FCCN - Fundação para a Computação Científica Nacional fccn.pt. Nelson Ribeiro -

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FCCN - Fundação para a Computação Científica Nacional fccn.pt. Nelson Ribeiro - nelson.ribeiro@fccn.pt"

Transcrição

1 FCCN - Fundação para a Computação Científica Nacional fccn.pt Nelson Ribeiro -

2 Agenda FCCN RCTS serviços e projectos internacionais Projecto Network Engineer Futuro Q&A

3 IFCCN: Fundação para a Computação Científica NacionalI Quem somos Instituição privada sem fins lucrativos de utilidade pública; Fundada em 1987, sendo o seu Conselho Geral composto por: FCT LNEC CRUP UMIC (entidade aderente) Missão Planeamento, gestão e operação da rede de investigação e ensino nacional, Rede Ciência, Tecnologia e Sociedade(RCTS) Operação do GigaPIX fccn.pt Registo de domínios de.pt dns.pt

4 IFCCN: Fundação para a Computação Científica NacionalI Outras actividades de relevo Arquivo da web portuguesa arquivo.pt B-on, biblioteca do conhecimento on-line b-on.pt CERT.PT, Resposta a Incidentes de Segurança Informática cert.pt Eduroam Infraestrutura Europeia hotspots /roaming IPv6 fccn.pt RCAAP, Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal rcaap.pt Iniciativa GRID VoIP fccn.pt Zappiens zappiens.pt

5 I RCTS: A rede nacional de investigação e ensino I A RCTS é uma plataforma avançada de comunicações, sobre a qual funcionam múltiplas aplicações e serviços diariamente utilizados pela comunidade. Universidades e Politécnicos A RCTS dirige-se a: Laboratórios de Estado e instituições privadas de C&T Outras instituições relevantes de C&T Os serviços base são: RCTS IP IPv4 e IPv6, ambos em Unicast e Multicast. RCTS Plus Redes privadas Ethernet ponto-multiponto. URL fccn.pt/rcts Suporte aplicacional: Sincronização horária (NTP), Secundário de (SMTP) e Secundário de DNS. Ligações externas através da rede GEANT.NET, do Gigapix.pt e da Rediris.es

6 I RCTS - Serviços Ópticos - à velocidade da luz I Uma infra-estrutura de comunicações para a eciência Os serviços ópticos da RCTS (Lambdas) constituem a oferta mais avançada de comunicações, permitindo: ligações, de 1 ou 10Gbit/s, com jitter constante e baixa latência isolamento em relação às restantes comunicações da RCTS Disponíveis para as entidades ligadas em fibra óptica à RCTS. Destinam-se a aplicações que necessitem de transferir elevados volumes de dados entre locais prédefinidos. URL fccn.pt/lambdas Mais de 1000Km de FO própria. Capacidade actual de 40x10GE e futura de até 80x40GE. Serve 85% da comunidade de investigação e ensino.

7 I RCTS: GEANT - Investigação e Ensino à escala global I A rede GEANT é a infra-estrutura de comunicações avançadas que serve a comunidade de investigação e ensino da Europa. Projecto financiado pela Comissão Europeia (7PQ), que inclui: rede de comunicações GEANT. conjunto de serviços de acesso e suporte. iniciativas de redução do Digital Divide de I&D. investigação tecnológica para evolução da rede. URL: geant.net 3500 instituições ligadas. 40 milhões de utilizadores Km de infra-estrutura dos quais Km sobre fibra óptica. 38 países ligados na Europa.

8 I RCTS: Projecto FEDERICA I Federated E-infrastructure Dedicated to European Researchers Innovating in Computing network Architectures Infra-estrutura europeia de tecnologia baseada em circuitos Ethernet Gigabit, equipamentos de transmissão e nós computacionais, capazes de virtualização, para actividades no âmbito de novas arquitecturas de internet e protocolos. Programa europeu do 7ºPQ Opera sobre a rede GEANT Destina-se a investigadores na área de redes

9 RCTS Backbone Backbone Litoral centro e norte Ligações GEANT e Rediris Operadores Nacionais Fecho do anel Redundância Cobertura capitais de distrito

10 Arquitectura SIG FCCN

11 Projecto Projecto para cadastro das redes de fibra óptica instaladas nas cidades e regiões digitais. Objectivo principal: Criação de um cadastro dos recursos de fibra óptica instalados pelos projectos Cidades e Regiões Digitais. Objectivo complementar: Procurar obter o mesmo tipo de informação relativamente às Redes Comunitárias.

12 Planeamento Gestão de contactos/ Levantamento Recepção /Análise dados Cadastro Envio de dados

13 Dificuldades Contactos Entidades (CRD) dissolvidas Pessoas de contacto já não trabalham nas instituições Contactos sem resposta Dispersão dos dados por subprojectos municipais Burocracia/funcionalismo Informação Inexistência de dados em formato digital Inexistência de SIG ou CAD Dados mal georreferenciados Falta de qualidade Dados I não validados

14 Outras Actividades Procedimento de backup criação de procedimento automático de backup (diário) e guião de reposição do sistema Formação formação da equipa nas ferramentas ArcGIS e Network Engineer Revisão modelo de dados Inclusão de novos objectos e novos atributos

15 Mapa cobertura

16 Network Engineer Ferramenta em plataforma ArcGIS para cadastro de redes de telecomunicações, suporta planeamento, desenho e manutenção de redes ao nível de Inside Plant e Outside Plant. Conjuga funcionalidades para cadastro de redes de telecomunicações com plataforma SIG Suporta: Desenho e documentação de redes de Fibra (FTTX) Estruturas ao nível de inside e outside plant Gestão do espaço de salas e bastidores Permite ao criar ordens de trabalho (WO s), comparar cenários, calcular custos, gerar relatórios e imprimir resultados.

17 Gestão de Projecto Work Orders Gestão do projecto da fase do planeamento à conclusão da construção. Configuração, localização, conectividade, ciclo de vida e custo das obras, criar relatórios do inventário físico da rede. Gestão de versões em ambientes multiutilizador. Validação das redes de acordo com regras pré-definidas.

18 Gestão da Rede Vistas OSP e ISP Tabular Mapa Esquemática Bastidor Perfil Sala Técnica

19 Consulta da Informação Informação detalhada dos elementos de Rede

20 Gestão de Conectividade Connection Editor Fiber splice report Port Explorer Permite gerir a conectividade física dos cabos e equipamentos, atributos ao nível de cabo, pares e portas.

21 Tracing Permite seguir o traçado da rede a qualquer nível (cabo, fibra ou porta) Trace pode ser feito em qualquer direcção

22 NE Schematic Assistant O Schematic Assistant permite gerar diagramas esquemáticos de rede: sinópticos, diagramas de juntas e diagramas de condutas.

23 Network Engineer Módulos Ferramenta de Integração NE Toolbox Integration Assistant NE Model Builder Ferramenta para Survey Field Assistant Network Engineer Network Engineer Network Analyst Componente de Visualização Ferramenta de Optimização de Design Design Assistant Schematic Assistant

24 NE Arquitectura Serviços Web Design Assistant Schematic Assistant Integration Assistant Aplicação Web Network Engineer Model Builder Toolbox NE Analyst Mobile Field ESRI ArcSDE SLQ SERVER 2005

25 Futuro Cadastro RCTS Conectorização / Schematics Análise para integração com outros sistemas (SD) Upgrade Plataforma ESRI e Network Engineer Disponibilização em plataforma web Expansão RCTS

26 Q&A Q&A Obrigado!

Universidade do Minho, 15-16 Dez 2008

Universidade do Minho, 15-16 Dez 2008 3ª Conferência Openaccess Universidade do Minho, 15-16 Dez 2008 Luis Magalhães UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Estratégia Nacional de e-ciência

Leia mais

E-Ciência em Portugal 4ª Conferência Open Access

E-Ciência em Portugal 4ª Conferência Open Access E-Ciência em Portugal 4ª Conferência Open Access U. do Minho, Braga, 26 Nov 2009 Luis Magalhães UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Estratégia

Leia mais

FTTH FORUM 2008. Sociedade da Informação Portugal em Mudança CCB, 5 Nov 2008. Luis Magalhães UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento

FTTH FORUM 2008. Sociedade da Informação Portugal em Mudança CCB, 5 Nov 2008. Luis Magalhães UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento FTTH FORUM 2008 Sociedade da Informação Portugal em Mudança CCB, 5 Nov 2008 Luis Magalhães UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Principais Orientações

Leia mais

RCTS Lambda. Manual de utilização

RCTS Lambda. Manual de utilização RCTS Lambda Manual de utilização Dezembro de 2009 RCTS Lambda Manual de utilização EXT/2009/Área de Redes Dezembro de 2009 ÍNDICE 1 SUMÁRIO EXECUTIVO... 1 2 INTRODUÇÃO... 2 2.1 Enquadramento... 2 2.2 Audiência...

Leia mais

A RCTS Rede Ciência, Tecnologia e Sociedade - é a rede nacional de investigação e ensino (National Research and Education Network, NREN) e é

A RCTS Rede Ciência, Tecnologia e Sociedade - é a rede nacional de investigação e ensino (National Research and Education Network, NREN) e é A RCTS Rede Ciência, Tecnologia e Sociedade - é a rede nacional de investigação e ensino (National Research and Education Network, NREN) e é planeada, gerida e operada pela FCCN unidade da FCT (Fundação

Leia mais

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas & 1 Índice 2 Introdução...3 3 A Plataforma de Curricula DeGóis...3 3.1 É utilizada porque...3 3.2 Com a utilização do DeGóis ganho...4 3.1

Leia mais

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Encontro Internacional de Arquivos Universidade de Évora 3-4 de Outubro

Leia mais

Fundação. Sede. Chief Marketing Officer. Chief Technology Officer. Internacionalização. Santa Maria da Feira, Portugal. Sérgio Castro.

Fundação. Sede. Chief Marketing Officer. Chief Technology Officer. Internacionalização. Santa Maria da Feira, Portugal. Sérgio Castro. Apresentação da Empresa Fundação 2003 Sede Santa Maria da Feira, Portugal Chief Marketing Officer Sérgio Castro Chief Technology Officer Ruben Sousa Internacionalização Mercado actuação: Global Presença

Leia mais

Participação Social das Pessoas com Deficiência Inclusão e Acessibilidade Digital

Participação Social das Pessoas com Deficiência Inclusão e Acessibilidade Digital Participação Social das Pessoas com Deficiência Inclusão e Acessibilidade Digital U. Lusófona, 11 Jul 2009 Luis Magalhães UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento Ministério da Ciência, Tecnologia

Leia mais

INTRODUÇÃO E ENQUADRAMENTO

INTRODUÇÃO E ENQUADRAMENTO ÍNDICE Introdução e enquadramento...3 Participantes no processo de mobilidade... 4 Instituição de origem...5 Instituição visitada...6 Utilizador em mobilidade...7 NREN... 8 ANEXO 1 Modelo de accounting...9

Leia mais

Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010

Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados. Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados Serviço Utilizador RCTS Fevereiro de 2010 5 de Fevereiro de 2010 Utilização da rede e- U/eduroam por utilizadores Convidados Serviço Utilizador

Leia mais

Implementação do Web SIG para o PGRH

Implementação do Web SIG para o PGRH Implementação do Web SIG para o PGRH ARH Centro, I.P. Requisitos do Sistema Ref.: 30/11/2010 FICHA TÉCNICA Referência: Projecto: Implementação do Web SIG para o PGRH Gestor de Projecto: Miguel Rodrigues

Leia mais

Rede VoIP@RCTS. Sessões de Sensibilização - software Open Source para a Administração Pública Comunicações Unificadas. 6 de Outubro de 2014

Rede VoIP@RCTS. Sessões de Sensibilização - software Open Source para a Administração Pública Comunicações Unificadas. 6 de Outubro de 2014 Rede VoIP@RCTS Sessões de Sensibilização - software Open Source para a Administração Pública Comunicações Unificadas 6 de Outubro de 2014 Agenda Visão generalizada do projeto VoIP@RCTS Partilha de experiências:

Leia mais

Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação. Parte 4 - Programas Prioritários em Informática

Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação. Parte 4 - Programas Prioritários em Informática Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação Parte 4 - Programas Prioritários em Informática Rede Nacional de Pesquisa Ministério da Ciência e Tecnologia Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação

Leia mais

As Redes de Investigação e de Ensino e o seu Contributo para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação

As Redes de Investigação e de Ensino e o seu Contributo para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação As Redes de Investigação e de Ensino e o seu Contributo para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação Pedro Veiga Faculdade de Ciências (FCCN), Pedro.veiga@fccn.pt Universidade de Lisboa, pedro.veiga@di.fc.ul.pt

Leia mais

Projecto Federica. Leiria 15 de Abril 2009

Projecto Federica. Leiria 15 de Abril 2009 15ºECI Projecto Federica Leiria 15 de Abril 2009 Agenda Federica, o que é? Parceiros Actividades do projecto A quem se dirige Principais objectivos Infra-estrutura física Arquitectura Criação da rede virtual

Leia mais

GeoLoulé: Plataforma SIG da C. M. Loulé. Agenda. Objectivo. Enquadramento. Historial. Equipa. Arquitectura. MuniSIG Web. Casos Práticos.

GeoLoulé: Plataforma SIG da C. M. Loulé. Agenda. Objectivo. Enquadramento. Historial. Equipa. Arquitectura. MuniSIG Web. Casos Práticos. Agenda Objectivo Enquadramento Historial Equipa Arquitectura MuniSIG Web Casos Práticos ArcGIS Mobile Futuro Objectivo Criar uma infra-estrutura de suporte a todas as aplicações de informação geográfica

Leia mais

João Moreira São Paulo, 11 de Agosto de 2005

João Moreira São Paulo, 11 de Agosto de 2005 João Moreira São Paulo, 11 de Agosto de 2005 Agenda Enquadramento Actividades Regras/Normas Desafios Caracterização Bibliotecas Vários acordos entre as instituições Académicas e Científicas e os principais

Leia mais

AS REDES COMO UM MODELO DE DADOS GEOGRÁFICO EM EVOLUÇÃO: CASO PRÁTICO NUM SIG.

AS REDES COMO UM MODELO DE DADOS GEOGRÁFICO EM EVOLUÇÃO: CASO PRÁTICO NUM SIG. AS REDES COMO UM MODELO DE DADOS GEOGRÁFICO EM EVOLUÇÃO: CASO PRÁTICO NUM SIG. Carla Vaz Paulo 1 1. INTRODUÇÃO O rápido desenvolvimento urbano nas duas últimas décadas, desencadeou um elevado crescimento

Leia mais

Enquadramento do sector

Enquadramento do sector ESTRATÉGIA NACIONAL DE INVESTIGAÇÃO E INOVAÇÃO PARA UMA ESPECIALIZAÇÃO INTELIGENTE 2 Enquadramento do sector No âmbito da Estratégia Nacional de Especialização Inteligente, o desafio que se coloca à economia

Leia mais

Instruções para aceder ao correio electrónico via web

Instruções para aceder ao correio electrónico via web Caro utilizador(a) Tendo por objectivo a melhoria constante das soluções disponibilizadas a toda a comunidade do Instituto Politécnico de Santarém, tanto ao nível de serviços de rede como sistema de informação.

Leia mais

Algarve Digital Sessão de trabalho. Janeiro de 2006. Algarve Digital

Algarve Digital Sessão de trabalho. Janeiro de 2006. Algarve Digital Algarve Digital Sessão de trabalho Janeiro de 2006 Agenda Sessão Informativa Ponto de Situação geral do Projecto Algarve Digital Lançamento do Projecto Redes Camarárias Lançamento dos Projectos Intranet

Leia mais

Tecnologia nos Municípios Brasileiros

Tecnologia nos Municípios Brasileiros PREFEITURA DE ITABORAÍ SECRETARIA DE FAZENDA ASSCT&I & (COBRA/BANCO DO BRASIL) DIRETORIA DE SISTEMAS INTEGRADOS Tecnologia nos Municípios Brasileiros O TERMO CIDADE DIGITAL Uma Cidade Digital muitas vezes

Leia mais

VoIP@RCTS. João Nuno Ferreira

VoIP@RCTS. João Nuno Ferreira VoIP@RCTS João Nuno Ferreira VoIP@RCTS Em 2008, antes do projeto VoIP@RCTS: + 220 Multi-brand Legacy PBXs espalhados pelas instituições do ensino e investigação do país. Rede RCTS com mais de 1000Km de

Leia mais

Índice. Introdução. ... Área Serviços de Rede. ... Serviço RCTS. ... Serviço Infra-estruturas Ópticas... Projecto GEANT ... ... ...

Índice. Introdução. ... Área Serviços de Rede. ... Serviço RCTS. ... Serviço Infra-estruturas Ópticas... Projecto GEANT ... ... ... Índice Introdução... Área Serviços de Rede... Serviço RCTS... Serviço Infra-estruturas Ópticas... Projecto GEANT... Projecto FEDERICA... Área Infra-estruturas Aplicacionais... Serviço Rede Local e Postos

Leia mais

Cláusula 1.º Objecto. Cláusula 2.º Especificação da prestação

Cláusula 1.º Objecto. Cláusula 2.º Especificação da prestação CADERNO DE ENCARGOS CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DE UM PROJECTO DE ARQUIVO DIGITAL DE INFRA-ESTRUTURAS DE IT O presente Caderno de Encargos compreende as cláusulas a incluir no contrato

Leia mais

Sociedade da Informação e do Conhecimento Portugal em Mudança Comissão de Acompanhamento do Programa Operacional Sociedade do Conhecimento

Sociedade da Informação e do Conhecimento Portugal em Mudança Comissão de Acompanhamento do Programa Operacional Sociedade do Conhecimento Sociedade da Informação e do Conhecimento Portugal em Mudança Comissão de Acompanhamento do Programa Operacional Sociedade do Conhecimento Lisboa, 25 Jan 2010 Luis Magalhães UMIC Agência para a Sociedade

Leia mais

Instituto Hidrográfico - Marinha. Infra-estrutura de dados geoespaciais sobre o ambiente marinho

Instituto Hidrográfico - Marinha. Infra-estrutura de dados geoespaciais sobre o ambiente marinho Instituto Hidrográfico - Marinha Infra-estrutura de dados geoespaciais sobre o ambiente marinho Sumário Instituto Hidrográfico - Capacidades instaladas A Actividade Capacidades únicas Integração dos sistemas

Leia mais

Arquitectura do Vale do Minho Digital

Arquitectura do Vale do Minho Digital Arquitectura do Vale do Minho Digital Melgaço, Hotel Monte Prado 30/Setembro/2008 José Carlos Carvalho Arquitectura Uma construção passa a ser chamada de arquitectura quando, além de ser firme e bem estruturada

Leia mais

António Borba UMIC. Conferência As TIC e a Saúde no Portugal de 2009. 25 de Novembro de 2009 Auditório do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa

António Borba UMIC. Conferência As TIC e a Saúde no Portugal de 2009. 25 de Novembro de 2009 Auditório do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa Conferência As TIC e a Saúde no Portugal de 2009 25 de Novembro de 2009 Auditório do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa António Borba UMIC Patrocínio: Patrocinadores Globais Plataforma Nacional de

Leia mais

Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas

Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas grid: uma visão Jorge Gomes 2º Encontro Ciência em Portugal Ciência 2008 1 Computação grid Integração transparente de recursos computacionais

Leia mais

ESTATÍSTICAS DA FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT)

ESTATÍSTICAS DA FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT) ESTATÍSTICAS DA FUNDAÇÃO PARA A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA (FCT) VISÃO GLOBAL Este documento sintetiza a informação estatística sobre a execução orçamental da FCT desde 21. Divide-se em três secções: (1) execução

Leia mais

Projecto RCAAP. Jmm@fccn.pt Universidade do Minho, Dezembro 2008

Projecto RCAAP. Jmm@fccn.pt Universidade do Minho, Dezembro 2008 Projecto RCAAP João Moreira FCCN João Moreira, FCCN Jmm@fccn.pt Universidade do Minho, Dezembro 2008 Agenda Objectivos Projecto Serviços Indicadores Conclusões Trabalho futuro 2 Objectivos Aumentar a visibilidade

Leia mais

Desenvolvimento regional e definição de um novo perfil regional/local. TIC no Alentejo Central

Desenvolvimento regional e definição de um novo perfil regional/local. TIC no Alentejo Central Desenvolvimento regional e definição de um novo perfil regional/local TIC no Alentejo Central Alentejo Central A Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central é composta pelos Municípios de Alandroal,

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE INFORMÁTICA - INSTALAÇÃO E GESTÃO DE REDES

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE INFORMÁTICA - INSTALAÇÃO E GESTÃO DE REDES PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE INFORMÁTICA - INSTALAÇÃO E GESTÃO DE REDES PERFIL PROFISSIONAL Técnico de Informática Instalação e Gestão de Redes Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/5 ÁREA

Leia mais

Common Network Information Service (cnis)

Common Network Information Service (cnis) Common Network Information Service (cnis) Workshop Técnico Carlos Friaças Agenda I. Enquadramento II. Requisitos Técnicos III. Instalação e Actualizações IV. Menus e Opções V. Carregamento

Leia mais

Índice. Introdução. ... Área Serviços de Rede. ... Serviço RCTS. ... Serviço Infra-estruturas Ópticas... Projecto GEANT ... ...

Índice. Introdução. ... Área Serviços de Rede. ... Serviço RCTS. ... Serviço Infra-estruturas Ópticas... Projecto GEANT ... ... Índice Introdução... Área Serviços de Rede... Serviço RCTS... Serviço Infra-estruturas Ópticas... Projecto GEANT... Área Infra-estruturas Aplicacionais... Serviço Rede Local e Postos de Trabalho... Serviço

Leia mais

Plano tecnológico? Ou nem tanto?

Plano tecnológico? Ou nem tanto? Plano tecnológico? Ou nem tanto? WEB: ÉDEN?APOCALIPSE? OU NEM TANTO? Plano Tecnológico Mas, Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, além deste Contrato, o Novo Contrato para a Confiança, o nosso

Leia mais

Informação Geográfica (SIG) Inês Pinto Instituto de Investigação Cientifica Tropical

Informação Geográfica (SIG) Inês Pinto Instituto de Investigação Cientifica Tropical Introdução aos Sistemas de Informação Geográfica (SIG) Inês Pinto Instituto de Investigação Cientifica Tropical DEFINIÇÃO DE SIG As definições são condicionadas pelo ambiente em que surgem e pela realidade

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica da Ascendi

Sistema de Informação Geográfica da Ascendi Sistema de Informação Geográfica da Ascendi Eliana Carreira Eliana Carreira Direcção de Engenharia Agenda Ascendi Problemas e Metas Evolução do SIG Ascendi Arquitectura Software SIG Ascendi Principais

Leia mais

Gestão Rodoviária: optimização de processos de manutenção e operação

Gestão Rodoviária: optimização de processos de manutenção e operação Gestão Rodoviária: optimização de processos de manutenção e operação José Miguel Santos, Miguel Serrano Ana Maria Nunes Missão Promover o processo de inovação, transformando o conhecimento em vantagens

Leia mais

Rua Cidade Rabat, 29A/B 1250-159 LISBOA Portugal. Tel. +351 213 102 330/4 Fax +351 213 102 339

Rua Cidade Rabat, 29A/B 1250-159 LISBOA Portugal. Tel. +351 213 102 330/4 Fax +351 213 102 339 Rua Cidade Rabat, 29A/B 1250-159 LISBOA Portugal Tel. +351 213 102 330/4 Fax +351 213 102 339 Contacto Geral: inf@acinet.pt Dep. Comercial: comercial@acinet.pt Dep. Formação: formacao@acinet.pt Dep. Multimedia:

Leia mais

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System Redes - Internet 9º C 2008 09 24 Sumário } Estrutura baseada em camadas } Endereços IP } DNS -Domain Name System } Serviços, os Servidores e os Clientes } Informação Distribuída } Principais Serviços da

Leia mais

Plano de Atividades FCT 2015

Plano de Atividades FCT 2015 Plano de Atividades FCT 2015 Plano de Atividades 2015 Produzido por: Fundação para a Ciência e a Tecnologia Av. D. Carlos I, 126 1249-074 Lisboa, Portugal http://www.fct.pt/ Versões electrónicas de relatórios

Leia mais

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE GABINETE DO PRIMEIRO MINISTRO INSTITUTO DE INOVAÇÃO E CONHECIMENTO CADERNO DE ENCARGOS

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE GABINETE DO PRIMEIRO MINISTRO INSTITUTO DE INOVAÇÃO E CONHECIMENTO CADERNO DE ENCARGOS REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE GABINETE DO PRIMEIRO MINISTRO INSTITUTO DE INOVAÇÃO E CONHECIMENTO (Unidade Disciplina - Trabalho) CADERNO DE ENCARGOS Fornecimento de Backbone de Fibra Óptica

Leia mais

GOVERNANÇA NO SETOR DE TRANSPORTES. Telecomunicações Ferroviárias. Mário Alves. 9 de Maio de 2012. Brasília, 9 de Maio de 2012.

GOVERNANÇA NO SETOR DE TRANSPORTES. Telecomunicações Ferroviárias. Mário Alves. 9 de Maio de 2012. Brasília, 9 de Maio de 2012. Bem Brasília vindos 9 de Maio de 2012 AGENDA REFER TELECOM Desafios da Modernização Interoperabilidade Operação Ferroviária Modelo de negócio Gestão de Telecomunicações Gestão do Património Engenharia

Leia mais

Aumentar 50% o número de novos licenciados por ano em áreas de ciências e engenharia.

Aumentar 50% o número de novos licenciados por ano em áreas de ciências e engenharia. O Programa do Governo aponta o rápido desenvolvimento científico e tecnológico do País como prioridade nacional e define as metas e indicadores desse desenvolvimento para o período da legislatura. Importa

Leia mais

11.253.503. 3.100.000 Contribuintes. São Paulo em Números 60.000 200.000. 70.000 Logradouros Públicos. 2.000.000 Lotes. Quadras.

11.253.503. 3.100.000 Contribuintes. São Paulo em Números 60.000 200.000. 70.000 Logradouros Públicos. 2.000.000 Lotes. Quadras. São Paulo em Números 3.100.000 Contribuintes 2.000.000 Lotes 25 Secretarias 1.530 km 2 Área Municipal 96 Distritos 31 Subprefeituras 34 Autarquias, Empresas e outros 11.253.503 Habitantes 60.000 Quadras

Leia mais

Pioneirismo não se inventa. Mas pode ser reinventado todos os dias.

Pioneirismo não se inventa. Mas pode ser reinventado todos os dias. Pioneirismo não se inventa. Mas pode ser reinventado todos os dias. A velocidade das respostas é cada vez mais decisiva para o sucesso de uma empresa. Se estar conectado já não basta, é preciso sempre

Leia mais

SIGRIA. sistema de informação geográfica dos municípios da ria. guião de exploração dos. serviços SIG na web AM RIA. Associação de Municípios da Ria

SIGRIA. sistema de informação geográfica dos municípios da ria. guião de exploração dos. serviços SIG na web AM RIA. Associação de Municípios da Ria SIGRIA. sistema de informação geográfica dos municípios da ria guião de exploração dos serviços SIG na web Associação de Municípios da Ria 02 GUIA WEB ÍNDICE Introdução O que é um SIG? 03 O que é SIGRia?

Leia mais

Projecto de Governo Electrónico e de Infra-estruturas de Comunicação

Projecto de Governo Electrónico e de Infra-estruturas de Comunicação Projecto de Governo Electrónico e de Infra-estruturas de Comunicação (Mozambique egovernment and Communication Infrastructure Project) (MEGCIP) 5º Fórum Lusófono das Comunicações Painel 4: Infra-estruturas

Leia mais

O Arquivo de Ciência e Tecnologia

O Arquivo de Ciência e Tecnologia Encontro Arquivos Científicos 3 e 4 de julho de 2014 FCSH, Lisboa O Arquivo de Ciência e Tecnologia Paula Meireles Madalena Ribeiro O Arquivo de Ciência e Tecnologia 1. Projeto de tratamento e divulgação

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

Evolução Nacional da Sociedade da Informação e Comparações Internacionais

Evolução Nacional da Sociedade da Informação e Comparações Internacionais Evolução Nacional da Sociedade da Informação e Comparações Internacionais Forum para a Sociedade da Informação Aveiro, 10 Mar 2006 Luis Magalhães Presidente da UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento,

Leia mais

Ter conhecimentos de Redes IP (nível básico) ou ter concluído o curso EaD "Redes IP Protocolos e Aplicações".

Ter conhecimentos de Redes IP (nível básico) ou ter concluído o curso EaD Redes IP Protocolos e Aplicações. Fundado em 1965, o Instituto Nacional de Telecomunicações - Inatel - é um centro de excelência em ensino e pesquisa na área de Engenharia, e tem se consolidado cada vez mais, no Brasil e no exterior, como

Leia mais

ServidorEscola Plataforma Web de apoio Administrativo

ServidorEscola Plataforma Web de apoio Administrativo ServidorEscola Plataforma Web de apoio Administrativo Introdução Co-habitamos uma sociedade de informação universal, aliados ao paradigma da evolução tecnológica que se verifica e se revela como um meio

Leia mais

Plano de endereçamento IPv6 da RCTS

Plano de endereçamento IPv6 da RCTS Plano de endereçamento IPv6 da RCTS Linhas Gerais de Funcionamento do LIR IPv6 PT.RCCN I. Introdução A FCCN tem mantido nos últimos anos um projecto de acompanhamento dos desenvolvimentos efectuados sobre

Leia mais

Formação BEYOND INNOVATION

Formação BEYOND INNOVATION Formação BEYOND INNOVATION 05 APLICAÇÕES E SERVIÇOS INTRODUÇÃO Conceitos de Segurança - BYOD Triple Play Gestão de Identidades - Estado da Arte e Tendências Instalação de Soluções Triple Play - MEO MEO:

Leia mais

World Wide Web. Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto. Disciplina de Informática, PEUS 2006 Universidade do Porto

World Wide Web. Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto. Disciplina de Informática, PEUS 2006 Universidade do Porto World Wide Web Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Redes de Comunicação Nos anos 60 surgem as primeiras redes locais destinadas à partilha de recursos fisicamente próximos (discos, impressoras).

Leia mais

Apoio à compatibilização do IPv6 em instituições de Ensino Superior ligadas à RCTS

Apoio à compatibilização do IPv6 em instituições de Ensino Superior ligadas à RCTS Apoio à compatibilização do IPv6 em instituições de Ensino Superior ligadas à RCTS Instituto Politécnico de Lisboa (IPL) Pedro Ribeiro Lisboa, Pequeno Auditório do LNEC 15/12/09 1 BARREIRAS ANTERIORES

Leia mais

Luis Magalhães Presidente da UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento, IP

Luis Magalhães Presidente da UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento, IP e-ciência em Portugal IBERCIVIS: Lançamento do projecto SOLUVEL e apresentação de resultados do projecto AMILOIDE Museu da Ciência, U. de Coimbra, 1 de Julho de 211 Luis Magalhães Presidente da UMIC Agência

Leia mais

EM VIGOR. 481. Ciências Informáticas. 481041 - Técnico/a de Informática-Instalação e Gestão de Redes. 48104. Instalação e Gestão de Redes Informáticas

EM VIGOR. 481. Ciências Informáticas. 481041 - Técnico/a de Informática-Instalação e Gestão de Redes. 48104. Instalação e Gestão de Redes Informáticas REFERENCIAL DE FORMAÇÃO EM VIGOR Área de Formação Itinerário de Formação 481. Ciências Informáticas 48104. Instalação e Gestão de Redes Informáticas Código e Designação do Referencial de Formação Nível

Leia mais

SIG municipais partilhados: o caso do Alentejo Central. Teresa Batista CIMAC tbatista@cimac.pt

SIG municipais partilhados: o caso do Alentejo Central. Teresa Batista CIMAC tbatista@cimac.pt SIG municipais partilhados: o caso do Alentejo Central Teresa Batista CIMAC tbatista@cimac.pt A Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC) tem vindo ao longo dos últimos 16 anos a apostar na

Leia mais

O Sig como Ferramenta de Apoio à Gestão

O Sig como Ferramenta de Apoio à Gestão O Sig como Ferramenta de Apoio à Gestão Apresentação da Empresa 2 Actividades Distribuição de Água Recolha e Tratamento de Águas Residuais Gestão das Águas Pluviais Gestão das Praias Gestão das Ribeiras

Leia mais

Parcerias nos Domínios Técnico e Tecnológico Evolução e Resultados

Parcerias nos Domínios Técnico e Tecnológico Evolução e Resultados Evolução e Resultados Dr. Manuel Moreira Coordenador do PSGSS Workshop: Protecção Social Obrigatória: níveis de solidez e perspectivas de desenvolvimento Hotel Epic Sana, 31. Outubro.2014 Contexto A Segurança

Leia mais

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS N.º 01 / SAESCTN / 2012

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS N.º 01 / SAESCTN / 2012 AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS N.º 01 / SAESCTN / 2012 SISTEMA DE APOIO A ENTIDADES DO SISTEMA CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO NACIONAL (SAESCTN) PROJETOS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

CONTRIBUTO DA INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA NA GESTÃO OPERACIONAL DE ENTIDADES GESTORAS DE SERVIÇOS DE ÁGUAS

CONTRIBUTO DA INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA NA GESTÃO OPERACIONAL DE ENTIDADES GESTORAS DE SERVIÇOS DE ÁGUAS CONTRIBUTO DA INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA NA GESTÃO OPERACIONAL DE ENTIDADES GESTORAS DE SERVIÇOS DE ÁGUAS JOÃO COELHO RITA ALMEIDA ALICE GANHÃO ANA SANTOS JOÃO FELICIANO Conferência Nacional de Geodecisão Escola

Leia mais

Solução Base. Descrição do Serviço. A melhor solução de Internet e Voz para Profissionais e Empresas.

Solução Base. Descrição do Serviço. A melhor solução de Internet e Voz para Profissionais e Empresas. Solução Base Descrição do Serviço A melhor solução de Internet e Voz para Profissionais e Empresas. O acesso Internet Banda Larga que evolui com as suas necessidades. Características Solução adequada para:

Leia mais

Os Sistemas de Informação Regionais das Cidades e Regiões Digitais na vertente Infraestrutural

Os Sistemas de Informação Regionais das Cidades e Regiões Digitais na vertente Infraestrutural Os Sistemas de Informação Regionais das na vertente Infraestrutural 1, 2 1 Instituto Politécnico de Tomar Tomar, Portugal 2 Centre of Human Language Tecnnology and Bioinformatics Universidade da Beira

Leia mais

Mensagem da Administração

Mensagem da Administração Mensagem da Administração Quanto à área das Comunicações Wireless, o projeto Wavesys é o resultado de 3 anos de investigação e desenvolvimento e de 12 anos de experiência acumulada com a implementação

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica

Sistema de Informação Geográfica Sistema de Informação Geográfica Conteúdo Apresentação da Empresa Implementação do SIG na Prestiteca, porquê? SIG na Prestiteca Constituição do SIG Vantagens na implementação do SIG Principais dificuldades

Leia mais

PHC dteamcontrol Externo

PHC dteamcontrol Externo PHC dteamcontrol Externo A gestão remota de projectos e de informação A solução via Internet que permite aos seus Clientes participarem nos projectos em que estão envolvidos, interagindo na optimização

Leia mais

Centro degestão da RedeInformática do Governo

Centro degestão da RedeInformática do Governo 25 de Maio de 2005 O foi criado pelo Governo 15/12/1989 pelo Decreto-lei 429/89 Âmbito Modernização do sector público Objectivo Adopção dos meios que simplifiquem todo o processo de apoio à tomada de decisão

Leia mais

Índice. Introdução Área Serviços de Rede Serviço RCTS Projecto GEANT

Índice. Introdução Área Serviços de Rede Serviço RCTS Projecto GEANT Índice Introdução Área Serviços de Rede Serviço RCTS Projecto GEANT............ Área Infra-estruturas Aplicacionais... Serviço Aplicações Administrativas, Rede Local e Postos de Trabalho... Serviço Gestão

Leia mais

Case Study. Metro do Porto. Projecto de Radio Trunking

Case Study. Metro do Porto. Projecto de Radio Trunking Metro do Porto Projecto de Radio Trunking Esta solução providencia um sistema de rádio operacional, privado, que pode ser utilizada para comunicações de emergências, quer pelos condutores dos veículos,

Leia mais

I Simpósio de Ciência e Tecnologia COMCIT. Rede GigaNatal: uma Rede Metropolitana de Alta Velocidade. Sergio Vianna Fialho, D.Sc.

I Simpósio de Ciência e Tecnologia COMCIT. Rede GigaNatal: uma Rede Metropolitana de Alta Velocidade. Sergio Vianna Fialho, D.Sc. I Simpósio de Ciência e Tecnologia COMCIT : uma Rede Metropolitana de Alta Velocidade Sergio Vianna Fialho, D.Sc. CG- RN / PoP- RN Agosto de 2008 Agenda A RNP e as iniciativas do Governo federal Rede Ipê

Leia mais

Estrutura da Apresentação

Estrutura da Apresentação As políticas nacionais para a Sociedade do Conhecimento: literacia/competências digitais e inclusão social Graça Simões Agência para a Sociedade do Conhecimento UMIC Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro

Leia mais

ANEXO 1. Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI. Instituição de acolhimento. Supervisor nomeado pela instituição

ANEXO 1. Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI. Instituição de acolhimento. Supervisor nomeado pela instituição INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DO TRABALHO E DA EMPRESA Departamento de Ciências e Tecnologias de Informação DCTI Formulário de Candidatura da Instituição Projecto Final de Curso de IGE/ETI ANEXO 1 Instituição

Leia mais

Nova plataforma de correio electrónico Microsoft Live@edu

Nova plataforma de correio electrónico Microsoft Live@edu 1 Nova plataforma de correio electrónico Microsoft Live@edu Tendo por objectivo a melhoria constante dos serviços disponibilizados a toda a comunidade académica ao nível das tecnologias de informação,

Leia mais

Indice. 1. Breve Apresentação. 2. Resumo da Tecnologia. 3. Abordagem Comercial. 4. Dúvidas

Indice. 1. Breve Apresentação. 2. Resumo da Tecnologia. 3. Abordagem Comercial. 4. Dúvidas Apresentação Indice 1. Breve Apresentação 2. Resumo da Tecnologia 3. Abordagem Comercial 4. Dúvidas 1. Breve Apresentação A GoWireless É uma empresa nacional, sediada em Aveiro, que implementa redes privadas

Leia mais

Anexo A: Linhas de Acção

Anexo A: Linhas de Acção Anexo A: Linhas de Acção Orientação estratégica 1: Mobilizar a sociedade e estimular redes de colaboração 1.1 Espaços públicos de acesso à Internet 1.1.1 Duplicar a rede de Espaços Internet para acesso

Leia mais

Lisboa Interactiva Beta

Lisboa Interactiva Beta Lisboa Interactiva Beta Evolução para Web 2.0 com base na framework ExtJS Mauro Farracha GMV Portugal Sumário 3 Parte I Apresentação da GMV Portugal Quem Somos Organização Sistemas de Informação Geográfica

Leia mais

Escolha o tipo de entidade: Clínicas Consultórios Hospitais Privados Ordens e Misericórdias

Escolha o tipo de entidade: Clínicas Consultórios Hospitais Privados Ordens e Misericórdias Escolha o tipo de entidade: Clínicas Consultórios Hospitais Privados Ordens e Misericórdias ICare-EHR (ASP) ou Application Service Provider, é uma subscrição de Serviço online não necess ICare-EHR (Clássico)

Leia mais

Leiria Região Digital

Leiria Região Digital U M A R E G I Ã O ONLINE COM A VIDA Leiria Região Digital Resultados 15 de Julho de 2008 Nerlei 1 Agenda Parceiros do Leiria Região Digital (LRD) Zona de abrangência Objectivos do LRD Resultados do projecto

Leia mais

Recolha de dados de I+D no setor Ensino superior: o caso de Portugal

Recolha de dados de I+D no setor Ensino superior: o caso de Portugal Recolha de dados de I+D no setor Ensino superior: o caso de Portugal Operação de inquirição oficial para a recolha de dados de I+D em Portugal - Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional

Leia mais

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns.

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Internet Internet ou Net É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Como Comunicam os computadores Os computadores comunicam entre si utilizando uma linguagem

Leia mais

Ponto Situação VoIP@RCTS

Ponto Situação VoIP@RCTS Ponto Situação VoIP@RCTS Nuno Gonçalves Apoio Logístico: Patrocinadores PLATINA: Patrocinadores OURO: Patrocinadores PRATA: Agenda Serviço de Manutenção Ponto situação migração equipamentos Formação VoIP

Leia mais

Lisboa, 20 de Maio de 2010. Construindo redes e infraestruturas. DRIVER e RCAAP

Lisboa, 20 de Maio de 2010. Construindo redes e infraestruturas. DRIVER e RCAAP Lisboa, 20 de Maio de 2010 Construindo redes e infraestruturas de repositórios: DRIVER e RCAAP Eloy Rodrigues eloy@sdum.uminho.pt Sumário Projecto DRIVER - Digital Repository Infrastructure Vision for

Leia mais

O SERVIÇO DE VIDEOCONFERÊNCIA NO LNEC CIC - DIEI

O SERVIÇO DE VIDEOCONFERÊNCIA NO LNEC CIC - DIEI O SERVIÇO DE VIDEOCONFERÊNCIA NO LNEC Um pouco de História Videoconferência Na RCTS 1999 - A FCCN adquire o primeiro conjunto de terminais videoconferência H.323 eaprimeiramcu.aredetinhaentão apenas 3

Leia mais

Mensagem da Administração

Mensagem da Administração Mensagem da Administração Quanto à área das Comunicações Wireless, o projeto Wavesys é o resultado de 3 anos de investigação e desenvolvimento e de 12 anos de experiência acumulada com a implementação

Leia mais

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR Gabinete do Ministro CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR Breve apresentação da proposta de Orçamento de Estado para 2008 23 de Outubro de 2007 Texto

Leia mais

INSTITUTO DE INOVAÇÃO E CONHECIMENTO TERMO DE REFERÊNCIA

INSTITUTO DE INOVAÇÃO E CONHECIMENTO TERMO DE REFERÊNCIA INSTITUTO DE INOVAÇÃO E CONHECIMENTO TERMO DE REFERÊNCIA REALIZAÇÃO DE ESTUDOS E FORMULAÇÃO DE PROJECTO DE BACKBONE DE FIBRA OPTICA PARA IMPLANTAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA DE COMUNICAÇÃO REDE DO ESTADO INIC

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES. Caderno de Atividades e Interatividades

REDES DE COMPUTADORES. Caderno de Atividades e Interatividades REDES DE COMPUTADORES Caderno de s e s Ação Educacional Claretiana, 2010 Batatais (SP) Trabalho realizado pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais (SP) Curso: Graduação Disciplina: Redes de Computadores

Leia mais

INCLUSÃO DIGITAL COMO FORMA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL CANELA - RS

INCLUSÃO DIGITAL COMO FORMA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL CANELA - RS INCLUSÃO DIGITAL COMO FORMA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL CANELA - RS DADOS ESTATÍSTICOS População 2010: 39.238 Área da unidade territorial (km²): 254 EMEF: 12 EMEE: 1 EMEI: 10 UBS: 7 Parques Municipais:

Leia mais

Levantamento e Avaliação da Resiliência da Infraestrutura Internet em Portugal

Levantamento e Avaliação da Resiliência da Infraestrutura Internet em Portugal Levantamento e Avaliação da Resiliência da Infraestrutura Internet em Portugal Agenda 09:30 Abertura Apresentação de Estudo 09:35 Enquadramento da Temática de Estudos sobre Segurança Engº Manuel Pedrosa

Leia mais

Projecto de Fibra Óptica I EVENTO DATA ENDEREÇO DE MAIL I

Projecto de Fibra Óptica I EVENTO DATA ENDEREÇO DE MAIL I Projecto de Fibra Óptica 1 Index Enquadramento Objectivos Procedimentos Longa distância Lacetes de acesso Transmissão Comutação Gestão e Operação Serviços Outras ligações 2 Enquadramento Investimento vs.

Leia mais

melhor e mais inovador

melhor e mais inovador Conheça o melhor e mais inovador de Portugal. Prime TI s Mais de 2000 m2 850 Bastidores 4 Salas de alojamento 2 Salas networking Salas de staging Salas UPS Sala de clientes Sala bandoteca Serviços de storage,

Leia mais

Hospital Distrital de Águeda Sub Região de Saúde de Aveiro

Hospital Distrital de Águeda Sub Região de Saúde de Aveiro Início do contrato: Maio 2004 Duração: Coordenador: Parceiros: 32 meses Hospital Infante D. Pedro Universidade de Aveiro Hospital Distrital de Águeda Sub Região de Saúde de Aveiro SUMÁRIO EXECUTIVO Relatório

Leia mais

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T A cooperação Bilateral Angola - Portugal: estado atual e reforço futuro WORKSHOP PROGRAMA HORIZONTE 2020: COOPERAÇÃO EM INVESTIGAÇÃO E INOVAÇÃO ENTRE ANGOLA E A UNIÃO EUROPEIA Luanda, 3 e 4 de outubro

Leia mais