JULGAMENTO DE RECURSOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "JULGAMENTO DE RECURSOS"

Transcrição

1 JULGAMENTO DE RECURSOS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 138/2014 EDITAL: TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2014 OBJETO: CONSTRUÇÃO DE UNIDADE ESCOLAR COM 6(SEIS) SALAS DE AULA NO MUNICÍPIO DE UBATÃ-BA Recorrentes: STC Santana Construções Ltda EH DE SOUZA FILHO ESTRUTURA METÁLICA RIO ENGENHARIA LTDA GRAND PRIX CONSTRUTORA E ALUGUEL DE VEÍCULOS LTDA LB INTERMEDIAÇÃO E AGENCIAMENTO DE SERVIÇOS LTDA 1. DOS FATOS No dia 25 de abril do corrente ano foi realizada 1ª sessão para abertura dos envelopes de habilitação e proposta referentes à licitação em epígrafe. Conforme registro em Ata Circunstanciada, estavam presentes as empresas RIO ENGENHARIA LTDA, E H DE SOUZA FILHO ESTRUTURAS METALICAS ME, GRAND PRIX CONSTRUTORA E AUGUEL DE VEÍCULOS LTDA, PAVISA PAVIMENTAÇÃO E OBRAS DE SANEAMENTO LTDA, PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA EPP, LB INTERMEDIAÇÃO E AGENCIAMENTO DE SERVIÇOS LTDA ME E STC SANTANA CONSTRUÇÕES LTDA. Nesta sessão foram recebidos os envelopes de habilitação e propostas, sendo abertos, apenas os envelopes de habilitação para análise dos documentos solicitados no edital. Na mencionada sessão, os licitantes manifestaram-se a cerca do cumprimento das exigências editalícias por cada empresa presente, contudo, o julgamento pela Comissão Permanente de Licitação fora realizado em 09 de maio, cujos registros foram devidamente inseridos em Ata. Nesta oportunidade, decidiu-se pela habilitação das empresas GRAND

2 PRIX CONTRUTORA E ALUGUEL DE VEÍCULOS LTDA, PAVISA PAVIMENTAÇÃO E OBRAS DE SANEAMENTO LTDA e PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA EPP. Durante o período recursal designado em Lei, interpuseram seus recursos as empresas: RIO ENGENHARIA LTDA, E H DE SOUZA FILHO ESTRUTURAS METALICAS ME, GRAND PRIX CONSTRUTORA E AUGUEL DE VEÍCULOS LTDA, LB INTERMEDIAÇÃO E AGENCIAMENTO DE SERVIÇOS LTDA ME E STC SANTANA CONSTRUÇÕES LTDA. Os recursos interpostos foram remetidos a todos os licitantes para apresentação das contra-razões no mesmo prazo que o estabelecido para apresentação dos recursos, contados da data de recebimento das mesmas. 2. DA ANÁLISE DAS ALEGAÇÕES A empresa RIO ENGENHARIA LTDA requer a sua habilitação e inabilitação da empresa PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA, apresentando as seguintes alegações: a) Que a empresa PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA apresentou atestado de capacidade técnica em seu nome e não consta como contratada no acervo técnico e, nas informações complentares diz: Serviços realizados como profissional autônomo, deixando de cumprir o item do edital. b) Que a alteração contratual se refere unicamente à criação de uma filial, o que não altera nenhuma informação cadastral e que o campo da certidão de pessoa jurídica que informa a atualização, é atualizado de forma automática, com comunicação entre o CREA e a JUCEB, conforme informação do próprio CREA.

3 A primeira alegação não constitui argumento de defesa, tendo em vista que a empresa não menciona nenhuma informação capaz de alterar a decisão prolatada a respeito de sua qualificação técnica, apenas ataca a habilitação da empresa PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA, que, na sua opinião, deve ser afastada, haja vista ter descumprido o edital no mesmo item que ensejou sua inabilitação. Contudo, a questão levantada pela Recorrente não constitui motivo de inabilitação da empresa, uma vez que consta no Atestado de Capacidade Técnica devidamente chancelado pelo CREA e vinculado à CAT de número BA o nome da empresa PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA a qual o responsável técnico está vinculado. De fato, como é de praxe, a Certidão de Acervo Técnico emitida pelo CREA constam apenas o nome do engenheiro responsável e do contratante dos serviços. Sobre o fato de constar nas informações complementares que os serviços foram realizados por profissional autônomo, isso em nada afeta a qualificação técnico - operacional da empresa, uma vez que o próprio órgão registrou o atestado em nome da mesma. Quanto à segunda alegação, o município fez contato com o próprio órgão(crea) para melhor esclarecer essa questão e até agora não obteve resposta. Contudo, mesmo que seja dada razão à recorrente nesse quesito, sua inabilitação será mantida por conta de não ter siso apresentado os documentos para comprovação de sua capacidade técnico operacional. Desse modo, decide-se pela total improcedência do recurso apresentado.

4 A empresa GRAND PRIX CONSTRUTORA E AUGUEL DE VEÍCULOS LTDAa requer a inabilitação das empresas PAVISA PAVIMENTAÇÃO E OBRAS DE CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA e PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA, alegando os seguintes motivos: a) A empresa PAVISA PAVIMENTAÇÃO E OBRAS DE SANEAMENTO LTDA apresentou apenas um atestado de capacidade técnica operacional comprovando a realização de serviços de Urbanização da Praça do Trabalhador e Pavimentação em Paralelepípedos no próprio município de Ubatã, ressaltando que o próprio atestado não cumpriu o item b, b.4, pois não apresentou os seus valores, quantitativos e as características do objeto que foram executados, especialmente no caso do Quiosque/Lanchonete. b) A empresa PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA descumpriu o item , cabe ressaltar que a empresa apresentou apenas um atestado de capacidade técnico operacional na qual apresenta a execução de um Quiosque no aeroporto de Salvador, sendo que no mesmo não constam as parcelas relevantes indicadas no processo licitatório como: Infra-Estrutura; Fundações ; Cobertura e Superestrutura. No que concerne à primeira alegação, o corpo técnico do município ao analisar novamente o atestado de capacidade técnica apresentado pela empresa PAVISA PAVIMENTAÇÃO E OBRAS DE SANEAMENTO LTDA referente à construção de um quiosque, pôde confirmar que tratava-se de obra de complexidade técnica similar ao objeto da licitação, inclusive nos itens definidos como parcelas relevantes da obra. Esta confirmação foi

5 também embasada no fato de que o atestado menciona uma obra realizada no próprio município de Ubatã, o que permitiu o conhecimento, de fato, de toda sua estrutura. Assim, diante dessas constatações, a CPL decide manter a habilitação da referida empresa. Quanto à segunda alegação, o corpo técnico do município, após nova avaliação do atestado de capacidade técnica apresentado pela empresa PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA, também verificou a plausibilidade do argumento da RECORRENTE haja vista a não incidência da execução de serviços definidos com parcelas relevantes da obra. Ou seja, a obra realizada pela empresa não é composta de itens cuja complexidade seja compatível com os serviços definidos no edital como relevantes. Por essa razão, a CPL decide pela procedência parcial do recurso apresentado, revê a decisão anteriormente prolatada e considera INABILITADA no certame a empresa PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA. A empresa STC SANTANA CONSTRUÇÕES LTDA requer a sua habilitação no certame e a inabilitação das empresas PAVISA PAVIMENTAÇÃO E OBRAS DE CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA e PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA apresentando as seguintes alegações: a) Que o artigo 30 da Lei 8.666/93 menciona exclusivamente sobre a comprovação da capacidade técnico profissional da licitante, por meio da apresentação de profissional que integre seu quadro permanente e que comprove a execução de obra ou características

6 semelhantes por meio da apresentação de atestado de responsabilidade técnica devidamente registrado ou a certidão de acervo técnico acompanhada do atestado que o originou. Para tanto, menciona a Resolução do Confea 1.025/09 b) Que a empresa apresentou CAT em nome se seu responsável técnico compatível com o objeto da licitação, o que é mais que suficiente para demonstrar sua capacidade técnica. c) Que a habilitação da PAVISA PAVIMENTAÇÃO E OBRAS DE CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA é irregular pois a mesma não efetuou seu depósito referente à caução de participação no prazo estipulado no edital. d) Que a habilitação da empresa PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA foi irregular por que a empresa descumpriu o item 8.2. ao apresentar documentos de habilitação sem autenticação, sendo os mesmos autenticados pela Prefeitura de Itagibá. Sendo assim, aduz que a autenticação de documento só terá validade se for realizada por servidor da própria Administração ou outro por ele designado. A Recorrente acaba por admitir que apresentou apenas atestado de capacidade técnica devidamente acompanhada da CAT que comprova experiência anterior do seu responsável técnico na execução de serviços similares (capacidade técnico profissional), sem apresentar atestado em nome da empresa que comprove a realização de serviços similares aos licitados (capacidade técnico operacional), conforme exigido no item do edital. Tenta convencer de que o atestado apresentado é suficiente para comprovação de sua capacidade técnica. Portanto, se não apresentou documento exigido no edital não há outro caminho senão sua inabilitação do certame.

7 Ao longo da peça recursal ampara-se no artigo 30 da Lei 8.666/93 para embasar seu pedido de nova decisão da CPL a despeito de sua habilitação, sendo possível verificar que o assunto é tratado corretamente, contudo, de forma incompleta. Ela trata apenas da comprovação da capacidade técnico profissional, tratada no I, 1º do artigo mencionado e omite dados da capacidade técnico operacional, tratada no inciso II do mesmo dispositivo. Caso a licitante entenda que não é possível exigir tal documentação deveria questioná-la em momento anterior por meio de impugnação. Sobre a exigibilidade da capacidade técnico operacional em processo licitatório para realização de obras, haverá tratamento mais detalhado em tópico seguinte. As demais alegações já foram analisadas e decididas pela CPL quando da abertura dos envelopes de habilitação e estão devidamente registradas em ata, a saber: a) O comprovante de depósito apresentado pela empresa PAVISA mostra que houve a realização de transferência bancária no dia , portanto, no dia anterior à data marcada para abertura dos envelopes de documentos e propostas. Portanto, não há que se falar em inabilitação por esse motivo. b) Os documentos em cópia apresentados pela empresa PASSOS 3 foram confrontados com os documentos originais pelos membros da CPL no momento da sessão de abertura dos envelopes, comprovando a

8 autenticidade dos mesmos. Portanto, não há que se falar em irregularidade nesse sentido. Desse modo, decide-se pela total improcedência do recurso apresentado. A empresa EH DE SOUZA FILHO ESTRUTURA METÁLICA requer a sua habilitação apresentando as seguintes alegações: a) Que não possui nenhum fator impeditivo perante o item 5.4 do edital. b) Que fora apresentada toda a documentação da responsável técnica e Arquiteta Margarete Ribeiro Santana e que a mesma não possui vínculo com município. c) Que a Lei 8.666/93 no art. 9º menciona a impossibilidade de participação direta ou indireta do autor do projeto básico e que o projeto básico da licitação é de autoria do FNDE. Inicialmente, urge esclarecer que o item 5.4 do edital elenca situações que impedem a participação de interessados na licitação de modo exemplificativo. Ou seja, podem existir situações ali não mencionadas que, pelo ordenamento jurídico, provocam a mesma conseqüência. Sendo assim, é uma alegação incapaz de alterar a decisão inicialmente prolatada. Ademais, constam nos documentos apresentados pela Recorrente a indicação de dois responsáveis técnicos na licitação sob comento o Sr. Erick XXXX e a Sr.ª Margaret Ribeiro Santana, sendo que o primeiro pertence ao quadro de servidores do município. Portanto, ao contrário do que fez pensar a Recorrente, existe o vínculo funcional entre um dos seus responsáveis

9 técnicos e o município, o que impossibilita sua participação no certame, conforme será demonstrado a seguir. A Lei 8.666/93 estabelece: Art. 9 o Não poderá participar, direta ou indiretamente, da licitação ou da execução de obra ou serviço e do fornecimento de bens a eles necessários: (...) III - servidor ou dirigente de órgão ou entidade contratante ou responsável pela licitação. (...) 3 o Considera-se participação indireta, para fins do disposto neste artigo, a existência de qualquer vínculo de natureza técnica, comercial, econômica, financeira ou trabalhista entre o autor do projeto, pessoa física ou jurídica, e o licitante ou responsável pelos serviços, fornecimentos e obras, incluindo-se os fornecimentos de bens e serviços a estes necessários. Extrai-se da Lei que, neste caso, sendo o engenheiro responsável técnico da Recorrente, portanto, vinculado técnica e financeiramente a ela, está configurada a participação indireta na licitação. Sendo ele servidor do município, é vedada essa participação. Nata-se que as argumentações da Recorrente apresentam equívocos de interpretação desse dispositivo, vez relaciona o fato ao contido no inciso I do artigo 30 que trata da vedação da participação direta ou indireta do autor do projeto básico na licitação. Nesse aspecto, de fato, não haveria problema na participação do engenheiro da Recorrente. Contudo, neste caso, a situação fática incorre no disposto constante do inciso III, acima mencionado. Equivoca-se também ao supor que a participação indireta pode ocorrer entre o autor do projeto básico, sendo ele pessoa física ou jurídica, e o licitante ou responsável dos serviços. Em verdade, o 3º vem esclarecer o

10 que a Lei define como participação indireta diante dos três casos mencionados no art.9ª, incluindo empresas(pessoa jurídica) e servidores (pessoa física). Considerando que, em respeito ao princípio da isonomia, o objetivo do legislador ao elaborar tal dispositivo é afastar licitantes que possam possuir informações privilegiadas, fica clara a impossibilidade da participação da Recorrente no processo licitatório. Decidir de outro modo, colocaria em risco a lisura de todo o processo. Desse modo, decide-se pela total improcedência do recurso apresentado, mantendo-se inalterada a decisão que inabilitou a empresa EH DE SOUZA FILHO ESTRUTURA METÁLICA Por fim, a empresa LB INTERMEDIAÇÃO E AGENCIAMENTO DE SERVIÇOS LTDA requer sua habilitação apresentando as seguintes alegações: 1. Que a empresa apresentou CAT compatível com o objeto da licitação, sendo mais do que suficiente para comprovação de sua capacidade técnica. 2. Que, de acordo 1º do artigo 30, para fins de habilitação deve-se exigir somente a comprovação da existência de responsável técnico detentor de atestado de capacidade técnica pela execução de obras similares A recorrente utiliza dos mesmos argumentos da empresa STC SANTANA CONSTRUÇÕES LTDA, deixando claro de que também não apresentou atestado de capacidade técnica que comprovasse a execução serviços similares pela própria empresa (capacidade técnico operacional).

11 Da mesma forma que foi esclarecido alhures, diante da não apresentação de documento exigido no edital, a única decisão que cabe à CPL é a inabilitação da empresa. Lembrando que questionamentos a respeito da legalidade do edital deveriam ser objeto de pedido de esclarecimento ou impugnação no período oportuno. Desse modo, decide-se pela total improcedência do recurso apresentado. 4. DA EXIGIBILIDADE DA CAPACIDADE TÉCNICO OPERACIONAL A capacitação técnico-operacional envolve comprovação de que a empresa licitante, como unidade econômica agrupadora de bens e pessoas, já executou, de modo satisfatório, atividade pertinente e compatível em características, quantidades e prazos com o objeto da licitação. O art. 30, da Lei 8.666/93, ao tratar das exigências habilitatórias pertinentes à capacitação técnica dos licitantes estabelece a possibilidade de ser comprovada a capacidade técnico-operacional do licitante (pertinente à empresa), bem com a capacidade técnica-profissional (relativa ao profissional integrante dos quadros permanentes da empresa e indicado como responsável técnico pela obra ou serviço). Segundo mestre Hely Lopes Meirelles, destaca-se que: A comprovação da capacidade técnicooperacional continua sendo exigível, não obstante o veto aposto à letra b do 1º do art. 30. Na verdade o dispositivo vetado impunha limitação a essa exigência e a sua retirada do texto legal deixou a critério da entidade licitante estabelecer, em

12 cada caso, as exigências indispensáveis à garantia do cumprimento das obrigações, exigências, essas, que devem ser pertinentes e compatíveis com o objeto da licitação (Direito Administrativo, 20ª ed., 1995, p. 270). No mesmo sentido, pondera Carlos Pinto Coelho Motta, in Eficácia nas Licitações e Contratos, 1994, p. 149, citando Antônio Carlos Cintra do Amaral: 1. Para efeito de qualificação técnica de empresas licitantes, a Administração deve, com base na Lei 8.666/93, exigir atestados referentes à sua capacitação técnica, com vistas à comprovação de aptidão para desempenho de atividade pertinente e compatível em características, quantidades e prazos com o objeto da licitação (art. 30,II). Sobre o tema já manifestou-se o TCU em diversas oportunidades: A jurisprudência dessa Corte vem evoluindo no sentido de admitir que a comprovação da capacidade técnico operacional possa ser feita mediante atestados, desde que a exigência guarde proporção com a dimensão e complexidade da obra e dos serviços a serem executados (Acórdão 1917/2003 Plenário- Voto do ministro relator) Dassarte, a simples inclusão editalícia de comprovação de capacitação técnico operacional não fere o caráter de competição do procedimento licitatório, nem causa afronta aodisposto no art. 30, inciso II e 1º, inciso I, da Lei 8.666/93. Extrai-se do citado acórdão que é cabível a exigência de comprovação da capacidade técnico operacional mediante atestados, sendo admitida, inclusive, a possibilidade de exigência de quantitativos mínimos e prazos máximos para essa comprovação, desde que demonstrada sua adequação e pertinência ao objeto licitado. (Acórdão 2104/2009 Segunda Câmara Voto do Ministro Relator) SÚMULA Nº 263/2011

13 6. DECISÃO Serviço Público Municipal Para a comprovação da capacidade técnicooperacional das licitantes, e desde que limitada, simultaneamente, às parcelas de maior relevância e valor significativo do objeto a ser contratado, é legal a exigência de comprovação da execução de quantitativos mínimos em obras ou serviços com características semelhantes, devendo essa exigência guardar proporção com a dimensão e a complexidade do objeto a ser executado. Face ao exposto, fundamentada nos dispositivos da Lei 8.666/93 doutrina e jurisprudência pátrias, assim como em respeito ao princípio da legalidade, impessoalidade e vinculação ao instrumento convocatório, a Comissão de Licitação opina pela INABILITAÇÃO das empresas: RIO ENGENHARIA LTDA, E H DE SOUZA FILHO ESTRUTURAS METALICAS ME, PASSOS 3 CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA EPP, STC SANTANA CONSTRUÇÕES LTDA, LB INTERMEDIAÇÃO E AGENCIAMENTO DE SERVIÇOS LTDA ME e HABILITAÇÃO das empresas: GRAND PRIX CONSTRUTORA E AUGUEL DE VEÍCULOS LTDA, PAVISA PAVIMENTAÇÃO E OBRAS DE SANEAMENTO LTDA, ao tempo em que encaminha os autos à autoridade competente para ratificação da presente decisão, ou, entendendo de maneira diversa, que proceda à sua reforma. Esta é a decisão. COMISSÃO DE LICITAÇÃO MARNEI SOUZA DOS SANTOS Presidente da Comissão Permanente de Licitação MARCO S OLIVEIRA DOS SANTOS FLAVIO ODORICO DO AMPARO Secretario Ad Hoc Membro DEMAIS PRESENTES PAULO HENRIQUE S. RIBEIRO SILVA Secretário de Infra-Estrutura, Obras e Serviços Públicos

Qualificação técnica. A documentação relativa à qualificação técnica limita-se a:

Qualificação técnica. A documentação relativa à qualificação técnica limita-se a: Observe, quando da contratação de empresas para realização de obras e/ou prestação de serviços, o disposto na Lei 8.212/91, que determina a exigência da Certidão Negativa de Débito da empresa na contratação

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO. Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA.

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO. Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA. Processo: CONVITE N.º 007/2008 Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA. A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais Elétricas de Rondônia

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON Processo: CONCORRÊNCIA N.º 006/2006 Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO - HABILITAÇÃO Recorrente: ATLAS CONSTRUÇÕES ELÉTRICOS LTDA - EPP. A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais Elétricas

Leia mais

M I N I S T É R I O P Ú B L I C O

M I N I S T É R I O P Ú B L I C O MANIFESTAÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 075/2012-MP/PA PREGOEIRA: ANDRÉA MARA CICCIO EMPRESA RECORRENTE: PREMIUM SERVICE LTDA CONTRARRAZÕES: TREVO COMERCIO E SERVICO LTDA - ME OBJETO:

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Brasília, 20 de fevereiro de 2009. Ref.: Processo n

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON Processo: CONCORRÊNCIA N.º 005/2006 Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO - HABILITAÇÃO Recorrente: TAMA ENGENHARIA LTDA A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais Elétricas de Rondônia

Leia mais

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO PROCESSO FAPESP Nº. A 07/199 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 21/2007 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E ASSISTÊNCIA PREVENTIVA E CORRETIVA NOS APARELHOS DE AR

Leia mais

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 Trata-se de procedimento licitatório, modalidade Concorrência, cujo objeto é a contratação de empresa do ramo da construção civil para execução

Leia mais

CF Nº 32069 /GTVT/2012 Vitória, 29 de Outubro de 2012.

CF Nº 32069 /GTVT/2012 Vitória, 29 de Outubro de 2012. Vitória, 29 de Outubro de 2012. À Coordenação de Licitação ADSE-3 Assunto: Resposta à Impugnação, apresentada pela empresa UPTEC CONSTRUÇÃO E TECNOLOGIA LTDA, do Recurso Administrativo interposto pela

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS Belo Horizonte, 19 de outubro de 2015. ASSUNTO: ENCAMINHAMENTO AO PRESIDENTE: DECISÃO DA PREGOEIRA EM RELAÇÃO AO RECURSO ADMINISTRATIVO APRESENTADO

Leia mais

Julgamento de Recurso Administrativo

Julgamento de Recurso Administrativo Julgamento de Recurso Administrativo Tomada de Preço nº.: 001/2014 Recorrente: G.M. ENGENHARIA CONSTRUÇÕES E COMÉRCIO LTDA 1. Trata-se, em síntese, de recurso administrativo interposto pela sociedade empresária

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL

JULGAMENTO DE RECURSO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO REITORIA PROCESSO: 23249.023345/2011-95. REFERENTE: CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 01/2011 IMPUGNANTE: LTM CONSTRUÇÕES LTDA JULGAMENTO DE RECURSO

Leia mais

JULGAMENTO SOBRE IMPUGNAÇÃO. e Distribuição Eireli ME e Enterprise Comércio e Soluções em TI Ltda EPP, ora

JULGAMENTO SOBRE IMPUGNAÇÃO. e Distribuição Eireli ME e Enterprise Comércio e Soluções em TI Ltda EPP, ora Processo: nº 43404/2015-7 Objeto: Aquisição de Equipamentos de TI. Modalidade: Pregão Eletrônico 09/2015 JULGAMENTO SOBRE IMPUGNAÇÃO Cuida-se de reposta ao Pedido de Impugnação ao Edital interposto pelas

Leia mais

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Contratação de Empresa Especializada na Prestação de Serviços de Limpeza na Sede da FAPESP

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Contratação de Empresa Especializada na Prestação de Serviços de Limpeza na Sede da FAPESP 1 Processo: A 06/018 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de Empresa Especializada na Prestação de Serviços de Limpeza na Sede da FAPESP Referência: Impugnação ao Edital do Pregão

Leia mais

Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL. Em 4 de setembro de 2009.

Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL. Em 4 de setembro de 2009. Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL Em 4 de setembro de 2009. Processo nº: 48500.000496/2009-53 Licitação: Pregão Eletrônico nº 49/2009 Assunto: Análise do recurso interposto pela Ductbusters Engenharia

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3

PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República na Paraíba PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3 Referência: Processo n.º 1.24.000.001591/2011-14. Interessado: OMEGATI COMÉRCIO

Leia mais

TECHNUM CONSULTORIA SS

TECHNUM CONSULTORIA SS ILUSTRÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO V DA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO, MUNICÍPIO DE VILA VELHA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Edital da Concorrência Pública nº. 006/2014

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL RELATÓRIO E INFORMAÇÕES À AUTORIDADE SUPERIOR RECURSO ADMINISTRATIVO/CONTRARRAZÕES FEITO: RECURSO ADMINISTRATIVO/CONTRARRAZÕES REFERÊNCIA: CONCORRÊNCIA 001/2013 RAZÕES: DESOBEDIÊNCIA A ITENS EDITALÍCIOS

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2011

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2011 ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2011 Aos treze dias do mês de julho de 2011, reuniram-se a Pregoeira e os membros integrantes da Equipe de Apoio para análise e julgamento

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A - CERON COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A - CERON COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Assunto: JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO. Impetrante: CONSÓRCIO DAIMON ENGENHARIA E SISTEMAS S/S LTDA E MATRIX ENGENHARIA EM ENERGIA LTDA. Processo: TOMADA DE PREÇOS N.º 013/2008. Objeto: Contratação

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE MINAS GERAIS AUTARQUIA CRIADA PELA LEI Nº 4.769, DE 09/09/1965

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE MINAS GERAIS AUTARQUIA CRIADA PELA LEI Nº 4.769, DE 09/09/1965 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Referência : Processo n.º 6/2014 Carta Convite nº 01/2014 Ementa: Análise do recurso administrativo apresentado pela licitante Borges 2 Borges Consultoria e Treinamento

Leia mais

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema Licitação: Processo administrativo 073/13 Edital - Convite 002/13 Assunto: Resposta ao recurso apresentado contra o julgamento da habilitação. Senhor Presidente do CISMEPAR, A empresa Carvalho Projetos

Leia mais

JULGAMENTO DA IMPUGNAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 002/2015

JULGAMENTO DA IMPUGNAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 002/2015 Página 1 de 6 JULGAMENTO DA IMPUGNAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 002/2015 Objeto Contratual: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA DE ASSESSORIA DE EVENTO ATRAVÉS DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS REALIZADO POR INTERMÉDIO

Leia mais

AO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI.

AO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI. Camanducaia/MG, 23 de Janeiro de 2013 AO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI. Departamento Regional / BA. Gerência de Suprimentos. Rua Edístio Pondé, n. 342, STIEP, Salvador/BA, CEP. 41.770-395.

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO ILUSTRÍSSIMO SENHOR ABDIAS DA SILVA OLIVEIRA DESIGNADO PREGOEIRO PARA O PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 DO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR PREGÃO ELETRÔNICO: 4/2015 COQUEIRO &

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA PARA REFORMA DOS BANHEIROS COLETIVOS DOS BLOCOS I E J DO CONDOMÍNIO ANEEL/ANP/CPRM.

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA PARA REFORMA DOS BANHEIROS COLETIVOS DOS BLOCOS I E J DO CONDOMÍNIO ANEEL/ANP/CPRM. RELATÓRIO DE HABILITAÇÃO DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA TOMADA DE PREÇOS N 01/2013 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA PARA REFORMA DOS BANHEIROS COLETIVOS DOS BLOCOS I E J DO CONDOMÍNIO ANEEL/ANP/CPRM.

Leia mais

Decisão do Pregoeiro n.º 25 /2007-SLC/ANEEL. Em 12 de dezembro de 2007.

Decisão do Pregoeiro n.º 25 /2007-SLC/ANEEL. Em 12 de dezembro de 2007. Decisão do Pregoeiro n.º 25 /2007-SLC/ANEEL Em 12 de dezembro de 2007. Processo: Processo nº 48500.006284/2007-18 Licitação: Pregão Eletrônico nº 77/2007 Ementa: Análise da IMPUGNAÇÃO AO EDITAL apresentada

Leia mais

Recurso Administrativo

Recurso Administrativo ILMO. SR PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO DA PROCURADORIA DA REPÚBLICA DO ESTDO DO TOCANTINS Referencia: Concorrência nº 01/2014 SQUADRA ENGENHARIA E INCORPORAÇÃO LTDA, CNPJ n 08.997.155/0001-56,

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON Processo: CONCORRÊNCIA N.º 006/2006 Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO - HABILITAÇÃO Recorrente: EPLAN ENG. PLANEJAMENTO E ELETRICIDADE LTDA. A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO Pregão Presencial nº. 003/2008 Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EMENTA: AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE E JULGAMENTO IMPUGNACÃO AO EDITAL Nº 576/2008-01

RELATÓRIO DE ANÁLISE E JULGAMENTO IMPUGNACÃO AO EDITAL Nº 576/2008-01 RELATÓRIO DE ANÁLISE E JULGAMENTO IMPUGNACÃO AO EDITAL Nº 576/2008-01 Publicado o Edital de Licitação n.º 576/2008-01, objetivando a contratação de empresa especializada na execução das Obras de Reabilitação

Leia mais

IMPUGNAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO

IMPUGNAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO São Paulo, 02 de abril de 2012 Ao Ministério do Trabalho e Emprego Senhor Pregoeiro Referência Assunto : Pregão Eletrônico N 10/2012 MTE : Impugnação IMPUGNAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO PCS SERVIÇOS DE PROCESSAMENTO

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS REFERENTE AO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 1119/2013 CPL 04, pelo regime de menor preço por lote. Cujo objeto é Contratação de empresa para prestação de serviços

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO TERMO: Decisório FEITO: Recurso Administrativo REFERÊNCIA: Edital Tomada de Preço 08/2011 PROCESSO: 138/2011 OBJETO: Contratação de empresa, em regime de empreitada

Leia mais

Ao Coordenador Geral de Administração e Finanças - Substituto,

Ao Coordenador Geral de Administração e Finanças - Substituto, DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA - COINF COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO - CEL Ao Coordenador Geral de Administração e

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON Processo: CONCORRÊNCIA N.º 004/2006 Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO - HABILITAÇÃO Recorrente: kva SERVIÇOS ELÉTRICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO LTDA A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR VIVA CIDADÃO

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR VIVA CIDADÃO Folha nº Processo nº Rubrica: Matrícula: Processo n.º 148030/2015 Assunto: Análise do pedido de impugnação do Edital do Pregão nº 13/2015 referente à contratação de empresa especializada na aquisição e

Leia mais

AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF

AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO A EDITAL Referente: Pregão nº 006/2015 - Processo Licitatório nº 006/2015 Objeto: Contratação de empresa especializada para

Leia mais

Página 1 de 6 Pregão Eletrônico Visualização de Recursos, Contra-Razões e Decisões DECISÃO DO PREGOEIRO: Trata-se de recurso interposto pela empresa EXA ENGENHARIA LTDA - EPP, CNPJ nº 07.870.719/0001-22

Leia mais

MARIA LÚCIA DE FÁTIMA LEAL MELÃO Presidente da CPL

MARIA LÚCIA DE FÁTIMA LEAL MELÃO Presidente da CPL Ofício nº 75/2006/CPL/SAA/SE/MEC Brasília, 14 de julho de 2006. Às Empresas interessadas, Referência: TOMADA DE PREÇOS Nº 02/2006. Assunto: CONTRA-RAZÕES Prezados Senhores, Pelo presente encaminhamos as

Leia mais

Informação nº 095/2014 Porto Alegre, 28 de julho de 2014.

Informação nº 095/2014 Porto Alegre, 28 de julho de 2014. Informação nº 095/2014 Porto Alegre, 28 de julho de 2014. Ref.: Pregão Eletrônico 36/2014 Processo nº 1632-0900/14-9 - Julgamento do Recurso Administrativo interposto por Intellisistemas Sistemas de Automação

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 24/2008

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 24/2008 Processo: A 08/376 Interessado: Gerência de Recursos Humanos Assunto: Contratação de Empresa Especializada em administração, gerenciamento, emissão, distribuição e fornecimento de documentos de legitimação,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARANÁ E DO SERVIÇO NACIONAL DE APREDIZAGEM INDUSTRIAL, DEPARATMENTO REGIONAL DO PARANÁ.

Leia mais

TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR

TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR Objeto da Concorrência

Leia mais

Aquisição de 500 (quinhentos) cartuchos de fita LTO4 em mídia regravável, conforme especificação constante do Anexo I: Memorial Descritivo.

Aquisição de 500 (quinhentos) cartuchos de fita LTO4 em mídia regravável, conforme especificação constante do Anexo I: Memorial Descritivo. Processo: A 09/078 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Aquisição de 500 (quinhentos) cartuchos de fita LTO4 em mídia regravável, conforme especificação constante do Anexo I: Memorial Descritivo.

Leia mais

Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006

Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006 1/6 Processo: A 06/166 Interessado: Gerência Administrativa Assunto: Aquisição de Toner Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006 A empresa JDM dos Anjos Cartuchos ME, inscrita

Leia mais

Interessados: INTERESSADA: ELESERVICE do Brasil - Componentes Eletrônicos Ltda.

Interessados: INTERESSADA: ELESERVICE do Brasil - Componentes Eletrônicos Ltda. Tribunal de Contas da União Número do documento: DC-0255-19/99-P Identidade do documento: Decisão 255/1999 - Plenário Ementa: Representação formulada por licitante. Possíveis irregularidades praticadas

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 43, DE 2011 Propõe que o Tribunal de Contas da União TCU realize atos de fiscalização e controle em todos os contratos firmados entre o Banco do Brasil e as empresas

Leia mais

Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007

Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007 Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007 COMBRAS ENGENHARIA LTDA. apresentou Impugnação ao Edital do Pregão Eletrônico AA nº 37/2007, que tem por objeto a contratação de empresa

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COORDENADORIA MUNICIPAL DE LICITAÇÕES

PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COORDENADORIA MUNICIPAL DE LICITAÇÕES 1 REF. PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 20.0046/2009 TOMADA DE PREÇO Nº 017/2009/CPL-GERAL/CML//SEMAD/PVH RECORRENTES: CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENGENHARIA LTDA RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA H.

Leia mais

DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DAS RAZÕES DO IMPUGNANTE

DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DAS RAZÕES DO IMPUGNANTE Pregão Eletrônico 002/2012-SRP. DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Aos vinte dias do mês de agosto de 2012, horas, reuniram-se a Pregoeira, os Integrantes da Equipe de Apoio e o Responsável

Leia mais

RELATÓRIO DA COMISSÃO DA LICITAÇÃO DA TOMADA DE PREÇOS N. 05/2005 FASE: HABILITAÇÃO PRELIMINAR

RELATÓRIO DA COMISSÃO DA LICITAÇÃO DA TOMADA DE PREÇOS N. 05/2005 FASE: HABILITAÇÃO PRELIMINAR RELATÓRIO DA COMISSÃO DA LICITAÇÃO DA TOMADA DE PREÇOS N. 05/2005 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA PARA EXECUÇÃO DE I) TELHADO COM ESTRUTURA E TELHAS METÁLICAS PARA REFORMA PARCIAL DA COBERTURA E II)

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007 Processo: A 07/204 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços em implementação de windows server 2003 enterprise, active directory,

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS. Pregão 068/2011 - Processo Administrativo n. 23205.

ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS. Pregão 068/2011 - Processo Administrativo n. 23205. ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS Pregão 068/2011 - Processo Administrativo n. 23205.008428/2011-14 O SEAC/SC - SINDICATO DAS EMPRESAS DE ASSEIO, CONSERVAÇÃO E SERVIÇOS

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO Brasília DF, 03 de agosto de 2010. Ref.: Pregão Eletrônico nº 06/2010

Leia mais

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO RECURSO CONTRA DECISÃO DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO RECORRENTE: STE SERVIÇOS TÉCNICOS DE ENGENHARIA S.

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO RECURSO CONTRA DECISÃO DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO RECORRENTE: STE SERVIÇOS TÉCNICOS DE ENGENHARIA S. RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO AO: ASSUNTO: GERENTE DE EMPREENDIMENTOS RECURSO CONTRA DECISÃO DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO RECORRENTE: STE SERVIÇOS TÉCNICOS DE ENGENHARIA S.A REF.: TOMADA DE PREÇOS Nº 002/ADSU/SBPA/2012

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO. Recorrida: HITACHI KOKUSAI LINEAR EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS S/A.

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO. Recorrida: HITACHI KOKUSAI LINEAR EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS S/A. PROCESSO: 0366/2012 PREGÃO ELETRÔNICO: Nº 001/2012 JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO EMENTA: Recurso interposto contra o Pregão Eletrônico nº 001/2012 (AQUISIÇÃO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO DIGITAL EM

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA JULGAMENTO DO RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO: 23326.002029/2012-09 PREGÃO ELETRÔNICO: 01/2012 RECORRENTE: THOTAL Serviços

Leia mais

PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 2153/2015 CAEMA CONCORRÊNCIA Nº 001/2015-PRL ASSUNTO: IMPUGNAÇAO AO EDITAL

PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 2153/2015 CAEMA CONCORRÊNCIA Nº 001/2015-PRL ASSUNTO: IMPUGNAÇAO AO EDITAL PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 2153/2015 CAEMA CONCORRÊNCIA Nº 001/2015-PRL ASSUNTO: IMPUGNAÇAO AO EDITAL Trata-se de resposta ao pedido de impugnação ao Edital, referente a Concorrência 001/2015-PRL, cujo

Leia mais

CONSELHEIRO EDUARDO BITTENCOURT CARVALHO TRIBUNAL PLENO - SESSÃO: 07/10/09 EXAME PRÉVIO DE EDITAL SECÇÃO MUNICIPAL

CONSELHEIRO EDUARDO BITTENCOURT CARVALHO TRIBUNAL PLENO - SESSÃO: 07/10/09 EXAME PRÉVIO DE EDITAL SECÇÃO MUNICIPAL CONSELHEIRO EDUARDO BITTENCOURT CARVALHO TRIBUNAL PLENO - SESSÃO: 07/10/09 EXAME PRÉVIO DE EDITAL SECÇÃO MUNICIPAL PROCESSO: TC-033384/026/09 REPRESENTANTE: CONSLADEL CONSTRUTORA E LAÇOS DETETORES E ELETRÔNICA

Leia mais

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS REF. Pregão Eletrônico Sistema de Registro de Preços 002/2012, sediada a Rua Vicentina Coutinho Camargos,

Leia mais

JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA ITS VIAGENS E TURISMO LTDA. EPP, CNPJ nº 03.667.498/0001-39

JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA ITS VIAGENS E TURISMO LTDA. EPP, CNPJ nº 03.667.498/0001-39 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO DA EMPRESA ITS VIAGENS E TURISMO LTDA.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA ESTADO DA BAHIA Processo n.º 170/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA Referência: Pregão n.º 009/2015 Assunto: Impugnação aos Termos do Edital DECISÃO Trata-se de IMPUGNAÇÃO AO EDITAL interposta pela empresa PLUS

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO TERMO: DECISÓRIO FEITO: RECURSO ADMINISTRATIVO (Contra) REFERÊNCIA: EDITAL nº.: 588/2007-00 RAZÕES: OBJETO: INABILITAÇÃO DE PROPOSTA Contratação de Empresa especializada

Leia mais

IMPUGNAÇÃO Edital 377/2004-06 Concorrência Pública

IMPUGNAÇÃO Edital 377/2004-06 Concorrência Pública DNIT MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES 6ª UNIDADE DE INFRA-ESTRUTURA TERRESTRE UNIT / MG IMPUGNAÇÃO Edital 377/2004-06 Concorrência Pública CONSTRUCAP CCPS

Leia mais

PARECER 068/2015 PROCESSO DE LICITAÇÃO 004/2015 1 DO BREVE RESUMO FÁTICO

PARECER 068/2015 PROCESSO DE LICITAÇÃO 004/2015 1 DO BREVE RESUMO FÁTICO PARECER 068/2015 PROCESSO DE LICITAÇÃO 004/2015 1 DO BREVE RESUMO FÁTICO Cuida-se de processo de licitação na modalidade Pregão Presencial 04/2015, tipo Menor Preço por Item, para aquisição de 05 (cinco)

Leia mais

III.b.2 Atestados de capacidade técnica

III.b.2 Atestados de capacidade técnica Licitante interessada em participar do pregão eletrônico Adpal nº 66/2014, que tem como objeto a contratação de empresa para a prestação de serviços de vigilância patrimonial ostensiva armada, por postos

Leia mais

3. Após análise das razões apresentadas pela impugnante, consignamos o seguinte:

3. Após análise das razões apresentadas pela impugnante, consignamos o seguinte: Decisão de Pregoeiro n /2009-SLC/ANEEL Em 03 de julho de 2009. Processo nº: 48500.007998/2008-24 Licitação: Pregão Eletrônico nº 08/2009 Assunto: Análise da IMPUGNAÇÃO AO EDITAL apresentada pela empresa

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N. 35/2013

PREGÃO ELETRÔNICO N. 35/2013 PREGÃO ELETRÔNICO N. 35/2013 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO, PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS, DE ACESSOS À INTERNET SEM FIO, 3G OU SUPERIOR, BANDA LARGA, COM FORNECIMENTO DE MINI-MODEMS USB COM RESPECTIVOS

Leia mais

Fortalecimento do mercado interno. Isonomia tratar iguais como iguais e

Fortalecimento do mercado interno. Isonomia tratar iguais como iguais e COMPRAS GOVERNAMENTAIS COMO POLÍTICA INDUTORA DO DESENVOLVIMENTO LOCAL José Lusmá (Poty) jsantos@tce.pb.gov.br br Fortalecimento do mercado interno (competição); Isonomia tratar iguais como iguais e diferentes

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO E COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS.

ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO E COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS. ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO E COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS. Ref. Contra Razões ao Recurso administrativo do Edital de pregão Eletrônico nº 068-A/2012 CONTRARRAZÕES AO RECURSO ADMINISTRATIVO

Leia mais

1. RECEBIMENTO DOS RECURSOS

1. RECEBIMENTO DOS RECURSOS Rio de Janeiro, 01 de julho de 2011 PREGÃO ELETRÔNICO AA 25/2011 ATA DE APRECIAÇÃO DE RECURSOS 1. RECEBIMENTO DOS RECURSOS Foram apresentados recursos pelas licitantes ALLEN RIO SERVIÇO E COMÉRCIO DE PRODUTOS

Leia mais

COMISSÃO DE LICITAÇÃO DE OBRAS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE ALAGOAS

COMISSÃO DE LICITAÇÃO DE OBRAS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE ALAGOAS COMISSÃO DE LICITAÇÃO DE OBRAS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE ALAGOAS Processo nº 005098-9.2015.001 Objeto: Contratação de empresa de engenharia para realizar a construção do Juizado Especial Cível e

Leia mais

ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81

ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81 ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81 NO EDITAL DA LICITAÇÃO DA CONCORRÊNCIA Nº53/2013: 8.15.2.1. Quanto à capacitação técnico-profissional: apresentação de Certidão

Leia mais

I - RESUMO DOS FATOS. A decisão de inabilitação foi proferida da seguinte forma:

I - RESUMO DOS FATOS. A decisão de inabilitação foi proferida da seguinte forma: ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DA CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. - CERON PREGÃO ELETRÔNICO nº 002/2014 ORGANIZAÇÃO LEVÍN DO BRASIL LTDA., pessoa jurídica de direito privado, com sua sede estabelecida

Leia mais

Feito: Recurso Adesivo objetivando a exclusão da empresa Contécnica Consultoria Técnica Ltda.

Feito: Recurso Adesivo objetivando a exclusão da empresa Contécnica Consultoria Técnica Ltda. JULGAMENTO DE RECURSO ADESIVO TERMO: Decisório Feito: Recurso Adesivo objetivando a exclusão da empresa Contécnica Consultoria Técnica Ltda. Objeto da Licitação: Contratação de empresa especializada na

Leia mais

COMUNICADO 02 (RESPOSTA PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO/ DESIGNAÇÃO DE DATA PARA ABERTURA DOS ENVELOPES)

COMUNICADO 02 (RESPOSTA PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO/ DESIGNAÇÃO DE DATA PARA ABERTURA DOS ENVELOPES) COMUNICADO 02 (RESPOSTA PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO/ DESIGNAÇÃO DE DATA PARA ABERTURA DOS ENVELOPES) ATA DE REUNIÃO DA COMISSÃO DE PERMANENTE DE HABILITAÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E JULGAMENTO DE LICITAÇÕES. Aos vinte

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS SETOR DE AQUISIÇÕES

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS SETOR DE AQUISIÇÕES PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS SETOR DE AQUISIÇÕES Processo n. º 01158-5.2006.001 Interessado: PORTO SEGURO CIA. DE SEGUROS GERAIS Referência: Recurso Administrativo. Modalidade

Leia mais

RESULTADO DA HABILITAÇÃO CONCORRÊNCIA SESC/MA SRP Nº 15/0007-CC

RESULTADO DA HABILITAÇÃO CONCORRÊNCIA SESC/MA SRP Nº 15/0007-CC RESULTADO DA HABILITAÇÃO CONCORRÊNCIA SESC/MA SRP Nº 15/0007-CC Objeto: Registro de preço para eventual contratação de empresa especializada para confecção de material gráfico e brindes para atender as

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014 DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014 Assunto: Decisão de Recurso Referência: Pregão Presencial n 011/2014 com formação de Registro de Preços para a contratação de empresa especializada em

Leia mais

RESPOSTA AO RECURSO A) MN CASTROPIL EMBALAGENS ME (CNPJ: 18.303.916/0001-86)

RESPOSTA AO RECURSO A) MN CASTROPIL EMBALAGENS ME (CNPJ: 18.303.916/0001-86) Processo N : 0802/15 Licitação Nº: 0712/15 Pregão Eletrônico Nº: 182015 RESPOSTA AO RECURSO O Pregoeiro do CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 4ª REGIÃO - CREF4/SP, no exercício das suas atribuições

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA REITORIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA REITORIA Processo nº 23230.000041/2013-10 Interessado: Departamento de Administração e Planejamento Campus Novo Paraíso Assunto: Construção de Almoxarifado do Campus Novo Paraíso DECISÃO Trata-se dos autos do processo

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 03/2009

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 03/2009 Processo: A 09/033 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de empresa para prestação de serviços de limpeza, asseio e conservação predial, visando a obtenção de adequadas condições de

Leia mais

Vejamos um exemplo: O órgão público deve observar que ao mencionar por exemplo: nível de ruído máximo de 60 db.

Vejamos um exemplo: O órgão público deve observar que ao mencionar por exemplo: nível de ruído máximo de 60 db. A PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM RONDÔNIA PREGÃO 16/2013 UASG: 200046 OBJETO DE AQUISIÇÃO: FRAGMENTADORA DE PAPEL ITEM 16 US PRICE COMÉRCIO DE MÁQUINAS E SERVIÇOS LTDA., empresa privada, com sede na Rua

Leia mais

Management Company TMC) para prestação de serviços de viagens executados por

Management Company TMC) para prestação de serviços de viagens executados por ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 11/2011 Ao primeiro dia do mês de abril de 2011, reuniram-se a Pregoeira e os integrantes da Equipe de Apoio para análise e julgamento

Leia mais

APRECIAÇÃO DE RECURSO APRESENTADO AO PREGÃO PRESENCIAL SRP 1261/2013 CPL 06

APRECIAÇÃO DE RECURSO APRESENTADO AO PREGÃO PRESENCIAL SRP 1261/2013 CPL 06 APRECIAÇÃO DE RECURSO APRESENTADO AO PREGÃO PRESENCIAL SRP 1261/2013 CPL 06 I. HISTÓRICO O Governo do Estado do Acre, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação - 06, foi autorizada a realização

Leia mais

ESCLARECIMENTOS SOBRE QUESTIONAMENTOS, VIA FAX, FEITO POR TELEMAR NORTE LESTE S/A.

ESCLARECIMENTOS SOBRE QUESTIONAMENTOS, VIA FAX, FEITO POR TELEMAR NORTE LESTE S/A. Belo Horizonte, 19 de setembro de 2006. ESCLARECIMENTO Nº 03 PREGÃO Nº 012/2006 PROCESSO INTERNO Nº 264/2006 DA: PARA: COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DA CODEMIG PARTICIPANTES DA LICITAÇÃO OBJETO: CONTRATAÇÃO

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO PREGOEIRA E DOUTA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO DE CONTABILIDADE DO ESTADO DA BAHIA

ILUSTRÍSSIMO PREGOEIRA E DOUTA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO DE CONTABILIDADE DO ESTADO DA BAHIA ILUSTRÍSSIMO PREGOEIRA E DOUTA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO DE CONTABILIDADE DO ESTADO DA BAHIA CONTRA RAZÔES AO RECURSO DA ART DIGITAL A CARTA CONVITE Nº 005/2010 Tipo Menor Preço. PROCESSO ADMINSTRATIVO

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Referência: Concorrência nº 01/2012 Fase: Resultado da análise das propostas técnicas Sr. Secretário de Administração, RBM PROPAGANDA E COMUNICAÇÃO LTDA empresa devidamente estabelecida na CLN 309, Bloco

Leia mais

JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA

JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA FEITO: REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA REFERÊNCIA: EDITAL DA CONCORRÊNCIA Nº 001/2014 - COMPEL RAZÕES: JULGAMENTO DA PROPOSTA DE PREÇOS OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Porto Alegre ATA Nº 02/2013

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO DECISÃO DE RECURSOS ADMINISTRATIVOS TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2013 PROCESSO Nº 021/2013 FASE: QUALIFICAÇÃO TÉCNICA RECURSO INTERPOSTO POR ADVOCACIA LUCIANO CEOTTO RELATÓRIO Cuida-se de recurso administrativo

Leia mais

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL PREGÃO PRESENCIAL: 063/2015 JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL OBJETO: Aquisição de equipamentos, sistemas, serviços e outros itens necessários à implantação do gerenciamento eletrônico da freqüência dos

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 001/2010 BNDES ATA DA REUNIÃO DE JULGAMENTO DOS RECURSOS

CONCORRÊNCIA AA Nº 001/2010 BNDES ATA DA REUNIÃO DE JULGAMENTO DOS RECURSOS CONCORRÊNCIA AA Nº 001/2010 BNDES ATA DA REUNIÃO DE JULGAMENTO DOS RECURSOS Aos 15 dias do mês de junho do ano de dois mil e dez, reuniram-se os membros da Comissão Especial de Licitação do BNDES, designados

Leia mais

Caráter excepcional da indicação de marca em edital

Caráter excepcional da indicação de marca em edital RELATORA: CONSELHEIRA ADRIENE ANDRADE Caráter excepcional da indicação de marca em edital DICOM TCEMG EMENTA: CONSULTA PRESIDENTE DE CÂMARA MUNICIPAL ELABORAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DO

Leia mais

Assunto: Representação acerca de procedimento licitatório - inexigibilidade.

Assunto: Representação acerca de procedimento licitatório - inexigibilidade. Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 323/94 - Segunda Câmara - Ata 44/94 Processo nº TC 625.141/94-6 Responsável: Dra. Marga Inge Barth Tessler, Juiza Federal Diretora do Foro. Órgão: Justiça

Leia mais

ILUSTRÍSSIMA AUTORIDADE SUPERIOR POR INTERMÉDIO DO SENHOR PREGOEIRO DESIGNADO PELA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE

ILUSTRÍSSIMA AUTORIDADE SUPERIOR POR INTERMÉDIO DO SENHOR PREGOEIRO DESIGNADO PELA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE ILUSTRÍSSIMA AUTORIDADE SUPERIOR POR INTERMÉDIO DO SENHOR PREGOEIRO DESIGNADO PELA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO VERDE REF.: PREGÃO PRESENCIAL Nº 148/2013 SAMTRONIC INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA., pessoa jurídica

Leia mais

PARECER/CONSULTA TC-001/2006 PROCESSO - TC-3050/2005 INTERESSADO - BANESTES SEGUROS S/A ASSUNTO - CONSULTA

PARECER/CONSULTA TC-001/2006 PROCESSO - TC-3050/2005 INTERESSADO - BANESTES SEGUROS S/A ASSUNTO - CONSULTA PROCESSO - TC-3050/2005 INTERESSADO - BANESTES SEGUROS S/A ASSUNTO - CONSULTA DISPENSA DE LICITAÇÃO ARTIGO 24, INCISO VIII, DA LEI Nº 8.666/93 NÃO INCIDÊNCIA EM RELAÇÃO A ÓRGÃO OU ENTIDADE INTEGRANTE DA

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Comissão Especial de Licitação

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Comissão Especial de Licitação CONCORRÊNCIA N. 002/2007 ATA DOS TRABALHOS DA SESSÃO DE JULGAMENTO DA DOCUMENTAÇÃO APRESENTADA NA LICITAÇÃO MODALIDADE "CONCORRÊNCIA", DE N. 002/2007, REALIZADA NO DIA 14/09/2007, ÀS 14 HORAS. Às quatorze

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 86/2008 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 23034.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 86/2008 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 23034. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 86/2008 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 23034.001954/2008-11 JULGAMENTO DE RECURSO Trata-se de contratação, mediante

Leia mais