PROSPECÇÃO DE NOVOS CURSOS PARA A URCAMP SÃO BORJA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROSPECÇÃO DE NOVOS CURSOS PARA A URCAMP SÃO BORJA"

Transcrição

1 PROSPECÇÃO DE NOVOS CURSOS PARA A URCAMP SÃO BORJA Augusto José Pinto Souto 1 Artenio Bernardo Rabuske 2 Josiane Boeira Kirinus 3 Juliane Maria Truccolo 4 Pedro Roberto da Silva Quoos 5 RESUMO: O presente trabalho teve como objetivo principal a realização de uma pesquisa com diferentes públicos, como alunos de ensino médio, alunos do campus de São Borja, gestores de empresas nas diversas áreas de atuação e comunidade em geral para identificar oportunidades de desenvolvimento de novos cursos para o campus de São Borja. O levantamento dos dados foi realizado através de pesquisas nas escolas, pesquisa online disponibilizada em um site de maior popularidade da cidade e entrevistas com os gestores de empresas. A análise e tabulação dos dados foi realizada durante o mês de setembro permitindo a constatação de algumas informações importantes para o campus de São Borja. Dentre as mais relevantes, destaca-se que do total de questionários aplicados (412 entrevistados), 62% preferem cursos de graduação normal (em média quatro anos) aos cursos tecnológicos, com duração média de dois a 3 anos. Contatou-se também que a grande maioria, 81% prefere a modalidade de ensino presencial à modalidade semipresencial, onde algumas disciplinas podem ser oferecidas a distância. Comprova-se também que o turno da noite ainda é o ideal para o campus, 64% indicou esta preferência. E quanto aos possíveis novos cursos, os mais citados foram Comércio Exterior e Recursos Humanos, tanto na modalidade de graduação como para a pós-graduação. Um total 23% dos questionados tem preferência pelo cursos de Comércio Exterior e 17% optaram pelo curso de Recursos Humanos para cursos de graduação, já 16% indicaram preferência pelo Comércio Exterior e 7% preferiram Recursos Humanos para realizarem um curso de pós-graduação, nível de especialização. De posso desses dados pretende-se, como trabalho futuro, realizar o estudo da viabilidade econômica-financeira destes cursos para o campus de São Borja. PALAVRAS-CHAVE: Educação, Novos cursos, Oportunidades, Mercado, Competitividade 1 Universidade da Região da Campanha São Borja - Especialista - 2 Universidade da Região da Campanha São Borja - Especialista 3 Universidade da Região da Campanha São Borja - Mestre - 4 Universidade da Região da Campanha São Borja - Especialista 5 Universidade da Região da Campanha São Borja - Especialista

2 ABSTRACT: This work was mainly aimed at conducting a search with different audiences, such as high school students, students campus of São Borja, business managers in various areas and the wider community to identify opportunities for developing new courses to the campus of São Borja. The survey was conducted through surveys in schools, online resources available on a site greater popularity of the city and interviews with company managers. The analysis and tabulation of data was performed during the month of September allowing the realization of some important information to the campus of São Borja. Among the most relevant, we point out that the total number of questionnaires (412 respondents), 62% prefer regular undergraduate courses (on average four years) to technology courses, lasting on average two to three years. It was noted also that the vast majority, 81% preferred mode of classroom teaching to blended mode, where some courses may be offered at a distance. It proves also that the night shift is still the ideal for the campus, 64% indicated this preference. And as for possible new courses were the most pointed Trade and Human Resources, both in the form of undergraduate and for postgraduate training. A total 23% of respondents have a preference for courses in foreign trade and 17% opted for the course of Human Resources for graduation, since 16% indicated a preference for Foreign Trade and Human Resources 7% preferred to undertake a postgraduate course, level of expertise. From these data I intended, as future work, make the study of economic and financial viability of these courses to the campus of São Borja. KEYWORDS: Education, New courses, Opportunities, Market and Competitiveness. 1 INTRODUÇÃO Adivinhar as grandes oportunidades de mercado que obterão destaque para os próximos anos não é uma tarefa fácil. É necessário realizar análises mercadológicas, estratégicas e financeiras, observando as tendências e com isso desenvolver um projeto de viabilidade para investir em novos cursos nas áreas identificadas. O presente projeto justifica-se pela necessidade da introdução de novos cursos fazendo com que a instituição aumente sua participação na disseminação do conhecimento, bem como alavanque recursos que venham a trazer sustentabilidade econômica-financeira em face da concorrência crescente e do desaquecimento de cursos tradicionais da área de educação. Torna-se oportuno enfatizar uma tendência nacional de outras instituições que oferecem cursos de graduação tecnológicos que possuem duração de dois a três anos e de capacitação profissional sem perder o foco em novos cursos de graduação. Este projeto tem como objetivo principal prospectar novos cursos de graduação e pós-graduação para campus de São Borja. Esta pesquisa foi dividida 2

3 em fases tais como: coleta dos dados através dos formulários e entrevistas, identificação e avaliação da oportunidade, ou seja, áreas de atuação bem como os cursos de diferentes níveis e de posse da análise destes dados pretende-se o desenvolvimento de um novo projeto para o estudo de viabilidade econômicafinanceira dos cursos identificados. 2 O ENSINO SUPERIOR PRIVADO O ensino superior privado caracteriza-se pelo pagamento efetuado pelo aluno ou governo 6 em troca do ensino recebido. Conforme Figueiredo (2005) nunca na história do país foram abertas tantas universidades particulares como nos anos 80 e 90, bem como, praticada a isenção fiscal para empresário da educação, pois nessas décadas ocorreu a maior expansão do ensino superior privado no Brasil. Com essa expansão, conforme Saviani apud Figueiredo (2005) também ressalta que no Brasil na década de noventa a reforma educacional através da LDB 7 para educação nacional e do Plano Nacional de Educação (PNE), apresentouse numa perspectiva de dar forma às políticas neoliberais, sendo essas formas caracterizadas principalmente pela privatização, aumentando a entrada de recursos oriundos de recursos não-públicos para manter as instituições privadas. Assim, as universidades privadas contam com a ajuda dos alunos pagantes, bolsas de auxílio e contribuições oferecidas por empresas ou ex-alunos. Segundo Stallivieri (2010), a LDB estabelece, prioritariamente, que a educação superior tem por finalidade: I. Estimular a criação cultural e o desenvolvimento do espírito científico e do pensamento reflexivo; II. Formar diplomados, nas diferentes áreas do conhecimento, aptos para a inserção em setores profissionais e para a participação no desenvolvimento da sociedade brasileira, e colaborar na sua formação contínua; III. Incentivar o trabalho de pesquisa e investigação científica, visando ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia e, ainda, da criação e difusão da 6 Bolsas de auxílio, podendo ser de 50% ou 100% a estudantes de universidades privadas. 7 LDB: Lei de Diretrizes e Base, estabelecendo as diretrizes e bases da educação nacional Lei n , de 20 de dezembro de

4 cultura e, desse modo, desenvolver o entendimento do homem e do meio em que vive; IV. Promover a divulgação de conhecimentos culturais, científicos e técnicos que constituem patrimônio da humanidade e comunicar o saber através do ensino, de publicações ou de outras formas de comunicação; V. Suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional e possibilitar a correspondente concretização, integrando os conhecimentos que vão sendo adquiridos numa estrutura intelectual sistematizadora do conhecimento de cada geração; VI. Estimular o conhecimento dos problemas do mundo presente, em particular os nacionais e regionais, prestar serviços especializados à comunidade e estabelecer com esta uma relação de reciprocidade; VII. Promover a extensão, aberta à participação da população, visando à difusão das conquistas e benefícios da criação cultural e da pesquisa científica e tecnológica geradas na instituição. Com essas obrigações, cabe a cada universidade adequar-se e atender a esses objetivos, pois assim organiza-se a educação superior no Brasil, tanto públicas ou privadas. 2.1 URCAMP Campus de São Borja A URCAMP em São Borja teve deu inicio com seus cursos superiores em 1996, instalando-se na Rua Tancredo Neves, nº120. Em dezembro de 1996, com a homologação pelo MEC de um convênio entre a FAT Fundação Áttila Taborda e a FESB Fundação educacional de São Borja, os cursos superiores da FAFISB 8 Letras e Pedagogia passaram a fazer parte da URCAMP. Hoje a URCAMP é formada pelos seguintes cursos: o Letras: o curso de letras oferece as habilitações de língua portuguesa e língua espanhola com suas respectivas literaturas em língua portuguesa e inglesa, oferecendo matrizes curriculares atualizadas. 8 Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de São Borja, em conformidade com o parecer n 611/69 do Conselho Federal de Educação e constante no processo n 356/69. 4

5 o Pedagogia: possui habilitação para a atuação na educação infantil, anos iniciais do ensino fundamental, curso de ensino médio, educação de jovens e adultos e cursos de ensino profissionalizante. o Ciências Biológicas: tem o objetivo de formar profissionais para atuar no ensino, pesquisa e extensão, tendo base em critérios humanísticos. A estrutura conta com cinco laboratórios especializados. o Matemática: visa formar um profissional com visão abrangente de seu papel social, capacidade de trabalho multidisciplinar, liderança, atenta a novas idéias e tecnologia, com base nas várias fases da evolução matemática, considerando a importância da visão histórica e a reflexão crítica da mesma. o Educação Física: os alunos do curso possuem aulas no Centro Esportes, saúde e lazer no centro da cidade. Possuem também projetos de extensão onde beneficia a comunidade, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde. o Administração: possuem o objetivo de preparar o aluno para as práticas administrativas. o Ciências Contábeis: possui o objetivo de formar profissionais qualificados para atuar na contabilidade com base nos princípios éticos e legais comprometidos com seus clientes. o História: visa à formação de profissionais de ensino de história capacitados para atuarem como professores em nível de educação básica. Visa também realizar a articulação entre informação e teoria de forma crítica. Desenvolve pesquisas de resgate do patrimônio históricocultural local com projetos piloto. É o primeiro curso do campus, bem como da Universidade em geral, que é oferecido na modalidade semipresencial, com seis disciplinas ministradas a distância. o Tecnólogo em Gestão Ambiental: Curso implantado em 2010 com o objetivo de preparar o acadêmico para as práticas sustentáveis do meio ambiente. 5

6 3 NOVAS OPORTUNIDADES De acordo com Schumpeter apud Souza & Guimarães (2005) empreendedorismo é a percepção e a exploração de novas oportunidades, no âmbito dos negócios, utilizando recursos disponíveis de maneira inovadora. Empreendedorismo e inovação são conceitos interdependentes. [...] o produto, a produção, o mercado e o processo da gestão organizacional são os espaços de atuação do empreendedor; espaços esses voltados para a inovação na medida em que esse autor entende o termo produto como a descoberta de um novo bem ou uma nova qualidade; produção como introdução de um novo método capaz de revolucionar o processo produtivo; e como algo capaz de promover maior aproximação dos consumidores em relação aos produtos. Conforme Hisrich & Peters (2004) a maioria das boas oportunidades de um negócio não aparece de repente, e sim resulta da atenção de um empreendedor às possibilidades, ou, em alguns casos, do estabelecimento de mecanismos que identifiquem oportunidades em potencial. Comenta Hisrich e Peters (2004, p. 54) sobre janela de oportunidade; período de tempo disponível para a criação de um novo empreendimento. Segundo Hisrich e Peters (2004) apresenta aspectos do processo de empreender: identificação e avaliação da oportunidade, desenvolvimento do plano de negócio, determinação dos recursos necessários e administração da empresa.relata Camp (1998, p.65): Métodos de coleta de dados são sinônimos e integrantes de fontes de dados e informações. Para Camp (1998) antes de iniciar qualquer esforço de coleta de dados, é preciso pensar na qualidade dos dados desejados. O autor comenta que existem vários critérios e características dos dados, os quais merecem consideração. Entre eles estão à quantidade e a exatidão dos dados, o custo da sua obtenção, o tempo necessário e a necessidade ou não de se recorrer a especialistas. O tempo necessário à determinação das especificações dos dados e à administração do esforço da sua coleta também não deve ser ignorado. Conforme Camp (1998) a quantidade de dados coletados pode resultar não somente da exatidão desejada, mas também de como eles serão usados. Relata que dados sobre tendências podem exigir poucos pontos, enquanto um único do 6

7 número exato pode exigir confirmações de diversas fontes. Comenta o autor que a exatidão será uma função do uso e da importância dos dados; uma estatística como um custo unitário, multiplicada por uma grande atividade, requer maior precisão, porque irá afetar a projeção e, possivelmente, a justificação da pratica. 4 METODOLOGIA Esta pesquisa foi dividida em fases como: coleta dos dados através dos formulários e entrevistas e a identificação e avaliação da oportunidade, ou seja, áreas de atuação bem como os cursos de diferentes níveis. A pesquisa foi caracterizada como quantitativo-qualitativa e levantamento (entrevista). O público-alvo da pesquisa foi um total de 412 pessoas, conforme a tabela 1, divididas desta forma: 214 alunos do ensino médio das escolas estaduais, 132 alunos da Urcamp Campus São Borja, 36 pessoas da comunidade, que responderam o questionário disponibilizado em um endereço eletrônico da Web e 30 empregadores (10% das empresas cadastradas junto a Associação Comercial e Industrial de São Borja num total de 262). As entrevistas foram realizadas mediante visitas previamente agendadas com gestores de empresas de várias áreas de atuação. A aplicação do questionário com questões abertas e fechadas nas escolas de ensino médio da cidade, bem como no próprio campus foi realizada entre os meses de maio e agosto de O mesmo questionário foi disponibilizado num site na Web e pode ser acessado mediante link no site de maior popularidade da cidade de São Borja no mês de julho de A análise e tabulação dos dados foi realizada durante o mês de setembro permitindo a constatação de algumas informações importantes para o campus de São Borja. Tabela 1 Público-alvo da pesquisa POPULAÇÃO AMOSTRAL PESQUISADOS Ensino médio 214 Urcamp 132 Flash SB 36 Empregadores 30 Total 412 7

8 5 APRESENTAÇÃO DOS DADOS DA PESQUISA Os resultados desta pesquisa foram analisados conforme dados apresentados nos seguintes gráficos: Gráfico 1 Vínculo Empregatício do entrevistado Fonte: Própria pesquisa Verifica-se que o público do ensino médio, 16,82%, afirmaram que trabalham e 83,18% não trabalham. No público da Urcamp 81,82% afirmaram que trabalham, 17,42% não trabalham e 0,76% não responderam. No público FlashSB 18% afirmaram que trabalham, 82% não trabalham. Gráfico 2 Renda Familiar do entrevistado Fonte: Própria pesquisa 8

9 Percebe-se que no público do ensino médio, 42,99%, correspondem a faixa de um a dois salários mínimos, 37,95% correspondem a faixa de mais de dois salários mínimos a cinco salários mínimos, 16,67% correspondem de mais de cinco a dez salários mínimos, e apenas 2,38% mais de dez salários mínimos. 3,74% não responderam. No público Urcamp, 31,82% correspondem a faixa de um a dois salários mínimos, 47,73% correspondem a faixa de mais de dois salários mínimos a cinco salários mínimos, 15,91% correspondem de mais de cinco a dez salários mínimos, 3,03% mais de dez salários mínimos, e não responderam 1,52%. No público FlashSB 17% correspondem a faixa de um a dois salários mínimos, 37% correspondem a faixa de mais de dois salários mínimos a cinco salários mínimos, 33% correspondem de mais de cinco a dez salários mínimos e 13% mais de dez salários mínimos. Gráfico 3 Preferência quanto a modalidade de Ensino Superior Fonte: Própria pesquisa Constata-se que 78,04% do público do ensino médio tem preferência pelos cursos de graduação (4 a 5 anos), 20,09% cursos tecnológicos (2 a 3 anos), 0,47% marcaram as duas opções e 1,40% não responderam a esta questão. Já no público da Urcamp, 76,09% tem preferência pelos cursos de graduação (4 a 5 anos), 18,48% cursos tecnológicos (2 a 3 anos) e 5,43% não responderam. Quanto ao público FlashSB, 81% preferem cursos de graduação (4 a 5 anos) e 19% nos cursos tecnológicos (2 a 3 anos). 9

10 Gráfico 4 Disponibilidade de tempo para realização de cursos Fonte: Própria pesquisa Observa-se que o público do ensino médio 51,61% tem disponibilidade de tempo à noite, 41,47% à tarde e 6,91% têm disponibilidade de tempo nos finais de semana. No público da Urcamp, 67,16% tem disponibilidade de tempo à noite, 5,97% à tarde, 26,87% têm disponibilidade de tempo nos finais de semana. No público FlashSB 69,23% tem disponibilidade de tempo à noite, 7,69% à tarde, 23,08% têm disponibilidade de tempo nos finais de semana. Já no público Empresas, 69,23%, responderam que o turno ideal para a realização dos cursos é no turno da noite, 0,0% no turno da tarde e 30,77% acreditam que o melhor seria oferecer cursos nos finais de semana. Gráfico 5 Preferência quanto a modalidade de ensino (Presencial ou semipresencial) Fonte: Própria pesquisa 10

11 Verifica-se que 89,16% do público do ensino médio tem preferência pela modalidade de ensino presencial e apenas 10,84% pelo semipresencial, onde algumas disciplinas podem ser oferecidas a distância. No público da Urcamp 84,38% tem preferência pela modalidade de ensino presencial e apenas 15,63% pelo semipresencial. Já no público FlashSB, a preferência também é pela modalidade de ensino presencial, num total de 71,43% e 28,57% optaram pelo semipresencial. Gráfico 6 Sugestão de cursos de Graduação para a URCAMP São Borja Fonte: Própria pesquisa Percebe-se que para cursos de graduação, o público do Ensino médio tem como preferência o curso de Comércio Exterior com 22,22%, na segunda opção aparece o curso de Gestão da Tecnologia da Informação com 15,66% da preferência, na terceira opção está o curso de Agronegócios com 9,60% e na quarta colocação, Marketing com 9,09% de preferência. O público da Urcamp sugere como novos cursos para o campus de São Borja, Recursos humanos com um percentual de 16,03%, Comércio Exterior com 13,94%, Marketing com 9,41% e ainda o curso de Gestão da Qualidade 9,06% da preferência. 11

12 No público FlashSB, a maior preferência é pelo curso de Recursos Humanos com 18,60%, na segunda colocação ficou o curso de Comércio Exterior com 16,28%, na terceira colocação o curso de Gestão Ambiental e o curso de Gestão Desportiva e de Lazer com 9,30% e na quarta colocação, os cursos de Gestão da Qualidade e Agronegócios com o mesmo percentual de 6,98% de preferência. Já para as empresas a preferência é para cursos como Logística, com 31,58%, Comércio Exterior com 26,32% e Informática e Recursos Humanos, cada um com um percentual de 10,53% cada. Gráfico 7 Sugestão de cursos de Pós-Graduação para a URCAMP São Borja Fonte: Própria pesquisa Observa-se que o público do Ensino Médio sugere como cursos de pós-graduação para o campus de São Borja, cursos como: Comércio Exterior com um percentual de 18,18%, Contabilidade com percentual de 12,63% e na terceira colocação o curso de Agronegócios com 11,11% de preferência. O público da Urcamp sugere como cursos de pós-graduação os cursos de: Comércio Exterior com 12,77% da preferência, na segunda colocação o curso de Contabilidade e Recursos Humanos com 12,23% cada, na terceira colocação Administração com 7,45% e apenas 6,91% sugeririam o curso de Marketing como opção. 12

13 No público do FlashSB a preferência ficou para os cursos de pós-graduação de Recursos Humanos, Comércio Exterior e educação com um percentual de 12,82% cada, na segunda colocação ficaram os cursos de Marketing, Agronegócios e Educação Física com 7,69% cada e na terceira colocação encontra-se o curso de Consultoria Ambiental, Contabilidade e Finanças com 5,13% cada. Já no público Empresas a preferência é por conta de cursos como: Recursos Humanos e Finanças com percentual de 25,00% cada, na segunda colocação o curso de Gestão Empresarial com 12,50% de preferência. Fazendo uma análise geral através da união de todos os públicos da pesquisa pode-se constatar que 62% dos entrevistados preferem cursos de graduação (em média quatro anos) ao invés de cursos tecnológicos, com duração média de dois a 3 anos. Contatou-se também que a grande maioria, 81% prefere a modalidade de ensino presencial à modalidade semipresencial, onde algumas disciplinas podem ser oferecidas a distância. Quanto a sugestões de possíveis cursos a serem implantados pelo Campus de São Borja, os mais citados foram Comércio Exterior e Recursos Humanos, tanto na modalidade de graduação como para a pósgraduação. Um total 23% dos questionados tem preferência pelo curso de Comércio Exterior e 17% optaram pelo curso de Recursos Humanos para cursos de graduação, já 16% indicaram preferência pelo Comércio Exterior e 7% preferiram Recursos Humanos para realizarem um curso de pós-graduação, nível de especialização. Comprova-se também que o turno da noite ainda é o ideal para o campus de São Borja para a realização dos cursos, 64% indicou esta preferência. 6 CONSIDERAÇÕES FINAIS O objetivo principal deste trabalho foi realizar uma pesquisa para a identificação de possíveis novos cursos para a Universidade da Região da Campanha, campus de São Borja. Foram entrevistadas 412 pessoas, abrangendo alunos, acadêmicos do campus, empresas e a comunidade sãoborjense em geral. Verificou-se que a maioria prefere cursos na modalidade de graduação ao invés de cursos tecnológicos, ou seja, nível superior com duração de dois a três anos. Também foi possível confirmar que o turno ideal para a implantação de cursos, no campus, permanece o turno da noite. 13

14 Em relação aos cursos de graduação percebe-se uma preferência para o curso de Comércio Exterior, Administração de Recursos Humanos, Gestão da Tecnologia da Informação, Logística e Marketing. Já para os cursos de pósgraduação ocorre também a preferência para os cursos de Administração de Recursos Humanos, Comércio Exterior e Finanças com disponibilidade para o final de semana, ou seja, sexta-feira à noite e sábado durante o dia. Verificou-se que grande parte do público-alvo prefere a modalidade de ensino presencial à modalidade semipresencial, onde algumas disciplinas podem ser oferecidas a distância. Atualmente, o campus de São Borja conta com apenas o curso de História na modalidade semipresencial. Para que o campus de São Borja possa contar com cursos novos, nos próximos anos, sugere-se como continuação deste trabalho a realização de um estudo da viabilidade econômico-financeira destas oportunidades detectadas para novos cursos, tanto na modalidade de ensino de graduação como de pósgraduação. A identificação do curso de Comércio Exterior, mais citado nas duas modalidades de ensino, indica que pode ser uma oportunidade de mercado, já que na cidade encontra-se Centro Unificado de Fronteira CUF (Ponte Internacional da Integração São Borja Santo Tomé) dispondo de estrutura privada e governamental para agilizar processos de importação e exportação. 7 REFERÊNCIAS ADIZES, I. Gerenciando as mudanças: O poder da confiança e do respeito mútuos na vida pessoal, familiar, nos negócios e na sociedade. São Paulo: Pioneira, CAMP, R. C. Benchmarking: O caminho da qualidade total. São Paulo: Pioneira, DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo: Transformando Ideias Em Negócios. Rio De Janeiro: Elsevier, FACHIN, Odília. Fundamentos da metodologia FIGUEIREDO, E. S. A. Reforma do Ensino Superior no Brasil: um olhar a partir da história. Revista da UFG - Órgão de divulgação da Universidade Federal de Goiás - Ano VII, No. 2, dezembro de Disponível em: Acesso em: 17 maio HISRICH, R. D.; PETERS, M. P. Empreendedorismo. Porto Alegre: Bookman, LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A.: Fundamentos De Metodologia Científica. São Paulo. Ed. Atlas,

15 MATTAR, J. Metodologia Científica Na Era Da Informática. 2 Ed., São Paulo: Saraiva, MATTOS, P.; LINCOLN, C. L.: A Entrevista Não-Estruturada Como Forma De Conversação: Razões E Sugestões Para Sua Análise. Rev. Adm. Publica;39(4): , Jul.-Ago SANTOS, A. R. Metodologia Científica: A Construção Do Conhecimento. 6. Ed. São Paulo, Dp&A, SOUZA, E. C. L.; GUIMARÃES, T. A. Empreendedorismo: Alem Do Plano De Negocio. São Paulo: Atlas, STALLIVIERI, L. O sistema de ensino superior do Brasil: características, tendências e perspectivas. Disponível em: uperior.pdf. Acesso em: 16 maio

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro Educação a Distância Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. A única diferença é a sala de aula que fica em suas

Leia mais

Rodovia Washigton Luis km 173,3, s/n, Chácara Lusa Centro CEP: 13501600 - Rio Claro SP Inscr. Estadual: Isento CNPJ nº 05.143.

Rodovia Washigton Luis km 173,3, s/n, Chácara Lusa Centro CEP: 13501600 - Rio Claro SP Inscr. Estadual: Isento CNPJ nº 05.143. SUMÁRIO CAPÍTULO I - DISPOSIÇÃO INICIAL... 1 CAPÍTULO II DA NATUREZA E FINALIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA... 2 CAPÍTULO III DOS OBJETIVOS... 2 CAPÍTULO IV DOS REQUISITOS... 3 CAPÍTULO V DO REGULAMENTO...

Leia mais

FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM)

FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM) FACULDADE METODISTA DE BIRIGUI REGIMENTO DO NÚCLEO DE EXTENSÃO EMPRESARIAL (NEXEM) A extensão é o processo educativo, cultural e científico que articula, amplia, desenvolve e reforça o ensino e a pesquisa,

Leia mais

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você.

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Educação a Distância Anhembi Morumbi Agora você pode estudar em uma universidade internacional

Leia mais

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Executiva Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Administração Duração: 4 anos Carga Horária Total: 3.040 horas/aula Este

Leia mais

IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca

IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DOS EGRESSOS O Instituto de Ensino de Garça,

Leia mais

Fragmentos do Texto Indicadores para o Desenvolvimento da Qualidade da Docência na Educação Superior.

Fragmentos do Texto Indicadores para o Desenvolvimento da Qualidade da Docência na Educação Superior. Fragmentos do Texto Indicadores para o Desenvolvimento da Qualidade da Docência na Educação Superior. Josimar de Aparecido Vieira Nas últimas décadas, a educação superior brasileira teve um expressivo

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO O Curso de Secretariado Executivo das Faculdades Integradas de Ciências Exatas Administrativas e Sociais da UPIS, reconhecido pelo MEC desde 1993, pela Portaria 905, de 24.06,1993,

Leia mais

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES NO ENSINO SUPERIOR

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES NO ENSINO SUPERIOR FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES NO ENSINO SUPERIOR As transformações sociais no final do século passado e início desse século, ocorridas de forma vertiginosa no que diz respeito aos avanços tecnológicos

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR

Curso de Especialização em GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR Curso de Especialização em GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração e Saúde. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão e Logística Hospitalar.

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Executiva Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Administração Duração: 4 anos Carga Horária Total: 3.040 horas/aula Este

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE S (ÁREA: GESTÃO) TECNÓLOGO SERIADO ANUAL - NOTURNO 3 (TRÊS) ANOS LETIVOS Integralização:A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL: UMA DESCRIÇÃO COM BASE EM DADOS DE 2010

CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL: UMA DESCRIÇÃO COM BASE EM DADOS DE 2010 Capítulo. Análisis del discurso matemático escolar CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL: UMA DESCRIÇÃO COM BASE EM DADOS DE 200 Marcelo Dias Pereira, Ruy César Pietropaolo

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA

APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA A FAESA, com atuação na área de ensino há mais de 40 anos, fundou em 2004 a Faculdade de Tecnologia FAESA, CET-FAESA, que há 10 anos oferece graduações Tecnológicas de forma pioneira

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO EMPRESARIAL

Curso de Especialização em GESTÃO EMPRESARIAL Curso de Especialização em GESTÃO EMPRESARIAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão Empresarial. OBJETIVO DO CURSO: O curso de

Leia mais

A FORMAÇÃO DE SUJEITOS CRÍTICOS NO ENSINO SUPERIOR: UM POSSÍVEL CAMINHO PARA A TRANSFORMAÇÃO SOCIAL. Marijara de Lima Monaliza Alves Lopes

A FORMAÇÃO DE SUJEITOS CRÍTICOS NO ENSINO SUPERIOR: UM POSSÍVEL CAMINHO PARA A TRANSFORMAÇÃO SOCIAL. Marijara de Lima Monaliza Alves Lopes A FORMAÇÃO DE SUJEITOS CRÍTICOS NO ENSINO SUPERIOR: UM POSSÍVEL CAMINHO PARA A TRANSFORMAÇÃO SOCIAL Marijara de Lima Monaliza Alves Lopes FACULDADE ALFREDO NASSER INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO III PESQUISAR

Leia mais

A EDUCAÇÃO DO CAMPO E AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NAS ESCOLAS DO ASSENTAMENTO SÃO FRANCISCO III.SOLÂNEA/PB.

A EDUCAÇÃO DO CAMPO E AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NAS ESCOLAS DO ASSENTAMENTO SÃO FRANCISCO III.SOLÂNEA/PB. A EDUCAÇÃO DO CAMPO E AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NAS ESCOLAS DO ASSENTAMENTO SÃO FRANCISCO III.SOLÂNEA/PB. Otaciana da Silva Romão (Aluna do curso de especialização em Fundamentos da Educação UEPB), Leandro

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DA PÓS-GRADUAÇÃO: ESTUDO DE INDICADORES

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DA PÓS-GRADUAÇÃO: ESTUDO DE INDICADORES DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DA PÓS-GRADUAÇÃO: ESTUDO DE INDICADORES Maria Helena Machado de Moraes - FURG 1 Danilo Giroldo - FURG 2 Resumo: É visível a necessidade de expansão da Pós-Graduação no Brasil, assim

Leia mais

A FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO EM EAD NOS CURSOS DE PEDAGOGIA DE SANTA CATARINA

A FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO EM EAD NOS CURSOS DE PEDAGOGIA DE SANTA CATARINA A FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO EM EAD NOS CURSOS DE PEDAGOGIA DE SANTA CATARINA Zuleide Demetrio Minatti 1 Nilson Thomé 2 UNIPLAC. Resumo: Na atualidade observa-se o crescimento da demanda por cursos

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

31956 Monografia II 31926

31956 Monografia II 31926 Currículo Novo 2006/01 Duração: 182 créditos 2.730h, acrescidas de 270h de atividades complementares, totalizando 3.000h 31544 Teoria das Organizações I - 31554 Matemática I - 31564 Teoria das Organizações

Leia mais

GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS.

GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS. GRADUAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING CARACTERIZAÇÃO DO CURSO DENOMINAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING / ÁREA PROFISSIONAL: GESTÃO E NEGÓCIOS. DIPLOMA CONFERIDO: TECNÓLOGO DE

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

Plano de Ação e Programa de Formação de Recursos Humanos para PD&I

Plano de Ação e Programa de Formação de Recursos Humanos para PD&I Plano de Ação e Programa de Formação de Recursos Humanos para PD&I 1. Plano de Ação A seguir apresenta-se uma estrutura geral de Plano de Ação a ser adotado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

MBA Gestão Integrada de Resíduos Sólidos

MBA Gestão Integrada de Resíduos Sólidos ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO LASSU - LABORATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE MBA Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Por que fazer um MBA LASSU USP? Grande parte do mercado e da sociedade ainda

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA SOBRE A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO APOIO AO ENSINO SUPERIOR EM IES DO ESTADO DE SÃO PAULO

PROJETO DE PESQUISA SOBRE A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO APOIO AO ENSINO SUPERIOR EM IES DO ESTADO DE SÃO PAULO 552 PROJETO DE PESQUISA SOBRE A UTILIZAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM COMO APOIO AO ENSINO SUPERIOR EM IES DO ESTADO DE SÃO PAULO Silvio Carvalho Neto (USP) Hiro Takaoka (USP) PESQUISA EXPLORATÓRIA

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

Curso de Especialização EM MBA EXECUTIVO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS E MARKETING

Curso de Especialização EM MBA EXECUTIVO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS E MARKETING Curso de Especialização EM MBA EXECUTIVO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS E MARKETING ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em MBA Executivo de Negócios

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº09/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Administração do Centro de

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EXECUTIVO EM MARKETING E GESTÃO DE EQUIPES

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EXECUTIVO EM MARKETING E GESTÃO DE EQUIPES CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EXECUTIVO EM MARKETING E GESTÃO DE EQUIPES ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em MBA Executivo e Marketing e

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM CONSULTORIA E PLANEJAMENTO EMPRESARIAL

Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM CONSULTORIA E PLANEJAMENTO EMPRESARIAL Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM CONSULTORIA E PLANEJAMENTO EMPRESARIAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em MBA Executivo

Leia mais

III Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - campus Bambuí III Jornada Científica 19 a 23 de Outubro de 2010

III Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - campus Bambuí III Jornada Científica 19 a 23 de Outubro de 2010 Empregabilidade: uma análise das competências e habilidades pessoais e acadêmicas desenvolvidas pelos graduandos do IFMG - Campus Bambuí, necessárias ao ingresso no mercado de trabalho FRANCIELE CLÁUDIA

Leia mais

Curso de Especialização EM DIREITO ADMINISTRATIVO

Curso de Especialização EM DIREITO ADMINISTRATIVO Curso de Especialização EM DIREITO ADMINISTRATIVO ÁREA DO CONHECIMENTO: Direito. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Direito Administrativo. PERFIL PROFISSIONAL: Conhecer

Leia mais

Curso de ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

Curso de ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Curso de ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ÁREA DO CONHECIMENTO: Engenharia. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Engenharia de Produção. PERFIL PROFISSIONAL: Este

Leia mais

Histórico. Missão. Visão

Histórico. Missão. Visão Histórico Fundada em 1996 na cidade de Mossoró/RN, a Índice Consultores Associados atua em serviços de consultoria empresarial para os mais diversos segmentos (Comércio, Industria e Serviço) sendo pioneira

Leia mais

Administração. Curso de Graduação Bacharelado em

Administração. Curso de Graduação Bacharelado em Curso de Graduação Bacharelado em Administração O curso de Administração está enquadrado como uma ciência social aplicada. Estuda-se em profundidade técnicas e instrumentos analíticos, além de simulações

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

ENADE e CPC Como compreender seu desempenho e estratégias de melhoria de resultados. PROF. AMÉRICO DE ALMEIDA FILHO aalmeidaf@yahoo.com.

ENADE e CPC Como compreender seu desempenho e estratégias de melhoria de resultados. PROF. AMÉRICO DE ALMEIDA FILHO aalmeidaf@yahoo.com. ENADE e CPC Como compreender seu desempenho e estratégias de melhoria de resultados PROF. AMÉRICO DE ALMEIDA FILHO aalmeidaf@yahoo.com.br CPC Conceito Preliminar de Curso 1 - Nota dos Concluintes no ENADE

Leia mais

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NÚCLEO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA E ENSINO DE FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edson Crisostomo dos Santos Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES edsoncrisostomo@yahoo.es

Leia mais

Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014

Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014 Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014 O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE tornar

Leia mais

SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES

SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES SITUAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS DA ÁREA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NAS IFES Introdução A questão dos recursos humanos na área de Tecnologia da Informação é assunto de preocupação permanente no Colégio de

Leia mais

ETEC DOUTORA RUTH CARDOSO SÃO VICENTE CLASSE DESCENTRALIZADA E. E. PROF.º ENIO VILLAS BOAS CIDADE NAUTICA

ETEC DOUTORA RUTH CARDOSO SÃO VICENTE CLASSE DESCENTRALIZADA E. E. PROF.º ENIO VILLAS BOAS CIDADE NAUTICA ETEC DOUTORA RUTH CARDOSO SÃO VICENTE CLASSE DESCENTRALIZADA E. E. PROF.º ENIO VILLAS BOAS CIDADE NAUTICA AVISO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO,

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

Informações sobre o Curso de Administração

Informações sobre o Curso de Administração Objetivo Geral do Curso: Informações sobre o Curso de Administração Prover a sociedade de profissional dotado de senso crítico e comportamento ético-profissional qualificado. Um Administrador criativo,

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.374, DE 08 DE ABRIL DE 2003. Publicado no Diário Oficial nº 1.425. Dispõe sobre a Política Estadual de Educação Ambiental e adota outras providências. O Governador do Estado do Tocantins Faço

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1383 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA/JURÍDICA CONSULTOR POR PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1383 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA/JURÍDICA CONSULTOR POR PRODUTO Impresso por: RODRIGO DIAS Data da impressão: 23/03/2012-15:40:19 SIGOEI - Sistema de Informações Gerenciais da OEI TERMO DE REFERÊNCIA Nº 1383 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA/JURÍDICA CONSULTOR POR

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR APROVADO PELA RESOLUÇÃO

Leia mais

Centro de Estudos Avançados em Pós Graduação e Pesquisa

Centro de Estudos Avançados em Pós Graduação e Pesquisa GESTÃO EDUCACIONAL INTEGRADA: Oferecendo 04 Habilitações: supervisão de ensino, orientação educacional, inspeção de ensino e administração escolar. JUSTIFICATIVA O Curso de Especialização em Gestão Educacional

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL ÁREA DO CONHECIMENTO Administração. NOME DO CURSO Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão Empresarial. AMPARO LEGAL E PORTARIA DO MEC O

Leia mais

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS SOBRE O CURSO O administrador é um profissional com um mercado vasto, pois é um generalista por natureza e pode trabalhar nas mais diversas áreas. O profissional

Leia mais

EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE

EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) torna pública, através da Diretoria de Inovação e Empreendedorismo (DINE) da Pró-Reitoria para Assuntos de

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação?

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? O mercado do trabalho está cada vez mais exigente. Hoje em dia, um certificado de pós-graduação é imprescindível para garantia

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ELEMENTOS PARA O NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ELEMENTOS PARA O NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ELEMENTOS PARA O NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO BÁSICA: EDUCAÇÃO BÁSICA: 1. Definir os padrões mínimos de qualidade estabelecidos pela LDB, considerando as especificidades

Leia mais

Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014.

Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014. Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014. O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),

Leia mais

O Curso de Administração da ESAG. Prof. Dr. Nério Amboni (ESAG/UDESC) 2011.2

O Curso de Administração da ESAG. Prof. Dr. Nério Amboni (ESAG/UDESC) 2011.2 O Curso de Administração da ESAG Prof. Dr. Nério Amboni (ESAG/UDESC) 2011.2 Missão da ESAG A ESAG tem por missão realizar o ensino, a pesquisa, a extensão, de modo articulado, a fim de contribuir na formação

Leia mais

Rodovia Washigton Luis km 173,3, s/n, Chácara Lusa Centro CEP: 13501600 - Rio Claro SP Inscr. Estadual: Isento CNPJ nº 05.143.

Rodovia Washigton Luis km 173,3, s/n, Chácara Lusa Centro CEP: 13501600 - Rio Claro SP Inscr. Estadual: Isento CNPJ nº 05.143. SUMÁRIO CAPÍTULO I: CONSTITUIÇÃO, FINALIDADES E COMPETÊNCIAS... 2 CAPÍTULO II: DO CADASTRO DE USUÁRIOS... 3 CAPÍTULO III: DA CONSULTA AO ACERVO... 4 CAPÍTULO IV: DOS EMPRÉSTIMOS... 5 CAPÍTULO V: DO ATRASO

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS SANTA ROSA Rua Uruguai, 1675Bairro Central CEP: 98900.000

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais

PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais IDENTIFICAÇÃO DO CURSO Curso de Especialização em Gestão e Relações Internacionais Área de Conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas

Leia mais

O PERFIL DOS PROFESSORES DE SOCIOLOGIA NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE FORTALEZA-CE

O PERFIL DOS PROFESSORES DE SOCIOLOGIA NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE FORTALEZA-CE O PERFIL DOS PROFESSORES DE SOCIOLOGIA NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE FORTALEZA-CE José Anchieta de Souza Filho 1 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) josanchietas@gmail.com Introdução Analisamos

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com.

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com. A pós-graduação é fundamental para manter-se bem colocado no mercado de trabalho e para aperfeiçoar competências profissionais. Além de enriquecer o currículo, este tipo de especialização ajuda a melhorar

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO DE EQUIPES E VIABILIDADE DE PROJETOS

Curso de Especialização em GESTÃO DE EQUIPES E VIABILIDADE DE PROJETOS Curso de Especialização em GESTÃO DE EQUIPES E VIABILIDADE DE PROJETOS ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão de Equipes e Viabilidade

Leia mais

Este evento busca oportunizar a divulgação de resultados de pesquisa de alunos regularmente matriculados em cursos de graduação.

Este evento busca oportunizar a divulgação de resultados de pesquisa de alunos regularmente matriculados em cursos de graduação. MANUAL OFICIAL O EVENTO O IDEAU Instituto de Desenvolvimento Educacional do Alto Uruguai reconhece a importância do trabalho acadêmico, as habilidades de criação e de inovação dos alunos de cada um de

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Concepção do Curso de Administração A organização curricular do curso oferece respostas às exigências impostas pela profissão do administrador, exigindo daqueles que integram a instituição

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E LOGÍSTICA HOSPITALAR ÁREA DO CONHECIMENTO Administração e Saúde. NOME DO CURSO Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão e Logística Hospitalar. AMPARO

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS FATEC JUNDIAÍ 2009

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS FATEC JUNDIAÍ 2009 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS FATEC JUNDIAÍ 2009 Apresentação: O curso de Especialização em Gestão Estratégica de Negócios será oferecido em nível de pós-graduação, pela Faculdade

Leia mais

A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DE UMA TRANSPORTADORA DA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO

A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DE UMA TRANSPORTADORA DA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 A SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DE UMA TRANSPORTADORA DA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO Marcelo Cristian Vieira 1, Carolina Zavadzki Martins 2,Gerliane

Leia mais

MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1

MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1 NÚMERO DE VAGAS: 45 (Quarenta e cinco) vagas. PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS Abril de 2014 APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1 O MBA EM CONSULTORIA & GESTÃO DE NEGÓCIOS,

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO DA FACULDADE MARANHENSE SÃO JOSÉ DOS COCAIS

PÓS-GRADUAÇÃO DA FACULDADE MARANHENSE SÃO JOSÉ DOS COCAIS PÓS-GRADUAÇÃO DA FACULDADE MARANHENSE SÃO JOSÉ DOS COCAIS A Pós-Graduação da Faculdade Maranhense São José dos Cocais, apresenta em seu aprimoramento acadêmico resultados positivos dentro do contexto social.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec: Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Eixo Tecnológico: Gestão de Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Administração

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 89-GR/UNICENTRO, DE 12 DE MAIO DE 2014. Especifica a estrutura curricular do Curso de Especialização em Gestão da Informação e do Conhecimento, modalidade de educação a distância, aprovado

Leia mais

ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINAS CARGA HORÁRIA Linguagem e Interpretação de Texto 80 Contabilidade I 80 Economia 80 Matemática 80 Teoria Geral da Administração

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programa de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Pós-MBA

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL SENAI SESI

EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL SENAI SESI EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL SENAI SESI SENADO FEDERAL COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE AUDIÊNCIA PÚBLICA: IDÉIAS E PROPOSTAS PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO SESI

Leia mais

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do Dimensão 2 As políticas para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas normas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de

Leia mais

Especialização em Gestão de Negócios

Especialização em Gestão de Negócios Especialização em Gestão de Negócios e Projetos Rio de Janeiro Presença nacional, reconhecimento mundial. Conheça a Fundação Dom Cabral Uma das melhores escolas de negócios do mundo, pelo ranking de educação

Leia mais

BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 11, DE 2012

BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 11, DE 2012 BOLETIM DO LEGISLATIVO Nº 11, DE 2012 Educação e Sustentabilidade Tatiana Feitosa de Britto A Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) tem como tema o futuro que queremos,

Leia mais

ITINERÁRIOS FORMATIVOS: CAMINHOS POSSÍVEIS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

ITINERÁRIOS FORMATIVOS: CAMINHOS POSSÍVEIS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ITINERÁRIOS FORMATIVOS: CAMINHOS POSSÍVEIS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Resumo Gabriel Mathias Carneiro Leão1 - IFPR, UFPR Rosane de Fátima Batista Teixeira2 - IFPR Grupo de Trabalho Cultura, Currículo e Saberes

Leia mais

Engenharia de Produção: Grande área e diretrizes curriculares

Engenharia de Produção: Grande área e diretrizes curriculares ABEPRO Associação Brasileira de Engenharia de Produção DOCUMENTO NÃO CONCLUÍDO Engenharia de Produção: Grande área e diretrizes curriculares Documento elaborado nas reuniões do grupo de trabalho de graduação

Leia mais

Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM GESTÃO EMPRESARIAL PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM GESTÃO EMPRESARIAL PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO Curso de Especialização em MBA EXECUTIVO EM GESTÃO EMPRESARIAL PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração Empresarial. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização

Leia mais

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional)

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) Universidade Federal de Roraima UFRR Brasil Especialista em Alfabetização (Prática Reflexiva

Leia mais

EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE

EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE EDITAL PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO JOVEM DA UFPE A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) torna pública, através da Diretoria de Inovação e Empreendedorismo (DINE) da Pró-Reitoria para Assuntos de

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB TERMO ADITIVO AO EDITAL nº 02/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS ALTERAÇÃO DE DATAS E FORMA DE APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Apoio: Brasília, 28 de agosto de 2013.

Leia mais

Curso de Especialização em GERENCIAMENTO DE PROJETOS

Curso de Especialização em GERENCIAMENTO DE PROJETOS Curso de Especialização em GERENCIAMENTO DE ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação. PROJETOS NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gerenciamento de Projetos. OBJETIVO DO CURSO: A

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: GARÇA SP Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICA EM NÍVEL MÉDIO

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim

Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim 7ª edição março 2015 Avaliação Institucional: um ato de consolidação para as universidades! Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu PORTFÓLIO ESPECIALIZAÇÃO / MBA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Sumário ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE... 2 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO... 2 ÁREA: COMUNICAÇÃO E LETRAS...

Leia mais