GUIA DE VIAGEM SEGURA PARA O SURINAME E A GUIANA FRANCESA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUIA DE VIAGEM SEGURA PARA O SURINAME E A GUIANA FRANCESA"

Transcrição

1 GUIA DE VIAGEM SEGURA PARA O SURINAME E A GUIANA FRANCESA q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 2

2 GUIA DE VIAGEM SEGURA PARA O SURINAME & A GUIANA FRANCESA 2ª edição (2010): Ministério das Relações Exteriores (MRE) 1ª edição (2009): Governo do Estado do Pará / Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (2009) Elaboração: Sodireitos Projeto gráfico e editoração: José Arnaud Colaboração e apoio institucional: MRE Esta cartilha foi elaborada a partir de informações de sites oficiais de embaixadas, de respostas das Embaixadas do Brasil no Suriname e do Suriname no Brasil, do Consulado Geral do Brasil em Caiena, na Guiana Francesa, além de informações de pesquisas, sites informativos e contribuições de pessoas que conhecem bem o Brasil, o Suriname e a Guiana Francesa. As informações desta publicação estão sujeitas a erros e correções devido às mudanças que podem ocorrer nas legislações, endereços, telefones e normas. Por favor, informe se houver emendas a fazer ou novas informações a acrescentar: Janeiro 2010 Belém q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 3

3 Índice Dicas gerais para uma viagem segura Os consulados brasileiros existem para: Passaporte Outras informações Certificado internacional de vacinação Passagem Formulário para entrar no país Visto para Guiana Francesa Riscos na migração Trabalho escravo e tráfico de pessoas Suriname Para viajar Conheça o país Mapas A população Brasileiros no Suriname Permanecer no Suriname Passaporte ou autorização de retorno Como enviar dinheiro Manter contato com garimpos Saúde Defensoria pública Filhos nascidos no Suriname Acordo sobre regularização migratória Contatos no Suriname Outros contatos que podem ser procurados através da Embaixada brasileira Algumas frases úteis Guiana Francesa Antes de viajar Conheça o Departamento francês Brasileiros na Guiana Francesa Perda de passaporte Defensores públicos Voltar ao Brasil Deportação Filhos Educação Saúde Transferência de dinheiro (transfert argent) Mapa Endereços Apoio Algumas frases úteis Belém Pará Brasil Apoio e orientação em Belém do Pará Para denunciar violações de direitos e obter apoio jurídico Orientação e apoio de organizações da sociedade civil Outros endereços e contatos em Belém Índice por palavras chaves q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 3

4 Carta a(o) viajante Prezado(a) viajante O seu direito de ir e vir está protegido pela Declaração Universal de Direitos Humanos em seu art.13: 1. Toda pessoa tem o direito à liberdade de locomoção e residência dentro das fronteiras de cada Estado. 2. Toda pessoa tem o direito de deixar qualquer país, inclusive o próprio, e a este regressar. Contudo, para ir além de nossas fronteiras é preciso se munir de algumas informações importantes que podem preveni-lo(a) de riscos desnecessários e/ou ajudá-lo(a) num outro país. Leia as informações a seguir e passe-as adiante para o maior número de pessoas. A migração é um direito sujeito a condições e deve ser exercido com segurança. As pessoas gostam de viajar, conhecer o mundo, correr atrás de novas oportunidades. Outras são forçadas a migrar, por desastres naturais, guerras, violência ou miséria. Cada ser humano tem o direito de ir e vir. Uma pessoa que está num outro país, em princípio, tem os mesmos direitos e deveres de um habitante nativo. Porém, muitas nações adotaram legislações restritivas à migração, o que faz com que muitas pessoas que estão em busca de trabalho num outro país sejam consideradas ilegais. Os direitos humanos não estão vinculados a nenhum visto ou autorização de permanência. Eles valem para todos e todas. Mas a soberania das nações lhes permite estabelecer deveres e limitações de direitos para migrantes. 03 q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 3

5 Tire cópia autenticada dos seus documentos (Carteira de Identidade, CPF, Certificado de Alistamento Militar, Título de Eleitor, Certidão de Nascimento ou Casamento); se ocorrer extravio do passaporte, isso facilitará a emissão de um novo. Nunca entregue seus documentos (passaporte, carteira de identidade, cartão de vacinação) a ninguém, exceto para verificação por autoridade governamental. 04 Leve os originais separados das cópias para evitar a perda de todos, em caso de extravio. Sempre deixe alguma forma de contato com a sua família ou com amigos, mesmo quando não quiser que saibam o que vai fazer. Você tem direito a ter minimamente estas informações quando alguém lhe convida para ir ao exterior. Aprenda a usar a internet. Crie um endereço eletrônico através do qual possa se comunicar de qualquer lugar do mundo (é bem mais barato que uma ligação telefônica!) Leve o contato do consulado ou embaixada brasileira do país de destino e saiba como ele pode te ajudar. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 3

6 OS CONSULADOS BRASILEIROS EXISTEM PARA: Proteger, no país estrangeiro, os interesses e direitos dos cidadãos(ãs) brasileiros(as); Aconselhar os(as) brasileiros(as) com problemas legais e jurídicos; A u x i l i a r o s ( a s ) b r a s i l e i r o s ( a s ) necessitados perante tribunais e demais autoridades estrangeiras; Auxiliar a localização de cidadão brasileiro; Proporcionar a assistência cabível ao cidadão que esteja em dificuldades (doença, acidente, roubo, processo judicial, prisão etc.); Não importa se você está regular ou ilegalmente no país, o consulado deve te ajudar do mesmo jeito. O consulado não pode denunciar ou entregar qualquer brasileiro que esteja em situação irregular, que procura ajuda. 05 Veja os endereços dos consulados nas páginas 33 e 45. Antes de viajar e durante sua viagem é importante saber das formalidades, preços, possibilidades, perigos, riscos, como se proteger e onde procurar ajuda. Para viajar para Suriname ou Guiana Francesa são necessários: Passaporte válido; Visto (para Guiana Francesa); Vacinação contra febre amarela; Passagem de ida e volta. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 3

7 PASSAPORTE REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL PASSAPORTE A emissão de um passaporte não é gratuita. Custa R$ 156,07 a primeira via ou quando se apresenta o passaporte antigo. Quando não se pode apresentar o passaporte antigo o preço dobra para R$ 312,14 (dezembro de 2008). 06 Saiba como tirar passaporte: O processo de solicitação de passaporte inicia-se com o acesso ao site do Departamento de Polícia Federal No site, clique no link "Informações gerais e requerimento de passaporte" e em seguida selecione a localidade onde deseja requerer o passaporte. Leia as informações e clique em "emissão do passaporte". Preencha o formulário com seus dados, sendo necessário o CPF do requerente ou responsável, código da Receita e da unidade arrecadadora conforme tabela da Receita existente na própria guia. Ao final digite o código de segurança e clique em confirmar. Serão exibidos três botões, inicialmente clique em "gerar protocolo", depois "gerar GRU" (guia para pagamento da taxa) e finalmente em "fechar". Caso haja dúvidas sobre o preenchimento dos seus dados, ligue para ou entre em contato pelo Após a inclusão dos dados será emitida o Guia de Recolhimento da União (GRU). O boleto deve ser pago, respeitando sua data de vencimento. Por fim, compareça ao posto da Polícia Federal munido da documentação original exigida, GRU paga e protocolo da solicitação. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 3

8 Documentos O(A) interessado(a) em obter o passaporte deve ser brasileiro nato ou naturalizado. Carteira de Identidade Civil (RG) e Certidão de Casamento (caso seja casado(a) legalmente); Carteira de Identidade Civil (RG) ou Certidão de Nascimento para os menores de 12 anos; Título de Eleitor e comprovantes de que votou na última eleição (dos dois turnos, se houve) ou declaração da Justiça Eleitoral de que está quite com as obrigações eleitorais, ou justificativa eleitoral; Documento que comprove quitação com o serviço militar obrigatório, para os requerentes do sexo masculino a partir de 1º de janeiro do ano em que completam 18 anos até 31 de dezembro do ano em que completam 45 anos; Comprovante de pagamento da taxa em reais, por meio da guia GRU (Guia de Recolhimento da União), que deverá ser preenchida pela internet, Apresentar o Passaporte anterior, quando houver um (válido ou não). A não apresentação deste, por qualquer motivo, implica em pagamento da taxa em dobro; O brasileiro que tiver seu passaporte válido inutilizado por qualquer repartição consular ou de imigração estrangeiras, no Brasil ou no exterior (por negativa de visto ou deportação), não está impedido de requerer um novo passaporte. Basta apresentar o passaporte, válido ou não, para cancelamento. 07 q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 3

9 OUTRAS INFORMAÇÕES 08 É obrigatória a presença do requerente na unidade da Polícia Federal, inclusive menor de 18 anos. As coletas de digitais, assinatura e fotografia serão realizadas nas dependências da Polícia Federal, por meios eletrônicos. O passaporte será entregue pessoalmente a seu titular, mediante apresentação de documento de identidade e assinatura de recibo. A validade do passaporte é de até cinco anos. Expirado o prazo de validade deverá ser solicitado um novo documento. Não há renovação nem prorrogação de passaporte, se o seu está com prazo de validade expirado ou prestes a expirar e você deseja obter um novo documento de viagem, serão exigidos novamente TODOS os documentos originais relacionados. IMPORTANTE: O passaporte é um documento pessoal e ninguém pode retê-lo, a não ser uma autoridade policial ou consular. Não é necessário apresentá-lo na compra de passagem. É necessário apresentá-lo no check-in, na Policia Federal no Brasil, no Suriname e na Guiana Francesa. Nunca se desfaça de seu passaporte nem o entregue a outras pessoas. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 4

10 VISTO PARA GUIANA FRANCESA R$ 175,44 (caso o visto seja negado, não haverá reembolso). Qualquer brasileiro que vai para Guiana Francesa precisa de um visto, até mesmo se for somente para visita ou turismo de 01 a 90 dias. Faz-se necessário comparecer ao consulado Francês, munido dos seguintes documentos: Carta explicando o motivo da viagem; 2 fotos (padrão francês) com fundo branco sem borda; Carteira de vacinação internacional; Comprovante de residência; Passaporte válido por no mínimo ainda 6 meses e cópias da primeira e segunda página; Identidade; Comprovante de Renda ou declaração de escola/universidade; Seguro Internacional, com cobertura de reais; Atestado de acolhimento, carta de convite de quem vai hospedar ou reserva de hotel; Documento de identidade de quem fez o atestado de acolhimento (cópia da identidade/passaporte se for francês ou carta de séjour se for Brasileiro); 3 últimos contracheques ou extratos bancários da pessoa que fez o atestado de acolhimento. 09 q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 4

11 P a r a b r a s i l e i r o s oriundos de outros Estados que não Pará ou Amapá é obrigatório o recolhimento de dados biométricos (como a impressão digital) para os vistos de curta duração para q u e m v i a j a a G u i a n a Francesa. CERTIFICADO INTERNACIONAL DE VACINAÇÃO 10 Vacinação contra febre amarela (Gratuito) prazo mínimo de 10 dias antes da viagem. A vacina tem validade de 10 anos. No Brasil a vacina é gratuita e pode ser feita na rede do Sistema Único de Saúde - SUS, assim como nas salas de vacinação específicas localizadas nos portos, aeroportos e fronteiras. As pessoas vacinadas em Unidades Sanitárias do SUS recebem um comprovante de vacinação que é válido em todo território nacional, é o Cartão Nacional de Vacinação. Se, posteriormente, necessitarem do Certificado Internacional de Vacinação (CIV), de cor amarela, deverão procurar o Posto de Vigilância Sanitária do Aeroporto para que se efetue a transcrição dos dados do Cartão Nacional de Vacinação para o Certificado Internacional de Vacinação. É imprescindível a assinatura da pessoa na presença de quem transcreve. Para a obtenção do CIV deverá ser q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 4

12 apresentado, junto com o Cartão Nacional, um documento oficial com fotografia: Carteira de Identidade, Passaporte ou Cédula Profissional. Para menores de idade é necessária a apresentação da Certidão de Nascimento. IMPORTANTE: Para voltar para o Brasil também se precisa apresentar o cartão da vacina. Não o perca nem o entregue para ninguém. PASSAGEM Uma viagem internacional somente é permitida com passagem de ida e volta ou com passagem para um terceiro destino e os documentos necessários para entrar no terceiro país. (a passagem de volta de Suriname ou Guiana Francesa tem validade até um ano depois da passagem de ida) 11 (Companhias aéreas: pag 34, 51) FORMULÁRIO PARA ENTRAR NO PAÍS Antes de desembarcar, ainda durante o vôo, é entregue um formulário em inglês/holandês ou inglês/francês que deve ser apresentado à Polícia Federal na hora da chegada. Veja os modelos com orientação em português no capítulo de cada país (pág 19 e pág 35). q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 4

13 RISCOS NA MIGRAÇÃO 12 NÃO ADMISSÃO Os países que não exigem visto de turista têm impedido o ingresso de brasileiros por suspeitarem que se trate de migração irregular de pessoas que buscam residir e trabalhar no país. Nesse caso, a pessoa não admitida terá de aguardar horas, às vezes dias, em salas especiais dos aeroportos ou em centros de detenção provisória, antes de embarcar de volta ao Brasil. Procure contatar o consulado ou embaixada brasileira, que poderá transmitir informações a seus familiares e zelar para que você tenha um tratamento digno. No entanto, as autoridades brasileiras não poderão intervir em favor de sua entrada no país. Para reduzir os riscos de não ser admitido, tenha comprovante de reserva (voucher) de hotel, dinheiro, passagem de volta e cartão de crédito internacional. Atenção: alguns países exigem a comprovação do porte de valores determinados como uma das condições para autorizar a entrada. Ao chegar ao país, as autoridades sanitárias poderão exigir informações sobre o itinerário da viagem e examinar os documentos de saúde do viajante. Poderão ainda colocá-lo em observação, isolamento ou quarentena e até mesmo negar sua entrada por considerá-lo suspeito de portar doenças com potencial de disseminação internacional ou por não apresentar prova documental de vacinação requerida pelo país. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 4

14 Pelo simples fato de não estarem vestidos de acordo com os padrões locais (roupas leves ou muito sumárias em períodos de inverno intenso, por exemplo), viajantes podem sofrer constrangimentos em aeroportos estrangeiros, inclusive serem repatriados. No caso de não ser admitida, a pessoa corre o risco de perder todo o investimento que fez com passagens e outras despesas de viagem. DEPORTAÇÃO EMBARQUE 13 Caso seu objetivo seja estudar, trabalhar ou residir em outro país e estiver com visto de turista ou visto vencido, você poderá ser preso e estará sujeito à deportação (retirada compulsória do país). Alguns países possuem centros específicos para detidos por razões migratórias. Em outros, o imigrante pode ficar em prisões junto com delinqüentes. Se você for detido por estar residindo ou trabalhando irregularmente, corre o risco de ser deportado. A deportação pode não ser imediata. Em alguns países, a pessoa pode enfrentar antes um processo judicial. Depois, é preciso esperar que o governo local providencie q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 4

15 o retorno. Há casos em que o deportado aguarda preso, por vários meses, antes de ser mandado de volta ao Brasil. Uma vez deportado, você terá dificuldades em uma nova tentativa de ingresso. Sempre que precisarem, os brasileiros podem recorrer, de maneira segura, aos seus consulados. Estes estão a serviço dos brasileiros que lá residem, estejam regulares ou não. Caso seja detido por alguma autoridade estrangeira, você tem o direito a: Telefonar para sua embaixada ou consulado, antes mesmo de prestar qualquer depoimento; 14 Não assinar declarações com as quais não concorda; Os documentos têm que estar em sua língua. Nunca assine um documento que você não sabe ler! Um intérprete e um advogado; Atendimento médico quando precisar; Ficar junto com seus filhos; Não ser detido com presos comuns. Faça uso desses direitos! q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 4

16 TRABALHO ESCRAVO E TRÁFICO DE PESSOAS Muitas pessoas saem do Brasil em busca de trabalho ou com promessas de trabalho. Por necessidade ou por desconhecimento algumas pessoas estão dispostas a se submeter a regimes e formas de trabalho que violam os direitos humanos, na esperança de conseguir ganhar bastante dinheiro para mudar de vida ou ajudar a família. As pessoas que se aproveitam desta disposição de trabalhadores em geral não desejam o sucesso financeiro ou bem estar dos e das migrantes por eles «empregados(as)», mas buscam lucrar o máximo e pagar o mínimo possível para jornadas exaustivas, trabalhos degradantes e condições desumanas. Para garantir que o(a) trabalhador(a) não abandone o trabalho, os empregadores/ exploradores se utilizam de vários mecanismos, como, por exemplo: Endividam as pessoas desde o primeiro contato, com o pagamento de passagem, p a s s a p o r t e, t r a n s p o r t e l o c a l e adiantamentos para comprar roupas, mala e deixar dinheiro com a família. Esta dívida, mesmo sendo real, não se constitui oficialmente numa obrigação de permanecer no local de trabalho e trabalhar conforme as ordens do explorador. Ela deveria poder ser negociada ou paga conforme as possibilidades da pessoa que «emprestou» ; 15 q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 4

17 Ameaçam com violência ou usam violência, contra o(a) trabalhador(a) ou sua família ; Não permitem contato com ninguém, desde a chegada ao país ; Retiram o passaporte ou outros documentos pessoais necessários para uma livre locomoção e retorno ; Levam a pessoa para um lugar distante do lugar de origem, impossibilitando, assim, sua volta. 16 Tudo isto é crime e ninguém é obrigado a se submeter a estas violências, pois todo mundo tem o direito de ir e vir e ser respeitado no seu trabalho, mesmo estando em situação irregular como migrante ou trabalhando em atividade não oficial. Procure ajuda no consulado ou numa das organizações citadas nesta cartilha quando precisar! Você é portador de direitos! Você vale mais do que qualquer um pode pagar. Ninguém tem o direito de lhe explorar. Você tem direito à proteção e reparação de danos, além do direito de ir e vir, à liberdade. Siga as dicas desta cartilha! q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 4

18 SURINAME TELEFONES DE EMERGÊNCIA: SURINAME Ambulância: 113 Polícia: 115 q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 4

19 PARA VIAJAR EMPRESAS AÉREAS Há duas empresas aéreas que voam entre Brasil (Belém) e Suriname (Paramaribo). Compare seus serviços: 18 Nacionalidade Vôos para Suriname por semana Passageiros por vôo Preço ida e volta Bagagem permitida Bagagem de mão P r e ç o e x c e s s o bagagem META Brasileira SURINAM AIRWAYS Surinamesa R$ 910,00 R$ 845,00 18 quilos 20 quilos 5 quilos 5 quilos R$ 12,10 por quilo R$ 9,00 por quilo Observe que existe uma taxa de saída de Suriname de US$ 35,00 e mais US$ 10,00 de taxa aeroportuária, que normalmente estão incluídas na compra da passagem. Se isto não for o caso, devem ser pagas no momento de embarque. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 5

20 ANTES DE DESEMBARCAR Antes de desembarcar no Suriname você deve preencher, no avião, o cartão de chegada. Suriname: CARTÃO DE CHEGADA ( Aankomstkaart ) 19 q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 6

21 ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO: Preencher tudo com letras maiúsculas!!! 20 A primeira parte do cartão (número 1 a 10) 1. Data de chegada (dia/mês/ano) (ao lado) Companhia aérea Número do vôo 2. Número do passaporte 3. Local de emissão do passaporte 4. Data da emissão do passaporte 5. Sobrenome Segundo sobrenome Nome 6. Sexo: homem mulher 7. Data de nascimento (dia, mês, ano) 8. Nacionalidade 9. País de residência 10. Marcar uma das duas opções - residente - visitante A segunda parte do cartão (número 11 e 12) 11a: motivo de viagem (marcar uma opção!) - Férias - Visita a Família - Negócios - Estudos - Trânsito para outro país - Outro motivo: 11b: Hospedagem -hotel -pousada -lodge -casa ou apartamento alugado -com família -casa própria -outro: 11c: duração da visita: - número de noites 12 Endereço no Suriname: Rua: Cidade: Profissão: * Não preencher o quadro final, que é para o uso oficial. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 6

22 CONHEÇA O PAÍS LOCALIZAÇÃO O Suriname é um país vizinho ao Brasil. De Belém a Paramaribo são mais ou menos 1500 quilômetros, aproximadamente a distância entre Belém e Fortaleza. Suriname é um país sul-americano que faz fronteira com o Oceano Atlântico, Guiana Francesa, a Guiana e o Brasil (com os Estados de Amapá e Pará). Sua capital é Paramaribo onde mora a metade da sua população. O país tem menos que 500 mil habitantes, ou seja, um terço da população de Belém. É um pouco maior do que o Estado do Acre. Está localizado na região equatorial, apresentando clima quente e úmido, além de vegetação florestal na maior parte de seu território, como na região amazônica brasileira. 21 A LÍNGUA O holandês é a língua oficial do Suriname. Os surinameses também falam outras línguas como o javanês, o indonésio e o hindi, além do sranan ou surinamês (popularmente chamda de taki taki). Além dos migrantes brasileiros muitos taxistas e alguns comerciantes também falam português. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 6

23 MAPAS SURINAME FRENCH GUIANA Amazon Belém São Gonçalo Fortaleza Recife BRASIL Salvador Brasília Goiânia q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 8

24 A POPULAÇÃO A população do Suriname é constituída por vários grupos raciais, étnicos e culturais. ETNIAS Hindustani 36 % Descendentes de imigrantes indianos Crioulos Descendentes de escravos africanos às 30 % vezes misturados com brancos Javaneses Oriundos das antigas Índias Orientais 14 % Holandeses, hoje chamada Indonésia "Negros do mato" quilombolas descendentes de escravos africanos que fugiram dos seus donos e 11 % frequentemente se misturaram com índios e/ou indianos Ameríndios, chineses e brancos 3 % Brasileiros 6 % Devido ao grande número de grupos étnicos no país, não há uma religião principal. A maioria dos hindustani são hindus, mas o islamismo e o cristianismo também são muito comuns. O cristianismo é dominante entre os crioulos e os pardos. 23 IMPORTANTE: DÓLAR SURINAMÊS NÃO É DÓLAR AMERICANO A moeda no Suriname é o Dólar Surinamês (Surinaamse dollar), que valia em dezembro de 2009 menos que o real: 1,00 real = 1,20 dólar surinamês A prostituição é proibida pela lei surinamesa, mas assim como no Brasil, em vários lugares é tolerada. Brasileiros(as) que trabalham como profissionais do sexo podem ser explorados(as) por donos de boates e clubes e ter problemas com a polícia e serviços de saúde. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 8

25 BRASILEIROS NO SURINAME 24 A s p r i n c i p a i s atividades de brasileiros n o S u r i n a m e e s t ã o vinculadas à extração de o u r o. N o i n t e r i o r c o n c e n t r a m - s e o s garimpos e currutelas ( v i l a r e j o s próximo aos g a r i m p o s c o m u m pequeno comércio local), enquanto na cidade se localizam o comércio de suporte aos garimpos e compra e venda de ouro. Estes dois espaços movimentam ainda setores de comunicação e transporte. Estudo de 2007 de um instituto de pesquisa no Suriname (IDOS-peilingen) mostrou que 69% dos eleitores surinameses tinham uma imagem negativa dos brasileiros. Porém, ao mesmo tempo há uma integração crescente em nível cultural, científico e de convivência de comerciantes de brasileiros e surinameses. O Governo Surinamês não costuma ter uma atitude repressiva e de deportação de brasileiros em situação irregular no país (sem permissão de trabalho, vencida a permissão de permanência). Em certos momentos esta atitude pode mudar, como em 2008 com a operação Clean Sweep, voltada para organizar a situação de irregularidade nos garimpos de Suriname. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 8

26 PERMANECER NO SURINAME ENTRADA Em 17/11/1988 entrou em vigor acordo bilateral entre o Brasil e o Suriname que elimina a exigência de visto para portadores de passaportes nacionais dos dois países. Em virtude disso, brasileiros não precisam de visto para ingressar no Suriname em viagem de turismo ou de negócios, de até três meses; do mesmo modo, surinameses não necessitam de visto para entrar no Brasil. Para quem deseja permanecer mais do que três meses ou fixar residência no Suriname, entretanto, é necessário o pedido de visto de permanência na Embaixada do Suriname em Brasília, antes de embarcar para o Suriname. Em ambos os casos, é necessário portar passaporte com validade igual ou superior a seis meses e apresentar certificado internacional de vacinação contra febre amarela. Ao ingressar no Suriname, os brasileiros recebem no passaporte um carimbo que lhes garante uma permanência de três meses. 25 PERMISSÃO DE PERMANÊNCIA (stay permit) A nova legislação do Suriname para imigração prevê duas situações diferentes para os pedidos de permanência. Uma para aqueles que já estavam no Suriname antes de 01/10/2009 e outra para aqueles que chegarem depois disso. Aqueles que já estavam no Suriname antes de 01 de outubro de 2009 e tiverem como provar sua chegada antes desse período, poderão, antes q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 8

27 de vencido o prazo inicial, requerer uma estada maior, por até 2 anos ( stay permit ). Para isso, deverão dirigir-se ao Departamento de Imigração ( Hoofd Afdeling Vreemdelingen Zaken ) do Ministério de Justiça e Polícia, localizado na Jagern Lachmanstraat, (atrás do Ministério do Trabalho, tels e ). O governo surinamês facilitou o processo de requerimento desse pedido de autorização de estada de dois anos ( stay permit ), já que, contrariamente ao que ocorria antes, quando uma série de documentos era exigida no ato da solicitação, agora o interessado deverá apenas observar o seguinte procedimento: 26 pagar uma taxa de U$S 150,00 (cento e cinqüenta dólares americanos) no banco; apresentar duas fotos recentes; e p r e e n c h e r u m f o r m u l á r i o n o Departamento de Imigração do Ministério da Justiça e Polícia. Feito isso, os brasileiros recebem uma autorização de estada de dois anos. Dentro desse prazo, deverão apresentar o restante da documentação: passaporte; certidão de nascimento; comprovante de renda; comprovante de plano de saúde; e atestado de boa conduta (que é feito na Embaixada, mediante preenchimento de formulário, apresentação do passaporte e pagamento de taxa no valor de US$ 15,00). q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 8

28 Para aqueles que desejam ficar mais de três meses ou que desejam fixar residência no Suriname e chegaram depois de 01/10/2009, é necessário pedir, três meses antes de embarcar, um visto de permanência na Embaixada do Suriname em Brasília: Endereço: SHIS QI 9 conjunto 8 casa 24 Lago Sul Brasília, Tels: e , E - m a i l : Horário de Funcionamento: segunda a sexta-feira das 8h30 às 15h30) PERMISSÃO DE TRABALHO (labor license) P a r a t r a b a l h a r d e f o r m a l e g a l, primeiramente é necessário obter a autorização de estada ( stay permit ). Depois, o interessado deverá dirigir-se ao Ministério do Trabalho, Desenvolvimento, Tecnologia e Meio- Ambiente para solicitar uma licença de trabalho ( labor license ), específica para a área de seu interesse profissional. A permissão de trabalho pode ser solicitada pelo empregador ou pelo estrangeiro interessado e deve ser assinada por ambas as partes. 27 RESIDENTES (permanent stay) Para os brasileiros residentes legalmente no Suriname há mais de cinco anos, o procedimento a ser seguido é o de solicitação de permanência ( permanent stay ). Para que se consiga a permanência, além dos documentos anteriormente mencionados para a autorização de estada, outros serão exigidos, como o documento que atesta a residência legal por mais de cinco anos no Suriname. q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 8

29 28 PASSAPORTE OU AUTORIZAÇÃO DE RETORNO Em caso de perda ou extravio do passaporte no Suriname, você deve registrar a perda, furto, extravio ou destruição do passaporte em uma delegacia e levar o registro da ocorrência para o Setor Consular da Embaixada. Com esse documento, e desde que o brasileiro também apresente um documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira nacional de habilitação, carteiras emitidas por entidades de classe OAB, CREA, CRESS etc), bem com o certificado de alistamento militar (CAM, no caso de homens de 18 a 45 anos, inclusive), e o título de eleitor, será possível a emissão de novo passaporte. O b s e r v a ç ã o : e x c e p c i o n a l m e n t e, n a impossibilidade de apresentar-se o CAM e o título de eleitor, poderá ser emitido novo passaporte, no qual serão apostos carimbos de débito com as Justiças militar e eleitoral. A segunda via do passaporte não é gratuita, podendo custar 30,00 ou 60,00 dólares americanos, de acordo com a documentação apresentada. A Autorização de Retorno ao Brasil (ARB) é emitida a brasileiros que querem voltar ao Brasil, mas não possuem recursos para pagar por um novo passaporte ou àqueles que, por terem perdido ou extraviado seus documentos, não podem apresentar a documentação necessária à emissão de novo passaporte. Com este documento a pessoa pode embarcar e viajar para o Brasil, sem apresentar um passaporte. Documentos necessários: Qualquer documento com foto que comprove a nacionalidade brasileira (servindo cópias autenticadas, podendo, também, ser enviadas para o fax da Embaixada ) ou prova testemunhal por escrito de duas pessoas idôneas (dispensa-se a autenticação desse documento). q u a r t a - f e i r a, 5 d e m a i o d e : 2 1 : 4 9

PROCEDIMENTO PARA OBTENÇÃO DE PASSAPORTE. Siga os seguintes passos para retirar seu Passaporte

PROCEDIMENTO PARA OBTENÇÃO DE PASSAPORTE. Siga os seguintes passos para retirar seu Passaporte PROCEDIMENTO PARA OBTENÇÃO DE PASSAPORTE Siga os seguintes passos para retirar seu Passaporte Verifique a documentação necessária. Atenção: Não há renovação nem prorrogação de passaporte, se o seu está

Leia mais

Documentação PASSAPORTE

Documentação PASSAPORTE Documentação PASSAPORTE Para emissão de passaporte é necessário entrar no site da Polícia Federal, www.dpf.gov.br e seguir as instruções abaixo: Verifique a documentação necessária. Atenção: Não há renovação

Leia mais

Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo

Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo Se você planeja viajar aos Estados Unidos e precisa solicitar o visto pela primeira vez ou quer renovar um visto que ainda esteja válido ou que tenha expirado

Leia mais

Embaixada da República Árabe do Egito no Brasil. Sobrenome Primeiro Nome Nome do Meio. Data de Nascimento Lugar de Nascimento Sexo

Embaixada da República Árabe do Egito no Brasil. Sobrenome Primeiro Nome Nome do Meio. Data de Nascimento Lugar de Nascimento Sexo Cole sua foto aqui Embaixada da República Árabe do Egito no Brasil Formulário para Visto Sobrenome Primeiro Nome Nome do Meio Data de Nascimento Lugar de Nascimento Sexo Nacionalidade Atual Nacionalidade

Leia mais

Online Visa Aplication - Canadá

Online Visa Aplication - Canadá Online Visa Aplication - Canadá Este formulário é uma versão em português das principais informações necessárias para a Solicitação Online de Visto para o Canadá. Essas informações são as disponíveis,

Leia mais

A) MATRÍCULA CONSULAR - (PELA PRIMEIRA VEZ, RENOVAR OU ALTERAR DADOS) GRÁTIS.

A) MATRÍCULA CONSULAR - (PELA PRIMEIRA VEZ, RENOVAR OU ALTERAR DADOS) GRÁTIS. A) MATRÍCULA CONSULAR - (PELA PRIMEIRA VEZ, RENOVAR OU ALTERAR DADOS) GRÁTIS. SOMENTE para brasileiros, de qualquer idade e que resida na área de jurisdição do Consulado. A Matrícula Consular NÃO substitui

Leia mais

Documentos para o Embarque

Documentos para o Embarque Documentos para o Embarque C A N A s a c i D 2 Documentos para o Embarque Embarque Check-in Antes de embarcar em um voo, todos os passageiros devem fazer o check-in. Apresente-se para o check-in no horário

Leia mais

REGISTROS E ATESTADOS PARA ESTRANGEIROS

REGISTROS E ATESTADOS PARA ESTRANGEIROS REGISTROS E ATESTADOS PARA ESTRANGEIROS REGISTRO DE ESTRANGEIRO Iwata Setor de 1º andar. Todo estrangeiro que pretenda permanecer por mais de 90 dias no Japão, filhos de estrangeiros nascidos no Japão

Leia mais

PASSAPORTE. Para os brasileiros naturalizados a quitação militar é exigida a qualquer idade, após a aquisição da naturalização;

PASSAPORTE. Para os brasileiros naturalizados a quitação militar é exigida a qualquer idade, após a aquisição da naturalização; PASSAPORTE O interessado na obtenção do Passaporte deve procurar quaisquer das unidades descentralizadas ou postos de atendimento do Departamento de Polícia Federal, ou os postos de atendimento da Empresa

Leia mais

Cartilha de Câmbio. Envio e recebimento de pequenos valores

Cartilha de Câmbio. Envio e recebimento de pequenos valores 2009 Cartilha de Câmbio Envio e recebimento de pequenos valores Apresentação O Banco Central do Brasil criou esta cartilha para orientar e esclarecer você, que precisa negociar moeda estrangeira, sobre

Leia mais

REGRAS E CONDIÇÕES DOS BILHETES

REGRAS E CONDIÇÕES DOS BILHETES REGRAS E CONDIÇÕES DOS BILHETES A emissão de bilhetes aéreos, através do resgate de Pontos Multiplus, combinados com o pagamento de parcela em dinheiro, é denominado Pontos + Dinheiro ou Produto, e oferecido

Leia mais

Obrigações Eleitorais

Obrigações Eleitorais Obrigações Eleitorais Votação no Catar Inscrição eleitoral para residentes no Catar Documentação necessária para inscrição eleitoral no Catar Transferência do título de eleitor para o Catar Documentação

Leia mais

RASCUNHO DO FORMULÁRIO MODELO SUBCLASSE 600 PARA PEDIDO DE VISTO ELETRÔNICO DE ENTRADA NA AUSTRÁLIA

RASCUNHO DO FORMULÁRIO MODELO SUBCLASSE 600 PARA PEDIDO DE VISTO ELETRÔNICO DE ENTRADA NA AUSTRÁLIA Última alteração: JULHO/2014 - Informações incompletas ou incorretas poderão acarretar recusa do visto de entrada na Austrália. - Ao preencher este rascunho, você nos autoriza a enviar e receber suas informações

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS DE TURISMO

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS DE TURISMO CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE SERVIÇOS DE TURISMO (este contrato deve ser impresso e preenchido de próprio punho e enviado para o endereço de contato em até 5 dias úteis após a confirmação da compra do

Leia mais

FORMULÁRIO PARA PREENCHIMENTO VISTO AMERICANO

FORMULÁRIO PARA PREENCHIMENTO VISTO AMERICANO FORMULÁRIO PARA PREENCHIMENTO VISTO AMERICANO Prezado Passageiro, preencha todos os campos com a máxima precisão possível para que todas as informações enviadas ao Consulado estejam corretas e facilitem

Leia mais

CONSULADO DE PORTUGAL CURITIBA

CONSULADO DE PORTUGAL CURITIBA VISTO PARA TRABALHAR EM PORTUGAL Actividade profissional subordinado ( Artº 30) OU Actividade profissional independente ( Artº 31) Os pedidos de visto devem ser apresentados pelo requerente com uma antecedência

Leia mais

Trabalhando com. Refugiados

Trabalhando com. Refugiados Trabalhando com Refugiados Quem são os refugiados? O refugiado é uma pessoa que está fora do seu país porque foi (ou estava em risco de ser) vítima de graves violações de direitos humanos em razão da sua

Leia mais

Como tirar passaporte: passo a passo

Como tirar passaporte: passo a passo Passaportes 13/01/2014 Debora Garcia Como tirar passaporte: passo a passo Se você pretende fazer sua primeira viagem internacional esse ano, então veio ao lugar certo. Hoje nós vamos aprender como tirar

Leia mais

Carta de Serviços aos Cidadãos

Carta de Serviços aos Cidadãos Carta de Serviços aos Cidadãos Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul: a cada dia mais próximo da comunidade www.tre-jus.br O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul é um órgão do Poder

Leia mais

FORMULÁRIO PARA SOLICITAÇÃO DE VISTO CANADÁ

FORMULÁRIO PARA SOLICITAÇÃO DE VISTO CANADÁ FORMULÁRIO PARA SOLICITAÇÃO DE VISTO CANADÁ Rascunho dos formulários para pedido de visto de entrada no Canadá: as informações abaixo descritas serão transferidas para o sistema de informações do Canadá

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE ENDEREÇO/ CONTATOS

INFORMAÇÕES SOBRE ENDEREÇO/ CONTATOS Rascunho do formulário modelo DS 160 para pedido de visto de entrada nos EUA: as informações abaixo descritas serão transferidas para o sistema de informações dos EUA e são de responsabilidade do requerente

Leia mais

VISTO CONSULAR AMERICANO

VISTO CONSULAR AMERICANO VISTO CONSULAR AMERICANO PROGRAMA DE RENOVAÇÃO DE REQUERENTE MAIOR DE 16 ANOS É considerado renovação, se o solicitante se enquadrar nos seguintes requisitos O solicitante precisa ser cidadão brasileiro

Leia mais

- Trecho Nacional: *Verificar tarifas com a Agência de Viagens de acordo com sua origem/destino.

- Trecho Nacional: *Verificar tarifas com a Agência de Viagens de acordo com sua origem/destino. Rio de Janeiro, 8 de outubro de 2014. Circular nº 37/2014 Ref.: Campeonato Sul-Americano Sub 13 e Sub 15 Senhor(a) Presidente, Seguem, abaixo, informações referentes à participação dos vice-campeões do

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA BOLSISTAS CUBANOS

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA BOLSISTAS CUBANOS MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA BOLSISTAS CUBANOS PROGRAMA CAPES/MES - CUBA BRASIL-CUBA PROGRAMA CAPES/MES CUBA PROJETOS Todas as informações aqui descritas devem ser interpretadas em consonância com as normas

Leia mais

AGENDAMENTO DE VISTO AMERICANO

AGENDAMENTO DE VISTO AMERICANO AGENDAMENTO DE VISTO AMERICANO Esse Formulário é uma versão em português, contendo as principais informações do Formulário Eletrônico DS-160, necessário para a solicitação de Visto Americano, e disponível

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO Página 1 de 5 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 1. CONTRATADA: L C DA SILVA AGÊNCIA DE VIAGENS ME Web Viagens, CNPJ/MF 11.692.987/0001-79, Av. Ipiranga, 104, 9 andar, Consolação, CEP 01046-010, São Paulo/SP,

Leia mais

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL SEPLAN ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS OFFICE OF INTERNATIONAL AFFAIRS

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL SEPLAN ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS OFFICE OF INTERNATIONAL AFFAIRS FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO ALUNOS ESTRANGEIROS (FAVOR UTILIZAR LETRA DE FORMA) Foto 3x4 ( ) Aluno Intercambista ( ) Aluno Transferência 1. DADOS PESSOAIS Nome Completo: Data de Nascimento (DD/MM/AAAA): /

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A PATERNIDADE GERALMENTE FEITAS POR PAIS

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A PATERNIDADE GERALMENTE FEITAS POR PAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A PATERNIDADE GERALMENTE FEITAS POR PAIS P. O QUE É A PATERNIDADE? R. Paternidade significa ser um pai. A determinação da paternidade significa que uma pessoa foi determinada

Leia mais

CPF Cadastro de Pessoas Físicas. Perguntas e Respostas

CPF Cadastro de Pessoas Físicas. Perguntas e Respostas CPF Cadastro de Pessoas Físicas Perguntas e Respostas 1. O QUE É CPF? É um banco de dados gerenciado pela Secretaria da Receita Federal do Brasil - RFB que armazena informações cadastrais de contribuintes

Leia mais

O Acordo de Madrid relativo ao Registro. Internacional de Marcas e o Protocolo. referente a este Acordo: Objetivos,

O Acordo de Madrid relativo ao Registro. Internacional de Marcas e o Protocolo. referente a este Acordo: Objetivos, O Acordo de Madrid relativo ao Registro Internacional de Marcas e o Protocolo referente a este Acordo: Objetivos, Principais Características, Vantagens Publicação OMPI N 418 (P) ISBN 92-805-1313-7 2 Índice

Leia mais

Faculdade de Ciências e Letras de Assis UNESP Edital nº 008/2015 DTA/STG Processo Seletivo de Transferência para o ano letivo de 2016.

Faculdade de Ciências e Letras de Assis UNESP Edital nº 008/2015 DTA/STG Processo Seletivo de Transferência para o ano letivo de 2016. Faculdade de Ciências e Letras de Assis UNESP Edital nº 008/2015 DTA/STG Processo Seletivo de Transferência para o ano letivo de 2016. Estarão abertas, nos dias 20, 21 e 22/01/2016, as inscrições para

Leia mais

A legislação determina as seguintes condições para a oficialização do casamento. Os cônjuges devem estar em conformidade com todas essas condições.

A legislação determina as seguintes condições para a oficialização do casamento. Os cônjuges devem estar em conformidade com todas essas condições. 結 婚 と 離 婚 1. Casamento Num casamento internacional (ou seja, o casamento de duas pessoas com nacionalidades diferentes) faz-se necessário obedecer as leis dos países de origem dos cônjuges. É importante

Leia mais

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br A Comissão de Acesso ao Ensino Superior informa que estão abertas as inscrições para o 1º semestre letivo de 2016, nas seguintes modalidades: 1º Processo Seletivo Agendado Edital 21/2015 (para novos alunos)

Leia mais

Manual de Reembolso. Para ter acesso a este benefício, fique atento às dicas a seguir. 2ª edição

Manual de Reembolso. Para ter acesso a este benefício, fique atento às dicas a seguir. 2ª edição Manual de Reembolso 2ª edição Você sabia que quando não utiliza os serviços da rede credenciada do Agros, seja por estar fora da área de cobertura do plano de saúde ou por opção, pode solicitar o reembolso

Leia mais

A ESTAÇÃO DE INTERCÂMBIO formulou o presente Contrato à luz do Código de Defesa do Consumidor e da Deliberação Normativa da EMBRATUR nº. 161/85.

A ESTAÇÃO DE INTERCÂMBIO formulou o presente Contrato à luz do Código de Defesa do Consumidor e da Deliberação Normativa da EMBRATUR nº. 161/85. CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE PROGRAMAÇÃO DE VIAGEM ORGANIZADA PELA ESTAÇÃO DE INTERCÂMBIO E TURISMO LTDA-ME, LOCALIZADA À AVENIDA BRIGADEIRO FARIA LIMA 1478/315, JARDIM PAULISTANO, SÃO PAULO, SP 01451-001,

Leia mais

Olá Estudante! A Unilins. É com muita satisfação que a UNILINS, Centro Universitário de Lins, da Fundação Paulista de Tecnologia e Educação, o recebe.

Olá Estudante! A Unilins. É com muita satisfação que a UNILINS, Centro Universitário de Lins, da Fundação Paulista de Tecnologia e Educação, o recebe. Olá Estudante! É com muita satisfação que a UNILINS, Centro Universitário de Lins, da Fundação Paulista de Tecnologia e Educação, o recebe. Este Manual tem o objetivo de acolher alunos estrangeiros para

Leia mais

Norma para pagamento de diária a serviço e solicitação de passagem aérea

Norma para pagamento de diária a serviço e solicitação de passagem aérea Norma para pagamento de diária a serviço e solicitação de passagem aérea Objetivo: A presente norma tem por objetivo formalizar e agilizar os pedidos de diária e passagem a serviço da entidade bem como

Leia mais

Manual de apoio ao Aluno Estrangeiro

Manual de apoio ao Aluno Estrangeiro Universidade Federal da Bahia Instituto de Saúde Coletiva Rua Basílio da Gama, s/nº 1º andar Canela Salvador Bahia - Brasil CEP 40110-040 Telefone: (71) 32837410 Caro Aluno estrangeiro: Manual de apoio

Leia mais

Assim que o usuário entrar nesta ferramenta do sistema a seguinte tela será exibida:

Assim que o usuário entrar nesta ferramenta do sistema a seguinte tela será exibida: O que é o TDMax Web Commerce? O TDMax Web Commerce é uma ferramenta complementar no sistemas de Bilhetagem Eletrônica, tem como principal objetivo proporcionar maior conforto as empresas compradoras de

Leia mais

CONSULADO DO BRASIL EM LONDRES CARTILHA DE ORIENTAÇÃO PARA ATENDIMENTOS DE EMERGÊNCIA

CONSULADO DO BRASIL EM LONDRES CARTILHA DE ORIENTAÇÃO PARA ATENDIMENTOS DE EMERGÊNCIA CONSULADO DO BRASIL EM LONDRES CARTILHA DE ORIENTAÇÃO PARA ATENDIMENTOS DE EMERGÊNCIA 1 ÍNDICE INTRODUÇÃO...03 SETOR NOTARIAL E DE LEGALIZAÇÃO...05 SETOR DE PASSAPORTES...08 RECAPITULANDO...10 2 INTRODUÇÃO

Leia mais

Orientaça o sobre Vistos

Orientaça o sobre Vistos Orientaça o sobre Vistos UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS IRLANDA Capital: Dublin Língua oficial: Inglês e Irlandês Moeda Euro ( ) (EUR) Orientação para Vistos: Permanência

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Antônio Corrêa de Lacerda Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Regina Maria d Aquino Fonseca Gadelha Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA PARA O EMBARQUE - ORIENTAÇÕES

DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA PARA O EMBARQUE - ORIENTAÇÕES DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA PARA O EMBARQUE - ORIENTAÇÕES Os documentos aqui mencionados deverão ser apresentados em suas vias originais, não sendo aceitas quaisquer reproduções, mesmo que autenticadas! I)

Leia mais

No Sri Lanka, um trabalhador da etnia Tamil exibe documento comprovando a obtenção de cidadania da sua esposa.

No Sri Lanka, um trabalhador da etnia Tamil exibe documento comprovando a obtenção de cidadania da sua esposa. No Sri Lanka, um trabalhador da etnia Tamil exibe documento comprovando a obtenção de cidadania da sua esposa. Esta é uma publicação do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) com o

Leia mais

- Maiores informações: Departamento de Registro/Belo Horizonte. Telefones: (31)3071-3315 ou 3071-3316.

- Maiores informações: Departamento de Registro/Belo Horizonte. Telefones: (31)3071-3315 ou 3071-3316. RELAÇÃO DE DOCUMENTOS DA EMPRESA EXIGIDOS PARA O REGISTRO PESSOA JURÍDICA ATENÇÃO: TODA A DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA O REGISTRO DEVERÁ SER APRESENTADA EM CÓPIA AUTENTICADA EM CARTÓRIO OU NO ATO DO REGISTRO

Leia mais

Manual sobre Documentação e Check-in

Manual sobre Documentação e Check-in Manual sobre Documentação e Check-in Documentação - Brasil CRUZEIROS NACIONAIS (ROTEIROS EXCLUSIVAMENTE BRASILEIROS) Brasileiros Adultos: Carteira de Identidade (RG) emitida pela secretaria de segurança

Leia mais

EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014

EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014 Governo do Estado do Ceará Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior Universidade Estadual do Ceará REITORIA EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014 Estabelece as normas e fixa

Leia mais

PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL COMO PARTICIPAR

PROGRAMA DE MOBILIDADE INTERNACIONAL COMO PARTICIPAR COMO PARTICIPAR Um dos aspectos mais importantes da mobilidade internacional é o conhecimento e convivência com outras culturas, sendo uma oportunidade única para sua qualificação através de experiências

Leia mais

Manual de Orientações para bolsistas uruguaios

Manual de Orientações para bolsistas uruguaios Coordenação Geral de Programas- CGPR Manual de Orientações para bolsistas uruguaios Programa CAPES/UDELAR BRASIL-URUGUAI Todas as informações aqui descritas devem ser interpretadas em consonância com as

Leia mais

Serviço Público Federal Universidade Federal de São Paulo Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Serviço Público Federal Universidade Federal de São Paulo Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa NOTA INFORMATIVA n.º 01/2015 COORDENADORIA DE PROJETOS E PROGRAMAS INTERNACIONAIS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA UNIFESP A da UNIFESP, por sua Coordenadoria de Projetos e Programas Internacionais,

Leia mais

EB-5 GREEN CARD PARA INVESTIDORES

EB-5 GREEN CARD PARA INVESTIDORES Mude-se para os EUA Hoje! PORT EB-5 GREEN CARD PARA INVESTIDORES Todas as pessoas conhecem clientes, amigos ou parentes que possuem o desejo de se mudar para os Estados Unidos, especialmente para a Flórida.

Leia mais

O presente processo terá validade para matrícula no primeiro semestre de 2015, através de ingresso por:

O presente processo terá validade para matrícula no primeiro semestre de 2015, através de ingresso por: EDITAL DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA PARA 2015/1 Os Diretores Executivo e Técnico do SENAI CETIQT, no uso das atribuições que lhes conferem o Regimento Interno do SENAI CETIQT, tornam

Leia mais

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores.

REGULAMENTO. Presenteador: É a pessoa física ou jurídica que adquire o VALE-VIAGEM CVC, mediante a compra direta de cargas de valores. REGULAMENTO A CVC BRASIL OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS S.A., o Presenteador e o Presenteado do VALE-VIAGEM CVC, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, e o segundo, aderindo às

Leia mais

GUIA INFORMATIVO DA COMPLEMENTAÇÃO PEDAGÓGICA

GUIA INFORMATIVO DA COMPLEMENTAÇÃO PEDAGÓGICA GUIA INFORMATIVO DA COMPLEMENTAÇÃO PEDAGÓGICA Parabéns por ter escolhido a FAVED/ISEED/PROMINAS para estudar, agradecemos a preferência e confiança depositadas em nossos serviços educacionais. Faremos

Leia mais

OBJETIVOS: Internacionalização dos alunos, convivendo com pessoas de outros países e oportunidade de conhecer outras culturas.

OBJETIVOS: Internacionalização dos alunos, convivendo com pessoas de outros países e oportunidade de conhecer outras culturas. OBJETIVOS: Internacionalização dos alunos, convivendo com pessoas de outros países e oportunidade de conhecer outras culturas. Desenvolvimento de habilidades de liderança, cooperação, auto-desenvolvimento

Leia mais

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS POLÍTICA INSTITUCIONAL DE VIAGENS 1 INTRODUÇÃO A ANEC Associação Nacional de Educação Católica do Brasil, através de sua estrutura organizacional e de seus colaboradores, tem avançado muito no cumprimento

Leia mais

Nota: na sequência do cadastramento você será convidado a responder uma pesquisa, visando à melhoria do Sistema de Transporte.

Nota: na sequência do cadastramento você será convidado a responder uma pesquisa, visando à melhoria do Sistema de Transporte. 1. O que é Bilhete Único Mensal? O Bilhete Único Mensal é o cartão que permite ao seu titular, com um único pagamento do valor definido para o mês, o uso do transporte coletivo durante 31 dias a contar

Leia mais

2.1. Serão distribuídas 15 vagas, válidas para o 1º semestre letivo de 2014, conforme o quadro abaixo:

2.1. Serão distribuídas 15 vagas, válidas para o 1º semestre letivo de 2014, conforme o quadro abaixo: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CAMPUS ARAGUATINS Pov. Santa Tereza, Km 05 Zona Rural Cep. 77950.000-Araguatins-TO

Leia mais

Política de Viagens e Procedimentos

Política de Viagens e Procedimentos Política de Viagens e Procedimentos A Maxgen desenvolveu uma política de viagens e procedimentos para permitir que cada funcionário possa fazer uma contribuição substancial para a rentabilidade do seu

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei 10.435-24/04/2002 Núcleo de Educação a Distância

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei 10.435-24/04/2002 Núcleo de Educação a Distância CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIAS, FORMAÇÃO DE PROFESSORES E SOCIEDADE. Autorização - Portaria no. 869, de 07/04/2006 - MEC Edital do Processo Seletivo UAB Edital Nº 12/2013 O coordenador do (NEaD)

Leia mais

FAQ - PERGUNTAS E RESPOSTAS

FAQ - PERGUNTAS E RESPOSTAS FAQ - PERGUNTAS E RESPOSTAS ESCRITA FISCAL A nota eletrônica é melhor do que a nota em papel? Sim a nota eletrônica não possui custo para emissão, necessitando apenas de um computador, um certificado digital

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ABERTURA DE SINISTRO VIAGEM INTERNACIONAL

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ABERTURA DE SINISTRO VIAGEM INTERNACIONAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ABERTURA DE SINISTRO VIAGEM INTERNACIONAL Prezado(a) cliente: Para nós é importante oferecer a você o apoio necessário neste momento. Ocorrendo um evento coberto, ele deverá

Leia mais

6.Casamento Divórcio Internacional こん り こん

6.Casamento Divórcio Internacional こん り こん 6.Casamento Divórcio Internacional こくさいけっ こん り こん 国 際 結 婚 離 婚 1.Casamento Num casamento internacional (ou seja, o casamento de duas pessoas com nacionalidades diferentes) faz-se necessário obedecer as

Leia mais

Perguntas e Respostas NOVO SITE PEDIDOSONLINE HERBALIFE NO MYHERBALIFE.COM.BR BRASIL, 2013.

Perguntas e Respostas NOVO SITE PEDIDOSONLINE HERBALIFE NO MYHERBALIFE.COM.BR BRASIL, 2013. Geral Como posso pedir produtos em outros países? Como eu coloco Pedidos através do myherbalife.com.br? Como eu pago a Taxa de Processamento Anual? Esse mês tem fechamento duplo. Eu terei a possibilidade

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA MAA N 14, DE 29 DE OUTUBRO DE 1999

INSTRUÇÃO NORMATIVA MAA N 14, DE 29 DE OUTUBRO DE 1999 REVOGADA PELA IN SEAP N 03/2004 INSTRUÇÃO NORMATIVA MAA N 14, DE 29 DE OUTUBRO DE 1999 O Ministro de Estado da Agricultura e do Abastecimento, no uso da atribuição que lhe confere o art. 87, parágrafo

Leia mais

REGIME LEGAL DE ENTRADA E PERMANÊNCIA DE ESTRANGEIROS EM ANGOLA

REGIME LEGAL DE ENTRADA E PERMANÊNCIA DE ESTRANGEIROS EM ANGOLA REGIME LEGAL DE ENTRADA E PERMANÊNCIA DE ESTRANGEIROS EM ANGOLA Edição Online e Coordenação Técnica: Icep Portugal/Unidade Conhecimento de Mercado Elaboração: Delegação do Icep Portugal em Luanda Data:

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

Orientaça o sobre Vistos

Orientaça o sobre Vistos Orientaça o sobre Vistos UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS AUSTRÁLIA Capital: Camberra Língua oficial: Inglês Moeda: Dólar australiano (AUD) Orientação para Vistos: Permanência

Leia mais

Nova York USA - 2015

Nova York USA - 2015 FICHA DE ADESÃO VIAGEM PEDAGÓGICA INTERNACIONAL ARTE E TECNOLOGIA PARA ESCOLAS DO SEC. XXI Nova York USA - 2015 Todas as páginas devem ser preenchidas e rubricadas. Este documento original deve ser enviado

Leia mais

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O RALLY

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O RALLY INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O RALLY 1)Documentos exigidos para o Rally e Pós Rally (tradicional e Silver): Passaporte com validade mínima até 6 meses após a data de entrada em território americano. Visto

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL- CFOAB UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC

CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL- CFOAB UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL- CFOAB UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC EDITAL Nº3/ 2015 DE ABERTURA DE VAGAS PARA BOLSAS DE ESTUDO EM CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM DIREITO

Leia mais

VISTO CONSULAR AMERICANO

VISTO CONSULAR AMERICANO R Desde 1961 Av. Senador Virgílio Távora, 496 - Fortaleza Ce 60170-250 Fone ( 85 ) 3242-1010 Embratur: CE 10 05266028000199 lafuente@lafuenteturismo.com.br www.lafuenteturismo.com.br 52 anos de tradição

Leia mais

Números de Seguro Social para crianças

Números de Seguro Social para crianças Números de Seguro Social para crianças Números de Seguro Social para crianças Quando você tem um filho, uma das coisas que deve estar na sua agenda é pedir um número de Seguro Social (Social Security)

Leia mais

RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados

RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados MARINHA DO BRASIL RO. 03.03 Versão: 38 Exclusivo para Uso Interno RO Roteiro Operacional Marinha do Brasil Área responsável: Gerência de Produtos Consignados 1. PÚBLICO ALVO E REGRAS BÁSICAS Categorias

Leia mais

PORTARIA nº 77/2015 - FEG/DTA

PORTARIA nº 77/2015 - FEG/DTA PORTARIA nº 77/2015 - FEG/DTA DISPÕE SOBRE TRANSFERÊNCIA PARA OS CURSOS DE ENGENHARIAS, FÍSICA (Licenciatura e Bacharelado) e LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DA FACULDADE DE ENGENHARIA CAMPUS DE GUARATINGUETÁ

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS FAVOR LER COM ATENÇÃO ESTAS CONDIÇÕES POIS NELAS CONSTAM INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE SUA VIAGEM

CONDIÇÕES GERAIS FAVOR LER COM ATENÇÃO ESTAS CONDIÇÕES POIS NELAS CONSTAM INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE SUA VIAGEM CONDIÇÕES GERAIS FAVOR LER COM ATENÇÃO ESTAS CONDIÇÕES POIS NELAS CONSTAM INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE SUA VIAGEM 1 1. RESPONSABILIDADE A Bon Voyage Operadora, registrada na Embratur nr 07921-00-41-5,

Leia mais

Protocolo Bilateral entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República de Angola sobre Facilitação de Vistos. Artigo 1.

Protocolo Bilateral entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República de Angola sobre Facilitação de Vistos. Artigo 1. Protocolo Bilateral entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República de Angola sobre Facilitação de Vistos Artigo 1.º (Objecto) O presente Protocolo tem por objecto a criação de um mecanismo

Leia mais

08 DE SETEMBRO DE 2013

08 DE SETEMBRO DE 2013 08 DE SETEMBRO DE 2013 A Meia Maratona de Buenos Aires é uma das mais charmosas provas realizadas na América do Sul. Possui grande procura pelos brasileiros pelo fato do percurso plano e distância de 21

Leia mais

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO. Decreto n. o 4 /2004 de 7 de Maio REGULARIZAÇÃO DE ESTRANGEIROS EM TERRITÓRIO NACIONAL

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO. Decreto n. o 4 /2004 de 7 de Maio REGULARIZAÇÃO DE ESTRANGEIROS EM TERRITÓRIO NACIONAL REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO Decreto n. o 4 /2004 de 7 de Maio REGULARIZAÇÃO DE ESTRANGEIROS EM TERRITÓRIO NACIONAL A Lei de Imigração e Asilo N. 9/2003 de 15 de Outubro (LIA), veio definir

Leia mais

Comitê Consultivo Governamental

Comitê Consultivo Governamental Comitê Consultivo Governamental Regras de auxílio viagem do GAC 23 de junho de 2015 Histórico O orçamento da ICANN determinou o auxílio viagem para 30 membros do GAC em cada encontro da ICANN. Esses membros

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SCUBA TRIP Passageiros: 1 2 3 4 5 6 Dados do Pacote Comprado: Destino com saída em / / e retorno em / /, através da Agência de Viagens, de acordo com a reserva previamente

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BRASÍLIA. A segunda etapa do I Seminário Luso-brasileiro sobre Tráfico de Pessoas e

DECLARAÇÃO DE BRASÍLIA. A segunda etapa do I Seminário Luso-brasileiro sobre Tráfico de Pessoas e DECLARAÇÃO DE BRASÍLIA A segunda etapa do I Seminário Luso-brasileiro sobre Tráfico de Pessoas e Imigração Ilegal/Irregular realizado em Brasília, Brasil, entre os dias 27 e 29 de novembro de 2006, reuniu

Leia mais

TREINAMENTO BRADESCARD. Lojas BP

TREINAMENTO BRADESCARD. Lojas BP TREINAMENTO BRADESCARD Lojas BP 1 Cartão BradesCard O BradesCard facilita a realização dos seus clientes de forma prática e flexível. Especializado no Varejo, oferece um portfólio completo de produtos

Leia mais

O primeiro deles que você lerá a seguir servirá como um manual de todos os cuidados que você deve tomar antes de embarcar rumo à terra da Guinness.

O primeiro deles que você lerá a seguir servirá como um manual de todos os cuidados que você deve tomar antes de embarcar rumo à terra da Guinness. Escolher e se preparar para um intercâmbio não é fácil e ninguém disse que seria. Muitas dúvidas rondam a cabeça dos estudantes, muitas escolhas devem ser feitas e principalmente, muitos passos devem ser

Leia mais

Roteiro Operacional INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL

Roteiro Operacional INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL Roteiro Operacional INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL CONCEITO E CARACTERISTICAS Liberação de empréstimo para fins de crédito pessoal, destinado a aposentados e pensionistas do INSS, com pagamento

Leia mais

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações.

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Para dar início ao processo de transferência do contrato primeiramente é necessário preencher a

Leia mais

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade

Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Resumo do Contrato de seu Cartão de Crédito Instituto HSBC Solidariedade Leia estas informações importantes para aproveitar todas as vantagens do seu novo cartão de crédito. Resumo do Contrato de seu

Leia mais

Manual de Apoio ao Aluno Estrangeiro

Manual de Apoio ao Aluno Estrangeiro Centro de Pesquisas René Rachou Av. Augusto de Lima, 1715, Barro Preto - Belo Horizonte/Minas Gerais Manual de Apoio ao Aluno Estrangeiro CPqRR - Fiocruz Minas FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ - FIOCRUZ Centro de

Leia mais

Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio.

Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio. Prezado (a) cliente: Para melhor atendê-lo, seguem abaixo todos os formulários e documentos necessários, juntamente com a orientação de como proceder ao envio. Procedimentos para envio dos documentos de

Leia mais

1.2. Presenteador: pessoa física ou jurídica que adquire o FLOT TRAVEL CARD mediante a compra direta de carga de valor.

1.2. Presenteador: pessoa física ou jurídica que adquire o FLOT TRAVEL CARD mediante a compra direta de carga de valor. REGULAMENTO DO FLOT TRAVEL CARD FLOT OPERADORA TURÍSTICA LTDA., o Presenteador e o Presenteado do FLOT TRAVEL CARD, a primeira, na qualidade de prestadora de serviços de turismo, o segundo e o terceiro,

Leia mais

Região Metropolitana de Campinas

Região Metropolitana de Campinas MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 1 / 11 Região Metropolitana de Campinas 1 MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 2 / 11 ÍNDICE 1. Objetivo... 3 2. Direito de obtenção e utilização...

Leia mais

Guia resumido de seguros e assistências de viagens.

Guia resumido de seguros e assistências de viagens. agosto 2013 Guia resumido de seguros e assistências de viagens. *AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE GUIA SÃO VÁLIDAS EXCLUSIVAMENTE PARA CARTÕES MASTERCARD PLATINUM E VISA PLATINUM. Serviço de concierge Especialistas

Leia mais

RECONHECIMENTO DE DIPLOMA DE PÓS-GRADUAÇAO DE MESTRADO E DOUTORADO OBTIDO EM INSTITUIÇÃO ESTRANGEIRA

RECONHECIMENTO DE DIPLOMA DE PÓS-GRADUAÇAO DE MESTRADO E DOUTORADO OBTIDO EM INSTITUIÇÃO ESTRANGEIRA RECONHECIMENTO DE DIPLOMA DE PÓS-GRADUAÇAO DE MESTRADO E DOUTORADO OBTIDO EM INSTITUIÇÃO ESTRANGEIRA De acordo com a Resolução Complementar nº01/2007, de 8/11/2007, Art.1º, a Universidade Federal de Minas

Leia mais

13 DE OUTUBRO DE 2013

13 DE OUTUBRO DE 2013 13 DE OUTUBRO DE 2013 A Maratona de Buenos Aires, do mesmo organizador da Meia Maratona, porém em datas diferentes, possui grande procura pelos brasileiros. O percurso passa por diferentes pontos turísticos

Leia mais

PRINCIPAIS DÚVIDAS EM RELAÇÃO AOS DIREITOS E DEVERES DO PASSAGEIRO:

PRINCIPAIS DÚVIDAS EM RELAÇÃO AOS DIREITOS E DEVERES DO PASSAGEIRO: PRINCIPAIS DÚVIDAS EM RELAÇÃO AOS DIREITOS E DEVERES DO PASSAGEIRO: 1. O que é preterição de embarque? A preterição de embarque (embarque não realizado por motivo de segurança operacional, substituição

Leia mais

Manual de orientação para participantes do Programa Professor Visitante do Exterior Programa CAPES/PVE

Manual de orientação para participantes do Programa Professor Visitante do Exterior Programa CAPES/PVE Manual de orientação para participantes do Programa Professor Visitante do Exterior Programa CAPES/PVE I APRESENTAÇÃO Este manual tem o objetivo de esclarecer aspectos práticos da bolsa, tais como: a obtenção

Leia mais

Ir para elections.ca/register agora para verificar, atualizar ou completar seu registro. É fácil e poupará tempo quando você for votar.

Ir para elections.ca/register agora para verificar, atualizar ou completar seu registro. É fácil e poupará tempo quando você for votar. Guia do Meu Eleitor Sobre o guia Este guia responde a perguntas sobre o processo de votação federal e permite que você saiba o que esperar quando você vai para votar. O que são eleições sobre? Quando uma

Leia mais

EDITAL FMJ- 032/2011, de 21/6/2011 ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO VESTIBULAR DE 2012 MEDICINA

EDITAL FMJ- 032/2011, de 21/6/2011 ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO VESTIBULAR DE 2012 MEDICINA EDITAL FMJ- 032/2011, de 21/6/2011 ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO CONCURSO VESTIBULAR DE 2012 MEDICINA O Prof. Dr. ITIBAGI ROCHA MACHADO, Diretor da Faculdade de Medicina de Jundiaí, autarquia municipal de

Leia mais

3. Quais documentos preciso para comprovar que posso participar da turma do Pronera?

3. Quais documentos preciso para comprovar que posso participar da turma do Pronera? TURMA DE DIREITO DO PRONERA/UFPR MANUAL DO CANDIDATO 1. O que é a Turma de Direito do Pronera? É uma turma da Faculdade de Direito voltada para os beneficiários do Pronera, o Programa Nacional de Educação

Leia mais