Tabagismo e Transtornos Alimentares: como identificar e tratar, antes,

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tabagismo e Transtornos Alimentares: como identificar e tratar, antes,"

Transcrição

1 Tabagismo e Transtornos Alimentares: como identificar e tratar, antes, durante e após a cessação: Hospital Universitário Clementino Fraga Filho Serviço de Psiquiatria e Psicologia Médica Programa de Pesquisa e Tratamento dos Transtornos Alimentares e Obesidade NELSON CALDAS

2 Desde a clássica comunicação do Surgeon General Report em 1994, sobre o efeito nocivo do tabagismo, seu declínio foi acentuado nos EUA. Atualmente cerca de 20% dos americanos fumam. Hoje, há uma preocupação com os considerados refratários. Além de apresentarem uma dependência mais grave, terem menor poder aquisitivo, podem ter algum co-fator relacionado como: Depressão, Ansiedade, DDA, Transtorno por uso de outras drogas e Transtornos alimentares Cynthia Parmeleau (Addiction, 1997)

3 Tabagismo e transtornos alimentares: Ação da nicotina favorece a síndrome metabólica e ao diabetes Ganho de peso pós-cessação Tabagismo como estratégia controle do ganho de peso (Chiolero & Cornuz Am J Nut 2008)

4 Tabagismo e transtornos alimentares: O tabagismo entre os pacientes portadores de transtornos alimentares é mais grave que na população normal A preocupação com a imagem corporal pode interferir na cessação ou manutenção fator preditivo negativo (Anzengruber et al. Eating Behaivor 2006)

5 Objetivos da apresentação: Avaliação da presença dos transtornos alimentares e obesidade nos pacientes em processo de cessação do tabagismo Manejo clínico do tabagismo portadores de transtornos alimentares e obesidade

6 Transtornos Alimentares Correspondem basicamente aos diagnósticos de anorexia nervosa e bulimia nervosa que se acham intimamente relacionados por apresentarem uma psicopatologia em comum: preocupação excessiva com o peso e a forma corporal, expressos por um medo mórbido de engordar Garfinkel,1995

7 Transtornos Alimentares Os transtornos alimentares nos sistemas classificatórios: Anorexia Nervosa Bulimia Nervosa Transtornos Alimentares não especificados (DSM-IV) / Transtornos Alimentares sem outra especificação (CID-10)

8 Transtornos Alimentares Anorexia Nervosa

9 Anorexia Nervosa Características Fundamentais: Recusa a se alimentar ou a manter um peso mínimo aceitável para a altura e a idade Insatisfação com a forma do corpo

10

11

12 Anorexia Nervosa Critérios Diagnósticos Manutenção do peso corporal abaixo do mínimo aceitável para a idade e a altura - DSM-IV: peso < 85% do esperado - CID-10: IMC < 17,5 kg/m 2 Medo mórbido de engordar Incômodo com a forma corporal e/ou negação do baixo peso Alterações endócrinas -DSM-IV: amenorréia por 3 ciclos consecutivos - CID-10: amenorréia por 3 ciclos consecutivos em mulheres ou perda do interesse e da potência sexual em homens

13 Anorexia Nervosa Subtipos (DSM-IV) Restritivo Compulsão periódica / purgativo

14 Epidemiologia Anorexia Nervosa Mulheres jovens (90 a 95% dos pacientes) Incidência: 8 casos / hab x ano Prevalência: 0,5% das mulheres jovens Maior prevalência nas culturas ocidentais

15 Epidemiologia Anorexia Nervosa Risco elevado de morte prematura e suicídio 18,4% das pacientes morrem em conseqüência do transtorno alimentar (inanição, distúrbios hidroeletrolíticos e suicídio) Taxa de mortalidade de 6 a 12 vezes maior que a esperada para a população O tabagismo é raro - mais freqüente no tipo purgativo

16 Anorexia Nervosa Etiologia Origem multifatorial Fatores biológicos: alterações nos sistemas serotoninérgico e noradrenérgico / transmissão genética Fatores psicológicos: obsessividade / perfeccionismo / passividade / introversão Fatores Familiares: alianças encobertas entre membros da família / falhas na resolução de conflitos / superproteção Fatores socioculturais: valorização da magreza

17 Anorexia Nervosa Complicações Clínicas Crescimento de lanugo Queda de cabelos Ressecamento da pele Alcalose metabólica Hiponatremia Hipocalcemia Hipocalemia } tipo purgativo Desidratação

18 Anorexia Nervosa Complicações Clínicas Hipotiroidismo Aumento nos níveis plasmáticos de cortisol Osteoporose Hipotensão Bradicardia Anemia normocítica e normocrômica

19 Anorexia Nervosa Tratamento: Equipe multiprofissional Restaurar o peso saudável Tratar complicações clínicas Aumentar a motivação para o tratamento Corrigir pensamentos disfuncionais Tratar transtornos psiquiátricos associados psicoterapia (individual, grupo ou familiar) Aconselhamento nutricional

20 Anorexia Nervosa Tratamento ISRS (principalmente fluoxetina) -16 estudos abertos mostram efeitos positivos (fluoxetina, citalopram e sertralina) -Estudos controlados não mostram eficácia sobre o ganho de peso Antipsicóticos - Estudos demostram resultados positivos com Risperidona e Olanzapina Benzodiazepínicos

21 Tratamento Anorexia Nervosa e Tabagismo Não há consenso sobre o que tratar primeiro Espera-se na prática a estabilização clínica e o equilíbrio nutricional Nenhum tratamento estaria necessariamente contra-indicado os parâmetros clínicos devem ser considerados

22 Transtornos Alimentares Bulimia Nervosa

23 Bulimia Nervosa Características Fundamentais: Episódios freqüentes de compulsão alimentar Comportamentos inadequados para evitar o ganho de peso Insatisfação com a forma do corpo

24

25 Bulimia Nervosa Critérios Diagnósticos Episódios de compulsão alimentar periódica (ingestão de grande quantidade de comida sem controle sobre o comportamento) -DSM-IV: 2 vezes por semana, durante 3 meses Comportamentos compensatórios (vômitos auto-induzidos, uso de laxantes, diuréticos, anorexígenos, hormônios tireoidianos e omissão de doses de insulina) Preocupação exagerada com a forma e o peso corporal - DSM-IV: Os pacientes apresentam peso normal - CID-10: Peso baixo

26 Epidemiologia Bulimia Nervosa Mais prevalente em mulheres jovens (90%) Incidência: 13 / hab x ano Prevalência: 1% das mulheres jovens Tabagismo associado em cerca de 40% dos casos

27 Bulimia Nervosa Etiologia Origem multifatorial Fatores biológicos: diminuição da atividade serotoninérgica central / transmissão genética Fatores psicológicos: impulsividade / instabilidade afetiva / sociabilidade / comportamentos de risco Fatores Familiares: relação pouco afetuosa ou calorosa dos pais Fatores socioculturais: valorização da magreza / regimes dietéticos rígidos / exercícios físicos exagerados

28 Bulimia Nervosa Complicações Clínicas: Alargamento das glândulas parótidas Sinal de Russel Cáries ou abrasões do esmalte dentário Desidratação Alcalose metabólica Hipocloremia Hipocalemia Hipofosfatemia Hipomagnesemia Esofagite Gastrite Pneumonias de aspiração Hipoglicemia

29 Sinal de Russel

30 Abrasão do esmalte dentário:

31 Bulimia Nervosa Tratamento Equipe multiprofissional (psiquiatras, clinicos, nutrologistas, psicólogos, nutricionistas) Tratamento das complicações clínicas, psicoterapia (individual, grupo ou familiar) Aconselhamento nutricional Psicofármacos

32 Tratamento Bulimia Nervosa ISRS (Fluoxetina 60 mg/dia, Sertralina e Fluvoxamina) Bupropiona (150 a 300 mg/dia) Topiramato (50 a 200mg/dia)

33 Bulimia Nervosa e Tabagismo Tratamento Não há consenso sobre o tratamento A associação da fluoxetina com a bupropriona pode ser útil em ambos Evitar o uso da vareniclina O topiramato tem se mostrado útil em homens (Anthenili et. al, Am J Clin Nut 2008)

34 Transtornos Alimentares Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica

35 Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica Características Fundamentais: Episódios freqüentes de ingestão de grande quantidade de comida em curto espaço de tempo Ausência de comportamentos inadequados para evitar o ganho de peso A insatisfação com a forma do corpo não é uma característica essencial ao diagnóstico (apesar de estar presente em muitos casos)

36 TCAP Critérios Diagnósticos 6 Episódios de compulsão alimentar periódica (ingestão de grande quantidade de comida sem controle sobre o comportamento) -DSM-IV: 2 dias com compulsão, durante meses Presença de sentimentos incômodos durante o episódio de compulsão alimentar: comer mais rapidamente que o normal / comer até sentir-se incomodamente repleto / comer sozinho por sentir vergonha da quantidade de comida ingerida / sentir culpa após o episódio de compulsão alimentar. Angústia relacionada aos episódios Ausência de mecanismos compensatórios

37 TCAP Epidemiologia Prevalência: -1,8 a 4,6% da população em geral -7,5 a 30% dos obesos em tratamento para emagrecer Mais freqüente no sexo masculino (60%) Tabagismo presente em cerca de 40% dos casos

38 TCAP Fatores de Risco Obesidade Infantil Auto avaliação negativa Experiências adversas na infância Comentários negativos sobre a forma corporal, peso e alimentação Dietas restritivas

39 TCAP Tratamento Equipe multiprofissional (psiquiatras, clinicos, nutrologistas, psicólogos, nutricionistas) Tratamento das complicações clínicas, psicoterapia (individual, grupo ou familiar) Aconselhamento nutricional Psicofármacos

40 TCAP Tratamento: ISRS (Fluoxetina 60 a 80 mg/dia, Sertralina e Fluvoxamina) Bupropiona (150 a 300 mg/dia) Sibutramina (15 mg/dia) Topiramato (50 a 200 mg/dia)

41 TCAP e TABAGISMO: Tratamento: Evitar substâncias que facilitem o ganho de peso ou que não diminuam tal tendência Preferir a associação da fluoxetina com a bupropriona Topiramato em homens Vareniclina não reduz o ganho de peso Rimonabant (Garwood & Potts,Am J Health- Syst Pharm 2007)

42 CONSIDERAÇÕES FINAIS Necessidade de inclusão de instrumentos de detecção precoce dos transtornos alimentares nos protocolos iniciais de cessação do tabagismo Inclusão de profissionais da área nutricional na equipe trabalhos preventivos e de intervenção Capacitação da equipe no manejo dos transtornos alimentares e tabagismo subárea?

43 The Weight Control Smoking Scale (WCSS)*: (Pomerleau & Snedecor, 2008) 1. Eu fumo para manter o peso 2. Fumar me ajuda a controlar o apetite 3. Não tenho fome quando fumo * Escala Likert 0-3 Pontos de corte: 3 mulheres 5 homens (Eating Behaviors 2008)

Transtornos Alimentares. Dr. Eduardo Henrique Teixeira PUC-Campinas

Transtornos Alimentares. Dr. Eduardo Henrique Teixeira PUC-Campinas Transtornos Alimentares Dr. Eduardo Henrique Teixeira PUC-Campinas Anorexia Nervosa Anorexia sem fome Comportamento obstinado e propositado a perder peso Medo intenso de aumento de peso Alteração da imagem

Leia mais

Obesidade e Transtornos Alimentares

Obesidade e Transtornos Alimentares Obesidade e Transtornos Alimentares NECPAR Maringá 26 e 27 de Julho de 2013 Transtornos Alimentares (TA) Características Gerais: Severas perturbações no comportamento alimentar, que trazem sérios comprometimentos

Leia mais

Doenças do Comportamento. Alimentar

Doenças do Comportamento. Alimentar Doenças do Comportamento Sinais de alarme: Alimentar Diminuição da ingestão alimentar Ingestão de grandes quantidades de alimentos Aumento do consumo de água Omissão de refeições Restrição da qualidade

Leia mais

BULIMIA TRANSTORNOS ASSOCIADOS

BULIMIA TRANSTORNOS ASSOCIADOS BULIMIA Dando continuidade ao nosso estudo sobre BULIMIA NERVOSA daremos ênfase a outros tipos de transtorno que muitas vezes são associados a BULIMIA, a características mais evidentes desse transtorno

Leia mais

TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DOS TRANSTORNOS ALIMENTARES: ANOREXIA NERVOSA E BULIMIA NERVOSA.

TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DOS TRANSTORNOS ALIMENTARES: ANOREXIA NERVOSA E BULIMIA NERVOSA. TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL DOS TRANSTORNOS ALIMENTARES: ANOREXIA NERVOSA E BULIMIA NERVOSA. Daniela Dornsbach Koszeniewski¹ Flávia Souza de Freitas¹ Rosieli Ribarski Bortolotti¹ RESUMO Este artigo

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO TRANSTORNOS ALIMENTARES: ANOREXIA E BULIMIA Mariana Camargo Nascimento

Leia mais

Publicação Científica do Curso de Bacharelado em Enfermagem do CEUT. Ano 2011(8). Edição 43

Publicação Científica do Curso de Bacharelado em Enfermagem do CEUT. Ano 2011(8). Edição 43 Publicação Científica do Curso de Bacharelado em Enfermagem do CEUT. Ano 2011(8). Edição 43 Bárbara Luisa Aguiar Dias 1 Jordanny Santana de Sousa 1 Francisco Gilson Alves dos Santos 1 Márcia Andrea Lial

Leia mais

Doenças do Comportamento Alimentar. Filipe Pinheiro de Campos

Doenças do Comportamento Alimentar. Filipe Pinheiro de Campos NUTRIÇÃO e PATOLOGIAS ASSOCIADAS Doenças do Comportamento Alimentar Saúde e Bem Estar ATITUDES AMBIENTE FISIOLOGIA SAÚDE HEREDITARIEDADE ECONOMIA CULTURA ALIMENTAÇÃO 2 Implicações Clínicas Doenças por

Leia mais

DISTÚRBIOS ALIMENTARES

DISTÚRBIOS ALIMENTARES CLÍNICA PEDIÁTRICA VER CRESCER DISTÚRBIOS ALIMENTARES Castelo Branco DISTÚRBIOS ALIMENTARES Conjunto de doenças provocadas por alterações significativas nos hábitos alimentares diários, tanto por ingestão

Leia mais

Terapia Cognitivo-Comportamental dos Transtornos Alimentares Psicologia- Ulbra/Guaíba

Terapia Cognitivo-Comportamental dos Transtornos Alimentares Psicologia- Ulbra/Guaíba Terapia Cognitivo-Comportamental dos Transtornos Alimentares Psicologia- Ulbra/Guaíba Profa. Mestre Cláudia Galvão Mazzoni Fabiana Lima Rosinski Lisiane Botelho Ferreira Patrícia dos Santos Silveira Resumo:

Leia mais

ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA

ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA ENFRENTAMENTO DA OBESIDADE ABORDAGEM TERAPÊUTICA Obesidade 300 mil mortes / ano; 100 bi dólares / ano; O excesso de peso (IMC >25) acomete de 15% a 60% da população de todos os países civilizados. EUA...

Leia mais

BULIMIA. Prof. Rodrigo Pimentel Coordenador de Ed. Física e Esportes BULIMIA NERVOSA

BULIMIA. Prof. Rodrigo Pimentel Coordenador de Ed. Física e Esportes BULIMIA NERVOSA BULIMIA Nunca foi tão intensa a discussão sobre distúrbios alimentares e o poder do alimento para curar ou adoecer. Entre muitos assuntos ligados a alimentação estão: Obesidade, Hipertensão e Osteoporose

Leia mais

Alimentação Equilibrada. Roda dos Alimentos. Obesidade. Anorexia / Bulimia

Alimentação Equilibrada. Roda dos Alimentos. Obesidade. Anorexia / Bulimia Alimentação Equilibrada Roda dos Alimentos Obesidade Anorexia / Bulimia SOMOS AQUILO QUE COMEMOS... Um povo bem alimentado é um povo saudável, com grande capacidade de trabalho e bom nível de vida; Um

Leia mais

Transtornos Alimentares

Transtornos Alimentares Transtornos Alimentares Prof. Dr. Carlos Cezar I. S. Ovalle Anorexia?/Bulimia?/Vigorexia? O que é??? Alguem já acompanhou um caso de Anorexia, Bulimia ou Vigorexia?? 1 Objetivos Definir os conceitos de

Leia mais

DISTÚRBIOS ALIMENTARES

DISTÚRBIOS ALIMENTARES DISTÚRBIOS ALIMENTARES Adolescência Período da vida entre a infância e a idade adulta. Fase decisiva na vida do ser humano. Fase de experiências, mudanças físicas, psicológicas e emocionais, que são avaliadas

Leia mais

Escola E. B. 2º e 3º ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Débora Mendes nº8 Diana Vicente nº 9 Inês Delgado nº10 Viviana Gonçalves nº16

Escola E. B. 2º e 3º ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Débora Mendes nº8 Diana Vicente nº 9 Inês Delgado nº10 Viviana Gonçalves nº16 Escola E. B. 2º e 3º ciclos do Paul Trabalho elaborado por: Débora Mendes nº8 Diana Vicente nº 9 Inês Delgado nº10 Viviana Gonçalves nº16 No âmbito da disciplina de formação Civica Índice Introdução O

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO

PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO Abordagem e Tratamento do Tabagismo PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO TABAGISMO Abordagem e Tratamento do Tabagismo I- Identificação do Paciente Nome: Nº do prontuário:

Leia mais

Professora Adjunta do Núcleo de Estudos de Saúde Coletiva - NESC/UFRJ email: malubosi@nesc.ufrj.br

Professora Adjunta do Núcleo de Estudos de Saúde Coletiva - NESC/UFRJ email: malubosi@nesc.ufrj.br O P INIÃO 1. INTRODUÇÃO Nas sociedades ocidentais contemporâneas, o culto à magreza está diretamente associado à imagem de poder, beleza e mobilidade social num contexto contraditório e paradoxal: por

Leia mais

RESUMOS SIMPLES...156

RESUMOS SIMPLES...156 155 RESUMOS SIMPLES...156 156 RESUMOS SIMPLES CARNEIRO, NELSON HILÁRIO... 159 CARNEIRO, NELSON HILÁRIO... 157 CORTE, MARIANA ZANGIROLAME... 159 CORTE, MARIANA ZANGIROLAME... 157 GARCIA JUNIOR, JAIR RODRIGUES...

Leia mais

COMO ORIENTAR O PACIENTE QUE TEM COMPULSÃO/DISTÚRBIO ALIMENTAR E QUE DESEJA PARAR DE FUMAR. Nutricionista Fabricia Junqueira das Neves

COMO ORIENTAR O PACIENTE QUE TEM COMPULSÃO/DISTÚRBIO ALIMENTAR E QUE DESEJA PARAR DE FUMAR. Nutricionista Fabricia Junqueira das Neves COMO ORIENTAR O PACIENTE QUE TEM COMPULSÃO/DISTÚRBIO ALIMENTAR E QUE DESEJA PARAR DE FUMAR Nutricionista Fabricia Junqueira das Neves smoke [ti] OR smoking [ti] OR tobacco [ti] OR tabagism [ti] ("binge

Leia mais

DRUNKOREXIA: VOCÊ SABE O QUE É ISSO?

DRUNKOREXIA: VOCÊ SABE O QUE É ISSO? DRUNKOREXIA: VOCÊ SABE O QUE É ISSO? Mileni Araújo Servilla graduanda em Psicologia pela AEMS Alini Daniéli Viana Sabino Mestre em Ciências pela FFCLRP/USP Coordenadora e Docente do Curso de Psicologia

Leia mais

- 41 - TRANSTORNOS ALIMENTARES INTRODUÇÃO

- 41 - TRANSTORNOS ALIMENTARES INTRODUÇÃO - 41-1 TRANSTORNOS ALIMENTARES INTRODUÇÃO Os transtornos alimentares são síndromes psiquiátricas complexas e ainda relativamente pouco compreendidas, mostrando-se cada vez mais importantes no cenário da

Leia mais

Almoço trinta gramas de brócolis (Anorexia Nervosa)

Almoço trinta gramas de brócolis (Anorexia Nervosa) Edson Saggese Almoço trinta gramas de brócolis (Anorexia Nervosa) Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Psiquiatria. Doutor em Ciências da Saúde pelo IPUB/UFRJ, psiquiatra, psicanalista,

Leia mais

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP Estudo da forma e função dos Psicofármacos Psicofármacos / Psicotrópicos

Leia mais

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH:

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH: OQUEÉOTRANSTORNOBIPOLARDO HUMOR(TBH)? O transtorno bipolar do humor (também conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva) é uma doença psiquiátrica caracterizada por oscilações ou mudanças de humor

Leia mais

Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira ANOREXIA NERVOSA

Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira ANOREXIA NERVOSA ANOREXIA NERVOSA Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira As características essenciais da anorexia nervosa são a recusa do paciente a manter

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 Notas importantes: O Banco de dados (BD) do Sistema de Informação Nacional de Agravos de Notificação (SINAN) vem sofrendo nos últimos

Leia mais

Transtornos da Ansiedade e Alimentares

Transtornos da Ansiedade e Alimentares Cartilha de Prevenção 1 ANS - nº31763-2 Transtornos da Ansiedade e Alimentares Janeiro/2014 Apresentação Mais uma vez a Amafresp traz aos filiados informações de suma importância para a saúde de todos.

Leia mais

OBESIDADE MÓRBIDA. 2012 doutorpinnacabral.com.br Este documento é original e não pode ser modificado!

OBESIDADE MÓRBIDA. 2012 doutorpinnacabral.com.br Este documento é original e não pode ser modificado! OBESIDADE MÓRBIDA Este documento é original e não pode ser modificado! SENTE-SE SOLITÁRIO? PESO IDEAL E IMC Peso ideal: altura X altura X 25 = Exemplo: 1.72 X 1.72 X 25 = 74 kg Excesso de peso : 89 kg

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007

AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 AVALIAÇÃO DA EPIDEMIA DE AIDS NO RIO GRANDE DO SUL dezembro de 2007 Notas importantes: O Banco de dados (BD) do Sistema de Informação Nacional de Agravos de Notificação (SINAN) vem sofrendo nos últimos

Leia mais

A contribuição da Psicologia no Tratamento Clínico e Cirúrgico da Obesidade

A contribuição da Psicologia no Tratamento Clínico e Cirúrgico da Obesidade A contribuição da Psicologia no Tratamento Clínico e Cirúrgico da Obesidade Thaís Cristina Simamoto* Thaís Silva Luiz* A obesidade mórbida é uma doença crônica metabólica que combina grandes chances de

Leia mais

PERTURBAÇÕES ALIMENTARES

PERTURBAÇÕES ALIMENTARES PERTURBAÇÕES ALIMENTARES Todos temos hábitos alimentares diferentes e existem vários tipos de padrões alimentares saudáveis. Contudo, alguns são tão direccionados/centrados no medo de engordar que podem

Leia mais

Adesnutrição energético-protéica é uma síndrome que compreende uma série de doenças,

Adesnutrição energético-protéica é uma síndrome que compreende uma série de doenças, 7 Desnutrição e Transtornos Alimentares Christianne de Vasconcelos Affonso Jaqueline Girnos Sonati 61 Adesnutrição energético-protéica é uma síndrome que compreende uma série de doenças, cada uma das quais

Leia mais

3. Cópia dos resultados dos principais exames clínicos e os relacionados à obesidade Hemograma Glicemia Colesterol Triglicérides T3 T4 TSH

3. Cópia dos resultados dos principais exames clínicos e os relacionados à obesidade Hemograma Glicemia Colesterol Triglicérides T3 T4 TSH Cirurgia de Obesidade Mórbida Documentação Necessária Para solicitar a análise de Cirurgia de Obesidade ao Economus, é imprescindível o envio da relação completa dos documentos descritos abaixo: 1. Solicitação

Leia mais

EXERCÍCIO E DIABETES

EXERCÍCIO E DIABETES EXERCÍCIO E DIABETES Todos os dias ouvimos falar dos benefícios que os exercícios físicos proporcionam, de um modo geral, à nossa saúde. Pois bem, aproveitando a oportunidade, hoje falaremos sobre a Diabetes,

Leia mais

ALTERAÇÕES METABÓLICAS NA GRAVIDEZ

ALTERAÇÕES METABÓLICAS NA GRAVIDEZ ALTERAÇÕES METABÓLICAS NA GRAVIDEZ CUSTO ENERGÉTICO DA GRAVIDEZ CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO FETAL SÍNTESE DE TECIDO MATERNO 80.000 kcal ou 300 Kcal por dia 2/4 médios 390 Kcal depósito de gordura- fase

Leia mais

Andréia Pereira de Sousa TRANSTORNOS ALIMENTARES

Andréia Pereira de Sousa TRANSTORNOS ALIMENTARES Andréia Pereira de Sousa TRANSTORNOS ALIMENTARES São Paulo 2007 Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas Andréia Pereira de Sousa TRANSTORNOS ALIMENTARES Trabalho apresentado à Disciplina

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

CENTRO DE EDUCAÇÃO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE EDUCAÇÃO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE PSICOLOGIA TRANSTORNOS ALIMENTARES: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA SORAYA PIACENTINI ITAJAÍ, 2008 1 SORAYA PIACENTINI TRANSTORNOS

Leia mais

Abordagem Nutricional nos Transtornos Alimentares

Abordagem Nutricional nos Transtornos Alimentares Abordagem Nutricional nos Transtornos Alimentares Nutricionista: Gisele Araújo Magalhães Transtornos Alimentares Bulimia Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica Transtornos Alimentares não Específicos

Leia mais

TRANSTORNOS ALIMENTARES: PREVALÊNCIA EM ACADÊMICAS DO CURSO DE NUTRIÇÃO.

TRANSTORNOS ALIMENTARES: PREVALÊNCIA EM ACADÊMICAS DO CURSO DE NUTRIÇÃO. 1 TRANSTORNOS ALIMENTARES: PREVALÊNCIA EM ACADÊMICAS DO CURSO DE NUTRIÇÃO. Sandra Regina Passarini 1 Verônica Suzuki Kemmelmeier 2 RESUMO A cada dia observamos o aumento nos índices de adolescentes com

Leia mais

CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA OBESIDADE

CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA OBESIDADE 01 CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA OBESIDADE A obesidade é uma doença crónica que se caracteriza pelo excesso de gordura corporal e que atinge homens, mulheres e crianças de todas as etnias e idades. A sua prevalência

Leia mais

DETERMINANTES CAUSAIS COMO INDICADORES DO TRATAMENTO DA ANOREXIA NERVOSA

DETERMINANTES CAUSAIS COMO INDICADORES DO TRATAMENTO DA ANOREXIA NERVOSA V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 DETERMINANTES CAUSAIS COMO INDICADORES DO TRATAMENTO DA ANOREXIA NERVOSA Jacira Monteiro Carvalho¹, Juliana Jacob¹,

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO ANDRESSA CARVALHO NETTO SANT ANNA

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO ANDRESSA CARVALHO NETTO SANT ANNA FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO ANDRESSA CARVALHO NETTO SANT ANNA TRANSTORNO ALIMENTAR NA ADOLESCÊNCIA VITÓRIA 2014 ANDRESSA CARVALHO NETTO SANT ANNA TRANSTORNO ALIMENTAR NA ADOLESCÊNCIA

Leia mais

Transtornos http://www.alessandracoelho.com.br Page 1

Transtornos http://www.alessandracoelho.com.br Page 1 Transtornos http://www.alessandracoelho.com.br Page 1 Transtornos Alimentares Elaborado para você por Alessandra Coelho www.alessandracoelho.com.br Equipe de Nutrição: Alessandra Coelho Natália Bisconti

Leia mais

Obesidade. Conceição Chaves NUTRICIONISTA

Obesidade. Conceição Chaves NUTRICIONISTA Obesidade Conceição Chaves NUTRICIONISTA OBESIDADE Definição É um excesso de gordura corporal em relação a massa magra. OBESIDADE A obesidade é uma doença endócrino-metabólica, crônica,heterogênia,multifatorial,caracterizada

Leia mais

Dependência Química - Classificação e Diagnóstico -

Dependência Química - Classificação e Diagnóstico - Dependência Química - Classificação e Diagnóstico - Alessandro Alves Toda vez que se pretende classificar algo, deve-se ter em mente que o que se vai fazer é procurar reduzir um fenômeno complexo que em

Leia mais

Transtornos alimentares O que são?... Anorexia... Bulimia nervosa... Obesidade... Outros distúrbios...

Transtornos alimentares O que são?... Anorexia... Bulimia nervosa... Obesidade... Outros distúrbios... Apresentação... 4 Transtornos alimentares O que são?... Anorexia... Bulimia nervosa... Obesidade... Outros distúrbios... Mercantilização: Somos mulheres, não mercadoria... Lei 13.728/2011... Saiba mais...

Leia mais

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO Página 1 CONVERSA DE PSICÓLOGO Volume 02 - Edição 01 Julho - 2013 Entrevistada: Mayara Petri Martins Entrevistadora: Bruna Aguiar TEMA: OBESIDADE Mayara Petri Martins. Psicóloga analista do comportamento,

Leia mais

Bruna Loureiro Oliveira de Sousa e Silva

Bruna Loureiro Oliveira de Sousa e Silva Bruna Loureiro Oliveira de Sousa e Silva Distúrbios alimentares: Impacto na Saúde Oral Universidade Fernando Pessoa Faculdade de Ciências da Saúde Porto, 2012 Bruna Loureiro Oliveira de Sousa e Silva Distúrbios

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade SOLICITANTE Dra. Renata Abranches Perdigão Juíza de Direito do JESP da

Leia mais

Tratamento do TCAP. Psicologia: como os processos mentais interferem na vida do sujeito. História individual, singularidade.

Tratamento do TCAP. Psicologia: como os processos mentais interferem na vida do sujeito. História individual, singularidade. Tratamento do TCAP Psicologia: como os processos mentais interferem na vida do sujeito História individual, singularidade Psicoterapia: Tratamento: multidisciplinar Equipe coesa Importância de entender

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE Adolescência 11 aos 20 anos Mudanças: Amadurecimento biológico Sexual Psicológico Social Características Adolescência Mudança de interesses Conflitos com a família Maior

Leia mais

DIABETES MELLITUS. Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS

DIABETES MELLITUS. Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS DIABETES MELLITUS Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS Segundo a Organização Mundial da Saúde, existem atualmente cerca de 171 milhões de indivíduos diabéticos no mundo.

Leia mais

KratsPsiquê. A depressão está muito ligada ao suicídio. Índices avaliados: níveis de tristeza, insatisfação, culpa, insônia, punição, etc.

KratsPsiquê. A depressão está muito ligada ao suicídio. Índices avaliados: níveis de tristeza, insatisfação, culpa, insônia, punição, etc. DEPRESSÃO A depressão está muito ligada ao suicídio. Índices avaliados: níveis de tristeza, insatisfação, culpa, insônia, punição, etc. BDI- Inventário de Depressão Beck: a medição é feita por escores

Leia mais

VI CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DIABETES DIETOTERAPIA ACADÊMICA LIGA DE DIABETES ÂNGELA MENDONÇA

VI CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DIABETES DIETOTERAPIA ACADÊMICA LIGA DE DIABETES ÂNGELA MENDONÇA VI CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DIABETES DIETOTERAPIA ACADÊMICA ÂNGELA MENDONÇA LIGA DE DIABETES A intervenção nutricional pode melhorar o controle glicêmico. Redução de 1.0 a 2.0% nos níveis de hemoglobina

Leia mais

O que você deve saber sobre

O que você deve saber sobre O que você deve saber sobre TOC Transtorno Obsessivo Compulsivo Fênix Associação Pró-Saúde Mental 1. O que é TOC? O Transtorno Obsessivo Compulsivo é uma doença mental crônica (transtorno psiquiátrico),

Leia mais

Em 2013 perderam-se 4 683 anos potenciais de vida devido à diabetes mellitus

Em 2013 perderam-se 4 683 anos potenciais de vida devido à diabetes mellitus Dia Mundial da diabetes 14 de novembro 1983-2013 EMBARGO ATTÉ 13 DE NOVEMBRO DE 2014,, ÀS 11 HORAS Em 2013 perderam-se 4 683 anos potenciais de vida devido à diabetes mellitus Em 2013, as doenças endócrinas,

Leia mais

Vigilância de fatores de risco: Tabagismo

Vigilância de fatores de risco: Tabagismo Universidade Federal Fluminense Instituto de Saúde da Comunidade MEB Epidemiologia IV Vigilância de fatores de risco: Tabagismo Maria Isabel do Nascimento MEB/ Departamento de Epidemiologia e Bioestatística

Leia mais

Satisfação com o Corpo e uso de recursos para a modificação da aparência em uma amostra adolescente de baixa renda

Satisfação com o Corpo e uso de recursos para a modificação da aparência em uma amostra adolescente de baixa renda Satisfação com o Corpo e uso de recursos para a modificação da aparência em uma amostra adolescente de baixa renda TAVARES, AF;CAMPANA, ANNB; MORAES, MS Faculdade de medicina de São José do Rio Preto Tanto

Leia mais

Anorexia nervosa e bulimia nervosa:

Anorexia nervosa e bulimia nervosa: Revista Mineira de Ciências da Saúde. Patos de Minas: UNIPAM, (3):1 17, 2011 ISSN 2176 2244 Anorexia nervosa e bulimia nervosa: diagnóstico e tratamento em uma visão multiprofissional Anorexia and bulimia:

Leia mais

Psicologia do Emagrecimento/ Programa RAFCAL. Módulo I. Curso de Capacitação Programa RAFCAL

Psicologia do Emagrecimento/ Programa RAFCAL. Módulo I. Curso de Capacitação Programa RAFCAL Módulo I Dom Alberto Gonçalves, 66 Mercês Curitiba Paraná CEP: 80.510-340. Curso de Capacitação Programa RAFCAL 1 Rua: Programa RAFCAL Reeducação Afeto Cognitiva do Comportamento Alimentar Prezadas (os)

Leia mais

PADRÕES DE BELEZA E SUA EVOLUÇÃO HISTÓRICA EDUAÇAO FÍSICA 2015

PADRÕES DE BELEZA E SUA EVOLUÇÃO HISTÓRICA EDUAÇAO FÍSICA 2015 PADRÕES DE BELEZA E SUA EVOLUÇÃO HISTÓRICA EDUAÇAO FÍSICA 2015 A existência de um padrão de beleza não é algo novo e sofreu modificações ao longo do tempo, de acordo com fatores históricos e culturais.

Leia mais

SAUDE MENTAL DA MULHER NOS CICLOS DE VIDA

SAUDE MENTAL DA MULHER NOS CICLOS DE VIDA SAUDE MENTAL DA MULHER NOS CICLOS DE VIDA ENCONTRO MULHER DE ATITUDE Campanha de Prevenção do Câncer Cérvico C Uterino Março o 2013 Maristela C Sousa - Médica Psiquiatra DVSAM/DACC/SAS/SESA Dados Epidemiológicos

Leia mais

Imagem Corporal em Cirurgia Plástica

Imagem Corporal em Cirurgia Plástica Imagem Corporal em Cirurgia Plástica Dr. Gabriel Zeitoune - gabrielzeitoune@hotmail.com Cirurgião Plástico Membro Especialista da SBCP Slide show da Aula do Curso de Extensão em Distúrbios Alimentares

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ANDRÉIA WEIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ANDRÉIA WEIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ANDRÉIA WEIS TRANSTORNO ALIMENTAR E VARIÁVEIS COMPORTAMENTAIS RELACIONADAS AO EXERCÍCIO FÍSICO EM

Leia mais

OBJETIVOS: GERAL: Determinar a prevalência do alcoolismo em Policiais Militares do Estado do Amazonas.

OBJETIVOS: GERAL: Determinar a prevalência do alcoolismo em Policiais Militares do Estado do Amazonas. TÍTULO: ALCOOLISMO NA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO AMAZONAS. Autores: Fernando de Lima Ferreira; Aristóteles Alencar; Manoel Galvão; Giselle Oliveira da Costa; Márcia Maria Leão de Araújo; Roberta Kelly

Leia mais

No Brasil, a esquizofrenia ocupa 30% dos leitos psiquiátricos hospitalares; Ocupa 2ºlugar das primeiras consultas psiquiátricas ambulatoriais;

No Brasil, a esquizofrenia ocupa 30% dos leitos psiquiátricos hospitalares; Ocupa 2ºlugar das primeiras consultas psiquiátricas ambulatoriais; Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 7- Psicofármacos e Esquizofrenia Esquizofrenia Uma das mais graves doenças neuropsiquiátricas e atinge 1% da população mundial; No Brasil, a

Leia mais

Palavras-chave: Bulimia Nervosa; Anorexia Nervosa; telenovela; cinema; DSM-IV-TR

Palavras-chave: Bulimia Nervosa; Anorexia Nervosa; telenovela; cinema; DSM-IV-TR Transtornos Alimentares: análise de caso visto pela mídia Silvia L. Kraemer 1, Vera Machado 2, Viviana Rodrigues, 3 Dra. Débora S. de Oliveira 4 Resumo: Os transtornos alimentares consistem em perturbações

Leia mais

Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação-Porto\Portugal. Uma perspectiva comportamental em Adolescentes Obesos: Brasil x Portugal

Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação-Porto\Portugal. Uma perspectiva comportamental em Adolescentes Obesos: Brasil x Portugal Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação-Porto\Portugal Discente: Genaina Bibiano Vieira Disciplina: Desenvolvimento Humano Uma perspectiva comportamental em Adolescentes Obesos: Brasil x Portugal

Leia mais

DIABETES MELLITUS NO BRASIL

DIABETES MELLITUS NO BRASIL DIABETES MELLITUS NO BRASIL 17º Congresso Brasileiro Multidisciplinar em Diabetes PATRÍCIA SAMPAIO CHUEIRI Coordenadora d Geral de Áreas Técnicas DAB/MS Julho, 2012 DIABETES MELITTUS Diabetes é considerado

Leia mais

Élsio Paiva Nº 11 Rui Gomes Nº 20 Tiago Santos Nº21. Disciplina : Área de Projecto Professora : Sandra Vitória Escola Básica e Secundária de Fajões

Élsio Paiva Nº 11 Rui Gomes Nº 20 Tiago Santos Nº21. Disciplina : Área de Projecto Professora : Sandra Vitória Escola Básica e Secundária de Fajões Élsio Paiva Nº 11 Rui Gomes Nº 20 Tiago Santos Nº21 Disciplina : Área de Projecto Professora : Sandra Vitória Escola Básica e Secundária de Fajões Introdução ; O que é a obesidade? ; Índice de massa corporal

Leia mais

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH Distúrbio Bipolar, também conhecido como mania e depressão, é uma desordem do cérebro que causa mudanças não previstas no estado mental da pessoa,

Leia mais

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...

SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO... 2 SUMÁRIO OBESIDADE...4 OBESIDADE EM ADULTOS...5 PREVENÇÃO...6 EM BUSCA DO PESO SAUDÁVEL...7 TRATAMENTO...9 CUIDADOS DIÁRIOS COM A ALIMENTAÇÃO...12 OUTROS HÁBITOS SAUDÁVEIS...14 ATIVIDADE FÍSICA...14 CUIDADOS

Leia mais

MITOS E VERDADES SOBRE ALIMENTOS E SAÚDE

MITOS E VERDADES SOBRE ALIMENTOS E SAÚDE S E VERDADES SOBRE ALIMENTOS E SAÚDE Alcachofra e cebola reduzem níveis de Glicemia. Estas são as plantas consideradas 'milagrosas' no combate e na cura do diabetes, preferidas da população. Mas ainda

Leia mais

Hábitos Saudáveis Roda dos Alimentos Perturbações do comportamento alimentar Tratares bem do teu corpo no que se refere à alimentação não é difícil, embora requeira certa disciplina. No entanto, existem

Leia mais

Critérios de Selecção para Cirurgia Bariátrica

Critérios de Selecção para Cirurgia Bariátrica Critérios de Selecção para Cirurgia Bariátrica Zulmira Jorge Serviço Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo Hospital de Santa Maria Terapêutica Cirúrgica da Obesidade Cirurgia Bariátrica Perda peso significativa

Leia mais

Fibrose Cística. Triagem Neonatal

Fibrose Cística. Triagem Neonatal Fibrose Cística Triagem Neonatal Fibrose cística Doença hereditária autossômica e recessiva, mais frequente na população branca; Distúrbio funcional das glândulas exócrinas acometendo principalmente os

Leia mais

Emagrecimento SUSTENTÁVEL. Metodologia Registrada

Emagrecimento SUSTENTÁVEL. Metodologia Registrada 1 Emagrecimento SUSTENTÁVEL Metodologia Registrada ÁPICE DESENVOLVIMENTO HUMANO Quem somos 2 Centro de Excelência Humana e Empresarial com o objetivo de possibilitar às pessoas e corporações a rápida e

Leia mais

O resultado de uma boa causa. Apresentação de resultados da campanha pela Obesidade do programa Saúde mais Próxima

O resultado de uma boa causa. Apresentação de resultados da campanha pela Obesidade do programa Saúde mais Próxima O resultado de uma boa causa. Apresentação de resultados da campanha pela Obesidade do programa Saúde mais Próxima Saúde mais próxima. Por causa de quem mais precisa. Saúde mais Próxima é um programa da

Leia mais

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão.

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão. Nutrição na Infância e Adolescência A alimentação e a nutrição constituem requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, possibilitando a afirmação plena do potencial de crescimento e desenvolvimento

Leia mais

5ª Etapa. Cartilha Pela Saúde da Família

5ª Etapa. Cartilha Pela Saúde da Família 5ª Etapa Cartilha Pela Saúde da Família Índice Imunização...3 Distúrbio Alimentar na Criança e Adolescente...4 Os cuidados com a alimentação e a pele do idoso...6 Câncer de Mama...7 Câncer de Próstata...8

Leia mais

OBESIDADE Pense Magro

OBESIDADE Pense Magro OBESIDADE Pense Magro Leda Maria Moysés Nóbile Psicóloga- 06/74184 Mestre em Ciências da Saúde Psicobiologia-Unifesp Doutoranda em Ciências da Saúde Psiquiatria- Unifesp Especialista em Dependência Química

Leia mais

Resposta Técnica 02/2015

Resposta Técnica 02/2015 Resposta Técnica 02/2015 Data: 10/02/2015 Solicitante: Dr. Sérgio Henrique Cordeiro Caldas Fernandes Juiz de direito da 23ª Vara Cível Comarca de Belo Horizonte Processo: 1682880-83.2014.8.13.0024 Ré:

Leia mais

Como Prevenir e Tratar as Dependências Químicas nas Empresas?

Como Prevenir e Tratar as Dependências Químicas nas Empresas? Como Prevenir e Tratar as Dependências Químicas nas Empresas? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense Ana Carolina S. Oliveira Psi. Esp. Dependência Química Importância Preocupação permanente de gestores

Leia mais

Estado- Titular da autorização de Nome do medicamento introdução no mercado. Postfach 210805 Ludwigshafen DE 67008 Germany.

Estado- Titular da autorização de Nome do medicamento introdução no mercado. Postfach 210805 Ludwigshafen DE 67008 Germany. Anexo I 3 Substância: Propil-hexedrina Estado- Titular da autorização de Nome do medicamento Membro introdução no mercado Alemanha Knoll AG Postfach 210805 Ludwigshafen DE 67008 Germany Eventin 4 Substância:

Leia mais

A SAÚDE DO OBESO Equipe CETOM

A SAÚDE DO OBESO Equipe CETOM A SAÚDE DO OBESO Dr. Izidoro de Hiroki Flumignan Médico endocrinologista e sanitarista Equipe CETOM Centro de Estudos e Tratamento para a Obesidade Mórbida. Diretor do Instituto Flumignano de Medicina

Leia mais

Apresentação. Introdução. Francine Leite. Luiz Augusto Carneiro Superintendente Executivo

Apresentação. Introdução. Francine Leite. Luiz Augusto Carneiro Superintendente Executivo Evolução dos Fatores de Risco para Doenças Crônicas e da prevalência do Diabete Melito e Hipertensão Arterial na população brasileira: Resultados do VIGITEL 2006-2009 Luiz Augusto Carneiro Superintendente

Leia mais

UNIVERSIDADE ALTO VALE DO RIO DO PEIXE - UNIARP CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO DAIANE APARECIDA COPELI

UNIVERSIDADE ALTO VALE DO RIO DO PEIXE - UNIARP CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO DAIANE APARECIDA COPELI 0 UNIVERSIDADE ALTO VALE DO RIO DO PEIXE - UNIARP CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO DAIANE APARECIDA COPELI ANOREXIA ALCOÓLICA ASSOCIADA COM A AUTO-ESTIMA DAS

Leia mais

III Jornada Regional sobre drogas ABEAD/MPPE ENTENDENDO O TABAGISMO: A DEPENDÊNCIA E O TRATAMENTO

III Jornada Regional sobre drogas ABEAD/MPPE ENTENDENDO O TABAGISMO: A DEPENDÊNCIA E O TRATAMENTO III Jornada Regional sobre drogas ABEAD/MPPE ENTENDENDO O TABAGISMO: A DEPENDÊNCIA E O TRATAMENTO IVANA MAGALY LIMA ALENCAR CARVALHEIRA Psicóloga Clínica Hospitalar Neuropsicóloga - CRP 02/8461 Setembro/2010

Leia mais

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de vida. A infância e adolescência são idades ideais para

Leia mais

Linhas de Cuidado na Perspectiva de Redes de Atenção à Saúde

Linhas de Cuidado na Perspectiva de Redes de Atenção à Saúde Linhas de Cuidado na Perspectiva de Redes de Atenção à Saúde Linhas de Cuidado na RELEMBRANDO... Perspectiva de RAS A RAS é definida como arranjos organizativos de ações e serviços de saúde, de diferentes

Leia mais

O que é a obesidade?

O que é a obesidade? Como controlar o peso? O que é a obesidade? A obesidade acontece quando há acúmulo excessivo de gordura no corpo Pode ser localizado em certas regiões do corpo ou generalizada Quando o acúmulo é na região

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE COMUNITÁRIA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE COMUNITÁRIA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE COMUNITÁRIA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA COMPORTAMENTO ALIMENTAR ANORMAL E PRÁTICAS INADEQUADAS PARA CONTROLE DE PESO ENTRE ADOLESCENTES

Leia mais

Estudo descritivo bibliogáfico sobre Transtornos Alimentares: Anorexia Nervosa, Bulimia Nervosa e Transtornos da Compulsão Alimentar Periódica.

Estudo descritivo bibliogáfico sobre Transtornos Alimentares: Anorexia Nervosa, Bulimia Nervosa e Transtornos da Compulsão Alimentar Periódica. Estudo descritivo bibliogáfico sobre Transtornos Alimentares: Anorexia Nervosa, Bulimia Nervosa e Transtornos da Compulsão Alimentar Periódica. Renata Silveiro Picelli 1, Priscila Alexandroni 1, Irene

Leia mais

O fumo e a saúde: uma atualização

O fumo e a saúde: uma atualização O fumo e a saúde: uma atualização Jonathan M. Samet, MD, MS Diretor do Instituto para Saúde Mental da USC (USC Institute for Global Health) Professor e Presidente do Flora L. Thornton, Departamento de

Leia mais

Educação e Saúde Profa Vânia Vieira Costa

Educação e Saúde Profa Vânia Vieira Costa Educação e Saúde Profa Vânia Vieira Costa Aula IV 15/05/2012 AULA DE HOJE Saúde Bucal Saúde Ocular TDAH Google imagens A boca não apenas como um órgão http://www.fotosearch.com.br/ www.mesarubra.blogger.com.br/boca.jpg

Leia mais

ALTERAÇÕES DO COMPORTAMENTO ALIMENTAR NA ADOLESCÊNCIA :

ALTERAÇÕES DO COMPORTAMENTO ALIMENTAR NA ADOLESCÊNCIA : UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE PSICOLOGIA Cidinéia Barreto Nunes Wellita de Almeida Guimarães ALTERAÇÕES DO COMPORTAMENTO ALIMENTAR NA ADOLESCÊNCIA : Anorexia,

Leia mais

Palavras-chave Transtornos alimentares, anorexia nervosa, obesidade, ansiedade, reeducação alimentar.

Palavras-chave Transtornos alimentares, anorexia nervosa, obesidade, ansiedade, reeducação alimentar. Geração Saúde II Episódio 6 Anorexia, uma doença silenciosa Resumo A personagem central deste episódio é Leila, uma adolescente em vias de desenvolver um transtorno alimentar. Ao se olhar no espelho, Leila

Leia mais