manual do cliente virtualtarget.plugin.com.br

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "manual do cliente virtualtarget.plugin.com.br"

Transcrição

1 manual do cliente virtualtarget.plugin.com.br

2 confidencialidade Todas as informações contidas neste documento são confidenciais. Este documento inclui descrição de conceitos obtidos através de análises, pesquisas e esforços de desenvolvimento e, portanto, sua divulgação só deverá ser praticada com a finalidade específica de utilização da ferramenta aqui descrita ou avaliação de seu conteúdo para aprovação e contratação de serviços. Sendo assim, nenhuma parte deste documento poderá ser reproduzida sem a permissão da Virid. COPYRIGHT (C) Virid Interatividade Digital Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução, cópia, distribuição, transmissão, exibição, criação de trabalhos derivados deste documento, mesmo que parcialmente sob qualquer meio, incluindo impresso e eletrônico, sem autorização expressa por escrito da Virid Interatividade Digital Ltda. ESTES ATOS PODEM DAR BASE PARA UMA AÇÃO CIVIL E PROVOCAR UM PROCESSO CRI- MINAL (TÍTULO VII DA LEI DE DIREITO AUTORAL 9610 / 98 E ARTI- GO 184 DO CÓDIGO PENAL E SEUS PARÁGRAFOS).

3 sumário OVERVIEW Sobre este manual...04 A quem se destina este documento...04 COMEÇANDO Requisitos do sistema...05 Obtendo uma conta de usuário no Virtual Target...06 Segurança da informação...06 Login e senha de acesso...07 Recomendações na criação de sua senha...07 Códigos individuais de acesso...07 Termo de uso...08 Página inicial...08 Princípios básicos de navegação...09 Tela de edição / criação...10 Gerenciando contatos...21 Blacklist e erro permanente...22 TEMPLATES Criando um novo template...23 Personalizando sua mensagem...24 Recomendações importantes para mensagens...25 Mecanismos Anti-SPAM...26 ENVIOS Lista de envios...27 Campanhas...28 Efetuando um envio...28 Resultados do envio...31 Erros no envio...31 CONFIGURANDO O VIRTUAL TARGET Pesquisa no opt-out...11 Logotipo...12 Mensagem de opt-out...12 Campos adicionais...13 MEU CADASTRO Meu cadastro...14 MINHA CONTA Minha conta...15 GERENCIANDO CONTATOS NO VIRTUAL TARGET Fazendo o upload de um arquivo com contatos...16 Formatação de arquivo com contatos...16 Planilha Eletrônica...17 Documento de texto...17 Criando uma nova lista de contatos...19 Removendo contatos de uma lista...20 ENVIOS - SMS Listagem de envios...32 Efetuando um envio de SMS...33 Resultados do envio de SMS...35 RELATÓRIOS Tipos de relatórios...36 Relatórios personalizados...38 Gerando um relatório...39 Gerando um relatório de SMS...40 USUÁRIOS Criando um usuário e editando seus dados...41 AJUDA ON-LINE Sugestões...43 Novidades sobre o sistema...43

4 overview Obrigado por utilizar o Virtual Target, o sistema de envio e mensuração de marketing e mobile marketing - SMS mais completo do mercado. Ao ler este manual você perceberá que o Virtual Target é também o melhor sistema em termos de facilidade de uso. Isso porque é uma ferramenta que desde sua primeira geração tem primado atender às necessidades dos clientes, por meio de uma interface que agilize e otimize seu trabalho. SOBRE ESTE MANUAL Este manual está dividido de acordo com a navegação do sistema. Desta forma, os capítulos abordados neste documento, em geral, dizem respeito a uma área do sistema que pode ser acessada com um clique. Alguns assuntos, no entanto, dizem respeito a mais de uma área ou tarefa no sistema, nestes casos, foram agrupados nos tópicos aos quais estão mais relacionados, e citações estão sempre presentes para indicar o local onde obter mais informações sobre determinado assunto. As informações contidas neste manual também estão na área Ajuda do Virtual Target, que possui tópicos adicionais e conteúdo sempre atualizado. A QUEM SE DESTINA ESTE DOCUMENTO Este manual é essencialmente para os usuários com perfil de acesso Cliente no sistema, isto é, aqueles que efetuarão o maior número de operações. Os clientes são os únicos usuários aptos a realizar envios, a operação mais importante do Virtual Target. Se você é um usuário com outro perfil, julgará as informações aqui contidas úteis para seu trabalho com a ferramenta. Talvez você necessite de auxílio específico na execução de algumas tarefas, quando for este o caso, não hesite em contatar o suporte do Virtual Target. 4

5 começando O Virtual Target é um sistema web based, o que significa que todas as suas operações e dados estão em um servidor web seguro, não existindo a necessidade de ser instalado e podendo ser utilizado a partir de qualquer computador conectado à Internet. O acesso à ferramenta se dá pelo endereço: Se a sua empresa contratou o plano in company, o Virtual Target estará alocado nos servidores web por ela designados. Isto não muda em nada o seu funcionamento continua sendo um sistema web sem necessidade de instalação no computador do cliente mas o endereço e o nível de acessos maiores serão diferentes podendo estar restrito somente à sua rede interna. Fale com o responsável pelo Virtual Target na sua empresa para obter maiores detalhes. REQUISITOS DO SISTEMA O Virtual Target foi projetado para funcionar sobre as mais severas exigências de desempenho e de modo a proporcionar o máximo de agilidade ao usuário em sua operação. Não obstante, devido à complexidade e quantidade de dados que o sistema manipula, algumas de suas funções só funcionarão corretamente se forem executadas em ambientes com as características a seguir: Microsoft Internet Explorer 6.0 ou superior Computador com processador de 1.0 Ghz ou superior 256 MB memória RAM de sistema Conexão Banda Larga O Virtual Target faz uso da linguagem javascript, em diversos pontos da interface, visando aprimorar a experiência do usuário. Para que o sistema funcione corretamente, você deve permitir a execução de comandos javascript nas configurações de seu browser (essa opção, em geral, é o padrão no Internet Explorer). O Virtual Target faz uso de janelas pop-up para exibir algumas informações do sistema, especialmente a ajuda rápida. Para que o ele funcione corretamente, você deve permitir a exibição de pop-up para o endereço do sistema. 5

6 OBTENDO UMA CONTA DE USUÁRIO NO VIRTUAL TARGET Para obter uma conta de usuário no Virtual Target, o responsável pelo sistema na sua empresa deverá ativá-la ou outro usuário que possua acesso ao gerenciamento de usuários. Uma vez que seu usuário foi criado, você receberá os dados de acesso por . Este conterá as seguintes informações: login ou username; senha de acesso; o link para os códigos individuais de acesso. Estas são as informações que você utilizará para o primeiro acesso ao sistema. A tabela de códigos de acesso é uma relação de números que são utilizados como complemento ao login e senha. Este procedimento é usado atualmente em sistemas bankline dos principais bancos do país. A cada login efetuado no Virtual Target, o sistema pedirá que digite o código correspondente a uma das 40 posições presentes no cartão. Por isso, mantenha-o sempre consigo quando for utilizar o sistema. Se este for o seu primeiro acesso, ou se sua senha foi gerada novamente de maneira automática por outro usuário, o sistema irá pedir que você grave uma nova senha antes de continuar. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Os dados alocados no Virtual Target são de extrema importância para seus usuários e da máxima confidencialidade. O sistema está hospedado em servidores seguros e devidamente protegidos de invasões. O papel que o usuário desempenha na segurança do sistema é vital para manter a integridade dos dados que nele trafegam. Desta forma, o sistema possui uma série de diretrizes e regras com relação ao acesso dos usuários. 6

7 LOGIN E SENHA DE ACESSO Uma senha perdida ou esquecida não poderá ser recuperada no sistema. Neste caso, entre em contato com uma pessoa autorizada a gerenciar usuários no sistema, para que ela gere uma nova senha para você. Esta chegará em seu cadastrado. A troca de senha não implica na troca dos seus códigos de acesso. Seu login e sua senha de acesso são de uso pessoal e instransferível, e sua senha jamais deve ser cedida a qualquer outra pessoa. Ao criar uma senha de acesso, siga as regras abaixo: A senha deve ter de 8 a 12 caracteres; Ao menos 3 caracteres devem ser núméricos; A senha deve conter ao menos 4 caracteres diferentes entre si; A senha não pode conter 3 ou mais números em seqüência (ex: 123, 567); O seu login não pode estar contido na senha; O ano atual não deve estar contido na senha; RECOMENDAÇÕES NA CRIAÇÃO DE SUA SENHA Procure não utilizar nomes de pessoas conhecidas, animais de estimação ou datas comemorativas nas senhas. Prefira sempre memorizar sua senha ao invés de escrevê-la. Não peça para ninguém acessar o sistema em seu lugar: cada evento efetuado é registrado com o nome do usuário que o executou, e você, eventualmente, poderá ser responsabilizado pelo erro de outra pessoa. CÓDIGOS INDIVIDUAIS DE ACESSO Você receberá os códigos individuais de acesso por . A mensagem conterá um link que deverá ser acessado para visualizar a tabela de códigos. Ao clicar neste link, você terá apenas 30 minutos para imprimir o cartão apresentado na tela. Após este período o link terá expirado. É recomendável que você imprima o cartão de acesso ao invés de armazená-lo como uma imagem em sua máquina. Salvar a página HTML em seu computador tornará impossível visualizar os códigos posteriormente. Por medida de segurança, o cartão de acesso não contém nenhuma identificação do usuário ao qual se refere. Por isso, mantenha-o sempre consigo em local discreto. Caso você perca o cartão de acesso, comunique imediatamente ao responsável pelo sistema. Ele irá gerar uma nova seqüência de códigos que será enviada para o seu cadastrado no sistema, um novo cartão de acesso não invalida a sua senha atual. 7

8 TERMO DE USO Após o seu primeiro acesso, será solicitado que você leia e concorde com o Termo de Uso do sistema. Este documento compreende os aspectos legais de utilização que foram previamente acordados no momento da contratação do serviço pela sua empresa, e devem ser ratificados por cada usuário. PÁGINA INICIAL Uma vez efetuado o login, você será levado à página inicial do sistema, que é a relação de envios do Virtual Target. 8

9 PRINCÍPIOS BÁSICOS DE NAVEGAÇÃO A página inicial apresenta a estrutura principal de navegação do sistema. Esta estrutura pode apresentar algumas variações em determinadas áreas, mas seus princípios básicos estão demonstrados abaixo: Listagem/busca de itens O título da seção em exibição reflete, em geral, os itens que estão sendo listados. 9

10 Tela de edição / criação O título da página, em geral, reflete o item em edição. 10

11 configurando o virtual target O item configurações no menu auxiliar provê acesso à configuração de itens essenciais para a sua operação no Virtual Target. Antes de começar a efetuar seus envios, é recomendado que você acesse esta área. PESQUISA OPT-OUT A pesquisa no opt-out permite saber os motivos que levaram os destinatários a solicitarem não mais receber s (mais detalhes na seção envios). O Virtual Target define um conjunto de motivos que são apresentados ao destinatário no momento em que ele aciona o opt-out, sendo possível destacar um ou mais itens. São eles: não autorizei ou não recordo de ter autorizado o envio de mensagens para o meu ; a freqüência dos s é muito alta; as mensagens estavam deixando minha caixa postal cheia; o conteúdo não me interessa. Você pode, no entanto, remover estas razões ou criar novas, mais adequadas ao perfil do seu público-alvo. Para remover um motivo de opt-out, marque a caixa ao lado e clique em gravar mudanças. Para acrescentar um novo motivo de opt-out, preencha o campo Adicionar novo motivo e clique no botão + ao lado do campo. 11

12 LOGOTIPO O logotipo é a imagem que será utilizada no sistema e na sua página de opt-out. É recomendável que você utilize uma imagem com fundo branco para evitar poluição visual. A imagem deve ser um arquivo no formato JPG e seu tamanho máximo deve ser de 35 KB. Suas dimensões devem ser de 180px (largura) por 50px (altura). Para fazer o upload da imagem, basta utilizar o botão procurar e, depois de localizar o arquivo, clicar em gravar mudanças. MENSAGEM DO OPT-OUT Todas as mensagens enviadas pelo Virtual Target possuem no rodapé a mensagem de opt-out, que permite ao usuário optar por não mais receber s, conforme o modelo abaixo: Você pode, no entanto, configurar a mensagem que será exibida na primeira linha (em destaque na imagem acima). Para configurá-la, preencha o campo de texto Mensagem do opt-out, e clique em gravar mudanças. A mensagem que você gravou será exibida na tela de opt-out. 12

13 CAMPOS ADICIONAIS Os campos são dados que compõem sua base de contatos além dos s, por exemplo: nome, idade, sexo, cargo, etc. O Virtual Target permite a configuração de até 20 campos adicionais em sua base de contatos, sendo que , nome e data de nascimento são pré-definidos. Para cadastrar campos adicionais, indique primeiro o número de campos que deseja inserir em sua base de contatos, em seguinda, preencha na ordem os nomes e o código dos campos que servirão para personalizar suas mensagens. O código é precedido do sempre em MAIÚSCULAS, sem espaços, números ou caracteres especiais. Você pode definir dois campos para fácil visualização na listagem de contatos, selecinando-os na parte inferior da tela. 13

14 meu cadastro Em dados gerais você atualiza os dados de usuário como nome, e senha de acesso. Ao finalizar a edição, clique em gravar mudanças. Na aba LOGs estão listados todos os acessos ao sistema a partir do seu usuário. Caso note alguma ocorrência estranha, alguém pode estar acessando o sistema com o seu usuário, e o melhor a fazer é contatar o responsável pelo Virtual Target na sua empresa. Você também pode acompanhar todas as sugestões que enviou à administração do sistema, e quais respostas foram recebidas (veja mais na seção ajuda on-line). 14

15 minha conta Minha conta é a área no sistema onde você poderá visualizar seu extrato de utilização no Virtual Target. O extrato apresenta o total de créditos sua utilização e saldo do mês corrente ou dos meses anteriores. O saldo ao final do extrato depende do plano e da sua utilização. Em um plano de acesso ilimitado, você não visualizará saldo, somente a utilização de créditos. Já em um plano limitado, o saldo é a diferença entre os créditos contratados no mês e a sua utilização até a data presente. O extrato apresenta, também, o balanço financeiro de sua utilização. Ele exibe, de maneira simplificada, o valor a ser pago de acordo com seu plano de acesso, os créditos excedidos no mês e eventuais aquisições de créditos. Para mais detalhes sobre valores de créditos e planos de acesso, entre em contato com o Agente Comercial do Virtual Target. 15

16 gerenciando contatos no virtual target Muito do seu trabalho no Virtual Target dependerá da maneira como você gerencia os contatos no sistema e deve ser realizado na área listas. Contato é como se chama um destinatário para o qual você enviará mensagens. Um contato corresponde a um endereço de , sem o qual ele não pode ser cadastrado. Junto ao endereço de , podem ser definidas diversas informações adicionais como: nome, data de nascimento e qualquer um dos 20 campos adicionais que você define em configurações. Uma lista no Virtual Target é o nome dado a um grupo de contatos de um mesmo tipo, por exemplo: os s de todos os fornecedores de sua empresa. FAZENDO O UPLOAD DE UM ARQUIVO COM CONTATOS Para criar uma nova lista de contatos, você deve possuir um arquivo formatado e fazer o upload destes contatos. Os arquivos de contatos consistem em arquivos.csv contendo todos os dados de contatos que você deseja importar para o Virtual Target. Os campos do arquivo devem constar nos configurados em campos adicionais. Após fazer o upload de um arquivo de contatos, você pode transferí-los para uma ou mais listas, ou para o blacklist ou removê-los de sua base. Para fazer o upload de um arquivo, basta clicar em Upload de arquivos da seção Listas. Utilize o campo importar arquivo para fazer o upload. O tamanho máximo para cada arquivo é de 3 MB. Importante: Quando o arquivo é importado para o sistema, os s contidos ainda não fazem parte de sua base de contatos. Para isto, é necessário fazer a transferência para uma lista no sistema. FORMATAÇÃO DE ARQUIVO COM CONTATOS O arquivo com os contatos é sempre em formato.csv. Você pode convertê-lo para um arquivo.zip para que o upload seja mais rápido. O arquivo de contatos deve ser formatado contendo separações com ponto-e-vírgula (;) ou por tabulação, conforme mostra os modelos abaixo: separação com ponto-e-vírgula separação por tabulação 16

17 Este tipo de arquivo pode ser gerado a partir de uma planilha eletrônica. Para isto, basta seguir o procedimento abaixo: Planilha Eletrônica Em seu programa de planilha eletrônica (Excel ou similar), é preciso possuir um arquivo com as seguintes características: nomes das colunas na primeira linha; existência da coluna (única coluna obrigatória); dados adicionais: Nome, Nascimento, Sexo, País, Cidade, UF, Cargo, Departamento, etc. a ordem das colunas não é importante. A partir desta planilha, você deve utilizar o comando SALVAR COMO (no Excel) e escolher a opção csv. Documento de texto De acordo com o exemplo, a planilha irá gerar um arquivo.csv como o exemplo abaixo. Todas as colunas devem conter um título na primeira linha. A única coluna de dados obrigatória é a de , sem a qual o sistema não pode importar os arquivos de dados. As demais colunas são opcionais e podem estar em qualquer ordem de exibição, contendo qualquer título. Você pode adicionar mais de um arquivo.csv a um arquivo.zip e importá-lo para o sistema de uma vez. Estes arquivos serão separados na lista de contatos. 17

18 FORMATAÇÃO DE ARQUIVOS COM CONTATOS PARA ENVIO DE SMS A forma de incluir um arquivo com os dados para uma campanha de SMS é a mesma usada para uma campanha de marketing. A diferença é a presença de um campo com o número de celular. As listas usadas para envio de e- mail marketing e as listas usadas para mobile marketing (SMS) podem ser as mesmas e devem ter, por obrigatoriedade, os dois campos: e celular. O campo celular deve ter o código de área (DDD) precedido do número do telefone. O sistema faz a leitura dos campos e cadastra em sua base o conjunto de números sem espaços e sem caracteres, facilitando o upload de arquivos com as mais diferentes máscaras. Veja possíveis formatos: 11 dígitos: (0xx) XXXX-XXXX 8 dígitos: XXXX-XXXX 10 dígitos: (xx) XXXX-XXXX 13 dígitos: 55- (0xx) XXXX-XXXX O sistema lê todos os formatos, cria regras e cadastra os números celulares neste formato: 55xx XXXX-XXXX Veja exemplo de inclusão de arquivo: 18

19 CRIANDO UMA NOVA LISTA DE CONTATOS As listas de contatos são criadas a partir de um ou mais arquivos texto que você importa para o sistema. É possível criar uma lista a partir do link cadastro de listas. No cadastro de listas você visualiza todas que constam no sistema, sua data de criação e status, além do número de contatos que cada uma contém. Ao clicar neste número, você verá a listagem dos contatos. Importante: se esta é a primeira vez que uma lista está sendo criada no Virtual Target, você visualizará um grupo de contatos chamado testes. Esta lista compreende os s que você utilizará regularmente para testar seus envios (saiba mais em envios). E pode ser manipulada como as demais listas, ou seja, você pode acrescentar e remover contatos dela, mas não pode excluí-la. Ao clicar no botão nova lista do seu cadastro de listas, será exibida a tela de edição de dados. Preencha o nome (obrigatório) da lista e sua descrição (opcional). Em seguida, vá para a guia Importar de arquivo e selecione o arquivo que deseja utilizar para alimentar a nova lista. Ao selecionar o arquivo, você verá abaixo uma listagem dos campos que constam em sua base. Você deverá relacionar, então, estes campos com os títulos das colunas do arquivo importado, sendo que o é um campo obrigatório a ser relacionado. Tenha cuidado para relacionar as colunas do arquivo texto com os campos corretos em sua base. Do contrário, você estará corrompendo as informações de sua base de contatos, e tornará mais difícil o processo de envio de mensagens. Após efetuar todas as associações que desejar, clique em gravar mudanças. 19

20 Este processo também pode ser feito para listas já existentes nas quais você deseja adicionar mais contatos. Basta clicar no nome da lista para acessar sua tela de edição e selecionar um novo arquivo na guia Importar arquivo. Selecione as colunas para cada campo de sua base e clique em gravar mudanças. Dependendo do número de contatos que você estiver importando o sistema pode requisitar mais tempo para concluir a operação. Nestes casos, esta lista será exibida no cadastro com uma cor diferenciada e estará indisponível para edição até que a operação seja concluída. REMOVENDO CONTATOS DE UMA LISTA Caso queira remover contatos de uma determinada lista, acesse o link Upload de arquivos, e selecione o arquivo com os contatos que deseja remover. Clique então box mais ações, ao lado do botão excluir, e selecione a ação remover de lista. O sistema abrirá uma janela pedindo que você defina a lista e a coluna do seu arquivo texto que contém o campo (utilizado para localizar o contato). Em seguida clique em confirmar. Atenção: este comando remove os contatos apenas da lista que você selecionou. Se estes contatos estiverem em outras listas não serão excluídos. Para esta operação, consulte o tópico Gerenciando contatos. 20

21 GERENCIANDO CONTATOS Além de gerenciar listas, você pode gerenciar os contatos no Virtual Target individualmente. O cadastro de contatos pode ser acessado a partir do link contatos, na área Listas. Por default, o sistema não apresenta nenhum contato na listagem inicial. Você deve segmentar os contatos que deseja exibir utilizando a caixa de busca no espaço superior da tela. Seus contatos nesta área dividem-se em ativos, com erro permanente e blacklist (mais detalhes no tópico blacklist e erro permanente). Somente os contatos ativos estão aptos a receber mensagens. Na listagem de contatos você pode excluir aqueles para os quais não deseja mais enviar mensagens, selecionando um ou mais contatos e clicando no botão excluir no final da listagem. Atenção: ao excluir um contato, ele será deletado de todas as listas nas quais estiver. Contatos em blacklist não podem ser excluídos. Você pode excluir um contato de uma única lista clicando no correspondente. Acessando a área de edição do contato, na aba listas, é possível visualizar e desvinculá-lo de uma lista. Você pode adicionar novos contatos a partir do botão novo contato, ou editar os dados de um, clicando em seu . 21

22 BLACKLIST E ERRO PERMANENTE Blacklist é o nome dado para a lista com os contatos que acionaram o opt-out em alguma das mensagens que receberam de você. Ou seja, são os usuários que não desejam mais receber suas mensagens. O Virtual Target gerencia, de maneira automática, os seus s em blacklist. Uma vez que o destinatário acionou o opt-out não mais receberá suas mensagens, não importando em quais listas estava originalmente. Um em blacklist não pode ser excluído de sua base de contatos. Caso tenha s opt-out captados através de outros meios, você pode incluí-los em sua base de contatos. Para isto, basta fazer o upload de seu arquivo como uma lista de contatos comum, e no menu inferior acionar o comando exportar para blacklist. Os s com erro permanente são s que apresentaram determinados erros no envio por um certo número de vezes consecutivas e, portanto, não devem ser mais s válidos. O Virtual Target gerencia, automaticamente, os s com erros permanentes através de um sistema que analisa o desempenho histórico de cada um deles. Um marcado como erro permanente não será utilizado para o envio de mensagens, não importando em quantas listas ele se encontra. No entanto, diferente dos s em blacklist, você pode excluir estes s ou restaurá-los, transformando-os novamente em contatos ativos. 22

23 templates Templates são as mensagens armazenadas no sistema que provavelmente serão utilizadas mais de uma vez. Se você possui mensagens que envia periodicamente com um mesmo modelo de formatação (como uma newsletter), pode considerar útil armazenar estas mensagens como templates, para reutilizar os modelos sempre que precisar. Na listagem de templates, você pode conferir todos os templates que foram criados no sistema. Além de incluir e excluir, também pode utilizar o box mais ações para duplicar ou visualizar em tela cheia um template. Os templates são classificados como públicos ou privados. Templates públicos podem ser acessados e modificados por todos os usuários. Já os templates privados são acessíveis somente pelo seu autor. CRIANDO UM NOVO TEMPLATE Na listagem de templates, clique no botão novo template. Na guia dados gerais, você deve incluir o nome do template e, opcionalmente, uma descrição. Na guia conteúdo, você cria a mensagem através de um editor HTML disponível com as principais funções de edição de páginas web. Consulte a ajuda do editor para quaisquer dúvidas sobre seu funcionamento. Você pode tanto utilizar a tela de edição normal quanto acionar a aba HTML (source) do editor e colar o código da mensagem diretamente - esta opção será mais confortável para usuários avançados em HTML (saiba mais em recomendações importantes para mensagens). 23

24 Você deve utilizar o editor para fazer o upload das imagens presentes em sua mensagem. Em seguida, altere os caminhos das imagens no código HTML para que apontem para o endereço absoluto no sistema. O tamanho máximo da mensagem HTML não pode ultrapassar 30KB, enquanto que o tamanho máximo das imagens no total, não podem ser superior a 100KB. Na guia Teste de Anti-SPAM, você efetua a verificação do código de sua mensagem contra os mecanismos Anti-SPAM mais comuns nos servidores de . Estes mecanismos são baseados em um sistema de pontuações que analisa o código HTML da mensagem. Qualquer pontuação acima de 5.0 indica que o código precisa ser aprimorado para que não apresente um número excessivo de erros no envio. Esta validação não leva em conta sua base de contatos, apenas o código HTML de sua mensagem. (saiba mais em Mecanismos Anti-SPAM). Na guia Avançado, você configura informações adicionais do template como: a campanha à qual ele pertence (saiba mais em Envios), o acesso público ou privado que define se todos terão acesso ao template ou somente você e o status de edição templates em edição não podem ser utilizados para envios. Depois de cadastrar estas informações, clique no botão gravar mudanças. PERSONALIZANDO SUA MENSAGEM Você pode utilizar os campos presentes no cadastro de contatos para personalizar a mensagem de acordo com o destinatário. No local onde deseja que a informação apareça, insira o código do campo de acordo com a tabela abaixo. Esta tabela corresponde aos campos que você configurou para sua base de contatos. 24

25 No exemplo abaixo, o campo desejado é o NOME do contato. Foi inserido o código correspondente dentro do corpo da mensagem. Este código irá buscar os dados correspondentes ao campo nome da lista de contatos. Esta personalização pode ser feita também no campo ASSUNTO da mensagem, como mostra o exemplo abaixo: Importante: o correto funcionamento deste recurso depende dos dados presentes em sua base de contatos. Para evitar problemas com códigos inseridos incorretamente, é recomendado que um teste do template seja executado antes do envio. RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES NA CRIAÇÃO DE MENSAGENS Muitas vezes, sua ação de marketing apresenta resultados abaixo do esperado por conta da forma como foi montada sua mensagem em HTML. Aqui estão algumas considerações importantes para você levar em conta na criação de mensagens de marketing. Conte com o auxílio de um especialista O Virtual Target é um sistema fácil de utilizar. No entanto, isso não muda o fato de que a linguagem HTML exige um conhecimento técnico e requer pessoas especializadas. É importante ressaltar que as mensagens HTML para marketing e o código HTML de páginas web possuem regras diferentes em sua montagem. Conhecer estas diferenças e como elas afetam a visualização de sua mensagem nos programas de e serviços de webmail é essencial para o sucesso de suas ações. Uma boa alternativa é criar um usuário com permissões para acessar somente a área de templates e atribuir este acesso a um profissional com conhecimento em HTML. Desta forma, ele poderá disponibilizar as mensagens formatadas, enquanto você se encarrega de gerenciar os demais aspectos da operação do sistema. Em muitos casos, as empresas contam com fornecedores específicos de serviços de Internet, que podem ser encarregados da criação das mensagens e adequação delas ao sistema. Entre em contato com a Virid Interatividade Digital - - e saiba mais a esse respeito. 25

26 Respeite os parâmetros definidos no sistema O sistema limita o tamanho em KB do código HTML e das imagens que são veiculadas em cada mensagem. Estes parâmetros levam em conta as melhores práticas do mercado e são atualizados freqüentemente. No entanto, você pode alocar as imagens de sua mensagem em outro servidor, o que impedirá o sistema de mensurar corretamente o tamanho total da sua mensagem. Esta prática não é recomendada, pois além de causar erros na interpretação dos resultados (cada imagem alocada no servidor vai contar como um acesso ao seu website) ela pode contribuir para aumentar o índice de rejeição de sua audiência: ninguém gosta de receber mensagens pesadas na caixa de entrada. MECANISMOS ANTI-SPAM Uma mensagem com o código HTML mal formatado não prejudica só a visualização para seus destinatários. Em muitos casos, ela nem sequer chega até a caixa postal deles. Isso ocorre pelo fato de que muitos mecanismos Anti-SPAM presentes nos servidores de analisam o código das mensagens como um dos parâmetros para classificá-las de acordo com regras de SPAM. Os mecanismos utilizados por estas ferramentas são bastante complexos e variados e fogem do escopo deste documento. No entanto, cabe ressaltar que a presença excessiva de preços no texto ou de termos como clique aqui podem aumentar os pontos que a mensagem receberá por estes mecanismos, contribuindo para diminuir o sucesso na entrega das mensagens. Importante: a análise do código HTML é um mecanismo utilizado pelas ferramentas Anti-SPAM, mas não o único. Nestas questões, a qualidade de sua base de contatos é o fator mais relevante no sucesso de seu envio. 26

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Índice. E-mail Marketing Nomer. www.nomer.com.br

Índice. E-mail Marketing Nomer. www.nomer.com.br Índice 1 - Visão geral... 2 2 - Acessando o E-mail Marketing Nomer... 2 3 - Passos para concluir o envio de uma campanha... 5 4 - Recursos... 6 4.1 - Listas de contatos... 6 4.2 - Cadastros de contatos

Leia mais

Manual de utilização da Ferramenta para disparo de E-mkt

Manual de utilização da Ferramenta para disparo de E-mkt Manual de utilização da Ferramenta para disparo de E-mkt 1 Índice Menu e-mail marketing...03 Conteúdo da mensagem...04 Listas de contatos...15 Ações de e-mail marketing...19 Perguntas frequentes...26 2

Leia mais

Como Criar uma Nova Campanha. Série Manuais

Como Criar uma Nova Campanha. Série Manuais Como Criar uma Nova Campanha Série Manuais Como Criar uma Nova Campanha de Email 2 INTRODUÇÃO Para melhorar a qualidade de envio e o gerenciamento das campanhas de email marketing de nossos clientes, estamos

Leia mais

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit Presskit Guia Rápido Release 2.0 Presskit 06/07/2009 Sumário 1 Login 2 Login e Senha...................................... 2 Esqueci minha senha.................................. 2 Fale Com o Suporte...................................

Leia mais

Manual do Instar Mail Sumário

Manual do Instar Mail Sumário Manual do Instar Mail Sumário 1 - Apresentação do sistema... 2 2 - Menu cliente... 2 3 - Menu Importação... 5 4 - Menu Campanhas... 9 5 - Menu banco de arquivos... 16 6 - Menu agendamento... 16 7 - Menu

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 ÍNDICE Apresentação Principais Botões Login Usúario Resultado Método Quantum Preencher Método Quantum Extrato On-Line Engenharia de Função Grupos

Leia mais

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Guia Rápido de Uso Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...4 3 Como enviar torpedos...6 3.1 Envio

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

Plataforma marketplace para intermediação de vendas online entre usuários. Manual do VipExpress. Área do Administrador

Plataforma marketplace para intermediação de vendas online entre usuários. Manual do VipExpress. Área do Administrador Sumário Painel inicial - Movimentação resumida do site... 3 Informações Básicas... 4 Alterando o Logotipo e Favicon do site... 6 Alterando as imagens do site... 6 Alterando o slide da página inicial...

Leia mais

PROCESSO DE ENVIO DE CAMPANHAS DE EMAILMKT NA FERRAMENTA DA UOL

PROCESSO DE ENVIO DE CAMPANHAS DE EMAILMKT NA FERRAMENTA DA UOL Autor: Helio Watanabe Data: 13/06/13 Versão: 1.0 PROCESSO DE ENVIO DE CAMPANHAS DE EMAILMKT NA FERRAMENTA DA UOL A Izzo tem uma ferramenta de envio de emailmkt disponibilizada pelo provedor de UOL. A ferramenta

Leia mais

Uso da ferramenta de mailing

Uso da ferramenta de mailing Uso da ferramenta de mailing Pré-requisitos: Publicação da pesquisa no SphinxnaWeb - Host Contratação de créditos com mailing A ferramenta e-mailing é um recurso integrado na plataforma SphinxnaWeb Host,

Leia mais

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema TORPEDO MOBILE. 1 Acesso ao sistema...

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema TORPEDO MOBILE. 1 Acesso ao sistema... Guia Rápido de Uso Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema TORPEDO MOBILE 1 Acesso ao sistema... 2 2 Entenda o Menu...... 3 2.1 Contatos...... 3 2.2 Mensagens......

Leia mais

Expresso Livre Correio Eletrônico

Expresso Livre Correio Eletrônico Expresso Livre Correio Eletrônico 1. EXPRESSO LIVRE Para fazer uso desta ferramenta de correio eletrônico acesse seu Navegador de Internet e digite o endereço eletrônico expresso.am.gov.br. Figura 1 A

Leia mais

Manual de utilização sistema Comtele SMS

Manual de utilização sistema Comtele SMS Manual de utilização sistema Comtele SMS Login... 3 Dashboard... 4 Envio instantâneo de mensagens SMS... 5 Requisições de envio instantâneo para contatos ou grupos.... 5 Agendamento de envio d e SMS...7

Leia mais

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário do Portal Ypadê Balaio Digital Tecnologia em Gestão Ltda ME. Manual do Usuário Portal Ypadê

Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário do Portal Ypadê Balaio Digital Tecnologia em Gestão Ltda ME. Manual do Usuário Portal Ypadê Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário Portal Ypadê Montes Claros, 16 de Julho de 2011 Revisão 3 Sumário 1. Apresentação do portal e escopo deste documento... 2 2. Acessando o Portal Ypadê...

Leia mais

Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0. www.sms.agenciaglobo.net

Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0. www.sms.agenciaglobo.net Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0 www.sms.agenciaglobo.net 1 ACESSO O SISTEMA 1.1 - Para acessar o sistema de envio entre no site http://sms.agenciaglobo.net/

Leia mais

www.siteware.com.br Versão 2.6

www.siteware.com.br Versão 2.6 www.siteware.com.br Versão 2.6 Sumário Apresentação... 4 Login no PortalSIM... 4 Manutenção... 5 Unidades... 5 Unidades... 5 Grupos de CCQ... 5 Grupos de unidades... 6 Tipos de unidades... 6 Sistema de

Leia mais

Esta é a tela inicia, aqui podemos visualizer os relatórios de envio, gráficos de inscrições,cancelamentos, etc.

Esta é a tela inicia, aqui podemos visualizer os relatórios de envio, gráficos de inscrições,cancelamentos, etc. CRIANDO UMA CAMPANHA Esta é a tela inicia, aqui podemos visualizer os relatórios de envio, gráficos de inscrições,cancelamentos, etc. O primeiro passo é adicionar uma lista, as lista basicamente são grupos

Leia mais

Copyright 2010, MundoClick Produtora de Internet. Todos os Direitos Reservados

Copyright 2010, MundoClick Produtora de Internet. Todos os Direitos Reservados 1 Apresentação Este manual tem o intuito de orientar a utilização da ferramenta Loja Virtual. Através de descrições, passo a passo e imagens o objetivo é facilitar o uso, oferecer dicas e mostrar os pontos

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Desenvolvido por Fábrica de Software Coordenação de Tecnologia da Informação Pág 1/22 Módulo: 1 Responsável: Desenvolvimento Ti Data: 01/11/2012 Versão: 1.0 Empresa:

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Índice ANTES DE VOCÊ COMEÇAR... 4 PRÉ-REQUISITOS... 4 SCREEN SHOTS... 4 A QUEM SE DESTINA ESTE MANUAL... 4 COMO UTILIZAR ESTE MANUAL... 4 Introdução... 5 INSTALANDO

Leia mais

Índice. E-mail Marketing DLopes

Índice. E-mail Marketing DLopes Índice 1 - Visão geral... 2 2 - Acessando o E-mail Marketing DLopes... 2 3 - Passos para concluir o envio de uma campanha... 5 4 - Recursos... 6 4.1 - Listas de contatos... 6 4.2 - Cadastros de contatos

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

AQUI SEGUEM OS TÓPICOS TRATADOS NESSE GUIA, PARA QUE VOCÊ APRENDA A USAR O SISTEMA CLUBE TURISMO MOBILE.

AQUI SEGUEM OS TÓPICOS TRATADOS NESSE GUIA, PARA QUE VOCÊ APRENDA A USAR O SISTEMA CLUBE TURISMO MOBILE. GUIA RÁPIDO DE USO AQUI SEGUEM OS TÓPICOS TRATADOS NESSE GUIA, PARA QUE VOCÊ APRENDA A USAR O SISTEMA CLUBE TURISMO MOBILE. 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...3 2.1 Contatos...3 2.2 Mensagens...4

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

Introdução. Olá! Seja bem-vindo ao emailmanager. O melhor sistema de email marketing do mercado.

Introdução. Olá! Seja bem-vindo ao emailmanager. O melhor sistema de email marketing do mercado. 1 Introdução Olá! Seja bem-vindo ao emailmanager. O melhor sistema de email marketing do mercado. Esta guia disponibiliza as principais etapas para sua iniciação ao uso do emailmanager. Nesta guia você

Leia mais

Checklist para ações de email marketing

Checklist para ações de email marketing Checklist para ações de email marketing Publicado em: 15/01/2008 Planejamento Quais os objetivos da campanha (atrair mais visitantes ao site, aumentar as vendas de produtos, conquistar a fidelidade dos

Leia mais

Checklist para ações de E-mail Marketing

Checklist para ações de E-mail Marketing Checklist para ações de E-mail Marketing Os tópicos abordados neste checklist são úteis antes de começar e depois de concluir o desenvolvimento de uma mensagem de email marketing, pois abrange desde os

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Recursos... 4 2.1 Rótulos... 4 2.2 Página de Texto Simples... 8 2.3 Página de Texto Formatado... 12 2.4 Site... 16 2.5 Arquivo... 21 2.6 Pasta

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SIGEP WEB

MANUAL DO USUÁRIO SIGEP WEB MANUAL DO USUÁRIO SIGEP WEB Sumário PRÉ- REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB... 4 PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA... 4 INSTALANDO O SIGEP WEB... 6 INICIANDO O SISTEMA... 6 INICIANDO O SISTEMA...

Leia mais

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL

Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Universidade de São Paulo Centro de Informática de Ribeirão Preto TUTORIAL HOTMAIL Tutorial Hotmail Sobre o MSN Hotmail Acessando o Hotmail Como criar uma conta Efetuando o login Verificar mensagens Redigir

Leia mais

Sistemas Enturma: Manual de Ferramentas do Usuário

Sistemas Enturma: Manual de Ferramentas do Usuário versão do manual: 1 1 Apresentação A evolução da tecnologia vem provocando uma revolução no ensino. O acesso à Internet e a disseminação do uso do computador vêm mudando a forma de produzir, armazenar

Leia mais

Apostila da Ferramenta AdminWEB

Apostila da Ferramenta AdminWEB Apostila da Ferramenta AdminWEB Apostila AdminWEB SUMÁRIO OBJETIVO DO CURSO... 3 CONTEÚDO DO CURSO... 4 COMO ACESSAR O SISTEMA... 5 CONHEÇA OS COMPONENTES DA PÁGINA... 6 COMO EFETUAR O LOGIN... 9 MANTER

Leia mais

Introdução. Nesta guia você aprenderá:

Introdução. Nesta guia você aprenderá: 1 Introdução A criação de uma lista é a primeira coisa que devemos saber no emailmanager. Portanto, esta guia tem por objetivo disponibilizar as principais informações sobre o gerenciamento de contatos.

Leia mais

Como acessar o novo webmail da Educação? Manual do Usuário. 15/9/2009 Gerencia de Suporte, Redes e Novas Tecnologias Claudia M.S.

Como acessar o novo webmail da Educação? Manual do Usuário. 15/9/2009 Gerencia de Suporte, Redes e Novas Tecnologias Claudia M.S. Como acessar o novo webmail da Educação? Manual do Usuário 15/9/2009 Gerencia de Suporte, Redes e Novas Tecnologias Claudia M.S. Tomaz IT.002 02 2/14 Como acessar o Webmail da Secretaria de Educação? Para

Leia mais

Manual das funcionalidades Webmail AASP

Manual das funcionalidades Webmail AASP Manual das funcionalidades Webmail AASP 1. Configurações iniciais 2. Regras 3. Histórico da conta 4. Autorresposta 5. Dados de acesso (alterando senha de acesso) 6. Identidade (assinatura) 7. Redirecionamento

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? 2) Quais são os tipos de Produtos da loja? 3) Como cadastrar um Produto Simples?

1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? 2) Quais são os tipos de Produtos da loja? 3) Como cadastrar um Produto Simples? FAQ Loja Virtual 1) Existem diferenças entre os painéis da loja virtual? Sim, há diferenças entre os painéis da loja virtual. Abaixo segue uma imagem exemplificando as diferenças entre os painéis. 2) Quais

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC. Treinamento Básico do Correio Eletrônico

Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC. Treinamento Básico do Correio Eletrônico Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC Treinamento Básico do Correio Eletrônico Brasília Março de 2012 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 1.1 Como acessar

Leia mais

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br 2013 inux Sistemas Ltda. s MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br Sumário 1 Introdução... 2 2 Visão Geral do Sistema... 2 3 Tela de Configuração... 3 4 Tela de Mensagens... 5 5 Tela de Importação... 8 6 Tela

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com MANUAL ESCOLA FLEX Revisado em 09/07/2008 Sistema Flex www.sistemaflex.com Índice Manual Escola Flex Índice... 2 Tela de Abertura (Splash Screen)... 3 Login... 4 Seleção de Empresas... 5 Tela Principal...

Leia mais

Produto IV: ATU SAAP. Manual de Referência

Produto IV: ATU SAAP. Manual de Referência Produto IV: ATU SAAP Manual de Referência Pablo Nogueira Oliveira Termo de Referência nº 129275 Contrato Número 2008/000988 Brasília, 30 de outubro de 2008 1 Sistema de Apoio à Ativideade Parlamentar SAAP

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal)

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Acessando o Sistema Para acessar a interface de colaboração de conteúdo, entre no endereço http://paginapessoal.utfpr.edu.br. No formulário

Leia mais

Manual de Boas Maneiras no E-mail Marketing

Manual de Boas Maneiras no E-mail Marketing Manual de Boas Maneiras no E-mail Marketing Conheça alguns cuidados que você precisa ter quando elaborar suas campanhas de e- mail marketing. A MailSender elaborou para você um breve manual com as melhores

Leia mais

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato Introdução ao X3 Exercício 1: Criando um registro de Contato Inicie por adicionar um novo registro de Contato. Navegue para a tabela de Contato clicando na aba de Contato no alto da página. Existem duas

Leia mais

Procuramos criar um manual que sirva como uma referência rápida para você.

Procuramos criar um manual que sirva como uma referência rápida para você. Índice 1 Visão geral 2 Acessando o E-mail Marketing 3 Passos para concluir o envio de uma campanha 4 Recursos 4.1 Listas de contatos 4.2 Cadastros de contatos (destinatários) 4.2.1 Adicionando um contato

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

MANUAL E DICAS ASSISTENTE VIRTUAL (AV) ADS DIGITAL (WWW.ADSDIGITAL.COM.BR) VERSÃO DO ASSISTENTE VIRTUAL: 1.3.1 POR

MANUAL E DICAS ASSISTENTE VIRTUAL (AV) ADS DIGITAL (WWW.ADSDIGITAL.COM.BR) VERSÃO DO ASSISTENTE VIRTUAL: 1.3.1 POR MANUAL E DICAS DO ASSISTENTE VIRTUAL (AV) POR ADS DIGITAL (WWW.ADSDIGITAL.COM.BR) VERSÃO DO ASSISTENTE VIRTUAL: 1.3.1 ÍNDICE Introdução...3 Requisitos e Restrições do Assistente...3 Diferenças da Versão

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Configuração dos Portais 2

2013 GVDASA Sistemas Configuração dos Portais 2 2013 GVDASA Sistemas Configuração dos Portais 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta

Leia mais

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Guia do usuário

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Guia do usuário BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Guia do usuário Publicado: 09/01/2014 SWD-20140109134951622 Conteúdo 1 Primeiros passos... 7 Sobre os planos de serviço de mensagens oferecidos para o BlackBerry

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

Portal da Prefeitura de São Paulo SECOM. MANUAL DO WARAM v. 1.5 Secretarias

Portal da Prefeitura de São Paulo SECOM. MANUAL DO WARAM v. 1.5 Secretarias SECOM MANUAL DO WARAM v. 1.5 Secretarias WARAM 1.5 Ferramenta de atualização do Portal da Prefeitura de São Paulo. Use preferencialmente o navegador Internet Explorer superior ou igual a 7.0. No campo

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software.

Manual Easy Chat Data de atualização: 20/12/2010 16:09 Versão atualizada do manual disponível na área de download do software. 1 - Sumário 1 - Sumário... 2 2 O Easy Chat... 3 3 Conceitos... 3 3.1 Perfil... 3 3.2 Categoria... 4 3.3 Ícone Específico... 4 3.4 Janela Específica... 4 3.5 Ícone Geral... 4 3.6 Janela Geral... 4 4 Instalação...

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA JURÍDICA APRESENTAÇÃO 1.Bem-vindo ao SICREDI Total Internet! É sempre bom poder contar com o SICREDI do seu lado. Melhor ainda quando o SICREDI está onde você mais precisa:

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

SMS Corporativo Manual do Usuário

SMS Corporativo Manual do Usuário NEXTEL SMS Corporativo Manual do Usuário Conteúdo 2 CAPÍTU LO 1 Introdução 3 CAPÍTU LO 2 Funcionalidades 1 Copyright Curupira S/A TakeNET INTRODUÇÃO A FERRAMENTA O SMS Corporativo é um serviço criado para

Leia mais

15/8/2007 Gerencia de Tecnologia da Informação Claudia M.S. Tomaz

15/8/2007 Gerencia de Tecnologia da Informação Claudia M.S. Tomaz 15/8/2007 Gerencia de Tecnologia da Informação Claudia M.S. Tomaz MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL GETEC 01 2/13 Como acessar o Webmail da Secretaria de Educação? Para utilizar o Webmail da Secretaria de

Leia mais

Portal do Senac: Área Exclusiva para Alunos Manual de Navegação e Operação

Portal do Senac: Área Exclusiva para Alunos Manual de Navegação e Operação Portal do Senac: Área Exclusiva para Alunos Índice 1. Introdução... 4 2. Acessando a área exclusiva... 5 3. Trocando a senha... 6 4. Mensagens... 7 4.1. Conhecendo a tela principal... 7 4.2. Criando uma

Leia mais

9. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU UTILITÁRIOS...2

9. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU UTILITÁRIOS...2 1 9. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU UTILITÁRIOS...2 9.1 Cópia de Segurança (Backup)...2 9.1.a Adicionar ou Remover Empresas da Lista... 2 9.1.b Empresas Cadastradas no Sistema... 2 9.1.c Inserir uma Empresa...

Leia mais

TUTORIAL DO USUÁRIO CRM SOLUTION EM 05/02/2011

TUTORIAL DO USUÁRIO CRM SOLUTION EM 05/02/2011 TUTORIAL DO USUÁRIO CRM SOLUTION EM 05/02/2011 Manual de operação revisão 20110205 Pagina 1/18 Login no Sistema Para poder utilizar o sistema. 1 - Receba com o gestor do sistema o endereço na WEB no qual

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Guia de introdução. Para os administradores do programa DreamSpark

Guia de introdução. Para os administradores do programa DreamSpark Guia de introdução Para os administradores do programa DreamSpark Este documento destaca as funções básicas necessárias para configurar e gerenciar seu ELMS na WebStore do DreamSpark. Versão 2.4 05.06.12

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

Índice. WebEnvios - Soluções em E-Mail Marketing. www.webenvios.com.br

Índice. WebEnvios - Soluções em E-Mail Marketing. www.webenvios.com.br Índice WebEnvios - Soluções em E-Mail Marketing 1 - Visão geral... 2 2 - Acessando nosso sistema... 2 3 - Passos para concluir o envio de uma campanha... 7 4 - Recursos... 7 4.1 - Listas de contatos...

Leia mais

Diveo Exchange OWA 2007

Diveo Exchange OWA 2007 Diveo Exchange OWA 2007 Manual do Usuário v.1.0 Autor: Cícero Renato G. Souza Revisão: Antonio Carlos de Jesus Sistemas & IT Introdução... 4 Introdução ao Outlook Web Access 2007... 4 Quais são as funcionalidades

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Bem- Vindo ao manual de instruções do ECO Editor de COnteúdo.

Bem- Vindo ao manual de instruções do ECO Editor de COnteúdo. Manual de Instruções ECO Editor de Conteúdo Bem- Vindo ao manual de instruções do ECO Editor de COnteúdo. O ECO é um sistema amigável e intui?vo, mas abaixo você pode?rar eventuais dúvidas e aproveitar

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Sistema de Gerenciamento Remoto www.pevermelho.art.br

Sistema de Gerenciamento Remoto www.pevermelho.art.br Sistema de Gerenciamento Remoto www.pevermelho.art.br 1 - SOBRE O SGR Este manual irá lhe ajudar a entender o funcionamento do SGR (Sistema de Gerenciamento Remoto) permitindo assim que você possa atualizar

Leia mais

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular

Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Manual do Aplicativo - Rastreamento Veicular Sumário Apresentação... 2 Instalação do Aplicativo... 2 Localizando o aplicativo no smartphone... 5 Inserindo o link da aplicação... 6 Acessando o sistema...

Leia mais

Manual de criação de envios no BTG360

Manual de criação de envios no BTG360 Manual de criação de envios no BTG360 Série manuais da ferramenta ALL in Mail Introdução O BTG 360 utiliza a tecnologia do behavioral targert para que você alcance resultados ainda mais assertivos com

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

Instituto Federal do Rio Grande do Sul - IFRS Departamento de Tecnologia da Informação DTI SGCE SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS

Instituto Federal do Rio Grande do Sul - IFRS Departamento de Tecnologia da Informação DTI SGCE SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS SGCE SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS Versão 1.0.1 DESENVOLVIMENTO Universidade Federal do Pampa - Unipampa Núcleo de Tecnologia de Informação e Comunicação Coordenadoria de Desenvolvimento

Leia mais

NewAgent enterprise-brain

NewAgent enterprise-brain Manual NewAgent enterprise-brain Configuração Manual NewAgent enterprise-brain Configuração Este manual de uso irá ajudá-lo na utilização de todas as funções administrativas que a NewAgent possui e assim,

Leia mais

Bem vindo! Esta é a tela inicial do Webmail da Universidade federal de Juiz de Fora. O link de acesso é: http://correio.ufjf.edu.

Bem vindo! Esta é a tela inicial do Webmail da Universidade federal de Juiz de Fora. O link de acesso é: http://correio.ufjf.edu. Manual WebMail 1. Tela inicial... pág. 2 2. Caixa de Entrada... pág. 2 3. A pasta Lidas... pág. 3 4. Criando sua assinatura... pág. 3 5. Enviar Mensagens... pág. 3 6. Anexando arquivos... pág. 4 7. Adicionando

Leia mais

Manual de Utilização COPAMAIL. Zimbra Versão 8.0.2

Manual de Utilização COPAMAIL. Zimbra Versão 8.0.2 Manual de Utilização COPAMAIL Zimbra Versão 8.0.2 Sumário ACESSANDO O EMAIL... 1 ESCREVENDO MENSAGENS E ANEXANDO ARQUIVOS... 1 ADICIONANDO CONTATOS... 4 ADICIONANDO GRUPOS DE CONTATOS... 6 ADICIONANDO

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

Manual do Usuário Instituição

Manual do Usuário Instituição 1 Manual do Usuário Instituição Área Restrita Site de Certificação Controle: D.04.36.00 Data da Elaboração: 13/08/2014 Data da Revisão: - Elaborado por: TIVIT / Certificação ANBIMA Aprovado por: Gerência

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO Plataforma Web de 1ª VIA

MANUAL DO USUÁRIO Plataforma Web de 1ª VIA MANUAL DO USUÁRIO Plataforma Web de 1ª VIA 1 Índice - Site para o envio de mensagens de texto (SMS) de 1ª via... 03 - Centro de Aplicativos(APPs) para o envio de mensagens... 03 - Quick SMS envio de até

Leia mais

Malote Digital. Manual do usuário

Malote Digital. Manual do usuário Malote Digital Manual do usuário Brasília, Novembro de 2014 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 03/10/2011 1.4.1 Elaboração do Documento Rodrigo Antunes 01/07/2013 1.8.0.0 Atualização do Documento

Leia mais

Módulo NF-e. Manual de Utilização

Módulo NF-e. Manual de Utilização Módulo NF-e Manual de Utilização 1 Conteúdo Passo-a-passo para emissão de NF-e... 3 1. Obtendo seu Certificado Digital... 3 2. Registrando-se na Secretaria da Fazenda para Homologação (testes)... 4 3.

Leia mais

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

Tutorial USERADM. Inserindo conteúdos no site

Tutorial USERADM. Inserindo conteúdos no site Tutorial USERADM Inserindo conteúdos no site Como acessar o Administrador de Conteúdos do site? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar o site da Prefeitura de Aliança-TO,

Leia mais