Sociedade Civil Sem Fins Lucrativos CNPJ / Av. Suiça, 99 Piracicaba SP CEP (19)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sociedade Civil Sem Fins Lucrativos CNPJ 02.879.848 / 0001-68 Av. Suiça, 99 Piracicaba SP CEP 13416-280 (19) 3433-2568 associacaolivre@yahoo.com."

Transcrição

1 ALTERIDADE E ÉTICA EM PSICANÁLISE Realização Associação Livre Instituto de Cultura e Psicanálise Sociedade Civil Sem Fins Lucrativos CNPJ / Av. Suiça, 99 Piracicaba SP CEP (19) geocities.yahoo.com.br/associacaolivreweb 11/03/2006 PIRACICABA SP CENTRO CULTURAL MARTHA WATTS

2 SIGLER, R. Os objetos em Melanie Klein e o lugar da alteridade em seu pensamento. Buscando abordar o tema da alteridade a partir da perspectiva de uma das figuras de intersubjetividade na constituição psíquica a intersubjetividade intrapsíquica situamos o pensamento de Melanie Klein entre os autores desta matriz. Apresentamos então as diferentes noções de objeto presentes em sua obra, com vistas à reflexão sobre sua concepção de alteridade. SILVA, L. H. A. A concepção winnicottiana de intersubjetividade: uma leitura a partir de Thomas Ogden. A apresentação abordará alguns elementos da teoria winnicottiana, relacionando-os com o pensamento de Thomas Ogden. A partir de dois fragmentos clínicos do palestrante, e utilizando-se das matrizes intersubjetivas de Coelho Jr. e Figueiredo como chave-de-leitura para compreensão das dimensões da relação com a alteridade presentes nesses fragmentos, tentar-se-á explorar algumas questões clínicas envolvidas quando do encontro com o Outro. Pensa-se que tais matrizes intersubjetivas podem ser um instrumento fértil para se identificar e pensar algumas problemáticas mais "amplas", notadamente, as formas de subjetivação contemporâneas e suas implicações éticas. APRESENTAÇÃO Desde 1997, a Associação Livre - Instituto de Cultura e Psicanálise desenvolve atividades que se ocupam da transmissão da psicanálise e da interlocução com outros campos de saber, com os quais faz fronteira. Como evento de abertura das atividades deste ano de 2006, propomos o seminário sobre alteridade e ética em psicanálise. O lugar do outro nas teorias psicanalíticas e suas derivações éticas para a técnica é um dos temas mais fundamentais e polêmicos na Psicanálise. Dentro da gama de matrizes conceituais que povoam o universo psicanalítico, não raro encontrarmos concepções muito diferentes acerca do que seja o outro e sua função na constituição da subjetividade. Dessa forma, termos como pequeno e grande outro, intersubjetividade, posição e continência são algumas vezes enunciados sem que se dê a devida atenção para suas características conceituais e seus fundamentos epistemológicos. O evento discutirá as concepções de outro presentes na Psicanálise, tomando em perspectiva histórico-crítica a obra de Freud e alguns autores representativos de escolas pós-freudianas, como Lacan, Klein, Bion e Winnicott. O intuito é mostrar como os fundamentos de tais concepções acerca do outro incidem diretamente sobre os posicionamentos éticos em jogo na constituição da escuta analítica.

3 PROGRAMAÇÃO 9h Entrega de material 9h30min Abertura do Evento Prof. Dr. Edson Olivari de Castro Psicanalista, doutor em psicologia pela PUC-SP, sócio fundador e presidente da Associação Livre Instituto de Cultura e Psicanálise, professor dos cursos de psicologia da UNIMEP e da UNIARARAS. 10h Conferência Panorama das Figuras da Intersubjetividade na Constituição Subjetiva Prof. Dr. Nelson Ernesto Coelho Jr. Psicanalista, doutor em psicologia clínica, professor e pesquisador do Instituto de Psicologia da USP. Autor, entre outros livros, de "A Força da Realidade na Clínica Freudiana", "Ética e Técnica em Psicanálise" (em co-autoria com Luis Claudio Figueiredo) e do recente artigo, também em co-autoria com Luis Claudio Figueiredo, " Figuras da Intersubjetividade na Constituição da Subjetividade". 11h Mesa-Redonda Discutindo a Intersubjetividade em Freud Figuras da intersubjetividade na metapsicologia freudiana Érico Bruno Viana Campos Psicólogo, mestre e doutorando em psicologia pelo Instituto de Psicologia da USP, membro associado da Associação Livre Instituto de Cultura e Psicanálise, professor do curso de psicologia da UNIARARAS. O narcisismo primário e o papel da alteridade na constituição do psiquismo André De Martini Psicanalista, mestre em psicologia pelo Instituto de Psicologia da USP, psicólogo do setor de reabilitação da Fundação Dorina Nowill. Coordenação: Prof. Dr. Edson Olivari de Castro PREU, R. O. Além do horizonte: o encontro com o real, em Lacan, como ponto cego entre a fenomenologia e a psicanálise. O conceito de horizonte, cunhado na fenomenologia husserliana, aparece como um delineador fundamental para que se possa pensar o tema da intersubjetividade. Segundo nossa perspectiva, é através dele que podemos balizar um modo de compreensão para o mapa deste tema que nos é apresentado pelo artigo de Coelho e Figueiredo, seja no que tange às matrizes mais fenomenológicas (interpessoal, transubjetiva e traumática), seja no que diz respeito àquela essencialmente psicanalítica (intrapsíquica). Quanto à leitura lacaniana da psicanálise, parece haver ali um convite a ir mais adiante. Em direção a um encontro com o Real que, nas palavras de Lacan, situar-se-ia para além da intersubjetividade. É para este ponto em que, segundo Lacan, se mostra a verdade da experiência psicanalítica; que se situa para além do horizonte fenomenológico que pretendemos apontar nesta comunicação. Nosso percurso se faz em três tempos: 1) o aparecimento e a relevância do conceito de horizonte na fenomenologia; 2) o conceito de horizonte como balizador das quatro figuras fundamentais da intersubjetividade; 3) o impensado da intersubjetividade: o encontro com o Real além do horizonte intersubjetivo. SALVITTI, A. Ataques ao vínculo, falha na continência e a ética do pensador na clínica de Bion. O trabalho de Bion com pacientes psicóticos e borderline esteve, inicialmente, direcionado ao estudo da dinâmica intrapsíquica, em especial ao conflito na personalidade entre as áreas psicótica e nãopsicótica, e às dificuldades na formação de vínculos na mente que promoveriam a consciência da realidade psíquica. Com a ampliação do conceito de identificação projetiva como comunicação e com a idéia de projeção no outro de um continente falho, Bion passou a enfocar em maior extensão os aspectos relacionais na interação do paciente com o objeto e vice-versa. O papel do ambiente, particularmente do analista na sessão, foi amplamente investigado por esse autor e nos permite levantar e discutir seus aspectos éticos.

4 COELHO Jr., N. E. Panorama das figuras da intersubjetividade na constituição subjetiva. Este trabalho apresenta uma nova caracterização do conceito e da experiência da intersubjetividade a partir de referências centrais a seus patronos na filosofia, na psicologia e na psicanálise: 1 - intersubjetividade transubjetiva (Scheler, Heidegger, Merleau-Ponty); 2 - intersubjetividade traumática (Lévinas); 3 intersubjetividade interpessoal (G. H. Mead); intersubjetividade intrapsíquica (Freud, Klein, Fairbairn, Winnicott). Entende-se que as matrizes intersubjetivas indicam dimensões de alteridade que nunca ocupam de forma pura e exclusiva o campo das experiências humanas. As quatro matrizes propostas precisam ser concebidas como elementos simultâneos nos diferentes processos de constituição e elaboração subjetivas. De MARTINI, A. O narcisismo primário e o papel da alteridade na constituição do psiquismo. O objetivo deste trabalho é fazer uma breve exposição dos meandros na constituição da subjetividade, dentro do que Freud chamou de narcisismo primário, correlacionando a dimensão econômica com o papel da alteridade momento e lugar em que as figuras do sujeito e do objeto (ou de um eu e um outro) encontrarão seu lugar, sustentação e dissonâncias. JUNQUEIRA, C. Ética e consciência moral em Freud, Klein, Hartmann e Lacan: a teoria, a clínica e o outro. Através de um esforço de sistematização do discurso acerca da ética e da consciência moral em quatro autores que determinaram as quatro principais correntes do pensamento psicanalítico Sigmund Freud, Melanie Klein, Heinz Hartmann e Jacques Lacan e, conjuntamente, do apontamento das respectivas implicações clínicas desses discursos, procuramos demonstrar que a diversidade de modelos metapsicológicos existentes na psicanálise produziu não só diferenças na abordagem teórica da questão da ética e da consciência moral, mas também diferenças perceptíveis nos objetivos clínicos de cada uma dessas correntes. Para além disso, a partir do discurso de cada um desses autores sobre a questão da ética e da consciência moral é possível, também, tecer alguns comentários sobre o lugar do outro na obra de cada um deles. 12h Intervalo para o almoço 14h Mesa-Redonda Destinos da Intersubjetividade nas Teorias Pós- Freudianas Os objetos em Melanie Klein e o lugar da alteridade em seu pensamento Rosana Sigler Psicóloga, mestre e doutoranda em psicologia pelo Instituto de Psicologia da USP, professora do curso de graduação em psicologia da Universidade São Francisco. Além do horizonte: o encontro com o real, em Lacan, como ponto cego entre a fenomenologia e a psicanálise Roberto de Oliveira Preu Psicólogo, mestre em psicologia pela Universidade Federal Fluminense e doutorando em psicologia pelo Instituto de Psicologia da USP. Ataques ao vínculo, falha na continência e a ética do pensador na clínica de Bion Adriana Salvitti Psicóloga, psicanalista e doutoranda em psicologia pelo Instituto de Psicologia da USP. A concepção winnicottiana de intersubjetividade: uma leitura a partir de Thomas Ogden Luis Henrique do Amaral e Silva Psicólogo e mestrando em psicologia pelo Instituto de Psicologia da USP. Coordenação: Érico Bruno Viana Campos

5 16h Simpósio A Ética Subjacente aos Grandes Sistemas Psicanalíticos Ética e Consciência Moral em Freud, Klein, Hartmann e Lacan: a teoria, a clínica e o outro Camila Junqueira Psicanalista, mestre e doutoranda em psicologia pelo Instituto de Psicologia da USP, autora do livro Ética em Consciência moral na Psicanálise (São Paulo: Via Lettera, 2005) Winnicott e a ética da comunicação: a importância do paradoxo entre comunicar-se e não se comunicar Karina Codeço Barone Psicanalista, mestre em estudos psicanalíticos pela Tavistock and Portman Clinic, mestre e doutoranda em psicologia pelo Instituto de Psicologia da USP (Bolsista CNPq), autora do livro Realidade e Luto: um estudo da transicionalidade (São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004). Coordenação: Lucia Helena Garcia Bueno Psicanalista, sócia fundadora e supervisora da Associação Livre Instituto de Cultura e Psicanálise. 17h Encerramento Lançamento de livros Ética e Consciência Moral em Psicanálise Camila Junqueira. São Paulo: Via Lettera, 2005 Realidade e Luto: um Estudo da Transicionalidade Karina Codeço Barone. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004 RESUMOS BARONE, K. C. Winnicott e a ética da comunicação: a importância do paradoxo entre comunicar-se e não se comunicar. A teoria de Winnicott sobre a comunicação contempla uma dimensão paradoxal. Ao reconhecer diferentes necessidades do self individual, Winnicott salienta tanto a necessidade de que o sujeito possa comunicar-se com os objetos, quanto a necessidade de que certos aspectos de seu self permaneçam continuamente não-comunicados. Comunicar-se e não se comunicar são, assim, fundamentais à plena realização do self. Para Winnicott, a psicanálise deve constituir-se como um sofisticado jogo de esconder e mostrar, no qual o paciente mantém preservado um núcleo privado do self, ao mesmo tempo em que se comunica com um outro humano significativo. Discutiremos nesta conferência em que medida a teoria de Winnicott sobre a comunicação em sua dimensão paradoxal institui uma posição ética do analista na relação com o paciente. CAMPOS, E. B. V. Figuras da intersubjetividade na metapsicologia freudiana. O objetivo desta comunicação é apresentar e discutir as figuras da intersubjetividade na metapsicologia freudiana. Grande parte da posição desse autor pode ser caracterizada como pertinente à intersubjetividade intrapsíquica. Contudo, pretende-se discutir os diferentes modos como a alteridade aparece na metapsicologia, enfocando a tensão dinâmica entre os conceitos de representação e de identificação que perpassa toda a produção freudiana. A hipótese é que as concepções iniciais sobre a representação psíquica tendem minimizar o papel do outro na constituição subjetiva, uma vez que o objeto é o atributo mais variável da pulsão. Esse papel do outro só será devidamente abordado com o desenvolvimento do conceito de identificação no contexto da segunda tópica e do segundo modelo pulsional. Discute-se, ainda, a pertinência de apontamentos na direção das intersubjetividades traumática e transsubjetiva por meio do conceito de pulsão de morte e das noções acerca da identificação primária.

O AUTISMO NA PSICANÁLISE E A QUESTÃO DA ESTRUTURA Germano Quintanilha Costa 1

O AUTISMO NA PSICANÁLISE E A QUESTÃO DA ESTRUTURA Germano Quintanilha Costa 1 O AUTISMO NA PSICANÁLISE E A QUESTÃO DA ESTRUTURA Germano Quintanilha Costa 1 I Introdução O objetivo deste trabalho é pensar a questão do autismo pelo viés da noção de estrutura, tal como compreendida

Leia mais

9. Papel, funções, atuação, limites e possibilidades do pesquisador na concepção burocrática e na concepção complexa de metodologia da pesquisa;

9. Papel, funções, atuação, limites e possibilidades do pesquisador na concepção burocrática e na concepção complexa de metodologia da pesquisa; Setor de Estudos: Fundamentos Teóricos Metodológicos da Psicologia 1. Conhecimentos popular, filosófico, religioso, artístico e científico: relações, construções, dificuldades e desafios do pesquisador;

Leia mais

Bibliografia Tema: Psicanálise

Bibliografia Tema: Psicanálise Ps.1 Equipe de Acompanhantes Terapêuticos do Hospital-Dia A CASA.. A rua como espaço clínico acompanhamento terapêutico. São Paulo: Escuta, 1991. Através do acompanhamento terapêutico vai se construindo

Leia mais

Resumos. Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica

Resumos. Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica Inovação em psicanálise: rumos e perspectivas na contemporaneidade Quarta-feira 10/6 10h30-12h Mesa-redonda Saúde mental e psicanálise

Leia mais

Grade Curricular - Psicologia (Psicologia - integral)

Grade Curricular - Psicologia (Psicologia - integral) Grade Curricular - Psicologia (Psicologia - integral) SEMESTRE 1 - Obrigatórias BIO0105 Biologia 6 0 6 MAE0112 Introducao a Probabilidade e a Estatistica I 4 0 4 PSA0113 Psicologia da Aprendizagem PSE0101

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PSICOLOGIA Ementário/abordagem temática/bibliografia básica (3) e complementar (5) Morfofisiologia e Comportamento Humano Ementa: Estudo anátomo funcional

Leia mais

O Analista só na dupla analítica: da (contra)-trans-ferência às. A psicanálise é um processo em que a relação analista/analisando é vivida com

O Analista só na dupla analítica: da (contra)-trans-ferência às. A psicanálise é um processo em que a relação analista/analisando é vivida com O Analista só na dupla analítica: da (contra)-trans-ferência às transformações. Eixo temático 3 A psicanálise é um processo em que a relação analista/analisando é vivida com intensidade pela dupla, seja

Leia mais

Almanaque on-line entrevista Uma questão para a AMP-América

Almanaque on-line entrevista Uma questão para a AMP-América Almanaque on-line entrevista Uma questão para a AMP-América Entrevistada: Elisa Alvarenga Diretora Geral do IPSM-MG e Presidente da FAPOL (Federação Americana de Psicanálise de Orientação Lacaniana). E-mail:

Leia mais

IX JORNADA CELPCYRO Sobre Saúde Mental JUNHO DE 2012.

IX JORNADA CELPCYRO Sobre Saúde Mental JUNHO DE 2012. IX JORNADA CELPCYRO Sobre Saúde Mental JUNHO DE 2012. *PSICOTERAPIA PSICANALÍTICA: VISÃO CONTEMPORÂNEA DA TÉCNICA: LUIZ CARLOS MABILDE ** PSIQUIATRA E PROFESSOR/SUPERVISOR CONVIDADO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

Feminilidade e Violência

Feminilidade e Violência Feminilidade e Violência Emilse Terezinha Naves O tema sobre a violência e a feminilidade apresenta-se, nas mais diversas áreas do conhecimento, como um tema de grande interesse, quando encontramos uma

Leia mais

DIÁLOGOS A pluralidade e as singularidades em nossa transmissão

DIÁLOGOS A pluralidade e as singularidades em nossa transmissão DIÁLOGOS A pluralidade e as singularidades em nossa transmissão Diálogos da última edição deste Boletim trouxe os bastidores e um pouco da história dos nossos eventos. Desta feita, apontamos nossa mira

Leia mais

A função especular da fala materna e suas referências. ao psiquismo e à constituição do si mesmo.

A função especular da fala materna e suas referências. ao psiquismo e à constituição do si mesmo. A função especular da fala materna e suas referências ao psiquismo e à constituição do si mesmo. Alexandre Socha No artigo O papel de espelho da mãe e da família no desenvolvimento infantil (1967), Winnicott

Leia mais

Casos-Limite: de que objeto se trata?

Casos-Limite: de que objeto se trata? Casos-Limite: de que objeto se trata? Camila Junqueira Psicanalista, Mestre e Doutoranda em Psicologia pelo IPUSP, autora do livro Ética e Consciência Moral na Psicanálise (2006, Via Lettera) Resumo: O

Leia mais

Violência Simbólica: possíveis lugares subjetivos para uma criança diante da escolha materna

Violência Simbólica: possíveis lugares subjetivos para uma criança diante da escolha materna Violência Simbólica: possíveis lugares subjetivos para uma criança diante da escolha materna Henrique Figueiredo Carneiro Liliany Loureiro Pontes INTRODUÇÃO Esse trabalho apresenta algumas considerações,

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Identificação Eder Soares Santos Data de nascimento 26 de junho de 1974

CURRICULUM VITAE. Identificação Eder Soares Santos Data de nascimento 26 de junho de 1974 CURRICULUM VITAE Identificação Nome Eder Soares Santos Data de nascimento 26 de junho de 1974 Estado civil Solteiro Endereço Rua Antonio Menghetti, 78 Jd. São Gonçalo, Barão Geraldo - Campinas, SP. CEP

Leia mais

RETIFICAÇÃO SUBJETIVA: OS CONTRAPONTOS ENTRE A CLÍNICA PSICANALÍTICA E A EPISTEMOLOGIA HISTÓRICA

RETIFICAÇÃO SUBJETIVA: OS CONTRAPONTOS ENTRE A CLÍNICA PSICANALÍTICA E A EPISTEMOLOGIA HISTÓRICA RETIFICAÇÃO SUBJETIVA: OS CONTRAPONTOS ENTRE A CLÍNICA PSICANALÍTICA E A EPISTEMOLOGIA HISTÓRICA Marcio Luiz Ribeiro Bacelar Wilson Camilo Chaves A expressão retificação subjetiva está presente tanto nas

Leia mais

A FUNÇÃO DO PAGAMENTO EM ANÁLISE: LIMITES E POSSIBILIDADES NA INSTITUIÇÃO

A FUNÇÃO DO PAGAMENTO EM ANÁLISE: LIMITES E POSSIBILIDADES NA INSTITUIÇÃO A FUNÇÃO DO PAGAMENTO EM ANÁLISE: LIMITES E POSSIBILIDADES NA INSTITUIÇÃO Fernanda de Souza Borges feborges.psi@gmail.com Prof. Ms. Clovis Eduardo Zanetti Na praça Clóvis Minha carteira foi batida, Tinha

Leia mais

Segundo seu Regulamento, aprovado em 17/08/83, a Clínica Psicológica do Departamento da UFPE tem como objetivos:

Segundo seu Regulamento, aprovado em 17/08/83, a Clínica Psicológica do Departamento da UFPE tem como objetivos: Clínica Psicológica da UFPE Plano Institucional de Estágio Supervisionado Apresentação A Clínica Psicológica é uma entidade pública, ligada ao Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Pernambuco,

Leia mais

Quadro Geral de Disciplinas do PPGP

Quadro Geral de Disciplinas do PPGP Quadro Geral de s do PPGP Obrigatórias CR CH Metodologia de Pesquisa 4 60 Metodologias Específicas - Linha Psicanálise: teoria e clínica 4 60 Metodologias Específicas - Linha Psicologia e Sociedade 4 60

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde Curso de Psicologia Núcleo 3.2 Saúde Mental (2014)

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde Curso de Psicologia Núcleo 3.2 Saúde Mental (2014) Núcleo 3.2 Saúde mental: política e clinica ampliada DEPARTAMENTOS ENVOLVIDOS: Psicologia do Desenvolvimento e Psicologia Social COORDENADOR: Maria Claudia Tedeschi Vieira PROFESSORES: Deborah Sereno Elisa

Leia mais

Revista Mal-estar E Subjetividade ISSN: 1518-6148 malestar@unifor.br Universidade de Fortaleza Brasil

Revista Mal-estar E Subjetividade ISSN: 1518-6148 malestar@unifor.br Universidade de Fortaleza Brasil Revista Mal-estar E Subjetividade ISSN: 1518-6148 malestar@unifor.br Universidade de Fortaleza Brasil Holanda Martins, Karla Patricia Reseña de "Freud e a Literatura: destinos de uma travessia" de Leônia

Leia mais

MONITORIA PRESENCIAL NA MODALIDADE REMUNERADA

MONITORIA PRESENCIAL NA MODALIDADE REMUNERADA ANEXO IV - EDITAL Nº. 15/2011 PERÍODO: 2012/01 INSTITUTO DE DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E E ARTES -- ICHLA MONITORIA PRESENCIAL NA MODALIDADE REMUNERADA PSICOLOGIA VAGAS DIA CARGA Introdução à Psicologia

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Decanato Acadêmico Unidade Universitária: Centro de Comunicação e Letras Curso: Jornalismo Disciplina: Psicologia Professor (es): Nora Rosa Rabinovich Carga horária: 25,5h Ementa: (x) Teórica ( ) Prática

Leia mais

Considerações acerca da transferência em Lacan

Considerações acerca da transferência em Lacan Considerações acerca da transferência em Lacan Introdução Este trabalho é o resultado um projeto de iniciação científica iniciado em agosto de 2013, no Serviço de Psicologia Aplicada do Instituto de Psicologia

Leia mais

GRADE E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO/ DATAS E HORÁRIOS. C/H: 8 horas. Data/horário: 29/06 e 30/06 das 18:30 às 22:30 (2ª e 3ª)

GRADE E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO/ DATAS E HORÁRIOS. C/H: 8 horas. Data/horário: 29/06 e 30/06 das 18:30 às 22:30 (2ª e 3ª) GRADE E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO/ DATAS E HORÁRIOS MÓDULO I: PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO C/H: 8 horas. Data/horário: 29/06 e 30/06 das 18:30 às 22:30 (2ª e 3ª) 04/07 das 8 às 16h (sábado). Bibliografia

Leia mais

RESENHA. 1. Indentidade da Obra JUNG,C. G. Psicologia e religião oriental. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1991.

RESENHA. 1. Indentidade da Obra JUNG,C. G. Psicologia e religião oriental. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1991. RESENHA AGOSTINHO, Márcio Roberto Mestre em Ciências da Religião MACKENZIE SÃO PAULO/SP BRASIL Coordenador do Curso de Psicologia - FASU/ACEG GARÇA/SP BRASIL e-mail: casteloagostinho@yahoo.com.br 1. Indentidade

Leia mais

Perguntas e Concepções presentes sobre a natureza do Psicológico e da Psicologia. I Natureza Humana

Perguntas e Concepções presentes sobre a natureza do Psicológico e da Psicologia. I Natureza Humana Perguntas e Concepções presentes sobre a natureza do Psicológico e da Psicologia I Natureza Humana * Qual a natureza humana? Ou seja, qual é a ontologia humana? - Uma teoria da natureza humana busca especificar

Leia mais

Decio Tenenbaum. XXII Congresso Brasileiro de Psicanálise Rio de Janeiro - 2009

Decio Tenenbaum. XXII Congresso Brasileiro de Psicanálise Rio de Janeiro - 2009 Decio Tenenbaum XXII Congresso Brasileiro de Psicanálise Rio de Janeiro - 2009 Relação narcísica S. Freud The average expectable environment Heinz Hartmann Relação pré-edipiana Ruth M. Brunswick Rêverie

Leia mais

MANIFESTO DE ENTIDADES BRASILEIRAS DE PSICANÁLISE. indissociáveis entre si: a análise pessoal, os cursos teóricos e a supervisão dos casos clínicos.

MANIFESTO DE ENTIDADES BRASILEIRAS DE PSICANÁLISE. indissociáveis entre si: a análise pessoal, os cursos teóricos e a supervisão dos casos clínicos. MANIFESTO DE ENTIDADES BRASILEIRAS DE PSICANÁLISE Há cerca de 90 anos a formação de psicanalistas está baseada em três atividades complementares e indissociáveis entre si: a análise pessoal, os cursos

Leia mais

Identidade: 06479911-7, 21.02.95, IFP CPF: 017.879.197-06. Título de Eleitor: 788807503-02 Carteira de Trabalho: 42313

Identidade: 06479911-7, 21.02.95, IFP CPF: 017.879.197-06. Título de Eleitor: 788807503-02 Carteira de Trabalho: 42313 CURRICULUM VITAE ALINE VERISSIMO MONTEIRO CRP/RJ 05-21723 Rua Desembargador Burle, 28/602 - Rio de Janeiro. CEP 22271-060 /fax (021) 246 0309 Celular (021) 96341676 E-mail: avmonteiro@infolink.com.br Identidade:

Leia mais

Curso de Psicologia CÓDIGO B108478 PROGRAMA

Curso de Psicologia CÓDIGO B108478 PROGRAMA Curso de Psicologia 1º período DISCIPLINA: ELEMENTOS DE ANATOMIA B108478 EMENTA: - Estudo de todos os órgãos e sistemas do organismo humano, destacando as funções pertinentes a cada estrutura. DISCIPLINA:

Leia mais

Patologias narcísicas e doenças auto-imunes: a questão da transferência [1]

Patologias narcísicas e doenças auto-imunes: a questão da transferência [1] Patologias narcísicas e doenças auto-imunes: a questão da transferência [1] Teresa Pinheiro [2] Este trabalho é um desdobramento da nossa participação na pesquisa clínico-teórica, Patologias narcísicas

Leia mais

Questão Resposta Questão Resposta 1 21 2 22 3 23 4 24 5 25 6 26 7 27 8 28 9 29 10 30 11 31 12 32 13 33 14 34 15 35 16 36 17 37 18 38 19 39 20 40

Questão Resposta Questão Resposta 1 21 2 22 3 23 4 24 5 25 6 26 7 27 8 28 9 29 10 30 11 31 12 32 13 33 14 34 15 35 16 36 17 37 18 38 19 39 20 40 SIMULADO SOBRE TEORIAS DA PERSONALIDADE Aluno(a) A prova contém 40 questões de múltipla escolha. Utilize a folha de respostas abaixo para assinalar suas respostas. Ao final da prova, devolva apenas esta

Leia mais

a justifique. Em resumo, a IASP reconhece que a dor poderia existir apenas no plano do vivido e na queixa que a exprime.

a justifique. Em resumo, a IASP reconhece que a dor poderia existir apenas no plano do vivido e na queixa que a exprime. No livro A DOR FÍSICA, Nasio se preocupa com as origens psicológicas da dor corporal, mais claramente falando, se preocupa com aquela parte enigmática que vem descrita nos artigos médicos como o fator

Leia mais

Transferência e vínculo institucional na Clínica-Escola 1 José Vicente Alcantara

Transferência e vínculo institucional na Clínica-Escola 1 José Vicente Alcantara Transferência e vínculo institucional na Clínica-Escola 1 José Vicente Alcantara "Uma análise termina quando analista e paciente deixam de encontrar-se para a sessão analítica" Sigmund Freud em Analise

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR 2009/1 EMENTAS

MATRIZ CURRICULAR 2009/1 EMENTAS MATRIZ CURRICULAR 2009/1 EMENTAS DISCIPLINA: Estatística aplicada à psicologia Ementa: Técnicas de amostragem. Introdução ao estudo de probabilidades. Distribuição binomial. Curva normal. Estimação de

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA O Programa Institucional de Iniciação Científica convida a todos para participar do Seminário de Iniciação Científica da FAJE que acontecerá no dia 06 de Agosto de 2015,

Leia mais

A Interdisciplinaridade na Clínica do Autismo: onde está o sujeito?

A Interdisciplinaridade na Clínica do Autismo: onde está o sujeito? 1 A Interdisciplinaridade na Clínica do Autismo: onde está o sujeito? Introdução Este trabalho tem como objetivo apresentar discussões preliminares da pesquisa em andamento na Universidade Federal do Pará

Leia mais

DIÁLOGOS ENTRE WINNICOTT E LACAN: Do conceito de objeto ao manejo clínico da experiência de sofrimento

DIÁLOGOS ENTRE WINNICOTT E LACAN: Do conceito de objeto ao manejo clínico da experiência de sofrimento 1 Estados Gerais da Psicanálise: Segundo Encontro Mundial, Rio de Janeiro 2003 Tema: 3 DIÁLOGOS ENTRE WINNICOTT E LACAN: Do conceito de objeto ao manejo clínico da experiência de sofrimento Perla Klautau

Leia mais

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL Curso: Tecnologia Social e Educação: para além dos muros da escola Resumo da experiência de Avaliação do Programa "Apoio

Leia mais

As vicissitudes da repetição

As vicissitudes da repetição As vicissitudes da repetição As vicissitudes da repetição Breno Ferreira Pena Resumo O objetivo deste trabalho é explorar o conceito de repetição em psicanálise. Para tanto, o autor faz uma investigação

Leia mais

Elasticidade e limite na clínica contemporânea

Elasticidade e limite na clínica contemporânea Elasticidade e limite na clínica contemporânea SAVIETTO, Bianca Bergamo; FIGUEIREDO, Luís Claudio; SOUZA, Octavio (Org.). São Paulo: Escuta, 2013. 339 págs. Beatriz Chacur Biasotto Mano* A questão da elasticidade

Leia mais

MOURA, Marisa Decat de (ORG). Psicanálise e hospital 3 Tempo e morte: da urgência ao ato analítico. Revinter: Rio de Janeiro, 2003.

MOURA, Marisa Decat de (ORG). Psicanálise e hospital 3 Tempo e morte: da urgência ao ato analítico. Revinter: Rio de Janeiro, 2003. MOURA, Marisa Decat de (ORG). Psicanálise e hospital 3 Tempo e morte: da urgência ao ato analítico. Revinter: Rio de Janeiro, 2003. Prefácio Interessante pensar em um tempo de começo. Início do tempo de

Leia mais

DE ONDE VEM A RESISTENCIA? 1

DE ONDE VEM A RESISTENCIA? 1 DE ONDE VEM A RESISTENCIA? 1 Maria Lia Avelar da Fonte 2 A terra da verdade é uma ilha, rodeada por um oceano largo e tormentoso, a região da ilusão; onde muitos nevoeiros, muitos icebergs, parecem ao

Leia mais

- Carta de Princípios do Fórum do Campo Lacaniano - Belo Horizonte -

- Carta de Princípios do Fórum do Campo Lacaniano - Belo Horizonte - - Carta de Princípios do Fórum do Campo Lacaniano - Belo Horizonte - Histórico O Fórum do Campo Lacaniano de Belo Horizonte foi criado em 1998 em oposição ao mau uso do Um na Psicanálise visando uma alternativa

Leia mais

René Roussillon. Beatriz Pinheiro de Andrade*** Pedro Salem*** Perla Klautau***

René Roussillon. Beatriz Pinheiro de Andrade*** Pedro Salem*** Perla Klautau*** Entrevista René Roussillon René Roussillon Beatriz Pinheiro de Andrade*** Pedro Salem*** Perla Klautau*** Durante o 71 Congresso de Psicanalistas de Língua Francesa (CPLF), realizado em Paris entre 2 e

Leia mais

FREUD: IMPASSE E INVENÇÃO

FREUD: IMPASSE E INVENÇÃO FREUD: IMPASSE E INVENÇÃO Denise de Fátima Pinto Guedes Roberto Calazans Freud ousou dar importância àquilo que lhe acontecia, às antinomias da sua infância, às suas perturbações neuróticas, aos seus sonhos.

Leia mais

Márcio Peter de Souza Leite 4 de abril de 1997 PUC

Márcio Peter de Souza Leite 4 de abril de 1997 PUC O Pai em Freud 1997 O Pai em Freud Márcio Peter de Souza Leite 4 de abril de 1997 PUC Conteudo: Pais freudianos... 3 O pai de Dora... 3 O pai de Schreber.... 4 O pai castrador, que é o terceiro em Freud,

Leia mais

DO ENSINO DA PSICANÁLISE NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA: ALGUMAS QUESTÕES

DO ENSINO DA PSICANÁLISE NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA: ALGUMAS QUESTÕES Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 800 DO ENSINO DA PSICANÁLISE NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA: ALGUMAS QUESTÕES Roberto Mielke 1, Carmen Lúcia

Leia mais

Desdobramentos: A mulher para além da mãe

Desdobramentos: A mulher para além da mãe Desdobramentos: A mulher para além da mãe Uma mulher que ama como mulher só pode se tornar mais profundamente mulher. Nietzsche Daniela Goulart Pestana Afirmar verdadeiramente eu sou homem ou eu sou mulher,

Leia mais

Clínica do continente

Clínica do continente Clinica of the container MANO, Beatriz Chacur Biasotto. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2013. 398 p. Paulo Sérgio Lima Silva * Conheço Beatriz Mano há muito tempo e por suas qualidades pessoais e profissionais

Leia mais

O setting como estrutura dinâmica e instrumento técnico da psicanálise: breve ensaio de reflexão teórica

O setting como estrutura dinâmica e instrumento técnico da psicanálise: breve ensaio de reflexão teórica 1 O setting como estrutura dinâmica e instrumento técnico da psicanálise: breve ensaio de reflexão teórica Farate, Carlos O tratamento psicológico das neuroses, marco histórico da psicologia terapêutica

Leia mais

O BRINCAR E A CLÍNICA

O BRINCAR E A CLÍNICA O BRINCAR E A CLÍNICA Christine Nunes (psicóloga clínica, candidata da SPRJ) RESUMO: O presente trabalho, propõe a uma breve exposição do que pensa Winnicott sobre o brincar e a sessão analítica estendendo

Leia mais

Titulo do Trabalho: Fundamentação da metodologia de pesquisa teórica em

Titulo do Trabalho: Fundamentação da metodologia de pesquisa teórica em Titulo do Trabalho: Fundamentação da metodologia de pesquisa teórica em psicanálise Autor: Érico Campos RESUMO Este trabalho discute questões gerais envolvidas na leitura de textos e discursos nas ciências

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - 040 Curso: Psicologia Disciplina: Psicanálise II Professor(es) e DRTs Carmen Silvia de Souza Nogueira DRT: 112426-1 Fernando Genaro Junior

Leia mais

MAPAS CONCEITUAIS NAS PESQUISAS DO NÚCLEO DE ETNOGRAFIA EM EDUCAÇÃO

MAPAS CONCEITUAIS NAS PESQUISAS DO NÚCLEO DE ETNOGRAFIA EM EDUCAÇÃO MAPAS CONCEITUAIS NAS PESQUISAS DO NÚCLEO DE ETNOGRAFIA EM EDUCAÇÃO Autor: Riselda Maria de França Oliveira Universidade Estadual do Rio de Janeiro - riseldaf@hotmail.com Co-autor: Marcelo Alex de Oliveira

Leia mais

8 O silêncio na psicanálise

8 O silêncio na psicanálise Apresentação O silêncio está sempre presente numa sessão de análise, e seus efeitos são tão decisivos quanto os de uma palavra efetivamente pronunciada. Silêncio do paciente ou do analista, silêncio crônico

Leia mais

4.59.1. Tema: Sinais de risco nas clínicas mãe-bebê 4.59.2. Coordenadora: Sonia Pereira Pinto da Motta

4.59.1. Tema: Sinais de risco nas clínicas mãe-bebê 4.59.2. Coordenadora: Sonia Pereira Pinto da Motta Mesa: 4.59.1. Tema: Sinais de risco nas clínicas mãe-bebê 4.59.2. Coordenadora: Sonia Pereira Pinto da Motta OS RISCOS NA CONSTITUIÇÃO PSÍQUICA Autora: CRISTINA HOYER Breve Nota Curricular da Autora -

Leia mais

ESTÁGIOS ESPECÍFICOS ÊNFASE: PROCESSOS CLÍNICOS E SAÚDE MENTAL

ESTÁGIOS ESPECÍFICOS ÊNFASE: PROCESSOS CLÍNICOS E SAÚDE MENTAL ESTÁGIOS ESPECÍFICOS O estágio específico, previsto como atividade obrigatória a partir do sétimo semestre do Curso de é compreendido na perspectiva de continuidade da formação básica definida no Núcleo

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PSICOLOGIA (Currículo iniciado em 2009):

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PSICOLOGIA (Currículo iniciado em 2009): EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PSICOLOGIA (Currículo iniciado em 2009): ABORDAGENS TEÓRICO-METODOLÓGICAS DA PSICOLOGIA CONTEMPORÂNEA I C/H 102 (0829/I) Diferentes linhas de intervenção teórico-metodológicas

Leia mais

PSICOLOGIA MATUTINO E NOTURNO. 1 o Ano. Disciplina

PSICOLOGIA MATUTINO E NOTURNO. 1 o Ano. Disciplina PSICOLOGIA MATUTINO E NOTURNO 1 o Ano Antropologia Epistemologia e História da Psicologia Estatística Ética e Cidadania Interpretação e Produção de Textos Científicos Métodos de Pesquisa em Psicologia

Leia mais

Escrever falando: ecos de Lacan e de Winnicott 1 Charles Elias Lang 2

Escrever falando: ecos de Lacan e de Winnicott 1 Charles Elias Lang 2 Escrever falando: ecos de Lacan e de Winnicott 1 Charles Elias Lang 2 Resumo O texto, lido na Jornada de 2006, busca aproximar uma fala da escrita, assumindo a aparência de memorial em que o autor reconstrói

Leia mais

Leituras da paternidade, leituras de Íon, de Eurípides. De 16 a 18 de setembro de 2015. Programação

Leituras da paternidade, leituras de Íon, de Eurípides. De 16 a 18 de setembro de 2015. Programação Leituras da paternidade, leituras de Íon, de Eurípides De 16 a 18 de setembro de 2015 Programação 16 de setembro de 2015 Quarta-feira 8hs 9hs Credenciamento 9hs30 12hs Conferências de abertura: Leituras

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA II SEMINÁRIO DE INTEGRAÇÃO SOCIOLÓGICA UFRGS-UFPEL Porto Alegre, agosto de 2014.

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

PODERES DO PSICANALISTA

PODERES DO PSICANALISTA Estados Gerais da Psicanálise: Segundo Encontro Mundial, Rio de Janeiro 2003 PODERES DO PSICANALISTA Nelisa Guimarães O título tem o duplo sentido de discutir o que pode um psicanalista na clínica a partir

Leia mais

CORPO, IMAGEM, ORIFÍCIO: PONTUAÇÕES SOBRE O CORPO EM PSICANÁLISE. O valor do corpo como imagem, como suporte imaginário e consistência, por

CORPO, IMAGEM, ORIFÍCIO: PONTUAÇÕES SOBRE O CORPO EM PSICANÁLISE. O valor do corpo como imagem, como suporte imaginário e consistência, por CORPO, IMAGEM, ORIFÍCIO: PONTUAÇÕES SOBRE O CORPO EM PSICANÁLISE Regina Cibele Serra dos Santos Jacinto Ana Maria Medeiros da Costa Podemos afirmar que o interesse de Lacan pela questão do corpo esteve

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Lenise Freitas Motta

CURRICULUM VITAE. Lenise Freitas Motta CURRICULUM VITAE Lenise Freitas Motta Outubro/2012 I- DADOS PESSOAIS: Nome: Lenise Freitas Motta Endereço consultório: Rua Visconde de Inhaúma, n 490, conjunto 602, Edifício Padre Euclides, bairro centro,

Leia mais

Resenha bibliográfica sobre o livro O ser interior na psicanálise de Walter Trinca

Resenha bibliográfica sobre o livro O ser interior na psicanálise de Walter Trinca Psicologia: Teoria e Prática 2007, 9(2):149-154 Resenha bibliográfica sobre o livro O ser interior na psicanálise de Walter Trinca Iraní Tomiatto de Oliveira Universidade Presbiteriana Mackenzie Nessa

Leia mais

A caminhada do Instituto de Gestalt-Terapia de Brasília (IGTB) seu credenciamento como curso de especialização.

A caminhada do Instituto de Gestalt-Terapia de Brasília (IGTB) seu credenciamento como curso de especialização. A caminhada do Instituto de Gestalt-Terapia de Brasília (IGTB) seu credenciamento como curso de especialização. AUTORES: Sheila Maria da Rocha Antony - Mestre em Psicologia Clínica pela UnB. - Psicóloga

Leia mais

CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE. aspecto, a Arte e, principalmente, o Cinema, percebemos uma questão recorrente entre

CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE. aspecto, a Arte e, principalmente, o Cinema, percebemos uma questão recorrente entre CINEMA, CULTURA E TRANSMISSÃO DA PSICANÁLISE Tereza Raquel Tomé Adeodato Laéria Bezerra Fontenele Miguel Fernandes Vieira Filho Orlando Soeiro Cruxên Quando nos deparamos com a interseção entre Psicanálise

Leia mais

CASAL. Série Prática Clínica. e Prática Clínica. Série Prática Clínica Série Prática Clínica. Série Prática Clínica. Série Prática Clínica

CASAL. Série Prática Clínica. e Prática Clínica. Série Prática Clínica Série Prática Clínica. Série Prática Clínica. Série Prática Clínica e Prática Clínica Atendimento Psicanalítico de CASAL Atendimento PsicANALÍTICO DE CASAl Isabel Cristina Gomes Lidia Levy e cols. Coordenação da Série Isabel Cristina Gomes z Zagodoni Editora Copyright

Leia mais

Estrutura Curricular do Programa de Pós-graduação em Psicologia UFSC (Atual) Cursos de Mestrado e Doutorado

Estrutura Curricular do Programa de Pós-graduação em Psicologia UFSC (Atual) Cursos de Mestrado e Doutorado Estrutura Curricular do Programa de Pós-graduação em Psicologia UFSC (Atual) Cursos de Mestrado e Doutorado Os cursos de Mestrado e Doutorado do PPGP/UFSC compreendem um conjunto de disciplinas obrigatórias

Leia mais

Seminários Psicanalíticos 2014

Seminários Psicanalíticos 2014 Seminários Psicanalíticos 2014 CONSIDERAÇÕES SOBRE O MUNDO MENTAL BODERLINE: Teoria e manejo técnico Mara Guimarães Pereira Lima Degani Breve histórico Borderline = Limítrofe = Fronteiriço Conhecidos também

Leia mais

TOCAR E VER: O CORPO TORNANDO-SE SUJEITO

TOCAR E VER: O CORPO TORNANDO-SE SUJEITO TOCAR E VER: O CORPO TORNANDO-SE SUJEITO Iraquitan de Oliveira Caminha 1 O objetivo desse estudo é analisar a experiência de tocar e de ver, considerando a pulsão de domínio, concebida por Freud, e a motricidade

Leia mais

O FALO E A MORTE NA DINÂMICA DA NEUROSE OBSESSIVA

O FALO E A MORTE NA DINÂMICA DA NEUROSE OBSESSIVA O FALO E A MORTE NA DINÂMICA DA NEUROSE OBSESSIVA Doris Rinaldi 1 A neurose obsessiva apresenta uma complexidade e uma riqueza de aspectos que levou, de um lado, Freud a dizer que tratava-se do tema mais

Leia mais

Apresentação e Materialidade

Apresentação e Materialidade Tânia Aiello-Vaisberg Fabiana Follador e Ambrosio organizadoras Cadernos Ser e Fazer Apresentação e Materialidade Instituto de Psicologia Universidade de São Paulo 2003 Ficha Catalográfica preparada pelo

Leia mais

DOENÇA RENAL CRÔNICA E SUBJETIVIDADE: IMPLICAÇÕES CLÍNICAS DA DIFERENÇA ENTRE SER E TER UMA DOENÇA

DOENÇA RENAL CRÔNICA E SUBJETIVIDADE: IMPLICAÇÕES CLÍNICAS DA DIFERENÇA ENTRE SER E TER UMA DOENÇA DOENÇA RENAL CRÔNICA E SUBJETIVIDADE: IMPLICAÇÕES CLÍNICAS DA DIFERENÇA ENTRE SER E TER UMA DOENÇA Priscila Rodrigues da Silva * Prof. Ms. Clovis E. Zanetti ** RESUMO: A doença renal crônica é considerada

Leia mais

Encontro: 20 e 21 de Setembro. Prof. Esp. Angélica Viriato Ortiz Alves

Encontro: 20 e 21 de Setembro. Prof. Esp. Angélica Viriato Ortiz Alves Encontro: 20 e 21 de Setembro Prof. Esp. Angélica Viriato Ortiz Alves 1 RAÍZES - Habilidades, Qualidades, Valores 2 TRONCO: Nome / Formação 3 GALHOS/FOLHAS: Projetos para o futuro 4 FLORES: Projetos em

Leia mais

II SEMINÁRIO INTERNACIONAL ARQUIVOS DE MUSEUS E PESQUISA Tecnologia, informação e acesso

II SEMINÁRIO INTERNACIONAL ARQUIVOS DE MUSEUS E PESQUISA Tecnologia, informação e acesso II SEMINÁRIO INTERNACIONAL ARQUIVOS DE MUSEUS E PESQUISA Tecnologia, informação e acesso Data: 16 e 17 de Novembro de 2011 Local: Auditório VITAE Estação Pinacoteca do Estado de São Paulo Endereço: Largo

Leia mais

Sobre a intimidade na clínica contemporânea

Sobre a intimidade na clínica contemporânea Sobre a intimidade na clínica contemporânea Flávia R. B. M. Bertão * Francisco Hashimoto** Faculdade de Ciências e Letras de Assis, UNESP. Doutorado Psicologia frbmbertao@ibest.com.br Resumo: Buscou-se

Leia mais

Os princípios da prática analítica com crianças

Os princípios da prática analítica com crianças Os princípios da prática analítica com crianças Cristina Drummond Palavras-chave: indicação, tratamento, criança, princípios. As indicações de um tratamento para crianças Gostaria de partir de uma interrogação

Leia mais

O SER WINNICOTTIANO E A CLÍNICA DA PÓS-MODERNIDADE. Winnicott viveu em uma época em que a concepção de pós-modernidade estava se

O SER WINNICOTTIANO E A CLÍNICA DA PÓS-MODERNIDADE. Winnicott viveu em uma época em que a concepção de pós-modernidade estava se 1 O SER WINNICOTTIANO E A CLÍNICA DA PÓS-MODERNIDADE Nahman Armony Winnicott viveu em uma época em que a concepção de pós-modernidade estava se formando, e, sabedor ou não disto, contribuiu com conceitos

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM FUNDAMENTOS DA EXPERIÊNCIA PSICANALÍTICA. Periodicidade: Anual. Coordenação: Clarice Gatto. Objetivos do Curso

CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM FUNDAMENTOS DA EXPERIÊNCIA PSICANALÍTICA. Periodicidade: Anual. Coordenação: Clarice Gatto. Objetivos do Curso CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM FUNDAMENTOS DA EXPERIÊNCIA PSICANALÍTICA Periodicidade: Anual Coordenação: Clarice Gatto Objetivos do Curso Contribuir para uma perspectiva crítica ante a práxis que se exerce nos

Leia mais

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90.

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90. porta aberta Nova edição Geografia 2º ao 5º ano O estudo das categorias lugar, paisagem e espaço tem prioridade nesta obra. 25383COL05 Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4,

Leia mais

O papel do corpo na contemporaneidade, as novas patologias e a escuta analítica.

O papel do corpo na contemporaneidade, as novas patologias e a escuta analítica. O papel do corpo na contemporaneidade, as novas patologias e a escuta analítica. Silvana Maria de Barros Santos Entre o século XVI a XIX, as transformações políticas, sociais, culturais e o advento da

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO AMOR MATERNO NA RELAÇÃO MÃE-BEBÊ: REFLEXÕES A PARTIR DA PSICANÁLISE.

A CONSTRUÇÃO DO AMOR MATERNO NA RELAÇÃO MÃE-BEBÊ: REFLEXÕES A PARTIR DA PSICANÁLISE. A CONSTRUÇÃO DO AMOR MATERNO NA RELAÇÃO MÃE-BEBÊ: REFLEXÕES A PARTIR DA PSICANÁLISE. Cléa Maria Ballão Lopes 1 Nos últimos tempos venho trabalhando com gestantes e puérperas, diretamente via atendimento

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS:

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS: ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS: Início: 10/03/2014 Término: 30/05/2014 INFORMAÇÔES GERAIS: 1) Todo participante do congresso poderá inscrever trabalhos. 2) O link para inscrições de trabalhos

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PSICOLOGIA 1º SEMESTRE Morfofisiologia e Comportamento Humano Ementa: Estudo anátomo-funcional de estruturas orgânicas na relação com manifestações emocionais.

Leia mais

Introdução. instituição. 1 Dados publicados no livro Lugar de Palavra (2003) e registro posterior no banco de dados da

Introdução. instituição. 1 Dados publicados no livro Lugar de Palavra (2003) e registro posterior no banco de dados da Introdução O interesse em abordar a complexidade da questão do pai para o sujeito surgiu em minha experiência no Núcleo de Atenção à Violência (NAV), instituição que oferece atendimento psicanalítico a

Leia mais

Analista Didata da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto - Brasil. Coordenadora da Comissão de Convidados Estrangeiros da SBPRP

Analista Didata da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto - Brasil. Coordenadora da Comissão de Convidados Estrangeiros da SBPRP Eixo temático: Temporalidades en análisis A comunicação inconsciente interpsíquica (paciente/analista) segundo o modelo Bluetooth na psicanálise Descritores: Comunicação, Inconsciente, Intersubjetividade,

Leia mais

DO DESENVOLVIMENTO DA TEORIA PULSIONAL FREUDIANA PARA UMA REFLEXÃO SOBRE A RELAÇÃO ENTRE AMOR E ÓDIO. Ligia Maria Durski

DO DESENVOLVIMENTO DA TEORIA PULSIONAL FREUDIANA PARA UMA REFLEXÃO SOBRE A RELAÇÃO ENTRE AMOR E ÓDIO. Ligia Maria Durski DO DESENVOLVIMENTO DA TEORIA PULSIONAL FREUDIANA PARA UMA REFLEXÃO SOBRE A RELAÇÃO ENTRE AMOR E ÓDIO. Ligia Maria Durski Iniciemos este texto fazendo uma breve retomada de alguns momentos importantes da

Leia mais

Clínica psicanalítica com crianças

Clínica psicanalítica com crianças Clínica psicanalítica com crianças Ana Marta Meira* A reflexão sobre a clínica psicanalítica com crianças aponta para múltiplos eixos que se encontram em jogo no tratamento, entre estes, questões referentes

Leia mais

CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA

CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA Habilidades Computacionais 32 h/a Oferece ao administrador uma visão sobre as potencialidades da tecnologia

Leia mais

EMENTAS CURRÍCULOS 1/310 E 1/311. Nível I 24 Créditos

EMENTAS CURRÍCULOS 1/310 E 1/311. Nível I 24 Créditos EMENTAS CURRÍCULOS 1/310 E 1/311 Nível I 24 Créditos Fundamentos Epistemológicos e História da Psicologia Ementa: Compreensão da epistemologia e história dos diferentes períodos que influenciaram o surgimento

Leia mais

A função da alteridade frente ao desamparo nos primórdios da vida psíquica

A função da alteridade frente ao desamparo nos primórdios da vida psíquica A função da alteridade frente ao desamparo nos primórdios da vida psíquica Natália De Toni Guimarães dos Santos O humano só advém a partir de outros humanos. O filho do homem é um ser absolutamente dependente

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO PARA PROFESSORES TURMA FOZ DO IGUAÇU 05 DE AGOSTO DE 2014

CURSO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO PARA PROFESSORES TURMA FOZ DO IGUAÇU 05 DE AGOSTO DE 2014 CURSO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO PARA PROFESSORES TURMA FOZ DO IGUAÇU 05 DE AGOSTO DE 2014 OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM Bom dia Compreender os aspectos da Educação no processo de gestão

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CENTRO DE REFERÊNCIA TÉCNICA EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CENTRO DE REFERÊNCIA TÉCNICA EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CENTRO DE REFERÊNCIA TÉCNICA EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS FORMAÇÃO EM PSICOLOGIA E POLITICAS PÚBLICAS: UMA APROXIMAÇÃO DO CRPRS COM O MEIO ACADÊMICO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA DE JUSTIÇA PPGDIR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA DE JUSTIÇA PPGDIR Disciplina: METODOLOGIA DAS CIÊNCIAS SOCIAIS. Regente: Prof. Dr. Paulo Fernandes Keller Carga horária: 60 horas Número de créditos: Semestre letivo: 2013.2 1. EMENTA Epistemologia das Ciências Sociais.

Leia mais

A tradição traditio-onis remete à 'entrega', à 'transmissão', deriva de tradère: transmitir, entregar.

A tradição traditio-onis remete à 'entrega', à 'transmissão', deriva de tradère: transmitir, entregar. 29 Congresso Latino-Americano de Psicanálise Invenção - Tradiçào Tradição e invenção no tornar-se psicanalista Adriana Sorrentini Pensar o complexo tema da formação psicanalítica à luz da proposta do Congresso

Leia mais