Advocacia previdenciária: temas em destaque no Direito Previdenciário na atualidade.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Advocacia previdenciária: temas em destaque no Direito Previdenciário na atualidade."

Transcrição

1 Advocacia previdenciária: temas em destaque no Direito Previdenciário na atualidade. Legislação Básica: * Lei 8.212/91 * Lei 8.213/91 * Decreto 3.048/99 * IN 77/2015 MP 871/19 A MP 871/19 altera diversos dispositivos da lei de benefícios (Lei 8.213/91) do regime geral. Altera também o regime próprio dos servidores públicos civis da União - Lei 8.112/90 e ainda a lei de impenhorabilidade do bem de família Lei 8.009/90, a lei do LOAS (8742/93) etc. Previdência A previdência faz parte da seguridade social. A seguridade social tem 3 pilares básicos: a saúde, a assistência social e a previdência. Apenas na previdência temos o caráter contributivo. Já a previdência é dividida em Regime Geral, Regime próprio e Regime de Previdência Complementar. Regime Geral oferece 10 benefícios: 4 Aposentadorias (por tempo de contribuição, por idade, especial e por invalidez) 3 Auxílios (auxílio-doença, auxílio-reclusão e auxílio-acidente) 2 Salários (salário maternidade e salário família) 1 Pensão (pensão por morte)

2 BENEFÍCIOS Abaixo, alguns pontos principais desses benefícios: APOSENTADORIAS Aposentadoria por Tempo de Contribuição Requisitos: 30 anos de tempo de contribuição para as mulheres e 35 anos para os homens. Os professores de ensino infantil, fundamental e médio tem redução de 5 anos. Carência: 180 contribuições mensais. Obs.: Esse benefício sofreu alterações ao longo dos anos (ex.: EC 20/98), existem regras de transição (ex.: aposentadoria proporcional e integral) Art. 52 a 56 da Lei 8.213/91 **** Art. 56 a 63 do Decreto 3.048/99 Aposentadoria por Invalidez Requisitos: É devida ao segurado incapaz para o trabalho ou atividade habitual e insuscetível de Reabilitação. Carência: 12 contribuições mensais (não tem carência para acidentes e algumas doenças) Obs.: Se houver recuperação da capacidade laborativa, o benefício será cessado, para isso existem regras e critérios específicos. Art. 101, da Lei 8.213/91: O aposentado por invalidez estará dispensado de submeter-se a exame médico a cargo da Previdência Social se completar 60 anos de idade. A MP 871 revogou a previsão que isentava aquele que tinha mais de 55 anos de idade e que recebia o benefício de aposentadoria por invalidez ou auxíliodoença que o precedeu por mais de 15 anos de submeter-se a exame médico a cargo da Previdência Social. Art. 42 a 47 e 101 da Lei 8.213/91 **** Art. 43 a 50 do Decreto 3.048/99 Aposentadoria por Idade Requisitos: Idade de 60 anos para as mulheres e 65 anos para os homens. Os trabalhadores rurais (homens e mulheres) têm redução de 5 anos. Carência: 180 contribuições mensais Obs.: O benefício só é cessado com a morte do segurado. Art. 48 a 51 da Lei 8.213/91 Art. 51 a 55 do Decreto 3.048/99

3 Aposentadoria Especial Requisitos: Ter exercido trabalho sujeito a exposição de agentes nocivos físicos, químicos ou biológicos, de forma habitual e contínua durante 15, 20 ou 25 anos. Carência: 180 contribuições mensais Obs.: Caso o aposentado por aposentadoria especial volte a trabalhar exposto a agente nocivo, terá seu benefício suspenso TEMA 709 DO STF. Art. 57 a 58 da Lei 8.213/91 Art. 64 a 70 do Decreto 3.048/99 AUXÍLIOS Auxílio-Doença Requisitos: Incapacidade para a atividade habitual por mais de 15 dias consecutivos Carência: 12 contribuições mensais ( para acidentes e algumas doenças especificadas em lista do Ministério da Saúde e da Previdência Social não existe carência). Obs.: Pode ser acidentário ou comum. O auxílio-doença acidentário é o decorrente de acidente de trabalho, doença do trabalho e doença profissional. O auxílio-doença ordinário contempla os demais casos. Seu pagamento é cessado quando cessar a incapacidade ou quando for convertido em aposentadoria por invalidez ou em auxílio-acidente. Art. 19 a 23 e 59 a 64, da Lei 8.213/91 Art. 71 a 80 e 337, do Decreto 3.048/99 Auxílio-Acidente Requisitos: Ter sofrido acidente de qualquer natureza que tenha causado redução de sua capacidade para o trabalho. Carência: Não há. Obs.: Continua sendo pago mesmo após o segurado voltar a desempenhar atividade laborativa. Antes da Lei 9.528/97 o benefício era vitalício, podendo inclusive cumular com aposentadoria. Art. 86, da Lei 8.213/91 Art. 104, do Decreto 3.048/99 Auxílio-Reclusão Requisitos: Benefício devido aos dependentes do segurado de baixa renda recolhido à prisão em regime fechado. A MP 871/2019 passou a prever esse direito apenas quando o segurado estiver recolhido à prisão em regime fechado. Antes da vigência da MP, o benefício também era devido ao

4 dependente do segurado recolhido à prisão no regime semiaberto. É Preciso que o segurado não esteja em gozo de auxílio-doença ou aposentadoria. Antes da MP 871/2019 a baixa renda era apurada com base em seu último saláriode-contribuição, agora é calculada pela média dos salários de contribuição apurados no período de doze meses anteriores ao mês do recolhimento à prisão. O valor obtido deve ser igual ou inferior a R$1.364,43. Carência: 24 meses (antes da MP 871/2019 não existia carência). Obs.: O benefício de auxílio-reclusão foi um dos que mais sofreu alteração pela MP 871/2019. Caso a MP não seja transformada em lei, voltam a valer os critérios anteriores. Art. 80, da Lei 8.213/91 Art. 116 a 119, do Decreto 3.048/99 SALÁRIOS Salário-Família Requisitos: É devido ao trabalhador de baixa renda, na proporção do número de filhos com menos de 14 anos ou filhos inválidos de qualquer idade. Os valores para configuração de baixa renda alteram todos os anos, atualmente o segurado recebe a cota de R$ 46,54 caso a renda mensal não seja superior a R$ 907,77, caso a renda mensal do segurado supere esse valor e não ultrapasse o valor de R$ 1.364,43 é devida a cota de R$ 32,80 Carência: Não há. Obs.: O salário-família é pago diretamente pela empresa, junto com a remuneração mensal. É necessário que o empregado apresente a certidão de nascimento de cada dependente, caderneta de vacinação para os filhos menores de 6 anos de idade, comprovante de frequência escolar para os dependentes entre 7 e 14 anos. Art. 65 a 70, da Lei 8.213/91 Art. 81 a 92, do Decreto 3.048/99 Salário-Maternidade Requisitos: O fato gerador para concessão do benefício é o parto, adoção ou aborto. Carência: Para as seguradas empregadas, domésticas e avulsa não há carência. Para a segurada contribuinte individual, facultativa ou especial a carência é de 10 meses (Na vigência da MP 871/2019, em caso de perda da qualidade de segurada, deverá cumprir a integralidade da carência). Obs.: Decreto 3.048/99. 5º Em caso de aborto não criminoso, comprovado mediante atestado médico, a segurada terá direito ao salário-maternidade correspondente a duas semanas.

5 IN77/2015. Art. 343, 5º Tratando-se de parto antecipado ou não, ainda que ocorra parto de natimorto, este último comprovado mediante certidão de óbito, a segurada terá direito aos 120 (cento e vinte) dias previstos em lei, sem necessidade de avaliação médico-pericial pelo INSS. A MP 871/2019 passou a prever o prazo máximo de 180 dias após o parto ou adoção para requerer esse benefício, após esse período o direito estará precluso. Antes da MP o prazo para requerer esse benefício era de 5 anos. PENSÃO Pensão por Morte Requisitos: O requisito para a concessão é a morte do segurado. O benefício é devido aos dependentes do segurado desde que o segurado seja aposentado, tenha obtido as condições para se aposentar ou tenha qualidade de segurado no momento do óbito. Carência: Não há. Obs.: A MP 871/2019 passou a prever o prazo máximo de 180 dias após o óbito do segurado para que os filhos menores de 16 anos façam o pedido de pensão com direito ao recebimento dos atrasados. Após esse período, os dependentes ainda terão direito a requerer o benefício, mas perderão o direito aos atrasados. Ou seja, a MP passou a prever uma possibilidade de prescrição contra o menor de 16 anos. Apesar dos conflitos com o Código Civil e com a Constituição Federal, isso é o previsto na MP. Duração: Lei n / Para o cônjuge ou companheiro a duração do benefício dependerá do previsto no art. 77-A da Lei 8.213/91. Art. 74 a 79, da Lei 8.213/91 Art. 105 a 115, do Decreto 3.048/99 Súmula 336 STJ: A mulher que renunciou aos alimentos na separação judicial tem direito à pensão previdenciária por morte do ex-marido, comprovada a necessidade econômica superveniente. Súmula 340 do STJ: A lei aplicável à concessão de pensão previdenciária por morte é aquela vigente na data do óbito do segurado. Após 120 dias da publicação da MP: Habilitação Provisória na Pensão por morte haverá o destaque da parte que seria devida a esse suposto dependente. O pagamento porém só será revertido após o trânsito em julgado da ação de reconhecimento do dependente. LC 142/2013 Aposentadoria da pessoa com deficiência

6 TIPOS DE CONTRIBUINTES Espécies de Segurados: Obrigatórios e facultativos Facultativo Maior de 14, que opta por contribuir para a previdência social e não é segurado obrigatório. Doméstico Definição prevista no Art. 1 da LC 150/15: Ao empregado doméstico, assim considerado aquele que presta serviços de forma contínua, subordinada, onerosa e pessoal e de finalidade não lucrativa à pessoa ou à família, no âmbito residencial destas, por mais de 2 (dois) dias por semana.... Avulso É aquele que presta serviço para várias empresas, sem vínculo empregatício com a intermediação obrigatória do órgão gestor de mão-de-obra ou do sindicato da categoria. Ex.: Trabalhador portuário. Empregado Aqueles que obedecem aos requisitos previstos na CLT para configuração de vínculo de emprego. Segurado Especial - Definição prevista no Art. 12, VII, CAPUT DA LEI 8.212/91 - como segurado especial: a pessoa física residente no imóvel rural ou em aglomerado urbano ou rural próximo a ele que, individualmente ou em regime de economia familiar, ainda que com o auxílio eventual de terceiros a título de mútua colaboração, na condição de: (...) Contribuinte Individual Todo mundo que não está enquadrado em uma das outras categorias. Essa categoria foi criada pela Lei n 9.876/99 (juntou segurado empresário, autônomo e o equiparado ao autônomo). Decadência: Art. 103 da Lei de benefício. Até 1997 poderia requerer a revisão em qualquer prazo. A MP 1.523/97 alterou isso e passou a prever o prazo de 10 anos para a revisão do ato de concessão do benefício. Não havia prazo para os atos após a concessão do benefício. A MP alterou isso para prever que vai decair tudo! Passa a ser 10 anos para pleitear qualquer coisa junto ao INSS.

PRISCILA MACHADO. Priscila Machado. priscilamachadoduarte.

PRISCILA MACHADO. Priscila Machado. priscilamachadoduarte. PRISCILA MACHADO Priscila Machado priscilamachadoduarte priscila@priscilamachadoaadv.com PRISCILA MACHADO Advogada especialista em Direito Previdenciário Graduação em Direito pela Universidade do Estado

Leia mais

SALÁRIO- MATERNIDADE

SALÁRIO- MATERNIDADE FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Artigo 7º, XVIII c/c Artigo 201, II, ambos da CF Artigo 71 a 73, da Lei 8213/91 Artigo 93 a 103 do Decreto 3048/99 Artigo 340 a 358, IN 77 CONCEITO O salário-maternidade é o benefício

Leia mais

Aposentadoria Aposentadoria por idade Quem tem direito? Qual a carência exigida? Que benefícios podem ser transformados em aposentadoria por idade?

Aposentadoria Aposentadoria por idade Quem tem direito? Qual a carência exigida? Que benefícios podem ser transformados em aposentadoria por idade? Aposentadoria Aposentadoria por idade Quem tem direito? Têm direito ao benefício os trabalhadores urbanos do sexo masculino aos 65 anos e do sexo feminino aos 60 anos de idade. Os trabalhadores rurais

Leia mais

ADRIANA MENEZES QUADROS RESUMOS DE BENEFÍCIOS MP 664/2014

ADRIANA MENEZES QUADROS RESUMOS DE BENEFÍCIOS MP 664/2014 ADRIANA MENEZES https://www.facebook.com/profadrianamenezes?ref_type=bookmark site: www.adrianamenezes.com QUADROS RESUMOS DE S MP 664/2014 AUXÍLIO DOENÇA REQUISITOS CARÊNCIA SALÁRIO DE SB RENDA MENSAL

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS. PROF. ADRIANA MENEZES

DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS. PROF. ADRIANA MENEZES DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS PROF. ADRIANA MENEZES www.adrianamenezes.com DÚVIDAS QUANTO À LEGISLAÇÃO A SER COBRADA NA PROVA E A PROVA EM SI. Será cobrada a legislação previdenciária em vigor até

Leia mais

11/09/2015 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 143 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 144 1

11/09/2015 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 143 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 144 1 143 144 1 145 Lei 8213/91 alterada pela Lei nº 12.873/2013 Salário Maternidade Art. 71-A. Ao segurado ou segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança

Leia mais

Aula Prof. Rodrigo Sodero Monitora: Priscila Machado. Pensão por Morte

Aula Prof. Rodrigo Sodero Monitora: Priscila Machado. Pensão por Morte Pensão por Morte Continuação... Perda do Direito a Pensão Por morte (art. 74, p. 1 e 2 da Lei 8.213/91): 1) 1 o Perde o direito à pensão por morte, após o trânsito em julgado, o condenado pela prática

Leia mais

] = 0,524. Exemplo de cálculo do Fator Previdenciário

] = 0,524. Exemplo de cálculo do Fator Previdenciário Exemplo de cálculo do Fator Previdenciário Maria Marta, 47 anos de idade, contribui para a previdência desde os 17 anos de idade, contando com 30 anos de contribuição. Sua expectativa de sobrevida, de

Leia mais

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES A pensão por morte extingue-se para o filho, a pessoa a ele equiparada ou o irmão, de ambos os sexos, pela emancipação ou ao completar 21 (vinte e um) anos de idade, salvo se for inválido ou com deficiência

Leia mais

Previdência social LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA. Os beneficiários

Previdência social LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA. Os beneficiários 1 Previdência social Conceito Previdência Social é um seguro que garante a renda do contribuinte e de sua família, em casos de doença, acidente, gravidez, prisão, morte e velhice. Oferece vários benefícios

Leia mais

Salário maternidade para homem

Salário maternidade para homem Salário maternidade para homem Art. 71-A. Ao segurado ou segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança é devido salário-maternidade pelo período de

Leia mais

01 Q Direito Previdenciário Planos de Benefício da Previdência Social Lei nº 8.213, de 24 de Julho

01 Q Direito Previdenciário Planos de Benefício da Previdência Social Lei nº 8.213, de 24 de Julho 01 Q467435 Direito Previdenciário Planos de Benefício da Previdência Social Lei nº 8.213, de 24 de Julho BETA Pedro mantém vínculo com o Regime Geral da Previdência Social (RGPS) há doze anos e quatro

Leia mais

Marcelo Leonardo Tavares

Marcelo Leonardo Tavares Marcelo Leonardo Tavares Data de Início do Benefício e data de Início de Pagamento Mínimo R$880,00 Máximo R$5.189,82 Data de Início do Benefício e data de Início de Pagamento Data de Início do Benefício

Leia mais

REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Regimes Previdenciários Principal Complementar Setor Público Setor Privado RGPS Oficial (União, Estados, Municípios e DF) Privado Civil (União, Estados, Municípios e DF) Militar

Leia mais

Marcelo Leonardo Tavares

Marcelo Leonardo Tavares Marcelo Leonardo Tavares Aula 1 Apresentação do Quadro dos Benefícios do RGPS, Benefícios por Incapacidade, Aposentadoria por Idade Aula 2 Aposentadorias Aposentadoria por Tempo de Contribuição, Aposentadoria

Leia mais

<<Direito Previdenciário>> - <<INSS>> Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13

<<Direito Previdenciário>> - <<INSS>> Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13 Aulas 11 13 - Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13 Prof > wwwaprovaconcursoscombr Página 1 de 15 Aulas 11 13 4 Benefícios previdenciários dos dependentes

Leia mais

CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287

CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287 CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287 Artigo 201 Art. 1º Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem

Leia mais

III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário;

III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário; 1 A Previdência Social A Previdência Social é um direito social, previsto no art. 6º da Constituição Federal de 1988 entre os Direitos e Garantias Fundamentais, que garante renda não inferior ao salário

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes www.hugogoes.com.br SEGURADO EMPREGADO DOMÉSTICO Aquele que presta serviços de forma contínua, subordinada, onerosa e pessoal e de finalidade não lucrativa à pessoa

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO QUADRO 02

DIREITO PREVIDENCIÁRIO QUADRO 02 DIREITO PREVIDENCIÁRIO QUADRO 02 CONTEÚDO PRESTAÇÕES EM GERAL BENEFÍCIOS CARÊNCIA SALÁRIO DE BENEFÍCIO FATOR PREVIDENCIÁRIO RENDA MENSAL INICIAL SEGURADOS 1.aposentadoria por invalidez 2.aposentadoria

Leia mais

CURSO ONLINE: PREVIDÊNCIA SOCIAL. Crédito da imagem: brasil.gov.br

CURSO ONLINE: PREVIDÊNCIA SOCIAL. Crédito da imagem: brasil.gov.br CURSO ONLINE: PREVIDÊNCIA SOCIAL Crédito da imagem: brasil.gov.br O QUE É E PARA QUE SERVE A PREVIDÊNCIA SOCIAL A Previdência Social é um seguro solidário que objetiva promover o bem estar social, e cobre

Leia mais

SALÁRIO-MATERNIDADE E SALÁRIO-FAMÍLIA

SALÁRIO-MATERNIDADE E SALÁRIO-FAMÍLIA SALÁRIO-MATERNIDADE E SALÁRIO-FAMÍLIA Professor: Rodrigo Sodero FANPAGE/Facebook: Professor Rodrigo Sodero e Rodrigo Sodero III Instagram: @profrodrigosodero FUNDAMENTO LEGAL: Artigo 201 inciso III, da

Leia mais

Facebook: https://www.facebook.com/profadrianamenezes Site:: ADRIANA MENEZES

Facebook: https://www.facebook.com/profadrianamenezes Site::  ADRIANA MENEZES ADRIANA MENEZES Facebook: https://www.facebook.com/profadrianamenezes QUADROS RESUMOS DE BENEFÍCIOS Atualizado - Lei 13.135/2015 e Lei Complementar 150/2015 Salário de SB Renda mensal inicial RMI Data

Leia mais

Unidade I DIREITO SOCIAL. Prof. Ligia Vianna

Unidade I DIREITO SOCIAL. Prof. Ligia Vianna Unidade I DIREITO SOCIAL Prof. Ligia Vianna 1- Introdução Constituição Federal Direitos Sociais; ART. 6º.: São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência

Leia mais

AUXÍLIO- RECLUSÃO PARA ADVOGADOS CRIMINALISTAS

AUXÍLIO- RECLUSÃO PARA ADVOGADOS CRIMINALISTAS MARCOS VICHIESI AUXÍLIO- RECLUSÃO PARA ADVOGADOS CRIMINALISTAS O auxílio-reclusão é praticamente um tema inexplorado no Direito. Não existe uma súmula da TNU tratando sobre o assunto e só foi encontrado

Leia mais

SALÁRIO MATERNIDADE SALÁRIO MATERNIDADE SALÁRIO MATERNIDADE SALÁRIO MATERNIDADE SALÁRIO MATERNIDADE SALÁRIO MATERNIDADE

SALÁRIO MATERNIDADE SALÁRIO MATERNIDADE SALÁRIO MATERNIDADE SALÁRIO MATERNIDADE SALÁRIO MATERNIDADE SALÁRIO MATERNIDADE Prof. Eduardo Tanaka CONCEITO: É um período remunerado, destinado ao descanso da mulher trabalhadora, em virtude de nascimento de seu filho ou adoção. Este período é de cento e vinte dias, podendo ser

Leia mais

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS PELO INSS E MINISTÉRIO DO TRABALHO

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS PELO INSS E MINISTÉRIO DO TRABALHO Informativo Concity Concity Pessoal - 2018 PRINCIPAIS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS PELO INSS E MINISTÉRIO DO TRABALHO APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO Principais requisitos: Regra 85/95 progressiva Não

Leia mais

Esclareça todas as suas dúvidas!

Esclareça todas as suas dúvidas! Esclareça todas as suas dúvidas! Queridos amigos, Estamos felizes por concluir a nossa terceira cartilha sobre benefícios previdenciários. Falaremos sobre o papel da Previdência Social, quem são os segurados,

Leia mais

DIREITO Previdenciário

DIREITO Previdenciário DIREITO Previdenciário Planos de Benefícios da Previdência Social Lei 8.213 Carência Parte 2 Prof. Thamiris Felizardo A pensão por morte não exige período de carência, mas, por outro lado, é preciso que

Leia mais

Treinamento Presencial dos Peritos Médicos Previdenciários

Treinamento Presencial dos Peritos Médicos Previdenciários Treinamento Presencial dos Peritos Médicos Previdenciários INSS Introdução Regime Geral da Previdência Social Produtos 10 Benefícios 3 Serviços Benefícios 4 APOSENTADORIAS: Invalidez Idade Tempo de Contribuição

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Benefícios Previdenciários Professor Hugo Goes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Previdenciário BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS PRESTAÇÕES DO RGPS Benefícios Serviços PRESTAÇÕES

Leia mais

Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem.

Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem. (): Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem. 80 A seguridade social representa um conjunto integrado de ações direcionadas à proteção exclusiva

Leia mais

1. DEPENDENTES. Art. 16 Lei A classe é fixada no momento do óbito do segurado.

1. DEPENDENTES. Art. 16 Lei A classe é fixada no momento do óbito do segurado. 1 DIREITO PREVIDENCIÁRIO PONTO 1: Dependentes PONTO 2: Prestações Previdenciárias PONTO 3: Carência PONTO 4: Segurado Especial PONTO 5: Cálculo dos Benefícios Previdenciários 1. DEPENDENTES Art. 16 Lei

Leia mais

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado.

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. INFORME JURÍDICO 06/01/2015 411 Prezados (as) Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. Divulgamos a Medida Provisória 664/2014 que

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 6 09/01/2015 11:04 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014. Exposição de motivos Vigência Altera as Leis n o 8.213,

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL

PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL 66 SISTEMA PREVIDENCIÁRIO DO BRASIL No Brasil, há benefícios devidos ao segurado e àqueles que dependem do segurado. Para ter direito aos benefícios, é preciso estar inscrito no INSS e manter suas contribuições

Leia mais

CURSO PREPARATÓRIO Concurso para JUIZ FEDERAL Prova escrita ALEXANDRE ROSSATO DA S. AVILA 2016

CURSO PREPARATÓRIO Concurso para JUIZ FEDERAL Prova escrita ALEXANDRE ROSSATO DA S. AVILA 2016 CURSO PREPARATÓRIO Concurso para JUIZ FEDERAL Prova escrita ALEXANDRE ROSSATO DA S. AVILA 2016 RELAÇÃO JURÍDICA PREVIDENCIÁRIA: BENEFICIÁRIOS, SEGURADOS E DEPENDENTES Prof. Dr. Alexandre Triches BENEFICIÁRIOS

Leia mais

Pensão por Morte. Prof. Danilo Ripoli

Pensão por Morte. Prof. Danilo Ripoli Pensão por Morte Prof. Danilo Ripoli Definição: A pensão por morte é o benefício da previdência social devido aos dependentes do segurado em função da morte deste. Será devido ao conjunto de dependentes

Leia mais

APOSENTADORIA POR IDADE

APOSENTADORIA POR IDADE APOSENTADORIA POR IDADE APOSENTADORIA POR IDADE Fundamentação Legal Artigo 201, I, da CF Artigos 48 a 51 da Lei 8213/91 Artigos 51 a 54 Do Decreto 3048/99 Artigos 225 a 233 da IN 77 Conceito APOSENTADORIA

Leia mais

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA NOVAS REGRAS PARA : CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE AUXÍLIO DOENÇA ATESTADOS MÉDICOS SEGURO DESEMPREGO ABONO SALARIAL SEGURO DESEMPREGO WEB RAIS 2014 No dia

Leia mais

COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS. 13 NOTA DO AUTOR 6ª EDIÇÃO 2015/2º SEMESTRE. 15 GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL.

COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS. 13 NOTA DO AUTOR 6ª EDIÇÃO 2015/2º SEMESTRE. 15 GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL. Sumário COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS... 13 NOTA DO AUTOR 6ª EDIÇÃO 2015/2º SEMESTRE... 15 GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 17 Capítulo 1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL... 19 1. Evolução histórica e composição...

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 A SEGURIDADE SOCIAL... 19

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 A SEGURIDADE SOCIAL... 19 SUMÁRIO S CAPÍTULO 1 A SEGURIDADE SOCIAL... 19 1. Origem e evolução legislativa no Brasil... 19 Questões comentadas de concursos públicos... 29 Questões de concursos... 30 CAPÍTULO 2 A SEGURIDADE SOCIAL

Leia mais

Carga Horária : 50 horas

Carga Horária : 50 horas Carga Horária : 50 horas Sumário 1- O Que é a Previdência Social 2- Para que Serve a Previdência Social 3- Como está Organizada a Previdência Social 4- A Função do INSS 5- Quais são os Segurados da Previdência

Leia mais

FÁBIO ALEXANDRE COELHO LUCIANA MARIA ASSAD VINÍCIUS ALEXANDRE COELHO

FÁBIO ALEXANDRE COELHO LUCIANA MARIA ASSAD VINÍCIUS ALEXANDRE COELHO FÁBIO ALEXANDRE COELHO LUCIANA MARIA ASSAD VINÍCIUS ALEXANDRE COELHO MANUAL DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO: BENEFÍCIOS Editora Juarez de Oliveira São Paulo 2006 CIP BRASIL. CATALOGAÇÃO NA FONTE SINDICATO NACIONAL

Leia mais

Beneficiários do RGPS, qualidade de segurado e carência

Beneficiários do RGPS, qualidade de segurado e carência Beneficiários do RGPS, qualidade de segurado e carência Regime Geral de Previdência Social (RGPS) Engloba todos os trabalhadores da iniciativa privada e os servidores próprios que não tem regime próprio

Leia mais

SUMÁRIO O QUE É SEGURIDADE SOCIAL? QUEM SÃO OS PARTICIPANTES DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL? CAPÍTULO I

SUMÁRIO O QUE É SEGURIDADE SOCIAL? QUEM SÃO OS PARTICIPANTES DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL? CAPÍTULO I SUMÁRIO CAPÍTULO I O QUE É SEGURIDADE SOCIAL?... 13 Solidariedade social... 16 Universalidade na cobertura e no atendimento... 17 Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas

Leia mais

1. Qualidade do que é previdente. 2. Previsão do futuro; conjectura (inferir ou deduzir que algo é provável).

1. Qualidade do que é previdente. 2. Previsão do futuro; conjectura (inferir ou deduzir que algo é provável). 1. Qualidade do que é previdente. 2. Previsão do futuro; conjectura (inferir ou deduzir que algo é provável). A Previdência Social é um seguro público que tem como função garantir que as fontes de renda

Leia mais

Sumário. CAPÍTULO 2 Contribuições para o custeio da seguridade social NOTAS INTRODUTÓRIAS... 43

Sumário. CAPÍTULO 2 Contribuições para o custeio da seguridade social NOTAS INTRODUTÓRIAS... 43 Sumário CAPÍTULO 1 A seguridade social no Brasil... 11 1. EVOLUÇÃO HISTÓRICA E COMPOSIÇÃO... 11 3. COMPETÊNCIA LEGISLATIVA... 13 4. PRINCÍPIOS INFORMADORES... 14 4.1. Universalidade da cobertura e do atendimento...

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Plano de Benefícios do RGPS Renda Mensal de Benefício Parte - 1 Prof. Bruno Valente É o valor que será recebido pelo segurado ou seu dependente (R$). O cálculo do benefício gerará

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17 Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17 EDITAL SISTEMATIZADO CARREIRAS FISCAIS... 19 1. Receita Federal do Brasil... 19 2. Ministério do Trabalho e Emprego... 21 CAPÍTULO

Leia mais

CÁLCULOS DE REVISÕES DE BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIOS - RGPS

CÁLCULOS DE REVISÕES DE BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIOS - RGPS CÁLCULOS DE REVISÕES DE BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIOS - RGPS Sergio Geromes II Profsergiogeromes sergiogeromes@hotmail.com CÁLCULO DE RMI NOÇÕES PRELIMINARES RENDA MENSAL INICIAL RMI: Valor do primeiro pagamento

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Benefícios em espécie Prof. Bruno Valente Art. 65 a 70 da Lei 8.213/91 Art. 81 a 92 do Decreto 3.048/99 O salário-família tem previsão constitucional no art. 7º, XII e art. 201,

Leia mais

Prof. Adilson Sanchez

Prof. Adilson Sanchez Prof. Adilson Sanchez Adilson Sanchez Advogado especializado em Direito Previdenciário e do Trabalho. Professor da UNI-FMU. Mestre em Direito. Conferencista pela OAB/SP desde 1987. Coordenador do Curso

Leia mais

Benefícios por incapacidade no RGPS

Benefícios por incapacidade no RGPS Benefícios por incapacidade no RGPS Continuação... AUXÍLIO-DOENÇA Alta Programada: Em 09.08.2005 tivemos uma alteração na legislação e o INSS passou a adotar a alta programada (programa data certa). Passou

Leia mais

1 de 7 14/03/2011 20:18 Publicado em nosso site 14/03/2011 Roteiro ATUALIZADO Informativo FISCOSoft - Auxílio-Reclusão - Roteiro de Procedimentos O auxílio-reclusão será devido nas mesmas condições da

Leia mais

Aula-tema 08: Salário-família, salário-maternidade, auxílio-reclusão, pensão por morte e acidente de trabalho

Aula-tema 08: Salário-família, salário-maternidade, auxílio-reclusão, pensão por morte e acidente de trabalho Resumo Aula-tema 08: Salário-família, salário-maternidade, auxílio-reclusão, pensão por morte e acidente de trabalho Consoante já enfatizado nos resumos das aulas-temas anteriores, o estudo e a aplicação

Leia mais

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Direito Previdenciário. Técnico do TRF 2. Consulplan

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Direito Previdenciário. Técnico do TRF 2. Consulplan CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Técnico do TRF 2 Consulplan Seguridade Social Questão 1: CONSULPLAN - JT TRT1/TRT 1/2005 A natureza jurídica dos regimes básicos previdenciários é: a) contratual; b) institucional;

Leia mais

MARATONA. DE QUESTÕES

MARATONA. DE QUESTÕES MARATONA. DE QUESTÕES QUESTÃO. A Lei Eloy Chaves foi o primeiro ato normativo que tratou de previdência social no Brasil. Antes dela, os trabalhadores eram amparados pelas casas de misericórdia. RESPOSTA

Leia mais

Direito Previdenciário - aulas 13 e 14 Profa. Soraya Santos PLANO DE BENEFÍCIOS DA PREVIDENCIA SOCIAL

Direito Previdenciário - aulas 13 e 14 Profa. Soraya Santos PLANO DE BENEFÍCIOS DA PREVIDENCIA SOCIAL Direito Previdenciário - aulas 13 e 14 Profa. Soraya Santos PLANO DE BENEFÍCIOS DA PREVIDENCIA SOCIAL SALÁRIO-DE-BENEFÍCIO Art. 31 do Decreto 3.048/99 CONCEITO: é o valor básico utilizado para cálculo

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Benefícios em espécie Parte 2 Prof. Bruno Valente Requisitos: 3) Tempo mínimo de contribuição do instituidor; Se o óbito do segurado decorrer de acidente de qualquer natureza ou

Leia mais

Sumário. nota do autor...11 nota do autor 2ª edição a seguridade social no brasil...15 CAPÍTULO 1

Sumário. nota do autor...11 nota do autor 2ª edição a seguridade social no brasil...15 CAPÍTULO 1 nota do autor...11 nota do autor 2ª edição...13 CAPÍTULO 1 a seguridade social no brasil...15 1. Evolução histórica e composição...15 2. Definição e natureza jurídica...16 3. Competência legislativa...17

Leia mais

Além da previdência, a proposta também altera regras da Assistência Social, reduzindo a abrangência e a capacidade de proteção social.

Além da previdência, a proposta também altera regras da Assistência Social, reduzindo a abrangência e a capacidade de proteção social. NATAL LEO PRESIDENTE DO SINDICATO NACIONAL DOS APOSENTADOS, PESIONISTAS E IDOSOS UGT SINDIAPI UGT SECRETARIO ADJUNTO DA UGT NACIONAL PARA APOSENTADOS E IDOSOS SECRETARIO DE PREVIDÊNCIA E DA SEGURIDADE

Leia mais

Direito e Legislação Previdenciária - INSS Professor: Melissa Folmann Aulas: 01-08

Direito e Legislação Previdenciária - INSS Professor: Melissa Folmann Aulas: 01-08 Aulas 1 8 Direito e Legislação Previdenciária - INSS Professor: Melissa Folmann Aulas: 01-08 Prof > wwwaprovaconcursoscombr Página 1 de 11 Aulas 1 8 Apresentação Olá Concurseiro, Será

Leia mais

Aposentadoria do segurado; Morte do segurado; Emissão de certidão de tempo de contribuição (RPS, art. 129).

Aposentadoria do segurado; Morte do segurado; Emissão de certidão de tempo de contribuição (RPS, art. 129). DCB BENEFÍCIO Data da cessação do benefício Recuperação da capacidade (art. 60); Retorno à atividade (art. 60, 6º e 7º); Transformação em aposentadoria por Auxílio invalidez (art. 62, parágrafo único);

Leia mais

Salário-Família & Salário-Maternidade

Salário-Família & Salário-Maternidade Salário-Família & Salário-Maternidade Temas apresentados pelos alunos: Camila Coutinho Daniel Cândido Marcos Baeta Salário-Família O que é? Benefício pago aos segurados empregados, exceto os domésticos,

Leia mais

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 06/08/2010.

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 06/08/2010. SALÁRIO-FAMÍLIA - Considerações Gerais Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 06/08/2010. Sumário: 1 - Introdução 2 - Beneficiários 2.1 - Verificação da Invalidez 2.2 - Pai e Mãe 3 - Início

Leia mais

A reforma da Previdência (PEC 287/16), em discussão na Câmara dos Deputados, teve muitas alterações no substitutivo aprovado na comissão e, na

A reforma da Previdência (PEC 287/16), em discussão na Câmara dos Deputados, teve muitas alterações no substitutivo aprovado na comissão e, na A reforma da Previdência (PEC 287/16), em discussão na Câmara dos Deputados, teve muitas alterações no substitutivo aprovado na comissão e, na quarta-feira (9). Para conhecer o parecer do relator, deputado

Leia mais

Substitutivo à PEC 287/2016 Reforma da Previdência. Antônio Augusto de Queiroz Diretor de Documentação do DIAP

Substitutivo à PEC 287/2016 Reforma da Previdência. Antônio Augusto de Queiroz Diretor de Documentação do DIAP Substitutivo à PEC 287/2016 Reforma da Previdência Antônio Augusto de Queiroz Diretor de Documentação do DIAP Sumário 1. Sistema de Seguridade Social 2. Regimes Jurídicos de Previdência 3. Estrutura do

Leia mais

Benefícios. Beneficiários. Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Direito Previdenciário

Benefícios. Beneficiários. Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Direito Previdenciário Benefícios Direito Previdenciário Obrigatórios (art. 9º) Segurados Facultativos (art. 11) Dependentes (art. 16) Beneficiários Empregado (I) Empdo doméstico (II) Contribuinte individual (V) Trabalhador

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Curso Teórico Seguridade Social Regimes de Previdência Aula 3 Prof. Bruno Oliveira Adquira o Curso de Questões Regimes Regime Geral de Previdência Social: operado pelo INSS, uma

Leia mais

Convenção Coletiva de Trabalho 2009 Sinpro/RS e Sinepe/RS Direitos Previdenciários

Convenção Coletiva de Trabalho 2009 Sinpro/RS e Sinepe/RS Direitos Previdenciários Convenção Coletiva de Trabalho 2009 Sinpro/RS e Sinepe/RS Direitos Previdenciários 1. APOSENTADORIA NO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL 1.1 Aposentadoria por Invalidez Para os professores cuja incapacidade

Leia mais

Apostila do curso de. Previdência. Social

Apostila do curso de. Previdência. Social Apostila do curso de Previdência Social 1- O Que é a Previdência Social 2- Para que Serve a Previdência Social 3- Como está Organizada a Previdência Social 5- Quais são os Segurados da Previdência Social

Leia mais

CADERNO DE ATUALIZAÇÃO

CADERNO DE ATUALIZAÇÃO CADERNO DE ATUALIZAÇÃO Ivan Kertzman Curso Prático de Direito Previdenciário Objetivo O objetivo deste material é manter os leitores da 14ª edição do Curso Prático de Direito Previdenciário atualizados

Leia mais

A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores

A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores para o debate NÃO AO DESMONTE DA PREVIDÊNCIA. O evento

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Benefícios em espécie Salário-maternidade Parte 1 Prof. Bruno Valente Art. 71 a 73 da Lei 8.213/91 Art. 93 a 103 do Decreto 3.048/99 O benefício de salário-maternidade é uma garantia

Leia mais

A SEGURIDADE SOCIAL...

A SEGURIDADE SOCIAL... Sumário Sumário CAPÍTULO 1 A SEGURIDADE SOCIAL... 17 1. Origem e evolução... 17 2. Origem e evolução legislativa no Brasil... 18 3. Questões de concursos... 30 CAPÍTULO 2 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL...

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICÍPIO DE RIO CLARO MUNICÍPIO DE RIO CLARO ESTADO DE SÃO PAULO

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICÍPIO DE RIO CLARO MUNICÍPIO DE RIO CLARO ESTADO DE SÃO PAULO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO O QUE É O IPRC? O Instituto de Previdência do Município de Rio Claro IPRC nasceu em 20 de setembro de 2007, através da Lei Complementar Municipal 023/2007. É uma Autarquia Municipal

Leia mais

9. PROVA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO (arts. 47 e 48 da Lei e 257 a 265 do Decreto 3.048)

9. PROVA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO (arts. 47 e 48 da Lei e 257 a 265 do Decreto 3.048) SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. SEGURIDADE SOCIAL 1.1 Noção geral 1.1.1 Saúde 1.1.2 Assistência social 1.1.3 Previdência Social 1.2 Breve histórico 1.2.1 Evolução legislativa no Brasil 1.3 Conceituação 1.4 Objetivo,

Leia mais

SEGURADO FACULTATIVO E PERÍODO DE GRAÇA

SEGURADO FACULTATIVO E PERÍODO DE GRAÇA SEGURADO FACULTATIVO E PERÍODO DE GRAÇA SEGURADO FACULTATIVO FACULTATIVO Lei nº 8.212/91. Art. 14, Decreto nº 3.048/99. Aquele que não exerce qualquer atividade remunerada que o vincule obrigatoriamente

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL PREVIDENCIÁRIO PROGRAMA

PROCESSO JUDICIAL PREVIDENCIÁRIO PROGRAMA PROGRAMA I. SEGURIDADE SOCIAL E PREVIDÊNCIA SOCIAL 2. Princípios e Características da Seguridade Social 2.1. Solidariedade 2.2 Universalidade da Cobertura e do Atendimento 2.3. Uniformidade e Equivalência

Leia mais

Dir. Previdenciário Marcos. Alterações: Salário Maternidade

Dir. Previdenciário Marcos. Alterações: Salário Maternidade Alterações: Salário Maternidade NOVIDADE - ALTERAÇÃO Lei 8213/91 Art. 71-A. Ao segurado ou segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança é devido

Leia mais

CAPÍTULO A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL...

CAPÍTULO A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL... CAPÍTULO A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL... 19 1. EVOLUÇÃO HISTÓRICA E COMPOSIÇÃO... 19 2. DEFINIÇÃO E NATUREZA JURÍDICA... 21 3. COMPETÊNCIA LEGISLATIVA... 22 4. PRINCÍPIOS INFORMADORES... 23 4.1. Universalidade

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1 A seguridade social no Brasil... 15

SUMÁRIO. Capítulo 1 A seguridade social no Brasil... 15 SUMÁRIO Capítulo 1 A seguridade social no Brasil... 15 1. Evolução hist rica e composição... 15 2. Definição e natureza jurídica... 16 3. Competência legislativa... 17 4. Princípios informadores... 18

Leia mais

COMO FICOU COMO ERA. Exigência de prova contemporânea; Nos casos de dependente menor de 16 anos, não havia prazo para

COMO FICOU COMO ERA. Exigência de prova contemporânea; Nos casos de dependente menor de 16 anos, não havia prazo para Auxílio-Reclusão COMO ERA COMO FICOU Era isento de carência; Fazia jus em regime fechado ou semi-aberto; Era compatível com salário maternidade, pensão por morte e auxílio-doença; O cálculo para aferição

Leia mais

AULA Existem cinco perguntas para qualquer tipo de benefícios:

AULA Existem cinco perguntas para qualquer tipo de benefícios: Turma e Ano: Flex B (2014) Matéria / Aula: Direito Previdenciário / Aula 07 Professora: Marcelo Leonardo Tavares Monitora: Mariana Simas de Oliveira AULA 07 1 CONTEÚDO DA AULA: RGPS (continuação). Auxílio

Leia mais

Profa. Joseane Cauduro. Unidade II DIREITO TRABALHISTA E SOCIAL

Profa. Joseane Cauduro. Unidade II DIREITO TRABALHISTA E SOCIAL Profa. Joseane Cauduro Unidade II DIREITO TRABALHISTA E SOCIAL Seguridade social Art. 194, CF: a seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade,

Leia mais

DIREITO Previdenciário

DIREITO Previdenciário DIREITO Previdenciário Benefícios em espécies Aposentadoria por Invalidez Parte 2 Prof. Thamiris Felizardo Jurisprudência: PROCESSUAL CIVIL E PREVIDENCIÁRIO. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL.

Leia mais

NOÇÕS ELEMENTARES SOBRE DIREITO PREVIDENCIÁRIO

NOÇÕS ELEMENTARES SOBRE DIREITO PREVIDENCIÁRIO NOÇÕS ELEMENTARES SOBRE DIREITO PREVIDENCIÁRIO SAÚDE LEI 8.080/90 ASSISTÊNCIA SOCIAL LEI 8.742/93; Dec.6.214/07 PREVIDÊNCIA CF/88, ART. 201 E 202, LEIS 8.212/91 E 8.213/91, DEC. 3.048/99, IN/INSS 20/07

Leia mais

DAS PRESTAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

DAS PRESTAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL 1/25 DAS PRESTAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Prestações Previdenciárias art. 18, Lei 8.213/91 e art. 25 Dec. 3.048/99 I. Quanto ao Segurado: (a) Aposentadoria Por invalidez

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FICHA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FICHA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Legislação Previdenciária CÓDIGO: GCT034 UNIDADE ACADÊMICA: FACIP

Leia mais

Unidade II. Unidade II

Unidade II. Unidade II Unidade II Unidade II 7 BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Os benefícios previdenciários são prestações pagas, em dinheiro, aos trabalhadores ou aos seus dependentes. Alguns deles substituem a remuneração

Leia mais

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)...

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)... S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988...1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)...1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social...1 1.1.2.

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MINISTROS DE ESTADO DA FAZENDA - MF / DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL - MPS Nº 19 DE D.O.U.:

PORTARIA INTERMINISTERIAL MINISTROS DE ESTADO DA FAZENDA - MF / DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL - MPS Nº 19 DE D.O.U.: PORTARIA INTERMINISTERIAL MINISTROS DE ESTADO DA FAZENDA - MF / DA PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL - MPS Nº 19 DE 10.01.2014 D.O.U.: 13.01.2014 Dispõe sobre o reajuste dos benefícios pagos pelo Instituto

Leia mais

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: COMO É HOJE; TEXTO ORIGINAL DA PEC; TEXTO SUBSTITUTIVO.

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: COMO É HOJE; TEXTO ORIGINAL DA PEC; TEXTO SUBSTITUTIVO. REFORMA DA PREVIDÊNCIA: COMO É HOJE; TEXTO ORIGINAL DA PEC; TEXTO SUBSTITUTIVO. COMO É HOJE: APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO RGPS 30 anos mulher/35 anos homem Sem idade mínima. COMO É HOJE: CÁLCULO

Leia mais

MANUTENÇÃO, PERDA E REAQUISIÇÃO DA QUALIDADE DE SEGURADO

MANUTENÇÃO, PERDA E REAQUISIÇÃO DA QUALIDADE DE SEGURADO MANUTENÇÃO, PERDA E REAQUISIÇÃO DA QUALIDADE DE SEGURADO MANUTENÇÃO, PERDA E REAQUISIÇÃO DA QUALIDADE DE SEGURADO A Previdência Social tem caráter contributivo e de filiação obrigatória. Pela lógica, os

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro Universitário Tabosa de Almeida ASCES/UNITA INSTITUTO NACIONAL

Leia mais

QUADRO DE INCONSTITUCIONALIDADES PEC 287/2016

QUADRO DE INCONSTITUCIONALIDADES PEC 287/2016 QUADRO DE INCONSTITUCIONALIDADES PEC 287/2016 PEC 287/2016 RPPS Aposentadoria por tempo de contribuição e por invalidez 2º Os proventos de aposentadoria não poderão ser inferiores ao limite mínimo ou superiores

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC. 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social:

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC. 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social: DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social: a) é tripartite, a cargo do Poder Público, das empresas

Leia mais