Colégio Santa Dorotéia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Colégio Santa Dorotéia"

Transcrição

1 Área de Ciências Humanas Disciplina: Ano: 8º Ensino Fundamental Professores: Wellington Mendes e Thaísa Atividades para Estudos Autônomos Data: 8 / 3 / 2019 Aluno(a): Nº: Turma: Conteúdo: Revoluções Inglesas e Iluminismo Fontes de consulta: Livro didático, slides publicados pelo professor, anotações de aulas, sites de pesquisa. QUEST 1 (UER) Versalhes seria largamente imitado por monarcas por toda a Europa, de Potsdam a Hampton Court, e da Escandinávia a Nápoles. Era o centro de uma espécie de estado teatral no qual o ator principal, o próprio monarca, interpretava uma série de rotinas. A maneira de viver no palácio a grande ostentação familiar, os rituais nos espaços públicos, o teatro do cotidiano, até as atividades mundanas de acordar, fazer refeições e ir dormir era imitada por nobres e monarcas rivais. Adaptado de JONES, C. The Cambridge Illustrated History of France. Citado por KOPPER, M. E. Arquitetura, poder e opressão. Porto Alegre: UFRGS, Do século XVIII ao XIX, a construção de diversos palácios na Europa inspirados no Palácio de Versalhes significou mais do que uma influência arquitetônica. DENOMINE esse modelo político inspirado em Versalhes. APONTE, ainda, dois objetivos políticos dos governantes europeus ao construírem palácios inspirados na monumentalidade de Versalhes. 1

2 O texto a seguir é referência para a(s) questão(ões) 2 e 3 a seguir. Eu chamo, pois, república todo Estado regido por leis, independente da forma de administração que possa ter; porque então somente o interesse público governa, e a coisa pública algo representa. Todo governo legítimo é republicano (...). As leis não são propriamente senão as condições de associação civil. O povo, submetido às leis, deve ser o autor delas; compete unicamente aos que se associam regulamentar as condições da sociedade. Rousseau, Jean-Jacques. Do contrato social. versão para E-Book, <ebookbrasil.com>. Tradução Rolando Roque da Silva. p. 54. QUEST 2 (UFPR Adaptada) A corrente iluminista apontava, entre outras coisas, para a reforma do sistema político reinante em oposição ao antigo regime. ESCREVA um texto identificando e explicando dois aspectos do poder político do antigo regime. QUEST 3 (UFPR) LEIA o excerto da Declaração de Direitos (Bill of Rights), assinada pelo rei Guilherme de Orange, em 1689, após a chamada Revolução Gloriosa na Inglaterra em 1688: "Os Lords (...) e os membros da Câmara dos Comuns, declaram, desde logo, o seguinte: 1. Que é ilegal a faculdade que se atribui à autoridade real para suspender as leis ou seu cumprimento (...). 5. Que os súditos têm direitos de apresentar petições ao Rei, sendo ilegais as prisões, vexações de qualquer espécie que sofram por esta causa. (...). 13. Que é indispensável convocar com frequência os Parlamentos para satisfazer os agravos, assim como para corrigir, afirmar e conservar as leis. A partir do documento acima e de seus conhecimentos sobre a Revolução Gloriosa e seus desdobramentos, EXPLIQUE por que ela é interpretada como uma revolução liberal, parlamentar e burguesa. 2

3 QUEST 4 (UFR Adaptada) O historiador Christopher Hill se notabilizou pelos seus estudos sobre a Revolução Inglesa do século XVII (Revolução Puritana/Revolução Gloriosa). Considerando essa revolução como um evento capital não só da história inglesa, mas também da história de todo o mundo contemporâneo, Christopher Hill afirma: Se você observar a Inglaterra no século XVI, verá que é uma potência de segunda classe, levando um embaixador inglês em 1640 a dizer que seu país não gozava de qualquer consideração no mundo. O que era verdade. Mas, já no começo do século XVIII, a Inglaterra é a maior potência mundial. Logo, alguma coisa aconteceu no meio disso. MARQUES, Adhemar M.; BERUTTI, Flávio C.; FARIA, Ricardo de M. contemporânea através de textos. São Paulo: Contexto, p. 12. EXPLIQUE duas mudanças que contribuíram para a Inglaterra, no começo do século XVIII, se tornar a maior potência mundial. QUEST 5 (UEG) Atualmente, o ataque de piratas africanos a navios comerciais é um grave desafio ao comércio internacional. Desde a Antiguidade, piratas e corsários são presença permanente nos mares, desafiando potências e provocando insegurança nos navegantes. Em relação a esse fato, responda ao que se pede: a) ESTABELEÇA a diferença entre piratas e corsários. b) IDENTIFIQUE a motivação da rainha britânica Elisabeth I ao apoiar os saques de corsários ingleses. QUEST 6 (G1 IFCE) A Revolução Inglesa do século XVII foi um movimento com características religiosas, políticas, econômicas e sociais. Do ponto de vista institucional, ou seja, político, foi uma luta entre a) a burguesia e a nobreza progressista. b) o Parlamento e o Estado absolutista. c) os católicos e os anglicanos. d) a pequena burguesia mercantil e a alta burguesia industrial. e) a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa. 3

4 QUEST 7 (G1 CFTCE) O regime absolutista, presente na maior parte das Monarquias Nacionais europeias na Idade Moderna, tem como características básicas: a) o liberalismo econômico, a garantia dos direitos civis e a divisão do poder político. b) o despotismo real, a ausência de direitos ou privilégios sociais e o escravismo. c) o direito divino dos reis, a garantia das liberdades individuais e o intervencionismo estatal. d) a centralização política, a concessão de privilégios a determinados estamentos sociais e o mercantilismo. e) a existência de uma constituição, a divisão dos poderes e o liberalismo econômico. QUEST 8 (FGV) Os chamados Atos de Navegação, instituídos na Inglaterra em 1651, a) eram recomendações teóricas que buscavam estimular o livre comércio internacional. b) constituíram-se como um instrumento jurídico que proibia o tráfico de escravos para a América inglesa. c) foram uma forma de articulação entre a Inglaterra e o poderio naval holandês frente ao poderio ibérico. d) estabeleceram regras para a navegação marítima visando combater as práticas de pirataria. e) eram um conjunto de leis que ampliavam o controle metropolitano inglês sobre as suas colônias. QUEST 9 (UPESSA) A morte de Carlos I, rei da Inglaterra, em 1649, conforme demonstra a imagem abaixo, teve como principal(ais) significado(s) sociopolítico(s) a(o) a) crise e o declínio do absolutismo. b) implementação da República inglesa. c) restabelecimento das relações feudais. d) irrupção de movimentos liberais pró-presidencialismo. e) estabelecimento da guerra civil e o fim do Reino Unido. 4

5 QUEST 10 (PUCRi&) Durante o século XVII, a Europa Ocidental presenciou mudanças políticas importantes na forma de organização dos Estados. A centralização política do século XVI deu lugar à política absolutista. ASSINALE a alternativa que define a política absolutista do século XVII de modo correto. a) Poder do Estado, concentrado nas mãos do rei e de sua burocracia, sustentado pelos setores burgueses urbanos. b) Poder real, personalizado na figura do rei absoluto, tendo como base social os senhores feudais e os setores camponeses. c) Poder de polícia, estruturado na violência e organizado por milícias mercenárias, diretamente ligadas aos setores da pequena nobreza. d) Poder absoluto do rei, produzido pelo controle das finanças e pelo apoio social dos setores camponeses. e) Poder divino, associado ao poder temporal, sustentado pela aliança entre o clero e os senhores feudais. Resposta da questão 1: GABARIT O contexto histórico a que se refere a questão é o Absolutismo Monárquico com a presença de uma nobreza que habitava em grandes palácios cujo o objetivo era a ostentação, reforçar o poder real, centralização do poder, adoção de uma sociedade aristocrática, entre outros objetivos. Vale destacar que a construção destas grandes obras no continente europeu se deu graças à colonização e a exploração do trabalho dos índios e negros na condição de escravos na América. Resposta da questão 2: A expressão Antigo Regime remete ao sistema político, econômico e social que foi estabelecido na Europa nos séculos XV, XVI, XVII e XVIII. O sistema político do período foi denominado de Absolutismo e o econômico foi chamado de Mercantilismo. Havia uma sociedade altamente estatizada, o Antigo Regime possuía as seguintes características. Na economia mercantilista defendiam-se os seguintes princípios: intervenção do Estado na economia; protecionismo; monopólios; balança comercial favorável. A estrutura social se baseava na propriedade da terra, de onde vinha a produção agrícola. Os camponeses trabalhavam na terra para manter a base material da sociedade e os privilégios da realeza, clero e nobreza. Socialmente, havia uma grande e rígida divisão por estado. O primeiro, o Clero; o segundo, a Nobreza; o terceiro, a burguesia e a maioria da população, incapacitada de melhorar suas condições de vida e oprimida pelo sistema. Politicamente, uma monarquia absolutista que desfrutava de série de privilégios advindos do Direito Divino. Contra esta estrutura política, econômica e social que se rebelou o movimento Iluminista defensor da ideia de liberdade e igualdade civil. Resposta da questão 3: O século XVII na Inglaterra foi caracterizado por um intenso conflito entre o velho (estruturas feudais e poder absoluto para o rei) e o novo (forças capitalistas ligadas a burguesia e ao Parlamento que defendia maior liberdade política e econômica). Todo este século de conflito culminou na famosa Revolução Gloriosa de 1689, apoiada nas ideias liberais do filósofo John Locke, mentor teórico desta revolução. Foi a vitória do novo sobre o velho, Jaime II foi deposto, acabou a monarquia absolutista e foi implantada a monarquia parlamentarista constitucional. Foi a vitória das ideias liberais de Locke, do Parlamentarismo e da classe burguesa que desejava maior liberdade política e econômica para implementar seus negócios. Foi um grande passo para a Revolução Industrial. A Revolução Gloriosa teve a mesma natureza histórica da Revolução Francesa, isto é, uma revolução burguesa que destruiu o Antigo Regime, Absolutismo e o Mercantilismo. 5

6 Resposta da questão 4: Durante o século XVII a burguesia inglesa assumiu o controle político do país, através da Revolução Puritana, consolidada décadas depois pela Revolução Gloriosa, dando ao governo um caráter empreendedor. Após a Revolução Puritana, durante o governo de Oliver Cromwell, o país adotou o Ato de Navegação, que permitiu a ampliação do comércio das empresas inglesas e se chocou com a principal potência naval da época, a Holanda, que perdeu rotas e áreas de comércio. Resposta da questão 5: a) Espera-se que o aluno possa apontar as seguintes diferenças: Piratas são grupos autônomos de navegadores que buscam a riqueza por meio de saques de navios ou regiões. Corsários são navegadores autorizados por meio de Missão de Governo ou Carta de Autorização a saquear navios de outra nação inimiga. b) Espera-se que o aluno aponte os seguintes interesses da Rainha Elisabeth I: Enfraquecer militarmente e economicamente a Espanha, inimiga dos ingleses; Combater o catolicismo; Angariar as riquezas do Novo Mundo para a Coroa Britânica. Comentário: a) Normalmente essa diferença é percebida no estudo da da Inglaterra, principalmente durante o reinado de Elizabeth I, época de grandes ações de corsários contra navios de outras nações, autorizadas pelo monarca. b) A política da rainha Elizabeth I procurou atingir, principalmente, navios espanhóis provenientes da América, os galeões carregados de riqueza mineral, mas também navios holandeses. Resposta da questão 6: [B] A Revolução Inglesa (Puritana e Gloriosa) representou o choque entre as tendências absolutistas dos reis Stuart s e o Parlamento, no qual havia o predomínio da ideologia burguesa, que pretendia manter o poder real limitado. Resposta da questão 7: [D] Resposta da questão 8: [E] Somente a proposição [E] está correta. A questão faz referência ao governo de Oliver Cromwell na Inglaterra em meados do século XVII no contexto da República Puritana. Devido ao caos político, econômico, religioso e social em que estava mergulhada a Inglaterra, a Holanda começou a ganhar espaço econômico no âmbito do comércio marítimo colonial. Preocupado, Cromwell lançou, a partir de 1650, os Atos de Navegação, que consistiam em decretos que protegiam os mercadores ingleses e suprimiam a participação holandesa no comércio britânico. A Holanda entrou em conflito com a Inglaterra sendo derrotada. Resposta da questão 9: [A] Somente a alternativa [A] está correta. Em janeiro de 1649, o Parlamento executou o rei Carlos I dando início à crise e, posteriormente, ao fim do regime absolutista na Inglaterra com a Revolução Gloriosa de 1689 que substituiu uma monarquia absolutista por uma monarquia parlamentarista. No entanto, com a morte do rei em 1649 foi implantada a República Puritana, , sob a liderança de Oliver Cromwell conforme aponta a proposição [B] gerando uma possível dúvida. Como a questão pede o significado sociopolítico da execução do rei Carlos I em 1649 a proposição [A] de fato é a única correta. Resposta da questão 10: [A] O Absolutismo Monárquico foi alcançado através de uma aliança entre Reis e Burguesia, na qual esta financiava a tomada de poder pela Monarquia. Os monarcas absolutistas concentravam em suas mãos todos os aspectos de poder de um Reino. 6