Melhores Empresas para Estagiar 2008

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Melhores Empresas para Estagiar 2008"

Transcrição

1 Melhores Empresas para Estagiar Realização: CIEE / IBOPE Inteligência / ABRH-SP Outubro/

2 Metodologia As empresas interessadas inscrevem-se no prêmio através do site O cadastro é validado pelo IBOPE a partir dos critérios definidos no regulamento selecionando, assim, as empresas classificadas Destas empresas, são selecionados os estagiários que responderão a pesquisa com a avaliação das empresas Em caso de empresas com mais de 50 estagiários, são sorteados 50 deles. Em caso de empresas com menos, todos os estagiários devem responder a pesquisa 2

3 Metodologia O questionário é composto de perguntas fechadas divididas em 3 partes. Na primeira parte são levantados dados de perfil do estagiário. Na segunda, é feita uma avaliação geral do estágio na empresa e avaliações por atributos. Ao final, os estagiários respondem algumas perguntas sobre suas atitudes e percepções em relação ao estágio, de forma geral. Os atributos foram sugeridos pelo CIEE e adaptados ao questionário pelo IBOPE Inteligência. 3

4 Metodologia As avaliações são feitas em escalas de 10 pontos. O primeiro critério de classificação é a média da avaliação geral do estágio Em caso de empate, vale a média de avaliações em todos os atributos Persistindo o empate, a classificação será feita pelo maior índice top two box (soma dos percentuais de notas 9 e 10) na avaliação geral A apuração dos resultados é feita pelo IBOPE Inteligência 4

5 Metodologia Os estagiários respondentes das empresas que obtém as melhores classificações na pesquisa são contatados para verificação da autenticidade dos dados coletados As empresas melhor classificadas também são visitadas para comparação, in loco, das informações obtidas nos questionários com as efetivas condições de realização de estágio praticadas nas empresas A constatação de divergências entre os resultados da tabulação e as práticas adotadas na gestão do programa de estágio é motivo para desclassificação da empresa 5

6 Metodologia Para que a participação da empresa seja efetivada, é necessário que, no mínimo, 75% de seus estagiários completem o preenchimento do questionário 6

7 O Prêmio em números Evolução Empresas Participantes Empresas Classificadas* Empresas Finalistas** Empresas com 15 ou mais estagiários* Houve mudança de pré-requisito em : diferentemente de e, quando eram exigidos 10 ou mais estagiários, em, para se classificarem, as empresas deveriam ter em seu quadro 15 ou mais estagiários. Isso pode explicar o aumento, em, de 17% em relação ao número de participantes classificados em, e a queda de 7% em relação a. * Empresas classificadas são aquelas que atenderam todos os requisitos de inscrição (informações das empresas, número de estagiários, etc) ** Empresas finalistas são aquelas que atenderam todos os requisitos da etapa de preenchimento dos questionários (mínimo de respondentes) 7

8 O Prêmio em números Evolução Estagiários Participantes Empresas Classificadas Empresas Finalistas A evolução dos estagiários segue a linha do que ocorreu com as empresas

9 PERFIL DAS EMPRESAS

10 Número de Funcionários Funcionários Até a a 1000 Mais de 1000 Em : 4% não responderam a questão Base: (9 empresas finalistas) Base: (0 empresas finalistas) Base: (12 empresas classificadas) 10

11 Número de Estagiários Filtro do prêmio: todas as empresas inscritas deveriam ter pelo menos 10 estagiários em e e 15 estagiários em Estagiários Até a a 100 Mais de 100 Em : 3% não responderam a questão Em : 4% não responderam a questão Base: (9 empresas finalistas) Base: (0 empresas finalistas) Base: (12 empresas classificadas) 11

12 Benefícios Concedidos Vale transporte Vale refeição Func Func Estag. Estag. Cesta básica Auxílio educação Func. Estag Func. Estag

13 Benefícios Concedidos Assistência Médica Assist. Odontológica Func Func Estag. Estag. Gratificação Recesso Func. Estag Estag

14 Média salarial e bolsa auxílio Funcionários Salário Médio Base: (9) 3.32 (0) (12) 1.04 As médias salariais e de bolsa auxílio das empresas participantes têm crescido a cada ano Em : 1% não respondeu a questão Em : 42% não responderam a questão Estagiários Bolsa Média Base: (9) 79 (0) 774 (12) 456 Em : 3% não responderam a questão Em : 24% não responderam a questão 14

15 Avaliação do programa do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média A Empresa propicia condições para que os estagiários conheçam 9,20 todos os processos produtivos e administrativos que possuam interação c/ a área de formação de cada um deles ,,79 As orientações e esclarecimentos, técnicos ou práticos, são prestados por profissionais com experiência prática na realização das atividades propostas , , ,71 Os estagiários têm acesso ,69 aos equipamentos e recursos necessários para realizar as ,60 atividades previstas no estágio ,67 Em : 2% não responderam a questão Base: (9 empresas finalistas) Base: (0 empresas finalistas) Base: (12 empresas classificadas) 15

16 Avaliação do programa do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média As atividades realizadas pelos estagiários contribuem efetivamente para o aprendizado prático na área de formação de cada um deles ,33 9,42 9,42 Os estagiários também participam das comemorações e eventos especiais promovidos pela empresa ,79 9,5 9,4 A Empresa possibilita que os ,33 estagiários flexibilizem seus horários de estágio p/ que possam adequar-se 3 4 9,41 ao horário das aulas e das provas ,06 Em : 2% não responderam a questão Base: (9 empresas finalistas) Base: (0 empresas finalistas) Base: (12 empresas classificadas) 16

17 Avaliação do programa do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média Nessa empresa os estagiários são tratados com igualdade, sem favoritismos ou privilégios individuais ,7 9,79 9,79 Atividades desenv. pelos estagiários têm proporcionado a oportunidade de aplicarem, na prática, conceitos, técnicas e conhecimentos teóricos adquirido em seus respectivos cursos , 9,24 9,15 Os estagiários recebem "feedback", individualmente, sobre o desempenho deles, relacionados aos resultados esperados de cada atividade desenvolvida por eles , ,74,74 Base: (9 empresas finalistas) Base: (0 empresas finalistas) Base: (12 empresas classificadas) Em : 2% não responderam a questão 17

18 Avaliação do programa do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média Os estagiários desenvolvem suas atividades de acordo com um plano ,74 pré-estabelecido, elaborado internamente ou definido pela Instituição de Ensino ,49 ou elaborado por ambos (empresa e instituição de ensino) ,64 As atividades realizadas pelos estagiários exigem níveis de conhecimentos adequados ao ano/semestre que cada um deles está cursando ,66,45 7,9 A Empresa investe no crescimento profissional dos seus estagiários promovendo a participação deles em ,7,99 palestras, cursos e treinamentos ,93 Em : 2% não responderam a questão Base: (9 empresas finalistas) Base: (0 empresas finalistas) Base: (12 empresas classificadas) 1

19 Avaliação do programa do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média Os estagiários são envolvidos e/ou participam das decisões que afetam diretamente as atividades de estágio que estão realizando ,57,35, A Empresa, por liberalidade, oferece aos estagiários os mesmos benefícios oferecidos aos funcionários efetivos , , ,71 Em : 2% não responderam a questão Base: (9 empresas finalistas) Base: (0 empresas finalistas) Base: (12 empresas classificadas) 19

20 INFORMAÇÕES DOS ESTAGIÁRIOS 20

21 Perfil Demográfico Sexo Idade Masculino Feminino 16 a 20 anos a 25 anos a 30 anos Mais de 30 anos Base: (2644) (3772) (2573) 21

22 Perfil Demográfico Estado Civil Com quem mora Solteiro Casado Sozinho Pais Amigos Outros Base: (2644) (3772) (2573) 22

23 Perfil Demográfico Renda Familiar Até R$ 415,00 2 Acima de R$ 415,00 até R$30,00 10 Acima de R$ 30,01 até R$2.075,00 32 Acima de R$ 2.075,01 até R$4.150,00 29 Acima de R$ 4.150,01 até R$.300,00 15 Acima de R$.300,01 até R$16.600,00 7 Acima de R$16.601,00 3 Base: (2644) 23

24 Perfil Demográfico Grau de Instrução Rede de ensino Médio Técnico Superior Pública Particular Base: (2644) (3772) (2573) 24

25 Experiências... Viagem ao exterior 3 Trabalho 2 3 Passeio (2644) 20 Estudar 6 (3772) (2573) 7 Nunca viajou

26 Experiências... Línguas Inglês fluente Inglês intermediário Espanhol fluente Espanhol intermediário Outras línguas Nenhuma (2644) (3772) (2573) 26

27 Experiências... Financeira (você possui...) Cartão de crédito Conta Corrente Sim Não Sim Não Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 27

28 Computador Lap top Internet ipod MP3 DVD Celular G3 Tecnologia (você possui...) Sim Não Experiências (2573) (3772) (2644) Base:

29 SOBRE O ESTÁGIO... 29

30 Tempo de estágio na empresa De 1 a 3 meses De 4 a 6 meses Até 4 horas por dia 5 horas/dia Jornada diária de estágio De para, cai 9 p.p. os estagiários que têm jornada diária de estágio de 4 horas De 7 a 9 meses De 10 a 12 meses De a 1 meses horas/dia 7 horas/dia horas/dia Enquanto, no mesmo período, cresce 10 p.p. os que têm jornada de horas Acima de 1 meses Mais de horas/dia Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 30

31 Benefícios Recebidos Vale refeição Estagiários Vale transporte Assistência Médica º Bolsa ou Gratificação Recesso remunerado De um modo geral, no ano de, as empresas estão concedendo mais benefícios para seus estagiários, quando comparado aos 2 últimos anos Cesta básica Auxílio educação Outros benefícios Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 31

32 Apesar das diferenças entre a declaração dos estagiários x das empresas... Vale transporte Vale refeição Empresa Empresa Estag. Estag. Cesta básica Auxílio educação Empresa Empresa Estag Estag Base estagiários (2644) (3772) (2573) Base empresas finalistas (9) (0) (12) 32

33 Apesar das diferenças entre a declaração dos estagiários x das empresas... Assistência Médica Gratificação Empresa Estag Empresa Estag Recesso Empresa Estag Base estagiários (2644) (3772) (2573) Base empresas finalistas (9) (0) (12) 33

34 Valor da Bolsa Auxílio Em reais % Em, 52% dos estagiários recebem entre 700 e 1299 reais. A faixa de 1100 a 1499 tem apresentado crescimento contínuo Sem remuneração a a a a a a a a Base: Acima de (2644) 1 (3772) (2573) 34

35 AVALIAÇÃO GERAL DO ESTÁGIO 35

36 Avaliação do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média Você tem orgulho de contar para os outros que está estagiando nessa Empresa ,32 9,26 9,23 As orientações recebidas em seu estágio são prestadas por profissional com experiência prática na realização das atividades propostas , , ,24 Você tem acesso aos equipamentos e recursos necessários para realizar as atividades previstas no estágio ,20 9,10 9,04 Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 36

37 Avaliação do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média Os recursos materiais, tecnológicos, bem como as instalações da Empresa contribuem para um bom andamento do estágio ,99,5,79 As atividades de estágio têm contribuído também para a sua formação social e cultural , , ,5 Você sente que faz parte de uma equipe , , ,73 Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 37

38 Avaliação do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média As atividades de estágio têm contribuído para o seu aprendizado prático e crescimento profissional na sua área de formação ,4,4,67 O profissional que orienta suas atividades de estágio age de acordo com o que fala e cumpre o que promete , ,5,3 Você tem encontrado facilidade para solicitar orientações durante o estágio, e, quando as solicita, obtém esclarecimentos suficientes , ,0,0 Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 3

39 Avaliação do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média Você tem a possibilidade de participar das comemorações e eventos especiais promovidos pela empresa ,0 9,04,9 Para desenvolver essas atividades, você recebe orientações sobre como realizá-las satisfatoriamente ,72,6,70 A Empresa possibilita que você flexibilize seu horário de estágio para que você possa adequar com o horário das aulas e de provas , ,3,51 Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 39

40 Avaliação do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média Nessa Empresa os estagiários são tratados com igualdade, sem favoritismo ou privilégios individuais ,63,65,55 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Você é mantido informado sobre assuntos/mudanças que afetam diretamente o estágio que está realizando ,2,50,41 Você é estimulado(a) a manter o equilíbrio entre as atividades de estágio e as atividades relacionadas à sua vida estudantil , , ,04 Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 40

41 Avaliação do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média As habilidades que você vem adquirindo no estágio têm propiciado aplicar na prática, conceitos, técnicas e conhecimentos teóricos adquiridos no seu curso ,2,27,06 Por liberalidade da empresa, você também tem acesso aos mesmos benefícios oferecidos aos funcionários efetivos ,40 6, ,02 Você executa predominantemente atividades rotineiras ou monótonas, das quais os funcionários efetivos procuram esquivar-se , , ,15 Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 41

42 Avaliação do estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média As atividades que você desenvolve na empresa exigem níveis de conhecimentos adequados ao ano/semestre atual de seu curso ,92 7,2 7,60 Levando tudo em consideração, esta é uma excelente Empresa para se estagiar ,99, ,1 Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 42

43 ATITUDES FRENTE AO ESTÁGIO...

44 Atitudes Em geral, tem aumentado as percepções positivas em relação ao estágio 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média Considero o estágio fundamental para eu me desenvolver profissionalmente ,34 9,35 9,23 3 9,33 O estágio constitui uma forma das empresas descobrirem novos talentos , ,24 3 9,32 O estágio é fundamental para eu conseguir um bom emprego , ,24 Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 44

45 Atitudes 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média O estágio proporciona experiências e desafios que estimulam o conhecimento e a interação do estudante com o campo profissional ,32 9,10 9,11 O estágio mostra ao estudante as oportunidades e desafios que ele encontrará em sua carreira 1 7 9, , ,07 As empresas que possibilitam o estágio oferecem mais chances de efetivação para seus estagiários ,00 7,55 7,31 Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 45

46 Atitudes 1 a 4 5 a 6 7 a 9 a 10 Média O estudante que consegue estagiar avança na sua carreira de uma forma mais rápida do que aqueles que não conseguem estagiar ,96 9,05,95 O estágio é mais importante para as empresas do que para os estagiários ,20 4,23 4, ,61 O estágio só é importante para tentar conseguir um emprego , ,51 Base: (2644) Base: (3772) Base: (2573) 46

47 Estagiárias x Estagiários - Total Masculino Feminino Base (2644) (1244) (1400) % % % Renda Pessoal De R$ 99,00 a R$ 1099, Acima de R$1100, Jornada diária de estágio 4 horas por dia horas por dia horas por dia horas por dia horas por dia Mais de horas por dia 9 6 Outros benefícios concedidos Vale refeição Vale transporte Assistência médica ª bolsa ou outra gratificação Recesso remunerado Cesta básica 9 10 Auxílio educação Outros Os dados demonstram que os estagiários ganham mais, trabalham mais e têm mais benefícios, apesar de o número de estagiárias nas empresas pesquisadas ser superior. 47

48 As 10 melhores empresas para estagiar 1º Associação do Sanatório Sirio (Hospital do Coração) Apsen Farmacêutica Máquinas Agrícolas Jacto 2º 3º 4º 5º Kaizen Consultoria e Serviços em Inf. Va Tech Hydro Brasil Matec Engenharia e Construções Yamaha Motor do Brasil 6º 7º º 9º 10º Schneider Electric Brasil 3M do Brasil 4

Como é o RH nas Empresas?

Como é o RH nas Empresas? Como é o RH nas Empresas? Informações gerais da pesquisa Objetivo: entender a percepção dos profissionais de RH sobre clima organizacional Pesquisa realizada entre 24/06 e 12/07 Parceria entre Hay Group

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES CAMBRIDGE ENGLISH E UNOi

PERGUNTAS FREQUENTES CAMBRIDGE ENGLISH E UNOi PERGUNTAS FREQUENTES CAMBRIDGE ENGLISH E UNOi ANTES DO EXAME O que é a parceria entre UNOi e Cambridge English? Por que eu devo prestar os exames Cambridge English? Quais são os exames? O que é o Placement

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL

PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL Relatório e Análise 2005 Introdução: ``Para que a Construtora Mello Azevedo atinja seus objetivos é necessário que a equipe tenha uma atitude vencedora, busque sempre resultados

Leia mais

Escritório de Carreiras PUCRS - Carreira Internacional

Escritório de Carreiras PUCRS - Carreira Internacional ESTUDO/ TRABALHO: 1. Qual critério que devo utilizar para escolher o meu local de estudo/trabalho? Quando chega o momento de escolher o local de estudo/ trabalho devemos considerar alguns pontos importantes.

Leia mais

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica 1. APRESENTAÇÃO O Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório no curso de Engenharia Elétrica é uma atividade curricular obrigatória

Leia mais

AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO.

AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO. AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO. ÍNDICE APRESENTAÇÃO...04 MISSÃO E VISÃO DO SISTEMA FIEB... 06 VALORES... 08 OBJETIVOS DO PROGRAMA... 12 APROVEITAMENTO INTERNO... 14

Leia mais

Elétrica montagem e manutenção ltda. AVALIAÇÃO DE COLABORADORES

Elétrica montagem e manutenção ltda. AVALIAÇÃO DE COLABORADORES AVALIAÇÃO DE COLABORADORES RESUMO A preocupação com o desempenho dos colaboradores é um dos fatores que faz parte do dia-a-dia da nossa empresas. A avaliação de desempenho está se tornando parte atuante

Leia mais

FIPECAFI e IBRI divulgam resultado da 5ª Pesquisa sobre o Perfil e a Área de Relações com Investidores

FIPECAFI e IBRI divulgam resultado da 5ª Pesquisa sobre o Perfil e a Área de Relações com Investidores FIPECAFI e IBRI divulgam resultado da 5ª Pesquisa sobre o Perfil e a Área de Relações com Investidores Os resultados da 5ª Pesquisa sobre o perfil e a área de Relações com Investidores no Brasil divulgado

Leia mais

6 Análise de necessidades

6 Análise de necessidades 55 6 Análise de necessidades Este capítulo apresenta os dados obtidos através do questionário mencionado no capítulo 5. Discuto o propósito de utilizá-lo para identificar as necessidades dos alunos. Em

Leia mais

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CAPES/BRANETEC R E L A T Ó R I O

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CAPES/BRANETEC R E L A T Ó R I O PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CAPES/BRANETEC R E L A T Ó R I O 1. DADOS PESSOAIS: 1.1 Nome Completo: 1.2. CPF: 1.3. Passaporte/Identidade: 1.4. Sexo: F ( ) M ( ) 1.5. Data de Nascimento: 1.6. Local de Nascimento:

Leia mais

Pesquisa de Perfil, Expectativas e Percepção de Qualidade. Alunos de Programas de MBA 2013

Pesquisa de Perfil, Expectativas e Percepção de Qualidade. Alunos de Programas de MBA 2013 Pesquisa de Perfil, Expectativas e Percepção de Qualidade Alunos de Programas de MBA 2013 Tópicos Sobre a Anamba Objetivos da Pesquisa Metodologia Principais Resultados Sobre a Anamba Tem por missão contribuir

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online.

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Assunto E-commerce Metodologia Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 1.652 mulheres Perfil: 18 a 50 anos Mercado: Brasil

Leia mais

CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR LISTA GREAT PLACE TO WORK BRASIL - 2014

CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR LISTA GREAT PLACE TO WORK BRASIL - 2014 CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR LISTA GREAT PLACE TO WORK BRASIL - 2014 MISSÃO: CONSTRUIR UMA SOCIEDADE MELHOR, AJUDANDO EMPRESAS A TRANSFORMAR SEU AMBIENTE DE TRABALHO PRESENÇA GLOBAL 53

Leia mais

Programa de pontos da IAESTE Brasil

Programa de pontos da IAESTE Brasil Programa de pontos da IAESTE Brasil Conforme já mencionado anteriormente, o programa de intercâmbio da IAESTE funciona com base na reciprocidade. Ou seja, para cada brasileiro enviado para estagiar no

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP Alunos apontam melhorias na graduação Aumenta grau de formação dos professores e estudantes mostram que cursos possibilitam

Leia mais

Segmentação CATHO ONLINE LTDA. Empresa: Base: 34ª Edição. Região Geográfica: Grande São Paulo. Faturamento: R$ 31 a 45 milhões. Indústria Automotiva

Segmentação CATHO ONLINE LTDA. Empresa: Base: 34ª Edição. Região Geográfica: Grande São Paulo. Faturamento: R$ 31 a 45 milhões. Indústria Automotiva Edição: Fevereiro/2011 Segmentação Empresa: CATHO ONLINE LTDA Base: 34ª Edição Região Geográfica: Grande São Paulo Faturamento: R$ 31 a 45 milhões Ramo de atividade: Indústria Automotiva Apresentação Este

Leia mais

Por que ouvir a sua voz é tão importante?

Por que ouvir a sua voz é tão importante? RESULTADOS Por que ouvir a sua voz é tão importante? Visão Tokio Marine Ser escolhida pelos Corretores e Assessorias como a melhor Seguradora pela transparência, simplicidade e excelência em oferecer soluções,

Leia mais

RECURSOS HUMANOS COMO FATOR DE EFICÁCIA ORGANIZACIONAL

RECURSOS HUMANOS COMO FATOR DE EFICÁCIA ORGANIZACIONAL RECURSOS HUMANOS COMO FATOR DE EFICÁCIA ORGANIZACIONAL Por quê o lado humano dos negócios está emergindo como uma indispensável vantagem competitiva? Era Industrial Taylor e Fayol Era do Conhecimento Tecnologia

Leia mais

Pesquisa Semesp. A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho

Pesquisa Semesp. A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho Pesquisa Semesp A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho 2008 Ensino superior é um forte alavancador da carreira profissional A terceira Pesquisa Semesp sobre a formação acadêmica dos profissionais

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE ESTÁGIO PETROBRAS 2013

PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE ESTÁGIO PETROBRAS 2013 PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE ESTÁGIO PETROBRAS 2013 O Instituto Euvaldo Lodi IEL/AM realiza o processo seletivo para o Programa de Estágio da Petrobras Serviços Compartilhados Amazonas. O objetivo desse

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O estágio

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa.

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa. DIREITO DOS CLIENTES O que esperar de sua empresa de Executive Search Uma pesquisa de executivos envolve um processo complexo que requer um investimento substancial do seu tempo e recursos. Quando você

Leia mais

Regimento de estágio não obrigatório

Regimento de estágio não obrigatório PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO - CEA Regimento de estágio não obrigatório Faculdade de Ciências Contábeis Maio 2009 1 CONTEÚDO Apresentação 3 Definição

Leia mais

O que pensam os professores da educação básica de Campinas sobre a aprendizagem dos alunos: evidências da Prova Brasil 2013. Por Stella Silva Telles

O que pensam os professores da educação básica de Campinas sobre a aprendizagem dos alunos: evidências da Prova Brasil 2013. Por Stella Silva Telles O que pensam os professores da educação básica de Campinas sobre a aprendizagem dos alunos: evidências da Prova Brasil 2013 Por Stella Silva Telles - Apresentação; - Quem são os professores que responderam

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA CIVIL CAMPUS CAMPO MOURÃO ENGENHARIA CIVIL CARLOS HENRIQUE FELIPE POÇAS RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO Relatório de Estágio

Leia mais

Pesquisa Perfil das Empresas de Consultoria no Brasil

Pesquisa Perfil das Empresas de Consultoria no Brasil Pesquisa Perfil das Empresas de Consultoria no Brasil 2014 Objetivo Metodologia Perfil da Empresa de Consultoria Características das Empresas Áreas de Atuação Honorários Perspectivas e Percepção de Mercado

Leia mais

Aprovado pela Resolução nº. 022/2011 do Conselho Superior/IFMA EDITAL N 89 / 2014

Aprovado pela Resolução nº. 022/2011 do Conselho Superior/IFMA EDITAL N 89 / 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO AO ENSINO NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO SELEÇÃO PARA O PROJETO AUXÍLIO TRANPORTE/2014.2

Leia mais

TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO DE RH. Prof. Felipe Kovags Aula 02 (20-09-2011)

TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO DE RH. Prof. Felipe Kovags Aula 02 (20-09-2011) TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO DE RH Prof. Felipe Kovags Aula 02 (20-09-2011) 1 ERA DOS TALENTOS SEGUNDO PETER DRUCKER, O PAI DA ADMINISTRAÇÃO MODERNA, ESTAMOS NO INÍCIO DA ERA DOS TALENTOS. FORÇA FÍSICA,

Leia mais

MANUAL DO SUPERVISOR DE ESTAGIÁRIO

MANUAL DO SUPERVISOR DE ESTAGIÁRIO MANUAL DO SUPERVISOR DE ESTAGIÁRIO Rua Dr. Alberto Ferreira, 179 - Centro - 13480-074 - Limeira/SP - (19) 3404.9634 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO:... 4 2. PERGUNTAS E RESPOSTAS:... 4 1. O que é estágio?... 4

Leia mais

Autorizado pela Resolução n 05/2010, de 22 de fevereiro de 2010

Autorizado pela Resolução n 05/2010, de 22 de fevereiro de 2010 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO PERMANÊNCIA AO EDUCANDO PROEJA Autorizado pela Resolução n 05/2010,

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES ESTÁGIO

PERGUNTAS FREQUENTES ESTÁGIO 1 PERGUNTAS FREQUENTES ESTÁGIO 1. O que é estágio? É um período de aprendizado para o futuro profissional, permitindo a integração da formação à prática. O estágio proporciona a aplicação dos conhecimentos

Leia mais

Vendedor Externo - Chapecó/SC Tipo de contrato: Remuneração: Benefícios: Descrição: Turno: Requisitos: Ref.:

Vendedor Externo - Chapecó/SC Tipo de contrato: Remuneração: Benefícios: Descrição: Turno: Requisitos: Ref.: Vendedor Externo - Chapecó/SC Fixo de 900,00, ajuda de custo, comissão de 8% sobre as vendas, diária de 70,00. Descrição: Vendedor externo. Fará viagens para o interior de São Paulo e interior de Minas

Leia mais

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil P e s q u i s a d a F u n d a ç ã o G e t u l i o V a r g a s I n s t i t u t o d e D e s e n v o l v i m e n t o E d u c a c i o n a l Conteúdo 1. Propósito

Leia mais

membros do time, uma rede em que eles possam compartilhar desafios, conquistas e que possam interagir com as postagens dos colegas.

membros do time, uma rede em que eles possam compartilhar desafios, conquistas e que possam interagir com as postagens dos colegas. INTRODUÇÃO Você, provavelmente, já sabe que colaboradores felizes produzem mais. Mas o que sua empresa tem feito com esse conhecimento? Existem estratégias que de fato busquem o bem-estar dos funcionários

Leia mais

MANUAL DO ESTAGIÁRIO WWW.CIEESC.ORG.BR

MANUAL DO ESTAGIÁRIO WWW.CIEESC.ORG.BR MANUAL DO ESTAGIÁRIO WWW.CIEESC.ORG.BR SEJA BEM VINDO! É com muito prazer que o CIEE-SC recebe você como estagiário. O estágio é o seu primeiro passo para uma carreira de sucesso. Grandes executivos começaram

Leia mais

Regulamento de Estágio. Curso de Engenharia de Produção

Regulamento de Estágio. Curso de Engenharia de Produção Regulamento de Estágio Curso de Engenharia de Produção Coronel Fabriciano Julho, 2010 1. INTRODUÇÃO O Estágio Curricular Obrigatório no curso de Engenharia de Produção é uma atividade curricular obrigatória

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA Coronel Fabriciano 2012 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 1 2. OBJETIVOS 1 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL 2 4. ATRIBUIÇÕES 2 5. LOCAIS DE ESTÁGIO E AGENTES DE INTEGRAÇÃO

Leia mais

ANEXO II - QUESTIONÁRIO SOCIOCULTURAL

ANEXO II - QUESTIONÁRIO SOCIOCULTURAL ANEXO II - QUESTIONÁRIO SOCIOCULTURAL Processo Seletivo Faculdade AMEC Trabuco 2005.1 Este questionário, que compõe o material de inscrição, tem o objetivo exclusivo de coletar dados socioculturais dos

Leia mais

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 Curitiba, Fevereiro de 2014 Sumário 1. O PRÊMIO... 3 2. OBJETIVOS... 4 3. CATEGORIAS DE PREMIAÇÃO... 5 4. ETAPAS DE AVALIAÇÃO... 5 5. PREMIAÇÃO... 5 6. PARTICIPAÇÃO/INSCRIÇÃO...

Leia mais

www.pucrs.br/pos *AVALIAÇÃO CAPES POR QUE A PUCRS?

www.pucrs.br/pos *AVALIAÇÃO CAPES POR QUE A PUCRS? A Pós-Graduação da PUCRS é a porta de entrada para um novo momento da sua vida profissional e acadêmica. Você pode ampliar habilidades, fomentar ideias e adquirir conhecimento com experiências inovadoras

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG 15/12/2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG Professores Responsáveis:

Leia mais

MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Técnico em Informática

MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Técnico em Informática INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS - CAMPUS AVANÇADO SÃO JOÃO DEL-REI MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Técnico em Informática APRESENTAÇÃO O objetivo do presente

Leia mais

MQS do Brasil Consultoria, Assessoria e Treinamento. Segurança do Trabalho, RH, Gestão da Qualidade, e Meio Ambiente.

MQS do Brasil Consultoria, Assessoria e Treinamento. Segurança do Trabalho, RH, Gestão da Qualidade, e Meio Ambiente. MQS do Brasil Consultoria, Assessoria e Treinamento Segurança do Trabalho, RH, Gestão da Qualidade, e Meio Ambiente. Realização de cursos, treinamento e palestras. 1 ISO 9001:2008 - Interpretação e Implementação

Leia mais

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Seção: Entrevista Pág.: www.catho.com.br SABIN: A MELHOR EMPRESA DO BRASIL PARA MULHERES Viviane Macedo Uma empresa feita sob medida para mulheres. Assim

Leia mais

Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia (CDL Goiânia)

Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia (CDL Goiânia) Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia (CDL Goiânia) INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES GOIÂNIA INTRODUÇÃO Resultado da pesquisa social aplicada, baseada em questionários, sobre intenção de compras

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 06/2015

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 06/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 06/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO Nº 06/2015 PREÂMBULO A Confederação Nacional de Municípios CNM, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 00.703.157/0001-83, com sede no SCRS 505, Bloco

Leia mais

Sobre o Grupo Pão de Açúcar. Participe do programa de Trainee 2011 do Grupo Pão de Açúcar!

Sobre o Grupo Pão de Açúcar. Participe do programa de Trainee 2011 do Grupo Pão de Açúcar! Participe do programa de Trainee 2011 do Grupo Pão de Açúcar! Venha fazer parte de uma empresa multiformato, composta por supermercados, hipermercados, lojas de produtos eletrônicos/eletrodoméstios, lojas

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA

A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA Elaine Schweitzer Graduanda do Curso de Hotelaria Faculdades Integradas ASSESC RESUMO Em tempos de globalização, a troca de informações

Leia mais

Identificação da Experiência: Gestão do Clima Organizacional Processo A Palavra é Sua.

Identificação da Experiência: Gestão do Clima Organizacional Processo A Palavra é Sua. Identificação da empresa: Viação Santa Cruz S/A Identificação da Experiência: Gestão do Clima Organizacional Processo A Palavra é Sua. Data: Implantação em 2009 aos dias atuais Categoria: Adesão dos Colaboradores

Leia mais

Work & Study 2011 AUSTRÁLIA A Austrália, já conhecida por suas praias, clima parecido com o Brasil e muitas oportunidades, é um dos países que permitem que o estudante trabalhe legalmente enquanto estuda,

Leia mais

Despesas de Viagem. Estudo

Despesas de Viagem. Estudo Despesas de Viagem 2014 Estudo SOBRE O ESTUDO A Carreira Muller, empresa especializada em consultoria de gestão de pessoas, desenvolveu o estudo Despesas de Viagens com o objetivo de publicar valores e

Leia mais

Gestão de Recursos Humanos e Formação de Quadros

Gestão de Recursos Humanos e Formação de Quadros Introdução: Se estima que nos próximos anos haverá um crescimento significativo na utilização de pessoal e que a área de recursos humanos será uma das áreas de maior importância dentro do desenvolvimento

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL Julia Ferreira de Moraes (EEL-USP) moraes.julia@hotmail.com Everton Azevedo Schirmer

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS DA UFC

MANUAL DE ESTÁGIOS DA UFC MANUAL DE ESTÁGIOS DA UFC C EXTENSÃO E ESTÁGIO F PESQUISA U ENSINO SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... xx INTRODUÇÃO... xx 1. QUAIS AS OBRIGAÇÕES DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO?... xx 2. QUAIS OS DIREITOS E DEVERES DO

Leia mais

O caminho para conquistar Equipes de Alto Desempenho

O caminho para conquistar Equipes de Alto Desempenho 27 O caminho para conquistar Equipes de Alto Desempenho 233 Um líder conquista uma equipe de Alto de Desempenho, primeiramente por meio de suas atitudes como pessoa, e depois conquista pela Visão de um

Leia mais

Remuneração e Avaliação de Desempenho

Remuneração e Avaliação de Desempenho Remuneração e Avaliação de Desempenho Objetivo Apresentar estratégias e etapas para implantação de um Modelo de Avaliação de Desempenho e sua correlação com os programas de remuneração fixa. Programação

Leia mais

IAESTE Para você que está antenado com o que o. jovem profissional. Paula Semer Prado Gerente Executiva

IAESTE Para você que está antenado com o que o. jovem profissional. Paula Semer Prado Gerente Executiva IAESTE Para você que está antenado com o que o mercado espera de um jovem profissional Paula Semer Prado Gerente Executiva Sobre a ABIPE Associação Brasileira de Intercâmbio Profissional e Estudantil:

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares

Regulamento das Atividades Complementares Regulamento das Atividades Complementares Curso de Design de Moda FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE I. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente regulamento tem por finalidade normatizar as Atividades

Leia mais

1º Prêmio Instituto Sprinkler Brasil de Trabalhos Técnicos

1º Prêmio Instituto Sprinkler Brasil de Trabalhos Técnicos 1º Prêmio Instituto Sprinkler Brasil de Trabalhos Técnicos APRESENTAÇÃO O Instituto Sprinkler Brasil ISB (www.sprinklerbrasil.org.br) é uma organização sem fins lucrativos dedicada a fomentar a prevenção

Leia mais

Regulamento para utilização do FATES

Regulamento para utilização do FATES Regulamento para utilização do FATES 1 / 6 Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. FINALIDADE... 3 3. DA FORMAÇÃO... 3 4. DA ALOCAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS... 3 4.1- DA ASSISTÊNCIA TÉCNICA... 3 4.2- DA ASSISTÊNCIA

Leia mais

As vagas/áreas, com seus requisitos, estão apresentados a seguir:

As vagas/áreas, com seus requisitos, estão apresentados a seguir: EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 003/2014 A Guarda Mirim de Londrina, visando garantir os princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade, objetivando suprir necessidades de pessoal, TORNA

Leia mais

PROGRAMA SOCIOASSISTENCIAL ESTUDANTIL

PROGRAMA SOCIOASSISTENCIAL ESTUDANTIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS CAMPUS MANAUS CENTRO PROGRAMA SOCIOASSISTENCIAL ESTUDANTIL CADASTRO

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Maio/ 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - AUXILIO TRANSPORTE APROVADO PELA RESOLUÇÃO N.º 022/2011 DO CONSELHO SUPERIOR/IFMA

PROCESSO SELETIVO PARA A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - AUXILIO TRANSPORTE APROVADO PELA RESOLUÇÃO N.º 022/2011 DO CONSELHO SUPERIOR/IFMA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO CAMPUS ALCÂNTARA NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO PROCESSO SELETIVO PARA

Leia mais

8ª PESQUISA DE PRODUTIVIDADE APRENDIZADO DE IDIOMAS 2012

8ª PESQUISA DE PRODUTIVIDADE APRENDIZADO DE IDIOMAS 2012 8ª PESQUISA DE PRODUTIVIDADE APRENDIZADO DE IDIOMAS 2012 Tel. 55 11 3862 1421 Pesquisa revela panorama do aprendizado do idioma inglês no Brasil de 2003 a 2012 por Paulo P. Sanchez* A BIRD Gestão Estratégica

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES PRÁTICAS

GUIA DE ORIENTAÇÕES PRÁTICAS GUIA DE ORIENTAÇÕES PRÁTICAS Professores e Coordenadores Pedagógicos 1. INTRODUÇÃO 2. PROPOSTA PEDAGÓGICA 3. COMO UTILIZAR 4. COMO ACESSAR A PLATAFORMA 5. ACOMPANHAMENTO DOS ALUNOS 6. CONTROLE DE CRÉDITOS

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Adm.Walter Lerner 1.Gestão,Competência e Liderança 1.1.Competências de Gestão Competências Humanas e Empresariais são Essenciais Todas as pessoas estão, indistintamente,

Leia mais

EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO DOCENTE IMED

EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO DOCENTE IMED EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO DOCENTE IMED Com objetivo de consolidar sua missão de proporcionar um centro de excelência acadêmica para formação de sujeitos capazes de compreender e transformar a realidade

Leia mais

PRÊMIO MELHOR EMPRESA PARA SE TRABALHAR NO ESPÍRITO SANTO. Regulamento

PRÊMIO MELHOR EMPRESA PARA SE TRABALHAR NO ESPÍRITO SANTO. Regulamento Regulamento A ABRH-ES (Associação Brasileira de Recursos Humanos - Seccional Espírito Santo) é integrante do Sistema Nacional ABRH e configura-se como instituição não governamental que dissemina conhecimento

Leia mais

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica por Camila Hatsumi Minamide* Vivemos em um ambiente com transformações constantes: a humanidade sofre diariamente mudanças nos aspectos

Leia mais

CILS e SEEDF um gol de educação na copa de 2014

CILS e SEEDF um gol de educação na copa de 2014 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL GERÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE CEILÂNDIA CENTRO INTERESCOLAR DE LÍNGUAS DE CEILÃNDIA QNM 13 A. E CEILÂNDIA SUL TELEFONE E FAX: 373-3350 Autorizado pela

Leia mais

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Conselho Regional de Medicina rayer@usp.br

Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Conselho Regional de Medicina rayer@usp.br Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Conselho Regional de Medicina rayer@usp.br RELAÇÃO DOS MÉDICOS COM A INDÚSTRIA DE MEDICAMENTOS, ÓRTESES/ PRÓTESE E EQUIPAMENTOS MÉDICO-HOSPITALARES Conhecer

Leia mais

IAESTE: contribuindo com a internacionalização das Instituições de Ensino, dos alunos e dos professores. Paula Semer Prado Gerente Executiva

IAESTE: contribuindo com a internacionalização das Instituições de Ensino, dos alunos e dos professores. Paula Semer Prado Gerente Executiva IAESTE: contribuindo com a internacionalização das Instituições de Ensino, dos alunos e dos professores Paula Semer Prado Gerente Executiva Sobre a ABIPE Quem é ABIPE? Associação Brasileira de Intercâmbio

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br

A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar. www.proenem.com.br A INFLUÊNCIA DO SALÁRIO NA ESCOLHA DA PROFISSÃO Professor Romulo Bolivar www.proenem.com.br INSTRUÇÃO A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo

Leia mais

ESTAGIÁRIOS. Pesquisa Bolsa Estágio Março 2.013

ESTAGIÁRIOS. Pesquisa Bolsa Estágio Março 2.013 ESTAGIÁRIOS Pesquisa Bolsa Estágio Março 2.013 SOBRE A PESQUISA Esta pesquisa tem como objetivo disponibilizar informações sobre práticas e valores aplicados a Bolsa Estágio. A base de dados da pesquisa

Leia mais

Perguntas e respostas

Perguntas e respostas Diretrizes Perguntas e respostas Axis Certification Program Índice 1. Finalidade e benefícios 3 2. Como tornar-se um Axis Certified Professional 3 3. Após o Exame 5 4. Diferença entre o Axis Certification

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES Das

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2012 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 14% da população,

Leia mais

1ª GINCANA PARANAENSE DE ECONOMIA DO CORECON-PR. Regulamento

1ª GINCANA PARANAENSE DE ECONOMIA DO CORECON-PR. Regulamento 1ª GINCANA PARANAENSE DE ECONOMIA DO CORECON-PR Regulamento CAPÍTULO I OBJETIVOS ART 1º - OBJETIVOS GERAIS 1. O Torneio Gincana Paranaense - CORECON-PR é uma competição de caráter educacional, promovida

Leia mais

MERCADO DE TRABALHO. Carlos Marcelo da Silva Figueredo

MERCADO DE TRABALHO. Carlos Marcelo da Silva Figueredo MERCADO DE TRABALHO 1 Carlos Marcelo da Silva Figueredo MERCADO DE TRABALHO Vale a pena abrir o próprio consultório? Vale a pena aceitar convênios de planos odontológicos? Vale a pena investir imediatamente

Leia mais

Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata?

Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata? Atualização Monetária Recebi um boleto do seguro de vida que eu contratei na MetLife e detectei que o prêmio do seguro sofreu aumento e queria saber do que se trata? Na realidade, não houve um aumento

Leia mais

Vendas - Cursos. Curso Completo de Treinamento em Vendas com Eduardo Botelho - 15 DVDs

Vendas - Cursos. Curso Completo de Treinamento em Vendas com Eduardo Botelho - 15 DVDs Vendas - Cursos Curso Completo de Treinamento em Vendas com - 15 DVDs O DA VENDA Esta palestra mostra de maneira simples e direta como planejar o seu trabalho e, também, os seus objetivos pessoais. Através

Leia mais

Edital Impact Hub BH

Edital Impact Hub BH Edital Impact Hub BH Chamada Pública de Empreendedores de Impacto Objetivo Dar suporte ao desenvolvimento de negócios de impacto através do que oferecemos no Impact Hub: espaço compartilhado de trabalho,

Leia mais

INGLÊS EM. SUCESSO EM diversos PAÍSES

INGLÊS EM. SUCESSO EM diversos PAÍSES INGLÊS EM 7 DIAS SUCESSO EM diversos PAÍSES Índice O que é? Como funciona O que você vai aprender? Diferenciais Aprimore seu Conhecimento Vídeos Certi cação Local Data Investimento Formas de Pagamento

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil CONSELHO DE CLASSE A visão dos professores sobre educação no Brasil INTRODUÇÃO Especificações Técnicas Data do Campo 19/06 a 14/10 de 2014 Metodologia Técnica de coleta de dados Abrangência geográfica

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE DIREITO, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O estágio não obrigatório,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE FORMAÇÃO ESPECÍFICA EM GESTÃO DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, SEQUENCIAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

PORTARIA UNIVESP PR nº 14/2015, de 25 de março de 2015

PORTARIA UNIVESP PR nº 14/2015, de 25 de março de 2015 PORTARIA UNIVESP PR nº 14/2015, de 25 de março de 2015 Estabelece normas para concessão de bolsas no âmbito da Modalidade 1 Treinamento Técnico, para ingresso no 1 o semestre de 2015, cria cadastro de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS CONSTRUTIVOS E SANEAMENTO URBANO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS CONSTRUTIVOS E SANEAMENTO URBANO EDITAL 01/2013 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS PPCS A Universidade Federal do Pará, através da Coordenação do Programa de Pós- Graduação em Processos Construtivos e

Leia mais

CATEGORIA: ADESÃO DOS COLABORADORES

CATEGORIA: ADESÃO DOS COLABORADORES EXPRESSO GUANABARA S/A - CNPJ: 41.550.112/0001-01 END. ROD BR 116 KM 04 N 700 MESSEJANA FORTALEZA/CE CATEGORIA: ADESÃO DOS COLABORADORES 2011 BOAS PRÁTICAS: ADESÃO DOS COLABORADORES AOS SEUS VALORES E

Leia mais

(3) Depois de logar como CONSULTOR com uma conta já criada

(3) Depois de logar como CONSULTOR com uma conta já criada Melhorias/Ajustes a serem feitos no website. (1) Landpage Sobre as duas caixas do banner. Preciso conseguir alterar a fonte/tamanho de seus títulos, Consultor Local e Consultoria Online. Deixe as caixas

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Alunos do 5º ciclo, a partir de 2012 Arujá - SP 2012 1 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. OBJETIVO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Leia mais

NORMA INTERNA DE TREINAMENTO FAUUSP

NORMA INTERNA DE TREINAMENTO FAUUSP NORMA INTERNA DE TREINAMENTO FAUUSP 1. OBJETIVOS Apresentar as diretrizes básicas e os procedimentos institucionais necessários à realização das atividades de treinamento. 2. DEFINIÇÕES 2.1. Treinamento

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen 1 SUMÁRIO Conteúdo 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O CURSO... 3 3. PERFIL DO TECNÓLOGO EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL... 3 4. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 3 5. CONDIÇÕES GERAIS DO ESTÁGIO... 5 6. MATRÍCULA...

Leia mais

Data 2008 BLOCO I INFORMAÇÕES GERAIS

Data 2008 BLOCO I INFORMAÇÕES GERAIS COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA/FACESA INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS SEGMENTO: ALUNOS Data 2008 CURSO: Enfermagem / TURNO: Matutino SEMESTRE: Primeiro BLOCO I INFORMAÇÕES GERAIS P1. Sexo A) ( ) Feminino

Leia mais

CURSOS DE IDIOMA NA EUROPA

CURSOS DE IDIOMA NA EUROPA CURSOS DE IDIOMA NA EUROPA Sediada em Dublin e com unidade de apoio no Brasil, a agência EUROPA INTERCAMBIO oferece os melhores cursos para quem quer aprender Inglês com eficiência e qualidade. Empregadores

Leia mais