Programa Voluntários Vale. Relatório 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa Voluntários Vale. Relatório 2014"

Transcrição

1 Programa Voluntários Vale Relatório 2014

2 Carta do Sumário

3 Carta do Ao longo de seus dez anos de atuação, um dos maiores legados do programa Voluntários Vale foi ajudar a tirar do papel nossos valores, exercendo-os na prática. Isso é mais forte e engajador do que qualquer discurso. Temos de construir a mudança que queremos ver no mundo, e o trabalho voluntário tem sido um dos caminhos mais efetivos para isso. Fico feliz em ver o quanto nossos empregados se envolvem em ações solidárias, arregaçando as mangas e trabalhando com o coração, o que representa toda a diferença na vida de quem está sendo beneficiado. Aliás, todos nós ganhamos: a instituição apoiada, o empregado, que se sente mais realizado, a empresa, com empregados mais motivados, e o mundo, com cidadãos mais atuantes. Por tudo isso, estamos aqui mais um ano celebrando o trabalho voluntário de nossos empregados e seus frutos Brasil afora. Nesta publicação, vocês conhecerão exemplos de vida e histórias emocionantes e entenderão o significado dos pequenos gestos na vida de muitas pessoas. Convido todos a percorrerem esse caminho de solidariedade, engajamento e exercício da cidadania. Desejo ao Programa Voluntários Vale muitas décadas como esta, em que se tornou sinônimo de solidariedade. Espero que nossos empregados possam se envolver no caminho do bem, rumo a um mundo melhor com que tanto sonhamos: mais justo, sustentável e próspero para todos. Murilo Ferreira Diretor- da Vale

4 Mais de PA MA BA Foco das ações 12% Qualidade de Vida 53 mil beneficiados 267 As ações MS voluntárias foram realizadas em 53 municípios no do Brasil, em oito estados. SP MG RJ ES 40% 24% Esporte e Lazer Assistência ações voluntárias 7 mil voluntários 38 ações 20 regionais pessoas beneficiadas s de Páscoa, Agasalho e Natal municípios 7 mil pessoas beneficiadas voluntários

5 3

6 Programa Voluntários Vale completa 10 anos de solidariedade exercida de forma plena Tudo começou da vontade dos empregados de fazer o bem. Foi desse espírito de solidariedade que foi criado o programa Voluntários Vale. A iniciativa nasce em 2004, com o objetivo de formalizar essa vocação solidária que já víamos transbordar dos empregados. Desde então já se foram 10 anos de apoio, organização, reconhecimento e mobilização de ações de cunho social promovidas por nossos voluntários, organizados em regionais, que tiram as ideias do papel e as fazem virar uma linda realidade. Com a formalização do programa, o voluntariado corporativo ganhou força na Vale, na última década, e fez surgir um ambiente propício a participação e desenvolvimento. Assim, ajudamos a empresa a colocar em prática alguns de seus principais valores. Atualmente, já existem locais em 11 estados brasileiros e também em Omã, Malásia, Moçambique e Austrália. Só no Brasil já são 31, promovendo a mobilização social e o desenvolvimento de seus participantes. Junto com o programa de voluntários nasceu o, dia do voluntariado na Vale, que une e mobiliza os empregados. Na Vale, o é promovido sempre no primeiro domingo de dezembro, em referência ao Dia Internacional do Voluntariado, estabelecido pela ONU como 5 de dezembro. Para se ter uma ideia da dimensão que o e o programa foram adquirindo, de 2011 a 2013, cerca de 6500 voluntários participaram do. Em 2014, a ação foi ainda mais especial, já que comemoramos os 10 anos do Programa Voluntários Vale. Com o slogan A gente faz parte dessa transformação, a campanha mobilizou mais de mil voluntários e celebrou o marco da melhor maneira possível: com muita solidariedade! Na última década, vimos nossos empregados exercerem cidadania e solidariedade em benefício das comunidades onde vivemos e trabalhamos, numa relação em que todos saem ganhando. Parabenizo os milhares de empregados voluntários que dedicaram o seu tempo para que possamos viver num mundo mais justo. São vocês que nos dão orgulho de fazer parte dessa história. Isis Pagy diretora-presidente da Fundação Vale Carta do

7 dos 10 anos destaca empregados voluntários Na campanha dos dez anos do programa, mais uma vez, os empregados voluntários foram os protagonistas. Afinal, são eles os agentes que fizeram e fazem parte dessa transformação vivida na última década. Vamos conhecer a história de três deles e suas relações com o trabalho voluntário. Uma delas foi a empregada Valéria Santos, da cidade de Mariana, Minas Gerais. Durante uma edição do ela apoiou as moradoras da Casa Lar Estrela, na sua cidade. Entre as assistidas estava a jovem Kely, a quem Valéria ajudava a ler. Fizemos uma contação de histórias, uma das atividades que a Kely mais gosta. Quando eu passava as páginas ela ficava super animada, disse Valéria. A voluntária de São Paulo, Thais Martins, ganhou uma amiga durante o trabalho voluntário na instituição Lar Maria Helen Drexel: a adolescente Alice. E como no trabalho voluntário, assim como na vida, nem tudo sai como planejamos, ela que entrou para ensinar, acabou aprendendo. A Alice me escolheu como mentora, e nós ficamos seis meses conversando sobre sonhos, desejos e expectativas. Aprendi demais, acredito que até mais do que ela. Depois do tempo de trabalho, acabamos mantendo contato e acredito muito no futuro dela, contou Thais. O voluntário Gilmar Barros, de Nova Lima, em Minas Gerais, trocou de papel para viver uma experiência diferente. Ele que é técnico em eletroeletrônica, costumava sempre ser voluntário em atividades de manutenção das instituições. Até que recebeu uma tarefa nova: participar de uma atividade da roda de leitura da Casa do Jardim, contando histórias para as crianças. Os pequenos curtiram e Gilmar também. Gostei da experiência e me senti à vontade também nesse papel.

8 Projetos que marcaram uma década de solidariedade Algumas ações de beneficiam instituições, continuamente, há vários anos. Conheça alguns desses projetos bem-sucedidos: Carta do Projeto Vira-Lata: o amigo fiel da cidadania e do meio ambiente Criado em 2005 pelo comitê Itabira em Minas Gerais, o grupo de voluntários conhecidos como Vira-Lata, vem realizando um trabalho voluntário de recolhimento de latinhas de alumínio, provenientes dos lanches dos empregados da Vale e de empresas contratadas. As latinhas que virariam lixo são enviadas para reciclagem e comercializadas. A receita arrecadada é utilizada na compra de cadeiras de rodas e de banho para pessoas com deficiência da região, trazendo mais qualidade de vida para a comunidade. Na última década o grupo reciclou 20 toneladas de latinhas, o que rendeu uma média de 15 cadeiras doadas por mês.

9 Casa de Repouso Luiza de Marilac: dignidade na terceira idade O comitê de Itabirito, Minas Gerais, tem apoiado a Casa de Repouso Luiza de Marilac, de forma contínua, em diversos tipos de atividades, como festas, oficinas, arrecadação de mantimentos e agasalhos, reformas, entre outros. Desde a criação do Voluntários Vale, em 2010, o comitê tem sido reconhecido pelo trabalho realizado no lar. Em 2011, os voluntários utilizaram o recurso recebido no Voluntários Vale daquele ano para realizar reparos e a pintura de 6.000m² de paredes internas, além de troca e reforma de marcos de portas e janelas. Tudo isso para proporcionar um ambiente mais adequado aos idosos, prevenir doenças respiratórias e garantir condições sanitárias para o funcionamento da instituição. A ação, chamada Morando com Dignidade na Terceira idade, foi finalista do 2012, e o recurso recebido continuou sendo aplicado em projetos na Casa de Repouso. O projeto mais recente do comitê com a instituição foi a instalação de uma academia, finalizada em 2014, para que os idosos realizem atividades físicas supervisionados por fisioterapeutas e professores de educação física voluntários. O voluntário Ancelmo Campos conta que o comitê e a instituição tem uma relação de muita confiança. Sempre que a instituição precisa de algo, recorre ao comitê. A parceria acontece há quase seis anos.

10 4

11 Conheça as principais ações do Programa Voluntários Vale em 2014 Por meio em diversas áreas de atuação e de campanhas temáticas que envolveram cerca de sete mil voluntários, o programa Voluntários Vale fez uma diferença e tanto na vida de muitas pessoas pelo Brasil. As ações desenvolvidas ao longo do último ano estão divididas nas seguintes áreas de atuação: Construção e Reforma; Cultura; Educação; Empreendedorismo; Esporte e Lazer; Meio Ambiente e Qualidade de Vida. Além disso, também apresentaremos as campanhas temáticas, como as de Páscoa, Agasalho e Natal, que todos os anos dão oportunidade para que os empregados exerçam a solidariedade por meio de suas doações. Áreas de atuação Construção e Reforma O Comitê de Nova Lima (MG) é praticamente um especialista em ações desse tipo. Em 2014, eles realizaram três ações que contribuíram para a reforma e construção de instituições locais. A primeira delas no Centro Infantil Guiomar Schimidt Sanches, creche localizada em Nova Gameleira em Belo Horizonte (MG) e que atende a 137 crianças. Trinta e cinco voluntários realizaram a reforma e revitalização dos banheiros feminino e masculino da creche. A ação terminou com um agradecimento aos voluntários. As crianças prepararam um número artístico de músicas infantis para agradecer pelos novos banheiros. Carta do

12 Além disso, os participantes puderam saborear um café da manhã com direito a frutas e bolo. Foi gratificante participar da ação e ver o brilho no olhar de cada criança e dos funcionários ao receberem os novos banheiros, ressaltou o voluntário Daniel Muzzi. A outra ação de reforma e construção realizada pelo comitê de Nova Lima foi a revitalização da igreja Sagrada Família, localizada no bairro José de Almeida, em Nova Lima. Ao todo, 12 voluntários ajudaram na implantação de instalação elétrica nas novas salas de catequese, na pintura do local e na realocação de projetores. Além disso, ajudaram na manutenção da rede de iluminação na parte externa da igreja. Cerca de 200 moradores da comunidade, em especial os frequentadores da paróquia, foram beneficiados. O Padre Ulisses Trópia, pároco responsável pela comunidade, agradeceu o gesto de solidariedade e achou o trabalho dos voluntários fantástico. Já na ação Balanço da Solidariedade, 16 voluntários do comitê criaram um balanço de madeira e o instalaram na instituição Casa de Mãe, projeto social que atende a mulheres grávidas e mães moradoras do bairro Jardim Canadá, em Nova Lima (MG). Após visitarem o local, voluntários analisaram - juntamente com a coordenadora da casa, Michelle Pripas - o melhor lugar para a instalação do balanço. Além disso, doaram 150 unidades de fraldas descartáveis para a instituição. Com isso, provaram que as ações mais simples são as que, muitas vezes, trazem grandes mudanças e recompensas. Ações de Construção e Reforma também foram realizadas no Rio de Janeiro e Maranhão. Em Itaguaí, na região de Portos Sul, no estado do Rio de Janeiro, os voluntários construíram o muro da sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). O muro Foi gratificante participar da ação e ver o brilho no olhar de cada criança e dos funcionários ao receberem os novos banheiros. Daniel Muzzi, voluntário contribuiu para a segurança dos pacientes, crianças e empregados da instituição, além de ter reduzido invasões e furtos no local. No Maranhão foi desenvolvida a ação Pintando Solidariedade em que 35 voluntários, sendo cinco da Vale, limparam e pintaram 12 casas da área de palafitas, além de terem feito uma campanha de conscientização ambiental entre os moradores da Vila Palmeira. Os voluntários ainda fizeram teatro de fantoches e distribuíram lanches. Foi muito gratificante participar da ação na Vila Palmeira. Em meio a um cenário de extrema pobreza conseguimos enxergar a felicidade dos moradores com as ações desenvolvidas. Fomos muito bem recebidos e o sentimento que fica é o de que juntos podemos fazer muito pelas comunidades, afirmou o voluntário Vale, Cassio Miranda.

13 Cultura No Mato Grosso do Sul, a ação de voluntariado desenvolvida em 2014 teve um viés cultural: trata-se do projeto Tarde no Museu MUHPAN. No projeto, voluntários de Corumbá promoveram uma tarde cultural de visita ao Museu de História do Pantanal (MUHPAN) para 40 crianças, de 5 a 12 anos de idade, que frequentam a escolinha de futebol do Projeto Bom de Bola, Bom de Escola no município de Ladário (MS). Ao proporcionar às crianças uma tarde de conhecimento e cultura, através de apresentações, vídeos e brincadeiras, os voluntários as ajudaram a conhecer melhor a cultura local.

14 Educação No Pará, para celebrar o, a equipe de voluntários organizada pelo comitê de Carajás realizou um torneio de xadrez para os alunos do Projeto Esperança da Fundação Bom Samaritano. O objetivo era fazer com que eles colocassem em prática tudo que aprenderam em relação ao jogo. O objetivo principal da ação não era transformá-los em campeões no xadrez, mas sim em pessoas fortes e atuantes na escola e na sociedade. Lembrando que o xadrez é utilizado para despertar nos alunos habilidades como atenção, concentração e disciplina. De acordo com o voluntário Vale Adriano Cunha, com a prática constante do xadrez, as habilidades citadas passam a fazer parte do cotidiano dos alunos. Eles obtém melhores resultados na escola, pois são estimulados a pensar antes de agir ou tomar qualquer decisão. Outro ponto importante é o reconhecimento dos pais, em saber que a partir de uma ação de um grupo de voluntários, seus filhos tiveram um aprendizado e se tornaram pessoas melhores dentro e fora de casa. Poder participar de tudo isso não tem preço, comentou Adriano.

15 Outra ação de educação foi a realizada pelo Comitê de Portos Sul, no Rio de Janeiro. Os voluntários promoveram uma atividade que movimentou o CIEP Djalma Maranhão, em Itaguaí, envolvendo cerca de 300 alunos: a I Gincana de Matemática. A atividade foi idealizada pelo grupo de alunos do Círculo de Controle de Qualidade (CCQ) social do CIEP, que atuou em parceria com os voluntários para pôr a ideia em prática. O objetivo da gincana era ajudar a aumentar a média de duas turmas, que atualmente estão com o aproveitamento em matemática abaixo da média da escola. Os circulistas esperavam que a ação, juntamente com outras atividades, incentivasse os alunos a buscar mais conhecimento e, com isso, melhorasse o desempenho na disciplina. Empreendedorismo Três ações de voluntariado em 2014 foram voltadas para incentivar o empreendedorismo nas comunidades beneficiadas. Uma no Pará, uma em Minas Gerais e a outra em São Paulo. Vamos conhecê-las. No Pará, os voluntários do comitê de Belém organizaram a ação Trançando o Recomeço, cujo objetivo é apoiar a geração de renda e a ressocialização das vítimas de escalpelamento atendidas na ONG dos Ribeirinhos Vítimas de Acidentes de Motor (ORVAM). Ao longo do ano, os voluntários organizaram uma série, entre palestras sobre autoestima e realização pessoal, oficinas de atividade manuais, como pintura e crochê e aperfeiçoamento e formação de multiplicadores para confecção de perucas. Ao todo, 40 mulheres atendidas pela ORVAM foram beneficiadas. O projeto foi uma coisa muito boa que nos aconteceu. Somos gratas pela oportunidade, que despertou em nós a vontade de adquirir cada vez mais conhecimentos e de repassar as experiências vividas. E ainda mais: de montar nosso próprio negócio, comentou Luiza Miranda, integrante da instituição. Em Minas Gerais, o Projeto Empreender, do comitê de Itabira, ajudou a reestruturar a Associação das Profissionais Domésticas de Itabira por meio da implantação de um trabalho de gestão, capacitação e melhorias na estrutura física e equipamentos. A atuação dos voluntários foi na estruturação da sede, com direito a reforma e doação de mobiliários e de eletrodomésticos e eletrônicos. Para este ano estão previstas novas frentes de mudanças, como a revisão do Estatuto da entidade, para adequá-lo à nova lei das domésticas, além de capacitação com voluntários especialistas em diversas áreas. Carta do

16 O terceiro projeto com foco em Empreendedorismo foi o Prepara, organizado pelo comitê de São Paulo (SP). O objetivo principal foi aumentar as possibilidades de inserção de 12 adolescentes em situação de desemparo - atendidos pela Associação Maria Helen Drexel - na educação técnica e mercado de trabalho. A equipe técnica da entidade foi capacitada para desenvolver um treinamento qualificado por meio de técnicas de coaching. Cada voluntário elaborou junto com o adolescente que estava monitorando um plano de ação e objetivos a serem alcançados durantes os seis meses do projeto. As atividades também incluíram reforço escolar, apoio em estudos para provas de ingresso em cursos técnicos, orientação para cadastramento e elaboração de currículo para vaga de menor aprendiz. O projeto me proporcionou aprendizado e superação de desafios, entre eles, aprender como lidar com um adolescente de 17 anos que carrega em sua vida a marca da ausência familiar desde a infância e o desafio de fazer algo que agregasse à vida desse jovem, afirmou o voluntário Claudio Roberto De Angelis.

17 Não vou me esquecer das carinhas carentes transbordando de felicidade e, certamente, elas também não se esquecerão de como se sentiram naquele momento. Raimundo Filho, voluntário Esporte e Lazer Os voluntários do comitê de Carajás realizaram oficinas de pintura e recreação com as crianças do bairro Casas Populares I, em Parauapebas (PA). As crianças foram estimuladas a brincar com cores e a desenhar como gostariam que fossem suas casas. O objetivo da atividade era aumentar a integração social das famílias e possibilitar que as mães do bairro participassem da 1ª assembleia do Projeto Minha Casa Minha Vida, já que as crianças ficaram na oficina enquanto as mães foram à assembleia. Não vou me esquecer das carinhas carentes transbordando de felicidade e, certamente, elas também não se esquecerão de como se sentiram naquele momento, contou o jovem aprendiz e voluntário Vale, Raimundo Filho. Outra ação com foco em Esporte e Lazer foi a Voluntário Show de Bola, organizada pelos voluntários do Espírito Santo em parceria com a Associação Esportiva Recreativa Tubarão (AERT) e a Fundação Monte Belo. O objetivo do projeto, que envolveu 12 voluntários, era ajudar na ressocialização de crianças e adolescentes abrigados na Fundação, sob a tutela do Estado. Foram realizadas aulas de futebol com as crianças, além de atividades de recreação. Além disso, os voluntários doaram artigos esportivos necessários para as aulas. Foi muito bom participar do Show de Bola e perceber que por meio simples, podemos interferir de forma positiva na vida das pessoas. Graças a contribuição de vários voluntários, engajados no desejo de ajudar, conseguimos fazer com que este grupo de adolescentes tivesse acesso à prática de esporte, comentou uma das participantes da mobilização, Leonor Quintão.

18 Meio Ambiente No Maranhão, o comitê de São Luís organizou o Dia de Limpeza e Conscientização. Consistiu em uma ação voluntária de limpeza das margens do Rio Pindaré. Ao final dos trabalhos foram retirados, aproximadamente, 600 kg de lixo das margens do rio. Também foram realizadas recreação e distribuição de brinquedos para as crianças da comunidade. A voluntária Vale Thalita de Souza foi uma das participantes. Ser exemplo, fazer acontecer, foi o recado deixado nas margens do Rio. Pude perceber que as pessoas que passavam e os próprios ribeirinhos se sentiram estimulados a ajudar. Foi um dia rico. Acredito que alcançamos o nosso objetivo. Outro comitê que organizou ações voltadas para preservação do meio ambiente foi o de Vitória, no Espírito Santo. Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, foi realizado um grande mutirão de limpeza na Prainha, localizada no terminal de Praia Mole. Participaram empregados e voluntários Vale, colaboradores e segurança patrimonial. Ao todo, os voluntários recolheram 22 sacolas de resíduos da praia. A ação significou mais do que o recolhimento do lixo: promoveu o fortalecimento da luta pela preservação do ecossistema local. Ser exemplo, fazer acontecer, foi o recado deixado nas margens do Rio. Pude perceber que as pessoas que passavam e os próprios ribeirinhos se sentiram estimulados a ajudar. Foi um dia rico. Acredito que alcançamos o nosso objetivo. Thalita de Souza, voluntária

19 Qualidade de vida As ações e projetos voluntários voltados para melhoria da qualidade de vida de comunidades foram maioria entre os realizados no ano passado. No Brasil, ao todo, foram realizadas seis ações com este foco. Uma delas foi o projeto Novo Olhar, do comitê de Açailândia, no Maranhão. A ação proporcionou momentos de interação por meio de atividades culturais e educativas feitas pelos voluntários com as crianças e adolescentes atendidos na Casa Lar Meninas e Meninos dos Olhos de Deus. O projeto foi realizado em etapas que contemplavam atividades como levar as crianças ao cinema para assistir pela primeira vez a uma sessão 3D; oportunidades de lazer durante o período de férias; e por fim, atividades de incentivo ao cuidado com a higiene bucal, estas últimas realizadas em parceria com o SESC. Uma quarta etapa abrangeu atividades de plantação de horta caseira e de educação ambiental.

20 Outra ação voltada para a promoção de qualidade de vida foi a organizada pelo comitê de Guará, em São Paulo. Trata-se da Humanização do Lar de Idosos, implementada no Dispensário de Assistência Vicentina de Guará. A ideia do comitê foi criar um espaço recreativo para os idosos, com realização de mutirão para a revitalização da área, com atividades de reforma, revisão da rede elétrica e organização do local. Também preveem a utilização de recursos para a compra do mobiliário e outros insumos necessários para a área de lazer. Seguindo esta linha, o Comitê de Itabira, em Minas Gerais organizou a ação é 10! - Pedal Verde. Consistiu em um grande passeio ciclístico voltado para incentivar a prática esportiva e a vida saudável e sustentável para as 42 crianças cadastradas no Projeto Prascrilu. O passeio contou também com a presença do Papai Noel em carro de apoio. Na chegada à Associação do Bairro Santa Ruth, onde se localiza a instituição, houve uma grande festa, com brincadeiras e distribuição de presentes para as crianças. Ficamos muito felizes com o resultado da aliança entre a prática do esporte e a solidariedade. É inexplicável a sensação de bemestar e alegria que a gente sente ao ver o sorriso sincero e o brilho nos olhos das crianças, contou o voluntário Vale Luciano Clades. Ficamos muito felizes com o resultado da aliança dentre a prática do esporte e a solidariedade. É inexplicável a sensação de bem-estar e alegria que a gente sente ao ver o sorriso sincero e o brilho nos olhos das crianças. Luciano Clades, voluntário Carta do

21 Ainda em Minas Gerais, desta vez na cidade de Mariana, o comitê local também criou uma ação com este viés, em 2014: a Tarde Musical no Lar Santa Maria. Foi um grande momento de descontração para idosos assistidos pelo Lar Comunitário Santa Maria, com direito a apresentação da Orquestra Mirim de Flautas e, claro, com um tempinho para um dedo de prosa dos voluntários com os idosos. Levar as crianças da Orquestra Mirim de Flautas no Lar Santa Maria foi uma forma de valorizar o desenvolvimento delas, pois tiveram a oportunidade de exercitar o aprendizado de música e de socializar com os idosos. Em contrapartida, elas proporcionaram aos residentes do Lar um momento de entretenimento, relatou Maria de Fátima da Silva Júlio, voluntária responsável pela Orquestra Mirim de Flautas. Seguindo com os mineiros, o de Pato de Minas ajudou a organizar uma horta solidária no abrigo Antônia Duarte Caixetana, em Lagamar (MG). A ação foi planejada para proporcionar a autossuficiência do abrigo, por meio da construção de uma horta na instituição. A ideia era possibilitar a produção de hortaliças para o consumo interno e colaborar para a geração de renda por meio da venda de parte da produção. A horta foi construída em uma área de 675 m² onde foram plantadas mudas de alface, couve-flor, cenouras, tomates, entre outros vegetais. É gratificante poder contribuir para a manutenção de uma instituição que tem um papel importante para os internos, É gratificante poder contribuir para a manutenção de uma instituição que tem um papel importante para os internos, e mais ainda: poder sentir a alegria deles ao ver um grupo de pessoas dedicando o seu tempo para eles. Isso faz bem para a alma, mente e coração! Paulo Cezar Marcolino, voluntário e mais ainda: poder sentir a alegria deles ao ver um grupo de pessoas dedicando o seu tempo para eles. Isso faz bem para a alma, mente e coração!, contou o Técnico em Segurança do Trabalho e voluntário, Paulo Cezar Marcolino. A ação mobilizou 32 voluntários que, engajados, participaram de todas as etapas do projeto e se disponibilizaram a participar dos próximos eventos. No Pará, a Associação Casa de Misericórdia de Tucumã - Projeto Meninos do Pará, recebeu um reforço dos voluntários do comitê Ourilândia-Tucumã. Eles apoiaram os jovens na criação de uma horta orgânica, através da aquisição de recursos necessários para realizar a preparação e plantio de sementes de hortaliças. A ideia é apoiar a alimentação das crianças atendidas pela instituição, além de permitir a geração de renda por meio da venda do excedente produzido. Carta do

22 s de Páscoa Comitê Brumadinho, Minas Gerais A de Páscoa de 2014 do comitê Brumadinho beneficiou diversas instituições na cidade mineira, como a ONG Bem Estar, em Ibirité; a Casa de Acolhimento de Brumadinho; a Casa de Acolhimento Luz da Eternidade e a Casa Guará; além da Creche Recanto Feliz, em Sarzedo. A ação contou com o apoio de 40 voluntários e beneficiou mais de 350 pessoas. A cada ano que passa, o amor pelo voluntariado só aumenta. Estou muito feliz pelos resultados, ressaltou Simone Benfica, assistente de Recursos Humanos e voluntária. A cada ano que passa, o amor pelo voluntariado só aumenta. Estou muito feliz pelos resultados. Simone Benfica, voluntária Carta do Quando tenho a oportunidade de ajudar quem precisa, percebo o quanto sou abençoado e assim me sinto realizado. São pequenos gestos que fazem a diferença nesse mundo tão individualista. Márcio Adriano Reis, voluntário do agasalho Comitê São Paulo Voluntários do comitê São Paulo fizeram o inverno de muitas pessoas ser um pouco mais quente em Eles organizaram uma campanha para arrecadar agasalhos para moradores de rua. Em pouco menos de 20 dias, os voluntários conseguiram arrecadar mais de 130 peças de roupas novas e usadas em bom estado. Cento e sessenta pessoas da Pousada Esperança e CAE Mulher, duas entidades de acolhimento de moradores de rua, foram beneficiadas. Quando tenho a oportunidade de ajudar quem precisa, percebo o quanto sou abençoado e assim me sinto realizado. São pequenos gestos que fazem a diferença nesse mundo tão individualista, analisou o voluntário Márcio Adriano Reis.

23 3ª edição da Gincana Mochila Cheia Comitê São Luís, Maranhão A Gincana Mochila Cheia é uma competição por equipes de voluntários para arrecadação de kits de materiais escolares, voltada para beneficiar alunos de escolas públicas e comunitárias de municípios onde a Vale atua, no Maranhão. Mais de 290 voluntários, divididos em 28 equipes, participaram da gincana em Juntos, eles arrecadaram mais de 5 mil kits, ultrapassando a meta inicialmente estipulada. A cada ano conseguimos mais adeptos para a gincana Mochila Cheia. Quando iniciamos, há três anos, nem imaginávamos a que proporção chegaria essa ação. Saímos de 812 kits escolares em 2012 para mais de 5 mil em É um sonho que virou realidade graças aos voluntários que abraçaram a ideia e se comprometem a fazer cada vez melhor, comentou Mércia Costa, agente de disseminação do comitê de Voluntários Vale em São Luís. Carta do de Natal Comitê Uberaba, Minas Gerais O comitê da cidade mineira organizou uma grande celebração para o Natal. Diversas instituições da cidade foram atendidas por quase 80 voluntários que entregaram presentes para mais de crianças. Dos 80 participantes, 12 voluntários se fantasiaram de Papai Noel, enquanto outros 40 assumiram o papel de ajudantes. Entre as instituições beneficiadas estavam o CEMEI - Solange Aparecida, Creche Comunitária São Jerônimo Emiliani e CEMEI Maria Eduarda Farnezi Caetano.

24 5

25 : ações beneficiam mais de 2 mil pessoas Motivação, solidariedade e satisfação são alguns dos sentimentos que movem quem se dispõe a doar tempo e talento para fazer o outro feliz. Foi com esse espírito de altruísmo que cerca de 500 empregados de unidades da Vale em sete estados do Brasil se reuniram no dia V, Dia do Voluntariado na Vale. Eles somaram forças em 38 ações que ajudaram a mudar a trajetória de mais de 2 mil pessoas. A edição do 2014 teve um gostinho especial: celebrou os 10 anos do Programa Voluntários Vale. Como nas edições anteriores, os voluntários saíram com a percepção de que se voluntariar é compartilhar felicidade e ajudar a escrever novas histórias de vida! Ações em beneficiados 714 voluntários 38 ações Solidariedade que se espalha pelo Brasil As ações organizadas pelos diversos regionais mostraram o quanto bons exemplos são contagiantes e duradouros. As atividades realizadas envolveram doações de roupas e alimentos, trabalhos de revitalização de espaços e de limpeza, recreação e até a chegada de Papai Noel em um almoço de confraternização. Vamos conferir os destaques desta data, realizada em 7 de dezembro de 2014, que celebrou a primeira década do programa Voluntários Vale. Carta do

26 Conselheiro Lafaiete: Ação Fazer Acontecer Jardim da Alegria Na cidade de Conselheiro Lafaiete (MG), o comitê Minas Gerais fez uma parceria com o abrigo Lar do Menor Amparado (LARMENA) para a realização de reformas na instituição. Os voluntários realizaram um trabalho de organização da área externa da sede do abrigo. Nem a chuva desanimou os participantes, que fizeram o serviço completo e entregaram o ambiente organizado para quem mais precisa. Eles limparam, replantaram o jardim e ainda fizeram uma reforma geral de quartos dos abrigados, além de revitalizarem o refeitório. A parceria dos voluntários foi de grande importância. Todos se esforçaram e se empenharam ao máximo para colaborar com as crianças. Hélio Rodrigues, voluntário Simões Filho na Gincana da Felicidade Na cidade do interior da Bahia, 25 voluntários participaram da Gincana da Felicidade. A ação foi uma grande tarde recreativa, organizada pelo comitê da Bahia, que envolveu cerca de 20 crianças atendidas pela Associação Vivo Feliz (ACCI), em brincadeiras e esportes. E até Papai Noel participou dessa festa solidária. O bom velhinho chegou com brindes e deixou adultos e crianças radiantes. No fim, o objetivo foi alcançado: proporcionar diversão e qualidade de vida às crianças atendidas pela ACCI. O momento foi inesquecível para beneficiados e voluntários, tais como o empregado Ruan Bacelar. Foi uma experiência incrível! Poder levar alegria para aquelas crianças e adolescentes em uma situação delicada é muito gratificante. Tive a oportunidade de interagir, colaborar e vivenciar uma realidade que só via de longe. Ruan Bacelar, voluntário

Escola Municipal de 1º Grau de Caeté-Açu

Escola Municipal de 1º Grau de Caeté-Açu Escola Municipal de 1º Grau de Caeté-Açu Base II Palmeiras - Bahia Antes... 2012 Hoje... 2013 Nosso Escovódromo Mutirão na escola Mutirão de limpeza e construção de canteiros, com participação de pais,

Leia mais

APRESENTA II AÇÃO SOCIAL FAP X PASTORAL DA CRIANÇA PROJETO: SOLIDARIEDADE: UM ATO DE AMOR

APRESENTA II AÇÃO SOCIAL FAP X PASTORAL DA CRIANÇA PROJETO: SOLIDARIEDADE: UM ATO DE AMOR APRESENTA II AÇÃO SOCIAL FAP X PASTORAL DA CRIANÇA PROJETO: SOLIDARIEDADE: UM ATO DE AMOR DATA: 13/10/2012 Comemoração do Dia da Criança HORÁRIO: 8:00 horas as 11 horas LOCAL: Estacionamento da FAP PARTICIPAÇÃO:

Leia mais

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro Relatório Projeto Doar Objetivo: Envolver os alunos em Projetos Sociais, estimulando-os a colocar em prática os traços de caráter Cristão ensinados na Instituição. Potencializar a responsabilidade social,

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt. Nossas ações durante o ano de 2013. Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. Leitura livre.

]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt. Nossas ações durante o ano de 2013. Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. Leitura livre. ]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. ANO 2013-1ª EDIÇÃO A equipe gestora está sempre preocupada com o desempenho dos alunos e dos educadores, evidenciando

Leia mais

9 anos acreditando na comunidade! 05.05 - RELATÓRIO GERAL DE ATIVIDADES 2012 / 2013

9 anos acreditando na comunidade! 05.05 - RELATÓRIO GERAL DE ATIVIDADES 2012 / 2013 INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO ESPERANÇA BRASIL OSCIP ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL DE INTERESSE PÚBLICO 9 anos acreditando na comunidade! 05.05 - RELATÓRIO GERAL DE ATIVIDADES 2012 / 2013 Janeiro de 2014.

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa

Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa Prá colher, temos que plantar, compadre, temos que pensar no futuro. José Dionízio Leite É TICA L IDERANÇA L IBERDADE O RGANIZAÇÃO S OLIDARIEDADE

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou.

Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou. Brasília 201 4 1 Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou. Margaret Mead 2 O que é a F4TP? O INSTITUTO FIGHT

Leia mais

Passo-a-passo para organizar Ações de Voluntariado

Passo-a-passo para organizar Ações de Voluntariado Passo-a-passo para organizar Ações de Voluntariado Um guia para dar mais autonomia aos grupos de voluntários e incentivar que organizem suas próprias ações. Grande parte das empresas estimulam que seus

Leia mais

PROJETO NINHO VAZIO EM BUSCA DA EDUCAÇÃO EMOCIONAL

PROJETO NINHO VAZIO EM BUSCA DA EDUCAÇÃO EMOCIONAL PROJETO NINHO VAZIO EM BUSCA DA EDUCAÇÃO EMOCIONAL Oficinas de apoio e fortalecimento de laços intergeracionais, com dinâmicas, arteterapia, psicoeducativos, exercícios de alongamento, respiração e relaxamento,

Leia mais

CADI EM FOCO. Criança é coisa. séria!!!! Informativo trimestral

CADI EM FOCO. Criança é coisa. séria!!!! Informativo trimestral CADI EM FOCO Criança é coisa Informativo trimestral séria!!!! CADI-PALHOÇA Abr/Mai/Jun 2013 ABRIL PÁSCOA NÃO É COELHINHO!!!! Marcando o início do mês de abril, o CADI em Parceria com a UNIMED Grande Florianópolis

Leia mais

Projeto Kids ANO 2011 Nº 2 SÃO PAULO, 1 DE JULHO 2011 EDIÇÃO ESPECIAL. NESTA EDIÇÃO: Teatro com fantoches; Culinária; Passeio Circo da Mônica,

Projeto Kids ANO 2011 Nº 2 SÃO PAULO, 1 DE JULHO 2011 EDIÇÃO ESPECIAL. NESTA EDIÇÃO: Teatro com fantoches; Culinária; Passeio Circo da Mônica, No dia 12 de junho festejamos a nossa festa junina. Tivemos apresentação das danças, barracas de comidas típicas e de brincadeiras. A festa promoveu muita animação e solidariedade, toda verba arrecadada

Leia mais

MURAL DEZEMBRO 2015. Compromisso NATAL SOLIDÁRIO. O Natal está chegando e nessa data não podemos esquecer de ajudar quem precisa!!

MURAL DEZEMBRO 2015. Compromisso NATAL SOLIDÁRIO. O Natal está chegando e nessa data não podemos esquecer de ajudar quem precisa!! Compromisso NATAL SOLIDÁRIO O Natal está chegando e nessa data não podemos esquecer de ajudar quem precisa!! Todos os anos os Correios fazem uma ação muito bacana para que as crianças carentes possam ter

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

RESPONSÁVEIS RELAÇÕES

RESPONSÁVEIS RELAÇÕES Para a Patrus Transportes, atuar de forma responsável significa valorizar as pessoas. Essa relação começa no ambiente interno e se estende a todos os stakeholders da empresa, como clientes, fornecedores,

Leia mais

Plano de Ação - GASA- 2012

Plano de Ação - GASA- 2012 Plano de Ação - GASA- 2012 O GASA vem atuando durante 7 anos no Colégio Impacto, com os alunos voluntários, como um grupo de ação sócio ambiental. Na área social, o GASA, sempre contribuiu com campanhas

Leia mais

Seja a mudança que você deseja para o mundo. Mahatma Gandhi

Seja a mudança que você deseja para o mundo. Mahatma Gandhi Seja a mudança que você deseja para o mundo. Mahatma Gandhi Quem somos Criado em 2010, o E-solidário é uma rede social na internet, sem fins lucrativos, que conecta projetos sociais necessitados a pessoas

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Associação Lar do Neném

Associação Lar do Neném Criança Esperança 80 Associação Lar do Neném Recife-PE Marília Lordsleem de Mendonça Abraço solidário Todas as crianças são de todos : esse é o lema do Lar do Neném, uma instituição criada há 26 anos em

Leia mais

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

ÍNDICE. 1. Responsabilidade Social 360º 1 2. Campanhas realizadas em 2013 6. 2013 Demarest Advogados www.demarest.com.br Todos os Direitos Reservados

ÍNDICE. 1. Responsabilidade Social 360º 1 2. Campanhas realizadas em 2013 6. 2013 Demarest Advogados www.demarest.com.br Todos os Direitos Reservados ÍNDICE 1. Responsabilidade Social 360º 1 2. Campanhas realizadas em 2013 6 1. RESPONSABILIDADE SOCIAL 360º RESPONSABILIDADE SOCIAL 360º A Responsabilidade Social se apresenta como um tema cada vez mais

Leia mais

Jardim Escola Aladdin

Jardim Escola Aladdin Jardim Escola Aladdin Os 4 Rs da Sustentabilidade Rio de janeiro 2016 Objetivo geral Esse projeto tem como objetivo promover o envolvimento dos alunos, professores, pais e comunidade em defesa à sustentabilidade

Leia mais

Responsabilidade Social 360º

Responsabilidade Social 360º Responsabilidade Social 360º A Responsabilidade Social se apresenta como um tema cada vez mais importante no comportamento das organizações, exercendo impactos nos objetivos, estratégias e, até mesmo,

Leia mais

Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma Colheita para o Futuro

Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma Colheita para o Futuro Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma Colheita para o Futuro A Campanha Nacional pela Proteção Infanto-Juvenil no campo: uma colheita para o futuro, é uma ação estratégica do Movimento Sindical de Trabalhadores

Leia mais

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade?

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Perguntaram à teóloga alemã Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Não explicaria, Daria uma bola para que ele jogasse... ESPORTE EDUCAÇÃO CULTURA QUALIFICAÇÃO PLACAR

Leia mais

Relatório: Campanha Ajuda à Serra

Relatório: Campanha Ajuda à Serra Relatório: Campanha Ajuda à Serra De janeiro a junho de 2011 Sumário Introdução pág. 3 Origem das Doações pág. 4 Destino das Doações pág. 5 Atuação Move Rio pág. 6 Vale do Cuiabá, Petrópolis pág. 6 Santa

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Creche Pelicano Atendimento - 95 Crianças - entre 1 anos e seis meses a quatro anos

Creche Pelicano Atendimento - 95 Crianças - entre 1 anos e seis meses a quatro anos Missão Promover programas sustentáveis e contínuos, priorizando a educação da criança e o re-erguimento da família formando bases sólidas na diminuição das desigualdades sociais. Títulos Reconhecida com

Leia mais

PROJETO LEITURA INTERATIVA

PROJETO LEITURA INTERATIVA PROJETOS COMPLEMENTARES PROJETO LEITURA INTERATIVA Atividade planejada e permanente com os usuários, em grupos, que visa introduzir em sua vida a leitura diária de jornais, livros e revistas e atualização

Leia mais

3 -Objetivos Específicos

3 -Objetivos Específicos 2014 1 Conceito O Dia C Dia de Cooperar é uma iniciativa do Sistema OCEMG que com o apoio e a participação efetiva das cooperativas de Minas gerais, buscarão desenvolver em suas localidades, um elenco

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI PREFEITURA MUNICIPAL DE LONTRAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI DESPERTANDO AÇÕES SUSTENTÁVEIS LONTRAS 2013 1.TEMA A preservação

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS LYON ENGENHARIA Nº 001/13

AÇÕES SOCIAIS LYON ENGENHARIA Nº 001/13 Muito se ouve falar na Lyon Engenharia sobre Programa de Ações Sociais. Mas afinal de contas... Quem ajudamos com esse programa? Em que consiste? Quais os custos envolvidos? Quem pode participar? QUEM

Leia mais

PONTO DE APOIO SEREM DESENVOLVIDAS NAEDUCAÇÃOINFANTIL EENSINO FUNDAMENTAL, CONSIDERANDO AS HISTÓRIAS PUBLICADAS NA REVISTA PLANETA AZUL EDIÇÃO 138

PONTO DE APOIO SEREM DESENVOLVIDAS NAEDUCAÇÃOINFANTIL EENSINO FUNDAMENTAL, CONSIDERANDO AS HISTÓRIAS PUBLICADAS NA REVISTA PLANETA AZUL EDIÇÃO 138 PONTO DE APOIO Edição 138 NO PONTO DE APOIO, INDICAMOS SUGESTÕES DE ATIVIDADES E REFLEXÕES A SEREM DESENVOLVIDAS NAEDUCAÇÃOINFANTIL EENSINO FUNDAMENTAL, CONSIDERANDO AS HISTÓRIAS PUBLICADAS NA REVISTA

Leia mais

RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO. Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz

RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO. Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz 1 RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz Contrato: AS.DS.PV.024/2010 Empresa: SENSOTECH ASSESSORAMENTO

Leia mais

ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014

ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014 ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014 Justificativa do Projeto Conhecer o corpo humano é conhecer a vida, poucos assuntos são tão fascinantes para os alunos quanto esse. Por menores que sejam as crianças,

Leia mais

Projeto Nosso Cuiabá

Projeto Nosso Cuiabá Projeto Nosso Cuiabá O INSTITUTO DA CRIANÇA O Instituto da Criança é uma OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público que incentiva o empreendedorismo social através de atividades que visam

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI 2014. Ações desenvolvidas pelo programa Coritiba Retribui durante o ano de 2014

ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI 2014. Ações desenvolvidas pelo programa Coritiba Retribui durante o ano de 2014 ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI 2014 Ações desenvolvidas pelo programa Coritiba Retribui durante o ano de 2014 coritiba foot ball club ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI «2014 Coritiba Retribui em Foz 17 de janeiro

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO BAIRRO PEDREGAL PROJETO OFICINA ESCOLA

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO BAIRRO PEDREGAL PROJETO OFICINA ESCOLA Relatório das Ações Desenvolvidas pelo Projeto Oficina Escola 1. Apresentação Companheiros (as) da Associação Tremembé estamos concluindo mais um ano missão e com isso somos convidados (as) a socializar

Leia mais

A ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS NO CURSO DE TURISMO DA UNICENTRO: EXERCITANDO A RESPONSABILIDADE SOCIAL

A ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS NO CURSO DE TURISMO DA UNICENTRO: EXERCITANDO A RESPONSABILIDADE SOCIAL A ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS NO CURSO DE TURISMO DA UNICENTRO: EXERCITANDO A RESPONSABILIDADE SOCIAL Amanda Guarnieri de Oliveira Paula Grechenski Demczuk RESUMO: Desde 2012 o curso de Turismo da Universidade

Leia mais

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Atuando com responsabilidade para colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Compromisso com um futuro melhor. Com o nosso trabalho, somos parte da solução para uma agricultura mais sustentável.

Leia mais

O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou

O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou político. O grupo Guardiões da Esperança é composto por pessoas

Leia mais

PIM PRIMEIRA INFÂNCIA MELHOR

PIM PRIMEIRA INFÂNCIA MELHOR PIM PRIMEIRA INFÂNCIA MELHOR O que é o PIM? O Programa Primeira Infância Melhor - PIM integra a política de governo do Estado do Rio Grande do Sul, sob a coordenação da Secretaria da Saúde e apoio das

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

Voluntariado nas Organizações de Terceiro Setor Marisa Seoane Rio Resende *

Voluntariado nas Organizações de Terceiro Setor Marisa Seoane Rio Resende * Voluntariado nas Organizações de Terceiro Setor Marisa Seoane Rio Resende * Voluntariado é a expressão da participação da sociedade na vida pública mais significativa da atualidade. Os movimentos de participação

Leia mais

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA!

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! NOSSA VISÃO Um mundo mais justo, onde todas as crianças e todos os adolescentes brincam, praticam esportes e se divertem de forma segura e inclusiva. NOSSO

Leia mais

Sete Lagoas e o resgate da cidadania. Prefeitura ativa. Cidade viva.

Sete Lagoas e o resgate da cidadania. Prefeitura ativa. Cidade viva. Sete Lagoas e o resgate da cidadania Prefeitura ativa. Cidade viva. APRESENTAÇÃO A Prefeitura Municipal de Sete Lagoas, Minas Gerais, está desenvolvendo uma ação abrangente de resgate da cidadania, que

Leia mais

OBJETIVO. Aproveitar as diversas competências dos pais e da equipe da Escola nos projetos sugeridos pela comissão

OBJETIVO. Aproveitar as diversas competências dos pais e da equipe da Escola nos projetos sugeridos pela comissão DESCRIÇÃO Grupo de mães do Conselho de Pais da Escola Nova que constituiu uma Comissão Social para propor iniciativas na CSI. Fundação assiste 221 crianças nas idades de 3 a 10 anos. Alunos se distribuem

Leia mais

(UNIDADE CEBRAC BOTUCATU)

(UNIDADE CEBRAC BOTUCATU) CAMPANHA MAIS CIDADÃO (UNIDADE CEBRAC BOTUCATU) APRESENTAÇÃO Nossa Missão: Desenvolver o potencial das pessoas e formar o cidadão profissional para atuar com brilhantismo no mercado de trabalho Estar sintonizados

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

Veja o resultado da sua contribuição

Veja o resultado da sua contribuição Resultados 2014 Veja o resultado da sua contribuição Beneficiados 25 municípios 44 instituições 6.705 crianças e adolescentes Mobilização Valor total arrecadado: R$ 1.421.122,00 Fundos Municipais dos Direitos

Leia mais

História. ADAV: Associação para o Desenvolvimento e a Assistência de Talentos e Vocações

História. ADAV: Associação para o Desenvolvimento e a Assistência de Talentos e Vocações História ADAV: Associação para o Desenvolvimento e a Assistência de Talentos e Vocações Em 1929, convidada a dirigir um dos primeiros laboratórios de psicologia de Minas Gerais, ligado à Escola de Aperfeiçoamento

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 1 Ser Voluntário

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 1 Ser Voluntário Organizando Voluntariado na Escola Aula 1 Ser Voluntário Objetivos 1 Entender o que é ser voluntário. 2 Conhecer os benefícios de ajudar. 3 Perceber as oportunidades proporcionadas pelo voluntariado. 4

Leia mais

SÃO CAMILO SOCIAL. Informativo Semanal - Equipamentos Sociais - Sociedade Beneficente São Camilo-SP

SÃO CAMILO SOCIAL. Informativo Semanal - Equipamentos Sociais - Sociedade Beneficente São Camilo-SP SÃO CAMILO SOCIAL Informativo Semanal - Equipamentos Sociais - Sociedade Beneficente São Camilo-SP Atividades ambientais marcam semana no Centro de Educação Infantil Jardim Antártica Produzido pela LC

Leia mais

Trote Solidário INTRODUÇÃO

Trote Solidário INTRODUÇÃO 1 Trote Solidário Ana Claudia Muniz Douglas Ramos Teixeira Maria Marlene Antunes de Oliveira Marina de Fátima Batista Renata Chenchi 1 Maria Eliza Zandarim 2 Sumário: Introdução. 1. O Que é Trote Solidário.

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade Organizando Voluntariado na Escola Aula 2 Liderança e Comunidade Objetivos 1 Entender o que é liderança. 2 Conhecer quais as características de um líder. 3 Compreender os conceitos de comunidade. 4 Aprender

Leia mais

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Projeto Social: Desde 2005, o Polo Design Center, realiza projetos de revitalização nas estruturas físicas de Instituições Assistenciais da região do ABC paulista.

Leia mais

Programa Voluntários Bradesco

Programa Voluntários Bradesco 18ª Audiência de Sustentabilidade Programa Voluntários Bradesco Agosto / 2009 Banco Bradesco Um dos maiores Bancos Privados da América Latina 22 Maior Banco no Mundo (Forbes Global 2000) Maior Seguradora

Leia mais

O BOTICÁRIO - FRANQUIA DE SÃO GONÇALO - RJ

O BOTICÁRIO - FRANQUIA DE SÃO GONÇALO - RJ O BOTICÁRIO - FRANQUIA DE SÃO GONÇALO - RJ RESPEITO AO MEIO AMBIENTE: Programa de Incentivo ao Plantio de Mudas e Manutenção de Vias Públicas e Escolas Municipais Para a franquia O Boticário de São Gonçalo

Leia mais

Transformando o presente, construindo o amanhã.

Transformando o presente, construindo o amanhã. Transformando o presente, construindo o amanhã. Primeira sede em 1988 História No dia 23 de novembro de 1988, a Fundação Belgo-Mineira foi oficialmente constituída, a fim de promover ações de marketing

Leia mais

Ao longo deste 2 semestre, a turma dos 1 anos vivenciaram novas experiências e aprendizados que contemplaram suas primeiras conquistas do semestre

Ao longo deste 2 semestre, a turma dos 1 anos vivenciaram novas experiências e aprendizados que contemplaram suas primeiras conquistas do semestre Ao longo deste 2 semestre, a turma dos 1 anos vivenciaram novas experiências e aprendizados que contemplaram suas primeiras conquistas do semestre anterior, dentro de contextos que buscavam enfatizar o

Leia mais

Gtp+ PROGRAMAS E PROJETOS Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+) Fundação em 2000, Recife-PE O Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo é a única ONG da Região Nordeste do Brasil coordenada

Leia mais

Relatório de Ações 2012-2013. Socioambientais

Relatório de Ações 2012-2013. Socioambientais Relatório de Ações 2012-2013 Socioambientais O compromisso com o investimento em ações sociais foi sempre uma prática do Grupo 7COMm e de seus colaboradores. Com a expansão de suas atividades e a modernização

Leia mais

Esporte como fator de inclusão de jovens na sociedade FGR: Gustavo:

Esporte como fator de inclusão de jovens na sociedade FGR: Gustavo: Esporte como fator de inclusão de jovens na sociedade Entrevista cedida à FGR em Revista por Gustavo de Faria Dias Corrêa, Secretário de Estado de Esportes e da Juventude de Minas Gerais. FGR: A Secretaria

Leia mais

Lions Clube Centro-São José dos Campos

Lions Clube Centro-São José dos Campos Lions Clube Centro-São José dos Campos Projeto Transformação BRASIL Transformação é um projeto que visa ampliar as oportunidades educativas, investindo no desenvolvimento do potencial de cada criança e

Leia mais

Descrição do Programa SESI para a Terceira Idade São Paulo - BRASIL. Walid Makin Fahmy

Descrição do Programa SESI para a Terceira Idade São Paulo - BRASIL. Walid Makin Fahmy Descrição do Programa SESI para a Terceira Idade São Paulo - BRASIL Walid Makin Fahmy Sistema SESI SESI - Serviço Social da Indústria Entidade de direito privado, nos termos da lei civil, estruturada em

Leia mais

Relatório de atividades Socioambientais

Relatório de atividades Socioambientais Relatório de atividades Socioambientais Ação 1: Apresentação da programação da Feira do Empreendedor 2014 às instituições da comunidade do entorno do SESI. Realização: Amazônia Socioambiental Equipe Técnica

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 I A ADAPTAÇÃO Estamos chegando ao final do período de adaptação do grupo IA e a cada dia conhecemos mais sobre cada bebê. Começamos a perceber o temperamento, as particularidades

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Lixo que não é Lixo

Mostra de Projetos 2011. Lixo que não é Lixo Mostra Local de: Dois Vizinhos Mostra de Projetos 2011 Lixo que não é Lixo Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: APMF Escola Municipal Plínio

Leia mais

Enfoque JB. Ano: 5 Edição: 24 - Abril/Maio de 2013

Enfoque JB. Ano: 5 Edição: 24 - Abril/Maio de 2013 Término da Safra 2012/2013 A Safra 2012/2013 terminou com muitas metas alcançadas com as produções agrícola e industrial atingindo índices positivos. O encerramento aconteceu no dia 18/04 e como sempre

Leia mais

NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG

NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG SICEPOT-MG CONSTRUINDO UM MUNDO MELHOR O Núcleo Construção e Cidadania foi criado em 1995 para coordenar, planejar e executar as ações de Responsabilidade Social

Leia mais

LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR

LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR ANNA PAULA SILVA (PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS), ELIANE FERREIRA PINTO (PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS). Resumo A reciclagem tem como principal foco a conscientização

Leia mais

OBSERVANDO A PRÁTICA DOCENTE E O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS EM UMA CRECHE MUNICIPAL DA CIDADE DO RECIFE PRISCILLA SILVESTRE DE LIRA OLIVEIRA

OBSERVANDO A PRÁTICA DOCENTE E O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS EM UMA CRECHE MUNICIPAL DA CIDADE DO RECIFE PRISCILLA SILVESTRE DE LIRA OLIVEIRA 1 OBSERVANDO A PRÁTICA DOCENTE E O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS EM UMA CRECHE MUNICIPAL DA CIDADE DO RECIFE PRISCILLA SILVESTRE DE LIRA OLIVEIRA 1. Introdução: Compreendendo que a Educação Infantil é uma etapa

Leia mais

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis.

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis. Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis Localização Missão, Valores e Visão Os 5 Pilares Objetivos e estratégias

Leia mais

Quem faz a diferença? E.E.E.I. Olímpio Catão Sala 10 - Sessão 1

Quem faz a diferença? E.E.E.I. Olímpio Catão Sala 10 - Sessão 1 Quem faz a diferença? E.E.E.I. Olímpio Catão Sala 10 - Sessão 1 Professor(es) Apresentador(es): responsável: Simone da Silva de Paula corresponsável: Lucilene Fernandes Realização: Foco O Projeto Quem

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROJETO JUDÔ NA ESCOLA: A SALA DE AULA E O TATAME Projeto: Domingos Sávio Aquino Fortes Professor da Rede Municipal de Lorena Semeie um pensamento,

Leia mais

Inscrições Prêmio ABF-AFRAS. Categoria Franqueador Máster_McDonald s

Inscrições Prêmio ABF-AFRAS. Categoria Franqueador Máster_McDonald s Inscrições Prêmio ABF-AFRAS Categoria Franqueador Máster_McDonald s Nome empresa Arcos Dourados Comércio de Alimentos Ltda. Data de fundação 1979 Número de funcionários 48 mil Localização (cidade e estado

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO

PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO Áreas: Matemática, Artes Plásticas Transversal: Meio Ambiente Faixa etária: 4 a 5 anos Turma com 30 crianças Duração: agosto a outubro/2004 Produto final:

Leia mais

1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde

1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde 1) Projeto Mais Saúde - Mutirões de Saúde A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo, cumprindo sua missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano, promove ações voltadas à população vulnerável

Leia mais

ESCOLA RUMO A UM FUTURO SUSTENTÁVEL

ESCOLA RUMO A UM FUTURO SUSTENTÁVEL ESCOLA RUMO A UM FUTURO SUSTENTÁVEL Izelia Mayara Maia CASTELLAIN 1, Vitória Imai AMORIM 1, Professora coordenadora Michele C. AREND 2 Identificação autores: 1 Aluna Bolsista PIBIC-EM/CNPq IFC-Campus Camboriú,

Leia mais

Deixe-me ser feliz CAPI - Casa de Amparo e Proteção à Infância

Deixe-me ser feliz CAPI - Casa de Amparo e Proteção à Infância Deixe-me ser feliz CAPI - Casa de Amparo e Proteção à Infância Objetivo: Como previsto pelo estatuto da entidade, Art 2º, tem por finalidade a proteção e o amparo à crianças na faixa etária de 0 (zero)

Leia mais

UMA PARCERIA DE SUCESSO!

UMA PARCERIA DE SUCESSO! RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Parceria Santa Dorotéia e Junior Achievement de Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO! 1 SUMÁRIO 1. Resultados Conquistados... 3 2. Resultados 2013... 4 3. Resultados Pesquisas...

Leia mais

Projeto Cardume CMDCA

Projeto Cardume CMDCA Projeto Cardume CMDCA Objetivo: Estabelecer rede de proteção integral a criança e ao adolescente,, bem como suas famílias, reunindo ações governamentais e atividades das organizações da sociedade civil,

Leia mais

Então por que não oferecer parte deste conteúdo no formato EAD, sob tutoria do próprio instrutor?

Então por que não oferecer parte deste conteúdo no formato EAD, sob tutoria do próprio instrutor? Oferecer treinamentos focados na utilização dos produtos é o objetivo da Exsto e um dos grandes obstáculos é o desnível de conhecimento dos participantes no assunto. Recebemos inscritos de variadas formações

Leia mais

Associação realiza o 1º Encontro de Pais e Responsáveis de 2015

Associação realiza o 1º Encontro de Pais e Responsáveis de 2015 PRINCIPAL: 1º Encontro de Pais e Responsáveis Visita ao Centro Cultural Marta Watts Educando recebe doações do Colégio Anglo Amistoso Preparatório Oficinas para a produção de ovos de Páscoa Campeonato

Leia mais

Alcance Social. Kerigma Social. Assistência Social

Alcance Social. Kerigma Social. Assistência Social IBC FBC Kerigma Jr Bazar Atendimento Médico Alcance Social Celebrando a Restauração Assistência Social Kerigma Social Apoio a ações IBC Ecovidas Comunidade Santa Fé MISSÃO IBC Amar a Deus sobre todas as

Leia mais

PARTE 1 Identificação da Experiência

PARTE 1 Identificação da Experiência PARTE 1 Identificação da Experiência NOME DA INSTITUIÇÃO/ESCOLA/REDE: Escola Municipal Professora Maria Irene Vicentini Theodoro Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos. ENDEREÇO:

Leia mais

TRANSPARÊNCIA INSTITUCIONAL PROJETO BOA SEMENTE OFICINA SEMEANDO MOVIMENTO

TRANSPARÊNCIA INSTITUCIONAL PROJETO BOA SEMENTE OFICINA SEMEANDO MOVIMENTO TRANSPARÊNCIA INSTITUCIONAL PROJETO BOA SEMENTE OFICINA SEMEANDO MOVIMENTO O Orfanato Evangélico, através do Projeto Boa Semente, desenvolveu atividades direcionadas as crianças de 1 mês a 1 ano de idade,

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009

Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009 Veículo: Site Pauta Social Data: 11/12/2009 Seção: Pautas Pág.: www.pautasocial.com.br Assunto: Ação Social 11/12/2009 SABIN FAZ ATENDIMENTO MÉDICO DE GRAÇA EM BRASÍLIA Laboratório participa de ações sociais

Leia mais

Igreja Adventista do 7º Dia - Central de Vitória Av. Carlos Moreira Lima, 1200 Ilha de Monte Belo CEP 29.050-650 Vitória, ES, Brasil Tel.

Igreja Adventista do 7º Dia - Central de Vitória Av. Carlos Moreira Lima, 1200 Ilha de Monte Belo CEP 29.050-650 Vitória, ES, Brasil Tel. Projeto de Acompanhamento de famílias Consiste no acompanhamento de famílias em situação de vulnerabilidade social e realização de ações visando auxiliar a família a melhorar sua qualidade de vida e aumentar

Leia mais