Assim convidamos a sua participação neste projeto e solicitamos a divulgação deste trabalho. Prof. M.e Miguel Tadayuki Koga

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Assim convidamos a sua participação neste projeto e solicitamos a divulgação deste trabalho. Prof. M.e Miguel Tadayuki Koga"

Transcrição

1 , 06 de março de 2015 Prezado(a) Senhor(a) Estamos encaminhando o projeto de aperfeiçoamento que será ofertado como preparação para o processo de seleção do PROFMAT do próximo ano. Este projeto tem como objetivo oferecer ao professor de matemática uma melhor qualificação na área específica, além de oferecer melhores condições para que possam enfrentar o processo seletivo de um programa de mestrado. Assim convidamos a sua participação neste projeto e solicitamos a divulgação deste trabalho. Cordialmente, Prof. M.e Miguel Tadayuki Koga Coordenador do Aperfeiçoamento em Matemática - /MT

2 PROJETO DE PROGRAMA DE EXTENSAO 1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1.1. Título Aperfeiçoamento em Matemática 1.2. Código e Área do Conhecimento segundo tabela CNPq Ciências humanas, Educação Proponente FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS 1.4. Local de Execução CAMPUS DE SINOP 1.5.Unidades Envolvidas FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS 1.6. Coordenação (com titulação à frente do nome) 1.7. Contatos ( s e fones) Ms. Miguel Tadayuki Koga 1.8. Carga horária 4h semanas 1.9.Vagas 40 Fase Início Término Cronograma de execução Público alvo Critérios de Seleção Modalidade de Financiamento Inscrição Seleção Matrícula Período de realização Graduados de licenciatura em matemática ou áreas afins - Professor que atuam na área de matemática de ensino público. - Formados em cursos de Matemática. - Formados em áreas afins. Sem financiamento. Ms. Miguel Tadayuki Koga Ptes. Adalgisa Marques Amorin Silva Dr. Milton Luiz Neri Pereira Ms. Chiara Maria Seidel Luciano Ms. Polyanna Possani da Costa Petry Drª. Vera Lúcia Vieira de Camargo Ms. Odacir Elias Vieira Marques Ms. Elisângela Dias Brugnera

3 2. ESTRUTURA 2.1. Justificativa O Brasil tem como objetivo converte-se num pais desenvolvido com altos índices de desenvolvimento humano, para o qual precisará de professionais preparados. Sabemos pela experiência de outros países que alcançarão estes níveis, que uns dos fatores fundamentais foram à educação básica que se sustento na formação de professores qualificados. O estado de Mato Grosso em particular necessita nestas circunstancias para não ficar atrás melhorar a formação integrar de seus professores de ensino básico e especialmente em ciências exatas, onde joga um rol importante a Matemática. Os professores de Matemática de ensino básico precisam de uma visão social e humanística mais ampla do conhecimento matemático, científico e tecnológico que favoreça seu compromisso social, formação metodológica e epistemológica no seu trabalho educativo. A formação matemática dos professores de matemática tem apresentado uma deficiência e com o passar dos anos, os professores se limitam a estudar exclusivamente os conteúdos matemáticos que vão utilizar em sala de aula, deixando de lado o formalismo matemático. A importância deste trabalho apresentou seus resultados na seleção do Programa de Mestrado Profissionalizante de Matemática em Rede Nacional PROFMAT, onde todos que concluíram no ano de 2014, foram aprovados no exame de ingresso, porém somente 50% se classificou entre os 15 selecionados.

4 2.2. Objetivo Geral Proporcionar formação matemática aprofundada e articulada com o exercício da docência no Ensino Básico Metodologia O trabalho será desenvolvido na forma de seminário, com o desenvolvimento exercícios envolvendo os conhecimentos matemáticos com o processo de utilizar o formalismo matemático, construindo uma formação mais solida na área da matemática. As aulas ocorreram em encontro de 4 horas semanais, onde será ofertadas as disciplinasde acordo com o calendário em anexo. Além das atividades presenciais, será desenvolvido estudos dirigidos o qual será um dos parâmetros da avaliação final de cada disciplina, estes estudos feitos a distância terá uma carga horária de 1/3 do total da carga horária da disciplina. O Aperfeiçoamento terá uma carga horária total de 180 horas Avaliação Cada disciplina tem avaliação finalatravés da entrega dos trabalhos desenvolvidos nos estudos dirigidos e prova escrita, exigindo-se um 75% de frequência mínima e 70% de aproveitamento mínimo para aprova-la. Para obter o certificado do programa de aperfeiçoamento o aluno precisa estar aprovado nas seis disciplinas oferecidas Recursos Uma sala com capacidade para 40 alunos Um projetor 2000 folhas para avaliações Aceso a biblioteca do campus para os alunos.

5 3. QUADRO DE DISCIPLINAS Módulo I Disciplina (h/a) Tópicos de Matemática Elementar 30 I Aritmética e Álgebra 30 II Geometria 30 II Números e Funções Reais III Probabilidades e Estadística 30 III Recursos Computacionais no Ensino de Matemática Docente (com titulação à frente do nome) Ms. Polyanna Possani da Costa Petry Ms. Chiara Maria Seidel Luciano Ms. Milton Luiz Neri Pereira 30 Drª Vera Lúcia Vieira de Camargo 30 Ms. Odacir Elias Vieira Marques Lic. Elisângela Brugnera IES Período de Execução a a a a a a

6 4. FIAS DE DISCIPLINAS (dispor na ordem dos módulos) Tópicos de Matemática Elementar não Docente (com titulação)ms. Polyanna Possani da Costa Petry Ementa: Números racionais; polinômios; juros e porcentagens; progressões. Unidade I Números 1.1 Racionais 1.2 Representação decimal e fracionaria 1.3 Operações aritméticas 1.4 Razões e Proporções Unidade IIPolinômios 2.1Propriedade e operações 2.2Equações do primeiro grau 2.3Equações do segundo grau 2.4Equações de grau superior. Regra Rufini 2.4Sistema de equações lineares 2.5Inequações Unidade III Juros e porcentagens 3.1 Aplicações Unidade IV Progressões 4.1Progressão aritmética. Aplicações 4.2Progressão geométrica. Aplicações Temas e Problemas Elementares, E. Lima, P. C. Carvalho, A. Morgado e E. Wagner. Coleção PROFMAT, SBM. A Matemática do Ensino Médio, vols. 1, 2 e 4, E. Lima, P. C. Carvalho, A. Morgado, E. Wagner, SBM. Polinômios e Equações Algébricas, A. Hefez e M. L. Villela, Coleção PROFMAT, SBM. Aritmética e Álgebra não Docente (com titulação)ms. Chiara Maria Seidel Luciano Ementa:Números naturais e inteiros. E teoria das congruências

7 Unidade I Números Naturais e Inteiros 1.1 Divisibilidade 1.2 Máximo divisor comum (MDC) 1.3 Mínimo múltiplo comum (MMC) 1.4 Teorema fundamental daaritmética 1.5 Divisão Euclidiana. Algoritmo de Euclides 1.6 Números primos. Crivo de Eratóstenes 1.7 Números perfeitos 1.8 Sistemas de numeração Unidade II A aritmética dos restos 2.1 Equações Diofantinas 2.2 Critérios de multiplicidades e restos Iniciação á aritmética.a.hefez,textos Univeristario,SBM.2009 Elementos de Aritmética, A. Hefez, Textos Universitário, SBM Introdução à Álgebra. Gonçalves, Adilson. Rio de Janeiro: Impa/CNPq (Projeto Euclides) Curso de Álgebra. Hefez, Abramo. Rio de Janeiro:Impa/CNPq, Tópicos de Álgebra. Herstein, i. SãoPaulo: Pológono, Polinômios e Equações Algébricas, A. Hefez e M. L. Villela, Coleção PROFMAT, SBM. Teoria das Congruências. Alencar filho, Edgard. São Paulo: Nobel, l986. Teoria Elementar dos Números. São Paulo: Nobel, l992. Geometria * não Docente (com titulação)ms. Milton Luiz Neri Pereira Ementa: Geometria euclidiana plana: Propriedades, axiomas e teoremas. Elementos de geometria euclidiana do espaço. Área e volume de sólidos. Retas e planos no espaço. Princípio de Cavalieri. Poliedros regulares.

8 Unidade I Geometria euclidiana plana 1.1. Propriedades das figuras planas Ponto e reta Semi-reta,segmento Ângulos Retas paralelas Retas perpendiculares Triângulos Polígonos Circulo e circunferência 1.2 Axiomas 1.3 Teoremas Semelhança de triângulos Congruência de triângulos Áreas e perímetros de polígonos Relações métricas no triângulo Teorema de Pitágoras. Demonstração Relaçõesmétricas entre triângulos e polígonos Relações métricas entre triângulos e círculos Trigonometria do triangulo retângulo Trigonometria em triângulos quaisquer Unidade II Geometria espacial 2.1 Propriedades dos sólidos Cubo Pirâmide Esfera Cilindro Cone Poliedros regulares 2.2 Principio de Cavalieri Tópicos de Matemática Elementar, Volume 2: Geometria Euclidiana Plana, Antônio Caminha M. Neto. Coleção Professor de Matemática, SBM. A Matemática do Ensino Médio, vols. 2, E. Lima, P. C. Carvalho, A. Morgado, E. Wagner, Coleção Professor de Matemática, SBM. Geometria Elemental. Pogorelov, A. V. Editorial Mir. Moscou, Números e Funções Reais * não Docente (com titulação)drª. Vera Lúcia Vieira de Camargo Ementa:Conjuntos numéricos. Funções deuma variável real.

9 Unidade I - Conjuntos numéricos 1.1 Números reais. Representação decimal 1.2 Simplificação de expressões numéricas e algébricas 1.3 Valor absoluto 1.4 Desigualdades 1.5 Números irracionais 1.6 Intervalos 1.7 Construçãodos números reais Unidade II - Conjuntos numéricos 2.1 Conceito 2.2 Formas de representação 2.3 Função afim 2.4 Função linear 2.5 Função quadrática 2.6 Funções polinomiais 2.7 Função logarítmica 2.8 Função exponencial 2.9 Funções trigonométricas Números e Funções Reais.Elon Lages Lima. Coleção PROFMAT, A Matemática do Ensino Médio, vols. 1, E. Lima, P. C. Carvalho, A. Morgado, E. Wagner. SBM A Matemática do Ensino Médio, vols. 4, E. Lima, P. C. Carvalho, A. Morgado, E. Wagner. SBM Probabilidade e Estatística * não Docente (com titulação)ms. Odacir Elias Vieira Marques Ementa:Teoria combinatória.teoria das probabilidades. Elementos de estatística.

10 Unidade I Teoria Combinatória 1.1 Princípios básicos de contagem Permutações Contagem com repetição de m em n Contagem sem repetição de m em n Contagem sem repetição e sem ordem de m em n Principio multiplicativo Contagem aritmética 1.2 Aplicações Unidade IIProbabilidades 2.1 Conceito clássico de probabilidade 2.2 Teoremas básicos 2.3 Aplicações Unidade IIIEstatística 3.1 Medidas de tendência central 3.2 Medidas de dispersão 3.3 Variáveis aleatórias 3.4 Valor esperado Análise Combinatória e Probabilidade. Capítulo 5. Morgado, A, Carvalho, J., Carvalho, P. e Fernandez, P. (2004). SBM Estatística Básica.Bussab, W. emorettin, P.. Editora Saraiva Maibaum, G. Teoría de Probabilidades y Estadística Matemática. La Habana: Editorial Pueblo y Educación Recursos Computacionais no Ensino de Matemática * não Docente (com titulação)lic. Elisângela Brugnera Ementa:Ensino de matemática com Tecnologias da informação e as comunicações. Recursos computacionais para o ensino de matemática. Unidade I Ensino de matemática com TIC 1.1 Tendências atuais 1.2 Ensino a distancia Unidade II Recursos computacionais para ensino da matemática 2.1 Calculadoras 2.2 Sistemas gráficos 2.3 Sistemas de computação algébrica e simbólica 2.4 Plataformas acadêmicas 2.5 Outros aplicativos

11 Recursos Computacionais no Ensino da Matemática, V. Giraldo, F. R. Pinto Mattos, P. A. Silvani Caetano, Coleção PROFMAT, SBM. La enseñanza de la matemática asistida por computadora. Documento en Internet: Alemán, Á. Universidad Tecnológica de Panamá. Facultad de Ciencias y Tecnología El sitio Web del profesor como medio de comunicación complementaria con los estudiante. Dibut, l ANEXOS

M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS

M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS O conteúdo programático de Matemática dos processos seletivos da UFU tem como objetivo identificar a habilidade do estudante em resolver problemas, fazer conexões

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Curso de especialização em Educação Matemática. Faculdade Campo Limpo Paulista (FACCAMP)

Curso de especialização em Educação Matemática. Faculdade Campo Limpo Paulista (FACCAMP) Curso de especialização em Educação Matemática. Faculdade Campo Limpo Paulista (FACCAMP) 1. Apresentação/Público Alvo Este curso de Pós-Graduação Lato Sensu é destinado especialmente a alunos graduados

Leia mais

Matriz Curricular de Matemática 6º ao 9º ano 6º ano 6º Ano Conteúdo Sistemas de Numeração Sistema de numeração Egípcio Sistema de numeração Romano Sistema de numeração Indo-arábico 1º Trimestre Conjunto

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Matemática - (1ª série)

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Matemática - (1ª série) Relacionar e resolver problemas que envolvem conjuntos; Reconhecer, operar e resolver problemas com conjuntos numéricos; Compreender os conceitos e propriedades aritméticas; Resolver problemas de porcentagem,

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA ANÁLISE GRÁFICA DE FUNÇÕES

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA ANÁLISE GRÁFICA DE FUNÇÕES CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIA DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: MATEMÁTICA I SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:.

Leia mais

EDITAL CED/RTR N.º 003/2008, 05 de março de 2008. PROCESSO SELETIVO ESPECIAL Retificação do Edital n 002/2008 de 25 de fevereiro de 2008

EDITAL CED/RTR N.º 003/2008, 05 de março de 2008. PROCESSO SELETIVO ESPECIAL Retificação do Edital n 002/2008 de 25 de fevereiro de 2008 EDITAL CED/RTR N.º 003/2008, 05 de março de 2008. OCESSO SELETIVO ESPECIAL Retificação do Edital n 002/2008 de 25 de fevereiro de 2008 A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições,

Leia mais

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 6ºANO CONTEÚDOS-1º TRIMESTRE Números naturais; Diferença entre número e algarismos; Posição relativa do algarismo dentro do número; Leitura do número; Sucessor e antecessor;

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 1º Ano do Ensino Fundamental (Alunos concluintes do 2º Período da Educação Infantil) Escrita do nome completo; Identificar e reconhecer as letras do alfabeto; Identificar e diferenciar

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS

CONHECIMENTOS GERAIS CANDIDATO (S) AO 6º ANO - EF CANDIDATO (S) AO 7º ANO - EF CANDIDATO (S) AO 8º ANO - EF CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS CONJUNTO DOS NÚMEROS RACIONAIS EQUAÇÃO DO 1º GRAU SISTEMA DE EQUAÇÕES DO 1º GRAU PROBLEMAS

Leia mais

PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80

PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80 PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80 EMENTA DA DISCIPLINA O Estudo das funções e suas aplicações

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina (Reconhecida pelo Decreto Federal n. 69.324 de 07/10/71)

Universidade Estadual de Londrina (Reconhecida pelo Decreto Federal n. 69.324 de 07/10/71) DELIBERAÇÃO Câmara de Pós-Graduação Nº 06/2013 Reestrutura o Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT). CONSIDERANDO a solicitação da Comissão Coordenadora do Programa,

Leia mais

Plano Curricular de Matemática 9º ano - 2014 /2015-3º Ciclo

Plano Curricular de Matemática 9º ano - 2014 /2015-3º Ciclo Plano Curricular de Matemática 9º ano - 2014 /2015-3º Ciclo Tema/Subtema Conteúdos Metas Nº de Aulas Previstas Org.Trat.Dados / Planeamento Estatístico Especificação do problema Recolha de dados População

Leia mais

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Eduardo Campos VICE-GOVERNADOR João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO Ricardo

Leia mais

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental 3 o Ano Textos Ler, entender e interpretar contos infantis e textos informativos. Gramática Será dada ênfase à aplicação, pois ela é entendida como instrumento para que o aluno se expresse de maneira adequada

Leia mais

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Avaliação do Desenvolvimento e Desempenho da Criança nos aspectos cognitivo, afetivo, socialização e psicomotor, através de atividades compatíveis com

Leia mais

Resolução n o 03/2010 - Conselho Gestor Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional 10 de fevereiro de 2010

Resolução n o 03/2010 - Conselho Gestor Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional 10 de fevereiro de 2010 Resolução n o 03/2010 - Conselho Gestor Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional 10 de fevereiro de 2010 Catálogo de Disciplinas e Grade Curricular 1. Disciplinas de nivelamento MA01 - Temas

Leia mais

EDITAL 2015 Testes de Português e Matemática - Material: com foto PORTUGUÊS Indicação bibliográfica: Na ponta da língua MATEMÁTICA

EDITAL 2015 Testes de Português e Matemática - Material: com foto PORTUGUÊS Indicação bibliográfica: Na ponta da língua MATEMÁTICA EDITAL 2015 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Testes de Português e Matemática - Material: o candidato deverá trazer: lápis apontados, apontador, borracha e o Compreensão e interpretação de textos; exploração

Leia mais

EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013

EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013 EDITAL PROPI 07/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU/2013 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí - IFPI, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação, torna públicas para

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 01/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE JAMBEIRO SP EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 02

CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 01/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE JAMBEIRO SP EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 02 CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 01/2015 O Prefeito do município de Jambeiro, Estado de São Paulo no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, torna público a presente retificação

Leia mais

Cronograma da Disciplina Matemática Básica 2012/1

Cronograma da Disciplina Matemática Básica 2012/1 Cronograma da Disciplina Matemática Básica 2012/1 Período letivo do 1º semestre de 2012 para Matemática Básica De 30 de janeiro de 2012 a 01 de julho de 2012 1ª semana 30/01 a 05/02 Assunto: Números Naturais

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA PLANO DE ENSINO

COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA PLANO DE ENSINO COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA 1 - IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO CURSO: Técnico Subsequente em Agricultura DISCIPLINA/ COMPONENTE CURRICULAR: Matemática Aplicada a Agricultura ANO/ CARGA

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2014

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2014 EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2014 O Prefeito do município de Motuca, Estado de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, torna público

Leia mais

3ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2013

3ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2013 3ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2013 A Prefeitura Municipal de João Pessoa - PB, no uso de suas atribuições legais, nos termos estabelecidos no subitem 13.36, torna pública a seguinte

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 D. AFONSO III. Planificação da disciplina de Matemática - CEF - 2º Ano Ano letivo de 2014/2015

ESCOLA E.B. 2,3 D. AFONSO III. Planificação da disciplina de Matemática - CEF - 2º Ano Ano letivo de 2014/2015 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Planificação da disciplina de Matemática - CEF - 2º Ano Ano letivo de 2014/2015 COMPETÊNCIAS OBJECTIVOS CONCEITOS METEDOLOGIAS /SITUAÇÕES DE APREDIZAGEM AULAS PREVISTAS Módulo 11

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO - CEAD Nº 02/2012 Seleção Simplificada Interna de Professores Pesquisadores Conteudistas

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR

MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR 1º Semestre de 2016 Cursos Técnicos Modalidades Subsequente e Integrado ao Ensino Médio Cursos Técnicos Subsequente Técnico em Administração Técnico em Mecânica Vagas Ampla

Leia mais

FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB

FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014.2 A SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DO NORDESTE DA BAHIA LTDA - SESNEB, entidade mantenedora da FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB,

Leia mais

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I ANEXO I As Faculdades Senac Minas, com o intuito de atender às diversas demandas, oferece à comunidade dois processos vestibular: o vestibular e o vestibular agendado. Ambos os processos buscam selecionar

Leia mais

Polo Itanhandu MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR

Polo Itanhandu MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR Câmpus Avançado de Carmo de Minas Polo Itanhandu MANUAL DO CANDIDATO VESTIBULAR 1º Semestre de 2015 Cursos Técnicos Modalidade Subsequente COMISSÃO RESPONSÁVEL PELO PROCESSO SELETIVO Alianne de Almeida

Leia mais

Número total de vagas 20

Número total de vagas 20 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI EDITAL 12/2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí

Leia mais

Programação Acadêmica de 2011 Semestre 1

Programação Acadêmica de 2011 Semestre 1 Programação Acadêmica de 2011 Semestre 1 U = Unidade (Em cada semana haverá duas unidades a serem estudadas para cada disciplina) P = Aula Presencial A programação de cada disciplina prevê 12 aulas presenciais

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO 6 o ANO MATEMÁTICA I Adição e subtração de frações: Frações com denominadores iguais. Frações com denominadores diferentes. Multiplicação de um número natural por uma fração. Divisão entre um número natural

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 5ª. SÉRIE, 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º BIMESTRE DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO CAIEIRAS

PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 5ª. SÉRIE, 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º BIMESTRE DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO CAIEIRAS PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 5ª. SÉRIE, 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º BIMESTRE 1-Estrutura do ensino de numeração decimal; agrupamento e contagens; valor posicional; operações básicas; operações inversas;

Leia mais

Sumário. Apresentação da Coleção... 23

Sumário. Apresentação da Coleção... 23 Sumário Apresentação da Coleção... 23 INTRODUÇÃO... 25 O que é lógica?... 25 Divisão da Filosofia... 29 Lógica de Aristóteles... 30 Lógica Moderna... 30 Raciocínio lógico matemático... 32 Objeto da lógica...

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ DISCIPLINA PRISE/PROSEL - 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ DISCIPLINA PRISE/PROSEL - 1ª ETAPA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ DISCIPLINA PRISE/PROSEL - 1ª ETAPA Competência Geral para a Matemática no Ensino Médio: Reconhecer, Interpretar e utilizar as informações matemáticas selecionadas a partir

Leia mais

caderno Matemática Matemática e suas Tecnologias ELABORAÇÃO DE ORIGINAIS

caderno Matemática Matemática e suas Tecnologias ELABORAÇÃO DE ORIGINAIS Matemática Matemática e suas Tecnologias caderno de ELABORAÇÃO DE ORIGINAIS BETO PAIVA Professor e coordenador pedagógico em escolas de ensino médio e cursos pré-vestibulares há mais de 35 anos. LEO PAULO

Leia mais

7º ano Teste de Sondagem. Língua Portuguesa. Matemática

7º ano Teste de Sondagem. Língua Portuguesa. Matemática 7º ano Teste de Sondagem Interpretação e produção de textos de gêneros variados: Carta, notícia, artigo de Opinião, relatos de viagem, tirinha, charge. Sistema de numeração decimal Conjunto dos números

Leia mais

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Período:

Leia mais

Saiba quais são os momentos marcantes da trajetória da ETEP

Saiba quais são os momentos marcantes da trajetória da ETEP Manual do Candidato Cursos Superiores Curta Duração 1º Semestre de 2015 Desde a sua idealização, em 1956, a ETEP visa formar, com excelência, profissionais para atender às demandas do mercado de trabalho.

Leia mais

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014)

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS DIRETORIA DE ENSINO Colégio Tiradentes - CPM CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) 4º ano Texto e interpretação; As quatro operações: Adição, subtração, Substantivo:

Leia mais

Curso de Pós-Graduação lato Sensu em Matemática para Negócios. Faculdade Campo Limpo Paulista (FACCAMP)

Curso de Pós-Graduação lato Sensu em Matemática para Negócios. Faculdade Campo Limpo Paulista (FACCAMP) Curso de Pós-Graduação lato Sensu em Matemática para Negócios. Faculdade Campo Limpo Paulista (FACCAMP) 1. Apresentação Com os avanços tecnológicos inseridos no mundo informatizado e virtual e a forma

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA P ARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA P ARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA P ARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 02/2011 Aprova o Regulamento e a Estrutura Acadêmica do Curso de Pós-Graduação em Matemática

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. ANEXO VI DO EDITAL n. o 001/2010 PMC/SME CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DA PROVA OBJETIVA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. ANEXO VI DO EDITAL n. o 001/2010 PMC/SME CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DA PROVA OBJETIVA Cargo: Professor do Ensino Fundamental Áreas: Pedagogia, Educação Física e Música PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ ANEXO VI DO EDITAL n. o 001/2010 PMC/SME CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DA PROVA OBJETIVA NÍVEL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI Edital Nº 04, de 29 de setembro de 2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO

UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO DANIELLA ASSEMANY DA GUIA CAp- UFRJ danyprof@bol.com.br 1.1. RESUMO Esta comunicação científica tem como objetivo tratar e apresentar a Geometria

Leia mais

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Eduardo Campos VICE-GOVERNADOR João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 500. Planificação Anual /Critérios de avaliação

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 500. Planificação Anual /Critérios de avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 500 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Matemática A 10º ano 2014/2015 Início Fim

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

CURSO: CONTABILIDADE E AUDITORIA

CURSO: CONTABILIDADE E AUDITORIA REGIME ESPECIAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA MAIORES DE 23 ANOS Ano 2012 ATENÇÃO: PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS A PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS SERÁ CONSTITUÍDA POR DOIS MÓDULOS. UM MÓDULO

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Matemática Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) História, contexto e aplicações da matemática.

Leia mais

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS.

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS. ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS ÁLGEBRA I: 003 a 013 Funções: definição de função; funções definidas por

Leia mais

Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional. Sociedade Brasileira de Matemática - SBM

Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional. Sociedade Brasileira de Matemática - SBM Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional Sociedade Brasileira de Matemática - SBM Objetivo Trazer a comunidade acadêmica e científica da Matemática para atuar nos problemas do ensino básico

Leia mais

Instituto de Matemática - UFRGS

Instituto de Matemática - UFRGS Considerações sobre a prova de Matemática do ENEM Marcus Vinicius Basso Elisabete Zardo Búrigo Instituto de Matemática - UFRGS Neste texto apresentamos algumas considerações sobre características da prova

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE MATEMÁTICA PURA E APLICADA. Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT)

INSTITUTO NACIONAL DE MATEMÁTICA PURA E APLICADA. Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT) INSTITUTO NACIONAL DE MATEMÁTICA PURA E APLICADA Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT) ANÁLISE CRÍTICA DAS PROVAS DE MATEMÁTICA DE 2010 A 2013 DO ENEM Leonardo Pereira

Leia mais

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014.

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Classes de palavras: - Substantivo - Adjetivo - Artigo - Numeral

Leia mais

RETIFICAÇÃO DE 09 DE ABRIL DE 2015 DO EDITAL nº 06/2015 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS

RETIFICAÇÃO DE 09 DE ABRIL DE 2015 DO EDITAL nº 06/2015 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul RETIFICAÇÃO DE 09 DE ABRIL DE 2015 DO EDITAL nº 06/2015

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS MATEMÁTICA 5.º ANO PLANIFICAÇÃO GLOBAL ANO LETIVO 2012/2013 Planificação Global 5º Ano 2012-2013 1/7 NÚMEROS

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA

PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA 5º ano 2012/2013 UNIDADE: Números e Operações 1 - NÚMEROS NATURAIS OBJECTIVOS GERAIS: - Compreender e ser capaz de usar propriedades dos números inteiros

Leia mais

PROFMAT - Programa de Mestrado Profissional em Matemática. Regimento. Coordenação do ensino de matemática nas escolas;

PROFMAT - Programa de Mestrado Profissional em Matemática. Regimento. Coordenação do ensino de matemática nas escolas; Capítulo I Objetivos Regimento Artigo 1º - O Objetivo do Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional é proporcionar ao aluno formação matemática aprofundada, relevante ao exercício

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 RAINHA SANTA ISABEL- ESTREMOZ MATEMÁTICA A 12ºANO ANO LETIVO 2015/2016 OBJECTIVOS ESPECÍFICOS

ESCOLA SECUNDÁRIA/3 RAINHA SANTA ISABEL- ESTREMOZ MATEMÁTICA A 12ºANO ANO LETIVO 2015/2016 OBJECTIVOS ESPECÍFICOS PROBABILIDADES E COMBINATÓRIA ESCOLA SECUNDÁRIA/3 RAINHA SANTA ISABEL- ESTREMOZ MATEMÁTICA A 12ºANO ANO LETIVO 2015/2016 Introdução ao cálculo Conhecer terminologia das probabilidades de Probabilidades

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO EDITAL COMPLENTAR N 001 AO EDITAL N 003/2012 UNAT A, no uso de suas atribuições legais e em cumprimento das normas previstas no artigo 37, inciso IX, da Constituição Federal, de 5 de outubro de 1988, Decreto

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Você que se inscreveu no Bolsão do Colégio Futuro Vip para cursar o 6º ano do Ensino Fundamental está recebendo o programa das provas. BOLSÃO 6º ANO Fonética Fonema distinção entre FONEMA e LETRA Sílaba

Leia mais

Programa para a 1ª ETAPA

Programa para a 1ª ETAPA PROGRAMA DE FÍSICA Comissão de Processos Orientação Geral : Este programa apresenta os conteúdos básicos da Física ensinados no Ensino Médio. Para a realização da prova, espera-se que o Candidato ou a

Leia mais

ROTEIRO PARA MONTAGEM DE CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM NÍVEL DE ESPECIALIZAÇÃO

ROTEIRO PARA MONTAGEM DE CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM NÍVEL DE ESPECIALIZAÇÃO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS ASSESSORIA DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA ROTEIRO PARA MONTAGEM DE CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM NÍVEL DE ESPECIALIZAÇÃO i:\latosens\rot_esp.doc Pelotas, março de 1996 PROCEDIMENTOS

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO CAPITULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - Os cursos de pós-graduação da UNIABEU são regidos pela Lei Federal 9394/96 Lei de Diretrizes

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Conteúdo Programático Teste Seletivo 2014 - Edital 4º Ano Ensino Fundamental I 1. Interpretação de texto; 2. Redação; 3. Operações Fundamentais (probleminhas). 5º Ano Ensino Fundamental I 1. Interpretação

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 8.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 8.º ANO DE MATEMÁTICA 8.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de relacionar números racionais e dízimas, completar a reta numérica e ordenar números

Leia mais

Planificação de Matemática -6ºAno

Planificação de Matemática -6ºAno DGEstE - Direção-Geral de Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Alentejo Agrupamento de Escolas de Moura código n.º 135471 Escola Básica nº 1 de Moura (EB23) código n.º 342294 Planificação

Leia mais

DADO S DA ESTRUTURA C URRIC UL AR

DADO S DA ESTRUTURA C URRIC UL AR Portal do Coordenador UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CNPJ: 18.657.063/0001 80 SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE ACADÊMICAS EMITIDO EM 14/01/2016 09:32 DADO S DA ESTRUTURA C URRIC UL AR Código:

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE SERGIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/1

FACULDADES INTEGRADAS DE SERGIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/1 FACULDADES INTEGRADAS DE SERGIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/1 A ASSOCIAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESTADO DE SERGIPE APEC/SE, entidade mantenedora das FACULDADES INTEGRADAS DE

Leia mais

MATEMÁTICA Abril 2015

MATEMÁTICA Abril 2015 152547 - Agrupamento de Escolas D. António Ferreira Gomes 342592 - Escola E.B. 2,3 D. António Ferreira Gomes INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA MATEMÁTICA Abril 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

1. Localizar pessoas ou objetos no espaço, com base em diferentes pontos de referência algumas indicações de posição;

1. Localizar pessoas ou objetos no espaço, com base em diferentes pontos de referência algumas indicações de posição; PREFEITURA MUNICIPAL DE BETIM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SEMED DIVISÃO PEDAGÓGICA DE ENSINO 2010 MATRIZ BÁSICA DO REFERENCIAL CURRICULAR DE BETIM 1 CICLO MATEMÁTICA 06 ANOS 07 ANOS 08 ANOS COMPETÊNCIAS

Leia mais

CURSO DISCIPLINAS VAGAS

CURSO DISCIPLINAS VAGAS EDITAL Nº 14 de 23 DE FEVEREIRO DE 2015 Processo seletivo para o Programa de Monitoria no Período 2015/01 dos Cursos de Engenharia Civil e Engenharia Elétrica. A Diretoria Geral e Diretoria Acadêmica através

Leia mais

COMISSÃO RESPONSÁVEL PELO PROCESSO SELETIVO

COMISSÃO RESPONSÁVEL PELO PROCESSO SELETIVO DIRETOR GERAL Professor Walner José Mendes DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL Professor Carlos Henrique Reinato DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO Wanderley Fajardo

Leia mais

LABORATÓRIO VIRTUAL DE MATEMÁTICA EM DVD

LABORATÓRIO VIRTUAL DE MATEMÁTICA EM DVD LABORATÓRIO VIRTUAL DE MATEMÁTICA EM DVD Tânia Michel Pereira Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul tmichel@unijui.edu.br Angéli Cervi Gabbi Universidade Regional do Noroeste

Leia mais

1. Coeficiente de Rendimento Escolar mínimo e Formação Acadêmica:

1. Coeficiente de Rendimento Escolar mínimo e Formação Acadêmica: Critérios Norteadores para o Processo Seletivo ao Programa de Pós-Graduação em Matemática da UFCG, no Curso de Mestrado, Modalidade Acadêmico - Área de Matemática - A Seleção para a área de matemática

Leia mais

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Período:

Leia mais

CURSO: Matemática. Missão

CURSO: Matemática. Missão CURSO: Matemática Missão O Curso de Licenciatura em Matemática tem por missão a formação de docentes com um novo perfil fundamentado na conexão de dois eixos, pedagógico e matemático, permeado pelos recursos

Leia mais

ACESSO AO CURSO MATEMÁTICA DE PONTA A PONTA POR 12 MESES

ACESSO AO CURSO MATEMÁTICA DE PONTA A PONTA POR 12 MESES ACESSO AO CURSO MATEMÁTICA DE PONTA A PONTA POR 12 MESES Para ter acesso aos materiais do Curso completo do site Matemática de Ponta a Ponta por 12 meses, siga os passos abaixo: A contagem do prazo de

Leia mais

Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional Sociedade Brasileira de Matemática

Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional Sociedade Brasileira de Matemática Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional Sociedade Brasileira de Matemática SBPC, Goiânia, 12 de julho de 2011 Objetivo Trazer a comunidade acadêmica e científica da Matemática para atuar nos

Leia mais

PROGRAMA FÁBRICA DE SOFTWARE POR UM VAREJO MAIS COMPETITIVO - PROCESSO SELETIVO 424/2015

PROGRAMA FÁBRICA DE SOFTWARE POR UM VAREJO MAIS COMPETITIVO - PROCESSO SELETIVO 424/2015 PROGRAMA FÁBRICA DE SOFTWARE POR UM VAREJO MAIS COMPETITIVO - PROCESSO SELETIVO 424/2015 1. Do programa É um projeto, que busca a inovação e a interação continua entre teoria e prática, subsidiando os

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA PLANOS DE CURSO PARA 6º E 7º ANOS Campina Grande, 2011 -

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ IFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PROPI EDITAL PROPI 006/2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do

Leia mais

EDITAL Nº 001/2011/PGMP Processo seletivo para ingresso no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Genética e Melhoramento de Plantas Turma 2012.

EDITAL Nº 001/2011/PGMP Processo seletivo para ingresso no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Genética e Melhoramento de Plantas Turma 2012. EDITAL Nº 001/2011/PGMP Processo seletivo para ingresso no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Genética e Melhoramento de Plantas Turma 2012. A Coordenação do (PGMP), no uso de suas atribuições

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CONCURSO PÚBLICO TÉCNICO-ADMINISTRATIVO EM EDUCAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CONCURSO PÚBLICO TÉCNICO-ADMINISTRATIVO EM EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CONCURSO PÚBLICO TÉCNICO-ADMINISTRATIVO EM EDUCAÇÃO EDITAL COMPLEMENTAR Nº 01 AO EDITAL Nº 07/2015-REITORIA/IFRN O REITOR DO INSTITUTO

Leia mais

Dia 07 de novembro (sábado) 10h Osasco e Granja Viana

Dia 07 de novembro (sábado) 10h Osasco e Granja Viana PROVA BOLSA MÉRITO ENSINO FUNDAMENTAL II (6º, 7º, 8º e 9º ano) Dia 07 de novembro (sábado) 10h Osasco e Granja Viana 1. Ingresso de novos alunos. O ingresso de alunos, no Ensino Fundamental II do Colégio

Leia mais

EDITAL N 018/2014 DG

EDITAL N 018/2014 DG EDITAL N 018/2014 DG Altera o Edital nº 016/14-DG que torna pública as normas que regem o 1º Processo Seletivo 2015 da Faculdade Cidade Verde FCV Considerando o disposto no Edital n o 016/14-DG; O Diretor

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. LÍNGUA PORTUGUESA (Para todos os cargos)

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. LÍNGUA PORTUGUESA (Para todos os cargos) CONTEÚDO PROGRAMÁTICO LÍNGUA PORTUGUESA (Para todos os cargos) 1. Identificação de informações pontuais no texto. 2. Uso da língua padrão em gêneros textuais na modalidade escrita (pontuação, ortografia,

Leia mais

Regimento do Mestrado Profissional em Matemeatica em Rede Nacional

Regimento do Mestrado Profissional em Matemeatica em Rede Nacional Regimento do Mestrado Profissional em Matemeatica em Rede Nacional Capítulo I Objetivos Artigo 1º - O Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT) tem como objetivo proporcionar formação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO. Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho. Departamento de Ciências Experimentais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO. Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho. Departamento de Ciências Experimentais AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Ciências Experimentais Planificação Anual de Matemática A 10º ano Ano Letivo 2015/2016 TEMA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL EDITAL DE ABERTURA DE VAGAS DO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL, Nº1 DE 03 DE SETEMBRO DE 2012. A Coordenação do Projeto Cursinho da Inclusão Social,

Leia mais

Educação de Qualidade Perto de Você

Educação de Qualidade Perto de Você Educação de Qualidade Perto de Você 1. Calendário para o Processo Seletivo e Inscrições...2 1.1. Inscrições...2 1.1.1. Inscrições utilizando nota do ENEM...2 2. Vagas ofertadas por Curso/Turno...2 3. Locais

Leia mais

VESTIBULAR 2015 MANUAL DO CANDIDATO. História 1. CALENDÁRIO GERAL 2 2. CURSOS E VAGAS 3 3. ENDEREÇO/HORÁRIO DE ATENDIMENTO

VESTIBULAR 2015 MANUAL DO CANDIDATO. História 1. CALENDÁRIO GERAL 2 2. CURSOS E VAGAS 3 3. ENDEREÇO/HORÁRIO DE ATENDIMENTO VESTIBULAR 2015 História A Faculdade de Medicina do ABC com sede e foro na Cidade de Santo André, Estado de São Paulo, foi autorizada a funcionar pelo Decreto Federal N.64.062, de 05 de fevereiro de 1969

Leia mais

REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA. Capítulo I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA. Capítulo I Das Disposições Preliminares Capítulo I Das Disposições Preliminares Art. 1º Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade de Ciências Humanas ESUDA orientam-se pelas normas especificadas neste Regulamento e estão sujeitos ao

Leia mais

CÂMPUS MUZAMBINHO MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO 2013 2º SEMESTRE CURSOS TÉCNICOS CONCOMITANTE

CÂMPUS MUZAMBINHO MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO 2013 2º SEMESTRE CURSOS TÉCNICOS CONCOMITANTE CÂMPUS MUZAMBINHO MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO 2013 2º SEMESTRE CURSOS TÉCNICOS CONCOMITANTE e SUBSEQUENTE COPESE Câmpus Muzambinho REGIME DE VAGAS Cursos Técnicos Regime Descrição do regime Interno

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA Cachoeira, março de 2011 REGULAMENTO DE MONITORIA ACADÊMICA DO CURSO DE PEDAGOGIA Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º

Leia mais

Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional PROFMAT

Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional PROFMAT Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional PROFMAT Projeto de adesão da UFOP ao PROFMAT para submissão a CAPES em 2014. 2014 Identificação

Leia mais

Edital do Processo Seletivo de 2014.1

Edital do Processo Seletivo de 2014.1 Edital do Processo Seletivo de 2014.1 A Reitora do Centro Universitário Celso Lisboa, com base nas disposições constantes na legislação vigente, nas Diretrizes e Bases da Educação acional e no Plano de

Leia mais