, Idalberto. Princípios da Administração: o essencial em teoria geral

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ", Idalberto. Princípios da Administração: o essencial em teoria geral"

Transcrição

1 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CONCURSO PÚBLICO EDITAL 132/2011 TEMAS PARA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO (reclassificação numérica) ÁREA DE CONHECIMENTO DA VAGA CARGO: PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO ÁREA: ADMINISTRAÇÃO 1. ABORDAGEM CLÁSSICA E ABORDAGEM HUMANÍSTICA DA ADMINISTRAÇÃO: TEORIAS, CONCEITOS, CONTRIBUIÇÕES E LIMITAÇÕES 2. ABORDAGENS ORGANIZACIONAIS CONTEMPORÂNEAS: BALANCED SCORECARD, COACHING, APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL 3. ADMINISTRAÇÃO DE ESTOQUES: CONCEITOS, NÍVEIS E CUSTOS 4. ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING: COMPOSTO MERCADOLÓGICO 4 P S 5. COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL: EQUIPES DE TRABALHO E GESTÃO DE CONFLITOS 6. EMPREENDEDORISMO: AS ETAPAS DO PROCESSO EMPREENDEDOR 7. GESTÃO DE PESSOAS: HISTÓRICO, CONCEITOS E TENDÊNCIAS 8. MARKETING: AS ETAPAS DA ADMINISTRAÇÃO DA FORÇA DE VENDAS 9. O PROCESSO ADMINISTRATIVO DA AÇÃO EMPRESARIAL AGLIERI, Lilian; AGLIERI, Luiz Antônio; KRUGLIANSKAS, Isak. Gestão Socioambiental: responsabilidade e sustentabilidade do negócio. São Paulo: Atlas, ARAÚJO, Luís César G. de Gestão de Pessoas: estratégias e integração organizacional. São Paulo: Atlas, BATEMAN, Thomas S.; SNELL, Scott A. Administração Management: construindo vantagem competitiva. São Paulo: Atlas, BOHLANDER, G.; SNELL, S. Administração de Recursos Humanos. São Paulo: Cengage Learning, BOWDITCH, James L.; BUONO, Anthony F. Fundamentos do Comportamento Organizacional. Rio de Janeiro: LTC, CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas. 3. ed. Rio de Janeiro: Campus, p., Idalberto. Administração de recursos humanos. 6. ed. São Paulo: Atlas, p., Idalberto. Administração: teoria, processo e prática. São Paulo: Campus, p., Idalberto. Princípios da Administração: o essencial em teoria geral da administração. São Paulo: Campus, p., Idalberto. Princípios da Administração: o essencial em teoria geral da administração. São Paulo: Campus, p., Idalberto. Administração de vendas: uma abordagem introdutória. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005., Idalberto. Administração da produção: uma abordagem introdutória. São Paulo: Campus, CHIAVENATO, Idalberto; SAPIRO, Arão. Planejamento estratégico: fundamentos e aplicações. São Paulo: Campus, p. COHEN, Allan R.; FINK, Stephen L. Comportamento Organizacional: conceitos e estudos de caso. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

2 2 DAVIS, Keith; NEWSTROM, John. Comportamento humano no trabalho. São Paulo: Pioneira, DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. 2 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, EASTERBY-SMITH, Mark; BURGOYNE, John; ARAÚJO, Luis (Coord.) Aprendizagem Organizacional e Organizações de aprendizagem: desenvolvimento na teoria e na prática. São Paulo: Atlas, FERREIRA, Ricardo J. Contabilidade de Custos. 3ª. Ed. Rio de Janeiro: Ferreira, FISCHER, André Luiz. Um resgate histórico e conceitual dos modelos de gestão de pessoas. In: FLEURY, Maria Tereza Leme (Org.) As pessoas na Organização. São Paulo: Gente, KAPLAN, Robert S.; NORTON, David. A estratégia em ação: Balanced Scorecard. Rio de Janeiro: Campus, KOTLER, Philip. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle. 5. ed. São paulo: Editora Atlas, LEONE, George S. Custos, planejamento, implantação e controle. 2 ed. São Paulo: Atlas, MAXIMIANO, Antonio Cesar Amaru. Administração para empreendedores: fundamentos da criação e da gestão de novos negócios. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006., Antonio César Amaru. Teoria Geral da Administração. Ed. Compacta. São Paulo: Atlas, PETER, J. Paul; CHURCHILL, Gilbert A. Marketing: criando valor para os clientes. São Paulo: Saraiva, PORCHÉ, Germaine; NIEDERER, Jed. Coaching: o apoio que faz as pessoas brilharem. Rio de Janeiro: Campus, ROBBINS, Stephen Paul.Comportamento Organizacional. São Paulo: Prentice Hall, ROBBINS, Stephen Paul. 0 Processo Administrativo: integrando teoria e prática. São Paulo: Atlas, SEIFFERT, Mari Elizabete Bernardini. Sistemas de Gestão Ambiental (ISO 14001) e Saúde e Segurança Ocupacional (OHSAS 18001): vantagens da implantação integrada. São Paulo: Atlas, TEIXEIRA DA SILVA, Adelphino. Administração Básica. 4ª. Edição. São Paulo: Atlas, TACHIZAWA, Takeshy. Gestão Ambiental e Responsabilidade Social Corporativa: estratégias de negócios focadas na realidade brasileira. São Paulo: Atlas, 2011.

3 3 ÁREA: ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 1. A LIQUIDEZ DA EMPRESA E SUA CAPACIDADE DE SALDAR OBRIGAÇÕES 2. MEDIDAS DO ÍNDICE DE RENTABILIDADE DE UMA EMPRESA 3. PLANEJAMENTO FINANCEIRO E SUA IMPORTÂNCIA PARA A SUSTENTABILIDADE DA EMPRESA 4. VALOR DO DINHEIRO NO TEMPO 5. RISCO E RETORNO NA TOMADA DE DECISÕES FINANCEIRAS 6. PRAZO DE RECUPERAÇÃO DE CAPITAL INVESTIDO (PAYBACK) 7. ANÁLISE FINANCEIRA DA EMPRESA 8. TAXA INTERNA DE RETORNO - TIR 9. ARRENDAMENTO/LEASING COMO ESTRATÉGIA DE ACESSO A ATIVOS BRAGA, Roberto. Fundamentos e Técnicas de Administração Financeira. São Paulo: Atlas, GROPPELI, AA. Administração Financeira. São Paulo: Saraiva, GITMAN, Laurence J. Princípios de Administração Financeira. São Paulo: Pearson Prentice Hall, HOJI, Masakazu. Administração Financeira e Orçamentária: matemática financeira aplicada, estratégicas financeiras, orçamento empresarial. São Paulo: Atlas, 2009 SILVA, José Pereira. Análise Financeira das Empresas. São Paulo: Atlas, WESTON, J. Fred; BRIGHAUM, Eugene F. Fundamentos da Administração Financeira. São Paulo: Pearson Makron Books, 2000.

4 4 ADMINISTRAÇÃO/GESTÃO 1. GESTÃO PÚBLICA: CARACTERÍSTICAS E PRINCÍPIOS. 2. PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA. 3. LICITAÇÕES E CONTRATOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. 4. CONTROLE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 5. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL 6. GESTÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTO PÚBLICO. 7. ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL. 8. PLANEJAMENTO NA GESTÃO PÚBLICA. 9. GESTÃO DA QUALIDADE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. CHIAVENATTO, Idalberto. Introdução a Teoria Geral da Administração. Editora Elsevier Campus. São Paulo/SP, FILHO, Alécio Fiel; KANAANE, Roberto; FERREIRA, Maria das Graças et all. GESTÃO PÚBLICA: Planejamento, Processos, Sistemas de Informação e Pessoas. 1ª edição. Editora Atlas. São Paulo. SP, FITZSIMMONS, James A. Administração de Serviços: Operações, estratégia e tecnologia da informação. 6ª edição. Editora Bookman. Porto Alegre.RS, JUND, Sergio. Administração, Orçamento e Contabilidade Pública. São Paulo.SP.Elsevier Editora JURAN, J.M., A Qualidade desde o Projeto. Editora Cengage Learning. São Paulo. SP, MAXIMINANO, Antonio Cesar Amaru. Administração para empreendedores: fundamentos da criação e da gestão de novos negócios. 2ª edição. São Paulo: Pearson Prentice Hall, MONTANA, Patrick J. e CHARNOV, Bruce H. Administração. 2ª edição. Editora Saraiva. São Paulo. SP, Pereira, José. M., Manual de gestão Pública Contemporânea. 3ª Edição. Editora Atlas. São Paulo.SP, SILVA, Reinaldo O., Teorias da Administração. Editora Pearson Prentice Hall. São Paulo. SP, 2008.

5 ADMINISTRAÇÃO/PROCESSOS DECISÓRIOS, PROJETOS, ESTRATÉGIAS, SISTEMAS GERENCIAIS E GESTÃO NA QUALIDADE 1. PROCESSO DECISÓRIO NAS ORGANIZAÇÕES 2. ETAPAS DE ELABORAÇÃO E ESTRUTURA DE UM PROJETO 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL X ESTRATÉGIA 4. ANÁLISE AMBIENTAL NA FORMULAÇÃO DAS ESTRATÉGIAS 5. ESTRATÉGIAS COMPETITIVAS MODELO DE PORTER 6. EVOLUÇÃO DA GESTÃO DA QUALIDADE 7. FERRAMENTAS DA GESTÃO DA QUALIDADE 8. PROCESSO ADMINISTRATIVO 9. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TECNOLOGIA ARAUJO, L. C. G. de. Organização e Métodos: integrando comportamento, estrutura, estratégia e tecnologia. São Paulo: Atlas, CHIAVENATO, I. Introdução à teoria geral da administração. São Paulo: Campus, DAFT, R. L. Administração. Rio de Janeiro: LTC, HAMPTON, David R. Administração Contemporânea: Teoria, prática e casos. 3 ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, OLIVEIRA, D. P. R. Excelência na Administração Estratégica: a competitividade para administrar o futuro das empresas. São Paulo: Atlas, PALADINI, Edson Pacheco. Gestão Estratégica da Qualidade: Princípios, métodos e processos. 2 ed, São Paulo: Atlas, STONER, J. et all. Administração. 5 ed. Rio de Janeiro: Prentice Hall do Brasil Ltda, WAGNER III, John A.; HOLLENBECK, John R. Comportamento Organizacional: criando vantagem competitiva. São Paulo: Saraiva, WOILER, S.; MATHIAS, W. F. Projetos: planejamento, elaboração e análise. São Paulo: Atlas,

6 6 AGRONOMIA 1. DOENÇAS NA CULTURA DA SOJA E SEUS CONTROLES 2. FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE NITROGÊNIO E INOCULAÇÃO DE SEMENTES NA CULTURA DA SOJA 3. PRAGAS NA CULTURA DA SOJA E SEUS CONTROLES 4. PRAGAS NA CULTURA DO MILHO E SEUS CONTROLES 5. EXIGÊNCIAS CLIMÁTICAS PARA A CULTURA DO MILHO 6. DOENÇAS NA CULTURA DO TRIGO E SEUS CONTROLES 7. COLHEITA E ARMAZENAMENTO NA CULTURA DO TRIGO 8. MANEJO DA ÁGUA NA CULTURA DO ARROZ IRRIGADO 9. CALAGEM, ADUBAÇÃO E DESORDENS NUTRICIONAIS NA CULTURA DO ARROZ IRRIGADO EMBRAPA SOJA. Sistemas de Produção 13 Tecnologias de Produção de Soja Região Central do Brasil 2009 e Londrina: Embrapa Soja Embrapa Cerrados Embrapa Agropecuária Oeste. 262p Disponível em GALLO, D. et al. Entomologia Agrícola. Piracicaba: FEALQ, p. GOMES, A. S.. Arroz Irrigado no Sul do Brasil. Brazilia: EMBRAPA Informação Tecnológica, p. MAGALHÃES, P.C. et al. Fisiologia do Milho. Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, (Circular Técnica N 22) Disponível em MORETHSON, R et al.. A cultura do milho irrigado. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, p. PUZZI, D.. Abastecimento e Armazenagem de Grãos. Campinas: Instituto Campineiro de Ensino Agrícola, p. REUNIÃO DA COMISSÃO BRASILEIRA DE PESQUISA DE TRIGO E TRITICALE, 4., 2010, Cascavel. Indicações Técnicas para Trigo e Triticale Safra Cascavel: COODETEC, p. Biblioteca Setorial Disponível em REUNIÃO DE PESQUISA DA SOJA DA REGIÃO SUL, 37., 2009, Porto Alegre. Indicações Técnicas para a Cultura da Soja no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina 2009/ Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, p. Biblioteca Setorial Disponível em REUNIÃO TÉCNICA ANUAL DE MILHO E SORGO, 54 E 37., 2009, Veranópolis. Indicações Técnicas para o Cultivo de Milho e Sorgo no Rio Grande do Sul Safras 2009/20010 e 2010/2011. Veranópolis: Fepagro, p. Biblioteca Setorial Disponível em REUNIÃO TÉCNICA DA CULTURA DO ARROZ, 28., 2010, Bento Gonçalves. Arroz Irrigado: recomendações técnicas da pesquisa para o Sul do Brasil Porto Alegre: SOSBAI, p. Disponível em RODRIGUES, O.; DIDONET, A.D. Crescimento e desenvolvimento de milho: efeito da temperatura na duração e na taxa de crescimento de grãos. Passo Fundo: Embrapa Trigo, p. Disponível em SANTOS, J. P.. Controle de pragas durante o armazenamento de Milho. Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, p. (Circular Técnica N 84) Disponível em VARGAS, L.; ROMAN, E.S.. Manual de manejo e controle de plantas daninhas. Passo Fundo: EMBRAPA Trigo, p.

7 ARQUITETURA E URBANISMO/ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE, TEORIA E HISTÓRIA DA ARQUITETURA E URBANISMO, PATRIMÔNIO HISTÓRICO, PROJETO ARQUITETÔNICO E PAISAGÍSTICO, EXPRESSÃO E REPRESENTAÇÃO GRÁFICA E GEOMETRIA APLICADA 1. ARTE NA EPOCA MODERNA 2. PRINCIPIOS DO URBANISMO MODERNO 3. HISTÓRIA E TEÓRICOS DA RESTAURAÇÃO 4. ARQUITETURA PAISAGISTICA MODERNA NO BRASIL 5. ELEMENTOS GRÁFICOS DO PROJETO ARQUITETONICO 6. GEOMETRIA DESCRITIVA BÁSICA 7. ARQUITETURA E ARTE NO BRASIL COLONIA 8. PLANO HAUSSMANN EM PARIS E SUAS IMPLICAÇÕES 9. ARQUITETURA MODERNA NO BRASIL CHING, Francis. Manual de dibujo arquitetônico. Barcelona: Editora GG S.A, 1975 CHING, Francis D K. Representação gráfica em arquitetura. 3.ed. Porto Alegre. Bookman, 2000 CHING, Francis D K. Arquitetura, forma, espaço e ordem. São Paulo: Martins Fontes BRANDI, Cesare. Teoria de La restauración. Madrid: Aliaza Editorial, 1993 MACEDO, Silvio Soares. Quadro do paisagismo no Brasil. São Paulo: FAUUSP/QUAPÁ, MONTENEGRO,Gildo A. A perspectiva dos profissionais. São Paulo. Edgard Blücher Ltda, MONTENEGRO,Gildo A. A. Geometria Descritiva. V1, São Paulo. Edgard Blücher Ltda, 1991 MONTENEGRO,Gildo. A. A invenção do projeto. São Paulo: ed. Edgard Blücher Ltda. SEGAWA, Hugo, Arquitetura no Brasil, 2 ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2002 ZEVI, Bruno, Saber ver a Arquitetura. São Paulo: Martins Fontes, 1996 NEUFERT, Ernst. A Arte de Projetar em Arquitetura. Ed. GG SUMMERSON, John. A Linguagem Clássica da Arquitetura. São Paulo: Martins Fontes, 1982 LEMOS, Carlos A. C. Arquitetura Brasileira. São Paulo: Melhoramentos

8 ARQUITETURA E URBANISMO/PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL, PROJETO E URBANISMO, PROJETO ARQUITETÔNICO E PAISAGÍSTICO, EXPRESSÃO E REPRESENTAÇÃO GRÁFICA E GEOMETRIA APLICADA. 1. PROJETO ARQUITETÔNICO: SUAS ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO 2. PROJETO PAISAGÍSTICO: IMPORTÂNCIA E FUNÇÕES DA VEGETAÇÃO 3. PROJETO PAISAGÍSTICO: CONDICIONANTES E FASES DE PROJETO 4. PROJETO ARQUITETÔNICO E SEUA ELEMENTOS DE COMPOSIÇÃO 5. PROJETO URBANÍSTICO: SÍTIO E AS ALTERNATIVAS DE IMPLANTAÇÃO DA URBANIZAÇÃO 6. ESPAÇO URBANO E REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA 7. INSTRUMENTOS DE PLANEJAMENTO URBANO E LEGISLAÇÃO URBANA. 8. ETAPAS DO PLANEJAMENTO URBANO 9. DESENHO GEOMÉTRICO: GEOMETRIA PLANA CHING, Francis. Manual de dibujo arquitetônico. Barcelona: Editora GG S.A, 1975 CHING, Francis D K. Representação gráfica em arquitetura. 3.ed. Porto Alegre. Bookman, 2000 CHING, Francis D K. Arquitetura, forma, espaço e ordem. São Paulo: Martins Fontes MACEDO, Silvio Soares. Quadro do paisagismo no Brasil. São Paulo: FAUUSP/QUAPÁ, MASCARÓ, lucia,, MASCARÓ Juan Luis, Vegetação Urbana, 3 edição. Porto Alegre: editora +4, 2010 MASCARÓ, Juan Luis, Manual de Loteamentos e Urbanização, Porto Alegre: SAGRA: DC Luzzatto, 1994 MONTENEGRO,Gildo A. A perspectiva dos profissionais. São Paulo. Edgard Blücher Ltda, MONTENEGRO,Gildo A. A. Geometria Descritiva. V1, São Paulo. Edgard Blücher Ltda, 1991 MONTENEGRO,Gildo. A. A invenção do projeto. São Paulo: ed. Edgard Blücher Ltda. SANTOS, Carlos Nelson F. dos. A cidade como um jogo de cartas. Niterói: Universidade Federal Fluminense, São Paulo: Projeto Editores, 1988 ZEVI, Bruno, Saber ver a Arquitetura. São Paulo: Martins Fontes, 1996 NEUFERT, Ernst. A Arte de Projetar em Arquitetura. Ed. GG 8

9 9 BIOLOGIA I 1. BIOTECNOLOGIA VEGETAL E SUAS APLICAÇÕES PRÁTICAS. 2. EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS DA EVOLUÇÃO. 3. FILO ANNELIDA: CARACTERÍSTICAS GERAIS, EVOLUÇÃO E ECOLOGIA. 4. PADRÕES DE COMUNIDADES NO TEMPO: SUCESSÃO ECOLÓGICA. 5. COMPARAÇÃO DAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS E REPRODUTIVAS DOS DIFERENTES GRUPOS DE VEGETAIS: BRIÓFITAS, PTERIDÓFITAS, GIMNOSPERMAS E ANGIOSPERMAS. 6. ENTRADA E SAÍDA DE SUBSTÂNCIA NAS CÉLULAS. 7. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: ABORDAGEM POLÍTICA, ECONÔMICA E SOCIAL. 8. REPRODUÇÃO HUMANA: GAMETOGÊNESE E FECUNDAÇÃO. 9. EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA. Amabis, J.M. & Martho, G.R. Biologia v. 1, 2 e 3. 3ªed. São Paulo: Moderna, Barnes, R.S.K., Calow, P., Olive, P.J.W., Golding, D.W. & Spicer, J.I. Os invertebrados: uma síntese. 2ª ed. São Paulo: Atheneu, Begon, M., Townsend, C.R. & Harper, J. L. Ecologia: de indivíduos a ecossistemas. 4ª ed. Porto Alegre: Artmed, Borges-Osório, M.R. & Robinson, W.M. Genética humana. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed, Freeman, S. & Herron, J.C. Análise Evolutiva. 4ª ed. Porto Alegre: Artmed, Loureiro, C.B.L., Layrargues, P.P. & Castro, R.S. Educação ambiental: repensando o espaço da cidadania. 3ª ed. São Paulo: Cortez, Pough, F.H., Janis, C.M. & Heiser, J.B. A vida dos vertebrados. 4ª ed. São Paulo: Atheneu, Raven, P.H., Evert, R.F. & Eichhorn, S.E. Biologia Vegetal. 7ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan Ridley, M. Evolução. 3ª ed. Porto Alegre: Artmed, Ruppert, E.E.; Fox, RS. & Barnes, R.D.; Zoologia dos Invertebrados: Uma abordagem funcional e evolutiva. São Paulo: Roca, 2005.

10 10 BIOLOGIA II 1. ECOLOGIA E AGROECOLOGIA 2. MEMBRANAS, CANAIS E TRANSPORTES 3. EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE 4. OBTENÇÃO DE ENERGIA: INGESTÃO DE ALIMENTOS, DIGESTÃO E METABOLISMO 5. BIODIVERSIDADE VEGETAL EM DIFERENTES BIOMAS 6. ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DO DNA E A SÍNTESE PROTEICA 7. MICROBIOLOGIA DO SOLO E CICLOS BIOGEOQUÍMICOS 8. SUPORTE, PROTEÇÃO E MOVIMENTO EM DIFERENTES GRUPOS DE ANIMAIS 9. SOCIEDADE, AMBIENTE E SAÚDE CAPRA, F. O ponto de mutação: a ciência, a sociedade e a cultura emergente. São Paulo: Cultrix, p. DIEGUES, A. C. (Org.) Etnoconservação: novos rumos para a proteção da natureza nos trópicos. São Paulo: Hucitec, p. GLIESSMAN, S.R. Agroecologia: processos ecológicos em agricultura sustentável. Porto Alegre: Editora da UFRGS, p. GUATTARI, F. As três ecologias. Campinas, SP: Papirus, p. GRIFFITHS, Antony J. F. et al. Introdução à genética. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, HICKMAN JR. C., ROBERTS, L.S., LARSON, A. Princípios integrados de zoologia 11. ed. Rio de Janeiro:Guanabara Koogan, RANDALL, D. BURGGREN, W. FRENCH, K. Fisiologia animal: mecanismos e adaptações. 4. ed. Rio de Janeiro:Guanabara Koogan, RAVEN, P. H., EVERT, R. F., EICHHORN, E. S.. Biologia Vegetal. 5ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan RICKLEFS, R.E. A economia da natureza. 5. ed. Rio de Janeiro:Guanabara Koogan, TORTORA, G.J. et al. Microbiologia. 8 ed. Porto Alegre: Artmed, 2005.

11 11 BIOLOGIA/GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR 1. ACIDOS NUCLEICOS/ RELAÇÕES ENTRE QUESTÕES CONTEMPORÂNEAS SOBRE ENSINO DE BIOLOGIA/GENÉTICA E ESTE TEMA. 2. MUTAÇÃO E MECANISMOS DE REPARO DO DNA/ RELAÇÕES ENTRE QUESTÕES CONTEMPORÂNEAS SOBRE ENSINO DE BIOLOGIA/GENÉTICA E ESTE TEMA. 3. HERANÇA GENÉTICA/ RELAÇÕES ENTRE QUESTÕES CONTEMPORÂNEAS SOBRE ENSINO DE BIOLOGIA/GENÉTICA E ESTE TEMA. 4. A BASE GENÉTICA DO CANCER/ RELAÇÕES ENTRE QUESTÕES CONTEMPORÂNEAS SOBRE ENSINO DE BIOLOGIA/GENÉTICA E ESTE TEMA. 5. TÉCNICAS DE DNA RECOMBINANTE/ RELAÇÕES ENTRE QUESTÕES CONTEMPORÂNEAS SOBRE ENSINO DE BIOLOGIA/GENÉTICA E ESTE TEMA. 6. GENETICA E QUESTOES SÓCIO-AMBIENTAIS/ RELAÇÕES ENTRE QUESTÕES CONTEMPORÂNEAS SOBRE ENSINO DE BIOLOGIA/GENÉTICA E ESTE TEMA. 7. GENOMA HUMANO/ RELAÇÕES ENTRE QUESTÕES CONTEMPORÂNEAS SOBRE ENSINO DE BIOLOGIA/GENÉTICA E ESTE TEMA. 8. ALTERAÇÕES CROMOSSÔMICAS/ RELAÇÕES ENTRE QUESTÕES CONTEMPORÂNEAS SOBRE ENSINO DE BIOLOGIA/GENÉTICA E ESTE TEMA. 9. GENÉTICA E EVOLUÇÃO/ RELAÇÕES ENTRE QUESTÕES CONTEMPORÂNEAS SOBRE ENSINO DE BIOLOGIA/GENÉTICA E ESTE TEMA. FUTUYMA, D. J. Biologia Evolutiva. Ribeirão Preto: SBG, ALBERTS, B. et al. Biologia Molecular da Célula. 3ª. ed. Porto Alegre: Armed, LEWIN, B. Genes VII. Porto Alegre: Artmed, ZAHA, Arnaldo (coord.) Biologia Molecular Básica. Porto Alegre. Ed. Mercado Aberto FERREIRA, M. E.; GRATTAPAGLIA, D. Introdução ao Uso de Marcadores Moleculares em Análise Genética. Brasília: Embrapa, GRIFFITHS, Antony. J. F. et al. Introdução à genética. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, JUNQUEIRA, L. C.; CARNEIRO, J. Biologia Celular e Molecular. 8 ed. Guanabara e Koogan, Rio de Janeiro LEITE, Marcelo. Promessas do Genoma. São Paulo: UNESP, SNUSTAD, D. Peter; SIMMONS, Michael. J. Fundamentos da Genética. Tradução Paulo A. Motta- 4ª Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, KRASILCHIK, Miriam. Prática de Ensino de Biologia. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, MARANDINO, Marta.; SELLES, Sandra.E.; FERREIRA, Marcia. S. Ensino de Biologia: histórias e práticas em diferentes espaços educativos. ZANONI, Magda. Transgênicos para quem? Agricultura e Sociedade/Magda Zanoni; Gilles Ferment (orgas); Brasilia: MDA, Disponível em: SONCINI, Maria.; CASTILHO, Miguel. Biologia. São Paulo; Cortez, MANZKE, Vitor. H. B. A Genética e seus temas embasadores no Ensino Médio. Pelotas: Editora e Gráfica Universitária/ UFPEL, 2000.

12 12 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS ALIMENTOS 1. COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS ALIMENTOS 2. ALTERAÇÕES DOS ALIMENTOS 3. CONSERVAÇÃO DOS ALIMENTOS 4. MICROBIOLOGIA DOS ALIMENTOS 5. ANÁLISE SENSORIAL DE ALIMENTOS 6. EMBALAGENS PARA ALIMENTOS 7. OPERAÇÕES DE TRANSFORMAÇÃO DA MATÉRIA-PRIMA 8. PROCESSAMENTO DE CARNE, LEITE E SEUS DERIVADOS 9. PROCESSAMENTO DE FRUTAS E HORTALIÇAS E DERIVADOS GAVA, A. J.; SILVA, C. A. B.; FRIAS, J. R. G. Tecnologia de Alimentos - Princípios e Aplicações. São Paulo Editora Nobel, OETTERER, M.; REGITANO-D ARCE, M. A. B.; SPOTO, M. H. F. Fundamentos de Ciência e Tecnologia de Alimentos. São Paulo Editora Manole, ORDÓÑEZ, J. A.; colaboradores. Tecnologia de Alimentos Componentes dos Alimentos e Processos VOL. 1. Porto Alegre Editora Artmed, ORDÓÑEZ, J. A.; colaboradores. Tecnologia de Alimentos Alimentos de origem animal VOL. 2. Porto Alegre Editora Artmed, FELLOWS, P. J. Tecnologia do processamento de alimentos Princípios e prática. Porto Alegre Editora Artmed, DUTCOSKY, S. D. Análise Sensorial de Alimentos. Curitiba Editora Champagnat, 3 edição revisada e ampliada, FRANCO, B. D. G. M.; LANDGRAF, M. Microbiologia dos Alimentos. São Paulo Editora Atheneu, CHITARRA, M.I.F.; CHITARRA, A.B. Pós-colheita de frutos e hortaliças: fisiologia e manuseio. Lavras: ESAL-FAEPE, 1990.

13 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS/TECNOLOGIA DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL 1. CARACTERÍSTICAS BIOQUÍMICAS DA CARNE E FENÔMENOS POST-MORTEM 2. LINHAS DE ABATE DE BOVINOS, SUÍNOS E FRANGOS 3. TECNOLOGIA DE PRODUÇÃO DE EMBUTIDOS CÁRNEOS 4. COMPOSIÇÃO BIOQUÍMICA, ABATE E FENÔMENOS POST-MORTEM DO PESCADO 5. INDUSTRIALIZAÇÃO DO PESCADO 6. COMPOSIÇÃO QUÍMICA E OBTENÇÃO HIGIÊNICA DO LEITE 7. TECNOLOGIA DE PROCESSAMENTO DE QUEIJOS 8. TECNOLOGIA DE PROCESSAMENTO DE MANTEIGA, NATA E CREME DE LEITE 9. BENEFICIAMENTO E INSPEÇÃO DO MEL BARRETO, Lídia M.R.C.; PEÃO, Gustavo F.R.; DIB, Ana P.S. Higienização e sanitização na produção apícola. Taubaté: Cabral, BRASIL. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Instrução Normativa nr. 11 de 20 de outubro de Regulamento técnico de identidade e qualidade do mel. CONTRERAS-GUZMÁN, E.S. Bioquímica de pescados e derivados. Jaboticabal: FUNEP COUTO, Regina H.N.; COUTO, Leomam A. Apicultura: Manejo e produtos. 3 ed. Jaboticabal: FUNEP, EARLY, Ralph. Tecnología de los productos lácteos. Zaragoza:Acribia, EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Boas práticas na colheita, extração e beneficiamento do mel. Brasília: EMBRAPA Informação Tecnológica, GERMANO, P.M.L.; GERMANO, M.I.S. Higiene e vigilância sanitária de alimentos: qualidade das matérias-primas, doenças transmitidas por alimentos, treinamento de recursos humanos. São Paulo: Varela, OETTERER, M.; ARCE, M.A.; SPOTO, M.H. Fundamentos de ciência e tecnologia de alimentos. 1ª ed. São Paulo: Manole, OGAWA, M.; MAIA, E.L. Manual de Pesca: ciência e tecnologia de pescados. v.1. São Paulo: Varela, OLIVEIRA, Maricê N. Tecnologia de produtos lácteos funcionais. São Paulo:Atheneu, ORDÓÑEZ PEREDA, J. A. Tecnologia de alimentos: componentes dos alimentos e processos. v. 1 Porto Alegre: Artmed, ORDÓÑEZ PEREDA, J. A. Tecnologia de alimentos: alimentos de origem animal. v. 2. Porto Alegre: Artmed, PARDI, M. C.; SANTOS, I.F.; SOUZA, E.R.; PARDI, H.S. Ciência, higiene e tecnologia da carne. V. 1. Goiânia: UFG, PARDI, M. C.; SANTOS, I.F.; SOUZA, E.R.; PARDI, H.S. Ciência, higiene e tecnologia da carne. V.2. Goiânia: UFG, PINTO, P.C.A. Inspeção e Higiene de Carnes. 1ª ed. Viçosa: UFV, TERRA, N.N. Apontamentos de tecnologia de carnes. São Leopoldo: Ed. UNISINOS, TRONCO, V. M. Manual para inspeção da qualidade do leite. Santa Maria: UFSM, VARNAM, Alan H.; SUTHERLAND, Jane P. Leche y productos lácteos: tecnología, química y microbiología. Zaragoza:Acribia, VIEIRA, Regine H.S.F. Microbiologia, higiene e qualidade do pescado: teoria e prática. São Paulo: Varela,

14 14 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS ALIMENTOS TECNOLOGIA DE PRODUTOS DE ORIGEM VEGETAL 1. CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO DE MATÉRIAS-PRIMAS OLEAGINOSAS E EXTRAÇÃO DE ÓLEOS VEGETAIS 2. REFINO DE ÓLEOS VEGETAIS E PARÂMETROS DE IDENTIDADE E QUALIDADE 3. FISIOLOGIA PÓS-COLHEITA DE FRUTAS E HORTALIÇAS 4. TECNOLOGIA DE OBTENÇÃO DE POLPA E SUCOS DE FRUTAS 5. TECNOLOGIA DE VINHOS: PRODUÇÃO E QUALIDADE 6. PRODUÇÃO DE GELÉIAS E DOCES EM PASTA 7. UTILIZAÇÃO DO ARMAZENAMENTO REFRIGERADO E CONTROLE E MODIFICAÇÃO DA ATMOSFERA NA CONSERVAÇÃO DE FRUTAS E HORTALIÇAS 8. INGREDIENTES BÁSICOS E ADITIVOS UTILIZADOS NA PANIFICAÇÃO 9. PROCESSO DE OBTENÇÃO E CARACTERÍSTICAS DE QUALIDADE DA FARINHA DE TRIGO AQUARONE, Eugenio et al. Biotecnologia industrial. Vol. 4. Biotecnologia na produção de alimentos. São Paulo: Blucher, BLOCK, Jane M.; BARRERA-ARELLANO, Daniel. Temas selectos em aceites y grasas volumen 1 Procesamiento. São Paulo: Blucher, CAUVAIN, Stanley P.; YOUNG, Linda S. Tecnologia da panificação. 2ª ed. Barueri: Manole, CHITARRA, Maria I. F.; CHITARRA, Adimilson B. Pós-colheita de frutas e hortaliças: fisiologia e manuseio. 2ª ed. Lavras: UFLA, EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA (EMBRAPA). Iniciando um pequeno grande negócio agroindustrial: polpa e suco de frutas. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Agroindústria familiar: Hortaliças em conserva. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, EVANGELISTA, J. Tecnologia de alimentos. São Paulo: Atheneu, ITAL. Industrialização de frutas: Manual Técnico n 8. Campinas, p. LIMA, U. A. Matérias-primas dos alimentos. São Paulo: Blucher, MORETTO, E.; FETT, R. Tecnologia de óleos e gorduras vegetais na indústria de alimentos. São Paulo: Varela, OETTERER, Marília; REGITANO-d ARCE, Marisa A. B.; SPOTO, Marta H. F. Fundamentos de Ciência e Tecnologia de Alimentos. 1ª ed. Barueri: Manole, VENTURINI FILHO, Waldemar G. Tecnologia de bebidas: matéria prima, processamento, BPF/APPCC, legislação e mercado. São Paulo: Edgard Blücher, 2005.

15 15 EDUCAÇÃO FÍSICA 1. FASES DO DESENVOLVIMENTO MOTOR 2. ENSINO DE UMA NOVA HABILIDADE MOTORA 3. ATIVIDADE FÍSICA DESENVOLVIMENTISTA 4. PLANEJAMENTO SEQÜENCIAL DAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 5. EDUCAÇÃO FÍSICA PREVENTIVA: OBESIDADE 6. GINÁSTICA LABORAL 7. AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO MOTOR 8. AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE FÍSICA HABITUAL 9. SISTEMAS METABÓLICOS MUSCULARES NO EXERCÍCIO GUYTON, Arthur C.; HALL, John E. Tratado de fisiologia médica.10.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, BORSARI, José Roberto (Coord.); JORDANO, Ivo; BON, Thales; de ROSE Jr, Dante. Educação Física da Pré-Escola à Universidade - Planejamento, Programas e Conteúdos. - São Paulo: EPU, LIMA, Valquiria de. Ginástica Laboral - Atividades Física no Ambiente de Trabalho. 3.ed. rev e ampliada. - São Paulo: Phorte, FOSS, Merle L.; KETEYIAN, Steven J. Fox: Bases Fisiológicas do Exercício e do Esporte. 6.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, DUARTE, Edison. Inclusão e Acessibilidade: Contribuições da Educação Física Adaptada. Revista da Sociedade Brasileira de Atividade Motora Adaptada, v10, n1, Suplemento, Dez SANTOS, André Luis dos; CARVALHO, Antônio Luiz de; GARCIA JÚNIOR, Jair Rodrigues. Obesidade infantil e uma proposta de Educação Física preventiva. Motriz, Rio Claro, v.13 n.3 p , jul./set GALLAHUE, David L.; OZMUN, John C. Compreendendo o Desenvolvimento Motor: Bebês, Crianças, Adolescentes e Adultos. 3.ed. São Paulo: Phorte, GUEDES, Dartagnan Pinto; GUEDES, Joana Elisabete Ribeiro Pinto. Manual Prático Para Avaliação Em Educação Física. Barueri, SP: Manole 2006.

16 16 ENGENHARIA AGRÍCOLA I 1. IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO 2. ERROS QUE AFETAM A MEDIÇÃO E O PROCESSAMENTO DAS GRANDEZAS OBSERVÁVEIS EM TOPOGRAFIA 3. TRATORES AGRÍCOLAS 4. SECAGEM DE GRÃOS 5. CLASSIFICAÇÃO DE SECADORES 6. ORÇAMENTO E MEMORIAL DESCRITIVO DE CONSTRUÇÕES RURAIS 7. LICENCIAMENTO AMBIENTAL 8. IRRIGAÇÃO LOCALIZADA (GOTEJAMENTO E MICROASPERSÃO) 9. SISTEMA DE POSICIONAMENTO GLOBAL (GPS): ASPECTOS BÁSICOS E USOS NA AGRICULTURA CASACA, J. M. et al. Topografia Geral. Rio de Janeiro:LTC, 4ª Ed WEBER, E. Armazenagem Agrícola. Guaíba:Agropecuária, 2ª Ed., 2001 PEREIRA, M. F. Construções Rurais. São Paulo:Nobel, 4ª Ed., CUNHA, S. B. da, GUERRA, A. J. T. (Org.) Avaliação e Perícia Ambiental. 9ª Ed., Rio de Janeiro:Bertrand Brasil, SALASSIER, B.; SOARES, A. A.; MANTOVANI, E. C. Manual de Irrigação. Viçosa:Ed. UFV, LOCH, C.; CORDINI, J. Topografia Contemporânea: planimetria. 3ª Ed. Florianópolis:Ed UFSC, REIS, A. V. et al. Motores, tratores, combustíveis e lubrificantes. Pelotas:Ed e Gráfica da UFPEL, CARNEIRO, O. Construções Rurais. 9ª Ed. São Paulo:Ed. Nobel, PEREIRA, M. F. Construções Rurais. São Paulo:Ed. Nobel, TISAKA, M. Orçamento na construção civil: consultoria, projeto e execução. São Paulo: Ed. PINI, 2006.

17 17 ENGENHARIA AGRÍCOLA II 1. MOTORES DE USO AGRÍCOLA DE DOIS E QUATRO TEMPOS. 2. TRATORES AGRÍCOLAS. 3. SEMEADORAS / ADUBADORAS À LANÇO E EM LINHA. 4. PULVERIZADORES / ATOMIZADORES E SUAS TECNOLOGIAS DE APLICAÇÃO. 5. COLHEDORAS DE GRÃOS E CEREAIS. 6. MÁQUINAS E IMPLEMENTOS PARA FENAÇÃO E SILAGEM. 7. SEGURANÇA DA OPERAÇÃO E MÁQUINAS E IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS. 8. PLANEJAMENTO OPERACIONAL E DIMENSIONAMENTO DE CONJUNTOS MECANIZADOS. 9. EQUIPAMENTOS PARA AGRICULTURA DE PRECISÃO E SUAS TECNOLOGIAS. ALONÇO, Airton S.; MAVHADO, Antônio L.T.; FERREIRA, Mauro F. P. Máquinas para Fenação. Pelotas: Universidade Federal de Pelotas. Ed. Universitária, p. BALESTREIRE, L.A. Máquinas Agrícolas, São Paulo: Ed. Nobel, FERREIRA, Mauro F. P.; ALONÇO, Airton S.; MACHADO, Antônio L. T. Máquinas para silagem. Pelotas: Universidade Federal de Pelotas. Ed. Universitária, p. Galeti, P. A. Mecanização preparo do solo. Ed. ICEA, MACHADO, Antônio L. T.; FERREIRA, Mauro F. P.; ALONÇO, Airton S. Máquinas auxiliares para silagem e fenação. Pelotas: Universidade Federal de Pelotas. Ed. Universitária, p MÁRQUEZ, L. Maquinaria Agrícola. Madrid: Blake y Helsey España S.L.Editores, MIALHE, L. G. MÁQUINAS AGRÍCOLAS: ensaios e certificação. Piracicaba:FEALQ, p. MORAES, M. L. B. de; REIS A. V. dos; TOESCHER, C. F.; MACHADO, A. L. T. Máquinas para colheita e processamento dos grãos. Pelotas: Editora e Gráfica da UFPel, p. ORTIZ-CAÑAVATE, J. Las Maquinas Agricolas y su Aplicacion (6ª ED.) Mundi-Prensa Libros, S.A., p. ORTIZ-CAÑAVATE, J. Tractores: Tecnica y Seguridade. Mundi-Prensa Libros, S.A., p. REIS A. V. dos; MACHADO, A. L. T; MORAES, M. L. B. de; TILLMANN, C. A. C. Motores, tratores, combustíveis e lubrificantes. Pelotas: Editora e Gráfica da UFPel, p. RIPOLI, T.C.C.; MOLINA JÚNIOR, W.F.; RIPOLI, M.L.C. Manual prático do agricultor: máquinas agrícolas. 1 ed. Piracicaba: ESALQ/USP, v p. SILVEIRA, G. M. Os cuidados com o trator. Rio de Janeiro: Editora Globo, p. SILVEIRA, G. M. da, Máquinas para Pecuária. Rio de Janeiro: Ed. Nobel, SILVEIRA, G. M. da, Máquinas para Plantar. Rio de Janeiro: Ed. Globo, VÁZQUEZ, JESÚS, Aplicación de productos fitosanitarios. Madrid: Ediciones Agrotécnicas S.L., PORTELA, J. A. Colheita de graos mecanizada. São Paulo: Ed. Aprenda Facil, REIS, Ângelo Vieira dos, Acidentes com Máquinas Agrícolas: Texto referencia para técnicos e extencionistas. Pelotas Ed. Universitária UFPEL, 2009.

18 18 ENGENHARIA ELÉTRICA/EDIFICAÇÕES/INFORMÁTICA 1. ELETRICIDADE BÁSICA: LEIS DE OHM, LEIS DE KIRCHOFF, TEOREMAS DE THEVENIN E NORTON. 2. DIODOS SEMICONDUTORES: POLARIZAÇÃO, CIRCUITOS RETIFICADORES COM DIODOS, TIPOS ESPECIAIS DE DIODOS. 3. TRANSISTOR BIPOLAR: PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO, POLARIZAÇÃO, CIRCUITOS AMPLIFICADORES DE PEQUENOS SINAIS 4. TIRISTORES: PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO, CARACTERÍSTICAS DE OPERAÇÃO E DISPARO, CIRCUITOS E APLICAÇÕES 5. O AMPLIFICADOR OPERACIONAL: CONFIGURAÇÕES TÍPICAS E CARACTERÍSTICAS DE UM AMPLIFICADOR OPERACIONAL IDEAL E REAL. CIRCUITOS COM AMPLIFICADOR OPERACIONAL. 6. FONTES CHAVEADAS: CONVERSÃO CC-CC, TOPOLOGIAS DE CONVERSORES, PRINCÍPIOS DE FUNCIONAMENTO, APLICAÇÕES PRÁTICAS 7. SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFÉRICAS E ATERRAMENTO EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 8. DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES E DE PROTEÇÕES EM BAIXA TENSÃO 9. LUMINOTÉCNICA BOYLESTAD, R. L. Introdução a Análise de Circuitos, 8º ed. São Paulo : Prentice-Hall do Brasil, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5410: Instalações Elétricas de Baixa Tensão. Rio de Janeiro : ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5419: Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas. Rio de Janeiro : COTRIM, A. M. B. Instalações Elétricas. 4ª ed. McGraw-Hill : 2006 CAVALIN, G. & CERVELIN, S. Instalações Elétricas Prediais. 17ª Ed. São Paulo : Erica, BOYLESTAD, Robert; NASHELSKY. Dispositivos Eletrônicos e Teoria de Circuitos. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 8 a.ed., MALVINO, Albert Paul. Eletrônica. Volumes 1, São Paulo:Macgraw-hill, 4ª Ed., MALVINO, Albert Paul. Eletrônica. Volumes 2, São Paulo:Macgraw-hill, 4ª Ed., RASHID, M. H. Eletrônica de Potência: Circuitos, Dispositivos e aplicações. 2 a. Ed. São Paulo : Makron Books, 1999.

19 19 FÍSICA 1. DINÂMICA DA PARTÍCULA 2. OSCILADOR HARMÔNICO SIMPLES 3. DINÂMICA DAS ROTAÇÕES 4. ONDAS MECÂNICAS 5. EQUAÇÕES DE MAXWELL 6. CIRCUITO RC 7. ÓPTICA FÍSICA 8. TEORIA DA RELATIVIDADE RESTRITA 9. EQUAÇÃO DE SCHRŐDINGER HALLIDAY, D. ; RESNICK, R.; WALKER, J.. Fundamentos de Física. 4 ed. v. I. Rio de Janeiro: LTC, HALLIDAY, D. ; RESNICK, R.; WALKER, J.. Fundamentos de Física. 4 ed. v. II. Rio de Janeiro: LTC, HALLIDAY, D. ; RESNICK, R.; WALKER, J.. Fundamentos de Física. 4 ed. v. III. Rio de Janeiro: LTC, HALLIDAY, D. ; RESNICK, R.; WALKER, J.. Fundamentos de Física. 4 ed. v. IV. Rio de Janeiro: LTC, YOUNG, H. D.; FREEDMAN, R. A... Física I: Mecânica. 12 ed. São Paulo: Addison Wesley, YOUNG, H. D.; FREEDMAN, R. A... Física II: Termodinâmica e ondas. 12 ed. São Paulo: Addison Wesley, YOUNG, H. D.; FREEDMAN, R. A... Física III: Eletromagnetismo. 12 ed. São Paulo: Addison Wesley, EISBERG, R.; RESNICK, R.. Física Qântica. Rio de Janeiro: Campus, 1994.

20 20 GASTRONOMIA 1. HISTORIA DO CHOCOLATE, ORIGEM, PLANTIO, FABRICAÇÃO, ENFATIZANDO OS SEUS AROMAS, DEGUSTAÇÃO, CONTROLE DE PRODUÇÃO, TÉCNICAS DE PREPARO E RECEITAS CLÁSSICAS, PROCESSOS FÍSICOS E QUÍMICOS, VOCABULÁRIO DA PÂTISSERIE E DO CHOCOLATE E UTENSÍLIOS BÁSICOS. 2. TÉCNICA DE CONFEITARIA PROFISSIONAL, PROCESSOS FÍSICOS E QUÍMICOS, RECEITAS CLÁSSICAS, VOCABULÁRIO DA PÂTISSERIE E UTENSÍLIOS BÁSICOS. 3. TÉCNICAS DE PANIFICÁVEIS, HISTORIA, ORIGEM DO PÃO RECEITAS CLÁSSICAS, PROCESSOS FÍSICOS E QUÍMICOS QUE OCORREM DURANTE O PROCESSO DE PRODUÇÃO, IDENTIFICAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS E UTENSÍLIOS BÁSICOS. 4. TÉCNICAS DE PREPARO DE SOBREMESAS, PROCESSOS FÍSICOS E QUÍMICOS, DOCES, BOLOS E TORTAS E RECEITAS CLÁSSICAS, VOCABULÁRIO DA PÂTISSERIE E UTENSÍLIOS BÁSICOS. 5. TÉCNICAS DE CONFEITARIA, CHOCOLATE, PANIFICÁVEIS, PROCESSOS FÍSICOS E QUÍMICOS E RECEITAS CLÁSSICAS, VOCABULÁRIO DA PÂTISSERIE E DO CHOCOLATE E UTENSÍLIOS BÁSICOS. 6. TÉCNICAS DE CONFEITARIA E ACABAMENTO, MONTAGEM DE TORTAS, GLACÊS, CALDAS, E AÇÚCAR. 7. TÉCNICAS DE PREPARAÇÕES GELADAS: SORVETES CREMOSOS, SORVETES Á BASE DE OVOS, SORBETS, GRATINADOS, PARFAITS E SUFLÊS GELADOS. 8. BASES DA COZINHA: FUNDOS, LIGAÇÕES, AROMÁTICOS, EMBELEZADORES E MELHORADORES. 9. MOLHOS, EMULSÃO E SOPAS, BASES DA COZINHA: FUNDOS, LIGAÇÕES, AROMÁTICOS, EMBELEZADORES E MELHORADORES. HERMÉ, Pierre. Larousse do Chocolate, 1. ed. São Paulo: Larousse do Brasil, SEBESS, Mariana. Técnicas de Confeitaria Profissional, 2. ed. 1. reimpr. Rio de Janeiro: Senac Nacional, BARRETO, Ronaldo Lopes Pontes. Passaporte para o Sabor: tecnologia para a elaboração de cardápios, 7. ed. rev. ampl. São Paulo: Editora Senac São Paulo, PERNANBUCO, Carla;Brandão, Carolina. As Doceiras, 1. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, CANELLA - Rawls, Sandra. Pão: arte e ciência, 3. ed. São Paulo: Editora Senac São Paulo, TEICHAMANN, Ione Mendes. Tecnologia Culinária, 2. ed. Caxias do Sul. RS: Educs, 2009.

ANEXO I CARGO: Professor Substituto/Temporário

ANEXO I CARGO: Professor Substituto/Temporário EDITAL 035/2013 DE 22 DE MAIO DE 2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR SUBSTITUTO/TEMPORÁRIO ANEXO I CARGO: Professor Substituto/Temporário Área Libras Informática (Hardware/Redes

Leia mais

CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO

CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO CURSO DE INFORMÁTICA LICENCIATURA 1 PERÍODO DISCIPLINA: Metodologia Científica H111900 Finalidade da metodologia científica. Importância da metodologia no âmbito das ciências. Metodologia de estudos. O

Leia mais

Tecnologia em Produção de Grãos

Tecnologia em Produção de Grãos Tecnologia em Produção de Grãos Nível/Grau: Superior/Tecnólogo Vagas: 30 Turno: Matutino Duração: 3 anos mais estágio (7 semestres) Perfil do Egresso O profissional estará capacitado para: Produzir grãos

Leia mais

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 60 h 1º Evolução histórica dos computadores. Aspectos de hardware: conceitos básicos de CPU, memórias,

Leia mais

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal)

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Curso: Engenharia Agrícola e Ambiental Matriz Curricular 1 Período IB 157 Introdução à Biologia 4 (2-2) IT 103 Técnicas Computacionais em Engenharia 4 (2-2)

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA 2º ANO Nome da disciplina: Física Geral II Carga horária: 90h Acústica e Ondas. Óptica Física e Geométrica. Lei de Coulomb; Campo Elétrico. Lei de Gauss. Potencial. Capacitância.

Leia mais

RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa

RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa Bacharelado em Engenharia Civil bibliografia complementar ALMEIDA, Márcio de Souza S. Aterros sobre solos moles: projeto e desempenho. 1. reimpr.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) SISTEMAS PARA INTERNET INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo

Leia mais

2. FOWLER, Martin; SCOTT, Kendall. UML Essencial. São Paulo: Bookman, 2005.

2. FOWLER, Martin; SCOTT, Kendall. UML Essencial. São Paulo: Bookman, 2005. 3º semestre INF302 - Análise e Modelagem de Sistemas I Análise e Modelagem de Sistemas I Identificação: INF302 Semestre: 1º Carga Horária 60 horas Número de Aulas: 72 aulas Aulas 52 aulas Aulas práticas:

Leia mais

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ Código/Área de Estudo. Desenho Técnico, Desenho Assistido por Computador (CAD), Informática 02. Materiais para Construção Mecânica, Corrosão e Tribologia 03. Termodinâmica, Refrigeração, Transferência

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO Este Anexo integra o Edital Nº 35/2007, que disciplina o Concurso Público destinado ao provimento

Leia mais

5º ANO Disciplina: Automação Industrial Ementa: Medição, atuação e controle. Estabilidade e desempenho de sistemas realimentados. Controle de sistemas a eventos discretos. Hierarquia em sistemas automatizados.

Leia mais

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Coordenador: Duração: Carga Horária: LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Victor Emanuel Corrêa Lima 6 semestres 2800 horas Situação Legal: Reconhecido pela Portaria MEC nº 503 de 15/02/2006 MATRIZ CURRICULAR Primeiro

Leia mais

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas II/CPD025 Conceitos orientação a objetos. Evolução das técnicas de modelagem orientadas a objetos. Estrutura da linguagem UML. Conceito de processo interativo

Leia mais

A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES

A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES Campus Graduação na área de Artes Ministrar aulas em disciplinas relacionadas à área de Artes em geral. Desenvolver projetos e atividades extra-curriculares nas Artes

Leia mais

DISCIPLINA: EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO

DISCIPLINA: EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA - EDITAL Nº08/2013.2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO Conteúdo Programático: UNIDADE I: O Universo Organizacional

Leia mais

ENGENHARIA DE ALIMENTOS. COORDENADOR Regina Célia Santos Mendonça rmendoc@ufv.br

ENGENHARIA DE ALIMENTOS. COORDENADOR Regina Célia Santos Mendonça rmendoc@ufv.br ENGENHARIA DE ALIMENTOS COORDENADOR Regina Célia Santos Mendonça rmendoc@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 201 Engenheiro de Alimentos ATUAÇÃO O Engenheiro de Alimentos tem como campo profissional

Leia mais

PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS

PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS Novo Código código anterior Nome da disciplina Ementa Bibliografia Pré-requisitos C/H Equivalências LEM1001 ----- Metodologia de Ensino de (Português como) Língua Estrangeira

Leia mais

Livro 930.253 P472 1. Acervos - Dados bibliográficos; Arquivos; Documentação; Documentos - Preservação; História - Pesquisa; Historiografia

Livro 930.253 P472 1. Acervos - Dados bibliográficos; Arquivos; Documentação; Documentos - Preservação; História - Pesquisa; Historiografia A pesquisa e a preservação de arquivos e fontes para a educação, cultura e memória 27972 A pesquisa e a preservação de arquivos e fontes para a educação, cultura e memória. 2. ed. Campinas, SP: Alínea,

Leia mais

análise e desenvolvimento de sistemas Arquitetura e Sistema OO

análise e desenvolvimento de sistemas Arquitetura e Sistema OO análise e desenvolvimento de sistemas Arquitetura e Sistema OO :: Análise e Desenvolvimento Arquitetura e Sistema OO de Sistemas :: apresentação :: O novo Projeto Integrado Em 2001, a Faculdade Radial

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE ( x ) CURTA DURAÇÃO ( ) LONGA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO)

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) Ingressantes a partir de 2015 1º SEMESTRE HORAS 2º SEMESTRE HORAS Introdução à Engenharia Agronômica 60 Metodologia Científica 60 Álgebra Linear 60 Desenho

Leia mais

Redes de Computadores. Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza

Redes de Computadores. Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Redes de Computadores Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão reservados para o todo ou quaisquer

Leia mais

HORÁRIO DE PROVAS 3º BIMESTRE

HORÁRIO DE PROVAS 3º BIMESTRE CURSO DE PEDAGOGIA Gestão Escolar e Organização do Trabalho Pedagógico I 23.09.13 19horas Fundamentos da Língua Portuguesa: Leitura e Produção de 23.09.13 21horas Textos Psicologia da Educação I 24.09.13

Leia mais

CAMPUS CRUZ DAS ALMAS Edital 01/2010. Área de Conhecimento

CAMPUS CRUZ DAS ALMAS Edital 01/2010. Área de Conhecimento CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DO MAGISTÉRIO SUPERIOR CAMPUS CRUZ DAS ALMAS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS - CETEC Área de Conhecimento Materiais, Estrutura e Sistemas Eletromecânicos PONTOS DO

Leia mais

EMENTÁRIO E REFERÊNCIAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO 1º PERÍODO

EMENTÁRIO E REFERÊNCIAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO 1º PERÍODO EMENTÁRIO E REFERÊNCIAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO 1º PERÍODO ANATOMIA HUMANA I Estuda a organização estrutural do corpo humano considerando-o do ponto de vista da morfologia

Leia mais

Plano de Ensino. ALBEB - Alimentos e Bebidas Período Letivo 2012 - Anual Currículo 13002006 Carga Horária Anual 80 Série 4a Série

Plano de Ensino. ALBEB - Alimentos e Bebidas Período Letivo 2012 - Anual Currículo 13002006 Carga Horária Anual 80 Série 4a Série Faculdade Curso Disciplina Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Turismo ALBEB - Alimentos e Bebidas Período Letivo 2012 - Anual Currículo 13002006 Carga Horária Anual 80 Série 4a Série Ementa O estudo

Leia mais

Programa e Bibliografia Edital 100/12

Programa e Bibliografia Edital 100/12 Programa e Bibliografia Edital 100/12 Campus Área Pontos Bibliografia Jaguarão Administração, Cultura e Turismo 1. Administração e Gerência Cultural 2. Gestão de agência de viagens 3. Gestão de recursos

Leia mais

PLANO DE CURSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO SUL DE MINAS - IFSM CAMPUS DE INCONFIDENTES - MG

PLANO DE CURSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO SUL DE MINAS - IFSM CAMPUS DE INCONFIDENTES - MG PLANO DE CURSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO SUL DE MINAS - IFSM CAMPUS DE INCONFIDENTES - MG DISCIPLINA N O de aulas/semana CARGA HORÁRIA Teórica Prática Total FUNDAMENTOS DE GERENCIAMENTO

Leia mais

ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO

ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO ANEXO I - DOS CARGOS, DA FORMAÇÃO E DA HABILITAÇÃO Administração/Logística Psicologia das Relações Humanas; Liderança e Gestão de Equipes; Professor de Psicologia Doutorado em Psicologia Enfermagem Segurança

Leia mais

PROJETOS DISCIPLINA DA FORMAÇÃO COMUM ANÁLISE E PRODUÇÃO DO TEXTO DIDÁTICO

PROJETOS DISCIPLINA DA FORMAÇÃO COMUM ANÁLISE E PRODUÇÃO DO TEXTO DIDÁTICO PROJETOS DISCIPLINA DA FORMAÇÃO COMUM ANÁLISE E PRODUÇÃO DO TEXTO DIDÁTICO OBJETIVO GERAL Oportunizar o desenvolvimento de competências, habilidades e estratégias essenciais para a recepção e produção

Leia mais

RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa

RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa Bacharelado em Engenharia Civil Bibliografia básica ÁLGEBRA linear. 3. ed., Revista e ampliada. São Paulo: HARBRA, 1986. 411 p., il. Inclui bibliografia.

Leia mais

Sistemas de Informação 3º ANO

Sistemas de Informação 3º ANO Sistemas de Informação 3º ANO BANCO DE DADOS Carga horária: 120h Visão geral do gerenciamento de banco de dados. Arquitetura de um Sistema Gerenciador de Banco de Dados. Modelagem e projeto de banco de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS RETIFICAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2013 IPSEMG GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS EDITAL IPSEMG Nº 01/2013, de 23 de julho de 2013. CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DAS CARREIRAS DE

Leia mais

LISTAGEM DAS ESCOLAS E DESCRIÇÃO DOS CURSOS ENSINO MÉDIO INTEGRADO À EDUCAÇÃO PROFISSIONAL COM HABILITAÇÃO EM TÉCNICO EM MULTIMÍDIA

LISTAGEM DAS ESCOLAS E DESCRIÇÃO DOS CURSOS ENSINO MÉDIO INTEGRADO À EDUCAÇÃO PROFISSIONAL COM HABILITAÇÃO EM TÉCNICO EM MULTIMÍDIA LISTAGEM DAS ESCOLAS E DESCRIÇÃO DOS CURSOS COLÉGIO ESTADUAL JOSÉ LEITE LOPES MULTIMÍDIA Perfil do curso: Cabe ao técnico em multimídia desenvolver a comunicação visual em meios eletrônicos, organiza e

Leia mais

LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS

LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS 1. As humanidades e suas repercussões sobre o pluralismo cultural 2. Humanidades e ciências: o debate transcultural em contextos plurais 3. Pedagogias

Leia mais

4º Ano. Disciplina: Fatores da Produção

4º Ano. Disciplina: Fatores da Produção 4º Ano Disciplina: Economia e Empreendedorismo Ementa: O perfil do empreendedor. Estudo de mecanismos e de procedimentos para lançamento de uma empresa no mercado. Elaboração do Plano de Negócios. Sistemas

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 3º semestre EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 3º semestre EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Produção Alimentícia Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Agroindústria FORMA/GRAU:( )integrado ( X )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

GERED - ARARANGUÁ DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO PROVA HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA

GERED - ARARANGUÁ DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO PROVA HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO CONTABILIDADE CONTABILIDADE 433 DIREITO DIREITO E LEGISLAÇÃO 453 AGRONEGÓCIO ASSOCIATIVISMO E COOPERATIVISMO SISTEMAS AGROALIMENTARES GESTAO III-

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Introdução à Computação A disciplina apresenta a área da Computação como um todo, desde a história e a evolução dos computadores

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ARQUITETURA DE COMPUTADORES... 4 02 FILOSOFIA... 4 03 FUNDAMENTOS MATEMÁTICOS PARA COMPUTAÇÃO...

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 007/CGP/2012 ANEXO I. Área Requisitos para ingresso Nº De Vagas Educação Físca/Eventos

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 007/CGP/2012 ANEXO I. Área Requisitos para ingresso Nº De Vagas Educação Físca/Eventos ANEXO I Área Requisitos para ingresso Nº De Vagas Educação Físca/Eventos 01 vaga Graduação em Educação Física Esportivos (40h/semana) 01 vaga Turismo/Gastronomia Graduação em Turismo (40h/semana) ANEXO

Leia mais

CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADOS

CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADOS V E S T B I U L A R PROCESSO SELETIVO 2015 MANUAL DO CANDIDATO Mais que ensino, um futuro CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO INTEGRADOS 1. OBJETIVO Este Processo objetiva selecionar candidatos que queiram

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA COMDATA EDITAL N.º 001/07 PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO MÉDIO

CONCURSO PÚBLICO COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA COMDATA EDITAL N.º 001/07 PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO MÉDIO PROGRAMAS DAS PROVAS CARGOS DE ENSINO MÉDIO LÍNGUA PORTUGUESA - PROVA COMUM A TODOS OS CARGOS DE ENSINO MÉDIO 1 Interpretação textual Metáfora, metonímia, ambigüidade, ironia, denotação e conotação, pontos

Leia mais

10.461 55 programas para melhorar, turbinar e arrumar PCs [recurso eletrônico]. [S.l.]: [s.n.].

10.461 55 programas para melhorar, turbinar e arrumar PCs [recurso eletrônico]. [S.l.]: [s.n.]. SIABI - SISTEMA DE AUTOMAÇÃO DE BIBLIOTECAS MOSSORÓ - Campus Mossoró - Biblioteca Prof. Arnaldo Arsênio Tipo do Material : 14 - CD-ROM Documentos Catalogados no Período de 1/1/1980 a 26/4/2011 RELATÓRIO

Leia mais

C O R P O D O C E N T E CORPO DOCENTE

C O R P O D O C E N T E CORPO DOCENTE CRP DCENTE Relação atual dos professores do Campus Rio Paranaíba da Universidade Federal de Viçosa, em ordem alfabética, incluindo dados funcionais e titulação. C R P D C E N T E 162 Corpo Docente UFV

Leia mais

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2013 1.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/2013 1.ª SÉRIE Curso: Graduação: Regime: Duração: MATRIZ CURRICULAR PROCESSOS GERENCIAIS (Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios) TECNOLÓGICA SERIADO ANUAL - NOTURNO 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DA 3ª. ETAPA

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DA 3ª. ETAPA EMENTAS DA 3ª. ETAPA Núcleo Temático: PROGRAMAÇÃO Disciplina: ESTRUTURA DE DADOS 108 há ( 72 ) Teóricas ( 36 ) Práticas Tipos abstratos de dados. Estudo das estruturas lineares: pilhas, filas e listas

Leia mais

Comunicado Edital 07/2013 IPIRANGA DO NORTE

Comunicado Edital 07/2013 IPIRANGA DO NORTE Comunicado Edital 07/2013 A Comissão de Seleção do PRONATEC Campus Sorriso, designada pelas Portarias nº 020/2013, nº 024/2013 e 026/2013 serve-se do presente para publicar o Resultado Preliminar de Análise

Leia mais

PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006

PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006 PORTARIA Nº 9, DE 29 DE JUNHO DE 2006 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de sua competência e em conformidade com o estabelecido no 1o- do art 10, da Lei no- 11.091, de 12 de janeiro de 2005, resolve:

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Produção Alimentícia Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Alimentos FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CST SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA: Algoritmo e Programação I A disciplina aborda o estudo de algoritmos, envolvendo os conceitos fundamentais: variáveis, tipos de dados, constantes,

Leia mais

PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA

PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS, AMBIENTAIS E DE TECNOLOGIAS CURSO: ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO DISCIPLINA: SISTEMAS OPERACIONAIS B CÓDIGO:

Leia mais

Introdução APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA. joseana@computacao.ufcg.edu.br

Introdução APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA. joseana@computacao.ufcg.edu.br Universidade Federal de Campina Grande Centro de Engenharia Elétrica e Informática Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação Curso de Bacharelado em Ciência da Computação Introdução APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA

Leia mais

Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001.

Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável Código: ADM 454 Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE EXAME DE PROFICIÊNCIA 2013-2

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE EXAME DE PROFICIÊNCIA 2013-2 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE EXAME DE PROFICIÊNCIA 2013-2 A Coordenação do Curso de Administração da Universidade do Estado de Mato Grosso UNEMAT - Campus Universitário de Sinop, torna público que de acordo

Leia mais

CURSO DE GASTRONOMIA

CURSO DE GASTRONOMIA PROGRAMA 1. Teoria Geral da Administração: histórico. Teorias administrativas; 2. Princípios de organização de serviços; 3. Fundamentos de Marketing de Serviços; 4. Políticas e procedimentos operacionais

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

EDITAL EXAME DE PROFICIÊNCIA 2015.2 ANEXO 2 - DISCIPLINAS: ORDEM POR ESCOLA E CURSO ESCOLA CURSO ESTRUTURA SÉRIE DISCIPLINA

EDITAL EXAME DE PROFICIÊNCIA 2015.2 ANEXO 2 - DISCIPLINAS: ORDEM POR ESCOLA E CURSO ESCOLA CURSO ESTRUTURA SÉRIE DISCIPLINA ESCOLA CURSO ESTRUTURA SÉRIE DISCIPLINA CH CÓDIGO TIPO DE AVALIAÇÃO LOCAL TEÓRICA PRÁTICA COMUNICAÇÃO COS - HAB. PUBLICIDADE E PROPAGANDA 2012.1 6ª NOVAS ARENAS E MÍDIAS DIGITAIS 140 20451 - X NATAL COMUNICAÇÃO

Leia mais

Algoritmos e Linguagem de Programação de Computadores I

Algoritmos e Linguagem de Programação de Computadores I Algoritmos e Linguagem de Programação de Computadores I Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br OBJETIVOS Apresentar conceitos básicos de algoritmos e sua importância na elaboração de soluções

Leia mais

TESTE SELETIVO COLEGIADO DE LETRAS - 2013 LISTA DE PONTOS

TESTE SELETIVO COLEGIADO DE LETRAS - 2013 LISTA DE PONTOS ENSINO DE LÍNGUA INGLESA 1. New technologies and ELT 2. Teaching English pronunciation for Brazilian EFL speakers 3. Developing reading skills in the EFL classroom: theory and practice 4. Assessment in

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Ambiente, Saúde e Segurança CURSO: Técnico em Meio Ambiente FORMA/GRAU:( )integrado ( X )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura (

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Ementa. Objetivos. Conteúdo Programático

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Ementa. Objetivos. Conteúdo Programático Disciplina: Engenharia de Software e Gerência de Projetos C.H. Teórica: 40 PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Período Letivo: 1 sem/2014 C.H. Prática:

Leia mais

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML.

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML. MODELAGEM ORIENTADA A OBJETOS APLICADA À ANÁLISE E AO PROJETO DE SISTEMA DE VENDAS ALTEMIR FERNANDES DE ARAÚJO Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas ANDRE LUIZ DA CUNHA DIAS Discente da

Leia mais

FEDERAL ANEXO I MATRIZ ESPECÍFICA DE CORRELAÇÃO DO CONHECIMENTO

FEDERAL ANEXO I MATRIZ ESPECÍFICA DE CORRELAÇÃO DO CONHECIMENTO ANEXO I MATRIZ ESPECÍFICA DE CORRELAÇÃO DO CONHECIMENTO CARGO/ESPECIALIDADES Art. 378. Ao Consultor Legislativo, Especialidade Assessoramento Legislativo. ÁREAS DE INTERESSE DO SENADO FEDERAL Agronomia;

Leia mais

Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal

Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal Anexo C Cursos de capacitação que não sejam de educação formal Para todos os ambientes organizacionais para todos os servidores, independentemente do ambiente organizacional: Administração pública Estado,

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: AMPE - ADM DE MICRO E PEQ EMPRESAS Código: ADM 253 Pré-requisito: ------ Período Letivo: 2013.2

Leia mais

CURSO TECNOLÓGICO 2008/01 1º SEMESTRE. Programação e Estruturas de Dados Fundamentais

CURSO TECNOLÓGICO 2008/01 1º SEMESTRE. Programação e Estruturas de Dados Fundamentais 1º SEMESTRE Programação e Estruturas de Dados Fundamentais 8 Créditos Desenvolver a lógica de programação através da construção de algoritmos utilizando português estruturado Representar a solução de problemas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CORONEL PACHECO Edital de Concurso Público nº 01/2014 com 2ªRetificação Organização: Reis & Reis Auditores Associados

PREFEITURA MUNICIPAL DE CORONEL PACHECO Edital de Concurso Público nº 01/2014 com 2ªRetificação Organização: Reis & Reis Auditores Associados COMUNICADO ALTERAÇÃO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA OS CARGOS DE PROFESSOR P-II _06 AO 09 ANOS GEOGRAFIA (ANTIGO 5ª E 8ª SÉRIE), PROFESSOR P-II _06 AO 09 ANOS CIÊNCIAS (ANTIGO 5ª E 8ª SÉRIE) E PROFESSOR

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo desde a

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA PÓS-GRADUAÇÃO AUGM PMEP ANEXO II DA OFERTA UNIVERSIDAD NACIONAL DE CÓRDOBA (ARGENTINA)

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA PÓS-GRADUAÇÃO AUGM PMEP ANEXO II DA OFERTA UNIVERSIDAD NACIONAL DE CÓRDOBA (ARGENTINA) PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL PARA PÓS-GRADUAÇÃO AUGM PMEP ANEXO II DA OFERTA UNIVERSIDAD NACIONAL DE CÓRDOBA (ARGENTINA) Análise e Processamento de Imagens Antropologia Ciência e Tecnologia dos

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO ADMINISTRAÇÃO PERÍODO DISCIPLINAS C.H. 1º Antropologia e Sociologia 60 Língua Portuguesa 60 Matemática Básica 60 Metodologia Científica 60 TGA I 60 2º Ciências da Religião 60 Instituições do Direito Público

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec: Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de

Leia mais

Universidade Federal do ABC Rua Santa Adélia, 166 - Bairro Bangu - Santo André - SP - Brasil CEP 09.210-170 - Telefone/Fax: +55 11 4996-3166

Universidade Federal do ABC Rua Santa Adélia, 166 - Bairro Bangu - Santo André - SP - Brasil CEP 09.210-170 - Telefone/Fax: +55 11 4996-3166 Universidade Federal do ABC Rua Santa Adélia, 166 - Bairro Bangu - Santo André - SP - Brasil CEP 09.210-170 - Telefone/Fax: +55 11 4996-3166 1. CÓDIGO E NOME DA DISCIPLINA BC1508 - ENGENHARIA DE SOFTWARE

Leia mais

ANEXO EDITORA CODIGO LIVRO TITULO ARGVMENTVM EDITORA LTDA 26093L0000 GEOGRAFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL I

ANEXO EDITORA CODIGO LIVRO TITULO ARGVMENTVM EDITORA LTDA 26093L0000 GEOGRAFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL I ANEXO EDITORA CODIGO LIVRO TITULO ARGVMENTVM EDITORA 26093L0000 GEOGRAFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL I ARTMED EDITORA 25664L0000 CADERNOS DO MATHEMA - ENSINO FUNDAMENTAL - JOGOS DE MATEMATICA DE 1 A 5 ANO ARTMED

Leia mais

3.1. Curso: Auxiliar de Recursos Humanos

3.1. Curso: Auxiliar de Recursos Humanos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC EDITAL PROFESSOR INTERNO - Nº 09/2014

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES.

PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES. ETEC DE VARGEM GRANDE DO SUL VARGEM GRANDE DO SUL PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES. AVISO nº 179/02/2015 de 11/11/2015. Processo nº 4178/2015.

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2015.1

PLANO DE ENSINO 2015.1 FUNDAÇÃO EDSON QUEIROZ UNIVERSIDADE DE FORTALEZA CENTRO DE CIENCIAS TECNOLOGICAS PLANO DE ENSINO 2015.1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Disciplina/Módulo: Redes Comput Sist Distribuídos Código/Turma: T008-84(74)

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 235, DE 2 DE JUNHO DE 2014 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

Modelo OSI. Prof. Alexandre Beletti Ferreira. Introdução

Modelo OSI. Prof. Alexandre Beletti Ferreira. Introdução Modelo OSI Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução Crescimento das redes de computadores Muitas redes distintas International Organization for Standardization (ISO) Em 1984 surge o modelo OSI Padrões

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Câmpus de Bauru

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Câmpus de Bauru UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Câmpus de Bauru Curso: Licenciatura em Pedagogia Departamento: Educação-FC IDENTIFICAÇÃO Código: 4419 Disciplina: CONTEÚDOS E METODOLOGIA DO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Estudo do processo de aquisição/ aprendizagem de uma segunda língua/ língua estrangeira, métodos e técnicas para o ensino, especialmente da habilidade de leitura. Análise de recursos didáticos.

Leia mais

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional Missão do Curso A função primordial do Engenheiro Agrônomo consiste em promover a integração do homem com a terra através da planta e do animal, com empreendimentos de interesse social e humano, no trato

Leia mais

ANEXO I INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS CURSO TÉCNICO EM INFRAESTRUTURA ESCOLAR

ANEXO I INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS CURSO TÉCNICO EM INFRAESTRUTURA ESCOLAR ANEXO I INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS CURSO TÉCNICO EM INFRAESTRUTURA ESCOLAR INFORMAÇÕES GERAIS: Denominação: Curso Técnico em Infraestrutura Escolar Eixo Tecnológico: Apoio Educacional Titulação Conferida:

Leia mais

OpenGL. Uma Abordagem Prática e Objetiva. Marcelo Cohen Isabel Harb Manssour. Novatec Editora

OpenGL. Uma Abordagem Prática e Objetiva. Marcelo Cohen Isabel Harb Manssour. Novatec Editora OpenGL Uma Abordagem Prática e Objetiva Marcelo Cohen Isabel Harb Manssour Novatec Editora Capítulo 1 Introdução A Computação Gráfica é uma área da Ciência da Computação que se dedica ao estudo e ao desenvolvimento

Leia mais

GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA

GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA GERED - ARARANGUÁ PROVA DISCIPLINA PARA INSCRIÇÃO CÓDIGO HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA CONTABILIDADE CONTABILIDADE 433 Habilitado - Diploma e Histórico Escolar de Curso Superior em Ciências Contábeis, Administração,

Leia mais

FERRAMENTAS DA QUALIDADE. Prof. Dr. Renato Montini FATEC MC

FERRAMENTAS DA QUALIDADE. Prof. Dr. Renato Montini FATEC MC FERRAMENTAS DA QUALIDADE Prof. Dr. Renato Montini FATEC MC As ferramentas da qualidade têm os seguintes objetivos: Facilitar a visualização e o entendimento dos problemas; Sintetizar o conhecimento e as

Leia mais

TABELA DE EQUIVALÊNCIA FECOMP Curso de Engenharia de Computação

TABELA DE EQUIVALÊNCIA FECOMP Curso de Engenharia de Computação TABELA DE EQUIVALÊNCIA FECOMP Curso de Engenharia de Computação Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 66303 ESTRUTURA DE DADOS I 68/0 ENG. DE

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA

PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE PARANAENSE - UNIPAR Reconhecida pela Portaria - MEC nº 1580, de 09/11/93 - D.O.U. 10/11/93 Mantenedora Associação Paranaense de Ensino e Cultura - APEC UMUARAMA TOLEDO GUAÍRA PARANAVAÍ CIANORTE

Leia mais

CARGA CURSO DISCIPLINA

CARGA CURSO DISCIPLINA CARGA CURSO DISCIPLINA HORARIA Administração AD ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS II 40 AD CONTABILIDADE E CUSTOS II 40 AD CONTABILIDADE GERENCIAL 40 AD ECONOMIA INDUSTRIAL 40 AD ESTATÍSTICA

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Logística

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Logística Disciplina: Atividades Complementares C.H. Complementares: 60 PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Logística Período Letivo: Série: Periodo: 1 sem/2012 1ª Série Não definido Semestre de

Leia mais

NO ANEXO III TEMAS PARA A PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO

NO ANEXO III TEMAS PARA A PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO 3 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA REITORIA Rua Esmeralda, 430 Fx Nova Camobi Cep: 97110-767 - Santa

Leia mais

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I Lógica e Matemática Discreta/MAT002 4 - - 4 60 Lógica sentencial e de Primeira ordem. Sistemas dedutivos naturais e axiomáticos. Completeza, consistência e coerência. Formalização de problemas. Conjuntos.

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS COMUNICAÇÃO SOCIAL RELAÇÕES PÚBLICAS SEMINÁRIO AVANÇADO EM RELAÇÕES PÚBLICAS. Ana Paula do Amaral Silva

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS COMUNICAÇÃO SOCIAL RELAÇÕES PÚBLICAS SEMINÁRIO AVANÇADO EM RELAÇÕES PÚBLICAS. Ana Paula do Amaral Silva UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS COMUNICAÇÃO SOCIAL RELAÇÕES PÚBLICAS SEMINÁRIO AVANÇADO EM RELAÇÕES PÚBLICAS Ana Paula do Amaral Silva RESENHA DO ARTIGO CIENTÍFICO Marketing Interno: Uma

Leia mais

Novos itens disponíveis para empréstimo na biblioteca Mês de referência: Fevereiro 2015

Novos itens disponíveis para empréstimo na biblioteca Mês de referência: Fevereiro 2015 Novos itens disponíveis para empréstimo na biblioteca Mês de referência: Fevereiro 015 Capa do livro Obra Quantidade ROB, Peter Sistemas de banco de dados: projeto, implementação e administração - São

Leia mais

PLANO DE ENSINO. DEPARTAMENTO: DSI Sistemas de Informação CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 60 PRATICA: 12. CURSO(S): Sistemas de Informação

PLANO DE ENSINO. DEPARTAMENTO: DSI Sistemas de Informação CARGA HORÁRIA TOTAL: 72 TEORIA: 60 PRATICA: 12. CURSO(S): Sistemas de Informação 1 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: DSI Sistemas de Informação DISCIPLINA: Redes II PROFESSOR: Ademar

Leia mais