Logradouro: Num.: Complemento: Logradouro: Num.: Complemento: Logradouro: Num.: Complemento: Logradouro: Num.: Complemento: Logradouro:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Logradouro: Num.: Complemento: Logradouro: Num.: Complemento: Logradouro: Num.: Complemento: Logradouro: Num.: Complemento: Logradouro:"

Transcrição

1 SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA COORDENADORIA DO ITBI F/SUBTF/CIT-2 Gerência de Fiscalização SOLICITAÇÃO DE GUIA DE ITBI DE EXTINÇÃO DE CONDOMÍNIO PROTOCOLO RELAÇÃO DE IMÓVEIS NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO Ord. Inscrição IPTU Endereço Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test

2 Ord. Inscrição IPTU Endereço Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test

3 SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA COORDENADORIA DO ITBI F/SUBTF/CIT-2 Gerência de Fiscalização SOLICITAÇÃO DE GUIA DE ITBI DE EXTINÇÃO DE CONDOMÍNIO PROTOCOLO RELAÇÃO DE IMÓVEIS NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO Ord. Inscrição IPTU Endereço Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test

4 Ord. Inscrição IPTU Endereço Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test

5 SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA COORDENADORIA DO ITBI F/SUBTF/CIT-2 Gerência de Fiscalização SOLICITAÇÃO DE GUIA DE ITBI DE EXTINÇÃO DE CONDOMÍNIO PROTOCOLO RELAÇÃO DE IMÓVEIS NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO Ord. Inscrição IPTU Endereço Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test

6 Ord. Inscrição IPTU Endereço Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test Logradouro: _ Num.: Complemento: Utiliz. Tipol. Pos AC AT Test

Manual do Usuário Abertura de Autônomo

Manual do Usuário Abertura de Autônomo Manual do Usuário Abertura de Autônomo Empro - Tecnologia & Informação São José do Rio Preto, São Paulo Sumário Introdução... 3 Acesso... 4 Abertura de autônomo... 6 Etapa 1 - Cadastro... 7 Etapa 2 - Endereço...

Leia mais

Manual do Usuário Alteração de Autônomo

Manual do Usuário Alteração de Autônomo Manual do Usuário Alteração de Autônomo Empro - Tecnologia & Informação São José do Rio Preto, São Paulo Sumário Introdução... 3 Acesso... 4 Alteração de autônomo... 6 Etapa 1 - Autônomo... 8 Etapa 2 -

Leia mais

CARTILHA PARA CONDOMINIOS DAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS CONDOMÍNIOS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

CARTILHA PARA CONDOMINIOS DAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS CONDOMÍNIOS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA CARTILHA PARA CONDOMINIOS DAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS CONDOMÍNIOS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Os condomínios comerciais e residenciais devem proceder à retenção e o recolhimento do Imposto Sobre Serviços

Leia mais

Manual para preenchimento da Guia de ITBI Lei Municipal 3.398, de 22 de fevereiro de 1.989 e alterações, Decreto 069 de 03 de março de 1989

Manual para preenchimento da Guia de ITBI Lei Municipal 3.398, de 22 de fevereiro de 1.989 e alterações, Decreto 069 de 03 de março de 1989 Manual para preenchimento da Guia de ITBI Lei Municipal 3.398, de 22 de fevereiro de 1.989 e alterações, Decreto 069 de 03 de março de 1989 C:\SiteMogi_2009\Manual para preenchimento da Guia2.doc 1 Instruções

Leia mais

Manual do Usuário Alteração de Empresa

Manual do Usuário Alteração de Empresa Manual do Usuário Alteração de Empresa Empro - Tecnologia & Informação São José do Rio Preto, São Paulo Sumário Introdução... 3 Acesso... 4 Alteração de empresa... 6 Identificação... 7 Questionário sobre

Leia mais

ITBI IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO DE BENS IMÓVEIS E DIREITOS A ELE RELATIVOS

ITBI IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO DE BENS IMÓVEIS E DIREITOS A ELE RELATIVOS ITBI IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO DE BENS IMÓVEIS E DIREITOS A ELE RELATIVOS Lei Municipal 3.398, de 22 de fevereiro de 1989 Regulamentada pelo Decreto nº 069, de 03 de março de 1989 Instruções para o preenchimento

Leia mais

RIO GRANDE DO SUL CONTROLE INTERNO

RIO GRANDE DO SUL CONTROLE INTERNO 1/9 1 - DOS OBJETIVOS 1.1 Regulamentar os procedimentos para a concessão de incentivos à empresas industriais, comerciais e de serviços no Município com base na Legislação Municipal e no artigo 174 da

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires LEI COMPLEMENTAR Nº 061, DE 18 DE SETEMBRO DE 2013 Estabelece as Plantas de Valores Genéricos do Perímetro Urbano do Município, para fins de apuração do Valor Venal de Imóveis; e altera dispositivos da

Leia mais

FICHA CADASTRAL PARA LOCAÇÃO Organizações Paulo Bio Ltda CRECI/SP 12.512-J

FICHA CADASTRAL PARA LOCAÇÃO Organizações Paulo Bio Ltda CRECI/SP 12.512-J 1) Imóvel Pretendido Valor do Aluguel: R$ Valor do IPTU: R$ Valor do Condomínio: R$ Valor do Seguro de Incêndio: R$ 2) Pessoas que irão residir no imóvel (Apenas para imóvel residencial) 3) Locatário Pessoa

Leia mais

Manual do Usuário Abertura de Microempreendedor Individual - M.E.I.

Manual do Usuário Abertura de Microempreendedor Individual - M.E.I. Manual do Usuário Abertura de Microempreendedor Individual - M.E.I. Empro - Tecnologia & Informação São José do Rio Preto, São Paulo Sumário Introdução... 3 Acesso... 4 Abertura de M.E.I. - Consulta Prévia...

Leia mais

Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN. Contadores

Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN. Contadores Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN Contadores Maio / 2008 Índice Introdução... 3 Pedido de Consulta da Viabilidade... 4 Acompanhamento do Pedido de Viabilidade... 11 Registro

Leia mais

PORTARIA Nº 061/2006

PORTARIA Nº 061/2006 DOM 03.07.06 PORTARIA Nº 061/2006 Estabelece procedimentos para recolhimento do Imposto sobre a Transmissão Inter Vivos de Bens Imóveis ITIV conforme o Decreto nº 16.419, de 31 de março de 2006, e dá outras

Leia mais

Cartilha Entrega de Chaves

Cartilha Entrega de Chaves Cartilha Entrega de Chaves Plano Associativo Você que optou pelo Plano de Financiamento Associativo irá percorrer o seguinte caminho até receber suas chaves: Aquisição do Imóvel com o Banco Pagamento de

Leia mais

RESOLUÇÃO SMF Nº 2835 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2015

RESOLUÇÃO SMF Nº 2835 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2015 RESOLUÇÃO SMF Nº 2835 DE 05 DE FEVEREIRO DE 2015 Disciplina os procedimentos referentes aos benefícios fiscais instituídos pela Lei nº 5.780, de 22 de julho de 2014. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA,

Leia mais

DECRETO Nº 18.480, DE 6 DE DEZEMBRO DE 2013.

DECRETO Nº 18.480, DE 6 DE DEZEMBRO DE 2013. DECRETO Nº 18.480, DE 6 DE DEZEMBRO DE 2013. Estabelece o Calendário Fiscal de Arrecadação dos Tributos Municipais para o exercício de 2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, no uso das atribuições

Leia mais

Bauhaus Sistemas Sistema Terra. Cadastro Imobiliário. O conteúdo a seguir mostrará as características e funcionalidades do cadastro imobiliário.

Bauhaus Sistemas Sistema Terra. Cadastro Imobiliário. O conteúdo a seguir mostrará as características e funcionalidades do cadastro imobiliário. Treinamento Bauhaus Sistemas Sistema Terra Cadastro Imobiliário O conteúdo a seguir mostrará as características e funcionalidades do cadastro imobiliário. CADASTRO IMOBILIÁRIO Cadastro de imóveis O cadastro

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 PREENCHIMENTO DO PEDIDO DE VIABILIDADE E BUSCA PRÉVIA (CONSULTA PRÉVIA)...5 CONSULTA PEDIDO DE VIABILIDADE...13.

ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 PREENCHIMENTO DO PEDIDO DE VIABILIDADE E BUSCA PRÉVIA (CONSULTA PRÉVIA)...5 CONSULTA PEDIDO DE VIABILIDADE...13. Página 1 / 15 ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 PREENCHIMENTO DO PEDIDO DE VIABILIDADE E BUSCA PRÉVIA (CONSULTA PRÉVIA)...5 CONSULTA PEDIDO DE VIABILIDADE...13 Página 2 / 15 APRESENTAÇÃO O que é: O Sistema de Registro

Leia mais

CARTILHA PARA OS CONDOMÍNIOS

CARTILHA PARA OS CONDOMÍNIOS CARTILHA PARA OS CONDOMÍNIOS SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA SEFAZ 1 CARTILHA PARA OS CONDOMÍNIOS DAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DOS CONDOMÍNIOS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Os condomínios comerciais e residenciais

Leia mais

DECRETO Nº 18.885, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014.

DECRETO Nº 18.885, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014. DECRETO Nº 18.885, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014. Estabelece o Calendário Fiscal de Arrecadação dos Tributos Municipais, o valor da Unidade Financeira Municipal (UFM) e os preços do metro quadrado de terrenos

Leia mais

Apresentação. E&L ERP Administração de Receitas Tributárias. rias. PostgreSQL 8.3. Domingos Martins ES. v. 1.0

Apresentação. E&L ERP Administração de Receitas Tributárias. rias. PostgreSQL 8.3. Domingos Martins ES. v. 1.0 Apresentação 1 E&L ERP Administração de Receitas Tributá PostgreSQL 8.3 Domingos Martins ES v. 1.0 2 Receitas Tributá Introdução: Com a crescente necessidade de gerar sua própria receita, os Municípios

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS 2007 PMA

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS 2007 PMA PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS 2007 PMA IMÓVEIS - EDIFICAÇÕES E LOTEAMENTOS A Prefeitura Municipal de Aracaju fiscaliza e licencia obras de edificação e de parcelamento do solo através

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS DA PREFEITURA

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS DA PREFEITURA PERGUNTAS E RESPOSTAS CONSTANTES NO GUIA DE SERVIÇOS DA PREFEITURA IMÓVEIS - EDIFICAÇÕES E LOTEAMENTOS A Prefeitura Municipal de Aracaju fiscaliza e licencia obras de edificação e de parcelamento do solo

Leia mais

CERTIDÃO CONJUNTA NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO

CERTIDÃO CONJUNTA NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional Secretaria da Receita Federal do Brasil CERTIDÃO CONJUNTA NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO Nome:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE AQUIRAZ Secretaria de Finanças e Execução Orçamentária

PREFEITURA MUNICIPAL DE AQUIRAZ Secretaria de Finanças e Execução Orçamentária INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 003/ 2013 Dispõe sobre a criação e funcionamento da comissão de avaliação de imóveis para fins de calculo do Imposto sobre transmissão inter-vivos de bens imóveis, e dá outras providências.

Leia mais

PEDIDO DE VIABILIDADE. Pedido de Viabilidade. Página 1 / 42

PEDIDO DE VIABILIDADE. Pedido de Viabilidade. Página 1 / 42 Pedido de Viabilidade Página 1 / 42 ÍNDICE Apresentação... 3 Pedido de Viabilidade para Inscrição de Primeiro Estabelecimento... 4 Solicitante e Pessoa Jurídica... 4 Quadro Societário... 8 Nome Empresarial,

Leia mais

PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013.

PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013. PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013. Publicado no DOM n 1.528, de 14.06.2013 Dispõe sobre procedimentos para solicitações referentes ao Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU,

Leia mais

FACULDADE SUL BRASIL FASUL COORDENAÇÃO DE POS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PAP

FACULDADE SUL BRASIL FASUL COORDENAÇÃO DE POS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PAP FACULDADE SUL BRASIL FASUL COORDENAÇÃO DE POS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PAP CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM DIREITO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL DIREITO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL 12 h/a 1. Noções

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSOS 01) ALTERAÇÃO DE DADOS NO CADASTRO IMOBILIÁRIO FISCAL ; - Registro do imóvel (emissão com menos de 1 ano); - CPF e identidade do titular ou dos sócios

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 286/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 286/2014 DECRETO Nº 286/2014 Dispõe sobre o recadastramento imobiliário do município de Viana. O PREFEITO MUNICIPAL, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais que lhe conferem a Lei Orgânica do

Leia mais

Controle do Registro Empresarial Obrigações eletrônicas dos contribuintes. Eugênio Vicenzi Secretário da Fazenda Rio do Sul Presidente do CONFAZ-M-SC

Controle do Registro Empresarial Obrigações eletrônicas dos contribuintes. Eugênio Vicenzi Secretário da Fazenda Rio do Sul Presidente do CONFAZ-M-SC Controle do Registro Empresarial Obrigações eletrônicas dos contribuintes Eugênio Vicenzi Secretário da Fazenda Rio do Sul Presidente do CONFAZ-M-SC Novas Diretrizes no Registro Empresarial Lei nº 11.598/07

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 24, DE 17 DE SETEMBRO DE 2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 24, DE 17 DE SETEMBRO DE 2007 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 24, DE 17 DE SETEMBRO DE 2007 Publicada no DOE(Pa) de 19.09.07. Retificação no DOE(Pa) de 25.09.07. Institui a Declaração de Bens e Direitos, relativa ao Imposto sobre Transmissão

Leia mais

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DE 25% PARA ALUNOS DO 1º ANO/2010

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DE 25% PARA ALUNOS DO 1º ANO/2010 REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DE 25% PARA ALUNOS DO 1º ANO/2010 REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA ALUNOS DO 1º ANO/2010 E D I T A L O presente Edital regulamenta a concessão

Leia mais

ANEXO II INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES MODALIDADE ORDINÁRIA. Instruções de Preenchimento

ANEXO II INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES MODALIDADE ORDINÁRIA. Instruções de Preenchimento ANEXO II Instruções de Preenchimento Observação importante: Este Anexo só deverá ser preenchido por pessoas jurídicas que estejam pleiteando habilitação na modalidade ordinária. QUADRO I. DADOS DO RESPONSÁVEL

Leia mais

DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO.

DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO. DOCUMENTOS SAC 1. INSCRIÇÃO NO CAU - CADASTRO ÚNICO DO MUNICÍPIO. PESSOA JURÍDICA: a) instrumento de constituição primitivo e respectivas alterações, se houver, admitindo-se a Última alteração quando consolidada,

Leia mais

ITAPETININGA. População(2010): 144.377. Área territorial: 1.792,08 km². Área Territorial Urbana: 60 km². Estradas Rurais: 4.000 km

ITAPETININGA. População(2010): 144.377. Área territorial: 1.792,08 km². Área Territorial Urbana: 60 km². Estradas Rurais: 4.000 km MAIO -2013 ITAPETININGA População(2010): 144.377 Área territorial: 1.792,08 km² Área Territorial Urbana: 60 km² Nº de Distritos: 6 Estradas Rurais: 4.000 km Distância da Capital: 160 km Maior PIB Agrícola

Leia mais

Serviços disponíveis no site como utilizá-los e principais aplicações

Serviços disponíveis no site como utilizá-los e principais aplicações Serviços disponíveis no site como utilizá-los e principais aplicações Urbanismo - Consulta de Referência Cadastral Digita-se o endereço ou quadra e lote do imóvel. O sistema então fornece o RC (inscrição)

Leia mais

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS

ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS PORTARIA Nº 03/2012 17 DE ABRIL DE 2012 Dispõe sobre cancelamento e substituição da Nota Fiscal Eletrônica de Serviços NFS-e O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS, no uso das atribuições legais, e de acordo

Leia mais

ir l Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente Manual da Construção Legal

ir l Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente Manual da Construção Legal ASCOM t ru ir l e g a legal construir cons Quero l Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente Elaboração: Lilian Márcia Neves Haddad Arquiteta Urbanista, CREA 90.776/D MG - Especialista em Planejamento

Leia mais

IMOBILIÁRIA MAUÁ. 42 anos de tradição no mercado de administração de condomínios e imóveis.

IMOBILIÁRIA MAUÁ. 42 anos de tradição no mercado de administração de condomínios e imóveis. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O CANDIDATO. TRAZER ORIGINAIS E CÓPIAS: 01 - CARTEIRA DE IDENTIDADE E CPF/CNPJ 02 - COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA (CONTA DE LUZ e GÁS) QUITADO 03 -COMPROVANTES DE RENDA (ÚLTIMOS

Leia mais

Decreta nº 26.978, (DOE de 05/07/06)

Decreta nº 26.978, (DOE de 05/07/06) Decreta nº 26.978, (DOE de 05/07/06) Introduz alterações no Decreto nº 16106, de 30 de novembro de 1994, que regulamenta a Lei nº 657, de 25 de janeiro de 1994 e consolida a legislação referente ao processo

Leia mais

Programa de Estudos CASP 2012

Programa de Estudos CASP 2012 Programa de Estudos CASP 2012 Procedimentos Patrimoniais Apropriação da Receita por Competência Grupo de Estudos CASP : Sub Grupo Créditos Tributários Justificativa Técnica ( IPSAS, NBCASP, PRINCÍPIOS)

Leia mais

ESTADO DE SÃO PAULO - BRASIL INCENTIVO FISCAL. Lei Complementar 405/07

ESTADO DE SÃO PAULO - BRASIL INCENTIVO FISCAL. Lei Complementar 405/07 INCENTIVO FISCAL Lei Complementar 405/07 REQUISITOS EXIGIDOS PARA OBTENÇÃO E CONCESSÃO DO BENEFÍCIO Do beneficiário: Regularidade fiscal no âmbito municipal da empresa e dos sócios; Quitação integral de

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema

Manual de Utilização do Sistema Manual de Utilização do Sistema 2015 Nota Control Nota Premiada Índice Parte I Informações Iniciais 1 Sobre o documento Parte II Apresentação 1 Menu Home 2 Menu Cadastro 3 Menu Entrar 4 Menu Sorteio Realizados

Leia mais

Sumário. Prefácio. Capítulo 1 Aspectos constitucionais dos tributos municipais 1

Sumário. Prefácio. Capítulo 1 Aspectos constitucionais dos tributos municipais 1 Prefácio XV Capítulo 1 Aspectos constitucionais dos tributos municipais 1 1 Princípios gerais constitucionais 1 2 Limitações constitucionais ao poder de tributar dos Municípios 12 3 Substituição tributária

Leia mais

DECLARAÇÃO DE CONFORMIDADE DA CASA DE LIXO

DECLARAÇÃO DE CONFORMIDADE DA CASA DE LIXO DECLARAÇÃO DE CONFORMIDADE DA CASA DE LIXO A entrada do processo é feita no protocolo da EMSURB localizada na portaria do Parque da Sementeira. Após a análise é fornecida a DECLARAÇÃO E O PARECER TÉCNICO

Leia mais

PROGRAMA DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO PARA

PROGRAMA DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO PARA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS IFMG- FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO PARA VESTIBULAR FAVOR PREENCHER TODO FORMULÁRIO EM LETRA DE FORMA. 1 2

Leia mais

MANUAL CADASTRO DO ADVOGADO

MANUAL CADASTRO DO ADVOGADO MANUAL CADASTRO DO ADVOGADO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MATO GROSSO Dezembro 2011 Sumário BEM VINDO AO PJe... 3 1. Como o advogado deve se cadastrar... 4 1.1. Preenchendo o formulário... 4 1.2. Validação de

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH Documentos pessoais do requerente; Certidão Negativa do IPTU; Documento de responsabilidade técnica emitido pelo CREA ou CAU; Declaração do engenheiro ou arquiteto responsável pela obra; Aprovação do projeto

Leia mais

ANEXO I COMPLEMENTAR COM OS DADOS CONTIDOS NA PLANILHA. Documentos e Informações necessários para o registro provisório de Operadoras na ANS

ANEXO I COMPLEMENTAR COM OS DADOS CONTIDOS NA PLANILHA. Documentos e Informações necessários para o registro provisório de Operadoras na ANS ANEXO I (ANEXOS REVOGADOS PELA RN nº 85, DE 07/12/2004) COMPLEMENTAR COM OS DADOS CONTIDOS NA PLANILHA Documentos e Informações necessários para o registro provisório de Operadoras na ANS 1 - DOCUMENTOS

Leia mais

ESTUDO SOBRE A PLANTA GENÉRICA DE VALORES: ITBI DE BETIM

ESTUDO SOBRE A PLANTA GENÉRICA DE VALORES: ITBI DE BETIM ESTUDO SOBRE A PLANTA GENÉRICA DE VALORES: ITBI DE BETIM Betim/MG Novembro/2013 A Planta de Valores Genéricos é uma ferramenta indispensável para os municípios, tendo em vista que dela derivam informações

Leia mais

DECRETO Nº 5 DE 2 DE JANEIRO DE 2013

DECRETO Nº 5 DE 2 DE JANEIRO DE 2013 DECRETO Nº 5 DE 2 DE JANEIRO DE 2013 SÚMULA: Estabelece a Programação Financeira, em Metas Bimestrais de Arrecadação, das Receitas previstas para o exercício financeiro de 2013, do Município de Londrina,

Leia mais

Prefeitura Municipal de São José dos Campos - Estado de São Paulo - de.:il/q±j0=1 O\ LEI COMPLEMENTAR N 256/03 de 1Ode Julho de 2003

Prefeitura Municipal de São José dos Campos - Estado de São Paulo - de.:il/q±j0=1 O\ LEI COMPLEMENTAR N 256/03 de 1Ode Julho de 2003 Prefeitura Municipal de São José dos Campos Ver LC n 314/06 ~BLIC~DO (~) NO JOR~ AL BOLETIM DO MUNIClPKJ MID o o w.... Nlt) li),(-s

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALÉM PARAÍBA DEPARTAMENTO DE LICITAÇÕES REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO Pessoa Física Requerimento composto de 05 páginas: 1. página 01: IDENTIFICAÇÃO E DO FORNECEDOR; 2. página 02: ENQUADRAMENTO NA CATEGORIA; 3. página 03 e 04: RELAÇÃO DE DOCUMENTOS

Leia mais

PMAT Gestão Municipal e Simplificação dos Procedimentos de Licenciamento

PMAT Gestão Municipal e Simplificação dos Procedimentos de Licenciamento PMAT Gestão Municipal e Simplificação dos Procedimentos de Licenciamento PMAT Ambiente de Negócios PMAT Ambiente de negócios Implantação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas Capacitação de Servidores

Leia mais

TRIBUTAÇÃO PELO IPTU: GEOINFORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO CADASTRAL

TRIBUTAÇÃO PELO IPTU: GEOINFORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO CADASTRAL TRIBUTAÇÃO PELO IPTU: GEOINFORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO CADASTRAL Lauro Marino Wollmann Agente Fiscal da Receita Municipal Secretaria da Fazenda - Porto Alegre Porto Alegre, 20 de novembro de 2014. Para exigir

Leia mais

COM AS ALTERAÇÕES PROCEDIDAS PELOS DECS.: 16.833 DE 29/11/1994 16.873 DE 31/12/1994

COM AS ALTERAÇÕES PROCEDIDAS PELOS DECS.: 16.833 DE 29/11/1994 16.873 DE 31/12/1994 DECRETO DE Nº 15.756/92 19 DE FEVEREIRO DE 1992 (Publicado no DOM de 20/02/92) COM AS ALTERAÇÕES PROCEDIDAS PELOS DECS.: 16.833 DE 29/11/1994 16.873 DE 31/12/1994 EMENTA: Regulamenta o Livro Quarto, Título

Leia mais

SAN.C.IN.NC 06. Esta Norma tem a finalidade de estabelecer procedimentos para a retificação de fatura(s) de água afastamento e tratamento de esgoto.

SAN.C.IN.NC 06. Esta Norma tem a finalidade de estabelecer procedimentos para a retificação de fatura(s) de água afastamento e tratamento de esgoto. 1 / 6 SUMÁRIO: 1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO 3. CONCEITOS BÁSICOS 4. PROCEDIMENTOS 5. CONSIDERAÇÕES GERAIS 6. REFERÊNCIAS 7. ANEXOS 1. FINALIDADE Esta Norma tem a finalidade de estabelecer procedimentos

Leia mais

GUIA DO EMPRESÁRIO CARTAZES DOCUMENTOS ALVARAS

GUIA DO EMPRESÁRIO CARTAZES DOCUMENTOS ALVARAS GUIA DO EMPRESÁRIO CARTAZES DOCUMENTOS ALVARAS CARTAZES/DOCUMENTOS/ALVARAS Você encontrara neste guia as principais exigências com relação a fixação de cartazes para o seu estabelecimento comercial. Na

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral Contribuinte, Confira os dados de Identificação da Pessoa Jurídica e, se houver qualquer divergência, providencie junto à RFB a sua atualização cadastral.

Leia mais

Declaração de Prestadores de Outros Municípios - Protocolo de Inscrição

Declaração de Prestadores de Outros Municípios - Protocolo de Inscrição Dados da Empresa CNPJ: Razão Social: CEP do Estabelecimento: Data de Início das Atividades neste Endereço: Logradouro: Número: Complemento Bairro: Município: Estado: Inscrição do ISS no município de origem

Leia mais

Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN. Contadores

Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN. Contadores Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN Contadores Abril / 2011 ÍNDICE Introdução...3 Pedido de Consulta da Viabilidade...4 Acompanhamento do Pedido de Viabilidade...13 Esqueceu

Leia mais

. ORegistro Imobiliário (PARA OS DADOS LEGAIS) e;. O Cadastro Imobiliário (PARA OS DADOS GEOMÉTRICOS).

. ORegistro Imobiliário (PARA OS DADOS LEGAIS) e;. O Cadastro Imobiliário (PARA OS DADOS GEOMÉTRICOS). A IMPORTÂNCIA DOS CONVÊNIOS COM OS CARTÓRIOS E A RECEITA FERAL PARA PURAÇÃO DOS DADOS DA CERTIDÃO DÍVIDA ATIVA. 1 INTRODUÇÃO O 1.1 A CIDA ARACAJU CAPITAL DO ESTADO SERGIPE /BRASIL POPULAÇÃO SERGIPE 1.939.426

Leia mais

Consulta de Viabilidade

Consulta de Viabilidade Consulta de Viabilidade Descrição: A Consulta de viabilidade é um formulário eletrônico responsável por coletar as informações do empreendedor referentes ao empreendimento. São coletados: dados do endereço,

Leia mais

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO NO PROGRAMA ENSINO SUPERIOR FACILITADO - ESFÁCIL

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO NO PROGRAMA ENSINO SUPERIOR FACILITADO - ESFÁCIL FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO NO PROGRAMA ENSINO SUPERIOR FACILITADO - ESFÁCIL Atenção: preencha TODO o questionário e APRESENTE A DOCUMENTAÇÃO solicitada, para que não haja prejuízo na avaliação de seu pedido.

Leia mais

DECRETO Nº 2651 DE 14 DE FEVEREIRO DE 2014.

DECRETO Nº 2651 DE 14 DE FEVEREIRO DE 2014. DECRETO Nº 2651 DE 14 DE FEVEREIRO DE 2014. "DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO DE BENS IMÓVEIS ITBI, INSTITUI O CERTIFICADO DE LANÇAMENTO DE ITBI E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS". ELIAS MENDES LEAL FILHO,

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CABEDELO GABINETE DO PREFEITO. LEI COMPLEMENTAR Nº 02/97, Cabedelo, 30 de Dezembro de 1997.

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CABEDELO GABINETE DO PREFEITO. LEI COMPLEMENTAR Nº 02/97, Cabedelo, 30 de Dezembro de 1997. ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CABEDELO GABINETE DO PREFEITO LEI COMPLEMENTAR Nº 02/97, Cabedelo, 30 de Dezembro de 1997. Dispõe sobre o Código Tributário e de Rendas do Município de Cabedelo

Leia mais

Ata da 8ª Reunião do CONFAZ-M/SC

Ata da 8ª Reunião do CONFAZ-M/SC Ata da 8ª Reunião do CONFAZ-M/SC Aos vinte e oito dias do mês de julho de dois mil e nove, reuniram-se no auditório da Junta Comercial do Estado de Santa Catarina (JUCESC), na cidade de Florianópolis,

Leia mais

ANEXO I DECLARAÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL

ANEXO I DECLARAÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL ANEXO I DECLARAÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL Declaro para os devidos fins, que eu,, inscrito (a) no CPF nº, portador do RG nº, estou vivendo em União Estável com, inscrito no CPF nº, portador do RG nº, desde a

Leia mais

Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3

Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3 DIREITO TRIBUTÁRIO PEÇA PROFISSIONAL Ponto 1 Em Agosto de 2008, o município de São Paulo promoveu, contra o Partido do Triunfo Nacional (PTN), regularmente registrado no Tribunal Superior Eleitoral, execução

Leia mais

Perguntas frequentes sobre o Via Rápida Empresa VRE. 1. O Cadastro WEB e o Sistema Integrado de Licenciamento - SIL não existem mais?

Perguntas frequentes sobre o Via Rápida Empresa VRE. 1. O Cadastro WEB e o Sistema Integrado de Licenciamento - SIL não existem mais? Perguntas frequentes sobre o Via Rápida Empresa VRE 1. O Cadastro WEB e o Sistema Integrado de Licenciamento - SIL não existem mais? Desde o dia 21/10/2013, esta em operação o Módulo Estadual de Licenciamento

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 006/2010

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 006/2010 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 006/2010 INSTITUI A PLANTA GENÉRICA DE VALORES DO MUNICÍPIO DEFINE CRITÉRIOS PARA LANÇAMENTO DO IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito

Leia mais

E D I T A L N º : 0 0 7 / 2 0 1 0 P R O C E S S O N º : 0 2 9 8 9 / 2 0 1 0 COMO UTILIZAR O MODELO DE APRESENTAÇÃO DOCUMENTAL

E D I T A L N º : 0 0 7 / 2 0 1 0 P R O C E S S O N º : 0 2 9 8 9 / 2 0 1 0 COMO UTILIZAR O MODELO DE APRESENTAÇÃO DOCUMENTAL INSTRUÇÕES COMO UTILIZAR O MODELO DE APRESENTAÇÃO DOCUMENTAL As instruções contidas nessa folha não compõem o modelo, portanto, não devem ser encaminhadas com o envelope de documentos da sua empresa, servem

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema

Manual de Utilização do Sistema Manual de Utilização do Sistema 2013 Nota Control Nota Cuiabana Índice Parte I Informações Iniciais 1 Sobre o documento Parte II Apresentação 1 Menu Home 2 Menu Cadastro 3 Menu Já sou cadastrado 4 Menu

Leia mais

PARA FINS TRIBUTÁRIOS

PARA FINS TRIBUTÁRIOS AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS PARA FINS TRIBUTÁRIOS RIOS SEMINÁRIO INTERNACIONAL O PAPEL DOS TRIBUTOS IMOBILIÁRIOS PARA O FORTALECIMENTO DOS MUNICÍPIOS Fortaleza/CE - Março/2006 Eng. Civil Carlos Etor Averbeck

Leia mais

Primeiras Linhas de Direito Tributário

Primeiras Linhas de Direito Tributário Aldemario Araujo Castro Mestre em Direito Professor da Universidade Católica de Brasília (UCB) Coordenador da Especialização a distância em Direito do Estado da UCB Membro do Conselho Consultivo da Associação

Leia mais

SECRETARIA DA FAZENDA Serviço: PORTAL DE SERVIÇOS FAZENDÁRIOS A população em geral

SECRETARIA DA FAZENDA Serviço: PORTAL DE SERVIÇOS FAZENDÁRIOS A população em geral Tipos de serviços disponíveis SECRETARIA DA FAZENDA Serviço: PORTAL DE SERVIÇOS FAZENDÁRIOS A população em geral Solicitação de cadastro e emissão de senha de acesso ao Portal Emissão de Nota Fiscal Eletrônica

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA GERAL DA RECEITA ESTADUAL

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA GERAL DA RECEITA ESTADUAL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 011/2008/GAB/CRE Porto Velho, 28 de outubro de 2008. PUBLICADA NO DOE Nº1149, DE 22.12.08 CONSOLIDADA ALTERADA PELA INSTRUÇÃO NORMATIVA: Nº 009, de 30.03.09 DOE Nº 1217, de 03.04.09

Leia mais

DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO DE OBRAS

DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO DE OBRAS DIVISÃO DE FISCALIZAÇÃO DE OBRAS HABITE-SE CERTIDÃO RETIFICAÇÃO DE NÚMERO E DE ENDEREÇO CERTIDÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO PARA EMPREENDIMENTO DE USO RESIDENCIAL E NÃO RESIDENCIAL RENOVAÇÃO DE HABITE-SE/

Leia mais

SEMFAZ Online Manual de Importação da Guia de Informação Mensal (GIM) Versão 1.0.0

SEMFAZ Online Manual de Importação da Guia de Informação Mensal (GIM) Versão 1.0.0 SEMFAZ Online Manual de Importação da Guia de Informação Mensal (GIM) Versão 1.0.0 Secretaria Municipal de Fazenda SEMFAZ Porto Velho - RO Agosto de 2010 Índice 1 Introdução... 3 2 Informações Gerais...

Leia mais

Receita Orçamentária: Conceitos, codificação e classificação 1

Receita Orçamentária: Conceitos, codificação e classificação 1 Receita Orçamentária: Conceitos, codificação e classificação 1 1. CODIFICAÇÃO ORÇAMENTÁRIA DA RECEITA Para melhor identificação da entrada dos recursos aos cofres públicos, as receitas são codificadas

Leia mais

III Seminário de Gestão e. Arrecadação Municipal

III Seminário de Gestão e. Arrecadação Municipal III Seminário de Gestão e iza Arrecadação Municipal Modernização dos Instrumentos de Arrecadação Fontes de Financiamento para Fazendas Públicas Municipais. Temas abordados no evento: 1. Alternativas de

Leia mais

RESOLUÇÃO-COFECI Nº 1.168/2010 (Publicada no D.O.U nº 77, de 26/04/10, fls. 103, Seção 1)

RESOLUÇÃO-COFECI Nº 1.168/2010 (Publicada no D.O.U nº 77, de 26/04/10, fls. 103, Seção 1) RESOLUÇÃO-COFECI Nº 1.168/2010 (Publicada no D.O.U nº 77, de 26/04/10, fls. 103, Seção 1) 1 Dispõe sobre os procedimentos a serem observados pelas pessoas jurídicas que exerçam atividades de promoção imobiliária

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA SUBSECRETARIA DA RECEITA MANUAL REFAZ II

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA SUBSECRETARIA DA RECEITA MANUAL REFAZ II MANUAL REFAZ II 1. O QUE É: 1.1 - REFAZ II é o Segundo Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Pública do DF, destinado a promover a regularização de créditos, constituídos ou não, inscritos ou

Leia mais

Microempreendedor Individual. Passo a Passo Como requerer uma Nota Fiscal Avulsa

Microempreendedor Individual. Passo a Passo Como requerer uma Nota Fiscal Avulsa Microempreendedor Individual Passo a Passo Como requerer uma Nota Fiscal Avulsa Acesse o link https://www2.fazenda.mg.gov.br/sol/ctrl/sol/nfae/servico_007?acao=novo&acesso_ex TERNO=1 da Secretaria de Estado

Leia mais

ANEXO I - DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO SALARIAL. Eu,

ANEXO I - DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO SALARIAL. Eu, ANEXO I - DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO SALARIAL Eu,, (nacionalidade), (estado civil), RG nº, e CPF nº, na condição de procurador/preposto da empresa, inscrita no CNPJ sob o nº, DECLARO, sob as

Leia mais

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV,

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV, DECRETO Nº 5218 DE 09 DE NOVEMBRO DE 2011. EMENTA: Regulamenta os procedimentos de declaração, avaliação, emissão de guias de recolhimento, processo de arbitramento e a instauração do contencioso fiscal

Leia mais

A lei de incentivos fiscais de Campinas

A lei de incentivos fiscais de Campinas A lei de incentivos fiscais de Campinas Lei 12.802/06 com as alterações formuladas na Lei 12.653/06: A Câmara Municipal aprovou e eu, Prefeito do Município de Campinas, sanciono e promulgo a seguinte lei:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO LEI Nº 1552, DE 18 DE AGOSTO DE 2011. Disciplina a dação em pagamento de obras, serviços e bem móvel como forma de extinção da obrigação tributária no Município de Codó, prevista no inciso XI do artigo

Leia mais

Documento de Visão Sistema de Arrecadação de IPTU - SAI

Documento de Visão Sistema de Arrecadação de IPTU - SAI Sistema de Arrecadação de IPTU - SAI Versão 1.1R01 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor (es) 12/08/2008 1.0 Documento inicial Márcio Roehe 26/08/2008 1.1 Revisão Ajustes e complementação Roberto

Leia mais

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Fazenda Gerência de Avaliações e Análises Técnicas. Sistema de Avaliação Imobiliária

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Fazenda Gerência de Avaliações e Análises Técnicas. Sistema de Avaliação Imobiliária Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Fazenda Gerência de Avaliações e Análises Técnicas Sistema de Avaliação Imobiliária Objetivo do Projeto Apoiar a elaboração da Planta Genérica

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA OBTENÇÃO DO ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA OBTENÇÃO DO ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO NOME ou RAZÃO SOCIAL: NOME FANTASIA: DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA OBTENÇÃO DO ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO DOCUMENTOS APRESENTADOS SIM NÃO N.A* 1 Requerimento solicitando o Alvará de construção, conforme modelo

Leia mais

Condomínios Edilícios e o sistema da NF-e SF/SUREM/DEFIS 09/03/2009

Condomínios Edilícios e o sistema da NF-e SF/SUREM/DEFIS 09/03/2009 Condomínios Edilícios e o sistema da NF-e SF/SUREM/DEFIS Conteúdo 1.Créditos na NF-e/ Retenção do ISS 2. Créditos Gerados na NF-e 3. Orientações Créditos 4. Orientações - Senha Web 5. Orientações Retenção

Leia mais

Lei Municipal de Incentivo à ME e EPP

Lei Municipal de Incentivo à ME e EPP Motivação; Elaboração do projeto-lei; Benefícios; Aprovação; 1 Motivação: Fevereiro/2008 foi anunciada a vinda da GM para Joinville mediante a concessão de benefícios fiscais. Março/2008 restou anunciado

Leia mais

Secretaria Municipal de Fazenda Diretoria de Receitas Divisão de Tributos. Manual do Site Acesso Geral MONTE CARMELO

Secretaria Municipal de Fazenda Diretoria de Receitas Divisão de Tributos. Manual do Site Acesso Geral MONTE CARMELO Secretaria Municipal de Fazenda Diretoria de Receitas Divisão de Tributos Manual do Site Acesso Geral MONTE CARMELO ÍNDICE Siat Online - Considerações Gerais Consulta Débito de IPTU Emitir Guias de ITPU

Leia mais

Palestra. Declaração de Simples Nacional Relativa à Substituição Tributária e Diferencial de Alíquotas - STDA. Março 2012.

Palestra. Declaração de Simples Nacional Relativa à Substituição Tributária e Diferencial de Alíquotas - STDA. Março 2012. Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

PASSO A PASSO REQUERIMENTO DE NFA MEI. Acessar a página da Secretaria de Estado de Fazenda na internet. Endereço: www.fazenda.mg.gov.

PASSO A PASSO REQUERIMENTO DE NFA MEI. Acessar a página da Secretaria de Estado de Fazenda na internet. Endereço: www.fazenda.mg.gov. 1 PASSO A PASSO REQUERIMENTO DE NFA MEI Acessar a página da Secretaria de Estado de Fazenda na internet. Endereço: www.fazenda.mg.gov.br Clicar em SIARE conforme indicação abaixo: Clicar em Sistema Integrado

Leia mais

Instruções de uso passo a passo. IPTU Imobiliárias. Figura 01 Portal do Município

Instruções de uso passo a passo. IPTU Imobiliárias. Figura 01 Portal do Município Instruções de uso passo a passo IPTU Imobiliárias Este manual passo a passo, foi elaborado para instruir as imobiliárias quanto ao uso (operação) do serviço on-line, disponível no portal do município,

Leia mais