Painel: Modelagens de Atendimento

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Painel: Modelagens de Atendimento"

Transcrição

1 Painel: Modelagens de Atendimento Átila Augusto Souto Departamento de Serviços de Universalização de Telecomunicações Secretaria de Telecomunicações

2 Consulta Pública do (2008): contribuições (12,61% do total) no tema de Gestão do Espectro contribuições (4,5% do total) no tema de Telecomunicações Rurais. Dentre as Principais Contribuições da Consulta Pública: - Alocação de novas faixas de radiofreqüência, inclusive com bandas destinadas a políticas públicas para atendimento de áreas rurais. Total de contribuições 1

3 2 INSTRUMENTOS DE POLÍTICAS PÚBLICAS EM TELECOMUNICAÇÕES Para a ampliação e a universalização dos serviços de telecomunicações existem alguns instrumentos: A definição de obrigações de universalização nos contratos das concessionárias que prestam serviços em regime público; PLANO GERAL DE METAS DE UNIVERSALIZAÇÃO O uso dos recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (FUST) para a cobertura de obrigações adicionais; AMPLIAÇÃO DA APLICAÇÃO: PL 1481/2007 O estabelecimento de condicionamentos administrativos ao direito de exploração de serviços no regime privado; EXEMPLO: LICITAÇÃO DE RADIOFREQUÊNCIAS Complementarmente, pela ação direta do Estado. EXEMPLOS: GESAC, TELECENTROS.

4 3 DIRETRIZES Portaria MC nº 178, de 22 de abril de 2008, que dispõe sobre diretrizes para implementação das políticas públicas em telecomunicações, determina à Agência Nacional de Telecomunicações Anatel que devem ser tomadas ações que assegurem a ampliação do acesso à Internet em banda larga, bem como ampliado o acesso aos serviços de telecomunicações em áreas rurais. Portaria MC nº 431, de 23 de julho de 2009, que institui o Programa Nacional de Telecomunicações Rurais, indicando o uso preferencial da faixa de radiofrequências de MHz para atender às áreas rurais com serviços de telefonia e dados, com garantia de serviço banda larga para as escolas rurais. PRÓXIMOS PASSOS a) Edição de novo Regulamento sobre Canalização e Condições de Uso de Radiofreqüências na Faixa de MHz. Obs: Já houve a Consulta Pública Anatel nº 24/2009, de 12 de junho de 2009 Proposta de Regulamento sobre Canalização e Condições de Uso de Radiofreqüências na Faixa de 450 MHz a 470 MHz. (ANATEL) b) Definição do modelo de outorga de radiofrequências na faixa de MHz: Imputação ou Licitação para a exploração de serviços de telecomunicações. (Governo e ANATEL)

5 PRINCIPAIS PONTOS DA PORTARIA MC 431/2009 Institui o Programa Nacional de Telecomunicações Rurais: prevê oferta simultânea de serviços de telefonia e de dados em banda larga (Internet). uso de radiofrequências na faixa de MHz. atendimento prioritário de propriedades rurais, não excluída a possibilidade de outros atendimentos que viabilizem a sustentabilidade econômica dos serviços. atendimento gratuito em todas as escolas públicas rurais situadas na área de prestação do serviço de dados em banda larga (Internet), durante a totalidade do prazo de outorga. 4

6 Rede de Voz (telefonia) e Dados (Internet) em 450MHz CDMA 450 Voz Voz e Dados Voz Central Raio de 20 a 50 Km Voz Dados 5

7 PGMU 3 (Proposta) 6 O Novo PGMU-3 tem 4 grandes grupos de metas: 1)Implantação de Telefone de Uso Público (TUP) em novas localidades: aproximadamente 110 mil novostup. 2)Backhaul: a) Aumento de 4 x na capacidade do backhaul nas sedes de municípios. b) Extensão do backhaul (público, sob demanda) às demais sedes de municípios. c) Atendimento de backhaul em localidades com população maior que 1 mil habitantes e mais de 50 linhas telefônicas em serviço (aproximadamente 1500 localidades). 3) Acesso Individual Classe Especial (AICE), deverá ser reformulado para atender assinantes de baixa renda inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (aproximadamente 13 milhões de famílias beneficiárias do Bolsa-família, dos quais 8 milhões potenciais beneficiárias em áreas urbanas). 4)Acesso Individual Rural: A partir de 1º de janeiro de 2011, as concessionárias do STFC na modalidade Local deverão ofertar o acesso individual na área rural, por meio de plano alternativo de serviço, nos termos de regulamentação específica a ser estabelecida pela Anatel.

8 PGMU 3: TUP 7 Instalação de novos telefones públicos (TUP): Além do atendimento a localidades com mais de cem habitantes, deve ser contemplada a população de áreas não urbanas, a fim de ampliar o acesso ao STFC. Nesta etapa serão atendidos os seguintes locais: escolas públicas rurais postos de saúde pública em área rural assentamentos de trabalhadores rurais aldeias indígenas organizações militares das Forças Armadas 841 comunidades remanescentes de quilombos ou quilombolas 741 aeródromos públicos 498 populações tradicionais e extrativistas fixadas nas unidades de conservação de uso sustentável 209 postos da Policia Rodoviária Federal ** Posto de Serviço Multifacilidades (PSM): A instalação de Postos de Serviço Multifacilidades em Unidades de Atendimento a Cooperativas Rurais, em substituição aos Postos de Serviço de Telecomunicações (PST), tem como objetivo incentivar o uso de equipamentos mais modernos e estimular novos modelos de atendimento aos usuários.

9 Comentários Finais 8 Desafios de uma Proposta Integrada para as Telecomunicações Rurais: Oferecer uma solução específica que permita o atendimento de grande parte das metas de universalização de telefonia em áreas rurais: Assinantes Individuais TUP Escolas e Postos de Saúde Outros (assentamentos, quilombos, aldeias indígenas, forças armadas, polícia rodoviária, etc.) Preferencialmente uma solução que também permita o início do atendimento em banda larga nas áreas rurais. Em vários países a adoção de WLL em 450 MHz, como extensão do serviço fixo, tem se mostrado a solução viável do ponto de vista econômico e tecnológico na oferta de serviços de telefonia e de acesso à Internet.

10 Material de apoio

11 a Infraestrutura de Backhaul sendo ampliada até (Troca de Obrigações) Backhaul STFC Infraestrutura de Backhaul existente em 2008.

12 b Municípios Brasileiros que estavam sem cobertura SMP no final de Infraestrutura SMP sendo ampliada de forma a cobrir todo o país em (Compromissos de abrangência da licitação 3G)

13 c Programa Banda Larga nas Escolas (desde 2008): Implantação em paralelo com a expansão do backhaul. Conexão Banda Larga gratuita (até 2025) para todas as Escolas Públicas Urbanas. Mais de 56 mil escolas públicas serão conectadas no país (até o final de 2010). Hoje já estão conectadas 44 mil escolas, beneficiando 26 milhões de alunos.

14 d TELECOMUNICAÇÕES EM ESCOLAS RURAIS HOJE Brasil Localização Total Rural Com telefone Com Banda Larga % 26,31% 1,16% Escolas da Área Rural 100% 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 26,31% 20% 1,16% 10% Fonte: MEC INEP % Com Telefone Com Banda Larga

15 e GESAC Acesso Internet banda larga para áreas remotas. Serviço via satélite. Pontos de presença: expansão prevista de 12 mil pontos para 15 mil pontos. Conexão de Órgãos Públicos. Acesso em Telecentros. Desenvolvimento de Projetos Comunitários. Uso de software livre.

16 f GESAC Ampliação para 15 mil pontos de presença. São Gabriel da Cachoeira AM (TeleMedicina) Belém PA (Oficina de Capacitação) TELECENTROS Alto Xingu MT/PA Alta Floresta - MT Mucajaí - RR

17 COBERTURA RURAL EM 450 MHz g 450MHz 800/900MHz 1.8/1.9GHz 1 ~3x ~13x Urbano Denso Urbano Suburbano Rural /900 MHz /1.9 GHz MHz Cobertura comparativa de algumas faixas de frequência (número de ERBs necessárias)

18 COBERTURA RURAL EM 450 MHz h Exemplo: Alegrete RS: área de Km2 Duas torres com raio de cobertura de 40 Km cada podem atender toda a área do município.

19 COBERTURA RURAL COM O SMP i O SMP 2G/3G pode auxiliar na cobertura de serviços de telecomunicações em áreas rurais, principalmente nas adjacentes às áreas urbanas e ao longo de rodovias. Exemplo: Cobertura SMP no eixo da BR-060 (BRASÍLIA GOIÂNIA)

Atendimento Rural. 24º encontro Tele Síntese São Paulo

Atendimento Rural. 24º encontro Tele Síntese São Paulo Atendimento Rural 24º encontro Tele Síntese São Paulo 20.10. 2010 UNIVERSALIZAÇÃO DA TELEFONIA FIXA LOCALIDADES ATENDIDAS (Mil.) 3ª. maior 2ª. maior Oi 20,4 1,2 33 19,2 36,9 1,5 2,4 89% 1998 2010 Aldeia

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Página 1 de 9 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 7.512, DE 30 DE JUNHO DE 2011. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84,

Leia mais

Edital de Licitação das Faixas de 450 MHz e de 2,5 GHz Proposta. Brasília/DF Janeiro/2012

Edital de Licitação das Faixas de 450 MHz e de 2,5 GHz Proposta. Brasília/DF Janeiro/2012 Edital de Licitação das Faixas de 450 MHz e de 2,5 GHz Proposta Brasília/DF Janeiro/2012 Aspectos gerais Implementação do Decreto 7.512, de 30 de junho de 2011 Art. 3º A ANATEL deverá, para fins de ampliação

Leia mais

31º Encontro Provedores Regionais SALVADOR/BA, 25/04/2017

31º Encontro Provedores Regionais SALVADOR/BA, 25/04/2017 31º Encontro Provedores Regionais SALVADOR/BA, 25/04/2017 Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLITICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL A política nacional de telecomunicações

Leia mais

NOVA POLÍTICA PÚBLICA DE TELECOMUNICAÇÕES. Secretaria de Telecomunicações

NOVA POLÍTICA PÚBLICA DE TELECOMUNICAÇÕES. Secretaria de Telecomunicações NOVA POLÍTICA PÚBLICA DE TELECOMUNICAÇÕES Secretaria de Telecomunicações PANORAMA STFC Declínio no interesse Fim das concessões Bens reversíveis Convergência tecnológica SMP e SCM: interesse e expansão

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO Nº 78, DE 18 DEZEMBRO DE 1998

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO Nº 78, DE 18 DEZEMBRO DE 1998 AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO Nº 78, DE 18 DEZEMBRO DE 1998 Aprova o Regulamento sobre Diretrizes para Destinação de Faixas de Freqüências para Sistemas de Acesso Fixo sem Fio, para Prestação

Leia mais

Cidadãos Inteligentes

Cidadãos Inteligentes Cidadãos Inteligentes Senador Walter Pinheiro Março/2015 Agenda O panorama brasileiro Oportunidades Smart People 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Panorama 8.00 6.00 4.00

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 4.769, DE 27 DE JUNHO DE 2003. Texto compilado Aprova o Plano Geral de Metas para a Universalização do Serviço Telefônico

Leia mais

PLANO ESTRUTURAL DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES PERT 2018

PLANO ESTRUTURAL DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES PERT 2018 PLANO ESTRUTURAL DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES PERT 2018 PAINEL TELEBRASIL 2018 Sessão Temática 13 Novas Tecnologias: Uma Esperança Ameaçada Brasília, 22 de maio de 2018. Anatel Conselheiro Aníbal Diniz

Leia mais

Diretrizes e programas prioritários do Ministério das Comunicações

Diretrizes e programas prioritários do Ministério das Comunicações Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) Diretrizes e programas prioritários do Ministério das Comunicações Paulo Bernardo Silva Ministro de Estado das Comunicações Brasília,

Leia mais

Agosto/2018. Desafios de Infraestrutura de telecomunicações no Brasil: Aspectos Regulatórios

Agosto/2018. Desafios de Infraestrutura de telecomunicações no Brasil: Aspectos Regulatórios Agosto/2018 Desafios de Infraestrutura de telecomunicações no Brasil: Aspectos Regulatórios Crescimento Exponencial de Serviços e Tráfego de dados Demanda exponencial de Tráfego Necessidade de mais capacidade

Leia mais

Banda Larga Móvel no Brasil: Cenário Regulatório, Espectro de Radiofrequências, Mercado, Perspectivas e Desafios

Banda Larga Móvel no Brasil: Cenário Regulatório, Espectro de Radiofrequências, Mercado, Perspectivas e Desafios Banda Larga Móvel no Brasil: Cenário Regulatório, Espectro de Radiofrequências, Mercado, Perspectivas e Desafios Maximiliano Martinhão Secretário de Telecomunicações Brasília, 3 de junho de 2013 Espectro

Leia mais

Painel Telebrasil Novo modelo: Migração para autorizações e Novas regras para o espectro

Painel Telebrasil Novo modelo: Migração para autorizações e Novas regras para o espectro Painel Telebrasil 2017 Novo modelo: Migração para autorizações e Novas regras para o espectro Setembro/2017 Fonte: Smart Insights Demanda e Investimentos Fonte: The Boston Consulting Group, com adaptações.

Leia mais

A expansão da Banda Larga no contexto da revisão do Modelo Setorial

A expansão da Banda Larga no contexto da revisão do Modelo Setorial A expansão da Banda Larga no contexto da revisão do Modelo Setorial Março/2017 Do Marco Legal de Telecomunicações Conforme a Lei Geral de Telecomunicações (LGT), quanto ao Regime Jurídico de Prestação,

Leia mais

Ministério das Comunicações. Definições de espectro para o futuro dos serviços digitais

Ministério das Comunicações. Definições de espectro para o futuro dos serviços digitais 56 o Painel Telebrasil O papel das telecomunicações no desenvolvimento do País Definições de espectro para o futuro dos serviços digitais Miriam Wimmer Ministério das Comunicações Brasília, 29 de agosto

Leia mais

Jarbas José Valente Conselheiro-Diretor

Jarbas José Valente Conselheiro-Diretor Reunião do Conselho n. 737, de 10/04/2014 Jarbas José Valente Conselheiro-Diretor Abril/2014 Agenda Objetos e Área de Prestação Destinação dada pela Resolução nº 625/2013 Áreas de Prestação Área de Prestação

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL O Programa Nacional de Banda Larga PNBL INSTITUÍDO EM 2010 DECRETO Nº 7.175 DE 12 DE MAIO

Leia mais

Câmara dos Deputados. Comissão Especial de Telecomunicações PL 6.789/2013 DF, 25/08/2015

Câmara dos Deputados. Comissão Especial de Telecomunicações PL 6.789/2013 DF, 25/08/2015 Câmara dos Deputados Comissão Especial de Telecomunicações PL 6.789/2013 DF, 25/08/2015 UMA GRANDE EMPRESA BRASILEIRA Pioneira na prestação de serviços convergentes no país, oferece transmissão de voz

Leia mais

Perspectivas para o Leilão de Espectro nas faixas de MHz, MHz, MHz e MHz

Perspectivas para o Leilão de Espectro nas faixas de MHz, MHz, MHz e MHz Perspectivas para o Leilão de Espectro nas faixas de 1.800 MHz, 1.900 MHz, 2.500 MHz e 3.500 MHz JOSÉ ALEXANDRE BICALHO Superintendente de Planejamento e Regulamentação Anatel 31/08/2015 Agenda Política

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Panorama mundial Sem plano; 35; 18% Planejando; 2; 1% Número de Países com Plano de Banda Larga

Leia mais

Um novo plano para banda larga abordagem demográfica MCTIC

Um novo plano para banda larga abordagem demográfica MCTIC Um novo plano para banda larga abordagem demográfica MCTIC Localidade Localidade Aglomerado rural Critérios demográficos atuais Toda parcela circunscrita do território nacional que possua um aglomerado

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga

Programa Nacional de Banda Larga Programa Nacional de Banda Larga Seminário Políticas de (Tele)Comunicações 24/02/2011 Dimensões do PNBL 6 Conteúdos e aplicações 5 Telebrás 1 Regulação PNBL 4 Política produtiva e tecnológica 2 Normas

Leia mais

I Forum Lusófono de Comunicações. Painel III A Regulação do Mercado de Telecomunicações Lusófonas

I Forum Lusófono de Comunicações. Painel III A Regulação do Mercado de Telecomunicações Lusófonas I Forum Lusófono de Comunicações Painel III A Regulação do Mercado de Telecomunicações Lusófonas Experiências Brasileiras de Sucesso na Regulação Nelson Mitsuo Takayanagi ANATEL 30 de abril de 2010 Experiências

Leia mais

PROJETO DE LEI 465/11

PROJETO DE LEI 465/11 PROJETO DE LEI 465/11 CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 29 DE MAIO DE 2012 Fonte: Telebrasil mais de 328 milhões de clientes mais de

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL

TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL AUDIÊNCIA PÚBLICA NO SENADO FEDERAL NA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 09 DE SETEMBRO DE 2015 1. O crescimento da demanda 2. Demanda da sociedade versus obrigações

Leia mais

Qualidade dos Serviços de Telecomunicações

Qualidade dos Serviços de Telecomunicações Qualidade dos Serviços de Telecomunicações Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática 24 de setembro de 2013 Agenda Contextualização do Setor Qualidade Indicadores

Leia mais

28º Encontro Provedores Regionais NOVO HAMBURGO/RS, 30/11/2016

28º Encontro Provedores Regionais NOVO HAMBURGO/RS, 30/11/2016 28º Encontro Provedores Regionais NOVO HAMBURGO/RS, 30/11/2016 Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCENTIVO À BANDA LARGA O Programa Nacional de Banda

Leia mais

IoT: Políticas e Infraestrutura

IoT: Políticas e Infraestrutura Ministério das Comunicações IoT: Políticas e Infraestrutura A Evolução da Internet das Coisas no Brasil. FIESP, São Paulo 29/07/2015 PNBL para PBLT Banda Larga para Todos Chegar a 90% dos municípios com

Leia mais

Painel Tele.Síntese 36

Painel Tele.Síntese 36 Painel Tele.Síntese 36 Espectro e ampliação do acesso Katia Costa da Silva Pedroso Brasília, 4 de fevereiro de 2014. A DEMANDA POR DADOS CONTINUA ACELERANDO E A BANDA LARGA MÓVEL SEGUE AVANÇANDO FORTEMENTE

Leia mais

PACTO DAS ANTENAS RICARDO DIECKMANN CDC ALEP - ACAMPAR LEGISLAÇÃO RESTRITIVA - CENÁRIO REGULATÓRIO E DESAFIOS. Cascavel, 21 de Novembro de 2013

PACTO DAS ANTENAS RICARDO DIECKMANN CDC ALEP - ACAMPAR LEGISLAÇÃO RESTRITIVA - CENÁRIO REGULATÓRIO E DESAFIOS. Cascavel, 21 de Novembro de 2013 PACTO DAS ANTENAS CDC ALEP - ACAMPAR LEGISLAÇÃO RESTRITIVA - CENÁRIO REGULATÓRIO E DESAFIOS Cascavel, 21 de Novembro de 2013 RICARDO DIECKMANN R$ 25,8 bilhões de investimentos em 2012 recorde histórico

Leia mais

WORKSHOP FIESP LGT: 20 ANOS. Novo Marco Legal das Telecomunicações

WORKSHOP FIESP LGT: 20 ANOS. Novo Marco Legal das Telecomunicações WORKSHOP FIESP LGT: 20 ANOS Novo Marco Legal das Telecomunicações Julho/2017 Fonte: Smart Insights Demanda e Investimentos Fonte: The Boston Consulting Group, com adaptações. No Ecossistema Digital Visão

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES CONSELHO DIRETOR

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES CONSELHO DIRETOR AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES CONSELHO DIRETOR Versão publicada no DOU em 09/04/2012. RESOLUÇÃO Nº 586, DE 5 DE ABRIL DE 2012. Aprova o Regulamento do Acesso Individual Classe Especial - AICE, do

Leia mais

COMO ATENDER ÀS NECESSIDADES DE ESPECTRO PARA OS NOVOS SERVIÇOS?

COMO ATENDER ÀS NECESSIDADES DE ESPECTRO PARA OS NOVOS SERVIÇOS? Tula Peters Diretoria Jurídica 02/12/2008 COMO ATENDER ÀS NECESSIDADES DE ESPECTRO PARA OS NOVOS SERVIÇOS? ESTRUTURA DISTRIBUIÇÃO DO ESPECTRO SMP NO BRASIL LICITAÇÕES DE ESPECTRO SMP REALIZADAS EM 2007

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Consulta pública sobre o decreto de políticas de telecomunicações Quando: de 18/10/2017 a 17/11/2017.

Leia mais

PNBL Catalisador da Produção e Desenvolvimento Local

PNBL Catalisador da Produção e Desenvolvimento Local Ministério das Comunicações PNBL Catalisador da Produção e Desenvolvimento Local Otavio Caixeta Secretaria de Telecomunicações Ministério das Comunicações Brasília Maio/2013 PNBL- Objetivos Expandir a

Leia mais

Os Novos Contratos de Concessão do STFC em 2006

Os Novos Contratos de Concessão do STFC em 2006 Os Novos Contratos de Concessão do STFC em 2006 Este tutorial apresenta os novos contratos de concessão em vigor para as concessionárias de Serviço Telefônico Fixo Comutado a apartir de 1º de janeiro de

Leia mais

Telefonia Rural Modelagens para o atendimento fora da Área de Tarifa Básica - ATB

Telefonia Rural Modelagens para o atendimento fora da Área de Tarifa Básica - ATB Telefonia Rural Modelagens para o atendimento fora da Área de Tarifa Básica - ATB Brasília, Outubro de 2010 A especificidade do atendimento rural (FATB) é reconhecida na regulamentação Norma 06/78 do Ministério

Leia mais

Internet e telefonia rural Possibilidades a partir da faixa de 450 MHz

Internet e telefonia rural Possibilidades a partir da faixa de 450 MHz Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) Internet e telefonia rural Possibilidades a partir da faixa de 450 MHz Maximiliano Salvadori Martinhão Secretário de Telecomunicações

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Panorama mundial Sem plano: 35 (18%) Planejando: 4 (2%) Com plano: 156 (80%) Países com plano ou

Leia mais

BANDA LARGA A PAUTA REGULATÓRIA E OS PROVEDORES REGIONAIS. Agência Nacional de Telecomunicações Gerência Regional no Estado de São Paulo (GR01)

BANDA LARGA A PAUTA REGULATÓRIA E OS PROVEDORES REGIONAIS. Agência Nacional de Telecomunicações Gerência Regional no Estado de São Paulo (GR01) BANDA LARGA A PAUTA REGULATÓRIA E OS PROVEDORES REGIONAIS Agência Nacional de Telecomunicações Gerência Regional no Estado de São Paulo (GR01) Fevereiro de 2018 - Cenário dos Provedores Regionais no País

Leia mais

SEMINÁRIO. 10 de setembro de 2009 São Paulo

SEMINÁRIO. 10 de setembro de 2009 São Paulo SEMINÁRIO 10 de setembro de 2009 São Paulo Apresentação: No dia 24 de julho o Ministério das Comunicações publicou a tão esperada portaria que estabelece as diretrizes do Programa Nacional de Telecomunicações

Leia mais

Infraestrutura Passiva: A Base do Iceberg

Infraestrutura Passiva: A Base do Iceberg Infraestrutura Passiva: A Base do Iceberg Painel 1: Desafios no Escopo Federal Compartilhamento de Infraestrutura Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados São Paulo/SP 19 de junho de

Leia mais

25º Encontro Provedores Regionais NITERÓI/RJ, 13/09/2016

25º Encontro Provedores Regionais NITERÓI/RJ, 13/09/2016 25º Encontro Provedores Regionais NITERÓI/RJ, 13/09/2016 Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCENTIVO À BANDA LARGA O Programa Nacional de Banda Larga

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 164, de 2 de Setembro de Aprova o Regulamento sobre Condições de Uso da Faixa de Freqüências de 3,5 GHz

RESOLUÇÃO nº 164, de 2 de Setembro de Aprova o Regulamento sobre Condições de Uso da Faixa de Freqüências de 3,5 GHz RESOLUÇÃO nº 164, de 2 de Setembro de 1999 Aprova o Regulamento sobre Condições de Uso da Faixa de Freqüências de 3,5 GHz O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES - ANATEL, no uso das

Leia mais

Painel ABRASAT. Políticas para o Mercado de Satélite

Painel ABRASAT. Políticas para o Mercado de Satélite Painel ABRASAT Políticas para o Mercado de Satélite De que maneira a desoneração poderá impulsionar os serviços de banda larga via satélite e ajudar na expansão da infraestrutura existente Workshops TELEBRASIL

Leia mais

A ANATEL E O WIMAX Redes comunitárias e redes competitivas

A ANATEL E O WIMAX Redes comunitárias e redes competitivas A ANATEL E O WIMAX Redes comunitárias e redes competitivas PORTO ALEGRE WIRELESS Eduardo Ramires 1 Abordagem As novas tecnologias de acesso sem fio à INTERNET. Regulação da Internet e redes municipais

Leia mais

Resolução nº 598, de 23 de outubro de 2012

Resolução nº 598, de 23 de outubro de 2012 Resolução nº 598, de 23 de outubro de 2012 - Portal de Legislação da Anatel (Resol... Página 1 de 29 Resolução nº 598, de 23 de outubro de 2012 Aprova o Regulamento de Obrigações de Universalização e dá

Leia mais

Painel 2: Visão de futuro. E as reivindicações atuais?

Painel 2: Visão de futuro. E as reivindicações atuais? 52º ENCONTRO TELE.SÍNTESE O Bem Escasso: o que deve mudar na ocupação e nos limites do espectro? Painel 2: Visão de futuro. E as reivindicações atuais? VITOR ELÍSIO GÓES DE OLIVEIRA MENEZES Superintendente

Leia mais

Senado Federal Audiência Pública Conjunta CMA; CI; CCT 20/05/2014

Senado Federal Audiência Pública Conjunta CMA; CI; CCT 20/05/2014 Senado Federal Audiência Pública Conjunta CMA; CI; CCT 20/05/2014 Empresa pioneira na prestação de serviços convergentes no país, oferece transmissão de voz local e de longa distância, telefonia móvel,

Leia mais

Plano Geral de Metas de Qualidade -PGMQ STFC. Curso de Regulação e Defesa do Consumidor Brasília - Outubro 2009

Plano Geral de Metas de Qualidade -PGMQ STFC. Curso de Regulação e Defesa do Consumidor Brasília - Outubro 2009 Plano Geral de Metas de Qualidade -PGMQ STFC Curso de Regulação e Defesa do Consumidor Brasília - Outubro 2009 Diretrizes Gerais para a Abertura do Mercado de Telecomunicações (abril de 1997) O novo modelo

Leia mais

Setor de Autarquias Sul SAUS Quadra 6, Bloco F, Térreo Biblioteca Brasília DF Fax. (061)

Setor de Autarquias Sul SAUS Quadra 6, Bloco F, Térreo Biblioteca Brasília DF Fax. (061) São Paulo, 22 de junho de 2.009. AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES - ANATEL SUPERINTENDÊNCIA DE UNIVERSALIZAÇÃO CONSULTA PÚBLICA nº 13, DE 30 DE MARÇO DE 2009 Proposta de Consulta Pública do Plano Geral

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Revisão dos Contratos de Concessão: o que precisa mudar? Perspectivas sobre o futuro das concessões de STFC 39º Encontro Tele.Síntese Ministério das Comunicações Evolução dos serviços de telecomunicações

Leia mais

AS NOVAS DEMANDAS DA SOCIEDADE E O PAPEL DO SETOR SÃO PAULO, 21 DE JULHO DE 2017 FIESP :: LGT 20 ANOS CARLOS DUPRAT

AS NOVAS DEMANDAS DA SOCIEDADE E O PAPEL DO SETOR SÃO PAULO, 21 DE JULHO DE 2017 FIESP :: LGT 20 ANOS CARLOS DUPRAT AS NOVAS DEMANDAS DA SOCIEDADE E O PAPEL DO SETOR SÃO PAULO, 21 DE JULHO DE 2017 FIESP :: LGT 20 ANOS CARLOS DUPRAT 1 O que o usuário deseja? 2 O que nós ofertamos? 3 O A evolução das políticas públicas

Leia mais

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS AGENDA REGULATÓRIA DE 2007

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS AGENDA REGULATÓRIA DE 2007 OBJETIVOS ESTRATÉGICOS AGENDA REGULATÓRIA DE 2007 José Leite Pereira Filho Conselheiro 2 de Junho de 2007 Conteúdo OBJETIVOS ESTRATÉGICOS 1. UNIVERSALIZAÇÃO 2. COMPETIÇÃO 3. QUALIDADE 4. EXCELÊNCIA REGULATÓRIA

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Panorama mundial 23% dos países pesquisados ainda não tem plano de banda larga implementado. Fontes:

Leia mais

Tendências para Utilização do Espectro de Radiofrequências

Tendências para Utilização do Espectro de Radiofrequências Tendências para Utilização do Espectro de Radiofrequências Evolução do uso do espectro, da regulação e principais projetos da Anatel sobre o tema RFCEE/RFCE/SRF AGENDA Evolução do uso do espectro de RF

Leia mais

Desafios da ampliação da infraestrutura e serviços de Banda Larga

Desafios da ampliação da infraestrutura e serviços de Banda Larga Painel Telebrasil Brasília, 22 de Maio de 2018 Desafios da ampliação da infraestrutura e serviços de Banda Larga Leandro Guerra Diretor de Relações Institucionais O Desafio da Banda Larga no Brasil O Brasileiro

Leia mais

OS DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES EM PORTO

OS DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES EM PORTO OS DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES EM PORTO ALEGRE SOCIEDADE DE ENGENHARIA DO RIO GRANDE DO SUL PORTO ALEGRE, 25 DE MARCO DE 2014 EDUARDO LEVY crescimento do setor de

Leia mais

BANDA LARGA E POLÍTICAS PÚBLICAS

BANDA LARGA E POLÍTICAS PÚBLICAS BANDA LARGA E POLÍTICAS PÚBLICAS A PAUTA REGULATÓRIA E AS DEMANDAS DAS PEQUENAS PRESTADORAS Agência Nacional de Telecomunicações Superintendência de Planejamento e Regulamentação (SPR) Outubro de 2017

Leia mais

24º Encontro Provedores Regionais CUIABÁ/MT, 28/06/2016

24º Encontro Provedores Regionais CUIABÁ/MT, 28/06/2016 24º Encontro Provedores Regionais CUIABÁ/MT, 28/06/2016 Ministério das Comunicações POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCENTIVO À BANDA LARGA O Programa Nacional de Banda Larga PNBL META 2014 35,0 MILHÕES DE DOMICÍLIOS

Leia mais

51º Encontro Tele.Síntese. PLC 79/2016: Criação de Valor

51º Encontro Tele.Síntese. PLC 79/2016: Criação de Valor 51º Encontro Tele.Síntese PLC 79/2016: Criação de Valor Novembro/2017 Do Marco Legal de Telecomunicações (LGT nº 9.472/97) Regime Público: Regime Privado: 1) Obrigações de Universalização e de Continuidade;

Leia mais

A REGULAÇÃO DO WIMAX. WIMAX BRASIL Conference & Expo 2007 Eduardo Ramires

A REGULAÇÃO DO WIMAX. WIMAX BRASIL Conference & Expo 2007 Eduardo Ramires A REGULAÇÃO DO WIMAX WIMAX BRASIL Conference & Expo 2007 Eduardo Ramires 1 Abordagem O que é o WIMAX? A Regulação dos serviços de Telecom. Administração do espectro. A Licitação do Wimax e a Competição

Leia mais

51º Encontro Tele Síntese

51º Encontro Tele Síntese 51º Encontro Tele Síntese Critérios para a precificação dos ônus das concessões de telefonia fixa. O que considerar. 21 de novembro de 2017 Setor precisa de modernização regulatória Modelo antigo O modelo

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Ministério das Comunicações Incentivos à implantação de infraestrutura de banda larga INVESTIMENTOS NO SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES R$ bilhões correntes 25 20 15 10 5 4.6% 3.3 3.3% 4.3 5.2% 4.7% 7.4 7.6 7.4%

Leia mais

OS DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES EM GOIÂNIA

OS DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES EM GOIÂNIA OS DESAFIOS PARA A IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES EM GOIÂNIA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR GOIÂNIA, 10 DE NOVEMBRO DE 2014 EDUARDO LEVY crescimento

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL O Programa Nacional de Banda Larga PNBL INSTITUÍDO EM 2010 DECRETO Nº 7.175 DE 12 DE MAIO

Leia mais

OS PRÓXIMOS 20 ANOS 54º

OS PRÓXIMOS 20 ANOS 54º OS PRÓXIMOS 20 ANOS 54º Encontro Tele.Síntese 11 de Setembro de 2018 Juarez Quadros do Nascimento Presidente da Anatel Os arranjos institucionais atuais são compatíveis para estimular o desenvolvimento

Leia mais

Anatel. As Ações Públicas para Incentivo a Programas de Cidade Digitais. IV Seminário de Telecomunicações Inovar para Crescer - FIERGS

Anatel. As Ações Públicas para Incentivo a Programas de Cidade Digitais. IV Seminário de Telecomunicações Inovar para Crescer - FIERGS Anatel As Ações Públicas para Incentivo a Programas de Cidade Digitais IV Seminário de Telecomunicações Inovar para Crescer - FIERGS Porto Alegre, 20 de agosto de 2009. Eng. João Jacob Bettoni Gerente

Leia mais

27º Encontro Provedores Regionais PORTO SEGURO/BA, 08/11/2016

27º Encontro Provedores Regionais PORTO SEGURO/BA, 08/11/2016 27º Encontro Provedores Regionais PORTO SEGURO/BA, 08/11/2016 Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCENTIVO À BANDA LARGA O Programa Nacional de Banda

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS ALEXANDER CASTRO BRASÍLIA, 1º DE MARÇO DE 2016 Solução para novo modelo de telecomunicações precisa garantir a estabilidade

Leia mais

AMBIENTE REGULATÓRIO DE 2014

AMBIENTE REGULATÓRIO DE 2014 AMBIENTE REGULATÓRIO DE 2014 RFS SALES MEETING SÃO PAULO, 28 E 29 DE JANEIRO CARLOS DUPRAT Como foi o ano de 2013? Recorde de investimento: mais de R$ 25 bi Mais de 47 milhões de novos acessos de banda

Leia mais

SERVIÇOS DE TELEFONIA

SERVIÇOS DE TELEFONIA SERVIÇOS DE TELEFONIA NO BRASIL CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO, FINANCEIRA E CONTROLE SÉRGIO KERN BRASÍLIA, 03 DE DEZEMBRO DE 2015 Números do Setor de Telecomunicações 275 milhões de celulares

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCENTIVO À BANDA LARGA

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCENTIVO À BANDA LARGA Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCENTIVO À BANDA LARGA O Programa Nacional de Banda Larga PNBL META 2014 35,0 MILHÕES DE DOMICÍLIOS COM ACESSO

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL AUDIÊNCIA PÚBLICA COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO, FINANCEIRA E CONTROLE DA CÂMARA DOSDEPUTADOS BRASÍLIA, 06 DE JUNHO DE 2018 CARLOS DUPRAT Os serviços de telecomunicações

Leia mais

Instalação de Infraestrutura de Telecomunicações

Instalação de Infraestrutura de Telecomunicações Instalação de Infraestrutura de Telecomunicações Um desafio a ser vencido Conselho Consultivo da Anatel Francisco Carlos Monteiro Filho Brasília, 27 de abril de 2012 Telefones fixos 43 milhões Fonte: Telebrasil,

Leia mais

2005 CDMA Latin America Regional Conference

2005 CDMA Latin America Regional Conference Agencia Nacional de Telecomunicações 2005 CDMA Latin America Regional Conference JARBAS JOSÉ VALENTE Superintendente de Serviços Privados Conteúdo Situação Atual do SMP Previsão da Evolução do SMP Espectro

Leia mais

MARCO REGULATÓRIO DA TELEFONIA EDUARDO LEVY AUDIÊNCIA PÚBLICA - CÂMARA DOS DEPUTADOS

MARCO REGULATÓRIO DA TELEFONIA EDUARDO LEVY AUDIÊNCIA PÚBLICA - CÂMARA DOS DEPUTADOS MARCO REGULATÓRIO DA TELEFONIA AUDIÊNCIA PÚBLICA - CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO Brasília, 10 de dezembro de 2013 EDUARDO

Leia mais

OS DESAFIOS DO PRESENTE E A CONSTRUÇÃO DO FUTURO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL

OS DESAFIOS DO PRESENTE E A CONSTRUÇÃO DO FUTURO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL OS DESAFIOS DO PRESENTE E A CONSTRUÇÃO DO FUTURO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL WORKSHOP TELECOM FIESP SÃO PAULO 21 DE JULHO DE 2017 0 Nos últimos 16 anos, a Oi entregou um dos maiores e mais agressivos

Leia mais

Compartilhamento de infraestrutura e de frequência Riscos e vantagens

Compartilhamento de infraestrutura e de frequência Riscos e vantagens TIM BRASIL Brasília, 21 de novembro de 2017 Compartilhamento de infraestrutura e de frequência Riscos e vantagens Leandro Guerra Diretor de Relações Institucionais A realidade do compartilhamento da infraestrutura

Leia mais

44º. Encontro Telesíntese O NOVO MARCO REGULATÓRIO

44º. Encontro Telesíntese O NOVO MARCO REGULATÓRIO flavia@lladvogados.com.br http://www.wirelessbrasil.org/flavia_lefevre/blog_01.html 44º. Encontro Telesíntese O NOVO MARCO REGULATÓRIO 22 de março de 2016 Flávia Lefèvre Guimarães Representante do 3º Setor

Leia mais

Atuação Regulatória da ANATEL e o papel da AGU:

Atuação Regulatória da ANATEL e o papel da AGU: Universidade de Brasília UnB Faculdade de Direito Núcleo de Direito Setorial e Regulatório Atuação Regulatória da ANATEL e o papel da AGU: principais questões jurídicas e seus encaminhamentos PAULO FIRMEZA

Leia mais

INFORME. 1. DESTINATÁRIO 1.1. Superintendência de Serviços Públicos SPB 1.2. Superintendência de Universalização - SUN

INFORME. 1. DESTINATÁRIO 1.1. Superintendência de Serviços Públicos SPB 1.2. Superintendência de Universalização - SUN NÚMERO E ORIGEM: INFORME 489/2011/UNPCP- PBCPP/UNPC-PBCP/SUN-SPB DATA: / /2011 1. DESTINATÁRIO 1.1. Superintendência de Serviços Públicos SPB 1.2. Superintendência de Universalização - SUN 2. INTERESSADO

Leia mais

Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática 08 de outubro de 2013

Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática 08 de outubro de 2013 Marco Regulatório Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática 08 de outubro de 2013 Panorama do Setor Em 1997, na corrida pelo usuário, a telefonia fixa era o destaque

Leia mais

Edital de Licitação de Autorização de Uso de RF nas faixas de MHz, MHz, MHz

Edital de Licitação de Autorização de Uso de RF nas faixas de MHz, MHz, MHz Edital de Licitação de Autorização de Uso de RF nas faixas de 1.800 MHz, 1.900 MHz, 2.500 MHz Novembro/2015 Política Pública e Diretrizes Gerais Portaria nº 275, de 17 de setembro de 2013, do Ministério

Leia mais

De 1997 a 2007, foi Conselheiro Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, órgão regulador de telecomunicações no Brasil.

De 1997 a 2007, foi Conselheiro Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, órgão regulador de telecomunicações no Brasil. Objetivos Estratégicos da Anatel e Agenda Regulatória para 2007 Este tutorial apresenta os Objetivos Estratégicos da Anatel e a Agenda Regulatória. São apresentadas as estratégias de abordagem que a Anatel

Leia mais

Senado Federal. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática. Audiência Pública

Senado Federal. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática. Audiência Pública Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Audiência Pública para Discutir sobre a possível licitação da Faixa de Radiofrequência de 450 MHz, com vistas a oferecer

Leia mais

CONTEÚDO, CONVERGÊNCIA, MOBILIDADE E REDE. PARA ONDE CAMINHA O BRASIL?

CONTEÚDO, CONVERGÊNCIA, MOBILIDADE E REDE. PARA ONDE CAMINHA O BRASIL? CONTEÚDO, CONVERGÊNCIA, MOBILIDADE E REDE. PARA ONDE CAMINHA O BRASIL? ENCONTRO TELE.SÍNTESE BRASÍLIA, 11 DE SETEMBRO DE 2018 LUIZ ALEXANDRE GARCIA Quais os maiores desafios para o Setor de Telecomunicações

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL O Programa Nacional de Banda Larga PNBL INSTITUÍDO EM 2010 DECRETO Nº 7.175 DE 12 DE MAIO

Leia mais

TELEFONIA MÓVEL AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA LEGISLATIVA DO ESPÍRITO SANTO JOSÉ AMÉRICO LEITE FILHO VITÓRIA, 05 DE MARÇO DE 2013

TELEFONIA MÓVEL AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA LEGISLATIVA DO ESPÍRITO SANTO JOSÉ AMÉRICO LEITE FILHO VITÓRIA, 05 DE MARÇO DE 2013 TELEFONIA MÓVEL AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA LEGISLATIVA DO ESPÍRITO SANTO JOSÉ AMÉRICO LEITE FILHO VITÓRIA, 05 DE MARÇO DE 2013 crescimento do setor de telecomunicações está acelerado R$ 63 milhões de investimentos

Leia mais

É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO?

É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO? A OCUPAÇÃO DE ESPECTRO, O COMPARTILHAMENTO E OUTRAS QUESTÕES CONCEITUAIS É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO? SUPERINTENDÊNCIA DE OUTORGA E RECURSOS À PRESTAÇÃO 43º ENCONTRO TELE.SÍNTESE

Leia mais

ONDE INVESTIR EM BANDA LARGA, AS PRIORIDADES

ONDE INVESTIR EM BANDA LARGA, AS PRIORIDADES ONDE INVESTIR EM BANDA LARGA, AS PRIORIDADES 47º ENCONTRO TELE.SÍNTESE BRASÍLIA 14 DE MARÇO DE 2017 0 A modernização da Concessão e dos Fundos Setoriais são alavancas essenciais para financiar a Banda

Leia mais

Utilização do LTE no Serviço Limitado Privado

Utilização do LTE no Serviço Limitado Privado Utilização do LTE no Serviço Limitado Privado Painel: Long Term Evolution Alex Pires de Azevedo ANATEL Sumário Regulamentação da faixa de 700 MHz Edital de Licitação da faixa de 700 MHz Procedimento para

Leia mais

DIFICULDADES PARA INSTALAÇÃO

DIFICULDADES PARA INSTALAÇÃO DIFICULDADES PARA INSTALAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL SEMINÁRIO DO INSTITUTO DE DIREITO APLICADO Brasília, 21 de agosto de 2013 EDUARDO LEVY crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Educação. Novembro de 2015

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Educação. Novembro de 2015 Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Educação Novembro de 2015 acesso móvel TV por assinatura telefone fixo banda larga fixa Panorama Setorial - Tradicional 44,1 milhões de assinantes 25,2

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA TECNOLOGIA 4G NO BRASIL XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

IMPLANTAÇÃO DA TECNOLOGIA 4G NO BRASIL XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES IMPLANTAÇÃO DA TECNOLOGIA 4G NO BRASIL XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES SÉRGIO KERN CURITIBA, 15 A 17 DE OUTUBRO DE 2013 crescimento do setor de telecomunicações está acelerado 8% 10% telefonia

Leia mais

Instalação de Infraestrutura de Telecomunicações

Instalação de Infraestrutura de Telecomunicações Instalação de Infraestrutura de Telecomunicações Um desafio a ser vencido Conselho Consultivo da Anatel Francisco Carlos Monteiro Filho Brasília, 15 de dezembro de 2011 Telefones fixos 43 milhões Fonte:

Leia mais

P A I N E L T E L E B R A S I L T E L E F Ô N I C A B R A S I L M a i o 2018

P A I N E L T E L E B R A S I L T E L E F Ô N I C A B R A S I L M a i o 2018 P A I N E L T E L E B R A S I L 2018 T E L E F Ô N I C A B R A S I L M a i o 2018 0 O S E T O R D E T E L E C O M U N I C A Ç Õ E S INVESTIU FORTEMENTE NOS ÚLTIMOS ANOS CONTRIBUINDO PARA O DESENVOLVIMENTO

Leia mais