06 de julho de 2012 Edição nº. 476

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "06 de julho de 2012 Edição nº. 476"

Transcrição

1 Indicador Boi Gordo Esalq/BVMF à Vista em SP 95 Essa semana gostaria da falar de algo diferente, mas antes vamos dar uma olhada nos preços da arroba em São Paulo. Repare: os preços não se afastaram muito do intervalo entre 92 e 93 reais desde maio. O que é interessante nisso daí é saber que as escalas de abate estavam lá em maio ao redor de sete dias e hoje estão ao redor de quatro. Com preços estáveis e ao mesmo tempo escalas diminuindo, isso pode nos dar duas pistas do estado Fonte: Esalq/BVMF atual do mercado pecuário a oferta está diminuindo ou o frigorífico está deliberadamente reduzindo seus abates em função do estreitamento das margens. 11 mai 15 mai 17 mai 21 mai 23 mai 25 mai 29 mai 31 mai 04 jun 06 jun 11 jun 13 jun 15 jun 19 jun 21 jun 25 jun 27 jun 29 jun 03 jul 05 jul 09 jul O fato que permanece é a foto sob o ponto de vista dos preços, a safra de 2012 tem o formato de uma mesa de jantar resta saber quem é que está sentado na mesa comendo e quem está trabalhando, em pé, servindo. Mas o que queria falar hoje é outra coisa, uma coisa diferente. No final do texto da semana passada comentei de passagem sobre operações em bolsa no final do texto, sem necessariamente aprofundar no assunto. Queria retomar essa coisa de bolsa sob um foco diferente. De um modo bem simplista, caro leitor, podemos classificar quem negocia boi na bolsa em duas categorias. Quem mexe com boi e quem não mexe. O sujeito que mexe com boi pode ser tanto um pecuarista, qualquer um, nem precisa ter boi, pode ter vaca também. Quem mexe com boi obviamente também é o frigorífico e, um pouco mais distante, uma empresa de alimentação, tal qual um restaurante que serve um bife, ou até mesmo quem só mexe com a carne crua, como um supermercado. Esse curral lotado de gente lida com as flutuações para cima/baixo do preço do boi e da arroba, pois podem influenciar para bem ou para mal seus negócios. O outro lado é o cara que não mexe com boi. Não tem fazenda. Não tem gado. É o cara urbano, da cidade, com viés somente de olhar para a flutuação de preço da arroba e pensar de forma especulativa: Como é que eu posso ganhar dinheiro com isso se a arroba subir (ou cair)? No livro Mercadores da Noite, Ivan Sant Anna chamou esse cara urbano e fora do setor de dentista. Nassim Taleb também. É claro que isso é um exagero literário um cara Carta Pecuária Edição nº. 476 Página 1

2 que não mexe no setor não precisa ser um dentista. Pode ser um fundo de investimento, um banco operando para sua tesouraria, um fundo de pensão, um investidor estrangeiro... pode ser qualquer um que não possua o boi como meio de trabalho. Hoje o foco é para essa turma que não mexe com boi. Bom, imediatamente, isso gera um problema. Se o cara não mexe com o boi, como ele faz para neutralizar as oscilações em bolsa? Quero dizer, a gente sabe que quem mexe com o bovino tem no próprio animal, ou no próprio valor do animal, para ser mais exato, como o seu grande avalista do negócio. Se o boi sobe na bolsa, sobe no pasto e vice versa. O cara que não tem boi, não. Se o boi sobe na bolsa e ele está vendido, ele vai perder dinheiro. Simples assim. Tomou prejuízo e não ajuste negativo. Ajuste negativo é para quem usa o boi. Quem não tem lastro físico, o risco da bolsa, o prejuízo e o lucro é sentido diretamente no bolso. A não ser que o sujeito tenha uma poupança para investir. A poupança, o dinheiro para deixar de reserva para (não confundir com margem de garantia) investir é o assunto de hoje. Claro, bom para você, trabalhou bastante nesses últimos anos e sobrou uns trocados. A bolsa de futuros oferece um prato cheio de mercados para serem utilizados para ganhar dinheiro e aumentar ainda mais seu rico dinheirinho. Também pudera! Por um pequeno montante de dinheiro, vai, dois mil reais, você consegue movimentar um mundo velho de contratos de boi gordo, certo? Mas será que essa conta está certa? Quero dizer, se você coloca dois mil reais e esse é seu único dinheiro, se pegar um mercado que vai contra você, dois mil reais em cinco contratos, por exemplo, desaparecem literalmente em um dia e você corre o risco de ficar devendo ainda. Ou seja, existe um risco enorme e ignorado em contratos futuros. Esse é um cenário bem comum o sujeito quer utilizar os mercados futuros para alavancar seu dinheiro. Seduzido pelas possibilidades de ganhar muito utilizando pouco, essa pessoa está se expondo a um risco muito maior do que deveria. Isso não ocorre só em boi, é claro. O cidadão que é da cidade e quer especular nem vai necessariamente parar aí. Vai também para o milho, soja, dólar, índice, DI... Como medir isso? Como, mediante a um valor que estou disposto a deixar reservado para negociar mercados futuros, saber qual o tamanho de posição que posso tomar? O que quero dizer é o seguinte. De que forma posso negociar prudentemente na bolsa e ao mesmo tempo ter a possibilidade de perder um pouco de dinheiro sem correr o risco de perder TODO o meu dinheiro? Como posso controlar minhas percas até que apareça a grande sorte de ganhar um montão de dinheiro? Não se deixe iludir pelo jeito simples que eu falo essas coisas, caro leitor. Tamanho da posição negociada em mercados alavancados como os mercados futuros é de crucial importância em função da extrema violência em que os preços sobem e descem, às vezes, sem estarmos devidamente com o dinheiro na conta para bancar a brincadeira. Uma forma bem simples é a regra do 1%. Risco 1%. O que quer dizer? Não perca mais que 1% em cada operação que você faz, e nunca arrisque mais que 5% do seu patrimônio ao mesmo tempo. Ou seja, se você reservou R$ ,00 para negociar mercados futuros e quer negociar boi gordo, você pode negociar pequeno usando 1% de risco ou pode negociar grande colocando 5%. Ou dividir 1% em cinco mercados diferentes. Isso daí, então, fazendo as contas em cem mil reais daria um valor entre R$ 1.000,00 e R$ 5.000,00 que você está disponibilizando para PERDER naquela tal operação. Fazendo as contas de forma bem simples, uma posição de Carta Pecuária Edição nº. 476 Página 2

3 R$ 1 mil deixa você negociar 3 contratos na bolsa. Uma posição de 5 mil reais deixaria você negociar 15. Hein? Rogério, não entendi. Perai, não tem jeito, vou ter que usar uma tabela. Repare que os mesmos 1% dos reais é o que você utiliza como referência para o contrato futuro. Referência de quê? Ora, referência para você cair fora do contrato quando os preços oscilam contra você. Se está comprado em três lotes na bolsa no valor que o mercado fechou nessa sexta feira R$ 96,85, se os preços caírem 0,96 centavos, 96,85-0,96 = 95,89; caia fora. Se estiver vendido no valor do fechamento, R$ 96,85 e o mercado subir 0,96 centavos, 96,85 + 0,96 = 97,81, caia fora. Fazendo isso você limita seu prejuízo, com 3 contratos, em mil reais. Te sobra ainda 99 mil para tentar a sorte outra hora. Valor disponível para bolsa R$ ,00 Posso perder 1% R$ 1.000,00 1% do outubro à R$ 96,85 (R$ 0,96 x R$ 319,60 Quantidade de contratos (R$ 1.000,00 / R$ 319,60) 3 contratos Valor disponível para bolsa R$ ,00 Posso perder 5% R$ 5.000,00 1% do outubro à R$ 96,85 (R$ 0,96 x R$ 319,60 Quantidade de contratos (R$ 5.000,00 / R$ 319,60) 15 contratos O que a gente vê não é isso. A gente vê o cara com 100 mil reais operando 30 lotes lotes até. Tem vez que o cidadão male male tem 10 contos no bolso e já quer operar 10 lotes... Isso é insano e irresponsável. Essa é uma regra simples, caro leitor, para ser seguida como plano inicial de risco. Claro, quem é pecuarista também pode fazer algo parecido com isso, mas não é o foco aqui. A ideia é ajudar para quem vai usar a bolsa como uma aplicação de risco a usar o risco de forma prudente e produtiva. Sugiro dar uma pensada em controlar seus riscos. Vou te falar, é uma paz saber que o mercado vai te tirar da operação quando você está errado. O melhor é saber que ele vai te tirar com um prejuízo pequeno, ao invés de ir teimando e teimando e acabar com um abacaxixão nas mãos na forma de uma paulada forte na cabeça. Ou seja, tomar reais de prejuízo é sem dúvida melhor que uma paulada de reais. Trinta mil, por incrível que pareça, é mais comum de acontecer que 1.000, caro leitor, exatamente pela pessoa não conhecer, ou não saber como funciona um controle sério de risco e de tamanho de posição em operações de bolsa. E falando em operações de bolsa, o mercado te tira, na prática, pelas ordens limitadoras de prejuízo, conhecidas como ordens stop. Depois, quando você tomar gosto por controlar seu risco na bolsa, perceberá que o risco em si também se altera. Tem épocas que o mercado é mais arriscado que outras épocas. Observe o gráfico ao lado e veja como uma posição de R$ 100 mil poderia, para um risco de 1%, quando calculada sobre a oscilação dos preços, ter gerado negócios com três até seis contratos. 05 jan 20 jan Boi Gordo Controle de Posição / Risco Contratos mediante o risco de mercado, levando em consideração uma aplicação de R$ 100 mil. 03 fev 17 fev 02 mar 16 mar 30 mar 13 abr Fonte: Esalq/BVMF/Broadcast/Carta Pecuária 27 abr 11 mai 25 mai 08 jun 22 jun 06 jul Quantidade de Contratos Carta Pecuária Edição nº. 476 Página 3

4 Enfim, está aí uma contribuição para você melhorar suas negociações de boi gordo na bolsa, mesmo para quem não tem boi gordo. MOVIMENTAÇÃO DO MERCADO: Boi -- Indicador ESALQ/BVMF do boi, que mede a variação dos preços da arroba no Estado de São Paulo, fechou a semana com +0,19 a R$ 92,88 à vista. Cotações em R$ por arroba. A média móvel de 5 dias fechou em R$ 92,72. O contrato de julho/12 fechou com 1,98 a R$ 92,12. O contrato de julho está 0,60 centavos abaixo do preço médio de liquidação do contrato. O contrato que vence em agosto/12 fechou com 2,33 a R$ 93,26; setembro/12 1,85 a R$ 95,15; outubro/12 1,77 a R$ 96,85. Todos os vencimentos estão cotados à vista com o fechamento da sexta-feira e com a indicação semanal da variação de preços. Bezerro -- Indicador ESALQ/BVMF de bezerro, que mede a variação dos preços no Estado do Mato Grosso do Sul, fechou a semana com 10,20 cotado a R$ 704,14 à vista. Cotações em R$ por bezerro. A arroba do bezerro cotada ao redor de R$ 105,00, queda de R$ 7,00 na semana. Todos os vencimentos estão cotados com o fechamento da sexta-feira e com a indicação da variação semanal. Taxa de Reposição 1 -- Um boi gordo compra hoje 2,18 bezerros, alta de 0,04 na semana. Dólar -- Dólar comercial fechou com +1,04% a R$ 2,031. Dólar futuro com vencimento no início de agosto fechou com +0,97% a R$ 2,043; setembro fechou com +1,00% a R$ 2,056. Juros -- A taxa de juros do governo (SELIC) está hoje em 8,50% ao ano. Inflação IGP-M de junho +0,66%. Acumulado no ano 2 +3,15%. Acumulado nos últimos 12 meses 3 (julho-11 a junho-12) +5,03%. Assim como os contratos de boi e bezerro se encerram pelo preço dos seus respectivos indicadores, o dólar se encerra pelo preço do dólar do Banco Central nas datas acima indicadas. Frigoríficos 4 -- A arroba nos frigoríficos foi cotada hoje em São Paulo ao redor de R$ 93,00; no Mato Grosso do Sul, Dourados a R$ 86,00 (Base 7,5%) e em Campo Grande ao redor de R$ 87,00 (Base 6,5%). A arroba em Goiânia foi cotada ao redor de R$ 83,00 (Base 10,8%). Em Cuiabá está em R$ 83,00 (Base 10,8%). No sul do Tocantins a arroba foi cotada em R$ 84,00 (Base 9,7%). No Triângulo Mineiro ao redor de R$ 86,00 (Base 7,5%). 1 Considerando os valores nominais dos indicadores da ESALQ/BVMF. 2 e 3 Somatória com Juros Simples. 4 Fonte completa dos preços da arroba nos frigoríficos à vista e livre do Funrural: Informativo Boi na Linha, da Scot Consultoria. Carta Pecuária Edição nº. 476 Página 4

5 CONCLUSÃO: Essa é a segunda semana seguida em que a arroba do boi em São Paulo, medida pelo indicador Esalq/BVMF, fecha em alta. Ok, como disse no início do texto, é uma alta pequena... O mercado está assim, pequeno, subindo um pouquinho aqui, caindo um pouquinho ali, desde maio. Difícil viver em um mercado parado, de lado, como atualmente. Queria saber o futuro como você. Queria saber quanto vai estar a arroba mês que vem também... Só sei que, aqui, ao redor de 93 reais, a arroba está barata. Mas vai saber para o futuro? O duro é que minha bola de cristal quebrou. Até mais, Rogério Goulart... Carta Pecuaria. Melhore sua Comercialização de Gado. Editor: Rogério Goulart Periodicidade semanal. A Carta Pecuária é uma contribuição semanal no debate sobre as ferramentas de análise de mercado e negociação da pecuária brasileira. O texto aborda especialmente discussões sobre o segmento de engorda de bovinos e suas possíveis formas de negociação: mercado físico e também mercado futuro. Nessas análises são utilizadas diversas ferramentas técnicas de mercado, tais como gráficos, e também há o extensivo acompanhamento da dinâmica da oferta vs. demanda de animais acabados (machos e fêmeas) para os frigoríficos. Comentários, considerações e sugestões? Gostaria de indicar alguém para receber esse texto? Escreva para Gostaria de anunciar seu produto ou marca nessas páginas? Entre em contato pelo O intuito é divulgar, democratizar e ampliar os conhecimentos dos envolvidos na cadeia pecuária brasileira. Sinta-se livre para ler, opinar e, se achar interessante, divulgar para seus amigos. Câmara do Boi Associação de Profissionais da Pecuária Sustentável Carta Pecuária Edição nº. 476 Página 5

04 de maio de 2012 Edição nº. 469

04 de maio de 2012 Edição nº. 469 O relatório Boi na Linha, da Scot Consultoria, na edição dessa sexta feira resumiu bem o status quo do mercado pecuário nesse início de maio A seca que vem afetando as pastagens há algum tempo somado a

Leia mais

Quer coisa mais triste do que um boi, ainda mais gordo, quebrar a perna por causa de briga na fazenda? ~ * ~

Quer coisa mais triste do que um boi, ainda mais gordo, quebrar a perna por causa de briga na fazenda? ~ * ~ Me liga o rapaz lá da fazenda: Senhor Rogério, bom dia. Olha, senhor, a gente tava dando a corrida nos lotes aqui para passar o estoque mensal dos pastos para o escritório, daí encontramos um boi quebrado.

Leia mais

CONTRATOS DERIVATIVOS. Futuro de Boi Gordo

CONTRATOS DERIVATIVOS. Futuro de Boi Gordo CONTRATOS DERIVATIVOS Futuro de Boi Gordo Futuro de Boi Gordo Ferramenta que permite a gestão financeira do risco existente nas operações realizadas no mercado físico. O Contrato Futuro de Boi Gordo é

Leia mais

Guia Rápido. Como negociar Commodities Agrícolas. Leandro Benitez

Guia Rápido. Como negociar Commodities Agrícolas. Leandro Benitez Guia Rápido Como negociar Commodities Agrícolas Leandro Benitez O objetivo deste artigo é apresentar-lhe os princípios dos contratos agrícolas para que você possa iniciar suas negociações neste segmento.

Leia mais

Amigos, amigos, negócios à parte!

Amigos, amigos, negócios à parte! Reforço escolar M ate mática Amigos, amigos, negócios à parte! Dinâmica 4 2º Série 2º Bimestre Aluno DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO Matemática Ensino Médio 2ª Numérico Aritmético Matemática Financeira Primeira

Leia mais

CONTRATOS DERIVATIVOS. Opção sobre Futuro de Boi Gordo

CONTRATOS DERIVATIVOS. Opção sobre Futuro de Boi Gordo CONTRATOS DERIVATIVOS Opção sobre Futuro de Boi Gordo Opção sobre Futuro de Boi Gordo O Contrato de Opção sobre Futuro de Boi Gordo com Liquidação Financeira foi lançado pela BM&FBOVESPA, em 22/07/1994,

Leia mais

Tendências comerciais da pecuária de corte no cenário muncial

Tendências comerciais da pecuária de corte no cenário muncial Tendências comerciais da pecuária de corte no cenário muncial Ivan Wedekin Diretor de Produtos do Agronegócio e Energia ENIPEC Encontro Internacional dos Negócios da Pecuária 1 Brasil o gigante da pecuária

Leia mais

O QUE É HEDGE E COMO ELE FUNCIONA

O QUE É HEDGE E COMO ELE FUNCIONA O QUE É HEDGE E COMO ELE FUNCIONA! O que é hedge?! Como estar protegido de um eventual prejuízo de uma operação financeira da empresa no futuro?! Como podemos hedgear uma operação efetuada em dólar?! Como

Leia mais

Perguntas Freqüentes Operações em Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F)

Perguntas Freqüentes Operações em Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) 1. O que é contrato futuro? É um acordo entre duas partes, que obriga uma a vender e outra, a comprar a quantidade e o tipo estipulados de determinada commodity, pelo preço acordado, com liquidação do

Leia mais

Luciano de Souza Vacari Mercado Futuro Hedging e Opções Novembro/2006

Luciano de Souza Vacari Mercado Futuro Hedging e Opções Novembro/2006 Luciano de Souza Vacari Mercado Futuro Hedging e Opções Novembro/2006 O que é uma Bolsa de Futuros? Local organizado para administrar risco; Organização sem fins lucrativos; Dar visibilidade nos preços;

Leia mais

Fundamentos de Mercado Futuro e de Opções no Agronegócio

Fundamentos de Mercado Futuro e de Opções no Agronegócio Fundamentos de Mercado Futuro e de Opções no Agronegócio Quais alternativas um produtor rural tem para diminuir os riscos de preços na hora de vender sua safra? Modelo tradicional: contato direto com o

Leia mais

Índice BM&FBOVESPA S/A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS MERCADO FUTURO WEBTRADING

Índice BM&FBOVESPA S/A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS MERCADO FUTURO WEBTRADING WebTranding Índice BM&FBOVESPA S/A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS MERCADO FUTURO WEBTRADING BM&FBOVESPA BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS BM&FBOVESPA S/A Sociedade anonima, que organiza,

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas quarta-feira, 18 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 133,50 0,00 0,00-4,85 SET13 111,05 114,75 111,10-3,75

Leia mais

www.contratofuturo.com

www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com História Antes do dólar a moeda de referência internacional era a Libra Esterlina, pois a Inglaterra era a grande economia mundial. Somente após a segunda

Leia mais

Mercado do Boi Gordo

Mercado do Boi Gordo Mercado do Boi Gordo Perspectivas para os próximos anos SIC Esteio - RS Agosto 2006 Fabiano R. Tito Rosa Scot Consultoria Índice 1. Brasil: país pecuário 2. Comportamento dos preços internos 3. Perspectivas

Leia mais

www.contratofuturo.com

www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com Boi - Mercado Mercado de Boi gordo - Brasil: * Maior exportador mundial, * Consumo interno: mais de 70%, * Maior rebanho comercial, * Perda de área para outras culturas. - Mundo:

Leia mais

Diretoria de Agronegócios

Diretoria de Agronegócios Proteção de Preços no Mercado Agropecuário Renato Barreto Riscos da atividade agropecuária Climáticos e/ou intempéries Preço Crédito... Mitigadores de Risco de Preço Risco: Oscilação nos preços das mercadorias

Leia mais

taxa de câmbio de reais por dólar dos Estados Unidos da

taxa de câmbio de reais por dólar dos Estados Unidos da Contrato Futuro de Boi Gordo com Liquidação Financeira Especificações 1. Definições Contrato: termos e regras específicos sob os quais os negócios serão realizados e liquidados. Day trade compra e venda,

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação SET13 136,80 136,50 135,80-1,80 SET 113,50 115,70 113,25-1,45

Leia mais

O Sistema de Pregão Por Prazo Determinado da Bolsa Brasileira de Mercadorias foi criado para realizar negócios de produtos agropecuários.

O Sistema de Pregão Por Prazo Determinado da Bolsa Brasileira de Mercadorias foi criado para realizar negócios de produtos agropecuários. Comercialização de carne na Bolsa Brasileira de Mercadorias Abril de 2010 1. Pregão por Prazo Determinado O Sistema de Pregão Por Prazo Determinado da Bolsa Brasileira de Mercadorias foi criado para realizar

Leia mais

www.contratofuturo.com

www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com História do Milho - Os primeiros registros do cultivo datam de 7.300 anos - Origem Americana: litoral do México - Nome, de origem indígena, significa "sustento

Leia mais

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança 03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança Render 5 Vezes Mais por Leandro Sierra Índice Apresentação...03 Introdução... 04 Passo 1...05 Passo 2... 08 Educação Financeira para a Segurança do seu Investimento...

Leia mais

4 VÍDEOS ENSINAM MAIS SOBRE TRADER ESPORTIVO, CONFIRA EM: HTTP://WWW.VIVERDEFUTEBOL.COM/

4 VÍDEOS ENSINAM MAIS SOBRE TRADER ESPORTIVO, CONFIRA EM: HTTP://WWW.VIVERDEFUTEBOL.COM/ 1 2 ÍNDICE 1- NOTA LEGAL... 3 2- SOBRE AUTOR... 3 3- SEMELHANÇA COM O MERCADO FINANCEIRO... 4 4- EXEMPLO DO MERCADO DE AUTOMÓVEIS USADOS... 4 5- CONHECENDO O BÁSICO DAS APOSTAS... 7 6- O QUE É UMA ODD?...

Leia mais

Rentabilidade das propriedades de recria-engorda de MT cai em 2015

Rentabilidade das propriedades de recria-engorda de MT cai em 2015 Rentabilidade das propriedades de recria-engorda de MT cai em 2015 Por Prof. Dr. Sergio De Zen e Graziela Correr; Equipe Pecuária de Corte A rentabilidade em propriedades típicas de recria-engorda do estado

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS PARTICIPAÇÃO NA PRODUÇÃO Produção de carnes NACIONAL - USDA - mil ton DO COMPLEXO CARNES - 2014 Carne Bovina

Leia mais

Boletim Econômico da Scot Consultoria

Boletim Econômico da Scot Consultoria Boletim Econômico da Scot Consultoria ano 1 edição 2 22 a 28 de abril de 2013 Destaque da semana Alta na taxa Selic O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu elevar a taxa Selic para 7,50% ao ano,

Leia mais

11 Segredos. Capítulo VIII. para a Construção de Riqueza !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

11 Segredos. Capítulo VIII. para a Construção de Riqueza !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo VIII Capítulo Oito Cinco alternativas para ficar rico sem depender do mercado de ações No meu esforço de surpreendê-lo com verdades sobre a construção

Leia mais

MERCADO FUTURO: BOI GORDO

MERCADO FUTURO: BOI GORDO MERCADO FUTURO: BOI GORDO Sergio De Zen Mestre em Economia Aplicada, Pesquisador do CEPEA/ESALQ/USP Os anos noventa têm sido marcados por termos modernos na terminologia do mercado financeiro. Dentre essas

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas segunda-feira, 23 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 134,55 0,00 0,00 0,00 DEZ13 117,75 121,95 121,50-1,25

Leia mais

Especificações do Contrato Futuro de Boi Gordo Denominado em Reais

Especificações do Contrato Futuro de Boi Gordo Denominado em Reais Especificações do Contrato Futuro de Boi Gordo Denominado em Reais 1. Objeto de negociação Boi gordo acabado para abate. Tipo: bovinos machos, castrados, bem acabados (carcaça convexa), em pasto ou confinamento.

Leia mais

INSTRUÇÔES PARA PREENCHIMENTO

INSTRUÇÔES PARA PREENCHIMENTO INSTRUÇÔES PARA PREENCHIMENTO PROGRAMA GESTÃO DE PROPRIEDADES DE SUCESSO DE MA T O GROSSO Qual a finalidade da planilha? Hoje em dia, e no futuro cada vez mais, a realidade econômica irá exigir uma maior

Leia mais

Perspectivas de Mercado

Perspectivas de Mercado Perspectivas de Mercado Estratégico Nível Gestão Gerencial Nível Caixa Nível Operacional Pecuária Custos de Corte Tecnologia do uso da informa ção Alcides Torres Insumos Bens de Fabiano R. Tito Rosa Scot

Leia mais

Margem de comercialização da carne bovina nos diferentes elos da cadeia. Novembro de 2009

Margem de comercialização da carne bovina nos diferentes elos da cadeia. Novembro de 2009 Margem de comercialização da carne bovina nos diferentes elos da cadeia Novembro de 2009 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 2. METODOLOGIA... 2 2.1. BASE DE DADOS... 2 2.2. MÉTODO DE ANÁLISE... 3 3. EVOLUÇÃO DOS

Leia mais

O Sistema de Pregão Por Prazo Determinado da Bolsa Brasileira de Mercadorias foi criado para realizar negócios de produtos agropecuários.

O Sistema de Pregão Por Prazo Determinado da Bolsa Brasileira de Mercadorias foi criado para realizar negócios de produtos agropecuários. Comercialização de carne na Bolsa Brasileira de Mercadorias Janeiro de 2010 1. Pregão por Prazo Determinado O Sistema de Pregão Por Prazo Determinado da Bolsa Brasileira de Mercadorias foi criado para

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA SEMANA DE 21 A 25 DE SETEMBRO de 2009 Semana de preço estável no mercado de Boi Gordo no Rio Grande do Sul, com o preço encerrando a semana a R$ 4,61/kg carcaça.

Leia mais

Como Investir em Ações Eduardo Alves da Costa

Como Investir em Ações Eduardo Alves da Costa Como Investir em Ações Eduardo Alves da Costa Novatec CAPÍTULO 1 Afinal, o que são ações? Este capítulo apresenta alguns conceitos fundamentais para as primeiras de muitas decisões requeridas de um investidor,

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO...1 CAPÍTULO 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MERCADOS FUTUROS..5 CAPÍTULO 3 MERCADO FUTURO DE DÓLAR COMERCIAL...

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO...1 CAPÍTULO 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MERCADOS FUTUROS..5 CAPÍTULO 3 MERCADO FUTURO DE DÓLAR COMERCIAL... SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO..................................1 CAPÍTULO 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MERCADOS FUTUROS..5 2.1 Introdução...........................................5 2.2 Posições.............................................6

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 2008

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 2008 Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 008 PIB avança e cresce 6% Avanço do PIB no segundo trimestre foi o maior desde 00 A economia brasileira cresceu mais que o esperado no segundo trimestre, impulsionada

Leia mais

SISTEMA FINANCEIRO DO MERCADO DE CAPITAIS BDMG CURSO ONLINE TEORIA E EXERCÍCIOS PROFESSOR CÉSAR FRADE

SISTEMA FINANCEIRO DO MERCADO DE CAPITAIS BDMG CURSO ONLINE TEORIA E EXERCÍCIOS PROFESSOR CÉSAR FRADE Olá pessoal! Alerto vocês para essa aula de hoje. É uma aula muito complicada e cheia de conceitos importantes e necessários para a perfeita compreensão da aula subseqüente. Estou colocando uma aula mais

Leia mais

ANGUS: Fábio Schuler Medeiros. Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus

ANGUS: Fábio Schuler Medeiros. Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus ANGUS: Rentabilidade e mercado Fábio Schuler Medeiros Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus Nossos Questionamentos... Como está a

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Fechamento Máxima Mínimo Variação set/13 144,45 150,00 143,95-4,05 120,60 124,25 119,35-2,85 dez/13 148,50

Leia mais

Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012

Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012 Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012 Analistas indicam quais cuidados tomar no mercado financeiro em 2012 e quais investimentos oferecem menor probabilidade

Leia mais

Preço Médio da Soja em Mato Grosso do Sul - Junho de 2011 - Em R$ por saca de 60 kg.

Preço Médio da Soja em Mato Grosso do Sul - Junho de 2011 - Em R$ por saca de 60 kg. 1 2 NORTE Os preços pagos aos Produtores Rurais na região Norte do Estado neste mês de junho variaram entre a mínima de R$ 38,5 no dia 3/6 no município de São Gabriel do Oeste e a máxima de R$ 4, no dia

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA. A informação é nossa, a decisão é sua! GR. Boi Gordo Mercado Físico RS Período Gráfico DIÁRIO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA. A informação é nossa, a decisão é sua! GR. Boi Gordo Mercado Físico RS Período Gráfico DIÁRIO PANORAMA RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO SEMANA DE 10 A 14 DE AGOSTO de 2009 Semana de nova estabilidade no preço do Boi Gordo no mercado físico do Rio Grande do Sul, fechando a semana em R$ 5,28/kg

Leia mais

INVESTIMENTOS CONSERVADORES

INVESTIMENTOS CONSERVADORES OS 4 INVESTIMENTOS CONSERVADORES QUE RENDEM MAIS QUE A POUPANÇA 2 Edição Olá, Investidor. Esse projeto foi criado por Bruno Lacerda e Rafael Cabral para te ajudar a alcançar mais rapidamente seus objetivos

Leia mais

Revisão Mensal de Commodities

Revisão Mensal de Commodities Revisão Mensal de Commodities segunda-feira, 3 de dezembro de 2012 Oferta maior e desempenho misto A estabilização do crescimento na China e riscos geopolíticos também afetaram os preços das commodities.

Leia mais

Bom Dia Commodities. Commodities. 12 de Agosto, 2013. Café

Bom Dia Commodities. Commodities. 12 de Agosto, 2013. Café Bom Dia Café Semana positiva para o café. Finalmente saiu a medida que os produtores estavam esperando. A presidente Dilma anunciou que enxugará do mercado 3 milhões de sacas em março/14 a R$346,00/saca

Leia mais

(NUTROESTE URÉIA PLUS)

(NUTROESTE URÉIA PLUS) O SEU BOI DÁ LUCRO? No Brasil, a atividade pecuária existe há centenas de anos, alternando períodos de lucratividade alta com outros de baixa rentabilidade. Há neste momento uma crise gerada por vários

Leia mais

César Frade Finanças Aula 02

César Frade Finanças Aula 02 César Frade Finanças Aula 02 Olá Pessoal. Estamos nós aqui mais uma vez para tentar entender essa matéria. Concordo que a sua compreensão não é das mais fáceis, mas vocês terão que concordar comigo que

Leia mais

Mercado a Termo e Futuro II. Exemplo de um Negocio com Futuros. Possíveis Resultados. Prf. José Fajardo Barbachan FGV-EBAPE

Mercado a Termo e Futuro II. Exemplo de um Negocio com Futuros. Possíveis Resultados. Prf. José Fajardo Barbachan FGV-EBAPE Mercado a Termo e Futuro II Prf. José Fajardo Barbachan FGV-EBAPE Exemplo de um Negocio com Futuros Um investidor adquiere uma posição longa, no 3 de Junho, em 2 contratos futuros de Ouro para Dezembro

Leia mais

InfoCarne Informativo Sinduscarne: Notícias do setor da carne Edição 27

InfoCarne Informativo Sinduscarne: Notícias do setor da carne Edição 27 21 de Dezembro de 2015 InfoCarne Informativo Sinduscarne: Notícias do setor da carne Edição 27 Nesta Edição Destaque Guia para o Exportador é lançado na FIEMG / apoio do Sinduscarne A FORÇA DA INDÚSTRIA

Leia mais

Análise Bovinocultura

Análise Bovinocultura Análise Bovinocultura BOLETIM SEMANAL MÊS PARADO: No primeiro mês do ano de 2013 o preço da arroba do boi gordo à vista em Mato Grosso seguiu firme na casa dos R$ 84/@, registrando na última cotação de

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV Junho de 2014

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV Junho de 2014 Nº 27 Oferta restrita e preços firmes no mês da Copa Frigoríficos, supermercados e churrascarias já têm motivos para comemorar com os resultados da Copa do churrasco. Ainda que não seja um movimento capaz

Leia mais

José Ferreira Pankowski

José Ferreira Pankowski José Ferreira Pankowski O conselheiro técnico da Associação dos Criadores de Nelore de Mato Grosso, José Ferreira Pankowski, é o entrevistado da semana do site da Nelore MT. Ele fala sobre o desenvolvimento

Leia mais

Mercado a Termo e Futuro de Dólar: Estratégias de Hedge

Mercado a Termo e Futuro de Dólar: Estratégias de Hedge Mercado a Termo e Futuro de Dólar: Estratégias de Hedge 1 Hedge no Mercado a Termo No Brasil, são muito comuns as operações a termo real/dólar. Empresas importadoras, exportadoras, com dívidas ou ativos

Leia mais

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS Uma empresa sem vendas simplesmente não existe, e se você quer ter sucesso com uma loja você deve obrigatoriamente focar nas vendas. Pensando nisso começo este material com

Leia mais

SOBRE O AUTOR. Leonardo Rocha é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

SOBRE O AUTOR. Leonardo Rocha é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). SOBRE O AUTOR Leonardo Rocha é formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Iniciou seu aprendizado em 2007, quando começou a estudar sobre o mercado financeiro.

Leia mais

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 dezembro, 2012 Índice 1. Algodão 2. Soja 3. Milho 4. Boi Gordo 5. Valor Bruto da Produção ALGODÃO Mil toneladas

Leia mais

Fórum Produção Sustentável de Madeira. Avaliação de Ativos Florestais

Fórum Produção Sustentável de Madeira. Avaliação de Ativos Florestais Fórum Produção Sustentável de Madeira Palestra Avaliação de Ativos Florestais Leonardo Resende Fazenda Triqueda Abertura Antes de falar sobre dinheiro, vou contar um pouco da minha história Neto de fazendeiro

Leia mais

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Local Conference Call Marfrig Resultados do Quarto Trimestre de 2012. 28 de março de 2013 41:08. Sessão de Perguntas e Respostas

Local Conference Call Marfrig Resultados do Quarto Trimestre de 2012. 28 de março de 2013 41:08. Sessão de Perguntas e Respostas Local Conference Call Marfrig Resultados do Quarto Trimestre de 2012 28 de março de 2013 41:08 Sessão de Perguntas e Respostas Operadora: Com licença senhoras senhores, iniciaremos agora a sessão de perguntas

Leia mais

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Agosto de 2008 Apresentado por Fernando Chacon Diretor de Marketing do Banco Itaú Indicadores de Mercado 2 Mercado de Cartões 2008 Indicadores de

Leia mais

Com tendência de alta do juro, renda fixa volta a brilhar nas carteiras

Com tendência de alta do juro, renda fixa volta a brilhar nas carteiras Veículo: Estadão Data: 26.11.13 Com tendência de alta do juro, renda fixa volta a brilhar nas carteiras Veja qual produto é mais adequado ao seu bolso: até R$ 10 mil, de R$ 10 mil a R$ 100 mil e acima

Leia mais

Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção

Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção Por Prof. Dr. Sergio De Zen e Graziela Correr; Equipe Pecuária de Corte Se, de um lado, a forte alta do dólar frente ao Real tem contribuído para elevar

Leia mais

DEFINITIVO. Investimentos para iniciantes. Gisele Alves. www.seuguiadeinvestimentos.com.br. 2ª edição. 2014 São Paulo SP, Brasil

DEFINITIVO. Investimentos para iniciantes. Gisele Alves. www.seuguiadeinvestimentos.com.br. 2ª edição. 2014 São Paulo SP, Brasil GUI A DEFINITIVO Investimentos para iniciantes 2ª edição. 2014 São Paulo SP, Brasil Gisele Alves gisele@seuguiadeinvestimentos.com.br Informações Legais Se você gostou do conteúdo do livro e quer dividi-lo

Leia mais

VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA

VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA Ano 6 - Edição 25 Agosto 2014 VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA Por Prof. Dr. Sergio De Zen, Pesquisador; Equipe Pecuária de Corte As cotações praticadas em todos os elos da cadeia pecuária

Leia mais

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II Capítulo II Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo Dois Como uma nota de $10 me deixou mais rico do que todos os meus amigos Das centenas de estratégias de construção de riqueza que

Leia mais

SINCOR-SP 2015 AGOSTO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 AGOSTO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS AGOSTO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Como Plantar Pensando na Renda

Como Plantar Pensando na Renda Como Plantar Pensando na Renda A PERSPECTIVA DE RENDA É UM BOM MOTIVO PARA O AGRICULTOR PRODUZIR É a renda que motiva o agricultor Com que motivação, você agricultor, trabalha a terra? É claro, você também

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

www.contratofuturo.com

www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com O que é o Índice Futuro Para falar de índice futuro, primeiro precisamos falar do ÍNDICE no presente, que é o Ibovespa. O famoso índice que serve para medir

Leia mais

DESTAQUES DO DIA. Sua opção de Renda Fixa na Bolsa. Belo Horizonte, 05 de Janeiro de 2011 INFLAÇÃO

DESTAQUES DO DIA. Sua opção de Renda Fixa na Bolsa. Belo Horizonte, 05 de Janeiro de 2011 INFLAÇÃO Belo Horizonte, 05 de Janeiro de 2011 DESTAQUES DO DIA INFLAÇÃO A inflação de janeiro, medida pelo IPC- Fipe fechou com alta de 0,54%, acumulando 6,4% em 2010. Outros índices de inflação, o IGP- DI e o

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio

Índice de Confiança do Agronegócio Índice de Confiança do Agronegócio Terceiro Trimestre 2014 Principais Resultados:» Índice de Confiança do Agronegócio» Índice da Indústria (antes e depois da porteira)» Índice do Produtor Agropecuário

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Ari José Fernandes Lacôrte Engenheiro Agrônomo MS Consultor Sênior

Ari José Fernandes Lacôrte Engenheiro Agrônomo MS Consultor Sênior BEZERROS: VENDER, RECRIAR OU ENGORDAR? Apesar de muitos pecuaristas não adotarem formalmente a estação de monta no Brasil há uma expressiva concentração do numero de animais desmamados no final do 1º semestre.

Leia mais

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas?

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? 2 Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? É SOBRE ISSO QUE VOU FALAR NESTE TEXTO. A maioria das empresas e profissionais

Leia mais

Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV

Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV INVESTIMENTOS Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV Uma questão de suma importância para a consolidação e perenidade de um Fundo de Pensão é a sua saúde financeira, que garante

Leia mais

Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e

Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e Commodities são produtos básicos padronizados. A palavra deriva do inglês e significa mercadoria. É usado para designar bens sem diferenciação (por não possuírem valor agregado), e são habitualmente extraídas

Leia mais

Relatório Semanal de Estratégia de Investimento

Relatório Semanal de Estratégia de Investimento 12 de janeiro de 2015 Relatório Semanal de Estratégia de Investimento Destaques da Semana Economia internacional: Deflação na Europa reforça crença no QE (22/11); Pacote de U$1 trilhão em infraestrutura

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV Cenário positivo para a pecuária Paranaense. Com pequena participação nas exportações brasileiras de carne bovina, o Paraná vem registrando aumento nas vendas externas acima do crescimento médio nacional,

Leia mais

Subsídios técnicos para a agenda brasileira de bioetanol

Subsídios técnicos para a agenda brasileira de bioetanol Subsídios técnicos para a agenda brasileira de bioetanol Oficina Sustentabilidade do Bioetanol 25 e 26 de fevereiro de 2010 Brasília Miguel Taube Netto UniSoma Luis Franco de Campos Pinto UniSoma Estudo

Leia mais

Enem. Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade!

Enem. Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade! Enem Dicas para você se dar bem na prova. A prova do ENEM está ai e você precisa de uma boa nota, certo? Verdade! Não tem mais para onde correr: O resto dos seus dias depende disso. Ou pelo menos é assim

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA EMPRESA JÚNIOR FABAVI VITÓRIA DIRETORIA DE PROJETOS SOCIAIS. Projeto: CESTA BÁSICA DA CLASSE MÉDIA CAPIXABA

PROJETO DE PESQUISA EMPRESA JÚNIOR FABAVI VITÓRIA DIRETORIA DE PROJETOS SOCIAIS. Projeto: CESTA BÁSICA DA CLASSE MÉDIA CAPIXABA EMPRESA JÚNIOR FABAVI VITÓRIA DIRETORIA DE PROJETOS SOCIAIS PROJETO DE PESQUISA Projeto: CESTA BÁSICA DA CLASSE MÉDIA CAPIXABA Período: Janeiro a Dezembro de 2012 Vitória, dezembro de 2012 Cesta Básica

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

Introdução à Matemática Financeira e Análise de Investimentos

Introdução à Matemática Financeira e Análise de Investimentos Introdução à Matemática Financeira e Análise de Investimentos Aula 3: Inflação e Juro real, Preço nominal/real, Risco e Retorno de Investimentos Site: tinyurl.com/matfinusp Prof. Adriano Azevedo Filho,

Leia mais

Então, é difícil para a gente afirmar um número ainda, mas vai estar nesse intervalo entre estabilidade e alguma coisa perto de 2% ou 3%.

Então, é difícil para a gente afirmar um número ainda, mas vai estar nesse intervalo entre estabilidade e alguma coisa perto de 2% ou 3%. Q&A de Teleconferência Resultado 3T08 ALL América Latina Logística 13 de novembro de 2008 Na redução de guidance de vocês, essa expressão interessante, um crescimento marginal de yield. Em um crescimento

Leia mais

Mercado de Opções Opções de Compra Aquisição

Mercado de Opções Opções de Compra Aquisição Mercado de Opções Opções de Compra Aquisição Ao comprar uma opção, o aplicador espera uma elevação do preço da ação, com a valorização do prêmio da opção. Veja o que você, como aplicador, pode fazer: Utilizar

Leia mais

O Complexo Agroindustrial da Carne Bovina. Prof. Dr. João Batista Padilha Junior Departamento de Economia Rural - UFPR

O Complexo Agroindustrial da Carne Bovina. Prof. Dr. João Batista Padilha Junior Departamento de Economia Rural - UFPR O Complexo Agroindustrial da Carne Bovina Prof. Dr. João Batista Padilha Junior Departamento de Economia Rural - UFPR Aspectos abordados Carne no mundo (Visão Geral) Histórico: ambiente institucional e

Leia mais

Palestras Scot Consultoria

Palestras Scot Consultoria Palestras Scot Consultoria índice palestras scot consultoria As melhores e mais fiéis informações de mercado vão até você temas 3 pecuária de corte e seus derivados temas 5 pecuária de leite e derivados

Leia mais

INTRODUÇÃO. Fui o organizador desse livro, que contém 9 capítulos além de uma introdução que foi escrita por mim.

INTRODUÇÃO. Fui o organizador desse livro, que contém 9 capítulos além de uma introdução que foi escrita por mim. INTRODUÇÃO LIVRO: ECONOMIA E SOCIEDADE DIEGO FIGUEIREDO DIAS Olá, meu caro acadêmico! Bem- vindo ao livro de Economia e Sociedade. Esse livro foi organizado especialmente para você e é por isso que eu

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FIC DE FI REFERENCIADO DI CNPJ 19.312.112/0001-06 DEZEMBRO/2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FIC DE FI REFERENCIADO DI CNPJ 19.312.112/0001-06 DEZEMBRO/2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o Spinelli FIC de FI Referenciado DI. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo, disponíveis

Leia mais

Veja na tabela a seguir as performances de cada aplicação em setembro e no acumulado do ano. Desempenho em setembro. Ibovespa 4,84% -17,96% 30/09/2013

Veja na tabela a seguir as performances de cada aplicação em setembro e no acumulado do ano. Desempenho em setembro. Ibovespa 4,84% -17,96% 30/09/2013 Veículo: Exame.com Os melhores e os piores investimentos de setembro Ibovespa fecha o mês com a maior alta, seguido pelos fundos de ações small caps; na renda fixa, a LTN, título do Tesouro prefixado,

Leia mais

Novos produtos e serviços para o agronegócio. Ivan Wedekin

Novos produtos e serviços para o agronegócio. Ivan Wedekin Novos produtos e serviços para o agronegócio Ivan Wedekin Agenda 1 Evolução do mercado de derivativos 2 Financeirização dos contratos agropecuários 3 Novos produtos e serviços para o agronegócio Mercado

Leia mais

Eu, Você, Todos Pela Educação

Eu, Você, Todos Pela Educação Eu, Você, Todos Pela Educação Um domingo de outono típico em casa: eu, meu marido, nosso filho e meus pais nos visitando para almoçar. Já no final da manhã estava na sala lendo um livro para tentar relaxar

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 PASSOS PARA INVESTIR EM AÇÕES SEM SER UM ESPECIALISTA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados,

Leia mais

Programa de Formação de Investidores no Mercado de Ações

Programa de Formação de Investidores no Mercado de Ações Programa de Formação de Investidores no Mercado de Ações Conheça o Mercado Futuro Sumário É proibido transmitir, afixar, distribuir, armazenar, retransmitir, ou reproduzir, ainda que fragmentados, imagens

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T15

Divulgação de Resultados 1T15 São Paulo - SP, 06 de Maio de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Atividade - Sequência Conrado Adolpho

Atividade - Sequência Conrado Adolpho Atividade - Sequência Conrado Adolpho Agora, eu quero lhe apresentar os 6 e-mails do conrado adolpho para vender o 8ps. Quero que você leia está sequência com muita atenção e, depois, responda às provocações

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 20

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 20 BENCHMARK RF:80.00% ( 100.00%CDI ) + RV:20.00% ( 100.00%IBRX 100 ) Relatório Gerencial Consolidado - Período de 01/04/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/04/2015 pg. 1 Posição Sintética

Leia mais

Curso Preparatório CEA

Curso Preparatório CEA Curso Preparatório Tel: 4004-0435 ramal 4505 Email: contato@ifb.net.br CEA 1ª Edição 13. Matemática Financeira Na prova da ANBIMA, para o CEA, não só é permitido usar calculadora como deve-se utilizar

Leia mais