Intercâmbio Juvenil. Problem? Let s Solve It Lednice, República Checa 23 a 30 de Junho de 2013

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Intercâmbio Juvenil. Problem? Let s Solve It Lednice, República Checa 23 a 30 de Junho de 2013"

Transcrição

1 Intercâmbio Juvenil Problem? Let s Solve It Lednice, República Checa 23 a 30 de Junho de 2013

2 CRONOWORLD Quem somos? A CronoWorld é uma Cooperativa de responsabilidade limitada, sem fins lucrativos, multisectorial no ramo de cultura e serviços do sector cooperativo. Uma cooperativa jovem, no que diz respeito à sua data de criação e recursos humanos que a integram, que tem como principal objectivo a criação de projetos e atividades para o desenvolvimento social e cultural dos jovens. Não descurando, no entanto, a seu cariz mais empresarial, no que diz respeito a todo um leque de serviços de consultoria e comunicação. Temos a visão de ter a capacidade de responder a todas os desafios que possam surgir e assegurar, a todos os nosso parceiros, uma garantia de sucesso e evolução sempre que solicitados para o efeito. A Cronoworld nasce do diminuto nível de suporte administrativo às dinâmicas da sociedade civil, principalmente no mundo associativo. Nasce para dar apoio administrativo e para fortalecer a capacidade operacional das associações no domínio da pesquisa de fontes de financiamento para os seus projetos e iniciativas, para a união de esforços na sua implementação e para atingir resultados de excelência com os mesmos. Em suma, a missão da CRONOWORLD é ser o parceiro de excelência das organizações sem fins lucrativos, no domínio da geração de sinergias e projetos que envolvam os cidadãos, e em particular os jovens, na vida da sua sociedade, quer a nível local, nacional e europeu, aproximando-os dos centros de decisão.

3 VERTENTE ASSOCIATIVA O que fazemos? Debates, conferências, mesas redondas, tertúlias, palestras Intercâmbios de jovens e de youth workers Cursos de formação, via educação não-formal Projetos de voluntariado europeu (jovem e sénior) Seminários e congressos com organizações de juventude Projetos democráticos de juventude Parcerias de aprendizagem internacionais

4 O PROJETO Problem? Let s Solve It PROBLEM? LET S SOLVE IT é um curso de formação, que envolve 21 jovens, dos 18 aos 30 anos, de 7 nacionalidades, e que decorrerá na região da Morávia do Sul em Lednice, na República Checa, de 23 a 30 de Julho, os jovens serão convocados a refletir sobre diversos temas, como o racismo, a xenofobia, e o antissemitismo. Todos estes temas serão debatidos sob orientação de formadores e especialistas que os irão apoiar na reflexão acerca destes comportamentos sociais. Através de diferentes tipos de atividades como energizers e icebreakers o grupo irá sentir-se mais confortável para numa fase posterior iniciar todo um conjunto de discussões, apresentações ou simulações reais sobre o tema. Uma importante parte do curso de formação inclui uma introdução acerca do programa Youth in Action, assim como as possibilidades que o mesmo oferece no contexto da cidadania activa.

5 O PROJETO Países Participantes

6 PARTICIPAÇÃO Taxas A Participação neste projeto tem o custo de 250,00, incluindo todos os elementos necessários para uma viagem e intercâmbio corretos e seguros, nomeadamente: Reservas de Voos Voo Ida e Volta Transportes aeroporto (Praga) - Comboio (Breclav) Pensão e volta Formação à partida Material de preparação e material do projeto Alimentação (Peq.-Almoço, Almoço, coffee-break/lanche e jantar) Alojamento (pensão em quartos de 3-4 pessoas - Visitas Culturais Transportes locais

7 VOOS PARTICIPAÇÃO Transportes Os voos serão reservados até ao principio de Junho, sendo em princípio voos diretos Lisboa-Praga-Lisboa. Os horários dos voos serão entregues a 15 de Junho. Transportes para o Aeroporto de Lisboa O transporte dos participantes para o aeroporto deve ser feito, utilizando transportes públicos, para distâncias superiores a 50km, devendo ser entregue comprovativo de despesas. Este comprovativo é necessário para assegurar a taxa de participação de 250. Transportes Locais Os participantes irão utilizar transportes cedidos pelas entidades locais coordenadoras.

8 PARTICIPAÇÃO Formação à Partida Iremos realizar uma formação à partida, na véspera da partida, dia 21 de Junho, das 15:00h às 18:00h, na sede da CRONOWORLD. Esta formação abordará aspetos importantes, como: Preparação do grupo para os temas a abordar no projeto; Verificação da documentação dos participantes; Medidas de Segurança e proteção dos participantes; Alojamentos e alimentação; Preparação dos participantes sobre o contexto local; Preparação dos participantes para a representação das instituições de envio e de Portugal; Contextualização do projeto e do Programa Juventude em Ação.

9 PARTICIPAÇÃO Formação à Partida Morada da CRONOWORLD: Avenida da Liberdade, 110, 1º andar LISBOA Para quem desejar/necessitar, a CRONOWORLD poderá efetuar reservas de transporte, alojamento e alimentação, com acompanhamento nosso para o dia 2 para 3 de Julho, em Lisboa. Esse plano terá o custo de 50,00, incluindo transporte local em Lisboa, um jantar, alojamento e pequeno-almoço, mais acompanhamento.

10 TEMPO em Julho: +/- 20 GRAUS República Checa Lednice Lednice (Eisgrub em alemão): É uma povoação com cerca de habitantes que em 1996 foi escolhida como património mundial pela UNESCO pois foi vista como um exemplo excecional de uma paisagem projetada, que evoluiu no Iluminismo e, posteriormente, sob os cuidados de uma única família. É lá que existe o maior parque do país, abrangendo uma área de 200 km², assim como o Castelo de Lednice que em tempos foi a residência dos príncipes do Liechtenstein.

11

AÇÃO 2 COOPERAÇÃO PARA A INOVAÇÃO E O INTERCÂMBIO DE BOAS PRÁTICAS

AÇÃO 2 COOPERAÇÃO PARA A INOVAÇÃO E O INTERCÂMBIO DE BOAS PRÁTICAS AÇÃO 2 COOPERAÇÃO PARA A INOVAÇÃO E O INTERCÂMBIO DE BOAS PRÁTICAS Acção 1 1 AÇÃO 2 COOPERAÇÃO PARA A INOVAÇÃO E O INTERCÂMBIO DE BOAS PRÁTICAS A B Parcerias Estratégicas na área da Educação, Formação

Leia mais

AÇÃO 1 APRENDIZAGEM E MOBILIDADE JUVENIL

AÇÃO 1 APRENDIZAGEM E MOBILIDADE JUVENIL AÇÃO 1 APRENDIZAGEM E MOBILIDADE JUVENIL Acção 1 1 CAPA da KA1 Acção 1 2 AÇÃO 1 APRENDIZAGEM E MOBILIDADE JUVENIL A Intercâmbios de Jovens B C D Serviço Voluntário Europeu Mobilidade de profissionais activos

Leia mais

Formação Nacional de Formadores para a Participação Juvenil

Formação Nacional de Formadores para a Participação Juvenil Contexto Não é claro, nem na Convenção Europeia sobre os Direitos Humanos nem na Declaração Universal dos Direitos Humanos, como é que a participação (juvenil) na sociedade civil é assegurada como Direito

Leia mais

LÍDERES DA CPLP ENCONTRO DE JOVENS. Este desafio é nosso! Iº ENCONTRO DE JOVENS LÍDERES COMUNIDADE DE PAÍSES DA CPLP NA DIÁSPORA PORTUGUESA

LÍDERES DA CPLP ENCONTRO DE JOVENS. Este desafio é nosso! Iº ENCONTRO DE JOVENS LÍDERES COMUNIDADE DE PAÍSES DA CPLP NA DIÁSPORA PORTUGUESA ENCONTRO DE JOVENS Iº ENCONTRO DE JOVENS LÍDERES COMUNIDADE DE PAÍSES DA CPLP NA DIÁSPORA PORTUGUESA Aveiro, 22 a 24 de Junho de UNIVERSIDADE DE AVEIRO Entidades Promotoras Parceiros Apoios O que é o Festival

Leia mais

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f)

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f) AVISO Admissão de Pessoal (m/f) A AJITER Associação Juvenil da Ilha Terceira pretende admitir jovens recém-licenciados à procura do primeiro emprego, para estágio no seu serviço, ao abrigo do Programa

Leia mais

FICHA DE PROJETO. Programa Direitos, Igualdade e Cidadania (2014-2020) (JUST/2015/RRAC/AG)

FICHA DE PROJETO. Programa Direitos, Igualdade e Cidadania (2014-2020) (JUST/2015/RRAC/AG) Aviso para candidaturas a financiamento comunitário para prevenção e combate ao racismo, xenofobia, homofobia e outras formas de intolerância Programa Direitos, Igualdade e Cidadania (2014-2020) (JUST/2015/RRAC/AG)

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO

MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO Cidade do México - 27 a 31de Outubro de 2014 COM GARANTIA DE SUCESSO Saiba mais na pág. 5 MÉXICO O México, oficialmente Estados Unidos Mexicanos, é uma república constitucional

Leia mais

ERASMUS+ QUALIFICAÇÃO E AÇÃO PARA A INCLUSÃO. E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o

ERASMUS+ QUALIFICAÇÃO E AÇÃO PARA A INCLUSÃO. E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o ERASMUS+ E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o QUALIFICAÇÃO E AÇÃO PARA A INCLUSÃO SEMINÁRIO EMPODERAR COMUNIDADES, DESENVOLVER REGIÕES VISEU DÃO LAFÕES NA EUROPA AUDITÓRIO DA BIBLIOTECA MUNICIPAL MANGUALDE,

Leia mais

Plano de Actividades do CEA para 2006

Plano de Actividades do CEA para 2006 Plano de Actividades do CEA para 2006 A Direcção do CEA propõe-se preparar as condições para atingir diferentes objectivos e procurar apoios para a sua realização. 1. Objectivos Prioritários 1.1 Redesenhar

Leia mais

PROGRAMA DO XIX GOVERNO CONSTITUCIONAL

PROGRAMA DO XIX GOVERNO CONSTITUCIONAL PROGRAMA DO XIX GOVERNO CONSTITUCIONAL 1 Na concretização destas políticas dar-se-á seguimento à execução do actual Plano para a Integração dos Imigrantes onde o Governo contará com os contributos da sociedade

Leia mais

PROGRAMA CIDADANIA ATIVA 2013-16

PROGRAMA CIDADANIA ATIVA 2013-16 PROGRAMA CIDADANIA ATIVA 2013-16 FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN Luís Madureira Pires Lisboa, 22 de março de 2013 Enquadramento > O Mecanismo Financeiro EEE (MF/EEE) Desde a assinatura do acordo do Espaço

Leia mais

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Apresentação ERASMUS+ - Ensino Superior O Erasmus+ é o novo programa da UE dedicado à educação, formação, juventude e desporto. O programa tem início

Leia mais

Natal na desportiva NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Natal na desportiva NORMAS DE PARTICIPAÇÃO Natal na desportiva 2015 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO CML/DRIC/2015 Alvará 694 I. Apresentação e objetivos 1. Entidade Promotora e Organizadora - Município de Loures 1 a) O Programa de Ocupação de Tempos Livres

Leia mais

Intercâmbio Juvenil Youth Outdoor II

Intercâmbio Juvenil Youth Outdoor II Intercâmbio Juvenil Youth Outdoor II Associação de Defesa do Património Cultural e Natural de Soure 21 a 29/julho/2015 adpcns@sapo.pt 1 Objetivo do Intercâmbio Youth Outdoor II! é um projeto de intercâmbio

Leia mais

FICHA DO PROJECTO. Desporto para todos. Fundação Aragão Pinto - IPSS

FICHA DO PROJECTO. Desporto para todos. Fundação Aragão Pinto - IPSS FICHA DO PROJECTO Desporto para todos Nome do Projecto: Sport For All - Desporto e Inovação Objectivos do projecto:. Envolvimento de jovens na criação de um programa inovador de prevenção e integração

Leia mais

Cooperação Empresarial Transfronteiriça

Cooperação Empresarial Transfronteiriça Cooperação Empresarial Transfronteiriça IPJ Instituto Português da Juventude Projecto de Cooperação Transfronteiriça O Projecto Espaço Juvenil, promovido pelo Instituto Português da Juventude, IP e pela

Leia mais

S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA. Despacho Normativo Nº 30/2002 de 23 de Maio

S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA. Despacho Normativo Nº 30/2002 de 23 de Maio S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA Despacho Normativo Nº 30/2002 de 23 de Maio Ao abrigo do disposto no n.º 6 da Resolução nº 76/2002, de 2 de Maio determino: É aprovado o Regulamento do programa Mobilidade e

Leia mais

SINTRA TAMBÉM É TUA! PROJECTO DE LONGO-TERMO/ESTRATÉGIA BREVE DESCRIÇÃO

SINTRA TAMBÉM É TUA! PROJECTO DE LONGO-TERMO/ESTRATÉGIA BREVE DESCRIÇÃO SINTRA TAMBÉM É TUA! PROJECTO DE LONGO-TERMO/ESTRATÉGIA DA DÍNAMO PARA A PARTICIPAÇÃO JUVENIL A NÍVEL LOCAL/REGIONAL SINTRA - PORTUGAL (2011-2016) BREVE DESCRIÇÃO (VERSÃO PORTUGUESA) JANEIRO 2011 DIRECÇÃO

Leia mais

Carta do Conselho da Europa sobre a Educação para a Cidadania Democrática e a Educação para os Direitos Humanos

Carta do Conselho da Europa sobre a Educação para a Cidadania Democrática e a Educação para os Direitos Humanos Carta do Conselho da Europa sobre a Educação para a Cidadania Democrática e a Educação para os Direitos Humanos Introdução A educação desempenha um papel essencial na promoção dos valores fundamentais

Leia mais

O GoKorfball nasceu de uma conversa entre amigos que procuravam dinamizar o corfebol português e juntar competição e diversão no mesmo evento.

O GoKorfball nasceu de uma conversa entre amigos que procuravam dinamizar o corfebol português e juntar competição e diversão no mesmo evento. Conceito O GoKorfball nasceu de uma conversa entre amigos que procuravam dinamizar o corfebol português e juntar competição e diversão no mesmo evento. Da conversa passou-se à acção e o GoKorfball é hoje

Leia mais

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020 Instrumentos de Financiamento Portugal 2020 27 junho 2015 Portugal 2020 1 Apoios ao setor social A estratégia constante do PO ISE procura dar resposta a um conjunto de compromissos assumidos por Portugal

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO. CAPÍTULO I Sócios Artigo 1.º

REGULAMENTO INTERNO. CAPÍTULO I Sócios Artigo 1.º REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I Sócios (Processo de Admissão e Requisitos, Direitos e Deveres, Suspensão, Exclusão e Cancelamento da Inscrição.) 1. São sócios - cooperadores todos os admitidos pela Direcção

Leia mais

TERMO DE ASSOCIAÇÃO DADOS CADASTRAIS DADOS PESSOAIS

TERMO DE ASSOCIAÇÃO DADOS CADASTRAIS DADOS PESSOAIS A Associação Civil denominada AIRES - Asociación Internacional de Residentes Extranjeros é uma entidade sem fins lucrativos, criada para promover e disseminar a inclusão social dos residentes estrangeiros

Leia mais

Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS FERREIRA ROCHA & ASSOCIADOS Em parceria: Portugal Moçambique. Consolidar o Futuro

Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS FERREIRA ROCHA & ASSOCIADOS Em parceria: Portugal Moçambique. Consolidar o Futuro Our innovative solutions wherever you need us. ABREU ADVOGADOS FERREIRA ROCHA & ASSOCIADOS Em parceria: Portugal Moçambique Consolidar o Futuro Abreu Advogados Ferreira Rocha & Associados 2012 PORTUGAL

Leia mais

Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva

Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva Painel Temático 2: A Educação para o Desenvolvimento Sustentável Sala G4 10H45 12H15 Moderadora: Cristina Gomes Ferreira Relatora: Elizabeth Silva Apresentação dos seguintes projectos: 1) Câmara de Lobos.

Leia mais

II ENCONTRO DA CPCJ SERPA

II ENCONTRO DA CPCJ SERPA II ENCONTRO DA CPCJ SERPA Ninguém nasce ensinado!? A família, a Escola e a Comunidade no Desenvolvimento da criança Workshop: Treino de Competências com famílias um exemplo de intervenção e de instrumentos

Leia mais

Organização Promotora: braga@nova- acropole.pt www.acropolis.org Telm.: 912637687

Organização Promotora: braga@nova- acropole.pt www.acropolis.org Telm.: 912637687 Organização Promotora: braga@nova- acropole.pt www.acropolis.org Telm.: 912637687 1 O Voluntariado é uma resposta necessária à realidade das nossas sociedades e um reconhecido veículo de desenvolvimento

Leia mais

14 a 17 MARÇO SECTOR TICE UM PROJECTO DO SECTOR TICE Realizada anualmente em Hannover, Alemanha, a feira CeBIT é a maior feira a nível mundial do sector das tecnologias de informação. É considerada um

Leia mais

Regulamento do Conselho Municipal de Juventude. de S. João da Madeira. Artigo 1º. Definição. Artigo 2º. Objecto. Artigo 3º.

Regulamento do Conselho Municipal de Juventude. de S. João da Madeira. Artigo 1º. Definição. Artigo 2º. Objecto. Artigo 3º. Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de S. João da Madeira Artigo 1º Definição O Conselho Municipal de Juventude é o órgão consultivo do município sobre matérias relacionadas com a política de

Leia mais

Decreto n.º 20/92 de 4 de Abril Protocolo de Cooperação entre a República Portuguesa e a República Popular de Angola na Área das Finanças Públicas

Decreto n.º 20/92 de 4 de Abril Protocolo de Cooperação entre a República Portuguesa e a República Popular de Angola na Área das Finanças Públicas Decreto n.º 20/92 de 4 de Abril Protocolo de Cooperação entre a República Portuguesa e a República Popular de Angola na Área das Finanças Públicas Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição,

Leia mais

Protocolo de Colaboração

Protocolo de Colaboração v Protocolo de Colaboração O Programa do XVIII Governo Constitucional estabelece, designadamente, o relançamento da economia e a promoção do emprego, Tendo em vista a prossecução desses objetivos importa

Leia mais

Plano de Atividades 2015

Plano de Atividades 2015 Plano de Atividades 2015 ÍNDICE Introdução 1. Princípios orientadores do Plano Plurianual. Desempenho e qualidade da Educação. Aprendizagens, equidade e coesão social. Conhecimento, inovação e cultura

Leia mais

A cooperação Canadá - Brasil: INTERNACIONALIZAÇÃO PARA A INOVAÇÃO

A cooperação Canadá - Brasil: INTERNACIONALIZAÇÃO PARA A INOVAÇÃO OUI- IOHE MISSÃO OUI DE UNIVERSIDADES CANADENSES NO BRASIL 28 de novembro a 2 de dezembro de 2011 Programa preliminar A cooperação Canadá - Brasil: INTERNACIONALIZAÇÃO PARA A INOVAÇÃO À luz dos excelentes

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA SOCIAL ESCOLAR ESCOLA EM VIAGEM

REGULAMENTO PROGRAMA SOCIAL ESCOLAR ESCOLA EM VIAGEM REGULAMENTO PROGRAMA SOCIAL ESCOLAR ESCOLA EM VIAGEM Movijovem, mobilidade juvenil, CIPRL 2015/2016 PREÂMBULO Considerando: Que o desenvolvimento e a concretização eficaz da política nacional de juventude

Leia mais

Regulamento Rede Nacional de Responsabilidade Social das Organizações ÍNDICE

Regulamento Rede Nacional de Responsabilidade Social das Organizações ÍNDICE Regulamento Rede Nacional de Responsabilidade Social das Organizações ÍNDICE CAPÍTULO I - Disposições Gerais Artigo 1º- Âmbito de Aplicação Artigo 2º- Objectivos do Regulamento Artigo 3º- Entrada em Vigor

Leia mais

Outonos da Vida Associação para os Cuidados Paliativos e Dor Crónica do Médio Tejo APRESENTAÇÃO

Outonos da Vida Associação para os Cuidados Paliativos e Dor Crónica do Médio Tejo APRESENTAÇÃO Outonos da Vida Associação para os Cuidados Paliativos e Dor Crónica do Médio Tejo APRESENTAÇÃO OUTONOS DA VIDA Instituição sem fins lucrativos, candidata a IPSS da área da Saúde com interacção com a Segurança

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCURSO Liga-te aos Outros

REGULAMENTO DE CONCURSO Liga-te aos Outros Página1 REGULAMENTO DE CONCURSO Liga-te aos Outros 1. Apresentação O presente concurso é uma iniciativa promovida pela, no âmbito do Ano Europeu das Actividades Voluntárias que promovam uma Cidadania Activa

Leia mais

---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor:

---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor: - Conselho Municipal de Educação de Vila Real - Proposta de Regulamento ---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor: A Lei de Bases do Sistema Educativo

Leia mais

Seminário Ibero-americano e Lusófono de Jovens Líderes Inovação, Emprego e Empreendedorismo

Seminário Ibero-americano e Lusófono de Jovens Líderes Inovação, Emprego e Empreendedorismo Seminário Ibero-americano e Lusófono de Jovens Líderes Inovação, Emprego e Empreendedorismo 13 de Maio de 2013 Lisboa, Auditório da Direção Regional do IPDJ Intervenção Secretário Executivo da CPLP, Isaac

Leia mais

IAESTE Para você que está antenado com o que o. jovem profissional. Paula Semer Prado Gerente Executiva

IAESTE Para você que está antenado com o que o. jovem profissional. Paula Semer Prado Gerente Executiva IAESTE Para você que está antenado com o que o mercado espera de um jovem profissional Paula Semer Prado Gerente Executiva Sobre a ABIPE Associação Brasileira de Intercâmbio Profissional e Estudantil:

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

Cidadania O ASSOCIATIVISMO O RECENSEAMENTO MILITAR O RECENSEAMENTO ELEITORAL O VOLUNTARIADO

Cidadania O ASSOCIATIVISMO O RECENSEAMENTO MILITAR O RECENSEAMENTO ELEITORAL O VOLUNTARIADO 24 Capítulo 43 2 25 Estudos, Depois Formação da Outros Licenciatura e Trabalho Apoios 5 O ASSOCIATIVISMO O RECENSEAMENTO MILITAR O RECENSEAMENTO ELEITORAL O VOLUNTARIADO 5 Capítulo Capítulo 5 57 O ASSOCIATIVISMO

Leia mais

Missão Empresarial Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD) Sector: Energia

Missão Empresarial Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD) Sector: Energia Missão Empresarial Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD) Sector: Energia Manila, 18 a 22 de Março de 2013 1 Enquadramento: No âmbito do Acordo de Parceiros celebrado entre a AICEP e o GPEARI (Ministério

Leia mais

CONTEXTO: Avanços importantes: - Planificação anual conjunta das actividades do sector; -Relatório anual comum de actividades integradas.

CONTEXTO: Avanços importantes: - Planificação anual conjunta das actividades do sector; -Relatório anual comum de actividades integradas. PLANO ESTRATÉGICO INTEGRADO DE ENSINO TÉCNICO, PROFISSIONAL E EMPREGO CONTEXTO: O Governo de Cabo Verde (CV) começou a trabalhar ao longo desta última legislatura na integração dos sectores da formação

Leia mais

Normas de participação

Normas de participação Natal na desportiva Programa de ocupação de tempos livres Normas de participação I. Apresentação e objetivos 1. Entidade promotora e organizadora - município de Loures 1 a) O Programa de ocupação de tempos

Leia mais

A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJOVEM. Síntese da proposta de Ação Comunitária de seus desafios 2007

A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJOVEM. Síntese da proposta de Ação Comunitária de seus desafios 2007 A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJOVEM Síntese da proposta de Ação Comunitária de seus desafios 2007 A AÇÃO COMUNITÁRIA NO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO Dimensão formativa do programa voltada à educação para a cidadania

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º- Âmbito de aplicação O presente Regulamento aplica -se à medida INOV-Art -

Leia mais

IAESTE: contribuindo com a internacionalização das Instituições de Ensino, dos alunos e dos professores. Paula Semer Prado Gerente Executiva

IAESTE: contribuindo com a internacionalização das Instituições de Ensino, dos alunos e dos professores. Paula Semer Prado Gerente Executiva IAESTE: contribuindo com a internacionalização das Instituições de Ensino, dos alunos e dos professores Paula Semer Prado Gerente Executiva Sobre a ABIPE Quem é ABIPE? Associação Brasileira de Intercâmbio

Leia mais

Orientação nº 1/2008 ORIENTAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DA ESTRATÉGIA LOCAL DE DESENVOLVIMENTO (EDL) EIXO 4 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES

Orientação nº 1/2008 ORIENTAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DA ESTRATÉGIA LOCAL DE DESENVOLVIMENTO (EDL) EIXO 4 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Programa de da ELABORAÇÃO DA ESTRATÉGIA LOCAL DE DESENVOLVIMENTO (ELD) 1 / 16 Programa de da 1. Caracterização Socioeconómica do Território A caracterização do território deve centrar-se em dois aspectos

Leia mais

Iniciativa Move-te, faz Acontecer

Iniciativa Move-te, faz Acontecer Iniciativa Move-te, faz Acontecer Entidades Promotoras: Associação CAIS (Projecto Futebol de Rua): Fundada em 1994, a Associação CAIS tem como Missão contribuir para o melhoramento global das condições

Leia mais

CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO

CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO CONVÉNIO CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO ÍNDICE FINALIDADE... 2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS... 3 CONSTITUIÇÃO E GOVERNÂNCIA... 4 FINANCIAMENTO... 5 RELATÓRIOS... 5 Ficha de Adesão ao CLUSTER

Leia mais

Celebrado em Brasília, aos 20 dias do mês de março de 1996, em dois originais, nos idiomas português e alemão, ambos igualmente válidos.

Celebrado em Brasília, aos 20 dias do mês de março de 1996, em dois originais, nos idiomas português e alemão, ambos igualmente válidos. ACORDO-QUADRO ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA SOBRE COOPERAÇÃO EM PESQUISA CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO O Governo da República

Leia mais

Regulamento de Apoio à Mobilidade e Intercâmbio Cultural

Regulamento de Apoio à Mobilidade e Intercâmbio Cultural Regulamento de Apoio à Mobilidade e Intercâmbio Cultural Preâmbulo A Câmara Municipal de Nordeste tem vindo a apoiar ao longo dos anos de forma directa e organizada toda a actividade cultural no concelho

Leia mais

Regulamento do projeto "50 Telhados"

Regulamento do projeto 50 Telhados Regulamento do projeto "50 Telhados" Iniciativa Novembro de 2013 Sumário 1. Contextualização... 3 2. Missão do projeto 50 Telhados... 3 3. Objetivo... 3 4. Benefícios para empresas/clientes/cidades participantes...

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

Etapa 2. Perspetiva geral do projeto.

Etapa 2. Perspetiva geral do projeto. 1. PLANO DE ATIVIDADES: O plano de trabalho do projeto será estruturado em nove etapas, sendo que a primeira e última dizem respeito à primeira reunião de gestão do projeto e às atividades de disseminação

Leia mais

Apresentação Intercultura. Introdução Missão História da Organização Estrutura da Organização Programas da Intercultura

Apresentação Intercultura. Introdução Missão História da Organização Estrutura da Organização Programas da Intercultura Apresentação Intercultura Introdução Missão História da Organização Estrutura da Organização Programas da Intercultura Introdução A Intercultura é uma Associação de Juventude e de Voluntariado; É uma organização

Leia mais

ACORDO ENTRE A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA A UNIVERSIDADE DE ÉVORA RELATIVO

ACORDO ENTRE A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA A UNIVERSIDADE DE ÉVORA RELATIVO ACORDO ENTRE A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA E A UNIVERSIDADE DE ÉVORA RELATIVO À CRIAÇÃO DE UMA CÁTEDRA UNESCO EM PATRIMÓNIO IMATERIAL E SABER-FAZER TRADICIONAL:

Leia mais

Como sempre, e de acordo com a nossa missão, continuaremos a dar a conhecer a Síndrome de Asperger e a APSA à sociedade em geral.

Como sempre, e de acordo com a nossa missão, continuaremos a dar a conhecer a Síndrome de Asperger e a APSA à sociedade em geral. Plano de Atividades 2016 INTRODUÇÃO O Plano de Atividades para 2016 agora apresentado tem como mote central DAR SENTIDO. Dar Sentido a tudo o que fazemos, o que nos envolve e o que envolve os outros. Centrarse-á

Leia mais

14 de dezembro de 2012 MONITORAMENTO DO PROGRAMA APRENDIZ LEGAL/ FUNDAÇÃO ROBERTO MARINHO

14 de dezembro de 2012 MONITORAMENTO DO PROGRAMA APRENDIZ LEGAL/ FUNDAÇÃO ROBERTO MARINHO 14 de dezembro de 2012 MONITORAMENTO DO PROGRAMA APRENDIZ LEGAL/ FUNDAÇÃO ROBERTO MARINHO 1. APRESENTAÇÃO A presente proposta de projeto refere-se ao Monitoramento do Programa Aprendiz Legal idealizado

Leia mais

Normas de participação

Normas de participação Verão com desafios 2015 Normas de participação I. Apresentação e objetivos 1. Entidade promotora e organizadora - Município de Loures 1 a) O programa de Ocupação de Tempos Livres Verão com Desafios é promovido

Leia mais

Roteiro Do Associativismo Juvenil

Roteiro Do Associativismo Juvenil Roteiro Do Associativismo Juvenil Secretário de Estado do Desporto e Juventude Dr. Emídio Guerreiro Aveiro - Dia 29 de Outubro 2014 PROGRAMA 09h30m - Pequeno-almoço com jornalistas, nos Serviços Desconcentrados

Leia mais

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89 N 9º15'50. AGENDA 21 escolar Pensar Global, agir Local Centro de Educação Ambiental Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.84" O 918 773 342 cea@cm-tvedras.pt Enquadramento A Agenda

Leia mais

- REGULAMENTO - PROGRAMA VOLUNTARIADO JUVENIL

- REGULAMENTO - PROGRAMA VOLUNTARIADO JUVENIL - REGULAMENTO - PROGRAMA VOLUNTARIADO JUVENIL Artigo 1.º Objetivos O programa Voluntariado Juvenil visa promover a participação cívica dos jovens em ações de voluntariado de interesse social e comunitário,

Leia mais

18 a 20 de Novembro de 2011. Estoril. Organização: Auditório do Centro Escolar - ESHTE. www.cim-estoril.com

18 a 20 de Novembro de 2011. Estoril. Organização: Auditório do Centro Escolar - ESHTE. www.cim-estoril.com 18 a 20 de Novembro de 2011 Organização: Estoril Auditório do Centro Escolar - ESHTE www.cim-estoril.com Apresentação Na sequência das três edições realizadas em anos anteriores, a Associação Desportos

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2014/2015. Associação Sénior de Odivelas

PLANO DE ATIVIDADES 2014/2015. Associação Sénior de Odivelas PLANO DE ATIVIDADES 2014/2015 Associação Sénior de Odivelas A Universidade Sénior de Odivelas é um projecto inovador que tem por base a promoção da qualidade de vida dos seniores de Odivelas, fomentando

Leia mais

Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto

Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto Missão A Escola Profissional de Tecnologia tem como missão prestar serviços educativos de excelência aos seus alunos, qualificando-os para o exercício profissional e para o prosseguimento de estudos, no

Leia mais

Estiveram presentes 98 técnicas em representação de 66 Instituições.

Estiveram presentes 98 técnicas em representação de 66 Instituições. 1. No dia 4 de Dezembro, a União Distrital de Santarém em parceria com Segurança Social, levou a efeito o ultimo dos 5 encontros realizados em várias zonas do distrito, sobre o tema "Encontros de Partilha",

Leia mais

Regulamento do projeto "50 Telhados"

Regulamento do projeto 50 Telhados Regulamento do projeto "50 Telhados" Iniciativa Fevereiro de 2014 Sumário 1. Contextualização... 3 2. Missão do projeto 50 Telhados... 3 3. Objetivo... 3 3.1. Pequenas cidades... 3 4. Benefícios para empresas/clientes/cidades

Leia mais

Associação de Apoio à Trissomia 21

Associação de Apoio à Trissomia 21 I- Instituição Promotora NOME: AMAR 21 Associação de Apoio à Trissomia 21 MORADA: Rua Tomé de Sousa, nº 19 Edifício Leal, Apt 403 4750-217Arcozelo Barcelos DISTRITO: Braga CONTATOS: 933852811 TIPO DE INSTITUIÇÃO:

Leia mais

Ser empreendedor em Portugal é ser:

Ser empreendedor em Portugal é ser: Ser empreendedor em Portugal é ser: Um pouco louco; Muito curioso; Muito persistente; Capaz de arriscar de forma sustentada; É ter noção das limitações do mercado nacional e das potencialidades do mercado

Leia mais

Conselho Nacional de Juventude

Conselho Nacional de Juventude CHAMADA PARA 130 PARTICIPANTES Reflexão para a Acção: Rumo ao Emprego Jovem Evento Nacional Lisboa 1 a 3 de Abril 2011 Conselho Nacional de Juventude O Conselho Nacional de Juventude (CNJ), criado em 1985,

Leia mais

COMISSÃO EUROPEIA. o reforço de capacidades das organizações de acolhimento e a assistência técnica às organizações de envio,

COMISSÃO EUROPEIA. o reforço de capacidades das organizações de acolhimento e a assistência técnica às organizações de envio, C 249/8 PT Jornal Oficial da União Europeia 30.7.2015 COMISSÃO EUROPEIA CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS EACEA 25/15 Iniciativa Voluntários para a Ajuda da UE: Destacamento de Voluntários para a Ajuda

Leia mais

President Communication / Comunicação do Presidente FEDERAÇÕES EUROPEIAS PRESIDENTE DO CERH

President Communication / Comunicação do Presidente FEDERAÇÕES EUROPEIAS PRESIDENTE DO CERH Para: De: FEDERAÇÕES EUROPEIAS PRESIDENTE DO CERH Data: 26 de Fevereiro de 2014 Assunto: TAÇA LATINA NOVA DATA, CALENDÁRIO E OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS Exmºs Senhores: Tendo em atenção a solicitação recebida

Leia mais

Lisboa 2014 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2014 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2014 Refª: 008 Tempos Livres em Segurança Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email

Leia mais

Exmo. Presidente do município da Murtosa, Joaquim Santos Baptista; - na sua pessoa uma saudação aos eleitos presentes e a esta hospitaleira terra!

Exmo. Presidente do município da Murtosa, Joaquim Santos Baptista; - na sua pessoa uma saudação aos eleitos presentes e a esta hospitaleira terra! Exmo. Presidente do município da Murtosa, Joaquim Santos Baptista; - na sua pessoa uma saudação aos eleitos presentes e a esta hospitaleira terra! 1 Exmo. Diretor-Geral da Educação, em representação do

Leia mais

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS A INICIATIVAS DE COOPERAÇÃO BILATERAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA CIDADANIA ATIVA

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS A INICIATIVAS DE COOPERAÇÃO BILATERAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA CIDADANIA ATIVA AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS A INICIATIVAS DE COOPERAÇÃO BILATERAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA CIDADANIA ATIVA Nos termos do Regulamento Geral do Programa Cidadania Ativa (doravante o Regulamento

Leia mais

Anexo II Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 2015-2016

Anexo II Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 2015-2016 Anexo II Programa INOV Contacto - Estágios Internacionais Edição 2015-2016 Protocolo de Estágio entre AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo, E.P.E. e (nome da entidade) Entre PRIMEIRO:

Leia mais

1ª Edição Turismo e Voluntariado em Moçambique

1ª Edição Turismo e Voluntariado em Moçambique TU-Voluntário 1ª Edição Turismo e Voluntariado em Moçambique A AIDGLOBAL A AIDGLOBAL Acção e Integração para o Desenvolvimento Global é uma Organização Não Governamental que desenvolve projectos nas seguintes

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO TRIÉNIO 2014-2016

PLANO ESTRATÉGICO TRIÉNIO 2014-2016 PLANO ESTRATÉGICO TRIÉNIO 2014-2016 MENSAGEM INICIAL Assimilar um saber, um conteúdo, uma praxis em Terapia da Fala é uma condição sine quo non para que haja uma base científica. Contudo, esta base de

Leia mais

ERASMUS+ MOBILIDADE TRANSNACIONAL, E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o FACTOR DE EMPREGABILIDADE

ERASMUS+ MOBILIDADE TRANSNACIONAL, E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o FACTOR DE EMPREGABILIDADE ERASMUS+ E d u c a ç ã o e F o r m a ç ã o MOBILIDADE TRANSNACIONAL, FACTOR DE EMPREGABILIDADE APG II CONGRESSO NACIONAL DO EMPREGO UNIVERSIDADE LUSÓFONA 30 DE SETEMBRO DE 2014 O projeto Europeu tem vindo

Leia mais

EURES: uma carreira na Europa

EURES: uma carreira na Europa EURES: uma carreira na Europa REDE EURES http://www.youtube.com/watch?v=-b-cf05oo7y&list=plw_7qqldjbjd-uce36bl25dpvwljlyxfq&index=93 Porquê ir para fora? MOTIVAÇÕES Perspetivas de emprego Enriquecimento

Leia mais

Conferência - Investidor Privado 2012 Soluções de Poupança e Protecção Mutualistas

Conferência - Investidor Privado 2012 Soluções de Poupança e Protecção Mutualistas MUTUALISMO MARCAR A DIFERENÇA Conferência - Investidor Privado 2012 Soluções de Poupança e Protecção Mutualistas Quem somos O Montepio Geral Associação Mutualista (Montepio) foi criado em 1840 e começou

Leia mais

Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará.

Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará. TERMO DE REFERÊNCIA Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará. 1. Título: Diagnóstico de oportunidades para

Leia mais

Roteiro Do Associativismo Juvenil

Roteiro Do Associativismo Juvenil Roteiro Do Associativismo Juvenil Castelo Branco - Dia 27 de maio 2015 PROGRAMA 09h30 - Pequeno-almoço com jornalistas, nos Serviços Desconcentrados do IPDJ, I.P. em Castelo Branco 10h45 - Visita à ASTA

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

(2006/C 297/02) considerando o seguinte: constatando que:

(2006/C 297/02) considerando o seguinte: constatando que: C 297/6 Resolução do Conselho e dos Representantes Governos dos Estados-Membros, reunidos no Conselho, relativa à realização dos objectivos comuns em matéria de participação e informação dos jovens para

Leia mais

Da denominação, natureza e fins

Da denominação, natureza e fins REGULAMENTO DA ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS AFONSO DE ALBUQUERQUE Capítulo I Da denominação, natureza e fins Artigo 1.º Denominação A Associação de Pais e Encarregados

Leia mais

Freguesia de Gouveia

Freguesia de Gouveia PROGRAMA DE OCUPAÇÃO DE TEMPOS LIVRES DA FREGUESIA REGULAMENTO 1º Objecto O Programa de Ocupação de Tempos Livres promovido pela Junta de Freguesia, tem por objectivo proporcionar a ocupação saudável dos

Leia mais

Tópicos de Agenda a reter:

Tópicos de Agenda a reter: Tópicos de Agenda a reter: Educação Não Formal Intercâmbios Serviço Voluntário Europeu Participação Democrática Cidadania Ativa Diálogo Estruturado O QUE SERÁ O ERASMUS+ 2014-2020? Educação Formal Educação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL

ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL MISSÃO A Associação para a Economia Cívica Portugal é uma Associação privada, sem fins lucrativos cuja missão é: Promover um novo modelo de desenvolvimento económico

Leia mais

Capacity building Relay Race Ca.Bu.Re.Ra CALL FOR PARTICIPANTS

Capacity building Relay Race Ca.Bu.Re.Ra CALL FOR PARTICIPANTS Capacity building Relay Race Ca.Bu.Re.Ra CALL FOR PARTICIPANTS I. O Projecto Capacity Building Relay Race CaBuReRa (http://www.caburera.org/) é um projecto de 1.680.000 milhões de Euros e é financiado,

Leia mais

\\ NECTAR \\INTERCÂMBIO JOVEM \\PORTUGAL - BÉLGICA 30 MAR. 09 ABR. 2013 ALENTEJO. PORTUGAL

\\ NECTAR \\INTERCÂMBIO JOVEM \\PORTUGAL - BÉLGICA 30 MAR. 09 ABR. 2013 ALENTEJO. PORTUGAL \\ NECTAR \\INTERCÂMBIO JOVEM \\PORTUGAL - BÉLGICA 30 MAR. 09 ABR. 2013 ALENTEJO. PORTUGAL . NECTAR \\Objetivos NECTAR vai envolver os jovens com a arte e com a natureza. Os desafios desta relação, a um

Leia mais

FÓRUM INTERNACIONAL DE JUVENTUDE UMA FORMA DE CIDADANIA ENCURTAR A DISTÂNCIA FORTALECER A CIDADANIA

FÓRUM INTERNACIONAL DE JUVENTUDE UMA FORMA DE CIDADANIA ENCURTAR A DISTÂNCIA FORTALECER A CIDADANIA CONVITE FÓRUM INTERNACIONAL DE JUVENTUDE UMA FORMA DE CIDADANIA ENCURTAR A DISTÂNCIA FORTALECER A CIDADANIA A Associação Chã de Matias e a FAJUDIS Federação de Associações Juvenis do Distrito de Santarém,

Leia mais

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO

ECONOMIA SOCIAL PORTUGUESA: PAPEL NO PÓS-TROIKA GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO GERIR UMA FUNDAÇÃO É UM COMPROMISSO PARA O FUTURO Citação de Dr. Emílio Rui Vilar 2 Tempo de mudanças sociais Estamos no início de um século que se adivinha difícil e instável nos seus Problemas Globais

Leia mais

PROJETO EDUCATIVO. Revisão: 02. Data: 26/01/2015. Pág.: 1/ 08

PROJETO EDUCATIVO. Revisão: 02. Data: 26/01/2015. Pág.: 1/ 08 PROJETO EDUCATIVO Revisão: 02 Data: 26/01/2015 Pág.: 1/ 08 Uma Escola com Identidade FINALIDADES E PRINCIPIOS GERAIS O projeto educativo de uma Escola Profissional mais do que um referencial de ação, nos

Leia mais

III Congresso Internacional da Montanha. Desporto e Turismo Activo

III Congresso Internacional da Montanha. Desporto e Turismo Activo II Congresso Internacional da Montanha Desporto e Turismo Activo 23 a 25 de Novembro de 2007 Organização: Estoril Auditório do Centro Escolar - ESHTE www.cim-estoril.com Apresentação Na sequência das duas

Leia mais

Centro Comunitário Bairro Social de Paradinha

Centro Comunitário Bairro Social de Paradinha A Cáritas Diocesana de Viseu no Bairro Social de Paradinha A Cáritas continua com um trabalho de relevante interesse social no Bairro Social de Paradinha. No ano de 2008, a Cáritas continuou a desenvolver

Leia mais

Workshop de Fotografia Documental em Marrocos

Workshop de Fotografia Documental em Marrocos Workshop de Fotografia Documental em Marrocos Luis Rocha «Um viajante vê aquilo que vê. Um turista vê aquilo que veio ver» G. K. Chesterton O workshop tem como objectivo a realização de um projecto fotográfico

Leia mais

Documento em construção. Declaração de Aichi-Nagoya

Documento em construção. Declaração de Aichi-Nagoya Documento em construção Declaração de Aichi-Nagoya Declaração da Educação para o Desenvolvimento Sustentável Nós, os participantes da Conferência Mundial da UNESCO para a Educação para o Desenvolvimento

Leia mais