PAGAMENTO DO PIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "4.22 - PAGAMENTO DO PIS"

Transcrição

1 PAGAMENTO DO PIS PAGAMENTO DO PIS PIS O PIS é o Programa de Integração Social, que tem por finalidade, além de melhorar a distribuição da renda nacional, promover a integração do empregado na vida e no desenvolvimento das empresas. ABONO SALARIAL Benefício anual equivalente a um salário-mínimo, vigente no ato do pagamento, assegurado ao trabalhador cadastrado no programa do PIS, que satisfaça às condições previstas na Lei 7.998/90. RENDIMENTOS DO PIS Correspondem aos juros de 3% ao ano mais o Resultado Líquido Adicional RLA, em percentual variável, calculados com base no saldo atualizado das Quotas existentes na conta individual do participante, creditados anualmente por ocasião do encerramento do exercício financeiro do PIS/PASEP. DISPOSIÇÕES GERAIS Tem direito aos Rendimentos do PIS o participante do Fundo cadastrado até 04/10/88, que possua saldo de Quotas na conta individual de participação. Os Rendimentos do PIS disponibilizados e não sacados pelo cliente são automaticamente incorporados ao saldo de Quotas, ao final do exercício de pagamento. O pagamento dos Rendimentos e do Abono do PIS obedece ao calendário definido pelo Conselho Diretor do Fundo de Participação do PIS e divulgado anualmente pelo Gestor. Caso não haja autorização para o pagamento do PIS e do Abono, é impresso um comprovante com mensagem impeditiva da transação, que pode ser: >> Pagamento já efetuado >> PIS inexistente ou sem saldo >> Conta bloqueada >> Pagamento efetuado empresa >> Pagamento efetuado conta. A transação não admite estorno, exceto quando se tratar da última transação efetuada. 119

2 PAGAMENTO DO PIS O pagamento dos Rendimentos e do Abono do PIS pode ser efetuado: >> nas Agências da CAIXA; >> nos terminais de auto-atendimento; >> nas casas lotéricas; >> nos terminais CAIXA AQUI/POS. PAGAMENTO O pagamento dos Rendimentos e do Abono do PIS pode ser feito em qualquer Unidade lotérica por meio do Cartão do Cidadão, com senha cadastrada, até mesmo nos feriados e fins de semana, das 8h às 20h, horário de Brasília. O limite de valor para saque está condicionado à suficiência de numerário no correspondente bancário. Após o saque, é impresso o comprovante de pagamento em duas vias, uma para o cliente e outra para a prestação de contas na CAIXA. PROCEDIMENTOS Quando o participante apresentar-se com o cartão para efetuar o saque, certificar-se de que há dinheiro disponível na loja para o pagamento, adotando os seguintes passos: 1º Passo: pressionar a tecla FINAN. Aparecerá na tela do monitor o menu da aplicação financeira. 2º Passo: escolher a opção 5. Aparecerá na tela a seguinte informação PIS Passe o Cartão Magnético Digite a Senha No visor do Pinpad aparecerá a seguinte mensagem: PIS PASSE O CARTÃO 3º Passo: orientar o participante a passar o cartão no Pinpad com a tarja magnética posicionada para baixo e a frente do cartão voltada para ele. 120

3 PAGAMENTO DO PIS No visor do Pinpad aparecerá a seguinte mensagem: DIGITE SUA SENHA 4º Passo: orientar o participante a digitar a senha e pressionar a tecla ENTER no Pinpad. Na tela do monitor aparecerá a seguinte informação: PIS Valor: R$ XX,XX Tecle < 1 > para confirmar Tecle < 3 > para cancelar 5º Passo: escolher a opção < 1 > para confirmar ou < 3 > para cancelar a operação. Confirmando a operação, aparecerá na tela do monitor a seguinte informação: SOLICITAR A CONFIRMAÇÃO PELO CLIENTE No visor do Pinpad aparecerá o valor e a solicitação para o participante confirmar ou cancelar a operação. VALOR R$ XX,XX CONFIRME/CANCELE 6º Passo: orientar o participante a optar pela confirmação da operação, pressionando a tecla ENTER ou, pelo cancelamento, pressionando a tecla CANCEL, NO Pinpad. Após a confirmação pelo participante, o sistema emitirá o recibo em duas vias, uma para ele e outra para prestação de contas perante à CAIXA. 7º Passo: Efetuar o pagamento, entregando ao participante juntamente com o dinheiro, a via do recibo. 121

4 PAGAMENTO DO PIS MENSAGENS QUE PODEM SER EMITIDAS PELO SISTEMA NEGANDO O PAGAMENTO: PAGAMENTO JÁ EFETUADO PIS INEXISTENTE OU SEM SALDO PAGAMENTO EFETUADO EMPRESA PAGAMENTO EFETUADO CONTA CARTÃO CANCELADO SENHA BLOQUEADA Caso persista alguma dúvida, imprimir a mensagem utilizando a tecla IMPR. TELA, entregá-la ao cliente, orientando-o a procurar a Agência da CAIXA mais próxima. Havendo demora da realização da operação, aparecerá a mensagem NÃO REALIZADA TIME OUT. Neste caso a operação não foi completada, devendo ser reiniciada pelo primeiro passo, precedida de consulta ao LOG DE AUDITORIA tecla RELAT / 6 Rel. Sist. Financ. / 4 Log Audit para verificar se a operação foi concretizada. No GUIA DE CONSULTA RÁPIDA consta procedimentos de forma resumida. MENSAGENS DE ERROS Se ocorrer mensagens de erros como CARTÃO CANCELADO, SENHA BLOQUEADA, CONTA BLO- QUEADA, CONVÊNIO PIS EMPRESA, CARNÊ AGÊNCIA DOMICILIO, BLOQUEIO JUDICIAL, AGÊNCIA DOMICÍLIO BLOQUEADA, PAGAMENTO JÁ EFETUADO, PAGAMENTO EFETUADO EMPRESA, PAGA- MENTO EFETUADO, CONTA PIS INEXISTENTE OU SEM SALDO, encaminhar o cliente à Agência da CAIXA mais próxima. FONTES DE CONSULTA Responsáveis pela elaboração e revisão do conteúdo Escritório de Negócios NATAL, RN Escritório de Negócios RECIFE, PE MARIA IVONETE DA SILVA PEREIRA (coordenadora) OMAR MEDEIROS WAGNER FURTADO CAVALCANTI MANUEL GOMES NEVES MERCIA MARIA CARVALHO ALENCASTRO FOSSÁ 122

5 SUPER X CAP SUPER X CAP HISTÓRICO O Super X Cap é um Título de Capitalização, comercializado exclusivamente nas Unidades Lotéricas, criado em 22 de maio de 2000 (Plano 500). Para dar a esse produto maior atratividade e competitividade em relação ao produto anterior, foi revitalizado, em 17 de junho de 2002 (plano 501), com base em estudos sobre as tendências de mercado e sobre a concorrência, bem como em pesquisa qualitativa realizada com a clientela das lotéricas. CARACTERÍSTICAS Prazo de Capitalização: 60 meses. Início de vigência: a vigência do título é imediata, a partir da data de aquisição, e a participação nos sorteios ocorre após o pagamento da 1ª mensalidade. Modalidades de Premiação por Série: Prêmios Instantâneos R$ ,00 em prêmios >> 1 casa + 1 carro = 5000 x mensalidade >> 3 motos = 350 x mensalidade >> 5 geladeiras = 70 x mensalidade >> 20 TVs = 40 x mensalidade >> 10 rádios-gravadores = 20 x mensalidade >> 35 liqüidificadores = 6 x mensalidade >> 35 batedeiras = 6 x mensalidade >> prêmios = 1 x mensalidade (Títulos premiados continuam concorrendo) Prêmios de Fidelização: No último sorteio de cada mês, será sorteado um título por série, cujo prêmio é no valor de 100 x a mensalidade x a quantidade de mensalidades vencidas e quitadas. PRÊMIOS SEMANAIS JOGO DO X 3 primeiros sorteios do mês Principal (na ordem): R$ ,00 23 Adicionais (qualquer ordem): R$ 2.000,00 Último sorteio do mês - Prêmio Especial 123

6 SUPER X CAP Principal (na ordem): R$ ,00 23 Adicionais (qualquer ordem): R$ 5.000,00 Sorteios: os sorteios são realizados todas as sextas-feiras, no Caminhão da Sorte, logo após o sorteio da Dupla Sena. São sorteados 4 números entre cinqüenta e uma dezenas, de 01 a 51. Nos meses em que houver 5 sextas-feiras, na primeira semana apenas ocorrerá o sorteio do SuperXCap - Plano 500. Obs.: Todos os prêmios são líquidos, ou seja, já descontado Imposto de Renda. Liquidação do Título: Os títulos contemplados em sorteio serão resgatados, com exceção dos prêmios instantâneos e de fidelização. PRÊMIOS INSTANTÂNEOS Os Prêmios Instantâneos podem ser recebidos em dinheiro ou em bens (casa, carro zero km, motocicleta e geladeira),de acordo com opção do cliente. O prêmio especial de fidelidade e os prêmios dos sorteios semanais serão pagos exclusivamente nas Agências da CAIXA. Para isso, o cliente deve entrar em contato com a Central Atendimento SuperXCap pelo telefone , para que sejam prestadas as devidas orientações sobre os procedimentos necessários para recebimento do prêmio. No caso de o cliente fazer opção para receber em dinheiro os demais prêmios(televisão, bicicleta, rádio-gravador, liquidificador, batedeira e mensalidades do título), o pagamento poderá ser feito nas Unidades Lotéricas. Se a opção for por recebimento do bem, o cliente deverá entrar em contato com a Central de Atendimento pelo telefone , que informará os procedimentos exigidos para o recebimento do prêmio. No caso dos prêmios instantâneos, os procedimentos são os mesmos utilizados para o pagamento de resgate, com diferenciação somente quanto à opção exibida na tela do terminal, que será a de número 4, pagamento prêmio instantâneo. A parte do título na qual consta a informação do prêmio instantâneo deverá ser destacada e carimbada (PAGO) e ficará retida até ser efetuado o crédito do valor correspondente na conta da Unidade Lotérica. Após o crédito, essa parte deverá ser destruída, e o comprovante de pagamento emitido pelo terminal deve ser guardado por trinta dias. 124

7 SUPER X CAP REMUNERAÇÃO DO EMPRESÁRIO LOTÉRICO O título oferece a seguinte remuneração para os Empresários Lotéricos: Processo Operacional Valor da Remuneração Venda R$ 1,30 Recebimento de mensalidades R$ 0,30 Pagamento de Resgate R$ 0,30 Pagamento de Prêmios Instantâneos R$ 0,30 Recolhimento e Envio dos cupons de cadastramento de clientes R$ 0,05 A premiação relativa ao jogo do X para a Unidade Lotérica que tenha recebido a mensalidade correspondente é a seguinte: Premiação do Cliente Premiação do Lotérico por título sorteado vigente Sorteio Especial Prêmio Principal R$ 500 mil R$ 5 mil Prêmios Adicionais R$ 5 mil R$ 500 Sorteios Semanais Prêmio Principal R$ 20 mil R$ 2 mil Prêmios Adicionais R$ 2 mil R$

8 SUPER X CAP PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS RECEBIMENTO DE MENSALIDADES E RESGATE DE TÍTULOS Este serviço, disponibilizado no terminal OMNI (cinza), destina-se a realizar operações de recebimento de novos títulos, mensalidades e resgate de títulos do SuperXcap. Quando da venda de novo título, recebimento de mensalidade ou resgate, proceder da seguinte forma: PARA RECEBIMENTO DE NOVO TÍTULO OU MENSALIDADE PROCEDER DE ACORDO COM OS SEGUINTES PASSOS: 1º Passo: Pressionar a tecla FINAN. Aparecerá na tela do monitor o menu da aplicação financeira. 2º Passo: Escolher a opção 9. Aparecerá no monitor a seguinte tela: CAIXA CAP 1 Recebimento 2 Resgate 3 Extrato (inibido) 4 Pagamento Prêmio 3º Passo: Escolher a opção 1. Aparecerá no monitor a seguinte tela: 4º Passo: Passar o cartão no leitor óptico do teclado com o código de barras voltado para trás do teclado. Caso não seja efetuada a leitura, digitar a representação numérica contida no cartão, nos campos específicos e pressionar a tecla ENVIAR. Aparecerá no monitor a seguinte tela: 126

9 SUPER X CAP 5º Passo: Solicitar ao cliente a quantidade de parcelas a ser recolhida. Informar a quantidade no campo específico e pressionar a tecla ENVIAR. O sistema fará a verificação da situação do Cartão/Título e, caso apareça no monitor uma das mensagens seguintes, que são ocorrências impeditivas ao recebimento, este não poderá ser realizado e o terminal emitirá o Comprovante de Transação Não Efetivada. Nesse caso entregar o comprovante ao cliente e orientá-lo a ligar para o telefone de atendimento contido no Título. - TÍTULO SORTEADO - TÍTULO BLOQUEADO - TÍTULO INEXISTENTE - LIMITE DE MENSALIDADE A RECEBER (Excede o limite de mensalidade recebida) - CÓDIGO DE BARRAS INCORRETO Comprovante de Transação não Efetivada CAIXA ECONÔMICA FEDERAL MENSAGEM INSTITUCIONAL DD/MM/AAAA HORA DF HH:MM:SS LOT TERM.: TÍTULO N : SUPERXCAP MENSAGEM IMPEDITIVA RESGATE NÃO EFETIVADO Caso o sistema emita uma ficha para acerto cadastral, entregá-la ao cliente para o devido preenchimento dos campos solicitados. A ficha cadastral preenchida com as correções solicitadas, deverá ser entregue ao distribuidor do SuperXcap pelo Lotérico. 127

10 SUPER X CAP Ficha para Acerto Cadastral CAIXA ECONÔMICA FEDERAL MENSAGEM INSTITUCIONAL MENSAGEM INSTITUCIONAL CAP - X - CAP - X - CAP ABR2001 HORA DF 00:00: LOT: TERM:00255 SALVADOR Controle: SUPERXCAP Ficha para acerto Cadastral Preencha e devolva ao Lotérico TÍTULO N.: Nome Completo: CPF/CNPJ: Data Nascimento: Endereço completo: DDD/Telefone: Caso o recebimento seja possível, aparecerá no monitor a seguinte tela: 6º Passo: Escolher a opção <1> para confirmar ou <3> para cancelar a operação. Confirmando a operação, aparecerá na tela do monitor a seguinte informação: No visor do Pinpad aparecerá o valor e a solicitação para o cliente confirmar ou cancelar a operação. VALOR R$ XX,XX CONFIRME/CANCELE 7º Passo: Orientar o cliente a optar pela confirmação da operação, pressionando a tecla ENTER ou, pelo cancelamento, pressionando a tecla CANCEL, no Pinpad. Após a confirmação pelo cliente, o terminal emitirá o recibo em duas vias, uma para ele e outra para a Unidade Lotérica prestar contas perante a CAIXA. 128

11 SUPER X CAP PARA RESGATE DE TÍTULO, PROCEDER DE ACORDO COM OS SEGUINTES PASSOS: Para efetuar o resgate, o cliente deverá estar de posse do Título, dos documentos pessoais e, preferencialmente, com o cartão. Em caso de perda, roubo ou extravio do Título, o cliente deverá ligar para a Central de Atendimento da CAIXA CAPITALIZAÇÃO: e escolher uma Agência da CAIXA para efetuar o resgate. A Central explicará ao cliente todos os procedimentos necessários. Importante ressaltar que o cliente não poderá efetuar o resgate nas Unidades Lotéricas, sem estar com o Título em mãos. 1º Passo: Pressionar a tecla FINAN. Aparecerá na tela do monitor o menu da aplicação financeira. 2º Passo: Escolher a opção 9. Aparecerá no monitor a seguinte tela: CAIXA CAP 1 Recebimento 2 Resgate 3 Extrato (inibido) 4 Pagamento Prêmio 3º Passo: Escolher a opção 2. Aparecerá no monitor a seguinte tela: 4º Passo: Solicitar do cliente o Título e os documentos pessoais. A entrega do Título pelo cliente é obrigatória. De posse do Cartão, Título e dos documentos pessoais, passar o cartão no leitor ótico do teclado com o código de barras voltado para trás do teclado. Caso não seja efetuada a leitura, digitar a representação numérica contida no cartão, nos campos específicos e pressionar a tecla ENVIAR. Aparecerá no monitor a seguinte tela: (manter a tela) 129

12 SUPER X CAP 5º Passo: Escolher a opção <1> para confirmar ou <3> para cancelar a operação. Confirmando a operação, aparecerá no monitor a seguinte tela: 6º Passo: Conferir os dados apresentados na tela com os dados constantes do Título. Sendo idênticos, escolher a opção <1> para confirmar. Caso contrário, escolher a opção <3> para cancelar a operação. Confirmando a operação, aparecerá no monitor a seguinte tela: No visor do Pinpad aparecerá o valor e a solicitação para o cliente confirmar ou cancelar a operação. VALOR R$ 50,00 CONFIRME/CANCELE 7º Passo: Orientar o cliente a optar pela confirmação da operação, pressionando a tecla ENTER ou, pelo cancelamento, pressionando a tecla CANCEL, no Pinpad. Após a confirmação pelo cliente, o terminal emitirá o recibo em duas vias, uma para ele e outra para a Unidade Lotérica para arquivamento. Após a efetivação do resgate, é obrigatória a retenção do Título resgatado, a exemplo da rotina de pagamento de bilhetes premiados, devendo ser inutilizado após o pagamento, com aposição de carimbo pago. Deverá ser anexado a 2a. via do recibo de resgate ao Título até a efetivação da prestação de contas do Sistema Financeiro que ocorre em D+1. Após a consolidação dos valores recebidos e regatados, o Título deverá ser destruído e o comprovante de resgate emitido pelo terminal deverá ser guardado por trinta dias. 130

13 SUPER X CAP Caso algum Título já resgatado venha a ser reapresentado, será de exclusiva responsabilidade da Unidade Lotérica que efetuou o 1o. resgate, o seu ressarcimento à Unidade Lotérica prejudicada, sem prejuízo das penalidades previstas na Circular CAIXA vigente. Eventual estorno/invalidação de recebimento ou resgate, deverá ser efetuado imediatamente após a transação original. Resumo dos procedimentos consta no Guia de Consulta Rápida 131

14 SUPER X CAP PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS COMPARATIVO SUPERXCAP PLANO 500 x SUPERXCAP PLANO 501 (ATUAL) ITEM SUPERXCAP PLANO 500 SUPERXCAP PLANO 501 (ATUAL) Prazo de Capitalização 120 meses 60 meses Valor da mensalidade R$ 10,00 R$ 10,00 Tipo de emissão Pré-emitido Pré-emitido Taxa de juros 0,2976% a.m. 0,5% a.m. Início de vigência 1º dia do mês subseqüente ao da aquisição Data da aquisição Vigência para sorteio Mês seguinte ao do pagamento da 1ª mensalidade Imediatamente, a partir do pagamento da 1ª mensalidade Índice de atualização Anualmente, pelo IGP-M Anualmente, pelo IGP-M Cancelamento por inadimplência 4 mensalidades atrasadas, sucessivamente 4 mensalidades atrasadas, sucessivamente Tamanho da série títulos títulos Universo de combinações 4 dezenas, de 01 a 51 4 dezenas, de 01 a 51 Local dos sorteios Caminhão da Sorte Caminhão da sorte Prazo de carência 12 meses 12 meses Liquidação do título Por contemplação em sorteio Por contemplação em sorteio, exceto nos prêmios do Sorteio Especial da Fidelidade e Instantâneos Quota de capitalização 50% da 1ª a 12a mensalidade; 87,48% da 13a a 120ª mensalidade Valor resgate final 100% mais TR 100% mais TR 50% da 1ª a 6ª mensalidade; 65,65% da 7ª a 11ª mensalidade; 93% da 12ª a 60ª mensalidade. Atualização da provisão No aniversário do título, Na data de aniversário do título sempre no dia 1º do mês Modalidades de premiação Sorteio - Jogo do X Sorteio Semanal - Jogo do X Prêmios Instantâneos Sorteio Especial Fidelidade 132

15 SUPER X CAP COMPARATIVO SUPERXCAP PLANO 500 x SUPERXCAP PLANO 501 (ATUAL) ITEM SUPERXCAP PLANO 500 SUPERXCAP PLANO 501 (ATUAL) Premiação instantânea (Tipo 3 figuras iguais em 6) Não há Prêmios Instantâneos (Valor total líquido R$ ,00) 1 casa+carro (5.000 x valor da mens.); 4 geladeiras (70 x valor da mens., cada); 20 tvs 14 (40 x valor da mens., cada); 20 bicicletas (20 x valor da mens., cada; 10 rádios-gravadores (20 x valor da mens., cada); 35 liquidificadores (6x valor da mens., cada), 35 batedeiras (6x valor da mens., cada); mensalidades (1x valor da mens., cada) Prêmio Especial da Fidelidade Não há 1 prêmio mensal de 100 vezes o valor da última mensalidade, multiplicado pela quantidade de mensalidades vencidas e quitadas. Freqüência dos sorteios Semanal Ultimas 4 sextas-feiras do mês Periodicidade Prêmio Especial - Jogo do X ( * ) Periodicidade prêmios semanais Jogo do X ( * ) Última sexta-feira do mês Todas as sextas-feiras do mês, exceto a última Última sexta-feira do mês 3 sextas-feiras por mês (anteriores à última sexta-feira do mês) Prêmio Especial - Jogo do X 1 prêmio de vezes o valor da mensalidade; 23 Prêmios de 500 vezes o valor da mensalidade. Prêmios semanais Jogo do X 1 prêmio de vezes o valor da mensalidade; 23 Prêmios de 200 vezes o valor da mensalidade Premiação Lotérico Participação nos prêmios do Jogo do X cuja mensalidade tenha sido recebida pelo Lotérico 1 prêmio de vezes o valor da mensalidade; 23 Prêmios de 500 vezes o valor da mensalidade. 1 prêmio de vezes o valor da mensalidade; 23 prêmios de 200 vezes o valor da mensalidade Participação nos prêmios do Jogo do X cuja mensalidade tenha sido recebida pelo Lotérico Desde o lançamento do SuperXCap Plano 501, o sorteio passou a ser único, às sextas-feiras, para ambos os planos: Plano 500 e Plano 501. Nos meses com 5 sextas-feiras, na primeira sexta-feira do mês, haverá somente o sorteio do Plano

16 SUPER X CAP Responsáveis pela elaboração e revisão do conteúdo Escritório de Negócios BRASÍLIA, DF Escritório de Negócios CONGRESSO, DF Escritório de Negócios SANTO AMARO, SP MARCIA REZENDE PINHEIRO (Coordenadora) ANA CLAUDIA BITTENCOURT PAZ DE SOUSA HUTEMBERG DANTAS JARDIM CARLOS JOSE DOS SANTOS FILHO MARCIA MARIA MALDONADO BALLEGO MARCO ANTONIO GIOVANELLI GUIMARÃES 134

17 TELESENA TELESENA É um Título de Capitalização comercializado nas Unidades Lotéricas, com sorteios semanais, realizados aos domingos pelo SBT Sistema Brasileiro de Televisão. O suprimento é feito pelo distribuidor autorizado às Unidades Lotéricas, em vistas periódicas e de acordo com a necessidade da Unidade Lotérica. A Unidade Lotérica atesta o recebimento do produto por meio de assinatura de FATURA. Os formulários das Faturas são confeccionados pela CAIXA, em três vias, das quais a 1ª é da CAIXA, a 2ª, do DISTRIBUIDOR e a 3ª, da Unidade Lotérica. PRESTAÇÃO DE CONTAS As faturas serão debitadas na conta da Unidade Lotérica operação 003, no prazo de 15 dias. COMISSÃO DO LOTÉRICO >> 8% do valor do produto; >> 0,35% do valor do produto, para cobertura da CPMF na conta dos Empresários Lotéricos. ROTINA DE VENDA Venda direta ao cliente, sem autenticação. TIPOS DE PRÊMIOS Prêmios por pontuação Mais pontos - os títulos que contiverem o conjunto com maior número de dezenas sorteadas, dividirão entre si, em partes iguais, o prêmio de R$ ,00 (quinhentos mil reais). Menos pontos - os títulos que contiverem o conjunto com o menor número de dezenas sorteadas dividirão entre si, em partes iguais, o prêmio de R$ ,00 (quinhentos mil reais). Prêmios Instantâneos (splash) Os prêmios autorizados para pagamento nos pontos de venda são os seguintes: >> Vale Telesena >> R$ 10,00 >> R$ 20,00 >> R$ 50,00 >> R$ 100,00 135

18 TELESENA Os prêmios de R$ 500,00 e R$ 1.000,00 deverão ser pagos exclusivamente, pela Liderança Capitalização S.A., portanto, os clientes devem ser orientados para entrar em contato com a Central de Atendimento da Liderança Capitalização S.A. (11) Prêmio Casa Cada título terá impresso um número específico dentre a numeração de a , que valerá exclusivamente para esta modalidade de premiação. Ao final do prazo de vigência, em uma data especificada no título será sorteado um e somente um número de título dentre os números de a Cada um dos títulos sorteados fará jus ao recebimento de um prêmio equivalente a ,67 vezes o valor do título, sobre o qual deverá ser deduzido o imposto de renda, ou uma casa de igual valor, também com valor deduzido do imposto de renda, na cidade. PROCEDIMENTOS PARA PAGAMENTO DOS PRÊMIOS Conferir se a Telesena é original e se não há nenhum sinal de rasura ou violação de números. Prêmios Instantâneos: Recortar o Splash; Reter o Splash e devolver o restante da TeleSena ao cliente; Efetuar o pagamento do prêmio ao cliente. RESSARCIMENTO DE PRÊMIOS PAGOS - Ao entregar as partes retidas das Telesenas premiadas bem como dos prêmios instantâneos ao Distribuidor, a Unidade Lotérica terá ressarcimento imediato. Esses documentos serão encaminhados para a Liderança Capitalização como comprovantes dos valores desembolsados para pagamento dos prêmios. 136

19 TELESENA Responsáveis pela elaboração e revisão do conteúdo Escritório de Negócios BRASÍLIA, DF Escritório de Negócios CONGRESSO, DF Escritório de Negócios SANTO AMARO, SP MARCIA REZENDE PINHEIRO (Coordenadora) ANA CLAUDIA BITTENCOURT PAZ DE SOUSA HUTEMBERG DANTAS JARDIM CARLOS JOSE DOS SANTOS FILHO MARCIA MARIA MALDONADO BALLEGO MARCO ANTONIO GIOVANELLI GUIMARÃES 137

20 138

21 BAÚ DA FELICIDADE BAÚ DA FELICIDADE O Carnê de Mercadorias do Baú é um plano, devidamente autorizado pelo Governo Federal, para venda de mercadorias a varejo, com recebimento antecipado do preço. É composto por duas vias na cor rosa, que são respectivamente a compra e o primeiro pagamento, ao que chamamos confirmação, e por mais 10 vias na cor branca que correspondem às mensalidades. CONCURSOS E SORTEIOS O cliente que estiver em dia com as mensalidades concorre, a partir da 2ª mensalidade e durante os 12 meses de validade do carnê, aos concursos e sorteios. CUPONS Os clientes têm direito a receber gratuitamente, na compra e a cada pagamento efetuado, 2 cupons: - Todos contra um e o - Casa Própria. ROTINA DE RECEBIMENTO O carnê contém uma representação gráfica de 48 (quarenta e oito) barras, as quais correspondem a uma representação numérica, caracterizando assim o Código de Barras de acordo com o padrão pré-definido pela FEBRABAN. Os procedimentos a seguir aplicam-se para os terminais ISYS e OMNI. 1º Passo: Recepcionar o documento do cliente juntamente com o dinheiro, verificando as condições básicas e restrições para o seu recebimento. 2º Passo: Passar o documento na leitora óptica de código de barras ou pressionar a tecla <CONTA> Acionando a tecla <CONTA>, o sistema apresentará a tela com as opções de recebimento de contas 3º Passo: Digitar a opção <1> 4º Passo: Passar o documento na leitora óptica de código de barras Após a leitura, o sistema apresentará tela com os 04 (quatro) campos pre- 139

22 BAÚ DA FELICIDADE enchidos automaticamente exibindo os caracteres correspondentes ao código de barras. Na impossibilidade da leitura do código de barras, digitar os números correspondentes àquele código na seqüência apresentada (geralmente localizada acima da representação gráfica do código de barras), nos campos específicos e, após a digitação do último número, será apresentada a opção ENVIAR. 5º Passo: Pressionar a tecla <ENVIAR>. O sistema apresentará tela com as informações do documento. Se o valor do documento não estiver inserido no código de barras, o sistema solicitará a informação. Nesse caso, digitar o valor e pressionar a tecla <ENVIAR> Antes de confirmar a operação verificar as informações apresentadas na tela com o documento recepcionado. Em caso de divergência, cancelar a operação, e orientar o cliente a se dirigir à convenente para solução do problema apresentado. 6º Passo: Escolher opção <1> para confirmar ou <3> para cancelar a operação Após a confirmação, o sistema emitirá o recibo em duas vias, devendo a primeira ser grampeada no canhoto do carnê e a segunda na parte que ficará retida na lotérica, para entrega posterior à Agência CAIXA quando da prestação de contas. Caso ocorra algum problema na impressão do recibo, proceder a reimpressão e efetuar o recebimento novamente. Utilizar o recibo reimpresso para proceder a invalidação do recebimento. 7º Passo: Entregar o carnê ao cliente, concluindo assim a operação. COMISSÃO E TARIFA O valor da comissão da Unidade Lotérica pela venda (recebimento 1ª mensalidade) já é deduzido do valor a ser depositado na prestação de contas do dia seguinte. No Resumo do Dia, o valor da comissão aparece com histórico diferente das demais mensalidades recebidas, conforme segue: 140

23 BAÚ DA FELICIDADE RESUMO DO DIA CONTAS 8,13 Depósito ref. Recebimento contas TARIFA BAÚ 6,87 Comissão do Lotérico Históricos: 1ª mensalidade - "BAÚ 1A" demais mensalidades - "BAÚ FELIC" O valor da comissão referente ao recebimento por mensalidade, a partir da 2ª mensalidade, é de R$ 0,26 (vinte e seis centavos) e será creditado com a tarifação de contas. DISTRIBUIÇÃO O suprimento de carnês e cupons é feito pelo distribuidor autorizado, diretamente nas Unidades Lotéricas, em visitas periódicas de acordo com a necessidade da Unidade Lotérica. Responsáveis pela elaboração e revisão do conteúdo Escritório de Negócios BRASÍLIA, DF Escritório de Negócios CONGRESSO, DF Escritório de Negócios SANTO AMARO, SP MARCIA REZENDE PINHEIRO (Coordenadora) ANA CLAUDIA BITTENCOURT PAZ DE SOUSA HUTEMBERG DANTAS JARDIM CARLOS JOSE DOS SANTOS FILHO MARCIA MARIA MALDONADO BALLEGO MARCO ANTONIO GIOVANELLI GUIMARÃES 141

24 142

25 RESGATE DE TÍTULOS UNIBAND - NOTA RESGATE DE TÍTULOS UNIBAND - NOTA 10 O Resgate de Títulos UNIBAND Nota 10 ocorre na Rede Lotérica desde 09/12/2002, por meio de convênio celebrado com a empresa UNIBANCO CAPITALIZAÇÃO S.A. para resgates dos títulos de capitalização. COMISSÃO DO LOTÉRICO Os Empresários Lotéricos serão remunerados conforme divulgação da CAIXA. PROCEDIMENTOS recebe o título do cliente; paga o valor referente à edição, conforme valores informados pelo Escritório de Negócios PRESTAÇÃO DE CONTAS A prestação de contas na CAIXA deve ocorrer toda sexta-feira na Agência de vinculação da Unidade Lotérica: -separa os títulos em lotes, no máximo, de 50, com identificação que contém o código e nome da Unidade Lotérica, quantidade de títulos e valor total dos resgates. RESSARCIMENTO DOS RESGATES No dia da prestação de contas, o crédito referente ao valor de resgate será efetuado na conta operação 043, e o referente à comissão será efetuado na conta operação 003. Responsáveis pela elaboração e revisão do conteúdo Escritório de Negócios BRASÍLIA, DF Escritório de Negócios CONGRESSO, DF Escritório de Negócios SANTO AMARO, SP MARCIA REZENDE PINHEIRO (Coordenadora) ANA CLAUDIA BITTENCOURT PAZ DE SOUSA HUTEMBERG DANTAS JARDIM CARLOS JOSE DOS SANTOS FILHO MARCIA MARIA MALDONADO BALLEGO MARCO ANTONIO GIOVANELLI GUIMARÃES 143

26 144

27 SUPRIMENTO DE MATERIAL DE CONSUMO SUPRIMENTO DE MATERIAL DE CONSUMO O QUE É É um sistema desenvolvido pela Gtech para possibilitar que o próprio Empresário Lotérico gerencie o estoque de insumos da Unidade Lotérica:volantes, bobinas e fitas entintadas. OBJETIVOS Facilitar a rotina de reposição de insumos da Unidade Lotérica de forma que não seja necessário efetuar solicitação de insumos via HOT LINE, exceto em situações de emergência (inundações, material com defeito, empréstimos de insumos), apesar de esse meio, se bem utilizado, gera economia, agilidade e rentabilidade. COMO FUNCIONA Todas as segundas-feiras é necessário informar corretamente o estoque da Unidade Lotérica, para que o sistema possa calcular a média de consumo da Unidade. Para efeito de reposição dos insumos, o sistema estabelece um acréscimo, a titulo de perdas, como volantes inutilizados. Quando o estoque de qualquer material da Unidade Lotérica chegar ao nível mínimo (previsão para suprir aproximadamente três semanas), o sistema envia, automaticamente, o item que está com estoque baixo e complementa os demais insumos para um estoque suficiente para nove semanas. Para o correto funcionamento do sistema, no recebimento dos insumos (material de consumo), são necessárias as seguintes ações: 1)conferência dos itens constantes na Nota Fiscal, a fim de verificar se a quantidade informada nesse documento corresponde ao material que está sendo entregue; 2)registro do recebimento do material do sistema, executando os seguintes passos: a. teclar SUPR (Suprimento de Material); b. escolher o item 3 Recebimento de Material; c. passar o código de barras na leitora ou digitar o número correspondente. Dessa forma, o sistema ficará atualizado a fim possibilitar o controle de eventual extravio. FALTA DE MATERIAL NO ESTOQUE A falta de material é decorrente, na maioria dos casos, da digitação incorreta do estoque real de insumos existente na loja ou, ainda, do desconhecimento do sistema pela Unidade 145

4.29 - TRIBUTAÇÃO DAS UNIDADES LOTÉRICAS

4.29 - TRIBUTAÇÃO DAS UNIDADES LOTÉRICAS mod4b 11/21/03 4:19 PM Page 153 TRIBUTAÇÃO DAS UNIDADES LOTÉRICAS 4.29 - TRIBUTAÇÃO DAS UNIDADES LOTÉRICAS A Unidade Lotérica é uma empresa jurídica legalmente constituída, sujeita às tributação vigente.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SUPERXCAP

CONDIÇÕES GERAIS SUPERXCAP CONDIÇÕES GERAIS SUPERXCAP Versão 2013 Processo SUSEP Nº: 15414.900275/2013-83 ÍNDICE I II III IV V VI VII VIII IX X XI XII XIII XIV INFORMAÇÕES INICIAIS........... Pág. 4 GLOSSÁRIO... Pág. 4 OBJETIVO...

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

SUMÁRIO MÓDULO 4 ROTINAS OPERACIONAIS

SUMÁRIO MÓDULO 4 ROTINAS OPERACIONAIS SUMÁRIO MÓDULO 4 ROTINAS OPERACIONAIS 4.1 - LOTERIA DE PROGNÓSTICOS... 03 28 4.2 - LOTERIA INSTANTÂNEA... 29 34 4.3 - LOTERIA FEDERAL DO BRASIL... 35 42 4.4 - CONSULTA DE SALDO... 43 44 4.5 - DEPÓSITOS

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO

GABINETE DO MINISTRO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 265, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2001 O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso de suas atribuições, e considerando o disposto no art. 8º do Decreto nº

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS ÍNDICE I Informações Iniciais... 4 II Glossário... 4 III Objetivo... 5 IV Natureza do Título... 5 V Vigência... 5 VI Pagamento... 5 VII Carência...

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 PROCESSO SUSEP Nº: 15414.

CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 PROCESSO SUSEP Nº: 15414. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 166 : POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.004323/2012-20 II - GLOSSÁRIO Subscritor é

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP MEGA SONHOS. (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009)

CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP MEGA SONHOS. (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009) CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP MEGA SONHOS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009) CNPJ: 03.209.092/0001-02

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 200 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 200 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 200 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900570/2013-30 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO MENSAL CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 513 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900001/2014-75 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

CG DA MODALIDADE POPULAR PM CONDIÇÕES GERAIS DO APLUBCAP POPULAR 2262 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.

CG DA MODALIDADE POPULAR PM CONDIÇÕES GERAIS DO APLUBCAP POPULAR 2262 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076. CONDIÇÕES GERAIS DO APLUBCAP POPULAR 2262 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 226 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº:

Leia mais

CAPITALIZAÇÃO 2615.99.00.E -FEV/14 1

CAPITALIZAÇÃO 2615.99.00.E -FEV/14 1 CAPITALIZAÇÃO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Porto Seguro Capitalização S.A. CNPJ Nº 16.551.758/0001-58 MODALIDADE I: Tradicional PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003346/2012-17 II GLOSSÁRIO

Leia mais

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01

CG DA MODALIDADE TRADICIONAL PU CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ZURICH BRASIL CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 17.266.009/0001-41 ZURICHCAP TRADICIONAL PU 01 MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP PRESENTE. (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009) CNPJ: 03.209.092/0001-02

CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP PRESENTE. (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009) CNPJ: 03.209.092/0001-02 CONDIÇÕES GERAIS DO REALCAP PRESENTE I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A (Empresa Incorporadora da Real Capitalização S.A. desde 30/09/2009) CNPJ: 03.209.092/0001-02

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Movimentações... 4 Movimentações de Caixa... 4 Entradas... 6 Recebimento em Dinheiro... 8 Recebimento em Cheque... 8 Troco... 15 Saídas... 17 Movimentações de Banco... 22

Leia mais

11.1.20 - Conta NÃO FEBRABAN

11.1.20 - Conta NÃO FEBRABAN mod11a 11/21/03 3:24 PM Page 39 11.1.20 - Conta NÃO FEBRABAN CONT Utilizando o teclado numérico, selecione o tipo da Conta a receber. 2. Em seguida, siga as solicitações contidas na tela e tecle ENVIAR

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP EMPRESA FLEX I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRASILCAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP EMPRESA FLEX - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PU 12 meses 1 sorteio, pagamento variável Modalidade: Incentivo Processo SUSEP: 15414.003760/2011-45

CONDIÇÕES GERAIS PU 12 meses 1 sorteio, pagamento variável Modalidade: Incentivo Processo SUSEP: 15414.003760/2011-45 CONDIÇÕES GERAIS PU 12 meses 1 sorteio, pagamento variável Modalidade: Incentivo Processo SUSEP: 15414.003760/2011-45 1. Glossário Subscritor é quem adquire o Título, assumindo o compromisso de efetuar

Leia mais

Objetivo. Acesso ao Sistema

Objetivo. Acesso ao Sistema Revisão 2.2 de 18/09/2006 Objetivo Apresentar o manual do sistema integrado ao terminal Mult Serviços, para operação de correspondente bancário nas funções de recebimento de contas e outros serviços disponibilizados

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS MUNICÍPIO DE SÃO PAULO NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Matéria publicada originalmente no Diário do Comércio Data: 01/08/2006 01 - CONCEITOS? 1.01.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU)

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) I INFORMAÇÕES INICIAIS 1.1- SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: LIDERANÇA CAPITALIZAÇÃO S.A. 1.2- SITE DA SOCIEDADE: www.telesena.com.br

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A.

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 510 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.902145/2013-85 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido

Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido BANCO DO BRASIL S.A. Sumário Executivo do Contrato dos Cartões de Crédito Private Label Híbrido Conceito e Características do Cartão de Crédito O cartão de crédito Private Label Híbrido, de uso doméstico

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A.

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE POPULAR PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.302/0001-94 APLUBCAP POPULAR 636 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.901295/2014-52 II - GLOSSÁRIO Subscritor

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS II. GLOSSÁRIO

CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS II. GLOSSÁRIO CONDIÇÕES GERAIS I. INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CARDIF CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ Nº. : 11.467.788/0001-67 PRODUTO: PR_PU_POPULAR1_S100_1S_CS0834 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº:

Leia mais

REGULAMENTO. PROMOÇÃO COMERCIAL Vivo Finanças Pessoais

REGULAMENTO. PROMOÇÃO COMERCIAL Vivo Finanças Pessoais REGULAMENTO PROMOÇÃO COMERCIAL Vivo Finanças Pessoais Dados da Promotora: TELEFÔNICA DATA S.A Rua Monsenhor Jerônimo, 94 Engenheiro de Dentro Rio de Janeiro RJ CEP: 20730-110 CNPJ: 04.027.547/0034-08 A

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO:

CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE UNIVERSITÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.001039/2009-04

Leia mais

OUROCAP ESTILO FLEX SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS MODALIDADE TRADICIONAL GLOSSÁRIO

OUROCAP ESTILO FLEX SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS MODALIDADE TRADICIONAL GLOSSÁRIO OUROCAP ESTILO FLEX SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS MODALIDADE TRADICIONAL GLOSSÁRIO Subscritor - é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES CONDIÇÕES GERAIS DO PU 15 MESES I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ: 03.558.096/0001-04 (PU 15 MESES) - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

EXTINÇÃO DA PESSOA JURÍDICA Aspectos Tributários

EXTINÇÃO DA PESSOA JURÍDICA Aspectos Tributários EXTINÇÃO DA PESSOA JURÍDICA Aspectos Tributários Sumário 1. Conceito 2. Procedimentos Fiscais na Extinção 2.1 - Pessoa Jurídica Tributada Com Base no Lucro Real 2.2 - Pessoa Jurídica Tributada Com Base

Leia mais

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: INVEST CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 93.202.448/0001-79 NOME FANTASIA DO PRODUTO: INVESTCAP POP-PM 61 MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.901593/2014-42

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO 2.1 MODALIDADE DADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO 2.1 MODALIDADE DADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO APLUBCAP ECO.1 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S. A. CNPJ: 88.076.30/0001-94 APLUBCAP ECO.1 MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: 15414.0055/011-47

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL CNPJ: 74.267.170/0001-73 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº:

CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL CNPJ: 74.267.170/0001-73 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: CONDIÇÕES GERAIS DO PM102T7 TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM102T7 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: II GLOSSÁRIO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. Mês de Vigência Taxa de Juros 1º 0,65% a.m. 2º ao 12º 0,45% a.m.

CONDIÇÕES GERAIS. Mês de Vigência Taxa de Juros 1º 0,65% a.m. 2º ao 12º 0,45% a.m. PLIN FIDELIDADE MODALIDADE TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003764/2008-28 CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU)

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) I INFORMAÇÕES INICIAIS 1.1- SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: LIDERANÇA CAPITALIZAÇÃO S.A. 1.2- SITE DA SOCIEDADE: www.telesena.com.br

Leia mais

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE Guia do Usuário ÍNDICE ÍNDICE Setembro /2009 www.4rsistemas.com.br 15 3262 8444 IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 3 Sou localizado no município... 4 Não sou localizado no município... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 Tela

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES

CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES CONDIÇÕES GERAIS DO DIN DIN COPA SANTANDER LIBERTADORES I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 Din Din Copa Santander Libertadores MODALIDADE:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES

CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES CONDIÇÕES GERAIS DO PU 12 MESES I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ: Nº 03.558.096/0001-04 PU 12 MESES - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP TORCIDA BRASIL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP TORCIDA BRASIL MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos...

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos... Relatórios Financeiro... 3 Detalhes financeiros da classe... 3 Detalhes financeiros do plano... 4 Detalhes financeiros dos alunos... 5 Vencimento diferenciado... 6 Não emitir boleto... 7 Diferenças entre

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PIC

CONDIÇÕES GERAIS DO PIC CONDIÇÕES GERAIS DO PIC I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: CIA ITAÚ DE CAPITALIZAÇÃO CNPJ: 23.025.711/0001-16 PIC - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.005217/2012-63 WEB-SITE:

Leia mais

RealCap PM Sonhos - Sorteios Mensais CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO

RealCap PM Sonhos - Sorteios Mensais CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO RealCap PM Sonhos - Sorteios Mensais CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada

Leia mais

BRADESCO VISA NACIONAL. Índice. Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência

BRADESCO VISA NACIONAL. Índice. Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência BRADESCO VISA NACIONAL Índice Facilidades e Benefícios Serviços de Emergência Reposição Emergencial de Cartão Saques de Emergência Formas de Pagamento Parcelamento de Compras Crédito Rotativo Parcelamento

Leia mais

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO

I INFORMAÇÕES INICIAIS II - GLOSSÁRIO I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: INVEST CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 93.202.448/0001-79 (NOME FANTASIA DO PRODUTO): INVESTCAP TRAD-PU 03 (12M) MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900283/2013-20

Leia mais

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS

PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES GERAIS II - GLOSSÁRIO PP650V7 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS PROCESSO SUSEP Nº 15414.000663/2009-86 SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU HARTFORD CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73

Leia mais

Zurich: um parceiro de nível mundial

Zurich: um parceiro de nível mundial Zurich: um parceiro de nível mundial Países com escritório ZURICH Países que temos potencialidades Fundado em 1872 Presente em mais de 60 países Um dos líderes globais da indústria de seguros Entre os

Leia mais

PM48 MPE. SITE NA INTERNET : www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO

PM48 MPE. SITE NA INTERNET : www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO PM48 MPE SITE NA INTERNET : www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada

Leia mais

Desejamos a todos boa sorte!!!!

Desejamos a todos boa sorte!!!! TERMINAL ISYS GTECH - INTRODUÇÃO TERMINAL ISYS GTECH INTRODUÇÃO Você vai operar um Terminal ISYS GTECH. Procure ler todo o manual antes de executar qualquer tipo de operação. No manual, estão contidas

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO ZURICHCAP INCENTIVO Nº 07 PU I07 MODALIDADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO ZURICHCAP INCENTIVO Nº 07 PU I07 MODALIDADE INCENTIVO PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS DA ZURICHCAP INCENTIVO Nº 07 PU I07 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ZURICH BRASIL CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 17.266.009/0001-41 MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: II - GLOSSÁRIO

Leia mais

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO

TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO - APLUBCAP TRADICIONAL 16 MODALIDADE TRADICIONAL - PAGAMENTO ÚNICO CONDIÇÕES GERAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLUB CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 88.076.302/0001-94

Leia mais

Condições Gerais. I Informações Iniciais

Condições Gerais. I Informações Iniciais Condições Gerais I Informações Iniciais Sociedade de Capitalização: MAPFRE Capitalização S.A. CNPJ: 09.382.998/0001-00 Nome Fantasia do Produto: Mc-T-04- Pu 12 Meses Modalidade: Tradicional Processo Susep

Leia mais

BRADESCO MINICARD VISA NACIONAL

BRADESCO MINICARD VISA NACIONAL BRADESCO MINICARD VISA NACIONAL Ele foi criado para lhe oferecer um conjunto de benefícios e facilitar seu dia-a-dia, especialmente nos momentos em que você mais precisa de um Cartão. Para o Bradesco,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL

CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS DO PU Tricap Empresarial Único 1000 TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PU 81.4 - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS

CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO OUROCAP MULTISORTE PM24P I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRASILCAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 OUROCAP MULTISORTE PM24P - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

OUROCAP EMPRESA CONDIÇÕES GERAIS - MODALIDADE TRADICIONAL SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com GLOSSÁRIO

OUROCAP EMPRESA CONDIÇÕES GERAIS - MODALIDADE TRADICIONAL SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com GLOSSÁRIO OUROCAP EMPRESA CONDIÇÕES GERAIS - MODALIDADE TRADICIONAL SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com GLOSSÁRIO Subscritor - é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU)

CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) CONDIÇÕES GERAIS DE TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO PLANO DE PAGAMENTO ÚNICO (PU) I INFORMAÇÕES INICIAIS 1.1- SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: LIDERANÇA CAPITALIZAÇÃO S.A. 1.2- SITE DA SOCIEDADE: www.telesena.com.br

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS

CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS CONDIÇÕES GERAIS DO IBICAPITALIZAÇÃO MAIS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PM 60/60 A - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO TRICAP (PM910T3 TRADICIONAL)

CONDIÇÕES GERAIS DO TRICAP (PM910T3 TRADICIONAL) I INFORMAÇÕES INICIAIS II GLOSSÁRIO CONDIÇÕES GERAIS DO TRICAP (PM910T3 TRADICIONAL) SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM BÔNUS - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS OUTUBRO/2010

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS OUTUBRO/2010 1 CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS OUTUBRO/2010 Dia 06-10-2010 (Quarta-feira): SALÁRIOS Todos os empregadores, assim definidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Fato

Leia mais

1º O acesso ao Sistema deverá ser feito por meio de Senha Web ou certificado digital.

1º O acesso ao Sistema deverá ser feito por meio de Senha Web ou certificado digital. ÍNTEGRA DA INSTRUÇÃO NORMATIVA O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS, no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto nos artigos 113 e 114 do Decreto n 53.151, de 17 de maio de 2012, RESOLVE:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A. CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO PESSOA JURÍDICA PLANO PU

Leia mais

HIPERPLIN www.plin.com.br MODALIDADE POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003762/2008-39 CONDIÇÕES GERAIS

HIPERPLIN www.plin.com.br MODALIDADE POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003762/2008-39 CONDIÇÕES GERAIS HIPERPLIN www.plin.com.br MODALIDADE POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.003762/2008-39 CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP

CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP CONDIÇÕES GERAIS DO CONFIANÇA CAP CONDIÇÕES GERAIS CONFIANÇA CAP Versão: 05/2013 Proc. SUSEP 15414.004330/2012-21 CONDIÇÕES GERAIS DO CONFIANÇA CAP SUMÁRIO I - INFORMAÇÕES

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL

CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL CONDIÇÕES GERAIS DO Tricap Empresarial Mensal TRADICIONAL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PM930T4 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO CAP FIADOR I INFORMAÇÕES INICIAIS. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 II GLOSSÁRIO

CONDIÇÕES GERAIS DO CAP FIADOR I INFORMAÇÕES INICIAIS. SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 II GLOSSÁRIO CONDIÇÕES GERAIS DO CAP FIADOR I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Brasilcap Capitalização S.A. CNPJ: 15.138.043/0001-05 CAP FIADOR MODALIDADE: Tradicional PROCESSO SUSEP Nº: 15414.005233/2011-75

Leia mais

PM 60 SA SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS

PM 60 SA SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS PM 60 SA SITE NA INTERNET: www.brasilcap.com CONDIÇÕES GERAIS GLOSSÁRIO Subscritor é a pessoa que subscreve a proposta de aquisição do Título, assumindo o compromisso de efetuar o pagamento na forma convencionada

Leia mais

Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard

Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard Site Tricard A ferramenta de gestão do Cartão Tricard 04 Acessando o Site Tricard Posição de Propostas Acões para sua Loja 09 13 30 Manuais de Treinamento 02 Introdução No Site Transacional Tricard, você

Leia mais

Matéria atualizada com base na legislação vigente em: 11/04/2011. 1 - INTRODUÇÃO. nº 123/2006, com a redação dada pela Lei Complementar nº 128/2008.

Matéria atualizada com base na legislação vigente em: 11/04/2011. 1 - INTRODUÇÃO. nº 123/2006, com a redação dada pela Lei Complementar nº 128/2008. Trabalhistas MICROEMPREENDEDOR - Alterações INDIVIDUAL - MEI - Aspectos Previdenciários e Matéria atualizada com base na legislação vigente em: 11/04/2011. Sumário: 12 Conceito Introdução 3.1 - Tributação

Leia mais

REGULAMENTO PRODUTOS PREMIADOS Banco Mercantil do Brasil S/A

REGULAMENTO PRODUTOS PREMIADOS Banco Mercantil do Brasil S/A 11º Termo de Aditamento O Banco Mercantil do Brasil S/A, CNPJ 17.184.037/0001-10, com endereço na Rua Rio de Janeiro, 654 Centro, em Belo Horizonte MG, pelo presente ADITAMENTO resolve alterar o Regulamento

Leia mais

REGULAMENTO PROMOÇÃO: FESTIVAL DE PRÊMIOS PLANO CAMARGO

REGULAMENTO PROMOÇÃO: FESTIVAL DE PRÊMIOS PLANO CAMARGO REGULAMENTO PROMOÇÃO: FESTIVAL DE PRÊMIOS PLANO CAMARGO A presente PROMOÇÃO COMERCIAL sofreu algumas alterações, assim fiquem atentos as mesmas constantes nesse Regulamento que serão válidas a partir de

Leia mais

CNPJ: 03.209.092/0001-02 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.004260/2008-25 WEB-SITE:

CNPJ: 03.209.092/0001-02 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.004260/2008-25 WEB-SITE: CONDIÇÕES GERAIS SANTANDER CAP SORTE FÁCIL I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Santander Capitalização S/A CNPJ: 03.209.092/0001-02 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO SUSEP Nº: 15414.004260/2008-25

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO APLICAP 026

CONDIÇÕES GERAIS DO APLICAP 026 CONDIÇÕES GERAIS DO APLICAP 026 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: APLICAP CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 13.122.801/0001-71 APLICAP 026 MODALIDADE: PU POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.900500/2014-62

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE FUNDOS DE GOVERNO E LOTERIAS

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE FUNDOS DE GOVERNO E LOTERIAS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE FUNDOS DE GOVERNO E LOTERIAS CIRCULAR No- 486, DE 9 DE SETEMBRO DE 2009 Regulação das Loterias de Números: Loto III - Quina / Loto V - Mega-Sena / Loto VIII

Leia mais

3.3 - LOTERIAS DE PROGNÓSTICOS

3.3 - LOTERIAS DE PROGNÓSTICOS mod3 11/21/03 11:58 AM Page 17 3.3 - Segundo o Dicionário Aurélio, a palavra PROGNÓSTICO também significa PROFECIA. Portanto, o apostador, ao fazer sua aposta nesse tipo de Loteria, está profetizando,

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO APLICATIVO CONTROLY E DO CARTÃO CONTROLY Os presentes termos e condições gerais de uso (os Termos de Uso ) definem os direitos e obrigações aplicáveis aos usuários do

Leia mais

Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade

Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade DM003.0 Página 1 / 42 Índice 1 APRESENTAÇÃO... 4 DETALHAMENTO DOS LINKS DO TECBIZ ONLINE... 5 2 INICIAL... 5 3 ASSOCIADO... 5 3.1 SELECIONA ASSOCIADO... 5 3.2 ALTERAR

Leia mais

Circular CEF nº 441 (DOU de 01/08/08)

Circular CEF nº 441 (DOU de 01/08/08) Circular CEF nº 44 (DOU de 0/08/08) Regulação das loterias de números: Loto III - Quina / Loto V - Mega-Sena / Loto VIII - Lotomania / Loto IX - Dupla Sena / Loto XII - Lotofácil. O Vice-presidente de

Leia mais

ICATU SEGUROS Condições Gerais Página 1

ICATU SEGUROS Condições Gerais Página 1 CONDIÇÕES GERAIS DO PU114P I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: ICATU CAPITALIZAÇÃO S.A. CNPJ: 74.267.170/0001-73 PLANO PU114P MODALIDADE: POPULAR PROCESSO SUSEP Nº: 15414.005166/2011-99II

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO PRIME I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO PRIME PLANO PM 48/48 P - MODALIDADE:

Leia mais

VI - PAGAMENTO 6.1 - Este Título é de pagamento único, cabendo ao Subscritor o pagamento de uma única parcela na data indicada.

VI - PAGAMENTO 6.1 - Este Título é de pagamento único, cabendo ao Subscritor o pagamento de uma única parcela na data indicada. CONDIÇÕES GERAIS DO (PU 12 MESES versão 178) I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: Sul América Capitalização S.A. SULACAP CNPJ Nº 03.558.096/0001-04 (PU 12 MESES versão 178) - MODALIDADE:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SORTE DIA&NOITE

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SORTE DIA&NOITE I INFORMAÇÕES INICIAIS CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SORTE DIA&NOITE SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO SORTE DIA&NOITE PLANO PM

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SOS MATA ATLÂNTICA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SOS MATA ATLÂNTICA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO SOS MATA ATLÂNTICA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO SOS MATA ATLÂNTICA PLANO

Leia mais

CARTÃO BRADESCO VISA NACIONAL

CARTÃO BRADESCO VISA NACIONAL CARTÃO BRADESCO VISA NACIONAL Bem-vindo ao grupo de Associados do Cartão de Crédito Bradesco Visa Ele foi criado para lhe oferecer um conjunto de benefícios e facilitar seu dia-a-dia. Especialmente nos

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36

CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36 Página 1 de 7 CONDIÇÕES GERAIS DO TC CASH 36 I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: HSBC Empresa de Capitalização (Brasil) S.A. CNPJ: 33.425.075/0001-73 TC CASH 36 MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

Eletrônica Município do Rio de Janeiro NFS-e - Nota Carioca. www.notacarioca.rio.gov.br

Eletrônica Município do Rio de Janeiro NFS-e - Nota Carioca. www.notacarioca.rio.gov.br Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Município do Rio de Janeiro NFS-e - Nota Carioca www.notacarioca.rio.gov.br Objetivo Apresentar na prática os procedimentos para acesso e manuseio do sistema da Nota

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO AYRTON SENNA 50 ANOS

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO AYRTON SENNA 50 ANOS CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO AYRTON SENNA 50 ANOS I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PLANO PM 48/48 D - MODALIDADE: TRADICIONAL

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PREMIUM CASH

CONDIÇÕES GERAIS DO PREMIUM CASH CONDIÇÕES GERAIS DO PREMIUM CASH I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PREMIUM CASH PLANO PM 60/60 N - MODALIDADE: TRADICIONAL PROCESSO

Leia mais

criada em 1964 com o objetivo de captar os recursos das poupanças populares e direcionálos para o financiamento habitacional.

criada em 1964 com o objetivo de captar os recursos das poupanças populares e direcionálos para o financiamento habitacional. criada em 1964 com o objetivo de captar os recursos das poupanças populares e direcionálos para o financiamento habitacional. conhecida popularmente por poupança Durante esses vários anos de existência

Leia mais

Manual Cartão Pesquisa /CNPq. Atualizado em 25/08/2014

Manual Cartão Pesquisa /CNPq. Atualizado em 25/08/2014 Manual Cartão Pesquisa /CNPq Atualizado em 25/08/2014 Sumário Introdução... 3 Cartão BB Pesquisa... 4 Passo a Passo... 8 Perguntas e Respostas.... 14 Cartão BB Pesquisa O Cartão BB Pesquisa éresultado

Leia mais

Tributação. Mercado à Vista e Day Trade, Compensação de Perdas e Declaração no Informe do Imposto Renda

Tributação. Mercado à Vista e Day Trade, Compensação de Perdas e Declaração no Informe do Imposto Renda Tributação Mercado à Vista e Day Trade, Compensação de Perdas e Declaração no Informe do Imposto Renda Índice Quem recolhe o Imposto? 3 Prazo para Recolhimento 3 Como calcular o Imposto 3 Imposto de Renda

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO (NOME FANTASIA DO PRODUTO) (NOME FANTASIA DO PRODUTO) - MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: (nº processo SUSEP)

CONDIÇÕES GERAIS DO (NOME FANTASIA DO PRODUTO) (NOME FANTASIA DO PRODUTO) - MODALIDADE: INCENTIVO PROCESSO SUSEP Nº: (nº processo SUSEP) - textos na cor azul serão adotados caso selecionados; - textos na cor vermelha deverão ser suprimidos no documento original e trata-se de informações para a elaboração do Título; - textos em negrito,

Leia mais

MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS

MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS MANUAL FUNCIONAL SOBRE NFS-e MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO/RS SUMÁRIO SUMÁRIO...2 1. APRESENTAÇÃO...4 1 2. ACESSO AO APLICATIVO...5 3. GERAÇÃO DE NFS-e...6 3.1. Preenchimento dos dados para emissão da NFS-e...6

Leia mais

A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu Cartão.

A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu Cartão. SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Contrato de Utilização American Express Linha Crédito A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO COMERCIAL MODALIDADE INCENTIVO NOME DA PROMOÇÃO: LC CAP - A SORTE QUE VOCÊ PRECISA PERÍODO DA PROMOÇÃO: 01/09/2013 à 31/12/2013 1ª PRORROGAÇÃO: 01/01/2014 à 30/04/2014 A PROMOÇÃO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON SENNA I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO INSTITUTO AYRTON

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica de Serviço NFS-e

Nota Fiscal Eletrônica de Serviço NFS-e Nota Fiscal Eletrônica de Serviço NFS-e 1. Solicitar a senha Clicar na opção Solicitar Senha. Digitar o CNPJ da empresa, razão social e cadastrar uma senha, digitar novamente a senha para confirmar. Abaixo

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Retenções na fonte IRRF e CSRF geradas na DIRF

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Retenções na fonte IRRF e CSRF geradas na DIRF Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Retenções na fonte IRRF e CSRF geradas na DIRF 27/11/2014 Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

REGULAMENTO Promoção Seguro Luiza Prestamista

REGULAMENTO Promoção Seguro Luiza Prestamista REGULAMENTO Promoção Seguro Luiza Prestamista Dados da Promotora: Cardif do Brasil Vida e Previdência S.A. CNPJ: 03.546.261/0001-08 Rua Campos Bicudo, 98 4º andar, São Paulo, CEP: 04536-010. 1. Cessão:

Leia mais