RELATÓRIO 2011 SANTA CASA DE MONTE ALTO.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO 2011 SANTA CASA DE MONTE ALTO."

Transcrição

1 RELATÓRIO 2011 SANTA CASA DE MONTE ALTO. MATERNIDADE E PROJETO I.H.A.C. (INICIATIVA HOSPITAL AMIGO DA CRIANÇA). O projeto IHAC - Hospital Amigo da Criança foi implantado no mês de junho do ano de 2001, portanto, no ano 2012, completará 11anos de intensivo e frutuoso trabalho com significativo resultado, contribuindo para o Aumento dos Índices de Aleitamento Materno e Redução de Internações na pediatria com infecções gastrintestinais e respiratórias, representando uma grande conquista. Outra conquista que veio beneficiar muito as crianças na amamentação exclusiva foi o acréscimo de 2 meses adicionais na Licença Maternidade concedido pela Diretoria da Irmandade, às funcionárias da Santa Casa. Hoje o hospital é referência na região em Aleitamento Materno e pelo serviço de alta qualidade na Maternidade. Estas Conquistas deve-se ao empenho contínuo da Enfermeira Irmã Aracy Forão que coordena o projeto, do fundamental apoio do Provedor, Roberto Afonso Colatreli e dos Diretores da Santa Casa que aceitaram este desafio e não cessam de investir para o seu sucesso e da equipe de enfermagem da maternidade, Enfermeiras, Ginecologistas, Pediatras, demais funcionários. 1

2 Projeto I.H.A.C. COMEMORAÇÃO de 10 Anos de implantação. O Ano de 2011 foi o Ano Comemorativo de 10 anos do Projeto I.H.A. C (Iniciativa Hospital Amigo da Criança). A primeira comemoração foi realizada no dia 12 de agosto de 2011 com uma apresentação musical em frente à Santa Casa pelos alunos da Escola Profª. Juventina de Oliveira Penna Campos, nesta apresentação contamos com a presença dos alunos da escola Profª. Antonia Florenzano, professores, funcionários e clientes da Santa Casa. Após a apresentação houve uma carreata pelas ruas da cidade de carros, ônibus e ambulâncias onde em uma dessas havia uma mãe que a todo o momento amamentava seu filho. Esta atividade foi realizada em parceria com a Medicina Preventiva do Sistema Vida de Saúde. As comemorações dos 10 anos continuaram no mês de outubro na semana da amamentação. Foram feitas faixas, cartazes, banners e chaveiros para lembrar a data. 2

3 Projeto I.H.A.C. - Resultados No o ano de 2006 foi iniciada a pesquisa sobre os resultados do trabalho de Promoção e Apoio ao Aleitamento Materno,começando pelo ano no qual o projeto foi Implantado, e a partir deste ano a estatística é realizada anualmente. O objetivo deste trabalho é levantar índices de internações na Pediatria por doenças Gastrintestinais e Respiratórias. Para este estudo as crianças foram separadas em dois grupos: Menores de um ano, e de um a dois anos de idade,conforme os gráficos nº. 01 e 02, e 03 e 04 abaixo. Esta faixa etária foi considerada pelo fato da criança estar mais sensíveis a adquirir infecções. O Aleitamento Materno é fundamental até aos dois anos ou mais e exclusivamente até o 6º mês. O recurso utilizado para a pesquisa foi o CPDH (Centro de processamento de dados hospitalares do hospital das clínicas de Ribeirão Preto), e os dados deste ano, de 2011, foi realizado pelo CPD (Centro de Processamento de Dados) da Santa Casa. Da mesma forma são comparados os números de internações de crianças menores de 1 ano, somando-se as duas patologias com o número de nascimentos na Santa Casa, conforme mostra o gráfico nº. 05 abaixo: Internações de crianças de 0 a 1 ano por Diarréia (CID-10 A09) Gráfico 1- Internações de crianças de 0 a 1 no por diarréia. (CID-10 A09) 3

4 Internações de crianças de 1 a 2 ano por Diarréia (CID-10 A09) Gráfico 2 Internações de crianças de 1 a 2 ano por diarréia (CID-10 A09) 160 Internações de crianças de 0 a 1 ano por doenças do aparelho respiratório (CID10 J00-J99) Gráfico 3 - Internações de crianças de 0 a 1 ano por doenças do aparelho respiratório (CID10 J00 J99). 4

5 Internações de crianças de 1 a 2 ano por doenças aparelho respiratório (CID10 J00-J99) do Gráfico 4 Internações de crianças de 1 a 2 ano por doenças do aparelho respiratório (CID10 J00 199). 5

6 Internações pediátricas População de 0 a 1 ano nascidos na Santa Casa Gráfico 5 Internações Pediátricas Do ano de 2001 a 2011 houve uma redução de 97,5% de internações na pediatria, conforme se observa no gráfico acima. AMAMUNIC - AMAMENTAÇÃO E MUNICÍPIO. Outra pesquisa realizada foi em relação aos índices de aleitamento materno através do Amamunic (pesquisa de prevalência de aleitamento materno no município). Esta pesquisa foi realizada no dia 14 de agosto de 2011, dia nacional de vacinação, coordenada pelas Enfermeiras Irmã Aracy Forão e Zenaide Morishita da vigilância epidemiológica. Foram entrevistadas 377 mães de crianças menores de um ano de idade. Na tabela abaixo observamos um significativo resultado da prevalência de aleitamento materno no ano de Crianças menores de 4 meses 96,36%, menores de 6 meses 54,86% e de 9 à 12 meses 61,43%. Ao compararmos com o ano de 2010 observamos que houve aumento de 14,22% para menores de 4 meses, 14,29% para menores de 6 meses e 15,18% de 9 a 12 meses de idade. Estes índices são considerados muito bons pelo MINISTÉRIO DA SAÚDE. 6

7 Município de Monte Alto Pesquisa AMAMUNIC nos anos de2004, 2006, 2007, 2008, 2010 e Ano Base 2004 AME <4 Meses NÃO AVALIADO AME <6 Meses AM de 9 a 12 Meses 27% 7,12% ,20% 32,60% 49,10% ,60% 37,50% 62,50% ,82% 41,18% 48,24% ,14% 40,57% 46,25% ,36% 54,86% 61,43% Tabela 1 Município de Monte Alto 100,00% 90,00% 80,00% 70,00% 60,00% 50,00% 40,00% 30,00% 20,00% 10,00% 0,00% 62,50% 49,20% 49,10% 55,60% 32,60% Pesquisa AMAMUNIC 37,50% 90,82% 48,24% 41,18% ' 82,14% 40,57% 54,86% 96,36% 61,43% 54,86% Menores de 4 meses Menores de 6 meses de 9 a 12 meses Gráfico 6 Pesquisa AMAMUNIC Com estes resultados podemos afirmar que o aleitamento materno é fundamental para saúde das crianças e consequentemente teremos uma população mais saudável e feliz. 7

8 PESQUISA QUANTO AO USO DE CHUPETAS E MAMADEIRAS. No curso de gestante oferecido pela Santa Casa é ministrada uma aula sobre os Malefícios do uso de chupetas e mamadeiras e enfatizado posteriormente na maternidade. Este trabalho de prevenção é realizado na Maternidade da Santa Casa e continuado pela Secretaria Municipal da Saúde, pois os usos desses objetos trazem grandes malefícios para as crianças como: Abandono da amamentação, Problemas respiratórios, Mau posicionamento dos dentes, Alteração da fala Problemas articulares da mandíbula Hipertrofia da adenóide e amídalas, rinites e desvio de septo, Infecções, principalmente diarréia, Câncer, pelo uso continuo da borracha e plástico. Estas ações têm contribuído para a redução da incidência do seu uso que foi de 10,94% para chupetas e de 7,6% para mamadeiras conforme demonstrado nos gráficos abaixo: Uso de Chupeta em crianças de 0 a 1 ano de idade 40% 30% 20% 10% 39% 35% 28,06% % GRAFICO 7 Uso de chupeta em crianças de 0 a 1 ano de idade. 8

9 Uso de Mamadeira em crianças de 0 a 1 ano de idade 56,00% 54,00% 52,00% 50,00% 48,00% 46,00% 44,00% 42,00% 54,44% 53,07% 46,84% Gráfico 8 Uso de mamadeira em crianças de 0 a 1 ano de idade. Projeto I.H.A.C. Homenagem. No dia 17 de outubro, na Câmara Municipal foi aprovada a Moção de Congratulação de autoria do vereador Carlos Alberto Alencar a Irmã Aracy Forão e a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia, representada pelo provedor, Roberto Afonso Colatreli, pelo excelente trabalho realizado do Projeto I.H.A.C. O mérito é extensivo a todos os que de alguma forma colaboram para o sucesso do mesmo, principalmente a Diretoria que sempre deu o merecido apoio e confiança neste trabalho. 9

10 Maternidade A maternidade conta com equipe especializada, estrutura física e equipamentos adequados como leito P.P. P (leito para parto humanizado), banheira de hidromassagem, material para exercícios no Pré-Parto, Cardiotocógrafo e poltronas para amamentação, para prestar a melhor assistência às parturientes, puérperas e gestantes, sempre priorizando a humanização. Varias ações gratuitas foram desenvolvidas além dos serviços prestados durante o período de internação, conforme descrito abaixo: CARDIOTOCOGRAFIA É um exame que consiste no registro contínuo da freqüência Cardíaca Fetal, Movimentação fetal e da Contractilidade uterina, permitindo relacionar suas características entre si e avaliar o prognóstico fetal. O exame é realizado por Enfermeiras da chefia de enfermagem, na sala de préparto, com duração de 20 minutos, e em seguida é encaminhado ao médico para avaliação. Neste ano de 2011 foram feitos 170 exames. Alojamento Conjunto - Atendimento ao Binômio (mãe e bebê) No ano de 2011 foram realizados 455 atendimentos individuais a mãe e recém nascidos. Estes atendimentos compreendem orientações e cuidados de enfermagem contínua, assim como assistência médica. Ainda no alojamento conjunto é realizada a higiene do bebê, os exames do olhinho e administração das primeiras vacinas. Antes da alta hospitalar as mães recebem um manual com orientações sobre aleitamento materno, assistem vídeos para reforços das orientações e são agendadas para retorno no 4º dia após o nascimento para avaliação da amamentação, exame do pezinho, da orelhinha e consulta com pediatra. 10

11 Unidade Patológica É uma sala equipada com oxímetro, incubadoras para transporte de recém-nascidos e para maior segurança e conforto, a unidade dispõe de dois berços aquecidos que substituem as incubadoras tradicionais e proporcionam ao RN recém nascido aquecimento adequado, fornecimento de oxigênio, controle automático da temperatura. É usado para bebês prematuros ou que necessitam de cuidados intensivos. Nesta unidade há também uma incubadora de transporte com oxigênio embutido, usada para encaminhar recém nascidos para a UTI neonatal do município de Ribeirão Preto e Sertãozinho. Avaliação da Amamentação A avaliação da amamentação é uma das ações que o serviço da maternidade realiza diariamente e consiste em avaliar a mãe e o bebê após a alta hospitalar. Para esta finalidade há uma sala equipada na própria maternidade. As dificuldades na amamentação e as intercorrências mamárias são cuidadosamente resolvidas pela equipe da maternidade e Enfermeiras da chefia da enfermagem. Este acompanhamento é realizado semanalmente até o RN Recém Nascido completar 1 mês e a partir desta idade passa a ser mensalmente ou toda vez que tiver necessidade, e em qualquer horário. Para o atendimento é feito um cadastro e anotações dos procedimentos realizados e assinados por quem as realizam. 11

12 Este serviço é gratuito e aberto a todas as mães que necessitam de ajuda independente de onde ocorreu o nascimento. Em 2011, foram realizados atendimentos na sala de avaliação, a média anual foi de 140 atendimentos ao mês, como podemos observar no gráfico abaixo. Avaliação da Amamentação Quantidade de Avaliações Janeiro Fevereiro Março 178 Abril Maio Junho Julho Mês Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Gráfico 9 Avaliação da Amamentação Semana da Amamentação da Santa Casa de Monte Alto Foi realizada de 1 a 7 de outubro a 10ª Semana da Amamentação seguindo o tema proposto pela Organização Mundial da Saúde. Neste ano o tema foi: Amamentação uma experiência em 3D. A primeira dimensão é o tempo que vai da gravidez ao desmame, a segunda é o lugar onde acontece a amamentação (a casa, a comunidade, sistema de saúde, etc.) e a terceira dimensão é a comunicação que é a parte essencial na promoção, proteção e apoio à amamentação (meios de comunicação social). A abertura da semana aconteceu no dia 1 de outubro de 2011 com celebração Eucarística na Matriz do Senhor Bom Jesus e a presença de mães, gestantes, famílias e profissionais da saúde. A solenidade de abertura oficial foi realizada no dia 3 de outubro de 2011 no centro de convivência Turcão I, com a presença da Prefeita Municipal Silvia Meira, o Secretario da Saúde, José Benevides Valente da Silva, o provedor da Santa Casa, Roberto Afonso Colatreli, médicos, e um grande numero de participantes. 12

13 Provedor Roberto Afonso Colatreli, na Abertura da Semana Mundial do Aleitamento Materno. FOTO DE ABERTURA DA SEMANA MUNDIAL DO ALEITAMENTO MATERNO. 13

14 Houve apresentação do Conservatório Musical e a seguir uma brilhante palestra pela Enfermeira Anália Ribeiro Heck do BLH/HC Ribeirão Preto. No dia 4 de outubro de 2011 houve atividades escolares sobre o tema Amamentação, assim como em todos os dias da semana. As escolas realizaram pesquisas sobre a amamentação, paródias, poesias, apresentação musical, palestras e gincanas. Dez mil folhetos foram distribuídos em todas as escolas com explicação do conteúdo pelos professores. No dia 5 de outubro de 2011 a palestra foi sobre Promoção do Aleitamento Materno na Escola, proferida pela Dra. Silvia Marina Anaruma, docente da Unesp de Rio Claro. Neste dia houve também apresentação de dança pelos alunos do colégio Objetivo Unidade II. No dia 6 de outubro de 2011 houve apresentação TEATRAL com o tema: Aleitamento Materno realizado pelo grupo de teatro Los Muchos de Ribeirão Preto. Foi uma ótima apresentação, a mensagem foi passada de forma muito criativa e alegre, logo após apresentou-se o Conservatório Musical. A seguir realizamos uma homenagem as gestantes e mães doadoras de leite materno, com entrega de certificados, sorteio de brindes e confraternização. Nesse dia na qual foi encerrados os eventos culturais, contamos com a presença do Sr. Antonio Fiorentin, diretor da Santa Casa de Misericórdia, que proferiu a locução de enceramento representando o Provedor Roberto Afonso Colatreli. No dia 07 de outubro de 2011, das 8:00 as 11:00hrs da manhã as atividades foram realizadas na Praça Central onde houve apresentação Musical sobre Aleitamento Materno com um grupo de alunos da Escola Juventina e a presença da Diretora da Saúde, Mônica Hernandes Duram a coordenadora Vera Lucia Guimarães da Silva e professores da Escola. Os expectadores desta bonita apresentação foram: Profissionais da Saúde, Funcionários da Santa Casa, Estudantes, Mães e pessoas que participavam da aferição da pressão arterial e glicemia digital. 14

15 Também houve exposição de quadros sobre Amamentação e entrega folhetos informativos. Esta atividade foi coordenada pela equipe da Medicina Preventiva do Sistema Vida de Saúde. O total de pessoas atendidas foram 200. Com esta atividade encerrou-se com êxito mais uma Semana de aleitamento Materno. Implantação do Projeto de Promoção da Amamentação na Escola. Proames. Ao longo dos 10 anos de História, superamos nossas dificuldades e limitações e fortalecemos nossa capacidade de crescimento e de luta para atingirmos o objetivo. Um grande desafio assumido, que vale a pena destacar, foi à implantação do PROAMES _ PROJETO DE PROMOÇÃO DO ALEITAMENTO MATERNO NA ESCOLA que aconteceu no dia 09/02/2011, em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde e Secretaria Municipal da Educação. Pretendendo unir forças entre Educação e Saúde e com o objetivo de tornar esse trabalho mais eficaz e assim alcançar o melhor resultado na promoção da saúde das crianças é o motivo pelo qual este projeto foi implantado. Essa parceria com Rede Municipal de Ensino se estende também com as Escolas da rede Estadual, Escolas Particulares e Escola da Indústria (SESI). O projeto tem como objetivo especifico capacitar os professores para que se tornem multiplicadores da importância do aleitamento materno no ensino fundamental e médio. A equipe responsável pelo projeto está à disposição para a capacitação dos professores, assim como no fornecimento de conteúdo específico para a multiplicação de informações. Este projeto é uma ação muito importante criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) na década de 80 com a inserção do tema Amamentação nos currículos escolares de 1º e 2º grau e baseado na carta de Otawa da Organização Mundial de Saúde de 1986, onde surgiu o conceito Escolas Promotoras da Saúde. Assim, a Escola passou a ser vista como ambiente propício para a Promoção e Educação em Saúde sendo um espaço importante para a difusão da Amamentação como valor cultural a ser agregado desde a infância e adolescência. 15

16 Através desta importante ação estaremos contribuindo para que as gerações futuras não aceitem práticas modernas e artificiais de alimentação para os bebês e crianças pequenas, consciente do valor nutricional do Leite Materno. Este acontecimento ocorreu durante as reuniões pedagógicas com os professores da Rede Municipal de Ensino, no Teatro Municipal, no qual se reuniram mais de 300 professores, divididos em 2 turnos manhã e tarde. Estiveram presentes neste evento a Prefeita de Monte Alto, Silvia Aparecida Meira, a Secretária da Educação do Município, professora Mônica Hernandes Duran, e a Supervisora de Ensino, professora Suely Hipólito Amantéa. O Projeto Amamentação na Escola foi apresentado pela Enfermeira Irmã Aracy Forão, Coordenadora do Projeto e representante da Santa Casa, a Enfermeira Priscila Galatti, representando a Secretaria Municipal de Saúde e a Enfermeira Sueli Mello, representando a equipe do Projeto Amamentação. Foram apresentados pelas enfermeiras, os resultados dos trabalhos realizados no decorrer dos 10 anos e os dez passos fundamentais que foram seguidos para alcançar este resultado. Nas escolas da rede estadual e particular também foi implantado este projeto durante encontros pedagógicos com os professores que ocorreram no final do mês de janeiro e no início do mês de fevereiro. Nos meses de março, Abril, Maio e Junho aconteceram os Primeiros Encontros de Formação sobre Aleitamento Materno para Coordenadores e Professores. Foram 97 participantes da rede Municipal Estadual e particular. 16

17 Curso de Treinamento sobre Manejo Clinico do Aleitamento Materno Em 2011 foram realizados 10 cursos sobre o Aleitamento Materno nos dias 28 e 29 de Março, 11, 12 e 26 de Abril, 03 e 27 de Maio, 06, 15 e 29 de Junho, 12, 13, 22 e 23 de Setembro, 04, 05,21 e 24 de Outubro, 03 e 04 de Novembro e contou com a participação de: 33 funcionários da Santa Casa, 28 funcionários da UBS e PSF, 44 alunos da faculdade São Luiz, 25 lideres da Pastoral da Criança, 97 professores da rede municipal, estadual e particular, totalizando 227 participantes. Os cursos tiveram a duração de 08 horas e foram ministrados pelas Enfermeiras Irmã Aracy Forão, Sueli R. Mello, Bibiana Chamacheli da Silva e a Drª. Luciana D.Fantini. Palestras Foram realizadas 7 palestras no decorrer deste ano de Os participantes foram: 60 professores da Escola Zacharias e 15 professores da Escola Jeremias realizadas no dia 08/02/11, no período da manhã e da tarde, respectivamente, na própria escola durante a reunião pedagógica. No dia 09/02/11 a palestra foi no teatro municipal para mais de 300 professores da Rede Municipal. No dia 10/02/11 na Escola Nelly Bahdur, no dia 14/02/11 no Colégio Objetivo unidade II e no dia 15/02/11 Colégio Anglo. O assunto foi à implantação do PROAMES - Projeto de Promoção do Aleitamento Materno na Escola e a importância de estar colocando atividades do mesmo no planejamento escolar. As expositoras deste trabalho foram às enfermeiras Irmã Aracy Forão, Sueli R. Mello e Pricila Galatti. No Colégio Objetivo Unidade I, em 14 de mês de Setembro de 2011, 85 alunos do Ensino Fundamental e Médio, participaram da palestra sobre Aleitamento Materno proferida pela Enfª Ir. Aracy Forão. Curso de Gestante No ano de 2011 foram realizados gratuitamente, cinco cursos para gestantes com início no dia 26 de Janeiro e o último teve o término no dia 14 de Dezembro de 2011, o número de participantes foram 216 gestantes e 184 acompanhantes, totalizando 400 pessoas. O curso de gestante tem como objetivo fornecer conhecimentos sobre a gestação, o nascimento, a amamentação e também sobre os cuidados com o bebê, além de ajudar a mãe a ser capaz de lidar com todo este processo da maternagem, proporcionando-lhe segurança, confiança e tranqüilidade. O enfoque principal e o Aleitamento Materno. O curso de gestante é de fundamental importância para o sucesso do aleitamento materno. O curso sempre contou com a parceria da Prefeitura Municipal através da assistência social e Ambulatório de Saúde da mulher e foi ministrado por uma equipe multiprofissional capacitada formada pelos seguintes integrantes: Ginecolista e Obstétra Dr. Francisco Spanó, Pediatras - Dr. Armando Lepore e Dr. Yoshio Morishita, Fonoaudióloga - Márcia Pugliesi, Dentista - Drª. Luciana Denadai Fantini, Daisa Spanó - Psicóloga, Enfermeiras: Irmã Aracy Forão (que 17

18 também coordena os cursos), Bibiana Chamachelle e Zenaide Morishita e as Técnicas de Enfermagem: Rosemeire Ulian e Isabel Lapola. O curso é composto por seis encontros com conteúdos teóricos, práticos e de grande riqueza de informações que a mãe e a família necessitam neste momento. No final de cada curso os participantes, mãe e acompanhantes receberam lembranças e certificados fornecidos pela Santa Casa e Assistência Social da Prefeitura de Monte Alto, kit de higiene do bebê fornecido pelo Lions Clube e Rotary Clube de Monte Alto, assim como uma confraternização de encerramento. Também no final de cada encontro são realizados sorteios de brindes e oferecido suco com bolo ou biscoito. O número de gestantes deste ano de 2011 foi 25% maior do que o ano anterior, assim como o número de acompanhantes foi superior 27% comparado ao ano anterior. Os cursos são muito bem ministrado o que justifica o aumento de participantes a cada ano. 18

19 Posto de Coleta - Doação de leite materno A Santa Casa possui um posto de Coleta de Leite Materno, vinculado ao Banco de Leite Humano do HC de Ribeirão Preto e cadastrado no Ministério da Saúde desde o ano de A função do Posto de Coleta é: Cadastrar as doadoras e colher exames que são realizados antes da doação de leite. Orientar as mães sobre os procedimentos da coleta, estocagem e transporte do leite. Fornecer material para a coleta, tal como, o frasco esterilizado, gorro e máscara. Realizar coleta manual ou com a bomba elétrica. Recolher o leite das residências usando caixa térmica e enviar ao banco de leite dentro do prazo estabelecido. Realizar campanhas de doação de frascos para coleta e de doação de leite materno. Fazer certificados para as doadoras. Realizar visitas domiciliares. No ano de 2011 foram coletados e enviados ao Banco de Leite ml de leite materno e foram utilizados na maternidade ml para 25 bebês prematuros e outros. Este ano a Santa Casa contou com 32 doadoras. Quem realiza esta atividade é a própria equipe da maternidade. 19

20 Bomba Elétrica Tira-Leite No dia 7 de dezembro de 2011 a Santa Casa recebeu de doação uma Bomba Tira-leite Elétrica de Sucção Intermitente, marca MEDELA. Quem doou este aparelho foi Daniela Aparecida Lapola, esposa de Manoel Vicente Raposo. A ex-doadora de leite doou ml no período de 26/04/11 a 25/10/11. Esta bomba veio ajudar muito no atendimento as mães que se apresentam com ingurgitamento mamário, assim como na coleta de rotina. Ela é prática, rápida e é a única recomendada pelo Ministério da Saúde, por não machucar a mama da mulher que usa. Consegue ordenhar até 500ml de leite em 30 minutos. 20

21 IRMANDADE DE MISERICORDIA DO HOSPITAL DA SANTA CASA DE MONTE ALTO Volume em ml de leite materno coletado em Jan Fev Março Abril Maio Junho Julho Agosto Set Out Nov Dez Gráfico 10 Volume em ML de leite materno coletado em

22 Visita domiciliar A equipe de Enfermagem da maternidade da Santa Casa realiza visitas domiciliares às doadoras de leite materno com o seguinte objetivo: Avaliação da Amamentação Verificação dos procedimentos quanto à coleta e estoque do leite;. Realização de coleta quando necessário. Orientações e fornecimento de material para a coleta de leite, como: frascos estéreis, máscara e gorro; Realização de cadastro e coleta de sangue para exames das novas doadoras. No ano de 2011 foram realizadas 31 visitas domiciliares. O transporte do leite do domicilio para o hospital e do hospital para o banco de leite de Ribeirão Preto é realizado por funcionários da santa casa, seguindo os cuidados preconizados pelo Banco de leite humano. Este trabalho é totalmente gratuito. Visita técnica à Maternidade para conhecimento do projeto No dia 8 de junho de 2011, houve a visita dos alunos do curso Técnico de Enfermagem da Escola ETEC de Taquaritinga, foram 8 alunos acompanhados da Professora Enfermeira Jussara S. de Oliveira. Receberam informações sobre a importância do Aleitamento Materno e conheceram as dependências, normas e rotinas da Maternidade. Educação Continuada 1º Congresso Virtual de Aleitamento Materno. Este Congresso foi realizado nos dias 7, 8 e 9 de julho de 2011, no auditório da Santa Casa, onde os funcionários do CPD montaram um telão para participação do mesmo, via internet. Foram realizadas palestras pela manhã e a tarde. 28 funcionários de diversos setores estiveram presentes no evento que contou com os seguintes temas: Políticas públicas em Aleitamento Materno. Atenção básica Rede Amamenta Brasil. Amamentação e Humanização. Aconselhamento e apoio. Anatomia e fisiologia da mama. Visão nutricional do leite humano. Manejo clinico do Aleitamento Materno. Amamentação e cuidados nas intercorrências. 22

23 Certificação de Especialista em Aleitamento Materno Curso de Capacitação para profissionais sobre Aleitamento Materno. Este curso de capacitação foi organizado pela DRS de Ribeirão Preto e realizado na própria sede, pelas Enfermeiras do Banco de Leite e Secretaria da Saúde, nos dias 20 e 27 de maio de Participaram a Irmã Aracy Forão e 3 funcionárias da Maternidade. Os dois eventos foram de grande importância cultural, veio enriquecer nossos conhecimentos e assim melhorar a qualidade do nosso trabalho. Enfermeira Irmã Aracy Forão. Coordenadora do Projeto. 23

População total = 417 983 Censo 2000

População total = 417 983 Censo 2000 AS AÇÕES BEM SUCEDIDAS EM ALEITAMENTO MATERNO E ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR NUTR. JULIANA C. F. DE OLIVEIRA CHEFE DA SEÇÃO DE AÇÕES PREVENTIVAS COORDENADORIA DE SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE SECRETARIA

Leia mais

Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno

Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno 1 Ter uma política de aleitamento materno escrita, que seja rotineiramente transmitida a toda a equipe de cuidados da saúde. 2 Capacitar toda equipe de

Leia mais

Atividades desenvolvidas na SMAM 2011 no Brasil

Atividades desenvolvidas na SMAM 2011 no Brasil Atividades desenvolvidas na SMAM 2011 no Brasil 1- Atividades em Unidades Básicas de Saúde (UBS) Exposição no hall da UBS de mural educativo com fotos. Exposição no hall da UBS de dados estatísticos e

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAVALCANTE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROJETO ALEITAMENTO MATERNO

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAVALCANTE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROJETO ALEITAMENTO MATERNO ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAVALCANTE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROJETO ALEITAMENTO MATERNO APRESENTAÇÃO O aleitamento materno exclusivo (AME) é sinônimo de sobrevivência para o recém-nascido,

Leia mais

- Destaque para vídeos, palestras, desfile e caminhada. Fonte: O Diário de Teresópolis. Da Redação

- Destaque para vídeos, palestras, desfile e caminhada. Fonte: O Diário de Teresópolis. Da Redação - Destaque para vídeos, palestras, desfile e caminhada Fonte: O Diário de Teresópolis Da Redação Fortalecer o aleitamento materno por meio do apoio às mulheres que amamentam é o objetivo da Semana Mundial

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: AMBIENTE E SAÚDE Habilitação Profissional: Qualificação Técnica de Nível Médio

Leia mais

Programação da XXII Semana Mundial de Aleitamento Materno

Programação da XXII Semana Mundial de Aleitamento Materno Programação da XXII Semana Mundial de Aleitamento Materno JOÃO PESSOA 31/07/2013 QUARTA-FEIRA Enfoque no aconselhamento ao grupo de gestante da fisioterapia do Instituto Cândida Vargas LOCAL: Instituto

Leia mais

Dr Elsa Regina Justo Giugliani Pediatra, coordenadora da Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno, Ministério da Saúde, Brasil

Dr Elsa Regina Justo Giugliani Pediatra, coordenadora da Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno, Ministério da Saúde, Brasil POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO: A EXPERIÊNCIA DO BRASIL Carolina Belomo de Souza Nutritionniste, chargée de mission en éducation et promotion de la santé, DATER, INPES Dr Lilian

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE O ACOMPANHAMENTO DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL (PUERICULTURA)

ORIENTAÇÕES SOBRE O ACOMPANHAMENTO DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL (PUERICULTURA) ORIENTAÇÕES SOBRE O ACOMPANHAMENTO DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL (PUERICULTURA) I- Introdução O acompanhamento do crescimento e desenvolvimento, do nascimento até os 5 anos de idade, é de fundamental

Leia mais

Doação de leite materno salva vidas de bebês nas UTIs

Doação de leite materno salva vidas de bebês nas UTIs Doação de leite materno salva vidas de bebês nas UTIs Além do atendimento especializado que somente a UTI Neonatal pode oferecer aos bebês prematuros, o leite materno é fundamental para que se desenvolvam

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: SÃOCARLOS Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:: Sem

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: prof. Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

Relatório Mesa 4. REDUZIR A MORTALIDADE INFANTIL Reduzir em dois terços, entre 1990 e 2015, a mortalidade de crianças menores de 5 anos.

Relatório Mesa 4. REDUZIR A MORTALIDADE INFANTIL Reduzir em dois terços, entre 1990 e 2015, a mortalidade de crianças menores de 5 anos. Relatório Mesa 4 OBJETIVO 4 Meta 5 REDUZIR A MORTALIDADE INFANTIL Reduzir em dois terços, entre 1990 e 2015, a mortalidade de crianças menores de 5 anos. I. Introdução Após a apresentação dos participantes

Leia mais

NORMAS DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO BANCO DE LEITE HUMANO

NORMAS DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO BANCO DE LEITE HUMANO NORMAS DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO BANCO DE LEITE HUMANO Identificar a necessidade da mãe em receber orientação quanto ao aleitamento materno adequado; Orientar as mães, acompanhantes e/ou familiares,

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ODONTOLOGIA NO ALEITAMENTO MATERNO

A IMPORTÂNCIA DA ODONTOLOGIA NO ALEITAMENTO MATERNO A IMPORTÂNCIA DA ODONTOLOGIA NO ALEITAMENTO MATERNO FLÁVIA PEDREIRA CIRURGIÃ DENTISTA DO HOSPITAL E MATERNIDADE PÚBLICA DONA REGINA 20 DE FEVEREIRO DE 2014 Se pretendermos que as crianças tenham uma qualidade

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 871/2010, de 08-02-10.

LEI MUNICIPAL Nº 871/2010, de 08-02-10. LEI MUNICIPAL Nº 871/2010, de 08-02-10. DISPÕE SOBRE A CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA EMERGENCIAL DE PROFISSIONAIS PARA ÁREA MÉDICA ESPECIALIZADA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. IRANI LEONARDO CHERINI PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos

Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos Núcleo de Atenção Integral à Saúde da Unimed SJC O Núcleo de Ação Integral à Saúde (NAIS) é o setor responsável pela promoção da saúde e prevenção

Leia mais

A atenção obstétrica, neonatal, infantil e os desafios para alcançar os ODM 3, 4 e 5

A atenção obstétrica, neonatal, infantil e os desafios para alcançar os ODM 3, 4 e 5 A atenção obstétrica, neonatal, infantil e os desafios para alcançar os ODM 3, 4 e 5 A partir dos esforços para melhorar a saúde materno-infantil, tais como: Programa de Humanização do Parto e Nascimento

Leia mais

CAPACITAÇÃO PARA MULTIPLICADORES EM TESTES RÁPIDOS HIV E SÍFILIS, NO ÂMBITO DA RC

CAPACITAÇÃO PARA MULTIPLICADORES EM TESTES RÁPIDOS HIV E SÍFILIS, NO ÂMBITO DA RC MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE AÇÕES PROGRAMÁTICAS ESTRATÉGICAS ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE DA MULHER CAPACITAÇÃO PARA MULTIPLICADORES EM TESTES RÁPIDOS HIV E SÍFILIS, NO ÂMBITO

Leia mais

PROGRAMA MÃE CORUJA DO IPOJUCA

PROGRAMA MÃE CORUJA DO IPOJUCA PROGRAMA MÃE CORUJA DO IPOJUCA Às gestantes do Ipojuca O Programa Mãe Coruja é uma grande conquista das mulheres de Pernambuco. E no Ipojuca, um avanço da administração municipal em busca de melhor assistir,

Leia mais

CONSULTA PUERPERAL DE ENFERMAGEM: IMPORTÂNCIA DA ORIENTAÇÃO PARA O ALEITAMENTO MATERNO

CONSULTA PUERPERAL DE ENFERMAGEM: IMPORTÂNCIA DA ORIENTAÇÃO PARA O ALEITAMENTO MATERNO 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR

PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR PROMOÇÃO DO PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR Ações já realizadas pela ANS desde 2004 Sensibilização do setor, promoção e participação ii em eventos para discussão com especialistas nacionais e internacionais

Leia mais

ESTUDO DE CASO MATERNIDADE DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO

ESTUDO DE CASO MATERNIDADE DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO INSTITUTO DE SAÚDE DA COMUNIDADE DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO EM SAÚDE PLANEJAMENTO E GERÊNCIA EM SAÚDE II ESTUDO DE CASO MATERNIDADE DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO Professores: Dra. Luciana Alves

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Coleta de Leite Materno: Minimizando Agravos à Recém Nascidos e Salvando vidas diariamente.

Mostra de Projetos 2011. Coleta de Leite Materno: Minimizando Agravos à Recém Nascidos e Salvando vidas diariamente. Mostra de Projetos 2011 Coleta de Leite Materno: Minimizando Agravos à Recém Nascidos e Salvando vidas diariamente. Mostra Local de: Paranavaí Categoria do projeto: II - Projetos finalizados Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

17º Congresso de Iniciação Científica ANÁLISE DO PERFIL DAS DOADORAS DE LEITE MATERNO DO HOSPITAL FORNECEDORES DE CANA, EM PIRACICABA

17º Congresso de Iniciação Científica ANÁLISE DO PERFIL DAS DOADORAS DE LEITE MATERNO DO HOSPITAL FORNECEDORES DE CANA, EM PIRACICABA 17º Congresso de Iniciação Científica ANÁLISE DO PERFIL DAS DOADORAS DE LEITE MATERNO DO HOSPITAL FORNECEDORES DE CANA, EM PIRACICABA Autor(es) SHEILA MARIA DAROZ Orientador(es) ANGELA MÁRCIA FOSSA Apoio

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto de elaboração de meios para a integração da assistência à gestação, parto, puerpério e puericultura

Mostra de Projetos 2011. Projeto de elaboração de meios para a integração da assistência à gestação, parto, puerpério e puericultura Mostra de Projetos 2011 Projeto de elaboração de meios para a integração da assistência à gestação, parto, puerpério e puericultura Mostra Local de: Umuarama Categoria do projeto: I - Projetos em implantação,

Leia mais

SITUÃÇÕES PRÁTICAS DO RETORNO AO TRABALHO E AMAMENTAÇÃO. Semana Mundial da Amamentação 2015

SITUÃÇÕES PRÁTICAS DO RETORNO AO TRABALHO E AMAMENTAÇÃO. Semana Mundial da Amamentação 2015 SITUÃÇÕES PRÁTICAS DO RETORNO AO TRABALHO E AMAMENTAÇÃO Semana Mundial da Amamentação 2015 SITUAÇÃO PROBLEMA Sueli tem bebê de 1 mês de vida em aleitamento materno exclusivo. Está preocupada como fará

Leia mais

Análise Institucional do Banco de Leite Humano. do Hospital Universitário Antônio Pedro

Análise Institucional do Banco de Leite Humano. do Hospital Universitário Antônio Pedro Análise Institucional do Banco de Leite Humano do Hospital Universitário Antônio Pedro Alunos: Aisha, Alice, Cícero, Wésley e Wil Disciplina de Planejamento e Gerência em Saúde 2 Medicina UFF 5 Período

Leia mais

PLANO DE CURSO 2. EMENTA:

PLANO DE CURSO 2. EMENTA: PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Enfermagem Disciplina: ENFERMAGEM OBSTÉTRICA E NEONATAL Professor: Renata Fernandes do Nascimento Código: Carga Horária: 80 H Créditos: 05 Preceptoria: 20H

Leia mais

Redução da mortalidade na infância no Brasil. Setembro de 2013

Redução da mortalidade na infância no Brasil. Setembro de 2013 Redução da mortalidade na infância no Brasil Setembro de 2013 Taxa de mortalidade na infância 62 Redução de 77% em 22 anos (em menores de 5 anos) 1990 33 14 2000 *Parâmetro comparado internacionalmente

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA COMEMORAÇÃO DO AGOSTO DOURADO 2014 EM FLORIANÓPOLIS SC: 1 - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE FLORIANÓPOLIS

PROGRAMAÇÃO PARA COMEMORAÇÃO DO AGOSTO DOURADO 2014 EM FLORIANÓPOLIS SC: 1 - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE FLORIANÓPOLIS PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DIRETROAIA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE GERÊNCIA DE PROGRAMAS ESTRATÉGICOS PROGRAMACAPITAL CRIANÇA COMITÊ MUNICPAL DE ALEITAMENTO MATERNO

Leia mais

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 20/05/2015. Menos mulheres estão doando leite materno em Manaus, diz Fiocruz

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 20/05/2015. Menos mulheres estão doando leite materno em Manaus, diz Fiocruz Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 20/05/2015 Portal D24 AM- Saúde 20 de maio de 2015. Fonte: http://new.d24am.com/noticias/saude/menos-mulheres-estaodoando-leite-materno-manaus-fiocruz/134218 Menos

Leia mais

APRESENTAÇÃO. A adoção de alojamento conjunto é uma das medidas consideradas facilitadoras ao início da amamentação.

APRESENTAÇÃO. A adoção de alojamento conjunto é uma das medidas consideradas facilitadoras ao início da amamentação. APRESENTAÇÃO A adoção de alojamento conjunto é uma das medidas consideradas facilitadoras ao início da amamentação. Em 1983, o hoje extinto INAMPS publicou uma portaria tornando a medida obrigatória em

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

AULAS PRÁTICAS DA DISCIPLINA DE EPIDEMIOLOGIA II

AULAS PRÁTICAS DA DISCIPLINA DE EPIDEMIOLOGIA II AULAS PRÁTICAS DA DISCIPLINA DE EPIDEMIOLOGIA II 1. Objetivos das aulas práticas 1.1 Gerais Ser capaz de, através do cadastramento, detectar problemas, pensar nas causas destes problemas e propor soluções

Leia mais

Projeto Amamentar é tri: garantindo o direito à alimentação saudável desde pequenininho.

Projeto Amamentar é tri: garantindo o direito à alimentação saudável desde pequenininho. Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal de Educação Setor de Nutrição Projeto Amamentar é tri: garantindo o direito à alimentação saudável desde pequenininho. Annelise Barreto Krause

Leia mais

Autor(es) MARIANA APARECIDA RODRIGUES. Co-Autor(es) MARCIA ALVES DE MATOS MARIANA RODRIGUES UBICES. Orientador(es) ANGELA MARCIA FOSSA. 1.

Autor(es) MARIANA APARECIDA RODRIGUES. Co-Autor(es) MARCIA ALVES DE MATOS MARIANA RODRIGUES UBICES. Orientador(es) ANGELA MARCIA FOSSA. 1. 7º Simpósio de Ensino de Graduação AVALIAÇÃO DO RISCO PARA MORTALIDADE PÓS-NEONATAL EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DE PIRACICABA, INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Autor(es) MARIANA APARECIDA RODRIGUES Co-Autor(es)

Leia mais

Experiência: Projeto Bombeiros da Vida

Experiência: Projeto Bombeiros da Vida Experiência: Projeto Bombeiros da Vida Ministério da Saúde- Ministro Barjas Negri Secretária de Políticas de Saúde: Cláudio Duarte da Fonseca Área da Saúde da Criança : Ana Goretti Kalume Maranhão Equipe:

Leia mais

PORTARIA N.80, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2011

PORTARIA N.80, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2011 PORTARIA N.80, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2011 O Secretário de Atenção à Saúde, no uso de suas atribuições, Considerando a criação da Iniciativa Hospital Amigo da Criança - IHAC pela Organização Mundial da

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ATRIBUIÇÕES DO MÉDICO I- Realizar consultas clínicas aos usuários de sua área adstrita; II- Participar das atividades de grupos de controle

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA Código: ENFAEN2 Disciplina: ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM II (Enfermagem ao adulto e ao idoso em doenças tropicais) E ENFAENF (Administração em enfermagem I) Teoria: 60h Prática: 60h Teoria: 3 Prática: 3

Leia mais

BANCO DE LEITE HUMANO DO CHLC - MAC PERGUNTAS FREQUENTES

BANCO DE LEITE HUMANO DO CHLC - MAC PERGUNTAS FREQUENTES BANCO DE LEITE HUMANO DO CHLC - MAC PERGUNTAS FREQUENTES 1. O que é um Banco de Leite Humano? 2. Em que situações é utilizado o Leite Humano Pasteurizado, as suas vantagens e desvantagens? 3. Que critérios

Leia mais

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO 1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS Médico Clínico 0 Médico Pediatra 1 Médico de Estratégia PSF 3 Psicólogo Clínico 30 horas 0 Psicólogo Clínico 40 horas 1 Cirurgião Dentista 2 Auxiliar de Saúde Bucal 2 Fonoaudiólogo

Leia mais

Implantação de Unidade de Coleta de Leite Humano no Centro de Saúde Venda Nova/Paraúnas Do Desafio à Implementação

Implantação de Unidade de Coleta de Leite Humano no Centro de Saúde Venda Nova/Paraúnas Do Desafio à Implementação Implantação de Unidade de Coleta de Leite Humano no Centro de Saúde Venda Nova/Paraúnas Do Desafio à Implementação Resumo: Como é de conhecimento, o primeiro banco de leite humano foi instituído no Brasil

Leia mais

INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO POR MEIO DE AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE: UM RELATO EXPERIÊNCIA 1

INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO POR MEIO DE AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE: UM RELATO EXPERIÊNCIA 1 INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO POR MEIO DE AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE: UM RELATO EXPERIÊNCIA 1 NAIDON, Ângela Maria 2 ; NEVES, Eliane Tatsch 3 ; PIESZAK, Greice Machado 4 RESUMO O Aleitamento Materno

Leia mais

II SEMINÁRIO NACIONAL DE ALEITAMENTO MATERNO. Plano de ação: Área Técnica da Saúde da Criança e Aleitamento Materno 2007

II SEMINÁRIO NACIONAL DE ALEITAMENTO MATERNO. Plano de ação: Área Técnica da Saúde da Criança e Aleitamento Materno 2007 II SEMINÁRIO NACIONAL DE ALEITAMENTO MATERNO 13 A 15 de agosto de 2007 Brasília - DF Plano de ação: Área Técnica da Saúde da Criança e Aleitamento Materno 2007 Objetivo: Definir o plano de ação para as

Leia mais

Manual Básico de Implantação de Salas de Apoio à Amamentação

Manual Básico de Implantação de Salas de Apoio à Amamentação Manual Básico de Implantação de Salas de Apoio à Amamentação dezembro de 2014 Introdução esses espaços foram idealizados em 2014, dentro da Área de Apoio à Saúde, nos escritórios de São Paulo, com o nome

Leia mais

GRUPO DE GESTANTES E CASAIS GRÁVIDOS: PARCERIA DO DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM E HOSPITAL UNIVERSITÁRIO/ UFSC

GRUPO DE GESTANTES E CASAIS GRÁVIDOS: PARCERIA DO DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM E HOSPITAL UNIVERSITÁRIO/ UFSC GRUPO DE GESTANTES E CASAIS GRÁVIDOS: PARCERIA DO DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM E HOSPITAL UNIVERSITÁRIO/ UFSC Área Temática: Saúde. Atenção Integral à saúde da mulher Maria de Fátima Mota Zampieri - coordenador

Leia mais

O QUE É A REDE CEGONHA?

O QUE É A REDE CEGONHA? Desafios da Atenção Básica em Tempos de Rede Cegonha - O que temos e o que queremos? Portaria n 1.459, de 24/06/11 O QUE É A REDE CEGONHA? Estratégia inovadora do Ministério da Saúde que visa organizar

Leia mais

Amamentação na primeira hora, proteção sem demora.

Amamentação na primeira hora, proteção sem demora. Amamentação na primeira hora, proteção sem demora. Amamentar logo após o nascimento, na primeira hora, é muito importante para a mãe e para o bebê porque: Protege mais o bebê contra doenças. Ajuda a mulher

Leia mais

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor -

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor - Gestão de Pessoas - Saúde do Servidor - Promoção de Saúde e Bem-Estar Desenvolve programas destinados à prevenção de doenças, à promoção de saúde e de qualidade de vida. Realiza campanhas, palestras e

Leia mais

16/08/2010. O início da caminhada contou com a equipe da Laborfit e do Grupo Fleury Saúde para o aquecimento e orientações.

16/08/2010. O início da caminhada contou com a equipe da Laborfit e do Grupo Fleury Saúde para o aquecimento e orientações. 16/08/2010 A abertura da SEMANA MUNDIAL DE ALEITAMENTO MATERNO foi marcada pela 1ª Caminhada BemVindo de Incentivo e Apoio ao Aleitamento Materno promovido pela associação BemVindo Grupo de Apoio a Gestante,

Leia mais

Preparando a casa para receber o bebê

Preparando a casa para receber o bebê Preparando a casa Preparando a casa para receber o bebê Vamos ensinar aos pais os direitos das crianças? Está chegando a hora do bebê nascer. A família deve ajudar a gestante a preparar a casa para a chegada

Leia mais

Estudo de caso: Hospital Albert Einstein. Mirian do Carmo Branco da Cunha Diretora de Recursos Humanos, SBIB Hospital Albert Einstein

Estudo de caso: Hospital Albert Einstein. Mirian do Carmo Branco da Cunha Diretora de Recursos Humanos, SBIB Hospital Albert Einstein Saúde e produtividade: o valor de uma força de trabalho saudável para o sucesso nos negócios Estudo de caso: Hospital Albert Einstein Mirian do Carmo Branco da Cunha Diretora de Recursos Humanos, SBIB

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1559/02, DE 16 DE JULHO DE 2002.

LEI MUNICIPAL Nº 1559/02, DE 16 DE JULHO DE 2002. LEI MUNICIPAL Nº 1559/02, DE 16 DE JULHO DE 2002. Cria e extingue cargos na estrutura do Quadro Permanente de Cargos, lei Municipal 1338/98, e dá outras providências. WOLMIR ÂNGELO DALL`AGNOL, Prefeito

Leia mais

2ª Turma do Curso de Pós Graduação UTI Pediátrica e Neonatal de Campinas

2ª Turma do Curso de Pós Graduação UTI Pediátrica e Neonatal de Campinas Trabalho de Conclusão de Curso 2ª Turma do Curso de Pós Graduação UTI Pediátrica e Neonatal de Campinas Instituto Terzius Faculdade Redentor Análise dos Óbitos Neonatais Ocorridos na Maternidade Municipal

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA:

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PARA PROMOÇÃO HUMANA SANTO ANTONIO CAMPINA GRANDE, 03 DE FEVEREIRO DE 2015

ASSOCIAÇÃO PARA PROMOÇÃO HUMANA SANTO ANTONIO CAMPINA GRANDE, 03 DE FEVEREIRO DE 2015 ASSOCIAÇÃO PARA PROMOÇÃO HUMANA SANTO ANTONIO CAMPINA GRANDE, 03 DE FEVEREIRO DE 2015 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES REALIZADAS NO ÚLTIMO TRIMESTRE DE 2014 Estamos concluindo as atividades deste ano, louvando

Leia mais

ALEITAMENTO MATERNO. I Introdução

ALEITAMENTO MATERNO. I Introdução ALEITAMENTO MATERNO I Introdução O incentivo ao aleitamento materno continua sendo um grande desafio em saúde pública, considerando-se o alto índice de desmame precoce e o grande número de óbitos infantis

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Combatendo a Mortalidade Materna e Infantil: Maximizando a Atuação das Agentes de Saúde do Município de Altônia

Mostra de Projetos 2011. Combatendo a Mortalidade Materna e Infantil: Maximizando a Atuação das Agentes de Saúde do Município de Altônia Mostra de Projetos 2011 Combatendo a Mortalidade Materna e Infantil: Maximizando a Atuação das Agentes de Saúde do Município de Altônia Mostra Local de: Umuarama Categoria do projeto: I - Projetos em implantação,

Leia mais

Cliente: Prontobaby Hospital da Criança Data: 02/08/2012 Dia: Qui Assunto: Aleitamento Materno

Cliente: Prontobaby Hospital da Criança Data: 02/08/2012 Dia: Qui Assunto: Aleitamento Materno Veículo: Chris Flores Seção: Saúde Site: chrisflores.net RM http://www.chrisflores.net Amamentação Mulheres com próteses de silicone podem amamentar? Saiba o que é mito ou verdade http://www.chrisflores.net/saude/3/materia/2098/amamentacao.html

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DA PUÉRPERA HIV* Recomendações do Ministério da Saúde Transcrito por Marília da Glória Martins

ACOMPANHAMENTO DA PUÉRPERA HIV* Recomendações do Ministério da Saúde Transcrito por Marília da Glória Martins ACOMPANHAMENTO DA PUÉRPERA HIV* Puerpério Imediato Acompanhamento da puérpera HIV* 1. Inibir a lactação através do enfaixamento das mamas com ataduras ou comprimindo-as com um top e evitando, com isso,

Leia mais

DATA DA VISITA: 26/11/2013 DATA DA VISITA: 28/04/2015 UNIDADE DE SAÚDE DR MANOEL DA ROCHA COUTINHO

DATA DA VISITA: 26/11/2013 DATA DA VISITA: 28/04/2015 UNIDADE DE SAÚDE DR MANOEL DA ROCHA COUTINHO DATA DA VISITA: 26/11/2013 DATA DA VISITA: 28/04/2015 UNIDADE DE SAÚDE DR MANOEL DA ROCHA COUTINHO Responsável: Adriana dos Santos Leandro Endereço: Rua Fenelon Gomes, 112 Bairro: Ilha do Principe CEP:

Leia mais

Momento II. ASF Região Sul. Assistência integral à saúde do recém-nascido e da criança. Prof. Dra. Ana Cecília Lins Sucupira

Momento II. ASF Região Sul. Assistência integral à saúde do recém-nascido e da criança. Prof. Dra. Ana Cecília Lins Sucupira Momento II ASF Região Sul Assistência integral à saúde do recém-nascido e da criança Prof. Dra. Ana Cecília Lins Sucupira CICLO DE VIDA DA CRIANÇA O ciclo de vida da criança compreende um ser que vivencia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REDE BÁSICA MARIÁ BARBALHO NARDI

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REDE BÁSICA MARIÁ BARBALHO NARDI UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REDE BÁSICA MARIÁ BARBALHO NARDI Orientadora: Prof.ª Denise Tolfo Silveira Enfermeira Supervisora:

Leia mais

Editoria: Geral Manaus Hoje

Editoria: Geral Manaus Hoje Editoria: Geral Manaus Hoje Beneficiários do Bolsa Família 12 Editoria: Notícias www.portalamazonia.com.br Campanha de vacinação contra H1N1 é prorrogada ( ) Press-release da assessoria de imprensa (X)

Leia mais

13 VASCONCELOS, Laurylene César de Souza. CCS/ Departamento de Clínica e Odontologia Social (DCOS) / PROBEX

13 VASCONCELOS, Laurylene César de Souza. CCS/ Departamento de Clínica e Odontologia Social (DCOS) / PROBEX ATENÇÃO ÀS GESTANTES E MÃES: RELATO DE ACADÊMICAS DE ENFERMAGEM E MEDICINA EM PROJETO DE EXTENSÃO MULTIDISCIPLINAR CRUZ 1, Jessika Maciel; FERNANDES 2, Amanda Melo; GHERSEL 3 Eloisa Lorenzo de Azevedo;

Leia mais

PROGRAMAÇÃO OUTUBRO ROSA ATIVIDADES DESENVOLVIDAS AOS SÁBADOS UNIDADE DE SAÚDE DATA HORÁRIO ATIVIDADES. 8 às 13 horas. 7 às 13 horas.

PROGRAMAÇÃO OUTUBRO ROSA ATIVIDADES DESENVOLVIDAS AOS SÁBADOS UNIDADE DE SAÚDE DATA HORÁRIO ATIVIDADES. 8 às 13 horas. 7 às 13 horas. PROGRAMAÇÃO OUTUBRO ROSA ATIVIDADES DESENVOLVIDAS AOS SÁBADOS UNIDADE DE SAÚDE DATA HORÁRIO ATIVIDADES MARUÍPE GRANDE VITÓRIA 11/10/2014 8 às 13 horas 7 às 13 horas Proporcionar ações de promoção e prevenção

Leia mais

Título: PROJETO SOCIAL LEITE É VIDA: NO COMBATE À DESNUTRIÇÃO. Data de realização: mensalmente

Título: PROJETO SOCIAL LEITE É VIDA: NO COMBATE À DESNUTRIÇÃO. Data de realização: mensalmente 1 IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO Título: PROJETO SOCIAL LEITE É VIDA: NO COMBATE À DESNUTRIÇÃO. Data de realização: mensalmente Local de realização: nas residências das famílias cadastradas Horário: das 06h00

Leia mais

MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE

MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE 1 Identificação Título Câncer de Colo de útero: a importância de diagnostico precoce. Área temática Comunicação, Promoção e Educação em Saúde Lotação Boninal

Leia mais

Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904

Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ANALISAR COMO ESTÃO SENDO REALIZADOS OS CUIDADOS GERAIS AOS RECÉM-NASCIDOS (RN) ASSISTIDOS POR

Leia mais

Política Municipal de Saúde Perinatal. Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte

Política Municipal de Saúde Perinatal. Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte Política Municipal de Saúde Perinatal Secretaria Municipal de Saúde Belo Horizonte BH -REDE ASSISTENCIAL 9 Distritos Sanitários 147 Centros de Saúde 544 ESF 2.420 ACS CERSAM, UPA, outros 34 hospitais conveniados

Leia mais

INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROF. FERNANDO FIGUEIRA IMIP BANCO DE LEITE HUMANO E CENTRO DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO BLH/CIAMA/IMIP

INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROF. FERNANDO FIGUEIRA IMIP BANCO DE LEITE HUMANO E CENTRO DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO BLH/CIAMA/IMIP INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROF. FERNANDO FIGUEIRA IMIP BANCO DE LEITE HUMANO E CENTRO DE INCENTIVO AO ALEITAMENTO MATERNO BLH/CIAMA/IMIP Semana Mundial do Aleitamento Materno - IMIP 2015 TEMA: Mulher

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÕES. Curso Suporte Avançado à Vida em Emergências Obstétricas SAVEO TÉCNICOS DE ENFERMAGEM - 12 Horas

EDITAL DE INSCRIÇÕES. Curso Suporte Avançado à Vida em Emergências Obstétricas SAVEO TÉCNICOS DE ENFERMAGEM - 12 Horas EDITAL DE INSCRIÇÕES Curso Suporte Avançado à Vida em Emergências Obstétricas SAVEO TÉCNICOS DE ENFERMAGEM - 12 Horas A Company Gestão Educacional e Negócios torna público o edital para as inscrições do

Leia mais

APRESENTAÇÃO QUALIVIDA

APRESENTAÇÃO QUALIVIDA APRESENTAÇÃO QUALIVIDA (143.846 segurados ) (1.010.965 associados) (1.403.755 associados) (373.839 associados) 4.389 empresas 3.000.000 vidas * Dados jan 2013 2 MISSÃO NOSSA MISSÃO NOSSA MISSÃO Tornar

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS MATERNIDADES DE MINAS GERAIS Projeto Viva a Vida. Relatório Descritivo

AVALIAÇÃO DAS MATERNIDADES DE MINAS GERAIS Projeto Viva a Vida. Relatório Descritivo AVALIAÇÃO DAS MATERNIDADES DE MINAS GERAIS Projeto Viva a Vida Relatório Descritivo Execução Operacional 2007 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 9 PARTE I: PERFIL, RH, GESTÃO, PROCESSO DE TRABALHO E INDICADORES DAS

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETE MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: GARÇA - SP Eixo Tecnológico: SAÚDE E

Leia mais

1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS

1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS UNIDADE DE SAÚDE - SANTO ANDRÉ Diretora: Juliana da Conceição Fagundes E-mail: dussandre@correio1.vitoria.es.gov.br Endereço: Rua da Coragem, 200 Telefone: (27) 3323-7222 / 3332-7825 Funcionamento: 7h

Leia mais

Mobilização Social. Núcleo de Mobilização Social da Assessoria de Comunicação Social - SES/MG

Mobilização Social. Núcleo de Mobilização Social da Assessoria de Comunicação Social - SES/MG Mobilização Social 2013 Núcleo de Mobilização Social da Assessoria de Comunicação Social - SES/MG Mobilizar é convocar vontades para atuar na busca de um propósito comum, sob uma interpretação e um sentido

Leia mais

Relatório Projeto Missão Xingu 2013. Cuidando de povos irmãos de um mesmo país

Relatório Projeto Missão Xingu 2013. Cuidando de povos irmãos de um mesmo país Relatório Projeto Missão Xingu 2013 Cuidando de povos irmãos de um mesmo país Introdução A 8ª edição do projeto Missão Xingu foi realizada no período de 10 a 17 de Maio e contou com a participação de 12

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO CURRICULAR II SERVIÇO DE REDE BÁSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO CURRICULAR II SERVIÇO DE REDE BÁSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO CURRICULAR II SERVIÇO DE REDE BÁSICA Elisandro Luis Lima Saldanha Orientadora: Profª Themis Dovera Porto Alegre

Leia mais

Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria

Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria O programa de Residência em Pediatria prevê 60 horas de jornada de trabalho semanal, sendo 40 horas de atividades rotineiras e 20 horas de

Leia mais

IMPACTO DA MAMADEIRA NO COMPORTAMENTO VIDA ESTUDO TRANSVERSAL

IMPACTO DA MAMADEIRA NO COMPORTAMENTO VIDA ESTUDO TRANSVERSAL CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIEVANGÉLICA CURSO DE ENFERMAGEM IMPACTO DA MAMADEIRA NO COMPORTAMENTO DE AMAMENTAR NOS PRIMEIROS DOIS ANOS DE VIDA ESTUDO TRANSVERSAL Marcela de Andrade Silvestre Sandra Valéria

Leia mais

Programação de Teleducação em APS 2011

Programação de Teleducação em APS 2011 Programação de Teleducação em 2011 JANEIRO Atividade Horário Público-alvo Responsáveis Técnicos 27/Jan/2011 Telegero 06 às 7h00 Participantes da UNATI Dr. Euler Ribeiro FEVEREIRO 16/Fev/2011 Teletrauma

Leia mais

CONSULTA PUPERPERAL DE ENFERMAGEM: REDUZINDO A INCIDÊNCIA DE PROBLEMAS MAMÁRIOS

CONSULTA PUPERPERAL DE ENFERMAGEM: REDUZINDO A INCIDÊNCIA DE PROBLEMAS MAMÁRIOS ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE (x) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA CONSULTA PUPERPERAL DE ENFERMAGEM:

Leia mais

considerando a necessidade de diminuir o risco de infecção hospitalar, evitar as complicações maternas e do recém-nascido;

considerando a necessidade de diminuir o risco de infecção hospitalar, evitar as complicações maternas e do recém-nascido; PORTARIA Nº 1.016, DE 26 DE AGOSTO DE 1993 O Ministério de Estado da Saúde, Interino no uso das atribuições legais, e. considerando a necessidade de incentivar a lactação e o aleitamento materno, favorecendo

Leia mais

AS DIFICULDADES NO ALEITAMENTO MATERNO DE BEBÊS DE RISCO NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DA UBS PLANALTO DO MUNICÍPIO DE MARÍLIA SP

AS DIFICULDADES NO ALEITAMENTO MATERNO DE BEBÊS DE RISCO NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DA UBS PLANALTO DO MUNICÍPIO DE MARÍLIA SP V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 AS DIFICULDADES NO ALEITAMENTO MATERNO DE BEBÊS DE RISCO NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DA UBS PLANALTO DO MUNICÍPIO DE MARÍLIA

Leia mais

O Programa Municipal de Nutrição, implantado em 07/04/2006, tem como. objetivo principal investir em ações de educação nutricional, promovendo

O Programa Municipal de Nutrição, implantado em 07/04/2006, tem como. objetivo principal investir em ações de educação nutricional, promovendo Secretaria Municipal de Saúde de São José dos Campos - SP Departamento de Políticas de Saúde Programa Municipal de Nutrição Atividades desenvolvidas em 2006 e 2007 O Programa Municipal de Nutrição, implantado

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Plano de Trabalho Docente 2014. Qualificação: Sem Certificação Técnica Módulo: 01

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Plano de Trabalho Docente 2014. Qualificação: Sem Certificação Técnica Módulo: 01 Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Dr. José Luiz Viana Coutinho de Jales Código: 073 Município: Jales Eixo Tecnológico: Saúde,

Leia mais

São Camilo Saúde Ano III, Edição 88

São Camilo Saúde Ano III, Edição 88 Informativo Semanal São Camilo Saúde Ano III, Edição 88 16-09 - 11 Hospital C. C. São Vicente de Paulo (Caxambu/) Hospital Coração de Jesus (Campo Verde/MT) Hospital e Maternidade Vital Brazil (Timóteo/)

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA DO BEBE E DA CRIANÇA DE TERESINA. (12 a 18 de outubro) Abertura da Semana do Bebe e da Criança no Município de Teresina

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA DO BEBE E DA CRIANÇA DE TERESINA. (12 a 18 de outubro) Abertura da Semana do Bebe e da Criança no Município de Teresina PROGRAMAÇÃO DA SEMANA DO BEBE E DA CRIANÇA DE TERESINA (12 a 18 de outubro) Dia 13/10/15 terça-feira MANHÃ Abertura da Semana do Bebe e da Criança no Município de Teresina Local: Centro de Saúde Poti Velho

Leia mais

I Encontro de Pais e Cuidadores de Bebes Prematuros de Campos

I Encontro de Pais e Cuidadores de Bebes Prematuros de Campos I Encontro de Pais e Cuidadores de Bebes Prematuros de Campos Os fundamentos clínicos e sociais da iniciativa O cuidado voltado para o desenvolvimento O cuidado centrado na família A Casa de Apoio à Mãe

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DEPARTAMENTO DE TRATAMENTO PENAL

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DEPARTAMENTO DE TRATAMENTO PENAL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DEPARTAMENTO DE TRATAMENTO PENAL POLÍTICA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE PRISIONAL A Política de Atenção

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: SÃOCARLOS Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação::

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Enfermagem Estágio Curricular III Serviços Hospitalares JULIANA CORREIA DE HOLANDA CAVALCANTI

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Enfermagem Estágio Curricular III Serviços Hospitalares JULIANA CORREIA DE HOLANDA CAVALCANTI Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Enfermagem Estágio Curricular III Serviços Hospitalares JULIANA CORREIA DE HOLANDA CAVALCANTI RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR III SERVIÇOS HOSPITALARES

Leia mais

Rede de proteção a gestantes e bebês

Rede de proteção a gestantes e bebês Rede de proteção a gestantes e bebês Informações e fotos: Prefeitura de São Paulo/Nova S/B. Redação e edição: Editora Contadino. Diagramação: Multi Propaganda. Desde a criação do programa, em março de

Leia mais

ESCOLA DE ENFERMAGEM DA USP EEUSP PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE

ESCOLA DE ENFERMAGEM DA USP EEUSP PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE ESCOLA DE ENFERMAGEM DA USP EEUSP PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE Resumo do Projeto: A proposta apresentada ao PRÓ-SAÚDE tem como foco principal a superação

Leia mais

Programação. Fortaleza

Programação. Fortaleza Em outubro, o Sesc Ceará realiza uma programação especial como parte da Campanha Outubro Rosa. As ações destinadas a todas as mulheres buscam orientar sobre a prevenção do câncer. Serão abordados temas

Leia mais