O PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL EM FACE DA CONCORDATA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL EM FACE DA CONCORDATA"

Transcrição

1 O PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL EM FACE DA CONCORDATA VASILIO, E. A. RESUMO O presente trabalho trata a respeito do plano de recuperação judicial, abordando suas vantagens perante a antiga lei de falência e concordata, em especial sobre recuperação das empresas. Analisando seus aspectos históricos e princípios, mostrando a necessidade da transição da antiga concordata para a nova recuperação de empresas, que abre a possibilidade de reestruturação das empresas economicamente viáveis que passam por dificuldades, e pela chamada crise econômico-financeira, buscando sempre a função social da empresa. Palavras-chave: viabilidade, recuperação judicial, crise econômica. ABSTRACT The present work is about the plan of reorganization, discussing its advantages before the old bankruptcy law and bankruptcy, especially on the recovery of companies. Analyzes its historical aspects and principles, showing the need for transition from the old to the new arrangement corporate recovery, which opens the possibility of restructuring of viable businesses that are in trouble, and so-called economic-financial crisis, always seeking social function of the company. Key-words: feasibility, judicial, economic crisis. INTRODUÇÃO O presente trabalho tem como objetivo abordar a Lei de Recuperação de Empresas e Falências, com ênfase no instituto do plano de recuperação judicial, que é aquele que irá estabelecer o futuro da empresa. Dessa forma, sanear a crise econômico-financeira do empresário ou da sociedade empresária, buscando preservar sua atividade e, assegurar seu fim social.

2 Portanto, apesar de a recuperação judicial guardar certa semelhança com a concordata, especialmente a preventiva, não se confunde com esta, não só pela diferença essencial de estar à concordata contida como um favor legal, mas, principalmente, por terem objetivos distintos, não há mais a primazia do direito dos credores, mas, sim, a intenção de proporcionar a preservação da empresa, da fonte produtora. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA A Lei de Recuperação de Empresas e Falências veio para atualizar o nosso sistema até então utilizado, esta reforma foi necessária em vista da necessidade de se dar maior segurança jurídica às partes envolvidas pela crise do devedor e delinear um caminho mais seguro na busca pela efetiva recuperação da empresa que se encontra em dificuldade econômico-financeira e, não somente a liquidação como ocorria na disciplina do revogado Decreto-Lei de Para este fim, mencionado decreto possuía como mecanismo o instituto da falência e o da concordata que acabou por não ser mais compatível com a economia atual, que necessita de mecanismos capazes de preservar empresas que se mostrarem viáveis devido às implicações geradas no mercado com a falência de uma empresa. A alguns princípios que devemos levar em consideração para aplicação da lei de Falência e Recuperação Judicial, a preservação da empresa, separação dos conceitos de empresa e de empresário, recuperação das sociedades e empresários recuperáveis, retirada do mercado de sociedades ou empresários não recuperáveis, proteção aos trabalhadores, redução do custo do crédito no Brasil, celeridade e eficiência dos processos judiciais, segurança jurídica, participação ativa dos credores, maximização do valor dos ativos do falido, desburocratização da recuperação de microempresas e empresas de pequeno porte e rigor na punição de crimes relacionados à falência e à recuperação de empresas. Um dos objetivos apontado por Rubens Approbato Machado: A Recuperação Judicial tem por objetivo viabilizar a superação da situação de crise econômico-financeira do devedor, a fim de permitir a manutenção da fonte produtora, do emprego dos trabalhadores e dos interesses dos

3 credores, promovendo, assim, a preservação da empresa, sua função social e o estimulo à atividade econômica 1. No sistema anterior, as alternativas da lei eram a concordata preventiva ou suspensiva e a falência. Agora, a nova lei, além de eliminar a concordata, cria dois novos procedimentos, a recuperação extrajudicial e a recuperação judicial, além de manter, e aprimorar, o instituto da falência. Também passaram a ser contempladas na Lei de Recuperação de Empresas, a situação das micros e pequenas empresas, que não eram abrangidas na antiga Lei de Falências e agora gozam de um regime especial. Em estudo realizado pelos consultores Humberto Lucena Pereira da Fonseca e Marcos Antônio Köhler, à Consultoria Legislativa do Senado Federal, que esclarecem com propriedade as principais inovações da Lei de Recuperação de Empresas, observa-se: A conjuntura inaugurada no Brasil pela LRE, de modo algum implica em fácil transição, de um modelo limitado e anacrônico, criado sob a ótica vigente na primeira metade do século passado, para um modelo baseado no entendimento das causas e efeitos da falência sob aspecto mais amplo e harmônico à contemporaneidade, mas que se encontra ainda em fase de evolução. Sendo que, a LRE se resume na efetiva recuperação de empresas em crise, porém viáveis, visando a sua perenidade, restando comprovado que o desaparecimento destes entes gera uma cadeia de prejuízos com a eliminação de empregos, redução na arrecadação tributária, bem como, se tem por certo que outras conseqüências imprevisíveis ao mercado e a toda sociedade, inescapavelmente, surgirão 2. Deste modo apesar de ser um acordo entre o devedor empresário e seus credores, deve-se ter em mente que nem toda empresa merece ou deve ser recuperada, pois o ônus dessa reorganização recai sobre a sociedade brasileira. Por isso, o Judiciário deve ser criterioso nessa definição e apenas as empresas viáveis devem ser objeto de recuperação. E o empresário deve se mostrar digno desse benefício. 1 MACHADO, Rubens Approbato. Comentários à Nova Lei de Falência e Recuperação de Empresas, Doutrina e Prática. 2 edição. São Paulo: Editora Quartier Latin do Brasil, P FONSESA, Humberto Lucena Pereira da. KÖHLER, Marcos Antônio. A nova lei de falências e o instituto da recuperação extrajudicial. Senado Federal. Texto para discussão nº 22.

4 CONCLUSÃO Antes da edição da Lei de Recuperação de Empresas e Falência em vigor hoje, sucedia frequentemente aplicar-se o dispendioso processo da Lei de Falência e Concordata. A presença de mecanismos capazes de punir com eficácia as empresas inadimplentes é essencial para aumentar a eficiência e a produtividade da economia de um país. A imposição de uma punição correta é basilar para o bom funcionamento do mercado de crédito. Tal situação poderá ocasionar o fechamento de empresas saudáveis, viáveis que passam por meros problemas de liquidez temporários. Por outro lado a punição não pode ser tão singela a ponto de gerar insegurança no mercado, mostrando que o grande desafio é encontrar um meio termo. A Lei de Recuperação de Empresas e Falência chegou para extinguir a figura da concordata, a qual há muito já não era utilizado para o fim destinado, que seria a recuperação efetiva de uma empresa. Com a recuperação judicial a empresa com dificuldades financeiras reconhecidas pelo Poder Judiciário já poderia ter sua viabilidade econômica analisada por meio da apresentação de um plano de recuperação. Sendo que este plano não fica mais limitado há previsão legal, mas será aberto para discussão entre credores e devedor. Havendo acordo entre as partes o juiz homologará o plano, dando sequência assim a recuperação judicial. A recuperação judicial trouxe meios variados para a recuperação da empresa em crise, e não apenas a dilatação de prazos de pagamento ou remissão de dívidas. A empresa em crise utilizará o plano de recuperação para mostrar os meios que empregará para obter o sucesso e a superação da crise econômicofinanceira, ficando claro assim quais os remédios que serão utilizados para sanar a crise e obter a aceitação do plano de recuperação por seus credores. Por fim, são visíveis as mudanças trazidas pela Lei de Recuperação de Empresas e Falência, uma vez que acompanha evolução da sociedade, trazendo mais garantias aos credores e ao devedor. Sendo esta, o meio mais eficaz e menos oneroso para que a empresa se recupere e volte a cumprir sua função social.

5 REFERÊNCIAS FONSESA, Humberto Lucena Pereira da. KÖHLER, Marcos Antônio. A nova lei de falências e o instituto da recuperação extrajudicial. Senado Federal. Texto para discussão nº 22. MACHADO, Rubens Approbato. Comentários à Nova Lei de Falência e Recuperação de Empresas, Doutrina e Prática. 2 edição. São Paulo: Editora Quartier Latin do Brasil, 2007.

O IMPACTO DA NOVA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIA NA EFETIVAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DA PRESERVAÇÃO E DA FUNÇÃO SOCIAL DA EMPRESA

O IMPACTO DA NOVA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIA NA EFETIVAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DA PRESERVAÇÃO E DA FUNÇÃO SOCIAL DA EMPRESA USCS UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL PLANO DE TRABALHO EM INICIAÇÃO CIENTÍFICA MARLOÍ MAYUMI KANASHIRO O IMPACTO DA NOVA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIA NA EFETIVAÇÃO DOS PRINCÍPIOS

Leia mais

DIREITO FALIMENTAR. Conceito de falência. Direito Falimentar - Prof. Armindo AULA 1 1. Falência (do latim fallere e do grego sphallein ):

DIREITO FALIMENTAR. Conceito de falência. Direito Falimentar - Prof. Armindo AULA 1 1. Falência (do latim fallere e do grego sphallein ): DIREITO FALIMENTAR ARMINDO DE CASTRO JÚNIOR E-mail: armindocastro@uol.com.br Homepage: www.armindo.com.br Facebook: Armindo Castro Celular: (82) 9143-7312 Conceito de falência Falência (do latim fallere

Leia mais

REESTRUTURAÇÃO E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS

REESTRUTURAÇÃO E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS REESTRUTURAÇÃO E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS R EESTRUTURAÇÃO E R As crises econômicas experimentadas por diversos países recentemente são o reflexo da nova realidade econômica mundial Cenário A velocidade

Leia mais

A RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA PARMALAT.

A RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA PARMALAT. 1 A RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA PARMALAT. Vinicius Leal Batista de Andrade 1 RESUMO A empresa seus aspectos e características, notas breves sobre o que venha ser uma empresa, sua função. Recuperação judicial,

Leia mais

DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO NA RECUPERAÇÃO E NA FALÊNCIA DE EMPRESÁRIO OU SOCIEDADE EMPRESÁRIA

DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO NA RECUPERAÇÃO E NA FALÊNCIA DE EMPRESÁRIO OU SOCIEDADE EMPRESÁRIA DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO NA RECUPERAÇÃO E NA FALÊNCIA DE EMPRESÁRIO OU SOCIEDADE EMPRESÁRIA José da Silva Pacheco SUMÁRIO: 1. Introdução. 2. Da nova lei sobre recuperação judicial e falência. 2.1. Da referida

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO PROJETO DE LEI N o 2.586, DE 2015 Altera o art. 52 da Lei nº 11.101, de 9 de fevereiro de 2005, para permitir que o juiz tenha mais discricionariedade

Leia mais

- RECUPERAÇÃO JUDICIAL - Preservação da atividade e função social da empresa. É um contrato judicial, sendo este apenas homologado pelo juiz.

- RECUPERAÇÃO JUDICIAL - Preservação da atividade e função social da empresa. É um contrato judicial, sendo este apenas homologado pelo juiz. Turma e Ano: Flex B (2013) Matéria / Aula: Direito Empresarial / Aula 09 Professor: Thiago Carapetcov Conteúdo: Recuperação Judicial. - RECUPERAÇÃO JUDICIAL - Fundamento: Preservação da atividade e função

Leia mais

DO PARCELAMENTO DO DÉBITO TRIBUTÁRIO DO DEVEDOR EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL

DO PARCELAMENTO DO DÉBITO TRIBUTÁRIO DO DEVEDOR EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DO PARCELAMENTO DO DÉBITO TRIBUTÁRIO DO DEVEDOR EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL José da Silva Pacheco SUMÁRIO: 1. Introdução. 2. Do projeto sobre parcelamento dos créditos tributários de devedores em recuperação

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DAS EMPRESAS. Francisco Guilherme Braga de Mesquita Advogado

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DAS EMPRESAS. Francisco Guilherme Braga de Mesquita Advogado TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DAS EMPRESAS Francisco Guilherme Braga de Mesquita Advogado Neste estudo, procuraremos trazer algumas considerações

Leia mais

Efeitos da sucessão no Direito Tributário. Os efeitos da sucessão estão regulados no art. 133 do CTN nos seguintes termos:

Efeitos da sucessão no Direito Tributário. Os efeitos da sucessão estão regulados no art. 133 do CTN nos seguintes termos: Efeitos da sucessão no Direito Tributário Kiyoshi Harada Os efeitos da sucessão estão regulados no art. 133 do CTN nos seguintes termos: Art. 133. A pessoa natural ou jurídica de direito privado que adquirir

Leia mais

Apresentação 8 de Fevereiro de 2012

Apresentação 8 de Fevereiro de 2012 Apresentação 8 de Fevereiro de 2012 Programa REVITALIZAR Apresentação Pública Lisboa, Ministério da Economia e do Emprego 8 Fevereiro 2012 O Programa REVITALIZAR é uma iniciativa do Governo que tem por

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO JURÍDICA Disciplina: Direito Comercial Tema: Recuperação Judicial Prof.: Alexandre Gialluca Data: 12/04/2007 RESUMO

CURSO DE ATUALIZAÇÃO JURÍDICA Disciplina: Direito Comercial Tema: Recuperação Judicial Prof.: Alexandre Gialluca Data: 12/04/2007 RESUMO RESUMO 1) Falência. Continuação. 1.1) Da realização ativo. Art. 108, Lei 11.101/05. O administrador Judicial providenciará a realização do ativo. Pode ser por: leilão; proposta fechada ou pregão O porduto

Leia mais

REGIMES ESPECIAIS PARA RESOLUÇÃO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NO BRASIL: PREMISSAS DO MODELO VIGENTE E NECESSIDADE DE REESTRUTURAÇÃO

REGIMES ESPECIAIS PARA RESOLUÇÃO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NO BRASIL: PREMISSAS DO MODELO VIGENTE E NECESSIDADE DE REESTRUTURAÇÃO REGIMES ESPECIAIS PARA RESOLUÇÃO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NO BRASIL: PREMISSAS DO MODELO VIGENTE E NECESSIDADE DE REESTRUTURAÇÃO Seminário Internacional sobre Regimes de Resolução no Sistema Financeiro

Leia mais

Contatos RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS. Conectando Oportunidades em Fusões & Aquisições LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS (LEI Nº 11.101, DE 09/02/2005).

Contatos RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS. Conectando Oportunidades em Fusões & Aquisições LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS (LEI Nº 11.101, DE 09/02/2005). A nova legislação brasileira destinada às empresas em dificuldades econômico-financeiras. Lei de Recuperação de Empresas disciplina a recuperação judicial, a recuperação extrajudicial. Aspectos legais.

Leia mais

Alterações ao Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas

Alterações ao Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas Alterações ao Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas O Governo divulgou recentemente um conjunto de medidas de revisão e aperfeiçoamento do atual Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas,

Leia mais

EMENTÁRIO Curso: Direito Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL IV Período: 6 Período. Carga Horária: 72H/a: EMENTA

EMENTÁRIO Curso: Direito Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL IV Período: 6 Período. Carga Horária: 72H/a: EMENTA EMENTÁRIO Curso: Direito Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL IV Período: 6 Período Carga Horária: 72H/a: EMENTA Teoria geral do direito falimentar. Processo falimentar: Fases do processo de falência. Administração

Leia mais

Turnaround de Empresas da reestruturação à recuperação judicial Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração

Turnaround de Empresas da reestruturação à recuperação judicial Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo atual exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO.

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO. ** 1 COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO. PROJETO DE LEI N o 6.279, DE 2013 Altera a lei que regula a recuperação judicial, a extrajudicial e a falência do empresário e da sociedade

Leia mais

Principais mudanças na nova Lei de Falência

Principais mudanças na nova Lei de Falência BuscaLegis.ccj.ufsc.br Principais mudanças na nova Lei de Falência Clovis Brasil Pereira advogado em Guarulhos (SP), especialista em processo civil pelas Faculdades Integradas de Guarulhos, mestrando em

Leia mais

PARÂMETROS PARA A NOMEAÇÃO DO ADMINISTRADOR JUDICIAL E FIXAÇÃO DOS SEUS HONORÁRIOS NA RECUPERAÇÃO JUDICIAL

PARÂMETROS PARA A NOMEAÇÃO DO ADMINISTRADOR JUDICIAL E FIXAÇÃO DOS SEUS HONORÁRIOS NA RECUPERAÇÃO JUDICIAL PARÂMETROS PARA A NOMEAÇÃO DO ADMINISTRADOR JUDICIAL E FIXAÇÃO DOS SEUS HONORÁRIOS NA RECUPERAÇÃO JUDICIAL Luiz Alberto Carvalho Alves Juiz de Direito Titular da 3 a Vara Empresarial do RJ A Lei n o 11.101/05

Leia mais

Considerando que a Officer S.A. Distribuidora de Produtos de Tecnologia. ( Officer ) encontra-se em processo de recuperação judicial, conforme

Considerando que a Officer S.A. Distribuidora de Produtos de Tecnologia. ( Officer ) encontra-se em processo de recuperação judicial, conforme São Paulo, 26 de outubro de 2015. C O M U N I C A D O A O S F O R N E C E D O R E S E R E V E N D A S D A O F F I C E R D I S T R I B U I D O R A Prezado Parceiro, Considerando que a Officer S.A. Distribuidora

Leia mais

A BARREIRA DA PROPRIEDADE FIDUCIÁRIA NA RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS

A BARREIRA DA PROPRIEDADE FIDUCIÁRIA NA RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS A BARREIRA DA PROPRIEDADE FIDUCIÁRIA NA RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS Hessen Handeri de Lima 1 RESUMO Este artigo pretende analisar a figura da propriedade fiduciária dentro do processo de recuperação

Leia mais

EMENTÁRIO Curso: Direito Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL IV EMENTA

EMENTÁRIO Curso: Direito Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL IV EMENTA EMENTÁRIO Curso: Direito Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL IV Período: 6 Período Carga Horária: 72H/a: EMENTA Teoria geral do direito falimentar. Processo falimentar: Fases do processo de falência. Administração

Leia mais

São Paulo Rio de Janeiro Brasília Curitiba Porto Alegre Recife Belo Horizonte. Londres Lisboa Shanghai Miami Buenos Aires

São Paulo Rio de Janeiro Brasília Curitiba Porto Alegre Recife Belo Horizonte. Londres Lisboa Shanghai Miami Buenos Aires São Paulo Rio de Janeiro Brasília Curitiba Porto Alegre Recife Belo Horizonte Londres Lisboa Shanghai Miami Buenos Aires A Recuperação de Empresas e a Falência no Brasil Mirella da Costa Andreola Diretora

Leia mais

2. Idade Média Enquanto no período anterior, marca-se pela iniciativa dos próprios credores, com escassa ingerência do Poder Público.

2. Idade Média Enquanto no período anterior, marca-se pela iniciativa dos próprios credores, com escassa ingerência do Poder Público. Histórico do Direito Falimentar 1. Direito Romano A falência é tem relação com o próprio conceito de obrigação. Inicialmente, o devedor respondia por suas obrigações com a liberdade e até mesmo com a própria

Leia mais

Recuperação Extrajudicial de Empresas em Crise Financeira. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Recuperação Extrajudicial de Empresas em Crise Financeira. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda de Empresas em Crise Financeira Lei nº 11.101, de 09 de fevereiro de 2005 Companhias em Crise Principais Causas: Desvalorização do Real; Problemas setoriais; Concentração de vencimentos; Alavancagem excessiva;

Leia mais

A LEI DE FALÊNCIAS E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS: PANORAMA GERAL E ASPECTOS PRÁTICOS GUILIANO COLOMBO

A LEI DE FALÊNCIAS E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS: PANORAMA GERAL E ASPECTOS PRÁTICOS GUILIANO COLOMBO A LEI DE FALÊNCIAS E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS: PANORAMA GERAL E ASPECTOS PRÁTICOS GUILIANO COLOMBO NOVO SISTEMA FALIMENTAR BRASILEIRO OBJETIVOS: LEI nº 11.101, de 9.2.2005: evitar a liquidação de empresas

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL. Falência e Recuperação de Empresas

DIREITO EMPRESARIAL. Falência e Recuperação de Empresas Falência e Recuperação de Empresas 1. Considere as afirmativas a respeito das manifestações processuais nos processos de falência e de recuperação judicial de empresas, nos termos da Lei 11.101/05: I.

Leia mais

PLANO/ ACORDO DE RECUPERAÇÃO

PLANO/ ACORDO DE RECUPERAÇÃO CONFERÊNCIA PLANO/ ACORDO DE RECUPERAÇÃO A. Raposo Subtil FINALIDADE DOS PLANOS/ ACORDOS PROCESSO DE INSOLVÊNCIA Art. 1º, do CIRE - Lei nº 16/2012, de 20-04 ( ) satisfação dos credores pela forma prevista

Leia mais

Enquadramento Geral (I)

Enquadramento Geral (I) Enquadramento Geral (I) A crise económica e financeira do País tem causado significativos danos no tecido empresarial, com especial incidência nas PME; As dificuldades económicas, a par das dificuldades

Leia mais

Perícia Judicial Contábil: ênfase na nova regulamentação de falências e concordatas

Perícia Judicial Contábil: ênfase na nova regulamentação de falências e concordatas Perícia Judicial Contábil: ênfase na nova regulamentação de falências e concordatas Prof.: Ms. Marcelo Francisco Nogueira 9º Congresso de Iniciação e Produção Científica 8º Seminário de Extensão da Metodista

Leia mais

Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação

Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação Anexo 1.2.7 : Modelo de instrumento de cessão de crédito sem coobrigação INSTRUMENTO PARTICULAR DE CESSÃO DE CRÉDITOS SEM COOBRIGAÇÃO Por este instrumento, as partes a seguir designadas e qualificadas,

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL B Código: DV 450

PLANO DE ENSINO. Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL B Código: DV 450 PLANO DE ENSINO Disciplina: DIREITO EMPRESARIAL B Código: DV 450 Pré-requisito: Direito Civil A, B. Carga horária: 90 (noventa) horas aula Créditos: 6 (seis) Natureza: anual Docente: EMENTA Sociedades

Leia mais

Utilizava-se como sinônimo de falência a expressão quebra, haja vista que, a banca dos devedores era quebrada pelos credores.

Utilizava-se como sinônimo de falência a expressão quebra, haja vista que, a banca dos devedores era quebrada pelos credores. Legislação Societária / Direito Comercial Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 33 NOVA LEI DE FALÊNCIA E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS FALÊNCIA: Evolução do Instituto - a palavra "falência" vem do latim: fallere

Leia mais

NOVA LEI DE FALÊNCIAS: RECUPERAÇÃO JUDICIAL

NOVA LEI DE FALÊNCIAS: RECUPERAÇÃO JUDICIAL NOVA LEI DE FALÊNCIAS: RECUPERAÇÃO JUDICIAL Iran Santos Nunes a Iran Santos Nunes Júnior b Márcio Medeiros Oliveira c Mariana Pirkel Tsukahara d RESUMO A Lei nº 11.101/2005, apelidada de Nova Lei de Falências,

Leia mais

REFERENCIAIS TEÓRICO-METODOLÓGICOS

REFERENCIAIS TEÓRICO-METODOLÓGICOS 1 TRIBUTOS E ENCARGOS PREVIDENCIÁRIOS PARA MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE NEVES. B. K. B. Resumo: O resumo trata, dos tributos e encargos previdenciários das Micro Empresa e Empresa de Pequeno

Leia mais

Direito Empresarial Dr. José Rodrigo

Direito Empresarial Dr. José Rodrigo 1 Falência e Recuperação de Empresas 1. Considere as afirmativas a respeito das manifestações processuais nos processos de falência e de recuperação judicial de empresas, nos termos da Lei 11.101/05: I.

Leia mais

Palavras-chave: Parcelamento tributário, recuperação judicial, lei específica.

Palavras-chave: Parcelamento tributário, recuperação judicial, lei específica. Resumo: Objetivando facilitar a recuperação das empresas que estão em dificuldades financeiras, foi editada a Lei Complementar 118/ 2005, que incluiu dois parágrafos ao art. 155-A do CTN, quais sejam o

Leia mais

pela Lei n.º 11.101, de 9 de Fevereiro de 2005, sendo aplicável ao empresário e à sociedade empresária.

pela Lei n.º 11.101, de 9 de Fevereiro de 2005, sendo aplicável ao empresário e à sociedade empresária. Recuperação de Empresas do Setor Educacional Thiago Graça Couto Advogado Associado da Covac Sociedade de Advogados, especialista em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio

Leia mais

DE EMPRESAS. Um manual de negociação para credores e devedores APOIO: Publicação do Conselho de Assuntos Jurídicos da Associação Comercial de Minas

DE EMPRESAS. Um manual de negociação para credores e devedores APOIO: Publicação do Conselho de Assuntos Jurídicos da Associação Comercial de Minas RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS Um manual de negociação para credores e devedores Publicação do Conselho de Assuntos Jurídicos da Associação Comercial de Minas APOIO: 2 RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS NOVA CONTRIBUIÇÃO

Leia mais

A FAZENDA PÚBLICA X PROCESSO FALIMENTAR: Pode a Fazenda Pública. Resumo: Surge com a Lei nº 11.101/2005 novos institutos, como o da Recuperação

A FAZENDA PÚBLICA X PROCESSO FALIMENTAR: Pode a Fazenda Pública. Resumo: Surge com a Lei nº 11.101/2005 novos institutos, como o da Recuperação A FAZENDA PÚBLICA X PROCESSO FALIMENTAR: Pode a Fazenda Pública requerer a falência do contribuinte empresário? Emerson Luiz Xavier Pereira 1 Resumo: Surge com a Lei nº 11.101/2005 novos institutos, como

Leia mais

A FUNÇÃO SOCIAL DA EMPRESA NA LEI Nº 11.101/2005. Carla Bonomo 1, Pedro Teófilo de Sá 2

A FUNÇÃO SOCIAL DA EMPRESA NA LEI Nº 11.101/2005. Carla Bonomo 1, Pedro Teófilo de Sá 2 Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 1 A FUNÇÃO SOCIAL DA EMPRESA NA LEI Nº 11.101/2005 Carla Bonomo 1, Pedro Teófilo de Sá 2 1 Direito Universidade Estadual

Leia mais

Questão 1. Sobre a ação de responsabilidade prevista no art. 159 da Lei das Sociedades Anônimas e sobre a Teoria da Aparência:

Questão 1. Sobre a ação de responsabilidade prevista no art. 159 da Lei das Sociedades Anônimas e sobre a Teoria da Aparência: PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 Questão 1. Sobre a ação de responsabilidade prevista no art. 159 da Lei das Sociedades Anônimas e sobre a Teoria da Aparência: I. A ação

Leia mais

(**) Renegociação de divida representada por Acordo Judicial

(**) Renegociação de divida representada por Acordo Judicial São Paulo, 15 de maio de 2015. À Comissão de es Mobiliários ( CVM ) Gerência de Acompanhamento de Fundos Estruturados - GIE Rua Sete de Setembro, 111 30º andar 20159-900 - Rio de Janeiro - RJ REF.: RELATÓRIO

Leia mais

RECUPERAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL

RECUPERAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS MATERIAL DIDÁTICO RECUPERAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL DIREITO COMERCIAL E LEGISLAÇÃO SOCIETÁRIA 3º SEMESTRE PROFESSORA PAOLA JULIEN OLIVEIRA DOS SANTOS ESPECIALISTA EM PROCESSO..

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Empecilhos à utilização da recuperação extrajudicial Marcel Leonardi* SUMÁRIO: 1. A Lei 11.101/2005: mudança de paradigma. 2. A manutenção da sucessão tributária nas hipóteses de

Leia mais

Contribuições referentes à Audiência Pública ANEEL 072/2012

Contribuições referentes à Audiência Pública ANEEL 072/2012 Contribuições referentes à Audiência Pública ANEEL 072/2012 Objetivo: obter subsídios para o aprimoramento do mecanismo de garantias financeiras associadas à liquidação financeira do Mercado de Curto Prazo

Leia mais

Sumário. Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos... 11. Roteiro simplificado da Falência... 13

Sumário. Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos... 11. Roteiro simplificado da Falência... 13 Lei de Falência e Recuperação de Empresas Sumário Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos... 11 Roteiro simplificado da Falência... 13 Roteiro simplificado da Recuperação Judicial... 15 Resumo

Leia mais

6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 NEGRÃO, Ricardo. Manual de direito comercial e de empresa: falências e concordatas. Intervenção e liquidação

Leia mais

Inserindo-se no tema maior objeto do presente Encontro a recuperação

Inserindo-se no tema maior objeto do presente Encontro a recuperação RECUPERAÇÃO JUDICIAL E EMPREGADOS. BREVES COMENTÁRIOS Gisela de Castro Chamoun * Inserindo-se no tema maior objeto do presente Encontro a recuperação judicial e seus reflexos nos créditos trabalhistas

Leia mais

FERRAMENTAS PARA O EMPRESÁRIO SUPERAR A SITUAÇÃO DE CRISE ECONÔMICO-FINANCEIRA COM A NOVA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIAS

FERRAMENTAS PARA O EMPRESÁRIO SUPERAR A SITUAÇÃO DE CRISE ECONÔMICO-FINANCEIRA COM A NOVA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIAS FERRAMENTAS PARA O EMPRESÁRIO SUPERAR A SITUAÇÃO DE CRISE ECONÔMICO-FINANCEIRA COM A NOVA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIAS Alexandre Cezar Florio. Líbia Cristiane Corrêa de Andrade e Florio.

Leia mais

Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência Decreto-lei nº 7.661, de 21 de junho de 1945 Lei de Falências revogado. Lei nº 11.101, de 09 de fevereiro de

Leia mais

Direito Empresarial III Falência e Recuperação. Foed Saliba Smaka Jr. Direito ISEPE.

Direito Empresarial III Falência e Recuperação. Foed Saliba Smaka Jr. Direito ISEPE. Direito Empresarial III Falência e Recuperação Foed Saliba Smaka Jr. Direito ISEPE. Introdução Direito Falimentar Falência Recuperação Judicial Recuperação Extrajudicial Direito Falimentar. Provas: 29/09

Leia mais

Nota do autor, xv. 6 Nome Empresarial, 48 6.1 Conceito e função do nome empresarial, 48 6.2 O nome do empresário individual, 49

Nota do autor, xv. 6 Nome Empresarial, 48 6.1 Conceito e função do nome empresarial, 48 6.2 O nome do empresário individual, 49 Nota do autor, xv Parte I - Teoria Geral da Empresa, 1 1 Introdução ao Direito de Empresa, 3 1.1 Considerações gerais, 3 1.2 Escorço histórico: do direito comercial ao direito de empresa, 4 1.3 Fontes

Leia mais

Desafios da nova lei

Desafios da nova lei artigoquestãojurídica Desafios da nova lei de falências brasileira Recuperação Judicial 400 350 300 250 200 250 150 100 Sem. 05 Sem. 06 Sem. 06 Sem. 07 Sem. 07 Sem. 08 Sem. 08 Pedidos Concedidas Aprovadas

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEAcc-SP 2/2005

RESOLUÇÃO CONSEAcc-SP 2/2005 RESOLUÇÃO CONSEAcc-SP 2/2005 ALTERA AS EMENTAS E CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DAS DISCIPLINAS CH1301 - COMERCIAL I, CH1306 - COMERCIAL II E CH1308 - COMERCIAL III, DO CURSO DE, DO CÂMPUS DE SÃO PAULO, DA UNIVERSIDADE

Leia mais

DISCIPLINA: Falência e Recuperação Empresarial CH total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: 10º Semestre

DISCIPLINA: Falência e Recuperação Empresarial CH total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: 10º Semestre DISCIPLINA: Falência e Recuperação Empresarial CH total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: 10º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR165 1. EMENTA: Teoria geral do direito falimentar. Processo falimentar.

Leia mais

A D V O G A D O S. Apresentação

A D V O G A D O S. Apresentação Apresentação O Escritório de Advocacia Gomes e Mello Frota Advogados destaca-se no meio jurídico como uma forte referência em função da equipe que o compõe, e da respeitabilidade que a mesma possui. Este

Leia mais

BREVE ANÁLISE SOBRE A EFETIVIDADE DA NOVA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIAS

BREVE ANÁLISE SOBRE A EFETIVIDADE DA NOVA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIAS 1 BREVE ANÁLISE SOBRE A EFETIVIDADE DA NOVA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIAS Paula Neumann dos Santos 1 Alberto Wunderlich 2 RESUMO: O antigo Decreto lei 7.661/45, vigorou em nosso ordenamento

Leia mais

Texto integral de Proposições

Texto integral de Proposições Texto integral de Proposições PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2007 Altera a Lei nº 1.411, de 13 de agosto de 1951, para atualizar a regulamentação do exercício da profissão de Economista e dá outras providências.

Leia mais

Limitações na ação de consignação em pagamento. Sumário: 1 Conceito. 2 Sua disciplina legal. 3 Limites da ação em consignação em pagamento.

Limitações na ação de consignação em pagamento. Sumário: 1 Conceito. 2 Sua disciplina legal. 3 Limites da ação em consignação em pagamento. Limitações na ação de consignação em pagamento Kiyoshi Harada* Sumário: 1 Conceito. 2 Sua disciplina legal. 3 Limites da ação em consignação em pagamento. 1 Conceito O que significa consignação em pagamento?

Leia mais

CARTILHA A RECUPERAÇÃO JUDICIAL: RECUPERAÇÃO JUDICIAL. Principais Temas e Questões Polêmicas

CARTILHA A RECUPERAÇÃO JUDICIAL: RECUPERAÇÃO JUDICIAL. Principais Temas e Questões Polêmicas CARTILHA A RECUPERAÇÃO JUDICIAL: RECUPERAÇÃO JUDICIAL Principais Temas e Questões Polêmicas 1 Prezados Srs., No intuito de aproximar a Ordem dos Advogados do Brasil Seção Minas Gerais com o empresariado

Leia mais

ACÓRDÃO li ii ii uni uni mu mii um um nu m

ACÓRDÃO li ii ii uni uni mu mii um um nu m TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA 7 0 REGISTRADO(A) SOB N ACÓRDÃO li ii ii uni uni mu mii um um nu m Vistos, relatados e discutidos estes autos

Leia mais

A sociedade de propósito específico e a recuperação judicial

A sociedade de propósito específico e a recuperação judicial 1 A sociedade de propósito específico e a recuperação judicial Antônio Augusto Bello Ribeiro Da Cruz Mestre em Direito Empresarial pela FDMC em 2012 Resumo Este trabalho tem por objetivo traçar linhas

Leia mais

ipea A NOVA LEI DE FALÊNCIAS E AS EMPRESAS RECUPERADAS SOB O SISTEMA DA AUTOGESTÃO

ipea A NOVA LEI DE FALÊNCIAS E AS EMPRESAS RECUPERADAS SOB O SISTEMA DA AUTOGESTÃO A NOVA LEI DE FALÊNCIAS E AS EMPRESAS RECUPERADAS SOB O SISTEMA DA AUTOGESTÃO Wagner Augusto Gonçalves * As empresas recuperadas pelos trabalhadores, assim como os demais empreendimentos autogestionários,

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL PROFESSORA ELISABETE VIDO

DIREITO EMPRESARIAL PROFESSORA ELISABETE VIDO DIREITO EMPRESARIAL PROFESSORA ELISABETE VIDO SUMÁRIO 1. EVOLUÇÃO HISTÓRICA 2. TEORIA DA EMPRESA 3. ATIVIDADE EMPRESARIAL 4. EMPRESÁRIO INDIVIDUAL 5. ATIVIDADE RURAL 6. EMPRESÁRIO INDIVIDUAL REGULAR X

Leia mais

Quais são as 4 principais certidões indispensável para participar em uma licitação?

Quais são as 4 principais certidões indispensável para participar em uma licitação? Quais são as 4 principais certidões indispensável para participar em uma licitação? As certidões indispensáveis à participação nas licitações, conforme previsto no artigo 27 da Lei 8.666/93, são: certidão

Leia mais

Agradeço o convite da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento

Agradeço o convite da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento EFEITOS DA NOVA LEI DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIA NO PROCESSO DO TRABALHO Paulo Penalva Santos * Agradeço o convite da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE DIREITO PLANO DE ENSINO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE DIREITO PLANO DE ENSINO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE DIREITO PLANO DE ENSINO CURSO DIREITO DISCIPLINA DIREITO EMPRESARIAL IV PROFESSOR Ms. TATYANE KAREN DA SILVA

Leia mais

EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA

EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA 174 EMPRESA INDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA KATYLENE COLLYER PIRES DE FIGUEIREDO¹ Inspirada na Palestra dos Professores Leonardo Marques e Monica Gusmão. Está em vigor desde janeiro a Lei nº 12.441,

Leia mais

TÍTULO: O TRATAMENTO DOS CRÉDITOS DE NATUREZA FISCAL NOS PROCESSOS DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL E FALÊNCIA DE ACORDO COM A LEI N. 11.

TÍTULO: O TRATAMENTO DOS CRÉDITOS DE NATUREZA FISCAL NOS PROCESSOS DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL E FALÊNCIA DE ACORDO COM A LEI N. 11. TÍTULO: O TRATAMENTO DOS CRÉDITOS DE NATUREZA FISCAL NOS PROCESSOS DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL E FALÊNCIA DE ACORDO COM A LEI N. 11.101/2005 CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: DIREITO

Leia mais

PINHEIRO NETO ADVOGADOS

PINHEIRO NETO ADVOGADOS PINHEIRO NETO ADVOGADOS www.pinheiro neto.com.br pna@pinheironeto.com.br R. Boa Vista, 254, 9º andar Av.Nilo Peçanha, 11, 8º andar SCS, Quadra 1, Bloco I, 6º andar 76, Shoe Lane São Paulo - SP Ed. Jockey

Leia mais

PROJETO DE LEI. I - certidões atualizadas de domínio e de ônus reais do imóvel;

PROJETO DE LEI. I - certidões atualizadas de domínio e de ônus reais do imóvel; PROJETO DE LEI Altera o Decreto-Lei n o 3.365, de 21 de junho de 1941, que dispõe sobre desapropriações por utilidade pública. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1 o Os arts. 15, 26 e 32 do Decreto-Lei

Leia mais

A importância da Recuperação Judicial em substituição ao instituto da concordata. RESUMO

A importância da Recuperação Judicial em substituição ao instituto da concordata. RESUMO 1 A importância da Recuperação Judicial em substituição ao instituto da concordata. Fábio de Holanda Monteiro 1 Maria Isabel Boavista Gomes Castelo Branco Marques 2 Maria Leonildes Boavista Gomes Castelo

Leia mais

II Curso de Recuperação Judicial, Recuperação Extrajudicial e Falência

II Curso de Recuperação Judicial, Recuperação Extrajudicial e Falência II Curso de Recuperação Judicial, Recuperação Extrajudicial e Falência NOVA DATA B R A S Í L I A - Hotel Nacional 26, 27, 28 de agosto de 2015 CRISE FINANCEIRA NA EMPRESA: Como enfrentá-la e vencê-la;

Leia mais

FRANCISCO HÉLIO SOARES BANDEIRA EMPRESAS EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL

FRANCISCO HÉLIO SOARES BANDEIRA EMPRESAS EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL FRANCISCO HÉLIO SOARES BANDEIRA EMPRESAS EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL Faculdade Metropolitana de Caieiras 2009 FRANCISCO HÉLIO SOARES BANDEIRA EMPRESAS EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL Trabalho final de graduação, apresentado

Leia mais

RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS CRISE OU OPORTUNIDADE NA CRISE

RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS CRISE OU OPORTUNIDADE NA CRISE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS CRISE OU OPORTUNIDADE NA CRISE Societário Proteção Visão Saídas 1 EMPREENDEDOR É aquele que acredita no que faz; Faz aquilo que acredita; E gerencia o que faz. A. Desconhecido

Leia mais

ALERT. Governo Federal publica Decreto que regulamenta a Lei Anticorrupção

ALERT. Governo Federal publica Decreto que regulamenta a Lei Anticorrupção 19 de março de 2015 ALERT Governo Federal publica Decreto que regulamenta a Lei Anticorrupção A equipe de Compliance do Aidar SBZ Advogados permanece à disposição para esclarecimentos adicionais. Contatos:

Leia mais

Recuperação de IVA em créditos incobráveis ou de cobrança duvidosa

Recuperação de IVA em créditos incobráveis ou de cobrança duvidosa Recuperação de IVA em créditos incobráveis ou de cobrança duvidosa Acção executiva, meios extra-judiciais e recuperação do IVA - Fundação Francisco Manuel dos Santos 13 de Maio de 2013 Base Comunitária

Leia mais

SIREVE (SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS POR VIA EXTRAJUDICIAL)

SIREVE (SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS POR VIA EXTRAJUDICIAL) SIREVE (SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS POR VIA EXTRAJUDICIAL) Condições de Acesso (Decreto Lei n.º 178/2012 de 3 de Agosto) 0 SIREVE (SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS POR VIA EXTRAJUDICIAL) Entrada

Leia mais

Resumo Aula-tema 05: Legislação empresarial especial

Resumo Aula-tema 05: Legislação empresarial especial Resumo Aula-tema 05: Legislação empresarial especial Em termos gerais, as relações jurídicas empresariais estão regidas pelo Código Civil de 2002. No entanto, sobre matérias específicas, existem leis específicas

Leia mais

PLANO DE ENSINO - CURSO SEMESTRAL - 2015

PLANO DE ENSINO - CURSO SEMESTRAL - 2015 21/02/2011 Página 1 de 5 PLANO DE ENSINO - CURSO SEMESTRAL - 2015 Disciplina FALÊNCIA E RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS Código 92 Curso Graduação Série 5º Período Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional

Leia mais

Sessão Solene de abertura do Ano Judicial Supremo Tribunal de Justiça 8 de outubro de 2015

Sessão Solene de abertura do Ano Judicial Supremo Tribunal de Justiça 8 de outubro de 2015 Sessão Solene de abertura do Ano Judicial Supremo Tribunal de Justiça 8 de outubro de 2015 1. Ao longo da legislatura que agora termina, fiz sempre questão de enfatizar, em todas as sessões de abertura

Leia mais

A LIMTAÇÃO AOS CRÉDITOS TRABALHISTAS NA NOVA LEI DE FALÊNCIAS E O PRINCÍPIO DA ISONOMIA

A LIMTAÇÃO AOS CRÉDITOS TRABALHISTAS NA NOVA LEI DE FALÊNCIAS E O PRINCÍPIO DA ISONOMIA A LIMTAÇÃO AOS CRÉDITOS TRABALHISTAS NA NOVA LEI DE FALÊNCIAS E O PRINCÍPIO DA ISONOMIA João Glicério de Oliveira Filho * SUMÁRIO: 1. Introdução; 2. Limitação aos créditos trabalhistas na falência; 3.

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO PARA O CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UFPR

REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO PARA O CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UFPR REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO PARA O CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UFPR DA NATUREZA Art.1 o No Projeto Pedagógico do Curso de Ciências Econômicas, as diretrizes curriculares incluem o estágio

Leia mais

PREFEITURAMUNICIPALDE MONTEALEGREDE MINAS

PREFEITURAMUNICIPALDE MONTEALEGREDE MINAS PREFEITURAMUNICIPALDE MONTEALEGREDE MINAS ADM.2001 I 2004 LEI COMPLEMENTAR N 044~DE 29 DE JUNHO DE 2004. DISPÕE SOBRE O PARCELAMENTO, A COMPENSAÇÃO, A DAÇÃO EM PAGAMENTO, REMISSÃO E REDUÇÃO DE MULTAS E

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Sr. Guilherme Campos) Dispõe sobre juros de mora e atualização monetária dos débitos judiciais. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Esta lei disciplina os juros de mora

Leia mais

Konecta Contact Center e Cobrança.

Konecta Contact Center e Cobrança. Konecta Contact Center e Cobrança. Projeto Konecta O inicio de uma parceria de sucesso. 2010 Konecta 1 Apresentação O mundo dos negócios pede inovação humana e tecnológica constantes. Experiência e capacitação

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 014 /2009

NOTA TÉCNICA Nº 014 /2009 NOTA TÉCNICA Nº 014 /2009 Brasília, 03 de dezembro de 2009. ÁREA: Jurídico TÍTULO: Proposta de alterações nas regras para pagamento de precatórios. REFERÊNCIA(S): art. 100 da Constituição Federal de 1988;

Leia mais

Núcleo de Pesquisa e Extensão do Curso de Direito NUPEDIR VII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MIC) 25 de novembro de 2014

Núcleo de Pesquisa e Extensão do Curso de Direito NUPEDIR VII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MIC) 25 de novembro de 2014 UM ESTUDO SOBRE OS CRÉDITOS EXTRACONCURSAIS RELATIVOS A DESPESAS COM FORNECEDORES DE BENS OU SERVIÇOS CONTRAÍDOS DURANTE A RECUPERAÇÃO JUDICIAL Luísa Gauer Anschau 1 Patrícia Heinen Griebeler 2 Scheila

Leia mais

Recuperação Judicial de Empresas LEI 11.101/2005

Recuperação Judicial de Empresas LEI 11.101/2005 Recuperação Judicial de Empresas LEI 11.101/2005 INDICE Relevância da Lei 11.101/2005 O significado de recuperar uma empresa Recuperações Judicial e Extrajudicial de empresas Vantagens e desvantagens Meios

Leia mais

BERJ PUBLICA BALANÇO DE 2007 AUDITADO (25/08/2008)

BERJ PUBLICA BALANÇO DE 2007 AUDITADO (25/08/2008) BERJ PUBLICA BALANÇO DE 2007 AUDITADO (25/08/2008) As Demonstrações Financeiras de 2007 do Berj foram publicadas no dia 22 de agosto de 2008, após serem auditadas PricewatershouseCoopers Auditores Independentes.

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO Pregão Presencial nº. 003/2008 Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EMENTA: AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

Leia mais

RECUPERAÇÃO JUDICIAL E FALÊNCIA PRAZOS NA LEI Nº 11.101/2005 OBJETO ARTIGO PRAZO

RECUPERAÇÃO JUDICIAL E FALÊNCIA PRAZOS NA LEI Nº 11.101/2005 OBJETO ARTIGO PRAZO RECUPERAÇÃO JUDICIAL E FALÊNCIA PRAZOS NA LEI Nº 11.101/2005 OBJETO ARTIGO PRAZO Alienação antecipada de bens perecíveis: manifestação do comitê e do falido. 113 48:00hs Apresentação de documento compromisso

Leia mais

contrato é uma declaração unilateral de vontade, cabendo tão somente ao administrador judicial.

contrato é uma declaração unilateral de vontade, cabendo tão somente ao administrador judicial. Turma e Ano: Flex B (2013) Matéria / Aula: Empresarial / Aula 14 Professor: Thiago Carapetcov Conteúdo: - Falência: Efeitos da sentença em relação aos contratos. Falido e bens. Sentença Positiva - Decretação

Leia mais

Profa. Joseane Cauduro. Unidade II DIREITO SOCIETÁRIO

Profa. Joseane Cauduro. Unidade II DIREITO SOCIETÁRIO Profa. Joseane Cauduro Unidade II DIREITO SOCIETÁRIO Introduçao A unidade II aborda: falência; recuperação judicial e extrajudicial; intervenção e liquidação de instituições financeiras. Introduçao ART.

Leia mais

2. MOTIVAÇÃO E JUSTIFICATIVA

2. MOTIVAÇÃO E JUSTIFICATIVA SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 1 2. MOTIVAÇÃO E JUSTIFICATIVA... 1 3. PROCEDIMENTOS E CONTABILIZAÇÃO NO FIPLAN... 3 3.1 REGISTROS CONTÁBEIS DA DÍVIDA ATIVA... 5 3.1.1 REGISTRO DA INSCRIÇÃO DO CRÉDITO EM DÍVIDA

Leia mais

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DAS PROMOTORIAS DE JUSTIÇA CÍVEIS FALIMENTARES, DE LIQUIDAÇÕES EXTRAJUDICIAIS, DAS FUNDAÇÕES E DO TERCEIRO SETOR

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DAS PROMOTORIAS DE JUSTIÇA CÍVEIS FALIMENTARES, DE LIQUIDAÇÕES EXTRAJUDICIAIS, DAS FUNDAÇÕES E DO TERCEIRO SETOR CONSULTA N.º 09/2013 OBJETO: Juízo Competente Para Deferir Pedido de Recuperação Judicial INTERESSADA: 1ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DO FORO REGIONAL DE ARAUCÁRIA/PR CONSULTA N. 09/2013: 1. Cuida-se de consulta

Leia mais

Decreto-Lei n. o 221/2000 09-09-2000

Decreto-Lei n. o 221/2000 09-09-2000 Decreto-Lei n. o 221/2000 09-09-2000 Assunto: Transpõe para a ordem jurídica interna, apenas no que aos sistemas de pagamento diz respeito, a Diretiva n.º 98/26/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho,

Leia mais

DECISÃO INTERLOCUTÓRIA HOMOLOGAÇÃO DO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL ANÁLISE APÓS ÚLTIMO DESPACHO NO MOV. 2304

DECISÃO INTERLOCUTÓRIA HOMOLOGAÇÃO DO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL ANÁLISE APÓS ÚLTIMO DESPACHO NO MOV. 2304 DECISÃO INTERLOCUTÓRIA HOMOLOGAÇÃO DO PLANO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL 2379] ANÁLISE APÓS ÚLTIMO DESPACHO NO MOV. 2304 1. PETIÇÃO DA CREDORA AUNDE BRASIL S/A. [mov. Considerando que não há previsão legal

Leia mais