CAMPEONATO SCHIN DE KART 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CAMPEONATO SCHIN DE KART 2014"

Transcrição

1 CAMPEONATO SCHIN DE KART 2014 JÚNIOR MENOR DE KART - ITAL SISTEM PMJK: Parágrafo 1º - Prova A duração da prova, será definido através do adendo 2 da etapa. Parágrafo 2º - Da Categoria - O Campeonato será disputado por pilotos com idade acima de 11 anos completos até 13 anos completos. Parágrafo 3º - Numeração (obrigatório o uso de nº. na frente e atrás.) O Piloto ou Equipe, só poderá mudar de nº. mediante requerimento e se isto não causar transtorno a outras equipes ou a organização. Placa branca com nº vermelho. Parágrafo 4º - Abastecimento O Abastecimento será feito pela organização da prova com combustível designado pela organização em parque fechado para a tomada de tempo como para a prova. A utilização de outro combustível ou da alteração do mesmo implica na desclassificação do mesmo. O tanque de combustível deverá ir totalmente drenado para o parque fechado antes da classificação e prova. Parágrafo 5º - Peso -135kg O peso mínimo obrigatório para o conjunto kart/piloto em ordem de marcha. Esse é o peso mínimo absoluto e poderá ser verificado a qualquer momento pelos Comissários Técnicos, portanto será pesado o Kart em ordem de marcha. Qualquer infração por falta de peso ao término da tomada e da Prova o piloto será excluído desclassificado. Parágrafo 6º - Vistoria Técnica - Fica a cargo dos Comissários Técnicos do evento

2 Parágrafo 7º - Equipamento Chassis / Motor Qualquer marca já homologado CBA, liberado o intercâmbio de peças entre as mesmas, e o chassi não poderá sofrer alteração que mude a sua característica. Só poderá usar um chassi por prova. a) Eixo Será obrigatório o uso de eixo em material ferroso imantável, com a marca de um dos fabricantes de chassi homologado, com diâmetro 40 ou 50 mm, conforme tabela abaixo. Os cubos de roda, dianteiro e traseiro deverão ter o comprimento de 75 ou 90 mm (±1,0mm), com a marca de um dos fabricantes de chassi homologado. Diâmetro do eixo (mm) Espessura mínima da parede (mm) 30 4,9 31 4,7 32 4,4 33 4,2 34 4,0 35 3,8 36 3,6 37 3,4 38 3,2 39 3,1 40 2,9 50 1,9 b) Tanque de Combustível: Central; c) Pára-choque Será obrigatória a utilização da proteção traseira, conforme artigo 45º do Desportivo/Técnico para todas as categorias. O Parágrafo 8º - Será proibida a regulagem das mangas de eixo, devendo essas estar eqüidistantes, e posicionadas no interior do seu suporte (U) Parágrafo 9º - Bico da Carenagem do kart Caso o piloto perder durante a prova o bico ou o protetor de pescoço o mesmo deverá se dirigir para a área de reparos para recolocá-loa em até 2 voltas, caso contrário será excluído / desclassificado

3 Parágrafo 10º - MOTOR: marca Ital Sistem, refrigerado a agua homologação CBA-M-13, curva, flange de 17 mm, pirâmide, palhetas e ignição fornecido junto com o motor. É proibido alterar o ponto do motor: Equipamentos acima é fornecido pela Ital Sistem, sorteado e entregue lacrado. Para sorteio veja paragrafo 20 º. Parágrafo 11º - Protetor de Pescoço: corridas. Uso obrigatório par treinos e Parágrafo 12º - Carburador: Homologado CNK/CBA marca Ibea, fornecido pela Ital Sistem junto com o motor.será permitido o uso de somente um carburador. Parágrafo 13º - Juntas: As juntas de vedação no pé do carburador / flange, flange / pirâmide e pirâmide / bloco deverão manter obrigatoriamente sua função de vedação, e não poderão ocasionar entradas de ar. A função de vedação deverá ser cumprida por somente uma unidade de no máximo 2mm, medida na sua maior espessura. Parágrafo 14º - Vela: Não poderá apresentar retrabalho. A rosca deverá ter diâmetro de 14mm, comprimento 19mm e passo de 1,25mm. O anel de vedação não poderá ser retirado, e a rosca da vela deverá estar faceando com a superfície interna do cabeçote, podendo ser utilizada somente uma das velas abaixo: a) NGK B9 EGV b) NGK B10 EGV c) NGK BR10EG d) DENSO IW27 e) DENSO IW31 f) BOSCH W07 CS g)bosch W08 CS h) NGK B105 EGV - 3 -

4 Parágrafo 15º - ESCAPAMENTO: Homologado CNK/CBA, marca JB Karts, fornecido pela Ital Sistem junto com o motor para a categoria. Bocal de saída 21 mm medido no anel. O comprimento total do escapamento será de 810,0mm, com tolerância de 5,0mm para mais, e de 10,0mm para menos. Será medido o conjunto completo e montado, da seguinte forma: O escapamento deverá ser acoplado ao motor, com flexível, e fixado através de molas. Será considerado para a medição, o paralelismo estabelecido a partir da flange de fixação das molas na curva, até a flange de fixação das molas do escape. Essa medição será efetuada da face externa da flange de fixação da curva do motor, até a face final do escape, sem conside Parágrafo 16º- COROA/PINHÃO: coroa até 74 dentes e pinhão 10 dentes sendo o pinhão fornecido pela Ital Sistem original do motor homologado CBA. Parágrafo 17º - PIRÂMIDE: fornecido pela Ital Sistem, junto com o motor a, sem retrabalho e não poderá ocasionar entradas de ar. Parágrafo 18º - ENTRADA DE AR: No conjunto motor/carburador não poderá haver entrada de ar falsa, em hipótese nenhuma. Parágrafo 19º - Pneu: Deverão ser homologados CBA para a categoria PJMK. Parágrafo 20º - Sorteio: Motor, escapamento, curva do escapamento, carburador, e sistema elétrico completo serão sorteados e fornecidos pela ITAL SISTEM entre os participantes da categorias. É obrigatória a presença do piloto ou responsável no ato do sorteio e entrega dos motores, inclusive em caso de troca, para fiscalização e assinatura do termo de fornecimento e revisão de entrega. Após a assinatura do termo de fornecimento e revisão de entrega pelo piloto ou responsável, o mesmo não terá direito de reclamar dos itens vistoriados cabendo a ele responder sobre qualquer punição de adulteração ou anormalidade do equipamento

5 Parágrafo 21º- Ital Sistem obriga-se a fornecer através de aluguel, os motores preparados pela empresa para os pilotos por ordem de inscrição. A quantidade de motores será divulgada através de comunicados pela ITAL SISTEM, reservando-se a empresa o direito de aceitação de número maior de inscritos de acordo com a disponibilidade dos mesmos. Estarão garantidos os motores para os pilotos que se inscreverem até a sexta feira da semana que antecede a prova. Parágrafo 22º- Responsabilidade: O piloto é responsável pelo Motor, escapamento, curva do escapamento, e parte elétrica, flange, pirâmide, mesa e carburador. O piloto deverá pagar no ato da devolução ou troca, a preço de tabela, as peças ou componentes dos mesmos citados no parágrafo 4º em caso de: -quebra de motor ou pistão por erro de carburação, -danos externos de qualquer natureza, -perda da rosca da vela, -perda da rosca da mesa (mesa tem rosca em mm) -perda da rosca das agulhas carburador -ingestão do motor de qualquer -corpo estranho que cause quebra interna, -extravio -quebra de qualquer natureza que tenha origem no sistema de arrefecimento. Somente após o pagamento, o piloto receberá o novo equipamento. É aconselhável o uso de marcador de temperatura com indicação ao piloto, para que o mesmo possa Parágrafo 23º - Funcionamento motor só será permitido o funcionamento do motor, com autorização e a presença de um funcionário da ITAL SISTEM, sob pena de perda de 5 (cinco) posições na tomada tempo, primeira ou segunda prova do dia. O piloto é o único responsável pela quebra do motor no cavalete, devendo indenizar a ITAL SISTEM integralmente aos danos causados. Neste caso só será sorteado o novo motor após o pagamento

6 Parágrafo 24º - Tomada de tempo / Corrida: 1 tomada de tempo de 5 minutos, 2 corridas de 15 voltas cada, na segunda corrida há inversão somento dos motores no grid de todos os pilotos Parágrafo 25º - Troca equipamento: A troca de qualquer equipamento só será permitida em qualquer situação, com a autorização da ITAL SISTEM e do Comissário Técnico. Após o sorteio do motor, o piloto só poderá solicitar a sua troca após o mesmo ter sido avaliado em movimento na pista e constatado alguma anormalidade, neste caso a ITAL SISTEM procederá a troca através de sorteio na presença de outro competidor. Caso a troca seja durante o treino, o piloto só poderá solicitá-la uma única vez. Durante a competição, os motores trocados, serão revisados e poderão retornar ao sorteio. Aos sábados, as trocas só poderão ser solicitadas após os treinos.. A prioridade de troca é motivada pela quebra do motor que não puder ser reparada no local. Outro tipo de motivação para a troca estará sujeita a disponibilidade de motores. Caso não haja disponibilidade de motor no ato da solicitação para troca, o piloto deverá aguardar a manutenção dos motores. A troca de motor, efetuada por erro de carburação ou qualquer outro motivo, acarretará ao piloto a perda de 5 (cinco) posições no Grid de Largada. Estarão isentas de penalidades as trocas efetuadas pelos seguintes motivos: -Quebra de biela ou eixo de biela, -Fusão da biela ou Rolamento do Carter. -Espanar a rosca do cabeçote (prisioneiro) que se mantiver devidamente lacrado. Demais Equipamentos - Tudo aquilo que não é especificamente permitido neste regulamento é expressamente proibido, sendo que todos os itens neste regulamento deverão encontrar se nas suas características originais

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO VIII COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART - RBC

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO VIII COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART - RBC VIII COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART - RBC REGULAMENTO TÉCNICO 2015 Regulamento revisado em 29 de Janeiro de 2015 ARTIGO 1º - Somente poderão ser utilizados os equipamentos homologados, ou autorizados, pela

Leia mais

SUPER KART BRASIL SKB 09 REGULAMENTO TÉCNICO

SUPER KART BRASIL SKB 09 REGULAMENTO TÉCNICO SUPER KART BRASIL SKB 09 REGULAMENTO TÉCNICO ARTIGO 1º Tudo aquilo que não é especificamente permitido neste Regulamento, é expressamente proibido e, assim sendo, todos os itens omissos neste Regulamento,

Leia mais

FAELI REGIONAL DE KART FESTIVAL DE KART RD 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO

FAELI REGIONAL DE KART FESTIVAL DE KART RD 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO FAELI REGIONAL DE KART FESTIVAL DE KART RD 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO ART 1º- Campeonato a ser realizado no Kartódromo de Farroupilha, em 2011, com organização da Bepi Kart - Competições e Lazer, e supervisão

Leia mais

R E G U L A M E N T O T É C N I C O revisado 20/08/13

R E G U L A M E N T O T É C N I C O revisado 20/08/13 8º FESTIVAL BRASILEIRO de KART 2013 125cc 2T // Honda 5,5 hp // SF 4-13hp // Shifter Six Speed Dias: 27 a 29 setembro 2013 Kartódromo San Marino - Paulínia/SP R E G U L A M E N T O T É C N I C O revisado

Leia mais

V COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART - RBC

V COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART - RBC V COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART - RBC REGULAMENTO TÉCNICO - 2012 ARTIGO 1º - Somente poderão ser utilizados os equipamentos homologados, ou autorizados, pela CBA ou CIK/CBA. Parágrafo 1º - Tudo aquilo que

Leia mais

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO CAMPEONATO PAULISTA DE KART 2015 REGULAMENTO TÉCNICO ARTIGO 1º Tudo aquilo que não é especificamente permitido neste Regulamento, é expressamente proibido e, assim sendo, todos os itens omissos neste Regulamento,

Leia mais

4 CAMPEONATO BRASILEIRO DE SHIFTER KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR CAPÍTULO I

4 CAMPEONATO BRASILEIRO DE SHIFTER KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR CAPÍTULO I 4 CAMPEONATO BRASILEIRO DE SHIFTER KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR CAPÍTULO I A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO CBA, através de suas filiadas (FAUs), fará realizar o 4º CAMPEONATO BRASILEIRO

Leia mais

CAMPEONATO PAULISTA DE KART 2012 REGULAMENTO TÉCNICO

CAMPEONATO PAULISTA DE KART 2012 REGULAMENTO TÉCNICO CAMPEONATO PAULISTA DE KART 2012 REGULAMENTO TÉCNICO ARTIGO 1º Tudo aquilo que não é especificamente permitido neste Regulamento, é expressamente proibido e, assim sendo, todos os itens omissos neste Regulamento,

Leia mais

COPA GOIÁS DE FÓRMULA 200-2015. REGULAMENTO.

COPA GOIÁS DE FÓRMULA 200-2015. REGULAMENTO. COPA GOIÁS DE FÓRMULA 200-2015. REGULAMENTO. ARTIGO 1º- Este regulamento é exclusivo da COPA GOIÁS DE FORMULA 200 ano 2015. 2 A categoria que fará parte deste Regulamento, será assim denominada: 2.1 Categoria

Leia mais

CAMPEONATO REGIONAL DA SERRA DE KART 2015 (TROFÉU JOSÉ CARLOS FEDRIZZI - BEPI)

CAMPEONATO REGIONAL DA SERRA DE KART 2015 (TROFÉU JOSÉ CARLOS FEDRIZZI - BEPI) CAMPEONATO REGIONAL DA SERRA DE KART 2015 (TROFÉU JOSÉ CARLOS FEDRIZZI - BEPI) REGULAMENTO DESPORTIVO ART 1º - DO CAMPEONATO O Farroupilha Kart Clube (FKC) realizará nesta temporada o Campeonato Regional

Leia mais

F E D E R A Ç Ã O D E A U T O M O B I L I S M O D O E S T A D O D O R I O D E J A N E I R O

F E D E R A Ç Ã O D E A U T O M O B I L I S M O D O E S T A D O D O R I O D E J A N E I R O REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA Art. 1º - Regulamentação A Prova SUPER KART 200 - ENDURANCE, será regida por este Regulamento Particular de Prova, pelo Regulamento Nacional de Kart - RNK/CBA 2013 e pelo

Leia mais

REGULAMENTO PARTICULAR VI -6 HORAS 2015 VI 6 HORAS 2015 KARTÓDROMO ALDEIA DA SERRA SP

REGULAMENTO PARTICULAR VI -6 HORAS 2015 VI 6 HORAS 2015 KARTÓDROMO ALDEIA DA SERRA SP ARTIGO 1º - Organização REGULAMENTO PARTICULAR VI -6 HORAS 2015 VI 6 HORAS 2015 KARTÓDROMO ALDEIA DA SERRA SP A VI 6 HORAS 2015 Aldeia da Serra, edição de 21/11/2015, será organizada pelo Kartódromo Aldeia

Leia mais

FEDERAÇÃO MATOGROSSENSE DE AUTOMOBILISMO CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE KART CAMPEONATO REGIONAL DE KART GRANDE CUIABÁ 2015

FEDERAÇÃO MATOGROSSENSE DE AUTOMOBILISMO CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE KART CAMPEONATO REGIONAL DE KART GRANDE CUIABÁ 2015 FEDERAÇÃO MATOGROSSENSE DE AUTOMOBILISMO CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE KART CAMPEONATO REGIONAL DE KART GRANDE CUIABÁ 2015 REGULAMENTO PARTICULAR Capítulo I A CONFEDERACAO BRASILEIRA

Leia mais

11ª COPA BRASIL DE KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR

11ª COPA BRASIL DE KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR 11ª COPA BRASIL DE KART - 2009 REGULAMENTO PARTICULAR A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO CBA, através de suas filiadas (FAUs), fará realizar a prova aberta denominada "11ª COPA BRASIL DE KART"

Leia mais

CAMPEONATO PARARANAENSE LIGHT DE KART - 2015 REGULAMENTO TÉCNICO DESPORTIVO

CAMPEONATO PARARANAENSE LIGHT DE KART - 2015 REGULAMENTO TÉCNICO DESPORTIVO CAMPEONATO PARARANAENSE LIGHT DE KART - 2015 REGULAMENTO TÉCNICO DESPORTIVO A Federação Paranaense de Automobilismo FPrA, e suas filiadas: AKRL Associação dos Kartistas da Região de Londrina, farão realizar

Leia mais

REGIONAL DA SERRA DE KART 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO

REGIONAL DA SERRA DE KART 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO REGIONAL DA SERRA DE KART 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO ART 1º- Campeonato a ser realizado no Kartódromo de Farroupilha, em 2012, com organização da Bepi Kart - Competições e Lazer, e supervisão da FGA.

Leia mais

REGULAMENTO PARTICULAR II - 6 HRS AGRAUPE/HONDA 2009 KARTÓDROMO ALDEIA DA SERRA - SP

REGULAMENTO PARTICULAR II - 6 HRS AGRAUPE/HONDA 2009 KARTÓDROMO ALDEIA DA SERRA - SP REGULAMENTO PARTICULAR II - 6 HRS AGRAUPE/HONDA 2009 KARTÓDROMO ALDEIA DA SERRA - SP ARTIGO 1º- Organização II 6 HRS AGRAUPE/HONDA 2009 - Aldeia da Serra, 1ª edição / 19/12/2009, será organizada pela Revenda

Leia mais

GP SANTA CATARINA KARTÓDROMO ARENA SAPIENS FLORIANÓPOLIS SC 19 A 23 DE ABRIL DE 2016 REGULAMENTO PARTICULAR

GP SANTA CATARINA KARTÓDROMO ARENA SAPIENS FLORIANÓPOLIS SC 19 A 23 DE ABRIL DE 2016 REGULAMENTO PARTICULAR TOP KART Brasil 2016 GP SANTA CATARINA KARTÓDROMO ARENA SAPIENS FLORIANÓPOLIS SC 19 A 23 DE ABRIL DE 2016 REGULAMENTO PARTICULAR 1 REGULAMENTAÇÃO: Este evento estará submetido ao CDI, ao CDA, ao Regulamento

Leia mais

FAEES Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo CAMPEONATO CAPIXABA DE KART 2014 3 ETAPA REGULAMENTO PARTICULAR

FAEES Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo CAMPEONATO CAPIXABA DE KART 2014 3 ETAPA REGULAMENTO PARTICULAR FAEES Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo CAMPEONATO CAPIXABA DE KART 2014 3 ETAPA REGULAMENTO PARTICULAR A ASSEPAK Associação Espiritossantense de Pais e Pilotos de Kart organizará

Leia mais

COPA METROPOLITANA DE KART DE LONDRINA - 2011

COPA METROPOLITANA DE KART DE LONDRINA - 2011 1 COPA METROPOLITANA DE KART DE LONDRINA - 2011 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO DA PROVA A Federação Paranaense de Automobilismo FPA fará realizar, no Kartódromo Luigi Borghesi, em Londrina,

Leia mais

Regulamento Particular da Prova 500 Milhas de Kart 2010

Regulamento Particular da Prova 500 Milhas de Kart 2010 Regulamento Particular da Prova 500 Milhas de Kart 2010 ARTIGO 1º- Organização 500 Milhas de Kart Granja Viana, 14ª edição / 2010, será organizado pelo Clube Granja Viana com supervisão da Federação de

Leia mais

V COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART RBC

V COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART RBC V COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART RBC REGULAMENTO DESPORTIVO 2012 ARTIGO 1º - O controle e a supervisão da V Copa São Paulo Light de Kart - RBC, serão exercidos pelo Departamento de Kart da Federação de Automobilismo

Leia mais

ARTIGO 1º- Organização 500 Milhas de Kart Granja Viana, 19ª edição / 2015, será organizado pelo Clube Granja Viana.

ARTIGO 1º- Organização 500 Milhas de Kart Granja Viana, 19ª edição / 2015, será organizado pelo Clube Granja Viana. Índice: Artigo 01 Organização Artigo 02 Prova Artigo 03 Das categorias Artigo 04 Equipes Artigo 05 Entrada box / parada obrigatória Artigo 06 Numeração Artigo 07 Equipamento dos pilotos Artigo 08 Briefing

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO

REGULAMENTO DESPORTIVO ARTIGO 1º - ORGANIZAÇÃO: A Temporada 2014 da categoria GPCKA será realizada pelo GRUPO - Circuito de Kart Amador. ARTIGO 2º - CRONOGRAMA: A Temporada 2014 será disputada em 6 etapas e as etapas estão previstas

Leia mais

SUPER KART BRASIL SKB 09. Kartódromo de Interlagos São Paulo- SP 24, 25, 26 e 27 de Janeiro de 2013. REGULAMENTO DESPORTIVO

SUPER KART BRASIL SKB 09. Kartódromo de Interlagos São Paulo- SP 24, 25, 26 e 27 de Janeiro de 2013. REGULAMENTO DESPORTIVO SUPER KART BRASIL SKB 09 Kartódromo de Interlagos São Paulo- SP 24, 25, 26 e 27 de Janeiro de 2013. REGULAMENTO DESPORTIVO Art. 1o DO EVENTO O Super Kart Brasil realizará nos dias 24, 25, 26 e 27 de Janeiro

Leia mais

Campeonato de Paulínia 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO (GERAL PARA TODAS AS CATEGORIAS)

Campeonato de Paulínia 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO (GERAL PARA TODAS AS CATEGORIAS) Campeonato de Paulínia 2015 REGULAMENTO DESPORTIVO (GERAL PARA TODAS AS CATEGORIAS) CAPITULO I DA ORGANIZAÇÃO ARTIGO 1º - A supervisão do CAMPEONATO DE PAULÍNIA - 2015, será exercida pelo Departamento

Leia mais

15ª COPA BRASIL DE KART 2013 VESPASIANO - MG REGULAMENTO PARTICULAR

15ª COPA BRASIL DE KART 2013 VESPASIANO - MG REGULAMENTO PARTICULAR 1 15ª COPA BRASIL DE KART 2013 VESPASIANO - MG REGULAMENTO PARTICULAR A CBA, através de sua filiada FMA fará realizar a prova aberta denominada "15ª COPA BRASIL DE KART" 2013, de acordo CODE SPORTIF INTERNATIONAL

Leia mais

Os comissários podem solicitar a qualquer momento que sejam feitas as verificações necessárias em qualquer veiculo inscrito no evento.

Os comissários podem solicitar a qualquer momento que sejam feitas as verificações necessárias em qualquer veiculo inscrito no evento. REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA ADAPTADO TURBO 1-REGULAMENTAÇÃO Todos os veículos inscritos deveram passar por vistoria prévia. Os competidores deverão provar ao comissário técnicos e desportivos do evento,

Leia mais

CAMPEONATO PAULISTA DE KART - 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO ARTIGO 1º

CAMPEONATO PAULISTA DE KART - 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO ARTIGO 1º 1 CAMPEONATO PAULISTA DE KART - 2012 REGULAMENTO DESPORTIVO ARTIGO 1º - O controle e a supervisão do Campeonato Paulista de Kart - 2012, serão exercidos pelo. Parágrafo Único: Conforme o determinado pelo

Leia mais

17ª COPA BRASIL DE KART 2015 VESPASIANO - MG REGULAMENTO PARTICULAR

17ª COPA BRASIL DE KART 2015 VESPASIANO - MG REGULAMENTO PARTICULAR 17ª COPA BRASIL DE KART 2015 VESPASIANO - MG REGULAMENTO PARTICULAR A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO CBA, através de sua filiada FMA fará realizar a prova aberta denominada "17ª COPA BRASIL DE

Leia mais

1ª 120 MILHAS CAPIXABA DE KART

1ª 120 MILHAS CAPIXABA DE KART FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO ESPIRITO SANTO ASSOCIAÇÃO ESPIRITOSSANTENSE DE PAIS E PILOTOS DE KART 1ª 120 MILHAS CAPIXABA DE KART REGULAMENTO DESPORTIVO CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO, DO CALENDÁRIO

Leia mais

1 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DASAFIO TURBO

1 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DASAFIO TURBO FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961 Rua Comendador Azevedo, 440 Conj. 1 Fone/Fax (51)3224 4808 CEP 90220-150 Porto Alegre

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DO REGULAMENTO DESPORTIVO SEÇÃO I DA ORGANIZAÇÃO, DO CALENDÁRIO E DAS CATEGORIAS

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DO REGULAMENTO DESPORTIVO SEÇÃO I DA ORGANIZAÇÃO, DO CALENDÁRIO E DAS CATEGORIAS REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO DO REGULAMENTO DESPORTO SEÇÃO DA ORGANZAÇÃO, DO CALENDÁRO E DAS CATEGORAS Artigo 1º - Organização e Supervisão: A Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina FAUESC,

Leia mais

4º Campeonato Paulista de Protótipo. Turismo (Falcon e G12) 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO PONTUAÇÃO E DESCARTES

4º Campeonato Paulista de Protótipo. Turismo (Falcon e G12) 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO PONTUAÇÃO E DESCARTES 4º Campeonato Paulista de Protótipo Turismo (Falcon e G12) 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO PONTUAÇÃO E DESCARTES Tabela de pontuação: O Campeonato Paulista TURISMO 2014, será disputado em 6 etapas, conforme

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO

REGULAMENTO DESPORTIVO SUPER KART BRASIL SKB 14 TROFÉU GUSTAVO SONDERMANN Kartódromo de Interlagos São Paulo/SP 23 a 26 de janeiro de 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO Art. 1o DO EVENTO O Super Kart Brasil realizará nos dias 23 a

Leia mais

Regulamento Particular

Regulamento Particular Regulamento Particular DA ORGANIZAÇÃO DA PROVA Art. 1º - A 8ª edição das 100 MILHAS DE KART CIDADE DE LONDRINA COPA SAUDE, será realizada no dia 06 de Dezembro de 2014, com início às 08:00, no Kartódromo

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE KART 50 CAMPEONATO BRASILEIRO DE KART 2015 REGULAMENTO PARTICULAR

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE KART 50 CAMPEONATO BRASILEIRO DE KART 2015 REGULAMENTO PARTICULAR 1 Capítulo I CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE KART 50 CAMPEONATO BRASILEIRO DE KART 2015 REGULAMENTO PARTICULAR A CONFEDERACAO CBA, através de sua filiada FGA Federação Gaúcha

Leia mais

TROFÉU BRASIL 2.015 OPEN FORCE

TROFÉU BRASIL 2.015 OPEN FORCE TROFÉU BRASIL 2.015 OPEN FORCE REGULAMENTO REGULAMENTO GERAL ITEM 1. DISPOSIÇÕES PREMILIMARES 1.1 - O presente regulamento estabelece regras que devem ser cumpridas, visando evitar, e dirimir possíveis

Leia mais

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO VIII COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART RBC

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO VIII COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART RBC VIII COPA SÃO PAULO LIGHT DE KART RBC REGULAMENTO DESPORTIVO 2015 ARTIGO 1º - O controle e a supervisão da VIII Copa São Paulo Light de Kart - RBC, serão exercidos pelo Departamento de Kart da Federação

Leia mais

Regulamento Particular da Prova 500 Milhas de Kart 2014

Regulamento Particular da Prova 500 Milhas de Kart 2014 Índice: Artigo 01 Organização Artigo 02 Supervisão Artigo 03 Prova Artigo 04 Categoria B Artigo 05 Equipes Artigo 06 Entrada box/parada obrigatória Artigo 07 Numeração Artigo 08 Equipamento dos pilotos

Leia mais

GILLAMP MADEIRA KART CUP 2014

GILLAMP MADEIRA KART CUP 2014 GILLAMP MADEIRA KART CUP 2014 ACTUALIZAÇÃO EM 15-04-2014 A - GENERALIDADES Art. 1 - CLASSES E CATEGORIAS REGULAMENTO TÉCNICO CLASSE CATEGORIAS 125 cc Micro 125 cc Mini 125 cc 125 cc /Master Art. 2 - CHASSIS

Leia mais

Campeonato Etapa Local Status Dia da Semana Data Etapa Horário da Bateria Tipo de Kart

Campeonato Etapa Local Status Dia da Semana Data Etapa Horário da Bateria Tipo de Kart ARTIGO 1º ORGANIZAÇÃO: A Temporada 2016 da categoria GPCKA KART INDOOR será realizada pelo GRUPO Circuito de Kart Amador. ARTIGO 2º CRONOGRAMA: A Temporada 2016 será disputada em 6 etapas e as etapas estão

Leia mais

Regulamento Técnico - Regras Gerais/Segurança

Regulamento Técnico - Regras Gerais/Segurança Regulamento Técnico - Regras Gerais/Segurança As normas e regras aqui estabelecidas são complementares aos regulamentos técnicos de cada categoria, portanto devem ser seguidas e obedecidas por competidores

Leia mais

I Dispositivos Gerais:

I Dispositivos Gerais: REGULAMENTO DESPORTIVO I Dispositivos Gerais: 1. ORGANIZAÇÃO DO CAMPEONATO 1.1- O Campeonato de Arrancadas para Motos 2016 será supervisionado e organizado pela comissão organizadora e promotora de eventos

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE NA TERRA COPA BRASIL DE VELOCIDADE NA TERRA

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE NA TERRA COPA BRASIL DE VELOCIDADE NA TERRA 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE NA TERRA COPA BRASIL DE VELOCIDADE NA TERRA CATEGORIA MINI-FÓRMULA TUBULAR CATEGORIAS A E B REGULAMENTO TÉCNICO 2013 CATEGORIAS MINI

Leia mais

5 - Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa.

5 - Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa. GERAL 1 O Torneio de Verão 2013 tem como criadora, idealizadora e organizadora a Associação de Amigos do Kart Amador (AMIKA) que juntamente com o Kartódromo Granja Viana realizará o evento com a finalidade

Leia mais

4ª COPA PINHAIS DE KART 2013

4ª COPA PINHAIS DE KART 2013 P á g i n a 1 4ª COPA PINHAIS DE KART 2013 REGULAMENTO DESPORTIVO - 2013 ARTIGO 1º - O controle e a supervisão da 4ª COPA PINHAIS DE KART 2013, serão exercidos pela Federação Paranaense de Automobilismo

Leia mais

COPA RACELAND RBC LIGHT DE KART

COPA RACELAND RBC LIGHT DE KART Página 1 COPA RACELAND RBC LIGHT DE KART REGULAMENTO DESPORTIVO - 2011 ARTIGO 1º - O controle e a supervisão da Copa Raceland RBC Light de Kart, serão exercidos pela Federação Paranaense de Automobilismo

Leia mais

5. Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa.

5. Fica reservada à AMIKA a aprovação, ou não, dos pilotos que se inscreverem, sem que haja necessidade de justificativa. GERAL 1. O Campeonato Brasileiro de Kart Indoor tem como criadora, idealizadora e organizadora a Associação de Amigos do Kart Amador (AMIKA) que juntamente com o Kartódromo Granja Viana realizará o evento

Leia mais

CAMPEONATO GAÚCHO DE ARRANCADA

CAMPEONATO GAÚCHO DE ARRANCADA FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961 Rua Comendador Azevedo, 440 - Conj. 1 - Fone/Fax (51)3224 4808 CEP 90220-150 - Porto

Leia mais

Categoria Desafio IMPORT

Categoria Desafio IMPORT Categoria Desafio IMPORT 1 - NORMAS TÉCNICAS: A categoria Desafio IMPORT deverá seguir as normas técnicas constantes neste regulamento especifico. 2 - DEFINIÇÃO: a) Poderão participar desta categoria veículos

Leia mais

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO FILIADA À CBA. FAEES Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO FILIADA À CBA. FAEES Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo FAEES Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo CAMPEONATO CAPIXABA DE KART 2015 CCK - 2015 REGULAMENTO PARTICULAR Das 1 e 2 Etapas A ASSEPAK Associação Espiritossantense de Pais e Pilotos

Leia mais

Desenho Explodido: MG-2500CL 3000CL 3000CLE 5000CL 6000CLE MGG-8000 CLE MGT-6000 CLE MGT-8000 CLE

Desenho Explodido: MG-2500CL 3000CL 3000CLE 5000CL 6000CLE MGG-8000 CLE MGT-6000 CLE MGT-8000 CLE Desenho Explodido: MG-2500CL 3000CL 3000CLE 5000CL 6000CLE MGG-8000 CLE MGT-6000 CLE MGT-8000 CLE MODELOS: MG-5000 CL MG- 6000 CLE MGT-6000 CLE MGG- 8000 CLE MGT-8000 CLE Nº Código Referência Aplicação

Leia mais

5HDOL]DomR. )LVFDOL]DomR

5HDOL]DomR. )LVFDOL]DomR 5HDOL]DomR $37$662&'263,/2726'(785,602'2&($5È )LVFDOL]DomR )&$)('(5$d 2&($5(16('($87202%,/,602 Filiada à CBA - Confederação Brasileira de Automobilismo. 5(*8/$0(1727e&1,&2,1752'8d 2 Este regulamento é

Leia mais

4º Rally de Taubaté 2014

4º Rally de Taubaté 2014 Página1 4º Rally de Taubaté 2014 26 A 27 DE ABRIL DE 2014 CAMPEONATO PAULISTA DE RALLY DE VELOCIDADE 2ª Etapa do Campeonato Paulista de Rally REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA Página2 1. INTRODUÇÃO 1.1 4º

Leia mais

Rally de velocidade de Itu

Rally de velocidade de Itu Página1 Rally de velocidade de Itu 19 A 20 DE DEZEMBRO DE 2015 CAMPEONATO PAULISTA DE RALLY DE VELOCIDADE 6ª Etapa do Campeonato Paulista de Rally REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA (RPP) Página2 1.1 Rally

Leia mais

COPA BRASIL DE KART INDOOR 2010 REGULAMENTO TÉCNICO E DESPORTIVO

COPA BRASIL DE KART INDOOR 2010 REGULAMENTO TÉCNICO E DESPORTIVO COPA BRASIL DE KART INDOOR 2010 REGULAMENTO TÉCNICO E DESPORTIVO CONCEITO 1 A Copa Brasil de Kart Indoor tem como realizador e organizador o Kartódromo Internacional de Volta Redonda com a permissão da

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO VELOCIDADE NA TERRA, CATEGIRIA SPEED 2015

REGULAMENTO TÉCNICO VELOCIDADE NA TERRA, CATEGIRIA SPEED 2015 REGULAMENTO TÉCNICO VELOCIDADE NA TERRA, CATEGIRIA SPEED 2015 REGULAMENTO TÉCNICO ESPECÍFICO DO MODELO: Fusca Art. 1º - INTRODUÇÃO Regulamentação aprovada para veículos Volkswagen dos modelos acima relacionados,

Leia mais

GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA GVE

GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA GVE ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO PATRIMÔNIAL GERÊNCIA DE BENS MÓVEIS GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA GVE G E 2007 1 2 ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA

Leia mais

ROTAX MAX CHALLENGE BRASIL 2014 REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIAS, ROTAX MICRO-MAX, MINI-MAX, JÚNIOR-MAX, MAX, MAX-MASTERS, DD2, DD2-MASTERS

ROTAX MAX CHALLENGE BRASIL 2014 REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIAS, ROTAX MICRO-MAX, MINI-MAX, JÚNIOR-MAX, MAX, MAX-MASTERS, DD2, DD2-MASTERS i ROTAX MAX CHALLENGE BRASIL 2014 CATEGORIAS, ROTAX MICRO-MAX, MINI-MAX, JÚNIOR-MAX, MAX, MAX-MASTERS, DD2, DD2-MASTERS 1/19 ATUALIZADO EM 17-Dezembro-2013 1.2.5 Categoria Max-Masters Serão permitidos

Leia mais

PRODUTOS E SERVIÇOS EM FORÇA E ENERGIA

PRODUTOS E SERVIÇOS EM FORÇA E ENERGIA PRODUTOS E SERVIÇOS EM FORÇA E ENERGIA CATÁLOGO DE PEÇAS GASOLINA GERADORES MOTORES Esse catálogo compreende motores e geradores com funcionamento T (gasolina). ÍNDICE BLOCO MOTOR E COMPONENTES... 0 CABEÇOTE

Leia mais

GERADOR EM1000F CATÁLOGO DE PEÇAS MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. - 1997

GERADOR EM1000F CATÁLOGO DE PEÇAS MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. - 1997 GERADOR EM1000F CATÁLOGO DE PEÇAS 1 MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. - 1997 ÍNDICE INSTRUÇÕES 1 GRUPO DO MOTOR 2 GRUPO DO CHASSI 3 ÍNDICE DE NÚMERO DE PEÇAS 4 ÍNDICE DE NOME DE PEÇAS 5 1 1 INSTRUÇÕES PARA

Leia mais

REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL CAPÍTULO 5 REQUISITOS GERAIS DO VEÍCULO

REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL CAPÍTULO 5 REQUISITOS GERAIS DO VEÍCULO REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL CAPÍTULO 5 REQUISITOS GERAIS DO VEÍCULO RBSB 5 EMENDA 0 DATA DE EFETIVIDADE: 01 DE JANEIRO DE 2010 2/9 CONTROLE DE REVISÃO Emenda Data de Efetividade 0 01 de Janeiro de 2010

Leia mais

1º Rally de velocidade de Avaré

1º Rally de velocidade de Avaré Página1 1º Rally de velocidade de Avaré 11 A 12 DE JULHO DE 2015 CAMPEONATO PAULISTA DE RALLY DE VELOCIDADE 3ª Etapa do Campeonato Paulista de Rally REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA (RPP) Página2 1.1 1º

Leia mais

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO XXIV PROVA DE ARRANCADA INTERNACIONAL DE CAMINHÕES EM BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA / SC 1 - DAS INSCRIÇÕES DE 13 A 16 DE MARÇO DE 2014 REGULAMENTO GERAL 1.1 - As inscrições poderão

Leia mais

Rally de velocidade de Indaiatuba

Rally de velocidade de Indaiatuba Página1 Rally de velocidade de Indaiatuba 20 A 21 DE SETEMBRO DE 2014 CAMPEONATO PAULISTA DE RALLY DE VELOCIDADE 3ª e 4ª Etapa do Campeonato Paulista de Rally REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA Página2 1.

Leia mais

General Motors do Brasil Ltda. Assunto: Motor completo. Catálogo Eletrônico de Peças Edição: Maio 2004 Data de Impressão: 29/7/2006

General Motors do Brasil Ltda. Assunto: Motor completo. Catálogo Eletrônico de Peças Edição: Maio 2004 Data de Impressão: 29/7/2006 Clube Calibra Brasil www.clubecalibra.com.br Assunto: Motor completo Assunto: Motor completo 1 1994/1995 W AS/M-14004973 MOTOR conjunto 90500556 1 1 1994/1995 W AP/M-14004974 MOTOR conjunto 90501783

Leia mais

F E D E R A Ç Ã O D E A U T O M O B I L I S M O D O E S T A D O D O R I O D E J A N E I R O

F E D E R A Ç Ã O D E A U T O M O B I L I S M O D O E S T A D O D O R I O D E J A N E I R O CAMPEONATO ESTADUAL FORA DE ESTRADA INDOOR 4x4 E 4x2 Regulamento Geral 2015 Art. 1º - FINALIDADES... 2 Art. 2º - INSCRIÇÕES... 2 Art. 3º - PARTICIPANTES... 3 Art. 4º - CARACTERÍSTICAS DAS PISTAS... 3 Art.

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO. incl. Planos A + B + B1 execução. rotinas + procedimentos FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO. incl. Planos A + B + B1 execução. rotinas + procedimentos FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO PLANO DE MANUTENÇÃO C incl. Planos A + B + B1 execução rotinas + procedimentos FROTA OPERAÇÃO URBANA 1) Principais objetivos : Avaliação anual (aproxim.) do estado mecânico do veículo Acertos mecânicos

Leia mais

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DE MATO GROSSO DO SUL. Filiada a Confederação Brasileira de Automobilismo

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DE MATO GROSSO DO SUL. Filiada a Confederação Brasileira de Automobilismo FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO MS CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO CAMPEONATO ESTADUAL E INTERESTADUAL DE MARCAS E PILOTOS MS 2011 REGULAMENTO TÉCNICO INTRODUÇÃO CAPITULO I ARTIIGO - 1º - O presente Regulamento

Leia mais

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961 FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO CAMPEONATO GAÚCHO DE MINI FÓRMULA TUBULAR EM PISTA DE TERRA REGULAMENTO DESPORTIVO E TÉCNICO 2014 Art. 1º - DEFINIÇÃO: A Federação Gaúcha de Automobilismo, com a colaboração

Leia mais

Esse catálogo compreende motores e geradores com funcionamento diesel.

Esse catálogo compreende motores e geradores com funcionamento diesel. Esse catálogo compreende motores e geradores com funcionamento diesel. ÍNDICE BLOCO MOTOR E COMPONENTES... 01 CABEÇOTE E COMPONENTES - COMANDO DE VÁLVULAS... 02 VIRABREQUIM E COMPONENTES SISTEMA DE ARRANQUE...

Leia mais

COPA SÃO PAULO DE KART GRANJA VIANA 2014

COPA SÃO PAULO DE KART GRANJA VIANA 2014 REGULAMENTO GERAL/DESPORTIVO PARA TODAS AS CATEGORIAS Artigo 1º - Acordo - Os Pilotos e Equipes devem estar cientes do Regulamento Desportivo e Técnico da categoria em que desejam participar, e o ato de

Leia mais

JEEP CLUBE DE MACEIÓ

JEEP CLUBE DE MACEIÓ JEEP CLUBE DE MACEIÓ R E G U L A M E N T O XIX Prova do Sururu A XIX PROVA DO SURURU de 4x4 será regida pelo presente regulamento e pelo Código Desportivo do Automobilismo. A XIX PROVA DO SURURU de 4x4

Leia mais

TURUNA (3100001~) CA TÁLOGO DE PEÇAS MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. - 1988 83

TURUNA (3100001~) CA TÁLOGO DE PEÇAS MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. - 1988 83 (3100001~) CA TÁLOGO DE PEÇAS 12 MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. - 1988 83 ÍNDICE ÍNDICE POR BLOCOS 1 INSTRUÇÕES (Uso do catálogo de peças) 2 GRUPO DO MOTOR 3 GRUPO DO CHASSI 4 ÍNDICE DE NÚMERO E NOME DE

Leia mais

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO

Federação de Automobilismo de São Paulo FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FORÇA LIVRE REGULAMENTO TÉCNICO 2015 ARTIGO 1: VEÍCULOS E MODIFICAÇÕES PERMITIDAS ARTIGO 2: CARROCERIA E DIMENSÕES ARTIGO 3: PESO ARTIGO 4: MOTOR ARTIGO 5: COMBUSTÍVEL ARTIGO 6: LUBRIFICAÇÃO ARTIGO 7:

Leia mais

1º RALLY BURITI SHOPPING 2013

1º RALLY BURITI SHOPPING 2013 Página1 1º RALLY BURITI SHOPPING 2013 17 A 18 DE AGOSTO DE 2013 CAMPEONATO PAULISTA DE RALLY DE VELOCIDADE 2013 2ª Etapa do Campeonato Paulista de Rally REGULAMENTO PARTICULAR DE PROVA Página2 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO REGULAMENTO TÉCNICO 2015

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO REGULAMENTO TÉCNICO 2015 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE VELOCIDADE CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO REGULAMENTO TÉCNICO 2015 ARTIGO Nº. 1 DEFINIÇÕES... 2 ARTIGO Nº. 2 ENTENDIMENTO GERAL... 2 ARTIGO

Leia mais

2ª Copa Beto Carrero de Kart OPEN DA 1ª FASE DO BRASILEIRO DE KART 2012

2ª Copa Beto Carrero de Kart OPEN DA 1ª FASE DO BRASILEIRO DE KART 2012 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO - CBA FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DE SANTA CATARINA FAUESC DEPARTAMENTO ESTADUAL DE KART - FAUESC 2ª Copa Beto Carrero de Kart OPEN DA 1ª FASE DO BRASILEIRO DE KART

Leia mais

Em caso de não encontrar, ligue ( 0xx11 ) 2018-0501

Em caso de não encontrar, ligue ( 0xx11 ) 2018-0501 DSL0067 BUCHA BRAÇO TENSOR TOPIC DSL0058 Bucha Barra Estabilizadora topic DSL0083 Bucha Jumelo Traseiro topic DSL0001 ROLAMENTO GUIA DSL0008 Junta do Carter topic DSL0009 Fechadura Porta Deslizante topic

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO E TÉCNICO COPA BRASÍLIA DE KART ENDURANCE 2015

REGULAMENTO DESPORTIVO E TÉCNICO COPA BRASÍLIA DE KART ENDURANCE 2015 IN-FADF IX COPA BRASÍLIA DE KART ENDURANCE 2015 R E G U L A M E N T O D E S P O R T I V O E T É C N I C O Capítulo I - INTRODUÇÃO Art. 1º A Federação de Automobilismo do Distrito Federal FADF realizará,

Leia mais

CG125 CARGO CG125 TODAY CA TÁLOGO DE PEÇAS

CG125 CARGO CG125 TODAY CA TÁLOGO DE PEÇAS CG125 CARGO CG125 TODAY CA TÁLOGO DE PEÇAS 13 MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. - 1997 ÍNDICE ÍNDICE POR BLOCOS 1 INSTRUÇÕES (Uso do catálogo de peças) 2 GRUPO DO MOTOR 3 GRUPO DO CHASSI 4 ÍNDICE DE NÚMERO

Leia mais

CG125 CG ÁLCOOL 125 ML 125 TURUNA (1412001~) (4100001~) (2141001~) (3116001~) CATÁLOGO DE PEÇAS MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. 1997

CG125 CG ÁLCOOL 125 ML 125 TURUNA (1412001~) (4100001~) (2141001~) (3116001~) CATÁLOGO DE PEÇAS MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. 1997 CG125 CG ÁLCOOL 125 ML 125 TURUNA (1412001~) (4100001~) (2141001~) (3116001~) CATÁLOGO DE PEÇAS 5 MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. 1997 ÍNDICE ÍNDICE POR BLOCOS 1 INSTRUÇÕES (Uso do catálogo de peças) 2 GRUPO

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO - ABRIL/005 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/ - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 10 psig CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ISENTO DE ÓLEO L C DESLOCAMENTO TEÓRICO pés /min PRESSÃO MÁX.

Leia mais

Brasil de GT SCX. Americana Autorama. Fall

Brasil de GT SCX. Americana Autorama. Fall Fall 08 Regulamento: Brasil de GT SCX III Copa Americana Autorama Sedia o campeonato nacional de autorama de réplica GT SCX, será realizado nos dias 24 e 25 de setembro de 2011. 3 categorias de pilotos:

Leia mais

PREGULAMENTO ARRANCADÃO DE JERICOS 2015 CATEGORIA AGRICULTORES

PREGULAMENTO ARRANCADÃO DE JERICOS 2015 CATEGORIA AGRICULTORES 1.1.NORMAS TÉCNICAS PREGULAMENTO ARRANCADÃO DE JERICOS 2015 CATEGORIA AGRICULTORES As categorias da Corrida de jerico deverão seguir as normas técnicas constantes neste regulamento específico. 1.2.DEFINIÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO DE MOTOCROSS 2013

REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO DE MOTOCROSS 2013 REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO DE MOTOCROSS 2013 1 - TÍTULO E GENERALIDADES O Campeonato Brasileiro de Motocross é organizado e supervisionado pela Confederação. Brasileira de Motociclismo, montado

Leia mais

Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30

Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30 Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30 Manual de peças Empilhadeira ÍNDICE 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 Montagem Da Transmissão Transmissão

Leia mais

7 - CATEGORIA FORÇA LIVRE DIANTEIRA FLD

7 - CATEGORIA FORÇA LIVRE DIANTEIRA FLD 1 7 - CATEGORIA FORÇA LIVRE DIANTEIRA FLD REGULAMENTAÇÃO: Todos os veículos inscritos deverão passar por vistoria prévia. Todos pilotos deverão ter a cédula de piloto vigente no ano corrente para participar

Leia mais

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA CAMPEONATO CATARINENSE DE KART 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO/TECNICO CAPITULO I

FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA CAMPEONATO CATARINENSE DE KART 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO/TECNICO CAPITULO I FEDERAÇÃO DE AUTOMOBILISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA CAMPEONATO CATARINENSE DE KART 2011 REGULAMENTO DESPORTIVO/TECNICO CAPITULO I REGULAMENTO DESPORTIVO 1 1. DAS RESPONSABILIDADES E COMPETÊNCIAS A Federação

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS XY200-5 RACING

CATÁLOGO DE PEÇAS XY200-5 RACING RACING CHASSI ÍNDICE ELÉTRICA ÍNDICE CHASSI... 04 GUIDÃO... 06 CARENAGEM DO FAROL... 10 SISTEMA DE DIREÇÃO... 12 SUSPENSÃO DIANTEIRA... 14 PARALAMA DIANTEIRO... 16 CAVALETES... 18 PEDALEIRAS... 20 SUSPENSÃO

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2013 REGULAMENTO TÉCNICO

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2013 REGULAMENTO TÉCNICO 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2013 REGULAMENTO TÉCNICO 13 CATEGORIA EXTREME 10,5 XTM 13.1) DEFINIÇÃO: a) Participam destas categorias

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS - 5 HP / 6 HP

CATÁLOGO DE PEÇAS - 5 HP / 6 HP CATÁLOGO DE PEÇAS - 5 HP / 6 HP ILUSTRAÇÃO MARANELLO # DESCRIÇÃO CAPO SUPERIOR 1 5A-42610-OEM CAPO SUPERIOR 5 HP 1 6A-42610-OEM CAPO SUPERIOR 6 HP 2 5A-42615-00 JUNTA DE VEDAÇÃO DO CAPO 3 7M3-42647-00

Leia mais

COMO USAR ESTE MANUAL ÍNDICE GERAL INFORMAÇÕES GERAIS...2 CB400

COMO USAR ESTE MANUAL ÍNDICE GERAL INFORMAÇÕES GERAIS...2 CB400 CB400 COMO USAR ESTE MANUAL Este suplemento contém informações complementares para a manutenção, inspeção e reparos das motocicletas HONDA CB400. Consulte o Manual de Serviços das motocicletas HONDA CB450E

Leia mais

Apenas os Kart s fornecidos pela Organização serão admitidos, sendo a sua atribuição às equipas efectuada mediante sorteio.

Apenas os Kart s fornecidos pela Organização serão admitidos, sendo a sua atribuição às equipas efectuada mediante sorteio. 1- DEFINIÇÃO / GENERALIDADES A SKC Secção de Karting Conquistadores do Moto Clube de Guimarães, organiza uma manifestação desportiva de kart denominada 6H Guimarães Kart Challenge. Este evento de karting

Leia mais