Plano de Comunicação do Projeto Pernambuco Rural Sustentável

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano de Comunicação do Projeto Pernambuco Rural Sustentável"

Transcrição

1 SECRETARIA DE AGRICULTURA E REFORMA AGRÁRIA - SARA DOAÇÃO DO SPANISH FUND FOR LATIN AMERICA AND THE CARIBBEAN SFLAC PARA O PROJETO PERNAMBUCO RURAL SUSTENTÁVEL / PRORURAL Plano de Comunicação do Projeto Pernambuco Rural Sustentável Identificação da consultora: Nome: Daniela de Almeida Silva Contrato número: 032/10 Prazo: outubro a dezembro de 2010

2 PLANO DE COMUNICAÇÃO DO PERNAMBUCO RURAL SUSTENTÁVEL 1 Introdução 2 Diretrizes da Comunicação 3 Objetivos 3.1 Objetivo Geral 3.2 Objetivos Específicos e Ações Estratégicas 4 Públicos prioritários 5 Produtos da comunicação para auxiliar a elaboração dos documentos do PRS 5.1 Atribuições das contratações em comunicação para termos de referência (TDR) 5.2 Manual de Operações e seus anexos 5.3 Estratégia de comunicação para povos indígenas 5.5 Previsão orçamentária para implementação do plano de Comunicação

3 1 - INTRODUÇÃO Financiado através da parceria entre o Governo do Estado de Pernambuco e o Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento BIRD, o Pernambuco Rural Sustentável (PRS) tem como objetivo contribuir para a inclusão sócio-econômica dos produtores familiares: a)promovendo a sua inclusão nos APLs e Cadeias Produtivas; b)possibilitando a sua inserção no mercado de forma competitiva; c)gerando o aumento de sua renda; e d)expandindo o seu acesso à infraestrutura. O PRS será executado pelo Programa de Apoio ao Pequeno Produtor Rural de Pernambuco (ProRural), ligado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA) órgão integrante da administração direta do Poder Executivo, que tem por finalidade promover a participação dos municípios no debate das políticas estaduais para cada região e a integração das economias regionais, dentre outras competências. A comunicação do projeto está inserida no modelo de gestão do PRS. O componente Gestão do Projeto engloba, entre outros aspectos, o gerenciamento executivo, a administração e a comunicação do projeto. A gestão irá contratar atividades de consultoria e treinamento, serviços de comunicação e divulgação do projeto e procedimentos de acompanhamento, monitoramento e avaliação. O Plano de Comunicação Social deverá ser um instrumento que busque internalizar, em cada integrante do projeto, uma cultura de comunicação com orientação à unicidade do discurso e ao planejamento estratégico das comunicações, a ser realizado em conjunto e articulado com todos os envolvidos diretamente no PRS, que deverão estar em constante diálogo tanto com os participantes, quanto com outros profissionais do ProRural. Na sociedade midiatizada atual, torna-se fundamental que o PRS promova uma comunicação integrada, ou seja, busque a união entre as áreas institucional, interna, externa e administrativa. A comunicação administrativa deverá ser elaborada e aprimorada, durante a fase inicial do PRS, permitindo ao gestor utilizar as melhores ferramentas para um eficaz gerenciamento das comunicações do projeto. Paralela a esta circulação normal da informação estabelecida entre os setores do ProRural, caminha a comunicação interna cujo objetivo é colaborar com o pleno funcionamento do PRS, possibilitando a compatibilização dos interesses deste com o seu público interno. As comunicações institucional e externa deverão atuar juntas e ter como princípio o valor da unicidade da informação e do fortalecimento da imagem institucional do PRS/ProRural. A visibilidade deste junto aos veículos de comunicação ficará aos cuidados da comunicação externa. Com dois focos diferenciados, a comunicação institucional buscará o

4 diálogo com os diversos públicos prioritários através de dois tipos de campanha: uma de divulgação voltada às instituições parceiras e a sociedade em geral; outra com ações educativas específicas, como capacitação em comunicação digital, utilizando ferramentas diferenciadas para grupos específicos, indígenas e quilombolas. Adotar uma abordagem sinérgica da comunicação é o que pretende o PRS, uma exigência frente à convergência das novas tecnologias da informação com as mídias tradicionais. Nesse sentido, a contribuição do Núcleo de Comunicação da SARA é fundamental para trabalhar de forma transversal as assessorias dos diversos programas que a compõe. Dentre as atividades do núcleo podemos citar: assessoria de comunicação, relacionamento com a imprensa, cobertura de eventos, criação de projetos gráficos de comunicação, contratação de serviços extras de comunicação, entre outros. Em conjunto com a SARA será permitido unir esforços humanos e instrumentos eficazes para potencializar a divulgação do projeto, principalmente, junto às instâncias governamentais de Pernambuco. A principal interlocução é com a Secretaria Especial de Imprensa - SEI do Governo do Estado, cuja rede de comunicação (agência de notícias para rádio, televisão e portal na internet) poderá dar maior visibilidade a algumas ações do PRS. Atualmente, o ProRural já dispõe de espaço de divulgação nos programas da Rádio SEI através das sonoras veiculadas, mas também em rádios comerciais e comunitárias com boa capilaridade em todo o interior do estado. Inclusive está prevista a realização, em parceria com a SEI, da campanha institucional de lançamento do Pernambuco Rural Sustentável para o segundo semestre de O plano de comunicação do PRS vai de encontro à Política Estadual de Comunicação de Pernambuco elaborada pela SEI e avaliada sistematicamente pelos assessores de comunicação de todas as secretarias do estado. Coordenando as assessorias a partir de uma gerência, a SEI incentiva que os gestores de comunicação ligados ao Governo Estadual, incorporem ao seu cotidiano de trabalho a concepção dessa política. 2.2 DIRETRIZES DA COMUNICAÇÃO Elaboradas no intuito de auxiliar na participação dos municípios no debate das políticas estaduais para cada região, as diretrizes do plano contribuem com as bases adequadas ao desenvolvimento da cidadania e são orientadas pelos focos prioritários (interiorização do desenvolvimento), observando-se os valores estabelecidos na premissa geral (transparência e controle social) para a ação do Governo do Estado de Pernambuco.

5 As diretrizes fundamentais para guiar os procedimentos e a conduta dos profissionais do Prorural na comunicação do PRS são as seguintes: Interiorização e regionalização do processo de comunicação, levando em conta a transparência na gestão e o controle social; Comunicação pública como processo de cidadania, promovendo a democratização e o direito à comunicação; Busca de diálogo com os diversos públicos prioritários, através de instrumentos diferenciados, para integrar e mobilizar a população; Fortalecimento da imagem institucional e uniformização do discurso sobre o projeto; e Princípios para divulgação: objetividade, fidelidade, agilidade e atualidade 3 - Objetivos Para o desenvolvimento eficaz do projeto é indispensável que a comunicação atue junto à gestão, de forma a estimular o diálogo e a participação de todos, contribuindo, assim, para a disseminação de uma cultura de comunicação no ProRural e, principalmente, deste com os participantes. Assim, algumas ações estratégicas deverão ser adotadas no âmbito interno e externo para contribuir com os objetivos a seguir. 3.1 Objetivo Geral Divulgar o Pernambuco Rural Sustentável - PRS utilizando estratégias de comunicação direcionadas a cada público prioritário para o fortalecimento da imagem institucional. 3.2 Objetivos Específicos e Ações Estratégicas Objetivos Específicos 1- Construir uma comunicação organizacional integrada, dando maior unidade às ações de comunicação interna e externa. 2- Fortalecer e integrar as parcerias através da assessoria de imprensa 3- Aprimorar o uso dos veículos e canais existentes, bem como incentivar o desenvolvimento de novos instrumentos para Ações Estratégicas - Integração da equipe do Prorural - Melhoria dos fluxos de comunicação internos e externos - Participação nos processos de decisões do PRS - Divulgação do plano de comunicação em seminários na Unitec e nas UGTs - Melhora do relacionamento com a mídia, através de pautas especiais para jornal, rádio, televisão e internet e para mídias com conteúdos especializados - Criação de instrumentos internos de escuta, como caixa de sugestões

6 atender demandas específicas. 4- Integrar participantes através de instrumentos específicos de comunicação 5- Diversificar fontes de informação com foco nos participantes contribuindo com a divulgação de conteúdos plurais 6- Fortalecer e divulgar a imagem do ProRural junto à sociedade 7- Estruturar e aprimorar a qualificação da equipe de Comunicação para atender às demandas do PRS 8- Monitorar a imagem institucional e analisar a visibilidade na mídia - Intensificar a circulação de informação através de ronda de pautas; - Reestruturação do site do ProRural e aperfeiçoamento das ferramentas: criação de intranet (chat e fórum), boletim eletrônico interno e agenda. - Criação de novas ferramentas de comunicação digital (blogs) e campanha educativa com material pedagógico adequado aos públicos prioritários - Capacitação em produção de conteúdo, comunicação e fotografia para um efetivo controle social - Uniformização visual dos produtos e instrumentos de comunicação - Criação de mecanismos para correta visibilidade da marca do ProRural e do financiador, as quais serão inseridas nos produtos e ações de comunicação dos participantes e parceiros; - Capacitação da equipe técnica para atendimento ao público - Contratação de treinamento, consultorias e empresas de prestação de serviços - Avaliação periódica da imagem e da comunicação com relatório qualitativos de mídia - Revisão e adequação periódica do plano de comunicação

7 4 - PÚBLICOS PRIORITÁRIOS O plano de comunicação considerará para cada público prioritário instrumentos relacionados às estratégias de comunicação interna e administrativa (interno e misto), institucional e externa (misto e externo), os instrumentos serão especificados no quadro a seguir. Para que a execução se torne viável eles deverão ser constantemente avaliados para o monitoramento e eficiência das comunicações do PRS. PÚBLICOS PRIORITÁRIOS PARA AS ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO PÚBLICO ALVO INTERNO + EXTERNO EXTERNO DESCRIÇÃO - Organismos multilaterais (BIRD, FIDA) - Bancos (BB, BNB, BNDES) - Governo estadual, municipal e federal - Organizações governamentais e não governamentais - Instituições de ensino e pesquisa - SARA - sociedade em geral - empresas privadas INSTRUMENTOS / ESTRATÉGIAS Site ProRural Comunicação on-line Site Eventos e oficinas AÇÕES ESPECÍFICAS consulta pública digital no site s e conferências notícias, ouvidoria, informativo eletrônico (newsletter) cobertura do evento CONSULTORIA Assessoria de Comunicação (fixo) Superintendência de Comunicação Assessoria de Comunicação (fixo) Fotógrafo Monitoramento e avaliação Relatórios de avaliação e resultados Assessoria ProRural Publicações Campanha Institucional: Divulgação imagem ProRural Produção de peças publicitárias Campanha Institucional e Sites Publicidade Legal de Utilidade Pública jornais e revista balanço anual Placas e adesivos: inauguração / sinalização Folder, banner, cartaz; Anúncios publicitários Vídeo sobre PRS/ProRural (5 min) Folder, banner, cartaz; Anúncios publicitários Vídeo sobre PRS/ProRural (5 min) divulgação nos jornais e DO Estadual Assessoria de Comunicação (fixo) Contratar serviço: Publicitário Fotógrafo Contratar Agência de Publicidade

8 Veículos de Comunicação (rádio, televisão, impresso, digital) Relacionamento com a mídia Envio para s (mailing list) de textos para jornalistas da mídia (releases) monitorados por telefone (follow up) Elaboração de material para jornalistas (press kit) Sugestão de pautas especiais Assessoria de Comunicação e imprensa * (detalhamento ao final do plano) Assessorar os porta-vozes Acompanhamento de entrevistas e resumos sobre o assunto Assessoria de Comunicação P A R T I C I P A N T E S - Organizações associativas de base familiar, incluindo assentamentos rurais - Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural (CMDR) - Fóruns territoriais Campanhas educativas Documentação e memória: publicação e documentário Publicações Eventos: cobertura especial e apresentação cultural Programas (spot) para rádio comunitária e carro de som Cartilhas ilustradas e quadrinhos; Documentário audiovisual CD ROM + revista: a história do ProRural e êxito de APLs e CMDRS Jornais e cartilhas Registro documental dos eventos anuais: regionais (12) e estadual [1] Grupo musical regional e/ou teatro popular e mamulengos Contratar serviço: radialista e arte-educador Contratar serviço: equipe de filmagem (5 pessoas) equipe revista + CD ROM assessoria(4 pessoas) Evento: assessoria de comunicação + contratar equipe (fotógrafo, diretor, produtor, cinegrafista/som) Contratar: equipe de teatro ou música Criação / Produção de peças : KIT participante e apoio do eventos anuais Divulgação ProRural em feiras locais e nacionais Apoio divulgação: cartaz, faixas, banner, fundo de palco. KIT participante : brindes diversos KIT feira: banner, folheto, faixa, bolsa, adesivo, camisa, boné, avental; Contratação de serviço: publicitário / designer - Grupos específicos: jovens e mulheres Capacitação em comunicação Cursos de comunicação digital (produção de conteúdo), internet (pesquisa e blogs) e informática (TIC) Utilizar laboratórios / tele centros em Professores da área de comunicação e TIC

9 escolas estaduais e aldeias - Comunidades indígenas e quilombolas Capacitação em educação ambiental Campanhas educativas sonoras e impressas material pedagógico diferenciado; quadrinhos e cordel Programa para rádios locais com alcance nas comunidades Divulgação do programa em eventos periódicos anuais de cada comunidade Arte-educador Designer gráfico Contratação de serviço: radialista educador especializado em material pedagógico Documentação das tradições Livro fotográfico + CD ROM Documentário audiovisual Contratar equipe livro e documentário Capacitação em produção de conteúdo Oficinas de comunicação e etnofotografia poesia de cordel e música Professor de cada área de comunicação e arte-educador Monitoramento e Avaliação Balanço e relatórios de mídia qualitativos anuais consultoria em avaliação de comunicação INTERNO Funcionários Gestores Consultores (Unitec e UGTs) Site ProRural e Intranet Clipping eletrônico e impresso Seminários e oficinas de integração Ronda de pautas boletim digital, fórum, chat, agenda. Relatório de mídia mensal e Notícias do dia Treinamento para lidar com a mídia (media trainning) Apresentação da assessoria de comunicação em seminário Comunicação interna: Assessoria de Comunicação + Estagiários de jornalismo e publicidade (2) Empresa para treinamento em mídia Assessoria Prorural Oficinas nas UGTs Publicações e papelaria Papel timbrado, convites internos, revista balanço anual, cartões comemorativos. 4.1 Veículos de Comunicação*

10 Detalhamento das ações e instrumentos para a assessoria de imprensa Mídia disponíveis: rádio, televisão, impressos, revistas especializadas, canais públicos. Para comunicação com a mídia a assessoria de comunicação utilizará os seguintes instrumentos: a) Press Kit: Pasta ou arquivo eletrônico contendo os textos principais sobre o PRS para serem distribuídos à imprensa. O press kit deverá conter um conjunto de informações básicas sobre o Prorural, com foco no PRS, suas atividades, seu histórico, índices de desempenho, atuação no estado e outras informações relevantes. b) Mailing List: Lista impressa e eletrônica com a relação dos veículos e dos jornalistas para a divulgação sobre o PRS, contendo dados básicos: nome completo, cargo, editoria, número do telefone e fax, e endereço. c) Press Release: Textos informativos curtos a serem encaminhados aos veículos de comunicação, via correio eletrônico. d) Follow Up: : Checagem para obtenção de retorno, por telefone, do envio de releases, distribuição de material de apoio ou de convocação de coletiva à imprensa. A atividade de follow up deve servir como forma de certificação se a mensagem enviada por realmente chegou ao destinatário correto. 5 PRODUTOS DA CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO PARA AUXILIAR A ELABORAÇÃO DOS DOCUMENTOS DO PRS Abaixo seguem todos os produtos relativos às demandas levantadas no diagnóstico da comunicação com a equipe do ProRural. Eles são instrumentos para serem utilizados pelos seguintes documentos que compõe o PRS: Previsão orçamentária para implementação do plano de Comunicação e inserção no Plano de Aquisições: tabela orçamentária de serviços, consultorias individuais/firmas e capacitação em comunicação Termo de referência para consultoria individual: atribuições dos profissionais de comunicação Manual de Operações e seus anexos: inserção de itens na cláusula de obrigações referentes à comunicação e visibilidade da marca do Prorural/Sedar Estratégias de comunicação para inserção na Matriz da Política dos Povos Indígenas de Pernambuco

11 5.2 - TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONSULTORIA INDIVIDUAL Perfil: Jornalistas Função : Assessoria de Comunicação: atendimento / redação/avaliação Principais Atribuições: Gerenciar e encaminhar todas as demandas de comunicação do programa Cobertura de eventos realizados pela Secretaria e seus programas Preparação de press-kit para eventos ou lançamentos Agendar entrevistas, individuais ou coletivas, a serem concedidas aos veículos de comunicação e, quando solicitado, assessorar os gestores do ProRural/PRS em entrevista e produzir resumos sobre o assunto Revisar e editar balanço anual do programa ProRural/PRS Promover o relacionamento entre o ProRural/PRS e a imprensa, assegurar o atendimento à imprensa Definir temas para sugestão de pauta especiais e enviar releases para veículos especializados e de massa Atualizar mailing list da imprensa e dos funcionários do ProRural/PRS Elaborar relatório de análise da mídia Monitorar as ações na mídia e analisar veiculação do conteúdo produzido Perfil: Publicitário Principais Atribuições: Gerenciar aplicação das marcas da Sedar e seus programas Coordenar as campanhas publicitárias realizadas por agências/designer Negociar espaços de veiculação de publicidade legal e utilidade pública Monitorar as atividades terceirizadas de impressão e produção de peças Coordenar projetos gráficos das campanhas institucionais Desenvolver e encaminhar o briefing às agências ou SEI Elaborar plano de mídia da campanha institucional Perfil: Designer Principais Atribuições: Criar peças publicitárias Produzir publicações institucionais Criar ferramentas do site ProRural e manter atualizados Diagramar as publicações internas e externas Desenvolver projetos gráficos Acompanhar as atividades terceirizadas de impressão e produção Criar templates e padrões para os instrumentos de comunicação Perfil: Comunicador Social - PMA (especialidade: jornalismo ou relações públicas) Principais Atribuições: Definir os padrões de qualidade e desempenho Definir padrões e metas de qualidade para a comunicação Diagnosticar a satisfação dos clientes e as variáveis de comportamento dos stakeholders do ProRural Identificar informações de gestão e indicadores de desempenho das ações Criar mecanismos para garantir a boa imagem institucional do ProRural

12 Planejar ações e sugerir fluxos de comunicação interna e externa Perfil Fotógrafo Principais Atribuições: organizar arquivo de fotografias montar um banco de imagens tratar imagens para arquivo e site ProRural cobertura de eventos especiais elaborar fotos ilustrativas do programa e seu gestor para envio a imprensa Perfil Comunicador Social / RP Principais Atribuições: preparação dos eventos: termo de referência, orçamentos e interlocução com o administrativofinanceiro e comissão de licitação comunicação interna e endomarketing dar suporte a Gerência Técnica na pré-produção e execução dos eventos organizar os eventos anuais regionais (12) e estaduais (1) MANUAL DE OPERAÇÕES E SEUS ANEXOS Importante convencer o associado a pensar na divulgação como uma questão estratégica que se relaciona de forma especial com a realidade e a comunidade local onde o projeto se realiza. A assistência técnica deverá orientar os participantes da importância da visibilidade do subprojeto e o Prorural deverá incluir na elaboração do orçamento,um item para divulgação do mesmo. Para isso será necessário considerar as formas de comunicação e divulgação pelas quais o projeto dará conhecimento de suas ações aos parceiros, líderes locais e comunidade em geral, entre outros. Em alguns casos poderá ser necessário produzir materiais de comunicação, como uma camiseta com o nome do projeto, um adesivo na entrada da associação ou uma divulgação das ações em um folheto, e assim por diante. Após análise do modelo de convênio do ProRural verificou-se ainda a necessidade de inserção de alguns itens relacionados à divulgação e visibilidade da marca nas cláusulas de obrigações da associação /cooperativa e do ProRural. Os mesmos devem constar quando na contratação de serviços feitos com entidades, instituições e ONGs CONVÊNIO QUE SE CELEBRAM ENTRE SI O ESTADO DE PERNAMBUCO ATRAVÉS DA SEDAR, ASSISITIDO PELA UNIDADE TÉCNICA DO PRORURAL E A ASSOCIAÇÃO / COOPERATIVA DAS OBRIGAÇÕES DA ASSOCIAÇÃO / COOPERATIVA CLÁUSULA QUARTA Retirar o item j e inserir ao final o texto abaixo: r) Fazer citação verbal do nome do ProRural ao apresentar o subprojeto em eventos, palestras ou reuniões e na divulgação PARA MÍDIA. s) Fazer inserções das logomarcas e símbolos do Governo do Estado de Pernambuco/Sedar e do ProRural, em todos os produtos gerados, peças gráficas e de propagandas referentes à divulgação

13 pública do subprojeto, de acordo com o modelo de aplicação de marcas determinado pelo ProRural. DAS OBRIGAÇÕES PRORURAL g) Fornecer à associação adesivos do ProRural e o modelo de logomarca para inserção nos produtos e peças gráficas referentes à divulgação do subprojeto CONVÊNIO QUE SE CELEBRAM ENTRE SI O ESTADO DE PERNAMBUCO ATRAVÉS DA SEDAR, ASSISTIDO PELA UNIDADE TÉCNICA DO PRORURAL E A ONG/INSTITUIÇÃO/EMPRESA DAS OBRIGAÇÕES DA ENTIDADE OU ONG CLÁUSULA QUARTA r) Fazer citação verbal do nome do ProRural ao apresentar o objeto deste contrato em eventos, palestras ou reuniões e na divulgação em qualquer mídia. s) Fazer inserções das logomarcas e símbolos do Governo do Estado de Pernambuco/Sedar e do ProRural, em todos os produtos gerados, peças gráficas e de propagandas referentes à divulgação pública do objeto deste contrato, de acordo com o modelo de aplicação de marcas determinado pelo ProRural ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO PARA INSERÇÃO NA MATRIZ DA POLÍTICA DOS POVOS INDÍGENAS DE PERNAMBUCO As demandas de comunicação e informação foram levantadas no Plano de Ação para Áreas Indígenas de Pernambuco, realizado pela Articulação dos Povos Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo Apoinme, com a parceria do Prorural. Diante das particularidades socioculturais específicas destes povos, a comunicação utilizará campanhas educativas tanto sonoras, que serão veiculadas nas rádios e em eventos periódicos indígenas (assembléias e festas culturais), quanto impressas, com material pedagógico específico e conteúdo sobre componentes do projeto e/ou educação ambiental. A proposta de formação em comunicação poderá auxiliar os gestores do projeto a utilizar as linguagens adequadas para interagir com estes grupos. Através da construção de textos e imagens pelos próprios indígenas sobre o projeto Pernambuco Rural Sustentável será possível uma maior articulação destes territórios com o Prorural e, consequentemente, com o governo do estado. Para viabilizar as oficinas em comunicação para indígenas foram identificados pontos de cultura nas comunidades, que integram os programas do Ministério da Cultura, e outros espaços essenciais para realização dessas oficinas como alguns laboratórios de informática em escolas estaduais indígenas e tele centros em aldeias, estes financiados pelo Ministério da Comunicação. PÚBLICO ALVO Participante: Comunidades INSTRUMENTOS / ESTRATÉGIAS Capacitação em comunicação AÇÕES ESPECÍFICAS Cursos de comunicação digital (produção de conteúdo), internet (pesquisa e blogs) e informática (TIC) Oficinas de fotografia Consultorias Professores da área de comunicação e TIC

14 indígenas Instrumentos para auxiliar a Educação Ambiental Campanhas educativas sonoras e impressas Documentação das tradições indígenas material pedagógico adequado : Cordel e quadrinhos Programa (spot) para rádios locais, com alcance nas comunidades Divulgação do programa em eventos periódicos anuais de cada aldeia Revista + CD ROM Arte-educadora Designer gráfico Contratação de serviço: radialista Produtor de conteúdo especializado em material pedagógico Contratar equipe (quatro pessoas) Bibliografia Cruz, Bruna Karla Bezerra da. Comunicação em ciência, tecnologia e inovação em saúde: uma proposta de política para o Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães. Recife p.mestrado Profissional em Saúde Pública - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães/Fundação Oswaldo Cruz (CPqAM/Fiocruz) EMBRAPA. Política de Comunicação. Brasília, JÚNIOR, Enio Moraes. Tecnologias e desafios da Comunicação Integrada. In Observatório da imprensa, seção mídia & empresas. Acesso em: 05/11/2010 KUNSCH, M.M.K Planejamento de relações públicas na comunicação integrada. São Paulo, Summus. MAFEI, Maristela. Assessoria de imprensa Como se relacionar com a mídia. Ed Contexto: São Paulo, NETO, Austriclínio Bezerra de Andrade; CALLOU, Angelo Brás Fernandes. Estratégias de Comunicação nos programas de combate à pobreza rural no Nordeste. Intercom Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v.32, n.2, p , jul./dez OLIVEIRA, Marcos Marques de; STEPHAN, Gustavo; VALLE, Marcelo (orgs). Vozes e Visões do campo: II Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira. São Paulo: Editora Peirópolis, ROLIM, Renata Ribeiro (org.). Rádios, movimentos sociais e direito à comunicação Recife: Oito de Março Gráfica e Editora, TAUK SANTOS, M. S. (org.). Políticas de Comunicação Rural nos anos 90. Recife: UFRPE, Imprensa Universitária, 1997.

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 Cruz das Almas BA 2013 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO

Leia mais

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Aprovado por: Diretoria de Informação Institucional 1 OBJETIVO Definir e padronizar os procedimentos referentes

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social Políticas Públicas de Comunicação...a presença ativa duma universidade, revigorada ao contato de seu núcleo mais vivo e ciosa do seu espaço

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 08 1 / 6 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto a imprensa sediada na capital e no interior de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

Assessoria de Imprensa

Assessoria de Imprensa 1 Conceito Uma atividade desenvolvida na Comunicação Social, com a finalidade, de unir uma entidade (indivíduo ou instituição) e o público através dos meios de comunicação. Em outras palavras é administração

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 07 1 / 8 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto aos públicos interno e externo do Crea GO de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

Relatório de Gestão Setorial 2010

Relatório de Gestão Setorial 2010 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial 2010 Cruz das Almas BA 2010 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Período: Janeiro

Leia mais

Uma empresa de comunicação capaz de diagnosticar suas necessidades e tratá-las com perfeição!!!

Uma empresa de comunicação capaz de diagnosticar suas necessidades e tratá-las com perfeição!!! Uma empresa de comunicação capaz de diagnosticar suas necessidades e tratá-las com perfeição!!! PORTFÓLIO Criatividade, compromisso e profissionalismo: resumem o Portal da Comunicação!!! PUBLICIDADE e

Leia mais

A empresa não é uma ilha

A empresa não é uma ilha A empresa não é uma ilha Relacionamento implica em comunicação. A empresa com as rédeas da sua comunicação. Comunicação social tem ferramentas que ajudam na construção de empresas de alta performance.

Leia mais

Formas de Comprovação de Contrapartidas

Formas de Comprovação de Contrapartidas Formas de Comprovação de Contrapartidas A entidade patrocinada deverá comprovar o cumprimento das contrapartidas estabelecidas no contrato de patrocínio nas formas definidas abaixo: Contrapartidas de Imagem

Leia mais

TOPE [EA]². Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência

TOPE [EA]². Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência Camila Delmondes Assessoria de Relações Públicas e Imprensa Faculdade de Ciências Médicas Unicamp Divulgação Cientifica e Cultural Laboratório de

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Política de. [ comunicação] Forluz

Política de. [ comunicação] Forluz Política de [ comunicação] Forluz Índice Apresentação...4 Missão da Forluz...5 Condições para aplicação deste documento...6 Objetivos da Política de Comunicação...7 Diretrizes da Política de Comunicação...8

Leia mais

PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS

PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS 2014 1 Índice 1. Contexto... 3 2. O Programa Cidades Sustentáveis (PCS)... 3 3. Iniciativas para 2014... 5 4. Recursos Financeiros... 9 5. Contrapartidas... 9 2 1. Contexto

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

23b/2010. Briefing Campanhas de Comunicação Projeto Fortalecimento da Capacidade Técnica da Participação Social na Regulação Anexo I

23b/2010. Briefing Campanhas de Comunicação Projeto Fortalecimento da Capacidade Técnica da Participação Social na Regulação Anexo I 23b/2010 Briefing Campanhas de Comunicação Projeto Fortalecimento da Capacidade Técnica da Participação Social na Regulação Anexo I Índice Objeto...03 Contexto...04 Fato Principal...05 Relação total de

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

Política de Comunicação Fundação Luterana de Diaconia

Política de Comunicação Fundação Luterana de Diaconia Política de Comunicação Fundação Luterana de Diaconia Missão da FLD Apoiar e acompanhar programas e projetos de grupos organizados da sociedade civil que fortaleçam o protagonismo das pessoas e suas comunidades,

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM DECRETO nº 1098, de 12 de fevereiro de 2009 Dispõe sobre alocação, denominação e atribuições dos órgãos que compõem a estrutura organizacional do Gabinete da Prefeita e dá outras providências. A PREFEITA

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL As Faculdades Integradas Barros Melo vêm tornar público aos alunos regularmente matriculados nos Cursos de Jornalismo,

Leia mais

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA 1. Plano de Comunicação interna 1.1 Aspectos estruturantes 1.1.1 Objetivo O objetivo maior do plano de comunicação interna é fortalecer a gestão do Programa Arpa, a coesão entre parceiros e agentes diretamente

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 010/2013

ATO NORMATIVO Nº 010/2013 ATO NORMATIVO Nº 010/2013 Organiza as ações de comunicação social, no âmbito do Ministério Público do Estado da Bahia. OPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso das atribuições que lhe confere

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho PUBLICIDADE IT. 40 09 1 / 4 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para a execução das atividades de publicidade do Crea GO. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA PO. 08 Avaliação da satisfação do cliente 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

A Conciliação. A Campanha 2015. Objetivos da Campanha

A Conciliação. A Campanha 2015. Objetivos da Campanha A Conciliação A Semana Nacional da Conciliação é uma ação institucional do CNJ que ocorre desde 2008. Essa iniciativa, já consolidada, conta com a participação de demais tribunais brasileiros e terá logomarca

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL RESOLUÇÃO CUNI Nº 085, DE 6 DE DEZEMBRO DE 2011. O Conselho Universitário da Universidade Federal de Lavras, no uso de suas atribuições regimentais, e tendo em vista o que foi deliberado

Leia mais

Números 2013 Assessoria de Comunicação Icict / Fiocruz

Números 2013 Assessoria de Comunicação Icict / Fiocruz Números 2013 Assessoria de Comunicação Icict / Fiocruz Janeiro a Dezembro Rio de Janeiro, dezembro de 2013 Números do Icict 2013 Assessoria de Comunicação do Icict/Fiocruz 2 Assessoria de Comunicação do

Leia mais

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas o Docente universitária na disciplina Fundamentos de marketing o 12 anos de experiência em comunicação

Leia mais

Plano de Comunicação do Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público 2011-2015

Plano de Comunicação do Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público 2011-2015 Plano de Comunicação do Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público 2011-2015 Brasília, dezembro de 2011 APRESENTAÇÃO Este plano de comunicação tem a finalidade de programar a divulgação do

Leia mais

UESB ASSESSORIA DE COMUNICACAO

UESB ASSESSORIA DE COMUNICACAO ASSESSORIA DE COMUNICACAO Assessoria de Comunicacão 14. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO No ano de 2007, a Assessoria de Comunicação (Ascom) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia deu prosseguimento ao

Leia mais

Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM. memoriafsm.org

Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM. memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória memoriafsm.org CENÁRIO DOS ESPAÇOS NO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL Pontos Fortes Potencialidades Dificuldades Estrangulamentos

Leia mais

PROPOSTA DE ESTRUTURAÇÃO

PROPOSTA DE ESTRUTURAÇÃO U N I R I O UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO REITORA MALVINA TUTTMAN PROPOSTA DE ESTRUTURAÇÃO COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL (COMSO) Fernanda Soares Coordenadora Gabriel Melo Assistente

Leia mais

I Seminário Nacional de Controle Social A sociedade no acompanhamento da gestão pública Brasília, 25, 26 e 27 de Set/2009

I Seminário Nacional de Controle Social A sociedade no acompanhamento da gestão pública Brasília, 25, 26 e 27 de Set/2009 I Seminário Nacional de Controle Social A sociedade no acompanhamento da gestão pública Brasília, 25, 26 e 27 de Set/2009 Observatório da Educação participação e controle da sociedade civil nas políticas

Leia mais

PROJETO CAJU É GERAÇÃO DE RENDA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO BAIXO ACARAÚ CE

PROJETO CAJU É GERAÇÃO DE RENDA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO BAIXO ACARAÚ CE PROJETO CAJU É GERAÇÃO DE RENDA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO BAIXO ACARAÚ CE PLANO DE COMUNICAÇÃO E MARKETING Fortaleza Ceará Brasil 2010-2012 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 03 2. OBJETIVOS... 04 3. ESTRATÉGIAS

Leia mais

Com a sua atuação pró-ativa a SUCESU trouxe diversos benefícios em prol do setor que representa no Brasil, podendo destacar:

Com a sua atuação pró-ativa a SUCESU trouxe diversos benefícios em prol do setor que representa no Brasil, podendo destacar: Introdução É grande a parcela da população das nações mais desenvolvidas do mundo que está se organizando em sociedades e associações civis que defendem interesses comuns. Essas pessoas já perceberam que

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE DEFESA CIVIL TERMO DE REFERÊNCIA

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE DEFESA CIVIL TERMO DE REFERÊNCIA MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE DEFESA CIVIL TERMO DE REFERÊNCIA A 1ª Conferência Nacional de Defesa Civil e Assistência Humanitária CNDC ocorreu entre os dias 23 e 25 de março

Leia mais

2. Disseminar o conhecimento gerado no Instituto Federal do Amazonas.

2. Disseminar o conhecimento gerado no Instituto Federal do Amazonas. Extensão ETENSÃO A implementação da politica de Extensão, no Instituto Federal do Amazonas reafirma a missão deste Instituto e seu comprometimento com o desenvolvimento local e regional promovendo a integração

Leia mais

Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM. memoriafsm.org

Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM. memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Atividades de comunicação no FSM ÍNDICE 1. GT de Comunicação 2. Assessoria de imprensa/produção

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE DEFESA CIVIL TERMO DE REFERÊNCIA

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE DEFESA CIVIL TERMO DE REFERÊNCIA MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE DEFESA CIVIL TERMO DE REFERÊNCIA A 1ª Conferência Nacional de Defesa Civil e Assistência Humanitária CNDC ocorreu entre os dias 23 e 25 de março

Leia mais

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA 3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA Legislação: Lei nº 15.506, de 31 de julho de 1991; Decreto nº 15.813, de 24 de abril de 1992; Lei nº 15.738, de

Leia mais

A Dehlicom tem a solução ideal em comunicação para empresas de todos os portes, sob medida.

A Dehlicom tem a solução ideal em comunicação para empresas de todos os portes, sob medida. A Dehlicom Soluções em Comunicação é a agência de comunicação integrada que busca divulgar a importância da comunicação empresarial perante as empresas e todos os seus públicos, com atendimento personalizado

Leia mais

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ MISSÃO: Garantir prestação jurisdicional rápida, acessível e efetiva no âmbito da sua competência. DESCRIÇÃO DA MISSÃO: A Justiça Federal no Paraná existe para garantir direitos

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

Política de Patrocínio

Política de Patrocínio Política de Patrocínio A Política de Patrocínio da Taurus compreende uma ação de integração e comunicação com a sociedade, objetivando consolidar sua imagem, vinculando-a ao cumprimento de sua missão,

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais e com fundamento no art. 19, XX, da Lei Complementar nº 85, de 27 de dezembro de 1999, Considerando

Leia mais

A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente.

A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente. .a agência A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente. Nosso compromisso é auxiliar empresas e organizações

Leia mais

Estudo comparado de duas experiências municipais de ASCOMs releitura à luz dos Planos Municipais de Saúde 2010-2013

Estudo comparado de duas experiências municipais de ASCOMs releitura à luz dos Planos Municipais de Saúde 2010-2013 Estudo comparado de duas experiências municipais de ASCOMs releitura à luz dos Planos Municipais de Saúde 2010-2013 Aurea Maria da Rocha Pitta aureapitta@fiocruz.br Grupo de Pesquisa Governos e Sociedade

Leia mais

Ficha Técnica. Supervisão Comissão de Organização, Normas e Procedimentos CONP

Ficha Técnica. Supervisão Comissão de Organização, Normas e Procedimentos CONP Referência Ficha Técnica Plano de comunicação Resolução n 1.025, de 30 de outubro de 29 Supervisão Comissão de Organização, Normas e Procedimentos CONP Elaboração Projeto ART e Acervo Técnico - Equipe

Leia mais

EDITAL 02/2008 - PROJETO 914BRA1109 SELECIONA

EDITAL 02/2008 - PROJETO 914BRA1109 SELECIONA Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura EDITAL 02/2008 - PROJETO 914BRA1109 SELECIONA Consultor por Produto para Projeto da Organização das Nações Unidas para a Educação, a

Leia mais

SISTEMA DE PARTICIPAÇÃO POPULAR E CIDADÃ

SISTEMA DE PARTICIPAÇÃO POPULAR E CIDADÃ SISTEMA DE PARTICIPAÇÃO POPULAR E CIDADÃ 1 1. Participação regular dos cidadãos no processo de definição das políticas públicas e definição das diretrizes para o desenvolvimento. 2. Deslocamento das prioridades

Leia mais

REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO

REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO PROGRAMA NACIONAL DE ESTRUTURAÇÃO DE DESTINOS TURÍSTICOS (Documento base Câmara Temática de Regionalização) Brasília, 08.02.2013 SUMÁRIO 1. CONTEXTUALIZAÇÃO... 2 2. DIRETRIZES...

Leia mais

SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO

SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO COORDENADORIA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA INTEGRAL (CATI) PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL MICROBACIAS II ACESSO AO MERCADO SELEÇÃO DE CONSULTORES PELOS

Leia mais

Prof. Ms. Anchieta Silveira

Prof. Ms. Anchieta Silveira Prof. Ms. Anchieta Silveira Aula 2 Comunicação com a sociedade O Judiciário e os MCM Assessorias e monografias Resumo da aula 1 Comunicação como processo Cultura organizacional Redes, fluxos, tipos de

Leia mais

PLANEJAMENTO OPERACIONAL DAS AÇÕES

PLANEJAMENTO OPERACIONAL DAS AÇÕES PLANEJAMENTO OPERACIONAL DAS AÇÕES Ação Atividade Recurso Prazo Responsável Articular com o Comitê Participação em reuniões de planeja e 4 Computadores com internet Quinzenal Alexandre Almeida Estadual

Leia mais

V Ação Nacional FEBRAC Limpeza Ambiental 15 de setembro de 2012

V Ação Nacional FEBRAC Limpeza Ambiental 15 de setembro de 2012 V Ação Nacional FEBRAC Limpeza Ambiental 15 de setembro de 2012 Federação Nacional das Empresas de Serviços de Limpeza Ambiental (FEBRAC) Um dia de cidadania faz o mundo melhor Introdução Após analisar

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Manual com normas para solicitação de produção e publicação de material informativo jornalístico no site, lista de

Leia mais

Programa de Comunicação Interna e Externa

Programa de Comunicação Interna e Externa Programa de Comunicação Interna e Externa Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Comunicação Interna e Externa das Faculdades Integradas Ipitanga FACIIP pretende orientar a execução

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-003-R00 RELACIONAMENTO COM A IMPRENSA

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-003-R00 RELACIONAMENTO COM A IMPRENSA MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-003-R00 RELACIONAMENTO COM A IMPRENSA 09/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 30 de setembro de 2015. Aprovado, Gabriela de Souza Leal 3 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME/RS

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME/RS PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME/RS PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME APRESENTAÇÃO Este projeto trata do Planejamento de Comunicação da Estratégia da Justiça Militar do Estado do

Leia mais

Logo do Alto Tietê, subcomitê e do 5 Elementos. Título do projeto em outra capa

Logo do Alto Tietê, subcomitê e do 5 Elementos. Título do projeto em outra capa Logo do Alto Tietê, subcomitê e do 5 Elementos Título do projeto em outra capa Bacia Hidrográfica do Alto Tietê com destaque para a Sub-bacia Pinheiros-Pirapora Fortalecimento do Subcomitê Pinheiros-Pirapora

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO Comunicação Christina Ferraz Musse estratégica Comunicação Social para grupos de economia popular solidária de Juiz de Fora e região (Núcleo de Comunicação Social da INTECOOP/ UFJF) Website da Liga Acadêmica

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

CONHEÇA O MAIOR EVENTO DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO

CONHEÇA O MAIOR EVENTO DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO CONHEÇA O MAIOR EVENTO DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO REALIZAÇÃO Há mais de 10 anos foi criada a ASSOCIAÇÃO PARAIBANA DA QUALIDADE que assumiu de nitivamente a coodenominação Programa Paraibano da

Leia mais

CODCO. Divulga e entra em contato. Seleciona o mailing. Entrevista por telefone, prepara porta voz e alinha. com jornalista

CODCO. Divulga e entra em contato. Seleciona o mailing. Entrevista por telefone, prepara porta voz e alinha. com jornalista 1. TIPOS DE COMUNICAÇÃO Imprensa pró ativa: identifica assuntos de interesse da empresa para divulgação Produz material Aprova com Coordenador Seleciona o mailing Divulga e entra em contato com jornalista

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

II Encontro Regional de Cultura/ Pontão Rede Fluminense de Cultura / COMCULTURA-RJ Araruama, RJ 1º de julho de 2009. Palestrante: Joana Corrêa

II Encontro Regional de Cultura/ Pontão Rede Fluminense de Cultura / COMCULTURA-RJ Araruama, RJ 1º de julho de 2009. Palestrante: Joana Corrêa Planejamento e Elaboração de Projetos Culturais... II Encontro Regional de Cultura/ Pontão Rede Fluminense de Cultura / COMCULTURA-RJ Araruama, RJ 1º de julho de 2009... Palestrante: Joana Corrêa... Especialista

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCS nº 01/2015. Ato de aprovação: Decreto nº. 18.435 de 19 de agosto de 2015.

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCS nº 01/2015. Ato de aprovação: Decreto nº. 18.435 de 19 de agosto de 2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA SCS nº 01/2015 "Dispõe sobre os procedimentos para campanha institucional, de utilidade pública, acompanhamento de eventos e ouvidoria. Versão: 01. Aprovação em: 19 de agosto de 2015.

Leia mais

Plano de trabalho ABMES 2013

Plano de trabalho ABMES 2013 1. Apoio às IES de pequeno porte (eventos presenciais e a distância) Diretoria, Assessoria, Consultores e IES apoiadoras Realizar seminário na com o objetivo de identificar a situação atual das PMIES Contratar

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor RH/2013/015

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor RH/2013/015 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor RH/2013/015 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO PROGRAMA DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL (PCTI) GESTÃO REGIONAL RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014 www.trt7.jus.br/trabalhoinfantil SEMANA CEARENSE

Leia mais

G e s t ã o Colaborativa, Humanizada e Sustentável. Luiz Ildebrando Pierry Coordenador Executivo Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade

G e s t ã o Colaborativa, Humanizada e Sustentável. Luiz Ildebrando Pierry Coordenador Executivo Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade G e s t ã o Colaborativa, Humanizada e Sustentável Luiz Ildebrando Pierry Coordenador Executivo Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Mudanças Estratégias Escolhas Circunstâncias O momento que vivemos:

Leia mais

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade

Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Rede de Responsabilidade Social Empresarial pela Sustentabilidade Existe a compreensão evidente por parte das lideranças empresariais, agentes de mercado e outros formadores de opinião do setor privado

Leia mais

11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014

11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014 11º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2014 1. Objetivos Incentivar o desenvolvimento e qualificação da propaganda na região de Londrina, por meio do reconhecimento da qualidade e da criatividade no planejamento

Leia mais

EVENTOS. Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania

EVENTOS. Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania A União dos Vereadores do Estado de São Paulo UVESP, desde 1977 (há 38 anos) promove parceria com o Poder Legislativo para torná-lo cada vez mais forte, através de várias ações de capacitação e auxílio

Leia mais

CONSELHO CURADOR EBC RECOMENDAÇÃO Nº 02/2014. Considerando o inciso I do Art. 17 da Lei 11.652 de 2008;

CONSELHO CURADOR EBC RECOMENDAÇÃO Nº 02/2014. Considerando o inciso I do Art. 17 da Lei 11.652 de 2008; CONSELHO CURADOR EBC RECOMENDAÇÃO Nº 02/2014 Dispõe sobre propostas para adequação do Plano de Trabalho 2015 da EBC. Considerando o inciso I do Art. 17 da Lei 11.652 de 2008; Considerando que o Plano de

Leia mais

4. Relatório Final e Comprovação das Contrapartidas

4. Relatório Final e Comprovação das Contrapartidas 1. Da Solicitação de Patrocínio O proponente interessado em firmar patrocínio cultural com o Serpro deverá encaminhar à Coordenação Estratégica de Comunicação Social, pelo e-mail cultura@serpro.gov.br,

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO

DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO CONHEÇA O MAIOR EVENTO DA PARAÍBA EM EXCELÊNCIA DA GESTÃO GESTÃO Durante o evento também é realizado momentos de debate, visando disseminar as melhores práticas de gestão das empresas vencedoras dos Prêmios

Leia mais

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO Tipo: 1 - Finalístico Programa: 5224 - NÚCLEO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO Objetivo: CRIAR UM NÚCLEO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO CAPAZ DE MAPEAR, CATEGORIZAR, ORGANIZAR E DISTRIBUIR INFORMAÇÕES PARA OS DIVERSOS

Leia mais

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido.

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Criar novos mecanismos de intercâmbio e fortalecer os programas de intercâmbio já existentes,

Leia mais

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 A proposta de plano de comunicação elaborada pela Coordenação- Geral de Comunicação e Editoração

Leia mais

12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015

12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015 12º PRÊMIO APP MARKMÍDIA Regulamento 2015 1. Objetivos Incentivar o desenvolvimento e qualificação da propaganda na região de Londrina, por meio do reconhecimento da qualidade e da criatividade no planejamento

Leia mais

Campanha Nacional 2013

Campanha Nacional 2013 Campanha Nacional 2013 Consumidor Positivo A Boa Vista tem compromisso com o desenvolvimento sustentável do mercado de crédito: consumidores e empresas do mesmo lado. Serviços disponíveis no Portal do

Leia mais

ANEXO II - TERMO DE REFERÊNICA EDITAL Nº 05373/2009

ANEXO II - TERMO DE REFERÊNICA EDITAL Nº 05373/2009 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNICA EDITAL Nº 05373/2009 OBJETO: Contratação de serviços de desenvolvimento de software para criar o Website da Sudam, utilizando a linguagem de programação PHP, com o Banco

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001616 - TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA E IMAGEM Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001616 - TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA E IMAGEM Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001616 - TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA E IMAGEM Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

Faculdades Integradas do Norte de Minas - FUNORTE R. Lírio Brant, 787 Melo Montes Claros/MG Fone: 21010494

Faculdades Integradas do Norte de Minas - FUNORTE R. Lírio Brant, 787 Melo Montes Claros/MG Fone: 21010494 Faculdades Integradas do Norte de Minas - FUNORTE R. Lírio Brant, 787 Melo Montes Claros/MG Fone: 21010494 APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA DE PROJETO DE EXTENSÃO Título do projeto: 8ª Semana da Comunicação e

Leia mais

CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA

CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA Período de Execução: 2012 www.reedalcantara.com.br BRIEFING Reed Exhibitions PERFIL A Reed Exhibitions A Reed Exhibitions é a principal organizadora

Leia mais

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2013

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2013 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2013 Cruz das Almas BA 2014 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO

Leia mais

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA Introdução É importante ressaltar que um plano de comunicação tem a finalidade de tornar conhecida

Leia mais

Fortalecimento do Subcomitê Pinheiros- Pirapora/Alto Tietê: comunicação institucional, integração e mobilização social

Fortalecimento do Subcomitê Pinheiros- Pirapora/Alto Tietê: comunicação institucional, integração e mobilização social Plano de Comunicação do Subcomitê Pinheiros-Pirapora/AT Dezembro 2010 Equipe de elaboração e sistematização do Plano de Comunicação Facilitação Oficina Rosi Cheque Sinapse Agência de Notícias Ltda. Mônica

Leia mais

Analisado por: Aprovado por: Equipe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ)

Analisado por: Aprovado por: Equipe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ) Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Equipe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ) Chefe do Gabinete do Corregedor-Geral da Justiça (CGJ) Corregedor- Geral da Justiça 1 OBJETIVO Estabelecer

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1

A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1 A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1 Isabela LOURENÇO 2 Caio Cardoso de QUEIROZ 3 Francisco José Paoliello PIMENTA 4 Universidade Federal de Juiz de Fora,

Leia mais

Planejamento Estratégico 2007 2008. Quatro Projetos da Equipe 1

Planejamento Estratégico 2007 2008. Quatro Projetos da Equipe 1 Planejamento Estratégico 2007 2008 Objetivo Estratégico: Estimular criação / desenvolvimento e fortalecimento de programas estaduais e setoriais. Quatro Projetos da Equipe 1 revisão em 26/09/2007 Missão:

Leia mais

Cultura Oficina Litoral Sustentável

Cultura Oficina Litoral Sustentável Cultura Oficina Litoral Sustentável 1 ESTRUTURA DA AGENDA REGIONAL E MUNICIPAIS 1. Princípios 2. Eixos 3. Diretrizes 4. Ações 4.1 Natureza das ações (planos, projetos, avaliação) 4.2 Mapeamento de Atores

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ1134 EDITAL Nº 001/2014 1. Perfil: I - Consultoria para monitoramento e avaliação acerca de como se dá a apropriação de conteúdos, conceitos e novas

Leia mais

PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO

PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO pacotes fee prime PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOLUTIONMAISCOM PLAN PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO A SolutionMaiscom utiliza metodologia de planejamento exclusiva que será customizada de acordo com a necessidade

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ- PIRANHAS-AÇU

PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ- PIRANHAS-AÇU PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ- PIRANHAS-AÇU CAICÓ - RN COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIANCÓ-PIRANHAS-AÇU PLANO DE COMUNICAÇÃO E MOBILIZAÇÃO SOCIAL

Leia mais