a ABERTURA DOS ENVELOPES

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

CARTA CONVITE nº 001/2012

CARTA CONVITE nº 001/2012 UNIMED CUIABÁ COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO CNPJ/MF nº 03.533.526/0001/88 UC-ComE/Of. 243/2012 Cuiabá/MT, 31 de agosto de 2012. CARTA CONVITE nº 001/2012 Prezado(s) Senhor(es), A UNIMED CUIABÁ tem o prazer

Leia mais

MINUTA DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

MINUTA DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MINUTA DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DO MÉDIO VALE DO ITAJAÍ - CIMVI, associação pública, inscrita no CNPJ nº 03.111.139/0001-09, com sede na Avenida Getúlio Vargas, n 700,

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO

PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO AÇÃO COMUNITÁRIA DO BRASIL ACB/RJ Plano Nacional de Qualificação - PlanSeQ CONVÊNIO MTE/SPPE/CODEFAT N 00010/08 PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO A Comissão de Licitação da AÇÃO COMUNITÁRIA

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 O PRESIDENTE DA COMPANHIA ÁGUAS TERMAIS MARCELINO RAMOS no uso de suas atribuições legais e estatutárias e de conformidade com a Lei 8666/93 de 21 de junho de 1993

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

Contratação de Apólice de Seguro para Funcionários do Instituto Pensarte.

Contratação de Apólice de Seguro para Funcionários do Instituto Pensarte. COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 018 /2014 - PC 0408 / 2014 Contratação de Apólice de Seguro para Funcionários do Instituto Pensarte. PUBLICAÇÃO: 23 de abril de 2014 ENTREGA E ABERTURA DAS PROPOSTAS Data: 30 de abril

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006 2 EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006 TIPO: DATA DE ABERTURA HORÁRIO LOCAL MENOR PREÇO 04/12/2006 10 HORAS SALA DE REUNIÃO 1 - DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 A COMISSÃO PERMANNTE DE LICITAÇÃO

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO nº 0044/2013 PREGÃO n 0029/2013 - TIPO PRESENCIAL

PROCESSO LICITATÓRIO nº 0044/2013 PREGÃO n 0029/2013 - TIPO PRESENCIAL 1 PROCESSO LICITATÓRIO nº 0044/2013 PREGÃO n 0029/2013 - TIPO PRESENCIAL Pregao 0029 Mat Odonto 1. PREÂMBULO 1.1. O Município de Xanxerê SC através do Fundo Municipal de Saúde, torna público que, de acordo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLORADO ESTADO DO PARANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLORADO ESTADO DO PARANA DISPENSA Nº: DP 012/2013 ÓRGÃO SOLICITANTE: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO OBJETO: CONTRATAÇÃO EM CARACTER DE EMERGENCIA DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA SERVIÇOS DE TENTATIVA DE RECUPERAÇÃO DE DADOS

Leia mais

Parágrafo Segundo: A proposta poderá ser preenchida nos anexos I e II.

Parágrafo Segundo: A proposta poderá ser preenchida nos anexos I e II. CONVITE Nº 023/2012 LICITAÇÃO, MODALIDADE CONVITE, VISANDO A CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA PARA EFETUAR SEGURO DOS PRÉDIOS E VEÍCULOS PERTENCENTES AO MUNICÍPIO. DIOGO SEGABINAZZI SIQUEIRA, PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

Tomada de Preços n.º 006/2009

Tomada de Preços n.º 006/2009 Tomada de Preços n.º 006/2009 Procedimento Administrativo n.º 0802/2008 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: por item Regime de execução: empreitada por preço global Objeto: Aquisição

Leia mais

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE;

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE; CONVITE Nº 009/2007 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE 63 (SESSENTA E TRÊS) LICENÇAS DO SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP PROFESSIONAL-FULL VERSÃO EM PORTUGUÊS PARA ESTAÇÕES DE TRABALHO E 01(UMA) LICENÇA DE WINDOWS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 001/2012 CHAMADA PÚBLICA PARA SELECIONAR E HABILITAR INSTITUIÇÃO PÚBLICA E OU PRIVADA SEM FINS LUCRATIVOS PARA DESENVOLVER PROGRAMA DE ANIMAÇÃO CULTURAL NAS ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Aripuanã Comissão Permanente de Licitação

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Aripuanã Comissão Permanente de Licitação EDITAL CARTA CONVITE 025/2010 1.0. DA LICITAÇÃO: 1.1. Licitação Carta Convite nº. 025/2010 1.2. Abertura às 08 horas do dia 21/09/2010 Local:PREFEITURA MUNICIPAL DE ARIPUANA. 1.3. A, através da Comissão

Leia mais

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA.

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. Aos 03 dias do mês de julho de 2013, de um lado, o MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ, pessoa

Leia mais

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 A UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Curitiba,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007

CARTA CONVITE Nº 013/2007 PROCESSO N.º 1.612/2007 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. Regime

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO CONVITE Nº 05/2013 SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL O Conselho Regional de Biologia 3ª Região, através da Comissão Permanente de Licitações, convida V.S.a. a apresentar

Leia mais

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO EDITAL CONVOCATÓRIO CONVITE Nº 2013.02.18.2 1.0 EDITAL 1.1 Órgão: SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 1.2 Modalidade: CONVITE 1.3 Tipo de Licitação: Menor preço Global 1.4 Torna público para conhecimento

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR. EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 010/2009 segunda publicação

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR. EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 010/2009 segunda publicação CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 010/2009 segunda publicação EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 010/2009 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO DA PROPOSTAS e SESSÃO

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 007/2010 SEGUNDA CONVOCAÇÃO

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 007/2010 SEGUNDA CONVOCAÇÃO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA - PR EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N 007/2010 SEGUNDA CONVOCAÇÃO EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL N.º 007/2010 SEGUNDA CONVOCAÇÃO MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL DATA DO RECEBIMENTO

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE MINAS GERAIS CNPJ: 00.278.912/0001-20

FUNDAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE MINAS GERAIS CNPJ: 00.278.912/0001-20 EDITAL DE LICITAÇÃO N.º 04/07 MODALIDADE: CONVITE FORMA DE EXECUÇÃO: INDIRETA ENTREGA DO ENVELOPE ATÉ AS 17:00 HORAS DO DIA: 13/03/2007 DATA DA ABERTURA: 14/03/2007 OBJETO DA LICITAÇÃO: Plantio e fornecimento

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº10/2009 2 ÍNDICE 1 OBJETO...3 2 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO...3 3 FORMA DE APRESENTAÇÃO DAS

Leia mais

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 PROCESSO : 50600.000884/2006-13 Tipo de Licitação:

Leia mais

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES:

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES: EDITAL de LICITAÇÃO MODALIDADE: CARTA CONVITE N.º 17/2013 Data da abertura dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas Data limite para entrega dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2011

CARTA CONVITE Nº 003/2011 CARTA CONVITE Nº 003/2011 O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 10ª Região CREFITO-10, com jurisdição no Estado de Santa Catarina, através de sua Comissão Permanente de Licitações,

Leia mais

ANEXO 7 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

ANEXO 7 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ANEXO 7 MINUTA DE CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE AUTOMÓVEL, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES E A EMPRESA, NA FORMA ABAIXO:

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013

PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013 PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a Contratação de Empresa para a

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais