Preço médio da Soja em MS Período: 06/03 á 11/03 de Em R$ por saca de 60 kg

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Preço médio da Soja em MS Período: 06/03 á 11/03 de 2014 - Em R$ por saca de 60 kg"

Transcrição

1 SOJA» MERCADO INTERNO Na primeira semana de março houve leve apreciação nos preços da saca de 6 Kg de soja em grãos, estes cresceram em média 1,2% em relação aos preços observados 6/mar. Mas em comparação ao inicio de março do ano passado houve forte apreciação de 19%. Este movimento de subida nos preços deve se manter por mais algum tempo. Domesticamente alguns fatores explicam estes aumentos: condições climáticas ainda desfavoráveis e o fato do produtor segurar a comercialização na expectativa de preços ainda melhores. Externamente, os estoques estadunidenses e mundiais de soja seguem em baixa, há ainda a expectativa de perdas significativas nas lavouras da América do Sul e finalmente pressões de demanda por parte da Ásia, tudo isso tem dado o tom altista no mercado futuro em Chicago, aonde a soja chegou a ser cotada a US$ 14/bushel. Internamente o preço máximo da saca de soja foi registrado em Dourados R$ 65, e o preço mínimo foi observado em Chapadão do Sul R$ 61,. A maior valorização foi observada em Maracaju, 4,3%. Preço médio da Soja em MS Período: 6/3 á 11/3 de Em R$ por saca de 6 kg Praça 6/mar 7/mar 1/mar 11/mar Var. % Caarapó 64, 64, 63, 63, -1,56 Campo Grande 63, 63, 62, 63,5,79 Chapadão do Sul 62, 62, 61, 61,5 -,81 Dourados 63, 65, 64, 65, 3,17 Maracaju 62, 63,5 62, 64,5 4,3 Ponta Porã 63, 63, 62, 64,5 2,38 São Gabriel do Oeste 62, 62, 61, 61,5 -,81 Sidrolândia 62, 63, 61, 63,5 2,42 Preço Médio 62,63 63,19 62, 63,38 1,2 Comportamento dos Preços Internos de Mato Grosso do Sul (R$/SC) 66, 65, 64, 63, 62, 61, 6, 59, 6/mar 7/mar 8/mar 9/mar 1/mar 11/mar Caarapó Campo Grande Chapadão do Sul Dourados Maracaju Ponta Porã São Gabriel do Oeste Sidrolândia 1

2 Volume (em mil t.) Receita (Em milhões de US$) SISTEMA FAMASUL» MERCADO EXTERNO Segundo dados divulgados pela Secretaria Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior, em fevereiro de 214 o volume exportado de soja em grãos por MS alcançou 121 mil toneladas, volume este 26,3% superior ao verificado em fevereiro de 213. Em termos de receitas houve aumento de 12,9% e chegou a 6,3 milhões de dólares em 214. Em nível de Brasil, foram exportadas 2,7 milhões de toneladas de soja em grãos, aumento extraordinário de 19% ante 213. Quanto às receitas, estas chegaram a 1,38 bilhão de dólares, crescimento de 168% em relação ao verificado em 213. Exportação Soja em Grãos - MS FEV/1 FEV/11 FEV/12 FEV/13 FEV/14 Volume (em mil t.) Receita (U$$ FOB)» PRINCIPAIS IMPORTADORES A China foi o principal destino das exportações de soja sul-mato-grossense, em fevereiro deste ano, segundo dados da Secretária de Comércio Exterior (SECEX) do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior foram exportadas por MS 119 mil toneladas de soja em grãos para o país, ou seja, 97,9% do total, em seguida vem Holanda com 1,5% do total. Em nível de Brasil o principal comprador do grão produzido por aqui, também foi à China com 84% do total. Estes dados denotam certa dependência do mercado chinês e do próprio desempenho da economia chinesa como um todo. PRINCIPAIS PAÍSES IMPORTADORES DE SOJA EM GRÃOS DO MS - FEVEREIRO 214 País US$ FOB Peso Líquido (Kg) % do Total CHINA ,9 HOLANDA ,5 CORÉIA DO SUL ,4 TAILÂNDIA ,1» ESCOAMENTOS Segundo ainda dados divulgados pela Secretaria Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior, 213 foi equilibrada a distribuição entre os portos para o escoamento da soja em grãos exportada por MS. Em fevereiro deste ano o porto de Paranaguá-PR foi a principal porta de saída da soja produzida em MS, 55%, em seguida Santos, 3% e São Francisco do Sul-SC com 15% do total. Em nível de Brasil a principal porta de saída foi também o porto de Paranaguá-PR com 36% do volume total. 2

3 EXPORTAÇÃO SOJA EM GRÃOS - MS - FEVEREIRO 214 PORTOS US$ FOB Peso Líquido (kg) % do Total PORTO DE PARANAGUA - PR SANTOS - SP SAO FRANCISCO DO SUL - SC MILHO» MERCADO INTERNO Para o milho a primeira semana de março também foi de apreciação, o preço médio da saca de 6 Kg de milho ficou em R$ 24,95, valor este 2% superior ao verificado no mês anterior, e acumula alta de 31% no ano. Em relação ao mesmo período do ano passado o aumento foi de 2%, lembrando que no ano passado os preços estavam elevados em função da quebra da safra norte-americana de grãos. Dentre os fatores que explicam esta valorização estão, a redução da área plantada, esta explicada pela migração para a soja que apresentava preços melhores, condições climáticas desfavoráveis e expectativas de redução de estoques. No mercado futuro a tendência altista também está mantida, já que há expectativa de redução de área nos Estados Unidos. Internamente dentre as praças pesquisadas, pode-se observar valorização nas praças de Campo Grande, Dourados e Sidrolândia, 2,4%, 4%, e 4,17% respectivamente. O preço máximo pago pela saca de 6 Kg de milho foi observado em Dourados, R$26, e o preço mínimo foi registrado em São Gabriel do Oeste, R$ 24,. Preço médio do Milho em MS - Período: 6/3 á 11/3 de Em R$ por saca de 6 kg. Praça 6/mar 7/mar 1/mar 11/mar Var. % Caarapó 25, 25, 25, 25,, Campo Grande 24,5 25, 25, 25, 2,4 Chapadão do Sul 26, 26, 26, 25, -3,85 Dourados 25, 26, 26, 26, 4, Maracaju 25, 25, 25, 25,, Ponta Porã 25, 25, 25, 25,, São Gabriel do Oeste 24, 24, 24, 24,, Sidrolândia 24, 24, 24, 25, 4,17 Preço Médio 24,81 25, 25, 25,,76 3

4 Volume (Em mil toneladas) Receita (Em milhões de US$) SISTEMA FAMASUL Comportamento dos Preços Internos de Mato Grosso do Sul (R$/SC) 27, 26, 25, 24, 23, 22, 21, 2, 6/mar 7/mar 8/mar 9/mar 1/mar 11/mar Caarapó Campo Grande Chapadão do Sul Dourados Maracaju Ponta Porã São Gabriel do Oeste Sidrolândia» MERCADO EXTERNO Ao contrário do que ocorreu com a soja, o milho registrou recuo no volume exportado em fevereiro deste ano segundo dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (SECEX) do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior. Em fevereiro de 214 o volume exportado de milho por MS foi de 76 mil toneladas, volume este 59,8% inferior ao verificado no mesmo período de 213. Em termos de receitas houve também recuo de 72,7% e chegou a 15 milhões de dólares. Em nível de Brasil, também houve recuo no volume exportado, 54,3%. Quanto às receitas, estas chegaram a 1 bilhão de dólares, redução de 67,7% em relação ao verificado em 213. Exportação de Milho em Grão - MS Fev/21 Fev/211 Fev/212 Fev/213 Fev/214 Volume (em mil kg) Receita (em milhões - U$$ FOB)» PRINCIPAIS IMPORTADORES O Vietnã foi o principal destino das exportações do milho sul-mato-grossense, em fevereiro deste ano, segundo dados da Secretaria Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior, foram exportadas pelo MS 36,7 mil toneladas de milho em grãos para o país, ou seja, 47,8% do total exportado no mês. Em nível de Brasil, foi também o Vietnã nosso principal parceiro comercial importando 27% do total. 4

5 PRINCIPAIS PAÍSES IMPORTADORES DE MILHO EM GRÃO MS Período: FEVEREIRO País US$ FOB Peso Líquido (Kg) % do Total VIETNÃ ,8 MARROCOS ,6 MALÁSIA ,6 IRÃ ,3 ESTADOS UNIDOS ,6 VENEZUELA ,4» ESCOAMENTOS Segundo dados divulgados pela Secretaria Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior a principal porta de saída do milho exportado por MS se deu pelo porto de Santos-SP, com 51% do volume total, seguido por Paranaguá-PR e São Francisco do Sul-SC. Em nível de Brasil a principal porta de saída foi Santos-SP, com 27% do total. EXPORTAÇÃO MILHO EM GRÃOS POR PORTO - MS - FEVEREIRO 214 PORTOS US$ FOB Peso Líquido (kg) % do Total SANTOS - SP % PORTO DE PARANAGUA - PR % SAO FRANCISCO DO SUL - SC % ELABORAÇÃO Soja e Milho Luiz Eliezer ANALISTA TÉCNICA Adriana Mascarenhas DIAGRAMAÇÃO Unidade de Design 5

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Abril de 2013 - Em R$ por saca de 60 kg.

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Abril de 2013 - Em R$ por saca de 60 kg. ANÁLISE SOJA MERCADO INTERNO: Nos primeiros dez dias do mês de maio houve valorização nos preços praticados da saca de soja de 6 kg quando comparados aos preços observados em 1 de maio,,38% de aumento

Leia mais

SOJA MERCADO INTERNO

SOJA MERCADO INTERNO SOJA MERCADO INTERNO Dezembro se inicia com desvalorização nos preços médios da soja. O preço da saca recuou Dentre as praças pesquisadas, Maracaju registrou a maior desvalorização, 2,74%, com a em média

Leia mais

BOVINOCULTURA DE CORTE

BOVINOCULTURA DE CORTE ISS 36-9 BOVINOCULTURA DE CORTE Os preços médios da arroba do boi e da vaca, em Mato Grosso do Sul, no mês de fevereiro, foram de R$8,8 e R$,99, respectivamente. Em relação ao mês anterior, houve um avanço

Leia mais

ISS 2316-1019 I N F O R M AT I VO Casa Rural. edição outubro 2012. Agricultura. Soja - Milho - Insumos Agrícolas

ISS 2316-1019 I N F O R M AT I VO Casa Rural. edição outubro 2012. Agricultura. Soja - Milho - Insumos Agrícolas ISS 2316-119 I N F O R M AT I VO Casa Rural edição outubro 212 Agricultura Soja - Milho - Insumos Agrícolas SOJA Comportamento dos Preços Internos de Mato Grosso do Sul (R$/SC) 75, 74, 73, 72, 71, 7, 69,

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: AGOSTO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica

Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Soja: elevação dos preços da convencional/transgênica deve dificultar incremento da orgânica Produção mundial deve recuar em 2007/08 Segundo o relatório de oferta e demanda divulgado pelo Usda em setembro

Leia mais

Tabela 01 Mundo Soja Área, produção e produtividade Safra 2009/10 a 2013/14

Tabela 01 Mundo Soja Área, produção e produtividade Safra 2009/10 a 2013/14 Soja Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro de 2013 MUNDO A economia mundial cada vez mais globalizada tem sido o principal propulsor responsável pelo aumento da produção de soja. Com o aumento do

Leia mais

Acompanhamento da Safra 2012/13 no MS

Acompanhamento da Safra 2012/13 no MS Acompanhamento da Safra 2012/13 no MS Circular Técnico nº 20 No acompanhamento da cultura do milho 2ª safra de Mato Grosso do Sul foram visitadas 52 propriedades entre os dias 22 e 25 de abril de 2013

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: JULHO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Tabela 1 - Preço médio da Soja em MS - Período: 02/06 á 06/06 junho de 2014 - Em R$ por saca de 60Kg. Praça 02/jun 03/jun 04/jun 05/jun 06/jun Var.

Tabela 1 - Preço médio da Soja em MS - Período: 02/06 á 06/06 junho de 2014 - Em R$ por saca de 60Kg. Praça 02/jun 03/jun 04/jun 05/jun 06/jun Var. SOJA» MERCADO INTERNO O preço da saca de 6 Kg de soja em grãos experimentou recuo na primeira semana de junho. A cotação média no dia 6/Jun foi de R$ 62,6, valor este 3,12% inferior ao verificado em 2/Jun.

Leia mais

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ Comentários referentes ao período entre 05/07/2013 a 11/07/2013 Prof. Dr. Argemiro Luís Brum 1 Prof. Ms.

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA O mês de março de 2015 foi marcado pelo anúncio dos principais resultados da economia de 2014 e deste início de 2015. Dentre eles destacaramse o PIB, taxa de desemprego nas principais

Leia mais

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Período de 10/06 á 14/06 - Em R$ por saca de 60 kg.

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Período de 10/06 á 14/06 - Em R$ por saca de 60 kg. SOJA» MERCADO INTERNO O período correspondente a segunda semana do mês de junho foi de ajuste nos preços do mercado interno da soja com leve desvalorização. Houve um recuo de 2,66% nos preços praticados

Leia mais

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro 2015 PARANÁ A estimativa de área para a safra 2015/16 de soja é recorde no Paraná. Segundo os técnicos de campo serão semeados 5,24 milhões de hectares,

Leia mais

O MERCADO DE SOJA 1. INTRODUÇÃO

O MERCADO DE SOJA 1. INTRODUÇÃO O MERCADO DE SOJA 1. INTRODUÇÃO A soja é a commodity mais importante do Brasil, pelo valor da produção obtida de grão, óleo e farelo, significativa parcela na receita cambial, área plantada, consumo de

Leia mais

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Período: 01/10 á 09/10 de Em R$ por saca de 60 kg.

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Período: 01/10 á 09/10 de Em R$ por saca de 60 kg. ISS 2316-119 SOJA» MERCADO INTERNO No inicio do mês de outubro observa-se estabilidade no mercado de grãos, valorização de 3,17%. A saca de 6 Kg de soja está cotada em média á R$ 64,39, valor 22% inferior

Leia mais

Milho Período: 11 a 15/05/2015

Milho Período: 11 a 15/05/2015 Milho Período: 11 a 15/05/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,0203 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Período: Agosto de 2013 - Em R$ por saca de 60 kg.

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Período: Agosto de 2013 - Em R$ por saca de 60 kg. SOJA» MERCADO INTERNO O preço da saca de 60 Kg de soja experimentou forte valorização em todas as praças pesquisadas durante o mês de agosto, 14,86% em média. Os preços dispararam a partir da terceira

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: MARÇO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Período: 01/11 á 14/11 de Em R$ por saca de 60 kg.

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Período: 01/11 á 14/11 de Em R$ por saca de 60 kg. ISS 2316-119 SOJA» MERCADO INTERNO A primeira quinzena de novembro foi de apreciação na saca de 6 Kg de soja, média de 3,2% em relação aos preços verificados em 1/11. Em comparação ao mesmo período do

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DE SAFRA SOJA 2014/2015

ACOMPANHAMENTO DE SAFRA SOJA 2014/2015 ACOMPANHAMENTO DE SAFRA SOJA 2014/2015 O projeto SIGA MS conclui o acompanhamento do plantio da soja, safra 2014/2015, das principais regiões produtoras do estado. Entre os dias 01 de setembro e 28 de

Leia mais

CONJUNTURA MENSAL JUNHO

CONJUNTURA MENSAL JUNHO SOJA - MATO GROSSO CONJUNTURA MENSAL JUNHO ANO 1 Nº2 O preço mundial da commodity apresenta movimento de alta em nível mundial, impulsionado principalmente pelas condições climáticas adversas nos Estados

Leia mais

Milho Período: 19 a 23/10/2015

Milho Período: 19 a 23/10/2015 Milho Período: 19 a 23/10/2015 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços médios semanais apresentados nas praças de

Leia mais

REGIONAL CENTRO-OESTE

REGIONAL CENTRO-OESTE REGIONAL CENTRO-OESTE SOJA DESPONTA NO CENTRO-OESTE, REDUZINDO ÁREAS DE MILHO VERÃO E ALGODÃO A produção de soja despontou no Centro-Oeste brasileiro nesta safra verão 2012/13, ocupando áreas antes destinadas

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: ABRIL/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Período: 09/12 á 16/12 de 2013 - Em R$ por saca de 60 kg.

Preço médio da Soja em Mato Grosso do Sul Período: 09/12 á 16/12 de 2013 - Em R$ por saca de 60 kg. ISS 2316-119 SOJA» MERCADO INTERNO A segunda semana de dezembro foi de leve depreciação com valor médio de R$ 69,56 no preço da saca de 6 Kg de soja em grãos, representando uma queda de 2% em relação aos

Leia mais

CASTANHA DE CAJU Período: 01 a 30/09/2014

CASTANHA DE CAJU Período: 01 a 30/09/2014 CASTANHA DE CAJU Período: 01 a 30/09/2014 1.MERCADO INTERNO 1.1. Preços Quadro 1 Preços: Recebidos pelos Produtores - FOB e Paridade Estados Unidade 12 (a) meses 1 (b) mês Média de Mercado Preço Atual

Leia mais

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ Comentários referentes ao período entre 21/06/2013 a 27/06/2013 Prof. Dr. Argemiro Luís Brum 1 Prof. Ms.

Leia mais

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014 BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Abril de 2014 Milho: Os preços no mercado brasileiro ficaram estáveis e até mesmo um pouco mais baixos em algumas praças. A incerteza dos produtores quanto à produtividade do milho

Leia mais

Milho Período: 13 a 17/07/2015

Milho Período: 13 a 17/07/2015 Milho Período: 13 a 17/07/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,1507 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Milho Período: 16 a 20/03/2015

Milho Período: 16 a 20/03/2015 Milho Período: 16 a 20/03/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,2434 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

ALGODÃO EM MATO GROSSO JULHO/15

ALGODÃO EM MATO GROSSO JULHO/15 ALGODÃO EM MATO GROSSO JULHO/15 CONJUNTURA MENSAL ANO 1. Nº 3 O 11º Levantamento de Grãos da Conab, divulgado em 11 de agosto de 2015, manteve suas estimativas para a safra 2014/15, de algodão em pluma

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas sábado, 14 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 139,00 0,00 0,00-0,70 SET13 115,55 115,70 115,70-0,70

Leia mais

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015 TRIGO Período de 02 a 06//205 Tabela I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$/60 kg) Centro de Produção Unid. 2 meses Períodos anteriores mês (*) semana Preço Atual PR 60 kg 29,56 35,87 36,75 36,96 Semana Atual

Leia mais

ALGODÃO EM MATO GROSSO AGOSTO/15

ALGODÃO EM MATO GROSSO AGOSTO/15 ALGODÃO EM MATO GROSSO AGOSTO/15 CONJUNTURA MENSAL ANO 1. Nº 4 O 12º Levantamento de Safras da Conab, divulgado em 11 de setembro de 2015, consolidou os dados sobre produção, área e produtividade de algodão

Leia mais

Soja-Comercialização Safra 2011/12 e Cenario 2012/13. NILVA CLARO COSTA nilva.claro@conab.gov.br

Soja-Comercialização Safra 2011/12 e Cenario 2012/13. NILVA CLARO COSTA nilva.claro@conab.gov.br Soja-Comercialização Safra 2011/12 e Cenario 2012/13 NILVA CLARO COSTA nilva.claro@conab.gov.br Comercialização Safra-2011/12 60,00 55,00 50,00 45,00 40,00 35,00 30,00 25,00 20,00 S oja Grã o P re ços

Leia mais

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Super-safra norte-americana Em seu boletim de oferta e demanda mundial de setembro o Usda reestimou para cima suas projeções para a safra 2007/08.

Leia mais

3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA

3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA BOLSA DE CHICAGO 3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA Chuvas diminuíram nesta semana, mas ainda acumularam grandes volumes em pontos já muitos úmidos do Meio-Oeste 3 EUA Lavouras De Soja Ruins

Leia mais

- 300. Saldo BC Importações Importações s/gás Exportações

- 300. Saldo BC Importações Importações s/gás Exportações Carta de Conjuntura nº2 Dezembro de 2015 Setor Externo As cotações do dólar recuaram em relação aos últimos meses, chegando a taxa média em novembro a ficar em R$ 3,77, cerca de 2,77% abaixo da taxa média

Leia mais

BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008

BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008 BOLETIM ANUAL DO MERCADO DE GRÃOS: MILHO SAFRA 2008 / 2009 Maio de 2008 Mercado Internacional Em 2007, a produção anual de milho atingiu quase 720 milhões de tonelada (Tabela 1), quando os Estados Unidos,

Leia mais

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ Comentários referentes ao período entre 03/05/2013 a 09/05/2013 Prof. Dr. Argemiro Luís Brum 1 Prof. Ms.

Leia mais

Alta do dólar eleva preços, atrasa aquisições de insumos e reduz poder de compra

Alta do dólar eleva preços, atrasa aquisições de insumos e reduz poder de compra Ano 8 Edição 15 - Setembro de 2015 Alta do dólar eleva preços, atrasa aquisições de insumos e reduz poder de compra A forte valorização do dólar frente ao Real no decorrer deste ano apenas no período de

Leia mais

TRIGO Período de 12 a 16/10/2015

TRIGO Período de 12 a 16/10/2015 TRIGO Período de 2 a 6/0/205 Tabela I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$/60 kg) Centro de Produção Unid. 2 meses Períodos anteriores mês (*) semana Preço Atual PR 60 kg 29,5 34,0 35,42 35,94 Semana Atual

Leia mais

Página Rural. Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens.

Página Rural. Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens. 1 de 5 31/5/2011 15:17 Página Rural Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens Ads by Google Leilão Gado Soja Festa Safra Boa tarde!

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas sexta-feira, 13 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 139,70 0,00 0,00-0,55 SET13 116,25 116,10 115,75-0,20

Leia mais

Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos Abril de 2012 Expectativa de expansão da safra 2012/13 do complexo sucroalcooleiro no Brasil poderá ser afetada pelo clima seco Regina Helena Couto Silva Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

Leia mais

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ Comentários referentes ao período entre 20/07/2012 a 02/08/2012 Prof. Dr. Argemiro Luís Brum 1 Emerson Juliano

Leia mais

Milho Perspectivas do mercado 2011/12

Milho Perspectivas do mercado 2011/12 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Milho Perspectivas do mercado 2011/12 março de 2012 Milho - Oferta e Demanda - Mundo milhões de t. Safras 2008/09 2009/10

Leia mais

Tabela 1 - Preço médio da Soja em MS - Período: 01 á 10 de Julho de Em R$ por saca de 60 Kg

Tabela 1 - Preço médio da Soja em MS - Período: 01 á 10 de Julho de Em R$ por saca de 60 Kg SOJA» MERCADO INTERNO O preço médio da saca de 60 Kg de soja em grãos experimentou mais uma vez recuo no inicio do mês de julho. Os preços da oleaginosa em MS recuaram em média 2,% saindo de R$ 58,63 em

Leia mais

Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a

Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a economia nacional registra um de seus piores momentos

Leia mais

Edmar W. Gervásio Administrador, especialista em Marketing e Agronegócio UFPR Email: edmar.gervasio@seab.pr.gov.br Fone: (41) 3313-4034

Edmar W. Gervásio Administrador, especialista em Marketing e Agronegócio UFPR Email: edmar.gervasio@seab.pr.gov.br Fone: (41) 3313-4034 Edmar W. Gervásio Administrador, especialista em Marketing e Agronegócio UFPR Email: edmar.gervasio@seab.pr.gov.br Fone: (41) 3313-4034 MILHO (Zea mays) Sustento da Vida Maior cultura agrícola do mundo;

Leia mais

Edição 40 (Março/2014)

Edição 40 (Março/2014) Edição 40 (Março/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação oficial acelera por alimentos e transportes (Fonte: Terra) O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) avançou 0,73% em março

Leia mais

Milho Período: 22 a 26/06/2015

Milho Período: 22 a 26/06/2015 Milho Período: 22 a 26/06/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,0885 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Este Informativo é uma publicação mensal, enviado para 21.625 Parceiros Rurais. Edição nº 20 - Setembro de 2015. Nesta Edição. Página 2.

Este Informativo é uma publicação mensal, enviado para 21.625 Parceiros Rurais. Edição nº 20 - Setembro de 2015. Nesta Edição. Página 2. I N F O R M A T I V O Este Informativo é uma publicação mensal, enviado para 21.625 Parceiros Rurais. Edição nº 20 - Setembro de 2015. Nesta Edição Agricultura Página 2 O Dragão está em xeque? Prezados

Leia mais

INTRODUÇÃO A SOJA CONTÉM

INTRODUÇÃO A SOJA CONTÉM MERCADO FUTURO Soja Diego Marafon Edemir Miotto Júnior Felipe Patel Prof. Dr. Miguel Ângelo Perondi INTRODUÇÃO Na atualidade, a soja apresenta-se como um produto em evidência Grão muito proveitoso, devido

Leia mais

RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015

RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015 RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015 COMMODITIES AGRÍCOLAS RESUMO DOS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO DE COMMODITIES AGRÍCOLAS SUMÁRIO OFERTA 4 8 VARIAÇÕES HISTÓRICAS E FORECAST 6 DEMANDA 9 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Revisão Mensal de Commodities

Revisão Mensal de Commodities Revisão Mensal de Commodities segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 Oferta maior e desempenho misto A estabilização do crescimento na China e riscos geopolíticos também afetaram os preços das commodities.

Leia mais

03/10/2014. Roteiro da Apresentação FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO ANÁLISE TÉCNICA E DE CICLOS OFERTA E DEMANDA

03/10/2014. Roteiro da Apresentação FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO ANÁLISE TÉCNICA E DE CICLOS OFERTA E DEMANDA OS MERCADOS DE SOJA, MILHO E TRIGO EM 2015 FERNANDO MURARO JR. Engenheiro agrônomo e analista de mercado da AgRural Commodities Agrícolas OCEPAR Curitiba (PR), 02/out/14 www.agrural.com.br A INFORMAÇÃO

Leia mais

Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária

Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária Outubro de 2012. MUNDO O milho é o cereal mais produzido no mundo. De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a produção média do

Leia mais

Mercado Externo. Preço do milho (ZCN5) Índice Dólar (DXY) Fonte: TradingView, CMEGroup

Mercado Externo. Preço do milho (ZCN5) Índice Dólar (DXY) Fonte: TradingView, CMEGroup Mercado Externo Segundo relatório de abril do U.S Departament of Agriculture USDA, a produção de milho dos EUA será 2,8% maior do que na safra anterior, com uma estimativa de produção total de 361,1 milhões

Leia mais

FATORES CRÍTICOS À COMPETITIVIDADE DA SOJA NO PARANÁ E NO MATO GROSSO

FATORES CRÍTICOS À COMPETITIVIDADE DA SOJA NO PARANÁ E NO MATO GROSSO FATORES CRÍTICOS À COMPETITIVIDADE DA SOJA NO PARANÁ E NO MATO GROSSO Por: Carlos Eduardo Cruz Tavares 1 São várias as cadeias produtivas que constituem o complexo agroalimentar, destacando-se entre elas,

Leia mais

Análise da Balança Comercial

Análise da Balança Comercial Análise da Balança Comercial Produtos Transformados de Plástico Acumulado e Mensal Editado em: Março/2015 www.abiplast.org.br Notas Explicativas 1. Introdução A ABIPLAST tem divulgado dados estatísticos

Leia mais

MENU DE COMMODITIES SOJA MAIO (SOJK10) Soja fechou em leve baixa, trabalha na casa entre 21,50 e 21,80. JULHO 2009/ MAIO 2010 (N/K)

MENU DE COMMODITIES SOJA MAIO (SOJK10) Soja fechou em leve baixa, trabalha na casa entre 21,50 e 21,80. JULHO 2009/ MAIO 2010 (N/K) MENU DE COMMODITIES SOJA MAIO (SOJK10) SOJA MAIO (SOJK10) Médias no Profitchart utilizando o after market. Tempo 60 minutos MÉDIAS 12 SIMPLES E 23 SIMPLES TEMPO 60 MINUTOS SUPORTE 1 R$ 21,80 SITUAÇÃO VENDA

Leia mais

Mineração. Minério de ferro: Preços em queda e estoques crescendo. Análise de Investimentos Relatório Setorial. 22 de Maio de 2014

Mineração. Minério de ferro: Preços em queda e estoques crescendo. Análise de Investimentos Relatório Setorial. 22 de Maio de 2014 Minério de ferro: Preços em queda e estoques crescendo A redução no ritmo de crescimento da produção de aço na China, as dificuldades financeiras das siderúrgicas com os baixos preços naquele país e um

Leia mais

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*)

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*) CANA-DE-AÇÚCAR Período: Janeiro/2016 Quadro I - PREÇO NA USINA EM SÃO PAULO (Em R$/unidade*) Produtos Unidade 24 12 1 Mês Mês Atual Açúcar Cristal Cor ICUMSA 130 a 180 Saco/50 kg 50,20 51,05 80,57 83,75

Leia mais

Resumo Quinzenal do Biodiesel

Resumo Quinzenal do Biodiesel Tel: (21) 3547-1539 / (21) 9565-0444 Resumo Quinzenal do Biodiesel 16/06 à 30/06/11 Este relatório é confidencial e de uso exclusivo do destinatário, e não pode ser enviado ou compartilhado com terceiros

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas quarta-feira, 18 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 133,50 0,00 0,00-4,85 SET13 111,05 114,75 111,10-3,75

Leia mais

CUSTO DE PRODUÇÃO DE GRÃOS EM LONDRINA-PR

CUSTO DE PRODUÇÃO DE GRÃOS EM LONDRINA-PR CUSTO DE PRODUÇÃO DE GRÃOS EM LONDRINA-PR Foi realizado no dia 12 de julho de 2012 em Londrina (PR), o painel de custos de produção de grãos. A pesquisa faz parte do Projeto Campo Futuro da Confederação

Leia mais

150 ISSN 1679-0162 Sete Lagoas, MG Dezembro, 2007

150 ISSN 1679-0162 Sete Lagoas, MG Dezembro, 2007 150 ISSN 1679-0162 Sete Lagoas, MG Dezembro, 2007 A evolução da produção de milho no Mato Grosso: a importância da safrinha Jason de Oliveira Duarte 1 José Carlos Cruz 2 João Carlos Garcia 3 Introdução

Leia mais

Relatório Mensal. Janeiro 2016 - edição nº 01

Relatório Mensal. Janeiro 2016 - edição nº 01 Relatório Participação em reuniões e eventos No mês de janeiro, o esteve presente em seis reuniões e eventos relacionados ao governo estadual, conselhos e instituições. Reuniões e eventos: Lançamento da

Leia mais

Fapespa Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará INFORME TÉCNICO DO COMÉRCIO EXTERIOR PARAENSE

Fapespa Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará INFORME TÉCNICO DO COMÉRCIO EXTERIOR PARAENSE Fapespa Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará INFORME TÉCNICO DO COMÉRCIO EXTERIOR PARAENSE JULHO 2015 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ Simão Robison Oliveira Jatene Governador do Estado do

Leia mais

ÁREA DE MILHO CRESCEU 4,9% NA SAFRA 2012/2013, A MAIOR DESDE 1937, INDICANDO QUE O PAÍS COLHERIA UMA SAFRA RECORDE ESTE ANO

ÁREA DE MILHO CRESCEU 4,9% NA SAFRA 2012/2013, A MAIOR DESDE 1937, INDICANDO QUE O PAÍS COLHERIA UMA SAFRA RECORDE ESTE ANO GRÃOS: SOJA, MILHO, TRIGO e ARROZ TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 NO BRASIL E NO MUNDO Carlos Cogo Setembro/2012 PRODUÇÃO MUNDIAL DEVE RECUAR 4,1% NA SAFRA 2012/2013 ESTOQUES FINAIS MUNDIAIS DEVEM

Leia mais

BOLETIM SEMANAL R$ 68,70 R$ 67,90 R$ 430,00 R$ 400,00

BOLETIM SEMANAL R$ 68,70 R$ 67,90 R$ 430,00 R$ 400,00 13/2 15/2 17/2 19/2 21/2 23/2 25/2 27/2 1/3 3/3 5/3 7/3 9/3 11/3 13/3 15/3 Contratos Negociados (x 1000) Cents de US$/bu Análise Estatística de Algodão Algodão PREÇOS CAEM: Assim como no cenário de âmbito

Leia mais

Agosto/2015 Belo Horizonte - MG

Agosto/2015 Belo Horizonte - MG SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO Agosto/2015 Belo Horizonte - MG ÍNDICE 03. Apresentação 04. Dados de Minas Gerais 05. Área, Produção

Leia mais

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 dezembro, 2012 Índice 1. Algodão 2. Soja 3. Milho 4. Boi Gordo 5. Valor Bruto da Produção ALGODÃO Mil toneladas

Leia mais

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado AGROSSÍNTESE Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado Edilson de Oliveira Santos 1 1 Mestre em Economia, Gestor Governamental da SEAGRI; e-mail: edilsonsantos@seagri.ba.gov.br

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SOJA. Setembro 2014 Belo Horizonte MG

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SOJA. Setembro 2014 Belo Horizonte MG SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SOJA Setembro 2014 Belo Horizonte MG ÍNDICE 03. Apresentação 04. Dados de Minas Gerais 05. Área, Produção e Produtividade

Leia mais

ESCRITÓRIO ROBERT DANIEL

ESCRITÓRIO ROBERT DANIEL Respondendo a consulta feita pelo senhor, segue o que apurei: Área - Produção - Produtividade - Algodão no Brasil Baseado nos relatórios dos principais órgãos responsáveis em apurar os números da safra

Leia mais

Novas perspectivas para o Comércio entre Brasil e China. Resenha Economia e Segurança

Novas perspectivas para o Comércio entre Brasil e China. Resenha Economia e Segurança Novas perspectivas para o Comércio entre Brasil e China Resenha Economia e Segurança Daniel Mendes 21 de outubro de 2004 Novas perspectivas para o Comércio entre Brasil e China Resenha Economia e Comércio

Leia mais

Agronegócio Sul-mato-grossense

Agronegócio Sul-mato-grossense Agronegócio Sul-mato-grossense (cenário atual, perspectivas e desafios) Eduardo Riedel Presidente do Sistema Famasul Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso do Sul Sistema Sindical

Leia mais

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos PNEUS E BORRACHA MAIO DE 2016

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos PNEUS E BORRACHA MAIO DE 2016 DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos PNEUS E BORRACHA MAIO DE 2016 1 PRODUTOS 2 Borracha Natural Consumo Interno 300 mil toneladas/ano 64% Importação 262 mil toneladas/ano 36% Produção

Leia mais

FACT-SHEET. Cana-de-Açúcar, Milho e Soja. Programa Agricultura e Meio Ambiente. WWF - Brasil

FACT-SHEET. Cana-de-Açúcar, Milho e Soja. Programa Agricultura e Meio Ambiente. WWF - Brasil FACT-SHEET Cana-de-Açúcar, Milho e Soja Programa Agricultura e Meio Ambiente WWF - Brasília Março 28 WWF- Secretaria Geral Denise Hamú Superintendência de Conservação de Programas Temáticos Carlos Alberto

Leia mais

JURANDI MACHADO - DIRETOR. Cenário Carnes 2014/2015

JURANDI MACHADO - DIRETOR. Cenário Carnes 2014/2015 JURANDI MACHADO - DIRETOR Cenário Carnes 2014/2015 Oferta e Demanda de Carne Suína CARNE SUÍNA 2014 (a)* no Mundo (Mil toneladas) 2015 (b)* Var % (b/a) PRODUÇÃO 110.606 111.845 1,12 CONSUMO 109.882 111.174

Leia mais

Maçã: Balanço mundial (em mil toneladas métricas)

Maçã: Balanço mundial (em mil toneladas métricas) Informativo da Política Agrícola Secretaria de Política Agrícola Secretaria de Política Agrícola Informativo N o 54 Maçã Ano 6 Vol. 54, março de 213 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA A conjuntura econômica do último mês foi marcada por aceleração dos principais índices de inflação em todo Brasil. Em janeiro, o IPCA avançou 1,24% em nível de Brasil, esta foi a maior

Leia mais

Evolução da Produção Regional dos Principais Grãos (2010-2015)

Evolução da Produção Regional dos Principais Grãos (2010-2015) Evolução da Produção Regional dos Principais Grãos (2010-2015) Gráfico 1 Evolução da produção de grãos (Em milhões de toneladas) A produção brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas cresceu, em

Leia mais

Preço Médio da Soja em Mato Grosso do Sul - Junho de 2011 - Em R$ por saca de 60 kg.

Preço Médio da Soja em Mato Grosso do Sul - Junho de 2011 - Em R$ por saca de 60 kg. 1 2 NORTE Os preços pagos aos Produtores Rurais na região Norte do Estado neste mês de junho variaram entre a mínima de R$ 38,5 no dia 3/6 no município de São Gabriel do Oeste e a máxima de R$ 4, no dia

Leia mais

Figura 01 - Evolução das exportações de suínos de Santa Catarina no período de 2010 a 2014 - US$ Milhões.

Figura 01 - Evolução das exportações de suínos de Santa Catarina no período de 2010 a 2014 - US$ Milhões. Crise na Ucrânia: dificuldades e potencialidades para o setor de carne suína e milho em Santa Catarina Glaucia Padrão, Dr.ª Analista de Economia, Epagri/Cepa Reney Dorow, Msc. Analista de Mercado, Epagri/Cepa

Leia mais

PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS

PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA E DO ABASTECIMENTO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA RURAL D E R A L PARANÁ CONTINUA SENDO O MAIOR PRODUTOR DE GRÃOS 20/03/06 O levantamento de campo realizado pelo DERAL, no

Leia mais

ANÁLISE DO MOVIMENTO FÍSICO DO PORTO DE SANTOS

ANÁLISE DO MOVIMENTO FÍSICO DO PORTO DE SANTOS ANÁLISE DO MOVIMENTO FÍSICO DO PORTO DE SANTOS JULHO DE 2013 DC/SCM/GCE, 02/09/2013 Companhia Docas do Estado de São Paulo CODESP Av. Rodrigues Alves, s/ nº - Santos/SP - CEP 11015-900 Site:http://www.portodesantos.com.br

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Janeiro/2016 I Resultados do mês (comparativo jan/2016 jan/2015)

Leia mais

Conjuntura Macroeconômica e Setorial

Conjuntura Macroeconômica e Setorial Conjuntura Macroeconômica e Setorial O ano de 2012 foi um ano desafiador para a indústria mundial de carnes. Apesar de uma crescente demanda por alimentos impulsionada pela contínua expansão da renda em

Leia mais

A balança comercial do agronegócio brasileiro

A balança comercial do agronegócio brasileiro A balança comercial do agronegócio brasileiro Antonio Carlos Lima Nogueira 1 Qual é a contribuição atual dos produtos do agronegócio para o comércio exterior, tendo em vista o processo atual de deterioração

Leia mais

ALGODÃO 2ª SAFRA NA SAFRA 14/15 DEZEMBRO - ANO 6 - EDIÇÃO 67

ALGODÃO 2ª SAFRA NA SAFRA 14/15 DEZEMBRO - ANO 6 - EDIÇÃO 67 ALGODÃO 2ª SAFRA NA SAFRA 14/15 DEZEMBRO - ANO 6 - EDIÇÃO 67 A decisão sobre o plantio do algodão segunda safra a esta altura já foi tomada. Seu Custo Operacional (CO) é estimado pelo Cepea em R$ 5.614,63/ha

Leia mais

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS. Novembro de 2013

BOLETIM CUSTOS E PREÇOS. Novembro de 2013 BOLETIM CUSTOS E PREÇOS Novembro de 2013 Milho: Neste mês o mercado de milho registrou comportamento diferenciado. Em algumas localidades ocorreram quedas nos preços, caso do Paraná, e sustentação em outras,

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA "LUIZ DE QUEIROZ"

DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ Na média, pecuarista ganha da inflação em setembro Em setembro, o custo efetivo da pecuária, pesquisado pela CNA/Cepea-USP, teve alta de apenas 0,22%, enquanto que a inflação medida pelo IGP-M alcançou

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Agosto/2015

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio. Balança Comercial do Agronegócio Agosto/2015 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Balança Comercial do Agronegócio Agosto/2015 I Resultados do mês (comparativo Agosto/2015 Agosto/2014)

Leia mais

SOJA NEGOCIA POUCO EM NOVEMBRO POR DÓLAR E CHICAGO EM BAIXA

SOJA NEGOCIA POUCO EM NOVEMBRO POR DÓLAR E CHICAGO EM BAIXA Panorama Geral dos Mercados Agrícolas Ano IV n o 194 30 de novembro de 2015 www.sistemafaep.org SOJA NEGOCIA POUCO EM NOVEMBRO POR DÓLAR E CHICAGO EM BAIXA O mercado brasileiro de soja teve uma comercialização

Leia mais

Tabela 1 - Preço médio da Soja em MS 13 a 20 de Junhode Em R$ por saca de 60 Kg

Tabela 1 - Preço médio da Soja em MS 13 a 20 de Junhode Em R$ por saca de 60 Kg :: Soja Em MS, a saca está sendo negociada em média a R$ 83,75, recuo de 3,67% em relação ao início da semana passada. Quando comparado a junho do ano passado acumula alta nominal de 52%. O indicador Cepea/Esalq

Leia mais