SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. SEGURIDADE SOCIAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. SEGURIDADE SOCIAL"

Transcrição

1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. SEGURIDADE SOCIAL 1.1 Noção geral Saúde Assistência social 1.2 Breve histórico Evolução legislativa no Brasil 1.3 Conceituação 1.4 Objetivo, organização e princípios constitucionais Objetivo Princípios da ordem social Organização Previdência Social Saúde Assistência social Gestão dos recursos e plano unificado de ação Princípios Princípios constitucionais gerais Princípios constitucionais próprios Princípios constitucionais específicos 2. LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA 2.1 Conteúdo, fontes, autonomia Conteúdo Fontes Constituição Emendas Constitucionais Leis Complementares Legislação ordinária Legislação subsidiária Jurisprudência Autonomia 2.2 Aplicação das normas previdenciárias Vigência e interpretação Vigência Interpretação 3. REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL 3.1 Segurados obrigatórios Obrigatórios Empregado Empregado doméstico Contribuinte individual Trabalhador avulso Segurado especial Facultativos 3.2 Filiação e inscrição Para o segurado obrigatório

2 3.2.2 Para o segurado facultativo Para as pessoas jurídicas (matrícula) 3.3 Conceito, características e abrangência 3.4 Trabalhadores excluídos do Regime Geral 3.5 Dependentes 3.6 Qualidade de segurado 4. FINANCIAMENTO DA SEGURIDADE SOCIAL 4.1 Da hipótese de incidência Do antecedente da norma Da consequência 4.2 Financiamento indireto 4.3 Financiamento direto Diretrizes 4.4 Receitas das contribuições sociais Contribuição da empresa Sobre a folha de pagamentos de empregados (salários) e trabalhadores avulsos Sobre o faturamento ou receita (COFINS e PIS) Sobre o lucro CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) Contribuição do importador de bens ou serviços do exterior, ou de quem a lei a ele equiparar Contribuição do empregador doméstico Contribuição da microempresa (SUPERSIMPLES Sistema Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte) Clubes de futebol que exploram atividade profissional Contribuição do produtor rural pessoa física e do segurado especial Contribuição do produtor rural pessoa jurídica O Seguro contra Acidentes de Trabalho (SAT) e o Nexo Técnico Epidemiológico Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) Contribuições devidas a terceiros Contribuição sobre a receita de concursos de prognósticos Consórcio simplificado de produtores rurais Contribuição dos segurados Do empregado Do empregado doméstico Do trabalhador avulso Do contribuinte individual Do segurado especial Do segurado facultativo Outras receitas 4.5 Salário de contribuição Conceito Parcelas integrantes e parcelas não integrantes do salário de contribuição (art. 214 do Regulamento da Previdência Social) Limites mínimo e máximo 4.6 Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social Competência do INSS e da Secretaria da Receita Federal do Brasil INSS Secretaria da Receita Federal do Brasil Recolhimento fora do prazo: juros, multa e atualização monetária Juros Multa

3 Atualização monetária Obrigações acessórias 5. RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA 5.1 Elisão da responsabilidade solidária 5.2 Administração Pública 5.3 Entidade beneficente Filantrópica 6. NOTIFICAÇÃO DE LANÇAMENTO (NL) E PARCELAMENTO, RESTITUIÇÃO E COMPENSAÇÃO DE CONTRIBUIÇÕES 6.1 Da notificação de lançamento 6.2 Restituição e compensação de contribuições 7. PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA 7.1 Prazo prescricional 7.2 Prazo decadencial 8. ISENÇÕES DE CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS 8.1 Não podem requerer o reconhecimento do direito 8.2 Da certificação e da renovação Requisitos para a certificação 8.3 cancelamento 9. PROVA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO (arts. 47 e 48 da Lei e 257 a 265 do Decreto 3.048) 10. CRIMES CONTRA A SEGURIDADE SOCIAL 11. (Lei 9.983, de , que alterou o Código Penal Dec.-lei 2.848, de ) INFRAÇÕES À LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA (art. 283 do Regulamento da Previdência Social) 11. RECURSO DAS DECISÕES ADMINISTRATIVAS 11.1 Recurso administrativo Dos beneficiários Do contribuinte 11.2 Órgãos julgadores Em tema de prestações Em tema de custeio 11.3 Justificação administrativa 12. DÍVIDA ATIVA 12.1 Conceito 12.2 Inscrição 12.3 Execução judicial 13. PLANO DE BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL 13.1 Carência 13.2 Salário de benefício Cálculo do fator previdenciário Valor do salário de benefício para os inscritos até BENEFÍCIOS 14.1 Aposentadoria por tempo de contribuição Carência

4 14.2 Aposentadoria por idade Carência 14.3 Aposentadoria por invalidez Carência 14.4 Aposentadoria especial Carência 14.5 Auxílio-doença Carência 14.6 Salário-família Carência 14.7 Salário-maternidade Carência 14.8 Auxílio-acidente Carência 14.9 Pensão por morte Carência Auxílio-reclusão Carência Abono anual ou gratificação natalina Habilitação ou reabilitação profissional Serviço social Reajustamento dos benefícios 15. PROIBIÇÃO DE RECEBIMENTO CONJUNTO DE DETERMINADOS BENEFÍCIOS 16. REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL BRASILEIRO 16.1 regime próprio de previdência social Conceito e fundamento: Regime Próprio Servidores públicos e trabalhadores em geral Servidores públicos estatuários Regime próprio ou regime jurídico único? Regime Próprio Sistemas financeiros Capitalização Repartição de capitais Repartição simples Capitalização x Repartição Simples 16.2 Da previdência dos servidores públicos 16.3 Principais distinções entre o RGPS e o RPPS 16.4 Previdência no RPPS Da aposentadoria Pensão por morte Salário-maternidade Licença para tratamento de saúde Licença por acidente em serviço Auxílio-reclusão Salário-família Auxílio-funeral Auxílio-natalidade Abono anual (gratificação natalina) 16.5 servidor público sujeito ao RGPS e ao RPPS 16.6 Contagem recíproca

5 16.7 Impossibilidade do servidor público estatutário se filiar ao RGPS na qualidade de segurado facultativo 16.8 Exercente de mandato eletivo e a Previdência Social 16.9 Aplicação subsidiária do RGPS ao RPPS Extinção de Regime Próprio 17. PREVIDÊNCIA PRIVADA 17.1 Conceito 17.2 Competência 17.3 Previsão constitucional 17.4 Características genéricas 17.5 Institutos específicos 17.6 Estrutura organizacional 17.7 Sujeitos 17.8 EAPP (Entidades Abertas de Previdência Privada) 17.9 EFPP (Entidade Fechada de Previdência Privada) ANEXOS QUESTÕES Gabarito BIBLIOGRAFIA

SUMÁRIO. Capítulo 1 - Notas Introdutórias... 1

SUMÁRIO. Capítulo 1 - Notas Introdutórias... 1 SUMÁRIO Capítulo 1 - Notas Introdutórias... 1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988... 1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)... 1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social..... l 1.1.2.

Leia mais

STJ00041139. 4 POSiÇÃO ENCICLOPÉDICA DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, 48 4.1 Natureza jurídica do Direito da Seguridade Social, 48

STJ00041139. 4 POSiÇÃO ENCICLOPÉDICA DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, 48 4.1 Natureza jurídica do Direito da Seguridade Social, 48 Sumário STJ00041139 Apresentação, 21 Nota à 15ª edição, 23 Parte I - INTRODUÇÃO AO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL, 25 EVOLUÇÃO HISTÓRICA, 27 1.1 Introdução, 27 1.2 Direito estrangeiro, 27 1.3 No Brasil,

Leia mais

S u m á r i o. Capítulo 1 A Seguridade Social: Conceito, Origem e Histórico...1

S u m á r i o. Capítulo 1 A Seguridade Social: Conceito, Origem e Histórico...1 S u m á r i o Capítulo 1 A Seguridade Social: Conceito, Origem e Histórico...1 1. A Origem da Proteção Social... 1 2. Conceito de Seguridade Social... 5 3. A Saúde... 8 4. A Assistência Social...12 4.1.

Leia mais

9. PROVA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO (arts. 47 e 48 da Lei e 257 a 265 do Decreto 3.048)

9. PROVA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO (arts. 47 e 48 da Lei e 257 a 265 do Decreto 3.048) SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. SEGURIDADE SOCIAL 1.1 Noção geral 1.1.1 Saúde 1.1.2 Assistência social 1.1.3 Previdência Social 1.2 Breve histórico 1.2.1 Evolução legislativa no Brasil 1.3 Conceituação 1.4 Objetivo,

Leia mais

Sumário. Parte 1 Histórico da Previdência Social. Capítulo 1 Origem e Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil

Sumário. Parte 1 Histórico da Previdência Social. Capítulo 1 Origem e Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil Sumário Introdução Parte 1 Histórico da Previdência Social Capítulo 1 Origem e Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil Questões de Concurso Sobre o Assunto Histórico Parte 2 Financiamento

Leia mais

7 Natureza jurídica da contribuição da Seguridade Social, 18]

7 Natureza jurídica da contribuição da Seguridade Social, 18] Parte I - teoria da Seguridade Social, 1 1 evolução histórica, 3 1.1 Introdução, 3 1.2 Direito estrangeiro, 3 1.3 No Brasil, 4 2 Denominação e conceito, 7 2.1 Denominação, 7 2.2 Conceito, 8 2.3 Divisão,

Leia mais

INTRODUÇÃO... 1 PARTE 1 HISTÓRICO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL ORIGEM E EVOLUÇÃO LEGISLATIVA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL... 5 PARTE 2

INTRODUÇÃO... 1 PARTE 1 HISTÓRICO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL ORIGEM E EVOLUÇÃO LEGISLATIVA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL... 5 PARTE 2 Sumário INTRODUÇÃO... 1 PARTE 1 HISTÓRICO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL CAPÍTULO 1 ORIGEM E EVOLUÇÃO LEGISLATIVA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL... 5 HISTÓRICO... 17 PARTE 2 BENEFícIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL CAPÍTULO

Leia mais

SEGURIDADE E PREVIDÊNCIA NO BRASIL

SEGURIDADE E PREVIDÊNCIA NO BRASIL SEGURIDADE E PREVIDÊNCIA NO BRASIL Subseção DIEESE/CUT-Nacional São Paulo, 02 de agosto de 2014 Sindicato dos Trabalhadores(as) na Administração Pública e Autarquias no Município de São Paulo - SINDSEP

Leia mais

Apostilas OBJETIVA Técnico do Seguro Social INSS Instituto Nacional do Seguro Social - Concurso Público 2015. Índice

Apostilas OBJETIVA Técnico do Seguro Social INSS Instituto Nacional do Seguro Social - Concurso Público 2015. Índice Índice Seguridade Social - Origem e evolução legislativa no Brasil... 02 Organização e Princípios Constitucionais... 08 INSS... 12 SUS... 22 DRT... 31 Fontes, vigência, hierarquia, interpretação e integração...

Leia mais

Organizado pelo Prof. Murilo Aquino

Organizado pelo Prof. Murilo Aquino Organizado pelo Prof. Murilo Aquino PORTUGUÊS 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal

Leia mais

Questões fundamentadas das Leis 8.212/91 e 8.213/91 Concurso do INSS

Questões fundamentadas das Leis 8.212/91 e 8.213/91 Concurso do INSS 1 2 Para adquirir a apostila de 600 Questões Fundamentadas das Leis para o concurso do INSS acesse o site: www.odiferencialconcursos.com.br ESTA APOSTILA SERÁ ATUALIZADA ATÉ A DATA DO ENVIO. ATENÇÃO: ENTREGA

Leia mais

INSS CURSO DE EXERCÍCIOS Previdenciário Bateria de Exercícios 03 Sérgio Armanelli

INSS CURSO DE EXERCÍCIOS Previdenciário Bateria de Exercícios 03 Sérgio Armanelli 159 (CESPE/2012/TCE-ES/Auditor de Controle Externo) No âmbito do RGPS, o auxílio-acidente, concedido no dia seguinte ao da cessação do auxílio-doença, visa indenizar o segurado empregado cuja capacidade

Leia mais

Simulado do concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil

Simulado do concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Hugo Goes Simulado do concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Questões elaboradas pelo Prof. Hugo Goes 1. A respeito da base de incidência das contribuições previdenciárias, assinale

Leia mais

Simulado Virtual: Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

Simulado Virtual: Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) Simulado Virtual: Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) Edital Virtual O Presidente da Comissão de Simulado torna público a realização do Simulado Virtual para ingresso no Quadro Permanente do Instituto

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO RESUMO DE D. PREVIDENCIÁRIO 2 Cláudio Basques

DIREITO PREVIDENCIÁRIO RESUMO DE D. PREVIDENCIÁRIO 2 Cláudio Basques DIREITO PREVIDENCIÁRIO RESUMO DE D. PREVIDENCIÁRIO 2 Cláudio Basques CUSTEIO (L. 8212/91) Finalidade = pagar custos de manutenção Tipos: a) direto = ao pg contribuição, b) indireto = ao pg impostos Fontes:

Leia mais

Curso Master de Direito Previdenciário

Curso Master de Direito Previdenciário Curso Master de Direito Previdenciário Apresentação do Curso O Curso Previdência Social: Regime Geral de Previdência Social e Regime Próprio de Previdência dos Servidores Públicos destina-se à atualização

Leia mais

EDITAL INSS 02/2015 CONCURSO INSS

EDITAL INSS 02/2015 CONCURSO INSS EDITAL INSS 02/2015 CONCURSO INSS CARGO: TÉCNICO DO SEGURO SOCIAL (NÍVEL MÉDIO) O MATEMÁTICO 2016 Curso Preparatório para Concursos Públicos. Todos os Direitos Reservados. Central de Atendimento: 55+ (084)

Leia mais

Seguridade Social conceituação e princípios constitucionais

Seguridade Social conceituação e princípios constitucionais Seguridade Social conceituação e princípios constitucionais Seguridade Social Existe no Brasil um sistema de proteção social destinado a proteger todos os cidadãos em todas as situações de necessidade,

Leia mais

2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático, 8 Questões, 12

2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático, 8 Questões, 12 Nota, xi 1 Origens da Seguridade Social, 1 1.1 Poor Law, 1 1.2 Seguros privados, 2 1.3 Seguros sociais, 2 Quadro esquemático, 3 2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático,

Leia mais

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 Nas questões de 01 a 10, marque a alternativa correta: 01) I. Os beneficiários da previdência social subdividem se em dependentes e segurados. Já os segurados, podem ser obrigatórios

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO 1. Da Previdência Social DIREITO PREVIDENCIÁRIO Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem

Leia mais

SUMÁRIO. Nota da Oitava Edição... 17 Prefácio... 19 Apresentação... 21

SUMÁRIO. Nota da Oitava Edição... 17 Prefácio... 19 Apresentação... 21 SUMÁRIO Nota da Oitava Edição... 17 Prefácio... 19 Apresentação... 21 Capítulo 1 DEFINIÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL... 23 1.1. Saúde... 24 1.2. Assistência social... 27 1.3. Previdência social... 28 1.3.1.

Leia mais

Prefácio à 21a edição, xxvii Prefácio à 20a edição, xxix Prefácio à 19a edição, xxxi Prefácio à 1a edição, xxxiii PARTE I - DIREITO FINANCEIRO, 1

Prefácio à 21a edição, xxvii Prefácio à 20a edição, xxix Prefácio à 19a edição, xxxi Prefácio à 1a edição, xxxiii PARTE I - DIREITO FINANCEIRO, 1 Prefácio à 21a edição, xxvii Prefácio à 20a edição, xxix Prefácio à 19a edição, xxxi Prefácio à 1a edição, xxxiii PARTE I - DIREITO FINANCEIRO, 1 1 INTRODUÇÃO, 3 1.1 Conceito de atividade financeira do

Leia mais

5. A qualidade de segurado obrigatório está insitamente ligada ao exercício de atividade

5. A qualidade de segurado obrigatório está insitamente ligada ao exercício de atividade PROCURADOR FEDERAL 1998 (ADAPTADA) Com relação à certidão negativa de débito, julgue os seguintes itens. 1. A certidão negativa de débito, cujo o prazo de validade é de 180 dias, não será exigida das microempresas

Leia mais

Curso de Especialização em DIREITO PREVIDENCIÁRIO

Curso de Especialização em DIREITO PREVIDENCIÁRIO Curso de Especialização em DIREITO PREVIDENCIÁRIO ÁREA DO CONHECIMENTO: Direito. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em DIREITO PREVIDENCIÁRIO. PERFIL PROFISSIONAL: O curso

Leia mais

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA NA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS LEGISLAÇÃO E GESTÃO

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA NA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS LEGISLAÇÃO E GESTÃO MPS SPS Ministério da Previdência Social Secretaria de Previdência Social REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA NA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS LEGISLAÇÃO E GESTÃO São Gonçalo/RJ- Dez/2005 ESTRUTURA DO SISTEMA

Leia mais

Organizado pelo Prof. Murilo Aquino

Organizado pelo Prof. Murilo Aquino Organizado pelo Prof. Murilo Aquino PORTUGUÊS 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal

Leia mais

Regras de Aposentadorias e Pensões

Regras de Aposentadorias e Pensões Seguridade Social: A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e

Leia mais

Contribuição Previdenciária Área Rural e SENAR DRF LAURO DE FREITAS/BA

Contribuição Previdenciária Área Rural e SENAR DRF LAURO DE FREITAS/BA Contribuição Previdenciária Área Rural e SENAR DRF LAURO DE FREITAS/BA 1 Receita Federal do Brasil - RFB Estrutura na 5ª Região Fiscal (Bahia e Sergipe) 6 Delegacias, 3 Inspetorias e 2 Alfândegas DRF Lauro

Leia mais

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2013 ESPECIALIZAÇÃO EM TRABALHO E PREVIDÊNCIA

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2013 ESPECIALIZAÇÃO EM TRABALHO E PREVIDÊNCIA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2013 ESPECIALIZAÇÃO EM TRABALHO E PREVIDÊNCIA OBJETIVOS DO CURSO: Proporcionar aos participantes instruções e conhecimento da Legislação Trabalhista e Previdenciária. Tendo como

Leia mais

Trataremos nesta aula das contribuições destinadas ao custeio da seguridade social

Trataremos nesta aula das contribuições destinadas ao custeio da seguridade social 1.4.7.3. Contribuições do art.195 CF Trataremos nesta aula das contribuições destinadas ao custeio da seguridade social (previdência, saúde e assistência social), espécies de contribuições sociais, como

Leia mais

S u m á r i o. Capítulo 1 Notas Introdutórias...1

S u m á r i o. Capítulo 1 Notas Introdutórias...1 S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias...1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988... 1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)... 1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social... 1 1.1.2.

Leia mais

1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL

1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 13 Nota do autor 4ª edição... 15 Nota do autor 3ª edição... 17 Nota do autor 2ª edição... 19 Nota do autor 1ª edição... 21 Guia de leitura da Coleção... 23 Capítulo

Leia mais

CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL

CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL Seguridade Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 15 CUSTEIO DA SEGURIDADE SOCIAL A Seguridade Social é financiada por toda a sociedade, de forma direta e indireta, mediante recursos provenientes

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL MPS SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL SPPS DEPARTAMENTO DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO DRPSP COORDENAÇÃO-GERAL DE AUDITORIA, ATUÁRIA, CONTABILIDADE

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011 Até dia Obrigação Histórico 3 IRRF Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.01.2011,

Leia mais

SEGURIDADE SOCIAL DIREITO PREVIDENCIÁRIO SEGURIDADE SOCIAL SEGURIDADE SOCIAL SEGURIDADE SOCIAL PREVIDÊNCIA SOCIAL. Prof. Eduardo Tanaka CONCEITUAÇÃO

SEGURIDADE SOCIAL DIREITO PREVIDENCIÁRIO SEGURIDADE SOCIAL SEGURIDADE SOCIAL SEGURIDADE SOCIAL PREVIDÊNCIA SOCIAL. Prof. Eduardo Tanaka CONCEITUAÇÃO DIREITO PREVIDENCIÁRIO Prof. Eduardo Tanaka CONCEITUAÇÃO 1 2 Conceituação: A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 5. RELAÇÕES INTERDISCIPLINARES Direito Constitucional, Direito do Trabalho e Direito Processual Civil.

PLANO DE ENSINO. 5. RELAÇÕES INTERDISCIPLINARES Direito Constitucional, Direito do Trabalho e Direito Processual Civil. PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Direito Professor: Rodrigo Barzotto Pereira de Souza rodrigo@uniarp.edu.br Período / Fase: 10º Semestre:

Leia mais

OS REGIMES PREVIDENCIÁRIOS. Prof. Ms. Danilo César Siviero Ripoli

OS REGIMES PREVIDENCIÁRIOS. Prof. Ms. Danilo César Siviero Ripoli OS REGIMES PREVIDENCIÁRIOS Prof. Ms. Danilo César Siviero Ripoli No Brasil, existem 2 regimes previdenciários: A) REGIME PÚBLICO: RGPS Regime Geral de Previdência Social, o regime previdenciário próprio

Leia mais

A autoridade que reduzir ou relevar multa já aplicada recorrerá de ofício para a autoridade hierarquicamente superior.

A autoridade que reduzir ou relevar multa já aplicada recorrerá de ofício para a autoridade hierarquicamente superior. 17 INFRAÇÕES À LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA. Aplicáveis quando há o descumprimento de obrigações previdenciárias acessórias. Descumprida uma obrigação acessória, surge uma principal que é o pagamento de multa.

Leia mais

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)...

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)... S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988...1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)...1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social...1 1.1.2.

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO 1 Belo Horizonte 2013 DIREITO PREVIDENCIÁRIO Roteiro de Estudos PROF. ANDRÉ LUIZ LOPES ESCOLA SUPERIOR DOM HELDER CÂMARA 1 2 I - SEGURIDADE SOCIAL CONCEITO conjunto integrado de ações de iniciativa dos

Leia mais

ANEXO I DO COMUNICADO RFB ALTERA OS PROCEDIMENTOS REFERENTE ÀS CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS.

ANEXO I DO COMUNICADO RFB ALTERA OS PROCEDIMENTOS REFERENTE ÀS CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS. ANEXO I DO COMUNICADO RFB ALTERA OS PROCEDIMENTOS REFERENTE ÀS CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS. Abrangência: pessoas físicas e jurídicas sujeitas ao recolhimento das Contribuições Previdenciárias (INSS).

Leia mais

PREVIDENCIA SOCIAL ASPECTOS GERAIS SOBRE RPPS. RPPS Consult Consultoria e Assessoria em RPPS

PREVIDENCIA SOCIAL ASPECTOS GERAIS SOBRE RPPS. RPPS Consult Consultoria e Assessoria em RPPS PREVIDENCIA SOCIAL ASPECTOS GERAIS SOBRE RPPS RPPS Consult Consultoria e Assessoria em RPPS O que é Previdência Social? Previdência Social é que um seguro que o indivíduo faz durante o período em que está

Leia mais

PROJETO RETA FINAL QUESTÕES COMENTADAS. INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 -

PROJETO RETA FINAL QUESTÕES COMENTADAS. INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 - INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 - DIREITO PREVIDENCIÁRIO SÚMARIO UNIDADE 1 Seguridade Social (Origem e evolução legislativa no Brasil; Conceituação; Organização

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesu@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

pelo art. 1º da Lei nº 12.470 -

pelo art. 1º da Lei nº 12.470 - 180 PREVIDÊNCIA 2º - Os recursos oriundos da majoração das contribuições previstas nesta Lei ou da criação de novas contribuições destinadas à Seguridade Social somente poderão ser utilizados para atender

Leia mais

DADOS PESSOAIS. Endereço: Município: Bairro: CEP: Complemento:

DADOS PESSOAIS. Endereço: Município: Bairro: CEP: Complemento: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO E GESTÃO DE PESSOAL DADOS PESSOAIS Sexo: ( ) Masculino ( ) Feminino Data de Nascimento: / / Naturalidade:

Leia mais

Constituição da República Brasil 1988

Constituição da República Brasil 1988 Seguro Acidente do Trabalho - SAT Constituição da República Brasil 1988 CAPÍTULO II DIREITOS SOCIAIS Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua

Leia mais

Unidade 3 Dos contribuintes e segurados 3.1 Contribuintes 3.2 Segurados 3.3 Filiação e inscrição.

Unidade 3 Dos contribuintes e segurados 3.1 Contribuintes 3.2 Segurados 3.3 Filiação e inscrição. 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-54 PERÍODO: 9º CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL. NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL:

Leia mais

PREVIDÊNCIA. - Do latim pre videre, ver com antecipação as contingências sociais e procurar compô-las, ou praevidentia, prever, antever.

PREVIDÊNCIA. - Do latim pre videre, ver com antecipação as contingências sociais e procurar compô-las, ou praevidentia, prever, antever. PREVIDÊNCIA CONCEITO - Do latim pre videre, ver com antecipação as contingências sociais e procurar compô-las, ou praevidentia, prever, antever. - Nasce com o Direito do Trabalho, tendo por objetivo minorar

Leia mais

Direito Previdenciário - Custeio

Direito Previdenciário - Custeio Direito Previdenciário - Custeio Aula 4 Contribuição dos Empregadores Sobre a Folha de Salários e Demais Rendimentos do Trabalho. Professor: Marta Gueller Coordenação: Dr. Wagner Ballera "CONTRIBUIÇÃO

Leia mais

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RPPS

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RPPS Teresina PI (06.12.2012) MPS Ministério da Previdência Social REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RPPS Secretaria de Políticas de Previdência Social DEFINIÇÃO Previdência Social é que um seguro que

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO

ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO INÍCIO EM 07/07/2012 COORDENADORES DO CURSO: MARCELO DA FONSECA GUERREIRO - Juiz Federal e Mestre em Direito. Foi Juiz Titular do 7º. Juizado Previdenciário/RJ.

Leia mais

MAPA DA MINA: INSS BANCA: FCC EDITAL: 2011 TÉCNICO DO SEGURO SOCIAL-CONHECIMENTOS GERAIS

MAPA DA MINA: INSS BANCA: FCC EDITAL: 2011 TÉCNICO DO SEGURO SOCIAL-CONHECIMENTOS GERAIS ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO: Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal: Decreto n.o 1.171/94 e Decreto 6.029/07. MAPA DA MINA: INSS BANCA: FCC EDITAL: 2011 TÉCNICO

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA DEZEMBRO/2007

AGENDA TRIBUTÁRIA DEZEMBRO/2007 Fonte: Portal Tributário AGENDA TRIBUTÁRIA DEZEMBRO/2007 05/12/2007 IOF IRF Recolhimento do - 3º decêndio de NOVEMBRO/2007 - Bebidas - capítulo 22 da T e Cigarros 2402.20.00 T. Recolhimento do IOF relativo

Leia mais

ANO XXVI - 2015-1ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 49/2015 RIOS

ANO XXVI - 2015-1ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 49/2015 RIOS ANO XXVI - 2015-1ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 49/2015 ASSUNTOS PREVIDENCIÁRIO RIOS CONTRIBUINTE FACULTATIVO - ATUALIZAÇÃO - IN INSS/PRES Nº 77/2015 - ASPECTOS PREVIDENCIÁRIOS... Pág.1228

Leia mais

Prof. Adilson Sanchez Lei nº 8.213 (DOU de 25.07.91) Plano de Benefícios da Previdência Social PBPS

Prof. Adilson Sanchez Lei nº 8.213 (DOU de 25.07.91) Plano de Benefícios da Previdência Social PBPS Prof. Adilson Sanchez Prof. Adilson Sanchez www.adilsonsanchez.adv.br Lei nº 8.213 (DOU de 25.07.91) Plano de Benefícios da Previdência Social PBPS TÍTULO III Do Regime Geral de Previdência Social RGPS

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica COMENTÁRIOS SOBRE A MEDIDA PROVISÓRIA Nº 447/2008 ALTERAÇÃO DOS PRAZOS DE PAGAMENTOS DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES FEDERAIS Francisco Guilherme Braga de Mesquita Advogado

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL. NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL. NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 9º CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL. NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 A evolução da Seguridade

Leia mais

OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS MUNICÍPIOS

OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS MUNICÍPIOS PALESTRA OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS MUNICÍPIOS Teresina, 12/2012 SEGURIDADE SOCIAL: DIREITO E DEVER DE TODOS Compreende um conjunto integrado de ações de iniciativas dos Poderes Públicos e da sociedade,

Leia mais

ANEXO II DO COMUNICADO RFB ALTERA OS PROCEDIMENTOS REFERENTE ÀS CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS.

ANEXO II DO COMUNICADO RFB ALTERA OS PROCEDIMENTOS REFERENTE ÀS CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS. ANEXO II DO COMUNICADO RFB ALTERA OS PROCEDIMENTOS REFERENTE ÀS CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS. Abrangência: pessoas físicas e jurídicas sujeitas ao recolhimento das Contribuições Previdenciárias (INSS).

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL

PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL 55 No Brasil, há benefícios devidos ao segurado e àqueles que dependem do segurado. Para ter direito aos benefícios, é preciso estar inscrito no INSS e manter suas contribuições em dia. Na maior parte

Leia mais

Edital Verticalizado Concurso INSS 2016

Edital Verticalizado Concurso INSS 2016 Edital Verticalizado Concurso INSS 2016 Edital INSS 2016 O Focus Concursos Online oferece aos que desejam se preparar, um curso teórico, atualizado, com todas as disciplinas. Assista às aulas e fique totalmente

Leia mais

Princípios de Previdência. Eduardo Luiz S. Silva Diretor do Instituto IDEAS Supervisor de Outsourcing da SFR-PREVITEC

Princípios de Previdência. Eduardo Luiz S. Silva Diretor do Instituto IDEAS Supervisor de Outsourcing da SFR-PREVITEC Princípios de Previdência Eduardo Luiz S. Silva Diretor do Instituto IDEAS Supervisor de Outsourcing da SFR-PREVITEC Por que pensar em Previdência Complementar? Rejuvenescimento do quadro de pessoal; Reter

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ESTUDO ESTUDO QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA Cláudia Augusta Ferreira Deud Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Direito Previdenciário ESTUDO ABRIL/2007 Câmara dos Deputados

Leia mais

Direito da Seguridade Social Dr. João Soares da Costa Neto, Procurador da Fazenda Nacional e Professor

Direito da Seguridade Social Dr. João Soares da Costa Neto, Procurador da Fazenda Nacional e Professor Direito da Seguridade Social Dr. João Soares da Costa Neto, Procurador da Fazenda Nacional e Professor 1 DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL 2 Regime Geral de Previdência Social

Leia mais

Obrigações Fiscais das Entidades sem Fins Lucrativos e Sociedades Cooperativas. Impostos - Contribuições Obrigações Fiscais

Obrigações Fiscais das Entidades sem Fins Lucrativos e Sociedades Cooperativas. Impostos - Contribuições Obrigações Fiscais OSMAR REIS AZEVEDO Pós-graduado em Contabilidade. Formado em Ciências Contábeis. Professor universitário da Universidade São Judas Tadeu na década de 1990. Autor de três livros tributários, com os títulos:

Leia mais

CURSOS ON-LINE DIR. PREVIDENCIÁRIO CURSO REGULAR PROFESSOR FÁBIO ZAMBITTE

CURSOS ON-LINE DIR. PREVIDENCIÁRIO CURSO REGULAR PROFESSOR FÁBIO ZAMBITTE Aula III: Regime Geral de Previdência Social; Segurados Obrigatórios; Filiação e Inscrição; Conceito, Características e Abrangência: empregado, empregado doméstico, contribuinte individual, avulso, segurado

Leia mais

Conhecendo o IPMDC. Departamento de Benefícios. Diego Lafaiete Courty Leite Técnico Previdenciário

Conhecendo o IPMDC. Departamento de Benefícios. Diego Lafaiete Courty Leite Técnico Previdenciário Conhecendo o IPMDC Departamento de Benefícios Diego Lafaiete Courty Leite Técnico Previdenciário O Departamento: Responsável pela concessão e revisão dos benefícios previdenciários do IPMDC; Responsável

Leia mais

eduardo.silveira@saeb.ba.gov.br (71) 3116-5476 SUPREV/SAEB

eduardo.silveira@saeb.ba.gov.br (71) 3116-5476 SUPREV/SAEB INATIVAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS Eduardo Matta Milton da Silveira Diretor de Administração dos Benefícios Previdenciários eduardo.silveira@saeb.ba.gov.br (71) 3116-5476 SUPREV/SAEB O que vou levar? Como

Leia mais

Evolução Recente da Economia e da Política Econômica do Brasil. Nelson Barbosa Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão 19 de Outubro de 2015

Evolução Recente da Economia e da Política Econômica do Brasil. Nelson Barbosa Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão 19 de Outubro de 2015 Evolução Recente da Economia e da Política Econômica do Brasil Nelson Barbosa Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão 19 de Outubro de 2015 Estrutura 1. Termos de troca e taxa de câmbio 2. Taxa

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR » Cacildo Baptista Palhares Júnior Advogado em Araçatuba (SP) Questões comentadas de direito previdenciário da prova objetiva do concurso de 2010 para Defensor da União Com base no direito previdenciário,

Leia mais

Reforma Previdenciária e Sustentabilidade Fiscal

Reforma Previdenciária e Sustentabilidade Fiscal MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria do Tesouro Nacional Reforma Previdenciária e Sustentabilidade Fiscal Joaquim Vieira Ferreira Levy Secretário do Tesouro Nacional Brasil: Pilares do Crescimento Responsabilidade

Leia mais

APOSENTADORIA ESPECIAL DO SERVIDOR PÚBLICO

APOSENTADORIA ESPECIAL DO SERVIDOR PÚBLICO APOSENTADORIA ESPECIAL DO SERVIDOR PÚBLICO Dra. Thais Riedel Apresentação Palestrante Formação Acadêmica: Faculdade de Direito Faculdade de Ciências Políticas Especialização em Processo Civil Especialização

Leia mais

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2012 ESPECIALIZAÇÃO DIREITO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL SANTA CRUZ DO SUL/RS

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2012 ESPECIALIZAÇÃO DIREITO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL SANTA CRUZ DO SUL/RS EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA_2012 ESPECIALIZAÇÃO DIREITO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL SANTA CRUZ DO SUL/RS OBJETIVOS DO CURSO: Proporcionar aos participantes instruções e conhecimento da Legislação Trabalhista

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL

PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL As conquistas mais definitivas da Previdência Social, como um sistema do trabalhador para o trabalhador, estão ligadas às lições aprendidas com os próprios segurados, no tempo e no espaço Extraído do Livro

Leia mais

APOSTILA. DIREITO PREVIDENCIÁRIO Profª. Thaís Cesario

APOSTILA. DIREITO PREVIDENCIÁRIO Profª. Thaís Cesario 1 APOSTILA DIREITO PREVIDENCIÁRIO Profª. Thaís Cesario Edital 2014 TRF da 4ª Região - Conteúdo Programático Direito Previdenciário: Seguridade social, previdência social, saúde e assistência social: conceituação,

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO ÁREA DO CONHECIMENTO Direito. NOME DO CURSO Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em DIREITO PREVIDENCIÁRIO. AMPARO LEGAL E PORTARIA DO MEC

Leia mais

Diária Imposto sobre a Exportação (IE) 0107 Exportação, cujo registro da declaração para despacho aduaneiro tenha se verificado 15 dias antes.

Diária Imposto sobre a Exportação (IE) 0107 Exportação, cujo registro da declaração para despacho aduaneiro tenha se verificado 15 dias antes. AGENDA TRIBUTÁRIA informativo Dezembro Data de Diária Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) Rendimentos do Trabalho Tributação exclusiva sobre remuneração indireta 2063 FG ocorrido no mesmo dia Rendimentos

Leia mais

Curso de Direito Previdenciário para Técnico do Seguro Social INSS QUESTÕES + Comentários ESQUEMATIZADOS Professor Francisco Júnior - Aula 06

Curso de Direito Previdenciário para Técnico do Seguro Social INSS QUESTÕES + Comentários ESQUEMATIZADOS Professor Francisco Júnior - Aula 06 Professor Francisco Júnior www.profranciscojunior.com.br p. 1 de 17 Aula 06 Plano de Benefícios da Previdência Social: Prestações em espécie: Aposentadoria por invalidez, aposentadoria por idade, aposentadoria

Leia mais

A Seguridade Social em Risco: Desafios à Consolidação dos Direitos e à Implantação do SUAS

A Seguridade Social em Risco: Desafios à Consolidação dos Direitos e à Implantação do SUAS 1 A Seguridade Social em Risco: Desafios à Consolidação dos Direitos e à Implantação do SUAS Conferência realizada no 34 0 Encontro Nacional do Conjunto CFESS/CRESS Manaus, 4 a 7 de setembro de 2005 2

Leia mais

Financiamento da Seguridade Social

Financiamento da Seguridade Social Financiamento da Seguridade Social Prof. Eduardo Tanaka Receitas das contribuições sociais dos Empregadores Domésticos Prof. Eduardo Tanaka 1 2 Receitas do Empregador Doméstico (Decreto 3.048/99) Art.

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2015

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2015 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2015 Até dia Obrigação 4 IRRF Histórico Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.01.2015,

Leia mais

LEI Nº 7.787, DE 30 DE JUNHO DE 1989

LEI Nº 7.787, DE 30 DE JUNHO DE 1989 CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Documentação e Informação LEI Nº 7.787, DE 30 DE JUNHO DE 1989 Dispõe sobre alterações na legislação de custeio da Previdência Social e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário. XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014):

Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário. XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014): Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014): 54. Uma vez criados por lei do ente federativo, vinculam-se aos regimes próprios de previdência social

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Faculdade de Direito Direito Previdenciário Profª. Ms. Tatiana Riemann CUSTEIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Faculdade de Direito Direito Previdenciário Profª. Ms. Tatiana Riemann CUSTEIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Pontifícia Universidade Católica de Goiás Faculdade de Direito Direito Previdenciário Profª. Ms. Tatiana Riemann CUSTEIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Fontes de financiamento art. 195, CF/88 União*, Tomadores

Leia mais

LEI Nº 8.213, DE 24 DE JULHO DE 1991 - DOU DE 14/08/98 - (Atualizada até 13/04/2000)

LEI Nº 8.213, DE 24 DE JULHO DE 1991 - DOU DE 14/08/98 - (Atualizada até 13/04/2000) LEI Nº 8.213, DE 24 DE JULHO DE 1991 - DOU DE 14/08/98 - (Atualizada até 13/04/2000) Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço

Leia mais

Aposentadorias por Tempo de Contribuição e por Idade do. Segurado com Deficiência

Aposentadorias por Tempo de Contribuição e por Idade do. Segurado com Deficiência Art. 70-A. A concessão da aposentadoria por tempo de contribuição ou por idade ao segurado que tenha reconhecido, em avaliação médica e funcional realizada por perícia própria do INSS, grau de deficiência

Leia mais

Relação de Códigos de Receita (Contribuições Previdenciárias - GPS)

Relação de Códigos de Receita (Contribuições Previdenciárias - GPS) Relação de Códigos de Receita (Contribuições Previdenciárias - GPS) Código de Receita (GPS) Especificação da Receita 1007 Contribuinte Individual - Recolhimento Mensal NIT/PIS/PASEP 1058 Contribuinte Individual

Leia mais

Ato Declaratório Executivo nº 79/2010

Ato Declaratório Executivo nº 79/2010 28/10/2010 Ato Declaratório Executivo nº 79/2010 ATO DECLARATÓRIO EXECUTIVO CODAC Nº 79, DE 27 DE OUTUBRO DE 2010 DOU 28.10.2010 Dispõe sobre a divulgação de códigos de receita para recolhimento das contribuições

Leia mais

Parte I INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA: CONCEITOS, PRINCÍPIOS E NORMAS BÁSICAS, 3

Parte I INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA: CONCEITOS, PRINCÍPIOS E NORMAS BÁSICAS, 3 Apresentação, xxv Prefácio à 12a Edição, xxvii Introdução, 1 Parte I INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA: CONCEITOS, PRINCÍPIOS E NORMAS BÁSICAS, 3 1 Contabilidade Tributária, 5 1.1 Conceito, 5 1.1.1

Leia mais

07/06/2013. EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... Antes da EFD Social. Obrigações acessórias trabalhistas/previdenciárias

07/06/2013. EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... Antes da EFD Social. Obrigações acessórias trabalhistas/previdenciárias EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... 1 Antes da EFD Social Falta de padronização na folha de pagamento Multiplicidade de obrigações acessórias Redundância no envio dos dados índice

Leia mais

CONSU L T A DATA: 11/03/2011 PARA: ASSOCIAÇÃO ALIANÇA EMPREENDEDORA SOLICIT.: DE:

CONSU L T A DATA: 11/03/2011 PARA: ASSOCIAÇÃO ALIANÇA EMPREENDEDORA SOLICIT.: DE: CONSU L T A DATA: 11/03/2011 PARA: ASSOCIAÇÃO ALIANÇA EMPREENDEDORA SOLICIT.: DANIELE E RAFAEL DE: MARINS DE SOUZA ADVOGADOS ASSUNTO: DÚVIDAS SOBRE CONTRIBUIÇÕES AO INSS SOBRE AS ATIVIDADES DE COOPERATIVAS

Leia mais

Sumário Capítulo I Teoria das contribuições Andrei Pitten Velloso

Sumário Capítulo I Teoria das contribuições Andrei Pitten Velloso Sumário Capítulo I Teoria das contribuições 1. As contribuições no direito comparado 13 1.1. Itália 13 1.2. Espanha 15 1.3. Alemanha 15 1.4. Portugal 17 1.5. França 18 2. As contribuições no Brasil 19

Leia mais