Introdução. uniformização de cargas. uniformização de cargas. uniformização de cargas ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Introdução. uniformização de cargas. uniformização de cargas. uniformização de cargas ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO."

Transcrição

1 ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO - Estrutura - Engnhiro Civil - Ph.D. (85) (85) Introdução projto xcução basados m normas técnicas, psquisa prática d projto nacionais intrnacionais: (1) blocos com furos assntados na vrtical (2) projtos bm dtalhados compatibilizados (3) control dimnsional d blocos, da spssura d juntas da obra m gral (4) control tcnológico d blocos, argamassa, graut prismas (5) como rgra gral, alvnaria strutural concrto strutural NÃO coxistm m um msmo pavimnto pêso próprio d pards struturais com blocos d concrto (NÃO GRAUTEADAS) uniformização d cargas CONCRETO x29x19 GESSO(5mm)-GESSO(5mm) 200 CONCRETO x29x19 GESSO(5mm)-CERÂMICA(10mm) 230 CONCRETO x29x19 GESSO(5mm)-CERÂMICA(20mm) 250 CONCRETO x29x19 CERÂMICA(10mm)-CERÂMICA(20mm) 280 CERÂMICO x29x19 GESSO(10mm)-GESSO(10mm) 180 CERÂMICO x29x19 GESSO(10mm)-CERÂMICA(20mm) 210 CERÂMICO x29x19 GESSO(10mm)-CERÂMICA(40mm) 250 CERÂMICO x29x19 CERÂMICA(20mm)-CERÂMICA(40mm) 290 (kgf/m 2 ) importância d armar ( grautar) os ncontros d pards! uniformização d cargas importância d armar ( grautar) bordas d abrturas! (contra-vrga cinta intrmdiária m pards xtrnas! uniformização d cargas importância da uniformização d cargas: - conomia: bloco (argamassa, graut...) d mnor rsistência - sgurança da strutura suport: FUNDAÇÃO ou TRANSIÇÃO influência do procsso construtivo: - ncontros d pards com amarração dirta - ncontros d pards com amarração indirta (grapas, conctors mtálicos...) comprovar dsmpnho/ durabilidad - ncontros d pards sm amarração (juntas à prumo) 1

2 Fabiana C. Mamd; Mamd; Márcio Márcio R.S. Corrêa; Corrêa; Marcio A. Ramalho (2002), Simulação d concntração d tnsõs m abrturas d pards isoladas d alvnaria strutural, strutural, submtidas a carrgamntos vrticais vrticais, VII Intrnational Sminar on Structural Masonry for Dvloping Countris, Blo Horizont difício 4 pavimntos; bloco d concrto: fbk=4,5mpa pard xtrna pavimnto trro - carga topo pard: 34kN/m pard intrna pavimnto trro - carga topo pard: 52kN/m xtnsão d pard d cada lado da abrtura: 120cm propridads da alvnaria fbk (bloco d CONCRETO) 4,5MPa Ealv 3600MPa ν (coficint d Poisson) 0,20 tnsõs admissívis (alvnaria NÃO armada) tração na flxão (PARALELA à fiada) 0,20 MPa cisalhamnto 0,15 MPa concntração d tnsõs (BS5628) 2falv,c; 2talv tnsão σx (tração) janla 120x120x100 tnsão σy (comprssão) janla 120x120x100 0,36 VERGA: ARMADURA INFERIOR 0,65 > 0,20 1,1> 2x0,36=0,72 0,33 > 0,20 CONTRA-VERGA: ARMADURA SUPERIOR 10MPa 10MPa tnsão σx porta 100x220 tnsão τxy (cisalhamnto) janla 120x120x100 > 0,20 0,4 > 0,15 MPa/10 10MPa 2

3 tnsão σ y porta 100x220 > 2x0,53=1,06 unidircional (simpls) 0,53 MPa/10 bidircional (simpls) unidrcional/ bidircional (composto) ação do vnto: mcanismo d transfrência fito arco PAREDE DE CONTRAVENTAMENTO F (vnto) F s F s LAJE LAJE PAREDE DE CONTRAVENTAMENTO bom para a viga ruim para a alvnaria vrificação prliminar: H/L < 0,6: NÃO há fito arco H/L 0,6: há fito arco como rgra gral,, não n tirar partido do fito arco torna a obra inviávl! 3

4 sforços solicitants na VIGA parâmtros d rsistência f bk : rsistência à comprssão caractrística do bloco ára bruta f p : rsistência à comprssão média do prisma ára bruta f ak : rsistência à comprssão caractrística da argamassa f gk : rsistência à comprssão caractrística do graut E alv = 800 f p (longitudinal) G alv = 400 f p (transvrsal) parâmtros lásticos f : rsistência à comprssão ára bruta f * : rsistência à comprssão ára líquida A lq /A br = α; fa br = f * A lq f= f * α; f * = f/α (dtrminação da ára líquida: NBR12118) CONCRETO: α 0,5 f= f * / 2; f * = 2f (CERÂMICO ) η: fator d ficiência (prisma x bloco) pard ou pilar f p =ηf bk ou f* p =ηf* bk valors indicativos d η CONCRETO: 0,7 (CERÂMICO: 0,4) a comprovar através d nsaios d blocos prismas (ôcos chios) pard c pilar c pard: c > 5 pilar: c 5 sçõs compostas por rtângulos: vrificar cada trcho dimnsõs mínimas: pard: cm pilar isolado: 19cm pilar isolado x pilar pard altura ftiva pilar isolado: c c 5 h h pilar pard: pard/pilar pard/pilar l carga l pilar l carga +4 h f =h h f =2h travamnto na bas no topo travamnto na bas 4

5 tipo d alvnaria NÃO ARMADA ARMADA NÃO ESTRUTURAL limits d sbltz spssura mínimam lmnto PAREDE (ISOLADO) PAREDE (ISOLADO) PAREDE sbltz máxima (λ=h f /t f ) spssura mínima (cm) squma d trabalho modulação vrificada plo calculista, com altraçõs aprovadas plo arquitto dsnhos d lvação produzidos plo calculista forncidos ao clint para o dsnvolvimnto d outros projtos complmntars projto xcutivo participação m runiõs frqunts com todos os nvolvidos no planjamnto, projto xcução da obra squma vrtical 1a. fiada - térro pard xtrna apoio laj trliçada unidircional vão 6,15m 5

6 pard xtrna térro rforço janla pard intrna térro rforço porta forma da laj dtalh armadura nchimnto nchimnto laj scada planta/chumbamnto scada - cort 6

7 scada lvação com blocos grautados para chumbamnto ático planta baixa ático - cort Agradço à ABCP, à Comunidad da Construção, a todos os participants àquls qu, dirta ou indirtamnt, contribuiram para a ralização dsta palstra. Engnhiro Civil - Ph.D. (85) (85)

uniformização de cargas

uniformização de cargas ALVENARIA ESTRUTURAL - comportamento - Engenheiro Civil - Ph.D. 85-3244-3939 9982-4969 la99824969@yahoo.com.br uniformização de cargas importância de armar (e grautear) os encontros de paredes! uniformização

Leia mais

PRODUTOS GERDAU PARA PAREDES DE CONCRETO

PRODUTOS GERDAU PARA PAREDES DE CONCRETO PRODUTOS GERDAU PARA PAREDES DE CONCRETO SISTEMA CONSTRUTIVO PAREDES DE CONCRETO NBR60 PAREDES DE CONCRETO Sistma construtivo m qu as lajs as pards são moldadas m conjunto, formando um lmnto monolítico.

Leia mais

VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DA ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO

VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DA ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DA ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO 1a. parte: TÉCNICA Engenheiro Civil - Ph.D. 85-3244-3939 9982-4969 la99824969@yahoo.com.br skipe: la99824969 de que alvenaria

Leia mais

No N r o m r a m s a?

No N r o m r a m s a? Normas? EM ALGUMA CERÂMICA... NORMAS? O qu tnho a vr com isso? VENDAS NORMAS??? O qu é isso?...um clint dixou d fchar o pdido porqu o bloco não stava dntro das NORMAS... Grnt Produção...Uma carga d Blocos

Leia mais

poder de compra x custo da construção poder de compra:

poder de compra x custo da construção poder de compra: w ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO poder de compra x custo da construção poder de compra: - Conceito Geral - Engenheiro Civil - Ph.D. (85)3244-3939 (85)9982-4969 luisalberto1@terra.com.br custo

Leia mais

Escola de Engenharia de São Carlos - Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Estruturas. Alvenaria Estrutural.

Escola de Engenharia de São Carlos - Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Estruturas. Alvenaria Estrutural. Alvenaria Estrutural Introdução CONCEITO ESTRUTURAL BÁSICO Tensões de compressão Alternativas para execução de vãos Peças em madeira ou pedra Arcos Arco simples Arco contraventado ASPECTOS HISTÓRICOS Sistema

Leia mais

Projeto estrutural de edifícios de alvenaria: decisões, desafios e impactos da nova norma de projeto

Projeto estrutural de edifícios de alvenaria: decisões, desafios e impactos da nova norma de projeto Projeto estrutural de edifícios de alvenaria: decisões, desafios e impactos da nova norma de projeto Prof. Associado Márcio Roberto Silva Corrêa Escola de Engenharia de São Carlos Universidade de São Paulo

Leia mais

Alvenaria Estrutural. Distribuição de Cargas Verticais

Alvenaria Estrutural. Distribuição de Cargas Verticais Alvenaria Estrutural Distribuição de Cargas Verticais Interação entre Paredes NBR 10837 : espalhamento de cargas à 45 Forças de interação Em cantos Em aberturas Importância da Uniformização O Problema

Leia mais

ALVENARIA ESTRUTURAL DE CONCRETO COM BLOCOS CURSO DE FORMAÇÃO DE EQUIPES DE PRODUÇÃO

ALVENARIA ESTRUTURAL DE CONCRETO COM BLOCOS CURSO DE FORMAÇÃO DE EQUIPES DE PRODUÇÃO ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO CURSO DE FORMAÇÃO DE EQUIPES DE PRODUÇÃO HISTÓRICO O uso da alvenaria é a mais antiga forma de construção empregada pelo homem. 2 HISTÓRICO Pirâmides do Egito

Leia mais

ALVENARIA DE BLOCOS DE CONCRETO Recomendações gerais

ALVENARIA DE BLOCOS DE CONCRETO Recomendações gerais ALVENARIA DE BLOCOS DE CONCRETO Recomendações gerais LA-J ARTEFATOS DE CIMENTO LUCAS LTDA Av. Cônsul Assaf Trad 6977 Em frente ao Shopping Bosque dos Ipês / Campo Grande MS 0800 647 1121 www.lajlucas.com.br

Leia mais

PATOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES: ALVENARIAS

PATOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES: ALVENARIAS PATOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES: ALVENARIAS IV SEASC: Semana da Engenharia,Arquitetura e Agronomia de São Carlos. Arq. Carlos Alberto Tauil Métrica Consultoria Outubro /2010 FUNÇÃO DAS ALVENARIAS NOS EDIFÍCIOS:

Leia mais

CAPÍTULO III SISTEMAS ESTRUTURAIS CONSTRUÇÕES EM ALVENARIA

CAPÍTULO III SISTEMAS ESTRUTURAIS CONSTRUÇÕES EM ALVENARIA 1 CAPÍTULO III SISTEMAS ESTRUTURAIS CONSTRUÇÕES EM ALVENARIA I. SISTEMAS ESTRUTURAIS Podemos citar diferentes sistemas estruturais a serem adotados durante a concepção do projeto de uma edificação. A escolha

Leia mais

PROJETO DE PILARES DE CONCRETO ARMADO

PROJETO DE PILARES DE CONCRETO ARMADO UNIVERSIDDE FEDERL DO RIO GRNDE DO SUL ESCOL DE ENGENHRI DEPRTMENTO DE ENGENHRI CIVIL PROJETO DE PILRES DE CONCRETO RMDO MÉRICO CMPOS FILHO 014 SUMÁRIO 1 Dimnsõs... 1 1.1 Dimnsõs mínimas das sçõs transvrsais

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE ESTRUTURAS. SET 410 Estruturas de concreto armado II

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE ESTRUTURAS. SET 410 Estruturas de concreto armado II UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE ESTRUTURAS SET 40 Estruturas d concrto armado II Turma - 008 Concrto armado: projto d pilars d acordo com a NBR

Leia mais

PILARES DE CONCRETO ARMADO

PILARES DE CONCRETO ARMADO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA UNESP - Campus d Bauru/SP FACULDADE DE ENGENHARIA Dpartamnto d Engnaria Civil Disciplina: 33 - ESTRUTURAS DE CONCRETO II NOTAS DE AULA PILARES DE CONCRETO ARADO Prof. Dr.

Leia mais

Alvenaria de Blocos de Concreto

Alvenaria de Blocos de Concreto Alvenaria de Blocos de Concreto Recomendações Gerais Av. Verbo Divino Nº 331 Bairro: Chácara Da Cotia Contagem - MG Tel.: 3394-6104 Conceitos Gerais O que é Alvenaria Estrutural? Alvenaria estrutural é

Leia mais

Concepção do Projeto Estrutural com Ênfase em Prédios Altos

Concepção do Projeto Estrutural com Ênfase em Prédios Altos Concepção do Projeto Estrutural com Ênfase em Prédios Altos Engº Cláudio Creazzo Puga CONCRETESHOW São Paulo, 27 a 29 de agosto de 2008 Por que se Constrói i em Alvenaria Estrutural? A busca pela redução

Leia mais

ALVENARIA ESTRUTURAL

ALVENARIA ESTRUTURAL Alvenaria Ministério Estruturalda Educação 18:04 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Construção Civil II ( TC-025) Prof. José de Almendra Freitas Jr. freitasjose@terra.com.br Versão 2013

Leia mais

PLANILHA DE CONTROLE DE REVISÃO DE PROJETOS OBRA : GOLDEN DAY HOME SERVICE 31/10/2011

PLANILHA DE CONTROLE DE REVISÃO DE PROJETOS OBRA : GOLDEN DAY HOME SERVICE 31/10/2011 PLANILHA D CONTROL D RVISÃO D PROJTOS OBRA : GOLDN DAY HOM SRVIC 3/0/0 TIPO CÓDIGO NOM ORIGINAL ()LTRÔNICO OU (P)APL VRSÃO STATUS ALTRAÇÕS OCORRIDAS DATA (XCUÇÃO OU RVISÃO) NÚMRO D CÓPIAS NVIADAS: ARQUITTURA

Leia mais

Resumo. Palavras-chave Alvenaria Estrutural; Tensões Admissíveis, Estados Limites, Ações e Segurança nas Estruturas.

Resumo. Palavras-chave Alvenaria Estrutural; Tensões Admissíveis, Estados Limites, Ações e Segurança nas Estruturas. Avaliação das Implicações Técnicas Promovidas pela Introdução de Estados Limites no Cálculo de Alvenaria Estrutural Paulo Vitor Souza Santos 1, Helio Guimarães Aragão 2 1 Universidade Estadual de Feira

Leia mais

Sistema Construtivo para Vedação

Sistema Construtivo para Vedação íder em Tecnologia Sistema onstrutivo para Vedação Vedação Racional O Sistema ity de Vedação Racional ompreende blocos no padrão de 19cm () agrupados em cinco famílias para construção de paredes com arguras

Leia mais

BLOCOS, ARGAMASSAS E IMPORTÂNCIA DOS BLOCOS CARACTERÍSTICAS DA PRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS DA PRODUÇÃO. Prof. Dr. Luiz Sérgio Franco 1

BLOCOS, ARGAMASSAS E IMPORTÂNCIA DOS BLOCOS CARACTERÍSTICAS DA PRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS DA PRODUÇÃO. Prof. Dr. Luiz Sérgio Franco 1 Escola Politécnica da USP PCC 2515 Alvenaria Estrutural BLOCOS, ARGAMASSAS E GRAUTES Prof. Dr. Luiz Sérgio Franco IMPORTÂNCIA DOS BLOCOS! DETERMINA CARACTERÍSTICAS IMPORTANTES DA PRODUÇÃO! peso e dimensões

Leia mais

VERIFICAÇÃO VERIFICAÇÃO DE FLECHAS EM VIGAS CONCRETO ARMADO

VERIFICAÇÃO VERIFICAÇÃO DE FLECHAS EM VIGAS CONCRETO ARMADO 5 VRIFICAÇÃO VRIFICAÇÃO D FCHAS VIGAS CONCRTO ARADO 1/79 111 5.1 DSOCANTOS TS NBR 6118:2003/13.3 5.1.1 ACITABIIDAD SNSORIA RAZÕS DA TAÇÃO XPOS DSOCA. T DSOCANTO A CONSIDRAR Visual Deslocamentos em elementos

Leia mais

uma estrutura convencional. Desta forma, o desempenho de um sistema estrutural está diretamente relacionado com o desempenho de suas ligações.

uma estrutura convencional. Desta forma, o desempenho de um sistema estrutural está diretamente relacionado com o desempenho de suas ligações. ISSN 1809-5860 ESTUDO DE UMA LIGAÇÃO VIGA-PILAR UTILIZADA EM GALPÕES DE CONCRETO PRÉ- MOLDADO Anamaria Malachini Miotto 1 & Mounir Khalil El Dbs 2 Rsumo Em gral, as ligaçõs ntr lmntos pré-moldados d concrto

Leia mais

Relatório Técnico. Analise de sistemas de lajes.

Relatório Técnico. Analise de sistemas de lajes. Relatório Técnico. Analise de sistemas de lajes. Interessado ARCTEC Arquitetura, Construções e Tecnologia. Rua Boulevard 28 de Setembro, 389, sala 312 Vila Isabel. Rio de Janeiro Junho, 2005. 1 ESCOPO.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA UNESP - Campus de Bauru/SP FACULDADE DE ENGENHARIA Departamento de Engenharia Civil

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA UNESP - Campus de Bauru/SP FACULDADE DE ENGENHARIA Departamento de Engenharia Civil UNIVERSIDDE ESTDUL PULIST UNESP - Campus Bauru/SP FCULDDE DE ENGENHRI Dpartamnto Engnharia Civil Disciplina: 133 - ESTRUTURS DE CONCRETO III NOTS DE UL BLOCOS DE FUNDÇÃO Prof. Dr. PULO SÉRGIO DOS SNTOS

Leia mais

CAPÍTULO 3 ANÁLISE ESTRUTURAL PARA CARGAS VERTICAIS. 3.1. Principais Sistemas Estruturais. 3.1.1. Paredes Transversais

CAPÍTULO 3 ANÁLISE ESTRUTURAL PARA CARGAS VERTICAIS. 3.1. Principais Sistemas Estruturais. 3.1.1. Paredes Transversais CAPÍTULO 3 ANÁLISE ESTRUTURAL PARA CARGAS VERTICAIS 3.1. Principais Sistemas Estruturais A concepção da estrutura consiste em se determinar, a partir de uma planta básica, quais as paredes que serão consideradas

Leia mais

Armaduras de Pele para Blocos de Concreto Armado

Armaduras de Pele para Blocos de Concreto Armado Armaduras d Pl para Blocos d Conto Armado José Milton d Araújo 1 Rsumo Os grands blocos d fundação dos difícios das ponts podm aprsntar fissuras suprficiais já nas primiras horas após a contagm. Em virtud

Leia mais

Execução de Alvenaria - Elevação

Execução de Alvenaria - Elevação PRÁTICA RECOMENDADA PR - 5 Execução de Alvenaria - Elevação A metodologia proposta para a execução da alvenaria alterou significativamente a seqüência do serviço na etapa de marcação das paredes. Nenhum

Leia mais

ESCADAS USUAIS DOS EDIFÍCIOS

ESCADAS USUAIS DOS EDIFÍCIOS Volume 4 Capítulo 3 ESCDS USUIS DOS EDIFÍCIOS 1 3.1- INTRODUÇÃO patamar lance a b c d e Formas usuais das escadas dos edifícios armada transversalmente armada longitudinalmente armada em cruz V3 V4 Classificação

Leia mais

f xm - Resistência média das amostras f xk ALVENARIA ESTRUTURAL Blocos: Propriedades desejáveis : Resistência à compressão: MATERIAIS

f xm - Resistência média das amostras f xk ALVENARIA ESTRUTURAL Blocos: Propriedades desejáveis : Resistência à compressão: MATERIAIS Alvenaria Ministério Estruturalda Educação Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Construção Civil II ( TC-025) Blocos: Propriedades desejáveis : Resistência à compressão: Função da relação

Leia mais

MATERIAIS PARA ALVENARIA ESTRUTURAL Humberto Ramos Roman Universidade Federal Santa atarina Catarina

MATERIAIS PARA ALVENARIA ESTRUTURAL Humberto Ramos Roman Universidade Federal Santa atarina Catarina MATERIAIS PARA ALVENARIA ESTRUTURAL Humberto Ramos Roman Universidade Federal de Santa Catarina SUMÁRIO 1. Materiais para alvenaria bloco argamassa graute 2. Material alvenaria fatores que afetam a resistência

Leia mais

Líder em Tecnologia. www.ceramicacity.com.br SAC (15) 3246 8030

Líder em Tecnologia. www.ceramicacity.com.br SAC (15) 3246 8030 Líder em Tecnologia Líder em Tecnologia Vedação Racional As maiores construtoras buscam a qualidade e desempenho dos s City para ganhar em produtividade e reduzir desperdícios Vedação Racional O bloco

Leia mais

Alvenaria racionalizada

Alvenaria racionalizada Como construir Alvenaria racionalizada A alvenaria de vedação pode ser definida como a alvenaria que não é dimensionada para resistir a ações além de seu próprio peso. O subsistema vedação vertical é responsável

Leia mais

KEPLER ROCHA PASCOAL Engenheiro Civil 98-8833-6064 - kepler@franere.com.br

KEPLER ROCHA PASCOAL Engenheiro Civil 98-8833-6064 - kepler@franere.com.br VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DA ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO 2a. parte: ECONÔMICA-ESTUDO DE CASO KEPLER ROCHA PASCOAL Engenheiro Civil 98-8833-6064 - kepler@franere.com.br UNIVERSIDADE

Leia mais

Blocos e Alicerces CONCEITO

Blocos e Alicerces CONCEITO CONCEITO Os blocos são elementos estruturais de grande rigidez que são ligados pelas vigas baldrame. Sua profundidade varia de 0,5 a 1 metro. São utilizados quando há atuação de pequenas cargas, como em

Leia mais

07.39 09.21. (LxHxC cm) Consumo p/ m². Quantidade p/ pallet 279 peças. 12,5 peças

07.39 09.21. (LxHxC cm) Consumo p/ m². Quantidade p/ pallet 279 peças. 12,5 peças 7 9 9 07.39 09.21 4,800 kg 07x19x39 279 peças 234 peças 0,010 15,65 Fechamento de shafts, pequenas paredes de armários e divisórias 0,012 20,12 5,865 kg 09x19x39 Vergas, contra vergas e fiada de respaldo

Leia mais

Integração entre sistemas de cobertura metálica e estrutura de concreto em galpões. Aplicações em sistemas prémoldados

Integração entre sistemas de cobertura metálica e estrutura de concreto em galpões. Aplicações em sistemas prémoldados Integração entre sistemas de cobertura metálica e estrutura de concreto em galpões. Aplicações em sistemas prémoldados e tilt-up Vitor Faustino Pereira Engenheiro Civil Professor Adjunto UEL Sócio Diretor:

Leia mais

ALVENARIA ESTRUTURAL. Adriano Maboni Alex Pimentel Arléia Teixeira Fabrício Machado Liliane Trombini Pereira

ALVENARIA ESTRUTURAL. Adriano Maboni Alex Pimentel Arléia Teixeira Fabrício Machado Liliane Trombini Pereira ALVENARIA ESTRUTURAL Adriano Maboni Alex Pimentel Arléia Teixeira Fabrício Machado Liliane Trombini Pereira DADOS DO TRABALHO Edifício de 9 pavimentos tipo e 1 térreo Térreo apoiado diretamente sobre a

Leia mais

ALVENARIA ESTRUTURAL

ALVENARIA ESTRUTURAL Alvenaria Ministério Estruturalda Educação 17:52 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Construção Civil II ( TC-025) Prof. José de Almendra Freitas Jr. freitasjose@terra.com.br Versão 2013

Leia mais

Recomendações para a Elaboração do Projeto Estrutural

Recomendações para a Elaboração do Projeto Estrutural Universidade Estadual de Maringá - Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia Civil Disciplina: Estruturas em Concreto I Professor: Rafael Alves de Souza Recomendações para a Elaboração do Projeto

Leia mais

ESTRUTURAS DE CONCRETO CAPÍTULO 16 PILARES 16.1 CARGAS NOS PILARES 16.2 CARACTERÍSTICAS GEOMÉTRICAS. Murilo A. Scadelai, Libânio M.

ESTRUTURAS DE CONCRETO CAPÍTULO 16 PILARES 16.1 CARGAS NOS PILARES 16.2 CARACTERÍSTICAS GEOMÉTRICAS. Murilo A. Scadelai, Libânio M. ESTRUTURAS DE CONCRETO CAPÍTULO 6 urio A. Scadai, Libânio. Pinhiro 7 nov 003 PILARES são mntos struturais inars d ixo rto, usuamnt dispostos na vrtica, m qu as forças normais d comprssão são prpondrants

Leia mais

VIABILIDADE E RESULTADOS OBTIDOS COM O USO DO BLOCO DE CONCRETO EM ALVENARIA DE VEDAÇÃO - Construtora Dacaza. Elaine Valentim

VIABILIDADE E RESULTADOS OBTIDOS COM O USO DO BLOCO DE CONCRETO EM ALVENARIA DE VEDAÇÃO - Construtora Dacaza. Elaine Valentim VIABILIDADE E RESULTADOS OBTIDOS COM O USO DO BLOCO DE CONCRETO EM ALVENARIA DE VEDAÇÃO - Construtora Dacaza Elaine Valentim CONSTRUTORA DACAZA CENÁRIO - 2005 Mais de 20 anos no mercado; Focada na qualidade

Leia mais

CIRURGIA DE CASAS. Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010

CIRURGIA DE CASAS. Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010 CIRURGIA DE CASAS Guilherme Felipe. Nathali Padovani Pflex. Profª. Silke Kapp. dezembro 2010 Entrevista com o cliente Quatro moradores: Cândida : 45 anos Petra: 22 anos Bárbara : 16 anos Gabriel: 2 anos,

Leia mais

E S T A D O D O M A T O G R O S S O. Prefeitura Municipal de Jaciara

E S T A D O D O M A T O G R O S S O. Prefeitura Municipal de Jaciara MEMORIAL DESCRITIVO REDE CEGONHA - HOSPITAL MUNICIPAL JACIARA/MT O presente memorial descritivo define diretrizes referentes à reforma do espaço destinado a Programa REDE CEGONHA no Hospital Municipal

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DE EDIFÍCIOS EM ALVENARIA ESTRUTURAL DE BLOCOS CERÂMICOS: GEOMETRIA EM PLANTA BAIXA MAIS RECOMENDADA

ANÁLISE COMPARATIVA DE EDIFÍCIOS EM ALVENARIA ESTRUTURAL DE BLOCOS CERÂMICOS: GEOMETRIA EM PLANTA BAIXA MAIS RECOMENDADA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL Thiago Pedreschi Busi ANÁLISE COMPARATIVA DE EDIFÍCIOS EM ALVENARIA ESTRUTURAL DE BLOCOS CERÂMICOS: GEOMETRIA

Leia mais

11 - PROJETO ESTRUTURAL DO EDIFÍCIO DA ENGENHARIA CIVIL

11 - PROJETO ESTRUTURAL DO EDIFÍCIO DA ENGENHARIA CIVIL 11 - PROJETO ESTRUTURAL DO EDIFÍCIO DA ENGENHARIA CIVIL Fernando Musso Junior musso@npd.ufes.br Estruturas de Concreto Armado 216 11.1 - ARQUITETURA DO EDIFÍCIO Fernando Musso Junior musso@npd.ufes.br

Leia mais

Soluções para Alvenaria

Soluções para Alvenaria Aços Longos Soluções para Alvenaria BelgoFix Tela BelgoRevest Produtos Murfor BelgoFix Telas Soldadas Galvanizadas para Alvenaria BelgoFix são telas soldadas produzidas com fio de 1,65 mm de diâmetro e

Leia mais

MANUAL DO FABRICANTE:

MANUAL DO FABRICANTE: MANUAL DO FABRICANTE: ALVENARIA ESTRUTURAL Características e especificações, instruções de transporte, estocagem e utilização. GESTOR: Engenheiro civil EVERTON ROBSON DOS SANTOS LISTA DE TABELAS Tabela

Leia mais

Parâmetros para o dimensionamento

Parâmetros para o dimensionamento Parâmetros para o dimensionamento Disponível em http://www.chasqueweb.ufrgs.br/~jeanmarie/eng01208/eng01208.html Projeto em Alvenaria estrutural Concepção estrutural; Modulação; Integração entre estrutura

Leia mais

Marcelo de Andrade Pitanga ANÁLISE TÉRMICA DE VIGAS MISTAS AÇO-CONCRETO EM SITUAÇÃO DE INCÊNDIO

Marcelo de Andrade Pitanga ANÁLISE TÉRMICA DE VIGAS MISTAS AÇO-CONCRETO EM SITUAÇÃO DE INCÊNDIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL Marclo d Andrad Pitanga ANÁLISE TÉRMICA DE VIGAS MISTAS

Leia mais

Critérios de falha PROF. ALEXANDRE A. CURY DEPARTAMENTO DE MECÂNICA APLICADA E COMPUTACIONAL

Critérios de falha PROF. ALEXANDRE A. CURY DEPARTAMENTO DE MECÂNICA APLICADA E COMPUTACIONAL PROF. ALEXANDRE A. CURY DEPARTAMENTO DE MECÂNICA APLICADA E COMPUTACIONAL A avaliação das tnsõs dformaçõs smpr é fita m função d crtas propridads do matrial. Entrtanto, não basta apnas calcular ssas grandzas.

Leia mais

ES015 - Projeto de Estruturas Assistido por Computador: Cálculo e Detalhamento

ES015 - Projeto de Estruturas Assistido por Computador: Cálculo e Detalhamento Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Estruturas e Fundações ES015 - Projeto de Estruturas Assistido por Computador: Cálculo e Detalhamento Prof. Túlio Nogueira

Leia mais

DIMENSIONAMENTO DE LAJES ARMADAS EM DUAS DIRECÇÕES

DIMENSIONAMENTO DE LAJES ARMADAS EM DUAS DIRECÇÕES DIMENSIONAMENTO DE LAJES ARMADAS EM DUAS DIRECÇÕES EXEMPLO DE APLICAÇÃO Carlos Moutinho FEUP, Maio de 2002 1. Dados Gerais - Laje destinada a zona comercial (Q = 4 kn/m 2 ) - Peso de revestimentos e paredes

Leia mais

Study of structural behavior of a low height precast concrete building, considering the continuity of beam-column connections

Study of structural behavior of a low height precast concrete building, considering the continuity of beam-column connections Study of structural behavior of a low height precast concrete building, considering the continuity of beam-column connections Universidade Federal de Viçosa - Av. P.H. Rolfs s/n - Viçosa MG - 36.570-000

Leia mais

ALVENARIA ESTRUTURAL DE CONCRETO COM BLOCOS CURSO DE FORMAÇÃO DE EQUIPES DE PRODUÇÃO PASSO A PASSO

ALVENARIA ESTRUTURAL DE CONCRETO COM BLOCOS CURSO DE FORMAÇÃO DE EQUIPES DE PRODUÇÃO PASSO A PASSO ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO CURSO DE FORMAÇÃO DE EQUIPES DE PRODUÇÃO PASSO A PASSO ALVENARIA ESTRUTURAL EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA 2 SEGURANÇA COLETIVA 3 SEGURANÇA COLETIVA ANDAIME COM GUARDA

Leia mais

ALVENARIA ESTRUTURAL BLOCOS CERÂMICOS PARTE 1: PROJETOS

ALVENARIA ESTRUTURAL BLOCOS CERÂMICOS PARTE 1: PROJETOS ALVENARIA ESTRUTURAL BLOCOS CERÂMICOS PARTE 1: PROJETOS APRESENTAÇÃO 1) Este 1º Projeto foi elaborado pela CE-02:123.03 - Alvenaria Estrutural - Blocos Cerâmicos - do ABNT/CB- 02 - Construção Civil, nas

Leia mais

23/05/2014. Professor

23/05/2014. Professor UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Disciplina: Construção Civil I Alvenarias Área de Construção Civil Prof. Dr. André Luís Gamino Professor Elementos

Leia mais

Exemplo de projeto estrutural

Exemplo de projeto estrutural Planta de formas do pavimento tipo Exemplo de projeto estrutural P1-30x30 P2-20x50 P3-30x30 V1 L1 L2 P4-20x50 P5-40x40 P-20x50 V2 Estruturas de Concreto Armado Prof. José Milton de Araújo L3 480 cm 480

Leia mais

BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL

BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL BRICKA ALVENARIA ESTRUTURAL Indice ALVENARIA ESTRUTURAL MANUAL DE EXECUÇÃO E TREINAMENTO...1 O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL?...1 Seu trabalho fica mais fácil...1 CUIDADOS QUE

Leia mais

ALVENARIA EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

ALVENARIA EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I ALVENARIA EXECUÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I ALVENARIA CONDIÇÕES DE INÍCIO Vigas baldrames impermeabilizadas e niveladas,

Leia mais

NOVIDADES E MODIFICAÇÕES DA ALVENARIA ESTRUTURAL NBR15961

NOVIDADES E MODIFICAÇÕES DA ALVENARIA ESTRUTURAL NBR15961 NOVIDADES E MODIFICAÇÕES DA VERSÃO 2011 DA NORMA DE PROJETO ALVENARIA ESTRUTURAL NBR15961 Prof. Dr. Luiz Sérgio Franco Escola Politécnica da USP ARCO Assessoria em Racionalização Construtiva HISTÓRICO

Leia mais

Parâmetros de Projeto de Alvenaria Estrutural com Blocos de Concreto

Parâmetros de Projeto de Alvenaria Estrutural com Blocos de Concreto Parâmetros de Projeto de Alvenaria Estrutural com Blocos de Concreto Guilherme A. Parsekian - parsekian@ufscar.br ABCP UFSCar 2012 Introdução: O Processo de Criação do Livro e Mini-Curso A ABCP Associação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONA E MUCURI DIAMANTINA MG ESTUDO DIRIGIDO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONA E MUCURI DIAMANTINA MG ESTUDO DIRIGIDO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONA E MUCURI DIAMANTINA MG ESTUDO DIRIGIDO Disciplina: Construções Rurais 2011/1 Código: AGR006/AGR007 Curso (s): Agronomia e Zootecnia

Leia mais

Projeto, Dimensionamento e Detalhamento de Estruturas de Concreto Armado. Escadas

Projeto, Dimensionamento e Detalhamento de Estruturas de Concreto Armado. Escadas Projeto, Dimensionamento e Detalhamento de Estruturas de Concreto Armado Escadas Rodrigo Gustavo Delalibera Engenheiro Civil Doutor em Engenharia de Estruturas dellacivil@gmail.com 1 Terminologia e dimensões

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS DE EXECUÇÃO DA ALVENARIA DE VEDAÇÃO. Prof. Dr. Alberto Casado Lordsleem Jr. acasado@poli.br

MELHORES PRÁTICAS DE EXECUÇÃO DA ALVENARIA DE VEDAÇÃO. Prof. Dr. Alberto Casado Lordsleem Jr. acasado@poli.br MELHORES PRÁTICAS DE EXECUÇÃO DA ALVENARIA DE VEDAÇÃO Prof. Dr. Alberto Casado Lordsleem Jr. acasado@poli.br HABILIDADE? SORTE? ou... BIZARRO? IMPENSÁVEL? Importância Econômica DÁ PARA ACREDITAR QUE UMA

Leia mais

Alvenaria de Blocos de Concreto

Alvenaria de Blocos de Concreto Alvenaria de Blocos de Recomendações Gerais Est. Mun. Eduardo Duarte, 1100 - Esq. RST 287. Santa Maria - RS Fone: (55) 3221 2000 e-mail : prontomix@prontomix.com.br Conceitos Gerais O que é Alvenaria Estrutural?

Leia mais

O www.romanio.com.br

O www.romanio.com.br O www.romanio.com.br VANTAGENS Dispensa usos de compensados Simplifica armação Otimiza vãos de maior envergadura Racionaliza a construção de lajes nervuradas Nervuras tecnicamente dimensionadas, de modo

Leia mais

PROJETO DE EDIFÍCIOS DE ALVENARIA ESTRUTURAL. Prof. Dr. Jefferson Sidney Camacho

PROJETO DE EDIFÍCIOS DE ALVENARIA ESTRUTURAL. Prof. Dr. Jefferson Sidney Camacho PROJETO DE EDIFÍCIOS DE ALVENARIA ESTRUTURAL Prof. Dr. Jefferson Sidney Camacho Ilha Solteira - SP 2006 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 1 1.1 Definição...1 1.2 Nomenclatura...1 1.3 Classificação...3 1.4 Vantagens

Leia mais

METODOLOGIA DE EXECUÇÃO - PASSO A PASSO PARA CONSTRUIR ALVENARIAS DE BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO

METODOLOGIA DE EXECUÇÃO - PASSO A PASSO PARA CONSTRUIR ALVENARIAS DE BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO METODOLOGIA DE EXECUÇÃO - PASSO A PASSO PARA CONSTRUIR ALVENARIAS DE BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO Segurança Antes do início de qualquer serviço, verificar a existência e condições dos equipamentos de segurança

Leia mais

SISTEMAS CONSTRUTIVOS Professor:Regialdo BLOCOS DE CONCRETO

SISTEMAS CONSTRUTIVOS Professor:Regialdo BLOCOS DE CONCRETO SISTEMAS CONSTRUTIVOS Professor:Regialdo BLOCOS DE CONCRETO CONCEITO A tipologia estrutural composta por bloco, argamassa, graute e eventualmente armações é responsável por um dos sistemas construtivos

Leia mais

ALBERTO COHEN FILHO ANÁLISE DOS ESFORÇOS TENSIONAIS DE COMPRESSÃO, FLEXÃO E CISALHAMENTO EM ELEMENTOS ESTRUTURAIS DE ALVENARIA

ALBERTO COHEN FILHO ANÁLISE DOS ESFORÇOS TENSIONAIS DE COMPRESSÃO, FLEXÃO E CISALHAMENTO EM ELEMENTOS ESTRUTURAIS DE ALVENARIA ALBERTO COHEN FILHO ANÁLISE DOS ESFORÇOS TENSIONAIS DE COMPRESSÃO, FLEXÃO E CISALHAMENTO EM ELEMENTOS ESTRUTURAIS DE ALVENARIA Dissertação apresentada ao Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil da

Leia mais

Dicas importantes para você construir ou reformar a sua casa.

Dicas importantes para você construir ou reformar a sua casa. Distribuição gratuita Dicas importantes para você construir ou reformar a sua casa. 1 Este folheto fornece informações úteis para orientá-lo na construção ou reforma de sua casa. Qualquer construção ou

Leia mais

O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL? O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL? Conceituação: O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL? Histórico UFBA TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL

O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL? O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL? Conceituação: O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL? Histórico UFBA TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 5 ALVENARIA ESTRUTURAL: PROJETO E RACIONALIZAÇÃO Prof. Dr. Luiz Sérgio Franco O QUE É ALVENARIA ESTRUTURAL? PREDIO COM

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ESTRUTURAL E CONSTRUÇÃO CIVIL CÍCERO DE OLIVEIRA GUALBERTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ESTRUTURAL E CONSTRUÇÃO CIVIL CÍCERO DE OLIVEIRA GUALBERTO i UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ESTRUTURAL E CONSTRUÇÃO CIVIL CÍCERO DE OLIVEIRA GUALBERTO VERIFICAÇÃO ESTRUTURAL DE EDIFÍCIO DE 2 PAVIMENTOS COM TIJOLO

Leia mais

OBRA- CONSTRUÇÃO DE CENTRO DE EVENTOS EVENTOS LOCAL:

OBRA- CONSTRUÇÃO DE CENTRO DE EVENTOS EVENTOS LOCAL: MEMÓRIA DE CALCULO: OBRA- CONSTRUÇÃO DE CENTRO DE EVENTOS EVENTOS LOCAL: Área Anexa ao Ginásio Municipal de Esportes Gerson Luis Milanesi Parapuã. Tipo de Projeto- Construção 54,06 m2 ART. 92221220110130074

Leia mais

UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL 1 UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E ENGENHARIAS Curso de Graduação em Engenharia Civil Elias Ricardo Schüssler INTERAÇÃO ENTRE ALVENARIA

Leia mais

Definição de Termos Técnicos

Definição de Termos Técnicos Dfinição d Trmos Técnicos Eng. Adriano Luiz pada Attack do Brasil - THD - (Total Harmonic Distortion Distorção Harmônica Total) É a rlação ntr a potência da frqüência fundamntal mdida na saída d um sistma

Leia mais

Soluções para Alvenaria MURFOR

Soluções para Alvenaria MURFOR Soluções para Alvenaria MURFOR Histórico As Alvenarias são técnicas construtivas muito antigas, utilizadas como elemento resistente (estrutural ou suporte) e de vedação; Sua estabilidade e resistência

Leia mais

POLÍTICA DA QUALIDADE

POLÍTICA DA QUALIDADE TUBOS E CONEXÕES PD N BR 1 5561 POLI ERG POL GP10 0BK PEA IERG D NB PE 1 00 D R 15 PEA 561 D NB R 15 E 45 0 PN GP10 561 0BK GP1 10 Á GUA PE 1 00B 00 D K PE E 45 100 0 PN DE 4 10 E 50 P SGOT O N 10 ÁGU

Leia mais

CÁLCULO DE VIGAS. - alvenaria de tijolos cerâmicos furados: γ a = 13 kn/m 3 ; - alvenaria de tijolos cerâmicos maciços: γ a = 18 kn/m 3.

CÁLCULO DE VIGAS. - alvenaria de tijolos cerâmicos furados: γ a = 13 kn/m 3 ; - alvenaria de tijolos cerâmicos maciços: γ a = 18 kn/m 3. CAPÍTULO 5 Volume 2 CÁLCULO DE VIGAS 1 1- Cargas nas vigas dos edifícios peso próprio : p p = 25A c, kn/m ( c A = área da seção transversal da viga em m 2 ) Exemplo: Seção retangular: 20x40cm: pp = 25x0,20x0,40

Leia mais

PROCEDIMENTO DE MEDIÇÃO DE ILUMINÂNCIA DE EXTERIORES

PROCEDIMENTO DE MEDIÇÃO DE ILUMINÂNCIA DE EXTERIORES PROCEDIMENTO DE MEDIÇÃO DE ILUMINÂNCIA DE EXTERIORES Rodrigo Sousa Frrira 1, João Paulo Viira Bonifácio 1, Daian Rznd Carrijo 1, Marcos Frnando Mnzs Villa 1, Clarissa Valadars Machado 1, Sbastião Camargo

Leia mais

Soluções para Alvenaria

Soluções para Alvenaria Aços Longos Soluções para Alvenaria BelgoFix Tela BelgoRevest Murfor BelgoFix Telas Soldadas Galvanizadas para Alvenaria BelgoFix : marca registrada da Belgo Bekaert Arames BelgoFix são telas soldadas

Leia mais

As lajes de concreto são consideradas unidirecionais quando apenas um ou dois lados são considerados apoiados.

As lajes de concreto são consideradas unidirecionais quando apenas um ou dois lados são considerados apoiados. LAJES DE CONCRETO ARMADO 1. Unidirecionais As lajes de concreto são consideradas unidirecionais quando apenas um ou dois lados são considerados apoiados. 1.1 Lajes em balanço Lajes em balanço são unidirecionais

Leia mais

CONDIÇÕES DE OPERAÇÃO DE TUBOS DE POLIETILENO PE (NORMATIVO) CONDIÇÕES PARA USO DE MATERIAL REPROCESSADO (NORMATIVO)

CONDIÇÕES DE OPERAÇÃO DE TUBOS DE POLIETILENO PE (NORMATIVO) CONDIÇÕES PARA USO DE MATERIAL REPROCESSADO (NORMATIVO) ABR 98 Tubos d politilno PE abp/e001 Espcificação Origm: ISO 4427/96 abp - associação brasilira d tubos poliolfínicos sistmas CTPE - Comissão Técnica d Politilno abp/e001 - Polythyln (PE) pips - Spcification

Leia mais

Materiais, execução da estrutura e controle tecnológico

Materiais, execução da estrutura e controle tecnológico CAIXA ECONÔMICA FEDERAL DIRETORIA DE PARCERIAS E APOIO AO DESENVOLVIMENTO URBANO ALVENARIA ESTRUTURAL Materiais, execução da estrutura e controle tecnológico REQUISITOS E CRITÉRIOS MÍNIMOS A SEREM ATENDIDOS

Leia mais

Blocos de. Absorção de água. Está diretamente relacionada à impermeabilidade dos produtos, ao acréscimo imprevisto de peso à Tabela 1 Dimensões reais

Blocos de. Absorção de água. Está diretamente relacionada à impermeabilidade dos produtos, ao acréscimo imprevisto de peso à Tabela 1 Dimensões reais Blocos de CONCRETO DESCRIÇÃO: Elementos básicos para a composição de alvenaria (estruturais ou de vedação) BLOCOS VAZADOS DE CONCRETO SIMPLES COMPOSIÇÃO Cimento Portland, Agregados (areia, pedra, etc.)

Leia mais

Sistemas de Pisos em Estruturas de Aço

Sistemas de Pisos em Estruturas de Aço Sistemas de Pisos em Estruturas de Aço Aplicações para edificações Estruturas de Aço e Madeira Prof Alexandre Landesmann FAU/UFRJ AMA Loft A1 1 Definição do sistema estrutural do pavimento Lajes armadas

Leia mais

MINISTERIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO 23ª REGIÃO RUA E S/N, CENTRO POLÍTICO ADMINISTRATIVO, CUIABÁ - MT

MINISTERIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO 23ª REGIÃO RUA E S/N, CENTRO POLÍTICO ADMINISTRATIVO, CUIABÁ - MT MINISTERIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO 23ª REGIÃO RUA E S/N, CENTRO POLÍTICO ADMINISTRATIVO, CUIABÁ - MT MEMÓRIA DE CÁLCULO ESTRUTURA DE CONCRETO SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 1.1. Hipóteses

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DE CONSTRUÇÃO COM PAREDES DE PNEUS

MANUAL PRÁTICO DE CONSTRUÇÃO COM PAREDES DE PNEUS MANUAL PRÁTICO DE CONSTRUÇÃO COM PAREDES DE PNEUS SISTEMA CONSTRUTIVO EM MÓDULOS U VIGA ROLIÇA 30/30 PAREDE DE PNEU TERRA PLANTA ESQUEMÁTICA PLANTA ESQUEMÁTICA CORTE ESQUEMÁTICO COMO PREENCHER O PNEU As

Leia mais

Alvenaria Estrutural - Blocos de Concreto Parte 1: Projeto

Alvenaria Estrutural - Blocos de Concreto Parte 1: Projeto Alvenaria Estrutural - Blocos de Concreto Parte 1: Projeto APRESENTAÇÃO 1) Este 1º Projeto foi elaborado pela Comissão de Estudo de Alvenaria estrutural com Blocos de Concreto (CE-02:123.04) do Comitê

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano d Trabalho Docnt 2014 Ensino Técnico Etc Etc: PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 0136 Município: TUPÃ Ára d conhcimnto: INFRAESTRUTURA Componnt Curricular: PLANEJAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL - PCC

Leia mais

Forças de implantação nas pontes estaiadas

Forças de implantação nas pontes estaiadas Forças d implantação nas ponts staiadas Pdro Afonso d Olivira Almida (); Rui Oyamada (); Hidki Ishitani () () Profssor Doutor, Dpartamnto d Engnharia d Estruturas Fundaçõs Escola Politécnica, Univrsidad

Leia mais

Parâmetros de projeto de alvenaria estrutural com blocos de concreto

Parâmetros de projeto de alvenaria estrutural com blocos de concreto Parâmetros de projeto de alvenaria estrutural com blocos de concreto reitor vice-reitor diretor da edufscar Targino de Araújo Filho Pedro Manoel Galetti Junior Oswaldo Mário Serra Truzzi EdUFSCar - Editora

Leia mais

CURSO DE CONCRETO ARMADO

CURSO DE CONCRETO ARMADO CURSO DE CONCRETO ARMADO Calculando com o PACON 2006 JOSÉ MILTON DE ARAÚJO Professor Titular da FURG Doutor em Engenharia CURSO DE CONCRETO ARMADO Calculando com o PACON 2006 Editora DUNAS CURSO DE CONCRETO

Leia mais

CONSUMO DE MATERIAIS Explorando as vantagens da Alvenaria Estrutural

CONSUMO DE MATERIAIS Explorando as vantagens da Alvenaria Estrutural CONSUMO DE MATERIAIS Explorando as vantagens da Alvenaria Estrutural Prof. Marco Pádua Neste sistema conhecido como Autoportante os pilares são substituídos por blocos de concreto estruturais vazados preenchidos

Leia mais

PROJETO DE ESCADAS DE CONCRETO ARMADO

PROJETO DE ESCADAS DE CONCRETO ARMADO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL PROJETO DE ESCADAS DE CONCRETO ARMADO AMÉRICO CAMPOS FILHO 0 SUMÁRIO Introdução... Escadas com vãos paralelos...

Leia mais

Lajes de Edifícios de Concreto Armado

Lajes de Edifícios de Concreto Armado Lajes de Edifícios de Concreto Armado 1 - Introdução As lajes são elementos planos horizontais que suportam as cargas verticais atuantes no pavimento. Elas podem ser maciças, nervuradas, mistas ou pré-moldadas.

Leia mais

AULA INTRODUTÓRIA Gerson Moacyr Sisniegas Alva

AULA INTRODUTÓRIA Gerson Moacyr Sisniegas Alva UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Departamento de Estruturas e Construção Civil ECC 1008 Estruturas de Concreto AULA INTRODUTÓRIA Gerson Moacyr Sisniegas Alva Elementos estruturais em edifícios de concreto

Leia mais

CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS. 1.1. Conceito Estrutural Básico

CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS. 1.1. Conceito Estrutural Básico CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS 1.1. Conceito Estrutural Básico O principal conceito estrutural ligado à utilização da alvenaria estrutural é a transmissão de ações através de tensões de compressão.

Leia mais