REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS 2013, Nº 1 1º Trimestre 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS 2013, Nº 1 1º Trimestre 2013"

Transcrição

1 REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS 2013, Nº 1 1º Trimestre 2013 ABERTURA Caros Associados: Mais uma edição de REACH E CLP- NOTÍCIAS E ALERTAS, a referente ao 1º trimestre de Esta em plena época alta da 2 ª fase de Registo, que termina a 31 de Maio. A expectativa da ECHA é de 4000 substâncias de integração progressiva para registo, ficando para a 3ª fase entre e substâncias. Esperamos que os nossos associados tenham a sua situação controlada, qualquer que seja o seu papel nesta fase. Nesta edição passamos a incluir uma nova secção com informações dos PRODUTOS BIOCIDAS. Efectivamente em 2012 foi publicado o Regulamento 528 (CE), que diz respeito à colocação no mercado e á utilização desses produtos e cuja jurisdição compete à ECHA. Vamos voltar a editar estas CARTAS com caracter mensal, pois as informações sobre os temas são praticamente diárias e por vezes implicam acções quase imediatas que a actual periocidade (trimestre) retira valor prático. Terminamos desejando ao nossos associados, quer sejam registantes ou dependentes de registo, uma época pacífica e reforçamos a nossa disponibilidade para vos apoiar. Até à próxima edição J. Gândara Marques APEQ 1

2 Conteúdo 1 NOTICIAS ECHA Rectificação do Formato de apresentação de cenários de exposição na Parte D e F e na Parte da Orientação IR e CSA já está disponível em 22 línguas da EU 1.2 ECHA Programa de Trabalho EXEMPLO AVALIAÇÃO DE SEGURANÇA QUIMICA REALIZADA COM CHESAR 2,1 PUBLICADO 1.4 ECHA CESSA A TRADUÇÃO DE ALERTAS, NOTÍCIAS E COMUNICADOS DE IMPRENSA 1.5 ECHA RECOMENDA 10 SVHCS DE AUTORIZAÇÃO INFORMAÇÕES SOBRE O REGULAMENTO DE CONSENTIMENTO PRÉVIO INFORMADO (PIC) DISPONÍVEL EM 22 LÍNGUAS OFICIAIS DA EU 1.7 QSAR TOOLBOX 3,1 JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NOVOS RECURSOS DA FERRAMENTA QSAR TRABALHANDO COM OS SINDICATOS EUROPEUS PARA PROMOVER A SEGURANÇA DO TRABALHADOR E CONSCIÊNCIA DO INTERESSE DAS FICHAS DE DADOS DE SEGURANÇA 1.10 PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A DIVULGAÇÃO E CONFIDENCIALIDADE REIVINDICAÇÕES DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NA FICHA IUCLID 5,4 ACTUALIZADOS 1.11 MANTENHA-SE INFORMADO COM AS NOTÍCIAS DA ECHA E SUAS ACTIVIDADES ATRAVÉS DO EU_ECHA 1.12 ALCANÇAR OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS REVISÃO SUPORTES DA ECHA ECHA LANÇA A PLATAFORMA DE CLASSIFICAÇÃO E ROTULAGEM A RELAÇÃO DE SVHC FOI ACTUALIZADA COM UMA NOVA SUBSTÂNCIA NOVA FERRAMENTA PARA APOIAR A MELHORIA DA QUALIDADE DO DOSSIER DE REGISTO REACH JÁ ESTÁ DISPONÍVEL 1.16 ISENÇÕES DOS PRIMEIROS PPORD A EXPIRAR - COMO PEDIR UMA EXTENSÃO A ECHA RECEBE ACTUALIZAÇÕES PARA OS DOSSIERS DE INTERMEDIÁRIOS E ANUNCIA NOVAS ACÇÕES DE ACOMPANHAMENTO 1.18 ECHA NEWSLETTER 1/ REVISTO O PROJECTO DE ORIENTAÇÃO SOBRE A APLICAÇÃO DE CRITÉRIOS CLP- PARTE 2: RISCOS FÍSICOS (ATP 2 E 4) ENVIADAS PARA UMA CONSULTA PEG 1.20 A SUA SUBSTÂNCIA DEIXOU DE SER REGISTRADA EM 2013? CRIAR O RELATÓRIO DE SEGURANÇA QUÍMICA COMPLETA COM O NOVO IUCLID SER 1.22 DICAS PARA REGISTANTES E UTILIZADORES A JUSANTE SOBRE AVALIAÇÃO DE SUBSTÂNCIAS NO REACH

3 1.23 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES ECHA PME VERIFICAÇÃO DA DIMENSÂO - REDUÇÕES DA TAXA ADMINISTRATIVA CONSULTA PÚBLICA PARA EVITAR TESTES DESNECESSÁRIOS EM ANIMAIS: QUATRO PROPOSTAS DE ENSAIOS NOVOS 1.26 ENES PRÓXIMA REUNIÃO MAIO - ENVIE-NOS AS SUAS IDEIAS QUARTA REUNIÃO DA REDE DE INTERCÂMBIO ECHA-STAKEHOLDER EM CENÁRIOS DE EXPOSIÇÃO (ENES 4), DE MAIO DE 2013, HELSÍNQUIA 1.28 RESULTADOS DA PRIMEIRA AVALIAÇÃO DE SUBSTÂNCIAS - OUTRAS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS SOBRE 32 SUBSTÂNCIAS 1.29 NOVAS CONSULTAS PÚBLICAS CLH LANÇADO EM 11 PROPOSTAS NOVA CONSULTA PÚBLICA LANÇADA EM 10 SVHCS POTENCIAIS CHESAR 2,2 SUPORTA A ELABORAÇÃO DE CENÁRIOS DE EXPOSIÇÃO PARA A COMUNICAÇÃO 1.32 ECHA PUBLICA UMA DESCRIÇÃO DO PROJETO SOBRE A CARACTERIZAÇÃO, REPRESENTAÇÃO QUÍMICA E MODELAGEM DE SUBSTÂNCIAS UVCB 1.33 CERTIFIQUE-SE QUE OS CONTACTOS DA SUA EMPRESA ESTÃO ACTUALIZADOS NO REACH-IT 1.34 TESTE OSSEUS CONHECIMENTOS SOBRE OS NOVOS PICTOGRAMAS DE PERIGO COMITÊ DA ECHA PARA ANÁLISE SOCIOECONÓMICA CONCORDA COMO VAI SER AVALIADA A VIABILIDADE ECONÔMICA 1.36 EU- TRIBUNAL CONFIRMA ECHA- PBT AVALIAÇÃO DE SUBSTÂNCIAS ECHA REALIZA UM ESTUDO PRELIMINAR E UM WEBINAR SOBRE O USO DE CINCO SAIS DE COBALTO 1.38 SEAC CONCLUI PARECERES CIENTÍFICOS SOBRE DUAS PROPOSTAS DE RESTRIÇÃO 1.39 RAC CONCLUI NOVE PARECERES CIENTÍFICOS ANÚNCIO DE NOVO RECURSO ECHA PUBLICA OS RESULTADOS DO INQUÉRITO AOS STAKEHOLDER AVALIAÇÃO DA SUBSTÂNCIA NO ÂMBITO DO REACH:PUBLICADA A ACTUALIZAÇÃO ANUAL DA CORAP 1.43 REGULAMENTO REACH TAXA DE ACTUALIZAÇÃO: VALORES MENORES PARA AS PME 1.44 VÍDEO SOBRE "NANOMATERIAIS EM IUCLID 5 'FOI LANÇADO PERGUNTAS & RESPOSTAS PARA OS UTILIZADORES A JUSANTE OBRIGADO POR SUA PARTICIPAÇÃO NO DIA DOS STAKEHOLDERS OITAVO APRESENTAÇÕES 1.47 CONSULTAS PÚBLICAS LANÇADAS SOBRE AS PROPOSTAS CLH POR DOIS PESTICIDAS E UM PRODUTO QUÍMICO INDUSTRIAL 1.48 SIGA O REACH 2013 ON-LINE - REGISTO DE PROGRESSO

4 1.49 ECHA LANÇA UMA CONSULTA PÚBLICA SOBRE UMA PROPOSTA DE RESTRIÇÃO DE CHUMBO E SEUS COMPOSTOS EM ARTIGOS DE CONSUMO 1.50 STATUS DE PEDIDOS DE AUTORIZAÇÃO EVENTOS PROGRAMA DE WEBINARS PARA HELSINKI CHEMICALS FORUM WEBINAR- SECÇÃO RENOVADA E LIGAÇÕES DE GRAVAÇÃO ON-LINE WEBINAR: COMO E QUANDO OS UTILISADORES A JUSANTE PRECISAM NOTIFICAR A ECHA 2.5 WEBINAR: COMO PREPARAR E APRESENTAR O DOSSIÊR DO REGISTANTE WEBINAR: COMO E QUANDO OS UTILIZADORES A JUSANTE PRECISA NOTIFICAR A ECHA 3. INFORMAÇÕES DO CEFIC ACTUALIZAÇÃO DO REGULAMENTO DE EMOLUMENTOS - PONTO DE VISTA CEFIC SDS BIOCIDAS ECHA APELA À ATENÇÂO DAS EMPRESAS INTERESSADAS PARA O REGULAMENTO BIOCIDAS 4.2 DEFINIÇÕES BIOCIDAS JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS NO BANCO DE DADOS MULTILINGUE DA ECHA 4.3 DIA DOS STAKEHOLDERS BIOCIDAS 38 CONTACTOS

5 1. NOTICIAS ECHA 1.1 Rectificação do Formato de apresentação de cenários de exposição na Parte D e F e na Parte da Orientação IR e CSA já está disponível em 22 línguas da EU. Mais informação no site da ECHA. 1.2 ECHA Programa de Trabalho HELPING COMPANIES TO COMPLY WITH THE CHEMICALS LEGISLATION Registration dossiers Testing proposals 410 Requests for access to data older than 12 years240 PPORD notfications 400 Inquiries Appeals 36 Company size checks 300 Alternative name requests 150 Compliance checks 560 ADVANCING THE SAFE USE OF CHEMICALS Proposals for harmonised classification and labelling 70 Substance evaluation decisions 30 PROVIDING INFORMATION ON CHEMICALS Helpdesk, general and newsroom enquiries Confidentiality requests 770 ADDRESSING CHEMICALS OF CONCERN Restriction proposals 8 Proposals for identification as SVHC 30 Authorisation applications 20 Access to documents decisions 400 Number of statutory staff 608 Budget of the Agency 107 m 5

6 1.3 EXEMPLO AVALIAÇÃO DE SEGURANÇA QUIMICA REALIZADA COM CHESAR 2,1 PUBLICADO: Exemplos práticos de relatórios de segurança química -Relatório de Segurança Química - Um exemplo ilustrativo A ECHA desenvolveu um exemplo ilustrativo de um relatório de segurança química (CSR) para apoiar as empresas no cumprimento de suas obrigações no âmbito do REACH. O CSR ilustrativo inclui quatro elementos: Parte 1: uma nota introdutória com dicas e sugestões a considerar quando se planear a preparação de um relatório de segurança química. Parte 2: Um relatório de segurança química que apresenta um CSR concluído para uma substância imaginária e usos. Notas são incluídas no CSR para esclarecer vários aspectos. Parte 3: IUCLID 5.4. Este arquivo contém as informações que são relatadas nos pontos 1 a 8 da RSE. Exemplifica as informações inseridas na IUCLID que são relatadas num RSE. Note que não é um dossiê IUCLID completo para o cumprimento do REACH, como detalhado abaixo. Parte 4: Chesar arquivo substância 2.1. Este arquivo contém as informações que são relatadas nas Seções 9 e 10 da RSE. Ele ilustra como um CSA realizada com Chesar é relatado em um RSE. Quando importado em Chesar 2.1, ele pode ser usado também para a familiarização com Chesar. O Relatório de Segurança Química (Parte 2) foi totalmente elaborado a partir do IUCLID 5,4 e 2,1 Chesar. As notas e o apêndice foram manualmente incluídos. A RSE foi elaborada na versão beta do CSR IUCLID plug-in (a ser lançado em breve). Por favor note que o conjunto de dados de substâncias IUCLID 5.4 contém apenas a informação que é relatado no CSR (capítulos 1 a 8). O REACH, no entanto, também exige que os resumos de testes que formam a base para a parte de avaliação de risco da RSE sejam incluídos no dossier técnico IUCLID. Os detalhes que são necessários para fazer os resumos circunstanciados de estudos completo e, assim, um dossiê REACH compatível tecnicamente não são relatados no conjunto de dados, já que esses detalhes não são destinados a ser transferidas para a RSE. O conjunto de dados das substâncias IUCLID 5,4 é limitado ao estabelecimento de um CSR apenas. Não é um exemplo de modelo de dados para o cumprimento do IUCLID REACH em relação à conformidade do processo técnico. ECHA também desenvolveu modelos sugeridos para Seções 9 e 10 do Relatório de Segurança Química. Estes podem ser úteis para os inscritos que não usam Chesar na estimativa de exposição e caracterização do risco. 6

7 1.4 ECHA CESSA A TRADUÇÃO DE ALERTAS, NOTÍCIAS E COMUNICADOS DE IMPRENSA Desde a Primavera de 2010, a ECHA forneceu traduções da maioria dos seus comunicados à imprensa, alertas e notícias em 22 línguas oficiais da UE. ECHA reviu este serviço e descobriu que na verdade eles são muito raramente usados. A Agência decidiu, portanto, interromper este serviço como não representando o melhor valor para o dinheiro público. Isso, no entanto, de outra forma não afetam as ferramentas de comunicação da ECHA e produtos. A Agência vai continuar a traduzir a maioria das páginas de seu site e, particularmente, toda a documentação que é de uso para pequenas empresas e do público em geral, incluindo documentos de orientação, guias práticos, e outras informações úteis. A maioria desta informação está disponível em 22 línguas oficiais da UE e também irá em breve ser fornecido em croata. 1.5 ECHA RECOMENDA 10 SVHCS DE AUTORIZAÇÃO As substâncias químicas classificadas como cancerígenas ou tóxicas para a reprodução e que são usados em aplicações onde há potencial de exposição do trabalhador fazem parte do quadro seguinte, publicado no site da ECHA. # Substance name and SVHC property Uses in the scope of authorization (examples) 1 Formaldehyde, oligomeric reaction products with aniline (technical MDA) (carcinogenic) Hardener for epoxy resins; curing agent for polymers 2 Arsenic acid (carcinogenic) Used to modify properties of glass and in the production of printed circuit boards 3 Dichromium tris (chromate) (carcinogenic) Anti-corrosion surface treatments of steel and aluminium in the construction and the aeronautic sectors 4 Strontium chromate (carcinogenic) Anti-corrosion coatings in the aeronautic/aerospace, coil coating and vehicle coating sectors 5 Potassium hydroxyoctaoxodizincatedichromate (carcinogenic) Anti-corrosion coatings in the aeronautic/aerospace and vehicle coating sectors 6 Pentazinc chromate octahydroxide (carcinogenic) Anti-corrosion coatings in the vehicle coating and the aeronautic/aerospace sectors 7

8 7 Bis(2-methoxyethyl) ether (Diglyme) (toxic for reproduction) Primarily used as a reaction solvent or process chemical in distillation applications; further in batteries and in the production of plastics 8 N,N-dimethylacetamide (DMAC) (toxic for reproduction) Solvent in synthesis, the production of synthetic fibres, in industrial coatings, paint strippers, insulation paper, films and membranes 9 1,2-dichloroethane (EDC) (carcinogenic) Solvent in the manufacture of fine chemicals and pharmaceuticals and in mixtures for biochemical applications 10 2,2'-dichloro-4,4'-methylenedianiline (MOCA) (carcinogenic) Curing agent in resins and in the production of polymer articles 1.6 INFORMAÇÕES SOBRE O REGULAMENTO DE CONSENTIMENTO PRÉVIO INFORMADO (PIC) DISPONÍVEL EM 22 LÍNGUAS OFICIAIS DA UE O Regulamento relativo ao Procedimento de Prévia Informação e Consentimento (PIC, Regulamento (UE) 649/2012) que regula a Importação e Exportação de determinados Produtos Químicos perigosos e impõe obrigações às Empresas que pretendam exportar esses Produtos Químicos para países Terceiros. O regulamento aplica, na União Europeia, a Convenção de Roterdão relativa ao Procedimento de prévia informação e consentimento para determinados Produtos Químicos e Pesticidas Perigosos no Comércio Internacional. 1.7 QSAR TOOLBOX 3,1 JÁ ESTÁ DISPONÍVEL A primeira atualização da terceira geração do QSAR Toolbox está disponível para download. A ferramenta QSAR ajuda as empresas e autoridades a usar as metodologias Relação Quantitativa Estrutura Actividade ((Q) SAR) para produtos químicos do grupo em categorias e a preencher as lacunas de dados por interpolação ou através de análise de tendências, a fim de avaliar os perigos, (eco) toxicidade de produtos químicos para registo no REACH. Isto ajuda a reduzir os custos e a utilização de animais vertebrados; 8

9 1.8 NOVOS RECURSOS DA FERRAMENTA QSAR 3.1 Novo banco de dados para o rato observado no metabolismo in vivo; Auto oxidação actualizada, o metabolismo do fígado do rato, o metabolismo da pele e simuladores metabolismo microbiano; Actualizado o perfil da ligação DNA; Melhorias na interface: lista adicionada das últimas substâncias que entraram, Outras maneiras de expressar misturas composição (fracção, concentração de massa, a concentração de volume). Além disso, a ferramenta QSAR 3.1 contém funcionalidades de pesquisa melhoradas e atualizadas. A versão 3.1 é parte de um projeto de colaboração entre a OCDE e a ECHA. Está disponível para download no site da ECHA. 1.9 TRABALHANDO COM OS SINDICATOS EUROPEUS PARA PROMOVER A SEGURANÇA DO TRABALHADOR E CONSCIÊNCIA DO INTERESSE DAS FICHAS DE DADOS DE SEGURANÇA A Confederação Europeia de Sindicatos (CES) e a federação sindical IndustriAll estão a estender a sua campanha de informação REACH para os trabalhadores. Em cooperação com a ECHA e a Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho (EU-OSHA) a campanha promove a compreensão dos cenários de exposição REACH e os cuidados que as empresas devem tomar para garantir o uso seguro de substâncias perigosas PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A DIVULGAÇÃO E CONFIDENCIALIDADE REIVINDICAÇÕES DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NA FICHA IUCLID 5,4 ACTUALIZADOS A actualização inclui um esclarecimento sobre os pedidos de confidencialidade sobre segurança da informação para monômeros MANTENHA-SE INFORMADO COM AS NOTÍCIAS DA ECHA E SUAS ACTIVIDADES ATRAVÉS DO EU_ECHA ECHA está a expandir a sua presença online com o lançamento de sua própria conta no Twitter. Vamos informações tweet nos nossos comunicados de imprensa, alertas de notícias, consultas públicas, eventos e atualizações do site. 9

10 1.12 ALCANÇAR OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS REVISÃO SUPORTES DA ECHA A revisão do REACH, publicada pela Comissão Europeia, os relatórios sobre o efeito do regulamento e as recomendações para reforçar a longo prazo os objectivos estratégicos da ECHA A. ECHA acolhe e aguarda com expectativa a recepção da Comissão de acompanhamento de acções anunciadas no relatório e de que depende o planeamento da ECHA ECHA LANÇA A PLATAFORMA DE CLASSIFICAÇÃO E ROTULAGEM O recurso ao novo inventário C & L é um fórum de discussão baseado na web onde os notificadores de C & L e registantes do REACH para a mesma substância podem unificar e concordar com a classificação e rotulagem de sua substância A RELAÇÃO DE SVHC FOI ACTUALIZADA COM UMA NOVA SUBSTÂNCIA: Benzo [def] criseno (benzo [a] pireno) [benzo [a] pireno e todas as substâncias que contêm benzo [a] pireno numa concentração igual ou superior a 0,01% em peso.] RELAÇÃO DE SVHC: Substance Name Disodium 4-amino-3-[[4'- [(2,4- diaminophenyl)azo][1,1'- biphenyl]-4-yl]azo] -5- hydroxy-6- (phenylazo)naphthalene- 2,7-disulphonate (C.I. Direct Black 38) Dossier EC CAS intended Number Number by Cadmium sulphide Disodium 3,3'-[[1,1'- biphenyl]-4,4'- diylbis(azo)]bis(4- aminonaphthalene-1- sulphonate) (C.I. Direct Red 28) Lead di(acetate) Benzo[def]chrysene (Benzo[a]pyrene) [Benzo[a]pyrene and all Expected Notification date of Scope of intention submission Netherlands 11/03/ /08/2013 CMR Sweden 18/04/ /08/2013 CMR; Other Netherlands 11/03/ /08/2013 CMR Netherlands 11/03/ /08/2013 CMR Germany 16/11/ /08/2013 CMR; PBT 10

11 substances that contain benzo[a]pyrene at a concentration equal to or greater than 0.01 % by weight.] Distillates (coal tar), pitch, pyrene fraction Residues (coal tar), pitch distn. Distillates (coal tar), heavy oils Distillates (coal tar), heavy oils, pyrene fraction ECHA 27/06/2008 PBT ECHA 27/06/2008 PBT ECHA 27/06/2008 PBT ECHA 27/06/2008 PBT 1.15 NOVA FERRAMENTA PARA APOIAR A MELHORIA DA QUALIDADE DO DOSSIER DE REGISTO REACH JÁ ESTÁ DISPONÍVEL A ECHA lançou o Assistente de Qualidade do Dossier para ajudar os registantes a detectar possíveis inconsistências nos processos de registo. Aos registantes recomenda-se usar a ferramenta de forma proactiva, actualizar ou verificando os processos dos novos dossiers, antes da apresentação à Agência, a fim de melhorar a qualidade dos mesmos ISENÇÕES DOS PRIMEIROS PPORD A EXPIRAR - COMO PEDIR UMA EXTENSÃO Os primeiros cinco anos de isenções da obrigação de registar as substâncias utilizadas para Produto e Processo de Pesquisa e Desenvolvimento Orientado (PPORD) expira em Junho de As Empresas afectadas precisam agir agora A ECHA RECEBE ACTUALIZAÇÕES PARA OS DOSSIERS DE INTERMEDIÁRIOS E ANUNCIA NOVAS ACÇÕES DE ACOMPANHAMENTO As cartas enviadas aos inscritos com base na triagem elaborada no TI do REACH de processos intermediários, no Outono de 2012 levaram a resultados promissores. A Agência recebeu quase actualizações dos quais 39 registos completos. 11

12 1.18 ECHA NEWSLETTER 1/2013: ECHA ESTÁ PRONTA - E VOCÊ? Na primeira edição de 2013, damos dicas sobre como apresentar o seu dossier de modo a acertar à primeira. Falamos também sobre os preparativos para o regulamento Biocidas e destacamos a importância dos registros de alta qualidade REVISTO O PROJECTO DE ORIENTAÇÃO SOBRE A APLICAÇÃO DE CRITÉRIOS CLP-PARTE 2: RISCOS FÍSICOS (ATP 2 E 4) ENVIADAS PARA UMA CONSULTA PEG 1.20 A SUA SUBSTÂNCIA DEIXOU DE SER REGISTRADA EM 2013? ECHA está publicando a lista de substâncias que devem ser registados em Maio de 2013, para as quais o registante principal é desconhecido. A. ECHA apela aos inscritos e aos utilizadores a jusante para ajudar a clarificar essa lista CRIAR O RELATÓRIO DE SEGURANÇA QUÍMICA COMPLETA COM O NOVO IUCLID RSE A Agência Europeia dos Produtos Químicos lança uma nova versão do relatório IUCLID de segurança química (CSR) plug-in. Com a nova versão, os inscritos são capazes de integrar informações directamente da ferramenta Química de avaliação e elaboração de relatórios de segurança (Chesar) para elaborar facilmente o relatório de segurança química completo DICAS PARA REGISTANTES E UTILIZADORES A JUSANTE SOBRE AVALIAÇÃO DE SUBSTÂNCIAS NO REACH Um folheto com dicas para registantes e utilizadores a jusante sobre a avaliação das substâncias está disponível em 23 línguas da UE, incluindo croata. Ele ajuda as empresas a compreender melhor o seu papel e responsabilidades no processo. 12

13 1.23 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES ECHA 2012 REACH Relatório de Avaliação de 2012: Informação de qualidade requerida para o cumprimento do REACH O relatório de avaliação 2012 mostra que uma grande parte dos processos de registo examinados ainda aumentar a qualidade e preocupações, posteriormente, de conformidade. ECHA encoraja fortemente os inscritos, em particular se eles estão se preparando dossiês de registo para o segundo prazo de registro REACH, para ler as recomendações do relatório e agir em conformidade. Parte superior do formulário O ano passado foi um ano crucial para avaliar processos de registo REACH. O relatório de avaliação apresenta detalhes e números sobre as actividades da Agência sobre avaliação. Durante 2012, a ECHA analisou todas as propostas de ensaios recebidas para o primeiro prazo de registo REACH em A Agência adoptou 171 decisões sobre propostas de ensaios, e enviou 364 projectos de decisões inscritos. Em 2012, a ECHA também lançou uma nova estratégia para a seleção de processos de verificação de conformidade que pode conter falhas típicas. Esta abordagem complementa a verificação de conformidade tradicional, onde os processos são manualmente selecionados para exame. A nova abordagem aumenta as hipóteses de encontrar e resolver lacunas de informação em todos os processos de registo. Ao usar ambos os métodos, a Agência concluiu 354 verificações de conformidade durante No entanto, a ECHA teve que pedir informações extras apenas 33% dos casos foram resolvidos. Em 2012, a ECHA desenvolveu ainda a verificação de conformidade processo de acompanhamento, com o envolvimento das autoridades de controlo nacionais. Em 14 casos, a ECHA após ter solicitado acção de execução sobre essas decisões teve de suspender os exames propostos associados a testes. "Eu preciso lembrar que o registo inscrito ao abrigo do REACH não é apenas um exercício de papel e que os dados de alta qualidade não é um fim em si mesmo. O objetivo de descrever claramente uma substância e avaliar os riscos potenciais e exposição com rigor científico é garantir que os riscos estão devidamente identificados e controlados, a fim de proteger os trabalhadores e o público em geral ", diz o executivo da ECHA diretor Geert Dancet. O relatório das deficiências mais comuns encontradas nos processos dá recomendações específicas para inscritos sobre os cinco temas seguintes: Identificar a sua substância. Identificar o material de ensaio. Fazer uso completo de todas as informações relevantes. Proporcionar o uso claro de informações sobre a exposição. Utilizar o apoio da ECHA. Finalmente, deve ser notado que o relatório não abrange a avaliação da qualidade dos 13

14 dossiers para intermediários que foram objecto de uma acção de rastreio em larga escala no passado ano. Registantes que preparam esses processos para o prazo de inscrição são instados a notar os alertas de notícias e páginas web que cobrem esta acção. Outras informações: Nos termos do artigo 54 do Regulamento REACH, a ECHA publica um relatório sobre a avaliação da final de Fevereiro de cada ano. Avaliação no âmbito do REACH Relatório de Progresso Relatório de Avaliação Factos e Números Avaliação web Exame páginas das propostas de ensaios 1.24 PME VERIFICAÇÃO DA DIMENSÂO - REDUÇÕES DA TAXA ADMINISTRATIVA Na sequência da decisão do Conselho de Administração da ECHA a escala de encargos administrativos foi revista em baixa. Além disso, a partir de agora as empresas que corrigem corretamente a dimensão da empresa depois de terem sido contactadas pela ECHA podem beneficiar de uma redução de 50 por cento da carga administrativa aplicável sob determinadas condições CONSULTA PÚBLICA PARA EVITAR TESTES DESNECESSÁRIOS EM ANIMAIS: QUATRO PROPOSTAS DE ENSAIOS NOVOS Prazo para apresentação das informações: 4 de abril de Substance Name 3-(Diisobutoxy- thiophosphorylsulfanyl)-2- methyl-propionic acid Deadline for EC CAS submitting Number Number information Asphalt, oxidized Octabenzone Hazard endpoint for which vertebrate testing was proposed 04/04/2013 Sub-chronic toxicity (90-day): oral 04/04/ /04/2013 Reproductive toxicity (two-generation reproductive toxicity) Reproductive toxicity (pre-natal developmental toxicity) 04/04/2013 Reproductive toxicity (pre-natal developmental toxicity) Link to the format for submitting information Give Comments Give Comments Give Comments Give Comments 14

15 1.26 ENES PRÓXIMA REUNIÃO MAIO - ENVIE-NOS AS SUAS IDEIAS A quarta reunião da Rede de Intercâmbio sobre Cenários de exposição (ENES) será realizada a Maio 2013, em Helsínquia. ENES4 irá discutir os progressos realizados com cenários de exposição, por exemplo, com relação a estimativas de exposição para uso do consumidor e do pacote Escom para a comunicação eletrónica de informações sobre cenário de exposição. As partes interessadas são convidados a contribuir para o programa de identificação de exemplos e estudos de caso que representam boas práticas, bem como pontos para a agenda ENES4 em cenários de exposição que precisam ser enfrentados. As instruções estão disponíveis na página do evento QUARTA REUNIÃO DA REDE DE INTERCÂMBIO ECHA- STAKEHOLDER EM CENÁRIOS DE EXPOSIÇÃO (ENES 4), DE MAIO DE 2013, HELSÍNQUIA A Agência Europeia dos Produtos Químicos, juntamente com o Conselho Europeu da Indústria Química (Cefic), Eurometaux, CONCAWE (Associação Europeia das Companhias Petrolíferas), a Associação Europeia de Distribuidores de Produtos Químicos (FECC) e da Associação Internacional de Sabões, Detergentes e Produtos de Manutenção (AISE) em nome dos utilizadores de produtos químicos, Grupo de Coordenação (DUCC) estão organizando a próxima reunião do ENES. ENES4 irá fornecer as últimas notícias sobre temas actuais, incluindo: Resultado de um exercício exemplificativo pela indústria, relativa à harmonização de títulos curtos para cenários de exposição e a tabela de conteúdo para o anexo da ficha de segurança. Progredir nas iniciativas existentes, tais como: Categorias Ambientais específicas de libertação (SPERCs), e o padrão para a comunicação eletrônica de informações sobre o cenário de exposição, o pacote ESCOM (incluindo o formato XML e catálogo de frases padrão). Determinante consumidor específico de exposição (SCED). SCEDs ajudar as empresas a aperfeiçoar os ensaios para a construção de cenário de exposição e estimativas de exposição para uso doméstico. Apresentação do Roteiro projecto desenvolvido por um grupo inter-partes a trabalhar em cooperação com a ECHA. O roteiro inclui acções concretas sobre que melhorias podem ser feitas em cenários de exposição, como isso poderá ser implementado e quais as prioridades a curto e médio prazo. 15

16 1.28 RESULTADOS DA PRIMEIRA AVALIAÇÃO DE SUBSTÂNCIAS - OUTRAS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS SOBRE 32 SUBSTÂNCIAS Os Estados-Membros avaliaram 36 substâncias incluídas no plano de acção evolutivo comunitário (CoRAP) para Quatro dessas 36 avaliações foram concluídas sem a necessidade de informações adicionais. Para o resto das substâncias, o Estado- Membro avaliador, propôs a obtenção de mais informações. Em seguida, os inscritos têm a possibilidade de comentar as solicitações. EM quatro casos, o resultado foi que o Estado-Membro de avaliação concluiu que não há necessidade de pedir mais informações como a preocupação suspeita já pode ser esclarecida com a informação disponível. Essas substâncias são: Óxido de etileno, CE , CAS (MS Áustria) Fosfato de tributilo, EC , CAS (MS Hungria) M-di-isocianato de Tolylidene, EC , CAS (MS Polónia) Tolueno, CE , CAS (MS Finlândia) Por essas quatro substâncias, os documentos dos Estados-Membros conclusão será publicado mais tarde no site da ECHA NOVAS CONSULTAS PÚBLICAS CLH LANÇADO EM 11 PROPOSTAS A ECHA procura comentários sobre 11 harmonizações da classificação e rotulagem (CLH) propostas, que incluem oito raticidas anticoagulantes, duas propostas de fibras sintéticas vítreas e uma de um produto químico industrial. As consultas públicas serão abertas por 45 dias e terminará em 19 de abril de 2013 Table 1. The proposed harmonised classification and labelling and examples of uses of the substances. Substance name EC number CAS number Proposed harmonised classification and labelling Examples of uses* chlorophacinone (ISO); 2-[(4- chlorophenyl)(phenyl)acetyl]-1hindene-1,3(2h)-dione Acute toxicity M-factors for hazards to the aquatic environment Used as a biocidal active substance to control rodents. difenacoum (ISO); 3-(3-biphenyl- 4-yl-1,2,3,4-tetrahydro-1- naphthyl)-4-hydroxycoumarin Acute toxicity Reproductive toxicity Used as a biocidal active substance to control rodents. Specific target organ toxicity 16

17 repeated exposure (exposure routes) Specific concentration limits (SCLs) for acute toxicity (only DSD), specific target organ toxicity - repeated exposure and for reproductive toxicity M-factor/SCL for hazard to the aquatic environment warfarin (ISO); 4-hydroxy-3-(3- oxo-1-phenylbutyl)-2h-chromen- 2-one Acute toxicity Specific concentration limits (SCLs) for specific target organ toxicity - repeated exposure and reproductive toxicity Used as a biocidal active substance to control rodents. Warfarin's anticoagulant properties are also used in medications to prevent blood clots. difethialone (ISO); 3-[3-(4'- bromobiphenyl-4-yl)-1,2,3,4- tetrahydronaphthalen-1-yl]-4- hydroxy-2h-1-benzothiopyran-2- one Acute toxicity Specific target organ toxicity repeated exposure Used as a biocidal active substance to control rodents. Reproductive toxicity Hazardous to the aquatic environment Specific concentration limits (SCLs) for acute toxicity (only DSD), specific target organ toxicity - repeated exposure and for reproductive 17

18 toxicity M-factor/SCL for hazard to the aquatic environment bromadiolone (ISO); 3-[3-(4'- bromobiphenyl-4-yl)-3-hydroxy- 1-phenylpropyl]-4-hydroxy-2Hchromen-2-one Acute toxicity Reproductive toxicity Used as a biocidal active substance to control rodents. Specific target organ toxicity repeated exposure Hazardous to the aquatic environment Specific concentration limits(scls) for acute toxicity (only DSD), specific target organ toxicity repeated exposure and for reproductive toxicity M-factor/SCL for hazard to the aquatic environment coumatetralyl (ISO); 4-hydroxy- 3-(1,2,3,4-tetrahydro-1- naphthyl)coumarin Acute toxicity Reproductive toxicity Used as a biocidal active substance to control rodents. Specific target organ toxicity repeated exposure (organ specification) Hazardous to the aquatic environment Specific concentration limits (SCLs) for specific target 18

19 organ toxicity - repeated toxicity and reproductive toxicity M-factor for hazard to the aquatic environment brodifacoum (ISO); 4-hydroxy-3- (3-(4'-bromo-4-biphenylyl)- 1,2,3,4-tetrahydro-1- naphthyl)coumarin Acute toxicity Reproductive toxicity Used as a biocidal active substance to control rodents. Skin sensitisation Specific concentration limits (SCLs) for acute toxicity (only DSD) and for specific target organ toxicity - repeated exposure M-factors/SCL for hazards to the aquatic environment flocoumafen (ISO); reaction mass of: cis-4-hydroxy-3- (1,2,3,4- tetrahydro-3-(4-(4- trifluoromethylbenzyloxy)phenyl)- 1-naphthyl)coumarin; trans-4- hydroxy-3-(1,2,3,4-tetrahydro-3- (4- (4- trifluoromethylbenzyloxy)phenyl)- 1- naphthyl)coumarin Acute toxicity Reproductive toxicity Specific target organ toxicity repeated exposure (exposure routes) Used as a biocidal active substance to control rodents. Specific concentration limits (SCLs) for acute toxicity (only DSD), specific target organ toxicityrepeated exposure and for reproductive toxicity 19

20 special purpose 475-glass fibres [Calcium-aluminium-silicate fibres with random orientation with the following composition (% given by weight): SiO %, Al2O %, B2O %, Na2O %, K2O %, CaO %, MgO %, Fe2O3 <0.2%, ZnO %, BaO %, F2 <1.0% with note R. Process: drawing or spinning the molten mix (at approx C) from nozzles] M-factor/SCL for hazard to the aquatic environment - - Carcinogenicity Note R Special purpose 475- glass fibres are used in industrial and domestic applications such as air or liquid filtration and purification. special purpose E-glass fibres [Calcium-aluminium-silicate fibres with random orientation with the following composition (% given by weight): SiO %, Al2O %, B2O %, Na2O <0.6%, K2O <0.4%, CaO %, MgO <5.5%, Fe2O3 <0.5%, F2 <1.0% with note R. Process: drawing or spinning the molten mix (at approx C) from nozzles] - - Carcinogenicity Note R Special purpose E- glass fibres are used in industrial and domestic applications such as air or liquid filtration and purification. Phenol, dodecyl-, branched Reproductive toxicity Specific concentration limit (SCL) for reproductive toxicity The substance is synthesised and used under predominantly closed industrial chemical processes. The only registered use is in the chemical industry as an intermediate/monomer for the synthesis of higher molecular weight substances and polymers. The substance is not supplied to the general public. *Please note that information on uses does not impact the harmonised classification and labelling, which is solely based on the intrinsic properties of a substance. Examples of uses are copied from the CLH report. 20

REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS 2013, Nº 9 NOVEMBRO 2013

REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS 2013, Nº 9 NOVEMBRO 2013 REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS 2013, Nº 9 NOVEMBRO 2013 NOTA DE ABERTURA Caros Associados: Entramos numa fase do REACH em começam a surgir variadas consultas públicas, notificações de intenções,contestações,pedidos

Leia mais

REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 5 MAIO 2014

REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 5 MAIO 2014 REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 5 MAIO 2014 NOTA DE ABERTURA Caros Associados: Mais um mês se passou e voltamos a informar as alterações e avanços dos Regulamentos RECAH e CLP, também incluímos as últimas

Leia mais

FAQ. Regulamento CLP

FAQ. Regulamento CLP FAQ Regulamento Questões mais frequentes no âmbito do Regulamento n.º 1272/2008 () Versão 2.1 novembro 2012 Índice Âmbito 3 O que é o? 3 Quem é afetado pelo? 3 O que acontece à anterior legislação sobre

Leia mais

REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 4 ABRIL 2014

REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 4 ABRIL 2014 REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 4 ABRIL 2014 NOTA DE ABERTURA Caros Associados: Vasta e variada informação faz parte desta publicação que a APEQ vos proporciona mensalmente. Mantemos o objectivo de vos

Leia mais

REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria

REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria Parte 08 - Facturação REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria Parte 08 - Facturação Versão: 2.1 Página 1 de 23 2 REACH-IT Manual de Utilização para

Leia mais

A Agência Europeia dos Produtos. Químicos. Implementação do Regulamento REACH pelos Utilizadores a Jusante: Apoio aos Técnicos de ST e Ambiente

A Agência Europeia dos Produtos. Químicos. Implementação do Regulamento REACH pelos Utilizadores a Jusante: Apoio aos Técnicos de ST e Ambiente A Agência Europeia dos Produtos Químicos Implementação do Regulamento REACH pelos Utilizadores a Jusante: Apoio aos Técnicos de ST e Ambiente Auditório da Associação Empresarial de Portugal (AEP) Leça

Leia mais

REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria

REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria Parte 09 Pesquisa Avançada 2 Reach-IT: Manual de Utilização para a Indústria Versão: 2.0 Versão Alterações 2.0 Julho de 2012: Documento com nova configuração.

Leia mais

Manual de Apresentação de Dados. Parte 21 - Como preparar e apresentar um relatório de utilizador a jusante através da IUCLID 5

Manual de Apresentação de Dados. Parte 21 - Como preparar e apresentar um relatório de utilizador a jusante através da IUCLID 5 Histórico do documento Versão Alterações 1.0 Primeira versão Referência: ECHA-11-B-02-PT Data de publicação: Abril de 2011 Idioma: Português Se tiver questões ou comentários relacionados com este documento,

Leia mais

Criação e apresentação do dossiê

Criação e apresentação do dossiê Criação e apresentação do dossiê Mike RASENBERG Registo e Ferramentas de TI Webinar para Registantes Principais Regras de negócio 22 de Abril de 2010 Procedimentos Aspectos essenciais do registo I 1 O

Leia mais

Como notificar substâncias para inclusão no Inventário de Classificação e Rotulagem Guia Prático 7

Como notificar substâncias para inclusão no Inventário de Classificação e Rotulagem Guia Prático 7 Annankatu 18, P.O. Box 400, FI-00121 Helsinki, Finland Tel. +358 9 686180 Fax +358 9 68618210 echa.europa.eu Como notificar substâncias para inclusão no Inventário de Classificação e Rotulagem Guia Prático

Leia mais

REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 6 BIOCIDAS INFORMAÇÕES JUNHO 2014

REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 6 BIOCIDAS INFORMAÇÕES JUNHO 2014 REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 6 BIOCIDAS INFORMAÇÕES Caros Associados: JUNHO 2014 NOTA DE ABERTURA Na sequência das duas épocas de registo REACH já efectuadas a ECHA vai verificando os dossiers e solicitando

Leia mais

REACH: Impactos do REACH e reação do setor privado do NAFTA Palestrante: Edgar Rodriguez Sierra, ASHM

REACH: Impactos do REACH e reação do setor privado do NAFTA Palestrante: Edgar Rodriguez Sierra, ASHM REACH: Impactos do REACH e reação do setor privado do NAFTA Palestrante: Edgar Rodriguez Sierra, ASHM REACH Registration (Registo) Evaluation (Avaliação) Authorisation and Restriction of (Autorização e

Leia mais

WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE A NOVA LEGISLAÇÃO DA UNIÃO EUROPÉIA PARA PRODUTOS QUÍMICOS- REACH 07/04/2009 BRASÍLIA - DF

WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE A NOVA LEGISLAÇÃO DA UNIÃO EUROPÉIA PARA PRODUTOS QUÍMICOS- REACH 07/04/2009 BRASÍLIA - DF WORKSHOP INTERNACIONAL SOBRE A NOVA LEGISLAÇÃO DA UNIÃO EUROPÉIA PARA PRODUTOS QUÍMICOS- REACH 07/04/2009 BRASÍLIA - DF 1 REACH REGISTER EVALUATION AUTHORIZATION OF CHEMICALS RESTRICTION 2 O que é o REACH?

Leia mais

GUIA RESUMIDO. Partilha de dados

GUIA RESUMIDO. Partilha de dados GUIA RESUMIDO O documento tem por objetivo explicar em termos simples os principais princípios e obrigações relacionados com a partilha de dados e a apresentação conjunta de dossiês 2 Guia Resumido ADVERTÊNCIA

Leia mais

Guia Prático 7: Como Notificar Substâncias para Inclusão no Inventário de Classificação e Rotulagem

Guia Prático 7: Como Notificar Substâncias para Inclusão no Inventário de Classificação e Rotulagem Guia Prático 7: Como Notificar Substâncias para Inclusão no Inventário de Classificação e Rotulagem ADVERTÊNCIA JURÍDICA As informações contidas no presente guia prático não constituem aconselhamento jurídico

Leia mais

Manual do Utilizador Externo. Aplicação para Registo de Utilizadores do Sistema de Gestão de Medicamentos de Uso Humano (SMUH)

Manual do Utilizador Externo. Aplicação para Registo de Utilizadores do Sistema de Gestão de Medicamentos de Uso Humano (SMUH) Aplicação para Registo de Utilizadores do Sistema de Gestão de Medicamentos de Uso Humano (SMUH) Página 1 de 12 Índice 1 Introdução... 3 2 Utilização da Aplicação... 4 2.1 Primeiros Passos Termos de Utilização...4

Leia mais

REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 18 BIOCIDAS INFORMAÇÕES JULHO 2015

REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 18 BIOCIDAS INFORMAÇÕES JULHO 2015 REACH E CLP NOTÍCIAS E ALERTAS Nº 18 BIOCIDAS INFORMAÇÕES JULHO 2015 Caros Associados: NOTA DE ABERTURA Chamamos a vossa atenção para a última noticia (pag.26) sobre o programa de visitas que a ECHA quer

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html 1/8 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Apoio no âmbito do trabalho preparatório de medidas de conceção ecológica

Leia mais

ATENDIMENTO AO REACH PROCEDIMENTO PASSO A PASSO 2013

ATENDIMENTO AO REACH PROCEDIMENTO PASSO A PASSO 2013 ATENDIMENTO AO REACH PROCEDIMENTO PASSO A PASSO 2013 Objetivos do Procedimento I Para atender plenamente ao REACH, há uma série de passos a serem seguidos por quem está envolvido nas atividades de trading

Leia mais

REACH A legislação mais ambiciosa do mundo em matéria de produtos químicos

REACH A legislação mais ambiciosa do mundo em matéria de produtos químicos Ref.: ECHA-09-L-14-PT Data: Outubro de 2009 Idioma: Português REACH A legislação mais ambiciosa do mundo em matéria de produtos químicos O ambicioso projecto de introduzir na Europa a gestão de substâncias

Leia mais

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2001 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos. Gestão da Qualidade 2005

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2001 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos. Gestão da Qualidade 2005 ISO 9001:2001 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Gestão da Qualidade 2005 Estrutura da Norma 0. Introdução 1. Campo de Aplicação 2. Referência Normativa 3. Termos e Definições 4. Sistema de Gestão

Leia mais

Lisboa, 02 de Dezembro 2014

Lisboa, 02 de Dezembro 2014 JOSÉ BARARDO RIBEIRO Lisboa, 02 de Dezembro 2014 TODO O INDIVÍDUO TEM DIREITO À VIDA, À LIBERDADE E À SEGURANÇA PESSOAL (Artigo 3º, Declaração Universal dos Direitos Humanos, Nações Unidas, 10 de Dezembro

Leia mais

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Gestão da Qualidade e Auditorias (Mestrado em Engenharia Alimentar) Gestão da Qualidade (Mestrado em Biocombustívies) ESAC/João Noronha Novembro

Leia mais

Revisão da Directiva Seveso II Principais alterações e avaliação de impacto

Revisão da Directiva Seveso II Principais alterações e avaliação de impacto Gabinete de Emergências e Riscos Ambientais 31 de Janeiro de 2011 Alterações principais propostas 1. Adaptação do Anexo I ao CLP 2. Outras alterações ao Anexo I 3. Derrogações e salvaguarda 4. Mecanismo

Leia mais

Relatório da. Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59.

Relatório da. Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59. Relatório da Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59 Resumo Novembro de 2009 Avaliação intercalar da execução do Plano de

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:405184-2014:text:pt:html Finlândia-Helsínquia: Prestação de serviços TI para aplicações TI da Agência Europeia dos Produtos

Leia mais

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP Know-how setorial e global pré-configurado Índice 1.Disponibilidade dos pacotes SAP Best Practices 2.Efetuar

Leia mais

FERRAMENTA G Informação sobre especificações, produtos e agrupamentos de entidades adjudicantes. Introdução à base de dados

FERRAMENTA G Informação sobre especificações, produtos e agrupamentos de entidades adjudicantes. Introdução à base de dados FERRAMENTA Informação sobre especificações, produtos e agrupamentos de entidades adjudicantes. Introdução à base de dados 1. Objectivos da ferramenta Proporcionar o acesso a informação relativa a especificações

Leia mais

ATENDIMENTO AO REACH PELA PETROBRAS. Diretrizes

ATENDIMENTO AO REACH PELA PETROBRAS. Diretrizes ATENDIMENTO AO REACH PELA PETROBRAS Diretrizes 2012 Conteúdo Cláusula Página 1. Origem da Legislação...2 2. Alinhamento da PETROBRAS ao REACH...2 3. O que está abrangido pelo REACH e CLP?...3 4. O que

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:213931-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:213931-2013:text:pt:html 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:213931-2013:text:pt:html B-Bruxelas: Serviços de apoio à promoção de talento Web na Europa através do incentivo à utilização

Leia mais

Projeto VISIT Victim Support for Identity Theft. Lisboa, 30 Outubro 2015

Projeto VISIT Victim Support for Identity Theft. Lisboa, 30 Outubro 2015 Projeto VISIT Victim Support for Identity Theft Lisboa, 30 Outubro 2015 Descrição Título do projeto: VISIT Victim Support for Identity Theft. Financiamento: Comissão Europeia/Directorate General Home Affairs/2013/ISEC/Prevention

Leia mais

Desenvolvimento das relações entre o Parlamento Europeu e os parlamentos nacionais no quadro do Tratado de Lisboa

Desenvolvimento das relações entre o Parlamento Europeu e os parlamentos nacionais no quadro do Tratado de Lisboa C 212 E/94 Jornal Oficial da União Europeia 5.8.2010 Desenvolvimento das relações entre o Parlamento Europeu e os parlamentos nacionais no quadro do Tratado de Lisboa P6_TA(2009)0388 Resolução do Parlamento

Leia mais

Norma ISO 9000. Norma ISO 9001. Norma ISO 9004 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE REQUISITOS FUNDAMENTOS E VOCABULÁRIO

Norma ISO 9000. Norma ISO 9001. Norma ISO 9004 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE REQUISITOS FUNDAMENTOS E VOCABULÁRIO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALDADE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Norma ISO 9000 Norma ISO 9001 Norma ISO 9004 FUNDAMENTOS E VOCABULÁRIO REQUISITOS LINHAS DE ORIENTAÇÃO PARA MELHORIA DE DESEMPENHO 1. CAMPO

Leia mais

Garantir os mais altos níveis de protecção para as crianças. Comissão Europeia Empresas e Indústria

Garantir os mais altos níveis de protecção para as crianças. Comissão Europeia Empresas e Indústria SEGURANÇA DOS BRINQUEDOS Garantir os mais altos níveis de protecção para as crianças Comissão Europeia Empresas e Indústria Fotolia Orange Tuesday Existem cerca de 80 milhões de crianças menores de 14

Leia mais

Aplicação do Regulamento «Reconhecimento Mútuo» a suplementos alimentares

Aplicação do Regulamento «Reconhecimento Mútuo» a suplementos alimentares COMISSÃO EUROPEIA DIRECÇÃO-GERAL DAS EMPRESAS E DA INDÚSTRIA Bruxelas, 1.2.2010 - Documento de orientação 1 Aplicação do Regulamento «Reconhecimento Mútuo» a suplementos alimentares 1. INTRODUÇÃO O presente

Leia mais

Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais. Procedimentos

Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais. Procedimentos Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais EQUASS Assurance Procedimentos 2008 - European Quality in Social Services (EQUASS) Reservados todos os direitos. É proibida a reprodução total ou parcial

Leia mais

Reach. Reach. A legislação européia que alcança a todos, inclusive você. The European legislation that reaches everyone, including you

Reach. Reach. A legislação européia que alcança a todos, inclusive você. The European legislation that reaches everyone, including you Reach A legislação européia que alcança a todos, inclusive você Reach The European legislation that reaches everyone, including you São Paulo, 24 de Novembro de 2011 08:45h Invitation Programa 8.45 ABERTURA

Leia mais

Políticas e Padrões de Desempenho da IFC sobre Sustentabilidade Socioambiental Revisão e Atualização

Políticas e Padrões de Desempenho da IFC sobre Sustentabilidade Socioambiental Revisão e Atualização Políticas e Padrões de Desempenho da IFC sobre Sustentabilidade Socioambiental Revisão e Atualização Visão Geral do Processo de Consulta e Participação Corporação Financeira Internacional 26 de agosto

Leia mais

A importância de se formar bons auditores de qualidade Oceano Zacharias

A importância de se formar bons auditores de qualidade Oceano Zacharias A importância de se formar bons auditores de qualidade Oceano Zacharias Auditar conforme a norma ISO 9001 requer, dos auditores, obter um bom entendimento do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) das empresas

Leia mais

Não é um sector específico (Pequenas e médias empresas em geral) - Go to 3

Não é um sector específico (Pequenas e médias empresas em geral) - Go to 3 INQUÉRITO EUROPEU DAS PME E O MEIO-AMBIENTE Bem-vindo ao inquérito europeu sobre as PMEs e o meio-ambiente. O questionário deve demorar entre 5-10 minutos para ser concluído. Obrigado! Instituto Tecnológico

Leia mais

REGULAMENTO DO CONTROLO DE QUALIDADE DA ORDEM DOS REVISORES OFICIAIS DE CONTAS. (Artigo 68.º do Decreto-Lei n.º 487/99, de 16 de Novembro)

REGULAMENTO DO CONTROLO DE QUALIDADE DA ORDEM DOS REVISORES OFICIAIS DE CONTAS. (Artigo 68.º do Decreto-Lei n.º 487/99, de 16 de Novembro) REGULAMENTO DO CONTROLO DE QUALIDADE DA ORDEM DOS REVISORES OFICIAIS DE CONTAS (Artigo 68.º do Decreto-Lei n.º 487/99, de 16 de Novembro) CAPÍTULO I Objectivos e caracterização do controlo de qualidade

Leia mais

PR 2 PROCEDIMENTO. Auditoria Interna. Revisão - 2 Página: 1 de 9

PR 2 PROCEDIMENTO. Auditoria Interna. Revisão - 2 Página: 1 de 9 Página: 1 de 9 1. OBJETIVO Estabelecer sistemática de funcionamento e aplicação das Auditorias Internas da Qualidade, fornecendo diretrizes para instruir, planejar, executar e documentar as mesmas. Este

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 8.12.2008 COM(2008) 819 final COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO Plano de acção no domínio da dádiva e transplantação de órgãos (2009-2015): Reforçar a cooperação entre

Leia mais

Agência - Contrato de prestação de serviços - Anúncio de concurso - Concurso público

Agência - Contrato de prestação de serviços - Anúncio de concurso - Concurso público 1/7 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:42434-2015:text:pt:html Irlanda-Dublim: Prestação de serviços para a formação e desenvolvimento do pessoal da Eurofound

Leia mais

Desenvolvimentos da Estratégia Europeia para a Deficiência

Desenvolvimentos da Estratégia Europeia para a Deficiência Desenvolvimentos da Estratégia Europeia para a Deficiência Sofia Lourenço Unidade "Direitos das pessoas com deficiência" Comissão Europeia 2 Dezembro 2014 Palácio da Cidadela de Cascais Políticas Europeias

Leia mais

Como ativar seu código DreamSpark

Como ativar seu código DreamSpark Como ativar seu código DreamSpark 1 Entre no site www.dreamspark.com e clique no botão Sign In, no canto direito superior da tela. 2 Clique em Create Account. 3- Você será redirecionado para a página de

Leia mais

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA Introdução Nesta edição do Catálogo de Serviços apresentamos os vários tipos de serviços que compõe a actual oferta da Primavera na área dos serviços de consultoria.

Leia mais

Introdução e Objetivos do Regulamento REACH

Introdução e Objetivos do Regulamento REACH Introdução e Objetivos do Regulamento REACH Dr JOSÉ V. TARAZONA Membro do Comitê de Avaliação de Riscos, ECHA Vice-presidente do Comitê Científico de Riscos Sanitários e Ambientais, UE REGULAMENTO REACH

Leia mais

COMISSÃO. 1. Introdução

COMISSÃO. 1. Introdução COMISSÃO Convite à apresentação de candidaturas para a constituição de uma lista de peritos encarregados de avaliar as propostas recebidas no âmbito do programa eten, projectos de interesse comum no domínio

Leia mais

Manual de Apresentação de Dados REACH-IT

Manual de Apresentação de Dados REACH-IT Manual de Apresentação de Dados REACH-IT Parte 16 - Pedidos de Anexo I: Instruções para o modelo de documento justificativo de pedido de Versão 1.0 Página 1 de 7 Instruções Na IUCLID, por cada informação

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 8.10.2007 SEC(2007)907 DOCUMENTO DE TRABALHO DOS SERVIÇOS DA COMISSÃO documento de acompanhamento da Comunicação da Comissão sobre um programa para ajudar as

Leia mais

AUTO-REGULAÇÃO - UMA DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS COMUNS E NORMAS DE BOAS PRATICAS DE ACTUAÇÃO

AUTO-REGULAÇÃO - UMA DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS COMUNS E NORMAS DE BOAS PRATICAS DE ACTUAÇÃO AUTO-REGULAÇÃO - UMA DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS COMUNS E NORMAS DE BOAS PRATICAS DE ACTUAÇÃO 1. A auto-regulação da publicidade é a resposta da indústria publicitária ao desafio de lidar com as questões

Leia mais

ONLINE SUBMISSION Revisor

ONLINE SUBMISSION Revisor ONLINE SUBMISSION Revisor O Brazilian Journal of Medical and Biological Research é parcialmente financiado por: LOG IN Log In REVISOR Brazilian Journal of Medical and Biological O Brazilian Journal Research

Leia mais

Declaração da Cimeira Mundial dos Destinos para Todos Montreal, 2014

Declaração da Cimeira Mundial dos Destinos para Todos Montreal, 2014 Um Mundo para Todos Declaração da Cimeira Mundial dos Destinos para Todos Montreal, 2014 Tendo- nos reunido em Montreal, Canadá na Cimeira Mundial dos Destinos para Todos, de 19-22 Outubro de 2014, nós,

Leia mais

REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria

REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria Parte 02 - Inscrição e gestão de conta 2 REACH-IT Manual de Utilização para a Indústria Versão: 1.1 Versão Alterações 2.1 Abril 2014 Atualizações relativas

Leia mais

PR-111 1. OBJETIVO 2 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2 3. SIGLAS E DEFINIÇÕES 2 4. PRÉ-REQUISITOS 2 5. CONTEÚDO DO CURSO 4 6. AVALIAÇÃO DOS ESTUDANTES 6

PR-111 1. OBJETIVO 2 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2 3. SIGLAS E DEFINIÇÕES 2 4. PRÉ-REQUISITOS 2 5. CONTEÚDO DO CURSO 4 6. AVALIAÇÃO DOS ESTUDANTES 6 Página: 1 de 12 1. OBJETIVO 2 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2 3. SIGLAS E DEFINIÇÕES 2 4. PRÉ-REQUISITOS 2 5. CONTEÚDO DO CURSO 4 6. AVALIAÇÃO DOS ESTUDANTES 6 7. ADMINISTRAÇÃO DO ORGANISMO DE TREINAMENTO

Leia mais

AGRICULTURA BIOLÓGICA, AUTO- SUFICIÊNCIA E SEGURANÇA ALIMENTAR POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR

AGRICULTURA BIOLÓGICA, AUTO- SUFICIÊNCIA E SEGURANÇA ALIMENTAR POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR AGRICULTURA BIOLÓGICA, AUTO- SUFICIÊNCIA E SEGURANÇA ALIMENTAR POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR Ana Paula Bico Out, 2011 POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR 2 perspectivas: Redução da dependência

Leia mais

Últimos desenvolvimentos na série de normas ISO 9000 INTRODUÇÃO

Últimos desenvolvimentos na série de normas ISO 9000 INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO A série de normas ISO 9000 foi inicialmente publicada em 1987, e desde então já sofreu dois ciclos de melhoria, incluindo uma revisão menor em 1994 e uma modificação mais profunda em 2000. A

Leia mais

Portugal-Lisboa: Serviços informáticos de gestão eletrónica de recursos humanos 2014/S 001-000003. Anúncio de concurso. Serviços

Portugal-Lisboa: Serviços informáticos de gestão eletrónica de recursos humanos 2014/S 001-000003. Anúncio de concurso. Serviços 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:3-2014:text:pt:html Portugal-Lisboa: Serviços informáticos de gestão eletrónica de recursos humanos 2014/S 001-000003

Leia mais

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Raquel Jauffret Guilhon Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo

Leia mais

Certificação ISO 9001:2008

Certificação ISO 9001:2008 Certificação ISO 9001:2008 10 de Novembro 2008 Hélder Estradas helder.estradas@apcer.pt Agenda 1.Organismo Certificador APCER 2.A revisão ISO 9001:2008 (motivações e principais alterações) 3.Ciclo de Certificação:

Leia mais

3HUJXQWDVH5HVSRVWDVVREUHD$XWRULGDGH(XURSHLD SDUDD6HJXUDQoDGRV$OLPHQWRV

3HUJXQWDVH5HVSRVWDVVREUHD$XWRULGDGH(XURSHLD SDUDD6HJXUDQoDGRV$OLPHQWRV 0(02 Bruxelas, 18 de Dezembro de 2001 3HUJXQWDVH5HVSRVWDVVREUHD$XWRULGDGH(XURSHLD SDUDD6HJXUDQoDGRV$OLPHQWRV 4XDLVVHUmRDVWDUHIDVGD$XWRULGDGH(XURSHLDSDUDD6HJXUDQoDGRV $OLPHQWRV" Tal como definido na proposta

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505. Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505. Anúncio de concurso. Serviços 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:279505-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505 Anúncio de concurso

Leia mais

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Da Beira Interior A.1.a. Identificação

Leia mais

Programa Enquadrador CARIT Comité dos Altos Responsáveis das Inspecções do Trabalho da União Europeia

Programa Enquadrador CARIT Comité dos Altos Responsáveis das Inspecções do Trabalho da União Europeia Programa Enquadrador CARIT Comité dos Altos Responsáveis das Inspecções do Trabalho da União Europeia Campanha Europeia de Informação e Inspecção sobre a Avaliação de Riscos na utilização de Substâncias

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Modelo para estudos de viabilidade de um novo projeto relativo a biocombustível comercial sustentável 2013/S 248-431845

Bélgica-Bruxelas: Modelo para estudos de viabilidade de um novo projeto relativo a biocombustível comercial sustentável 2013/S 248-431845 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:431845-2013:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Modelo para estudos de viabilidade de um novo projeto relativo a biocombustível

Leia mais

RECTIFICAÇÕES. («Jornal Oficial da União Europeia» L 396 de 30 de Dezembro de 2006)

RECTIFICAÇÕES. («Jornal Oficial da União Europeia» L 396 de 30 de Dezembro de 2006) 29.5.2007 L 136/3 RECTIFICAÇÕES Rectificação ao Regulamento (CE) n. o 1907/2006 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 18 de Dezembro de 2006, relativo ao registo, avaliação, autorização e restrição de

Leia mais

3. PRINCIPAIS TEMÁTICAS E CARACTERÍSTICAS DE ORGANIZAÇÃO DOS OPEN DAYS 2008

3. PRINCIPAIS TEMÁTICAS E CARACTERÍSTICAS DE ORGANIZAÇÃO DOS OPEN DAYS 2008 1. INTRODUÇÃO Em apenas 5 anos os OPEN DAYS Semana Europeia das Regiões e Cidades tornaram-se um evento de grande importância para a demonstração da capacidade das regiões e das cidades na promoção do

Leia mais

Comunicações e Informações

Comunicações e Informações Jornal Oficial da União Europeia C 222 A Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 58. o ano 7 de julho de 2015 Índice V Avisos PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS Comissão Europeia 2015/C 222 A/01

Leia mais

utilizando o catálogo de serviços para expandir seus negócios como provedor de serviços gerenciados

utilizando o catálogo de serviços para expandir seus negócios como provedor de serviços gerenciados DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 utilizando o catálogo de serviços para expandir seus negócios como provedor de serviços gerenciados agility made possible sumário resumo executivo 3 Introdução 3 O

Leia mais

Instruções sobre a Bolsa do Programa DSD

Instruções sobre a Bolsa do Programa DSD Instruções sobre a Bolsa do Programa DSD Este documento contém as instruções para a inscrição no processo seletivo da bolsa do Programa Drogas, Segurança e Democracia (DSD). Por favor, imprima-o e consulte-o

Leia mais

CA Clarity Agile. Guia de Implementação. Release 13.3.00

CA Clarity Agile. Guia de Implementação. Release 13.3.00 CA Clarity Agile Guia de Implementação Release 13.3.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada Documentação),

Leia mais

Reapreciação da Comunicação relativa ao seguro de crédito à exportação em operações garantidas a curto prazo. Documento de consulta

Reapreciação da Comunicação relativa ao seguro de crédito à exportação em operações garantidas a curto prazo. Documento de consulta Reapreciação da Comunicação relativa ao seguro de crédito à exportação em operações garantidas a curto prazo 1. Introdução Documento de consulta Em alguns Estados-Membros, as agências oficiais de crédito

Leia mais

Ficha de Dados de Segurança

Ficha de Dados de Segurança Ficha de Dados de Segurança (Em conformidade com o REGULAMENTO DA COMISSÃO [UE] N.º 453/2010) Identificador do produto SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa Nome do produto

Leia mais

PROGRAMA DE ACÇÃO COMUNITÁRIO RELATIVO À VIGILÂNCIA DA SAÚDE PROJECTO DE PROGRAMA DE TRABALHO 1998-1999 (Art. 5.2.b da Decisão Nº 1400/97/CE)

PROGRAMA DE ACÇÃO COMUNITÁRIO RELATIVO À VIGILÂNCIA DA SAÚDE PROJECTO DE PROGRAMA DE TRABALHO 1998-1999 (Art. 5.2.b da Decisão Nº 1400/97/CE) PROGRAMA DE ACÇÃO COMUNITÁRIO RELATIVO À VIGILÂNCIA DA SAÚDE PROJECTO DE PROGRAMA DE TRABALHO 1998-1999 (Art. 5.2.b da Decisão Nº 1400/97/CE) 1. INTRODUÇÃO As actividades da União Europeia no domínio da

Leia mais

Anúncio de concurso. Fornecimentos

Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/8 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:268336-2015:text:pt:html Itália-Ispra: Fornecimento, instalação e manutenção de 2 sistemas de armazenamento por baterias

Leia mais

DIÁLOGO SOCIAL EUROPEU: PROJECTO DE ORIENTAÇÕES MULTISSECTORIAIS PARA O COMBATE DA VIOLÊNCIA E ASSÉDIO DE TERCEIROS RELACIONADOS COM O TRABALHO

DIÁLOGO SOCIAL EUROPEU: PROJECTO DE ORIENTAÇÕES MULTISSECTORIAIS PARA O COMBATE DA VIOLÊNCIA E ASSÉDIO DE TERCEIROS RELACIONADOS COM O TRABALHO DIÁLOGO SOCIAL EUROPEU: PROJECTO DE ORIENTAÇÕES MULTISSECTORIAIS PARA O COMBATE DA VIOLÊNCIA E ASSÉDIO DE TERCEIROS RELACIONADOS COM O TRABALHO EPSU, UNI Europa, ETUCE, HOSPEEM, CEMR, EFEE, EuroCommerce,

Leia mais

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica Normalização e interoperabilidade da informação geográfica perspetivas para a formação em Engenharia Geográfica João Catalão Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia Faculdade de Ciências

Leia mais

Introdução ao Moodle. Ambiente de Aprendizagem. (Módulo 2)

Introdução ao Moodle. Ambiente de Aprendizagem. (Módulo 2) Introdução ao Moodle Ambiente de Aprendizagem (Módulo 2) BRASÍLIA AGOSTO -2004 Introdução ao Moodle Ambiente de Aprendizagem Módulo 2 Athail Rangel Pulino Filho Departamento de Engenharia Civil e Ambiental

Leia mais

DE DOCUMENTO ELABORADO PELO GRUPO DE TRABALHO REUNIDO EM SANTA CRUZ DE LA SIERRA, BOLÍVIA, ENTRE OS DIAS 3 E 5 DE MAIO DE

DE DOCUMENTO ELABORADO PELO GRUPO DE TRABALHO REUNIDO EM SANTA CRUZ DE LA SIERRA, BOLÍVIA, ENTRE OS DIAS 3 E 5 DE MAIO DE A REDE on-line (PROJECTO DE DOCUMENTO ELABORADO PELO GRUPO DE TRABALHO REUNIDO EM SANTA CRUZ DE LA SIERRA, BOLÍVIA, ENTRE OS DIAS 3 E 5 DE MAIO DE 2006) SUMÁRIO: I. INTRODUÇÃO; II. OBJECTIVOS DA REDE on-line

Leia mais

TRANSPORT LEARNING Cursos de formação para municípios e agências de energia

TRANSPORT LEARNING Cursos de formação para municípios e agências de energia TRANSPORT LEARNING Cursos de formação para municípios e agências de energia istockphoto Conteúdo Caro leitor, Sobre o projecto... 2 Criando uma base de conhecimento para as regiões de convergência da Europa...

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1/7 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:6786-2013:text:pt:html L-Luxemburgo: Organização e implementação de atividades de formação para reforçar a aplicação

Leia mais

ISO 9000. Padronização de todos os processos que afectam o produto e consequentemente o cliente;

ISO 9000. Padronização de todos os processos que afectam o produto e consequentemente o cliente; ISO 9000 A série ISO 9000 é uma concentração de normas que formam um modelo de gestão da Qualidade para organizações que podem, se desejarem, certificar seus sistemas de gestão através de organismos de

Leia mais

ANNUAL REPORT 2011-12-13

ANNUAL REPORT 2011-12-13 ANNUAL REPORT 2011-12-13 Member organizationʼs name: Beraca Sabará Quimicos e Ingredientes - Divisão HPC Main address: Rua Emilia Marengo, 682 segundo andar Jardim Analia Franco, São Paulo SP Brasil CEP

Leia mais

O ENVOLVIMENTO DOS TRABALHADORES NA ASSOCIAÇÃO EUROPEIA

O ENVOLVIMENTO DOS TRABALHADORES NA ASSOCIAÇÃO EUROPEIA PARECER SOBRE O ENVOLVIMENTO DOS TRABALHADORES NA ASSOCIAÇÃO EUROPEIA (Proposta de Regulamento sobre o Estatuto da AE e Proposta de Directiva que completa o estatuto da AE no que se refere ao papel dos

Leia mais

Avaliando o Cenário Político para Advocacia

Avaliando o Cenário Político para Advocacia Avaliando o Cenário Político para Advocacia Tomando em consideração os limites de tempo e recursos dos implementadores, as ferramentas da série Straight to the Point (Directo ao Ponto), da Pathfinder International,

Leia mais

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão do Mercado Interno e da Protecção dos Consumidores DOCUMENTO DE TRABALHO

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão do Mercado Interno e da Protecção dos Consumidores DOCUMENTO DE TRABALHO PARLAMENTO EUROPEU 2004 2009 Comissão do Mercado Interno e da Protecção dos Consumidores 11.2.2008 DOCUMENTO DE TRABALHO sobre a melhoria da educação financeira dos consumidores e da sua sensibilização

Leia mais

Directiva 2006/121/CE do Parlamento Europeu e do Conselho. de 18 de Dezembro de 2006

Directiva 2006/121/CE do Parlamento Europeu e do Conselho. de 18 de Dezembro de 2006 30.12.2006 PT Jornal Oficial da União Europeia L 396/855 Directiva 2006/121/CE do Parlamento Europeu e do Conselho de 18 de Dezembro de 2006 que altera a Directiva 67/548/CEE do Conselho, relativa à aproximação

Leia mais

GESTÃO DOCUMENTAL. Mapeamento de processos P05 - Gestão Estratégica. Sub-processo Procedimento Gestão Instruções de Trabalho Impressos

GESTÃO DOCUMENTAL. Mapeamento de processos P05 - Gestão Estratégica. Sub-processo Procedimento Gestão Instruções de Trabalho Impressos Actualizado em: 81121 P5 - Gestão Estratégica Sub-processo Procedimento Gestão Instruções de Trabalho Impressos SP3 Planeamento e Revisão do Sistema IT 9 Planeamento e Análise 4 Programa de Objectivos

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

25.11.2011 Jornal Oficial da União Europeia L 310/11

25.11.2011 Jornal Oficial da União Europeia L 310/11 PT 25.11.2011 Jornal Oficial da União Europeia L 310/11 DECISÃO DA COMISSÃO de 18 de Novembro de 2011 que estabelece regras e métodos de cálculo para verificar o cumprimento dos objectivos estabelecidos

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE Objectivos do Curso. No final deste os alunos deverão: Identificar os principais objectivos associados à implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade (SGQ) Compreender

Leia mais

BearingNet Bem-vindo Contenuto

BearingNet Bem-vindo Contenuto Contenuto Introdução... 2 Selecionar idioma... 3 Banners Publicitários... 3 Membro... 3 Atividade... 3 Utilidades... 3 Feriado Público... 6 Pedido de Ajuda... 6 Procurar... 7 Notícias recentes... 7 Novo

Leia mais

ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003. Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008

ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003. Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008 ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003 Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008 1 SISTEMÁTICA DE AUDITORIA - 1 1 - Início da 4 - Execução da 2 - Condução da revisão dos documentos

Leia mais

Reabilitação do Sistema de Abastecimento de Água de Luena

Reabilitação do Sistema de Abastecimento de Água de Luena E1819 V6 Reabilitação do Sistema de Abastecimento de Água de Luena REHABILITATION OF LUENA WATER SUPPLY SYSTEM PGA PLANO DE GESTÃO AMBIENTAL (PGA) ENVIRONMENTAL MANAGEMENT PLAN (EMP) Adjudicante: Financial

Leia mais

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office DPI Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office Apresentação/Presentation Criado em 1 de março de 2011, o Núcleo de

Leia mais

constantes da Lista REACH de substâncias candidatas tal como mencionadas abaixo e acima do limite de 0.1% exigido:

constantes da Lista REACH de substâncias candidatas tal como mencionadas abaixo e acima do limite de 0.1% exigido: Directiva REACH (EC) No 1907/2006 respeitante ao Registo, Avaliação, Autorização e Restrição de Substâncias Quimicas Nocivas (REACH) Dados da Empresa: Nome: Endereço: Rua Mário Castelhano, nº 3 Cód. Postal,

Leia mais

DECLARAÇÃO DE HANÔVER

DECLARAÇÃO DE HANÔVER DECLARAÇÃO DE HANÔVER de Presidentes de Câmara de Municípios Europeus na Viragem do Século XXI (versão traduzida do texto original em Inglês, de 11 de Fevereiro de 2000, pelo Centro de Estudos sobre Cidades

Leia mais