UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE PSICOLOGIA DISCIPLINA DE PSICOMETRIA TURMA B PROF. FÚLVIO ROCHA ATIVIDADE II

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE PSICOLOGIA DISCIPLINA DE PSICOMETRIA TURMA B 2010.1 PROF. FÚLVIO ROCHA ATIVIDADE II"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL UFC CURSO DE PSICOLOGIA DISCIPLINA DE PSICOMETRIA TURMA B PROF. FÚLVIO ROCHA ATIVIDADE II 1- Esta atividade corresponderá à 2ª avaliação da disciplina de Psicometria. 2- Esta atividade será composta das seguintes etapas: a) apresentação em sala: - dos resultados do Roteiro de Análise de Testes Psicométricos (instrumento enviado conjuntamente com esta atividade) e - dos objetivos e procedimentos de aplicação e correção dos testes designados a cada grupo (para quem se destina o teste e em que áreas da psicologia e como se aplica e corrige). b) entrega do relatório de aplicação dos testes designados a cada grupo, no dia 25/06/ Cronograma: - No dia 04/06/2010 não teremos aula teórica, pois esse dia será disponibilizado para a atividade prática dos alunos de preenchimento do Roteiro de Análise de Testes Psicométricos. - Haverá aula normal dia 11/06/2010, com apresentação de outros testes e orientação desta atividade.

2 - As apresentações ocorrerão nos dias 18/06/2010 e 25/06/2010. A ordem das equipes e as datas respectivas a cada grupo serão designadas após a escolha dos testes pelos grupos. 4- Cada grupo deverá escolher no mínimo um dos testes abaixo (sendo necessário, em razão da facilidade de aplicação e correção, será sugerido ao grupo um 2º teste). - O envio da relação dos componentes tinha o prazo de 28/05/2010. Os atrasados devem cumprir essa etapa com a máxima urgência (até 01/06/2010) e já assinalar qual(is) teste(s) foi (foram) escolhido(s). Para os que não cumprirem novamente esse segundo prazo, estabelecerei as equipes e o(s) teste(s) correspondente(s). - Caso o grupo deseje aplicar um outro teste não relacionado abaixo, deve entrar em contato urgentemente comigo, para saber se será aceito. ATENÇÃO: As informações abaixo foram retiradas dos sites das editoras dos testes. TESTE OBJETIVO SUJEITO APLICAÇÃO 1. PFISTER MEDE A PERSONALIDADE. VISA CONHECER A ORGANIZAÇÃO DA PERSONALIDADE E O TIPO DE AFETIVIDADE DO SUJEITO. É USADO PRINCIPALMENTE NO INÍCIO DE UM PSICODIAGNÓSTICO, TAMBÉM COM A FINALIDADE DE DESCONTRAIR O SUJEITO. >7 ANOS 2. ESCALAS BECK É COMPOSTA PELO INVENTÁRIO DE DEPRESSÃO (BDI), INVENTÁRIO DE ANSIEDADE (BAI), ESCALA DE DESESPERANÇA (BHS) E ESCALA DE IDEAÇÃO SUICIDA (BSI). O BDI MEDE A INTENSIDADE DA DEPRESSÃO, E O BAI, A INTENSIDADE DA ANSIEDADE. A BHS É UMA MEDIDA DE PESSIMISMO E OFERECE INDÍCIOS SUGESTIVOS DE RISCO DE SUICÍDIO EM SUJEITOS DEPRIMIDOS OU QUE TENHAM HISTÓRIA DE TENTATIVA DE SUICÍDIO. A BSI DETECTA A PRESENÇA DE IDEAÇÃO SUICIDA, MEDE A EXTENSÃO DA MOTIVAÇÃO E PLANEJAMENTO DE UM COMPORTAMENTO SUICIDA. TODAS AS ESCALAS SÃO APROPRIADAS PARA PACIENTES PSIQUIÁTRICOS. A BDI, O BAI E A BHS PODEM SER USADAS EM SUJEITOS NÃO-PSIQUIÁTRICOS, MAS AS NORMAS FORAM DESENVOLVIDAS PARA USO COM PACIENTES PSIQUIÁTRICOS. FAIXA ETÁRIA: DE 17 A 80 ANOS

3 3. EFN _ ESCALA FATORIAL DE AJUSTAMENTO EMOCIONAL / NEUROTICISMO RECURSO CLÍNICO PARA A INDICAÇÃO DE TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE PODE SER UTILIZADO PARA PESQUISA, ENSINO, ACONSELHAMENTO PSICOLÓGICO, COMO RECURSO CLÍNICO PARA INDICAÇÃO DE TRANSTORNOS DE PERSONALIDADE E PARA AVALIAÇÃO DE GRUPOS COMUNITÁRIOS, DE TRABALHADORES QUE EXERÇAM ATIVIDADES ESTRESSANTES OU DE MAIOR RISCO, PERMITINDO UMA AVALIAÇÃO RÁPIDA E OBJETIVA DE IMPORTANTES ASPECTOS DA PERSONALIDADE HUMANA. 16 A 50 ANOS, MÍNIMA ENSINO MÉDIO INCOMPLETO 4. CPS ESCALA DE PERSONALIDADE DE COMREY INSTRUMENTO DE VALOR MULTIDIMENSIONAL PARA MEDIR E EXPLICAR AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE PERSONALIDADE. AVALIA 08 DIMENSÕES DA PERSONALIDADE. DENTRE ELAS: - CONFIANÇA E ATITUDE DEFENSIVA; - ORDEM E FALTA DE COMPULSÃO; - CONFORMIDADE SOCIAL E REBELDIA; - ATIVIDADE E PASSIVIDADE; - ESTABILIDADE E INSTABILIDADE EMOCIONAL; - EXTROVERSÃO E INTROVERSÃO; - MASCULINIDADE E FEMINILIDADE; - EMPATIA E EGOCENTRISMO PESSOAS DE QUALQUER IDADE COM NÍVEL DE ACIMA DO 1º GRAU COMPLETO BASTANTE UTILIZADO EM ORIENTAÇÃO VOCACIONAL, PSICODIAGNÓSTICO, PESQUISA E AGORA A NOVA VERSÃO DESTINA-SE COM MAIOR PRECISÃO PARA PROCESSOS SELETIVOS GRANDES E PEQUENOS TAIS COMO: CONCURSOS PÚBLICOS E VESTIBULARES 5. IHS _ INVENTARIO DE HABILIDADE SOCIAL O INVENTÁRIO DE HABILIDADES SOCIAIS (IHS-DEL-PRETTE) É UM TESTE COM O OBJETIVO DE CARACTERIZAR O DESEMPENHO SOCIAL EM DIFERENTES SITUAÇÕES (TRABALHO, ESCOLA, FAMÍLIA, COTIDIANO). POSSIBILITA DIAGNÓSTICO PARA USO NA CLÍNICA, NA EDUCAÇÃO, NA SELEÇÃO DE PESSOAL E NO TREINAMENTO PROFISSIONAL. DE 17 A 25 ANOS, COM NO MÍNIMO ENSINO MÉDIO. 6. AC AVALIA A CAPACIDADE QUE O SUJEITO TEM DE MANTER A SUA ATENÇÃO CONCENTRADA GERAL

4 NO TRABALHO DURANTE UM PERÍODO. 7. D2 AVALIAÇÃO DA ATENÇÃO CONCENTRADA VISUAL E, EM SENTIDO MAIS AMPLO, DA CAPACIDADE DE CONCENTRAÇÃO. UTILIZADO NA AVALIAÇÃO DA APTIDÃO PARA DIRIGIR VEÍCULOS E PARA OUTRAS PROFISSÕES QUE EXIJAM CONCENTRAÇÃO E ATENÇÃO VISUAL. INDICADO TAMBÉM PARA DIAGNÓSTICO NA ÁREA CLÍNICA, ESCOLAR E DO DESENVOLVIMENTO, PARA SELEÇÃO PROFISSIONAL E EXPERIÊNCIAS PSICOFARMACOLÓGICAS 9a À 52a 8. RAVEN ESPECIAL TESTE NÃO VERBAL PARA AVALIAÇÃO DA INTELIGÊNCIA, ESPECIFICAMENTE DO FATOR "G", PROPOSTO POR SPEARMAN. PERMITE AVALIAR A INTELIGÊNCIA GERAL SE FOR USADO EM CONJUNTO COM UM TESTE DE VOCABULÁRIO. INDICADO PARA AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL NA ESCOLA, EM DIAGNÓSTICOS CLÍNICOS, EM ESTUDOS INTERCULTURAIS E ANTROPOLÓGICOS. ÚTIL TAMBÉM PARA SUJEITOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIAS FÍSICAS, AFASIAS, PARALISIA CEREBRAL OU SURDEZ, BEM COMO SUJEITOS QUE NÃO DOMINAM A LÍNGUA NACIONAL. 5 ANOS A 11 ANOS E MEIO, DEFICIENTES MENTAIS E PESSOAS IDOSAS, EM GRUPOS DE 8 A 9 CRIANÇAS. 9. G38 MEDE O FATOR G DE SPEARMAN ADULTOS COM QUE VAI DESDE O ENSINO FUNDAMENTAL II ATÉ SUPERIOR 10. V47 O V-47 FOI DESENVOLVIDO INICIALMENTE COM A FINALIDADE DE MEDIR A INTELIGÊNCIA VERBAL ENSINO FUNDAMENTAL INCOMPLETO, ENSINO MÉDIO E SUPERIOR

5 11. R1 MEDIDA NÃO VERBAL DA INTELIGÊNCIA CLASSIFICAÇÕES MAIS ABRANGENTES POR SEXO E NÍVEIS DE, OBTIDAS EM DIVERSOS ESTADOS DO BRASIL 12. COLÚMBIA ESCALA DE MATURIDADE MENTAL ESTIMATIVA DA CAPACIDADE DE RACIOCÍNIO GERAL DE CRIANÇAS. AVALIA, ESPECIALMENTE, CAPACIDADES QUE SÃO IMPORTANTES PARA O SUCESSO NA ESCOLA, PRINCIPALMENTE AS CAPACIDADES PARA DISCERNIR AS RELAÇÕES ENTRE OS VÁRIOS TIPOS DE SÍMBOLOS. 3 ANOS E 6 MESES A 9 ANOS E 11 MESES FATO DE NECESSITAR APENAS DE UMA RESPOSTA MOTORA MÍNIMA DA CRIANÇA, TORNA O CMMS ESPECIALMENTE ADEQUADO PARA O USO COM CRIANÇAS QUE TENHAM PARALISIA CEREBRAL OU OUTRA LESÃO CEREBRAL, RETARDO MENTAL, DEFICIÊNCIA VISUAL, DIFICULDADES NA FALA OU PERDA DE AUDIÇÃO. POR NÃO DEPENDER DA LEITURA OU OUTRAS HABILIDADES DA LINGUAGEM É ADEQUADO TAMBÉM, PARA CRIANÇAS QUE NÃO FALAM O PORTUGUÊS OU QUE NÃO TIVERAM AS HABILIDADES DE LINGUAGEM REFORÇADAS. 13. PIAGET-HEAD AVALIAR O GRAU DE DESENVOLVIMENTO DA ORIENTAÇÃO DIREITA-ESQUERDA DA CRIANÇA EM SI MESMA, NO EXAMINADOR E ENTRE OS OBJETOS, E A REPRODUÇÃO DE MOVIMENTOS LATERALIZADOS BATERIA PODE SER UTILIZADA NA AVALIAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA E PSICOPEDAGÓGICA, PARA A INVESTIGAÇÃO DO FUNCIONAMENTO NORMAL E ALTERADO DA ORIENTAÇÃO DIREITA-ESQUERDA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM PROBLEMAS DE APRENDIZAGEM, CRIANÇAS DE 6 A 13 ANOS

6 PRINCIPALMENTE ASSOCIADOS A QUADROS DE DIFICULDADES DE LEITURA, ESCRITA E NA REALIZAÇÃO DE CÁLCULOS MATEMÁTICOS. 14. WISCONSIN AVALIA O RACIOCÍNIO ABSTRATO, A CAPACIDADE DO SUJEITO DE GERAR ESTRATÉGIAS DE SOLUÇÃO DE PROBLEMAS, EM RESPOSTA À CONDIÇÕES MUTÁVEIS, PODENDO SER CONSIDERADO, ASSIM, COMO UMA MEDIDA DE FLEXIBILIDADE DO PENSAMENTO. EMBORA TENHA SIDO DESENVOLVIDO E USADO COMO UMA MEDIDA DE RACIOCÍNIO ABSTRATO ENTRE POPULAÇÕES NORMAIS, O WCST TEM SIDO CADA VEZ MAIS EMPREGADO COMO INSTRUMENTO CLÍNICO NA AVALIAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA CRIANÇAS DE 6 ANOS E MEIO ATÉ IDOSOS DE 89 ANOS 15. EMEP ESCALA MATURIDADE PARA ESCOLHA PROFISSIONAL AVALIAR O NÍVEL DE MATURIDADE PARA A ESCOLHA PROFISSIONAL DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO E DETECTAR OS ASPECTOS MAIS E MENOS DESENVOLVIDOS. A ESCALA É COMPOSTA DE CINCO SUB-ESCALAS: DETERMINAÇÃO, RESPONSABILIDADE, INDEPENDÊNCIA, AUTOCONHECIMENTO CONHECIMENTO DA REALIDADE EDUCATIVA E SOCIOPROFISSIONAL PODE SER UTILIZADA EM VÁRIAS ÁREAS DA PSICOLOGIA, TAIS COMO: INSTRUMENTO PARA DETECÇÃO DOS ALUNOS QUE NECESSITAM ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL, INSTRUMENTO DIAGNÓSTICO PARA O PLANEJAMENTO DO PROCESSO DE ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL, INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL, INSTRUMENTO DE PESQUISA. 08 A 16 ANOS, ADOLESCENTES CURSANDO ENTRE O 1º E 3º ANO DO ENSINO MÉDIO OU AQUELES QUE JÁ CONCLUÍRAM 16. BPR BATERIA DE PROVAS DE RACIOCÍNIO OFERECE ESTIMATIVAS DO FUNCIONAMENTO COGNITIVO GERAL E DAS HABILIDADES DO INDIVÍDUO EM CINCO ÁREAS ESPECÍFICAS: RACIOCÍNIO ABSTRATO, VERBAL, ESPACIAL, NUMÉRICO E MECÂNICO. AUXILIA OS PSICÓLOGOS A TOMAREM DECISÕES SUSTENTADAS NA AVALIAÇÃO DAS APTIDÕES E RACIOCÍNIO GERAL, TAIS COMO: ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL, AVALIAÇÃO DAS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM E SELEÇÃO DE PESSOAL. A BPR-5 FOI PADRONIZADA PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA. FORMA A (DE 6ª A 8ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL) E FORMA B (DE 1ª A 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO E NÍVEL

7 SUPERIOR) 17. LIP _ LEVANTAMENTO DE INTERESSES PROFISSIONAIS AJUDAR A IDENTIFICAR OS INTERESSES DO ADOLESCENTE 08 A 16 ANOS DE IDADE E COM A PARTIR DA 8ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 18. BENDER _ MANUAL _ TESTE GESTÁLTICO AVALIAR A MATURIDADE PERCEPTO-MOTORA, ATRAVÉS DA DISTORÇÃO DA FORMA. O BENDER ESTÁ ASSOCIADO À MEDIDAS DE INTELIGÊNCIA (COMO FATOR G) E TAMBÉM MOSTRA RELAÇÃO COM A APRENDIZAGEM (AQUISIÇÃO DA ESCRITA E DIFERENCIAÇÃO DE SÉRIES). É UMA MEDIDA DE ASPECTOS COGNITIVOS E NÃO DE CARACTERÍSTICAS DE PERSONALIDADE DESTINA-SE A CRIANÇAS DE 6 A 10 ANOS 19. BTN BATERIA DE TESTES NEUROPSICOLÓGICOS A ADMINISTRAÇÃO DA BATERIA FORNECEM SUBSÍDIOS IMPORTANTES SOBRE OS DIVERSOS ASPECTOS NEUROFUNCIONAIS, INCLUINDO A PREFERÊNCIA LATERAL, A PERSISTÊNCIA MOTORA E A DISCRIMINAÇÃO DIREITA-ESQUERDA. 4 A 15 ANOS DE IDADE A BTN É COMPOSTA PELOS SEGUINTES INSTRUMENTOS: 1 - INVENTÁRIO DA PREFERÊNCIA LATERAL DE EDIMBURGO; 2 - TESTE DE PERSISTÊNCIA MOTORA; 3 - TESTE DE DISCRIMINAÇÃO DIREITA-ESQUERDA; 4 - ROTEIRO DE AVALIAÇÃO QUALITATIVA DO COMPORTAMENTO

Psicodiagnóstico TOTAL DE EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO: 82 TOTAL DE PÁGINAS: 200

Psicodiagnóstico TOTAL DE EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO: 82 TOTAL DE PÁGINAS: 200 TOTAL DE EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO: 82 TOTAL DE PÁGINAS: 200 AULA 1...6 Fundamentos do Psicodiagnóstico e seu Histórico...6 História do Psicodiagnóstico...6 O Psicodiagnóstico Clínico na Atualidade...9 Objetivos

Leia mais

Consulta Ata do Pregão

Consulta Ata do Pregão Consulta Ata do Pregão MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SEC RETARIA EXEC UTIVA SUBSEC RETARIA DE PLANEJAMENTO E ORÇ AMENTO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS Ata de Realização do Pregão

Leia mais

Valores de Referência nacional de honorários dos Psicólogos em (R$), por hora de trabalho, atualizados pelo INPC (1,4382) de novembro/02 a junho/07

Valores de Referência nacional de honorários dos Psicólogos em (R$), por hora de trabalho, atualizados pelo INPC (1,4382) de novembro/02 a junho/07 Valores de Referência nacional de honorários dos Psicólogos em (R$), por hora de trabalho, atualizados pelo INPC (1,4382) de novembro/02 a junho/07 Fonte - CFP/CRPs/FENAPSI (Última atualização agosto/2007)

Leia mais

D M TESTES PSICOLÓGICOS AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

D M TESTES PSICOLÓGICOS AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO C I D M TESTES PSICOLÓGICOS A & AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Conteúdo Programático Testes Psicológicos O que é Avaliação Psicológica O que o a Avaliação Psicológica almeja Classificação dos Resultados dos Testes

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Rio de Mouro Padre Alberto Neto CÓDIGO 170318. Sub-departamento de Educação Especial

Agrupamento de Escolas de Rio de Mouro Padre Alberto Neto CÓDIGO 170318. Sub-departamento de Educação Especial Sub-departamento de Educação Especial A deficiência mental interfere directamente no funcionamento intelectual do ser humano, sendo este abaixo da média. O aluno apresenta comprometidos, além das funções

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DA USP. 1) Laboratório de Neuropsicolingüística Cognitiva Experimental

A EXPERIÊNCIA DA USP. 1) Laboratório de Neuropsicolingüística Cognitiva Experimental O Uso do Computador por Pessoas com Deficiência Sensorial (Surdez Congênita), Distúrbios Motores (Paralisia Cerebral, Esclerose Múltipla e Lateral Amiotrófica, Tetraplegia), e Distúrbios de Processamento

Leia mais

PSICOLOGIA MATUTINO E NOTURNO. 1 o Ano. Disciplina

PSICOLOGIA MATUTINO E NOTURNO. 1 o Ano. Disciplina PSICOLOGIA MATUTINO E NOTURNO 1 o Ano Antropologia Epistemologia e História da Psicologia Estatística Ética e Cidadania Interpretação e Produção de Textos Científicos Métodos de Pesquisa em Psicologia

Leia mais

LISTA DE TESTES DOS CURSOS

LISTA DE TESTES DOS CURSOS LISTA DE TESTES DOS CURSOS CURSO DE TÉCNICAS NEUROPSICOLÓGICAS MÓDULO 1 CURSO DE TESTES NEUROPSICOLÓGICOS MÓDULO 2 NEUPSILIN; ESCALA WESCHELER PARA ADULTOS WAIS-III; ESCALA WESCHELER PARA CRIANÇAS WISC

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PSICOLOGIA Ementário/abordagem temática/bibliografia básica (3) e complementar (5) Morfofisiologia e Comportamento Humano Ementa: Estudo anátomo funcional

Leia mais

Demência associada ao HIV

Demência associada ao HIV Demência associada ao HIV A complicação do SNC mais comum é um comprometimento cognitivo de gravidade suficiente para justificar o diagnóstico de demência (Centers for Disease Control and Prevention; CDCP

Leia mais

(2006) &DUROLQD%DUWLORWWL

(2006) &DUROLQD%DUWLORWWL $9$/,$d 236,&2/Ï*,&$'(&21'8725(6 '(9(Ë&8/267(55(675(612%5$6,/ (2006) &DUROLQD%DUWLORWWL Psicóloga Especialista em Avaliação Psicológica. Mestranda do Programa de Pós-graduação em Psicologia UFSC Brasil

Leia mais

e (Transtornos Específicos da Aprendizagem (TEA)) Dulcelene Bruzarosco Psicóloga/Terapeuta de Família e Casal.

e (Transtornos Específicos da Aprendizagem (TEA)) Dulcelene Bruzarosco Psicóloga/Terapeuta de Família e Casal. e (Transtornos Específicos da Aprendizagem (TEA)) Dulcelene Bruzarosco Psicóloga/Terapeuta de Família e Casal. Entre os gregos e romanos antigos, havia divergências quanto à maneira de ver e considerar

Leia mais

RELATÓRIO DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL

RELATÓRIO DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL RELATÓRIO DE ORIENTAÇÃO VOCACIONAL 17/04/2015 Nome Laboratório Psicologia Barcelos Centro Comercial do Apoio Rua Visconde Leiria n.º2 loja B 4750-311 Barcelos www.labpsibarcelos.com info@labpsibarcelos.com

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR CIÊNCIAS SAÚDE NORTE

INSTITUTO SUPERIOR CIÊNCIAS SAÚDE NORTE INSTITUTO SUPERIOR CIÊNCIAS SAÚDE NORTE CONTEXTOS DE APLICAÇÃO DA PSICOLOGIA Ciência que tem como objecto de investigação, avaliação e intervenção os processos mentais (conscientes e inconscientes) e as

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC CAMPUS MAFRA/RIO NEGRINHO/PAPANDUVA NÚCLEO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E MEIO AMBIENTE

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC CAMPUS MAFRA/RIO NEGRINHO/PAPANDUVA NÚCLEO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E MEIO AMBIENTE UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC CAMPUS MAFRA/RIO NEGRINHO/PAPANDUVA NÚCLEO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E MEIO AMBIENTE PROJETO AVALIAÇÃO INTEGRAL DA CRIANÇA MAFRA 2009 Núcleo de Ciências da Saúde e Meio Ambiente

Leia mais

AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA X AVALIAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA

AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA X AVALIAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA AULA 1 A Importância da Observação Psicológica em Neuropsicologia Infantil. Fundamentação Teórica e Apresentação de Caso Clínico Denise Gonçalves Cunha Cotuinho Psicóloga Especialista em Neuropsicologia

Leia mais

Avaliação Psicossocial: conceitos

Avaliação Psicossocial: conceitos Avaliação Psicossocial: conceitos Vera Lucia Zaher Pesquisadora do LIM 01 da FMUSP Programa de pós-graduação de Bioética do Centro Universitário São Camilo Diretora da Associação Paulista de Medicina do

Leia mais

RELAÇÃO DE LINHAS DE PESQUISA, EMENTAS E TEMAS PARA ORIENTAÇÃO DE TCC PEDAGOGIA

RELAÇÃO DE LINHAS DE PESQUISA, EMENTAS E TEMAS PARA ORIENTAÇÃO DE TCC PEDAGOGIA RELAÇÃO DE LINHAS DE, S E PARA METODOLOGIAS DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DOS PROCESSOS EDUCATIVOS Constituição histórica das metodologias do ensino e as diferentes concepções de ensino

Leia mais

O USO DE SOFTWARE EDUCATIVO NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DE CRIANÇA COM SEQUELAS DECORRENTES DE PARALISIA CEREBRAL

O USO DE SOFTWARE EDUCATIVO NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DE CRIANÇA COM SEQUELAS DECORRENTES DE PARALISIA CEREBRAL O USO DE SOFTWARE EDUCATIVO NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DE CRIANÇA COM SEQUELAS DECORRENTES DE PARALISIA CEREBRAL Introdução Com frequência as tecnologias digitais estão sendo empregadas pelos educadores em

Leia mais

Evelise Saia Rodolpho Aluna do 10º Termo de Psicologia Prof. Mestre. Luis Santo Schicotti Ana Lígia Pini Guerreiro Psicóloga Escolar Janaína Fernanda

Evelise Saia Rodolpho Aluna do 10º Termo de Psicologia Prof. Mestre. Luis Santo Schicotti Ana Lígia Pini Guerreiro Psicóloga Escolar Janaína Fernanda Evelise Saia Rodolpho Aluna do 10º Termo de Psicologia Prof. Mestre. Luis Santo Schicotti Ana Lígia Pini Guerreiro Psicóloga Escolar Janaína Fernanda Allmeida Marques Profª da Sala de Recursos Os Transtornos

Leia mais

Para a citação deste material como referência, favor seguir conforme abaixo:

Para a citação deste material como referência, favor seguir conforme abaixo: Para a citação deste material como referência, favor seguir conforme abaixo: ALVARELI, Luciani Vieira Gomes. Novo roteiro para elaboração do projeto de trabalho de graduação. Cruzeiro: Centro Paula Souza,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

Suplementar após s 10 anos de regulamentação

Suplementar após s 10 anos de regulamentação Atenção à Saúde Mental na Saúde Suplementar após s 10 anos de regulamentação Kátia Audi Congresso Brasileiro de Epidemiologia Porto Alegre, 2008 Mercado de planos e seguros de saúde: cenários pré e pós-regulamentap

Leia mais

NOVO PLANO DE ESTUDOS DO MESTRADO INTEGRADO EM PSICOLOGIA

NOVO PLANO DE ESTUDOS DO MESTRADO INTEGRADO EM PSICOLOGIA NOVO PLANO DE ESTUDOS DO MESTRADO INTEGRADO EM PSICOLOGIA Novo Plano de estudos 1º ciclo 1º Ano - 1º Semestre 1º Ano - 2º Semestre Temas de Psicologia Geral Métodos de Investigação em Psicologia: Noções

Leia mais

Falta preparo para inclusão de crianças com deficiência na escola regular

Falta preparo para inclusão de crianças com deficiência na escola regular Entrevistas PARTICIPAÇÃO, DIREITOS E CIDADANIA Falta preparo para inclusão de crianças com deficiência na escola regular 1 DE JUNHO DE 2015 A inclusão da pessoa com deficiência na escola regular está prevista

Leia mais

Diagnóstico em psicoterapia. Método psicoterapêutico e da avaliação dos seus resultados. Ética dos processos terapêuticos.

Diagnóstico em psicoterapia. Método psicoterapêutico e da avaliação dos seus resultados. Ética dos processos terapêuticos. COMUNS AO DOUTORADO ANÁLISE DE VARIÂNCIA E DE REGRESSÃO Análise de regressão múltipla. Tipos mais comuns de análise de regressão. Análise de variância para planos fatoriais (ANOVA). Análise de variância

Leia mais

Projeto recuperação paralela Escola Otávio

Projeto recuperação paralela Escola Otávio Projeto recuperação paralela Escola Otávio Público alvo: alunos com dificuldade ou defasagem de aprendizagem do Ensino Fundamental do 3º ano acima que estudam na Escola Otávio Gonçalves Gomes. Duração:

Leia mais

Classificação de deficiência mental - Evolução do conceito na história

Classificação de deficiência mental - Evolução do conceito na história Classificação de deficiência mental - Evolução do conceito na história Classificação de deficiência mental (1976) 1- Variação normal da inteligência (VNI) QI entre 71e 84 Geralmente sem atraso do DNPM

Leia mais

Depressão e Espiritualidade. Roberto Lúcio Vieira de Souza Médico Psiquiatra Diretor Técnico do Hospital Espírita André Luiz (BH)

Depressão e Espiritualidade. Roberto Lúcio Vieira de Souza Médico Psiquiatra Diretor Técnico do Hospital Espírita André Luiz (BH) Depressão e Espiritualidade Roberto Lúcio Vieira de Souza Médico Psiquiatra Diretor Técnico do Hospital Espírita André Luiz (BH) Conceitos Tristeza emoção natural. Resposta à frustração, decepção ou fracasso.

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PSICOLOGIA (Currículo iniciado em 2009):

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PSICOLOGIA (Currículo iniciado em 2009): EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PSICOLOGIA (Currículo iniciado em 2009): ABORDAGENS TEÓRICO-METODOLÓGICAS DA PSICOLOGIA CONTEMPORÂNEA I C/H 102 (0829/I) Diferentes linhas de intervenção teórico-metodológicas

Leia mais

03 - Análise da técnica projetiva de desenho htp em um caso de suspeita de abuso sexual na infância.

03 - Análise da técnica projetiva de desenho htp em um caso de suspeita de abuso sexual na infância. Psicologia Clínica 01 - A prática de atividade física e sua relação com o gênero em idosos. 02 - A Prática do Psicodiagnóstico: Um caso de apática infantil. 03 - Análise da técnica projetiva de desenho

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL

ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL ORIENTAÇÃO PARA A ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DA AVALIAÇÃO QUALITATIVA DA APRENDIZAGEM SEMESTRAL Educação Infantil Estimulação Essencial e Pré-Escolar O relatório da Educação Infantil - Estimulação Essencial

Leia mais

A Psicologia de Vendas: Por Que as Pessoas Compram

A Psicologia de Vendas: Por Que as Pessoas Compram A Psicologia de Vendas: Por Que as Pessoas Compram Esquema de Palestra I. Por Que As Pessoas Compram A Abordagem da Caixa Preta A. Caixa preta os processos mentais internos que atravessamos ao tomar uma

Leia mais

Curso de Especialização em EDUCAÇÃO INFANTIL E PSICOMOTRICIDADE CLÍNICA

Curso de Especialização em EDUCAÇÃO INFANTIL E PSICOMOTRICIDADE CLÍNICA Curso de Especialização em EDUCAÇÃO INFANTIL E PSICOMOTRICIDADE CLÍNICA ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Educação Infantil e Psicomotrocidade

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015

Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2015 Etec ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional:

Leia mais

Características Psicológicas do Idoso. A. Dolores Berti

Características Psicológicas do Idoso. A. Dolores Berti Velhice Feliz É o resultado das realizações da pessoa ao longo de toda a sua existência que crescem em significação no aqui e agora. É também o comprometimento com o presente em termos de assumir o desafio

Leia mais

Matriz Curricular do Curso de Psicologia. Biologia Geral 02/40. Filosofia 02/40. Sociologia 02/40. História da Psicologia 04/80

Matriz Curricular do Curso de Psicologia. Biologia Geral 02/40. Filosofia 02/40. Sociologia 02/40. História da Psicologia 04/80 Matriz Curricular do Curso de Psicologia Biologia Geral Interfaces com Campos afins do Conecimento Filosofia Sociologia 1º Epistemológicos e Históricos Anatomia/Neuroanatomia História da Psicologia Básicos

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Parágrafo único. O novo currículo é o 0003-LS, cujas ementas e objetivos das disciplinas também constam do anexo.

R E S O L U Ç Ã O. Parágrafo único. O novo currículo é o 0003-LS, cujas ementas e objetivos das disciplinas também constam do anexo. RESOLUÇÃO CONSEPE 11/2015 ALTERA MATRIZ CURRICULAR E APROVA O PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOLOGIA DO TRÂNSITO DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. O Presidente do Conselho

Leia mais

Objetivos Gerais. Psicólogo. Paciente. tratamento

Objetivos Gerais. Psicólogo. Paciente. tratamento Terapia Cognitivo-Comportamental Avaliação Inicial 1ª. Sessão Eliana Melcher Martins Doutoranda em Ciências pelo depto.psiquiatria da UNIFESP Mestre em Ciências pelo depto de Psicobiologia da UNIFESP Especialista

Leia mais

Curso de Formação / Workshops

Curso de Formação / Workshops Curso de Formação / Workshops Curso de Formação Estudantes e Profissionais das Áreas da Saúde e da Educação, Ciências Sociais e Humanas, interessados em aprofundar conhecimentos sobre a temática abordada.

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA Ementário Relações Interpessoais e Ética Profissional Concepções sobre o Processo Inter-relacional no Trabalho; Competência Interpessoal; Qualidade de Vida no

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO - NAAP INSTITUTO MASTER DE ENSINO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS

REGULAMENTO NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO - NAAP INSTITUTO MASTER DE ENSINO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS REGULAMENTO NÚCLEO DE ACESSIBILIDADE E ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO - NAAP INSTITUTO MASTER DE ENSINO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS Art. 1º O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA

ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA André Martins Alvarenga Universidade Federal do Pampa andrealvarenga@unipampa.edu.br Bruna Borges Telmo Universidade Federal

Leia mais

PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PROFISSIONAL

PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PROFISSIONAL ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM II Departamento de Orientação Profissional - EEUSP PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PROFISSIONAL VERA LUCIA MIRA GONÇALVES AVALIAÇÃO JUÍZO DE VALOR Avaliação de desempenho

Leia mais

PROGRAMA DE HABILIDADES SOCIAIS COMO ESTRATÉGIA PARA A INCLUSÃO ESCOLAR E SOCIAL

PROGRAMA DE HABILIDADES SOCIAIS COMO ESTRATÉGIA PARA A INCLUSÃO ESCOLAR E SOCIAL PROGRAMA DE HABILIDADES SOCIAIS COMO ESTRATÉGIA PARA A INCLUSÃO ESCOLAR E SOCIAL PATRÍCIA LORENA QUITÉRIO patylorenaq@gmail.com PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (PROPED/UERJ) 1 INTRODUÇÃO A oficina

Leia mais

A Saúde mental é componente chave de uma vida saudável.

A Saúde mental é componente chave de uma vida saudável. Transtornos mentais: Desafiando os Preconceitos Durante séculos as pessoas com sofrimento mental foram afastadas do resto da sociedade, algumas vezes encarcerados, em condições precárias, sem direito a

Leia mais

Salário inicial: R$ 1.740,00 / R$ 122,00 por consulta

Salário inicial: R$ 1.740,00 / R$ 122,00 por consulta Curso: Psicologia O psicólogo diagnostica, previne e trata doenças mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. Ele observa e analisa as atitudes, os sentimentos e os mecanismos mentais do paciente

Leia mais

COLÉGIO J. OLIVEIRA PROJETO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

COLÉGIO J. OLIVEIRA PROJETO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS COLÉGIO J. OLIVEIRA PROJETO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 01. JUSTIFICATIVA: Entendemos que a Educação de Jovens e Adultos foi concebida para resgatar aqueles que por vários motivos tenham

Leia mais

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH:

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH: OQUEÉOTRANSTORNOBIPOLARDO HUMOR(TBH)? O transtorno bipolar do humor (também conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva) é uma doença psiquiátrica caracterizada por oscilações ou mudanças de humor

Leia mais

HABILIDADES SOCIAIS NA EDUCAÇÃO ESPECIAL Maria Luiza Pontes de França Freitas Universidade Federal do Rio Grande do Norte

HABILIDADES SOCIAIS NA EDUCAÇÃO ESPECIAL Maria Luiza Pontes de França Freitas Universidade Federal do Rio Grande do Norte HABILIDADES SOCIAIS NA EDUCAÇÃO ESPECIAL Maria Luiza Pontes de França Freitas Universidade Federal do Rio Grande do Norte Resumo geral: Os estudos na área das habilidades sociais no Brasil têm contemplado

Leia mais

Funções Executivas. Thiago Strahler Rivero. thiagorivero@gmail.com

Funções Executivas. Thiago Strahler Rivero. thiagorivero@gmail.com Funções Executivas Thiago Strahler Rivero thiagorivero@gmailcom Lezak - 1995 Funções Executivas Série de habilidades cognitivas e princípios de organização necessárias para lidar com as situações flutuantes

Leia mais

Pesquisa sobre Preconceito e Discriminação no Ambiente Escolar

Pesquisa sobre Preconceito e Discriminação no Ambiente Escolar Pesquisa sobre Preconceito e Discriminação no Ambiente Escolar Principais Resultados 17 de junho de 2009 A Pesquisa Estudo pioneiro no campo da diversidade na educação brasileira Disponibilizar informações:

Leia mais

AÇÕES EFETIVAS DE GERENCIAMENTO DO STRESS OCUPACIONAL: Desafio de Conciliar Embasamento Científico e Planejamento Estratégico

AÇÕES EFETIVAS DE GERENCIAMENTO DO STRESS OCUPACIONAL: Desafio de Conciliar Embasamento Científico e Planejamento Estratégico AÇÕES EFETIVAS DE GERENCIAMENTO DO STRESS OCUPACIONAL: Desafio de Conciliar Embasamento Científico e Planejamento Estratégico Sâmia Simurro Novembro/2011 FATOS SOBRE O STRESS Inevitável Nível positivo?

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE VAREJO ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral:

Leia mais

Dist úrbios e Dificuldades de Aprendizagem

Dist úrbios e Dificuldades de Aprendizagem Dist úrbios e Dificuldades de Aprendizagem Considerações sobre o normal e o patológico Segundo Leticia Lanz: a pessoa é considerada normal quando sua conduta corresponde aos padrões e expectativas do sistema.

Leia mais

O PSICODIAGNÓSTICO E SUA IMPORTÂNCIA NA INICIAÇÃO CLÍNICA DE ESTUDANTES DE PSICOLOGIA

O PSICODIAGNÓSTICO E SUA IMPORTÂNCIA NA INICIAÇÃO CLÍNICA DE ESTUDANTES DE PSICOLOGIA O PSICODIAGNÓSTICO E SUA IMPORTÂNCIA NA INICIAÇÃO CLÍNICA DE ESTUDANTES DE PSICOLOGIA 2015 Ananda Vieira Moraes Graduanda do curso de Psicologia da Universidade Vale do Rio Doce (UNIVALE). Bolsista de

Leia mais

Índice. Grupo 6.3 - Módulo 13

Índice. Grupo 6.3 - Módulo 13 GRUPO 6.3 MÓDULO 13 Índice 1. Definição dos Instrumentos de Pesquisa...3 2. Critérios para Elaboração e Realização da Entrevista...3 3. A Internet como Ferramenta de Pesquisa...4 4. Coleta e Seleção de

Leia mais

IBH Transtorno de personalidade dependente. Dra. Lislie Schoenstatt

IBH Transtorno de personalidade dependente. Dra. Lislie Schoenstatt IBH Transtorno de personalidade dependente Dra. Lislie Schoenstatt Transtorno de Personalidade Dependente - TPD É uma necessidade invasiva e excessiva de ser cuidado, que leva a um comportamento submisso

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE

REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE 2013 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE PADI DA FACULDADE DE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÃDO

Leia mais

111 ENSINO FUNDAMENTAL

111 ENSINO FUNDAMENTAL ENSINO FUNDAMENTAL 111 A ORGANIZAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS NO MUNICÍPIO 112 O Sistema Público Municipal de Ensino de Viana, acompanhando as mudanças educacionais de ordem político-pedagógica

Leia mais

AUTISMO. 3º Encontro Formativo para Profissionais da Educação. Atendimento aos Estudantes com Deficiência na Rede Municipal de Contagem

AUTISMO. 3º Encontro Formativo para Profissionais da Educação. Atendimento aos Estudantes com Deficiência na Rede Municipal de Contagem AUTISMO 3º Encontro Formativo para Profissionais da Educação Atendimento aos Estudantes com Deficiência na Rede Municipal de Contagem Quem somos? Professoras das SRMF / AAE - Contagem Raquel Shirley Stella

Leia mais

Gestão do Conhecimento: Uma Visão Geral Para Business Intelligence

Gestão do Conhecimento: Uma Visão Geral Para Business Intelligence Gestão do Conhecimento: Uma Visão Geral Para Business Intelligence Banco de Dados para BI: José Roberto Escodeiro 10/10/2011 1. Linha do Tempo 2. Era do Conhecimento Índice 3. Ativos Tangíveis e intangíveis

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 3.394, DE 2012 (Do Sr. Manoel Junior)

PROJETO DE LEI N.º 3.394, DE 2012 (Do Sr. Manoel Junior) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 3.394, DE 2012 (Do Sr. Manoel Junior) Dispõe sobre o diagnóstico e o tratamento da dislexia na educação básica. DESPACHO: ÀS COMISSÕES DE: SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA;

Leia mais

Processo Seletivo: Cirurgião Dentista. Para atuar no PSF Para Vagas em Aberto e Formação de Cadastro Reserva

Processo Seletivo: Cirurgião Dentista. Para atuar no PSF Para Vagas em Aberto e Formação de Cadastro Reserva Processo Seletivo: Cirurgião Dentista Para atuar no PSF Para Vagas em Aberto e Formação de Cadastro Reserva Pré-requisitos: 1. Ter Superior Completo; 3. Registro Profissional no Conselho Regional de Odontologia;

Leia mais

PLANEJAMENTO PARA UM ANO

PLANEJAMENTO PARA UM ANO PLANEJAMENTO PARA UM ANO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Atividade 1- Conceituando autoconhecimento Como o autoconhecimento pode influenciar nossas escolhas? A importância da participação dos pais na educação

Leia mais

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares C M E CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NATAL/RN RESOLUÇÃO Nº 003/2011 CME Estabelece normas sobre a Estrutura, Funcionamento e Organização do trabalho pedagógico da Educação de Jovens e Adultos nas unidades

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 12, Toledo PR Fone: 277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA A VIA RÁPIDA PARA O DESENVOLVIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL DA COMUNICAÇÃO DE EXCELÊNCIA.

PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA A VIA RÁPIDA PARA O DESENVOLVIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL DA COMUNICAÇÃO DE EXCELÊNCIA. PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA A VIA RÁPIDA PARA O DESENVOLVIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL DA COMUNICAÇÃO DE EXCELÊNCIA. A PNL, é uma área da psicologia que se reveste de um de carácter muito prático e eficaz,

Leia mais

Fundamentos Teóricos e Práticos. com TDAH e Dislexia

Fundamentos Teóricos e Práticos. com TDAH e Dislexia Fundamentos Teóricos e Práticos no Processo Educativo do Aluno com TDAH e Dislexia Transtornos do Desenvolvimento da Leitura e da Escrita DISLEXIA Aparecimento dos primeiros relatos Crianças com inteligência

Leia mais

ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL

ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL Prefeitura do Município de São Paulo Secretaria Municipal da Saúde Coordenação de Desenvolvimento da Gestão Descentralizada ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL DIAGNÓSTICO PRECOCE E PREVENÇÃO DO CÂNCER BUCAL RELATÓRIO

Leia mais

O jardim de infância. Informações destinadas aos pais. na região de língua alemã do cantão de Berna. Direcção da Instrução Pública do Cantão de Berna

O jardim de infância. Informações destinadas aos pais. na região de língua alemã do cantão de Berna. Direcção da Instrução Pública do Cantão de Berna O jardim de infância na região de língua alemã do cantão de Berna Informações destinadas aos pais Direcção da Instrução Pública do Cantão de Berna Ficha técnica: Edição e Copyright: Direcção da Instrução

Leia mais

Secretaria Municipal de Educação

Secretaria Municipal de Educação Secretaria Municipal de Educação Processo Seletivo (edital 002/2006) Caderno de Prova Educação Especial na Rede Municipal de Ensino e Entidades Conveniadas Educação Especial (9915) Secretaria Municipal

Leia mais

CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ATUAÇÃO DO PROFESSOR no Nível de Habilidade no Nível de Desempenho DIVERSIDADE DE CONTEÚDO Inserção no Grupo na Auto-estima CONCEITOS E INFORMAÇÕES Comportamentos e Atitudes

Leia mais

Estruturas das Sessões em TCC

Estruturas das Sessões em TCC Estruturas das Sessões em TCC Eliana Melcher Martins - Mestre em Ciências pelo Depto. de Psicobiologia da UNIFESP - Especialista em Medicina Comportamental pela UNIFESP - Psicóloga Clínica Cognitivo Comportamental

Leia mais

Autismo e Aprendizagem

Autismo e Aprendizagem Autismo e Aprendizagem O termo autismo origina-se do grego autós, que significa de si mesmo. Foi empregado pela primeira vez pelo psiquiatra suíço Bleuler, em 1911, que buscava descrever a fuga da realidade

Leia mais

Patrícia Zambone da Silva Médica Fisiatra

Patrícia Zambone da Silva Médica Fisiatra Reabilitação da Paralisia Cerebral no CEREPAL Patrícia Zambone da Silva Médica Fisiatra Histórico Fundada no dia 02 de março de 1964 por um grupo de pais que os filhos possuíam lesão cerebral. É uma entidade

Leia mais

AVALIAÇÃO. Introdução à Neuropsicologia. Introdução à Neuropsicologia LINGUAGEM: AVALIAÇÃO 25/3/2015 AULA 2

AVALIAÇÃO. Introdução à Neuropsicologia. Introdução à Neuropsicologia LINGUAGEM: AVALIAÇÃO 25/3/2015 AULA 2 AULA 2 LINGUAGEM: AVALIAÇÃO Professor Ms. Gleidis Roberta Guerra - Fonoaudióloga, Pedagoga e Psicopedagoga - Especialista em Distúrbios do Desenvolvimento - Mestre em Distúrbios da Comunicação Humana pela

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA GABINETE DA DEPUTADA LUZIA TOLEDO PROJETO DE LEI Nº 157/2010

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA GABINETE DA DEPUTADA LUZIA TOLEDO PROJETO DE LEI Nº 157/2010 PROJETO DE LEI Nº 157/2010 A semana de conscientização sobre transtornos de aprendizagem, no âmbito do Estado do Espírito Santo. A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETA: Art. 1º Fica

Leia mais

TESTE VOCACIONAL PROF. BRUNO AUGUSTO COLÉGIO SÃO JOSÉ

TESTE VOCACIONAL PROF. BRUNO AUGUSTO COLÉGIO SÃO JOSÉ TESTE VOCACIONAL PROF. BRUNO AUGUSTO COLÉGIO SÃO JOSÉ S I S T E M A P O S I T I V O D E E N S I N O Na escola, você prefere assuntos ligados à: a) Arte, esportes e atividades extracurriculares b) Biologia

Leia mais

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 Eixos longitudinais, conteúdos e objetivos cognitivos psicomotores Eixos transversais, objetivos Per. 1º Ano eixo integrador: O CORPO HUMANO CH INT. COMUM. HAB.

Leia mais

EDUCAÇÃO INCLUSIVA: ALUNO COM DEFICIÊNCIA MÚLTIPLA NO ENSINO REGULAR

EDUCAÇÃO INCLUSIVA: ALUNO COM DEFICIÊNCIA MÚLTIPLA NO ENSINO REGULAR EDUCAÇÃO INCLUSIVA: ALUNO COM DEFICIÊNCIA MÚLTIPLA NO ENSINO REGULAR Autoras: Natália Aparecida DAL ZOT, Rafaela Alice HORN, Neusa MARTINI Identificação autores: Acadêmica do Curso de Matemática-Licenciatura

Leia mais

GLOSSÁRIO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL

GLOSSÁRIO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL GLOSSÁRIO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL Atendimento Educacional Especializado (AEE) O Atendimento Educacional Especializado (AEE) é um serviço da Educação Especial que organiza atividades, recursos pedagógicos

Leia mais

Inovações Assistenciais para Sustentabilidade da Saúde Suplementar. Modelo Assistencial: o Plano de Cuidado

Inovações Assistenciais para Sustentabilidade da Saúde Suplementar. Modelo Assistencial: o Plano de Cuidado Inovações Assistenciais para Sustentabilidade da Saúde Suplementar Modelo Assistencial: o Plano de Cuidado Linamara Rizzo Battistella 04.10.2012 Universal Irreversível Heterôgeneo Perda Funcional Progressiva

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO EXTERNO PROJETO QUIXOTE 2012

EDITAL PROCESSO SELETIVO EXTERNO PROJETO QUIXOTE 2012 EDITAL PROCESSO SELETIVO EXTERNO PROJETO QUIXOTE 2012 A Associação de Apoio ao AAPQ faz saber que realizará processo seletivo para contratação de: 02 Psiquiatras 01Farmacêutico 01 Assistentes Social 01

Leia mais

PSICOPEDAGOGIA. DISCIPLINA: Desenvolvimento Cognitivo, Afetivo e Motor: Abordagens Sócio Interacionistas

PSICOPEDAGOGIA. DISCIPLINA: Desenvolvimento Cognitivo, Afetivo e Motor: Abordagens Sócio Interacionistas PSICOPEDAGOGIA DISCIPLINA: Fundamentos da Psicopedagogia EMENTA: Introdução e fundamentos da Psicopedagogia. O objeto de estudo. Visão histórica e atual. Concepções que sustentam a Psicopedagogia. O papel

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação da criança e do adolescente, os dados de seu município, os resultados da

Leia mais

Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido neste volume:

Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido neste volume: Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido www.psicotecnicos.navig8.to www.psicotecnicos.prv.co.il www.psicotecnicos.ezdn.cc www.psicotecnicos.135.it www.psicotecnicos.has.it www.psicotecnicos.hit.to

Leia mais

Guia de Orientação a concussão para o público geral

Guia de Orientação a concussão para o público geral FATOS DE UMA CONCUSSÃO A concussão é uma lesão cerebral. Todas as concussões são graves. Os abalos podem ocorrer sem perda de consciência. Todo atleta com os sintomas de uma lesão na cabeça deve ser removido

Leia mais

O que você deve saber sobre

O que você deve saber sobre O que você deve saber sobre TOC Transtorno Obsessivo Compulsivo Fênix Associação Pró-Saúde Mental 1. O que é TOC? O Transtorno Obsessivo Compulsivo é uma doença mental crônica (transtorno psiquiátrico),

Leia mais

Definições. Classificação. Atendimento educacional especializado - Educação Especial. Escolas especializadas Escolas da rede regular de ensino

Definições. Classificação. Atendimento educacional especializado - Educação Especial. Escolas especializadas Escolas da rede regular de ensino Conteúdos abordados Prof. Ivan Lima Schonmann CREF 082406-G/SP Deficiência intelectual e motora Definição Classificação Características Estratégias de trabalho Deficiência Intelectual (DI) IBGE 2010 Censo

Leia mais

Instituto Educacional Santa Catarina. Faculdade Jangada. Atenas Cursos

Instituto Educacional Santa Catarina. Faculdade Jangada. Atenas Cursos Instituto Educacional Santa Catarina Faculdade Jangada Atenas Cursos Curso de Capacitação em AEE Aluna: Ivete D. Poleto De Cezare Vanini, 01 de Maio de 2015. 1 - Tema: Deficiência Intelectual 2 - Problema:

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA

Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA Curso de Especialização em GESTÃO EM SAÚDE DA PESSOA IDOSA ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração e Serviço social. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão em Saúde da Pessoa

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO/PSICOPEDAGÓGICO NAP/NAPP. Do Núcleo de Apoio Pedagógico/Psicopedagógico

REGULAMENTO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO/PSICOPEDAGÓGICO NAP/NAPP. Do Núcleo de Apoio Pedagógico/Psicopedagógico REGULAMENTO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO/PSICOPEDAGÓGICO NAP/NAPP Capítulo I Do Núcleo de Apoio Pedagógico/Psicopedagógico Art. 1º O Núcleo de Apoio Pedagógico/Psicopedagógico- NAP/NAPP do Centro de Ensino

Leia mais

TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE - TDAH P R O F E S S O R : H U M B E R T O M Ü L L E R S A Ú D E M E N T A L

TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE - TDAH P R O F E S S O R : H U M B E R T O M Ü L L E R S A Ú D E M E N T A L TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE - TDAH P R O F E S S O R : H U M B E R T O M Ü L L E R S A Ú D E M E N T A L TDAH - EPIDEMIOLOGIA Tx. Varia entre 1,5 5,8% Crianças e adolescentes; Difere

Leia mais

1. AS PESSOAS SÃO IGUAIS NO DESEMPENHO DE TAREFAS?

1. AS PESSOAS SÃO IGUAIS NO DESEMPENHO DE TAREFAS? CARTILHA DO CANDIDATO APRESENTAÇÃO Uma seleção criteriosa e bem fundamentada premia tanto a organização que necessita incluir profissionais em seus quadros, quanto o candidato que anseia por nela ingressar.

Leia mais

A leitura, um bem essencial

A leitura, um bem essencial A leitura, um bem essencial A leitura, um bem essencial A leitura é uma competência básica que todas as pessoas devem adquirir para conseguirem lidar de forma natural com a palavra escrita. Mas aprender

Leia mais

Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) em sala de aula

Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) em sala de aula Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) em sala de aula Quem são estas crianças? SISTEMA NERVOSO SISTEMA NERVOSO ORDENADOR QUE ASSEGURA A INTEGRAÇÃO RECEBIDA DO MUNDO EXTERIOR E DO PRÓPRIO

Leia mais

CUIDAR DE CUIDADORES: PROGRAMA DE TREINAMENTO PARA CUIDADORES DE IDOSOS DEPENDENTES

CUIDAR DE CUIDADORES: PROGRAMA DE TREINAMENTO PARA CUIDADORES DE IDOSOS DEPENDENTES CUIDAR DE CUIDADORES: PROGRAMA DE TREINAMENTO PARA CUIDADORES DE IDOSOS DEPENDENTES Iuanda Silva Santos, Faculdades Integradas de Patos, yuanda_@hotmail.com; Rúbia Karine Diniz Dutra, Faculdades Integradas

Leia mais

TRABALHO PEDAGÓGICO NA PERSPECTIVA DE UMA ESCOLA INCLUSIVA. Profa. Maria Antonia Ramos de Azevedo UNESP/Rio Claro. razevedo@rc.unesp.

TRABALHO PEDAGÓGICO NA PERSPECTIVA DE UMA ESCOLA INCLUSIVA. Profa. Maria Antonia Ramos de Azevedo UNESP/Rio Claro. razevedo@rc.unesp. TRABALHO PEDAGÓGICO NA PERSPECTIVA DE UMA ESCOLA INCLUSIVA Profa. Maria Antonia Ramos de Azevedo UNESP/Rio Claro. razevedo@rc.unesp.br O que é educação inclusiva? Inclusão é um processo de aprendizagem

Leia mais

judgment EM PERSPECTIVA:

judgment EM PERSPECTIVA: EM PERSPECTIVA: judgment As teorias de liderança geralmente estão baseadas em características individuais, como o carisma, influência, ética, entre outras, mas um determinante central da performance de

Leia mais