PORTARIA CONJUNTA TC Nº 1, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PORTARIA CONJUNTA TC Nº 1, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014."

Transcrição

1 PORTARIA CONJUNTA TC Nº 1, DE 12 DE DEZEMBRO DE Disciplina os horários de funcionamento e de atendimento do TCEPE e da ECPBG, e o controle de entrada e de saída de pessoas e suas dependências. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO E O DIRETOR DA ESCOLA DE CONTAS PÚBLICAS PROFESSOR BARRETO GUIMARÃES, no uso de suas atribuições legais e regimentais, Considerando a necessidade de controlar adequada e efetivamente a entrada e a saída de pessoas do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco - TCE-PE e da Escola de Contas Públicas Professor Barreto Guimarães - ECPBG; Considerando a necessidade de padronização de procedimentos imputados à Divisão de Segurança DISG do TCE-PE, resolvem: Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Para os fins desta Portaria, consideram-se grupos de identificados: I conselheiros, auditores, membros do Ministério Público de Contas, procuradores do Tribunal de Contas e servidores públicos lotados no TCE-PE e na ECPBG; II estagiários e conveniados do TCE-PE e da ECPBG; III empregados terceirizados que atuam nos serviços de apoio às atividades do TCE- PE e da ECPBG; IV empregados de empresas que prestem serviços técnicos ao TCE-PE e à ECPBG de forma rotineira; V empregados de empresas que prestem serviços ao TCE-PE e à ECPBG de forma não rotineira; VI empregados das empresas de segurança e manutenção dos terminais bancários 24 horas; VII autoridades, assim considerados: a) chefes dos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e do Ministério Público; b) membros do Poder Judiciário e do Ministério Público; c) detentores de mandato eletivo; d) titulares de Ministérios e Secretarias nos âmbitos federal, estadual e municipal; VIII advogados; IX instrutores e alunos da ECPBG; X público externo. Art. 2º Constituem as dependências do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco: I - a sede, pelos prédios:

2 a) Edifício Dom Hélder Câmara; b) Edifício Nilo Coelho; II - os prédios anexos; III - os prédios das Inspetorias Regionais do interior, localizadas em: a) Arcoverde; b) Bezerros; c) Garanhuns; d) Palmares; e) Petrolina; f) Salgueiro; e g) Surubim. Capítulo II DO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO E DE ATENDIMENTO Art. 3º O TCE-PE funcionará nos dias úteis, de segunda a sexta-feira, nos seguintes horários: I - das 7 às 18 horas, na sede e nos prédios anexos; e II - das 7 às 13 horas, nas Inspetorias Regionais do interior. Parágrafo único. O horário de funcionamento da Sala dos Advogados será das 7 às 17 horas. Art. 4º A ECPBG funcionará nos dias úteis, de segunda a sexta-feira, ordinariamente no horário das 7 às 18 horas. Parágrafo único. Excepcionalmente, o funcionamento poderá ocorrer até 22 horas, nos dias úteis, e de 8 às 18 horas, nos sábados, conforme cronograma dos cursos oferecidos. Art. 5º O horário de atendimento ao público externo será: I - no TCE-PE: a) das 7 às 17 horas no Protocolo; b) das 7 às 18 horas na Ouvidoria; c) das 7 às 14 horas, na Biblioteca; d) das 7 às 13 horas, nas demais unidades organizacionais, salvo autorização expressa dos identificados no inciso I do artigo 1º desta Portaria, limitando-se ao horário das 18 horas; II - na ECPBG, das 7 às 18 horas. Parágrafo único. O horário de atendimento ao público externo para o serviço de extração de cópia de processos será das 7 às 12 horas. Capítulo III DO CONTROLE DE ENTRADA E DE SAÍDA DE PESSOAS Art. 6º O acesso aos prédios do TCE-PE e da ECPBG será permitido a partir: I - das 6 horas e 30 minutos, para as pessoas identificadas nos incisos I a III do artigo 1º; II - das 6 horas, para funcionários terceirizados responsáveis pelo serviço de limpeza e manutenção, de acordo com a escala de trabalho; III - das 7 horas, para os demais identificados no artigo 1º desta Portaria. Art. 7º O acesso das pessoas identificadas nos incisos I a IV do artigo 1º aos prédios do TCE-PE e da ECPBG será controlado por meio de cadastramento da impressão digital.

3 1º Excetua-se do procedimento estabelecido no caput, o acesso às unidades organizacionais que, eventualmente, não tenham o equipamento de registro de impressão digital. 2º Na impossibilidade de cadastramento de impressão digital do servidor pelo equipamento, será entregue cartão magnético de uso pessoal e intransferível, mediante Termo de Compromisso, para os devidos registros de entrada e de saída. 3º Poderá haver dispensa do cadastramento da impressão digital das pessoas identificadas no inciso IV do artigo 1º, quando a prestação de serviços ao TCE-PE e à ECPBG caracterizar-se pela rotatividade dos prestadores. Art. 8º O acesso das pessoas identificadas no inciso V do artigo 1º aos prédios do TCE- PE e da ECPBG será permitido após cadastramento e recebimento de crachá com a identificação Em Serviço. Art. 9º O acesso das pessoas identificadas no inciso VI do artigo 1º aos prédios do TCE- PE e da ECPBG dar-se-á com a condução de suas armas no coldre, salvo situações excepcionais a critério da Chefia da Divisão de Segurança do TCE-PE. 1º As empresas responsáveis pela manutenção dos terminais bancários 24 horas deverão enviar previamente à DISG os dados de identificação do(s) empregado(s) que fará (ão) a manutenção e o horário em que será realizada. 2º Os empregados deverão utilizar o próprio crachá da empresa, que permitirá acesso apenas ao local dos terminais bancários 24 horas. Art. 10. O acesso dos identificados nos incisos VII ao X do artigo 1º aos prédios do TCE-PE e da ECPBG será permitido após os seguintes procedimentos: I - para autoridades: cadastramento em sistema informatizado e uso facultativo de crachá; II - para advogados: cadastramento em sistema informatizado e recebimento de crachá com a identificação Advogado ; III - para instrutores e alunos da ECPBG: entrega de crachá com a devida identificação; Art. 11. Todos os acessos do público externo às dependências do TCE-PE e da ECPBG deverão ser registrados em sistema informatizado e ocorrerão pelas catracas localizadas na recepção dos respectivos prédios, ressalvadas as hipóteses previstas nos artigos 12 e 16. 1º O ingresso de visitante que não portar documento de identificação com foto só ocorrerá com autorização das pessoas elencadas no inciso I do artigo 1º. 2º Para o público externo serão adotados os seguintes procedimentos pela recepção do TCE-PE e da ECPBG: I solicitação de documento de identificação; II contato com o servidor da unidade organizacional de destino, que deverá autorizar a entrada; III preenchimento em sistema informatizado de Controle de Visitantes; IV entrega de crachá com identificação Visitante e orientação quanto ao destino; V depósito do crachá no cofre da catraca, no momento da saída, para efeito de liberação de saída e registro em sistema informatizado.

4 Art. 12. Na hipótese da pane no sistema, o controle de acesso dos grupos de identificados mencionados nos incisos IV, V, VIII e X ocorrerá de forma manual, com anotação em livros de entrada e saída. Art. 13. Ficam vedados: I o acesso às dependências do TCE-PE após às 18 horas; II - o acesso às dependências dos edifícios da sede e dos prédios anexos nos fins de semana, feriados e em horário diverso ao estabelecido no inciso I do artigo 3º, salvo com a autorização expressa do coordenador de administração geral, mediante solicitação da chefia imediata do servidor; III - o acesso às dependências das Inspetorias Regionais do interior, nos fins de semana, feriados e em horário diverso ao estabelecido no inciso II do artigo 3º, salvo com a autorização expressa do inspetor regional. IV - o acesso às dependências da ECPBG após às 18 horas, excetuando-se: a) alunos e instrutores de curso que ultrapasse às 18 horas; b) empregados e servidores que prestem suporte a curso que ultrapasse às 18 horas; V a permanência após às 20 horas, nos edifícios da sede e nos prédios anexos, salvo com autorização expressa do coordenador de administração geral; VI - a permanência após às 20 horas, nas Inspetorias Regionais do interior, salvo com autorização expressa do inspetor regional; VII - a permanência na ECPBG após às 20 horas, excetuando-se: a) alunos e instrutores de curso que ultrapasse às 20 horas; b) empregados e servidores que prestem suporte a curso que ultrapasse às 20 horas. VIII - o acesso do público externo às dependências da Divisão de Arquivo; IX o acesso às dependências do TCE-PE e da ECPBG: a) de vendedores e divulgadores de produtos e serviços; b) de pessoas utilizando roupas inadequadas e/ou em estado de desequilíbrio físicoemocional, conforme critérios de razoabilidade, prudência e bom senso; c) de pessoas portando arma, ressalvado o disposto no artigo 9º desta Portaria; d) de pessoas conduzindo qualquer tipo de animal, salvo nos casos de portadores de necessidades especiais. e) pessoas identificadas como passíveis de representar algum risco real à integridade física e moral daqueles que aqui trabalham ou à própria instituição; X a comercialização de produtos e serviços nas dependências do TCE-PE e da ECPBG, salvo nos locais destinados ao funcionamento da feira e do restaurante. 1º As vedações de acesso e de permanência previstas nos incisos I a VII do caput não se aplicam a conselheiros, auditores, procuradores jurídicos, membros do Ministério Público de Contas, chefes de gabinete, coordenadores, diretores, inspetores regionais e gerentes de núcleo do Tribunal de Contas de Pernambuco. 2º Fica autorizado o trânsito de funcionários do restaurante, devidamente identificados e cadastrados, nos corredores das dependências do TCE-PE e da ECPBG para comercialização de alimentos. Art. 14. O Serviço de Segurança do TCE-PE e da ECPBG terá como procedimento padrão recolher qualquer arma e mantê-la sob sua responsabilidade até a saída de seu portador das dependências do TCE-PE e da Escola de Contas Públicas.

5 Parágrafo único. O porte de arma será permitido aos funcionários da(s) empresa(s) responsável(eis) pelo abastecimento dos caixas eletrônicos e pela segurança do posto bancário, nos termos do artigo 9º. Art. 15. O Serviço de Segurança do TCE-PE e da ECPBG poderá realizar revista em indivíduos, volumes, caixas, sacolas, pastas, malas, dentre outros, quando considerados passíveis de representar algum risco real à integridade física e moral das pessoas ou da instituição. Capítulo IV DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 16. Na hipótese de realização de evento nas dependências do TCE-PE e/ou da ECPBG em que a quantidade de participantes inviabilize o controle informatizado de acesso de pessoas, a unidade organizacional responsável pelo evento encaminhará, previamente, comunicação interna à DISG, para fins de planejamento da segurança. Nosso endereço na Internet Art. 17. As dependências do TCE-PE e da ECPBG poderão ser filmadas, sendo as respectivas imagens guardadas pelo prazo mínimo de 6 (seis) meses. 1º A coordenação e a monitoração das imagens ficarão sob a responsabilidade exclusiva da Chefia da DISG. 2º O acesso às imagens por outras unidades organizacionais dependerá de autorização prévia do diretor-geral do TCE-PE ou do coordenador da Escola de Contas Públicas. 3º O acesso às imagens por entidades externas dependerá de autorização prévia do presidente do TCE-PE ou do diretor da Escola de Contas Públicas, no âmbito de suas competências. Art. 18. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Art. 19. Revoga-se a Portaria Conjunta TC nº 2, de 28 de agosto de VALDECIR FERNANDES PASCOAL Presidente do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco DIRCEU RODOLFO DE MELO JUNIOR Diretor da Escola de Contas Públicas Professor Barreto Guimarães

PORTARIA TC N 461, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2015

PORTARIA TC N 461, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2015 PORTARIA TC N 461, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2015 Regulamenta a realização de inventário nos processos físicos em tramitação nas unidades organizacionais do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco. O PRESIDENTE

Leia mais

PORTARIA TC Nº 433, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA TC Nº 433, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA TC Nº 433, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2014. Institui o processo administrativo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco. O PRESIDENTE DO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, no uso de suas

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO MARANHÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO MARANHÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO N.º 01/2010-TJ PODER JUDICIÁRIO Dispõe sobre o controle de frequência dos servidores do Poder Judiciário do Estado do Maranhão. O PRESIDENTE DO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

Leia mais

Seção II Dos Gerentes

Seção II Dos Gerentes O EXMO. SR. PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO, no uso de suas atribuições legais, Considerando a necessidade de fomentar e viabilizar o desenvolvimento de servidores e o aperfeiçoamento

Leia mais

Resolução nº 12/2011, de 17 de novembro de 2011 D.O.E. de 22 de novembro de 2011

Resolução nº 12/2011, de 17 de novembro de 2011 D.O.E. de 22 de novembro de 2011 Resolução nº 12/2011, de 17 de novembro de 2011 D.O.E. de 22 de novembro de 2011 Dispõe sobre a guarda, destinação e digitalização de documentos nos arquivos do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009 DIÁRIO OFICIAL Nº. 31389 de 31/03/2009 GABINETE DA GOVERNADORA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº_03 /2009. O Defensor Público Geral do Estado do Pará, no uso de atribuições previstas

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DECONTAS RESOLUÇÃO T.C. Nº 04, 7 DE MARÇO DE 2012

ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DECONTAS RESOLUÇÃO T.C. Nº 04, 7 DE MARÇO DE 2012 RESOLUÇÃO T.C. Nº 04, 7 DE MARÇO DE 2012 Dispõe sobre o Sistema de Gerenciamento de Recursos da Sociedade SAGRES na esfera municipal. O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO, na sessão do Pleno realizada

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça Revogado pela Portaria STJ n. 417 de 24 de outubro de 2012 PORTARIA N. 329 DE 19 DE OUTUBRO DE 2011. Dispõe sobre o controle de acesso, circulação e permanência de pessoas no Superior Tribunal de Justiça.

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 342/SEJUD.GP, DE 27 DE JULHO DE 2010

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 342/SEJUD.GP, DE 27 DE JULHO DE 2010 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 342/SEJUD.GP, DE 27 DE JULHO DE 2010 Regulamenta o processo judicial eletrônico no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Corregedoria Regional Eleitoral PROVIMENTO CRE-RJ Nº 3 /2012 Disciplina a utilização do Sistema de Informações Eleitorais no âmbito do TRE/RJ e dá outras providências.

Leia mais

PORTARIA Nº 963 DE 7 DE JUNHO DE 2013

PORTARIA Nº 963 DE 7 DE JUNHO DE 2013 PORTARIA Nº 963 DE 7 DE JUNHO DE 2013 Define o procedimento para o fornecimento de cópia de documentos e vista de autos no âmbito da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O Diretor-Presidente da Agência

Leia mais

Prefeitura Municipal de Belém Secretaria Municipal de Finanças

Prefeitura Municipal de Belém Secretaria Municipal de Finanças INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 004/2009 GABS/SEFIN Disciplina a emissão de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) e dá outras providências. O Secretário de Finanças do Município de Belém, no uso das atribuições

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 Dispõe sobre o recebimento de documentos a serem protocolados junto ao Tribunal de Contas da União. O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, no uso de suas

Leia mais

RESOLUÇÃO N 124, DE 26 DE MAIO DE 2015. (Publicado no DOU, Seção 1, de 17/06/2015, pág. 70)

RESOLUÇÃO N 124, DE 26 DE MAIO DE 2015. (Publicado no DOU, Seção 1, de 17/06/2015, pág. 70) RESOLUÇÃO N 124, DE 26 DE MAIO DE 2015. (Publicado no DOU, Seção 1, de 17/06/2015, pág. 70) Institui o Diário Eletrônico do Conselho Nacional do Ministério Público e dá outras providências. O CONSELHO

Leia mais

DECRETO EXECUTIVO nº. 014/2012 D E C R E T A:

DECRETO EXECUTIVO nº. 014/2012 D E C R E T A: DECRETO EXECUTIVO nº. 014/2012 INSTITUI A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE UBAPORANGA, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o disposto

Leia mais

RESOLUÇÃO PRESI 28 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO PRESI 28 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO RESOLUÇÃO PRESI 28 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014 Regulamenta o expediente e a jornada de trabalho do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, institui o controle eletrônico

Leia mais

Dispõe sobre a regulamentação do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito FAESF

Dispõe sobre a regulamentação do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito FAESF RESOLUÇÃO DIR. N. 002/08 CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO - FAESF RUA FÉLIX PACHÊCO, 1206 BAIRRO: MANGUINHA FONE: (89) 3521-6512 ou 3521-2956 CNPJ:

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 139, DE 29 DE JUNHO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 139, DE 29 DE JUNHO DE 2012 Publicada no Boletim de Serviço, n. 7, p. 13-18 em 6/7/2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 139, DE 29 DE JUNHO DE 2012 Dispõe sobre o fornecimento e a autenticação de cópias e impressões e dá outras providências.

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO, no uso de suas atribuições,

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO, no uso de suas atribuições, PORTARIA/PRESI N. 650-174 DE 05.04.2005 Dispõe sobre o Serviço de Controle de Acesso SCA no Tribunal. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO, no uso de suas atribuições, CONSIDERANDO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Castelo Av. Nossa Senhora da Penha, 103 Centro Cep: 29360 000 Castelo/ES Tel.: +55 28 3542 2124 8526

Prefeitura Municipal de Castelo Av. Nossa Senhora da Penha, 103 Centro Cep: 29360 000 Castelo/ES Tel.: +55 28 3542 2124 8526 DECRETO Nº 13.492 DE 25 DE SETEMBRO DE 2014. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 017/2014, DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO NA PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTELO / ES, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas

DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. O Prefeito Municipal de Querência - MT, no uso de suas DECRETO Nº. 1.370/2015 DE 05 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe acerca da Política de uso do ponto eletrônico e da jornada de trabalho dos servidores públicos do Poder Executivo município de Querência - MT. atribuições,

Leia mais

1 Objetivo Esta Regulamentação Especial estabelece normas para acesso de pessoas ao Condomínio Edifício São Luiz.

1 Objetivo Esta Regulamentação Especial estabelece normas para acesso de pessoas ao Condomínio Edifício São Luiz. Revisão: julho/2007 Fl. 01 de 03 1 Objetivo Esta Regulamentação Especial estabelece normas para acesso de pessoas ao Condomínio Edifício São Luiz. 2 Procedimentos 2.1 O acesso de pessoas nas dependências

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça Superior Tribunal de Justiça RESOLUÇÃO STJ/GP N. 11 DE 12 DE NOVEMBRO DE 2015. Institui a política de segurança da informação do Superior Tribunal de Justiça e dá outras providências. O PRESIDENTE DO SUPERIOR

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: CAPÍTULO I DA JORNADA DE TRABALHO

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: CAPÍTULO I DA JORNADA DE TRABALHO DECRETO nº 1877, de 03 de julho de 2012 Disciplina a jornada de trabalho dos servidores pertencentes ao Poder Executivo do Município de Contagem e estabelece diretrizes para elaboração, aprovação e aplicação

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE CONTAS RESOLUÇÃO TC Nº 28, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015.

ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE CONTAS RESOLUÇÃO TC Nº 28, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015. RESOLUÇÃO TC Nº 28, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015. Dispõe sobre o Sistema de Usuários do TCE-PE O DO ESTADO DE PERNAMBUCO, na sessão do Pleno realizada em 16 de dezembro de 2015, e no uso de suas atribuições

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 02/2009

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 02/2009 INSTRUÇÃO NORMATIVA N 02/2009 Regulamenta os procedimentos relativos à certificação digital, para garantir a segurança das transações eletrônicas realizadas por meio dos sistemas, das aplicações e dos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA DE GESTÃO ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA DE GESTÃO ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA DE GESTÃO ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA RESOLUÇÃO Nº 04/2010 Dispõe sobre procedimentos para expedição e uso do

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 83, DE 4 DE MARÇO DE 2015.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 83, DE 4 DE MARÇO DE 2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 83, DE 4 DE MARÇO DE 2015. Estabelece os critérios e procedimentos a serem adotados para o relacionamento dos servidores e colaboradores da Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC

Leia mais

PORTARIA TC Nº 382, DE 29 DE SETEMBRO DE 2014. CAPÍTULO I

PORTARIA TC Nº 382, DE 29 DE SETEMBRO DE 2014. CAPÍTULO I PORTARIA TC Nº 382, DE 29 DE SETEMBRO DE 2014. Disciplina a utilização dos certificados digitais no âmbito interno, pelos funcionários do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco TCE-PE e demais usuários

Leia mais

PORTARIA N.272 DE 15 DE AGOSTO DE 2013 (Consolidada).

PORTARIA N.272 DE 15 DE AGOSTO DE 2013 (Consolidada). PORTARIA N.272 DE 15 DE AGOSTO DE 2013 (Consolidada). Dispõe sobre o controle de acesso, circulação e permanência de pessoas no Conselho Nacional do Ministério Público O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA CONSELHO ADMINISTRATIVO DE DEFESA ECONÔMICA

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA CONSELHO ADMINISTRATIVO DE DEFESA ECONÔMICA Ref.: Consulta Pública nº 04/2014 DESPACHO nº 339/2014/PRES/CADE Submeto a Resolução anexa que institui o Sistema Eletrônico de Informações SEI como sistema oficial de gestão de documentos eletrônicos

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 92, DE 18 DE JUNHO DE 2009

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 92, DE 18 DE JUNHO DE 2009 Publicada no Boletim de Serviço nº 7 em 7/7/2009. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 92, DE 18 DE JUNHO DE 2009 Dispõe sobre o controle de acesso, a utilização de crachá e a proteção das dependências internas no âmbito

Leia mais

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009

DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009 DECRETO JUDICIÁRIO Nº 135/2009 Dispõe sobre o registro e controle da freqüência dos servidores do Poder Judiciário. PUBLICADO NO DIÁRIO DO PODER JUDICIÁRIO NO DIA 24 DE AGOSTO DE 2009. A PRESIDENTE DO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 033 DE 10 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº. 033 DE 10 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº. 033 DE 10 DE MARÇO DE 2015. O CONSELHO DE UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais, e considerando o Parecer nº. 01/2015 da Comissão Permanente

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado aprovou e que eu sanciono a seguinte Lei Complementar

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado aprovou e que eu sanciono a seguinte Lei Complementar Publicada no Diário Oficial do dia 07 de julho de 2011 Estabelece a Estrutura Administrativa do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe e do Ministério Público Especial; cria, modifica e extingue órgãos

Leia mais

ATO Nº 233/2013. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 233/2013. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 233/2013 Institui a Política de Gerenciamento de Serviços de Tecnologia da Informação (TI) no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2012 Estabelece os critérios de concessão de acesso ao Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse SICONV. O SECRETÁRIO DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO MINUTA DE RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO MINUTA DE RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA MINUTA DE RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Regulamenta o teletrabalho no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho e dá outras providências. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO TST, no uso de suas atribuições

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA TCE-TO Nº 003, DE 23 DE SETEMBRO DE 2009. Consolidada pela IN nº 03/2012 de 02/05/2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA TCE-TO Nº 003, DE 23 DE SETEMBRO DE 2009. Consolidada pela IN nº 03/2012 de 02/05/2012. INSTRUÇÃO NORMATIVA TCE-TO Nº 003, DE 23 DE SETEMBRO DE 2009. Consolidada pela IN nº 03/2012 de 02/05/2012. Acresce o 7 ao artigo 9º da Instrução Normativa nº 003, de 23 de setembro de 2009, que estabelece

Leia mais

GERÊNCIA DE ORIENTAÇÕES, NORMAS E PROCEDIMENTOS GONP SETOR DE ORIENTAÇÃO - SEOR

GERÊNCIA DE ORIENTAÇÕES, NORMAS E PROCEDIMENTOS GONP SETOR DE ORIENTAÇÃO - SEOR GERÊNCIA DE ORIENTAÇÕES, NORMAS E PROCEDIMENTOS GONP SETOR DE ORIENTAÇÃO - SEOR Orientação Técnica n 006/2014 Assunto: Procedimento Relativo à Gestão da Frota do Município do Recife Legislação: Instrução

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RESOLUÇÃO N. 20 DE 9 DE AGOSTO DE 2012. Dispõe sobre a certificação digital no Superior Tribunal de Justiça e dá outras providências. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA, usando da atribuição

Leia mais

DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013.

DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013. DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013. Estabelece normas para utilização de Parques e Praças Municipais para Feiras de Adoção de Animais e de Eventos Relacionados à causa animal. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 110, DE 21 DE JULHO DE 2010

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 110, DE 21 DE JULHO DE 2010 Publicada no Boletim de Serviço, nº 8 em 6/8/2010. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 110, DE 21 DE JULHO DE 2010 Dispõe sobre a administração de bens móveis patrimoniais no âmbito da Secretaria do Supremo Tribunal

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES PORTARIA N o. 346/2006-DG/DPF Brasília/DF, 03 de agosto de 2006. Institui o Sistema de Gestão Eletrônica de Segurança Privada GESP e dá outras providências. O DIRETOR-GERAL DO DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL,

Leia mais

PORTARIA Nº 038/2008-AGED/MA DE 03 DE MARÇO DE 2008.

PORTARIA Nº 038/2008-AGED/MA DE 03 DE MARÇO DE 2008. ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÀRIA E DESENVOLVIMENTO RURAL AGÊNCIA ESTADUAL DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO MARANHÃO PORTARIA Nº 038/2008-AGED/MA DE 03 DE MARÇO DE 2008. O DIRETOR

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 80, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2013.

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 80, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2013. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 80, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2013. A DIRETORA EM EXERCÍCIO DO CÂMPUS DE PARANAÍBA da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, resolve:

Leia mais

-0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012.

-0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. -0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. Dispõe sobre os critérios e os procedimentos para promoção, organização e participação da ANAC em eventos internos e externos. A DIRETORIA DA AGÊNCIA

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO

RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO RESOLUÇÃO N. 128/2013/TCE-RO Dispõe sobre a concessão de folgas compensatórias e o gozo de Licença-Prêmio por Assiduidade dos servidores do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA Nº 003, DE 30 DE MARÇO DE 2012

PORTARIA NORMATIVA Nº 003, DE 30 DE MARÇO DE 2012 PORTARIA NORMATIVA Nº 003, DE 30 DE MARÇO DE 2012 Normatiza o uso do correio eletrônico institucional em atendimento à Resolução nº 34/2011- CS/IFB O REITOR PRO TEMPORE DO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA,

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 539, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2013

INSTRUÇÃO CVM Nº 539, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2013 INSTRUÇÃO CVM Nº 539, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2013 Dispõe sobre o dever de verificação da adequação dos produtos, serviços e operações ao perfil do cliente. O PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DA COMISSÃO DE VALORES

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA. ATO PGJ nº 19/2009

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA. ATO PGJ nº 19/2009 ATO PGJ nº 19/2009 - Alterado o inciso III, do art. 3º, pelo Ato nº 23/2010, de 27/05/10, art. 1º. - Ver Errata do Ato-PGJ n.23/2010, publicado no DOMP n. 255 em 11/06/2010. - Ver Ato-PGJ n. 18/2009, arts.

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DE BAGÉ

REGIMENTO INTERNO DO ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DE BAGÉ REGIMENTO INTERNO DO ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DE BAGÉ Art. 1 - O Arquivo Público Municipal de Bagé, criado pela lei nº 3.399/97, de julho/97 alterado e complementado pelas leis 3.817/2001 e 3.935/2002,

Leia mais

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 14 DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 14 DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 PROVIMENTO CONJUNTO Nº 14 DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 Dispõe sobre a auto-intimação eletrônica de advogados no âmbito dos Juizados Especiais Federais na 2 a Região. O CORREGEDOR-GERAL DA JUSTIÇA FEDERAL

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Corregedoria Regional Eleitoral PROVIMENTO CRE-RJ Nº 03/2012 (consolidado com o Provimento CRE/RJ nº 01/2015) Disciplina a utilização do Sistema de Informações

Leia mais

A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª. REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª. REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, Institui a Política de Gerenciamento de Serviços de TI no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª. Região. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª. REGIÃO, no uso de suas atribuições

Leia mais

NORMAS E PROCEDIMENTOS CONTROLE DE ACESSO ÀS DEPENDÊNCIAS DO GRUPO MAPFRE SEGUROS

NORMAS E PROCEDIMENTOS CONTROLE DE ACESSO ÀS DEPENDÊNCIAS DO GRUPO MAPFRE SEGUROS NORMAS E PROCEDIMENTOS Código Versão A-RHU-08 4 Emissão Atualização 22 / 08 / 2003 30 / 07 / 08 CONTROLE DE ACESSO ÀS DEPENDÊNCIAS DO GRUPO MAPFRE SEGUROS OBJETIVO Normatizar o controle de acesso dos colaboradores,

Leia mais

PROVIMENTO CONJUNTO N.º 007/2014 CGJ/CCI

PROVIMENTO CONJUNTO N.º 007/2014 CGJ/CCI PROVIMENTO CONJUNTO N.º 007/2014 CGJ/CCI Uniformiza os procedimentos adotados pelas Secretarias e Serviços Judiciários, relativos à entrega de autos a advogados, estagiários e prepostos. O DESEMBARGADOR

Leia mais

PORTARIA Nº 008, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 008, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 008, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014. Aprova o regulamento de utilização do auditório e das salas de treinamentos da GRANFPOLIS. O PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DA REGIÃO DA GRANDE FLORIANÓPOLIS

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DGJ N. 1 DE 2 DE JULHO DE 2015.

INSTRUÇÃO NORMATIVA DGJ N. 1 DE 2 DE JULHO DE 2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA DGJ N. 1 DE 2 DE JULHO DE 2015. Dispõe sobre o funcionamento do Museu do Judiciário Catarinense. O DIRETOR-GERAL JUDICIÁRIO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SANTA CATARINA, considerando

Leia mais

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pelo artigo 98, inciso II da Constituição Estadual,

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pelo artigo 98, inciso II da Constituição Estadual, PORTARIA N.º 11-R, DE 23 DE ABRIL DE 2003. Publicada no DIO 24/04/2003. Estabelece normas para o controle de identificação e procedimentos para o acesso às dependências da Secretaria de Estado da Fazenda

Leia mais

PORTARIANº 032/2015-DF

PORTARIANº 032/2015-DF PORTARIANº 032/2015-DF O Doutor ARISTEU DIAS BATISTA VILELLA, Juiz de Direito e Diretor do Foro da, no uso de suas atribuições legais, com fundamento nos artigos 52, inciso XV, da Lei nº 4.964, de 26 de

Leia mais

PrA - Dir.UnUCET01/2006

PrA - Dir.UnUCET01/2006 UIlVERSIDADE EStIDUIlDE GIIAS Unidade Unhersitária de Ciências Exatas e Tecnolúgkas BR 153 KM 98 -Campus Henrique Santillo -Bairro Arco Verde- Portaria Conjunta PrA - Dir.UnUCET01/2006 o Conselho Acadêmico

Leia mais

REGIMENTO DA GERÊNCIA DE PROJETOS E RESPONSABILIDADE SOCIAL

REGIMENTO DA GERÊNCIA DE PROJETOS E RESPONSABILIDADE SOCIAL APROVADO Alterações aprovadas na 21ª reunião do Conselho Superior realizada em 30/12/2009. REGIMENTO DA GERÊNCIA DE PROJETOS E RESPONSABILIDADE SOCIAL Art. 1º - O presente Regimento institucionaliza e

Leia mais

RESOLUÇÃO N. TC-0109/2015

RESOLUÇÃO N. TC-0109/2015 RESOLUÇÃO N. TC-0109/2015 Dispõe sobre o procedimento de reconstituição e restauração dos autos de processos do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina e dá outras providências. O TRIBUNAL DE CONTAS

Leia mais

PORTARIA Nº 126, DE 12 DE MARÇO DE 2014.

PORTARIA Nº 126, DE 12 DE MARÇO DE 2014. PORTARIA Nº 126, DE 12 DE MARÇO DE 2014. Dispõe sobre a implantação e o funcionamento do processo eletrônico no âmbito do Ministério das Comunicações. O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso das

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado de Rondônia

Tribunal de Contas do Estado de Rondônia RECOMENDAÇÃO N. 8/2014/CG Estabelece critérios para digitalização de processos e documentos no Tribunal de Contas do Estado de Rondônia. O CORREGEDOR-GERAL DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE RONDÔNIA,

Leia mais

RESOLUÇÃO N 3518. Parágrafo único. Para efeito desta resolução:

RESOLUÇÃO N 3518. Parágrafo único. Para efeito desta resolução: RESOLUÇÃO N 3518 Disciplina a cobrança de tarifas pela prestação de serviços por parte das instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. O BANCO CENTRAL

Leia mais

Definir os procedimentos para o controle de acesso às instalações do TJAC, objetivando promover a segurança patrimonial e pessoal.

Definir os procedimentos para o controle de acesso às instalações do TJAC, objetivando promover a segurança patrimonial e pessoal. Código: MAP-ASMIL-002 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Assessoria Militar Aprovado por: Presidência do TJAC 1 OBJETIVO Definir os procedimentos para o controle de acesso às instalações

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MEDIDA PROVISÓRIA Nº 201, DE 31 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre as formas de cumprimento da jornada de trabalho e o banco de horas no âmbito do Instituto Geral de Perícias (IGP) e estabelece outras providências.

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Hospital Universitário Antonio Pedro MINUTA DETERMINAÇÃO DE SERVIÇO Nº, DE DE NOVEMBRO DE 2012

Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Hospital Universitário Antonio Pedro MINUTA DETERMINAÇÃO DE SERVIÇO Nº, DE DE NOVEMBRO DE 2012 Ministério da Educação Universidade Federal Fluminense Hospital Universitário Antonio Pedro MINUTA DETERMINAÇÃO DE SERVIÇO Nº, DE DE NOVEMBRO DE 2012 Dispõe sobre normas de segurança e acesso aos prédios

Leia mais

CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS

CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS Procedimentos 1. Introdução Este documento visa regulamentar o controle de acesso e permanência de pessoas e veículos nas dependências dos Órgãos da SECRETARIA

Leia mais

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013.

REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. REGULAMENTO/COGEP Nº 001, DE 1º DE JUNHO DE 2012. 2ª Edição Atualizada em 29 de janeiro de 2013. Dispõe acerca da Política de uso do PONTO ELETRÔNICO E DA JORNADA DE TRABALHO dos servidores do Instituto

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 001/2010

RESOLUÇÃO Nº 001/2010 RESOLUÇÃO Nº 001/2010 ALTERA O REGIMENTO INTERNO DA OUVIDORIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS. O COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA, no uso das atribuições conferidas pelo artigo 18, inciso XVII,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 4.292, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº 4.292, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº 4.292, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2013 Dispõe sobre a portabilidade de operações de crédito realizadas com pessoas naturais, altera a Resolução nº 3.401, de 6 de setembro de 2006, e dá outras providências.

Leia mais

RESOLUÇÃO ATRICON Nº 01/2015

RESOLUÇÃO ATRICON Nº 01/2015 RESOLUÇÃO ATRICON Nº 01/2015 Regulamenta a aplicação do Marco de Medição de Desempenho dos Tribunais de Contas MMD-TC, no âmbito do Projeto Qualidade e Agilidade dos Tribunais de Contas QATC, promovido

Leia mais

Prefeitura Municipal de Jaboticabal

Prefeitura Municipal de Jaboticabal LEI Nº 4.730, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2015 Institui o "Programa Nota Fiscal Jaboticabalense" com o objetivo de estimular a cidadania fiscal e incentivar o Programa de Arrecadação Tributária do Município e

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça Vide Instrução Normativa STJ/GDG n. 26 de 18 de dezembro de 2015 (Alteração = art. 12) RESOLUÇÃO STJ N. 2 DE 4 DE FEVEREIRO DE 2015. Dispõe sobre os serviços de telecomunicações do Superior Tribunal de

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre o horário de funcionamento do Instituto Chico Mendes, jornada de trabalho e controle

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO ATO CONJUNTO Nº 5, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2014

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO ATO CONJUNTO Nº 5, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2014 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR DA JUSTIÇA DO TRABALHO ATO CONJUNTO Nº 5, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2014 Estabelece procedimentos e prazos para abertura de créditos adicionais, no âmbito da

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SCJ Nº 001/2013 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA DÉCIMA OITAVA REGIÃO, no uso de suas

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SCJ Nº 001/2013 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA DÉCIMA OITAVA REGIÃO, no uso de suas PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SCJ Nº 001/2013 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA DÉCIMA OITAVA REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO que o avanço tecnológico,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS NINTEC CAPÍTULO I DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SEUS FINS

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS NINTEC CAPÍTULO I DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SEUS FINS REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS NINTEC CAPÍTULO I DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SEUS FINS Art. 1º O Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 467, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 467, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 467, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014 O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 4.433, DE 23 DE JULHO DE 2015. Brasil. CAPÍTULO I DO OBJETO E DO ÂMBITO DE APLICAÇÃO

RESOLUÇÃO Nº 4.433, DE 23 DE JULHO DE 2015. Brasil. CAPÍTULO I DO OBJETO E DO ÂMBITO DE APLICAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 4.433, DE 23 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre a constituição e o funcionamento de componente organizacional de ouvidoria pelas instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar

Leia mais

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS - Ver o Ato-PGJ n. 17-2004. - Alterado o art. 19 pelo Ato-PGJ n. 44-2013, art. 1º. - Alterado o art. 2º, parágrafo único, acrescentando letra g, pelo Ato-PGJ n. 22-2014. ATO PGJ nº 13/ 2013 Dispõe sobre

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNO MUNICIPAL Prefeitura Municipal de Itapetim Gabinete do Chefe do Poder Executivo

ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNO MUNICIPAL Prefeitura Municipal de Itapetim Gabinete do Chefe do Poder Executivo Lei Ordinária Municipal n.º. 321/2015, de 06 de Outubro de 2015. Dispõe sobre a regulamentação do acesso a informação pública pelo cidadão no âmbito do Poder Executivo Municipal, cria norma de procedimento

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 006, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2010, DO REITOR DA UFTM.

RESOLUÇÃO N. 006, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2010, DO REITOR DA UFTM. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO UBERABA-MG RESOLUÇÃO N. 006, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2010, DO REITOR DA UFTM. Dispõe sobre a solicitação, autorização, concessão e prestação

Leia mais

PORTARIA Nº PGE - 089/2012

PORTARIA Nº PGE - 089/2012 PORTARIA Nº PGE - 089/2012 O PROCURADOR GERAL DO ESTADO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 32 da Lei Complementar nº 34, de 06 de fevereiro de 2009, considerando a necessidade de

Leia mais

I - Proposto: pessoa que viaja e presta contas da viagem realizada;

I - Proposto: pessoa que viaja e presta contas da viagem realizada; 1 PORTARIA MEC 403/2009 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 403, DE 23 DE ABRIL DE 2009 Dispõe sobre a solicitação, autorização, concessão e prestação de contas de diárias, passagens

Leia mais

Secretaria de Gestão de Pessoas

Secretaria de Gestão de Pessoas PORTARIA Nº 125, DE8DEAGOSTODE 2013 Revoga a Instrução Normativa nº 03/2008. O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE : Diretor-Geral. Art.1º Fica revogada

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 411, DE 08 DE JANEIRO DE 2010.

RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 411, DE 08 DE JANEIRO DE 2010. RIO GRANDE DO NORTE LEI COMPLEMENTAR Nº 411, DE 08 DE JANEIRO DE 2010. Dispõe sobre a estrutura organizacional do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte e dá outras providências. A GOVERNADORA

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ

ESTADO DE MATO GROSSO CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ INSTRUÇÃO NORMATIVA SC Nº. 001/2011 DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS E EXECUÇÃO DAS ATIVIDADES DE COMUNICAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ. Versão: 01 Aprovação: 26/09/2011 Ato de aprovação: 26/09/2011 Unidade

Leia mais

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO Art. 1º O Laboratório de Línguas é um órgão complementar de fomento ao ensino, pesquisa, extensão, e prestação de serviços vinculado ao Centro de Letras e Ciências Humanas sob

Leia mais

O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL, no uso das suas atribuições, e

O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL, no uso das suas atribuições, e SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL PRESIDÊNCIA 18/03/2013 RESOLUÇÃO Nº 25/2013 Assunto: Institui o Sistema

Leia mais

RESOLUÇÃO N 3.518. Documento normativo revogado pela Resolução 3.919, de 25/11/2010.

RESOLUÇÃO N 3.518. Documento normativo revogado pela Resolução 3.919, de 25/11/2010. RESOLUÇÃO N 3.518 Documento normativo revogado pela Resolução 3.919, de 25/11/2010. Disciplina a cobrança de tarifas pela prestação de serviços por parte das instituições financeiras e demais instituições

Leia mais

ATO TRT 17ª PRESI N.º 093/2010*

ATO TRT 17ª PRESI N.º 093/2010* ATO TRT 17ª PRESI N.º 093/2010* A DESEMBARGADORA-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 17.ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO a necessidade de se implementar

Leia mais

ATO Nº 195/2011. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 195/2011. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 195/2011 Institui a Norma de Segurança dos Recursos de Tecnologia da Informação - NSRTI, do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO,

Leia mais

FACULDADES DA FUNDAÇÃO DE ENSINO DE MOCOCA - FaFEM

FACULDADES DA FUNDAÇÃO DE ENSINO DE MOCOCA - FaFEM Portaria n. 012/2010. Estabelece as Normas e Regulamento da Ouvidoria das FAFEM. A Diretora das Faculdades da Fundação de Ensino de Mococa, no uso de suas atribuições regimentais, RESOLVE: regulamentar

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013

RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013 RESOLUÇÃO N.º XXX, DE XX DE XXXXXX DE 2013 O PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições regulamentares e, considerando

Leia mais

DECRETO Nº 156, DE 20 DE JULHO DE 2012. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PETROLINA, no uso de suas atribuições

DECRETO Nº 156, DE 20 DE JULHO DE 2012. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PETROLINA, no uso de suas atribuições DECRETO Nº 156, DE 20 DE JULHO DE 2012. Regulamenta o Decreto Municipal de nº 076/2005 que institui a Bilhetagem Eletrônica no Município de Petrolina-PE, bem como a Lei nº 1.123/2002 e o Decreto 90/2002,

Leia mais

PORTARIA PGR/MPF Nº 12 DE 22 DE JANEIRO DE 2013

PORTARIA PGR/MPF Nº 12 DE 22 DE JANEIRO DE 2013 PORTARIA PGR/MPF Nº 12 DE 22 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre o Sistema de Controle de Acesso às instalações da Procuradoria Geral da República e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA,

Leia mais