SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO DISTRITO FEDERAL Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde Escola Superior de Ciências da Saúde

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO DISTRITO FEDERAL Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde Escola Superior de Ciências da Saúde"

Transcrição

1 SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO DISTRITO FEDERAL Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde Escola Superior de Ciências da Saúde VESTIBULAR 2009 MATEMÁTICA - FÍSICA - QUÍMICA - BIOLOGIA INSTRUÇÕES GERAIS O candidato receberá do fiscal: Um caderno de questões contendo 50 (cinquenta) questões objetivas de múltipla escolha para a Prova Objetiva; Um cartão de respostas personalizado para a Prova Objetiva. Ao ser autorizado o início da prova, verifique, no caderno de questões da Prova Objetiva, se a numeração das questões e a paginação estão corretas. Você dispõe de 4 (quatro) horas para fazer a Prova Objetiva. Faça-as com tranquilidade, mas controle o seu tempo. Este tempo inclui a marcação do cartão de respostas da Prova Objetiva. Não será permitido ao candidato copiar seus assinalamentos feitos no cartão de respostas da Prova Objetiva. Ao candidato somente será permitido levar seu caderno de questões da Prova Objetiva trinta minutos antes do horário previsto para término de realização da prova, desde que permaneça em sala até este momento. Somente após decorrida 1(uma) hora do início da prova, o candidato poderá entregar seu cartão de respostas da Prova Objetiva e retirar-se da sala de prova. Após o término da prova, entregue obrigatoriamente ao fiscal o cartão de respostas da Prova Objetiva devidamente assinado. Os 3 (três) últimos candidatos da sala só poderão ser liberados juntos. Caso necessite de algum esclarecimento, solicite a presença do responsável pelo local. INSTRUÇÕES PROVA OBJETIVA Verifique se os seus dados pessoais estão corretos no cartão de respostas. Caso seja necessário, solicite ao fiscal para efetuar as devidas correções na Ata de Aplicação de Prova. Leia atentamente cada questão e assinale no cartão de respostas a alternativa que mais adequadamente a responde. O cartão de respostas NÃO pode ser dobrado, amassado, rasurado, manchado ou conter qualquer registro fora dos locais destinados às respostas. A maneira correta de assinalar a alternativa no cartão de respostas é cobrindo, fortemente, com caneta esferográfica azul ou preta, o espaço a ela correspondente, conforme o exemplo a seguir: A C D E Cronograma Previsto (Cronograma completo no endereço Atividade Data Local Divulgação dos gabaritos da Prova Objetiva Interposição de recursos contra os gabaritos da Prova Objetiva 12/01 13 e 14/01 Fax.: (21) Divulgação do resultado do julgamento dos recursos contra os gabaritos da Prova Objetiva 23/01 Divulgação do resultado final da Prova Objetiva 23/01 * Demais atividades consultar os Editais reguladores do concurso ou pelo endereço eletrônico Realização

2 2 Escola Superior de Ciências da Saúde VESTIBULAR

3 MATEMÁTICA 1 - Com a parte escurecida da folha retangular abaixo, pode-se montar um cubo. Se a área da folha vale 192 cm 2, então o volume desse cubo é: (A) 27 cm 3 ; (B) 32 cm 3 ; (C) 64 cm 3 ; (D) 96 cm 3 ; (E) 128 cm A calculadora de Carol é espetacular. Ela tem uma tecla D, que calcula o número de divisores positivos do número escrito no visor e a tecla S, que calcula a soma de todos os números naturais que são menores ou iguais ao número que aparece escrito no visor. Suponha que o número 720 está escrito no visor. Se Carol apertar a tecla D e depois a tecla S, teremos o número: (A) 120; (B) 300; (C) 465; (D) 666; (E) Em um grupo de 80 pessoas, formado por homens e mulheres, da área biomédica ou tecnológica, 60% são mulheres, 45% são da área tecnológica, e destas, 16 são mulheres. Após completar esse quadro de acordo com os dados ao lado, e considerando-se que uma pessoa foi escolhida ao acaso, conclui-se que: Área Sexo Homens Mulheres Biomédica Tecnológica (A) a probabilidade de ela ser (homem ou mulher) da área biomédica é igual a 40%; (B) a probabilidade de ela ser mulher da área tecnológica é igual a 25%; (C) a probabilidade de ela ser homem da área biomédica é igual a 20%; (D) a probabilidade de ela ser mulher ou da área biomédica é maior que 74%; (E) a probabilidade de ela ser homem ou da área tecnológica é menor que 56%. 4 - O volume de um líquido volátil diminui 4% a cada 10 minutos. (Se necessário use log 2 = 0,30 e log 3 = 0,48) O tempo necessário para que seu volume se reduza à quarta parte é: (A) 4 horas; (B) 5 horas; (C) 6 horas; (D) 8 horas; (E) 12 horas e 30 minutos. 5 - Um painel, formado por três quadrados construídos sobre os lados de um triângulo retângulo ABC de catetos AB e AC medindo 3m e 4m, respectivamente, necessita para sustentá-lo, de um cabo de aço retilíneo que liga os vértices P e Q como mostra a figura ao lado. O comprimento do cabo PQ vale: (A) 2 10 m; (B) 2 11 m; (C) 46 m; (D) 2 13 m; (E) 2 15 m. 3

4 6 - Uma firma comercializa sacas de café. O preço unitário, em reais, P = varia de acordo com o número x de sacas vendidas. x A quantidade de sacas de café que um comprador adquiriu ao gastar R$ 5400,00 é: (A) 110; (B) 108; (C) 106; (D) 104; (E) Sessenta e três médicos atendem a pelo menos um dos setores entre urgência e enfermaria de um hospital, sabe-se que 20% dos que atendem a urgência também atendem a enfermaria e 80% dos que atendem a enfermaria também atendem a urgência. Então, o número de médicos que atende esses dois setores simultaneamente, é: (A) 21; (B) 18; (C) 15; (D) 14; (E) Um pêndulo oscila em um certo meio onde existe atrito. Observaram-se vários instantes t 1, t 2, t 3,..., e obteveram-se vários arcos de comprimentos L, L, L,..., como mostram os esquemas ao lado Sabendo-se que tal procedimento ocorre indefinidamente, conclui-se que a soma dos comprimentos de todos os arcos nos diferentes instantes, vale: 3L (A) 4 (B) 4L 3 (C) 5L 4 (D) 2L 3 (E) 3L Em IR 3, as coordenadas do centro (C) da circunferência obtida pela interseção do plano de equação x + y - z - 10 = 0 com a superfície esférica definida por x 2 + y 2 + z 2 + 2x + 4z - 31 = 0, são: (A) C = (7, 4, 1); (B) C = (3, 3, -4); (C) C = (4, 3, -3); (D) C = (3, 4, -3); (E) C = (2, 3, -5) Uma ampulheta é formada por dois cones idênticos. Inicialmente, o cone superior está cheio de uma solução aquosa de glicose e o cone inferior está vazio (Fig. I). A solução flui do cone superior para o cone inferior com vazão constante. O cone superior se esvazia em exatamente 1 hora e 40 minutos. Então, o tempo necessário até que a altura da solução no cone inferior seja igual à quarta parte da altura da solução do cone superior (Fig. II), é: (A) 48min 48s; (B) 49min 12s; (C) 49min 36s; (D) 50min; (E) 50min 24s. 4 Fig. I Fig. II

5 FÍSICA 11 - A medida do comprimento de uma caixa foi feita com uma régua graduada em milímetros. A medida que expressa corretamente o resultado é: (A) 23cm; (B) 230mm; (C) 23,0cm; (D) 23,00cm; (E) 230,00mm A velocidade de um corpo em função do tempo é dada pelo gráfico: O espaço percorrido pelo corpo entre 0 e 4s é: (A) 30m; (B) 35m; (C) 40m; (D) 45m; (E) 50m Um projétil é lançado, a partir do solo, fazendo um ângulo θ com a horizontal, e com velocidade de 10m/s. Despreza-se a resistência do ar. Considerar: g = 10m/s 2, senθ = 0,8 e cosθ = 0,6. A altura máxima atingida pelo corpo é de: (A) 4,2m; (B) 4,4m; (C) 4,6m; (D) 4,8m; (E) 5,0m Um corpo está submetido a 3 forças, medidas em Newton, de mesma direção. Para que esse corpo permaneça em equilíbrio, os módulos dessas forças devem ser iguais a: (A) 3, 8 e 11; (B) 5, 5 e 5; (C) 7, 7 e 15; (D) 3, 4 e 5; (E) 5, 10 e Um pacote estava no alto de um plano inclinado de 1,0m de altura, em relação ao solo. O pacote escorregou pelo plano inclinado e chegou ao chão com velocidade de 4m/s. Seja T o trabalho realizado pelo operário para colocar o pacote no alto do plano inclinado, e g = 10m/s 2 a aceleração da gravidade. A energia dissipada por atrito é: (A) 0,1T; (B) 0,2T; (C) 0,3T; (D) 0,4T; (E) 0,5T Um corpo flutua em água com 1/10 de seu volume imerso. O mesmo corpo flutua em óleo com 1/6 de seu volume imerso. A relação entre as densidades do óleo e da água é: (A) 1,0; (B) 0,9; (C) 0,8; (D) 0,7; (E) 0,6. 5

6 17 - Quando confinado em um recipiente cujo volume é 3,0l, certa massa de gás ideal exerce pressão de 3,0atm à temperatura de 27 o C. Essa mesma massa de gás é então colocada num recipiente de 2,0l de volume à temperatura de 127 o C. A pressão que o gás exerce agora é de: (A) 5,0atm; (B) 6,0atm; (C) 7,0atm; (D) 8,0atm; (E) 9,0atm Um fio de aço de 10g de massa e 1m de comprimento é esticado com uma força de tração de 100N. A velocidade de propagação de um pulso transversal será de: (A) 100m/s; (B) 110m/s; (C) 120m/s; (D) 130m/s; (E) 140m/s Um aluno no laboratório utiliza uma lente delgada e convergente, de distância focal igual a 15cm para ampliar em 5 vezes a imagem de um objeto. A distância que a lente deve ficar do objeto para que o aluno consiga essa ampliação é de: (A) 10cm; (B) 11cm; (C) 12cm; (D) 13cm; (E) 14cm Considere a figura: Nessa figura tem-se: R 1 = 4,0Ω, R 2 =15Ω, R 3 =10Ω; e a corrente que passa por R 2 é de 2,0A. A diferença de potencial entre os pontos A e B é de: (A) 10V; (B) 20V; (C) 30V; (D) 40V; (E) 50V. 6

7 QUÍMICA ATENÇÃO: a tabela periódica está na página Um estudo revelou que portadoras da síndrome de Turner, anomalia genética causada pela ausência de um dos cromossomos sexuais, apresentam deficiência de zinco e selênio. As portadoras da síndrome de Turner têm baixa estatura, ausência de hormônios sexuais e a deficiência destes minerais aumenta o risco de aparecimento de doenças crônicas. Ciência Hoje, vol 43, p 54, Comparando-se as propriedades dos minerais citados conclui-se que: (A) ambos são metais de transição; (B) o raio atômico do selênio é maior do que o do zinco; (C) a eletronegatividade do zinco é maior do que a do selênio; (D) a energia de ionização do selênio é maior do que a do zinco; (E) ambos pertencem ao mesmo grupo na classificação periódica O dióxido de titânio é um dos constituintes do pigmento branco das tintas, como a produção deste composto pode trazer riscos ambientais, uma empresa lançou no mercado um pigmento a base de fosfato de alumínio que gera menos poluentes em sua fabricação. O fosfato de alumínio é fabricado a partir da reação: Al 2 (SO 4 ) 3 + 2H 3 PO 4 + 6NaOH 2AlPO 4 + 3Na 2 SO 4 + 6H 2 O Considere as massas molares do sulfato de alumínio 342 g.mol 1 e do fosfato de alumínio 122 g.mol 1. A massa de fosfato de alumínio, em gramas, obtida a partir da reação completa de 1026 g de sulfato de alumínio com quantidade suficiente de ácido fosfórico e hidróxido de sódio é igual a: (A) 2052; (B) 1438; (C) 732; (D) 366; (E) Pesquisadores mineiros estão utilizando o p-hidróxi-benzoato de etila na preservação dos profetas de Aleijadinho. O reagente atua como biocida e coagula as proteínas dos microorganismos que prejudicam a escultura, matando-os, depois eles se soltam da obra sem necessitar ação mecânica. A síntese do biocida citado pode ser feita utilizando os seguintes reagentes orgânicos: (A) ácido benzóico e etanol; (B) etanoato de etila e fenol; (C) fenil-metanoato de etila e etanol; (D) ácido p-hidróxi-benzóico e etanol; (E) benzoato de etila e hidróxido de sódio. 7

8 24 - Os gases formados nas reações de combustão dependem do material que está sendo queimado. A queima de gasolina, óleo diesel e carvão mineral emite CO 2, H 2 O, NO x e SO 2. A presença de água na atmosfera permite que o SO 2 sofra a seguinte reação: SO 2 (g) + H 2 O (l) H 2 SO 3 (aq) O ácido sulfuroso reage com o oxigênio, produzindo ácido sulfúrico: 2 H 2 SO 3 (aq) + O 2 (g) 2 H 2 SO 4 (aq) Esta reação é lenta em atmosfera limpa, no entanto em presença de pequenas quantidades de íons metálicos, sua velocidade aumenta cerca de 100 vezes. O peróxido de hidrogênio também pode reagir com o ácido sulfuroso significativamente, gerando ácido sulfúrico, de acordo com a reação: 2 H 2 SO 3 (aq) + 2 H 2 O 2 (aq) 2 H 2 SO 4 (aq) + 2 H 2 O (l) De acordo com o texto, a formação de ácido sulfúrico na atmosfera depende da ação dos seguintes fatores: (A) superfície de contato e agente redutor; (B) catalisador e agente oxidante; (C) catalisador e agente redutor; (D) superfície de contato e calor; (E) catalisador e calor Os sulfitos são conservantes usados em sucos concentrados, frutas secas, bebidas alcoólicas e outros produtos, e podem provocar reações alérgicas se ingeridos acima da IDA (ingestão diária aceitável), que é de 0,7 mg/kg de peso corpóreo. Adaptado de Ciência Hoje, vol 43, p 54, O número de milimols de sulfito ingerido por uma criança de 40 kg que alcançou a IDA corresponde a: (A) 0,35; (B) 0,70; (C) 1,40; (D) 2,10; (E) 2, O desenvolvimento de detergentes biodegradáveis surgiu para minimizar a ação poluente dos detergentes não biodegradáveis. No entanto, o nonil-fenol-etoxilado, um detergente biodegradável muito utilizado, produz na sua biodegradação 4-nonil-fenol, uma substância mais tóxica que ele próprio e que pode interferir no sistema endócrino dos seres humanos. Analise a estrutura do nonil-fenol-etoxilado mais simples a seguir: A relação correta entre a ação do detergente com a sua estrutura molecular, é: (A) o grupo etóxi é hidrofóbico e interage com a água através de forças de London; (B) a cadeia alquil é hidrofílica e interage com a água através de ligação hidrogênio; (C) o grupo etóxi é hidrofílico e interage com a água através de ligação hidrogênio; (D) a cadeia alquil é hidrofóbica e interage com a água através de forças dipolo-dipolo; (E) o grupo alquil é lipossolúvel e interage com as gorduras através de forças dipolo-dipolo. 8

9 27 - As reações de combustão produzem energia para diferentes atividades. A gasolina, obtida a partir da destilação fracionada do petróleo, é um dos combustíveis mais utilizados nos motores de diferentes tipos de veículos. Considere a gasolina uma mistura de hidrocarbonetos de fórmula molecular C 8 H 18 e a reação de combustão a seguir: 2C 8 H 18 (l) + 25O 2 (g) 16CO 2 (g) + 18H 2 O (l) Observe a seguinte tabela: Substância Entalpia de formação (kj/mol) C 8 H 18 (l) 257 CO 2 (g) 393 H 2 O (l) 242 Utilizando os valores das entalpias de formação no estado padrão da tabela, o valor da energia envolvida na queima de 1 mol de gasolina, em kj/mol é igual a: (A) 10130; (B) 5065; (C) 2532; (D) 1266; (E) A necessidade de gerar energia para o funcionamento de aparelhos eletrônicos portáveis, aumentou a demanda por pilhas que sejam cada vez menores e produzam maior quantidade de energia. Considere as semi-reações e os potenciais padrão de redução a seguir: A pilha que fornecerá a maior diferença de potencial (ddp) será representada por: (A) Al Al 3+ (1M) Hg 2+ (1M) Hg; (B) Hg Hg 2+ (1M) Al 3+ (1M) Al; (C) Cu Cu 2+ (1M) Zn 2+ (1M) Zn; (D) Zn Zn 2+ (1M) Al 3+ (1M) Al; (E) Cu Cu 2+ (1M) Al 3+ (1M) Al A N-acetilcisteína, cuja fórmula está escrita a seguir, vem sendo testada em pacientes renais crônicos para aumentar a filtragem do sangue e manter os doentes longe das máquinas de diálise por mais tempo. Duas funções orgânicas presentes na estrutura da N-acetilcisteína são: (A) álcool e cetona; (B) cetona e amina; (C) álcool e amida; (D) ácido carboxílico e amina; (E) ácido carboxílico e amida. 9

10 30 - leia o trecho abaixo: Dizem que leite faz a pele melhorar, Mas é para beber, meu bem, não para esfregar! Assim dizia o conselho, mas hoje sabemos que banhar a pele com leite também pode fazê-la parecer mais jovem. A indústria de cosméticos utiliza esta propriedade de derivados lácteos na composição de vários produtos para rejuvenescimento. Uma formulação cosmética utiliza, entre outras substâncias, ácido lático e tem o ph ajustado para 4. Neste ph a concentração de íons [H + ] em mol.l 1, corresponde a: (A) 10 4 ; (B) 10; (C) 4; (D) 10 4 ; (E) Metais de transição podem causar problemas ao meio ambiente e são tóxicos aos seres humanos. A tabela a seguir mostra os efeitos provocados no corpo humano por alguns metais de transição: Cádmio Chumbo Manganês Mercúrio Níquel Efeito Distúrbios gastrintestinais e respiratórios Cólicas abdominais e alterações no cérebro Febre e pneumonia Tremores, erupções da pele e alucinações Dermatites, dores de cabeça e nâuseas Ao ingerir um alimento contaminado com o metal que, dentre os apresentados na tabela, possui elétrons distribuídos em cinco níveis eletrônicos, uma pessoa poderá apresentar os seguintes sintomas: (A) Distúrbios gastrintestinais e respiratórios; (B) Cólicas abdominais e alterações no cérebro; (C) Febre e pneumonia; (D) Tremores, erupções da pele e alucinações; (E) Dermatites, dores de cabeça e náuseas Em 1968 no Japão, mais de mil pessoas adoeceram após comerem óleo de farelo de arroz que havia sido contaminado com bifenilas policloradas. Estes compostos são utilizados na fabricação de tintas, ceras, adesivos, lubrificantes e estão entre os mais perigosos já sintetizados, pois podem provocar danos aos sistemas imunológico, nervoso, endócrino e reprodutivo. Analise as estruturas de duas bifenilas tricloradas escritas a seguir: Os compostos apresentados são isômeros de: (A) cadeia; (B) função; (C) posição; (D) conformação; (E) compensação. 10

11 33 - A água contaminada com sais de metais alcalinos é denominada água dura. A dureza da água é resultado da dissolução de minerais dos solos e rochas e dos resíduos industriais. A água pode ser classificada de acordo com a concentração do carbonato de cálcio, conforme demonstra a tabela a seguir: Classificação Concentração de CaCO 3 (mg.l 1 ) Água mole < 50 Água moderadamente mole 50 a 100 Água levemente dura 100 a 150 Água moderadamente dura 150 a 250 Água dura 250 a 300 Água muito dura > 350 Uma amostra de água apresentou concentração de CaCO 3 igual a 2,7 x 10 3 mol.l 1, de acordo com a tabela, esta água pode ser classificada como: (A) moderadamente mole; (B) moderadamente dura; (C) levemente dura; (D) mole; (E) dura O metanol é um álcool combustível que pode ser obtido em laboratório através da reação entre cloro-metano e hidróxido de sódio aquoso. Para determinar a expressão da velocidade desta reação foram realizados quatro experimentos que estão sumarizados na tabela a seguir: Experimento [cloro-metano]mol.l 1 [OH]mol.L 1 Velocidade 1 1,0 x ,0 4,9 x ,0 x ,0 9,8 x ,0 x ,0 9,8 x ,0 x ,0 19,6 x 10 7 De acordo com os dados, a expressão que descreve a lei da velocidade da reação é: (A) v = k [cloro-metano] 2 [OH ] 2 ; (B) v = k [cloro-metano] [OH ]; (C) v = k [cloro-metano] 1/2 [OH ] 1/2 ; (D) v = k [cloro-metano] 2 ; (E) v = k [OH ] A hidrosfera corresponde a aproximadamente 80% da superfície terrestre. A tabela a seguir apresenta a abundância dos cinco principais elementos que compõem a hidrosfera: Elemento Abundância (% em massa) Oxigênio 85,95 Hidrogênio 10,74 Cloro 1,90 Sódio 1,10 Magnésio 0,13 Duas substâncias, I e II, foram obtidas a partir da combinação de elementos da tabela. Substância I Resultado da combinação do ametal mais abundante com o metal menos abundante. Substância II Resultado da combinação do ametal menos abundante com o metal mais abundante. As nomenclaturas das substâncias I e II são: (A) I cloreto de magnésio e II cloreto de sódio; (B) I óxido de sódio e II cloreto de magnésio; (C) I óxido de sódio e II ácido clorídrico; (D) I óxido de magnésio e II óxido de sódio; (E) I óxido de magnésio e II cloreto de sódio. 11

12 36 - A diferença entre Mitose e Meiose é: BIOLOGIA (A) na mitose, as células filhas são haplóides; na meiose, as células filhas são diplóides; (B) na metáfase da mitose, os cromossomos não estão pareados; na metáfase da meiose, os cromossomos estão pareados; (C) na mitose, não há duplicação do material genético; na meiose há duplicação do material genético; (D) na anáfase da mitose, ocorre separação de pares homólogos; na anáfase da meiose ocorre separação das cromátides; (E) na prófase da mitose, os cromossomos são filamentos simples; na prófase da meiose os cromossomos são filamentos duplos A quantidade de pigmento na pele humana pode aumentar sob a ação dos raios solares. A herança da cor da pele humana parece ser determinada no mínimo por dois pares de alelos, cada um localizado em diferentes pares de cromossomos homólogos. Supondo-se que a herança da cor da pele humana seja determinada por apenas dois pares de alelos, a probabilidade de um casal, ele mulato médio filho de mãe branca, ela mulata clara, terem uma criança do sexo masculino e branco é: (A) 1/32; (B) 1/16; (C) 1/8; (D 1/4; (E) 1/ A gametogênese ocorre nas gônadas. Os espermatozóides são produzidos por espermatogênese nos testículos. A espermatogênese é dividida em quatro fases: multiplicação, crescimento, maturação e espermíogênese. Na espermíogênese encontramos uma seqüência de células: gônias, cito I, cito II, tide e espermatozóide. A partir de 200 gônias e 200 cito II, serão produzidos, respectivamente os seguintes espermatozóides: (A) 200 e 800; (B) 400 e 800; (C) 400 e 200; (D) 200 e 400; (E) 800 e Brincando com seu cãozinho de estimação, você encontrou um carrapato e uma pulga. Sabendo-se que ambos são artrópodos parasitas, a característica de apenas um deles com relação ao número de patas e divisão corporal é: (A) Carrapato: quatro pares de patas; cefalotórax e abdome; (B) Pulga: quatro pares de patas, cabeça, tórax e abdome; (C) Carrapato: três pares de patas, cabeça, tórax e abdome; (D) Pulga: três pares de patas, cefalotórax e abdome; (E) Carrapato: Número variado de patas; cefalotórax e abdome O corpo dos animais pluricelulares é constituído por tecidos. Estes podem ser agrupados em quatro categorias fundamentais: epitelial, conjuntivo, muscular e nervoso. Uma das características dos tecidos animais é: (A) a célula nervosa tem prolongamentos ramificados, os axônios e um cilindro que é o dendrito, geralmente mais longo que os axônios; (B) o tecido conjuntivo denso tem seus componentes igualmente distribuídos por células, fibras e material intercelular que preenche os espaços entre feixes musculares; (C) o tecido ósseo é o tecido de sustentação que apresenta maior rigidez e forma os ossos do esqueleto os quais são constituídos pelas células ósseas, os osteoblastos e por uma matriz compacta; (D) o tecido muscular liso é um tecido estriado cujas células são alongadas, cilíndricas e multinucleadas; (E) o epitélio de revestimento externo protege o organismo contra desidratação, atrito e invasão bacteriana. 12

13 41 - Uma novidade da célula eucariota é sua divisão em compartimentos. Os dois compartimentos exclusivamente de células vegetais são: (A) mitocôndria - cloroplastos; (B) tilacóides - ribossomos; (C) cloroplastos - tilacóides; (D) ribossomos - lisossomos; (E) lisossomos - mitocôndria Um cientista ao colocar células animais em água destilada, constatou que as mesmas estouravam. Para que esse fenômeno ocorra é necessário que a água destilada esteja: (A) hipertônica, pois tem concentração menor que a das células animais; (B) hipertônica, pois tem concentração maior que a das células animais; (C) isotônica, pois tem concentração igual que a das células animais; (D) hipotônica, pois tem concentração menor que a das células animais; (E) hipotônica, pois tem concentração maior que a das células animais A glândula pineal é uma pequena glândula derivada do teto do diencéfalo (epitálamo). Mede cerca de 7mm de comprimento e 4mm de largura, produzindo o hormônio melatonina a partir da serotonina. Baseando-se na afirmação acima a produção de melatonina está: (A) sob influência do hormônio tireoideotrópico da hipófise, os hormônios tri-iodotiroxina (T3) e tiroxina (T4); (B) ligada ao aumento da permeabilidade das membranas das células dos túbulos renais à água, o que aumenta a absorção de água, produzindo urina mais concentrada; (C) diretamente ligada à presença de luz, quando a luz incide na retina, o nervo óptico e as demais conexões neuronais levam as informações até a glândula pineal, inibindo a produção do hormônio; (D) atuando sobre o córtex da glândula adrenal (ou supra-renal) estimulando a atividade secretora; (E) ajudando o excesso de somatotropina que determina no organismo de determinadas pessoas o gigantismo e na falta do mesmo, o nanismo O sistema digestório humano é formado por um longo tubo de cerca de nove metros de comprimento e de glândulas anexas. A hidrólise das proteínas é realizada pela: (A) tripsina que é produzida no pâncreas e atua no estômago; (B) pepsina que é produzida no pâncreas a atua no duodeno; (C) tripsina que é produzida no estômago e atua no duodeno; (D) pepsina que é produzida no estômago e atua no duodeno; (E) tripsina que é produzida no pâncreas e atua no duodeno Leia o texto a seguir: (...) Charles Darwin: bem de vida, um whig imperturbável, um homem que viajou pelo mundo com financiamento privado e que havia passado cinco anos a bordo do HMS Beagle, um navio de Sua Majestade, como companheiro de refeições do aristocrático capitão. Possuía uma fortuna particular e uma reputação como geólogo em ascensão. Desmond, Adrian e Moore, James. Darwin A vida de um evolucionista atormentado. Geração Editorial p.17 É sabido que a teoria de Charles Darwin abalou o século XIX, sendo até a atualidade, debatida e contestada, enfim é um teórico insuperável, para alguns cientistas. A teoria defendida por Darwin é : (A) Que o uso de determinadas partes do corpo do organismo faz com que estas se desenvolvam, e o desuso faz com que se atrofiem; (B) Determinada pela formação dos gametas, o par de fatores responsável por uma característica separa-se independentemente de outro par de fatores responsável por outra característica; (C) Determinada pela probabilidade que é utilizada para estimar matematicamente resultados de eventos que ocorrem ao acaso, a previsão dos resultados é realizada com base em grande número de repetição de eventos, quanto maior o número de repetições, mais precisa será a previsão dos resultados; (D) Que onde os indivíduos de determinada população apresentem variações vantajosas para a sobrevivência em um ambiente particular são selecionados positivamente, deixando maior número de descendentes que os indivíduos que não as apresentam; (E) Que onde cada caráter é determinado por um par de fatores que se separam na formação dos gametas, indo apenas um dos fatores do par para cada gameta, que é portanto, puro. 13

14 46 - Leia o texto a seguir: Escola Superior de Ciências da Saúde VESTIBULAR (...) como prova da uberdade multiforme da sua fazenda, sem viu-nos ele, algumas vezes, batatas que haviam prosperado excelentemente. (...) A raiz da mandioca, excetuando as vargens úmidas, dá por toda parte na província. (...) bananeiras, goiabeiras, laranjeiras, etc, florescem no tempo das chuvas.(...) Às vezes, vê-se o mais promissor laranjal fenecer, atacado pelas formigas. (...) bandos de macacos, papagaios e outras aves caem em cima das roças; as pacas, as cutias e outras espécies de porquinhos, (...) Spix e Martius. Viagem pelo Brasil Tomo I Rio de Janeiro, Melhoramentos. Os animais do filo Cordata apresentam as seguintes características: (A) Aorta sinistra -Placenta-pele queratinizada - fecundação interna; (B) Pele queratinizada- ovo com casca-fecundação externa- aorta sinistra; (C) Penas - fecundação interna- Aorta destra - ovo com casca; (D) Fecundação interna- ovo sem casca - aorta destra - ausência de anexos embrionários; (E) Presença de anexos embrionários - aorta sinistra - pele queratinizada - ovo sem casca Leia o texto a seguir: Chamamos biodiversidade a variedade de espécies existentes em determinado lugar ou no próprio planeta. Até o momento, foram identificados em todo o mundo cerca de 2 milhões de espécies de seres vivos, mas podem existir dez ou até cem vezes mais espécies, que ainda não foram identificadas. Linhares, Sérgio e Gewandsznajder, fernando. Biologia Hoje. Editora Ática. P.20 Com alusão aos animais da América do Sul, aqueles que dependem da produção de calor pelo seu metabolismo para elevar sua temperatura e mantê-la constante são: (A) Anta - Arara - Onça preta; (B) Tartaruga da amazônia - Jaguatirica - Cachorro-do-mato; (C) Jacaré - Colhereiro - Onça preta; (D) Rã de chifre - Lhama - Tucano; (E) Jibóia - Avestruz americana - Tamanduá bandeira Leia o texto abaixo: O cavalo tem ar-condicionado para neurônios. Depois de horas de galope, o sangue de um cavalo esquenta um bocado. Tecnicamente, tanto calor poderia danificar as células do cérebro do animal. Mas uma pesquisa revelou que o eqüino evita o superaquecimento dos neurônios com um curioso sistema de refrigeração, feito de bolsas de ar. SUPER interessante. Abril,2000. p.14 Uma característica das sinapses nervosas é: (A) as sinapses elétricas entre neurônios são comuns, nos vertebrados elas ocorrem, por exemplo, em regiões do sistema nervoso central relacionadas com a produção de movimentos lentos e repetitivos; (B) as sinapses elétricas ocorrem somente entre células da musculatura não-estriada e entre células da musculatura cardíaca; (C) os neurotransmissores liberados são a acetilcolina, a noradrenalina e a adrenalina; (D) as sinapses químicas caracteriza-se pela presença de contato físico entre os neurônios nos locais de passagem do estímulo nervoso; (E) os neurotransmissores liberados no espaço sináptico ligam-se a lipídios receptores da membrana da célula pós-sináptica. 14

15 INFORMAÇÕES ADICIONAIS Núcleo de Computação Eletrônica Divisão de Concursos Endereço: Av. Athos da Silveira Ramos, Ed. do CCMN, Bloco C e E Ilha do Fundão - Cidade Universitária - Rio de Janeiro/RJ Caixa Postal: CEP Central de Atendimento: (21) Informações: Dias úteis, de 8 h às 17 h (horário de Brasília) Site:

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA Questão 1: As bebidas alcoólicas contêm etanol e podem ser obtidas pela destilação do álcool (ex. whiskey e vodka) ou pela fermentação de uma variedade de produtos como frutas e outros vegetais (ex. vinho

Leia mais

ESTUDO BASE 8 ANO. Prof. Alexandre

ESTUDO BASE 8 ANO. Prof. Alexandre ESTUDO BASE 8 ANO Prof. Alexandre FORMA E FUNÇÃO Natureza FORMA E FUNÇÃO Artificiais FORMA E FUNÇÃO Todos os objetos apresentam uma relação intíma entre sua forma e função Relação = FORMA/FUNÇÃO BIOLOGIA

Leia mais

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Os metais alcalinos, ao reagirem com água, produzem soluções dos respectivos hidróxidos e gás hidrogênio. Esta tabela apresenta

Leia mais

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico 1. (UFF 2009) Desde a Antiguidade, diversos povos obtiveram metais, vidro, tecidos, bebidas alcoólicas, sabões, perfumes, ligas metálicas, descobriram elementos

Leia mais

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução Química QUESTÃO 1 Um recipiente contém 100 ml de uma solução aquosa de H SO 4 de concentração 0,1 mol/l. Duas placas de platina são inseridas na solução e conectadas a um LED (diodo emissor de luz) e a

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS 3 PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS QUÍMICA 01 - O dispositivo de segurança que conhecemos como air-bag utiliza como principal reagente para fornecer o gás N 2 (massa molar igual a 28 g mol -1

Leia mais

LIVRETE DE QUESTÕES E RASCUNHO. 1) Confira seus dados e assine a capa deste Livrete de Questões e Rascunho somente no campo próprio.

LIVRETE DE QUESTÕES E RASCUNHO. 1) Confira seus dados e assine a capa deste Livrete de Questões e Rascunho somente no campo próprio. P R OVA D I S C U R S I VA LIVRETE DE QUESTÕES E RASCUNHO 2 1 / 1 1 2 0 1 5 V E S T I B U L A R 2 0 1 6 INSTRUÇÕES 1) Confira seus dados e assine a capa deste Livrete de Questões e Rascunho somente no

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE QUESTÃO 01 Um estudante listou os seguintes processos como exemplos de fenômenos que envolvem reações químicas: I adição de álcool à gasolina. II fermentação da massa

Leia mais

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA REVISÃO QUÍMICA Profº JURANDIR QUÍMICA DADOS 01. (ENEM 2004) Em setembro de 1998, cerca de 10.000 toneladas de ácido sulfúrico (H 2 SO 4 ) foram derramadas pelo navio Bahamas no litoral do Rio Grande

Leia mais

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA QUESTÃO 01 Em uma determinada transformação foi constatado que poderia ser representada

Leia mais

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D Questão 61 A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). Essa solução ácida ataca o mármore, desprendendo gás carbônico, segundo a reação

Leia mais

Questão 89. Questão 91. Questão 90. alternativa A. alternativa E

Questão 89. Questão 91. Questão 90. alternativa A. alternativa E Questão 89 O esquema representa o sistema digestório humano e os números indicam alguns dos seus componentes. Nível de açúcar no sangue mg/100ml 200 150 100 50 B A 0 1 2 3 4 5 Número de horas após a alimentação

Leia mais

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS HISTOLOGIA = estudo dos tecidos TECIDOS Grupos de células especializadas, semelhantes ou diferentes entre si, e que desempenham funções específicas. Num

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2

Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2 11 Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2 4 ), para que a água esteja em conformidade com

Leia mais

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS PROCESSO SELETIVO 2008/2 - CPS PROVA DISCURSIVA DE BIOLOGIA INSTRUÇÕES: CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1. Só abra a prova quando autorizado. 2. Veja se este caderno contém 10 (dez) questões discursivas.

Leia mais

Resolução Comentada - Química

Resolução Comentada - Química Resolução Comentada - Química UFTM 2013 1 Fase Vestibular UFTM 2013 1 Resolução Prova de Química Tipo 1 Questão 76 A soja é considerada um dos alimentos mais completos em termos de propriedades nutricionais,

Leia mais

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões:

Recuperação. Células tecidos órgãos sistemas. - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: Recuperação Capítulo 01 - Níveis de organização Células tecidos órgãos sistemas - As células são as menores unidades vivas e são formadas por três regiões: A- Membrana Plasmática - Revestimento da célula;

Leia mais

2a. prova Simulado 5 Dissertativo 26.09.06 BIOLOGIA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO

2a. prova Simulado 5 Dissertativo 26.09.06 BIOLOGIA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO Simulado 5 Padrão FUVEST Aluno: N o do Cursinho: Sala: BIOLOGIA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO 1. Aguarde a autorização do fiscal para abrir o caderno de questões e iniciar a prova. 2. Duração

Leia mais

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo II 2 a série do ensino médio Fase 02 Aluno: Idade: Instituição de Ensino: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS

Leia mais

Exercícios 3º ano Química -

Exercícios 3º ano Química - Exercícios 3º ano Química - Ensino Médio - Granbery 01-ufjf-2003- Cada vez mais se torna habitual o consumo de bebidas especiais após a prática de esportes. Esses produtos, chamados bebidas isotônicas,

Leia mais

A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático).

A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). 61 b A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). Essa solução ácida ataca o mármore, desprendendo gás carbônico, segundo a reação descrita

Leia mais

b) Calcule o número de oxidação do fósforo e as cargas formais dos átomos de fósforo, oxigênio e hidrogênio na estrutura.

b) Calcule o número de oxidação do fósforo e as cargas formais dos átomos de fósforo, oxigênio e hidrogênio na estrutura. QUÍMICA 01. ácido sulfúrico, assim como o íon hidrogenossulfato, reage com bases fortes, como hidróxido de sódio, liberando calor para as vizinhanças. Dados: M (g.mol-1) H = 1,008; = 15,999; S = 32,06;

Leia mais

O interesse da Química é analisar as...

O interesse da Química é analisar as... O interesse da Química é analisar as... PROPRIEDADES CONSTITUINTES SUBSTÂNCIAS E MATERIAIS TRANSFORMAÇÕES ESTADOS FÍSICOS DOS MATERIAIS Os materiais podem se apresentar na natureza em 3 estados físicos

Leia mais

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém sete questões, constituídas de itens e subitens, e é composto de dezesseis

Leia mais

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno UNESP- 2013- Vestibular de Inverno 1-Compostos de crômio têm aplicação em muitos processos industriais, como, por exemplo, o tratamento de couro em curtumes e a fabricação de tintas e pigmentos. Os resíduos

Leia mais

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS

DURAÇÃO DA PROVA: 03 HORAS INSTRUÇÕES: PRCESS SELETIV 2013/2 - CPS PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA CURS DE GRADUAÇÃ EM MEDICINA 1. Só abra a prova quando autorizado. 2. Veja se este caderno contém 5 (cinco) questões discursivas. Caso

Leia mais

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM)

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) 1-Leia o texto a seguir. Com o passar do tempo, objetos de prata escurecem e perdem seu brilho em decorrência da oxidação desse metalpelo seu contato com oxigênio e

Leia mais

Versão 2. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 2. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Físico-Química Versão 2 Teste Intermédio Físico-Química Versão 2 Duração do Teste: 90 minutos 18.04.2013 9.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro????????????

Leia mais

Sistema Endócrino: controle hormonal

Sistema Endócrino: controle hormonal Sistema Endócrino: controle hormonal Todos os processos fisiológicos estudados até agora, como digestão, respiração, circulação e excreção, estão na dependência do sistema que fabrica os hormônios. O sistema

Leia mais

3º trimestre- LISTA DE EXERCICIOS - Biologia - CESINHA Ensino Médio 1º ano classe: Prof. Cesinha Nome: nº

3º trimestre- LISTA DE EXERCICIOS - Biologia - CESINHA Ensino Médio 1º ano classe: Prof. Cesinha Nome: nº . 3º trimestre- LISTA DE EXERCICIOS - Biologia - CESINHA Ensino Médio 1º ano classe: Prof. Cesinha Nome: nº Valor: 10 Nota:. 1. (Uel 2015) Leia o texto a seguir. Quando se fala em divisão celular, não

Leia mais

Células procarióticas

Células procarióticas Pró Madá 1º ano Células procarióticas Citosol - composto por 80% de água e milhares de tipos de proteínas, glicídios, lipídios, aminoácidos, bases nitrogenadas, vitaminas, íons. Moléculas de DNA e ribossomos

Leia mais

Reações Químicas Reações Químicas DG O QUE É UMA REAÇÃO QUÍMICA? É processo de mudanças químicas, onde ocorre a conversão de uma substância, ou mais, em outras substâncias. A + B REAGENTES C +

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este caderno contendo

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão.

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão. QUÍMICA QUESTÃ 01 Aparelhos eletrônicos sem fio, tais como máquinas fotográficas digitais e telefones celulares, utilizam, como fonte de energia, baterias recarregáveis. Um tipo comum de bateria recarregável

Leia mais

Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de cima para baixo.

Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de cima para baixo. CNHECIMENTS GERAIS 01 Analise a veracidade (V) ou falsidade (F) das proposições abaixo, quanto aos efeitos negativos da utilização de combustíveis fósseis sobre o ambiente. ( ) A combustão de gasolina

Leia mais

Fração. Página 2 de 6

Fração. Página 2 de 6 1. (Fgv 2014) De acordo com dados da Agência Internacional de Energia (AIE), aproximadamente 87% de todo o combustível consumido no mundo são de origem fóssil. Essas substâncias são encontradas em diversas

Leia mais

Esse grupo também é conhecido como calcogênios. Todos os elementos desse grupo

Esse grupo também é conhecido como calcogênios. Todos os elementos desse grupo O GRUPO DO OXIGÊNIO GRUPO 16 OU VI Esse grupo também é conhecido como calcogênios. Todos os elementos desse grupo possuem 6 elétrons na camada de valência. Carga desses elementos: - 2 OXIGÊNIO O oxigênio

Leia mais

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE QUESTÃO 1 Peso 2 A dissolução do cloreto de amônio, NH 4 Cl(s), em água ocorre

Leia mais

Aluno(a): Código: 2 Rua T-53 Qd. 92 Lt. 10/11 nº 1356 Setor Bueno 62-3285-7473 www.milleniumclasse.com.br

Aluno(a): Código: 2 Rua T-53 Qd. 92 Lt. 10/11 nº 1356 Setor Bueno 62-3285-7473 www.milleniumclasse.com.br Aluno(a):_ Código: Série: 1ª Turma: Data: / / 01. O casal Fernando e Isabel planeja ter um filho e ambos têm sangue do tipo A. A mãe de Isabel tem sangue do tipo O. O pai e a mãe de Fernando têm sangue

Leia mais

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 CATEGORIA EM-2 Nº INSCRIÇÃO: Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 Questão 3: O chamado soro caseiro é uma tecnologia social que consiste na preparação e administração de uma mistura de água,

Leia mais

Questão 69. Questão 70. alternativa B. alternativa A

Questão 69. Questão 70. alternativa B. alternativa A Questão 69 Em um bate-papo na Internet, cinco estudantes de química decidiram não revelar seus nomes, mas apenas as duas primeiras letras, por meio de símbolos de elementos químicos. Nas mensagens, descreveram

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Informações de Tabela Periódica CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Folha de Dados Elemento H C N O F Al Cl Zn Sn I Massa atômica (u) 1,00 12,0 14,0

Leia mais

EXERCÍCIOS PARA O 8 ANO (2015)

EXERCÍCIOS PARA O 8 ANO (2015) EXERCÍCIOS PARA O 8 ANO (2015) 1- A Fábrica Celular Células de bactérias (procarióticas) e células animais (eucarióticas), apresentam semelhanças e diferenças. a) Qual a estrutura presente em ambas que

Leia mais

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo.

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. QUÍMICA As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado para as usinas de compostagem, após a reciclagem, obtém-se

Leia mais

VALOR NUTRITIVO DA CARNE

VALOR NUTRITIVO DA CARNE VALOR NUTRITIVO DA CARNE Os alimentos são consumidos não só por saciarem a fome e proporcionarem momentos agradáveis à mesa de refeição mas, sobretudo, por fornecerem os nutrientes necessários à manutenção

Leia mais

Fazendo a digestão. A voz do professor. A voz do professor. De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis?...

Fazendo a digestão. A voz do professor. A voz do professor. De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis?... A U A UL LA Fazendo a digestão Atenção De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis? Nosso corpo é semelhante a um carro. Como você acha que conseguimos energia para viver? Um corpo

Leia mais

Química Geral I. Experimento 3 Tendências Periódicas

Química Geral I. Experimento 3 Tendências Periódicas Universidade Estadual do Norte Fluminense Centro de Ciência e Tecnologia Laboratório de Ciências Químicas Química Geral I Experimento 3 Tendências Periódicas 1 - OBJETIVOS Relacionar a reatividade química

Leia mais

Instruções. Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que prejudique a leitura, peça imediatamente ao Fiscal que o substitua.

Instruções. Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que prejudique a leitura, peça imediatamente ao Fiscal que o substitua. 2 1 Instruções Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Sistema Endócrino Mensagem Química: Hormônios Os hormônios são substâncias químicas liberadas na corrente sanguínea

Leia mais

Nas condições citadas, a equação global corretamente balanceada da eletrólise da água é: b) H 2 + O 2. d) 2H 2

Nas condições citadas, a equação global corretamente balanceada da eletrólise da água é: b) H 2 + O 2. d) 2H 2 QUÍMICA As questões 31 e 32 referem-se às informações abaixo. Por contribuir para a preservação ambiental, o uso do gás hidrogênio, como combustível economicamente viável, já está sendo considerado como

Leia mais

Níveis de. Organização do. Corpo Humano

Níveis de. Organização do. Corpo Humano Níveis de Organização do Corpo Humano No corpo humano existem vários grupos de células semelhantes entre si. Cada grupo constitui um TECIDO Semelhança de forma: todas destinam-se a uma função específica.

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 1ª SÉRIE TURMA: 1101 DATA: NOME: Nº

EXERCÍCIOS ON LINE 1ª SÉRIE TURMA: 1101 DATA: NOME: Nº EXERCÍCIOS ON LINE 3º Bimestre DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A): LEANDRO 1ª SÉRIE TURMA: 1101 DATA: NOME: Nº 1. Qual a composição química da membrana plasmática? 2. A célula apresenta membrana plasmática

Leia mais

(A) uréia (B) ácido úrico (C) ácido pirúvico (D) gás carbônico (A) 0,1 (B) 0,6 (C) 1,8 (D) 2,4

(A) uréia (B) ácido úrico (C) ácido pirúvico (D) gás carbônico (A) 0,1 (B) 0,6 (C) 1,8 (D) 2,4 QUESTÃO Observe, abaixo, o esquema simplificado de como acontece, em diversos animais, o catabolismo 22 do aminoácido alanina. Nos animais ovíparos, como as aves e os répteis, o principal produto de excreção

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: / /2013 Nota: Professor(a): Karina Valor da Prova: 90 pontos MATUTINO: Orientações

Leia mais

Conteúdo para Recuperação Final de Química. 1 ano do Ensino Médio. Bimestre Apostila Tema Páginas

Conteúdo para Recuperação Final de Química. 1 ano do Ensino Médio. Bimestre Apostila Tema Páginas Conteúdo para Recuperação Final de Química 1 ano do Ensino Médio Bimestre Apostila Tema Páginas 1 1 2 Substâncias e átomos: tipos de substâncias, simples ou composta, íons, núcleo e eletrosfera, isótopos,

Leia mais

A resposta correta deve ser a letra B.

A resposta correta deve ser a letra B. ITA - 1999 1- (ITA-99) Assinale a opção CORRETA em relação à comparação das temperaturas de ebulição dos seguintes pares de substâncias: a) Éter dimetílico > etanol; Propanona > ácido etanóico; Naftaleno

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

2a. prova Simulado 5 Dissertativo 27.09.06 QUÍMICA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO

2a. prova Simulado 5 Dissertativo 27.09.06 QUÍMICA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO Simulado 5 Padrão FUVEST Aluno: N o do Cursinho: Sala: QUÍMICA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO 1. Aguarde a autorização do fiscal para abrir o caderno de questões e iniciar a prova. 2. Duração da

Leia mais

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor VESTIB LAR Gabarito Química - Grupo A 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor Muitos álcoois, como o butanol (C 4 H 10 O), têm importância comercial como solventes e matériasprimas na produção industrial

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA UFJF CNCURS VESTIBULAR 2011-2 GABARIT DA PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA Questão 1 Sabe-se que compostos constituídos por elementos do mesmo grupo na tabela periódica possuem algumas propriedades químicas semelhantes.

Leia mais

ENEM 2009 - Prova resolvida Química

ENEM 2009 - Prova resolvida Química ENEM 2009 - Prova resolvida Química 01. A atmosfera terrestre é composta pelos gases nitrogênio (N 2) e oxigênio (O 2), que somam cerca de 99 %, e por gases traços, entre eles o gás carbônico (CO 2), vapor

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

EXAME DISCURSIVO 2ª fase

EXAME DISCURSIVO 2ª fase EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 Biologia Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Biologia. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

ELIANE E MAITHÊ. Leis de Newton. Força peso

ELIANE E MAITHÊ. Leis de Newton. Força peso ELIANE E MAITHÊ Leis de Newton Força peso Objetivo: Evidenciar que a força peso atua em um corpo mesmo ele não estando em queda livre e investigar a direção da força peso. Materiais:Duas garrafas PET do

Leia mais

De onde vêm as lágrimas?

De onde vêm as lágrimas? De onde vêm as lágrimas? É toda substância que, em solução aquosa, sofre dissociação, liberado pelo menos um cátion diferente de H + e um ânion diferente de OH -. a) Presença de oxigênio b) Sal não oxigenado

Leia mais

Sistema endócrino I. As células produtoras de hormônios estão geralmente reunidas em órgãos denominados glândulas endócrinas.

Sistema endócrino I. As células produtoras de hormônios estão geralmente reunidas em órgãos denominados glândulas endócrinas. RESUMO DE AULA Sistema endócrino I O funcionamento e equilíbrio fisiológico do corpo humano dependem em parte da comunicação entre as células por meio de mensageiros químicos denominados de hormônios.

Leia mais

Glândulas endócrinas:

Glândulas endócrinas: SISTEMA ENDOCRINO Glândulas endócrinas: Funções: Secreções de substâncias (hormônios) que atuam sobre célula alvo Regulação do organismo (homeostase) Hormônios: Substâncias químicas que são produzidas

Leia mais

BIOLOGIA. (A) a transmissão se dá pela ingestão de alimentos contaminados. (B) o mosquito transmissor da doença se reproduz em locais com água parada.

BIOLOGIA. (A) a transmissão se dá pela ingestão de alimentos contaminados. (B) o mosquito transmissor da doença se reproduz em locais com água parada. BIOLOGIA 21ª QUESTÃO A dengue é uma doença infecciosa aguda causada por vírus. Seus principais sintomas são febre súbita, fortes dores musculares, moleza, dor de cabeça, manchas vermelhas no corpo e dores

Leia mais

TECNOLOGIA DE Sabões e detergentes. Conteúdos a serem abordados: --Tensão superficial -- Polaridade -- Forças intermoleculares

TECNOLOGIA DE Sabões e detergentes. Conteúdos a serem abordados: --Tensão superficial -- Polaridade -- Forças intermoleculares TECNOLOGIA DE Sabões e detergentes Conteúdos a serem abordados: --Tensão superficial -- Polaridade -- Forças intermoleculares Tensão superficial Força existente na superfície de líquidos em repouso. Fortes

Leia mais

14 COMBUSTÍVEIS E TEMPERATURA DE CHAMA

14 COMBUSTÍVEIS E TEMPERATURA DE CHAMA 14 COMBUSTÍVEIS E TEMPERATURA DE CHAMA O calor gerado pela reação de combustão é muito usado industrialmente. Entre inúmeros empregos podemos citar três aplicações mais importantes e frequentes: = Geração

Leia mais

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g (ACAFE) Foi dissolvida uma determinada massa de etanol puro em 200 g de acetona acarretando em um aumento de 0,86 C na temperatura de ebulição da acetona. Dados: H: 1 g/mol, C: 12 g/mol, O: 16 g/mol. Constante

Leia mais

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014.

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. 1- Prazeres, benefícios, malefícios, lucros cercam o mundo dos refrigerantes. Recentemente, um grande fabricante nacional anunciou que havia reduzido em 13

Leia mais

COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS

COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS COMPOSTOS INORGÂNICOS Não apresentam Carbono em sua estrutura DOIS TIPOS: Água e Sais Minerais ÁGUA:

Leia mais

Distribuição esquemática de íons de um sal dissolvido em água

Distribuição esquemática de íons de um sal dissolvido em água UNESP 2011/2 1-Soluções são misturas homogêneas de duas ou mais substâncias. A água é um solvente muito eficaz para solubilizar compostos iônicos. Quando um composto iônico se dissolve em água, a solução

Leia mais

COVEST/UFPE 2003 2ª ETAPA

COVEST/UFPE 2003 2ª ETAPA COVEST/UFPE 2003 2ª ETAPA 97. A solubilidade do oxalato de cálcio a 20 C é de 33,0 g por 100 g de água. Qual a massa, em gramas, de CaC 2 O 4 depositada no fundo do recipiente quando 100 g de CaC 2 O 4

Leia mais

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica:

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: 1. Considere que, durante esse experimento, a diminuição de massa se

Leia mais

a) Qual a configuração eletrônica do cátion do alumínio isoeletrônico ao gás nobre neônio?

a) Qual a configuração eletrônica do cátion do alumínio isoeletrônico ao gás nobre neônio? Questão 1: O Brasil é o campeão mundial da reciclagem de alumínio, colaborando com a preservação do meio ambiente. Por outro lado, a obtenção industrial do alumínio sempre foi um processo caro, consumindo

Leia mais

INFORMAÇÃO EXAME DA PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS 2015/2016

INFORMAÇÃO EXAME DA PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS 2015/2016 INFORMAÇÃO EXAME DA PROVA DE INGRESSO PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS 2015/2016 Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) Componente Específica de

Leia mais

NUTRIÇÃO. Prof. Marta E. Malavassi

NUTRIÇÃO. Prof. Marta E. Malavassi Prof. Marta E. Malavassi Conceito: processo orgânico que envolve ingestão, digestão, absorção, transporte e eliminação das substâncias alimentares para a manutenção de funções, a formação e regeneração

Leia mais

FIEB FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI CURSINHO PREPARATÓRIO PARA VESTIBULARES PROVA DE QUÍMICA 2016

FIEB FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI CURSINHO PREPARATÓRIO PARA VESTIBULARES PROVA DE QUÍMICA 2016 FIEB FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI CURSINHO PREPARATÓRIO PARA VESTIBULARES PROVA DE QUÍMICA 2016 NOME: INSCRIÇÃO: RG: E-MAIL: TEL: INSTRUÇÕES Verifique se este caderno corresponde a sua opção

Leia mais

2. (Ifsc 2014) A reação abaixo representa este processo: CO 3H H COH H O ΔH 12 kcal/mol

2. (Ifsc 2014) A reação abaixo representa este processo: CO 3H H COH H O ΔH 12 kcal/mol 1. (Uel 2014) A gasolina é uma mistura de vários compostos. Sua qualidade é medida em octanas, que definem sua capacidade de ser comprimida com o ar, sem detonar, apenas em contato com uma faísca elétrica

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente BIOLOGIA I TRIMESTRE A descoberta da vida Biologia e ciência Origem da vida

Leia mais

www.professormazzei.com Assunto: TERMOQUÍMICA Folha 3.1 Prof.: João R. Mazzei

www.professormazzei.com Assunto: TERMOQUÍMICA Folha 3.1 Prof.: João R. Mazzei 01- (FUVEST-1994) Considere a reação de fotossíntese (ocorrendo em presença de luz e clorofila) e a reação de combustão da glicose representadas a seguir: 6CO (g) + 6H O(l) ë C H O (s) + 6O (g) C H O (s)

Leia mais

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física A Importância dos Alimentos Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estar e a

Leia mais

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS A correção de cada questão será restrita somente ao que estiver registrado no espaço

Leia mais

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32 QUÍMICA Questão 3 Em 9,9 g de um sal de cálcio encontra-se 0,5 mol desse elemento. Qual a massa molar do ânion trivalente que forma esse sal? Dado: Ca 40 g/mol. (A) 39 g/mol. (B) 278 g/mol. (C) 63,3 g/mol.

Leia mais

Prova de Química e Biologia

Prova de Química e Biologia Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores do IPVC dos Maiores de 23 Anos Prova de Química e Biologia Prova modelo Prova Específica de Química

Leia mais

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ 01. Observe na tabela a distribuição percentual dos principais elementos químicos cujos átomos, combinados,

Leia mais

Profa. Joyce Silva Moraes

Profa. Joyce Silva Moraes Alimentação e Saúde Profa. Joyce Silva Moraes saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estarestar e a disposição para realizar todas as atividades. demonstrar

Leia mais

II.4 - Histofisiologia dos Epitélios Glandulares:

II.4 - Histofisiologia dos Epitélios Glandulares: Capítulo 1: Parte 3 1 II.4 - Histofisiologia dos Epitélios Glandulares: O epitélio que participa principalmente da secreção está geralmente disposto em estruturas denominadas glândulas. As substâncias

Leia mais

PROFESSOR GUILHERME BIOLOGIA

PROFESSOR GUILHERME BIOLOGIA Laranjeiras do Sul: Av. 7 de Setembro, 1930. Fone: (42) 3635 5413 Quedas do Iguaçu: Pça. Pedro Alzide Giraldi, 925. Fone: (46) 3532 3265 www.genevestibulares.com.br / contato@genevestibulares.com.br PROFESSOR

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco

Leia mais

TERMOQUÍMICA. O que é o CALOR? Energia térmica em transito

TERMOQUÍMICA. O que é o CALOR? Energia térmica em transito TERMOQUÍMICA Termoquímica PROF. Prof. DAVID David TERMOQUÍMICA O que é o CALOR? Energia térmica em transito TERMOQUÍMICA Estuda as quantidades de calor liberadas ou absorvidas durante as reações químicas

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Resposta

Questão 1. Questão 2. Resposta Questão 1 Água pode ser eletrolisada com a finalidade de se demonstrar sua composição. A figura representa uma aparelhagem em que foi feita a eletrólise da água, usando eletrodos inertes de platina. a)

Leia mais

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Testes para identificar a gravidez Como é possível identificar se uma mulher está grávida? Após os sintomas apresentados acima, normalmente

Leia mais

MECANISMOS BÁSICOS DE CORROSÃO

MECANISMOS BÁSICOS DE CORROSÃO Centro Universitário de Brasília Disciplina: Química Tecnológica Geral Professor: Edil Reis MECANISMOS BÁSICOS DE CORROSÃO No estudo dos processos corrosivos devem ser sempre consideradas as variáveis

Leia mais