INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO CMP 1060 CONTROLE DE FLUXO ESTRUTURA CONDICIONAL 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO CMP 1060 CONTROLE DE FLUXO ESTRUTURA CONDICIONAL 1"

Transcrição

1 INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO CMP 1060 CONTROLE DE FLUXO ESTRUTURA CONDICIONAL 1

2 Os programas que vimos até agora têm a seguinte estrutura: main( ) declarações instrução 1 instrução 2 instrução 3... instrução N ESTRUTURA SEQUENCIAL

3 Estrutura Condicional O caso geral da instrução if - else: if ( expressão ) instrução1 ; else instrução2 ; If Se a (expressão) entre os parenteses for VERDADEIRA executo a instrução 1 else senão executo a instrução 2 If (X > Y) X = Y else X = X +1 Exemplo: // se for verdade que o valor de X é maior que Y // atribui o valor de Y para X // senão adciono 1 ao valor de X

4 Estrutura Condicional O caso geral da instrução if - else: if ( expressão ) instrução1 ; else instrução2 ; If Se a (expressão) entre os parenteses for VERDADEIRA executo a instrução 1 else senão executo a instrução 2 O comando else não é obrigatório: if ( expressão ) // se a expressao for verdadeira instrução1 ; // executo a instrução 1 e sigo a execução

5 Estrutura Condicional Expressões Logicas: é a expressão cujo operadores são lógicos e cujos operandos são relações, constantes e/ou variáveis do tipo lógico. Exemplos: X + Y = Z, X e Y = Z Relações: X > Y o resultado será verdadeiro ou falso. Símbolos Relacionais Símbolo Significado < menor > maior <= menor ou igual >= maior ou igual == igual!= diferente

6 Estrutura Condicional Operadores Lógicos SÃO CONECTORES QUE RELACIONAM PROPOSIÇÕES QUE PODEM SER VERDADEIRAS OU FALSAS. e conjunção (é verdadeira se e somente se ambas as proposições são verdadeiras). ou disjunção ( é verdadeira se pelo menos uma delas for verdadeira). não negação (é negação da expressão)

7 Estrutura Condicional Operador Descrição Exemplo Resultado && &&!! E E OU OU NÃO NÃO V V V V!(5>1)!(2 > 3) F (5 > 1) && (3>10) V (2 >1) && (10 > 9) F (3> 1) (10 > 11) V (4> 2) (10 > 5) FALSO VERDADEIRO VERDADEIRO VERDADEIRO FALSO VERDADEIRO

8 Estrutura Condicional Simples if ( expressão ) instrução1 ; Exemplo Desenvolver um programa para entrar com um preço do carro e calcular o preço final de acordo com as opções do usuário com os opcionais de vidro elétrico, ar condicionado, trava central, pintura metálica e ar condicionado.

9 Desenvolver um programa para entrar com um preço do carro e calcular o preço final de acordo com as opções do usuário com os opcionais de vidro elétrico, ar condicionado, trava central, pintura metálica e ar condicionado. Análise: Preço do carro = 22000,00 Ar condicionado ,00 Dir hidraulica ,00 Pintura metálica + 650,00 Vidro elétrico + 500,00 Trava central + 400,00 Preço final carro 28050,00 Entro com o valor do carro Pergunto pelos opcionais: Preços: Ar concionado R$ 2500,00 Dir. Hidraulica R$ 2000,00 Pintura metálica R$ 650,00 Vidro elétrico R$ 500,00 Trava central R$ 400,00 Resposta: s n S N

10 Desenvolver um programa para entrar com um preço do carro e calcular o preço final de acordo com as opções do usuário com os opcionais de vidro elétrico, ar condicionado, trava central, pintura metálica e ar condicionado. Análise: Preço do carro = 22000,00 Ar condicionado ,00 Dir hidraulica ,00 Pintura metálica + 650,00 Vidro elétrico + 500,00 Trava central + 400,00 Preço final carro 28050,00 DEFINIÇÃO DAS VARIÁVEIS RESPAC RESPDH RESPPM RESPVE RESPTC PRECOFINAL Se não for adicionado nenhum opcional o PRECOFINAL é o valor do preço INICIAL do carro Resposta: s n S N

11 // programa PRECOCARRO #include <iostream> using namespace std; int main( ) char RESPAC, RESPDH, RESPPM, RESPVE, RESPTC; float PRECOFINAL=0; //leia os dados de entrada cout << "Qual o preco inicial do carro"; cin >> PRECOFINAL; cout << "Deseja Ar Condicionado (S/N), (s/n)? "; cin >> RESPAC; cout << Deseja Direcao Hidraulica (S/N), (s/n)? "; cin >> RESPDH; cout << "Deseja Pintura Metalica (S/N), (s/n)? "; cin >> RESPPM; cout << "Deseja Vidros Eletricos (S/N), (s/n)? "; cin >> RESPVE; cout << "Deseja Trava Central (S/N), (s/n)? "; cin >> RESPTC; // teste da resposta do cliente RESPAC RESPDH RESPPM RESPVE RESPTC PRECOFINAL Resposta: s n S N

12 // teste da resposta do cliente if ( (RESPAC == 'S') (RESPAC == 's') ) PRECOFINAL = PRECOFINAL ; if ( (RESPDH == 'S') (RESPDH == 's') ) PRECOFINAL = PRECOFINAL ; Resposta: s n S N RESPAC RESPDH RESPPM RESPVE RESPTC PRECOFINAL if ( (RESPPM == 'S') (RESPPM =='s') ) PRECOFINAL = PRECOFINAL ; if( (RESPVE == 'S') (RESPVE == 's') ) PRECOFINAL = PRECOFINAL ; if ( (RESPTC == 'S') (RESPTC == 's') ) PRECOFINAL = PRECOFINAL ; //exiba os resultados de saída cout<< "R$ "<< PRECOFINAL<< " será o preço final do carro. \n ; system("pause"); Preço do carro = 22000,00 Ar condicionado ,00 Dir hidraulica ,00 Pintura metálica + 650,00 Vidro elétrico + 500,00 Trava central + 400,00 Preço final do carro 28050,00

13 using namespace std; main( ) char RESPAC, RESPDH, RESPPM, RESPVE, RESPTC; float PRECOFINAL=0; cout << "Qual o preco inicial do carro"; cin >> PRECOFINAL; RESPAC cout << "Deseja Ar Condicionado (S/N), (s/n)? "; cin >> RESPAC; RESPDH cout << Deseja Direcao Hidraulica (S/N), (s/n)? "; RESPPM cin >> RESPDH; cout << "Deseja Pintura Metalica (S/N), (s/n)? "; RESPVE cin >> RESPPM; RESPTC cout << "Deseja Vidros Eletricos (S/N), (s/n)? "; PRECOFINAL cin >> RESPVE; cout << "Deseja Trava Central (S/N), (s/n)? "; cin >> RESPTC; If ( (RESPAC == 'S') (RESPAC == 's') ) PRECOFINAL = PRECOFINAL ; If ( (RESPDH == 'S') (RESPDH == 's') ) PRECOFINAL = PRECOFINAL ; If ( (RESPPM == 'S') (RESPPM =='s') ) PRECOFINAL = PRECOFINAL ; If ( (RESPVE == 'S') (RESPVE == 's')) PRECOFINAL = PRECOFINAL ; If ( (RESPTC == 'S') (RESPTC == 's') ) PRECOFINAL = PRECOFINAL ; cout<< "R$ "<< PRECOFINAL<< " será o preço final do carro. \n ; system("pause"); RASTREAMENTO Preço do carro = 22000,00 Ar condicionado ,00 Dir hidraulica ,00 Pintura metálica + 650,00 Vidro elétrico + 500,00 Trava central + 400,00 Preço final do carro 28050,00 S S S S S carroaut.exe

14 Estrutura Condicional Composta if ( expressão ) instrução1 ; else instrução2 ; Exemplo 1 Desenvolver um programa para entrar com dois números e exibir o maior entre eles.

15 #include <iostream> using namespace std; main() // define dois inteiros int X, Y; // entra com dois números inteiros cout << Digite dois numeros inteiros diferentes: ; cin >>X >> Y; //exibe uma mensagem dizendo qual número é maior if (X > Y) cout << X<< eh maior do que " << Y << endl; else cout << X << " eh menor do que " << Y << endl; system("pause"); maior.exe // prog para exibir o maior de 2 numeros X e Y RASTREAMENTO X Y

16 // programa que verifica se um número é par ou ímpar*/ #include <iostream> Analise N using namespace std; main( ) PAR int N; cout << " Digite um numero inteiro: "; cin >> N ; if ( N % 2 == 0 ) cout << N << " Eh par \n "; else cout<< N << " Eh impar \n "; system ("PAUSE") parimpar.exe 2 ` 0 quociente

17 ERROS FREQUENTES Provavelmente aquilo que queriam fazer era: if(...) instrução1; instrução2; Desta forma : Se a (expressão) for verdadeira Executo apenas a inst. 1 Se for falsa pulo a inst. 1 e Executo a instrução 2 if(...) instrução1; instrução2; Se a (express..) verdadeira Executo inst. 1 e inst. 2

18 If ( expressão ) instrução1; instrução2; instrução3 ; instrução4 ; else instrução5; instrução6 ; Instrução7; Instrução8; SE EXISTIR MAIS DE UMA INSTRUÇÃO PARA SER EXECUTADA DENTRO DO COMANDO if OU DO else DEVEMOS COLOCAR AS CHAVES

19 Exemplos de uso de estrutura condicional simples X composta Condicional Simples #include <iostream> using namespace std; main() int number = 75, nota; cout << Entre com sua nota, por favor \n"; cin>>nota; if (nota >= number) cout << "Incrivel, voce passou com merito.\n"); system ("PAUSE")

20 #include <iostream> Condicional Composta using namespace std; main() int number = 75, nota; cout << Entre com sua nota, por favor \n ; cin >> nota; if (nota >= number) cout << " Incrível, voce passou com mérito. \n"; else cout << " Que pena, voce reprovou. \n"; system ("PAUSE")

21 #include <iostream> #include <cstdlib> Condicional Composta Aninhada using namespace std; main() int number = 75, nota; cout << Entre com sua nota, por favor \ n"; cin >> nota; if (nota >= number) cout <<"Incrivel, voce passou com merito. \n"; else if (nota >= 50) cout<< Você passou \n"; else cout<< Que pena, você reprovou.\n"; system ( PAUSE );

22 #include <iostream> #include <cstdlib> Condicional Composta Aninhada using namespace std; main() int number = 75, nota; cout << Entre com sua nota, por favor \ n"; cin >> nota; if (nota >= number) cout <<"Incrivel, voce passou com merito. \n"; else if (nota >= 50) cout<< Você passou \n"; else cout<< Que pena, você reprovou.\n"; system ( PAUSE );

Disciplina Informática e Computação CMP 1060

Disciplina Informática e Computação CMP 1060 Disciplina Informática e Computação CMP 1060 Prof. MSc Mário Oliveira Orsi 03/08/2011 AULA 01 Roteiro da 1 a aula Objetivo: Apresentação da disciplina Atividades: Apresentação e Distribuição do Programa.

Leia mais

Estrutura switch if-else switch switch switch if-else-if switch switch case default break switch switch break Observações: case

Estrutura switch if-else switch switch switch if-else-if switch switch case default break switch switch break Observações: case Estrutura switch. O comando if-else e o comando switch são os dois comandos de tomada de decisão. Sem dúvida alguma o mais importante dos dois é o if, mas o comando switch tem aplicações valiosas. Sua

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO COM C/C++ Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Entender o mecanismo de um programa em C/C++ Apresentar e estrutura da Linguagem C/C++

Leia mais

Programação de Computadores Primeiros Passos Práticos em C++

Programação de Computadores Primeiros Passos Práticos em C++ Programação de Computadores Primeiros Passos Práticos em C++ Alan de Freitas! Marco Antonio Carvalho Compilação de Programas O compilador é o responsável por transformar nosso código em um programa propriamente

Leia mais

Programando em C++ Histórico da Linguagem C

Programando em C++ Histórico da Linguagem C Programando em C++ Joaquim Quinteiro Uchôa joukim@comp.ufla.br DCC-UFLA, 2002 Programando em C++ p.1/38 Histórico da Linguagem C Linguagem C: 1972 - Laboratório Bells, por Dennis Ritchie, a partir da linguagem

Leia mais

Prof. Vania Gimenez.Notas de aula Lógica de programação- Este material não substitui os livros indicados no site no link bibliografia.

Prof. Vania Gimenez.Notas de aula Lógica de programação- Este material não substitui os livros indicados no site no link bibliografia. Prof. Vania Gimenez.Notas de aula Lógica de programação- Este material não substitui os livros indicados no site no link bibliografia. ---------------------------------------------------------------- Comandos

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Também chamado de estrutura de seleção múltipla (caso). Assim como o if-else, o switch também é uma estrutura de seleção. O if-else realiza o teste

Leia mais

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++ Fundamentos de Programação II Introdução à linguagem de programação C++ Prof. Rafael Henrique D. Zottesso Material cedido por Prof. Msc. Everton Fernando Baro Agenda IDE HelloWorld Variáveis Operadores

Leia mais

Programação: Estruturas de seleção

Programação: Estruturas de seleção Programação de Computadores I Aula 07 Programação: Estruturas de seleção José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/53 Valores booleanos Os valores booleanos

Leia mais

Programação científica C++

Programação científica C++ Programação científica C++ NIELSEN CASTELO DAMASCENO Slide 4 Aluno que não sabe programar int main() { cout

Leia mais

Técnicas de Programação I

Técnicas de Programação I Técnicas de Programação I Conceitos básicos C/C++ Material baseado nas aulas da Profa. Isabel Harb Manssour http://www.inf.pucrs.br/~manssour/laproi, entre outros materias Operadores Aritméticos C++: Outros

Leia mais

String em C++ Verificando o tamanho da string

String em C++ Verificando o tamanho da string String em C++ Uma das formas de se manipular cadeias de caracteres, também chamadas de strings em C+ + é armazená-las como vetores de char. Esta é a forma tradicional utilizada pela linguagem C. Então,

Leia mais

Algoritmo Iterativo. Dilema do Martelo x Edifício. O Martelo. O Edifício 01/06/2014. Dilema das ações x declarações

Algoritmo Iterativo. Dilema do Martelo x Edifício. O Martelo. O Edifício 01/06/2014. Dilema das ações x declarações Algoritmo Iterativo Fernando Cardeal Parece com o processo de seguir uma estrada: Como chegar à estrada? Como se manter na estrada? Como saber que chegou ao destino para sair da estrada? Como fazer tudo

Leia mais

Estrutura Condicional em Java

Estrutura Condicional em Java Estrutura Condicional em Java Linguagem de Programação 1 O Java contém três tipos de instruções de seleção. A instrução if realiza uma ação se uma condição for verdadeira ou pula a ação se a condição for

Leia mais

Estrutura Condicional C++

Estrutura Condicional C++ Estrutura Condicional C++ Resumo3 Profª. Ivre Marjorie R. Machado Estrutura Condicional Na estrutura sequencial, todos os comandos são executados independente de qualquer coisa/condição Usando a estrutura

Leia mais

7. Estrutura de Decisão

7. Estrutura de Decisão 7. Estrutura de Decisão Neste tipo de estrutura o fluxo de instruções a ser seguido é escolhido em função do resultado da avaliação de uma ou mais condições. Uma condição é uma expressão lógica. A classificação

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ 1 - VARIÁVEIS Variáveis espaço de memória reservado para armazenar tipos de dados, com um nome para referenciar seu conteúdo. Observações importantes Todas as variáveis devem

Leia mais

Linguagem C++ Estruturas de controle Parte II Estruturas de repetição

Linguagem C++ Estruturas de controle Parte II Estruturas de repetição Fundamentos de Programação Linguagem C++ Estruturas de controle Parte II Estruturas de repetição Prof. Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Estruturas de Controle Permitem o controle da sequência de execução de um

Leia mais

Fundamentos de Programação Linguagem C++ Entrada e saída com arquivos

Fundamentos de Programação Linguagem C++ Entrada e saída com arquivos Fundamentos de Programação Linguagem C++ Entrada e saída com arquivos Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Introdução Entrada e saída de dados pode ser feita: Para dispositivo de entrada/saída (monitor, impressora,

Leia mais

Elementos de programação em C

Elementos de programação em C Elementos de programação em C Estruturas condicionais Francisco A. C. Pinheiro, Elementos de Programação em C, Bookman, 2012. Visite os sítios do livro para obter material adicional: www.bookman.com.br

Leia mais

Prof. Jhonatan Fernando

Prof. Jhonatan Fernando Prof. Jhonatan Fernando Métodos Programação OO Instâncias de variáveis (objetos) Mensagens Classes Herança Polimorfismo Encapsulamento Abstração Programação Estruturada Procedimentos e funções Variáveis

Leia mais

Computação L2. Linguagem C++ Observação: Material Baseado na Disciplina Computação Eletrônica.

Computação L2. Linguagem C++ Observação: Material Baseado na Disciplina Computação Eletrônica. Computação L2 Linguagem C++ ovsj@cin.ufpe.br Observação: Material Baseado na Disciplina Computação Eletrônica. Alfabeto São os símbolos ( caracteres ) permitidos na linguagem: Letras (maiúsculas e minúsculas);

Leia mais

Meta-Programação com. Julia Lima. Agosto 2010

Meta-Programação com. Julia Lima. Agosto 2010 Meta-Programação com Templates Julia Lima Agosto 2010 O que é Meta-programação Desenvolver um programa que gera um outro programa Meta-programas A linguagem usada para criar um metaprograma permite a manipulação

Leia mais

Universidade Federal de Rondônia Técnicas de Desenvolvimento de Programas Lista 4

Universidade Federal de Rondônia Técnicas de Desenvolvimento de Programas Lista 4 Universidade Federal de Rondônia Técnicas de Desenvolvimento de Programas Lista 4 WHILE 1. Faça um comando while equivalente ao descrito abaixo (que realize o mesmo tipo de procedimento e obtenha o mesmo

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo LAÇOS Laços são comandos da linguagem

Leia mais

A linguagem C oferece quatro estruturas de decisão: if, if-else, switch e o operador condicional.

A linguagem C oferece quatro estruturas de decisão: if, if-else, switch e o operador condicional. Capítulo 3 Comandos de Decisão A linguagem C oferece quatro estruturas de decisão: if, if-, switch e o operador condicional. O comando if O comando if instrui o computador a tomar uma decisão simples.

Leia mais

Pilhas. Profa Morganna Diniz

Pilhas. Profa Morganna Diniz Pilhas Profa Morganna Diniz Pilhas Geralmente pilhas são úteis em situações em que dados devem ser recuperados em ordem inversa a do armazenamento É uma estrutura de dados linear que permite acesso por

Leia mais

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes ITENS FUNDAMENTAIS Profª Angélica da Silva Nunes CONCEITOS BÁSICOS Hardware - é a parte física do computador, tais como: teclado, monitor de vídeo, etc. Software - são os programas e aplicativos que permitem

Leia mais

Q1 Q2 Q3 Nota. Departamento de Informática - PUC-Rio INF 1005 Programação I P2 20/10/2010. Aluno: Exemplo (apenas um exemplo!):

Q1 Q2 Q3 Nota. Departamento de Informática - PUC-Rio INF 1005 Programação I P2 20/10/2010. Aluno: Exemplo (apenas um exemplo!): Matrícula: Departamento de Informática - PUC-Rio Turma: Q1 Q2 Q3 Questão 1) (3.0 pontos) Uma empresa permite que seus funcionários façam chamadas internacionais a partir de seus ramais, mas mantém um registro

Leia mais

Curso Prático de C++

Curso Prático de C++ Sumário Autor: Prof. Luiz Bianchi Universidade Regional de Blumenau FUNDAMENTOS... 3 Declaração de variáveis... 4 Tipos de dados... 4 Operador de atribuição... 5 Comentários... 5 Tipos modificados... 6

Leia mais

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação Lógica de Programação 3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C Caro Aluno Vamos iniciar o terceiro capítulo da nossa disciplina. Agora vamos começar a aplicar os conceitos vistos nos capítulos anteriores em uma linguagem

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 5 Instruções de controle: Parte 2 Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 5.1 Introdução Instrução de repetição for Instrução de repetição do while Instrução de seleção

Leia mais

INF 1007 Programação II

INF 1007 Programação II INF 1007 Programação II Aula 05 Cadeias de Caracteres Edirlei Soares de Lima Caracteres Caracteres são representados através de códigos numéricos. Tabela de códigos: Define correspondência

Leia mais

Linguagem C Funções definidas pelo usuário. Lógica de Programação

Linguagem C Funções definidas pelo usuário. Lógica de Programação Linguagem C Funções definidas pelo usuário Lógica de Programação Caro(a) aluno(a), Trabalharemos agora com as funções criadas por vocês na Linguagem C. Bom trabalho!!! Funções C permite que o programador

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013. Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo

Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013. Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013 Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo Problema 1 Suponha que soma (+) e subtração (-) são as únicas operações disponíveis em

Leia mais

PROGRAMAÇÃO FUNÇÕES NA LINGUAGEM C

PROGRAMAÇÃO FUNÇÕES NA LINGUAGEM C PROGRAMAÇÃO FUNÇÕES NA LINGUAGEM C 1 Enunciado: a)implementar a função maior que devolve o maior de dois números inteiros passados como parâmetro; b)construir um programa em C que determine o maior de

Leia mais

Comandos If-else. Unesp Campus de Guaratinguetá. Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro. 5.

Comandos If-else. Unesp Campus de Guaratinguetá. Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro. 5. 5- A Lógica da Programação Comandos If-else Unesp Campus de Guaratinguetá Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro 1 5. A Lógica da programação 5.1 Introdução! Neste

Leia mais

Controle de Fluxo Comandos de decisão

Controle de Fluxo Comandos de decisão BCC 201 - Introdução à Programação Controle de Fluxo Comandos de decisão Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/1 Expressões Relacionais I == : retorna verdadeiro quando as expressões

Leia mais

9 Comandos condicionais

9 Comandos condicionais 9 Comandos condicionais Um comando condicional é uma instrução empregada quando se deseja criar um desvio, isto é, a opção de executar-se ou não um determinado trecho de código, segundo uma condição. Em

Leia mais

9.1.2 Laços Controlados por Entrada: Contador

9.1.2 Laços Controlados por Entrada: Contador 9.1.2 Laços Controlados por Entrada: Contador Exemplo 2- Escreva um algoritmo e um programa em C que dado um Número qualquer, seja calculado e impresso a tabuada desse número. Algoritmo tabuada Variáveis:

Leia mais

Testando e Comparando Valores

Testando e Comparando Valores Testando e Comparando Valores A Instrução if Um dos recursos mais importantes de uma linguagem de computador é a capacidade de testar e comparar valores, permitindo que seu programa se comporte diferentemente

Leia mais

Comunicação entre Processos por Troca de Mensagens. Prof. Celso maciel da Costa

Comunicação entre Processos por Troca de Mensagens. Prof. Celso maciel da Costa Comunicação entre Processos por Troca de Mensagens Prof. Celso maciel da Costa Troca de Mensagens Com memória compartilhada: os processo compartilham variáveis e trocam informações através do uso de variáveis

Leia mais

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++

Edwar Saliba Júnior. Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++ Edwar Saliba Júnior Dicas, Comandos e Exemplos Comparativos entre Linguagem Algorítmica e Linguagem C / C++ Belo Horizonte 2009 Sumário 1 Nota:... 2 2 Comandos e Palavras Reservadas:... 3 3 Dicas... 4

Leia mais

Algoritmos e Técnicas de

Algoritmos e Técnicas de INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Algoritmos e Técnicas de Programação Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com eberton.marinho@ifrn.edu.br

Leia mais

Exercícios práticos - Folha 3

Exercícios práticos - Folha 3 Instalação e Manutenção de Redes e Serviços Informáticos PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS Exercícios práticos - Folha 3 Estruturas de decisão 1. Implemente um programa para ler do teclado o ano de nascimento do

Leia mais

Tabela ASCII de caracteres de controle

Tabela ASCII de caracteres de controle Caracteres Estruturas de Dados Aula 6: Cadeias de Caracteres 31/03/2010 Caracteres são representados internamente por códigos numéricos Tipo char (inteiro pequeno ) 1 byte (8 bits) 256 caracteres possíveis

Leia mais

Unidade 12: Programas com Estruturas de Decisão Prof. Daniel Caetano

Unidade 12: Programas com Estruturas de Decisão Prof. Daniel Caetano Lógica de Programação para Engenharia 1 Unidade 12: Programas com Estruturas de Decisão Prof. Daniel Caetano EXERCÍCIO 1. Todos os meses as empresas precisam realizar o desconto de INSS do funcionário.

Leia mais

Introdução à Programação. Armazenamento de Grande Quantidade de Informação Usando Vetores

Introdução à Programação. Armazenamento de Grande Quantidade de Informação Usando Vetores Introdução à Programação Armazenamento de Grande Quantidade de Informação Usando Vetores Armazenando Grande Quantidade de Informação Como armazenar tanta informação? Vetores! 2 Tópicos da Aula Hoje, aprenderemos

Leia mais

Introdução a Programação. Ponteiros e Strings, Alocação Dinâmica

Introdução a Programação. Ponteiros e Strings, Alocação Dinâmica Introdução a Programação Ponteiros e Strings, Alocação Dinâmica Tópicos da Aula Hoje aprenderemos a relação entre ponteiros e strings Ponteiros para strings X Vetores de Caracteres Vetores de ponteiros

Leia mais

Técnicas de Programação:

Técnicas de Programação: Técnicas de Programação: Programação Orientada a Objeto PROF. PROTÁSIO DEE-UFPB Programação Orientada a Objeto Herança É uma forma de reutilização de software em que o programador cria uma classe que absorve

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Algoritmos e Estruturas de Dados I Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Laboratório de AEDS 1 Aula 01 Linguagens de Programação Cada linguagem de programação obedece

Leia mais

Linguagem C. TGSI Lógica de Programação / Linguagem C Prof. Marcos Roberto

Linguagem C. TGSI Lógica de Programação / Linguagem C Prof. Marcos Roberto Linguagem C O C nasceu na década de 70. Seu inventor, Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando um DEC PDP-11 rodando o sistema operacional UNIX. O C é derivado de uma outra linguagem: o B,

Leia mais

Aula 3 Desvio Condicional

Aula 3 Desvio Condicional Aula 3 Desvio Condicional ROTEIRO DA AULA Desvio Condicional Simples Desvio Condicional Composto Desevio Condicional Aninhado Desvio Condicional em JAVA 2 DESVIO CONDICIONAL Um desvio condicional é usado

Leia mais

Aula 8- Standard Template Library. Arthur Ribacki Gabriel Portal Leonardo Chatain Luiz Fernando Scheidegger Rosália Schneider

Aula 8- Standard Template Library. Arthur Ribacki Gabriel Portal Leonardo Chatain Luiz Fernando Scheidegger Rosália Schneider Aula 8- Standard Template Library Arthur Ribacki Gabriel Portal Leonardo Chatain Luiz Fernando Scheidegger Rosália Schneider STL Motivação... int int_array = 5; char **vetor = new char*[int_array]; for(int

Leia mais

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C Linguagem de uso geral (qualquer tipo de aplicação) Uma das linguagens mais utilizadas Foi utilizada

Leia mais

Olimpíadas de Informática

Olimpíadas de Informática Olimpíadas de Informática Aulas preparatórias Introdução a Programação em C++. Prof. Gemilson George gemilson_geo gemilson@colegiogeo.com.br (83)8792-7419 informaticageo.wordpress.com (Grupo): GEO.OBI

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

ITENS FUNDAMENTAIS Programando em C++

ITENS FUNDAMENTAIS Programando em C++ INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO - CMP 1060 AULA 3 ITENS FUNDAMENTAIS Programando em C++ 1. Constantes São valores que são mantidos fixos pelo compilador. Tipo de Dado Exemplos de Constantes char b \n \0 int 2

Leia mais

Fundamentos de Programação. Algoritmos & Linguagem C++ (MII)

Fundamentos de Programação. Algoritmos & Linguagem C++ (MII) Fundamentos de Programação. Algoritmos & Linguagem C++ (MII) Nome: Turma: Elaborado pelos Educadores Voluntários: Luiz Claudio de Andrade Junior (luiz.junior@gec.inatel.br) Wellington Cássio Faria (wellingtonf@gec.inatel.br)

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo COMPILADORES Toda linguagem de programação

Leia mais

Correção dos Exercícios

Correção dos Exercícios Faculdade Novo Milênio Engenharia da Computação Engenharia de Telecomunicações Algoritmos I 2006/1 Correção dos Exercícios Questão 1: Construa um algoritmo que, tendo como dados de entrada dois pontos

Leia mais

Na disciplina de Cálculo Numérico, vamos trabalhar com a linguagem C++ e o compilador que vamos usar é o Dev C++.

Na disciplina de Cálculo Numérico, vamos trabalhar com a linguagem C++ e o compilador que vamos usar é o Dev C++. Data: 14/8 Página 1 de 9 Primeiros passos Introdução Na disciplina de Cálculo Numérico, vamos trabalhar com a linguagem C++ e o compilador que vamos usar é o Dev C++. No tutorial anterior, mostramos como

Leia mais

3/19/2014. Compilador DEV C++ ENGENHARIAS LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Henry Lubanco/ Joelio Piraciaba

3/19/2014. Compilador DEV C++ ENGENHARIAS LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Henry Lubanco/ Joelio Piraciaba Compilador DEV C++ 101 Compilador DEV C++ 102 1 Compilador DEV C++ Compilar (Ctrl+F9) Executar (Ctrl+F10) Compilar e executar (F9) 103 Compilador DEV C++ Escolher a pasta Escolher o nome e o tipo de arquivo

Leia mais

14.1 Vetor - Problemas

14.1 Vetor - Problemas Problema 14: Um método de Criptografia consiste em substituir as letras de uma mensagem através do emparelhamento de alfabetos tal como dado abaixo. Construir um programa que codifica mensagens usando

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Número de ponto flutuante com precisão estendida 1 unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA

Leia mais

I Semana de Software Livre da USP Dojo C

I Semana de Software Livre da USP Dojo C I Semana de Software Livre da USP Dojo C CCSL PoliGNU-USP MasterMind 25 de abril de 2012 1 Introdução O MasterMind é um jogo cujo objetivo é descobrir um número de 5 dígitos em 10 tentativas. A cada tentativa,

Leia mais

ESTRUTURA DE UM PROGRAMA EM C++ Estrutura de um Programa em C++

ESTRUTURA DE UM PROGRAMA EM C++ Estrutura de um Programa em C++ ESTRUTURA DE UM PROGRAMA EM C++ Estrutura de um Programa em C++ #include { Este trecho é reservado para o corpo da função, com a declaração de suas variáveis locais, seus comandos e funções

Leia mais

Introdução à linguagem de programação C++ Tulio Marcus R. Calixto Centro de Informática de Ribeirão Preto

Introdução à linguagem de programação C++ Tulio Marcus R. Calixto Centro de Informática de Ribeirão Preto Introdução à linguagem de programação C++ Tulio Marcus R. Calixto Centro de Informática de Ribeirão Preto Estrutura de um programa // my first program in C++ #include using namespace std; int

Leia mais

ATENÇÃO!!! 12-01-2005 Rui Morgado - TLP 2

ATENÇÃO!!! 12-01-2005 Rui Morgado - TLP 2 Ciclos Exercícios ATENÇÃO!!! Depois de executar o exercício no editor da linguagem de programação C, copie o código para o bloco de notas (dê como nome ao ficheiro o n.º do exercício e o seu nome) e guarde

Leia mais

P r o g r a m a ç ã o d e C o m p u t a d o r e s 1 o S e m - 2 0 1 3 P r o f. A n d r é A m a r a n t e L u i z L A B 5 tag %2d while printf PE1:

P r o g r a m a ç ã o d e C o m p u t a d o r e s 1 o S e m - 2 0 1 3 P r o f. A n d r é A m a r a n t e L u i z L A B 5 tag %2d while printf PE1: Inteligência É a faculdade de criar objetos artificiais, especialmente ferramentas para fazer ferramentas. Henri Bergson. WHILE Além dos comandos if-else e switch, o controle de fluxo de um programa pode

Leia mais

Estrutura do programa

Estrutura do programa Linguagem C Estrutura do programa Exemplo: #include #include main() { printf( Ola, mundo! ); system( pause ); }

Leia mais

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream>

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream> Aula 1 C é uma linguagem de programação estruturada desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios Bell entre 1969 e 1972; Algumas características: É case-sensitive, ou seja, o compilador difere letras

Leia mais

Mar 13, 2009 Roteiro Entrada & Saída Contêineres Algoritmos Exemplos Leitura simples #include // cin, cout, endl int a; float b; cin >> a >> b; if (cin) cout

Leia mais

INF 1007 Programação II

INF 1007 Programação II INF 1007 Programação II Aula 08 Busca em Vetor Edirlei Soares de Lima Busca em Vetor Problema: Entrada: vetor v com n elementos; elemento d a procurar; Saída: m se o elemento procurado

Leia mais

PCS Laboratório de Programação Orientada a Objetos 1a. Prova. 02 de Setembro de 2015

PCS Laboratório de Programação Orientada a Objetos 1a. Prova. 02 de Setembro de 2015 PCS - 3111 Laboratório de Programação Orientada a Objetos 1a. Prova 02 de Setembro de 2015 Questão 1 (2,6) Deseja-se implementar um programa que recebe um mês e um dia atual de um ano e o mês e o dia de

Leia mais

Componentes da linguagem C++

Componentes da linguagem C++ Componentes da linguagem C++ C++ é uma linguagem de programação orientada a objetos (OO) que oferece suporte às características OO, além de permitir você realizar outras tarefas, similarmente a outras

Leia mais

Programação Funcional. Aula 4. Definindo Funções. José Romildo Malaquias. Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011.

Programação Funcional. Aula 4. Definindo Funções. José Romildo Malaquias. Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011. Programação Funcional Aula 4 Definindo Funções José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011.2 1/143 1 Combinando funções 2 Expressão condicional 3 Equaçao com

Leia mais

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu. Programação Estruturada Linguagem C Fundamentos da Linguagem Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br Sumário Estrutura Básica Bibliotecas Básicas Tipos de Dados Básicos Variáveis/Declaração

Leia mais

Algoritmos e Programação usando a Linguagem C. Prof. MSc. Renato Afonso Cota Silva

Algoritmos e Programação usando a Linguagem C. Prof. MSc. Renato Afonso Cota Silva Algoritmos e Programação usando a Linguagem C Prof. MSc. Renato Afonso Cota Silva 1 2 Aula 1 Introdução à Linguagem C... 4 1.1 Introdução... 4 1.2 Fundamentos da Linguagem... 5 1.3 Comandos de Entrada

Leia mais

Variáveis e Comandos de Atribuição

Variáveis e Comandos de Atribuição BCC 201 - Introdução à Programação Variáveis e Comandos de Atribuição Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/47 Estrutura Básica de um programa C I < d i r e t i v a s do pré p r o c e s s a d o r > < d e c l

Leia mais

Fundamentos de Programação

Fundamentos de Programação Fundamentos de Programação Linguagem C++: arrays - aula I Bruno Emerson Gurgel Gomes 1 1 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN) 2012 Bruno Gomes (IFRN) Fundamentos de Programação

Leia mais

LINGUAGEM C. Estrutura básica de um programa

LINGUAGEM C. Estrutura básica de um programa LINGUAGEM C Estrutura básica de um programa Um programa em linguagem C é constituído por uma sequência de funções (módulos) que em conjunto irão permitir resolver o problema proposto. Estas funções contêm

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C onvertendo Algoritmos para a Linguagem Notas de Aula Prof. Francisco Rapchan www.geocities.com/chicorapchan O objetivo deste texto é mostrar alguns programas em, dando uma breve descrição de seu funcionamento

Leia mais

Guia de Consulta Rápida C++ STL. Joel Saade. Novatec Editora

Guia de Consulta Rápida C++ STL. Joel Saade. Novatec Editora Guia de Consulta Rápida C++ STL Joel Saade Novatec Editora Guia de Consulta Rápida C++ STL de Joel Saade Copyright 2006 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução desta

Leia mais

Linguagens de Programação

Linguagens de Programação Linguagens de Programação Prof. Miguel Elias Mitre Campista http://www.gta.ufrj.br/~miguel Parte IV Introdução à Programação em C++ (Continuação) Relembrando da Última Aula... Funções Classes de armazenamento

Leia mais

Aula 02: C# - Estruturas de Decisão

Aula 02: C# - Estruturas de Decisão Aula 02: C# - Estruturas de Decisão Estruturas de decisão: if if...else Switch Exercícios em Sala de Aula Normalmente, os comandos em um programa são executados um depois do outro, na seqüência em que

Leia mais

Sobrecarga de Operadores

Sobrecarga de Operadores BCC702 - Programação de Computadores II Emiliana Mara Lopes Simões simoes.eml@gmail.com Universidade Federal de Ouro Preto junho 2010 Dificuldade: Tipos definidos pelo programador (classes) não podem ser

Leia mais

Estruturas%de%seleção%

Estruturas%de%seleção% Estruturas'de'seleção' 93% Execução'condicional' Etapa'em'um'programa'onde'uma'condição'é'avaliada'e,'dependendo'do' resultado,'diferentes'ações'podem'ser'realizadas.' 94% Condicional'simples' Uma'ou'mais'ações'serão'executadas'se,'

Leia mais

Linguagem de Programação I

Linguagem de Programação I Linguagem de Programação I Curso de Sistemas de Informação Karla Donato Fook karladf@ifma.edu.br DESU / DAI 2016 Linguagem de Programação C 2 1 Linguagem de Programação C Os programas em C consistem em

Leia mais

Estruturas de Dados. Alguns dados não costumam ser tão simples assim... Podem ser compostos por vários dados distintos

Estruturas de Dados. Alguns dados não costumam ser tão simples assim... Podem ser compostos por vários dados distintos Estruturas de Dados Alguns dados não costumam ser tão simples assim... Podem ser compostos por vários dados distintos Estruturas de Dados Programação de Computadores 1 de 26 Tipos Estruturados de Dados

Leia mais

Princípios de programação em Linguagem C++

Princípios de programação em Linguagem C++ Universidade Federal de Santa Maria Departamento de Eletrônica e Computação Prof. Cesar Tadeu Pozzer Princípios de programação em Linguagem C++ 1 Introdução A Linguagem C++ é uma extensão da linguagem

Leia mais

Conceitos básicos da linguagem C

Conceitos básicos da linguagem C Conceitos básicos da linguagem C 2 Em 1969 Ken Thompson cria o Unix. O C nasceu logo depois, na década de 70. Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando o sistema operacional UNIX criado por

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 2

LISTA DE EXERCÍCIOS 2 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES 1. TIPOS COMPOSTOS DE DADOS LISTA DE EXERCÍCIOS 2 1. Considerando as declarações abaixo, responda dizendo

Leia mais

Utilizando cin: primeiros passos

Utilizando cin: primeiros passos Utilizando cin: primeiros passos Já sabemos Que cout é usado para imprimir informações na tela Uma alterna6va em C é o prin9. Procure mais informações dele O que poderia ser usado para fazer entrada? Se

Leia mais

Introdução à Programação com Classes em C++

Introdução à Programação com Classes em C++ 1 FEUP/LEEC/AED/2001-2002 Introdução à Programação com Classes em C++ João Pascoal Faria http://www.fe.up.pt/~jpf FEUP/LEEC/AED/ 2000-2001 Conceito de classe em C++ 2 Classe em sentido lato: tipo de dados

Leia mais

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO BCC 201 TURMAS 31, 32 E 33 2015-2 AULA TEÓRICA 4 PROF. MARCELO LUIZ SILVA (R E D)

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO BCC 201 TURMAS 31, 32 E 33 2015-2 AULA TEÓRICA 4 PROF. MARCELO LUIZ SILVA (R E D) Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas - ICEB Departamento de Computação - DECOM INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO BCC 201 TURMAS 31, 32 E 33 2015-2 1 AULA TEÓRICA 4

Leia mais