Informações. Trabalho diferenciado

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Informações. Trabalho diferenciado"

Transcrição

1 informe_abril.p65 1 6/5/2005, 14:18

2 Especial 02 IRPJ: em dia com o Leão A declaração do Imposto de Renda (IR) é decorrência de um trabalho realizado no ano inteiro. Trata-se de uma sinopse da contabilidade do exercício, destaca João Augusto Francisconi, do escritório da HLB Audilink. Entretanto, ao longo dos anos, a elaboração do documento foi ficando cada vez mais complexa. Por isso é fundamental atentar para alguns detalhes, acrescenta Gelci Marchetto. Confira: Preço de transferência As empresas que utilizam preço de transferência (que fazem compras no exterior) devem ter cuidado com a sua formação. É importante que ele seja estruturado ao longo do ano, para que as informações na declaração não divirjam, ressalta Francisconi. Regime As empresas que estão no Programa de Recuperação Fiscal (Refis) precisam prestar uma série de informações à Receita Federal, e estas também devem constar da sua declaração do imposto de renda anual. Ocorre que tais informações são financeiras e colhidas pelo regime de caixa. Como as empresas adotam o regime de competência, na maioria dos casos há uma grande dificuldade em coletar esses dados. Temos alertado os nossos clientes para que essas informações sejam preparadas durante o ano, ou com a devida antecedência, pois, caso contrário, ocorrerão dificuldades na hora de preencher a declaração, afirma Gelci. O prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (DIPJ) para as empresas inativas e as optantes pelo Simples se encerra em 31 de maio, sendo que a novidade é a declaração on line das empresas inativas. Para todas as demais, o prazo de entrega é até 30 de junho. A HLB Audilink dá as últimas dicas para as empresas que não finalizaram sua declaração ou ainda a estão revisando. Informações Trabalho diferenciado O ideal para um procedimento desta ordem é que se efetive a revisão, no mínimo, trimestral das apurações, obrigatórias para todas as empresas optantes pelo lucro presumido ou sujeitas ao lucro real Durante o ano, a HLB Audilink acompanha os seus clientes periodicamente, para que não haja dúvidas no término do exercício e o trabalho seja otimizado. Vale reforçar que, no final do ano, as empresas devem ter cuidado quanto à informação para obtenção do saldo negativo do período-base anterior do Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), diz Gelci. Ela lembra que, quando houver informações de imposto retido na fonte, este deverá ser informado detalhadamente pelo seu valor integral, sendo que a novidade deste ano é a informação da CSLL retida na fonte para os prestadores de serviço. A HLB Audilink disponibiliza aos seus clientes o serviço de revisão prévia de declarações contendo a apuração das bases de cálculo dos tributos nomeados, créditos, abatimentos, deduções, incentivos, assim como o cálculo do tributo. Deste trabalho de campo Declaração propriamente dito, conforme o que for constatado, pode resultar a correta orientação dos procedimentos contábeis que envolvem as questões tributárias e societárias da empresa, visando à detecção antecipada de eventuais procedimentos em desacordo com a legislação vigente. O ideal para um procedimento desta ordem é que se efetive a revisão, no mínimo, trimestral das apurações, obrigatórias para todas as empresas optantes pelo lucro presumido ou sujeitas ao lucro real, com o fim de ser mantido um controle adequado dos recolhimentos feitos e de facilitar as declarações, esclarece Gelci. Deverá ser tomado o máximo de cuidado com as informações que têm origem em outros demonstrativos e que são transferidas para a DIPJ, a fim de que não haja nenhuma divergência. Caso ocorra, a mesma deverá ser retificada, como é o caso da Declaração de Contribuições e Tributos Federais (DCTF), Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais (Dacon) ou no Pedido de Compensação da Internet (Perdecomp). informe_abril.p65 2 6/5/2005, 14:18

3 Notas Novos serviços Apresentações sobre auditoria ambiental e demonstrações de fluxo de caixa foram alguns dos temas da reunião do Programa de Educação Profissional Continuada da HLB Audilink realizada em São Paulo, no dia 15 de abril 03 A HLB Audilink está agregando mais um serviço ao seu portfólio. O assunto foi um dos temas em debate no encontro do Programa de Educação Profissional Continuada da empresa, ocorrido no dia 15 de abril, no escritório de São Paulo. Conforme o gerente da HLB Audilink na capital paulista, Rogério Wech Adriano, durante a reunião foi destacada a importância da realização de auditorias ambientais. Ficou claro que, no contexto atual, quando as empresas demonstram cada vez mais a sua preocupação com o meio ambiente, cresce a necessidade desse tipo de serviço, acrescenta Rogério. O encontro, que teve a participação de representantes dos escritórios de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, abordou ainda temas de ordem técnica, relacionados com o trabalho diário dos auditores. Outra questão em análise foi a demonstração do fluxo de caixa, uma exigência internacional. No Brasil, esse item substitui a demonstração de origens e aplicações de recursos. Essa ferramenta dá mais transparência aos números dos balanços, explica Rogério. A agilidade que traz o uso de papéis de trabalho eletrônicos (as vantagens e melhorias que podem ser agregadas) foi mais um dos assuntos tratados no encontro. Para o gerente do escritório de São Paulo, as reuniões permitem discutir temas relevantes no mercado e na área de contabilidade. O objetivo é que nossos profissionais estejam sempre atualizados, acompanhando todas as alterações que ocorrem nas leis fiscais, conclui Rogério Wech. Reavaliação de ativo a cada quatro anos O Conselho Federal de Contabilidade (CFC), no exercício de suas O CFC mantém nesta norma a reavaliação, no mínimo, a cada atribuições legais e regimentais, aprovou a NBC T 19.6, que trata da quatro anos, mas permite o retorno ao princípio do registro pelo reavaliação de ativo. Considerando que o Instituto dos Auditores valor original após dez anos de reavaliação, por entender que Independentes do Brasil (Ibracon) teve o seu pronunciamento este prazo já obriga a entidade a realizar, no mínimo, três aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pelo Banco reavaliações. Dessa forma, os usuários das demonstrações Central do Brasil (Bacen) por ato próprio, foi determinado que a contábeis podem avaliar a tendência da entidade em termos de entidade que optar pela reavaliação deve efetuá-la, no mínimo, a resultado e de patrimônio. cada quatro anos e abandonar o princípio do registro pelo valor A resolução entrou em vigor a partir de 1 de janeiro original, sem estabelecer a possibilidade de retorno ao mesmo de princípio. Novos clientes - Caixa de Assistência dos Servidores Fazendários Estaduais CAFAZ Fortaleza, CE - Prima Factoring Sociedade Comercial Ltda. Salvador, BA - Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul BRDE Porto Alegre, RS - Plantravel Planejamento Viagem e Turismo Ltda. Fortaleza, CE - Interconnection Informática S/A Niterói, RJ - Fundo de Aposentadoria e Pensões da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil FAPIEB Brasília, DF - DFV Comercial e Industrial Ltda. São Paulo, SP - Elekeiroz - Camaçari, BA - Ecad Direitos Autorais - Rio de Janeiro, RJ informe_abril.p65 3

4 Cliente 04 Soluções personalizadas A Mark Building atua num mercado ainda pouco conhecido no Brasil: o de consultoria e serviços de infra-estrutura predial e industrial. Com perspectivas de ampliar seus negócios em 2005, a companhia contratou a HLB Audilink no início do ano para realizar suas auditorias financeira e tributária. Atuação focada Inicialmente, a Mark Building direcionou suas atividades ao gerenciamento de serviços prediais e industriais. Para atender os clientes de forma mais completa, criou departamentos para atuar na área de manutenção, conservação ambiental e limpeza, além do produto Check Up Predial, que faz diagnósticos detalhados de instalações e equipamentos. Com a evolução da demanda, não podemos mais ser apenas prestadores de serviços. Temos que ser provedores de soluções, acredita Beling. A elevada taxa de permanência dos clientes, de 90%, é um indicador da qualidade dos serviços prestados pela empresa, que busca soluções personalizadas para cada parceiro. Trabalho em conjunto O Centro Empresarial De Gaulle, composto de dois blocos e com 48 mil m², é um dos empreendimentos gerenciados pela Mark Building no Rio de Janeiro Cuidar de todas as atividades de gerenciamento, consultoria técnica e serviços de infra-estrutura de um empreendimento predial ou industrial é o foco de atuação da empresa Mark Building, primeira companhia brasileira a trabalhar no mercado de Facility Management (FM). A atividade é reconhecida como profissão nos Estados Unidos e na Europa, mas ainda pouco difundida no País. Fundada em 1989 para atender à demanda crescente do mercado, a empresa aposta na expansão do segmento de FM no Brasil. Trabalhava no mercado de construção civil e percebi que os empreendimentos, cada vez mais complexos, exigiam um escopo de serviços diferenciados, que pudessem agregar valor e fossem comparáveis aos adotados em países desenvolvidos, conta o diretor-presidente da Mark Building, Altair Beling. Segundo ele, as empresas devem se dedicar cada vez mais às suas atividades-fim, delegando as atividades-meio a empresas especializadas. Acreditamos num crescimento de 50% no faturamento deste ano, em relação ao de 2004, afirma Beling. A parceria entre a HLB Audilink e a Mark Building ainda é recente. A HLB Audilink presta serviços de consultoria na área financeira e tributária, além de auditoria contábil para a Mark Building desde o começo de março. A Mark Building já conhecia o trabalho que a HLB Audilink vem desenvolvendo para nossos clientes em Brasília, e isso facilitou a escolha. Apesar do pouco tempo de trabalho, posso dizer que a empresa está nos atendendo muito bem, com nível de qualidade acima das expectativas, assinala Altair Beling. Mark Building em detalhes: Colaboradores: Faturamento em 2004: R$ 25 milhões Atuação: Gerenciamento Predial m² Manutenção m² Conservação Ambiental m² Clientes: Unibanco, Centro Empresarial Rio, em Botafogo (RJ); Leblon Corporate (RJ); TAM; Brasil Telecom; Previ, entre outros. Abrangência: Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Goiás, Rondônia, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Até o fim do ano, as atividades se estenderão a cidades do Rio Grande do Sul, Bahia, Paraná, Espírito Santo e Minas Gerais. informe_abril.p65 4

5 Cliente 05 Cooperativismo: uma alternativa de desenvolvimento O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) foi criado para dar suporte ao fortalecimento das cooperativas no Brasil, através do apoio a capacitação e formação de empregados, cooperados e lideranças vinculadas ao Sistema OCB. Em 2004, o segmento exportou cerca de US$ 2 bilhões, representando um incremento de 162,5% em cinco anos. O Sescoop é cliente da HLB Audilink desde O escritório de Brasília realiza auditorias nas áreas financeira, administrativa e de recursos humanos. O cooperativismo no País tem se apresentado nos últimos anos como uma maneira viável e sustentável de desenvolvimento econômico e social, atraindo um número cada vez maior de associados e ampliando os resultados financeiros. No ano passado, as cooperativas do Brasil exportaram mais de US$ 2 bilhões, num incremento de 162,5% nas vendas, em cinco anos. O cooperativismo também tem contribuído para a geração de empregos: mais de 195 mil pessoas estavam empregadas no setor em Dentro desse cenário de crescimento, foi criado em 1998 o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), com o objetivo de dar suporte ao processo de autogestão das cooperativas nacionais. Conforme o gerente-geral da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Ramon Belisário, o Sescoop é um novo S do sistema de desenvolvimento educacional e profissional estabelecido pelo governo federal, assim como o Sebrae e o Senai. É uma instituição que se preocupa com a capacitação de seus associados e funcionários para o sucesso de uma cooperativa. Como braço educacional do cooperativismo, tem como importante missão a difusão e a educação cooperativista, competindo-lhe também preparar futuras lideranças para o setor, detalha o gerente. Profissionalização de jovens Responsável pelo ensino, formação profissional, organização e promoção social dos trabalhadores, associados e funcionários das cooperativas, o Sescoop está organizado em 27 unidades estaduais e uma unidade nacional, em Brasília. Cada unidade O cooperativismo se apóia em sete princípios: adesão voluntária e livre, gestão democrática e livre, participação econômica dos cooperados, autonomia e independência, educação, formação e informação, intercooperação e interesse pela comunidade. Fidelidade nas informações O escritório de Brasília da HLB Audilink presta ao Sescoop, desde 2001, serviços de auditoria independente nas áreas administrativa, financeira, patrimonial, quadro de pessoal, procedimentos licitatórios e contratos. possui autonomia para definir o seu orçamento dentro das diretrizes do Conselho Nacional, formado por representantes do governo, das cooperativas e dos empregados em cooperativas, explica Belisário. Entre as principais ações do Sescoop está o Programa Cooperjovem, que busca a ampliação da ação educacional nas escolas. A iniciativa oferece aos alunos meios de praticar a cooperação como alternativa solidária de encaminhamento profissional e desenvolvimento pessoal, incrementando, com isso, o capital social do País. No ano passado, as ações de formação profissional, monitoramento e promoção social atenderam cerca de 415 mil pessoas, proporcionando a profissionalização da gestão, a qualificação técnica, o desenvolvimento do setor e a inclusão social. Segundo Ramon Belisário, o trabalho desenvolvido pela HLB Audilink, em conjunto com a auditoria interna, tem contribuído para a legalidade e fidedignidade dos registros nas áreas auditadas. O Sescoop desenvolve material didático para seu trabalho de fomento do cooperativismo no Brasil informe_abril.p65 5

6 No Brasil 06 Brasília Telefone: (61) Fax: (61) Curitiba Telefone: (41) Fax: (41) Fortaleza Telefone/Fax: (85) Porto Alegre Telefone/Fax: (51) Recife Telefone: (81) Fax: (81) Rio de Janeiro Telefone: (21) Fax: (21) Salvador Telefone/Fax: (71) São Paulo Telefone/Fax: (11) Informações Saiba onde obter mais informações sobre a HLB Audilink Na Internet No endereço você encontra dados sobre a HLB Audilink e seus serviços. Além de conferir as últimas novidades, é possível ativar links para os sites de diversos órgãos do governo, como, por exemplo, o Banco Central, Ministério do Trabalho, Secretaria da Receita Federal e Banco Nacional de Desenvolvimento, entre outros. HLB Audilink Informe O HLB Audilink Informe é a publicação da HLB Audilink voltada à constante atualização de seus clientes. O objetivo deste veículo consiste em manter os seus leitores informados sobre os serviços da empresa e o cenário legislativo e tributário do País, assim como divulgar notícias e artigos referentes à área de auditoria. Newsletters Para profissionais que precisam estar por dentro de todas as mudanças na legislação e não têm tempo de ler todos os veículos de comunicação, a HLB Audilink envia, semanalmente, s com notícias atualizadas em primeira mão e lembretes sobre assuntos técnicos e tributários. Entre em contato com o escritório mais próximo para receber, gratuitamente, o Newsletter da HLB Audilink. Projeto editorial e execução: Giornale Comunicação Empresarial - (51) informe_abril.p65 6

HLB Audilink e as telecomunicações

HLB Audilink e as telecomunicações Especial 02 HLB Audilink e as telecomunicações A HLB Audilink foi contratada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para fazer dois relatórios que envolvem a análise econômicofinanceira das

Leia mais

www.avantassessoria.com.br

www.avantassessoria.com.br www.avantassessoria.com.br Nossa Empresa A AVANT Assessoria Contábil e Tributária é uma empresa de contabilidade especializada em consultoria e assessoria de empresas e profissionais liberais, oferecendo

Leia mais

Niterói Administradora de Imóveis S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Niterói Administradora de Imóveis S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Niterói Administradora de Imóveis S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e em 31 de Dezembro de 2006, 2005 e 2004 Parecer dos auditores independentes

Leia mais

Serpro em dia com seus procedimentos tributários

Serpro em dia com seus procedimentos tributários 20799_Giornale_HLB.p65 1 23/8/2005, 21:27 Especial 02 Serpro em dia com seus procedimentos tributários HLB Audilink presta serviço de assessoria para a maior empresa pública de prestação de serviços em

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 Aprova a NBC T 11.8 Supervisão e Controle de Qualidade. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Considerando que as Normas

Leia mais

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A CEMEPE INVESTIMENTOS S/A RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Em cumprimento às disposições legais e estatutárias, submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações contábeis do exercício encerrado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 998, DE 21 DE MAIO DE 2004

RESOLUÇÃO Nº 998, DE 21 DE MAIO DE 2004 CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE RESOLUÇÃO Nº 998, DE 21 DE MAIO DE 2004 Aprova a NBC T 19.2 - Tributos sobre Lucros. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

Leia mais

MANTENEDOR E CONTADOR

MANTENEDOR E CONTADOR MANTENEDOR E CONTADOR No ano de 2000, Darci de Paula, Contador formado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em Ciências Contábeis e Pós graduado em MBA IFRS(Normas Internacionais de Contabilidade),

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec: Professor Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital Eixo Tecnológico: Gestão e negócios Habilitação Profissional: Técnico em Contabilidade

Leia mais

experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria

experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria A Íntegra é uma empresa de auditoria e consultoria, com 25 anos de experiência no mercado brasileiro. Cada serviço prestado nos diferentes

Leia mais

A importância da informática nas auditorias

A importância da informática nas auditorias Tendência 02 A importância da informática nas auditorias HLB Audilink investe em ferramentas para otimizar processos Preocupada com a constante evolução mundial e em consonância sistemas dos clientes.

Leia mais

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA PERGUNTAS FREQUENTES Este guia com perguntas e respostas foi desenvolvido para possibilitar um melhor entendimento

Leia mais

Principais dificuldades

Principais dificuldades Principais dificuldades A maior dificuldade apontada pelas organizações contábeis pesquisadas foi receber informações dos clientes com qualidade e prazo. Apenas 16% delas indicaram problemas com a aderência

Leia mais

HAFRA Assessoria Empresarial, Contábil & Jurídica. Apresentação de Serviços Profissionais

HAFRA Assessoria Empresarial, Contábil & Jurídica. Apresentação de Serviços Profissionais HAFRA Assessoria Empresarial, Contábil & Jurídica Apresentação de Serviços Profissionais SOBRE A Hafra Assessoria Empresarial, Contábil & Jurídica tem atuação no mercado empresarial do Rio de Janeiro e

Leia mais

Due diligence nas empresas

Due diligence nas empresas Especial 02 Due diligence nas empresas Fusões e compras de empresas necessitam de muita segurança e garantia tanto ao comprador como ao proprietário. A HLB Audilink tem a melhor solução para esses casos:

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

ABDE Associação Brasileira de Desenvolvimento

ABDE Associação Brasileira de Desenvolvimento TAX ABDE Associação Brasileira de Desenvolvimento Ativo diferido de imposto de renda da pessoa jurídica e de contribuição social sobre o lucro líquido aspectos fiscais e contábeis Outubro de 2014 1. Noções

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORAMENTO FISCAL, CONTABIL E DEPARTAMENTO PESSOAL.

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORAMENTO FISCAL, CONTABIL E DEPARTAMENTO PESSOAL. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORAMENTO FISCAL, CONTABIL E DEPARTAMENTO PESSOAL. OBJETIVO DOS TRABALHOS a) Revisão e diagnóstico sobre os procedimentos legais aplicáveis as operações financeiras e fiscais

Leia mais

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A CEMEPE INVESTIMENTOS S/A RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Em cumprimento às disposições legais e estatutárias, submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações financeiras do exercício

Leia mais

n 170 Conhecimento que gera valor Dezembro 10/Janeiro 11 CLIENTE: CONHEÇA A TEL TELECOMUNICAÇÕES e CONSULTORIA CONTÁBIL É PÁG. 03 PÁG.

n 170 Conhecimento que gera valor Dezembro 10/Janeiro 11 CLIENTE: CONHEÇA A TEL TELECOMUNICAÇÕES e CONSULTORIA CONTÁBIL É PÁG. 03 PÁG. n 170 Conhecimento que gera valor Dezembro 10/Janeiro 11 SUA empresa de AUDITORIA e CONSULTORIA CONTÁBIL É confiável? PÁG. 02 CLIENTE: CONHEÇA A TEL TELECOMUNICAÇÕES PÁG. 03 capa 02 a escolha certa Escolha

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

Brito Amoedo Imobiliária S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Brito Amoedo Imobiliária S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Brito Amoedo Imobiliária S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e em 31 de Dezembro de 2006, 2005 e 2004 Parecer dos auditores independentes

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2011

CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2011 CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2011 Orientações Básicas INFORMAÇÕES GERAIS PESSOA JURÍDICA 1) DCTF : (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais) ATENÇÃO! Apresentação MENSAL obrigatória pelas Pessoas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

Boletim Mensal - Novembro/2015

Boletim Mensal - Novembro/2015 Boletim Mensal - Novembro/2015 Fiscal Contábil RH Notícias Calendário Obrigações Fiscal Fisco irá cruzar informações de bancos com o Imposto de Renda e apertar contribuinte. A partir de janeiro de 2016,

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Banco Cooperativo Sicredi S.A. Versão: Julho/2015 Página 1 de 1 1 INTRODUÇÃO O Sicredi é um sistema de crédito cooperativo que valoriza a

Leia mais

ECF - escrituração contábil fiscal

ECF - escrituração contábil fiscal ECF - escrituração contábil fiscal O que é a ECF? Escrituração Contábil Fiscal é uma nova obrigação do SPED Sistema Público de Escrituração Digital, que entrará em vigor em 2015 e nessa deverão ser informados

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Resolução CFC nº 1.159, de 13/02/2009 DOU 1 de 04/03/2009 Aprova o Comunicado Técnico CT 01 que aborda como os ajustes das novas práticas contábeis adotadas no Brasil trazidas pela Lei nº 11.638/07 e MP

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

Gestão das organizações contábeis

Gestão das organizações contábeis Gestão das organizações contábeis Análise dos resultados da pesquisa Dezembro/2014 por Roberto Dias Duarte Sobre a pesquisa O Sistema Público de Escrituração Digital e seus vários subprojetos têm sido

Leia mais

A TOZZI ASSOCIADOS disponibiliza um extenso banco de dados com informações sobre o Terceiro Setor, a todos os participantes dos seus cursos.

A TOZZI ASSOCIADOS disponibiliza um extenso banco de dados com informações sobre o Terceiro Setor, a todos os participantes dos seus cursos. INTRODUÇÃO A TOZZI ASSOCIADOS disponibiliza um extenso banco de dados com informações sobre o Terceiro Setor, a todos os participantes dos seus cursos. O conteúdo deste banco de dados decorre de uma vasta

Leia mais

Entre as maiores. Informações com qualidade. Garantindo o futuro. Destaque 02. ParanaPrevidência em números (agosto): 23 mil pensionistas.

Entre as maiores. Informações com qualidade. Garantindo o futuro. Destaque 02. ParanaPrevidência em números (agosto): 23 mil pensionistas. Destaque 02 Entre as maiores A ParanaPrevidência é destaque entre as companhias e grupos do Paraná e da região Sul do País, segundo a revista Amanhã. A empresa, criada pelo governo do Paraná para garantir

Leia mais

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI CLIPPING Mídias de Primeiro Foco Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI Cliente: Fharos Data: 10/09/08 Veículo: Executivos Financeiros 2 3 Cliente: Fharos Data: 12/09/08 Veículo: Canal Executivo 4

Leia mais

ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA

ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA Segmento JURÍDICO ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA As soluções de software de gestão para o segmento jurídico da TOTVS são autoridades em resultados para o seu escritório de advocacia. Um conjunto de funcionalidades

Leia mais

C O N S U L T O R I A. T r i b u t á r i a & F i n a n c e i r a. Serviços

C O N S U L T O R I A. T r i b u t á r i a & F i n a n c e i r a. Serviços C O N S U L T O R I A Consultoria Tributária Serviços Os serviços de consultoria tributária oferecidos pela GT Consultoria são extremamente abrangentes e com perfis diferenciados para cada demanda. Entre

Leia mais

1 APRESENTAÇÃO. Visão Ser reconhecida como a mais sustentável, eficiente e renomada empresa de contabilidade do país.

1 APRESENTAÇÃO. Visão Ser reconhecida como a mais sustentável, eficiente e renomada empresa de contabilidade do país. A Solução Contábil 1 APRESENTAÇÃO A Internet Accounting, empresa do Grupo Partwork, com mais de 17 anos de mercado, agradece pelo contato e confiança depositada. Nosso A Solução objetivo é oferecer Contábil

Leia mais

Foto: istockphoto.com/propagcomunica. Aqui você é dono

Foto: istockphoto.com/propagcomunica. Aqui você é dono Foto: istockphoto.com/propagcomunica Aqui você é dono A UNICRED/ASACRED tem como seus pilares dois importantes institutos: o cooperativismo, que vem promover a gestão participativa, equitativa e igualitária,

Leia mais

Parceria de sucesso para sua empresa

Parceria de sucesso para sua empresa Parceria de sucesso para sua empresa A Empresa O Grupo Espaço Solução atua no mercado de assessoria e consultoria empresarial há 14 anos, sempre realizando trabalhos extremamente profissionais, pautados

Leia mais

Indústria do Esporte. Mercado brasileiro de clubes de futebol superou R$ 2,18 bilhões em receitas em 2010

Indústria do Esporte. Mercado brasileiro de clubes de futebol superou R$ 2,18 bilhões em receitas em 2010 Indústria do Esporte Mercado brasileiro de clubes de futebol superou R$ 2,18 bilhões em receitas em 2010 Maio 2011 Mercado brasileiro de clubes de futebol superou R$ 2,18 bilhões em receitas em 2010 A

Leia mais

ITG 2002: Os principais desafios na implementação das novas práticas na visão da Auditoria Independente.

ITG 2002: Os principais desafios na implementação das novas práticas na visão da Auditoria Independente. ITG 2002: Os principais desafios na implementação das novas práticas na visão da Auditoria Independente. Evelyse Amorim Lourival Amorim Florianópolis, 11 de novembro de 2014 ITG 2002 Introdução e Principais

Leia mais

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN O que é o GVN Parceiro: O GVN Parceiro é uma modalidade de parceria de negócios criada pelo Grupo Vila Nova para ampliar sua capilaridade de oferta e garantir que

Leia mais

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A CEMEPE INVESTIMENTOS S/A RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Em cumprimento às disposições legais e estatutárias, submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações contábeis do exercício encerrado

Leia mais

POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS

POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança - ABESE Entidade que representa, nacionalmente, as empresas de sistemas

Leia mais

CONCLUSÕES DO GRUPO CONTÁBIL

CONCLUSÕES DO GRUPO CONTÁBIL CONCLUSÕES DO GRUPO CONTÁBIL 1 Modelo de documento fiscal para as Unimeds Ficou definido que a descrição a ser colocada no corpo do documento fiscal será: PLANOS DE PRÉ-PAGAMENTO: Valor referente a XXX

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae ASSOCIATIVISMO Fonte: Educação Sebrae O IMPORTANTE É COOPERAR A cooperação entre as pessoas pode gerar trabalho, dinheiro e desenvolvimento para toda uma comunidade COOPERAR OU COMPETIR? Cooperar e competir

Leia mais

DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL SE É DESENVOLVIMENTO É PRIORIDADE DO SEBRAE LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA REGULAMENTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA LG REGULAMENTADA LG REGULAMENTADA

Leia mais

PORTFÓLIO INSTITUCIONAL GRUPO ASSETS - 2013 2014. Apresentação

PORTFÓLIO INSTITUCIONAL GRUPO ASSETS - 2013 2014. Apresentação 2013 2014 PORTFÓLIO INSTITUCIONAL GRUPO ASSETS - 2013 2014 Apresentação Assets Contadores e Consultores Associados, fundada ano 2000, é uma empresa jovem e totalmente dinâmica, que busca sempre o melhor

Leia mais

Por que abrir o capital?

Por que abrir o capital? Por que abrir capital? Por que abrir o capital? Vantagens e desafios de abrir o capital Roberto Faldini Fortaleza - Agosto de 2015 - PERFIL ABRASCA Associação Brasileira de Companhias Abertas associação

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

O Impacto da Lei 11.638/07 no encerramento das Demonstrações Contábeis de 2008

O Impacto da Lei 11.638/07 no encerramento das Demonstrações Contábeis de 2008 O Impacto da Lei 11.638/07 no encerramento das Demonstrações Contábeis de 2008 Pronunciamento CPC 013 Adoção Inicial da Lei nº 11.638/07 e da Medida Provisória no 449/08 Antônio Carlos Palácios Vice-Presidente

Leia mais

As informações foram coletadas por meio de uma pesquisa aplicada aos profissionais que estiveram presentes no 6º Fórum de Gestão Fiscal e Sped.

As informações foram coletadas por meio de uma pesquisa aplicada aos profissionais que estiveram presentes no 6º Fórum de Gestão Fiscal e Sped. Panorama da área fiscal e tributária A área fiscal no Brasil recebe constantemente mudanças e atualizações ligadas aos processos de fiscalização, tributação, contribuição, regulamentação entre outros.

Leia mais

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 REALIZAÇÃO TABULAÇÃO Quem Somos A WBI BRASIL é uma empresa especializada em planejamento de marketing digital, que presta

Leia mais

Quem somos? Nossa Missão:

Quem somos? Nossa Missão: Bem Vindos! Quem somos? A GEPC Consultoria Tributária é uma empresa especializada em consultoria para Farmácias e Drogarias com mais de 6 anos de mercado neste seguimento. Apoiando e atualizando nossos

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 821/97 Aprova a NBC P 1 Normas Profissionais de Auditor Independente com alterações e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS E GERENCIAIS CIÊNCIAS CONTÁBEIS 5º período

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS E GERENCIAIS CIÊNCIAS CONTÁBEIS 5º período PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS E GERENCIAIS CIÊNCIAS CONTÁBEIS 5º período OS IMPACTOS DO REGIME DE TRIBUTAÇÃO TRANSITÓRIA NA APURAÇÃO DO LUCRO REAL E

Leia mais

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00

Número de. Empregados. Pessoa Física Nenhum R$ 50,00 R$ 600,00. Microempresa Até 5 R$ 70,00 R$ 840,00. Acima de 5 R$ 400,00 R$ 4800,00 FICHA DE ADESÃO Por esta Ficha de adesão, solicito meu ingresso como associado da ABRIMPE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INCENTIVO E MELHORIA EM PROJETOS EMPRESARIAIS, EMPREENDEDORISMO E EDUCACIONAL, comprometendo-me

Leia mais

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 INDICE POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 1. Objetivo...2 2. Aplicação...2 3. implementação...2 4. Referência...2 5. Conceitos...2 6. Políticas...3

Leia mais

Cronograma de Entrega de Fatura 2012

Cronograma de Entrega de Fatura 2012 Rio de Janeiro, 21 de dezembro de 2011. PASA/CE 31/11 Assunto: Orientações para a rede credenciada Prezado credenciado(a), A Vale/PASA, visando o aperfeiçoamento de seus processos, vem através desta correspondência

Leia mais

CAPITULO I DA POLÍTICA MUNICIPAL DO COOPERATIVISMO.

CAPITULO I DA POLÍTICA MUNICIPAL DO COOPERATIVISMO. LEI Nº 1.827/2009. EMENTA: Institui a política de apoio e incentivo ao desenvolvimento do Cooperativismo no âmbito do município de Santa Cruz do Capibaribe/PE e dá outras providências. A MESA DIRETORA

Leia mais

Valores Referenciais de Honorários Contábeis

Valores Referenciais de Honorários Contábeis Valores Referenciais de Honorários Contábeis Vigência: Junho de 2012 a Maio de 2013 Preâmbulo Tendo em vista a necessidade de valorização da profissão contábil, a Assembléia Geral dos Associados do Sinescontábil/MG,

Leia mais

Terceirização de RH e o líder financeiro SUMÁRIO EXECUTIVO. Você e o RH estão falando a mesma língua? EM ASSOCIAÇÃO COM

Terceirização de RH e o líder financeiro SUMÁRIO EXECUTIVO. Você e o RH estão falando a mesma língua? EM ASSOCIAÇÃO COM SUMÁRIO EXECUTIVO Você e o RH estão falando a mesma língua? EM ASSOCIAÇÃO COM Os serviços de terceirização de RH economizam tempo e dinheiro para as empresas. Investimentos em engajamento dos funcionários

Leia mais

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO 1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO Organização Estadual: OCB/SESCOOP-TO Data de realização do seminário: 23/04/2010 Local: Sede da OCB/SESCOOP-TO Palmas-TO Número de participantes:

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda, uma

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO. 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO. 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO BALANÇO PATRIMONIAL 02 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO PERÍODO 03 DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO 04 DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

ANEXO I EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº. 011/2010 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº. 011/2010 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº. 011/2010 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Página 1 de 5 1 - DO OBJETO 1.1. Contratação de empresa de consultoria tributária para rotinas de apuração de IRPJ/CSLL, PIS/COFINS, bem

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MATÉRIAS TRABALHO Orientador Empresarial Microempreendedor Individual-Formalização-Setor de Serviços-Crescimento SETOR DE SERVIÇOS É CAMPEÃO EM

Leia mais

O QUE É O SITE MUNÍCIPIOS?

O QUE É O SITE MUNÍCIPIOS? O QUE É O SITE MUNÍCIPIOS? Apresentação Histórico Estratégia de comunicação e políticas para promoção do municipalismo forte e atuante A atuação da Confederação Nacional de Municípios na comunicação pública

Leia mais

Pedro@ananadvogados.com.br

Pedro@ananadvogados.com.br Pedro@ananadvogados.com.br Sócio de Anan Advogados Especialista em Direito Empresarial pela PUC-SP MBA Controller pela FEA-USP Membro da Diretoria Jurídica da ANEFAC Diretor do Conselho Consultivo da APET

Leia mais

A RELEVÂNCIA DA EVIDENCIAÇÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO DECORRENTE DE ADIÇÕES INTERTEMPORAIS E DE PREJUÍZO FISCAL NAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

A RELEVÂNCIA DA EVIDENCIAÇÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO DECORRENTE DE ADIÇÕES INTERTEMPORAIS E DE PREJUÍZO FISCAL NAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS IDENTIFICAÇÃO DO TRABALHO TÍTULO: A RELEVÂNCIA DA EVIDENCIAÇÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO DECORRENTE DE ADIÇÕES INTERTEMPORAIS E DE PREJUÍZO FISCAL NAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS AUTOR: JOSÉ ANTONIO DE FRANÇA

Leia mais

+ BENEFÍCIOS PARA SUA ENTIDADE CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES

+ BENEFÍCIOS PARA SUA ENTIDADE CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES + BENEFÍCIOS PARA SUA ENTIDADE CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES CDL CARTÕES +FACILIDADE Com o objetivo de oferecer soluções para facilitar a vida dos associados e seus funcionários, a FCDL-MG se uniu à Valle Express,

Leia mais

PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 002/2014

PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 002/2014 PROJETO SERVIÇOS E CIDADANIA EDITAL N 002/2014 Abertura de prazo para solicitação de serviços pelas entidades cadastradas no Projeto Serviços e Cidadania e sediadas em Curitiba e Região Metropolitana O

Leia mais

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s

Byte Software POLÍTICA COMERCIAL. Parceiros Comerciais/CVB s Byte Software POLÍTICA COMERCIAL Parceiros Comerciais/CVB s 2013 1. Apresentação Este guia descreve o Programa de Parceria Byte Software através de uma estrutura básica, incluindo como participar e, ainda,

Leia mais

Finanças dos clubes de futebol do Brasil em 2011

Finanças dos clubes de futebol do Brasil em 2011 Finanças dos clubes de futebol do Brasil em 2011 Maio 2012 A BDO é a quinta maior empresa de auditoria e consultoria do Brasil, e realiza estudos e análises sobre a Indústria do Esporte, por meio de sua

Leia mais

AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE. Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional

AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE. Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional Desafio Fomentar o Uso do Poder de Compra do Governo Junto aos Pequenos Negócios para Induzir

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

CONTABILIDADE: DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS (DLPA) PROCEDIMENTOS

CONTABILIDADE: DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS (DLPA) PROCEDIMENTOS CONTABILIDADE: DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS (DLPA) PROCEDIMENTOS SUMÁRIO 1. Considerações Iniciais 2. Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA) na Lei das S.A. 3. Demonstração

Leia mais

EVENTOS. Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania

EVENTOS. Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania A União dos Vereadores do Estado de São Paulo UVESP, desde 1977 (há 38 anos) promove parceria com o Poder Legislativo para torná-lo cada vez mais forte, através de várias ações de capacitação e auxílio

Leia mais

Curso de pós Graduação em Auditoria Fiscal e Contábil

Curso de pós Graduação em Auditoria Fiscal e Contábil IBRACON Instituto dos Auditores do Brasil 6 Regional UCS Universidade de Caxias do Sul -Campus Universitário de Bento Gonçalves Curso de pós Graduação em Auditoria Fiscal e Contábil Aula Inaugural tema:a

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

LAM AUDITORES INDEPENDENTES

LAM AUDITORES INDEPENDENTES COOPERATIVA DE ELETRIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO CERRP Relatório de Auditoria das Demonstrações Contábeis do Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2012. LAM AUDITORES INDEPENDENTES

Leia mais

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO A OCB/TO é formada por cooperativas singulares, federações e centrais de todos os ramos. Pela Lei 5.764/71, ainda em vigor, todas

Leia mais

GERENCIANDO SERVIÇOS DE MENSAGENS OTT PARA UM PROVEDOR DE TELECOM GLOBAL

GERENCIANDO SERVIÇOS DE MENSAGENS OTT PARA UM PROVEDOR DE TELECOM GLOBAL GERENCIANDO SERVIÇOS DE MENSAGENS OTT PARA UM PROVEDOR DE TELECOM GLOBAL A Sytel Reply foi comissionada por uma grande operadora global de Telecom para o fornecimento de um Service Assurance de qualidade.

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA

PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA Belo Horizonte 2011 Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

Valor Inovação Gestão de Negócios

Valor Inovação Gestão de Negócios Valor Inovação Gestão de Negócios Valor Inovação Definição de Negócios Assessorar o empresariado brasileiro para o desenvolvimento dos setores comercial, industrial e de serviços. Ser um agente eficiente

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO - DVA

DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO - DVA DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO - DVA Sumário 1. Considerações Iniciais 2. Estrutura da Demonstração do Valor Adicionado 2.1 - Grupo de Receita Bruta - Outras Receitas 2.2 - Grupo de Insumos Adquiridos

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 49.377, DE 16 DE JULHO DE 2012. (publicado no DOE n.º 137, de 17 de julho de 2012) Institui o Programa

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DA POLÍTICA ESTADUAL DE APOIO AO COOPERATIVISMO

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DA POLÍTICA ESTADUAL DE APOIO AO COOPERATIVISMO LEI N. 1.598, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2004 Institui a Política Estadual de Apoio ao Cooperativismo. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado do Acre decreta

Leia mais

Planejamento Fiscal 2015 DM/SMF

Planejamento Fiscal 2015 DM/SMF Planejamento Fiscal 2015 DM/SMF PLANEJAMENTO FISCAL 2015 CAPITULO I APRESENTAÇÃO O Planejamento Fiscal do DM/SMF - Departamento de Impostos Mobiliários da Secretaria Municipal de Fazenda materializa-se

Leia mais

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA

DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA DR. SIZENANDO DA SILVA CAMPOS JÚNIORJ DIRETOR PRESIDENTE DA UNIMED GOIÂNIA Lei 5764/71 de 16/12/1971 COOPERATIVA DE 3º GRAU CONFEDERAÇÃO COOPERATIVA DE 2º GRAU FEDERAÇÃO OU CENTRAL COOPERATIVA DE 1º GRAU

Leia mais

ACR Consultoria Empresarial

ACR Consultoria Empresarial ACR S/C Ltda. Rua Vespasiano, 334 1 Andar Salas 5 a 8 Vila Romana São Paulo SP - Brasil CEP 05044-050 Tronco-Chave: 11 55 3801.3092 www.acrconsultoria.com.br Terceirização Transferência da responsabilidade

Leia mais

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ 60.872.504/0001-23 Companhia Aberta NIRE 35300010230

ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ 60.872.504/0001-23 Companhia Aberta NIRE 35300010230 ITAÚ UNIBANCO HOLDING S.A. CNPJ 60.872.504/0001-23 Companhia Aberta NIRE 35300010230 REGULAMENTO DO COMITÊ DE AUDITORIA Este regulamento ( Regulamento ), elaborado com base nas melhores práticas internacionais,

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.008/04

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.008/04 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.008/04 Aprova a NBC T 14 Norma sobre a Revisão Externa de Qualidade pelos Pares. O, no exercício de suas atribuições legais e regimentais; CONSIDERANDO que o controle de qualidade constitui

Leia mais

Kit de Apoio à Gestão Pública 1

Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Índice CADERNO 3: Kit de Apoio à Gestão Pública 3.1. Orientações para a reunião de Apoio à Gestão Pública... 03 3.1.1. O tema do Ciclo 4... 03 3.1.2. Objetivo, ações básicas

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 METAS AÇÕES PRAZOS Expansão do número de vagas do curso de Engenharia de Produção. SITUAÇÃO MARÇO DE 2015 AVALIAÇÃO PROCEDIDA EM 12.03.2015 CPA E DIRETORIA

Leia mais