BRESIMAR. TwinCAT PLC. O meu primeiro projecto em TwinCAT. <1ºEx.> - Linha de Pintura (PRG) em IL. Crie uma lista de variáveis

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BRESIMAR. TwinCAT PLC. O meu primeiro projecto em TwinCAT. <1ºEx.> - Linha de Pintura (PRG) em IL. Crie uma lista de variáveis"

Transcrição

1 TwinCAT PLC BRESIMAR ( J. Andril / 2006 ) O meu primeiro projecto em TwinCAT 1 <1ºEx.> - Linha de Pintura (PRG) em IL Injector 1-3 Iniciar Parar peça Motor Encoder Tarefas a executar pelo programa : Iniciar / Parar tapete Simular um encoder Accionar injectores com limites Parar a linha 2 Crie uma lista de variáveis Identificador %I %Q Valor inicial Tipo biniciar bparar AT%IX0.0 AT%IX0.1 bmotor binjector_1 binjector_2 binjector_3 Cota_1 Cota_2 Cota_3 Cota_Fim Inc AT %QX0.0 AT %QX0.1 AT %QX0.2 AT %QX

2 TwinCAT PLC : Iniciar / Parar tapete Nas ordens de Iniciar biniciar e Parar bparar serão usados duas entradas digitais ligadas a botões de pressão. Para executarmos esta tarefa podemos usar uma função bloco biestavel (RS). Existem dois tipos de memorias biestaveis nas funções bloco standard. A diferença é a entrada dominante representada com o símbolo RESET1 ou SET1. biniciar bparar Set Reset1 Q1 bmotor Set1 Reset Q1 IL LD biniciar ANDN bparar S bmotor LD bparar R bmotor 4 TwinCAT PLC : Simular um encoder A simulação do encoder será feita com o incremento de 1 por cada ciclo de programa. Implemente o programa com a instrução ADD. LD IL Inc ADD 1 ST Inc TwinCAT PLC : Accionar injectores com limites Os limites de trabalho para o injector 1 serão controlados entre a Cota_1 e Cota_2. «Cota_1 GT Inc LT Cota_2» O accionamento do injector 1( binjector_1 ) será o resultado lógico de ST. Repita o mesmo procedimento para os restantes injectores 2 e 3. LD GT AND LT ) AND ST INC Cota_1 ( INC Cota_2 bmotor binjector_1 5 TwinCAT PLC : Parar a linha Se desligarmos o motor do tapete a linha de pintura será desligada. Os injectores serão desactivados e o encoder não incrementará ( vai a 0). LD bmotor JMPC salto LD 0 ST Inc salto: Load exemplo 1 6

3 System Manager : Configuração Depois de construirmos o programa correctamente ( compilado Rebuild all sem erros e depois guardado save ) a configuração do hardware do PLC terá de ser integrado no sistema. Isto é, as variáveis I/O terão de ser ligadas á configuração de hardware I/O. Seleccionamos do programa PLC o ficheiro *.typ com Append PLC Project. Aqui configuramos o hardware I/O que pretendemos utilizar. Podemos configurar cartas master ( Fieldbus cards ) e periféricos slave ( Box ). 7 System Manager : Configuração Master Temos diversas master cards PROFIBUS de diferentes fabricantes (Beckhoff FC, Siemens CP, Hilscher CIF). Podemos usar diversas master cards em paralelo no mesmo projecto. DP Master A FC 310X suporta os seguintes protocolos PROFIBUS : PROFIBUS-DP (como Master, Slave e Multi- Slave), PROFIBUS-DPV1 (como Master ) PROFIBUS-MC (como Master ) 8 System Manager : Configuração Slave Com o comando Insert I/O device é possível inserir cada um dos módulos slave pretendidos. Se o slave Profibus não existe na lista é possível importar o respectivo gse file em Generic Profibus Box. DP Slave Cada novo ficheiro gse lido pelo TwinCAT, poderá ser visto nesta lista (com o nome do fabricante). 9

4 System Manager : Configuração Slave DP-Slave Beckhoff DP-Slave genérico x N 10 <2ºEx.> - Linha de Pintura (PRG) em LD Load exemplo 2 Elementos gráficos em LD O cursor é utilizado para inserir novos elementos contacto Acção ( bobine ) 11 Menu de inserir elementos ( botão direito do rato ) 12

5 Inserir novos elementos em LD Identifier Estes elementos em LD são inseridos no ponto marcado pelo cursor. 13 <3ºEx.> - Linha de Pintura (PRG) em FBD Load exemplo 3 Elementos gráficos em FBD O cursor é utilizado para inserir novos elementos em FBD Operador 14 Menu de elementos FBD (barra de ferramentas) 15

6 Inserir novos elementos em FBD Lista de instruções( operators ) AND, OR, GE, ADD,.. Utilizadas em FBD. Dependendo da posição do cursor no bloco, diversos elementos podem ser inseridos. O programa poderá ser expandido no quadro de programação tanto para a direita como para a esquerda. 16

Treinamento. ACE Schmersal Boituva - SP. Duvidas (15)3263-9800 suporte.linhalogica@schmersal.com.br

Treinamento. ACE Schmersal Boituva - SP. Duvidas (15)3263-9800 suporte.linhalogica@schmersal.com.br Treinamento ACE Schmersal Boituva - SP Duvidas (15)3263-9800 suporte.linhalogica@schmersal.com.br Produtos Schmersal Controladores e Inversores Princípio de Funcionamento de um Controlador Programavél

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA DIMAP

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA DIMAP UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA DIMAP Disciplina: DIM0403 Laboratório de Circuitos Lógicos Professor: Sílvio Fernandes 08 Introdução

Leia mais

Acção de Formação sobre a plataforma TwinCAT

Acção de Formação sobre a plataforma TwinCAT Projecto, Seminário ou Trabalho Final de Curso (A) 5.º Ano 2.º Semestre Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Acção de Formação sobre a plataforma TwinCAT João Paulo Marinho de Oliveira

Leia mais

Programação Básica em STEP 7 Operações Binárias. SITRAIN Training for Automation and Drives. Página 6-1

Programação Básica em STEP 7 Operações Binárias. SITRAIN Training for Automation and Drives. Página 6-1 Conteúdo Página Operações Lógicas Binárias: AND, OR...2 Operações Lógicas Binárias: OR Exclusivo (XOR)...3 Contatos Normalmente Abertos e Normalmente Fechados. Sensores e Símbolos... 4 Exercício...5 Resultado

Leia mais

Programação em Ladder

Programação em Ladder Programação em Ladder Composição de um programa em Ladder Um programa escrito em Ladder é constituído por um conjunto de sequências (rungs) que são executados sequencialmente pelo autómato. Uma sequência

Leia mais

Boletim Técnico R&D 02/08 Simulador do software A1 Automation Tools 27 de fevereiro de 2008

Boletim Técnico R&D 02/08 Simulador do software A1 Automation Tools 27 de fevereiro de 2008 Boletim Técnico R&D 02/08 Simulador do software A1 Automation Tools 27 de fevereiro de 2008 O objetivo deste boletim é mostrar o funcionamento e as características do recurso Simulador disponível no software

Leia mais

Nota de Aplicação. Exemplo de comunicação Modbus entre o M218 e Multimedidor DM6200 utilizando a função IOScanner. Suporte Técnico Brasil. Versão: 1.

Nota de Aplicação. Exemplo de comunicação Modbus entre o M218 e Multimedidor DM6200 utilizando a função IOScanner. Suporte Técnico Brasil. Versão: 1. Nota de Aplicação Exemplo de comunicação Modbus entre o M218 e Multimedidor DM6200 utilizando a função IOScanner Versão: 1.0 Suporte Técnico Brasil Especificações técnicas Hardware: Firmware: TM218 LDAE24DRHN

Leia mais

FIGURA. 2.2 ECRÃ DE TRABALHO

FIGURA. 2.2 ECRÃ DE TRABALHO Noções Básicas FIGURA. 2.2 ECRÃ DE TRABALHO 2.2.1 Painel de Tarefas (Task Pane) O painel de tarefas constitui a grande novidade do ecrã de trabalho desta nova versão do Word. Para utilizadores menos experientes,

Leia mais

Dispositivos externos

Dispositivos externos Dispositivos externos Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações aqui contidas estão

Leia mais

A seguir serão detalhados os atuadores da estação com a finalidade de facilitar a visualização e ilustrar os circuitos contidos em anexo.

A seguir serão detalhados os atuadores da estação com a finalidade de facilitar a visualização e ilustrar os circuitos contidos em anexo. MANUAL DE OPERAÇÃO Estação de Distribuição MPS Documentação Técnica Estação de distribuição Vista superior da estação Detalhe do terminal de válvulas CPV 2 Descrição da Estação Essa estação tem como principal

Leia mais

Capítulo Tabelas e Gráficos

Capítulo Tabelas e Gráficos Capítulo O menu de tabelas e gráficos torna possível criar tabelas numéricas de funções guardadas na memória. Poderá também utilizar funções múltiplas para criar tabelas. Como utiliza a mesma lista de

Leia mais

Manual do utilizador CONTROLADORES DC50 & DM50

Manual do utilizador CONTROLADORES DC50 & DM50 Manual do utilizador CONTROLADORES DC50 & DM50 ROOFTOP & AIRCOOLAIR Providing indoor climate comfort DC50_DM50-ROOFTOP-IOM-1008-P CONTROLADORES DC50 & DM50 Rooftop e Aircoolair MANUAL DO UTILIZADOR Ref:DC50_DM50-RoofTop-IOM-1008-P

Leia mais

Entradas e Saídas Analógicas

Entradas e Saídas Analógicas Entradas e Saídas Analógicas O PS4-21-MM1 possui 2 entradas e 1 saída analógica. A tensão aplicada às entradas pode variar de a 1 volts, e a tensão obtida na saída pode variar de a 1 volts. A resolução

Leia mais

Referencial do Módulo B

Referencial do Módulo B 1 Referencial do Módulo B Liga, desliga e reinicia correctamente o computador e periféricos, designadamente um scanner; Usa o rato: aponta, clica, duplo-clique, selecciona e arrasta; Reconhece os ícones

Leia mais

PT MANUAL UTILIZADOR. Manual do utilizador da aplicação ComelitViP Remote 3.0 para dispositivos. Passion.Technology.Design.

PT MANUAL UTILIZADOR. Manual do utilizador da aplicação ComelitViP Remote 3.0 para dispositivos. Passion.Technology.Design. PT MANUAL UTILIZADOR Manual do utilizador da aplicação ComelitViP Remote.0 para dispositivos Passion.Technology.Design. Índice Instalação... Configuração automática da administração de apartamento... 4

Leia mais

Dispositivos externos

Dispositivos externos Dispositivos externos Número de publicação do documento: 405762-131 Maio de 2006 Este manual explica como utilizar os dispositivos externos opcionais. Conteúdo 1 Utilizar dispositivos USB Ligar dispositivos

Leia mais

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011 Domine o Word 2007 1 Professor: Rafael Henriques Ano Lectivo 2010/2011 Sumário Introdução aos Processadores de texto; Microsoft Word 2007 O ambiente de trabalho O Friso Os Tabuladores do Word 2007; Realização

Leia mais

Dispositivos externos Manual do utilizador

Dispositivos externos Manual do utilizador Dispositivos externos Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca comercial registada da Microsoft Corporation nos E.U.A. As informações aqui contidas

Leia mais

Aula 2. - Elaboração de algoritmos/fluxogramas. - Gravação do programa no microcontrolador

Aula 2. - Elaboração de algoritmos/fluxogramas. - Gravação do programa no microcontrolador Aula 2 - Elaboração de algoritmos/fluxogramas - Set de instruções do 8051 - Programação em Assembly - Gravação do programa no microcontrolador - Simulação Exercícios da aula passada... 1) Converta os números

Leia mais

Aperfeiçoamento Técnico com respeito ao Profissional.

Aperfeiçoamento Técnico com respeito ao Profissional. Política de Treinamento DME Aperfeiçoamento Técnico com respeito ao Profissional. A DME é uma empresa voltada para o atendimento das necessidades em conclusão e consumo de Energia Elétrica, consagrou-se

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE TOMAR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA 2005/2006. 0.5 Valores

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE TOMAR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA 2005/2006. 0.5 Valores ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE TOMAR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO (ENG. INFORMÁTICA) COMPUTADORES E PROGRAMAÇÃO I (ENG. ELECTROTÉCNICA) 2005/2006 TRABALHO PRÁTICO Nº

Leia mais

Acer econsole Manual do Utilizador

Acer econsole Manual do Utilizador Acer econsole Manual do Utilizador 1 Informações sobre software de outras empresas ou software gratuito O software pré-instalado, integrado ou distribuído com os produtos fornecidos pela Acer contém programas

Leia mais

Controladores Lógicos Programáveis 2

Controladores Lógicos Programáveis 2 Escola Superior de Tecnologia Instituto Politécnico de Castelo Branco Departamento de Informática Curso de Engenharia Informática Automação e Controlo Industrial Ano Lectivo de 2004/2005 Controladores

Leia mais

Migrando das clássicas tecnologias Fieldbus

Migrando das clássicas tecnologias Fieldbus EtherCAT simplifica a arquitetura de controle Exemplo: Arquitetura de controle de uma prensa hidráulica, Schuler AG, Alemanha Arquitetura de controle com Fieldbus clássicos Desempenho dos Fieldbus clássicos

Leia mais

15.4.2b Laboratório: Partilha de uma Pasta, de uma Impressora e Configuração de Permissões de Partilha

15.4.2b Laboratório: Partilha de uma Pasta, de uma Impressora e Configuração de Permissões de Partilha 15.4.2b Laboratório: Partilha de uma Pasta, de uma Impressora e Configuração de Permissões de Partilha Introdução Imprima e complete este laboratório. Neste laboratório, criará e partilhará uma pasta,

Leia mais

Projecto de uma placa com DIP-Switches e LCD com ligação à placa DETIUA

Projecto de uma placa com DIP-Switches e LCD com ligação à placa DETIUA Sistemas Digitais Reconfiguráveis Projecto de uma placa com DIP-Switches e LCD com ligação à placa DETIUA Liliana Rocha Nicolau Lopes da Costa 27611 Ano Lectivo de 2006/2007 Universidade de Aveiro 1. Objectivos

Leia mais

Industrial SOLUÇÕES EM AUTOMAÇÃO

Industrial SOLUÇÕES EM AUTOMAÇÃO Industrial SOLUÇÕES EM AUTOMAÇÃO Soluções em Automação INDUSTRIAL TRAINING. STEP 5 Standard ( Básico). Duração: 40 horas. Público Alvo. Este curso se destina a profissionais das áreas de planejamento,

Leia mais

A.2. Usando Tarski World

A.2. Usando Tarski World Tarski World é um programa que acompanha o livro Language, Proof and Logic 1 (LPL) e baseia-se numa premissa muito simples: as linguagens aprendem-se melhor quando as utilizamos. O programa aplica esta

Leia mais

Tutorial 160 CP FBs - Elipse Scada (RS232 Protocolo MODBUS)

Tutorial 160 CP FBs - Elipse Scada (RS232 Protocolo MODBUS) Tutorial 160 CP FBs - Elipse Scada (RS232 Protocolo MODBUS) Este documento é propriedade da ALTUS Sistemas de Informática S.A., não podendo ser reproduzido sem seu prévio consentimento. Altus Sistemas

Leia mais

Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para a Câmara de Documento Manual do Utilizador

Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para a Câmara de Documento Manual do Utilizador Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para a Câmara de Documento Manual do Utilizador Índice 1. Introdução... 2 2. Requisitos do Sistema... 2 3. Instalação de Ladibug... 3 4. Ligação ao hardware... 8 5. Iniciar

Leia mais

Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun

Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf. ABB Automação. Hartmann & Braun Multimedidores Inteligentes MGE G3 Modo de uso do software IBIS_BE_cnf ABB Automação Hartmann & Braun Índice 1. IBIS_BE_CNF - DEFINIÇÃO... 3 2. INSTALAÇÃO... 3 2.1. PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 3

Leia mais

1 Code::Blocks Criação de projetos

1 Code::Blocks Criação de projetos Programação MEEC Índice 1Code::Blocks Criação de projetos...1 2Code::Blocks Localização do projeto...5 3Code::Blocks Abertura de projetos já existentes...7 4Code::Blocks Funcionamento...8 5Code::Blocks

Leia mais

Introdução ao Microsoft Windows

Introdução ao Microsoft Windows Introdução ao Microsoft Windows Interface e Sistema de Ficheiros Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Iniciar uma Sessão A interacção dos utilizadores com o computador é feita através de sessões.

Leia mais

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 2 Pedreiros da Informação Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL

Leia mais

MANUAL DRIVELINK DRIVELINK

MANUAL DRIVELINK DRIVELINK MNUL RIVELINK RIVELINK XX Índice 1. Características 1 2. Componentes e acessórios 1 3. Resumo da unidade 2 4. Instalação do hardware 3 5. Instalação do software 4 6. Software de cópia de segurança 4 6.1

Leia mais

Rede PROFIBUS DP Redundante com Remota Ponto PO5063V5

Rede PROFIBUS DP Redundante com Remota Ponto PO5063V5 Nota de Aplicação Rede PROFIBUS DP Redundante com Sistema S7-400H e Remota Ponto PO5063V5 Altus Sistemas de Informática S.A. Página: 1 Sumário 1 Descrição... 3 2 Introdução... 3 3 Definição da Arquitetura

Leia mais

Instalação do Sistema Operativo Windows XP

Instalação do Sistema Operativo Windows XP Curso Profissional - Técnico de Informática de Gestão 10ºB Prof. Pedro Lopes Ficha de Trabalho nº1 S i s t e m a s d e I n f o r m a ç ã o Instalação do Sistema Operativo Windows XP A instalação de um

Leia mais

TUTORIAL III: ADICIONANDO AJUDA. Adicionando Ajuda

TUTORIAL III: ADICIONANDO AJUDA. Adicionando Ajuda Adicionando Ajuda Para construir arquivos de ajuda do Windows, é necessário saber quais são os componentes de um arquivo de ajuda. Você tem três arquivos básicos que são parte de cada arquivo de ajuda:

Leia mais

TeSys T. Configuração em rede Profibus DP Premium e TeSys T

TeSys T. Configuração em rede Profibus DP Premium e TeSys T Configuração em rede Profibus DP Premium e TeSys T O objetivo desta nota de aplicação é demonstrar o exemplo de configuração do relé TeSys T na rede Profibus. Nota: O uso deste documento não dispensa o

Leia mais

DIGIAIR PRO MANUAL DO UTILIZADOR

DIGIAIR PRO MANUAL DO UTILIZADOR DIGIAIR PRO MANUAL DO UTILIZADOR Conteúdo DIGIAIR PRO DESCRIÇÃO...2 1 COMEÇAR....3 1.1 LIGAR/DESLIGAR...3 1.2 ALIMENTAÇÃO E BATERIA...3 1.3 COMO UTILIZAR O MEDIDOR...4 ATENUADOR......4 2 DESCRIÇÃO DE FUNÇÕES...5

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA EEL5105 Circuitos e Técnicas Digitais Prof. Eduardo L. O. Batista

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA EEL5105 Circuitos e Técnicas Digitais Prof. Eduardo L. O. Batista UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA EEL5105 Circuitos e Técnicas Digitais Prof. Eduardo L. O. Batista EXPERIMENTO 1 INTRODUÇÃO AO LABORATÓRIO A. Introdução O Quartus II é um software utilizado para

Leia mais

O cursor se torna vermelho e uma Paleta de Edição contendo as instruções mais utilizadas é apresentada.

O cursor se torna vermelho e uma Paleta de Edição contendo as instruções mais utilizadas é apresentada. Editor de Ladder para VS7 Versão Teste O editor de ladder é um software de programação que permite que o VS7 e o µsmart sejam programados em linguagem de contatos. Esse editor está contido na pasta Público

Leia mais

Quadros Interactivos Multimédia e Formação Contínua de Docentes. InterwriteBoard Guia de Iniciação

Quadros Interactivos Multimédia e Formação Contínua de Docentes. InterwriteBoard Guia de Iniciação Quadros Interactivos Multimédia e Formação Contínua de Docentes InterwriteBoard Guia de Iniciação A. Jorge Mesquita Maio, 2008 Conteúdo Introdução... 1 Antes de iniciar... 1 Caneta interactiva... 1 Interagir

Leia mais

VM Card. Referência das Definições Web das Funções Avançadas. Manuais do Utilizador

VM Card. Referência das Definições Web das Funções Avançadas. Manuais do Utilizador VM Card Manuais do Utilizador Referência das Definições Web das Funções Avançadas 1 Introdução 2 Ecrãs 3 Definição de Arranque 4 Informações de Função Avançada 5 Instalar 6 Desinstalar 7 Ferramentas do

Leia mais

Autor: Daniel Corteletti Centro Tecnológico de Mecatrônica SENAI

Autor: Daniel Corteletti Centro Tecnológico de Mecatrônica SENAI LINGUAGEM LADDER p/ microcontroladores microchip PIC Autor: Daniel Corteletti Centro Tecnológico de Mecatrônica SENAI Ladder: É uma linguagem de programação gráfica, em forma de diagrama, que por ser de

Leia mais

Versão Portuguesa. Introdução. Drivers e Software. Instalação. BT211 Sweex Bluetooth 2.0 Class 1 Adapter USB

Versão Portuguesa. Introdução. Drivers e Software. Instalação. BT211 Sweex Bluetooth 2.0 Class 1 Adapter USB BT211 Sweex Bluetooth 2.0 Class 1 Adapter USB Introdução Não exponha o Sweex Bluetooth 2.0 Class 1 Adapter USB a temperaturas extremas. Não coloque o dispositivo directamente ao sol ou perto de elementos

Leia mais

P S I 2. º A N O F 5 M E S T R E / D E T A L H E E P E S Q U I S A. Criar uma relação mestre-detalhe. Pesquisa de informação

P S I 2. º A N O F 5 M E S T R E / D E T A L H E E P E S Q U I S A. Criar uma relação mestre-detalhe. Pesquisa de informação P S I 2. º A N O F 5 M E S T R E / D E T A L H E E P E S Q U I S A Módulo 18 Ferramentas de Desenvolvimento de Páginas Web Criar uma relação mestre-detalhe 1. Cria uma cópia da página «listaferram.php»

Leia mais

POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo,

POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo, Módulo POS Loja O que é um POS? Para que serve? POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo, uma Loja que efetue venda ao público. Por outras palavras,

Leia mais

GUIA RÁPIDO SMARTPHONE HIPHONE 5

GUIA RÁPIDO SMARTPHONE HIPHONE 5 1 GUIA RÁPIDO SMARTPHONE HIPHONE 5 2 GUIA RÁPIDO CELULAR HIPhone 5 ÍNDICE 1-Abrindo seu celular Pag. 2 2-Configurar o telefone Pags. 2 e 3 1. Acessando o menu 2. Data e hora local (fundamental para funcionar

Leia mais

Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop.

Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop. Neste tutorial irá criar uma animação simples com base num desenho do Mechanical Desktop. Inicialize o 3D Studio VIZ. Faça duplo clique no ícone de 3D Studio VIZ Abre-se a janela da figura seguinte. Esta

Leia mais

Projecto Final de Curso 2004/2005 RESPIFE. Reengenharia de Sistema Produtivo Integrado para Fins Educacionais. Guia do Robot

Projecto Final de Curso 2004/2005 RESPIFE. Reengenharia de Sistema Produtivo Integrado para Fins Educacionais. Guia do Robot RESPIFE Reengenharia de Sistema Produtivo Integrado para Fins Educacionais Guia do Robot Alunos: Filipe Barbosa de Sá Pinto, nº. 0005030955 Rui Alexandre da Costa Ribeiro, n.º 000503073 Docente: Armando

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO DAS PARTICIPAÇÕES DO ESTADO

SISTEMA DE INFORMAÇÃO DAS PARTICIPAÇÕES DO ESTADO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DAS PARTICIPAÇÕES DO ESTADO SIPART (versão Setembro/2004) Manual de Utilização ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. ACEDER À APLICAÇÃO...4 3. CRIAR NOVO UTILIZADOR...5 4. CARACTERIZAÇÃO GERAL

Leia mais

SDL TRADOS 2007 WinAlign. Manual de Utilização

SDL TRADOS 2007 WinAlign. Manual de Utilização SDL TRADOS 2007 WinAlign Manual de Utilização Ficha Técnica Título SDL TRADOS 2007 WinAlign (Manual de Utilização Iniciação) Autor(a) Paula Carvalho Concepção gráfica Paula Carvalho Centro Multimédia de

Leia mais

Moldura Digital para Fotografias

Moldura Digital para Fotografias DENVER DPF 741 Manual do Utilizador Moldura Digital para Fotografias ATENÇÃO O cabo de alimentação com adaptador/dispositivo para desligar o aparelho deve estar facilmente acessível e deve poder ser desligado

Leia mais

SISTEMAS DIGITAIS INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO

SISTEMAS DIGITAIS INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO REVISÃO DE NOVEMBRO DE 2012 INTRODUÇÃO O Xilinx ISE é um ambiente integrado de projecto de circuitos digitais.

Leia mais

Criar um Aplicativo de Realidade Aumentada

Criar um Aplicativo de Realidade Aumentada Escola Superior de Educação de Santarém Criar um Aplicativo de Realidade Aumentada Exercício 2 Nuno Lopes Data 21 Maio 2013 26 Maio 2013 Passo 1: Criar um novo projeto 1- Dar o nome ao projeto de projeto_ra

Leia mais

Porquê? Não é necessária uma sincronização complicada da LT, e os contactos são acedidos quando for necessário.

Porquê? Não é necessária uma sincronização complicada da LT, e os contactos são acedidos quando for necessário. O que é CarContacts.SIS? É uma aplicação que permite o acesso aos contactos da lista telefónica (LT) do seu telefone através do Ford Bluetooth and Voice Control System, por meio de uma conexão de Bluetooth.

Leia mais

ClassPad Add-In Installer

ClassPad Add-In Installer Para a ClassPad 300/ClassPad 300 PLUS Po ClassPad Add-In Installer Manual de Instruções http://world.casio.com/edu/ http://classpad.net/ ClassPad Add-In Installer O ClassPad Add-In Installer permite-lhe

Leia mais

Electrónica Digital 2. Xilinx Webpack

Electrónica Digital 2. Xilinx Webpack Electrónica Digital 2 Xilinx Webpack (ver 5.2) Notas para iniciação (Outubro 2003) António Cunha Prefácio Este texto tem como objectivo introduzir os primeiros conceitos sobre a utilização de um CAD para

Leia mais

Manual do Utilizador

Manual do Utilizador Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra Departamento de Engenharia Electrotécnica e Computadores Software de Localização GSM para o modem Siemens MC35i Manual do Utilizador Índice

Leia mais

APOSTILA SUCOSOFT S4 MARÇO DE 2009

APOSTILA SUCOSOFT S4 MARÇO DE 2009 APOSTILA DO SUCOSOFT S4 MARÇO DE 2009 1 SUCOSOFT S4 O primeiro exercício no CLP PS4-201-MM1 e o de partida de motor trifásico por meio de contator com acionamento por botões liga e desliga e com proteção

Leia mais

A01 Controle Linguagens: IL e LD

A01 Controle Linguagens: IL e LD A01 Controle Linguagens: IL e LD Prof. Dr. Diolino J santos Filho Modelo Estrutural Interação entre os dispositivos A partir de agora adotaremos como modelo estrutural padrão o diagrama a seguir. Dispositivo

Leia mais

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1

COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina do Correio Para saber mais sobre Correio electrónico 1. Dicas para melhor gerir e organizar o Correio Electrónico utilizando o Outlook Express Criar Pastas Escrever

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais

Universidade Federal de Minas Gerais 1 Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Eletrônica Laboratório de Informática Industrial 11 a Aula - Programação IEC 61131-3 no ambiente ISaGRAF Objetivos:

Leia mais

CR20C. Manual do Usuário

CR20C. Manual do Usuário CR20C Manual do Usuário Descrição Geral Controlador para ar condicionado CR20C O CR20C é um controlador digital microprocessado de baixo custo e de fácil programação e instalação. O seu avançado software

Leia mais

Programação de CPLDs no ambiente ISE 4.2i da Xilinx

Programação de CPLDs no ambiente ISE 4.2i da Xilinx Programação de CPLDs no ambiente ISE 4.2i da Xilinx O presente documento resume os passos necessários para programar um Complex Programmable Logic Device (CPLD) usando o editor de esquema eléctrico e a

Leia mais

Para ClassPad 300. ClassPad Manager. (ProgramLink) Versão limitada. Manual de Instruções. http://world.casio.com/edu_e/ RJA510188-4

Para ClassPad 300. ClassPad Manager. (ProgramLink) Versão limitada. Manual de Instruções. http://world.casio.com/edu_e/ RJA510188-4 Para ClassPad 300 Po ClassPad Manager (ProgramLink) Versão limitada Manual de Instruções RJA510188-4 http://world.casio.com/edu_e/ Nota Os exemplos de visualização mostrados neste manual de instruções

Leia mais

Macro Key Manager Manual de Utilizador

Macro Key Manager Manual de Utilizador Manual de Utilizador PT Introdução O é um género de software de aplicação especial para mesas digitalizadoras. Com o, pode configurar os comandos do teclado (Copiar= CRTL+C ) ou hiperligações que usa com

Leia mais

CCI.Courier. Troca de dados de encomenda entre o PC da quinta e o terminal. Manual de instruções. Referência: CCI.Courier v2.0

CCI.Courier. Troca de dados de encomenda entre o PC da quinta e o terminal. Manual de instruções. Referência: CCI.Courier v2.0 CCI.Courier Troca de dados de encomenda entre o PC da quinta e o terminal Manual de instruções Referência: CCI.Courier v2.0 Copyright 2014 Copyright by Competence Center ISOBUS e.v. Albert-Einstein-Str.

Leia mais

Usando o simulador MIPS

Usando o simulador MIPS Usando o simulador MIPS O objetivo desta aula prática será a utilização do simulador MipsIt para executar programas escritos em linguagem de máquina do MIPS. 1 Criando um projeto Cada programa a ser executado

Leia mais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa.

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa. Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Introdução ao Ambiente de Projecto da Xilinx Paulo Lopes, Horácio

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES OBRIGADO por ter adquirido a aplicação ClickFree Backup. Estas instruções foram reunidas para o ajudar a utilizar o produto, mas de um modo geral esperamos que

Leia mais

CLP Controlador Lógico Programável

CLP Controlador Lógico Programável CLP Controlador Lógico Programável Luiz Carlos Farkas (LCF) Eduardo Calsan (EDC) Aula no. 05 CPU e Ciclo de Varredura CPU e Ciclo de Varredura - CPU - gerenciamento e processamento das informações do sistema.

Leia mais

Exemplo de Utilização do Gateway PROFIBUS-DP/AS-I com Módulos da Série Ponto AS-I IP67

Exemplo de Utilização do Gateway PROFIBUS-DP/AS-I com Módulos da Série Ponto AS-I IP67 Nota de aplicação P35 Exemplo de Utilização do Gateway PROFIBUS-DP/AS-I com Módulos da Série Ponto AS-I IP67 Sumário 1. Introdução...2 2. Padrão FieldBus AS-I (Actuator Sensor Interface)...2 3. Exemplo...3

Leia mais

PROGRAMAÇÃO EM LINGUAGEM LADDER LINGUAGEM DE RELÉS

PROGRAMAÇÃO EM LINGUAGEM LADDER LINGUAGEM DE RELÉS 1 PROGRAMAÇÃO EM LINGUAGEM LADDER LINGUAGEM DE RELÉS INTRODUÇÃO O processamento interno do CLP é digital e pode-se, assim, aplicar os conceitos de lógica digital para compreen8 der as técnicas e as linguagens

Leia mais

Sistemas Digitais Reconfiguráveis

Sistemas Digitais Reconfiguráveis Departamento de Electrónica Telecomunicações e Informática Dezembro de 2006 Interface RS-232 para a TRENZ Daniel Baptista Nº 28703 O projecto O projecto consiste na construção da interface RS-232 e na

Leia mais

Integração dos Leitores RFID no autómato programável

Integração dos Leitores RFID no autómato programável Integração dos Leitores RFID no autómato programável Neste breve documento são apresentados os equipamentos disponibilizados, as suas características e modos de funcionamento. Serão descritos os diferentes

Leia mais

Arranque do FrontOffice

Arranque do FrontOffice TOUCH Arranque do FrontOffice O FrontOffice Touch-Screen do Gespos permite-nos criar várias páginas com uma grande variedade de botões. Esses botões poderão ser usados para chamar artigos e funções. O

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA INSTALAR REDE ETHERNET EM CNC s FAGOR.

PROCEDIMENTO PARA INSTALAR REDE ETHERNET EM CNC s FAGOR. PROCEDIMENTO PARA INSTALAR REDE ETHERNET EM CNC s FAGOR. INDICE 1 Verificar a compatibilidade dos sistemas de hardware e software 1.1 Opcionais de Hardware 1.2 Opcionais de Software 2 Parametrização do

Leia mais

Política de Treinamento DME

Política de Treinamento DME Política de Treinamento DME Aperfeiçoamento Técnico com respeito ao Profissional. A DME é uma empresa voltada para o atendimento das necessidades em conclusão e consumo de Energia Elétrica, consagrou-se

Leia mais

Português. Informações sobre segurança

Português. Informações sobre segurança Este manual inclui: Informações sobre segurança na página 35. Resolução de problemas de configuração na página 36. Mais informações sobre a impressora na página 40. Informações sobre segurança Utilize

Leia mais

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista Mesa Digitalizadora Manual do Utilizador Windows 2000 / XP / Vista 1 I. Informação Geral 1. Visão Geral Bem-vindo ao mundo das canetas digitais! Irá descobrir que é muito fácil controlar o seu computador

Leia mais

USB para CONVERSOR EM SÉRIE

USB para CONVERSOR EM SÉRIE USB para CONVERSOR EM SÉRIE Manual do Utilizador DA-70156 Rev.5 Manual de Instalação do Windows 7/8/8.1 Passo 1: Introduzir o CD deste produto na entrada CD-ROM. Ligar o dispositivo à porta USB extra do

Leia mais

Automação de Processos Industriais

Automação de Processos Industriais LEEC / MEEC 2004-2005 Automação de Processos Industriais Linguagens de Programação de PLCs Docentes: Prof. Paulo Jorge Oliveira Eng. Bruno Cardeira e-mail: pjcro @ isr.ist.utl.pt Tel: 21 8418053 ou 2053

Leia mais

Guia de Instalação para Windows Vista /Windows 7

Guia de Instalação para Windows Vista /Windows 7 Série Impressora Laser Guia de Instalação para Windows Vista / 7 Antes de utilizar a impressora, tem de configurar o hardware e instalar o controlador. Leia o Guia de Instalação Rápida e este Guia de Instalação

Leia mais

MULTI-CARD 24-IN-1 READER

MULTI-CARD 24-IN-1 READER MULTI-CARD 24-IN-1 READER Manual de iniciação rápida xd SDHC / MMC micro SD M2 CF MS Duo O Leitor USB de vários cartões (24 em 1) da Lexar é um solução para transferências integrada e fácil de utilizar.

Leia mais

Guia e Utilização do Visual Studio 6.0

Guia e Utilização do Visual Studio 6.0 Guia e Utilização do Visual Studio 6.0 Objectivo Este guia acompanha-o através do processo de criação de uma aplicação C++ utilizando o ambiente de desenvolvimento Visual Studio 6.0. Passo 1: Criação de

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

Preparação do Autocad 2009

Preparação do Autocad 2009 Preparação do Autocad 2009 No ano 2009 a Faculdade de Engenharia da UEM recebeu o pacote de programas da Autodesk que inclui: Inventor 2009, AutoCAD Mechanical 2009, AutoCAD 2009 e outros. Para facilitar

Leia mais

ClassPad Manager. Manual de Instruções. Versão 2.2. Para a ClassPad 300 PLUS (PROGRAM-LINK TM ) http://world.casio.com/edu/ http://classpad.

ClassPad Manager. Manual de Instruções. Versão 2.2. Para a ClassPad 300 PLUS (PROGRAM-LINK TM ) http://world.casio.com/edu/ http://classpad. Para a ClassPad 300 PLUS Po ClassPad Manager Versão 2.2 (PROGRAM-LINK TM ) Manual de Instruções RJA510188-4 http://world.casio.com/edu/ http://classpad.net/ Nota Os exemplos de visualização mostrados neste

Leia mais

EXEMPLO DE CONFIGURAÇÃO PROFIBUS PARA MODICON PREMIUM (TSXPBY100) E ATV71 UTILIZANDO A GATEWAY

EXEMPLO DE CONFIGURAÇÃO PROFIBUS PARA MODICON PREMIUM (TSXPBY100) E ATV71 UTILIZANDO A GATEWAY EXEMPLO DE CONFIGURAÇÃO PROFIBUS PARA MODICON PREMIUM (TSXPBY100) E ATV71 UTILIZANDO A GATEWAY PROFIBUS/MODBUS LA9P307 CONTEÚDO: A) DIAGRAMA DA REDE B) CONFIGURAÇÃO DA REDE PROFIBUS ATRAVÉS DO SYCON; C)

Leia mais

Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários

Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários Perguntas relacionadas com a Aula 4 do Módulo I 1. Todos os computadores utilizam um sistema operativo para oferecer a interface de interacção:

Leia mais

IEC 1131-3 Ladder SUPORTE DE CURSO. Livro Texto: Programming industrial control systems using IEC 1131-3 R.W. Lewis

IEC 1131-3 Ladder SUPORTE DE CURSO. Livro Texto: Programming industrial control systems using IEC 1131-3 R.W. Lewis SUORTE DE CURSO IEC 1131-3 Ladder Livro Texto: rogramming industrial control systems using IEC 1131-3 R.W. Lewis UFMG Informática Industrial rof. Constantino Seixas Filho IEC1131-3 - Ladder 1 IEC 1131-3

Leia mais

Manual do Utilizador. Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows. Versão 1.3, Novembro de 2013

Manual do Utilizador. Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows. Versão 1.3, Novembro de 2013 Manual do Utilizador Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows Versão 1.3, Novembro de 2013 Quaisquer duvidas podem ser esclarecidas através do email: si@esmae-ipp.pt Serviços de Informática, ESMAE

Leia mais

Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação. Arquitectura de Computadores ETI IGE

Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação. Arquitectura de Computadores ETI IGE Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação Tutorial Arquitectura de Computadores ETI IGE 02 XILINX 1. Criação de um projecto Edição e simulação

Leia mais

1 - Configurar a ligação

1 - Configurar a ligação 1 - Configurar a ligação Abrir o Cx-Programmer e criar um novo ficheiro. Seleccionar o tipo de processador em Device Type CJ1M. Em Device Type - Settings escolher em CPU Type - CPU 12. Em seguida é necessário

Leia mais