Gerdau investe continuamente em capacitação, novas tecnologias e equipamentos para garantir a segurança no ambiente de trabalho.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gerdau investe continuamente em capacitação, novas tecnologias e equipamentos para garantir a segurança no ambiente de trabalho."

Transcrição

1 Relacionamentos Gerdau investe continuamente em capacitação, novas tecnologias e equipamentos para garantir a segurança no ambiente de trabalho. COLABORADORES Investimentos em capacitação contribuem para o alcance de metas desafiadoras da Companhia A Gerdau estimula seus mais de 45 mil profissionais a superar seus próprios desafios e transformar suas competências em resultados diferenciados para os negócios. Para isso, acredita que é fundamental realizar a capacitação contínua dos seus colaboradores, em todos os níveis da Empresa. Em 2013, cada colaborador, em média, dedicou 48 horas para capacitação, somando um investimento de R$ 34,2 milhões. Para ampliar ainda mais as iniciativas de aperfeiçoamento de competências e estimular a inovação, promovendo a melhoria do desempenho do negócio, a Gerdau reestruturou, durante o exercício, as iniciativas internas de educação e treinamento dos colaboradores. Nesse sentido, a Educação Corporativa Gerdau organiza as ações de treinamento e desenvolvimento em quatro ênfases: capacitação fundamental, capacitação técnica de operação, capacitação em processos de suporte e capacitação em liderança. Dentro dessa nova estrutura e com foco na Capacitação Técnica de Operação, foi desenvolvido o Projeto Escola Técnica para reorganizar as iniciativas de desenvolvimento técnico na Empresa e acelerar a formação e difusão do conhecimento principalmente junto a operadores e facilitadores dos processos de aciaria, laminação, qualidade, suprimentos e metálicos. Nesse sentido, em 2013, mais de 250 profissionais, de nove países onde a Gerdau atua, participaram da construção de 150 novos treinamentos, disponibilizados em três idiomas (português, espanhol e inglês), totalizando 450 treinamentos. Além disso, a Gerdau desenvolveu o Portal de Educação Corporativa para ampliar o acesso de seus colaboradores a essas novas metodologias de aprendizagem. A plataforma

2 RELATÓRIO ANUAL GERDAU foi disponibilizada para mais de 20 mil colaboradores na Argentina, no Canadá, no Chile, na Colômbia, nos Estados Unidos, no México e no Uruguai. Em 2014, alcançará outros 23 mil colaboradores no Brasil e no Peru. Investimentos em segurança e saúde do trabalho R$ milhões Já para formar líderes globais, a Gerdau realiza, por exemplo, o Gerdau Business Program (GBP), um MBA customizado, atendendo as necessidades da Empresa. O projeto é realizado em parceria com o Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), de ,3 92,7 71,0 São Paulo, e envolve ainda universidades de referência em nível mundial, como Insead, na França, e Darden, nos Estados Unidos, o que amplia a formação e experiência internacional dos participantes. Com duração de dois anos, a terceira edição 20 do GBP foi concluída em agosto de 2013 e contou com a participação de 32 executivos do Brasil, do Chile, do México, do Peru e da República Dominicana No exercício, a Gerdau também deu continuidade ao programa Engenheiros de Capacitação Acelerada, iniciativa voltada para acelerar e reforçar a capacitação técnica dos participantes. Com a participação de 19 engenheiros, o programa, pela primeira vez, orientou o desenvolvimento dos profissionais para a implementação e a gestão dos investimentos em bens de capital (CAPEX) da Companhia. Para isso, foram realizadas 484 horas de capacitação presencial, além de visitas técnicas às áreas, estudo de investimentos, acompanhamento individual de mentores e de coaches internos. treinamento e desenvolvimento Investimentos (R$ milhões) 34,2 37,2 Horas de capacitação por colaborador 48,0 44,6 Saúde e Segurança Todas as operações da Gerdau no mundo seguem o Sistema de Gestão de Segurança, um conjunto rigoroso de práticas que envolvem investimentos contínuos em novas tecnologias, equipamentos e sistemas globais de gestão. Em 2013, os aportes nessa área alcançaram R$ 102,3 milhões, 10% a mais que no ano anterior. Para ampliar ainda mais a segurança no ambiente de trabalho, a Gerdau busca o aperfeiçoamento contínuo das Pela terceira vez consecutiva, Gerdau é reconhecida pelas suas iniciativas em segurança.

3 24 RELATÓRIO ANUAL GERDAU 2013 atitudes de seus colaboradores em relação ao tema. É por isso que, desde 2012, a Empresa vem capacitando suas lideranças por meio do Manual de Gestão Comportamental em Segurança do Trabalho, material customizado e alinhado às melhores práticas mundiais. Essa iniciativa rendeu à Companhia, em 2013, o prêmio Safety and Health Excellence Recognition, concedido pela World Steel Association, o qual homenageia programas de sucesso implantados na área de saúde e segurança do trabalho. Durante o exercício, a Gerdau também atualizou e expandiu o mapeamento de riscos críticos operacionais de seus processos de produção, focando principalmente nas suas atividades de mineração. Nesse sentido, foram construídas diretrizes específicas, acompanhadas de capacitação de colaboradores e prestadores de serviços nas minas de Várzea do Lopes e Miguel Burnier, ambas localizadas em Minas Gerais. Como resultado dessas ações, a taxa de frequência de acidentes por milhão de horas trabalhadas (índice internacional que mede a ocorrência de acidentes no ambiente de trabalho) se manteve na faixa de 1,10, número inferior à média mundial da indústria do aço, cujo valor mais recente divulgado pelo World Steel Association é de 1,41. Recrutamento Interno Global Para atender as aspirações de desenvolvimento e carreira de seus colaboradores, além de reforçar o engajamento e a retenção dos profissionais internos, a Gerdau criou o programa Recrutamento Interno Global. Em 2013, foram preenchidas mais de 500 posições com colaboradores, por meio da divulgação interna de oportunidades, inclusive, internacionais. Comunicação interna A Gerdau busca aprimorar constantemente suas práticas de comunicação interna. Por isso, em 2013, construiu uma intranet global, a qual possibilita acesso ágil e fácil a conteúdos globais e locais em uma única plataforma. O projeto, desenvolvido durante um ano por um time de 36 colaboradores de todas as Operações de Negócio da Empresa, foi lançado globalmente no início de A iniciativa incorporou benchmarks externos e cases de intranets já existentes em diversas operações da Gerdau. Intranet global possibilita acesso ágil e fácil a conteúdos globais e locais em uma única interface. Futuro Gerdau Trainees A Gerdau investe continuamente na atração e retenção de novos talentos. Atualmente, a Empresa conta com 110 jovens profissionais participando do Programa Futuro Gerdau Trainees na América do Norte e diversos países da América Latina, inclusive Brasil. Ao longo de dois anos, os trainees recebem treinamentos e atuam de forma prática nos processos industrial e comercial. Além disso, participam de um programa individual de mentoring e desenvolvem projeto sobre um tema estratégico relacionado ao seu processo de trabalho ou área de atuação. Conforme pesquisa realizada em 2013 para medir o grau de satisfação de gestores e participantes, o índice de favorabilidade ao programa é bastante elevado. Em 2014, 127 novos trainees deverão ingressar na Empresa. Gestão de Potenciais e sucessão Contar com profissionais preparados para assumir posições de liderança e alinhados à cultura empresarial Gerdau também é um dos desafios da Empresa. É com esse objetivo que, anualmente, são realizados Comitês de Desenvolvimento de Pessoas (CDPs) nas várias Operações de Negócio para analisar e identificar internamente os profissionais com diferenciado potencial de desenvolvimento e carreira na Empresa. Em 2013, foram realizados 240 CDPs, que analisaram e propuseram ações de desenvolvimento e das carreiras de mais de 9 mil profissionais. Para apoiar o aperfeiçoamento desses profissionais, também foram realizados programas de mentoring e de

4 RELATÓRIO ANUAL GERDAU coaching externo. No programa de mentoring, orientados por uma metodologia desenvolvida internamente, mentores e mentorados reúnem-se sistematicamente para ampliar a visão estratégica do negócio, disseminar a cultura empresarial e de desenvolver competências individuais. Atualmente, 22 executivos participam do programa como mentorados, sendo acompanhados individualmente por 14 mentores com alto nível de conhecimento e experiência, entre eles, membros do Conselho de Administração e do Comitê Executivo. O programa de coaching externo, por sua vez, busca o desenvolvimento de competências, especialmente relacionadas à liderança, à gestão de equipes, à comunicação e à influência, entre outros. Dessa forma, o coaching externo consiste em um processo estruturado, personalizado e individual, conduzido por um profissional do mercado, com formação e experiência específicas e que foi previamente credenciado pela Empresa para o desenvolvimento deste programa. Clima interno Em 2013, o índice de favorabilidade da Pesquisa Opinião, uma das principais ferramentas para avaliar o clima interno da Empresa, comprovou mais uma vez o elevado grau de satisfação dos colaboradores. O indicador foi de 75% de favorabilidade, seis pontos percentuais acima da média do mercado mundial, que abrange as empresas globais com excelente desempenho financeiro e/ou que fazem parte do ranking das companhias mais admiradas da revista Fortune. Além disso, a Gerdau foi destaque na categoria liderança do Guia Você S/A, o qual avalia as melhores companhias para se trabalhar no Brasil, de acordo com a percepção de seus profissionais e a avaliação das práticas de Gestão de Pessoas da Empresa. Desde 2008, a Empresa figura entre as 150 organizações mais bem posicionadas no ranking. Projeto Nossa Causa Ao longo de 2013, a Gerdau alcançou desafios importantes no Brasil, com a plena integração das operações de aços longos, o início da produção de aços planos e a expansão das atividades de mineração. Para apoiar esse processo de crescimento da Companhia, foi criado o Projeto Nossa Causa, que busca uma maior integração e engajamento dos mais de 24 mil colaboradores que estão envolvidos nesse projeto. Para alcançar os resultados propostos, a Empresa voltou seus esforços para o fortalecimento da sua cultura empresarial entre as lideranças, além de trabalhar fortemente na definição de benchmarks e metas conjuntas entre equipes, na simplificação de processos internos, no incentivo à cultura de inovação e à meritocracia. Com isso, espera-se que desafios impostos sejam bem geridos e absorvidos entre todos, buscando sempre a realização dos colaboradores e sua satisfação no ambiente de trabalho. Remuneração e benefícios Os sistemas de remuneração da Gerdau são desenhados para valorizar e estimular os colaboradores, reconhecendo o desempenho e as contribuições diferenciadas. Além do salário fixo, os profissionais recebem uma remuneração variável com base no alcance de metas individuais, das equipes, das unidades e das operações. Além disso, a Gerdau oferece benefícios alinhados às necessidades de cada região em que está presente. Em 2013, a Empresa alterou o plano de remuneração de longo prazo de seus executivos para torná-lo ainda mais eficiente, além de contribuir para a atração e a retenção de talentos. Benefícios (R$ milhões) Alimentação 94,3 94,7 Transporte 75,6 75,4 Saúde 378,2 401,4 Previdência privada* 208,6 170,7 * Brasil, EUA, Canadá e Chile. Acordos sindicais As negociações da Gerdau com as entidades sindicais são realizadas com transparência, visando a sustentabilidade do negócio, bem como interesses comuns. Em 2013, a Companhia fechou 15 acordos no Brasil, no Canadá, no Chile, na Colômbia, na Espanha, nos Estados Unidos e no México.

5 26 RELATÓRIO ANUAL GERDAU 2013 CLIENTES Novos produtos e soluções diferenciadas buscam ampliar competitividade dos clientes da Gerdau A Gerdau trabalha para agregar valor aos negócios de seus mais de 130 mil clientes no mundo a partir do desenvolvimento de novos produtos, serviços e aplicações do aço. Isso porque a Companhia acredita que a sua sustentabilidade está diretamente relacionada ao fortalecimento da cadeia de negócio do aço, no qual se destaca a busca de diferenciação de seus clientes perante os seus concorrentes. Um exemplo disso é o início da produção própria de aços planos no Brasil em 2013, o que permitiu ampliar o mix de produtos e o atendimento às demandas específicas de cada segmento consumidor de aço. Antes de iniciar a produção própria e a comercialização de bobinas a quente, a Empresa buscou compreender as necessidades desse novo segmento de mercado por meio de visitas a clientes, de benchmarks externos com fornecedores e produtores de aços planos internacionais, além de investir fortemente na preparação e na capacitação de mais de 500 profissionais, entre técnicos, gestores, vendedores e representantes comerciais. pesquisa e desenvolvimento da Empresa, com destaque para projetos que contribuem para a redução de emissões veiculares. Na Espanha, por exemplo, foi criado um aço de alta resistência mecânica e à corrosão para aplicação em pistões de motores a diesel, o qual suporta elevados níveis de temperatura e pressão na câmara de combustão Outra forma de contribuir para ampliar a competitividade dos clientes desse segmento é a realização de cursos e seminários que buscam aprofundar conhecimentos técnicos sobre o processo produtivo de aços especiais e suas aplicações. Por meio do programa O Mundo dos Aços Especiais, por exemplo, a Gerdau promove palestras e visitas técnicas às suas usinas no Brasil. Ao longo do exercício, a iniciativa contou com a participação de 11 empresas, beneficiando mais de 150 profissionais. Da mesma forma, no México, a Gerdau procurou ampliar o conhecimento de seus clientes sobre métodos de aplicação de estruturas metálicas na construção civil. O objetivo da iniciativa foi expandir o mercado para venda de perfis estruturais em razão do início de operação de uma nova usina da Gerdau no país (leia mais sobre o tema na pág. 17). Dentre as ações desenvolvidas, destaca-se a realização de 50 conferências para cerca de três mil pessoas, entre engenheiros, estudantes e profissionais do setor, totalizando cinco mil horas de atividades. No segmento de aços especiais, por sua vez, o foco é a inovação. Em 2013, cerca de 10% do volume de entregas de aços especiais da Gerdau no mundo corresponderam a produtos criados nos últimos três anos pelos centros de Gerdau capacita seus clientes para ampliar conhecimentos sobre a produção de aços especiais e suas aplicações.

6 RELATÓRIO ANUAL GERDAU FORNECEDORES Construção de relacionamentos de longo prazo com fornecedores contribui para o aumento da competitividade da Gerdau A Gerdau acredita que a construção de relacionamentos de longo prazo com seus fornecedores é fundamental para aprimorar suas práticas de eficiência, o que se traduz na fabricação de produtos com qualidade diferenciada, na otimização de processos e na redução de custos. Em todos os países em que atua, busca estabelecer parcerias com grandes e pequenos fornecedores, de forma a agregar às suas operações o conhecimento e a inovação de players globais e, ao mesmo tempo, contribuir para o desenvolvimento econômico das regiões onde está inserida, gerando renda e empregos locais. Em 2013, por exemplo, a Empresa conseguiu reduzir os custos de um importante insumo industrial, os refratários, um material resistente a altas temperaturas e que é utilizado em fornos elétricos, contribuindo para a melhor geração de caixa operacional (EBITDA). Realizada em parceria com seus fornecedores, a iniciativa permitiu a redução do consumo desse material em usinas localizadas em nove países. Em 2014, o projeto deverá ser implantado nas demais usinas da Gerdau no mundo. A Companhia também adotou uma nova prática de relacionamento comercial com alguns segmentos de mercado: o leilão reverso. Essa iniciativa, feita por meio de uma plataforma de negociação online, em que o comprador divulga suas necessidades de compra e convida fornecedores a apresentarem suas propostas de venda para o produto, traz oportunidades para um maior número de empresas participarem das concorrências. Dessa forma, a Companhia é beneficiada, pois pode contar com uma variedade maior de preços, vantagens e condições que mais se alinhem à sua necessidade, assim como o fornecedor, uma vez que pode medir o aquecimento do mercado e melhorar as propostas apresentadas. Em 2013, foram realizados 119 leilões no Brasil, no Chile, na Colômbia, nos Estados Unidos e no México, voltados principalmente para compra de materiais indiretos, os quais não estão ligados ao processo de produção do aço. Em 2014, essa ação deverá ser estendida para os demais países em que a Gerdau opera. Ao mesmo tempo, a Gerdau prioriza a contratação de fornecedores que compartilhem sua política de respeito às pessoas e ao meio ambiente. Além de exigir o rigoroso cumprimento das legislações existentes em cada país onde atua, realiza auditorias periódicas para garantir a adesão de seus fornecedores aos seus níveis de excelência. Desenvolvimento de micro e pequenas empresas Com mais de 30 mil fornecedores no mundo, a Gerdau investe em iniciativas de aprimoramento de práticas de gestão de micro e pequenas empresas, as quais representam 60% da sua rede de fornecedores. O Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF), por exemplo, oferece mais de 500 horas de capacitação ao longo de 18 meses por meio da realização de cursos e de consultorias in loco. Ademais, a iniciativa prevê o planejamento e a execução de planos de ação, participação em feiras e rodadas de negócios, além de visitas a outras empresas para aprendizado de melhores práticas. Ao longo de 2013, foram capacitados 383 fornecedores na Argentina, no Brasil, no México, no Peru e na Venezuela. Como resultado, a Gerdau ampliou em 20% o volume de negócios com essas empresas em relação ao ano anterior. Por ter a sucata ferrosa como uma de suas principais matériasprimas, a Gerdau também dedica-se ao desenvolvimento e ao aperfeiçoamento de micro e pequenos sucateiros, assim como de cooperativas de reciclagem em diversos países. Em 2013, promoveu projetos de capacitações técnicas e gerenciais para 150 fornecedores de sucata no Brasil, no Chile, no Peru, no Uruguai e na Venezuela. Nos programas de capacitação são compartilhadas boas práticas de gestão, de qualidade, de saúde e segurança no trabalho, assim como iniciativas sustentáveis nas áreas social e ambiental. Em todos esses projetos, há o compartilhamento de valores éticos e, no caso de micro e pequenas empresas, há um significativo caráter social.

7 28 RELATÓRIO ANUAL GERDAU 2013 ACIONISTAS Agilidade e qualidade pautam o relacionamento da Gerdau com o mercado de capitais Com mais de 65 anos de atuação no mercado de capitais, a Gerdau segue os princípios de transparência, agilidade e qualidade na divulgação de informações, o que contribui para a construção de um relacionamento próximo e de longo prazo com seus mais de 120 mil acionistas no mundo. agências de avaliação de risco mantiveram o grau de investimento (investment grade) da Gerdau em A Standard & Poor s e a Fitch Ratings reiteraram a classificação no nível BBB e a agência Moody s confirmou o grau de investimento Baa3. Ao longo de 2013, a Empresa buscou aprimorar e intensificar suas atividades de relacionamento com o mercado de capitais. Foram realizadas 873 reuniões com acionistas, investidores e analistas de mercado, em 17 non-deal road shows, um deal road show (renda fixa) e 16 conferências. Além disso, a Gerdau participou de duas reuniões da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento no Mercado de Capitais (APIMEC) no Brasil, sendo que o encontro realizado em São Paulo foi reconhecido pela entidade como uma das melhores reuniões de 2013, a partir da avaliação dos profissionais que participam dos eventos de companhias de capital aberto. Outra iniciativa importante foi o aperfeiçoamento do website de RI (www.gerdau.com/ri), o qual recebeu o prêmio IR Magazine Awards Brazil 2013 na categoria Melhor Website de Relações com Investidores - Large Cap. A premiação reconhece as empresas brasileiras que se destacam pela excelência na transparência e na comunicação com os acionistas. No exercício, a Gerdau também figurou em oito categorias do ranking da Institutional Investor Magazine, que aponta anualmente os melhores profissionais de RI da América Latina por meio de pesquisa com 450 analistas e administradores de recursos. Práticas reconhecidas pelo mercado Em reconhecimento à capacidade de gestão e à diversificação de negócios da Gerdau, as principais Ademais, a Gerdau S.A. e a Metalúrgica Gerdau S.A. integraram, pelo oitavo ano consecutivo, a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBOVESPA, que destaca instituições com elevado grau de sustentabilidade e comprometimento nas áreas de governança, responsabilidade social e meio ambiente. As empresas Gerdau estão listadas ainda no principal indicador da BM&FBOVESPA, o Ibovespa, no qual a Gerdau S.A. figura na 11ª posição entre as companhias de maior liquidez. Remuneração aos acionistas As empresas de capital aberto da Gerdau Gerdau S.A., Metalúrgica Gerdau S.A. e Empresa Siderúrgica del Perú S.A.A possuem políticas de remuneração alinhadas com os padrões do mercado. Os acionistas da Metalúrgica Gerdau S.A. e da Gerdau S.A. recebem dividendos e/ou juros sobre capital próprio de, no mínimo, 30% do lucro líquido ajustado do exercício, apurado pelas práticas contábeis brasileiras, com pagamentos trimestrais. Já a Siderúrgica del Peru S.A.A. paga dividendos de até 33% de seu lucro líquido ajustado. Em 2013, a distribuição de dividendos e juros sobre capital próprio para os acionistas da Gerdau S.A. totalizou R$ 476,7 milhões, o que representou R$ 0,28 por ação. Já a remuneração aos detentores de ações da Metalúrgica Gerdau S.A. atingiu R$ 150,4 milhões, o que representou R$ 0,37 por ação.

8 RELATÓRIO ANUAL GERDAU SOCIEDADE Gerdau realiza atuação diferenciada em favor da qualidade de vida das comunidades e do fortalecimento da cadeia de negócios do aço Nos projetos sociais que apoia, a Gerdau acredita que uma das suas maiores contribuições é compartilhar conhecimento em gestão. Por isso, estimula o trabalho voluntário de seus colaboradores no mundo todo. Atualmente, 11 mil profissionais dedicam parte do seu tempo para fazer com que as entidades sociais consigam atingir seus objetivos e manter-se sustentáveis. Isso se dá, principalmente, pela aplicação de metodologias de gestão no desenvolvimento de projetos sociais. Em 2014, a Gerdau investiu R$ 62,4 milhões em projetos sociais. A definição desses investimentos se dá por meio da atuação do Instituto Gerdau, responsável pela políticas e diretrizes de responsabilidade social da Empresa. As práticas de responsabilidade social permeiam toda a história centenária da Companhia e tiveram início no final do século XIX, um legado da família Gerdau Johannpeter. Na década de 60, a Empresa inovou ao criar a Fundação Gerdau, oferecendo benefícios aos colaboradores e familiares e dando continuidade ao apoio a projetos sociais comunitários. Atualmente, por meio do Instituto Gerdau, são desenvolvidas mais de 900 iniciativas de responsabilidade social, em 205 comunidades de 14 países. Em cada local de atuação, a Empresa busca gerar valor para as comunidades, a cadeia de negócio e a sociedade como um todo. Lideranças e equipes locais, organizadas em Comitês do Instituto Gerdau, fazem a condução das diversas iniciativas, apoiadas por milhares de colaboradores voluntários. A Gerdau também tem ampliado sua atuação para o desenvolvimento dos micro e pequenos empreendedores que fazem parte da cadeia de negócios do aço. Em 2013, essa iniciativa beneficiou mais de 3,5 mil clientes, fornecedores e profissionais que utilizam produtos em aço, contribuindo para o aprimoramento da gestão desses negócios. No exercício, por exemplo, a Gerdau consolidou mais um ciclo do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores, o qual é voltado para melhoria de gestão de micro e pequenas empresas, as quais representam 60% da rede de fornecedores da Gerdau (leia mais sobre o tema na pág. 27). Ademais, por utilizar a sucata ferrosa como uma de suas principais matérias-primas, a Empresa também focou seus esforços junto ao setor de reciclagem de sucata, por meio de uma parceria com a Agência de Cooperação Técnica Internacional da Alemanha (GIZ). O projeto, iniciado em 2010, capacitou também clientes e fornecedores de materiais e serviços, bem como profissionais que trabalham com aço e construção civil. Durante todo o período, foram beneficiadas nove mil pessoas e 378 empresas no Brasil, no Chile, no Peru e no Uruguai. Já no Estado de Minas Gerais no Brasil, região em que a Gerdau possui uma de suas mais importantes plataformas de crescimento no mundo, a Empresa passou a ser mantenedora do Museu das Minas e do Metal (MMM), localizado em Belo Horizonte. Com média mensal de cinco mil frequentadores, o espaço abriga um importante acervo sobre mineração e metalurgia e marca a relação entre a história e a cultura de Minas Gerais com suas riquezas naturais. Em paralelo, a Gerdau ampliou sua parceria com o Instituto Cultural Flávio Gutierrez, contribuindo para a capacitação de jovens em áreas de risco social por meio de cursos de conservação e restauração do patrimônio histórico. Em 2013, mais de 120 alunos foram formados, dos quais 85% já estão inseridos no mercado de trabalho. A Gerdau também possui parcerias com importantes instituições que promovem ações transformadoras na sociedade, como o Todos pela Educação, o Movimento Brasil Competitivo e o World Childhood Foundation (WCF). No exercício, destaca-se o lançamento do Observatório Nacional do Plano Nacional de Educação, promovido pelo Todos pela Educação no Brasil. Realizada com base em cerca de 300 indicadores de desempenho, a plataforma online (www. observatoriodopne.org.br) permite monitorar a evolução das 20 metas estabelecidas pelo Governo Federal para ampliar a escolaridade da população, melhorar a qualidade do ensino e, com isso, reduzir as desigualdades sociais do País.

Gerdau trabalha para gerar valor para os seus públicos de interesse colaboradores, clientes, fornecedores, acionistas e comunidades.

Gerdau trabalha para gerar valor para os seus públicos de interesse colaboradores, clientes, fornecedores, acionistas e comunidades. 28 29 Gerdau trabalha para gerar valor para os seus públicos de interesse colaboradores, clientes, fornecedores, acionistas e comunidades. RELACIONAMENTOS 30 COLABORADORES Comprometimento dos colaboradores

Leia mais

RELACIONAMENTOS COLABORADORES. Cultura empresarial Gerdau é base para eficiência frente aos desafios globais

RELACIONAMENTOS COLABORADORES. Cultura empresarial Gerdau é base para eficiência frente aos desafios globais 20 RELATÓRIO ANUAL GERDAU 2012 COLABORADORES RELACIONAMENTOS A segurança das pessoas no ambiente de trabalho é prioridade máxima em todas as operações da Gerdau COLABORADORES Cultura empresarial Gerdau

Leia mais

O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia.

O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia. O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia. Rio Grande do Sul Brasil PESSOAS E EQUIPES Equipes que

Leia mais

A organização investe fortemente na capacitação de pessoas e na formação de profissionais capazes de atender aos desafios do crescimento acelerado

A organização investe fortemente na capacitação de pessoas e na formação de profissionais capazes de atender aos desafios do crescimento acelerado RELATÓRIO ANUAL GERDAU 27 65 COLABORADORES A organização investe fortemente na capacitação de pessoas e na formação de profissionais capazes de atender aos desafios do crescimento acelerado Ed Carlos Alves

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

Apresentação para Investidores. Março, 2009

Apresentação para Investidores. Março, 2009 Apresentação para Investidores Março, 2009 1 Filosofia Gerdau VISÃO Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que

Leia mais

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL APRESENTAÇÃO A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais do mundo, com operações em

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

Plano de Sustentabilidade da Unilever

Plano de Sustentabilidade da Unilever Unilever Plano de Sustentabilidade da Unilever Eixo temático Governança Principal objetivo da prática Para a Unilever, o crescimento sustentável e lucrativo requer os mais altos padrões de comportamento

Leia mais

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil P e s q u i s a d a F u n d a ç ã o G e t u l i o V a r g a s I n s t i t u t o d e D e s e n v o l v i m e n t o E d u c a c i o n a l Conteúdo 1. Propósito

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade. Versão para público externo

Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade. Versão para público externo Votorantim Industrial Relatório de Sustentabilidade Versão para público externo Mensagem da alta administração Em 93 anos de história da Votorantim, temos mantido a consistência na geração de valor, pautando

Leia mais

Política de Gestão de Pessoas

Política de Gestão de Pessoas julho 2010 5 1. Política No Sistema Eletrobras, as pessoas são agentes e beneficiárias do fortalecimento organizacional, contribuindo para a competitividade, rentabilidade e sustentabilidade empresarial.

Leia mais

A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO DO GOVERNO FEDERAL E A MACROMETA DE

A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO DO GOVERNO FEDERAL E A MACROMETA DE A POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO PRODUTIVO DO GOVERNO FEDERAL E A MACROMETA DE AUMENTAR O INVESTIMENTO PRIVADO EM P&D ------------------------------------------------------- 3 1. O QUE É A PDP? ----------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da - 1 - Prêmio CNSeg 2012 Empresa: Grupo Segurador BBMAPFRE Case: Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE Introdução A Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE foi concebida em 2009 para disseminar o conceito

Leia mais

Conheça a MRV Engenharia

Conheça a MRV Engenharia Conheça a MRV Engenharia MRV em Números Ficha técnica MRV Engenharia Número de empregados nas obras (média 2014)...23.704 Vendas Contratadas (R$ milhões) (2014)...R$ 6.005 Receita liquida (R$ milhões)

Leia mais

Relacionamentos 100% dos colaboradores da unidade Cotia (sp) participaram de programas que estimulam a inovação, a criatividade e o trabalho em equipe

Relacionamentos 100% dos colaboradores da unidade Cotia (sp) participaram de programas que estimulam a inovação, a criatividade e o trabalho em equipe Relacionamentos 100% dos colaboradores da unidade Cotia (SP) participaram de programas que estimulam a inovação, a criatividade e o trabalho em equipe RELATÓRIO ANUAL GERDAU 2011 33 COLABORADORES Taxa

Leia mais

Liziane Castilhos de Oliveira Freitas Departamento de Planejamento, Orçamento e Gestão Escritório de Soluções em Comportamento Organizacional

Liziane Castilhos de Oliveira Freitas Departamento de Planejamento, Orçamento e Gestão Escritório de Soluções em Comportamento Organizacional CASO PRÁTICO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL E GESTÃO DE TALENTOS: COMO A GESTÃO DA CULTURA, DO CLIMA E DAS COMPETÊNCIAS CONTRIBUI PARA UM AMBIENTE PROPÍCIO À RETENÇÃO DE TALENTOS CASO PRÁTICO: COMPORTAMENTO

Leia mais

Código de Fornecimento Responsável

Código de Fornecimento Responsável Código de Fornecimento Responsável Breve descrição A ArcelorMittal requer de seus fornecedores o cumprimento de padrões mínimos relacionados a saúde e segurança, direitos humanos, ética e meio ambiente.

Leia mais

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6.

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6. Sumário Resumo de Qualificações... 2 Atuação no Mercado... 3 Formação Profissional... 5 Contatos... 6 Página 1 de 6 Resumo de Qualificações Consultora responsável pela organização e gestão da RHITSolution,

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Sul Mineira 1 Índice Política de Sustentabilidade Unimed Sul Mineira Mas o que é Responsabilidade Social? Premissas Básicas Objetivos da Unimed Sul Mineira Para a Saúde Ambiental

Leia mais

Programa Gerdau Germinar (MG) é uma das mais importantes iniciativas de educação ambiental da Empresa. Relatório Anual Gerdau 2014

Programa Gerdau Germinar (MG) é uma das mais importantes iniciativas de educação ambiental da Empresa. Relatório Anual Gerdau 2014 40 41 Programa Gerdau Germinar (MG) é uma das mais importantes iniciativas de educação ambiental da Empresa. MEIO AMBIENTE 42 Gerdau é reconhecida pela eficiência de suas práticas de proteção ao meio ambiente

Leia mais

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 Critérios Descrições Pesos 1. Perfil da Organização Breve apresentação da empresa, seus principais produtos e atividades, sua estrutura operacional

Leia mais

Nossa Visão. Ser a melhor empresa de logística da América Latina.

Nossa Visão. Ser a melhor empresa de logística da América Latina. Nossa Visão Ser a melhor empresa de logística da América Latina. Nossos Valores Foco no cliente Gente faz a diferença e vale pelo que faz Integridade e transparência Lucro para valorização crescente Simplicidade

Leia mais

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide A Nova América na vida das pessoas 8 Cultural Empresarial Missão Do valor do campo ao campo de valor

Leia mais

Acreditamos em formas criativas e inovadoras de crescimento e desenvolvimento. Elas agregam valor ao cliente

Acreditamos em formas criativas e inovadoras de crescimento e desenvolvimento. Elas agregam valor ao cliente Portfólio QUEM SOMOS Somos uma empresa de consultoria organizacional que vem desenvolvendo e implementando em diversas clientes projetos nas áreas de Gestão Recursos Humanos e Comercial/Vendas. Silmar

Leia mais

Ao completar 60 anos no mercado de capitais, o Grupo encerra o ano de 2007 com 140 mil acionistas

Ao completar 60 anos no mercado de capitais, o Grupo encerra o ano de 2007 com 140 mil acionistas RELATÓRIO ANUAL GERDAU 27 55 Ao completar 6 anos no mercado de capitais, o Grupo encerra o ano de 27 com 14 mil acionistas O Grupo Gerdau tem proporcionado aos seus 14 mil acionistas rentabilidade com

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 3. Gestão empresarial 3.1 Gestão empresarial Objetivo: prover

Leia mais

Transformando o presente, construindo o amanhã.

Transformando o presente, construindo o amanhã. Transformando o presente, construindo o amanhã. Primeira sede em 1988 História No dia 23 de novembro de 1988, a Fundação Belgo-Mineira foi oficialmente constituída, a fim de promover ações de marketing

Leia mais

A revolução da excelência

A revolução da excelência A revolução da excelência ciclo 2005 PNQ Foto: Acervo CPFL CPFL Paulista, Petroquímica União, Serasa e Suzano Petroquímica venceram o Prêmio Nacional da Qualidade 2005. A Albras, do Pará, foi finalista.

Leia mais

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Roteiro 1. Contexto 2. Por que é preciso desenvolvimento de capacidades no setor

Leia mais

Luiz Ildebrando PIERRY 28/4/2009

Luiz Ildebrando PIERRY 28/4/2009 Luiz Ildebrando PIERRY 28/4/2009 Estrutura da AQRS/PGQP 2009/2010 CONSELHO SUPERIOR CONSELHO FISCAL CTSA CTSA CONSELHO DIRETOR SECRETARIA EXECUTIVA Comitês Setoriais Comitês Regionais Org. com Termo de

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

CVRD: Governança Corporativa e Diretrizes Estratégicas

CVRD: Governança Corporativa e Diretrizes Estratégicas CVRD: Governança Corporativa e Diretrizes Estratégicas Rio de Janeiro, 25 de outubro de 2001 - O Conselho de Administração da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) aprovou um novo modelo de governança e diretrizes

Leia mais

MBA. Controladoria PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Controladoria

MBA. Controladoria PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Controladoria MBA Controladoria Controladoria O MBA Controladoria une a tradição do Ibmec em pesquisas avançadas em Administração, Economia e Finanças com a Controladoria. Com este embasamento, propõe-se desenvolver

Leia mais

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores!

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Empreendedores Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Por meio de um método de aprendizagem único,

Leia mais

9) Política de Investimentos

9) Política de Investimentos 9) Política de Investimentos Política e Diretrizes de Investimentos 2010 Plano de Benefícios 1 Segmentos Macroalocação 2010 Renda Variável 60,2% 64,4% 28,7% 34,0% Imóveis 2,4% 3,0% Operações com Participantes

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Apresentação O programa de MBA em Estratégia e Liderança Empresarial tem por objetivo preparar profissionais para

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das

Melhores práticas. Cada vez mais cientes das Número de empresas brasileiras que procuram se aprimorar em governança corporativa aumentou na última edição do estudo Melhores práticas Estudo aponta que as empresas investem mais no aprimoramento dos

Leia mais

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte!

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte! Câmara Municipal de Barueri Conheça a Norma SA8000 Você faz parte! O que é a Norma SA 8000? A SA 8000 é uma norma internacional que visa aprimorar as condições do ambiente de trabalho e das relações da

Leia mais

Como motivar e liderar uma equipe de alta performance no agronegócio?

Como motivar e liderar uma equipe de alta performance no agronegócio? Como motivar e liderar uma equipe de alta performance no agronegócio? Matheus Kfouri Marino Camila Dias de Sá* A competitividade do agronegócio brasileiro é incontestável e resulta em taxas expressivas

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

Gestão de Departamentos Jurídicos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração

Gestão de Departamentos Jurídicos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo atual exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS BUSINESS GAME UGB VERSÃO 2 Luís Cláudio Duarte Graduação em Administração de Empresas APRESENTAÇÃO (DADOS DE IDENTIFICAÇÃO) O Business Game do Centro Universitário Geraldo Di Biase (BG_UGB) é um jogo virtual

Leia mais

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios CBA Gestão de Negócios Gestão de Negócios O curso desenvolve a capacidade de compreender, de forma ampla e sistêmica, a interação entre as diversas áreas funcionais de uma empresa, além dos aspectos externos

Leia mais

ALGAR Programas PGP e PGI 1

ALGAR Programas PGP e PGI 1 ALGAR Programas PGP e PGI 1 O Grupo Algar atua nos setores de Telecomunicações, Agronegócios, Serviços e ainda tem participação acionária no Rio Quente Resorts, no segmento de turismo. A sede do Grupo

Leia mais

MMX - Controladas e Coligadas

MMX - Controladas e Coligadas POLITICA CORPORATIVA PC. 1.16.01 Política de Meio Ambiente Emissão: 02/10/06 1 Objetivo: Estabelecer diretrizes visando proteger os recursos naturais e o meio ambiente em todas das unidades operacionais.

Leia mais

ENTIDADES AUTO-REGULADORAS DO MERCADO ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO

ENTIDADES AUTO-REGULADORAS DO MERCADO ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO BM&FBOVESPA A BM&FBOVESPA é muito mais do que um espaço de negociação: lista empresas e fundos; realiza negociação de ações, títulos, contratos derivativos; divulga cotações; produz índices de mercado;

Leia mais

experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria

experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria experiência Uma excelente alternativa em serviços de auditoria A Íntegra é uma empresa de auditoria e consultoria, com 25 anos de experiência no mercado brasileiro. Cada serviço prestado nos diferentes

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) Este documento tem o propósito de promover o alinhamento da atual gestão

Leia mais

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial.

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. visão, missão e valores corporativos visão Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma Organização empresarial focada em siderurgia, com a missão de satisfazer

Leia mais

Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico

Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico Oi e Portugal Telecom formalizam parceria e investimento estratégico A parceria prevê capitalização da empresa brasileira em até R$ 12 bi, reduzindo alavancagem e ampliando capacidade de investimento,

Leia mais

Rodrigo da Rocha Loures Presidente do CONIC-FIESP

Rodrigo da Rocha Loures Presidente do CONIC-FIESP Estratégias para a Inovação e Empreendedorismo Ecossistemas Regionais de Inovação, por meio do Empreendedorismo de Base Tecnológica e empresas Startups de Classe Mundial Visão de Futuro (2022), Competitividade

Leia mais

Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto.

Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto. Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto. Instituto Educacional BM&FBOVESPA e Endeavor: Negócios de Alto Impacto. Com reconhecida experiência, o Instituto Educacional BM&FBOVESPA, a Escola de Negócios

Leia mais

Porque Educação Executiva Insper

Porque Educação Executiva Insper 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo atual exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

b) supervisionar o cumprimento desta política pelas entidades integrantes do Sistema Sicoob;

b) supervisionar o cumprimento desta política pelas entidades integrantes do Sistema Sicoob; 1. Esta Política institucional de gestão de pessoas: Política institucional de gestão de pessoas a) é elaborada por proposta da área de Gestão de Pessoas da Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob

Leia mais

Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você.

Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você. Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você. A HR Academy e a NextView realizaram uma pesquisa focada em geração y, com executivos de RH das principais

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

CAERN. Descrição de Perfis

CAERN. Descrição de Perfis Nível: Superior Reporte: Coordenador Sumário Participar do planejamento e desenvolvimento das políticas e práticas de Recursos Humanos da empresa. Desenvolver atividades técnicas de avaliação comportamental

Leia mais

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS

MARCA BRADESCO RECURSOS HUMANOS ATIVOS INTANGÍVEIS Embora a Organização não registre seus ativos intangíveis, há evidências da percepção de sua magnitude pelos investidores e que pode ser encontrada na expressiva diferença entre o Valor

Leia mais

Prêmio Nacional de Inovação. Caderno de Avaliação. Categoria. Gestão da Inovação

Prêmio Nacional de Inovação. Caderno de Avaliação. Categoria. Gestão da Inovação Prêmio Nacional de Inovação 2013 Caderno de Avaliação Categoria Gestão da Inovação Método: Esta dimensão visa facilitar o entendimento de como podem ser utilizados sistemas, métodos e ferramentas voltados

Leia mais

Sustentabilidade no Grupo Boticário. Atuação com a Rede de Franquias

Sustentabilidade no Grupo Boticário. Atuação com a Rede de Franquias Sustentabilidade no Grupo Boticário Atuação com a Rede de Franquias Mais de 6.000 colaboradores. Sede (Fábrica e Escritórios) em São José dos Pinhais (PR) Escritórios em Curitiba (PR) e São Paulo (SP).

Leia mais

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO Programa de Educação Ambiental Interno Condicionante 57 LO 417/2010 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 04 2. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 05 3. REGULAMENTO APLICÁVEL 06 3.1. FEDERAL

Leia mais

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS Sistema Eletrobrás Política de Logística de Suprimento do Sistema Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO 4 POLÍTICA DE Logística de Suprimento

Leia mais

O que é ser um RH estratégico

O que é ser um RH estratégico O que é ser um RH estratégico O RH é estratégico quando percebido como essencial nas decisões estratégicas para a empresa. Enquanto a área de tecnologia das empresas concentra seus investimentos em sistemas

Leia mais

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001 Assim é a Telefónica A aquisição da Lycos, aliada ao fato de a nova empresa Terra Lycos operar em 43 países, permitiu, por um lado, uma maior penetração nos Estados Unidos e no Canadá. Por outro lado,

Leia mais

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Data da Criação: 09/11/2012 Dara de revisão: 18/12/2012 1 - Sumário - 1. A Instant Solutions... 3 1.1. Perfil da empresa... 3 1.2. Responsabilidade ambiental...

Leia mais

Liderança Feminina. Que tipo de clima as altas executivas geram em suas equipes? Setembro/2009

Liderança Feminina. Que tipo de clima as altas executivas geram em suas equipes? Setembro/2009 Liderança Feminina Que tipo de clima as altas executivas geram em suas equipes? Setembro/2009 Sobre o Hay Group Hay Group é uma consultoria global em gestão que trabalha com líderes para transformar estratégias

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

Miguel de Paula. Gente, Gestão e Serviços

Miguel de Paula. Gente, Gestão e Serviços Miguel de Paula Gente, Gestão e Serviços Provendo Serviços e Talentos 2 Estrutura GENTE, GESTÃO E SERVIÇOS SERVIÇOS COMPARTILHADOS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO GENTE Serviços Acadêmicos Serviços Financeiros

Leia mais

A Sustentabilidade no HSL. Diretoria de Filantropia e Responsabilidade Social

A Sustentabilidade no HSL. Diretoria de Filantropia e Responsabilidade Social A Sustentabilidade no HSL Diretoria de Filantropia e Responsabilidade Social Sustentabilidade HSL Panorama Geral Desequilíbrio do processo econômico Fonte: New Scientist (18 October 2008, p 40). Legenda:

Leia mais

1. COMISSÃO EXECUTIVA DE RECURSOS HUMANOS

1. COMISSÃO EXECUTIVA DE RECURSOS HUMANOS Governança Corporativa se faz com Estruturas O Itaú se orgulha de ser um banco essencialmente colegiado. A Diretoria atua de forma integrada e as decisões são tomadas em conjunto, buscando sempre o consenso

Leia mais

Visão de Futuro (2022), Competitividade & Inovação

Visão de Futuro (2022), Competitividade & Inovação Visão de Futuro (2022), Competitividade & Inovação Roberto A. Paranhos do Rio Branco Vice-Presidente do CONIC-FIESP São Paulo, 29 de Abril de 2014 CONIC Conselho Superior de Inovação e Competitividade

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

Política de Logística de Suprimento

Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento 5 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas Eletrobras, através da integração

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

Questionário para Instituidoras

Questionário para Instituidoras Parte 1 - Identificação da Instituidora Base: Quando não houver orientação em contrário, a data-base é 31 de Dezembro, 2007. Dados Gerais Nome da instituidora: CNPJ: Endereço da sede: Cidade: Estado: Site:

Leia mais

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira.

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 1 PROJETO SETORIAL INTEGRADO BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 2 Introdução O Ministério da Cultura, sugeriu a Fundação

Leia mais

PAÍSES PRESENTES. República Tcheca. Coreia do Sul. Alemanha. Inglaterra. Angola. Equador. Suiça. Israel. Argentina. Espanha. Itália. Taiwan.

PAÍSES PRESENTES. República Tcheca. Coreia do Sul. Alemanha. Inglaterra. Angola. Equador. Suiça. Israel. Argentina. Espanha. Itália. Taiwan. 1 O EVENTO 3 4 PAÍSES PRESENTES Alemanha Coreia do Sul Inglaterra República Tcheca Angola Equador Israel Suiça Argentina Espanha Itália Taiwan Áustria EUA Japão Turquia Brasil Finlândia México Uruguai

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

TÍTULO Norma de Engajamento de Partes Interessadas GESTOR DRM ABRANGÊNCIA Agências, Departamentos, Demais Dependências, Empresas Ligadas

TÍTULO Norma de Engajamento de Partes Interessadas GESTOR DRM ABRANGÊNCIA Agências, Departamentos, Demais Dependências, Empresas Ligadas NORMA INTERNA TÍTULO Norma de Engajamento de Partes Interessadas GESTOR DRM ABRANGÊNCIA Agências, Departamentos, Demais Dependências, Empresas Ligadas NÚMERO VERSÃO DATA DA PUBLICAÇÃO SINOPSE Dispõe sobre

Leia mais

Gestão estratégica em finanças

Gestão estratégica em finanças Gestão estratégica em finanças Resulta Consultoria Empresarial Gestão de custos e maximização de resultados A nova realidade do mercado tem feito com que as empresas contratem serviços especializados pelo

Leia mais

Programa INOVA. Centro de Referência em Inovação. São Paulo, 6 de Dezembro de 2012

Programa INOVA. Centro de Referência em Inovação. São Paulo, 6 de Dezembro de 2012 Programa INOVA Centro de Referência em Inovação São Paulo, 6 de Dezembro de 2012 1 AGENDA Programa INOVA Fábrica Incremental Fábrica Planejada Fábrica Exploratória 2 PROGRAMA INOVA 3 A INOVAÇÃO ESTEVE

Leia mais

Engajamento com Partes Interessadas

Engajamento com Partes Interessadas Instituto Votorantim Engajamento com Partes Interessadas Eixo temático Comunidade e Sociedade Principal objetivo da prática Apoiar o desenvolvimento de uma estratégia de relacionamento com as partes interessadas,

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Desenvolvimento Econômico e Inovação

Desenvolvimento Econômico e Inovação Desenvolvimento Econômico e Inovação Case Prático: Altus Sistemas de Informática S.A Rosana Casais 09/2008 Conceitos Inovação tecnológica: transformação de competências tecnológicas em resultados econômicos;

Leia mais

DIRETRIZES APROVADAS PELA SESSÃO PLENÁRIA DO CONGRESSO

DIRETRIZES APROVADAS PELA SESSÃO PLENÁRIA DO CONGRESSO DIRETRIZES APROVADAS PELA SESSÃO PLENÁRIA DO CONGRESSO Brasília, 11 de setembro de 2010 TEMA 1 DIRETRIZES E HORIZONTES DA RELAÇÃO POLÍTICA E INSTITUCIONAL DO SISTEMA COOPERATIVISTA 1.1 - FORTALECER A REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Consultoria em RH ENCANTAR COM OPORTUNIDADES DE REALIZAR SONHOS CONTECTANDO GLOBALMENTE TALENTOS IDEAIS COM ORGANIZAÇÕES

Consultoria em RH ENCANTAR COM OPORTUNIDADES DE REALIZAR SONHOS CONTECTANDO GLOBALMENTE TALENTOS IDEAIS COM ORGANIZAÇÕES Consultoria em RH ENCANTAR COM OPORTUNIDADES DE REALIZAR SONHOS CONTECTANDO GLOBALMENTE TALENTOS IDEAIS COM ORGANIZAÇÕES A EMPRESA LOUPE CONSULTORIA EM RH ESPECIALIZADA EM GESTÃO DE PESSOAS A Loupe Consultoria

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2017 COOPERATIVISMO: QUEM MOVIMENTA SÃO AS PESSOAS

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2017 COOPERATIVISMO: QUEM MOVIMENTA SÃO AS PESSOAS PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2017 COOPERATIVISMO: QUEM MOVIMENTA SÃO AS PESSOAS MENSAGEM DO PRESIDENTE O cooperativismo vive seu momento de maior evidência. O Ano Internacional das Cooperativas, instituído

Leia mais

Política Ambiental das Empresas Eletrobras

Política Ambiental das Empresas Eletrobras Política Ambiental das Empresas Eletrobras Versão 2.0 16/05/2013 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Princípios... 3 3 Diretrizes... 3 3.1 Diretrizes Gerais... 3 3.1.1 Articulação Interna... 3 3.1.2 Articulação

Leia mais

Gestão. Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Gestão. Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da Qualidade Gestão O tecnólogo em Gestão da Qualidade é o profissional que desenvolve avaliação sistemática dos procedimentos, práticas e rotinas internas e externas de uma entidade, conhecendo e aplicando

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS São Paulo Presença nacional, reconhecimento mundial. Conheça a Fundação Dom Cabral Uma das melhores escolas de negócios do mundo, pelo ranking de educação executiva

Leia mais